18 de agosto de 2017

ARENA

ALGUNS FUNCIONÁRIOS DA ARENA DO GREMIO SÃO MUITO ZELOSOS, PRA DIZER O MINIMO. NO JOGO DA LIBERRTADORES EU FUI PRUMA CABINE, A 26 DA ALA LESTE, AS DOS NARRADORES CHINELÕES QUE PEGAM SOL CARA EM DIAS DE JOGO DE DIA.

AI CHEGOU UM OLHEIRO DA COMEBOL COM UMA GURIA DA ARENA. ELA PEDIU PRA DEIXAR A CABINE DEPOIS FOI FAZER QUEIXA PRO MICHEL DA ACEG QUE EU FUI ' GROSSERIO'. IMAGINA E O MICHEL VEIO ME DIZER NO JOGO DO GREMIO PEDINDO PRA QUE ISTO NÃO SE REPITA. SÓ NÃO VOU INVOCAR O ESTATUTO DO IDOSO PELO CONSTRANGIMENTO PQ ME DOU BEM COM O FUNCIONÁRIO DA ACEG. MAS QUE DÁ VONTADE DE UM BAFON, DÁ(OLIDES) ESSA GENTE SO APRENDE COM BAFON. EU NÃO TENHO MEDO DELES.

 

COMPADRIO

VCS SABIAM QUE A CHEFE DO MARKETING DA ARENA, A FERNANDDA É FILHA DO NARRADOR PEDRO ERNESTO???

QUI ISENÇÃO É ESTA????(OLIDES)

 

IBOPE

PELO QUE FIQUEI SABENDO UM IBOPE RECENTE NO FUTEBOL DA´ISTO

GAUCHA 13 POR CENTO, GRENAL, 4 POR CENTRO, GUAIBA, 1,9 POR CENTO E BAND MENOS DE UM POR CENTO.

*

A RADIO COLORODENSE FM PAGOU 80 PILAS PRO LACERDA ,DA GRENAL FAZER O JOGO DE CAMPO DO GREMIO X CRUZIERO.

*

A GRENAL PAGA 25 PILAS PROS AVULSOS FAZEREM UMA PARTIDA COMOR EPORTER DE CAMPO.

*
EU NUNCA FUI LÁ, MAS DIZEM QUE O ESTUDIO DA GRENAL É POBRINHO, POBRINHO. BEM DO GADRET.

*

LOCUTOR DA RADIO COLOREDENSE, DE LINDOLFO COLLOR. FERNANDO COELHO CHAMADO PELO AVELINE NETO DE

'FERNANDO CARVALHO'.

AVELINE NETO VIROU COMENTARISTA DA RADIO DE LINDOLFO COLLOR. TUDO PELA PRES DA ACEG.

AVELINE NETO. FILHO DO COMUNA JBAVELINE. É MEIO ANARFA MAS UM PUTA PICÃO APROVEITA O GRANDE LEGADO DO PAI E VAI PRA CIMA DOS COLEGAS QUE DETEM PODER PEDIR ANUNCIO. TIPO IBSEN.

NO DIA DO ENTERRO DO VEIO JBAVELINE EU ASSISTI A CENA. ELE NÃO FEZ NENHUMA MESURA PROS COMUNAS TODOS QUE TAVAM LÁ VELANDO O VEIO. TIPO AQUELES LENDÁRIOS GUERRILHEIROS. O TENENTE VERMELHO E CIA. MAS QDO CHEGOU O JAIME SIROTSKY O AVELINE NETO FOI RECEBE-LO E O CONDUZIU ATÉ O CAIXÃO COMO SE O PAI ESTENDIDO ALI DENTRO FOSSE UM TROFEU. E ELE REALMENTE FEZ E CONTINUA FAZENDO USO DO GRANDE LEGADO MORAL E ETICO QUE O VELHO DEIXOU NA CATEGORIA.

ATE FICOU NO APE DO VELHO NA RAMIRO. ELE DIZ QUE COMPROU A PARTE DOS IRMÃOS - SÃO MAIS 3 - MAS OUVI ZUMZUM QUE ELE SIMPLESMENTE FOI ' MORAR LÁ QUANDO O VEIO MORREU. FUNDOU A REVISTA GOL E NUMA FESTA NO PALAZA DOS JOGADORES DE FUTEBOL O HILTOR MOMBACH TERIA DITO. NÃO DURA UM ANO. DUROU QUASE 35 ANOS.
NA NOITE DA VESPERA DA MORTE DO PAI, UM SABADO, ELE TEVE UMA FORTE DISCUSSÃO COM O VELHO. TUDO PQ O VELHO TINHA RECEBIDO UMA QUEIXA DA MÃE DE UM DOS FILHOS DO AVELINE NETTO DE QUE ELE NÃO PAGARA O IMPOSTO DE RENDA DO GURI QUE ERA SEU SOCIO NA GOL. ENFIM, BRONCAS DE FAMILIA.

O AVELINE DA GOL, EMC AMPANHA PRA ACEG, DÁ CARONA PRA COLEGUINHA POBRE QUE NÃO TEM NEM PRO BUSUN;.

JOAO AVELINE NETO QUE CONCORRE DE NOVO A ACEG. COMENTANDO FUTEBOL DO GREMIO NA ARENA CHAMANDO O COLEGA DE FERNANDO CARVALHO AO INVES DE COELHO. O OUTRO DISSE COISAS IMPUBLICÁVEIS SOBRE O PRESIDENTE CAMPEÃO DE TUDO DO INTER. SÓ NÃO DISSE NO AR,EVIDENTE.

*

ALEX BAGÉ LANÇOU SUA MARCA - NEM SEI O QUE É ISTO, - NUM EVENTO DIAS ATRÁS. FOI BASTANTE GENTE.

*

BAGÉ TB ESTARIA NA BATALHA PRA ACEG.

*

pdeNARDIM NÃO ESTARIA MUITO AFIM DE CONTINUAR NA DIREÇÃO DA ACEG.

 

PASSARALHO RONDA O 'NOSSO SINDICATO...

FUNCIONÁRIOS DO SIN DOS JORNALSITAS TÃO COM MEDO DE DEMISSÕES. COM O FIM DO IMPOSTO SINDICAL A COISA COMPLICOU. FORAM FECHADAS DUAS DELEGACIAS. CAXIAS E PFUNDO. PELOTAS AINDA TÁ ABERTA. A COISA TÁ
DIFICIL.

 

ECLEA E OS 4 DA COOJORNAL

A ECLEA NEGOCIOU COM AS AUTORIDADES A ENTREGA,DIGAMOS, CIVILIZADA. PQ O BICUDO -EU N CONTEI POR PREGUIÇA, FOI LEVADO NA MARRA PRO PRESIDIO CENTRAL DE ONDE FOI RETIRADO DEPOIS - E LÁ FICOU JUNTO DE UM CARA QUE TINHA MATADO ALGUÉM NO PARCÃO.AH,SIM O BICUDO TINHA FICADO JUNTO COM O LUTAR DE KARATÉ QUE TINHA MATADO UM CARA NO PARCÃO CUJO EPISÓDIO NÃO LEMBRO COM DETALHES. ACHO QUE O BICUDO SE CAGOU TODO PQ DIVIDIR CELA COM LUTADOR DE KARATÉ NÃO É MOLE, MEU.

E A ECLEA DEPOIS NEGOCIOU COMO PODER CONSTITUIDO -PRES ALRS - DELES IREM PRUM PRESIDIO MAIS ' HUMANO', ONDE FICARAM 5 OU 15 DIAS NÃO LEMBRO.

O TEU AMIGO MITCHEL, LAURO, ESCCREVEU UMA PUTA MATERIA NO COOJORNAL SEGUINTE. BEM DELE.

MATERIA DELE. ' DO PREMIO ESSO AO PRESIDIO'. RELATAVA COMO OS AUTORIES DA MATERIA DA VALE DA RIBEIRA - NÃO É ARAGUAIA -FORAM DO PREMIO ESSO PRO PRESIDIO. UM DIA O BICUDO NUM MATE NA ARI DAQUELS QUE O AIRES CERUTTI FAZIA CONTOU TUDO COMO ELE RECEBEU O CABO QUE FOI VENDER OS DOCUMENTOS. NÃO SEI PQ O BICUDO NÃO FAZ UM LIVRO SOBRE ISTO(OLIDES)

TOU MEIO SEM SACO MAS TERIA QUE CONTR A HISTORIA DA ECLEA GUAZZELLI. ERA UMA MULHER QUE NO PRIMEIRO GOV DO GUAZZELLI DOS MILICOS, ERA APENAS PRIMEIRA DAMA. DEPOIS QUE SE SEPAROU DO GUAZZEL COMO DIZEM NO PMDB, ELA MOSTROU SUA CARA. ERA MAIS COMBATIVA QUE O MARIDO,OU EX. OS DOIS FORAM PRO PMDB LEVADOS PELO SIMON. ECLEA LIDEROU DENTRO DO PMDB O MOVIMENTO FEMININO DO PMDB JUNTO COM A MULHER DO IBSEN, LAILA PINHEIRO.AMBAS FALECIDAS. ECLEA ERA PROFESSORA DE VACARIA

 

ESTOU NA CAPI, ESTOU NA CAPI....

o loko da agencia de propaganda.

UMA AMIGA ME PEDIU RESGATE DE UMA COLUNA DO VERISSIMO DA DONNA. ME LEMBREI DE UM FATO QUE O BETO CALLAGE, O PUBLICITÁRIO, CONTOU ANOS ATRÁS. ELES TINHAM NUMA AGENCIA DE PROPAGANDA, A STANDART, ONDE ELE QUE ERA CASADO CONHECEU A ATUAL ESPOSA, A BEBEBL BRAGA -DIZEM AS MAS LINGUAS QUE ELA O ROUBOU DA OUTRA - um continuo muito maluco. tava sempre avoado. o beto deu uma missão e no 3 dia como o gajo não tinha entregue nada, o beto o enturmou:

- fulano cade aquilo.???

- TOU NA CAPI, TOU NA CAPI DISSE O MALUCO.

CAPI TRADUZINDO ERA CAPTURA. KKKK(olides)

 

Ronda da citi

SEO LUIS, GERENTE DO ANTONIO LANCHES, PAU PRA TODA OBRA. ATÉ PRA EMPARRAFUZAR CADEIRA QUE FICA DO LADO DE FORA....NÃO É SO PRA COMER BEM E TROVAR, NÃO.
JÁ QUE O ' PARAIBA' - APELIDO DO GARÇÃO ALEX NÃOS ABE FAZER ISTO, O GERENTE FAZ.

'seo joão dormindo a sesta no predio do sindicato dos jornalistas.sempre tira uma soneca.

passageiros MAL EDUCADOS DENTRO DE ONIBUS. AS POMCHADAS, COMO DIZIA OLIVIO DUTRA

 

dos leitores

olha ai a homenagem da anne pro veinho aki(olides)

De: anneschne
Enviada: 2017/08/17 19:08:20

Dia 27/agosto/17 farei um programa especial de Bach.Já gravei.Dedicado pra ti e outro amigo!!
Abç,Anne.

 

Ecléa

bah, Laurinho tu me dá a chance de esclarecer..

A ECLEA ASSUMIU INTERINAMENTE A PRES DA ALRS. O FERRARI ERA O PRESIDENTE ESTAVA DE FÉRIAS. ERA VERÃO. EU REALMENTE ME OLVIDEI DE DIZER ESTE DETALHE.

QTO A PERDA DE PRAZO É UM EPISÓDIO INCRI´VEL. NA VERDADE O ESCRITÓRIO DOS DOIS REPRESENTAVA O DE PORTO ALEGRE, O COLEGA DAQUI QUE DEPOIS ENTROU COM HABEAS PRA TIRAR ELES DA CADEIA. TENHO ESTE DEPOIMENTO DO RAFA, QUE É INCRIVEL. FAZ PARTE DO MEU PROXIMO LIVRO, AQUELE QUE TU TE RECUSOU A DAR UMA OLHADINHA PRA PODAR ' EXCESSOS', MAS ISTO NÃO TEM A MENOR IMPORTANCIA.
EM TEMPO. DIZ O RAFA QUE ELE LEVOU UM CHOQUE PQ O OFICIAL DE JUSTIÇA - OU SERIA A POLICIA - BATEU NA CASA DA SOGRA DELE, OU DA CUNHADA DELE, QUE MORAVAM PERTO. E A VEIA ENTROU EM PANICO. EM TEMPO AINDA, EU FUI COM MINHA COMPANHEIRA DA EPOCA VISITAR OS COLEGAS PRESOS NO PRESIDIO MADRE PELETIER. NUNCA ESQUEÇO A CENA. A MULHER DE ENTÃO DO RAFA, ACHO QUE É SILVIA O NOME, HISTOIRIADORA, MISTURAVA REVOLTA PELA PRISÃO COM RAIVA PELO MARIDO TER SE METIDO NAQUELA ENRASCADA. O TRINDADA FICAVA COM CARA DE PAISAGEM, NADA ERA COM ELE, O BICUDO SEMPRE TIRANDO O DELE FORA E A ROSVITA COM CARA DE MUITO PREOCUPADO(OLIDES) PRONTO ACRESCENTEI ALGO....

Enviada: 2017/08/17 09:51:10

Tu escreve-escreve, mas ñ explica direito o q a Ecléa fez qdo intermediou a entrega dos Quatro da Coojornal. Tu só recozinha (pela enésima x) o episódio da publicação da matéria e da prisao. Mas o q a Ecléa fez mesmo passa em brancas nuvens. Ou tu ñ sabe o q ela fez?
Em tempo: D'Alembert Jaccoud e Sepúlveda Pertence perderam mesmo o prazo e os quatro foram julgados à revelia? Foi isso mesmo? Bah! É inacreditável!

 

Eclea II

não. tinha se separado numa separação TRAUMATICA e depois nunca mais casou.

se elegeu dep estadual em 1982 pelo PMDB. fui num churrasco na quela camapnha em que ela dizia OU ME ELEJO COMO ECLEA FERNANDES OU NÃO QUERO SER ELEITA. TAVA NAQUELA FASE MEIO REBELDE, MEIO MULHER DESCORNEADA, QUE NEM QUERIA OUVIR O NOME DO GUAZZELLI. DEPOIS TUDO ISTO PASSA. EVIDENTE(OLIDES)

Enviada: 2017/08/17 10:20:56

Na época dos fatos ela era 1a Dama?

 

ECLEA

com a justiça militar

Enviada: 2017/08/17 19:11:00

Ela negociou com quem?

 

eclela e os 4 da coojornal.

pq era então pres interina. o Ferrari saira de férias.

ela era do pmdb e da comissão de dir humanos

Enviada: 2017/08/17 19:12:21

Pq ela abraçou a bronca? Ela ñ tinha dada a ver com a Coojornal. Pq ela e ñ outro do MDB?

 

Pescoção

é gíria carioca acho. pq nunca ouvi outros falarem(olides)

Enviada: 2017/08/17 17:17:56

Significado de Pescoção: jargão usado por jornalistas para designar o adiantamento, na noite de sexta-feira e início da madrugada de sábado, do fechamento da edição de domingo do jornal.

Fonte: https://www.google.com.br/amp/www.dicionarioinformal.com.br/significado/pescoção/6866/amp/

Em tempo: na biografia do Zózimo há u

referência aos pescoções q faziam na redação do JB.

 

dos leitores

bah, por isto quando foi inaugurado em 6 de abril de 1969 o BERA RIO ERA CHAMADO PEJORATIVAMENTE PELOS GREMISTAS DE BOIA CATIVA(OLIDES)quando foram fazer o bera rio e queriam vender cadeiras antecipadamente pra pegar grana os caras gozavam, diziam que iriam comprar água, não cimento

Enviada: 2017/08/17 01:42:27

segue uma piada do facebook, caso tu queria comentar sobre.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 19/08/2017) as no Espaço Itaú assistiremos ao filme "Valerian e a cidade dos mil planetas" (Valerian and the City of a Thousand Planets - 2017). Século XXVIII. Valérian (Dane DeHaan) é um agente viajante do tempo e do espaço que luta ao lado da parceira Laureline (Cara Delevingne), por quem é apaixonado, em defesa da Terra e seus planetas aliados, continuamente atacados por bandidos intergaláticos. Quando chegam no planeta Alpha, eles precisarão acabar com uma operação comandada por grandes forças que deseja destruir os sonhos e as vidas dos dezessete milhões de habitantes do planeta.

No próximo Domingo (dia 20/08/2017) as 10h15min na Sala Eduardo Hirtz assistiremos ao filme "Rifle" (2016). Dione (Dione Ávila de Oliveira) é um jovem com hábitos estranhos, que vive isolado com sua família em uma região rural e remota. Mas toda a tranquilidade do local é abalada quando um rico proprietário tenta comprar a pequena propriedade onde ele e sua família vivem. O jovem então começa a carregar sempre um rifle, de forma a defender seu território.

 

do Comunique-se

O JORNALISMO BRASILEIRO NÃO EXISTE HÁ BASTANTE TEMPO. TUDO MORGUINHO.....POR ISTO ESTES JORNALZOES FICAM ATIRADOS POR AI(OLIDES)

“O jornalismo brasileiro está em coma”. Repórter desabafa ao abandonar carreira

O repórter Marcos Moreira Clementino resolveu deixar o jornalismo. Em desabafo feito em seu perfil pessoal no Facebook, o comunicador afirma que a profissão está em coma e que a “insistência em manter o falso glamour sobre os operários da notícia esconde as mazelas dos bastidores”. Com passagens pela Rede TV como correspondente, o jornalista trabalhava atualmente na TV Cultura.

Marcos Moreira Clementino relata que os profissionais da comunicação estão cada vez mais pobres, doentes, egoístas, vaidosos e soberbos. Para ele, a situação atual da carreira de jornalista, com “salários defasados, péssimas condições de trabalho e descontentamento da maioria”, o fez dar uma pausa nesta batalha que é trabalhar em redação. “Tomei a difícil decisão de abandonar a carreira de repórter. Resistir não é uma alternativa inteligente em certas circunstâncias. Só agora a ficha caiu!”.

À reportagem do Portal Comunique-se, o jornalista contou que quando saiu da Rede TV já havia decidido parar, porém, o convite para retornar à TV Cultura, assim como o pedido de amigos e familiares, o fez pensar. O atual contrato com a emissora seria renovado em setembro, não fosse a decisão de Clementino. “Decidi encerrar o vínculo antes. Vou aproveitar para descansar um pouco e fazer coisas básicas como levar o meu filho no colégio, ir ao supermercado com mais frequência, pegar um cineminha de vez em quando. Coisas simples e que deixei de fazer há algum tempo por pensar 24h em notícia”.

A relação do repórter com a profissão ficou tão desgastada que Clementino chegou a ficar com vergonha do filho, que tem quatro anos. “Toda vez que ele queria brincar em casa, lá estava eu com o computador ligado escrevendo alguma coisa, celular na mão trocando mensagens sobre o trabalho e de olho no noticiário da TV”. Por enquanto, o jornalista não tem projetos, sendo o descanso seu principal alvo. Depois disso, ele vai tirar da gaveta algumas ideias.

“Cabe a mim deixar o jornalismo com as boas lembranças, torcer pela sobrevivência dos colegas que ficaram e colocar em prática ideias engavetadas de tanto tempo. Meu sincero agradecimento à TV Cultura. Sentirei saudades do convívio com todos”, finalizou.


17 de agosto de 2017

GRÊMIO 1 X 0 CRUZEIRO

Público: 45.102 (41.711 pagantes)
Renda: R$ 1.758.042,00

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel (Bressan), Kannemann e B. Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan, Pedro Rocha (Fernandinho); Lucas Barrios (Everton)
Técnico: Renato Gaúcho

Gols: Lucas Barrios, aos 46

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero (Ezequiel), Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Henrique, Thiago Neves, Robinho (Elber) e Alisson; Rafael Sóbis (Raniel)

Técnico: Mano Menezes
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)

 

Ditadura

CHGUEI NA TRAÇA HJ E FIQUEI ENBASCADO. TINHAM COMPRADO UM ACERVO DO TEMPO DA DITAURA DE BABABR. LEVER 14 LIVROS. ALGUNS EU TINHA, OUTORS NÃO. E A MULHA ME DISSE QUE MUITA COISA JÁ TINHAM LEVADO.

QUERO O NOME DO VENDEDOR DO DONO, MAS ELA NEM SABIA.

 

WIANEY

UMA TELEFONSITA DA ZH, MINHA AMIGONA, ME DISSE:

- O VIANEY FOI PRA RUA PORQUE DISSE MERDA....

ELE PERDEU ATÉ O APOIO DE QUEM GOSTAVA DELE LÁ DENTRO.

OS CARAS FICAM DO LADO MAIS FORTE,SEMPRE.

 

MEMORIA DA IMPRENSA

O DIA DA PRISÃO DOS 4 DA COOJORNAL

ECLEA GUAZZELLI ,DEP ESTADUAL, QUE MORREU EM JULHO FOI QUE INTERMEDIOU A ENTREGA DOS 4 JORNALISTAS DA COOJORNAL EM 1983,QUANDO ELES FORAM PRESOS.
ERA VERÃO DE 83.

RAFAEL GUIMARÃES, HJ ESC CONSAGRADO, FAZIA PRA VEJA UM FRILA SOBRE AQUELE TEXTO DO BRENO CALDAS SOBRE PALMO E MEIO DO GOV AMARALZINHO.

ELE ERA CASADO COM UMA HISTORIADORA, DE NOME SILVIA.
QUANDO SAIU NAQUELA TARDE DA ENTREVISTA COM O GOVERNADOR, RAFAEL PASSOU NA CASA DA SOGRA:

- TÃO ATRÁS DE TI, A POLÍCIA TÁ TE PROCURANDO. ERAM OFICIAIS DE JUSTIÇA, NA VERDADE.

O CASO DELES HAVIA SIDO JULTADO JUNTO AO STM MAS OS ADVOGADOS DOS 4 JORNALISTAS -SEGUNDO ME DISSE RAFAEL, DALLAMBER JACOUD E SEPULVEDA PERTENCE - HAVIAM PERDIDO OS PRAZOS E ELES JULGADOS A REVELIA.

BICUDO, ELMAR BONES,SEM SABER DE NADA, ESTAVA TRABALHANDO NA GAZETA MERCANTIL.

TRINDADE - OSMAR - E ROSVITA SAURESSING, OUTROS DOIS CONDEANDOS NO PROCESSO ESTAVAM TAMBÉM SENDO PROCURADOS PELA JUSTIÇA MILITAR.

ELES SE ENTREGARAM MEDIANTE NEGOCIAÇÃO DA ENTÃO DEPUTADA ECLEA GUAZZELLI - ELA PASSOU O NOME DEPOIS DE DIVORCIADA PRA FERNANDES - QUE OS ENGTREGOU A JUSTIÇA.FICARAM 5 DIAS PRESOS NO MADRE PELETIER E DEPOIS FORAM SOLTOS POR UM HABEAS CORPUS IMPETRADO PELO ADVOGADO MARCO TULIO DE ROSE.

A MATERIA QUE OS CONDENARA VERSAVA SOBRE A GUERRILHA DE LAMARCA NO VALE DA RIBEIRA. MUITA GENTE CONFUNDE. ACHA QUE FOI DA GUERRILHA DO ARAGUAIA. PELA DIVULGAÇÃO DESTES DETALHES TODOS DA GTUERRILHA - CUJOS DOCUMENTOS FORAM LEVADOS PRA COOJORNAL POR UMC ABO - O COOJORNAL NA OCASIÃO FOI BRINCADO COM O PREMIO ESSO DE REPORTAGEM.

JOSÉ MITCHELL ESCREVEU NA EDIÇÃO SEGUINTE DO COOJORNAL UMA MATERIA COM O TITULO DE ' DO PREMIO ESSO A PRISAO' VERSANDO SOBRE O EPISÓDIO DA CONDENAÇÃO(OLIDES CANTON)

 

FILMES

FUI VER O TÃO BADALADO FILME DA 1 GUERRA NO CAPITOLIO. BOM MESMO.
E VI RIFLE, UM INTERESSANTE FILME GAUCHO. O ITALIANO TINHA GENTE, O RIFLE ,3 PESSOAS.

 

fotos postais

nos postais do ESPANHA A PORTO ATUAL.QUEM QUISER CONTATE COM ELE.

 

Pé na cozinha

dos leitores

Enviada: 2017/08/16 09:29:29

Li por aí: "Um século depois do fim do tráfico, Fernando Henrique Cardoso, um presidente que informava ter "um pé na cozinha", passava feriadões na Marambaia, nas terras que haviam sido do poderoso fazendeiro Joaquim de Souza Breves. Depois do fim (legal) do tráfico, ele tinha ali um viveiro de escravos contrabandeados." (Do Elio Gaspari/16-09-2017 <<<<<)

e

FHC se define novamente como mestiço

DANIELA NAHASS
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
14/12/2000 <<<<<
O presidente Fernando Henrique Cardoso fez ontem nova referência à sua ascendência negra. "Basta olhar para mim para ver que branco no Brasil é um conceito relativo", disse no discurso em homenagem ao presidente da África do Sul, Thabo Mbeki. "O Brasil gosta de ser misturado, a despeito de tudo", disse, falando das desigualdades sociais causadas pela discriminação. A platéia tinha membros do movimento negro, como a vice-governadora do Rio, Benedita da Silva (PT), e o ator Milton Gonçalves.
Foi a segunda vez em que FHC falou sobre a sua pretensa origem negra. A primeira foi na campanha presidencial de 1994. O então candidato afirmou que era "mulatinho" e "tinha o pé na cozinha". FHC respondia a um comentário do então candidato do PMDB à Presidência, Orestes Quércia. Ele disse que FHC era "o candidato das mãos limpas".
FHC respondeu: "Um candidato disse que eu tinha as mãos brancas. Eu não. Minhas mãos são mulatinhas. Eu sempre disse isso, sempre brinquei comigo mesmo. Tenho um pé na cozinha. Eu não tenho preconceito." FHC chegou a negar ter dito a frase. O "movimento nacional contra o apartheid na política" pediu retratação pública, classificou a postura como "racista e antidemocrática" e disse que FHC cometeu "injúrias e discriminações contra os negros brasileiros".
Ontem, o presidente disse que "o Estado brasileiro ainda tem muito a fazer para assegurar que a maioria da população negra tenha acesso pleno aos benefícios do processo de democratização dos direitos e garantias sociais".
Segundo FHC, estudos mostram que as desigualdades têm fundamento racial. "Reparar o mal causado por séculos de opressão, preconceito e discriminação é uma obrigação do Estado".

 

dos leitores

Filmagem: Marcio de Almeida Bueno

 

SARTORI DIZ QUE REFORMAS VISAM PREPARAR O RS PARA O FUTURO

Fotógrafo: Hélio Castro

O processo de mudanças que está sendo implementado na estrutura do Estado visa a sua preparação para o futuro e precisará ter continuidade nos próximos governos para garantir a sua consolidação e a efetiva retomada do desenvolvimento gaúcho, disse hoje (16) o governador José Ivo Sartori durante palestra proferida na reunião-almoço da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS). “Não estamos olhando para as próximas eleições pois se assim fosse não promoveríamos as reformas”, enfatizou.
A reunião – a primeira na gestão do atual presidente da SERGS Luis Roberto Ponte, teve a participação de mais de uma centena de dirigentes de entidades e de profissionais da área tecnológica e foi realizada na sede social localizada no bairro Pedra Redonda, em Porto Alegre, contando com as presenças do vice-governador José Paulo Cairoli e do secretário estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Fabiano Pereira.
Em sua palestra, o governador abordou o tema “O Rio Grande saiu na frente”, lembrando que a crise das instituições e a instabilidade política e econômica aprofundaram a crise financeira do Estado e com a série de reformas que vêm sendo adotadas o Rio Grande do Sul deu exemplo para as demais Unidades da Federação.
Manifestou ainda sua preocupação com o atual momento que o Brasil atravessa, considerando esta crise pior que a de 1929, alertando que se não houver o seu equacionamento poderá resultar no que classificou de uma “super-aventura política”.

 

A Obra-Prima Ignorada de Carpenter


A obra cinematográfica deo John Carpenter sempre retirou seu estilo de filmar das narrativas de horror e suspense cuja tensão visual-sonora da imagem é uma herança musical

Por Eron Duarte Fagundes

A obra cinematográfica do americano John Carpenter sempre retirou seu estilo de filmar das narrativas de horror e suspense cuja tensão visual-sonora da imagem é uma herança musical, pois Carpenter volta e meia faz a música de seus filmes e isto não deixa de refletir-se no ritmo imposto e exposto nos filmes. Eles vivem (They life; 1988) é uma preciosidade quase esquecida no universo fílmico de Carpenter, não tem as referências de Halloween (1978), Fuga de Nova York (1980) ou O enigma do outro mundo (1982), mas é certamente aquela realização onde Carpenter, com absoluto poder síntese, se despoja de algumas ingenuidades de suas fantasias de roteiro e faz com que as características fantásticas de seu cinema adquiram um agudo sentido cinematográfico como em nenhum outro momento Carpenter teria atingido.

Antes de mais nada, Eles vivem é, em seu conjunto, uma metáfora cinematográfica, um modo de carregar a imagem de símbolos que deem sentido (ou um certo sentido) ao mundo em que vivemos ou que “vemos”. Alinha-se assim na maneira de construção do clássico Zombie, o despertar dos mortos (1978), de George A. Romero, e de O nevoeiro (2007), de Frank Darabont, duas produções do cinema americano que utilizam certos signos cênicos do capitalismo ianque (o shopping no primeiro, o supermercado no segundo) para fazer uma crítica sub-reptícia ao sistema. A mesma crítica que Carpenter faz, a seu modo, em Eles vivem. Carpenter, sem trair o teor noturno de suas imagens, começa sua narrativa quase como um documentário social típico dos anos 70: um operário desempregado (John Nada) chega a um centro urbano em busca de emprego. A fixação em cartazes típicos que convidam os indivíduos ao conformismo (“Obedeça”, diz um letreiro) é abundantemente enquadrada pela câmara. A influência das mensagens televisivas na vida americana é outro dado sociológico. Como dado sociológico é a figura do “louco” e “esquisito” pregador de rua tão comum naqueles anos. Seria, como dizem, o mais político dos filmes de Carpenter? Talvez. Mas o senso cinematográfico de Carpenter desmonta os gessos dos conceitos sociais fáceis, que estariam em desacordo com a maneira fílmica do realizador. No entanto, mesmo nestes trechos iniciais do filme onde só “vemos” o social e o político na trama, pode-se dizer que a energia da imagem é puro Carpenter. A virada para Carpenter dá-se então com a utilização dos óculos escuros pelo protagonista: ao usar estes óculos, o ex-operário vê o mundo em preto-e-branco e muitos dos indivíduos que o cercam como monstros, que, depois se revela, seriam extraterrestres que controlam os meios de comunicação (a televisão) e querem subjugar os seres da Terra; o ex-operário se transforma num indivíduo da resistência, curiosamente o cinema-espetáculo e fantasioso de Carpenter “se engaja” nesta luta.

Falando em luta, John Nada (que seria um alter ego do cineasta) é vivido por Roddy Piper, um ex-lutador. Quando o protagonista quer fazer com que um seu colega negro utilize os óculos para ver o mundo como ele, John, vê, ambos se desentendem e uma longa e violenta luta se trava, por uns dez minutos de filme; é um pouco uma homenagem ao ator, um lutador esquecido, mas também é um tributo de Carpenter ao feitiço de filmar com intensidade plástica a ação cinematográfica.

O “enigma do outro mundo” inventado por Carpenter em Eles vivem está mesmo neste mundo: o fanatismo demente, a ganância perturbadora, o trabalho deformado e explorado. E é uma obra sintomática das próprias inquietações de Carpenter: inserido dentro do cinema industrial, onde “o dinheiro é o Deus”, muitas vezes suas fugas às regras lhe rendem dissabores contraditórios.

 

do Boteco do Ilgo

Arrancada final rumo ao Hexa da CB

O Grêmio está a quatro jogos do título da Copa do Brasil. Mesmo assim, ainda hoje há quem defenda que o clube tomou a decisão errada, deveria ter privilegiado o Brasileirão. Argumento: não ganha essa competição há duas décadas. Grande coisa!

Mesmo que fosse um século, ainda assim a decisão mais sensata, equilibrada, seria a Copa do Brasil. Comemorar o HEXA, consolidar a fama de copeiro e garantir vaga na Libertadores de 2018.

A campanha absurda do Corinthians indica que o Grêmio fez a opção certa.

Claro, tem aquele jogo contra o Sport, na terceira rodada. Tem gente que não se conforma, chora pelos cantos e tem pesadelos.

Ora, o jogo foi no dia 28, em Recife. Grêmio foi de time reserva. Por que? Ora, três dias depois teria confronto decisivo, no Rio, contra o Fluminense de um Abel mordido pra vencer o Grêmio de qualquer jeito.

A direção agiu acertadamente. Até acho que poderia ter deixado uns titulares para entrar no segundo tempo em caso de necessidade. Foi uma decisão radical demais, mas aconteceu, jogo jogado, e chega de lamúrias.

Ficar lamentando o leite derramado é fazer o jogo dos setores vermelhos da imprensa, que não param de bater nessa tecla.

Vamos ao que interessa, o jogo desta noite contra o Cruzeiro, outro que está mordido e louco para bater o Grêmio.

Gremista que é gremista se abraça ao clube, à direção e ao time. Deixa de lado suas teses e simplesmente faz o que sabe fazer de melhor: torcer.

Todos na Arena. O Cruzeiro é um adversário forte. Precisamos vencer e não levar gol. Nesse sentido, torcendo para que Marcelo Grohe volte a ser o grande goleiro de outros tempos. Se isso acontecer, será meio caminho andado para ir à final.

 

Legislativo recebe proposta de alterações no cálculo e cobrança do IPTU


Árvores na Praça da Alfândega. Principal alteração proposta é a correção da tabela da Planta de Valores(Foto: Ederson Nunes/CMPA)

Já tramita na Câmara Municipal de Porto Alegre o projeto de lei complementar do Executivo nº 013/17, que pretende aprovar a correção da Planta Genérica de Valores Imobiliários (PGV) e altera outros dispositivos legais para efeitos de lançamento e cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) relativo ao ano de 2018. O processo, protocolado na tarde desta terça-feira (15/8), propõe a aplicação de novas alíquotas, revoga e altera a concessão de isenções e muda as divisões fiscais. A matéria ainda muda período de variação acumulada do indexador de correção da Unidade Financeira Municipal (UFM), entre outras correções nas atuais legislações que estão vinculadas à fixação dos valores e a cobrança do IPTU. A proposta, agora, irá receber parecer da Procuradoria da Casa e seguir para a análise das comissões, antes de ser colocada na Ordem do Dia para a apreciação dos vereadores em plenário.

Planta de Valores

A principal alteração é a correção da tabela da Planta de Valores, que estabelece o preço médio do terreno por região e o preço do metro quadrado das edificações, conforme padrão construtivo, estabelecendo o valor presumido dos imóveis do município. O aumento, conforme o projeto, será escalonado e, dependendo do imóvel e região onde está localizado, poderá chegar até 2021. O percentual anual máximo de correção da planta é de 30%, com a possibilidade da aplicação de redutores em alguns casos, conforme o estudo técnico elaborado pelo Executivo.

Dessa forma, explica o prefeito na exposição de motivos do projeto, a atualização da PGV “garante uma execução eficiente e econômica da Lei, provoca uniformidade da tributação, evitando-se avaliações díspares para situações iguais, facilita e racionaliza o lançamento do imposto, assegura a necessária uniformidade no comportamento do fisco e traz segurança jurídica para o fisco e para os contribuintes". Ele observa que "quanto mais atualizada e com mais critérios em sua formulação, mais próxima a Planta de Valores e, por consequência, o IPTU estarão da justiça tributária individual”.

O prefeito cita ainda que a proposta segue as orientações do Ministério das Cidades (Portaria 511/2009) e lembra que Porto Alegre “está há 26 anos sem fazer uma atualização integral de sua Planta de Valores", pois atualizações parciais ocorreram nos anos de 1999 (Lei Complementar nº 437) e 2002 (Lei Complementar nº 482).

Afirma a necessidade de ajustar o tributo à nova realidade urbanística da cidade que, com o seu dinamismo e transformações ocorridas nas últimas décadas, gerou impacto na estrutura de preços dos imóveis no mercado. “A comprovação dessas transformações é tarefa fácil quando analisamos aquelas ocorridas em algumas regiões da cidade nesses anos. Como exemplo, tem-se a Avenida Carlos Gomes e a Rua Dom Pedro II, o Parque Germânia e o Jardim Europa, a ampliação da Avenida Juca Batista e a Orla do Guaíba, o Bairro Cristal e o Barra Shopping Sul”, destaca a justificativa da prefeitura.

O projeto, explica o Executivo, busca o cumprimento do princípio da isonomia no tratamento entre contribuintes. “Há um grande número de situações de erros, desvios e inconsistências nos valores que servem de base ao lançamento do imposto”, pontua o prefeito na exposição de motivos, informando que poucos imóveis estão na linha dos 100%, em que o valor venal corresponde ao estabelecido pelo mercado, como determina a legislação. “Em realidade, o valor venal dos imóveis é, hoje, 31% de seu valor de mercado”. Destaca que “a subavaliação é mais concentrada nos imóveis de maior valor, ou seja, são os imóveis de maior valor que possuem maior disparidade entre o valor venal e o seu valor de mercado e acabam pagando menos imposto do que deveriam, e menos proporcionalmente aos contribuintes de menor poder aquisitivo”.

Alíquotas

Outro fator que a atual gestão pretende corrigir com o projeto se concentra na aplicação da alíquota. Segundo o Executivo, 80% dos imóveis prediais não têm seu IPTU calculado pela multiplicação da base de cálculo pela alíquota. “Isso ocorre em razão de leis passadas que frearam o crescimento do imposto, ocasionando a aplicação de alíquota menor que a determinada pela legislação, o que provoca a falta de transparência na demonstração do cálculo do imposto e dificuldade de compreensão por parte do contribuinte e de aplicação do direito pelo intérprete da lei”.

Com isso, avalia a prefeitura, o cenário é o de que o IPTU é irrisório para um grande número de imóveis. “Como consequência, a receita arrecadada fica aquém da receita potencial, têm-se inúmeras injustiças fiscais, há perda de confiança no Poder Público e há falta de transparência.”

Os dados da prefeitura apontam que, em 1997, o IPTU representava 0,79% do Produto Interno Bruto (PIB); em 2015, representou apenas 0,55%. A justificativa afirma que, em comparação com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), “fica clara a defasagem do IPTU”. E demonstra em números, lembrando que em 2016, enquanto o IPVA médio foi de R$ 546,00 por carro, o IPTU médio foi de apenas R$ 520,00 por imóvel. “Ou seja, o cidadão paga mais IPVA do que IPTU. Em 2016 a arrecadação do IPVA dos veículos emplacados na Capital chegou à R$ 453 milhões, dos quais 50% é repassado ao Município. Já o IPTU totalizou R$ 393 milhões, representando 87% da arrecadação do IPVA.

Outra comparação feita pelo Executivo, para justificar as mudanças, é em relação ao que os cidadãos pagam de condomínio. “Na quase totalidade dos casos, o condomínio que pagamos por mês para usar o nosso prédio é maior do que o IPTU anual que pagamos para usufruir dos serviços da nossa cidade”, aponta.

Outra mudança é a que permitirá maior publicidade aos preços do metro quadrado de terreno e construções. Assim será possível o ajuste de prazos para que seja incluida a tabela atualizada pelo IPCA ao calendário fiscal de arrecadação. Também dispositivos que influenciam no cálculo do preço do metro quadrado de terreno, das variáveis de localização, como as regiões homogêneas de valorização imobiliária e renda de domicílios, e da legislação urbanística, que não constavam no artigo 7º da Lei Complementar nº 7, de 1973.

Isenções

No campo das isenções, que atualmente beneficia aposentados e pensionistas com rendimentos até três salários, com um único imóvel em Porto Alegre destinado a moradia e com valor que não ultrapasse a 60 mil UFMs, entre outras medidas, o projeto propõe retirar a expressão “em Porto Alegre”, excluindo aqueles que forem proprietários em outras localidades, e também a regra para que a cobrança para imóveis com valor acima do teto seja total e não apenas da diferença acima das 60 mil UFMs. Em contrapartida, a proposta eleva o valor venal limite do imóvel para 120 mil UFMs. Os prazos para a vigência das isenções também sofrerão alterações, caso a matéria seja aprovada, entrando a concessão em vigor no exercício seguinte ao da solicitação pelo requerente.

Ainda o projeto pretende revogar as isenções para: contribuintes proprietários de imóvel cujo valor venal não supere 5.463 Unidades Financeiras Municipal (UFMs); estádio de futebol, estacionamento e a área de imprensa respectiva utilizados regularmente por clube de futebol profissional sem fins lucrativos; e entidade cultural, recreativa, esportiva, sem fins lucrativos. O projeto ainda prevê a atualização da planta de valores a cada quatro anos, por projeto de lei enviado ao Legislativo no primeiro ano e, nos demais, por decreto do prefeito.

 

Aprovadas linhas de crédito subsidiadas para Santas Casas e hospitais filantrópicos

A Câmara dos Deputados aprovou, nessa terça-feira (15), o Projeto de Lei 7606/2017 do Senado que cria o Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins Lucrativos (Pró-Santas Casas). A iniciativa foi tomada para socorrer essas instituições, maiores parceiras do Sistema Único de Saúde, que passam por séria crise financeira. A aprovação aconteceu na mesma noite em que era aberto, em Brasília, o 27º Congresso Nacional das Santas Casas, convocado exatamente para debater a crise financeira do País e das instituições filantrópicas. São cerca de dois mil hospitais sem fins lucrativos, cujas d ívida ultrapassam os R$ 22 bilhões. A matéria seguiu para a sanção do presidente Michel Temer.

Segundo explicou o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo na Câmara, a nova Lei vai atender instituições filantrópicas e sem fins lucrativos que dediquem pelo menos 60% de seus serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS). Serão criadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), através dos bancos oficiais, linhas de crédito para reestruturação patrimonial, com taxa de juros de 0,5% ao ano, prazo mínimo de carência de dois anos e de amortização de 15 anos; e para capital de giro, com taxa de juros correspondente à TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), carência mínima de seis meses e amortização em cinco an os. O Governo poderá destinar até R$ 2 bilhões por ano para financiar os juros ao crédito para as Santas Casas.

Segundo Darcísio Perondi, o setor filantrópico precisa deste socorro. “As Santas Casas, hospitais filantrópicos e de caridade vão poder buscar empréstimos no BNDES com juros subsidiados, trocar suas dívidas ruins por dívida boa e ganhar um novo fôlego. Isso é um estímulo importante para a rede filantrópica do Brasil inteiro. Este é um governo que faz reformas, que acredita no voluntariado e na filantropia. E isso vai ajudar o atendimento a todos os brasileiros na assistência e na área hospitalar”, comemorou Perondi. Hoje, as entidades filantrópicas respondem por 50% dos atendimentos ambulatoriais e internações e por 60% dos procedimentos de média e alta complexidade, como cirurgias, transplantes, tratamentos oncológicos e UTI, por exemplo.


Foto (Cláudio Basílio de Araújo/Liderança PSD): Deputados comemoram aprovação do Projeto


Foto (Cláudio Basílio de Araújo/Liderança PSD): Os deputados Darcísio Perondi e Antônio Brito comemoram com lideranças da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos

 

Programa Bem-te-vi de Videomonitoramento é realidade em 115 cidades de Santa Catarina


Curitibanos. Foto: James Tavares/Arquivo Secom

O programa Bem-te-vi de Videomonitoramento Urbano, projeto elaborado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), está presente em 115 cidades catarinenses com a instalação de 2.432 câmeras em funcionamento. O projeto, que começou em 2012, já investiu mais de R$ 14 milhões na compra de equipamentos e colocação dos pontos. Para este ano, outras 20 cidades vão receber o programa Bem-te-vi. A iniciativa começou em 2010, em 12 cidades, com 369 câmeras.

Para o secretário César Augusto Grubba, o projeto é importante, mas não é a solução milagrosa para os problemas de segurança. Segundo ele, trata-se de uma ferramenta de apoio ao trabalho policial, potencializando as ações de vigilância. “O sistema funciona como uma importante ferramenta de apoio ao policiamento, que agrega tecnologia e modernidade”, destaca. Uma das novidades do sistema é que ele permite um trabalho com foco na investigação policial, uma vez que as imagens monitoradas são compartilhadas com as delegacias de polícia.

Grubba também enfatiza as parcerias com as prefeituras municipais, através de contrapartidas financeiras e integração de esforços. “Santa Catarina segue uma tendência mundial. Estamos investindo forte também para um redimensionamento da infraestrutura com a utilização de redes multimídia, em fibra óptica e câmeras de alta definição, e tudo a um menor custo operacional”, afirma o secretário da SSP.


16 de agosto de 2017

RONDA DA CITI

VAO CABAR COM A LINHA BELA VISTA. ELA DEVE SER FUNDIDA COM A C GOMES.

ASFALTO NA AV. CARAZINHO...

 

Coleguinhas

MINHA SOLIDARIEDADE AO ESPANHA. ENTRARAM NA CASA DELE E FIZERAM UMA LIMPA. COISA DESAGRADAVEL.AGORA

ELE BOTOU UM SERRALHEIRO A REFORÇAR TUDO.

QUI SACO.SOBROU SO A ROLEIFLEX DO PAI DELE.

SABSDO DE NOITE VOU LÁ COMER UM RANGO.

A CAPA DOS JORNAIS DE HOJE

O LIXO DO GUAIBA COM O TEMPORAL NO MAR....

OLHEI E VI QUE OS DOIS IAM DAR ISTO. CAPA OBVIA.

A PERGUNTADORA

PATRICIA COMUNELO DO JC NÃO DEU MOLE AO PRESIDENTE MOTA sg NA COLETIVA DO BANRISUL. ASSIM QUE ELE APRESENTOU OS RESULTADOS DO balanço trimestral o presidente tava loko pruma boquinha e disse:

-agora temos um coquetel ai pra nossa glicose(vai ver ele cuida disto e o presidente ao que sei gosta de um traguinho na night)

AI A PATRICIA COMUNELLO DO JC JUNTO COM UM REPORTER DA BAND PEGOU ELE NUM LUGAR E COMEÇOU A PERGUNTAR. FIKOU PERGUNTANDO TANTO QUE O COQUETEL J=Á TINHA TERMINADO ,TODOS INDO EMBORA E O PRESIDENTE AINDA AI RESPONDENDO PRA COLEGUINHA...

E O NIKÃO DUARTE DO LADO ALI DE PLANTÃOZINHO PRA VER SE O PRESIDENTE NÃO PRECISAVA DE ALGUMA COISA...

PLANTÃOZINHO ARRUMADO PELA COLEGUINHA. ASSIM ERA UMA REPORTER DA GM MORTA JÁ QUE NÃO LEMBRO O NOME DELA. PERGUNTADORA PRA CARALHO. OUTRA QUE PERGUNTAVA MUITO NAS COLETIVAS ERA A DENISE NUNES.

A PATRICIA COMUNELA É AQUELA QUE NA FOTO DA COLETIVA TÁ MEXENDO NO CELULAR.(OLIDES CANTON)

 

MEMORIA DA IMPRENSA

O PAPEL DO ASSESSOR DE IMPRENSA

Conversando com o lauro dieckmann sobre o papel do assessor de imprensa me contou que em anos idos ele foi pela VISÃO entrevistar o presidente da CRT.

- a matéria era totalmente ' favorável', disse ele.

mas o assessor DANTE CARAVETTA - in memorian - tocou um puta gravador do lado e gravou todo o papo....

- não disse nada, mas fiquei puto da cara, contou Lauro.

Fica o registro.

 

rescaldo do banrisul

1.

ate o fim do ano fecharão de 4 a 5 agencias em floripa, ou sc.

2.

no rs serão mantidas todas

3.

O DIA DOS PAIS FOI TIMIDO

4.

DE 400 VAGAS ABERTAS, FORAM CHAMADOS 119 CONCURSADOS.

5.

OCENÁRIO POLITICO É QUE COMPLICA

6

ESPERA-SE UM BOM DESEMPENHO NA EXPOINTER. MAS SEMPRE DE PÉS NO CHÃO

6.

A PESSOA JURIDICA NÃO TOMA GRANA. A FISICA TOMA. DINHEIRO HÁ. NÃO HÁ QUEM PEGUE DINHIEIRO.

7.

A INADIMPLENCIA ESTÁ ALTA, 4,72 NOS ULTIMOS MESES.

8

REUNIÕES AS SEGUNDAS DA DIREÇÃO DO BANCO PRA ACOMPANHAR A INADIMPLENCIA.

9

EM 2015 A INADIMPLENCIA FOI DE 3,5 MAS ISTO NOS BONS TEMPOS.

10

O DISSIDIO DO BANRISUL É O DA FENABRAM. COMO DOS OUTROS BANCOS.

 

dos leitores

EU PENSEI QUE O CACO AINDA FOSSE REPORTER. AGORA ENTENDI. É UM DIREITO DELE SER EMPREENDEDOR. NENHUM PECADO(OLIDES)

Enviada: 2017/08/15 17:43:36
Para: olidescanton@bol.com.br

- 14/setembro tem palestra do caco barcellos em veranopolis, tema 'Profissão Empreendedor'

 

dos leitores

mulher xarmosa(eu sei que tá errado a grafia, mas faço de propostio pra encher o saco do romero)

tb faz parte do nosso blog

ai vai mais paisagem

De: "naira sanes"
Enviada: 2017/08/14 22:44:03

 

do Espaço Vital

O uso pela empregada doméstica de produtos da patroa

A 4ª Turma do TST proveu recurso de uma servidora pública de Brasília (DF) e julgou válida a dispensa por justa causa aplicada a uma empregada doméstica grávida que utilizou, sem autorização, produtos de beleza e higiene pessoal.

Por maioria, o colegiado reformou decisão do TRT da 10ª Região (DF-TO) que condenou a empregadora ao pagamento de verbas rescisórias e de indenização relativa à estabilidade da gestante.

A empregada foi dispensada no quinto mês de gestação. Tal logo após a empregadora ter descoberto, por meio de câmeras, que, na sua ausência, a serviçal usava seus cremes, perfumes, pincéis de maquiagem, batons e escova de cabelo, perfume, desodorantes, esponjas e pincéis de maquiagem, batom, perfume, tesoura e escova de cabelo

Um mês após a dispensa, a ex-empregada ajuizou reclamação trabalhista na 20ª Vara de Trabalho de Brasília.

A sentença entendeu que os motivos para a demissão estavam inseridos na modalidade de falta grave, prevista no artigo 482, alínea “b”, da CLT.

O tribunal regional, ao examinar recurso da empregada, entendeu que o caso não era para justa causa. “O caso é de extrema delicadeza, não apenas por se tratar de relação empregatícia doméstica, na qual é indiscutível a importância da confiança que enlaça empregado e empregador, mas também porque estamos diante de situação de estabilidade provisória gestacional” – resumiu a decisão.

Ainda segundo o TRT, outros requisitos para caracterizar a falta grave, como proporcionalidade, tipicidade e punição anterior, não foram considerados.

No recurso ao TST, a servidora pública sustentou que o TRT-10, ao dispensar tratamento diferenciado à doméstica em razão da gravidez, “considerando-a inimputável", violou o princípio da isonomia.

A relatora do processo, ministra Maria de Assis Calsing, votou no sentido da manutenção da condenação, entendendo que a reversão da justa causa teve outros fundamentos, como a desproporcionalidade entre o ato praticado e a pena e a não aplicação de penalidade intermediária.

Prevaleceu o voto divergente do ministro João Oreste Dalazen, para quem a relação de trabalho doméstico gera um conjunto de direitos e deveres recíprocos que exigem a boa-fé e a confiança, pois envolve aspectos como a intimidade pessoal e familiar e a vida privada.

Conforme seu voto, é “desarrazoado exigir-se a continuidade do vínculo de emprego após a prática de conduta grave, apta a quebrar a fidúcia especial que informa o contrato de trabalho doméstico”.

Para Dalazen, a proteção à empregada gestante é um direito fundamental que visa a proteger o nascituro. “Contudo, não constitui salvo conduto para a prática de faltas graves pela empregada gestante, e, assim, reconhecida a quebra de fidúcia contratual, decorrente da prática de conduta grave, deixa de subsistir a garantia provisória de emprego”.

Leia a íntegra da ementa

RECURSO DE REVISTA - TRABALHO DOMÉSTICO - JUSTA CAUSA - QUEBRA DE FIDÚCIA - ESTABILIDADE DA GESTANTE

1. É certo que a proteção à empregada gestante conferida pelo art. 10, II, "b", do ADCT traduz-se em direito fundamental que visa a proteger precipuamente o nascituro.

2. Tal escopo da lei, entretanto, não constitui salvo conduto para a tolerância de justa causa cometida por empregada gestante.

3. Tipifica justa causa passível de despedida sem ônus a conduta habitual de empregada doméstica consistente em usar, sem autorização, produtos cosméticos e de higiene pessoal da empregadora.

4. Reconhecida a quebra de fidúcia contratual decorrente de justa causa comprovada, não subsiste a garantia provisória de emprego prevista no art. 10, II, "b", do ADCT.

5. Recurso de revista da reclamada de que se conhece e a que se dá provimento para restabelecer a sentença, que julgou improcedentes os pedidos. (RR nº 878-70.2014.5.10.0020 - Data de Julgamento: 28/06/2017, 4ª Turma, Data de Publicação: DEJT 10/08/2017).

Tiago Simon homenageia os 30 anos do Sescon-RS com Grande Expediente da Assembleia Legislativa

“O Sescon-RS é um sindicato patronal cuja influência pode ser mensurada num dado emblemático: trata-se de uma instituição que representa mais de 20 mil empresas no Rio Grande do Sul”. A manifestação foi feita esta tarde (15/8) pelo deputado Tiago Simon (PMDB) durante a realização de Grande Expediente – consequência de proposição de sua autoria -, comemorativo aos 30 anos do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do RS, comemorados em junho último.

Simon enfatizou a relevância da entidade que reitera a valorização da gestão pública eficaz, a racionalização dos impostos, o fortalecimento da representatividade, a liberdade individual e coletiva na relação de emprego, e o combate à informalidade, além da luta pela longevidade das empresas.

- O Sescon-RS se caracteriza pela defesa intransigente de suas principais bandeiras, com base na ética, no comprometimento com os resultados, na participação coletiva, no compromisso social e no foco no associado e na inovação, acrescentou o deputado.

O parlamentar destacou o programa Gestão Pública Eficaz que, através de parceria com a PUC-RS, realiza pesquisa de dados para análise de informações a respeito da real aplicação dos recursos arrecadados por prefeituras, Estado e União. Já o Observatório Social de Porto Alegre é órgão criado que realiza um “pente-fino” nas mais de 34 mil licitações que o município de Porto Alegre realiza anualmente. Nos três anos de funcionamento o Observatório permitiu a economia de R$ 15 milhões aos cofres públicos da Capital.

Tiago Simon afirmou, ainda que o Sescon prepara jovens para o trabalho, através do programa Sescon Universitário, que promove ações conjuntas com diversas universidades, aproximando o mercado dos estudantes. “Hoje, no Parlamento gaúcho, saudamos uma entidade comprometida na promoção de iniciativas que valorizam o desenvolvimento do Estado, do Brasil e o trabalho, o associativismo, o comprometimento social e a economia responsável”, o deputado Simon.

Participaram da solenidade desta tarde o Presidente do Sescon/RS, Diogo Chamun; o presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas, Mário Elmir Berti; o presidente do Conselho Regional de Contabilidade do RS, Antônio Carlos de Castro Palácios; o representante da Fecomércio-RS, Márcio Aguilar, entre outras autoridades.

 

DE SERAFINA

LUCI MAGON BATE FORTE NOS MASSOLINI

NA SESSÃO DE 2, A VER LUCI MAGON BATEU FORTE NOS MASSOLINI. DISSE QUE DOIS DELES, IRMÃOS, MÉDICOS DO HOSPTIAL FATURARAM DEZ MIL MENSAIS DE SOBREAVISO DO HOSPITAL E QUE POUCO FIZERAM. TAMBÉM RECLAMOU QUE UM TERRENO DA FAMILIA QUE CUSTA 11 MIL REAIS DE ALUGUEL PAGO PELA PREFEITURA MUNICIPAL PERTENCE A ELES E LÁ ESTÁ O SENAI.

A BRIGA DA LUCI MAGON COM OS MASSOLINI VEM DOS ANOS 90,QUANDO SEU ESPOSO, NESTOR MAGON, CANDIDATO, FOI PRESO POR UMA DENUNCIA DE UM DOS MASSOLINI. SÃO TRES IRMÃOS ENIO,PAULO,SERIGO. ENIO NÃO É POLITICO.

NESTOR DEU UM SOCO NUM DELES, CANDIDATO, ACHO QUE FOI O PAULO. QUE FEZ EXAMES E FEZ REGISTRO. RESULTADO NESTOR FOI CONDENADO PELA JUIZA DE GUAPORÉ A UM ANO DE CADEIRA.

MANDOU-SE PRO NORTE MAS FOI PRESO LÁ.

A FAMILIA GASTOU OS TUBOS COM ADVOGADOS.

AO FIM E AO CABO, NESTOR CHEGOU PRESO,ALGEMADO EM SERAFINA. CUMPRIU UM ANO DE PRISÃO EM GUAPORÉ. AS FILHAS, 3, PASSARAM MUITOS CONSTRANGIMENTOS.

AGORA O DESTINO BOTOU NA CAMARA LUCIMAR MAGON, PELO PMDB E SÉRGIO MASSOLINI, PELO DEM.

COMO VAI TERMINAR ESTA HISTÓRIA SÓ DEUS SABE.

EU NÃO DESCARTARIA UMA TRAGÉDIA.(OLIDES CANTON)

matéria do Jornal Panorama Regional, de Veranópolis

A Polícia Rodoviária Federal registrou três acidentes de trânsito na BR-470, nos trechos de Nova Prata e Vila Flores, na tarde de 10 de agosto. O primeiro foi por volta das 14h40min nas proximidades do pórtico trevo norte de acesso à cidade. O condutor de um Gol perdeu o controle da direção, saiu da pista e bateu em uma árvore, caindo no barranco. Quatro pessoas estavam no veículo, sendo três de Serafina Corrêa e um passageiro de origem paquistanesa. As vítimas foram removidas ao Hospital São João Batista pela equipe do Samu de Nova Prata e Bombeiros Voluntários de Nova Prata.


15 de agosto de 2017

PRESIDENTE DO GREMIO PRO SENADO

QUE GOV DO ESTADO, QUE NADA, ROMILDINHO IRIA MESMO PRO SENADO. MINHA FONTE É DO GREMIO, NÃO DO PDT.

 

NÃO

O BANRISUL NÃO SERÁ PRIVATIZADO PELO MENOS NESTA GESTÃO, GARANTE O PRES GONZAGA MOTA.

 

VOLTOU A SP

ROSSANA, FILHA DO EX GOV GUAZZELLI E DONA ECLEA VOLTOU A RESIDIR EM SP.ela escreveu um livro CONSIDERADO INTIMISTA. A LA CLARISSE LISPECTOR.

 

AIDS EM SANTA MARIA

NÃO SE SABE SE POR SER CIDADE UNIVERSITÁRIA, OU O QUE, MAS PROFISSIONAIS LIGADOS A LABORATÓRIOS QUE ANALISAM DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS ESTÃO IMPRESSIONADOS COM O AUMENTO DE AIDS EM STA. MARIA.

ESTE BLOGUEIRO FICOU SABENDO QUE NUMA DOAÇÃO DE SANGUE DIAS ATRÁS, DE OITO PESSOAS, DUAS ERAM SOROPOSITIVAS.

 

COLEGUINHAS

O PAPEL DO ASSESSOR

ESTA HISTÓRIA DO ASSESSOR DE IMPRENSA FICAR DO LADO DA FONTE TEM VÁRIAS INTERPRETAÇÕES. ALGUNS DIZEM QUE É PRA INTIMIDAR O REPORTER, OUTROS PRA AUXILAR O 'CHEFE' E OUTROS ENTENDEM COMO UMA AGRESSÃO AO REPORTER.

PRA IM,QUANDO REPORTER, NUNCA FUI INTIMIADO POR ASSESSOR DE IMPRENSA. SE TENTARAM FAZER, NEM ME DEI CONTA. SEMPRE PERGUNTO O QUE QUERO.

E ME FAÇO DE LOUCO.....

PERGUNTAR É MEU OFICIO.

AMATERIA SOBRE A SEN GLEISE, DA ISTO É, É UM EDITORIAL. NÃO UMA REPORTAGEM

 

Fotos

AQUELE ONIBUS É DOS ANOS 90.QUANDO O PT FEZ INTERVENÇÃO. ME ALERTOU O BLOGUEIRO

a intervenção

AQUELE ONIBUS COM PORTO ALEGRE ' ATRAVESSADO' NO CHALÉ E DO TEMPO DA INTERVENÇÃO. OLIVIO ASSUMIU EM JAN DE 1990 E DISSE:

- OU TROTEIA OU SAI DA FRENTE.

TAVA NA ZH E ACOMPANHEI MUITO DE PERTO TUDO AKILO.

O JEAN VARDARAMATOS, DA VTC, IA MATAR OS CARAS QUE ENTRARAM LÁ PRA FAZER O CONTROLE DE SUA EMPRESA. FOI SEGURO PELOS COMPANHEIROS.

GAZOMETRO E EXPRESSO CAMBARÁ TIRARAM OS ONIBUS PRA FORA DE PORTO ALEGRE. CONTO OUTRO DIA BASTIDORES DE TUDO ISTO

 

PORTO ALEGRE ANTIGA

ENCONTREI UM LIVRO DO ISAAC STAROSTA ILUSTRADO COM FOTOS DE PORTO ALEGRE DOS ANOS 70. OLHA A REDENÇA AI

 

A DESCONHECIDA PRIMAVERA

por Eron Duarte Fagundes

Quantos talentos sepultados tem o mundo? Quantos gênios do subterrâneo há na terra? A busca cinematográfica empreendida pelos diretores de cinema Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo, e seus resultados, em Quem é Primavera das Neves? (2017) leva o espectador a meditar nestes dilemas. Será que tudo o que temos é o que aparece na superfície?
O filme (documentário que recria uma realidade estranha e às vezes longínqua) começa numa cena do próprio diretor diante da internet. Ao descobrir o nome da tradutora portuguesa Primavera Ácrata Saiz das Neves num livro de Lewis Carroll, Furtado questiona quem o leia na internet: quem é Primavera das Neves? Atraído pela sonoridade e pela poesia do nome, o cineasta vai topar as pessoas que levantarão o inventário da breve vida de sua personagem (ela morreu aos 47 anos), amigas no Brasil, seu viúvo em Portugal, a existência duma filha que já não aparece pois também morreu cedo. É destas coisas que se compõe o filme Quem é Primavera das neves?: o encontro de Furtado na internet e os depoimentos que recriam este talento sepulto duma tradução de que ninguém mais se lembra.
Furtado, auxiliado pela montagem suave de Giba Assis Brasil, contracena indelevelmente com estes elementos sensíveis. Surgem em cena também as poesias de Primavera, que foi tradutora de poemas da americana Emily Dickinson, com quem se parece em aspectos. Mariana Lima, em grande performance visual e sonora, recita muitos destes versos. A grande poetisa americana foi cinebiografada em Além das palavras (2016), de Terence Davies, e aparece citada em Paterson (2016), de Jim Jarmusch. Sua presença em Quem é Primavera das Neves? É um acréscimo ao périplo fílmico da escritora este ano em Porto Alegre.
À parte tudo isto, a realização de Furtado é uma nova amostra do engenho de filmar de um dos nomes mais festejados do cinema do sul do país.

 

Banrisul lucra R$ 316,2 milhões no primeiro semestre de 2017

O Banrisul alcançou, no primeiro semestre de 2017, lucro líquido de R$ 316,2 milhões O resultado recorrente registrou R$ 367,5 milhões, 5,7% abaixo do apurado no mesmo período de 2016. A rentabilidade anualizada sobre o patrimônio líquido médio foi de 11,6%.

O desempenho no primeiro semestre de 2017 reflete os efeitos da melhora gradual do mercado de crédito, especialmente no segmento da pessoa física, bem como os impactos nas despesas devido ao Plano de Aposentadoria Voluntária.

Na apresentação do balanço financeiro do primeiro semestre de 2017, o presidente do Banrisul, Luiz Gonzaga Mota, destacou que “o Banco está com a solidez bem fortalecida e isso é muito importante para o desenvolvimento futuro da instituição”. A divulgação do resultado ocorreu nessa segunda-feira (14), na sede do Banrisul, em Porto Alegre, com a presença da diretoria do Banco, diretores das empresas do Grupo Banrisul, executivos da instituição e jornalistas da imprensa.

De acordo com Gonzaga, a carteira de crédito comercial registrou um bom desempenho no segmento da pessoa física, a qual alcançou saldo de R$14,4 bilhões em junho de 2017, com incremento de 28,3% ou R$ 3,2 bilhões na comparação com junho de 2016, evolução impactada, especialmente, pelo aumento do crédito consignado.

O patrimônio líquido atingiu R$ 6,6 bilhões em junho de 2017, expansão de R$ 157,5 milhões ou 2,4% em um ano. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 70,5 bilhões em junho de 2017, crescimento de 3,9% em relação a junho de 2016, ampliação proveniente, especialmente, do aumento dos depósitos.

Em junho de 2017, o total de recursos captados e administrados registrou saldo de R$ 59,4 bilhões. Os depósitos totais alcançaram R$ 44,4 bilhões no período, com incremento de 11,5% ou R$ 4,6 bilhões em 12 meses. O saldo das operações de crédito do Banrisul totalizou R$ 30,9 bilhões em junho de 2017, com expansão de 3,7% ou R$ 1,1 bilhão nos 12 meses.

REDE VERO

No primeiro semestre de 2017, foram lançados produtos e serviços que ampliam as soluções de pagamento e proporcionam inovação aos clientes da rede de adquirência Vero. Destacam-se a transação digitada M.O.T.O. (Mail Order & Telephone Order), que possibilita aos estabelecimentos realizarem transações e pré-autorizações sem que o portador do cartão esteja presente; o Banricompras Vero Pay, que faz a captura de transações de pagamento em POS e Mobile, sem a presença física do cartão; a nova plataforma de credencia mento à Vero pelo site www.sejavero.com.br e a antecipação de recebíveis performados dos cartões BanriCard por meio dos canais digitais Office Banking e Minha Conta Vero. Nos primeiros seis meses de 2017, foram capturadas 128,2 milhões de transações.

CARTÕES DE CRÉDITO

O Banrisul lançou, no primeiro semestre de 2017, o portal e o aplicativo de cartões para facilitar o acesso a informações e melhor gerenciamento dos cartões de crédito pelos clientes. Para simplificar o processo de compra no e-commerce, o Banco disponibilizou, em parceria com as bandeiras Mastercard e Visa, as carteiras digitais Banrisul Masterpass e Visa Checkout.

Nesse período, foram realizadas 25,5 milhões de transações, totalizando R$ 2,1 bilhões, com aumento de 18,6% e 8,2%, respectivamente, em relação ao primeiro semestre de 2016.

SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

A comercialização dos produtos de seguros de vida, títulos de capitalização e previdência privada, registrou um faturamento, no final do primeiro semestre de 2017, de R$ 508,4 milhões, crescimento de 35,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior. As receitas totais alcançaram R$ 112,5 milhões no primeiro semestre de 2017.

CANAIS DIGITAIS

A instituição disponibilizou, em maio de 2017, o novo aplicativo Banrisul Digital, com dois novos canais: Office, com serviços bancários disponíveis para as contas empresariais; e Minha Conta, para os clientes pessoa física e jurídica, que substituirá o aplicativo M-Banking. Nos canais digitais, foram efetuadas 117,5 milhões de transações e foi movimentado R$ 128,8 bilhões, no primeiro semestre de 2017. Em relação ao mesmo período de 2016, a quantidade de transações apresentou incremento de 16,7% e o valor movimentado ex pandiu 1,5%. Os aplicativos de dispositivos móveis foram destaque no período, com crescimento de 86,3% do volume transacionado, resultado da ampliação no uso desses aparelhos e da divulgação das facilidades de operação nos canais digitais.


Legenda das fotos: O presidente do Banrisul, Luiz Gonzaga Mota, fez a apresentação do balanço financeiro do primeiro semestre de 2017.

 

Região das Missões volta ao roteiro turístico nacional e ganhará novos investimentos

“Estamos num momento histórico para a Região das Missões, que durante décadas ficou esquecida, mas que agora, graças ao empenho e à força política do deputado Darcísio Perondi, volta a integrar o roteiro turístico nacional, abrindo suas portas para o mundo”. Foi o que afirmou o secretário de Turismo do município de Santo Ângelo, Vando de Souza, depois de várias reuniões e encontros importantes em Brasília. A região deve receber recursos do Banco Mundial para incrementar o turismo nos Sete Povos das Missões Jesuíticas. O aeroporto de Santo Ângelo, que acaba de ser reinaugurado, deverá receber novas melhorias e modernizações, orçadas em R$ 50 milhões, e aumentaram as chance s de construção de uma ponte internacional no município de Porto Xavier, ligando Brasil e Argentina. A expectativa é de que, em dois anos, o fluxo de turistas na parte brasileira da Rota das Missões passe dos atuais 100 mil anuais para 300 mil.

Uma comitiva, integrada por prefeitos, vereadores e secretários municipais, representando as 26 cidades da Região das Missões, esteve em Brasília e participou de reuniões e negociações na Esplanada dos Ministérios. Uma delas foi com o ministro do Turismo, Marx Beltrão, que já entregou a carta de adesão do Brasil, assinada no último dia 7 de agosto, em São Miguel das Missões, ao Programa Global de Crédito do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a Integração Regional dos Países da Bacia do Prata. A comitiva reuniu-se ainda com o diretor-geral do Ministério, Rogério Cóser, e com o coordenador-geral de Planejamento Territorial de Turism o, Eduardo Madeira. Ficou acertada a edição de uma Portaria nomeando técnicos e representantes das prefeituras para, num prazo de 90 dias, elaborar um plano estratégico de investimentos a ser encaminhado ao BID. Em relação ao aeroporto, o projeto já está sendo elaborado pelo Banco do Brasil e será apresentado até 15 de outubro. O tema foi debatido em reunião na Secretaria Nacional de Aviação Civil.

Segundo explicou o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo Michel Temer na Câmara, até janeiro de 2018 deve ser contratado o empréstimo internacional junto ao BID, no valor de U$ 30 milhões, para obras de infraestrutura turística, que inclui asfaltamento de acessos aos sítios arqueológicos e históricos, sinalização turística e construção de centros de atendimento a visitantes. “Eu sempre afirmo que turismo é uma espécie de fábrica sem chaminés, com potencial muito grande de geração de emprego e renda. Esse tipo de investimento vai fazer muito bem para toda a Região”, defendeu Perondi.

O ministro Marx Beltrão também se comprometeu a investir R$ 5 milhões na divulgação da Rota das Missões Jesuíticas. Até o final de agosto deverá ser lançada uma campanha publicitária para apresentar as atrações da Rota aos brasileiros. Ao mesmo tempo, programas de qualificação profissional na Região das Missões deverão ser direcionados para a área de turismo. O Ministro também agendou audiência com o Papa Francisco no dia 18 de outubro, no Vaticano. O objetivo é conseguir a benção do Papa e o reconhecimento da Igreja Católica sobre a importância da Rota Jesuítica para a religião, a história e o turismo religioso no mundo. A Rota possui 30 atrativos e sítios arqueológicos, espalhados por três países: Brasil, Argentina e Paraguai.

Sobre a ponte em Porto Xavier, as negociações avançaram. A comitiva da Região das Missões manteve encontros com técnicos dos Ministérios das Relações Exteriores e de Transportes e deixou Brasília otimista de que, nos próximos meses, o governo argentino formalize a adesão ao projeto e a obra possa deixar de ser apenas um sonho. O grupo ainda manteve audiência com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. Na ocasião, o prefeito Jacques Barbosa apresentou o projeto do Parque Tecnológico da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai (URI) Santo Ângelo e propostas do município voltados à inovação dentro do conceito “cidade inteligente”. Também foram realizadas audiências com os ministros da Saúde, Ricardo Barros, e do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.

Fotos: Tiago Canabarro

Comitiva das Missões e deputado Darcísio Perondi, com o ministro do Turismo Marx Beltrão...


...e com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab

 

Painel “A economia gaúcha no contexto da crise” - 15/08 - 14h

Na semana que marca o Dia do Economista, comemorado no dia 13 de agosto, a Fundação de Economia e Estatística convida para o Painel “A economia gaúcha no contexto da crise”.

O evento reúne economistas da FEE para debater a conjuntura e as possíveis saídas para o Rio Grande do Sul no cenário de crise.

Confira a programação e participe!

Não é necessário inscrição antecipada e haverá certificado aos participantes.

 

Secretaria de Estado da Educação abre inscrições para concurso público com mil vagas

Foto: Pâmela Simas Fogaça/ADR Itajai

A partir desta segunda-feira, 14, profissionais da educação que quiserem ingressar no magistério público estadual podem fazer suas inscrições no concurso público 2017. Neste primeiro momento, são mil vagas para início dos trabalhos em 2018. A inscrição pode ser feita até o dia 12 de setembro pelo site www.acafe.org.br/concurso/magisterio.

Estão abertas 600 vagas para professores do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e do Ensino Médio, estas para as disciplinas de Artes, Biologia, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Língua Portuguesa e Literatura, Matemática, Química e Sociologia. As outas 400 vagas são para a área administrativa das escolas da rede pública estadual de ensino de Santa Catarina, sendo para: assistente de educação, supervisor escolar, administrador escolar e orientador educacional.

“O novo concurso é uma grande conquista, resultado de muito esforço e responsabilidade com o equilíbrio das contas da secretaria e de todo o governo”, afirma o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps. O concurso terá validade para dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois. Deschamps lembra que o último concurso para efetivos da educação foi realizado em 2012 com a chamada inicial de dois mil professores e, posteriormente, mais três mil.

A jornada de trabalho para o cargo de professor de Ensino Médio corresponde à carga horária de dez horas semanais, para o professor do Ensino Fundamental corresponde à carga horária de 20 horas semanais e para os cargos de assistente de educação, supervisor escolar, administrador escolar e orientador educacional corresponde à carga horária de 40 horas semanais.

O concurso prevê duas provas. A primeira fase com Prova Objetiva, que será no dia 8 de outubro, sendo eliminatória/classificatória, e a segunda fase com a Prova de Títulos, sendo classificatória. A primeira chamada dos aprovados está marcada para os dias 12, 13 e 14 de dezembro de 2017.

Certificação

Professor: Diploma e histórico escolar de conclusão de curso superior de Licenciatura Plena na disciplina que se candidatar.

Administrador escolar: Diploma e histórico escolar de conclusão de curso de Licenciatura Plena em Pedagogia com habilitação na área de Administração Escolar; ou diploma e histórico escolar de conclusão de curso superior de Pedagogia e certificado e histórico escolar de conclusão de Pós-Graduação Latu Sensu - especialização em Administração Escolar

Assistente de educação: Formação em nível superior em Pedagogia

Orientador educacional: Diploma e histórico escolar de conclusão de curso de Licenciatura Plena em Pedagogia com habilitação na área de Orientação Educacional; ou diploma e histórico escolar de conclusão de curso superior de Pedagogia e certificado e histórico escolar de conclusão de Pós-Graduação Latu Sensu - especialização em Orientação Educacional

Supervisor escolar: Diploma e histórico escolar de conclusão de curso de Licenciatura Plena em Pedagogia com habilitação na área de Supervisão Escolar; ou diploma e histórico escolar de conclusão de curso superior de Pedagogia e certificado e histórico escolar de conclusão de Pós-Graduação Latu Sensu - especialização em Supervisão Escolar

Escolas indígenas

Dentro destas mil vagas também estão previstas vagas para atendimento nas escolas indígenas da rede pública estadual de ensino de Santa Catarina. O concurso prevê contratação de professores do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) e do Ensino Médio e cargos administrativos como: assistente de educação e assistente técnico-pedagógico.

Para os povos Guarani e Xokleng/Laklãnõ estão abertas vagas para professor de 1º ao 5º ano e para professores atuarem nas disciplinas de: Ciências Humanas e Sociais aplicadas (História, Geografia, Sociologia e Filosofia), Ciências da Natureza e suas tecnologias (Ciências, Biologia, Química e Física), Linguagens e suas tecnologias (Artes, Arte Indígena, Língua Portuguesa, Língua Materna, Educação Física, Língua Portuguesa/Literatura) e Matemática e suas tecnologias (Matemática).

Para o povo Kaingang, há vagas para professor de 1º ao 5º ano e para professores atuarem nas disciplinas de: Artes, Arte Kaingang, Biologia, Ciências, Cultura Indígena Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Kaingang, Língua Portuguesa, Língua Portuguesa e Literatura, Matemática, Química e Sociologia.

As Gerências Regionais que oferecem vagas para escolas indígenas são: Chapecó, Xanxerê, Ibirama, Brusque, Grande Florianópolis, Laguna, Joinville, Canoinhas e Seara.

O valor da inscrição é de R$ 100. Dúvidas e mais informações estão disponíveis em www.acafe.org.br/concurso/magisterio.

Retrospectiva últimos concursos para:

- Professor regular: 2012 com cerca de 5 mil profissionais efetivados;

- Professor indígena: 2003;

- Assistente educacional (AE): 2005;

- Administradores e supervisores escolares e orientador educacional: 1998.

 

Mais um remendo, não!

No cenário político brasileiro, há pelo menos duas grandes evidências. A primeira é a necessidade de uma reforma política – mas não superficial ou aleatória, e sim profunda e coerente com o que a sociedade espera. É o que alguns estão chamando de nova política, que não pode ser uma renovação pura e simples, senão uma oxigenação de ideias e posturas. A segunda evidência é a inviabilidade de o atual Congresso Nacional, em virtude de sua falta de credibilidade, levar adiante uma proposta de reforma, tampouco mudanças pontuais. Mas, paradoxalmente, é isso que está acontecendo – vide a famigerada ideia do "distritão", que é um benefício direto aos atuais detentores de cargos legislativos.

O "distritão" tem um apelo de aparente justiça, qual seja o de eleger deputados pela ordem direta do número de votos de cada candidato. Só que tal modificação, sem mexer em outras regras do sistema, vai relegar ainda mais os partidos políticos e beneficiar o culto à personalidade e ao individualismo. Como a legenda não terá mais qualquer impacto na eleição para deputado, tendem a eleger-se os atuais parlamentares, que já possuem uma grande estrutura de base, ou celebridades que são conhecidas por outros meios. É a proposta perfeita para quem já detém cargos eletivos, porque necessariamente vai reduzir o número de candidatos e aumentar o preço das campanhas.

Vamos falar seriamente: facilitar a vida dos atuais mandatários é o grande objetivo dessa proposta. E, já por isso, ela é completamente despropositada. Chega a ser um acinte contra o país depois de todos os protestos da população nas ruas. Ora, dentro do desgaste em que se encontra o Congresso Nacional, tiraram da cartola um projeto com a aparência de boas intenções, mas que na verdade protege e beneficia quem já tem cargos. Eu diria que é quase um impeditivo para a renovação, sendo muito provável, a prevalecer essa intenção, que dois terços do parlamento continuem absolutamente o mesmo. E isso pode acontecer sem que boa parte da população perceba, o que é ainda mais grave.

Essa proposta é agravada, no caso concreto, pela intenção de fazer vigorar o financiamento público de campanha. Ora, não há dúvida de que o modelo de financiamento privado empresarial não deu certo, estando por trás de grande parte dos esquemas de corrupção revelados nos últimos anos. Talvez seja necessário qualificar a doação por pessoa física ou, então, fazer um modelo misto que migre gradativamente para o financiamento público. Mas não pode esse custeio surgir do erário assim, abruptamente, muito menos num momento em que o país vive uma grave crise financeira, sem capacidade para atender as necessidades essenciais em saúde, educação, segurança e logística. Percebam que o "distritão", somado ao financiamento público, torna ainda mais fácil a vida de quem já é deputado. Além de ter uma estrutura de apoio já formada, agora ele receberia inclusive o dinheiro de sua campanha. É quase que uma "tempestade perfeita" contra os anseios da população.

O financiamento público também não funcionará adequadamente dentro deste atual modelo partidário, em que temos 35 partidos. Nos últimos anos, muitos surgiram apenas para ter acesso ao fundo partidário e negociar seus espaços de rádio e televisão. A mudança só teria sentido se houvesse uma disciplina mais clara para o surgimento das legendas, o que não parece ser o caso. É ainda mais esdrúxulo querer que siglas sem qualquer imersão social recebam verba pública para fazer campanhas eleitorais.

A propósito, se algo poderia ser feito agora, mesmo sem uma reforma política global, é criar uma regra de transição para reduzir o número de partidos no Brasil. E não seria preciso lançar uma cláusula de barreira em um tempo muito distante. Creio que esse espaço precisa ser encurtado, para que a diminuição aconteça já na próxima eleição. Talvez possa haver uma norma que não iniba o livre surgimento de agremiações, mas que restrinja severamente o acesso dessas instituições ao fundo partidário e a qualquer benefício público – a não ser que alcance tamanho e projeção para tanto.

Nosso presidencialismo de coalizão não consegue conviver com uma quantidade tão grande de siglas. Isso já está provado. Hoje temos 28 representações partidárias no Congresso Nacional. Não é difícil imaginar a dificuldade de estabelecer qualquer consenso. Na verdade, nem a ciência política enxerga espaço para tantas ideologias. Essa redução, portanto, precisa ser mais rápida e criteriosa. Junto dela, pode vir o fim das coligações nas eleições proporcionais (Legislativo), pois não há qualquer sentido numa aliança que não seja para a governabilidade (Executivo).

Ainda abordando propostas que poderiam avançar mesmo fora de uma grande reforma política, cito o fim dos suplentes de senador. No início deste ano, quase 20% das cadeiras do Senado não eram ocupadas por titulares. Isso leva a Casa, que tem tantos feitos importantes ao longo de sua história, a ter menor expressão, prestígio e produtividade. Chega a ser constrangedor para o Senado Federal. Além disso, o eleitor não vota no suplente, sequer o conhece. A substituição de um senador pode ocorrer pelo próximo colocado na eleição, jamais por uma figura que muitas vezes é praticamente anônima para a opinião pública.

Cito também, no mesmo aspecto, o fim da reeleição. Isso avançou e precisa consolidar-se. Já está provado que, no Brasil, esse instituto não funcionou. Pelo contrário, motivou o acontecimento de muitos desvios. Uma alternativa viável é um mandato um pouco maior, podendo ser de cinco anos. Por fim, penso que tenha chegado a hora de discutir também a obrigatoriedade do voto. Sei que muitos entendem ser necessária essa exigência, mas a mim já soa como um dever despropositado, pois tende a gerar muito mais um voto sem critério e até irresponsável do que uma participação efetivamente cidadã.

Vejo agora o presidente Michel Temer dando indícios de propor uma experiência de parlamentarismo ainda em seu mandato. Sinceramente, é uma proposta ousada demais para prosperar em um ambiente político mergulhado em descrédito e desconfiança. De qualquer modo, a discussão é válida e produtiva, pois mudar o sistema de governo é questão central para mexer na lógica política do país, que tem crises com data marcada, provoca sua própria instabilidade e não estimula a corresponsabilidade dos poderes. Sim, precisamos voltar a falar de parlamentarismo, como fez a maior parte dos países desenvolvidos. – e, nesse sentido, eu concordo plenamente com a pauta, mas apenas após mudarmos profundamente o nosso sistema partidário e o sistema eleitoral.

Concluo reforçando que o "distritão" é uma proposta casuística, corporativa e que quer dificultar a renovação do Congresso Nacional. A população não pode deixar que essa ideia prospere. O que deveríamos ter para 2018 é o voto distrital puro ou misto. Ou, o que seria melhor ainda, a convocação de uma assembleia constituinte revisora exclusiva, com missões específicas e data para começar e terminar, sem que seus membros pudessem concorrer na eleição normal. Isto é, um grupo de pessoas convocadas especificamente para reformar a constituição, inclusive em seu regramento político. Sem isso, provavelmente continuaremos vendo esses remendos de reformas, cujos interesses impedem uma reforma política propriamente dita.

Portanto, não ao "distritão" e sim à assembleia constituinte revisora exclusiva!

Germano Rigotto é ex-governador do Rio Grande Sul, presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários e membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República.

 

DE SERAFINA

MEIA E O VICE, BIANCHET, A DUPLA DE CANTORES QUE TOCA A PMSC......

AQUI POR OCASIÃO DO NIVER DO MUNICIPIO

VAMOS VER SE CONSEGUEM LEVAR A COMARCA PRA SERAFINA. CONDIÇÕES EXISTEM


14 de agosto de 2017

JR MAL NA FOTO

PELO QUE VI NO BUSUN DA BELA VISTA NSTA MANHA DE 6, O JR TA MAL NA FOTO. O ONIBUS INTEIRO SE DEPAROU FALANDO MAL DE DELE EM VOZ ALTA.

O M

MUNICIPARIOS DENTRO DO COLETIVO DERAM UM COMICIO. E MOTORISTA ENTROU NO CLIMA FALANDO MAL DO PREFEITO. PODE, CLARO QUE NÃO.

VAMU BOTAR ORDEM NO GALINHEIRO.

PELO QUE OUVI DE MANHA NO ONIBUS BELA VISTA. VÃO TIRAR ATÉ A LINHA OU VÃOJUNTAR COM RIO BRANCO. BAH MAS TÁ BRABO O JR????

FUI TENTAR DEFENDER O JR QUASE MI LINCHARAM DENTRO DO BELA VISTA.

 

UMA PORTO ALEGRE DOS ANOS 70.......

 

MORREU A DEPUTADA COMBATIVA ECLEA GUAZZELLI

EM 12. DEJULHO DESTE ANO.

ELA ESTAVA H´A 20 ANOS NUMCA CLINICA EM S.LEO. TINHA ALZHEIMER. FOI CREMADA LÁ MESMO.

 

Coleguinhas

TARDIO

O COLEGUINHA ANTONIO GOULART QUE ESTÁ NO INTERINO DO ALMANAQUE CHEGOU QUANDO TINHA PRATICAMENTE TERMINADO O EVENTO DO SCFRANCO NA QUINTA PASSADA.

TRABALHA COMO DEPUTADO. OU SEJA, NUNCA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11

LIVRO DO P.CHAVES

4 PESSOAS ME PEDIRAM. SÓ QUE NÃO ACHO O TAL REST DA FILHA ONDE TERIA PRA VENDA. ALO LAURINHO VE AI NO FEICE O CONTATO COM O PEDRINHO MAS PEDE PRA ELE UMF ONE FIXO. PRECISO FALAR COM ELE. TEM GENTE QUERENDO O LIVRO DELE.

MARCÃO

N FOI DEMITIDO. FOI PRA RÁDIO TUPI DO RIO.

*

A GUAIBA TÁ SI ACHICANDO. MAS O QUE ELA VAI FAZER???

*

VITORIA FAMMEL PEDIU AS CONTAS DA GUAIB A HÁ DIAS.

O LACERDA DA GRENAL ME COMENTOU NESTE SAB NO BERA RIO QUE O BOELKE FALOU DAQUELE NEGÓCIO DOS NARRADORES CHINELÃO IR PRA ALA LESTE DA ARENA ISTO NO HORÁRIO DE GRANDE AUDIENCIA 5 DA TARDE.

A ARENA MANDOU EXPLICAÇÃO PRA GRENAL. PQ NÃO MANDARAM PR AMIM QUE DEI A NOTICIA??

ALIÁS ALGUÉM JÁ ME DISSE QUE A ASSES DE IMPRENSA DO GREMIO TÁ ABAIXO DO CU DO CACHORRO DE IMCOMPETENTE. NÃOF AZEM NADA. NAAQUELE NEGOCIO DO ARANHA DA PONTE PRETA COMERAM MOSCA PRA BURRO.

BOTARAM UM SALTO ALTO DE 50 CM

ACEG

DOIS CARAS TÃO DISPUTANDO A ACEG. NÃO SE SABE AINDA SE O ATUAL PRES VAI CONCORRER OU NÃO

O ALEX BAGE DA GRENAL E O AVELINE, ETERNO CANDIDATO DA GOL.
REVISTA NÃO A EMPRESA DE AVIÃO.

NA VERDADE QQ CANDIDATO TEM QUE SE VER LIVRE DE DOIS CARAS . DO GORDO GARCIA QUE SEM PAPAS NA LINGUA QUEIMOU O PEDRO E. DENARDIM -CLARO QUE ELE JÁ SABE MAS FAZ CARA DE PAISAGEM PQ NA RBS ELE NÃO QUER BRONCA COM NG.

E DO PESSE EX FUNCIONÁRIO QUE BOTOU NA JUSTA A ACEG E TOMOU 6 MIL REAIS DELES. ESTES DOIS TÃO QUEIMADOS. MAS PARECE QUE O PESSE APOIRAIA O AVELINE POR BAIXO DO PONCHO, COMO FAZIAM OS VELHOS COMUNAS, TUDO CLANDESTINO.

UM FATO NOVO NA ACEG SÃO AS RADIOS WEB. TEM VARIAS. TODAS ROUBANDO OUVINTES DAS TRADICIO0NAIS.

*

MARCAO PEREIRA É MEIO ESQUENTADO. POR ISTO ALGUÉM ACHA QUE HOUVE ROLO COM O NANDO NA GUAIBA.

*

A TURMA DEBAIXO DA ACEG TEM A TENDENCIA DE IR PRA OPOSIÇÃO, OU SEJA, APOIRA O AVELINE. MAS PRECISA DOS VOTOS DO INTERIOR.SENÃO NÃO SE ELEGE.

*

MAS O ATUAL PRESIDENTE É IMBATÍVEL. ELE ENXUGOU A ACEG BOTOU AS CONTAS EM DIAS E REFORMOU A SEDE.

*

O ATUAL PRESIDENTE É DE CAXIAS. TRABALHA LÁ NA RADIO DO MESMO NOME. MORA LÁ.

*

ACEG E SIND DOS JORNALSITAS COSTUMAM SER LOCAIS DE MUITA DISPUTA COM ALGUMAS TRAIÇÕES.

O PINTO QUE MORREU E QUE SO AGORA OS AMIGOS FICAM SABENDO ERA UMF IGURAÇÃO.

ADORAVA UMA FOFOCA DE ALCOVA. É SÓ VER OS LOCAIS ONDE TRABALHOU ,KKKKKK

 

dos leitor5es, que sempre colabora com algo interessante. tb é dia do PENDURA

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2017/08/11 11:14:09

Dia 11 de agosto de 1992 estudantes inventam o Movimento Cara Pintada. Passeata reuniu 15 mil pró-Fora Collor, em São Paulo.

 

dos leitores

SENDO POLAR É TUDO COM O CAPINCHO KKKK

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2017/08/11 17:50:18

 

dos leitores

capinhcho nem ai pra morte do LIDER ARAUJO. QUER MAIS O TRAGUINHO DELE DE FINDI DE SEMANA

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2017/08/12 10:51:42

Meu refúgio em Santo Angelo... Churrascaria Aconchego Missioneiro....

Cerveja trincando de gelada e a costela corta de colher

 

do Boteco do Ilgo

RONALDINHO FUI O PRIMEIRO REPORTER QUE DEU A VENDA DELE. PRO JB. TÁ NA LÁ NOS REGISTROS.E QUEM ME DEU A DICA DA VENDA FOI UM CONSELHEIRO DO INTER QUE NOS CHAMAVAMOS DE PORTÃO OITO.

Cheiro de ‘Ronaldinho’ no ar

A novela ‘Ronaldinho PSG’ parece estar sendo reeditada. Novos protagonistas, algumas diferenças no enredo, mas tudo se encaminhando para o mesmo final.

É essa a percepção que tenho do rumo que a novela ‘Ronaldinho, parte II’, agora com Luan como personagem principal, tomou nas últimas horas.

Quando tudo se encaminhava para um negócio muito bom para as partes envolvidas, eis que Luan aparece na TV declarando que foi aconselhado por Neymar e sei lá mais quem a não se transferir para o futebol russo.

Até aí eu concordo. Luan pode mais. Não é jogador para ficar escondido, e sim para brilhar nos melhores palcos.

O problema é que até agora não apareceu proposta de clubes de ponta do futebol mundial, apenas especulações.

Proposta mesmo, efetiva e adequada aos interesses do Grêmio, e também do atleta e seu empresário, só a do Spartak. A coisas indicavam um final diferente da novela anterior. Aí, Luan veio com essa, conversinha pra boi dormir.

Depois, deixou escapar que pode continuar no Grêmio pelo menos até o final do ano. A galera gremista ficou excitada. Tudo que o gremista quer é continuar com Luan no segundo semestre.

O problema é que ao vir com esse discurso me-engana-que-eu-gosto, Luan planta esperança no coração dos torcedores que só enxergam o time e não olham para o clube.

Acontece que se Luan ficar no Grêmio até dezembro, sem ter sido negociado na transação que seria ideal, tipo ‘pague agora e leve depois’, em março ou abril ele estará livre.

Igualzinho ao Ronaldinho, que jurava amor eterno ao Grêmio enquanto assinava pré-contrato com o PSG.

A coisa foi se arrastando, se arrastando, até que veio o golpe final: Ronaldinho saiu de graça. Amealhou uma fortuna com essa jogada.

O mesmo pode acontecer com Luan. Pelo menos é essa a impressão que retiro dos mais recentes capítulos dessa novela que pode, como a outra, terminar de forma trágica para o Grêmio.

Ambição, cobiça, ganância, falsidade e traição são temperos sempre presentes nas novelas e também quando muito dinheiro está em disputa.

ESPINOSA

O Grêmio deve ter fortes motivos para demitir seu único treinador campeão do mundo.

Foi um risco calculado, espero. A reação contra a decisão é muito forte, chega a ser agressiva.

Alguns sustentam que o Grêmio deveria esperar melhor momento para anunciar a demissão de um ídolo da torcida. A medida caiu do céu para o lado vermelho do Rio Grande.

Mas não posso condenar a decisão sem saber de todos os detalhes.

Agora, reconhecendo a competência da atual direção, acredito que a demissão não poderia mais ser postergada.

Que Espinosa supere esse duro golpe e entenda de uma vez por todas que ninguém é campeão indefinidamente.

O título mundial de 1983 é o maior orgulho dos gremistas. Está presente, por exemplo, nas paredes, em DVD, na minha cerveja, a 1983, e, principalmente, em nossos corações.

Vá em frente Espinosa, com nossa eterna gratidão.

Essa palavrinha que, infelizmente, não cabe no mundo milionário do futebol, como nos ensinou Ronaldinho PSG.

 

do Miron Neto

Lixo nas vias públicas: todos somos responsáveis

Leitor envia fotos mostrando o lixo que é jogado por maus cidadãos ao longo da Rodovia Walter Bertolucci. Não bastasse garrafas e sacos plásticos, resquícios de acidentes de trânsito se espalham na rodovia que liga Gramado a Canela.
A discussão não é nova, mas por que as pessoas não recolhem o lixo? Ficar esperando apenas a intervenção do serviço público ou de outros prestadores de serviço é perda de tempo. Por que não copiamos o exemplo japonês? É a triste sina de vivermos em um país onde os direitos vêm sempre na frente dos deveres.

Em estado grave, graxaim é tratado no Gramadozoo

O Gramadozoo luta para salvar a vida de um graxaim-do-mato. O animal foi vítima de atropelamento e chegou ao parque na quarta-feira (9). O canídeo foi resgatado em Caxias do Sul e encaminhado ao zoo pela Patrulha Ambiental da Brigada Militar. Em estado gravíssimo, o graxaim é um macho jovem. O animal não apresenta movimento nos membros posteriores e o temor dos veterinários é que a medula possa ter sido afetada. “Vamos realizar exames de imagens para saber se ele vai conseguir voltar a andar normalmente e se poderá retornar para a natureza. No entanto, o quadro é gravíssimo”, pondera o veterinário Renan Alves Stadler, responsável técnico do Gramadozoo.
O zoo trabalha para que o graxaim resgatado pela Patram de Caxias não entre para uma triste estatística: 475 milhões de animais morrem por ano atropelados nas estradas brasileiras.

 

Porto Alegre receberá Ação Educativa Cinema Acessível Banrisul

O Banrisul está com as inscrições abertas para a Ação Educativa Cinema Acessível, que vai acontecer no dia 28 de agosto, às 14h, na Cinemateca Paulo Amorim – Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736), em Porto Alegre. A iniciativa tem como propósito compartilhar o filme “O Palhaço” com funcionários do Banco e o público em geral. A obra terá legenda explicativa, janela de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e audiodescrição. A exibição do filme faz parte da programação da Semana da Pessoa com Deficiência, que acontece de 21 a 28 deste mês. As inscrições podem ser feitas pelo link https://pt.surveymonkey.com/r/J335LC8.

No Rio Grande do Sul

A proposta da Universidade Corporativa do Banrisul é promover o Festival nas superintendências regionais do Banco para incentivar o conhecimento de Libras e das ações e recursos de acessibilidade adotadas pela instituição, além de reforçar a orientação de recepção às pessoas com deficiência. Desde 2016, aconteceram sessões em 13 cidades, envolvendo aproximadamente duas mil pessoas. Mais informações pelo e-mail pessoas_cinema_acessivel@banrisul.com.br.

 

Banrisul divulga o balanço financeiro do 1º semestre de 2017

O Banrisul divulga nesta segunda-feira (14), às 10 horas, o balanço financeiro do primeiro semestre de 2017. Na oportunidade, a diretoria do Banco irá receber a imprensa no Salão Nobre da instituição (Rua Caldas Júnior, 108 - 4º andar), em Porto Alegre.

 

do Carta 15

Gestão peemedebista

Motivado pelo desejo de identificar o modelo do PMDB-RS de gestão, o presidente estadual e deputado federal, Alceu Moreira, pretende debater e construir com seus líderes e técnicos projetos nas principais áreas da administração pública. Para dar início ao debate, a direção do partido realizou na segunda-feira, 7 de agosto, uma reunião com coordenadores de educação e lideranças na área.

Encontro da JPMDB-RS

O 11º Encontro Estadual da JPMDB-RS, realizado no sábado, 5 de agosto, na Câmara de Vereadores de Gramado, discutiu a Reforma Política e como ela poderá afetar as próximas eleições. Com a presença de líderes regionais, estaduais e municipais o evento fortaleceu a opinião contrária da Juventude ao chamado "distritão" e o desejo peemedebista de reeleger José Ivo Sartori ao Governo do Estado.

Convenções Municipais

A ampliação dos núcleos municipais do PMDB Mulher no estado e a participação de 30% de mulheres nas chapas para as convenções municipais do partido são as metas da Executiva do PMDB Mulher RS para o processo de convenções municipais marcado para o dia 26 de agosto em todos os municípios gaúchos.

Semana da Juventude

Desde segunda-feira, dia 7 de agosto, até o próximo dia 19, uma série de atividades mobilizará jovens em mais de 60 municípios gaúchos, dentro das comemorações da Semana Estadual da Juventude. A programação, promovida pelo Departamento Estadual de Políticas para a Juventude (DPJ) da Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, prevê ações culturais e de cidadania, serviços, ciclos de debates e palestras, competições esportivas e concursos educativos.

Excelência em gestão

O prefeito peemedebista Egídio João Grohmann, de São José do Hortêncio, comemora o resultado da quinta edição do Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), feito pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O estudo examinou o desempenho de 4,5 mil administrações no país, sendo 485 no Rio Grande do Sul. Conforme os dados, a única prefeitura gaúcha a atingir excelência na gestão foi a de São José do Hortêncio, cidade com 4,5 mil habitantes, no Vale do Caí.

Reunião Serra

Na última sexta-feira, 04 de agosto, a coordenadoria da Serra realizou sua reunião regional no município de Bom Jesus com a presença do presidente estadual e deputado federal, Alceu Moreira. Prefeitos, vereadores e lideranças destacaram o desejo de fortalecer o partido, vencer as eleições do próximo ano e fazer parte do crescimento do Governo do Rio Grande do Sul.

 

do Comunique-se

alguns por ai VENDEM A INFORMAÇÃO O QUE É OUTRA COISA(OLIDES)

Jornalismo X comercial: vender não deve ser considerado pecado

Não há no mercado um “vendedor consultivo” melhor do que um jornalista quando o negócio em questão for compra de mídia

São Paulo, SP, 04/08/2017 –

Jornalista e… vendedor. Nesta semana, fiz algo considerado (infelizmente) como crime por alguns colegas de profissão: fechei a comercialização de espaço publicitário no Portal Comunique-se, veículo em que sou o editor responsável. A negociação, relacionada a uma premiação de jornalismo, me fez concluir o que já vinha há algum tempo na minha mente, de que a parte de redação e o comercial de uma empresa não podem ser rivais. Elas devem atuar de modo conjunto.

Mais do que trabalhar em parceria com a equipe comercial de uma grande empresa, um jornalista precisa ser um bom vendedor para conseguir empreender, por exemplo. Para colocar um negócio de comunicação no mercado, ele por muitas vezes estará sozinho em negociações com possíveis investidores e anunciantes. Ou alguém acha que, no começo de suas atividades, grandes empreendedores contavam com times de vendedores para tocarem essa parte?

Sites segmentados como Administradores.com e WebInsider já abordaram a vertente de que ao decorrer dos próximos anos o profissional a ser considerado um bom vendedor será o chamado “consultivo” – termo a designar quem se especializa em comercializar um determinado tipo de produto ou serviço. E, convenhamos, não há no mercado um “vendedor consultivo” melhor do que um jornalista quando o negócio em questão for compra de mídia e investimentos diversos em projetos da imprensa.

Foi com isso em mente que levei adiante a negociação de espaço publicitário no Portal Comunique-se. O representante da agência de publicidade entrou em contato e, de forma até natural, toquei as conversas. Afinal, ninguém melhor do que eu, editor responsável pelo site, para explicar detalhadamente os espaços disponíveis para divulgação, o perfil do público que costuma acessar a página e a audiência média do domínio. Além disso, como “consultor”, sugeri o melhor formato e período a ser comercializado.

Vender vai além do dinheiro
A minha primeira venda foi realizada nesta semana, momento em que fechei parcerias de conteúdo com o Talk TV e com a jornalista Krishna Mahon, que desde o ano passado comanda o canal “Imprensa Mahon”, no YouTube. O que isso tem a ver com venda? Tudo! Pois tive que ser um bom vendedor para mostrar as vantagens de se ter reportagens e vídeos divulgados por meio do Portal Comunique-se. Pensando nos colegas de forma geral, um bom jornalista tem que saber “vender” suas ideias de reportagens para a chefia e para possíveis entrevistados. Soma-se a isso, o fato de o canal de Krishna ser voltado a dicas de negócios para profissionais da comunicação social.

Também nesta semana, o Comunique-se conquistou o prêmio de melhor empresa de pequeno porte para se trabalhar no estado do Rio de Janeiro. Aqui, ressalta-se que assim com qualquer outra corporação, o Comunique-se só saiu do papel porque um empreendedor – no caso, o nosso CEO Rodrigo Azevedo – não teve receio algum em vender a sua ideia de negócio para investidores e parceiros e, consequentemente, sair vendendo as soluções e os serviços da marca. Se não fosse isso, o Comunique-se não existiria e eu, certamente, não teria fechado a minha primeira venda de publicidade.

Não é a minha opinião. É fato. Vender não deve ser considerado pecado, mesmo se o vendedor for um jornalista!

Por Anderson Scardoelli | Parceiro do DINO – Divulgador de Notícias

 

Avança renegociação da dívida do RS com a União

Presidente Michel Temer intermediou negociações e pacificou relações entre equipes econômicas do Estado e da União

Na próxima quinta-feira (17) devem ser retomadas as tratativas para a renegociação da dívida do Rio Grande do Sul com a União, que ultrapassa R$ 57 bilhões, e a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal. Nessa quinta-feira (10), o presidente Michel Temer, a pedido do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), entrou no circuito e promoveu uma reunião para pacificar as relações entre as equipes econômicas do Estado e da União, abaladas pela decisão do governador José Ivo Sartori de suspender, neste mês de agosto, o pagamento de parcela da dívida.

Segundo explicou Perondi, vice-líder do Governo na Câmara, a decisão gaúcha teria "magoado" a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi. “Eles ficaram indignados e magoados, porque o Estado exerceu o seu direto constitucional. O governador teve que tomar essa atitude, do contrário os servidores não iriam receber seus salários, que já estão parcelados, e o Estado não teria dinheiro para investir em saúde, educação e estradas”.

A reunião no Palácio do Planalto, sob a intermediação do presidente Michel Temer, contou com a participação, além de Darcísio Perondi e de Ana Paula Vescovi, dos deputados Alceu Moreira, Jones Martins e Mauro Pereira, do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, do secretário adjunto da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, Luís Antônio Bins, e do diretor da Junta Financeira da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, Flávio Pompermayer.

Segundo explicou Perondi, para aderir ao Regime de Recuperação Fiscal, o Estado tem que provar que gasta mais que 70% de seu orçamento com folha de pagamento. “O Tesouro, surpreendentemente, disse que o percentual não é atingido, mas temos documentos, emitidos em fevereiro pelo próprio Tesouro, admitindo o contrário. Essa negociação precisa ser encerrada o mais rapidamente possível. Nós, deputados do PMDB, estamos na linha de frente, mas, se for necessário, vamos acionar toda a bancada gaúcha. E se ainda não for suficiente, solicitaremos a intervenção do Presidente da República”, adiantou Perondi.
A adesão do Rio Grande do Sul ao Regime de Recuperação Fiscal prevê a troca de contrapartidas como elevação de alíquotas de contribuição social de servidores, redução de incentivos tributários e privatizações. Além da carência de até três anos no pagamento da dívida com a União, que representa um alívio de cerca de R$ 9 bilhões para o Rio Grande do Sul, o Regime permite que os estados contraiam empréstimos, oferecendo como garantia a futura privatização de estatais, inclusive dos setores financeiro, de energia e de saneamento.


Foto (Fábio Paiva): Deputados do PMDB gaúcho e equipe econômica do RS definiram estratégias antes de reunião no Palácio do Planalto

 

da Folha Popular de Teutônia


11 de agosto de 2017

Ronda da citi

SENEGALESES ANDAM PRA CIMA EPRA BAIXO ATROLADOS DE MUAMBA...

TENHO OBSERVADO ELES NO CENTRO TOMANDO CONTA DAS CALÇADAS. TB NOS BUSUN ELES ANDAM CHEIOS DE MERCADORIA TOMANDO CONTA DE DOIS BANCOS.

 

SCFRANCO


ESTA TARDE SCFRANCO DEU ENTREVISTAS NO IHGRS. E RECEBEU ATÉ O GARÇÃO BETO CANARILHO QUE FOI CUMPRIMENTA-LO

ELE ME HOMENAGEOU COM UMA FRASE TÃO BONITA NO AUTOGRAFO QUE ME DEU. DIZ QUE EU CONTO INTIMIDADES DE JORNALISTAS. NA ARI ME CHAMAVA DE FOFOQUEIRO.

TAVA TODA A FAMILIA LÁ DO CARA. MAS O VEINHO SENTIU A MORTE DA IGNEZ, SUA COMPANHEIRA.

NAQUELE LIVRO MARAVILHOSO DELE, MEMORIAS DE UM ESCRITOR DE PROVINCIA, ELE CONTA MUITA COISA DE SUA VIDA PESSOAL. A FILHA DELE NÃO GOSTO DE CERTAS INTIMIDADES DO TEMPO DE JOVEM QUE ELE EXPOS.

PASSEI NUM SEBO E PEDI O LIVRO MAIS BARATO DO SCFRANCO. ME VENDERAM O 4 PAGINA. 7 PILAS. LEVEI PRO SCFRANCO AUTOGRAFAR. ELE SE EMOCIONOU. OLHO PRO LIVRO COMO SE JÁ TIVESSE ESQUECIDO DELE E DISSE:
- AH, O 4 PAGINA. L

LIVRO É COMO UM FILHO. A GENTE FAZ E DEPOIS ESQUECE DELE.

SERGIO DA COSTA FRANCO ESTEVE HJ NO IHGRS. E VOLTOU A SER MEMBRO DE HONRA. ELE HAVIA SE RETIRADO ALGUNS ANOS ATRÁS QDO ELES NÃO HAVIAM ACEITADO QUE DOIS INDICADOS DELE INTEGRASSEM AQUELA CONFRARIA.

*

SINCERAMENTE FUI LÁ PELO SERGIO. PORQUE ACHEI UM MONTE DE VEINHO MEIO METIDOS....ATÉ O GALO MISSIONEIRO, BEM APOSENTADO, TAVA LÁ.

SERGIO DA COSTA FRANCO FOI SAUDADO POR UM AMIGO DE JAGUARÃO.

O DISCURSO DO CARA FOI BOM, MAS MEIO PARNASIANO.CHEIO DE ADJETIVOS E FRASES DESNECESSÁRIAS. COMO SE ESTRAGA UM TEXTO.

 

NAO SE DÁ COM AS EX....

CACO BARCELOS NÃO SE DÁ COM AS EX....

PELO MENOS AS DUAS COM AS QUAIS TEM FILHOS NÃO ESTIVERAM NO ALMOÇO DOS 90 ANOS DE SUA MÃE, ANTONINHA, DOMINGO PASSADO, NO GERMANIA.

OS 3 FILHOS, - UM COM UMA E DOIS COM A ULTIMA - QUE MORAM TODOS EM SP, VIERAM TODOS.

E SUA ULTIMA SEPERAÇÃO FOI,DIGAMOS, BEM TUMULTUADA. POR MEIO DE ADVOGADOS.

PUSSACA....

QUEM CONVIVE COM O APRESENTADOR DE PROFISSÃO REPORTER, DA GROBO, SABE QUE ELE É NO MINIMO ' PUSSUCA', OU SEJA, NÃO GOSTA DE GASTAR MUITO.

ECONOMICO SERIA A FRASE DO POLITICAMENTE CORRETO. OUTROS DIZEM MUQUIRANA COM DINHEIRO.

 

Obituário do Pinto do MDB

FIQUEI CHATEADO AO SABER DA MORTE DO PINTO. GRANDE SUJEITO, DAVA AQUILO POR UMA FOFOCA DE ALCOVA. MAS NÃO HAVIA UMA QUE ELE NÃO SABIA.....

ERA UM GRANDE FOFOQUEIRO...foi ele que me contou que o falecido senador aquele de Bagé arrastou durante uma tarde inteira na biblioteca dele, do senador, em petropolis, a asa pro lado de uma atriz, por sinal charmosissima.(olides)

De: "Fernando Alves"
Enviada: 2017/08/10 13:44:12

Olides,

já faz dois meses que se foi o Pinto, olha aí.
O Perondi vai pro TCU. Anota.



Abraço,

Fernando Alves,
de Uruguaiana/RS.

 

80 ANOS DA ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – ABIMAQ – está completando 80 anos de atuação. Sediada em São Paulo e contando com unidades regionais em diversos Estados – inclusive no RS, a história da entidade está diretamente ligada à industrialização do Brasil.
Fundada em 1937, teve origem no setor têxtil, contando hoje com mais de 1.500 empresas associadas e congregando um universo composto por quase 8.000 empresas que geram 298.000 empregos diretos.
O RS sedia o segundo maior polo produtor de máquinas e equipamentos brasileiro, com um total de 2.200 indústrias. Entre os segmentos com destaque no setor no Estado incluem-se os fabricantes de máquinas agrícolas, máquinas para construção de rodovias, implementos rodoviários, plástico, borracha, óleo e gás, alimentício, coureiro-calçadista e madeira, gerando 42 mil postos de trabalho diretos no RS.

 

Convite Filme Matheus Schmidt

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 12/08/2017) as 10h15min no Cine Santander Cultural assistiremos ao filme "O culto a JT Leroy" (The Cult of JT LeRoy -The Cult of JT Leroy). JT LeRoy era um prostituto adolescente, viciado em heroína e portador do vírus HIV, quando a sua terapeuta o encoraja a escrever sua vida, transformando-a em um livro. O sucesso veio e três livros seus foram lançados, mas com o disparo da fama também veio o choque: JT não era exatamente o que parecia. Antes de toda a verdade ser revelada, a diretora Marjorie Sturm foi enganada como muitos outros. Por meio de entrevistas íntimas com muitos que conviviam com JT, Sturm tenta desvendar o que realmente aconteceu, e no processo explora como a sua decepção põe em causa não só o valor da ausente autenticidade da escrita de LeRoy, mas a cultura de cumplicidade com a personalidade de um culto sedutor do autor.

?No próximo Domingo (dia ?13/08/2017?)?as 10h15min ?na Sala Paulo Amorim ?assistiremos ao filme "??Saint Amour: Na rota do vinho?" (Saint Amour? - 2016?) . ?Odiado pelo filho Bruno (Benoît Poelvoorde) e triste por vê-lo entregue ao alcoolismo e desânimo, Jean (Gérard Depardieu) aproveita o tempo livre durante uma feira de negócios agrícolas em Paris para fazer com o herdeiro uma turnê pela região vinícola da França. Usando o taxista Mike (Vincent Lacoste) como motorista, os dois vivem uma intensa jornada que rende perrengues, revelações, desventuras amorosas e a sonhada aproximação.

 

JARMUSCH EM GRANDE FORMA

por Eron Duarte Fagundes

Paterson (Paterson; 2016), do norte-americano Jim Jarmusch, é um choque do cotidiano dentro do habitual cinema que vemos nos cinemas neste século XXI. Mesmo certos filmes de aparência realista, um realismo de literatura do século XIX, como aqueles do também americano Woody Allen, não têm o poder de chocar e inquietar o público como crônica estranha do patético de vidas ordinárias realizada com seu sarcasmo oculto por Jarmusch.
É uma surpresa para o observador atual. Certos textos sobre o filme, ainda que elogiosos, padecem da incompreensão de ver, pois dizem que, apesar de nada relatar de extraordinário, senão os grandes poemas do protagonista, Jarmusch demonstra habilidade em interessar o espectador. Pois o problema destas observações está nas conjunções “apesar de” e “senão”: como se o analista fizesse concessões e exceções para bem ver a narrativa descarnada de Jarmusch.
Mas aquele assistente mais antigo, que viu florescer em sua melhor época o cinema de Jarmusch não se surpreende nem se incomoda: constata um grande retorno. O cineasta americano determinou seu estilo de filmar em três filmes muito estimados nos anos 80: Estranhos no paraíso (1982), Down by law (1986) e Trem mistério (1989). Depois a força de seu cinema, ainda que mantivesse suas características de encenação, se foi esvaindo: parecia um pastiche de si mesmo. O que faz a grandeza de seu cinema nada tem com “apesar de”, “senão”; o extraordinário em Paterson é justamente o alinhavar do cotidiano, este andar da carruagem em que escrever poemas num caderno está lado a lado com a vida conjugal e frequentar um bar, em que dirigir um ônibus é tão importante quanto topar uma garotinha que lhe fala da admiração por Emily Dickinson, em que o patético da vida comum está tanto em atentar para o sofrimento e a desilusão amorosa dum rapaz negro num bar quanto em ouvir um jovem poeta japonês num banco da rua perguntar sobre certos escritores antigos da cidade de Paterson, Nova Jérsei. Tudo se mistura, em idênticas tintas, para produzir a forma cinematográfica de Jarmusch, que adaptou ao mundo americano aquele encanto pela rotina que foi inventado pelo diretor japonês Yasujiro Ozu e aquele andar meio kafkiano de personagens que em determinada época exasperou o ritmo narrativo do alemão Wim Wenders. De minha parte, saúdo este retorno ao esplendor por parte de Jim Jarmusch: sem análises concessivas, pois ele traz tudo de que precisamos para ver bem em cinema.

 

Banrisul atenderá a demanda por crédito rural na 40ª Expointer

O Banrisul anunciou que, durante a 40ª Expointer, estará atendendo a demanda por crédito rural dos agricultores familiares, médios produtores, agricultores empresariais, cooperativas e empresas do setor do agronegócio. A carteira de crédito rural do Banrisul receberá pedidos de financiamentos, tanto para a compra de animais, como de máquinas e equipamentos agrícolas.

Os clientes do Banrisul contam com a facilidade de utilizar o crédito pré-aprovado. Para encaminhar o pedido, podem procurar a agência do Banco onde são correntistas e solicitar a carta de crédito.

Já o cliente que definiu o equipamento ou a máquina agrícola que deseja adquirir na Expointer, pode fazer o seu pedido diretamente na revenda credenciada ao Banrisul. Esta sistemática de gerenciamento de propostas para as linhas de crédito de longo prazo disponibilizada pelo Banco, oferece mais agilidade e rapidez na concessão do financiamento.

Para o produtor interessado em financiar a aquisição de animais, o Banrisul tem recursos para matrizes e reprodutores de bovinos, bubalinos, ovinos e caprinos. O limite de financiamento é de até 100% do valor do animal.

Na Expointer, que será realizada no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio, o Banco estará atendendo com uma equipe de funcionários especializada em dois locais, no estande de Agronegócios e na agência Banrisul. A feira irá ocorrer de 26 de agosto a 03 de setembro.

 

Painel “A economia gaúcha no contexto da crise” - 15/08 - 14h



Na semana que marca o Dia do Economista, comemorado no dia 13 de agosto, a Fundação de Economia e Estatística convida para o Painel “A economia gaúcha no contexto da crise”.

O evento reúne economistas da FEE para debater a conjuntura e as possíveis saídas para o Rio Grande do Sul no cenário de crise.

Confira a programação e participe!

Não é necessário inscrição antecipada e haverá certificado aos participantes.

 

SOP recebe demandas dos municípios de Jaguarão e Cachoeira do Sul

O secretário-adjunto e diretor-geral da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), Sandro Figueiredo de Oliveira, recebeu na tarde desta quarta-feira (09), a visita do prefeito de Jaguarão, Favio Telis, para tratar sobre as demandas relacionadas à regularização de imóveis da extinta Cohab/RS.

A partir da reformulação da legislação da COHAB, foram ampliados os mecanismos relacionados à comprovação de posse dos imóveis para a emissão da escritura pública ao atual morador. No município de Jaguarão existem 177 imóveis pertencentes à extinta Companhia de Habitação do Estado do Rio Grande do Sul, aptos para a regularização no bairro Kennedy.

Durante a audiência ficou definida a participação do secretário-adjunto da SOP, Sandro Oliveira, na reunião da comissão municipal de regularização fundiária da secretaria municipal de assistência social e habitação. Na oportunidade serão apresentadas as novas ferramentas disponíveis para a regularização dos imóveis da Cohab.

“Através de um trabalho conjunto entre o governo do Estado, prefeituras e a defensoria pública, foram criadas ferramentas para facilitar a regularização dos imóveis da extinta Cohab. Estamos trabalhando para oportunizar às famílias, facilidades no processo de regularização de seus imóveis, garantindo dignidade e o bem-estar”, destacou o secretário-adjunto.

O secretário-adjunto Sandro Oliveira, também recebeu nesta tarde a visita dos vereadores do município de Cachoeira do Sul, Felipe Franja e Igor Noronha. Em pauta o convênio 487/12 firmado entre o Governo do Estado e o Município, que previa a construção de redes de abastecimento de água e a perfuração de poços artesianos nas localidades de Dorasnal, Três Vendas, Vila Vargas, Piquiri, Capané e Passo do Seringa.

Durante a audiência os vereadores entregaram a solicitação para a perfuração de novos poços artesianos no município. A demanda tem como objetivo resolver os problemas de abastecimento de água nas respectivas localidades.

Créditos: Jean P. H. Maidana/ASCOM SOP

 

DE SERAFINA

um advogado apaixonado por sua terra natal....


advogado ORALDO UMBERTO RODRIGUES ADVOGA PRA COMARCA CHEGUE A SERAFINA CORREA

Não falem mal de Serafina perto do LALO RODRIGUES.(nome todo:Oraldo Umberto).

Uma x numa audiência ele se botou num juiz porque ' sua excelência', teria falado mal de Serafina, ou feito uma ironia.

Doutra feita, ele estava em Encruzilhada do Sul, quando declinou sua localidade de nascência e a juíza acrescentou:

- Da cidade ontem tem uma nave....

LALO GOSTOU DE SER SUA TERRA NATAL LEMBRADA PELO MONUMENTO QUE MUITOS CHAMAM DE ' LATÃO'.

Filho de um operário ,Pedro, criado ao lado do arroio FEIJÃO CRU - quando este era um regato de águas límpidas em que se pescava - o advogado, que mora em Porto Alegre dese 1968, tem um sonho: COLOCAR UMA COMARCA EM SERAFINA. Não ele, O TJ.

tem feito tudo pra isto. Tem lutado. Mas não vê do lado das autoridades de Serafina - tanto do executivo, como dolegislativo - algum esforço pra isto. ESTÃO COMO QUE ESPERANDO QUE CAIA DO CEU....

Fã de sua terra natal, deve ser o único serafinense que todas as segundas de noite as 19 horas se dá o trabalho de ligar a net e ouvir toda a sessão da Câmara Municipal. Tem gostado do desempenho da vereadora LUCIMAR MAGON, do PMDB.

LALO não se importaria que outros comessem o melhor do doce que ele tá fazendo, ou seja, gestionando junto ao Tribunal de Justiça a colocação de uma comarca em Serafina.

- Não me importaria, disse, desde que a Comarca vá pra lá.

Ele ficou particularmente irritado agora que TERRA DE AREIA, junto com ITATI conseguiu por uma comarca na localidade.

Escreveu ao Tribunal de Justiça e recebeu o retorno da Ouvidoria. Mas não satisfeito, voltou a carga(OLIDES CANTON)

ADVOGADO VOLTA A PEDIR COMARCA AO TJ

O ADVOGADO ORALDO UMBERTO RODRIGUES,NÃO SE CONFORMOU COM A RESPOSTA DO TJ QUE DISSE NÃO HAVER CONDIÇÕES PARA SERAFINA CORREA TER UMA COMARCA. E HOJE, DIA 10.08. OFICIOU NOVAMENTE NESTE TEOR:

'

nÃO ME PARECE CONVINCENTE A RESPOSTA DADA POR VOSSA EXCELÊNCIA . nÃO É CRIVEL QUE A PEQUENA TERRA DE AREIA TEM INGRESSO DE FEITOS( PROCESSOS)
EM NÚMERO MAIOR QUE SERAFINA CORREA.

ORA, EXCELENCIA, SERAFINA É UM DOS MUNICIPIOS QUE MAIS CRESCEM NO RS.POSSUI 16 MIL HABITANTES E SE FOR JURISDICIONAR MONTAURI COM 1551 EUNIÃO DA SERRA COM 1620 SOMA 19.171 HABITANTES.

PENSO,EXCELEN CIA, QUE O ASSUNTO MERECE UM ESTUDO MAIS APROFUNDADO.OS PROCESSOS QUE TRAMITAM EM GUAPORÉ, 30 OU 40 POR CENTO SÃO DESTES 3 MUNICIPIOS.

QTO AO CARTÓRIO INTEGRADO TAMBÉM SERIA UMA MANEIRA DA jUSTIÇA SE APROXIMAR DA POPULAÇÃO DE SERAFINA CORREA.

QUE ATUALMENTE SE DESLOCA PARA GUAPORÉ.
ATT

ORALDO UMBERTO RODRIGUES

OAB 48343

10 de agosto de 2017

Grêmio 2 x 1 Godoy Cruz

TODO CAGADO, O GREMIO GANHOU DO CASTELHANO. MAS QUE CAGAÇO NO COMEÇO. ACHEI QUE NÓIS IA PRA BANHA. NÃO FUMU.....

E A MIDIA, LEIA-SE RD GAUCHA, SÓ FALAVA NA VENDA DOLUAN. MAS QUE PENTELHO ESTE LUCIANINHO. OUVI PQ O AVELINI QUE ME DEUCARONA SÓ OUVE A RÁDIO DOS JUDEUS, SE É QUE AINDA É DELES.

Grêmio: Marcelo Grohe; Leo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Maicon (Arthur), Ramiro (Fernandinho), Luan e Pedro Rocha (Cortez); Lucas Barrios.

Técnico: Renato Portalupi

Godoy Cruz: Leonardo Burían; Luciano Abecasis, Saebastián Olivarez, Leonel Galeano e Fabrizio Angileri; Felipe Rodríguez (Verdugo), Gastón Giménez, Fabián Henríquez (Facundo Silva) e Juan Garro (Ángel González); Javier Correa e Santiago García.

Técnico: Mauricio Larriera.

Gols: Pedro Rocha (28min/1ºT-13min/2ºT); Javier Correa (14min/1ºT)

Cartões amarelos: Maicon, Fernandinho (GRE); Abecacis, Galeano, Henríquez, Olivarez (GOD)

Cartão vermelho: Michel (GRE)

Árbitro: Enrique Cáceres (PAR), auxiliado por Eduardo Cardozo e Juan Zorrilla

Local: Arena do Grêmio

 

SEM MASCARA

ENTREVISTEI HJ O RAFA GUIMARAES PRUMA MATERIA DA ECLEA FERNANDES QUE GTOU FAZENDO. SEM NENHUMA MASCARA, APESAR DO SUCESSO.

 

Coleguinhas

E O CASALZINHO GAY ESTE DO LEOPOLDINA...MAS QUI BAFON. SI FOSSE NO BECO DOS CAFUNCHOS NÃO IA SAIR NO TIME NÃO SEI DAS QUANTAS DA GAUCHA. ELES EXPLORAM OCHARME DESTA CLASSE ME´DIA ALTA FALIDA HÁ MUITO TEMPO KKK

SI MERECEM MESMO. VOU É PRO COUNTRY, AGORA LEOPOLDINA, DEUS ME LIVRE...NAQUELE ANTRO, JAMAIS BOTAREI MEUS PES.

BOM SINAL

APRESENTEI MEU BLOG PRUM COLEGA QUE CONHECI NA ARENA. ELE SE MIJOU DE RIR COM AS PAULADAS QUE DEI NO ROMERO. ELE NEM CONHECE o coelga. mas riu do meu jeito de paulear.

 

JOÃO OTAVIO BRIZOLA(3 E ULTIMO DOS FILHOS DO BRIZOLA)

BRIZOLISTAS HISTÓRICOS COMO O JORNALISTA PASSO-FUNDENSE CARLOS ESQUIVEL BASTOS NÃO GOSTARAM DO LIVRO PAULADA QUE O JOÃO OTÁVIO BRIZOLA PUBLICOU NO ANO PASSADO. O LIVRO TIRA AS VÍSCERAS DE LEONEL PRA FORA. O FILHO NÃO PERDOA, POR CAUSA DISTO SURGIRAM MUTIOS TI ...TIS....TIS....

O GURI REALMENTE SURPREENDEU. GURI NÃO PORQUE ERA DO MESMO ANO QUE EU, 1952. JOÃO OTÁVIO FOI ATÉ ACUSADO DE ' BICHONA' POR ALGUNS TRABALHSITAS QUE NÃO GOSTARAM DO QUE ELE ESCREVEU SOBRE O PAI.

REALMENTE O GURI SURPREENDEU. O LIVRO VENDEU E VENDE MUITO. NÃO É UM LIVRO CHAPA BRANCA, EMBORA ELE DEMONSTRE TODO SEU AMOR E SUA RAIVA PELO LEONEL BRIZOLA.

NÃO O LIVRA EM NENHUM M,OM,ENTO.

TERMINEI DE LER O LIVRO NUMA TARDE NO ANTIGO BAR DA FILO QUE NESTE AGOSTO COMPLETA 50 ANOS E QUE É PALCO DE MUITAS PASSEATAS ANTI MILICOS.

QUANDO TERMINEI O ULTIMO CAPITULO ESTAVA EM PRANTOS.OLHA AI O FINALZINHO...O REPRODUZO AQUI.

- NO ENTERRO DO MEU PAI, MINHA PRIMA DENISE -TRATA-SE DA FILHA DE JANGO - LEVOU-ME PRUM LADO.

" VOCE SABIA QUE ELE ME LIGOU CERCA DE UMA SEMANA ANTES DE MORRER CONVIDANDO EU E UMA AMIGA PARA JANTARMOS EM SUA CASA"?

' EU NÃO SABIA. O QUE ELE QUERIA?"
" eLE ABRIU O MELHOR VINHO QUE TINHA E DISSE:' DENISE QUERO PEDIR DESCULPAS POR TODOS OS ERROS QUE COMETEMOS COM VOCÊ,SEU IRMÃO E MEUS FILHOS.FOMOS MUITO EGOISTAS"

INFELIZMENTE SEU ORGULHO NUNCA PERMITIU QUE ELE DISSESSE A MESMA COISA PARA MEU IRMÃO,MINHA IRMÃ E EU.(OLIDES CANTON)

 

Ronda da citi

SEO LUIS

DO ANTONIO LANCHES...

NÃO USA BOMBACHA NA CITI DE SÃO LEO, PORQUE É ENXOVALHADO....OS GAÚCHOS AINDA NÃO ADMITEM NA CITI....

E NO ESTACIONAMENTO DOS BURGUESES AGORA TEM QUE PAGAR...ELES DEIXAM O CARRO NO NACIONAL AO LADO QUE AINDA NÃO PAGA .....

aesculhambação aqui em casa. precisa uma faxieneira urgente.

 

Cinema

REVI ATE ONDE DEU -PQ TINHA QUE SAIR PRA IR NO JOGO - O FILME THELMA E LOUISE. O PRIMEIRO FILME DA EMANCIPAÇÃO FEMININIA. TEM 30 ANOS. BELO FILME. PENA QUE NÃO FIQUEI ATÉ O FIM.

 

dos leitores

PRA MINHA HONRA A ANNE SCHNEIDER - NOME CORRETINHO, NÉ ORGANISTGA INTERNACIONAL A GENTE NÃO ERRA NOME - ACABA DE GSANHAR UM LIVRO MEU(OLIDES)

De: anneschne
Enviada: 2017/08/09 12:38:07

Que bom saber disso. Obrigada,
Vi teu blog.Tomara não me demitam....kkkk.Mas sustento o que digo.
O cara da foto é o Wianey CArlet!!!!

 

dos leitores

adorei a puadinha da anne. kkkk(olides)

De: anneschne
Enviada: 2017/08/09 12:06:28

Tb não ouço a Gaúcha.Que diz ser gaúcha mas só usa o "Você"....

 

DOS LEITORES

PELO CAPINCHO, DESDE A CAPITAL DAS MISSÕES.

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2017/08/09 06:20:31

Olha o processo por falar dos Brizolas...

 

"CRIANÇA ESPERANÇA GLOBAL"

 

O Tempo e o Sexo: Ilusões do Imaginário

Orlando propõe uma trajetória da personagem através de séculos

Por Eron Duarte Fagundes


O Tempo e o Sexo: Ilusões do Imaginário

Orlando, uma biografia (Orlando: a biography; 1928), um marco da literatura inglesa escrito por Virginia Woolf, desfaz na narrativa romanesca os conceitos de uma existência no tempo e de uma vida num único sexo. Dedicado à amante de Virginia nos anos que precederam a confecção do livro, Orlando propõe uma trajetória da personagem através de séculos e transforma sua criatura num ser essencialmente bissexual, homem e mulher conforme as ocasiões históricas exijam.

Orlando, a personagem de Virginia, nasce no século XVI e renasce a cada centúria na mesma idade em que se encontrava um século antes. Orlando é tanto o retrato pretendido da amante da autora britânica quanto um tanto da própria Virginia e suas assombrações de vida e literatura; Orlando quer escrever sobre si mesmo, mas só consegue viver a si mesmo e torna-se um artista estéril, nada sai de sua pena, unicamente intenções e ideias, então o narrador de Virginia arranja a organização textual que dá vazão ao sonho de Orlando. O fantástico inicial do arcabouço de Virginia Woolf cede lugar, aos poucos, à poesia e ao cotidiano que enfeixam a prosa poética, exacerbada e transcendente, de quem um dia compôs este delírio verbal que é As ondas (1931).

Lido há tantos anos numa tradução da poetisa Cecília Meireles, relido agora traduzido por Tomaz Tadeu e à luz dum ensaio do escritor mineiro Silviano Santiago, Orlando, uma biografia, já levado algumas vezes ao cinema, inclusive num filme alemão de vanguarda, revoluciona as formas de enxergar uma personagem numa narrativa literária, mudando de sexo, mudando de cenário de época.

 

do Boteco do Ilgo

Não existe ‘jogo jogado’: todos na Arena

A possível saída de Luan para um futebol quase secreto ocupa amplos espaços na mídia. Não faltam nem suposições sobre como será o Grêmio sem Luan.

Ora, será como foi quando perdeu Renato Portaluppi – que saiu quase de graça para o Flamengo -, e Valdo, pra ficar apenas nesses que estão na galeria dos melhores jogadores que vi com a camisa tricolor.

Nunca mais apareceu um Renato ou Valdo, mas vieram outros igualmente talentosos, e até com características similares às dos que partiram – alguns pela porta dos fundos como quem rouba.

Enfim, o Grêmio sobreviverá, sem dúvida. E continuará grande, forte, porque tem uma torcida que se mantém ao seu lado nos bons e nos maus momentos até que a morte nos separe, amém.

No momento, para seguir sua trajetória vitoriosa nesta temporada dos sonhos – não me acordem – será preciso continuar na Libertadores. Para isso, é preciso superar esse obstáculo chamado Godoi Cruz. Tem gente aí opinando que o time argentino é ‘galinha morta’, que a vitória virá ao natural, sem maior esforço.

Quem diz esse tipo de coisa é:

-um gremista otimista demais, meio fora da casinha;

-um mal-intencionado, querendo criar clima de já ganhou até pra não ir muita gente à Arena;

-um saudosista que imagina ainda estar em algum lugar do passado em que os clubes menores tremiam diante dos mais fortes;

-um neófito, que sabe droga nenhuma de futebol, seus dramas, suas tragédias, como a vitória imposta pelo glorioso Mazembe a um clube hoje chafurda na segundona.

Felizmente, a maioria dos torcedores já sabem que não existe jogo jogado. O argentino Kannemann, que conhece bem seus conterrâneos, está alertando para um jogo muito difícil nesta quarta, 19h15. Diz ele que será um jogo disputado no limite, e eu não tenho dúvida disso.

Já li hoje na imprensa que o Grêmio tem larga vantagem. Desde quando vitória por 1 a 0 é larga vantagem? Esse tipo de afirmação é coisa de gente mal-intencionada, que quer uma Arena com pouca gente .

Assim como o time em campo terá de jogar no limite para evitar uma surpresa, cabe ao gremista se esforçar para ir ao jogo e torcer por um resultado que mantenha o clube na briga pelo tri da Libertadores.

De minha parte, vou ao jogo mais tranquilo porque a direção decidiu poupar titulares contra o Atlético-MG. O Grêmio terá força máxima, com exceção de Edílson. Mas quem tem Léo Moura não se preocupa com esse desfalque.

Outro motivo para ir à Arena: ver de perto a arte de Luan com o manto tricolor. Vá antes que acabe…

 

SOP recebe demandas do município de Jaguarão

O secretário adjunto e diretor geral da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), Sandro Figueiredo de Oliveira, recebeu na tarde desta quarta-feira (09), a visita do prefeito de Jaguarão, Favio Telis, para tratar sobre as demandas relacionadas à regularização de imóveis da extinta Cohab/RS.

A partir da reformulação da legislação da COHAB, foram ampliados os mecanismos relacionados à comprovação de posse dos imóveis para a emissão da escritura pública ao atual morador. No município de Jaguarão existem 177 imóveis pertencentes à extinta Companhia de Habitação do Estado do Rio Grande do Sul, aptos para a regularização no bairro Kennedy.

Durante a audiência ficou definida a participação do secretário adjunto da SOP, Sandro Oliveira, na reunião da comissão municipal de regularização fundiária da secretaria municipal de assistência social e habitação. Na oportunidade serão apresentadas as novas ferramentas disponíveis para a regularização dos imóveis da Cohab.

“Através de um trabalho conjunto entre o governo do Estado, prefeituras e a defensoria pública, foram criadas ferramentas para facilitar a regularização dos imóveis da extinta Cohab. Estamos trabalhando para oportunizar às famílias, facilidades no processo de regularização de seus imóveis, garantindo dignidade e o bem-estar”, destacou o secretário adjunto.

Créditos: Jean P. H. Maidana/ASCOM SOP

 

Brasil segue gerando empregos formais


Para Perondi, reforma trabalhista vai impactar ainda mais na geração de empregos formais

Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa quarta-feira (09) pelo do Ministério do Trabalho, apontam que o governo está no rumo certo e vem enfrentado com competência a maior crise de desemprego da história. No mês de julho, foram geradas 35,9 mil vagas formais de emprego. Este é o quarto mês seguido de saldo positivo na geração de postos de trabalho.

Segundo o Caged, no mês passado foram registradas 1.167.770 contratações de trabalhadores com carteira assinada e 1.131.870 demissões. É a primeira vez, desde 2014 em que as contratações superaram as demissões em julho, um mês historicamente ruim para a geração de emprego. No acumulado de janeiro a julho deste ano, foram gerados 103.258 empregos com carteira assinada e a tendência de crescimento deve se manter até o final do ano. "Estou acreditando que teremos números bem melhores em agosto", declarou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Dos 25 subsetores da economia, 17 criaram empregos no mês passado. A indústria da transformação impactou nos números positivos, abrindo 12.594 vagas. Saldo positivo também foi registrado no setor de comércio, com 10.156 novos postos de trabalho; setor de serviços, 7.714 vagas; setor agropecuário, 7.055 vagas; e construção civil, 724 vagas.

Na opinião do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo na Câmara, a reforma trabalhista, que entra em vigor no mês de novembro, vai contribuir ainda mais para a geração de emprego. “As mudanças que fizemos na CLT serão fundamentais para a pacificação das relações trabalhistas. A modernização da legislação vai aumentar a segurança jurídica de empregados e empregadores e ajudar a reduzir o medo dos empresários de investir e gerar novos postos de trabalho”, afirmou Perondi.

Ainda segundo Perondi, além da recuperação do emprego, o País vem registrando a valorização do real frente ao dólar, a inflação abaixo da meta do Banco Central e a queda consistente da taxa básica de juros, entre outros indicadores positivos. “Tudo isso prova que este governo, liderado pelo presidente Michel Temer, está recuperando o Brasil e devolvendo a esperança ao povo depois de anos seguidos de recessão, provocada por governos irresponsáveis do PT”.

 

Avança criação da Rota das Missões Jesuíticas

foto: Rogério Lisboa

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, recebeu, nessa quarta-feira pela manhã (09), o vice-líder do Governo na Câmara, deputado Darcísio Perondi (PMDB/RS), e uma delegação de prefeitos da região das Missões. Durante o encontro, Beltrão se comprometeu em enviar imediatamente a carta de adesão do Brasil, assinada na última segunda-feira em São Miguel das Missões, ao Programa Global de Crédito do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a Integração Regional dos Países da Bacia do Prata. Com a iniciativa, os prefeitos esperam viabilizar investimentos para a região. Os prefeitos, inclusive, se reuniram com o diretor internacional do Mini stério para debater projetos que visam o desenvolvimento do turismo na Rota das Missões Jesuíticas, que integra também Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia. A previsão é de investimentos de US$ 100 milhões no turismo entre os cinco países envolvidos na proposta.


9 de agosto de 2017

OS FILHOS DO BRIZOLA.

O ROQUEIRO REBELDE


ZE VICENTE BRIZOLA

O MAIS REBELDE DOS FILHOS DO BRIZA NÃO FOI A NEUSINHA, FOI O MAIS VELHO. JOSÉ VICENTE, OU ZÉ VIC ENTE, COMO ÉRA CONHECIDO NOS MEIOS ROQUEIROS DE PORTO ALEGRE NOS ANOS 70. ELE ERA MUITO CONHECIDO COMO TOCADOR DE ROCK. CHEGOU A TER UM CONJUNTO MUSICAL, IAM FAZER UM CONCERTO EM GAROPABA ,MAS DEPOIS TUDO GOROU....DIZEM QUE POR ELE SER FILHO DO BRIZOLA, UM EXILADO , O EXÉRCITO TERIA IMPEDIDO.

ZE VICENTE MORREU EM 28.12.2012 NO RIO DE JANEIRO DE UMA HEMORRAGIA DIGESTIVA.

FICARA INTERNADO ALGUNS DIAS NO HOSPITAL MIGUEL COUTO, RJ.

foi DO pdt PRO pt E DEPOIS MIGROU PRO pr.

MORREU COM 61 ANOS E FOI O SEGUNDO DOS TRES FILHOS DE BRIZOLA E DONA NEUSA A FALECER.A PRIMEIRA FOI A IRMÃ, NEUSA MARIA.

QUANDO ESTEVE NO PT, PRESIDIU A LOTERIA DO ESTADO E ISTO FOI MOTIVO DE FORTE DESAVENÇA COM O PAI.

OS 3 PRIMEIROS FILHOS, DO PRIMEIRO CASAMENTO, COM NEREIDA DAUDT,SÃO, OU FORAM POLITICOS. A ATUAL DEP ESTADUAL DO PDT GAUCHO, JULIANA, BRIZOLA NETO( NOME DELE É CARLOS DAUDT BRIZOLA) CHEGOU A MINISTRO DO TRABALHO DE DILMA E LEONEL BRIZOLA NETO, GEMEO COM A DEPUTADA JULIANA. ZE VICENTE TERIA AINDA DOIS FILHOS DO SEGUNDO CASAMENTO QUE NÃO FORAM PRA POLITICA.

ZE VICENTE DIZIA QUE O PT GAUCHO O COAGIU A BUSCAR GRANA ENTRE OS LÍDERES DO JOGO DO BICHO.

foi CREMADO E SUAS CINZAS FICARAM NO RJ.(OLIDES CANTON)

 

Ronda da citi

O PÕR-DE-SOL VISTO DO PATIO DO HOSPITAL M. DE VENTO NO SABADO QUE PASSOU.....

REABRIU A CAPELA DO BOM CONSELHO. MISSAS SO SABADO AS 4 DA TARDE.

 

DR MENTA

' MUITA GENTE CHOROU'.....

CONTEI HJ PRUMA FUNCIONÁRIA DA ATM ONDE SEO MENTA FOI DIRETOR QUE CHEGUEI A CHORAR PELO SEU PASSAMENTO. ELA ME DISSE:

- MUITA GENTE CHOROU.

SABADO VOU DE CARONA DE UBER COM ELA PRA MISSA DE SETIMO DIA EM CANOAS. DR. MENTA MERECE.

QUE LIDERANÇA EXTRAORDINÁRIA SE MANIFESTA NA SUA MORTE.

no café da segunda contei ao Laurinho que o dr. menta na TRANSIGIA COM A CORRUPÇÃO.

TALVEZ POR ISTO E POR SEUS VASTOS BIGODES QUANDO JOVEM O CHAMVAM NO MEIO DE ' FREI MENTA'.

 

TALENTO TEM DE SOBRA

O REKERN SE FOSSE PICARETA E BAJULADOR ESTARIA RIQUISSIMO.

TALENTO E SABE AGRADAR, QUANDO QUER, COMO SEMPRE. SÓ QUE É MEIO REBELDE.

CHARGISTA TEM UM ESPIRITO DE REBELDIA. ELE O AUTOR DO FRADIM,IRMÃO DO BETINHO, O HENFIL, O SAMPAULO, TODOS TEM REBELDIA. E REBELDE NÃO GANHA DINHEIRO PQ RICO QUER BAJULAÇÃO.

 

TAMBOR DA ALDEIA

E O ROMERO NÃO TEM DO QUE SE QUEIJAR. É SINDICALISTA. VIVE DO IMPOSTO SINDICAL.AGORA A TETA VAI ACABAR.(OLIDES)

AINDA BEM QUE TU ESCREVEU CORRETO DESSERVIÇO. SENÃO IA TIRAR SARRO DA TUA CARA. EU SEI PORTUGUES PRA TE ENSINA. TENHO PREGUIÇA DE FICAR CORRIGINDO E ADEMAIS MEU SLEIGTORES QUE ME LEEM DE GRAÇA TEM MAIS QUE ENGOLIR OS ERROS. O MAO MAO QUANDO A RADIO GÁUCHA COMEÇOU A DAR LUCRO QUERIAM BOTAR NOTICIAS. ELE DIZIA. QUANDO EU TAVA NA LOMBA NG IA ME SOCORRER.AGORA QUE OUÇAM COMERCIAL. É O MESMO NO MEU BLOG. QUEM QUISER LER CORRETINHO QUE VAI LER A COLETIVA. AQUELE RILISÃO BRABO....KKK(OLIDES) FALEI E ASSINO EMBAIXO, COMO DIZIA O CLAUDIO CABRAL.

ROMERO EU ESCREVO ERRADO MAS ESCREVO E TENHO COMO DIZIA O BRIZOLA MUITO CONTIUDO...E MUITA ESTRADA. JÁ OUTROS ESCREVEM BEM,CERTINHO MAS SÃO OCOSKKKKKKKK

TU TI QUEIMOU PQ PAREI DE OUVIR AQUELE PROGRAMETE DE VCS NA URGS AOS SABADOS. FUI PRA FM CULTURA QUE GANHO MAIS. BY BY.....PASSAR BEM...FUI....

 

DOS LEITORES

o romero, logo tu que tem um blog chamado NÃO SEI O QUE DA ALDEIA...O NOME É BOM, MAS O BLOG É RUIM KKK EU SEI PQ TU RECLAMA É PORQUE EU DIGO QUE O NOME DO TEU BLOG É BOM, O BLOG É QUE É RUIM-OLIDES

prezado LEITOR VILSON ROMERO. O TEU BLOG TAMBOR DA ALDEIA QUE SO CHUPA - COMO OUTROS JORNALISTAS FAZEM - MATERIA SJÁ FEITAS DEVE SE ORGULHAR MUITO DE SER BEM ESCRITINHO(OLIDES)

ORBIGADO PELO RAPAZ, PREZADO COLEGUINHA. ACHO QUE TU NUNCA BOTOU UM PÉ DENTRO DE UMA REDAÇÃO. E ADEMIAS TU NEM SABE O QUE FOI UMA LAUDA. KKKK

De: vilson romero
Data: 7 de agosto de 2017 23:56

Quanto texto errado! Como ninguém revisa o que este rapaz escreve? É um absurdo!

 

dos leitores

O ROMERO, COMO SINDICALISTA É NOTA 10. COMO BLOGUEIRO E ZERO A ESQUERDA. SÓ CHUPA MATERIA DE OUTROS LOCAIS. PARECE UM SUPLENTE DO ALMANAQUE DA ZH(olides)

De: "vilson romero"
Enviada: 2017/08/08 15:33:55

É melhor fechar este blog, com tantos erros de português é um desserviço ao jornalismo. Pega um dicionário ou digita direito ou contrata um revisor! Bah,tche!

 

O BOM DA CRISE

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/08/08 12:53:38

O BOM DA CRISE

O bom da crise é que por falta de renda você parou de fumar. Sem dinheiro está usando menos o carro e poluindo menos o planeta. Sem grana, você não está mais comendo carne e fazendo saudáveis refeições com as verduras que você mesmo planta no fundo do quintal. Sem money, não dá para mandar a filha passear na Disneylândia e graças a Deus ela não vai se alienar tanto. O bom da crise é que agora você passa mais tempo com a família, voltou a fazer sexo com a esposa e até ajuda os filhos na lição de casa que a professora da escola pública passou. Melhor ainda é que você não vai votar nem no PMDB do Temer e do Sartori e nem no PSDB do Aécio e do Serra e, se a crise piorar um pouquinho mais vai pedir a volta do Lula. Sem reais no banco não deu para renovar o guarda-roupa, mas o legal mesmo é que a moda agora é jeans rasgado, camisa desbotada e sapatos surrados. Só quem usa terno e gravata é segurança de shopping. Antes você odiava aqueles que ganhavam Bolsa Família e hoje é quase um deles.

 

Queridos coxinhas

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/08/08 12:37:06

QUERIDOS COXINHAS

Como era bom quando vocês enchiam o tanque do sedam, agora só colocam 50 pilas e não tiram o olho do marcador. Se lembram quando comiam fora todo sábado, agora é só no começo do mês, e se for funcionário público estadual, só quando o governador pagar todas as parcelas. Se lembram quando assinavam 2 jornais e ainda pegava o Metro na esquina, agora é só o Metro, que para pegar tem que ser antes das 9 da matina. Se lembram quando sonhavam com carro importado, agora a se contentam com 1.0 e usado.
Parabéns coxinhas vocês conseguiram estragar a vida de vocês.

 

dos leitores

este blog tem o PRIVILEGIO de receber fotos da anne Schneider, apesar de ' mal esccrito', como diz o nosso leitor ROMERO.(olides)

De: anneschne
Enviada: 2017/08/08 15:53:25



A Rádio da U. tá chateaando com dvd´s .Estamos proibidos de add dvd´s pq eles não tem mais o leitor de dvd.Pode??Então,só dá se for em mp3.Não consegui botar o meu concerto...
Anexo a foto que fizemos com os organistas: Arno Goettert,Julio Posenato,Luis H.Loss,Martin Bittencourt,eu ,e Irmão Renato Koch.Faltou o meu aluno Odilon,que virou páginas...já tinha saído.

 

Afrodescendência

po isto pra mim é novidade. no livro de memorias ele não toca neste assunto. só que era filho de general(OC)

Enviada: 2017/08/08 18:09:33

Li por aî:
"Fernando Henrique disse que tinha um 'pé na cozinha'..."

Portanto, ñ restam dúvidas: durante algum tempo os dois homens + poderosos do país tinham ascendência afrodescendente, FHC e Rob. Marinho.

 

ESTRAGOS DO TEMPORAL

De: "Andreia Fantinel"
Enviada: 2017/08/08 13:35:51

Prezado Olides,

Conforme solicitado, seguem nossas informações sobre os efeitos do vendaval desse fim de madrugada:

A CEEE normalizou na metade da manhã desta terça-feira, 08, os efeitos do vendaval que atingiu alguns pontos da Capital no fim da madrugada. Em três minutos de fortes ventos, quatro alimentadores desarmaram, deixando aproximadamente 15 mil clientes sem energia. Em menos de uma hora, o primeiro alimentador já havia sido consertado. Os últimos clientes desses equipamentos que foram afetados tiveram a energia restabelecida perto das 10h, após os reparos necessários, inclusive, podas que precisaram ser realizadas para que os problemas pudessem ser solucionados.

Atenciosamente,

Coordenadoria de Comunicação Social - Grupo CEEE

 

do Miron Neto

Bate-boca entre deputados causa mal-estar no PMDB

Um bate-boca entre o deputado federal Alceu Moreira, presidente do PMDB do Rio Grande do Sul, e o deputado estadual Edson Brum, causou mal-estar no Encontro da Juventude do PMDB, sábado (5), em Gramado. Ao fazer o seu pronunciamento, Brum disse que era contra a Reforma da Previdência, proposta pelo Governo Temer, porque beneficiaria os mais ricos. "Já assisti às palestras do deputado Darcísio Perondi (PMDB) e não me convenci", disse Edson Brum.
Penúltimo a se manifestar, depois de criticar a duração dos discursos daqueles que o antecederam, Alceu Moreira disse que Brum deveria se informar melhor antes de falar. Brum - que estava saindo do evento para outro compromisso, retrucou, pedindo respeito à sua posição. Moreira rebateu dizendo que aquilo não era um comício. E o deputado estadual se retirou do recinto. Depois, o presidente do PMDB contemporizou dizendo que o partido era democrático e que Edson Brum era um amigo.

Câmara poderá ter CPI para investigar sumiço de móveis

O sumiço de móveis da Câmara de Vereadores de Gramado, constatado no final de 2016, poderá ser objeto de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O pedido foi protocolado, segunda-feira (7), pelo vice-presidente da Juventude do PMDB de Gramado, Gérson Pena. "Não pode esta Casa ficar omissa em investigar esse gravíssimo fato", justifica Pena na carta enviada ao presidente do Legislativo, Luia Barbacovi (PP).
A Câmara chegou a instaurar uma comissão de sindicância interna para apurar a possível falta de móveis e utensílios em dezembro do ano passado. Os objetos foram localizados no interior de uma pousada de familiares do ex-presidente da Casa, Giovani Colorio (PP).

 

do Espaço Vital

Chiclete cor de rosa

Gerson Kauer

A sala do tribunal está lotada de advogados. Eles aguardam o início da sessão de julgamentos e os respectivos pregões de seus interesses.

Sentado, na primeira fila, bem à esquerda, um profissional da advocacia, conhecido por suas extravagâncias, aguarda a sua vez. No canto da boca, masca um chiclete rosa.

Não faz balões, mas repete o ritmado movimento do maxilar inferior – o que é suficiente para chamar a atenção da desembargadora que vai presidir a sessão.

- “Doutor, doutor”... – ela fita-lhe os olhos e diz baixinho, passando os dedos sutilmente sobre os lábios querendo chamar-lhe a atenção.

Ele parece não entender.

- “Doutor! A boca!” – insiste, em expressão labial, a magistrada, agora apontando seu dedo indicador aos próprios lábios.

Mas, talvez magnetizado ou por ironia, o advogado faz espocarem no ar vários “ploft, ploft”, tais quais múltiplos beijinhos mascados, a atender, às avessas, o recado judicial.

A magistrada presidente resolve, então, ser publicamente clara:

- Peço aos presentes notarem que o mastigar de chicletes, em uma sessão de julgamentos, é antiprotocolar. E o espocar de bolas de mascar causa, naturalmente, um incômodo. Espero que me compreendam.

O olhar de todos concentra-se sobre o personagem. Este, afinal, alcançado pelo recado direto, levanta-se, sai de fininho, e desiste de sustentar a causa de seu interesse.

Na “rádio-corredor” da corte o advogado ficou conhecido como o “Doutor Muricy Ramalho”, numa clara comparação com os trejeitos bucais do famoso ex-treinador de futebol e agora comentarista do SporTv.

 

Rota Jesuítica das Missões será aberta ao Mundo

São Miguel das Missões sediou a primeira reunião do Conselho Executivo da Rota Internacional Jesuítica da América do Sul, integrada por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia. Participaram, além de lideranças políticas e empresariais da Região, os ministros do Turismo, Marx Beltrão, e do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, além do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo na Câmara Federal, e do governador José Ivo Sartori. Durante o encontro, Beltrão assinou carta de adesão do Brasil ao Programa Global de Crédito do Banco Int eramericano de Desenvolvimento (BID), para a Integração Regional dos Países da Bacia do Prata, com o objetivo de incrementar o turismo regional e abrir a Rota das Missões Jesuíticas aos turistas de todo o Mundo. A iniciativa prevê investimentos de US$ 100 milhões para os cinco países.

O deputado Darcísio Perondi destaca que a rota, que recebe cerca de 250 mil visitantes por ano em seus mais de 30 atrativos integrados, tem muito a crescer, principalmente depois da retomada de uma linha aérea comercial entre Porto Alegre e Santo Ângelo, cidade reconhecida como a capital das Missões. “Os jesuítas e índios Guaranis sonharam, nos séculos XVI e XVII, uma sociedade justa, igualitária, de oportunidades para todos. Que sirva de exemplo para todos nós, para termos sucesso nesse novo Brasil que está nascendo. Nós todos juntos seremos fortes, com convicção e esperança de um Brasil melhor e de uma América Latina integrada”, afirmou Perondi.

A expectativa é de que, em dois anos, o fluxo de turistas na parte brasileira passe dos atuais 100 mil anuais para 300 mil. Segundo informou Marx Beltrão, além de investimentos em infraestrutura turística, a rota jesuítica será amplamente divulgada em campanha publicitária prevista para ter início em 24 de agosto.

Os participantes do encontro aproveitaram para visitar as ruínas de São Miguel Arcanjo, em São Miguel das Missões, conjunto remanescente dos Sete Povos das Missões Jesuíticas na América e tombadas pela Unesco como patrimônio cultural da humanidade.

Foto (Roberto Castro/MTur)

 

Falece o padre Edgar Pedro Heck, aos 95 anos



Faleceu na madrugada desta terça-feira, dia 8 de agosto, o padre Edgar Pedro Heck, aos 95 anos. O presbítero, que em 30 de novembro completaria 70 anos de ministério ordenado, residia no Lar Sacerdotal, junto ao Seminário Menor São José, em Gravataí, desde 2006. Ontem à tarde ele chegou a ser levado ao hospital, foi para a UTI, mas não resistiu.

O velório deve iniciar às 11h, no Seminário São José, onde nesta quarta-feira, às 9h, será celebrada a missa de despedida. O sepultamento será no Cemitério dos Presbíteros (Rua da Gruta, s/nº, bairro Glória, Porto Alegre).


8 de agosto de 2017

OS FILHOS DE BRIZOLA

NEUZINHA "MINTCHURA", OU NEUSA MARIA GOULART BRIZOLA MORREU EM 27.04.2011 NO RIO DE JANEIRO. SEUPAI, O ENGENHEIRO E POLITICO LEONEL DE MOURA BRIZOLA DIZIA SEMPRE QUE ELA TINHA ' SE TORNADO UMA MÃE EXEMPLAR'.

TEVE APENAS DOIS FILHOS, UM CASAL. lAYLA, NASCIDA NO URUGUAI, AINDA NO EXILIO DO AVO, ALIÁS A PRIMEIRA NETA DO CASAL BRIZOLA-NEUSA GOULART.

E PAULO CESAR. DE LAYLA NASCERAM QUATRO FILHOS. TÚLIO,BRENO, MARINA EMIGUEL.

NEUSA MARIA NASCEU EM PORTO ALEGRE E PEQUENA, EM 64, FOI PRO EXILIO. CASOU LÁ A PRIMEIRA VEZ COM UM URUGUAIO. AO SEU CASAMENTO COMPARECEU O ENTÃO DEPUTADO DA OPOSIÇÃO, PEDRO JORGE SIMON.

NO PRIMEIRO MANDATO DO PAI COMO GOVERNADOR DO RIO -83-87, NEUSINHA MINTCHURA GANHOU DESTAQUE COMO SACERDOSTISA DO MOVIMENTO ANARQUISTA
TROPICALISTA ENERGÉTICA, INVENTADA POR ELA MESMA.

E DAVA MUNIÇÃO PROS ADVERSÁRIOS DE BRIZOLA. USOU UM PRÉDIO PÚBLICO , O TERMINAL MENEZES CORTES, DA CODERTE, PARA FAZER, EM 1983, A FESTA DE PROMOÇÃOD E SEU PRIMEIRO LP.

NO EVENTO, NEUSINHA MINTCHURA, VESTIDA DE CLEOPATRA, CELEBROU SUA UNIÃO COM FRANCO BRUNI, CERCADA POR CUSPIDORES DE FOGO.OACABOUOBRANDO PRO SECRETÁRIO DOS TRANSPORTES E PRA DIRETORA-PRESIDENTE DA CODERTE. AMBOS FORAM DEFESNTRADOS PELO GOVERNADOR.

O SUCESSO DO LP FOI A MUSICA MINTCHURA, QUE SE AGREGOU AO SEU NOME.

FRUTO DE TODA ESTA FAMA, EM 1987, NEUSINHA POSOU NUA PRA ' PLAYBOY'.

ALEGANDO QUE NEUSINHA PELADA EXPOSTA NUMA REVISTA DE CIRCULAÇÃO NACIONAL PREJUDICARIAM OS FILHOS DE 12 E 5 ANOS NA ÉPOCA, BRIZOLA INGRESSOU NA JUSTIÇA E CONSEGUIU IMPEDIR A CIRCULAÇÃO DAS FOTOS.

ESTA É MAIS UMA DAS ENCRENCAS DE BRIZOLA COM A EDITORA ABRIL QUE SE ODIAVAM....

NEUSA MARIA FOI DETIDA 2 X POR POSSE DE DROGAS.

UMDOS CASOS DE MAIOR REPERCUSSÃO ACONTECEU EM 90,QUANDO UM HOLANDÊS FOI PRESO NO AEROPORTO DO RIO TENTANDO EMBARCAR COM DOIS QUILOS DE COCAÍNA PRA AMSTERDÃ. ELE DISSE NA POLICIA QUE A COCAÍNA ERA UMa encomenda da NEUSINHA QUE A EPOCA MORAVA NA HOLANDA. NADA FOI COMPROVADO.

NEUSINHA MORREU NO DIA 27.04.2011 NA CLINICA SÃO VICENTE .TINHA 56 ANOS. O PAI SEMPRE SE ORGULAHVA QUE A FILHA AO FIM E AO CABO TINHA SE TORNADO UMA ' MÃE EXEMPLAR'.

TINHA DOIS FILHOS E 4 NETOS.

FOI A UNICA DOS 3 FILHOS DE BRIZOLA QUE FOI ENTERRADA NO JAZIGO DOS GOULART, JUNTO DOS PAIS.....

IRMÃOS AUSENTES

OS DOIS IRMÃOS DELA, AINDA VIVOS, ZÉ VICENTE E JOÃO OTÁVIO NÃO VIERAM A SÃO BORJA PRO ENTERRO.

FICARAM NO RIO, ALEGANDO CANSAÇO.

VIERAM OS VILHOS DELA - LAYLA E PAULO CESAR - E UM NETO, TULIO, QUE TINHA 18 ANOS.

TAMBÉM COMPARECERAM OS IRMÃOS DA DEPUTADA JULIANA BRIZOLA, SUA SOBRINHA, O ENTÃO VEREADOR CARIOCA, LEONEL BRIZOLA NETO(GEMEO COM JULIANA) E O ENTÃO DEPUTADO FEDERAL BRIZOLA NETO-.TAMBÉM COMPARECEU TANIA FAYAL ASSESSORA DE BRIZOLA NETO E MEMBRA DO DIRETORIO NACIONAL DO PDT.

TAMBÉM COMPARECERAM ASSESSORES DO GABINETE DA DEPUTADA JULIANA BRIZOLA.

LIVRO

O PARANAENSE FÁBIO FABRICIO FABETTI TERIA ESCRITO UMA BIOGRAFIA DE NEUSINHA BRIZOLA. MAS NÃO É ENCONTRADA.

(OLIDES CANTON, COM PESQUISA EM JORNAIS DA ÉPOCA)

 

MENTA

ILSO PEDRO MENTA QUE MORREU SABADO AOS 84 ANOS

NAO TRANSIGIA COM A CORRUPÇÃO.

NAO TENHO CERTEZA SE O ILSO MENTA, QUE MORREU SABADO, ESTAVA NA VIAGEM A EUROPA QUE ALGUNS TRANSPORTADORES FIZERAM. SEI QUE NELA O ADVOGADO DARCI NORTE REBELO PASSOU-SE COM UMA DONA ITALIANA EM VENEZA COM SEUS GALANTEIROS. O MARIDO DA ITALIANA FOI PRA CIMA DO CONQUISTADOR E ELE AO FUGAR CAIU DENTRO DO VALO DE VENEZA. QUEM CONTA ESTA HISTÓRIA É O GRAVINA, QUE ERA DO EXPRESSO CAXIENSE,AINDA VIVO.

FUMOU MUITO......

ALGUNS ANOS ATRÁS FOI VITIMA DE UM ASSALTO NA PORTA DE SUA CASA. SAIU VIVO POR MILAGRE.

OS EMPRESÁRIOS DA ANTIGA DE ONIBUS QUE AINDA VIVEM SÃO OSORIO B IAZUS, VIA CANOENSE, 82 ANOS E CARLINHOS OLWHEILER, 90 ANOS ,D A SOUL DE ALVORADA.

AO CONTRÁRIO DE ALGUNS COLEGAS NOS CONGRESSOS EMQUE FREQUENTAVA, MENTA NUNCA CAI NA BANDALHEIRA....

IA PRA TRABALHAR MESMO. ERA SERRIIIIISSSIMO....ATÉ DEMAIS.

NISTO FAZIA DUPLA COM CAMILO COLA, DONO DA VIAÇÃO ITAPEMIRIM.

DURANTE MUITOS ANOS FOI DO HOSPITAL N.S. DAS GRAÇAS DE CANOAS. E TE GARANTO QUE FAZIA ISTO VOLUNTARIAMENTE.

QDO O CONHECI NO COMEÇO DA SEG METADE DOS ANOS 70, ELE SECUNDAVA WILLI FLECK NA FEDERAÇÃO DOS ONIBUS. ERA O SEGUNDO.D EPOIS VIROU O PRIMEIRO COM A MORTE DO VEIO FLECK.

ALI CONHECI MUITOS TRANSPORTADORES. WILLI FLECK, O DONO DO EXPRESSO EMBAIXADOR DE PELOTAS, ELES VINHAS TODAS AS 5 PRO ENCONTRO SEMANAL DELES. DEPOIS ALMOÇAVAM JUNTOS E REGRESSAVAM AS SUAS CIDADES. VINHAM TRATAR DOS SEUS ASSUNTOS FEDERATIVOS. MENTA OS LIDERAVA.

ERA JOVEM AINDA. TRABLHAVA COMO DIRETROR DA CANOENSE.

NO MEIO DOS COLEGAS TINHA O APELIDO DE ' FREI MENTA', PELO VASTO BIGODE, PELO FUMAÇA QUE ESPALHAVA EM VOLTA DO CIGARRO E PELO COMPORTAMENTO ESPARTANO, QUASE RELIGIOSO. INTEGRO.

OS SINDICALISTAS QUE NEGOCIAVAM AS GREVES COM ELE SABIAM QUE ALI A PARADA ERA DURA. MAS ERA SERIO. NÃO ERA MOLEQUE.

(OLIDES CANTON)

EM 79, TEVE UM CONGRESSO EM CANELA DOS TRANSPORTADORES EM QUE MENTA ERA UMA LIDERANÇA JÁ. MAS O VEIO FLECK AINDA MANDAVA NA FEDERAÇÃO.

FOMOS TODOS LEVADOS PRA LÁ PELO ADVOGADO DARCI NORTE REBELO, UM CUPINCHA DO VEIO WILLI FLECK. E O DARCI, MUITA GABULADOR, CONVENCEU O VEIO FLECK QUE O CONGRESSO TINHA QUE TER RESSONANCIA NA IMPRENSAL. LEVOU PRA LA A MIM DA ZH, O PAULO CARDONI DO CP E A TANIA DA RADIO GUAIBA. FIZEMOS UMA GRANDE COBERTURA. TINHA MUITO NOVIDADES NAQUELES DIAS E NOS AI NO LAJE DE PEDRA, TODOS CONTENTES E JOVENS

NAO IA MAS VOU CONTAR ESTA HISTORINHA

EU ALMOÇAVA TODAS AS 5 NA FEDERAÇÃO DOS ONIBUS, A CONVITE DELES. UM DIA EM CASA, MEU EX CUNHADO PERGUNTOU POR MIM E MINHA COMPANHEIRA DA ÉPOCA RESPONDEU:
- TÁ ALMOÇANDO NA FEDERAÇÃO.

- QUE FEDERAÇÃO, INSISTIU ELE.

- AH, NÃO SEI DISSE ELA, SEI QUE É UMA FEDERAÇÃO

- ESSA FEDERAÇÃO É LOIRA OU MORENA, QUIS SABER MEU EX CUNHADO, UM BAITA GOZADOR.

 

DEMISSÃO DA RBS

DEPOS DE 36 ANOS, LUIZ ARMANDO VAZ NÃO É MAIS EMPREGADO DA RBS. APROVEITARAM QUE ELE PERDEU A ESTABLIDADE O O CHUTRAM.

A 'ETICA' RBS FAZ ISTO TB.AMIGOS AMIGOS, NEGOCIOS A PARTE.

SEGUNDO O PIADISTA DO REKERN, A RBS TÁ SE LIVRANDO DOS ' VOVOS'...KKKKK

O AZEDINHO ERA PJ????

 

DUAS COISAS QUE EU ACHO JORNALISMO.

A ENTREVISTA QUE FIZ COM O AZEDO SEM PASSADA E AS FOTOS DA ARENA NO DOMINGO. PAPAI VEIO AKI AINDA SI GARANTE.

meu negocio não é ficar copiando LIVROS JÁ FEITOS PRA ENCHER BURACO DE JORNAL. NÃO NASCI PRA ISTO.

 

Coleguinhas

BABY ADVINHA O SOL BATE NA CARA MINHA

COMO SOFREM OS NARRADORES XINELÕES QUE SÃO MANDADOS PRA ALA LESTE NA ARENA. O SOL BATE NO ROSTO ELES NÃO VEEM A BOLA, DIZEM BOBAGENS.

NÁO SEI COMO V~´AO RESOLVER ISTO A NÃO SER DESTE JEITO MESMO.

nesta ala NAÕ TEM NEM GAUCHA, NEM GUAIBA, NEM BAND, NEM GRENAL. SO OS XINELÕES DE RADIOZINHAS DO INTERIOR OU GURIS DE NET.

O JUSKA NOS FAZ RIR UM POUCO.

JORNAISTAS ESPORTIVOS FORAM COMER XURRAS NA CASA DE UM ADV NA 6 PASSADA. MUITO RANGO BOM

é a chamada BOQUINHA LIVRE

OLHA A DIARISTA LEITORA DO JORNAL GAUCHO MAIS POPULAR, O JORNAL DOS POBRES. ELE PEGOU NO SNO NO SAB DE TARDE NO T9

 

90 ANOS DE DONA ANTONINHA

ELA NG SABE QUEM É. ELE É O FILHO ILUSTRE, PADRÃO GLOBAL. CACO BARCELLOS DA PROFISSÃO REPORTER.

MUITOS ANOS AINDA A DONA ANTONINHA, ZELOSA E SOFREDORA MÃE. QUANDO O CACO VIAJAVA E NÃO DAVA NEWS A SENHORA SOFRIA NO PARTENON.

TA TUDO NO LIVRO DA SANDRA MOUFRA.

O FESTERE FOI SABADO COM FOTOS E GRAVAÇÃO E TUDO. TOMARA QUE SAIA EM ALGUM LOCAL.
SAUDDE DONA ANTONINHA QUE NOS COZINHAVA GALINHA CAIPIRINHA NO PARTENON. MAIS ALGUNS ANOS DE VIDA.(OLIDES)

O CACO AGORA NAO PROCURA MAIS OS AMIGOS POBRES. ENRICOU NA GROBO.

 

Wianey

OS LEITORES ESPECULAM A DEMISSÃO DO AZEDO DA GAUCHA

Enviada: 2017/08/07 20:42:28

acho que a demissão do Wianey foi teatrinho. Ele está meio ruim de saúde e a RBS não se arriscaria a demitir um funcionário doente. Acho que ele fez um acordo bom e para os outros velhinhos não pedirem mesma coisa inventaram esta história. Quando é que uma puta véia como ele ia falar bobagem com o microfone aberto sem querer. Ou ele falou as bobagens por outro motivo, para mais tarde acionar eles na Justa. Que tem coisa estranha aí, tem…

 

Adivinha quem é na fotinho anexada?

UM LIVRO MEU PRA QUEM ADIVINHAR QUEM É ESTA FIGURA AI. FOI MUITO FALADA DIAS ATRÁS. SAIU ATÉ NO TERRA NACIONAL.se tiver mais de um acertador pago.

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/08/07 19:14:07

Adivinha quem é na fotinho anexada?

 

do Comunique-se

Editorial: o triste caso de um anão moral


Última atitude não deixou dúvidas: o deputado Wladimir Coista é um anão moral (Imagem: Reprodução/TV Câmara)

O deputado federal Wladimir Costa conseguiu fazer uma besteira infinitamente maior do que tatuar “Temer” em seu ombro. O integrante do Solidariedade, que não passa de um anão moral da política, assediou a jornalista Basilia Rodrigues, da CBN

Quem acompanha o Portal Comunique-se sabe, desde a manhã da última sexta-feira, que o nível de boçalidade do deputado federal paraense Wladimir Costa foi além de fazer uma tatuagem de henna em homenagem ao impopular presidente Michel Temer. Sem ter o mínimo de compostura, tal como alguém que ganha a vida prejudicando ouvidos alheios como “cantor” de tecnobrega, o parlamentar fez a proeza de mais uma vez surpreender negativamente. Ele assediou moral e sexualmente a repórter Basilia Rodrigues, da CBN no Distrito Federal.

Há coisas, contudo, piores do que saber do caso de assédio e ver o excêntrico político seguir com as ofensas contra a jornalista em suas redes sociais. Como anão moral que é, não dá para se esperar atitudes brilhantes do deputado que, pasmem, se coloca como radialista e apresentador de TV – espera-se, ao menos, que sua carreira na mídia esteja encerrada a partir desta semana. O mais triste é acompanhar que há quem declaradamente apóie o nada nobre político, a começar pela legenda que lhe dá espaço.

No país em se proliferam os chamados “partidos de aluguel”, o Solidariedade é o responsável por dar guarida ao deputado que assedia jornalista e ainda faz piada com tal situação. Como Wladimir Costa é notoriamente um personagem menor da nossa já pobre política, vale analisar a (falta de) postura da legenda em relação ao episódio que teve a funcionária da CBN como vítima. Os dias se passaram, mas o partido comandado pelo também deputado Paulo Pereira da Silva – o Paulinho da Força – não se pronunciou publicamente. Há momentos em que o silêncio diz muito. Sabe-se apenas que o parlamentar assediador segue como um dos vice-líderes do Solidariedade na Câmara.

Enquanto as páginas oficiais do Solidariedade ignoram a postura de seu insignificante deputado – assim como dois integrantes da legenda que compõem a chamada “bancada da bala” e passam o tempo falando em questões morais, o Delegado Francischini (PR) e o Major Olimpio (SP) -, os haters virtuais atacam. Numa completa inversão dos valores, grupos aparecem para ofender a repórter assediada e apoiar a postura adotada pelo deputado que, num país sério, estaria se dedicando apenas à função de “artista” do tecnobrega. Infelizmente, ele é deputado e, sim, conta como apoiadores nas redes sociais.


Enquanto as páginas oficiais do Solidariedade ignoram a postura de seu insignificante deputado, os haters virtuais atacam

Um anão moral com fãs virtuais

Esse é o triste caso de um anão moral da política. Assedia uma jornalista que faz um trabalho sério (diferentemente dele no Congresso e no cenário musical), conta com o aparente irrestrito apoio de seu partido e, num combo assombrador, ganha fãs virtuais. Pobre Brasil, país onde Wladimir Costa é – oficialmente – uma liderança partidária. Ele, o Solidariedade e os haters do submundo da internet se merecem. E que a imprensa se una cada vez mais para combater esse tipo de figura, pois repórteres como Basilia Rodrigues não podem ser alvos constantes de anões morais.

 

Perigo: o que está por trás do fim da TJLP



O Governo Federal está propondo a substituição da TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) pela TLP (Taxa de Longo Prazo). A nova matriz muda especialmente o desenho dos empréstimos concedidos pelo BNDES, alinhando as taxas do banco público às cobradas pelos privados. O objetivo alegado é reduzir o custo do Tesouro Nacional com subsídios, o que, a médio e longo prazo, tenderia a derrubar universalmente os juros do país, aperfeiçoando a alocação de capital e dando maior suporte ao crescimento econômico.

A tese busca suporte fático no desvio de finalidade havido em muitos empréstimos do BNDES nos últimos anos. E isso de fato ocorreu: no governo Dilma, por exemplo, mais de R$ 600 bilhões foram utilizados ao banco para catapultar empresas ou disseminar a concessão de juros mais módicos. Companhias selecionadas e grandes conglomerados acabaram beneficiados com critérios pouco transparentes. Além disso, essas concessões não geraram resultados macroeconômicos significativos, em nada evitando que o Brasil ingressasse na recessão.

As razões, entretanto, são mais profundas do que essas. E os efeitos, na mesma linha, também estão subdimensionados pelos defensores da ideia. O fato é que o fim da TJLP põe abaixo qualquer sustentação para a construção de uma política industrial no país. Por outro lado, praticamente faz o BNDES perder o sentido da sua existência. Por fim, vai totalmente ao encontro de interesses de representantes do setor financeiro, que além de serem os maiores beneficiados pela mudança, sempre desejaram o fim do banco público de fomento. O que querem, na verdade, é que esses financiamentos migrem para suas carteiras de negócios.

A pretexto de corrigir distorções, que realmente ocorreram, o setor público estaria destruindo um dos mecanismos mais efetivos de ativação do desenvolvimento. Esta é daquelas medidas que, ao invés de curar a doença, acaba matando o doente. Ora, tirar o pouco oxigênio que ainda resta ao setor produtivo é exatamente jogar contra sua recuperação. Simples assim.

O impacto dessa alteração é significativo na indústria de bens de capital, por exemplo. Segundo João Carlos Marchesan, presidente da Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), na hipótese de alinhamento da TJLP com as taxas de mercado, o custo do financiamento produtivo subiria dos atuais 14,7% ao ano para 18%, o que corresponderia a um impacto de cerca de 10% no preço dos equipamentos. Não preciso dizer que esse custo, gradativamente, será repassado ao consumidor. Por trás desse manto de boas intenções, portanto, sai dinheiro da população e aumenta a remuneração do capital financeiro. E a desindustrialização só se agrava.

O ano de 2017 deverá fechar com apenas 15% do PIB em investimento. Ora, em vez de facilitar e promover a dinâmica do crescimento – tudo o que o país precisa neste momento –, a equipe econômica apresenta uma proposta que vai justamente no sentido contrário. E escreve aqui quem sempre elogiou os nomes e a capacidade técnica do atual time do Ministério da Fazenda e do Banco Central. Há muito mais acertos do que erros no pacote de ações que estão sendo tomadas, tanto que o ambiente de confiança, aos poucos, vem se recuperado. Mas também sempre ponderei e alertei que, ao lado do necessário ajuste fiscal, não poderíamos cair numa lógica meramente rentista ou financista – como quer o setor financeiro. Nesse caso em que aqui trago, é justamente isso que está acontecendo.

Que se investigue, profunda e transparentemente, todos os empréstimos concedidos pelo BNDES nos últimos anos. Concordo que há uma caixa-preta a ser aberta nesse meio, mas isso não pode ser pretexto para o fim do subsídio estatal às políticas de desenvolvimento. Como ocorre em quase todos os países desenvolvidos, quando o sistema de crédito privado não se dispõe a financiar investimentos com retornos sociais, é o setor financeiro público que desempenha essa função. Sem isso, não há política industrial. Como disse, esse é o sentido e a função relevante dos bancos de fomento – que devem ser protegidos por uma gestão séria e responsável.

Querem baixar os juros? Então que continuem reduzindo a Selic, pois a diminuição da taxa básica realmente implicará na queda de todo o custo do mercado. O que não dá para aceitar é que se aumente o financiamento da produção em troca de uma crença vã de que isso gerará diminuição de juros logo adiante. Precisamos ficar vigilantes e agir contra essa proposta. Afinal, é hora de promover o desenvolvimento, não de travá-lo.

Germano Rigotto é ex-governador do Rio Grande Sul, presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários e membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República.

 

Informe PED-RMPA Jovens 2017 - 08/08 - 10 - FEE



FEE, DIEESE e FGTAS convidam para a divulgação dos dados da PED-RMPA Especial Jovens, que apresenta informações sobre os jovens no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Quando: 08/08/2017 – terça-feira

Hora: 10h

Local: Sala de Eventos da FEE (Rua Duque de Caxias, 1691 – Centro/POA)

 

56 municípios gaúchos estão pré-selecionados no programa “Segundo Tempo”

O Ministério do Esporte criou em 2003 o Programa “Segundo Tempo” para democratizar o acesso às práticas esportivas e à cultura do esporte no turno oposto ao das aulas escolares. O objetivo é promover o desenvolvimento integral de crianças adolescentes entre 6 e 17 anos, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social. Segundo informou o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo Michel Temer na Câmara e um dos maiores incentivadores do Programa, 56 municípios gaúchos estão previamente habilitados na primeira etapa do chamamento público. Até a próxima sexta-feira (11) será publicado o resultado preliminar de classificação das propostas apresentadas pelas prefeituras. De acordo com o cronograma do Ministério, de 12 a 22 de agosto estará aberto o prazo para interposição de recursos e até cinco de setembro será divulgado e homologado o resultado final das propostas selecionadas.

Segundo explicou Perondi, o programa Segundo Tempo tem como público-alvo crianças e adolescentes expostos a um meio social que ofereça risco para seu desenvolvimento pleno como cidadão. A meta é proporcionar ao indivíduo a possibilidade de atingir um desenvolvimento de valores sociais, melhora das capacidades físicas e motoras, integração social, além de afastá-lo das drogas, prostituição, criminalidade e outros riscos sociais. Os recursos a serem liberados pelo Ministério vão permitir que as prefeituras ofertem atividades complementares como reforço escolar e alimentar, além de atividades culturais, em função da carência do público atendido, sempre depois do turno escolar .

No Rio Grande do Sul, estão previamente selecionados para receber recursos do programa Segundo Tempo os seguintes municípios: Arroio dos Ratos, Bagé, Barra do Guarita, Bento Gonçalves, Butiá, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Cachoeirinha, Campo Bom, Canela, Canoas, Caraá, Caxias do Sul, Cerro Branco, Charqueadas, Cruz Alta, Dom Feliciano, Doutor Maurício, Encruzilhada do Sul, Entre-Ijuís, Esperança do Sul, Estrela, Faxinalzinho, Fontoura Xavier, Frederico Westphalen, Gentil, Ibirapuitã, Ijuí, Imbé, Lajeado, Marau, Morro Redondo, Novo Xingú, Palmitinho, Pelotas, Pinheirinho do Vale, Pirapó, Presidente Lucena, Rio Grande, Rio Pardo, Roca Sales, Salto do Jacuí, Santa Maria, Santo Ângelo, Santo Antô nio da Patrulha, São Borja, São Domingos do Sul, São Francisco de Paula, Soledade, Tio Hugo, Trindade do Sul, Triunfo, Uruguaiana, Vale do Sol, Venâncio Aires e Vitória das Missões.


Foto (Fábio Paiva): Perondi é um dos maiores incentivadores do programa Segundo Tempo

 

do Boteco do Ilgo

Enfim um reserva à altura de Grohe

Além da conquista de três pontos fundamentais para seguir nos calcanhares do Corinthians e consolidar sua posição na vice-liderança, o jogo do misto gremista contra os reservas do Atlético Mineiro serviu para que o goleiro Paulo Vitor apresentasse seu cartão de visitas.

Nas poucas vezes em que foi exigido, o ex-goleiro do Flamengo mostrou segurança. Mas foi ao defender um pênalti cobrado pelo veterano Robinho, no ‘apagar das luzes’, como diziam os locutores na antiguidade do futebol, foi que Paulo Vitor conquistou a torcida gremista.

A atuação segura do estreante sinaliza que Marcelo Grohe agora tem uma sombra de respeito no banco de reservas. Sei que um jogo é muito pouco para aferir as reais condições de um jogador, principalmente de um goleiro, mas já serve como alento para enfrentar com mais tranquilidade o funil que se aproxima nas Copas Libertadores e do Brasil.

Sobre o jogo de ontem, destaque para Léo Moura (já era fã dele nos tempos de Flamengo), Arthur e Maicon, este mostrando que dispensa carteiraço para ser titular. Joga muito. Dentro e fora de campo – prestem atenção nas entrevistas dele.

Destaco também o Fernandinho, provando que Renato tinha razão em insistir com ele, contrariando a opinião da maioria da torcida, inclusive a minha. Fernandinho é mais uma evidência de que Renato enxerga muito.

Luan voltou e deu o toque de qualidade nas jogadas ofensivas. Uma pena que ele esteja na iminência de deixar o clube, uma pena.

Gostei também do Pedro Rocha e do Éverton. Essa dupla enlouquece qualquer marcação.

Na verdade, o time inteiro fez uma partida de bom nível, inclusive os dois zagueiros. O outro estreante, Bruno Rodrigo, que muitos aqui queriam ver no time no lugar do Bressan, mostrou por que, no momento, é a quinta opção para a zaga ao cometer um pênalti desnecessário, poucas vezes assinalado, mas legítimo.

 

Garantida circulação de carrinheiros em Porto Alegre até 2020

qui bom. viva os POBRES DE TODO MUNDO(OLIDES)

O Plenário da Câmara derrubou o veto total do Executivo ao projeto do vereador Marcelo Sgarbossa.


Votação do Veto do Executivo ao projeto de autoria do vereador Marcelo Sgarbossa sobre circulação de carrinheiros. Na foto, carrinheiros comemoram vitória após aprovação do veto. Nas galerias, os trabalhadores comemoraram a decisão dos vereadores(Foto: Luiza Dorneles/CMPA)

A Câmara Municipal de Porto Alegre rejeitou, na sessão ordinária desta segunda-feira (7/8), pela unanimidade dos 34 votantes, o veto total ao projeto de lei que prorroga até o ano de 2020 o prazo para permissão de circulação de carrinhos de catadores de resíduos recicláveis na Capital. A proposta altera a Lei 10.531/2008, que previa o ano de 2016 como prazo final para circulação dos Veículos de Tração Humana (VTHs), os chamados carrinheiros. Originalmente, o projeto apresentado pelo vereador Marcelo Sgarbossa (PT) previa a prorrogação do prazo até 2022; porém, uma emenda apresentada pelo vereador Reginaldo Pujol (DEM), aprovada pelo plenário, reduz o prazo para o ano de 2020.

Segundo Sgarbossa, o Programa Todos Somos Porto Alegre, que previa a inclusão social e econômica dos catadores, não atingiu os objetivos previstos na lei, o que fez com que a maioria dos catadores mantivesse sua atividade nas ruas até hoje. O vereador diz ainda que a meta de transposição de atividades não foi atingida nos bairros Humaitá, Navegantes e Centro, com o Eixo Voluntários e o Eixo Ipiranga. "Nessas amplas regiões de domicílio de catadores foram incluídas apenas 30 pessoas em benefício específico ou nova atividade", observa. Ele acrescenta que, "levando em consideração todas as insuficiências no Programa Todos Somos Porto Alegre, e dada a realidade social, convém prorrogar a aplicabilidade da lei em relação aos VTHs".

No texto do veto, o prefeito Nelson Marchezan Júnior alegou vício de iniciativa, apontando "invasão de competência" do Executivo no que tange à regulação da circulação de veículos em vias públicas. "Em que pese a nobre iniciativa, existem impedimentos de ordem legal para a regular tramitação do referido projeto", justificou, citando o Princípio da Independência dos Poderes.

Com a derrubada do veto, a matéria volta para o prefeito Nelson Marchezan Júnior, que terá 48 horas para promulgá-la ou silenciar sobre o projeto. Se o prefeito não se manifestar nesse prazo, a nova lei será promulgada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Cassio Trogildo (PTB).

 

LXIV Encontro Ufológico de Porto Alegre

No LXIV EUPA teremos a palestra:

“A importância da Ufologia para a nossa civilização.”

Palavras do palestrante:

Durante muitas noites frias, sob a luz das estrelas, homens reunidos acendiam uma fogueira para se aquecerem e afastar os lobos ferozes.

Hoje, quando a tecnologia revela-se ser também filha de outras culturas, ainda sentimos o mesmo medo dos nossos ancestrais quando ao invés de uivos, vemos naves silenciosas cruzando o nosso céu acima das nossas cabeças.

A palestra instigará manifestações e opiniões que tenham a gana dos lobos e que aticem as chamas da fala do palestrante. Venham participar deste momento trazendo uma desordem construtiva, ela ajudará a iluminar um pouco mais nossos horizontes ainda escuros, a iluminar a noite onde se aninha a nossa ignorância em Ufologia, onde objetos voadores que não identificamos nos vigiam.

Tópicos a serem abordados:

Quem pilota os OVNI?

Inteligência artificial.

Artifícios e realidade.

Ufologia uma força modificadora.

Alinhamento de pensamentos sobre Ufologia.

Palestrante: Gilvan Enriconi

Engenheiro eletrônico, especializado em cavidades ressonantes de altas frequências. É fabricante de antenas de Telecom. Radio escuta de sinais de radiofrequência gerados na lua. Foi professor de física no Ensino Médio e Superior. É entusiasta dos assuntos de Ufologia.

Quando? 4ª feira (09/08)

Inicio: 19h15min

Término: 22h30min

Onde? Auditório do Edel Trade Center.

Av. Loureiro da Silva, 2001- Centro.

Ingresso: R$20,00 (vinte reais)

Serão vendidos no local, a partir das 18h30min.

Programação:

19h15min: Abertura

19h30min: Palestra de Gilvan Enriconi

21h30min: Espaço aberto para perguntas da plateia

22h30min: Encerramento.

Realização:

CCE – Comissão de Comunicação e Eventos GAIDU

Grupo Aldebaran de Investigações e Debates Ufológicos
www.gaidu.com.br


7 de agosto de 2017

BEBENDO DEMAIS

UMPROCER PEDETISTA TÁ NUM BAFON DE TRAGO....

SE O BRIZA AINDA VIVESSE IA DAR ROLO. ELE TINHA HORROR DE BEBUM

BRIZA E O ALCOOL

ELE TINHA HORROR DE PINGUÇO.(SERÁ QUE ERA PQ DONA NEUZA BEBIA???)

MAS UMA X O SERENO LEVOU PRO AEROPORTO SEU ESCUDEIRO DA ALRS, O MACHADINHO - NÃO O IRMÃO DO DILAMAR.OUTRO.

MACHADINHO TAVA UM BAFON DE BEBADO. BRIZOLA MANDOU SERENO MANDA-LO PRA RUA. SERENO ENROLOU, NÃO MANDOU E O DEPOIS O LEVOU PRA CGTEE,QUANDO ENTRROU,ROMPIDO COM BRIZOLA, NO PT.

 

PLAUTO CRUZ

QUASI PASSOU FOME. AGORA TÃO TODOS CHORANDO SUA MORTE.

 

HISTORIAS DA NOITE DE PORTO

O CACETETE NOS JOELHOS

qDO O BUTIKIN, NA INDEPENDENCIA FOI DO DUDU ALVAREZ, UMA NOITE, UM FREQUENTADOR, PAULO SPERB, UM ALEMÃO DE DOIS METROS E UM DE LARGURA COMEÇOU A ENCHER O SACO DE TODO MUNDO. DUDU AGUENTOU ATÉ UM CERTO PONTO...DEPOIS MANDOU O GARÇÃO QUEIJINHO, O DANIEL, CHAMAR UM BRIGADIANO MEIO BAIXINHO QUE FICAVA SEMPRE POR PERTO ALI NA RUA.

ELE ENTROU , PUXOU O CASSETETE E DEU 4 PORRADAS NOS JOELHOS DO CARA.

A ALEMÃO SE AJOELHOU DE DOR, E DEPOIS SI MANDOU....(OLIDES)

 

CHOVENDO NA MINHA HORTA

JÁ ERA HORA...MAS ACONTECE QDO TEM QUE ACONTECER. FUI NUM CHURRASCO NA 6. POR ACASO LEVEI 6 LIVROS MEUS. QUANDO VI JÁ TINHA VENDIDO 4 E TIVE QUE IMPROVISAR UMA PEQUENA SESSÃO DE AUTOGRAFOS. SO NÃO VENDI OUTRO PORQUE O GURI NÃO TINHA DINHEIRO.

AH, O CARA QUE DEU A FESTA COMRPOU DOIS. O FILHO DELE CHEGOU PRA MIM E DISSE:

- O DONO NÃO PAGA.

DIGO: PAGA O DOBRO.

COMO DISSE A TONIA CARREIRO. NÃO ME PEÇAM DE GRAÇA AQUILO QUE ME SUSTENTA.

 

FUI O PRIMEIRO

PO O GORDINHO DO RECHE, - MAURICIO FREITAS - QUER ME TIRAR A PRIMAZIA DE TER SIDO O PRIMEIRO A FALAR COM O AZEDO. DEPOIS ELE FOI PRA GRENAL. PO CARA QUAL É A TUA.????

HA UM PAPO DE QUE A BAND ANDA ATRAS DO AZEDO.

 

WIANEY

ME DISSE QUE NÃO VAI ENTRAR NA JUSTIÇA CONTRA RBS.

- NUNCA ENTREI NA JUSTIÇA CONTRA EX EMPREGADOR.

*

ELE COMEU O PAO QUE O DIABO AMASSOU QDO DA QUEBRA DA CALDAS. VENDEU ATÉ PASTEL PRA SOBREVIVER. É UM LUTADOR

 

Simon

SIMON NÃO MANDA MAIS NADA NO PMDB GAUCHO. DERAM UM PÉ NA BUNDA ATE NO SEU CUPINCHA, ROMULO BRASIL

BRASIL FOI DESPEDIDO DO SETOR DE MEMORIA DO PMDB ONDE ELE ESTAVA. MANDARAM ELE E A SECRETÁRIA.

O SETOR FOI FUNDADO PELO SCHIRMER QUANDO FOI PRESIDENTE DO PARTIDO.

QUEM MANDA LÁ AGORA É OLITORAL....GABRIEL SOUZA E UM DEPUTADO FEDERAL DO PARTIDO DO LITORAL TB.

SIMON NÃO APITA MAIS NADA NO PMDB GAUCHO. SÓ DA PALESTRAS PELO BRASIL.

 

GRE 2 x 0 CAM - BRASILEIRÃO — 19ª RODADA — 6/8/2017

Escalação:

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Bressan, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira; Maicon (Jailson, 40'/2º); Fernandinho, Arthur, Luan e Pedro Rocha (Lincoln, 21'/2º); Everton (Patrick, 40'/2º)
Técnico: Renato Portaluppi

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Bremer, Matheus Mancini e Leonan; Roger Bernardo, Yago, Adílson (Marlone, 30'/2º) e Valdívia (Pablo, 42'/2°); Otero e Elder (Robinho, int)
Técnico: Rogério Micale

Gols: Pedro Rocha (G), a 4 e Fernandinho (G), a 26 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Bremer (A), Maicon, Arthur, Paulo Victor (G)
Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luis Marques (trio paulista).

Renda: R$ 794.283,00
Público: 24.866 (2.164 pagantes)
Local: Arena do Grêmio

 

NA FACA

CESAR TASCA, NOSSO LEITOR, TÁ ESPERANDO O SUS CHAMAR PRA OPERAR A PERNA.

*

O COLEGA RENAN ANTUNES DE OLIVEIRA DEU BIOPSIA NEGATIVA. TÁ SEM CANCER. TÁ INTERNADO NO CLINICAS.

 

SENEGALESES EM CAXIAS

DE UMA LEITORA

Enviada: 2017/08/03 21:29:00
Para: olidescanton@bol.com.br

Assunto: Re: o que os senagelezzes querem da vida???li no pioneiro que tão de encrenca. este prefeito de vcs é macho pra caralho.

Eles querem espaço nas ruas pra vender mercadorias, mas há uma lei que regulamenta isto, né?
Só que eles querem o centro. Fica impossível transitar nas calçadas, eles invadem. Parece até provocação.

 

Última pesquisa

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/08/04 11:06:13

ÚLTIMA PESQUISA PARA PRESIDENTE
Lula dá de relho na concorrência, Aécio vira um zero a esquerda e Bolsonaro não cativa a classe média.

 

Por que o Lula tem mais de 50% dos votos validos nas pesquisas

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/08/04 12:40:59

Por que o Lula tem mais de 50% dos votos válidos nas pesquisas

Enquanto que nas eleições anteriores, Serra, Alckimin e Aécio foram os candidatos anti-esquerda, para 2018 o Lula pinta como o candidato anti-direita, principalmente de uma direita golpista que esfacela a economia brasileira. Dos 56% das prefêrencia (44% de não sabem, não respondeu, ninguém, branco, nulo) 42% votariam no Lula. Isto dá 75% de votos válidos. E se o Lula não entrar na disputa, vai indicar seu candidato.

As cinco razões para votar no Lula

1. Lula é o maior presidente que o Brasil já teve.
2. No eus 8 anos de governo, todos os brasileiros melhoraram de vida.
3. É o político mais perseguido pela mídia e continua por cima.
4. Descobriu o Pré-sal para os brasileiros.
5. Cumpriu todas suas promessas o se candidatar.

 

de uma leitora

"Vinícus de Moraes para mim foi e ainda é uma dos maiores poetas líricos que eu já li.
Em toda poesia ou letra de musica dele, tu sempre vai encontrar uma reflexão de vida. Muitos versos me tocaram, e me fez parar pra pensar. Ele passou para o papel só a realidade feliz ou triste, mas a mágica dele foi colocar em versos sem muitos rodeios. E olha que não sou romântica, sou prática, talvez eu veja na obra dele a simplicidade da vida, que na verdade é cruel".

 

O Delírio Cinematográfico de Jodorowsky: A Esclerose Criativa


O realizador chileno Alejandro Jodorowsky criou um certo pânico nos meios cinematográficos entre o fim dos anos 60 e o começo dos 70

Por Eron Duarte Fagundes

O realizador chileno Alejandro Jodorowsky criou um certo pânico nos meios cinematográficos entre o fim dos anos 60 e o começo dos 70, com narrativas difusas e confusas mas genialmente expostas com imagens de mergulhos livres no inconsciente, verdadeiras loucuras fílmicas, excentricidades em precipício. Muito apropriadamente ele criou, na França, com o espanhol Fernando Arrabal, um movimento chamado Pânico, uma espécie de extração do surrealismo do diretor espanhol Luís Buñuel. O pânico de Jodorowsky é tanto o pânico de viver quanto o pânico de filmar: o gene fílmico espalha-se para todos os lados, um delírio quase frio. Mesmo numas décadas em que muitos artistas costumavam incomodar (Jean-Luc Godard, Glauber Rocha), Jodorowsky aprofundava a perplexidade do espectador, fazendo-o crer que o espantoso não era que existissem loucos como este cineasta chileno mas que, diante dum mundo absurdo, a maioria das pessoas se comportasse com a dita normalidade.

Agora, aos 87 anos, Jodorowsky ataca outra vez, depois de longo ostracismo. Poesia sem fim (Poesía sin fin; 2016) é seu atual trabalho, que aporta às salas de cinema para observadores cujas sensibilidades aos choques estéticos está bastante longe dos cândidos públicos que iam ver filmes no coração do século XX. Certamente deve haver ainda alguém que se choque com as cenas bizarras e perversas de Jodorowsky, mas creio que se trate dum choque que passa logo depois da projeção e talvez já não deva render aquelas acaloradas discussões sobre o que se pode ou não filmar, seja este filmar fruto da imaginação ou da realidade.

Jodorowsky, cabe dizer, é um pós-felliniano. Mais barroco do que o italiano Federico Fellini: até mesmo mais fora de tom. Apresenta bem mais dificuldades de assimilação por parte do público habitual: seus filmes devoram nosso estômago. Uma das cenas antológicas de Poesia sem fim é aquela em que o protagonista transa com uma anã menstruada: ela lhe dá seu sexo em sangue por uma espécie de gratidão nanica. Uma das mais fortes sequências de amor de toda a história do cinema: como se dissesse que o amor não tem tamanho. Quem é o protagonista de Poesia sem fim? É o próprio Jodorowsky, que, neste ponto de sua velhice, decide recriar sua própria vida, não uma autobiografia cinematográfica, mas sim uma autoparanoia fílmica em extremos. Aqueles grandes planos abertos do carnaval (multidão e máscaras) quase ao fim do filme parecem coroar as intenções dum simbolismo tenso e denso para toda a narrativa de Jodorowsky.

Considerado por seus inimigos estéticos como uma espécie de charlatão da imagem (apodo lançado por alguns hoje em dia a um diretor com as armas do diretor americano David Lynch, por exemplo), tratado muitas vezes atualmente como um picareta da narrativa por seus descaminhos delirantes, Jodorowsky segue seu rumo: o cinema pode ser a imagem do hospício. E Poesia sem fim é este hospício esteticamente transcendente e agudo.

(Eron Duarte Fagundes – eron@dvdmagazine.com.br)

 

Porto de Imbituba inicia temporada 2017 de monitoramento das baleias francas


Baleia Olívia. Fotos: SCPar Porto de Imbituba

A SCPar Porto de Imbituba realizou, nesta semana, o primeiro sobrevoo de monitoramento das baleias francas na costa catarinense, abrindo a temporada 2017 do Programa de Pesquisa e Monitoramento das Baleias Francas no Porto de Imbituba e Adjacências, desenvolvido pela Autoridade Portuária de Imbituba. O monitoramento aéreo foi realizado desde a praia do Moçambique, em Florianópolis, até o município de Torres (RS), e constatou a presença de 29 baleias francas e uma baleia jubarte na região.

Ao longo da semana, o Setor de Meio Ambiente do Porto de Imbituba também apresentou à comunidade portuária o PO.SSMA.01, novo procedimento interno de boas práticas para as embarcações que atuam no porto durante a temporada de reprodução da baleia franca. O documento tem caráter orientativo e reforça diretrizes para navegação, com o objetivo de preservar a espécie de molestamentos não intencionais e minimizar os riscos de uma possível colisão com embarcações. O público-alvo da iniciativa são os trabalhadores portuários envolvidos diretamente com as manobras de atracação e desatracação, como os práticos, rebocadores, comandantes e agentes marítimos. Para estes públicos, estão sendo distribuídos folhetos educativos em português e inglês e realizadas reuniões de esclarecimento sobre o comportamento da baleia franca, a importância de sua preservação e o que fazer em caso de rota de colisão.

De julho a novembro, é o período em que a espécie utiliza o Litoral catarinense para acasalar, procriar e amamentar sua cria, tornando o Estado de Santa Catarina a principal área de concentração reprodutiva de baleias francas na costa brasileira. No primeiro monitoramento aéreo de 2017, foram avistados 13 pares de mães com filhote (totalizando 26 baleias) e três baleias francas adultas solitárias. Estes indivíduos podem ser fêmeas que estão grávidas ou machos a procura de fêmeas receptivas ao acasalamento.

A maior concentração de baleias foi avistada entre as praias de Itapirubá, em Imbituba, e Mar Grosso, em Laguna, com 17 registros. Uma das surpresas do sobrevoo foi a presença de uma baleia jubarte na praia de Itapirubá Sul, avistada junto a uma baleia franca. A ocorrência da jubarte em Santa Catarina é rara, uma vez que a espécie se reproduz na Bahia e tem sua migração mais afastada da costa.

Dentre as baleias francas avistadas, destacam-se a presença de um filhote semi-albino, e o retorno de duas baleias ilustres na região: a Olivia e a JDot. Olivia é conhecida desde 2002 e já teve várias crias em Santa Catarina. JDot também é uma baleia muito especial: é conhecida desde 1973 e deve ter quase 50 anos. Agora está com um novo filhote, o sétimo registrado aqui no Brasil.


Bebê semi-albino

Este é o quinto ano que a SCPar Porto de Imbituba realiza o Programa de Monitoramento das Baleias Francas. Dentro do rol de atividades previstas para a temporada, está a realização de três sobrevoos e o monitoramento terrestre, que deve iniciar nos próximos 15 dias com observação diária das enseadas das praias do Porto e Ribanceira, ambas em Imbituba. “O principal objetivo do programa é a preservação da espécie e a continuidade das operações portuárias de forma a minimizar o impacto em seu habitat marinho”, explica o gerente de Meio Ambiente da SCPar Porto, Robson Busnardo.

Busnardo destaca ainda que o desenvolvimento do programa tem possibilitado a ampliação da pesquisa e, consequentemente, o conhecimento sobre o comportamento da baleia franca. “No entanto, seu maior mérito é a ausência de registros de acidentes (colisões) com embarcações de pequeno, médio e grande porte na região de estudo”, conclui.

 

do Espaço Vital

Nove anos depois, STF termina o julgamento do caso Varig

O Plenário do STF concluiu, na sessão desta quinta-feira (3), o julgamento dos embargos de declaração apresentados em recurso extraordinário, por meio do qual a União e o Ministério Público Federal buscavam reverter decisão que garantiu à Viação Aérea Rio-Grandense (Varig) o direito à indenização pelo congelamento das tarifas aéreas ocorrido durante o Plano Cruzado, entre outubro de 1985 e janeiro de 1992.

O processo tramita na Suprema Corte desde novembro de 2007 – são, assim, nove anos e oito meses. Em 2013, segundo informação da AGU, o valor da indenização somava R$ 3,057 bilhões.

A massa falida de uma empresa é formada no momento em que é decretada a falência e consiste no acervo do ativo e passivo de bens do falido, entende o STF. O caso tramita na Justiça, desde a entrância inicial, há mais de 20 anos.

O valor que for recebido deverá ser usado para pagar dívidas trabalhistas e obrigações do fundo de pensão Aerus, formado por ex-funcionários da empresa que buscam o recebimento dos valores desde a falência da Varig.

Em março de 2014, o STF negou provimento ao recurso, mantendo decisão das instâncias antecedentes que reconheceram a responsabilidade da União quanto aos prejuízos suportados pela Varig em razão de planos econômicos.

Autor do pedido de vista, o ministro Gilmar Mendes apresentou seu voto e acompanhou a relatora do recurso, ministra Cármen Lúcia, pelo desprovimento dos embargos, por entender que o objetivo da União não foi provocar qualquer esclarecimento do Plenário, mas sim modificar o conteúdo do julgado, afastando sua responsabilidade pelos danos causados.

“Os embargos de declaração não constituem meio processual cabível para a reforma do julgado, não sendo possível atribuir-lhes efeitos infringentes, salvo em situações excepcionais, não vislumbradas no presente caso” – afirmou Mendes na sessão de ontem.

No julgamento de mérito ocorrido em 12 de março de 2014, o ministro Gilmar Mendes tinha sido voto vencido, assim como o ministro Joaquim Barbosa (aposentado). Na sessão desta quinta-feira, Mendes reafirmou que “o objetivo do congelamento decorrente dos planos econômicos foi conter o surto inflacionário, sendo que a severa medida afetou indistintamente cidadãos e todos os setores da economia brasileira – consumidores e produtores – e não somente o setor aéreo”. Por esse motivo, em seu entender, o setor foi privilegiado ao obter direito à indenização. Lembrou também que o déficit da Varig já era crônico.

Após a apresentação do voto-vista, votaram os ministros Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello, acompanhando a relatora pela rejeição dos embargos declaratórios. Embora não tenha participado do julgamento de mérito, Moraes afirmou ter estudado os autos e destacou que, “independentemente da tese de mérito, todos os pontos suscitados pela União nos embargos foram enfrentados no julgamento de mérito”.

O ministro Lewandowski reafirmou a tese discutida no julgamento de mérito de que é vedado à Suprema Corte revolver fatos e provas sobre perícia convalidada nas instâncias inferiores e analisada expressamente no acórdão do tribunal de origem. O último voto pela rejeição dos embargos foi proferido pelo decano do STF, ministro Celso de Mello. (RE nº 571969).

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Vitória da esperança

Darcísio Perondi

O povo brasileiro, aquele que se aposenta com salário mínimo (em média R$ 1.600,00) e não com os R$ 29 mil do Judiciário, nem com os R$ 30 mil do Ministério Público, está querendo enxergar nos sinais de recuperação da economia, do emprego e do controle da inflação razões para acreditar na melhora da situação do País.

Aqueles que pontificam sobre economia, na tribuna parlamentar ou na mídia, negando ao governo do presidente Michel Temer qualquer mérito pela recuperação desses e outros indicadores, cometem uma 'oração sem sujeito', proclamam um 'milagre sem santo', desenterram o mito da 'geração espontânea'. Afinal, num país de forte tradição centralizadora como o nosso, a pessoa que está sentada naquela cadeira do Palácio do Planalto, tem, sim, enorme influência nos rumos econômicos, para bem ou para mal. Dilma Rousseff, por exemplo, teve forte influência para o mal, ao dar início à pior crise da história do Brasil, e por isso foi sacada do poder, com a aprovação de seu impeachment, respaldado pela Constituiç&atilde ;o Federal.

A recente valorização do real em face do dólar, o saldo positivo da geração de empregos no primeiro semestre deste ano (pela primeira vez desde 2012), a inflação abaixo da meta do Banco Central e a queda consistente da taxa básica de juros abaixo de dois dígitos - tudo isso prova que este governo, liderado pelo presidente Michel Temer, exerce sua influência para o bem do Brasil. Só quem insiste em não enxergar nada disso é a oposição, em conluio com as corporações privilegiadas do setor público e da aristocracia sindical, que fogem da reforma previdenciária e trabalhista como o diabo da cruz.

O presidente Michel Temer, homem honrado, com pouco mais de um ano de governo, já garantiu seu lugar na história do Brasil como o mais reformista dos governantes brasileiros de todos os tempos - apesar de todas as dificuldades que herdou depois de 13 anos de lulopetismo incompetente, esbanjador e corrupto. E é isso que seus inimigos, dentro e fora desta Casa, não perdoam. Por isso, procuram fabricar crises políticas e denúncias sem fundamentos e bases consistentes.

Em sintonia com essas aspirações da massa do povo brasileiro, de quem são os legítimos representantes, os deputados federais, em sua grande maioria, vetaram a inepta denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer, reafirmando seu apoio ao Executivo nesta obra de reconstrução nacional.

Esta denúncia foi fruto de um criminoso confesso, Joesley Batista, dono do Grupo J&F, e de corporações públicas que não querem perder seus privilégios com a reforma da previdência. Armaram para o presidente Michel Temer, homem sério e íntegro. A rejeição da denúncia pela Câmara foi uma vitória do Brasil, do Parlamento e, acima de tudo, da esperança.

Darcísio Perondi é deputado federal pelo PMDB/RS e vice-líder do Governo na Câmara

 

Reforma política pauta 11º Encontro Estadual da JPMDB em Gramado

Crédito: Galileu Oldenburg

"O distritão causa falsa sensação de representação", argumentou Fantinel

O 11º Encontro Estadual da JPMDB-RS, realizado neste sábado, 5 de agosto, na Câmara de Vereadores de Gramado, discutiu a Reforma Política e como ela poderá afetar as próximas eleições. Com a presença de líderes regionais, estaduais e municipais o evento fortaleceu a opinião contrária da Juventude ao chamado "distritão" - modelo de voto majoritário, no qual os mais votados em cada estado ou município seriam eleitos, e a "sobra" dos votos individuais não iriam para outro candidato - e o desejo peemedebista de reeleger José Ivo Sartori ao Governo do Estado.

Vendo as profundas e necessárias mudanças que estão acontecendo na sociedade, o governador Sartori disse que a Juventude deve andar na direção das transformações. "A juventude tem que formar novas lideranças. Vemos o movimento pela inovação nas últimas eleições que se elegeram prefeitos, vices e vereadores. Isso é uma renovação de lideranças", observou Sartori.

O presidente do Diretório Estadual, deputado federal, Alceu Moreira, partilhou com os jovens os seus projetos para o PMDB gaúcho. "Temos que transformar o nosso partido em ferramenta de solução de vida para a sociedade", orientou Moreira. O líder estadual também tem planos de atuar em conjunto com o governo estadual. "Vamos criar três campos de debate no estado inteiro: das políticas sociais, de como se faz o governo e sobre a agenda do desenvolvimento econômico", enumerou o presidente.

Moreira, reiterou a importância das Convenções Municipais para o PMDB. "Se há momento que o nosso partido tem possibilidade de renascer é nas convenções", afirmou. Ele também incentivou os jovens a fazerem parte dos Diretórios Municipais, para garantirem poder de decisão.

O presidente da JPMDB-RS, Beto Fantinel, fez duras críticas ao distritão. Para ele, o sistema inviabilizaria o surgimento de novas lideranças e também a eleição de novos representantes. “O distritão causa uma falsa sensação de representação e diminuí as chances de eleição de novos candidatos, especialmente dos mais jovens”, argumentou Fantinel. A opinião do líder jovem foi compartilhada pelos seus correliginários, que reforçaram o coro contra esse sistema eleitoral.

Em referência aos avanços do governo Sartori, citou o Departamento de Política Pública. "Sem criar gastos, Sartori deu mais poder institucional para dizer que a juventude é prioridade do governo do PMDB", destacou o líder da Juventude.

Políticas Públicas para Juventude

A secretária de Desenvolvimento Social, Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, elencou algumas as ações de sua pasta voltadas para a juventude. A primeira-dama citou o programa Primeira Infância Melhor (PIM), as 2.400 Comissões Internas de Prevenção a Acidentes e Violência Escolar (CIPAVES), formadas no estado e os seis Centros de Juventudes, que pretendem atender cerca de 3.600 jovens em situação de vulnerabilidade este ano. "Quando a gente diz que a juventude é o futuro, nós temos que criar as oportunidades para que ela se desenvolva da melhor maneira", finalizou Maria Helena.

Reeleição Sartori

A eleição ao governo do Estado em 2018 também motivou os jovens peemedebistas. A cada manifestação favorável à reeleição de José Ivo Sartori a governador uma salva de palmas ecoava no auditório da Câmara de Vereadores de Gramado. "Ninguém melhor que Sartori para suportar os solavancos que aparecem a cada dia, mas também com a sua coragem vamos poder iniciar o processo de crescimento do Estado nos próximos anos", afirmou o secretário da Fazenda, Giovani Feltes.

Presenças
Também estavam no 11º Encontro Estadual de Inverno da JPMDB-RS o deputado federal Jones Martins, os deputados estaduais Edson Brum e Tiago Simon; o diretor de políticas públicas para juventude Ricardo Bassi; o presidente da FUG-RS João Alberto Machado; secretário de Gestão da FUG nacional, Chico Donato; gerente de Formação Política FUG nacional, Elisiane Silva; o vice-presidente de Gramado, Evandro Mosquen; o presidente do PMDB de Gramado, João Teixeira; o presidente da JPMDB de Gramado, Ítalo Roff; o presidente da Associação de Vereadores do PMDB-RS, Guto Scherer; o presidente do PMDB Afro, Clóvis André da Silva; a coordenadora do #JuventudeNaEstrada, Susan Maciel; e vereadores de diferentes regiões do estado.

 

Daniel José Alves da Silva é ordenado presbítero em Canoas

“Fui chamado por Deus para ser ministro do Seu amor.” Assim o já padre Daniel José Alves da Silva, 32 anos, resumiu a missão que tinha acabado de abraçar. Pelo tapete vermelho estendido ao longo do corredor principal da paróquia Santo Antônio, em Canoas, ele entrou de braço dado com a mãe e o padrasto, ao lado ainda da irmã. Caminharam juntos até o primeiro banco, de onde participaram da celebração eucarística na qual Daniel recebeu o segundo grau do sacramento da Ordem e foi enviado como presbítero da Arquidiocese de Porto Alegre.


Daniel recebeu o segundo grau da Ordem nesta sexta-feira, aos 32 anos. Foto: Amanda Fetzner Efrom

A missa, presidida pelo arcebispo metropolitano de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, contou com a presença de centenas de fiéis das comunidades por onde Daniel passou durante sua caminhada vocacional, dezenas de padres, além de diáconos e seminaristas. Também concelebrou Dom Heinrich Timmerevers, bispo de Dresden (Alemanha), que está visitando a Arquidiocese e foi saudado pelo padre anfitrião, Blásio Guido Jacoby, em alemão.

Daniel foi ordenado no mês vocacional, especialmente no dia em que os católicos lembram São João Maria Vianney, o padroeiro dos párocos. Por isso, de modo especial Dom Jaime reforçou a leitura do Evangelho, que dizia: “Suplicai, pois, ao Senhor da messe para que envie operários à sua messe”. “A liturgia da Palavra sugere a necessidade de cultivar a oração pessoal e comunitária como caminho privilegiado para obter do Pai o dom de vocações”, observou o arcebispo.

Na homilia, Dom Jaime destacou que a Arquidiocese precisa fazer um mutirão, uma corrente de oração em prol das vocações. “Que tu possas, Daniel, ser um presbítero engajado na fraternidade presbiteral, entusiasmado pela causa do Evangelho do Cristo-Crucificado, aplicado na obra da evangelização, dedicado no cuidado do rebanho – especialmente em favor dos mais fragilizados e pobres –, disposto a ser no mundo um sinal de Cristo Jesus, que não veio para ser servido, mas para servir e oferecer a sua vida por muitos”, afirmou o bispo ordenante.

A celebração seguiu com a Ladainha de Todos os Santos, a imposição das mãos, a prece de ordenação, a vestição do neossacerdote, a unção com óleo e a entrega do cálice e da patena. O clero, que após impor as mãos se colocou no altar, acolheu Pe. Daniel na família presbiteral com um abraço, seguindo gesto de Dom Jaime.

Ao tomar a palavra, o recém-ordenado fez um agradecimento especial a três grandes mães: Santa Mãe Igreja, Santa Maria Mãe de Deus e também aquela por quem Deus lhe trouxe ao mundo, sua mãe. Lembrou ainda dos padres, de todas as comunidades por onde passou e das instituições onde teve sua formação. “Não tenho como agradecer a esta Igreja que me acolheu, me formou e me enviou”, ressaltou. Aos seminaristas, repetiu uma frase que tantas vezes ouviu: “Vale a pena. Força”, também enfatizando a importância da oração pelas vocações. Por fim, garantiu: “Este padre reza por vocês. Rezem também por mim”.

Após a missa, Pe. Daniel recebeu o abraço dos presentes em uma confraternização no salão paroquial. Neste domingo, dia 6, celebrará a primeira missa solene também na paróquia Santo Antônio, à 10h. Após haverá almoço e música ao vivo.

 

DE SERAFINA

MANDAM ME DIZER QUE A ODISSÉIA NÃO FOI NA ENTREVISTA COLETIVA DA DUPLA DE CANTORES MEIA-BIANCHET, O PADEIRO NO DIA 29 PASSADO, ...

CLARO QUE A ODISSÉIA DOS MASSOLINI NÃO IRIA IR. SÃO DA OPOSIÇÃO.

QDO O BICO PEGOU A PREFEITURA, OS MASSOLINI MANDARAM EMBORA O FIORIN PQ NÃO INTERESSAVA SER OPOSIÇÃO AO BICO JÁ QUE ELES ERAM SITUAÇÃO.AGORA SÃO ÕPOSIÇÃO. E OLHA COMO SÃO AS COISAS. O PAI DA MEIA FOI DA ARENA E O PAI DO SERGIO AMBOS POLITICOS TB ERA DA ARENA. AGORA ESTÃO EM PARTIDOS OPOSTOS. SÃO TUDO ELITE DE SERAFINA.

COMO DIZIA O SIMON, EU VENHO DE LONGE, POR ISTO CONHEÇO AS ORIGENS DE TODOS ELES(OLIDES)

NÃSO SOU TRABALHISTA, MAS LAMENTO QUE O BICO QUE TINHA ORIGENS TRABALHISTAS NÃO TENHA HOMENAGEADO O BRIZOLA EM SERAFINA. COM UMA RUA OU UM MONUMENTO. FOI BRIZOLA QUEM ASSINOU A EMANCIPAÇÃO DE SERAFINA.

MAS HSITORIA EM SERAFINA POUCO INTERESSA. E É UMA CIDADE QUE SE TORNOU DE IMIGRANTES, QUE NÃO TEM RAIZES NA CITI. OLHA O NOME DOS VEREADORES. AFORA O MASSOLINI, A VEREADORA DA CAPELA SANTANA - EX COLONA -FALO DA OLDEREZ - OS OUTROS SÃO TODOS IMIGRANTES. NÃO TEM ORIGENS NA CITI.

AOS POUCOS SERAFINA SE TORNA UMA CIDADE DE IMIGRANTES. ISTO ACONTECE. AS FAMILIAS TRADICIONAIS VÃO PERDENDO O PODER, VÃO SAINDO DE CENA.


4 de agosto de 2017

TEMMER

E O 'FUMAÇA' FEZ TANTA ONDE E VOTOU COM O TEMMER.

E O FUMAÇA, HEIN...

1.

VOTOU COM O TEMMER, DEPOIS DE MUITA ' ONDA. É O REI DA ONDA.

*

Voltaire PORTO DEVIA TER FUMADO UNZINHO ESTA MANHA DE 5.

DISSE QUE OS EX PRESIDENTES TEM PASSAGEM ATÉ PRA LUA....SAIU NO AR.

*

PRODUTOR DO PROGRAMA TEM QUE O GUENTAR DIARIAMENTE.

MAS É TALENTOSO E A RECORD GOSTA DELE. JÁ TINHA TIDO MOTIVOS MAIORES PRA DEMITI-LO

 

DORMIU

NA SESSAO DAS 3 DE 4 FERIA NOS BANCÁRIOS, O PROGRAMADOR PROGRAMOU MAL. DEPOIS DE VÁRIOS MINUTOS, É QUE FOI BOTAR O FILME QUE IRIA PASSAR E UM FILME BOM POR SINAL.

SOBRE UMA RELAÇÃO DE UM GURI COM UMA QUARENTONA

 

WIANEY

ME SENTI ORGULHOSO DE TER FEITO ESTA ENTREVISTA COM O AZEDO. FOI FÁCIL. BAH, PINBA NA GORDUCHINHA, COMO DIZIA AQUELE LOCUTOR.

ELE AINDA PARTICIPOU DO QUE CHAMOU ' AVENTURA' NA RADIO SUCESSO.

 

DESTRETENSIO E BOM

O LAURINHO ME DEU SEM DAR NENHUM ELOGIO, MAS O LIVRO DO PEDRINHO CHAVES É MUITO BOM E SERIO.

TENTARAM BOTAR NO DELE NA HISTÓRIA DO MAIL DO PENINHA X AUGUSTO QUE ESTARÁ TB CONTADA NUM LIVRO MEU A SAIR. INCLUSIVE COM AINTEGRA DO

MAIL.
ALIAS SOBRE ISTO AUGUSTO TEVE FAIRPLAY.
DISSE AO PENINHA
- FOI A UNICA COISA TUA QUE TODOS LERAM KKKKK

EM TEMPO O LIVRO DO PEDRINHO É TÃO BOM QUE EU QUERIA UMA SEGUNDA VIA.

ACHO QUE FUI O UNICO QUE ENTREVISTOU O AZEDO POS SUA DEMISSÃO.

DIZ O LAURINHO QUE NO CAPITALISMO É ASSIM. AGORA OS COLEGUINHAS O BARRAM PQ OS PATRÕES NEM QUEREM VE-LO

MAS ACHO QUE VOLTA NA GRENAL. AFINAL ELE NÃO DISSE NADA DEMAIS. E É BOM

 

Capela de Santana

OS LEITORES PODEM TAR DE SACO CHEIO MAS AINDA VOU DIZER COISAS DE CAPELA DE SANTANA

1.

ME CHAMOU ATENÇÃO O ABANDONO DO LOCAL. TIRARAM ATÉ O ONIBUS PRA PORTO

2.

JOVENS VÃO EMBORA.

3.

O INTERIOR TÁ APAVORADO COM ASSALTOS.

Procissão
(Gilberto Gil)

Olha lá vai passando a procissão
Se arrastando que nem cobra pelo chão
As pessoas que nela vão passando acreditam nas coisas lá do céu
As mulheres cantando tiram versos, os homens escutando tiram o chapéu
Eles vivem penando aqui na Terra
Esperando o que Jesus prometeu
E Jesus prometeu coisa melhor
Prá quem vive nesse mundo sem amor
Só depois de entregar o corpo ao chão, só depois de morrer neste sertão
Eu também tô do lado de Jesus, só que acho que ele se esqueceu
De dizer que na Terra a gente tem
De arranjar um jeitinho prá viver
Muita gente se arvora a ser Deus e promete tanta coisa pro sertão
Que vai dar um vestido prá Maria, e promete um roçado pro João
Entra ano, sai ano, e nada vem, meu sertão continua ao Deus dará
Mas se existe Jesus no firmamento, cá na Terra isso tem que se acabar

DOMINGO ULTIMO EM CAPELA DE SANTANA A PROCISSÃO DE NSSANTANA

NAOPODIAM FALTAR FOGUETES...INTERIOR É ISTO.CAP DE SANTANA DOM PASSADO

 

 

O BRIGADIANO QUE ME INTIMOU

ELE DISSE QUE EM CAPELA DE SANTANA MANDAM PRA VALA BANDIDOS QUE VÃO DE FORA.

 

As voltas qie o mindo dá

concordo. rede social não tem credibilidade. nem a net tem.(OC)

Enviada: 2017/08/03 09:21:41

Lenha para a tua guerra contra as redes sociais: li por aí que "os anunciantes desejam que seus anúncios sejam veiculados em ambientes de qualidade, e não em plataformas de mídia social".

 

falecimento

De: "Marcio de Almeida Bueno"
Enviada: 2017/08/02 21:42:02



minha vo morreu no domingo em veranopolis. semana q vem faria 96.

 

roteiro do findi

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 05/08/2017) as 10h15min no Espaço Multiuso Santander assistiremos ao filme "Essa pequena é uma parada" (What's Up, Doc - 1972). O musicólogo Howard Bannister (Ryan O'Neal) viaja até São Francisco com a noiva, Eunice Burns (Madeline Kahn), para tentar obter uma bolsa de 20 mil dólares oferecida por Frederick Larrabee (Austin Pendleton). Porém suas chances parecem diminuir bruscamente,quando encontra uma jovem, Judy Maxwell (Barbra Streisand), que transforma em caos qualquer lugar que passe. Além disto há um caso de uma bagagem trocada, que provoca mais confusão com o sumiço de documentos secretos e jóias.

No próximo Domingo (dia 06/08/2017) as 10h15min na Sala Eduardo Hirtz assistiremos ao filme "Monsieur & Madame Adelman" (2017). Sarah (Doria Tillier) e Victor (Nicolas Bedos) estiveram juntos por 45 anos. No funeral dele, Sarah é abordada por um jornalista que deseja contar a história de seu marido, um renomado escritor, a partir do olhar da mulher que sempre o acompanhou. A partir de então, ela passa a contar as minúcias do relacionamento que tiveram, incluindo segredos bastante íntimos.

 

do Miron Neto

Palestra de urbanista pode ser marco de uma nova era

Foi um sucesso a palestra do arquiteto e urbanista argentino Rubén Pesci, sexta-feira (28), no ExpoGramado. Pesci, que possui seis prêmios internacionais e 16 livros publicados, abordou o tema “O Futuro de Gramado: Uma nova visão de desenvolvimento”. O evento contou com a presença do prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), do vice-prefeito Evandro Moschem (PMDB), do presidente da Câmara de Vereadores Luia Barbacovi (PP), do promotor Max Guazzelli, secretários municipais e vários profissionais de arquitetura e engenharia, além de incorporadores e construtores.
De acordo com o secretário do Planejamento Jeferson Zatti, o objetivo da palestra foi sensibilizar os empresários gramadenses para os problemas estruturais de Gramado, e apresentá-los a esses profissionais "cujo trabalho a administração acredita, tanto pelo currículo quanto pela metodologia". "A Prefeitura está buscando recursos para a contratação de uma consultoria”, revelou Zatti.

R$ 600 mil de Temer para o Festival tem dedo de Lasier

Leitor habitual da coluna, o senador Lasier Martins (PSD), envia e-mail para corrigir nota em que falava dos R$ 600 mil concedidos pelo governo Temer ao Festival de Cinema. "Há dois meses, após visita, em Gramado, ao Néspolo, estive com o presidente do BNDES, em Brasília, e levei o plano de patrocínio para o festival. Quinze dias depois, o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, me ligou para informar que estava comunicando a oficialização da contribuição de R$ 600 mil", descreve Lasier. "Portanto, nessa concorrência de méritos, peço minha parte”, brinca o senador gaúcho.

 

do Espaço Vital

Fotos eróticas na porta de residência não causam danos morais

A 6ª Câmara Civil do TJ de Santa Catarina confirmou sentença da comarca de Florianópolis que negou indenização por danos morais e materiais pleiteada pelos proprietários de uma residência localizada à beira-mar, cuja fachada foi utilizada para um ensaio fotográfico erótico.

A ação foi ajuizada em 2 de junho de 2008 contra a Editora Rickdan Ltda., que publica a revista Sexy e contra a modelo Gabriela Monteiro. Como a segunda não foi localizada – mesmo após várias diligências citatórias – os autores desistiram da ação contra ela. A demanda prosseguiu apenas contra a editora.

O casal proprietário afirmou que “o fato causou repercussão negativa na comunidade, com reflexo direto em sua vida pessoal”.

Segundo a petição inicial, o homem desenvolveu quadro depressivo por não conseguir convencer as pessoas, inclusive sua esposa, de que não havia autorizado as fotos. Como consequência, perdeu a oportunidade de participar de um projeto social e, mais que isso, sua esposa afastou-se de casa por alguns dias, juntamente com o filho.

O casal professa religião evangélica.

A editora, por sua vez, admitiu que o ensaio foi realizado perto da casa dos autores, defronte da porta do imóvel, mas salientou que o espaço não possui cercas ou muros. Alegou ainda que o terreno onde se assenta a casa é de marinha e que os autores têm apenas direito de ocupação.

Para o desembargador Monteiro Rocha, relator da apelação, não ficou demonstrado que o casal teve perdas patrimoniais em razão do ensaio, assim como não houve provas de que a editora auferiu lucros por obter imagens da casa dos apelantes.

Segundo o voto, “a utilização da fachada da casa ocasionou apenas aborrecimentos, incapazes de gerar dano moral indenizável”.

Conforme o acórdão, “o caso dos autos, como inúmeros outros que assolam o Judiciário, relativos a danos morais, não preenche condições de procedência, pois deturpa acontecimentos cotidianos com o fim de propiciar indevido ganho de valores a quem os postula".

A decisão do TJ-SC foi unânime. Não há trânsito em julgado. (Proc. nº 0002263-32.2008.8.24.0082 – com informações do TJ-SC e da redação do Espaço Vital).

Outros detalhes

• A modelo Gabriela Monteiro, na época com 24 de idade, que trabalhava como “panicat” - assistente de palco no programa Pânico da TV - foi capa da revista Sexy de julho de 2007. Ela posou nua e/ou de bota e chapéu de caubói, de pé e deitada na areia, em uma praia quase deserta, junto ao Farol de Santa Marta. Atualmente ela está com 33 de idade. A ação tramita há mais de nove anos -

• Em algumas fotos aparece em primeiro plano a modelo desnuda; nestas, se vê em segundo plano, a fachada da residência de veraneio do casal autor da ação.

• Segundo Gabriela, em publicação à época do ensaio, além de a dificuldade de ficar nua sem parecer vulgar, ela precisou enfrentar o frio. "Todos estavam com blusas, luvas e gorros e eu nua com a responsabilidade de ficar sensual".

 

do Boteco do Ilgo

Meu último encontro com o eterno presidente Hélio Dourado

O texto abaixo foi publicado no dia 26 de outubro de 2012. Eu acabara de concluir a cerveja Olímpico. Decidi presentear o homem que sem ajuda de empreiteira, mas movido à paixão e determinação, havia concluído o Olímpico Monumental, mobilizando a maior torcida do Estado, a nação gremista.

Ao reler esse texto me vem à mente cada minuto que estive frente à frente com o maior gremista que conheci, um homem que deu parte de sua vida ao Grêmio, clube que atingiu esse patamar glorioso muito graças a esse gremista lendário.

Bem, segue o texto, minha última homenagem:

“No final da manhã retiro da gráfica os rótulos da minha nova cria: a cerveja em homenagem ao Estádio Olímpico Monumental, a OLÍMPICO.

Às 13h, depois de rotular as primeiras long neck com seu líquido precioso, telefono para um sujeito a quem devo muito, o cara que interrompeu a longa e tenebrosa noite dos títulos sucessivos do Inter na década de 70 ao vencer o Gauchão de 1977, me proporcionando uma alegria que me deixa emocionado até hoje.

O eterno presidente Hélio Dourado atende. Depois de saudações efusivas e “quanto tempo pra cá, quanto tempo pra lá”, combino de ir ao apartamento dele no final da tarde.

– No começo da tarde não dá porque tenho que ir ao banco -, diz Dourado, entre um e outro ‘érre’ engolido, me deixando feliz por saber que está ativo e plenamente lúcido, contrariando uns e outros que não gostam de ouvir vozes que opostas a seus interesses e projetos.

Passam alguns minutos das 17 horas quando o homem que concluiu o Olímpico Monumental na raça e na coragem abre a porta sorridente. Está mais magro, encolheu, como diminuem de tamanho todos os que chegam aos 82 anos.

Para mim, o homem que se mostra emocionado ao rever um antigo setorista tricolor continua um gigante.

– Como é bom encontrar o pessoal daquele tempo -, diz Dourado, enquanto nos acomodamos na sala. Coloco o kit presente com duas Olímpico e uma Mazembier sofre a mesa de centro. Ele percebe, mas não liga. Quer falar do passado, do Grêmio, do Olímpico, da Arena.

Natural de Santa Cruz do Sul, como eu, Dourado contou que é sócio do Grêmio desde 1941, logo que chegou a Porto Alegre. ‘Foi no dia do meu aniversário de 11 anos, dia 21 de março. Quem me levou foi minha mãe, que era muito gremista’, lembrou.

Quando o assunto passa a ser o Grêmio, Hélio Dourado não disfarça sua desolação e seu desgosto.

Diz que não vai a jogos no Olímpico há mais de ano. “Só voltei lá pra votar no Koff, que foi meu diretor de futebol em 1976', revelou.

Pergunto se ele já foi visitar a Arena. “Outro dia o Odone me convidou, mas eu não aceitei. Não tenho curiosidade”, garantiu.

Quem sabe a gente vai junto, provoquei. “Não, lá eu não piso”, rebateu enfático.

Ao longo da conversa percebi que ele é capaz de ir na festa de inauguração.

A maior mágoa dele, ficou claro pra mim, é que o projeto do arquiteto Plínio Almeida para modernizar e ampliar o Olímpico sequer foi considerado.

Dourado se entusiasmou quando deu detalhes da proposta do homem que projetou o Olímpico. Criticou duramente a localização da Arena e o acordo firmado com a empreiteira. “O estádio será realmente do Grêmio apenas depois de 20 anos. Em que condições estará?”, questiona.

– Mas não há mais o que fazer, presidente. A Arena está aí, é fato consumado -, pondero.

Dourado não se conforma. Mas deixa evidente que sua mágoa seria amenizada se o Olímpico permanecesse em pé. A dor seria menor.

– Porto Alegre não tem um estádio para o futebol amador. O governo do estado, a prefeitura, sei lá, eles poderiam comprar essa área, impedindo a demolição do Olímpico e a construção de espigões no lugar. Mas ninguém se preocupa com isso. O Olímpico é um patrimônio do futebol gaúcho -, reforça, lembrando por momentos o grande líder que conduziu o Grêmio a conquistar seu primeiro título de campeão brasileiro, em 1981, abrindo as porteiras do Rio Grande para o Brasil e o mundo.

Não tenho dúvidas: se fosse mais jovem, Dourado mobilizaria lideranças do clube e a torcida para remodelar o Olímpico em fez de erguer a Arena, preservando o patrimônio do Grêmio.

Depois, falamos de futebol. Ele contou histórias e citou dois jogadores como símbolos de sua trajetória como presidente: De León e Oberdan. “Dois grandes jogadores, dois líderes, profissionais de caráter. Todo o time precisa ter um jogador assim, uma voz forte dentro de campo, só o treinador não resolve”, ensinou o velho mestre, lamentando que o time hoje (em 2012) não possui um jogador com esse perfil.

Dourado ainda tem muito a contribuir. Agora, ele aguarda que daqui a algum tempo o presidente eleito Fábio Koff o visite. “Ele prometeu que viria aqui para falar do Grêmio”, diz, com os olhos brilhando.

Antes de me despedir, entrego as cervejas. Pegou a Olímpico, leu o rótulo em voz alta. Pedi licença pra tirar uma foto. Senti que Dourado ficou feliz com o presente/homenagem.

– Vou colocar na estande como um troféu, mas antes vou beber, claro -, falou, abrindo um sorriso.

Percebi que ele estava emocionado com a homenagem. Nada comparado, porém, com as emoções que senti em 1977, quando ainda não era jornalista, e em 1981, quando Baltazar marcou aquele golaço no Morumbi na conquista do Brasileiro.

Continuo devendo muito ao presidente Dourado.”

 

Cabide Solidário chega às entidades de atendimento à comunidade

A volta do frio e o sucesso da ação da Campanha do Agasalho 2017, Cabide Solidário, realizada em alguns equipamentos públicos de Porto Alegre, levou a Secretaria de Desenvolvimento Social (SMDS) a ampliar a atividade em uma grande ação com impacto na população de baixa renda de vários bairros da cidade, onde existe concentração de pessoas que acessam os serviços da assistência social. O evento será nesta sexta-feira, 4, das 10h às 14h.

A ação ocorrerá em cinco Centros de Referência de Assistência Social (Cras), em três Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), em duas sedes do Centro Dia do Idoso (CDI), no Centro POP I e II (vinculados à Fasc) e em seis Crips (Centros de Relação Institucional Participativa, vinculados à Secretaria de Relações Institucionais). Serão distribuídas 30 mil peças de roupas, numa intensificação da política pública da assistência social direto à população que mais necessita. A atividade nos Crips será realizada também neste sábado, 5. Somada ao que foi enviado às entidades cadastradas pela Fasc, com esta atividade a entrega das doações recebidas na Campanha do Agasalho 2017 chega a mais de 100 mil peças de roupas.

“O nosso objetivo é fazer uma Campanha do Agasalho diferente, dinâmica, com a participação direta da população. E estamos conseguindo isso. A entrega dos agasalhos também se dá de forma diferenciada, levando direto a quem realmente necessita. Nesse sentido é que a ação do Cabide Solidário se encaixa e tem um resultado extremamente positivo e compensador”, afirma a secretária Maria de Fátima Záchia Paludo.

Confira os locais participantes:

Cras - Centros de Referência de Assistência Social

Partenon - Rua Barão do Amazonas, 1959

Leste - Rua Jerusalém, 615 - Vila Bom Jesus

Norte - Rua Paulo Gomes de Oliveira, 220 - Sarandi

Lomba - Rua Jaime Rollemberg de Lima, 108 - Parada 4 - Vila Mapa

Extremo Sul - Rua Gomercindo de Oliveira, 23 - Chapeú do Sol

Creas - Centros de Referência Especializado de Assistência Social

Partenon - Rua Everaldo Marques da Silva, 12

Lomba - Rua Gervásio Braga, 642 - Parada 46

Leste - Rua Porto Seguro, 261 - Ipiranga

Norte - Rua Irene Capponi Santiago, 290 - Vila Floresta

Sul - Rua Sílvio Silveira Soares, 2713 - Camaquã

CDI - Centro Dia do Idoso

Norte - Rua Irene Capponi Santiago, 400 - Vila Floresta

Sul - Rua Silvio Silveira Soares, 2713 - Bairro Camaquã

Centro POP

Centro I - Rua Engenheiro Almirante Álvaro Alberto da Mota e Silva, s/ nº - Vila Lupcínio Rodrigues - Bairro Menino Deus

Centro II - Av. Voluntários da Pátria, 1613 - Centro Histórico

Crips - Centros de Relação Institucional Participativa

Leste - Rua São Felipe, 144 - Bom Jesus

Lomba - Estrada João de Oiveira Remião, 5450 – só no sábado

Centro - Av. João Pessoa, 1110

Glória - Av. Cel. Aparício Borges, 981

Ilha - Rua Capitão Coelho - Praça Salomão Pires de Abraão – Ilha da Pintada

Cristal - Av. Copacabana, 1096 - Tristeza

Mais informações:
Maria Emília Portella - Assessoria de Comunicação - 3289 2085 – 99919.9958
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social
Prefeitura Municipal de Porto Alegre

 

Santa Rosa de Lima recebe 5ª edição do Prefeitura nos Bairros

Criado no final de 2016, como um desmembramento do Rubem Berta, o bairro Santa Rosa de Lima receberá neste sábado, 5, as ações do programa Prefeitura nos Bairros. É na Praça Vilmar Bertelli que desembarcam, das 10h às 16h, as dezenas de ações descentralizadas e a prestação de serviços que a prefeitura leva aos bairros da Capital, na quinta edição do evento neste ano.

No Santa Rosa de Lima uma das novidades será a ampliação de atividades e cursos voltados ao mercado de trabalho e empreendedorismo (com oficinas para formatações de currículos e treinamento para entrevistas de emprego e para microempresários). Outra novidade nesta edição é Ônibus dos Animais, com atendimento de veterinários aos bichos de estimação e estimulo à adoção de cães e gatos abandonados.

Ao todo, o programa Prefeitura nos Bairros já levou atendimentos e ações de cidadania, saúde, lazer, cultura, esporte e educação que envolveram mais de 16 mil pessoas em campeonatos esportivos comunitários, exames de saúde, cortes de cabelo, atividades relacionadas a direitos humanos e ação social nos bairros Mario Quintana, Ilha da Pintada, Lomba do Pinheiro e Bom Jesus.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Bonecões da Guarda - Bonecos da Guarda Municipal interagindo com a comunidade - 10h às 16h

Participação da Assessoria Comunitária/GM - Contato junto à comunidade - 10h às 16h

2ª Via da Certidão de Nascimento - Emissão da 2ª via da Certidão de Nascimento e informações sobre registro e casamento - 10h às 16h

Cadastramento e Encaminhamento ao Mercado de Trabalho - Cadastro feito no local e fornecimento de carta de apresentação às Empresas - 10h às 16h

Emissão da CPTS - Emissão da 1ª e 2ª via da CPTS e informações sobre procedimentos para confecção da CTPS - 10h às 16h

Emissão do CPF - Emissão do CPF e informações para emitir o documento - 10h às 16h

Orientações sobre acesso aos serviços - Unidade da Mulher, Pessoa Idosa, Igualdade Racial e da Unidade da Diversidade Sexual - Disponibilização de informações correspondentes às ações de cada Unidade - 10h às 16h

Isenção do Cartão TRI e informações gerais sobre direitos da Pessoa com Deficiência - Cadastramento e orientações sobre isenção para Idosos e para PcDs - 10h às 16h

Cooperativas - Atendimento e informações sobre cooperativas, aluguel social e regularização fundiária. Entrega de folders e folhetos - 10h às 16h

Serviço de Abordagem - Abordagem Social - 10h às 16h

Cadastro único - Realização do cadastro único - 10h às 16h

Ação Cabide Solidário e Campanha do Agasalho - Doação de peças de agasalhos arrecadadas na Campanha do Agasalho, a fim de beneficiar as populações de baixa renda de bairros onde temos concentração de pessoas que acessam os serviços da assistência social - 10h às 13h

Oficinas - Drogas, gravidez precoce e DST/AIDS - Palestrante Moisés Barboza - 10h30

Oficinas - O Empoderamento da Mulher – Palestrante Letícia Gastaldoni (psicóloga) - 11h

Oficinas - Educação para Mobilidade para Público Idoso - Palestrante Jorge Brasil (EPTC) - 11h30

Oficinas - Direitos do Consumidor - Palestrante: Sophia Martini Vial (Procon) - 12h

Apresentação musical - Douglas Lomando Lima - 14h

Apresentação musical - Jhonny Carvalho - 15h

Exposição de quadros em Grafite - Atividade Livre de Exposição de quadros e pintura no local - Artista Deivid Bizer - 10h às 16h

Torneio de Futsal Masculino e Feminino - 10h às 16h

Atividades do Programa Bonde da Cidadania e Brincalhão - Basquete, Brinquedoteca, dama, dedobol, jogos de memória, skate, quebra-cabeça, jogos de encaixe, perna de pau, ping-pong - 10h às 16h

Atividades recreativas - Promoção de atividades recreativas orientadas pela Fundação de Educação e Cultura do S. C. Internacional - 10h às 16h

Atividade de Ginástica Aeróbica - Equipes de Ginástica - 10h às 16h

Atividade de Dança - Equipes de dança - 10h às 16h

Atividade Lúdica - Promoção de atividade física orientada - 10h às 16h

Tenda da Saúde da SMS - Promotoras da Saúde da População Negra, Orientação de Saúde Bucal, Liga Feminina de Combate ao Câncer, Descarte de medicamentos e Quero Parar de Fumar! - 10h às 16h

Ônibus com Testes Rápidos para HIV, Sífilis, Hepatites Virais - Testagem rápida para HIV, Sífilis e Hepatites Virais com encaminhamentos para exames e início do tratamento para sífilis - 10h às 16h

Distribuição de materiais - Educação para o trânsito com dicas de segurança e a divulgação do prêmio EPTC - 10h às 16h

Cadastramento e orientações - Isenção para Idosos e Pessoas com Necessidades Especiais, Passe Livre Intermunicipal, Vou à Escola, Passagem Escolar e Passe Antecipado, em parceria com a SMDS - 10h às 16h

Orientações - Credencial de Estacionamento para Idoso, defesa e ou recurso de multa de Infração de Trânsito - 10h às 16h

Procon - atendimento ao público - denúncias e reclamações de consumidores – 10h às 16h

Oficina de currículos - Orientações para elaboração de currículos - 10h às 16h

Oficina de comportamento em entrevistas de emprego - oficina para cidadãos que desejam se candidatar a uma vaga de emprego - 10h às 16h

Oficina de orçamento - oficina para microempresários da região sobre orçamento para empresa - 10h às 16h

Alvarás para localizados - emissão de alvarás para localizados - 10h às 16h

Consulta de CPF - consulta em parceria com o CDL ao cadastro de CPF dos consumidores - 10h às 16h

Tenda do Turismo - Entrega de convites gratuitos para a comunidade local de baixa renda realizar passeios na Linha Turismo - 10h às 16h

Tenda do Empreendedor - Orientações sobre regularização de alvarás, renovação, troca de atividade comercial, realização de boletim informativo e incentivo ao empreendedorismo - 10h às 16h

Food Truck - A SMDE convidou um Food Truck para ofertar gastronomia diferenciada de baixo custo para a comunidade - 10h às 16h

Posto de Atendimento Comercial - Emissão de segundas-vias de conta de água, informações comerciais, Abertura de protocolos operacionais relacionados a água e esgotamento sanitário - 10h às 16h

Museu Itinerante Memória Carris - Ferramenta de divulgação da história de 145 anos da Carris Porto-Alegrense - 8h às 17h30

Entrega de Livros - Entrega de livros do Fumproarte para instituições de ensino - 10h às 16h

Brincadeiras Pedagógicas - Atividades lúdicas de pintura e jogos educativos - 10h às 16h

Atividades de Desenho - Produção artística utilizando giz de cera e lápis de cor - 10h às 16h

Sarau Literário e Musical - Contação de histórias com música - 10h às 16h

Pula Pula - Atividade física utilizando o pula pula - 10h às 16h

Atendimento Médico Exército - Atendimento médico da equipe de saúde do Exército Brasileiro com Clínicos Gerais - 10h às 16h

Atendimento Odontológico do Exército - Atendimento médico da equipe de saúde bocal com dentistas - 10h às 16h

Orientação para o serviço militar - Tenda com atendimento do Exército contando a sua história e dando orientação os jovens para o serviço militar - 10h às 16h

Ônibus dos Animais - Atendimento aos animais e cães para adoção - 10h às 16h

 

Equipes realizam limpeza e manutenção de iluminação em praças

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) segue divulgando, nesta quinta-feira, 3, a programação de serviços em praças. Para esta quinta-feira está previsto o atendimento de 17 locais, que receberão capina, roçada, varrição e manutenção da iluminação pública. No entanto, a programação pode sofrer alterações devido às condições climáticas.

Seguem as praças programadas: Chasqui, Augusto Atílo Giordani e Jorge Bastane (São Sebastião); Limoeiro (Cristo Redentor); Aconchego I e II (Rubem Berta); Miguel Anibal Genta (Passo Das Pedras-Jardim Planalto); Ephraim Pinheiro Cabral (Boa Vista); José Dornelles Medina e Wolfgang Klaus Sopher (Vila Ipiranga-Jardim Itati). As praças Jorge dos Santos Rosa (Rubem Berta-Parque dos Maias) e Coronel Francelino Cordeiro (Jardim Lindoia) também receberão corte de grama com o auxílio de tratores.

Além dos locais acima, outros seguem em atendimento pelas equipes: Estádio Alim Pedro (IAPI); Professor Leonardo Macedônia (Boa Vista); Torben de Alencastro Friedrich (Jardim Lindoia); Ucraniana e David Rosemblit (Passo D' Areia).

Serviço - Porto Alegre possui mais de 600 praças e a previsão é de que sejam atendidos 200 locais por mês. Neste caso, os serviços devem ocorrer a cada três meses, de segunda-feira a sábado até o meio dia. A Secretaria de Serviços Urbanos (Surb), por meio do DMLU, é a pasta responsável pela manutenção das praças desde outubro de 2016, e a limpeza é feita por contrato de equipes que realizam a manutenção rotativa dos locais. Os oito parques do município têm equipes próprias de serviços, mantidas pela Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade.

 

Governo do Estado abre 2,5 mil vagas por meio de concursos públicos e processos seletivos em 2017

O governador Raimundo Colombo determinou para este ano a abertura de 1,8 mil vagas por concurso público e mais 747 vagas por meio de processo seletivo. Estão contempladas as áreas da Segurança Pública, Educação, Agricultura, Saúde, além de oportunidades para trabalhar na Udesc e na Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST).

“Oferecer vagas de trabalho é uma ação importante, especialmente no momento delicado em que vive nossa economia. Os concursos são fundamentais para manter ativo o quadro funcional do Estado e, consequentemente, conseguir prestar um bom atendimento ao cidadão. No caso da Segurança Pública, por exemplo, vão nos ajudar a compensar o déficit em função das aposentadorias”, afirma Colombo.

O Corpo de Bombeiro Militar oferece 300 novas vagas para soldado militar, sendo 282 para o sexo masculino e 18 para o sexo feminino. As inscrições vão até 31 de agosto de 2017.

A Educação terá mil novos profissionais, sendo 600 vagas para professores do ensino regular, da educação indígena e dos Centros de Educação Profissional (Cedup) e mais 400 para cargos administrativos das escolas, tais como assistente educacional (AE), administrador, supervisor escolar e orientador educacional. As inscrições começam no dia 14 de agosto e terminam em 12 de setembro de 2017. A prova será no dia 8 de outubro e os primeiros profissionais aprovados serão convocados ainda em dezembro deste ano. O edital estará disponível no site da Educação a partir do dia 14.

Na Saúde, as inscrições para o processo seletivo com 659 vagas terminam dia 11 de agosto e serão contratados médicos de diversas áreas, enfermeiros, técnicos em enfermagem, além de farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas e físico.

A SST também oferece sete vagas para técnico de enfermagem que serão habilitados para atuar no Centro Educacional São Gabriel, em São José. A inscrição termina nesta sexta-feira, 4 de agosto, e pode ser realizada no site da secretaria.

Também estão previstos concursos para a Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias (IGP) para o ingresso de 200 agentes, 194 escrivães, 49 peritos e dois técnicos periciais. Ainda não há data para o lançamento do edital.

Concursos e processos já realizados ou em andamento

Para a defesa sanitária, a Cidasc realizou concurso em abril deste ano com 67 vagas para profissionais atuarem nas barreiras sanitárias que ficam nas divisas com os estados vizinhos e com a Argentina, e para 16 médicos veterinários. Os aprovados podem acompanhar as informações no site da Cidasc.

Já a Udesc está realizando um processo seletivo com 81 vagas de professor substituto nas 12 unidades em todo o Estado. As inscrições já estão encerradas e a prova será aplicada no próximo dia 22.

 

Florianópolis sedia reunião de governadores do Codesul nesta sexta

O governador Raimundo Colombo recebe nesta sexta-feira, 4, em Florianópolis, os representes de governos do Paraná, do Rio Grande do Sul e do Mato Grosso do Sul para reunião do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul). O encontro tem início às 10h, na Casa d’Agronômica.

>>> Às 12h, os governadores atendem à imprensa, ainda na Casa d’Agronômica.

No encontro, Colombo assumirá a presidência do Codesul, que é anualmente revezada entre os estados membros. Para esta reunião, está prevista a presença, além do governador Colombo, do governador do Paraná, Beto Richa, atual presidente do Codesul; do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori; e da vice-governadora do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto.

A reunião contará, ainda, com a assinatura de contrato entre o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Cooperativa Central Aurora Alimentos, para financiamento no valor de R$ 49,6 milhões. O valor é parte do investimento da empresa para aquisição de duas unidades de abates, sendo uma de frangos e outra de suínos, em Erechim, no Rio Grande do Sul.

Com unidades localizadas nos quatro estados do Codesul, a Aurora conta hoje com 13 cooperativas afiliadas, que congregam mais de 72 mil famílias. A cooperativa tem 15 plantas de processamento de proteína animal, duas de laticínios, seis fábricas de rações. Nas suas unidades trabalham mais de 26 mil colaboradores diretos. Outras oito mil pessoas trabalham nas cooperativas filiadas.

O Codesul

O conselho foi criado em 1961, por meio de um convênio entre os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Em 1992, o Mato Grosso do Sul passou a integrar o Codesul. O objetivo é encontrar alternativas aos desequilíbrios regionais, com concentração do crescimento no centro do país. A estrutura administrativa é composta por um secretário executivo, nomeado pelo governador-presidente, e por quatro secretários assistentes, além de corpo técnico e administrativo.

 

Câmara enterra denúncia e Temer pode avançar nas reformas

Não houve surpresas e a Câmara dos Deputados conseguiu os votos necessários para enterrar a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, apresentada pelo Procurado r-Geral da República, Rodrigo Janot. Com isso, Temer não será julgado pelo Supremo Tribunal Federal e a denúncia só será analisada após ele deixar o cargo, em 2019. A vitória na Câmara dá força para que o Presidente continue trabalhando para tirar o Brasil da maior crise política e econômica de sua história e avançando nas reformas necessárias, como a da Previdência, a política e a tributária. Foram 264 votos pelo arquivamento da denúncia, 227 a favor e duas abstenções.
O deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo, um dos parlamentares mais engajados na defesa de Temer, comemorou a vitória. Segundo o parlamentar, esta denúncia foi fruto de um criminoso confesso, Joesley Batista, dono do Grupo J&F, e de corporações públicas que não querem perder seus privilégios de aposentadorias precoces e mili onárias e que trabalham contra a reforma da previdência. “Eles armaram para o presidente Michel Temer, homem sério e íntegro. Com esta decisão da Câmara, ganharam o Brasil, o Parlamento, a esperança, os doentes, os empresários e os desempregados. Venceu a energia positiva que está tirando o Brasil da UTI. O Brasil vai fechar o ano sem recessão e 2018 será ainda melhor. É duro reformar o que está muito ruim, por isso estou feliz pelo homem Michel Temer e pelos brasileiros”.

Ainda segundo Perondi, o Brasil vive um momento de transformação, de recuperação da economia, de redução da inflação, dos juros e do desemprego, e batendo recordes seguidos na balança comercial. “O presidente Michel Temer precisa continuar trabalhando e fazendo as reformas que vão dar sequência a esse processo de recuperação e de pacificação do País”, completou.

 

Programação do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do Governo na Câmara, neste final de semana:

04 DE AGOSTO – SEXTA-FEIRA

Fazenda Vila Nova (RS)

10h - Reunião com lideranças políticas municipais

Local: Câmara de Vereadores - BR 386, KM 368, nº 1945

Marques de Souza (RS)

12h - Reunião com lideranças políticas municipais

Local: Fruteira e Restaurante do Mertz - Rua 25 de Julho, nº 470

Forquetinha (RS)

13h30m - Reunião com lideranças políticas municipais

Local: Câmara de Vereadores - Rua Johann Kremer, nº 1316

Coqueiro Baixo (RS)

15h - Reunião com lideranças políticas municipais

Local: Prefeitura Municipal - Rua Vicente Manica, 2300

O deputado Darcísio Perondi poderá ser contatado para eventuais entrevistas pelo seguinte telefone:
(61) 98163-0003

 

3 de agosto de 2017

EXCLUSIVO

WIANEY CARLET E X C L U S I VO PRA ESTE BLOG APOS DEMISSÃO DA RBS

' FUI TRAIDO PELO MICROFONE"

Em casa, EM Viamão onde mora com a esposa MARISA, desde que foi demitido da RBS na ultima segunda feira, o RADIALISTA WIANEY CARLET, 68 ANOS RECEBEU CENTENAS DE MENSAGENS DE SOLIDARIEDADE MAS ,ESTÁ CHATEADO.ELE ADMITIU A ESTE REPORTER QUE NAS PRIMEIRAS 24 HORAS FICOU MESMO ABALADO. NUNCA TINHA SIDO DEMITIDO NA VIDA E CONFESSA QUE NÃO GOSTOU DA EXPERIENCIA.SUA CHATEAÇÃO VEM DE VÁRIOS FATOS. PELO QUE DISSE DE PAULO SANTANA´- ' NÃO SENTI SUA MORTE, ERA UM FDP....- E PELA DEMISSÃO.

- TENHO 30 ANOS DE RBS DISSE. É QUE NA ULTIMA VEZ QUE TRABALHOU NA GAUCHA FICOU 22 ANOS, MAS ANTES JÁ TINHA FICADO OITO ANOS.

WIANEY DIZ QUE AS PRIMEIRAS 24 HORAS DEPOIS DE SUA DEMISSÃO FORAM DE ABALO

- NUNCA FUI DEMITIDO NA VIDA. É A PRIMEIRA VEZ.

CARLET COMEÇOU NA RÁDIO SIDERAL DE GETULIO VARGAS. DEPOIS FOI PRA CIA JORNALISTICA CALDAS JR. ONDE FICOU 10 ANOS NA RÁDIO GUAIBA E ESCREVIA NO CORREIO DO POVO.POR UM BLOG PODE SER UMA SAÍDA.

- A INTERNET É UMA POSSIBILIDADE, DIZ, ENQUANTO VAI CONTANDO SUA VIDA PROFISSIONAL.

ELE CONFESSA QUE QUER TRABALHAR, MAS DIZ:

- AINDA ME SINTO COM MUITA TESÃO.

- NÃO SEI SE ME QUEREM....

sobre o incidente de sábado passado, quando fez o comentário QUE PROVOCOU SUA DEMISSÃO, ELE NEM LEMBRA COMO O ASSUNTO PAULO SANTANA ENTROU NA RODA.

MAS CONFESSA QUE ACHOU QUE O MICROFONE ESTIVESSE DESLIGADO.

- FUI TRAIDO PELO MICROFONE

QUANTO A COLEGA QUE APRESENTAVA O PROGRAMA COM ELE, DIZ APENAS QUE ELA O ' MIJOU NO AR'.

- ELA TEM O CONTROLE DO PROGRAMA, CONFESSA.

CHATEADO COM A SITUÇÃO , WIANEY DIZ QUE EM 53 ANOS DE TRABALHO, FOI SUA PRIMEIRA DEMISSÃO E QUE ELE NÃO GOSTOU DA EXPERIENCA.

- AINDA NÃO DEU PRA FAZER PLANOS, DISSE.(OLIDES CANTON)

FOI UM LANCE DE SORTE CONSEGUIR FALAR COMELE.

CONSEGUI O FONE DE SUA CASA, MAS HÁ OITO ANOS HAVIA TROCADO.

- VIVIAM LIGANDO PRA CA. POR ISTO EU FIQUEI COM O NOVO FONE DELE.

AI ELA ME PASSOU.

TENTEI NO COMEÇO NINGUÉM ATENDEU.

DEPOIS SEMPRE DEU OCUPADO ATÉ QUE SUA ESPOSA ATENDEU. ME IDENTIFIQUE E ELE ME ATENDU. PELO VOZ ESTÁ MUITO CHATEADO, MAS LENTAMENTE SE RECUPERANDO.

É QUE JÁ VAMOS PRO FIM DE SEMANA

ELE NEM SABIA QUE TINHA SIDO CAPA DO TERRA NA TERÇA......

- VIREI FAMOSO, CONFESSOU,SEM RIR.

 

Coleguinhas

MAGDA

BEATRIZ COMENTOU NA TERÇA, A DEMISSÃO DO WIANEY NA PAMPA. MUITA GENTE A VE,SIM

LAURINHO É FANZOCA DELA.

 

ronda daciti

A COBRADORA DO T7 PEGA NO SONO PERTO DO MEIO DIA.....TB NÃO É MOLE.

rua do lazer. carlos gomes. domingo passado.

 

GO DO ESTADO.

NADA DE NOVO.

PORRA É DO TEMPO DO GUAZZELI QUE A IMPRENSA ESCREVE.GOVERNADOR PASSANDO O PRES EM BSB...PQP, NUNCA MUDA ESTA PORRA AKI

 

RONDA DOS COLEGIOS

NO BANHEIRO DA FACULDADE DE APLICAÇÃO DA URGS, O PROTESTO SOLITÁRIO KKKKKKK

 

MORTE NO INTERIOR.

LAMENTO O PASSAMENTO DA VO DO CAPINCHO. OUVI MUITO FALAR DELA.
QDO IA SB. ELA MORAVA EM CAÇAPAVA DO SUL.(oc) MEUS SENTIMENTOS A FAMILIA.

GASPARINA OLIVEIRA VIVIAN ERA A VO DO CAPINCHO.OUVI FALAR MUITO DELA.

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2017/08/02 07:42:19

Ontem morreu a mãe do pai... Minha vó... 97 anos... Chegou agosto levando os Velinhos...

 

I Seminário Inovação e Integração das Bovinoculturas de Carne e Leite: 17 e 18 de agosto

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) convida para o I Seminário Inovação e Integração das Bovinoculturas de Carne e Leite: Perspectivas de Desenvolvimento para a Agroindústria Gaúcha de Proteína Animal, organizado pela FEE e pelas Faculdades Integradas de Taquara, com apoio da Capes, Ministério da Educação, Ocergs e Farsul. O evento tem como objetivo apresentar o sistema neozelandês de integração entre as bovinoculturas de carne e leite, avaliar sua replicabilidade no Brasil e suas consequências para a alavancagem da renda nas duas pecuárias, bem como do potencial de contribuição de tal projeto para o enfrentamento da estagnação relativa às regiões Sudoeste e Noroeste do Rio Grande do Sul.

O seminário acontece nos dias 17 e 18 de agosto de 2017, no Centro de Eventos da Faccat (Avenida Oscar Martins Rangel, 4500, Taquara/RS).

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site da Faccat.

Confira mais informações através do e-mail mestradodr@faccat.br ou através do telefone (51) 3541-6606.

 

DE SERAFINA

MORADOR DE PALMEIRA DAS MISSÕES, E FÃ DE SERAFINA, O PROF. MAURO SANTOS ROCHA NÃO FOI AO ENCONTRO DOS AMIGOS, DIAS ATRÁS NO ROSSATTO EM SERAFINA.

E ANDAVA SEGUNDO ME DISSERAM DIZENDO QUE IRIA. PROMETEU LEVAR A ESPOSA, A CHICA.

NAO SEI SE JÁ OFICIALIZARAM A RUA COM O NOME DO FALECIDO ZATOR MARIO ROCHA.

O PROF. MAURO SANTOS ROCHA DEVE ANDAR MUITO OCUPADO COM O SEU PROGRAMA NA RADIO PALMEIRAS. ERA MUITO LIDO AQUI NO BLOG POR ALGUNS LEITORES QUE SEMPRE COMENTAVAM SEUS COMENTÁRIOS INTELIGENTES. INCLUSIVE SOBRE O PDT PARTIDO AO QUAL ELE É ADEPTO.

*

MAS ELE SUMIU. NÃO POSSO FAZER NADA.APENAS LAMENTAR A PERDA.

LA TAVERNA NA 15 É A NOVA SENSAÇÃO. DIZ QUE O DONO BOTOU UM RESTAURANTE TEMÁTICO.

COISA DE GRINGO EU COMIA NA CHURRASCARIA DO PELÉ. AGORA NÃO TEM MAIS.

MAS NO GIARETTA TB SE COME BEM. PODEM IR LÁ, EU GARANTO.

ESTOU AGUARDANDO NOVIS DE SERAFINA DO MEU LEITOR QUE SEMPRE MANDA VIA CORREIO.ELE SABE DO QUE FALO.

TERRA DE AREIA E ITATI CONSEGUIRAM COMARCA. SERAFINA APESAR DO BICO BRANCO TER PEDIDO 2 ANOS ATRÁS, AINDA NÃO.

*

ESCOLA NO BAIRRO BELA VISTA CONTINUA FECHADA. SEM APROVEITAMENTO DO PRÉDIO.

*

MUITOS CCs NA NOVA ADMINISTRAÇÃO. INCLUSIVE PRA PARENTES DE EX PRIMEIRA DAMA.

2 de agosto de 2017

EXCLUSIVIO

PROJETOS DE LEI ENVIADOS PELO PREFEITO JUNIOR VAO ABRIR GUERRA NA CAMARA MUNICIPAL ME INFORMA UM VEREADOR DE 5 MANDATO.

2.

BRIGA ROBAINA X COLEGA DO PMDB

' COMEÇARAM A SE TORRAR PELO WHATT DOS VEREADORES. .MANDEI-OS PARAR PQ AQUILO É PRA AVISOS NÃO PRA BRIGAR (ADELI SELL)

 

PEDRINHO

GRANDE CHAPA, TOU CURIOSO PRA LER O LIVRO DO PEDRINHO CHAVES.

SEMPRE ME DEI BEM COM ELE. FOMOS COLEGAS NA FABICO.

NUNCA FUI AMIGO, FUI COLEGA E MANTINHA BOAS RELAÇÕES COM ELE.

HJ O LAURINHO FINALMENTE ME DEU O LIVRO DA DANUSA, SOBRE MODAS - ELE DIZ QUE EU SOU MEIO VIADO E QUE GOSTO DISTO E O LIVRO DO PEDRINHO.QTO A DANUSA, GOSTO DO TEXTO DELA. UM DOS MELHORES TEXTOS DA IMPRENSA NO BRASIL.

CLARO QUE OS ASSUNTOS SÃO MEIO BABACAS. MAS ELA ESCREVE BEM.

 

'MORTES DO SALA'

MORRERAM DO SALA, KENNY BRAGA. FPSANTANA, WIANEY CARLET, RUY OSTERMANN,OU SEJA, MORREU O PROGRAMA. TOU FORA. NEM MAIS LIGO PRA OUVI-LO.

EU VOU PRA CAIÇARA ONDE AINDA OUÇO DIZEREM

MINHA MULHER ME CAGA A PAU.....

NANDO GROSS TEM A CULTURA DA RBS. É O QUE EU CHAMO DOS CORRETINHOS. NÃO DIZEM PALAVRÃO EM RADIO.

 

WIANEY

1.

ELE DISSE O QUE MUITOS COLEGUINHAS PENSAM,OU PENSAVAM DO SANTANA. SÓ QUE OS OUTROS NÃO FALAVAM AO VIVO NA PROPRIA RADIO QUE CONSAGROU SANTANA.

2.

SANTANA É O SANTO DA CASA. VIROU SANTO DEPOIS DE MORTO.

3.


CARLOS AUGUSTO BISSON DISSE COISA MUITO PIOR DO SANTANA QUANDO MORREU NO FEICE E NG DEU BOLA.

4.

A HIPOCRISIA É ISTO DAÍ...FALAM OS INTERESSES, OU AS APARENCIAS.

OUVI O AUDIO EM QUE ' WIANEY CAGOU PELA BOCA'...FOI SINCERO SOBRE O QUE ELE SENTIA, NADA DEMAIS MAS USARAM PRA MANDA-LO PRO OLHO DA RUA.

NO MINIMO NÃO QUEREM NEM MAIS QUE SE LEMBRE O SANTANA. SÃO AGUAS PASSADAS.

COMO DIZIA O VEIO AVELINE, O FUNCIO´NÁRIO É COMO PAPEL HIGIENCO. USA E B OTA FORA.

DENARDIM NADA TEM A VER COM A DEMISSÃO DO COLEGA.

TÁ CLARO QUE O CARA DISSE O QUE MUITA GENTE PENSAVA DO SANTANA.

*

ELE TEVE UMA PERDA COM ISTO, MAS PODERÁ TER UM GANHO MUITO MAIOR. TEM MUITA VIDA FORA DA RBS.

WIANEY CONSAGROU O CARLOS AUGUSTO BISSON QUE ANDAVA QUEIMANDO O SANTANA DESDE SUA MORTE.

'AZEDO ERA O APELIDO DO DEMITIDO DA GAUCHA.

ERA COLORADO, EMBORA NÃO DISSESSE.

A RBS TÁ FICANDO A TIPICA EMPRESA ONDE IMPERA O CORRETINHO....VAO PERDER AUDIENCIA DOS BAGACEIRAS. FORI EMBORA ZAMBIAZI,....WIANEY E MUITOS OUTROS. TÁ FICANDOA EMPRESA DO TULIO MILLMANN DOS COMPORTAIDNHO. NADA CONTRA O TULIO DOS QUE NÃO DIZEM PALAVRÃO.

QUI COISA SEM GRAÇA. DAS MARTA MEDIEORS DA VIDA.

É UM COMPLEXO DE QUEM FOI BAGACEIRA, UM DIA NÃO SER MAIS. É COMO O POBRE QUE ENRICOU.

NESTE FIM DE TARDE, TERESA, IRMA DE PAULO SANTANA, FEZ O SEGUINTE COMENTÁRIO:

- VIU COMO ELE TEM PODER. DEMITIRAM O CARA.

SE REFERIA A DEMISSÃO DO WIANEY. ELA TAVA NA MISSA NA IGREJA STA TEREZINHA.

PODER É PODER, MEU

VIANEY FAMOSO

SE QUERIA, AGORA VIROU. NO TERRA NACIONAL.

as x tem que chutar o balde mesmo. se ele souber conduzir o lance, agora ele vai ficar nacional mesmo. O WIANEY É MUITO BOM COMENTARISTA. É O MELHOR QUE TEM AI.

PEDENARDIM APENAS DISSE QUE AGORA ELE ASSUMIA A COLUNA DA ZH. NEM TOCOU NO COLEGA DEFENESTRADO.

FORAM COELGAS HÁ TANTOS ANOS NA RADIO SUCESSO DE ONDE MAURICIO OS TROUXE JUNTO COM O GORDO GARCIA.

*

NUMA JANTAR DA ACEG, O GORDO GARCIA DISSE COBRAS E LAGARTOS DO DENARDIM. SO NÃO PUBLIQUEI PQ NÃO TINHA GRAVADO.SENÃO TERIA PUBLICADO TUDO.

 

MEMORIA DA IMPRENSA

O ' PEIDO' DO WIANEY...

ESTA QUEM ME CONTOU FOI O JCTORVES, NOS TEMPOS EM QUE O SIND DOS JORNALSITAS ERA UMA VERDADEIRo GALPÃO DE CONTAÇÃO DE CAUSOS E DE CHIMARÃO ROLANDO. FICAVAMOS HS CONVERSANDO E TROCANDO HISTÓRIAS. O TORVEs, um grande contador de causos, adorava uma prosa e um dia,entre mateadas CONTOU QUE QUANDO ELE PRODUZIA O SHOW DOS ESPORTES NA GAUCHA UMA NOITE O PEDRO ERNESTO. O WIANEY CARLET E OUTROS FORAM NO PORTA LARGA NO INVETERVALO. lá encheram o cu de trago, como sempre faziam..mas no meio do trago surgiu um desafio. DENARDIM, HOJE MEIO ' OXIGENADO' - NÃO DIZ MAIS PALAVRÃO NO AR -

DESafiou o Wianey a dar um peido no ar. dito e feito. na volta, num intervalo, Waney voltou-se pro microfone e quando a algazarra tava rolando como era do jeito do antito SHOW DOS ESPORTES, WIANEY CUMPRIU O DESAFIO. PALAVRA DO TORVES.(OLIDES CANTON)

ME LEMBREI DISTO AGORA QUE ' VAZOU' UMA BAGACEIRICE NA GAUCHA E DEMITIRAM O WIANEY.

NÃO SEI DETALHES, MAS ACHO ISTO UM PRETEXTO. JÁ DEVIAM QUERER MANDA-LO MESMO. COMO DEVEM IR OUTROS.

 

PREGUIÇOSO E SEM VONTADE.

AGOULART ESTREOU A COLUNA 'CHUPANDO' UM EPISÓDIO DO LIVRO A HORA DO LAURO SCHIRMER. QUI GENTE PREGUIÇOSA.
QDO VI LOGO ME LEMBREI QUE ERA COISA REQUENTADA. SO NÃO SABIA ' ONDE EU JÁ TINHA LIDO'. QUI GENTE PREGUIÇOSA. ASSIM UM JORNAL COMEÇA MORRER.

VEIO BOM DE HISTORIA

AGOULART FOI NOVAMENTE CONTRATADO PRA FAZER FÉRIAS DO KADÃO QUE VAI SE OPERAR. 15 DIAS FICARÁ O NOSSO COLEGA.

GOULART AOS 82 ANOS TÁ MUITO BOM AINDA DE CUCA.

 

LEITORES

ROSINHA MOSQUEOU NO CASO WIANEY

ROSINHA LOPES DÁ TUDO POR UMA BOA FOFOCA SOBRE COLEGUINHAS E HJ DE MANHA NÃO SABIA DA DEMISSÃO DO WIANEY, DO AZEDO. QUANDO INFORMEI AO SEU MARIDO, ELA FOI CORRENDO SE ABSTECER DE DETALHES....KKKKKK

OUVIU TUDO O QUE ERA AUDIO.

 

MEMORIA DAS REDÇÕES

MANDOU O NOIVO PASTAR.....

VALTER GALVANI CHEFIAVA A FOLHA DA TARDE, DA CJCJ. UM DIA NOTOU QUE O NAMORADO, OU NOIVO DA CARLA IRIGARAY, REPORTER DO SEU TIME, ANDAVA MUITO POR LÁ. E DEU UM CORRIDÃO NO CARA. ELE ERA LIGADO A JUSTIÇA DO TRABALHO.ERA NOIVO, OU COISA QUE O VALHA.

PRA NÃO FICAR MUITO CHATO, DEPOIS DO OCORRIDO, MANDARAM A CARLA PRO CORREIO DO POVO. AI HOUVE OUTRO ROLO E O GALVANI TB FOI PRA LÁ.

- O QUE É QUE VAI ACONTECER AGORA, IMAGINARAM OS COLEGAS.

NÃO DEU NADA. DEU CASAMENTO.

HJ EM DIA OS DOIS MORAM EM GUAIBA. GALVANI FOI PRA LÁ PRA AJUDAR A CUIDAR DA SOGRA.

QDO SEU CELULAR TODA, ELE DIZ.

- É A POLICIA.!!!!!!!

EM TEMPO. COM O OCORRIDO, HOUVE UM CERTO TEMPO QUE A CJCJ NÃO GANHAVA UMA NA JUSTIÇA DO TRABALHO. OS COLEGUINHAS ATRIBUIAM O FATO AO FATO DO EX NOIVO SER LIGADO A INSTITUIÇÃO. VINGANÇA CORPORARATIVA

 

DONA ECLEA GUAZZELLI

MORREU ME DISSE O LAURINHO. FICOU ANOS COM ALZHEIMER NUMA CLINICA.

ERA UMA MULHER BRAVA., ELA TEM UM EPISÓDIO LIGADO A JORNALISTAS. FOI ELA QUE INTERMEDIOU A ENTREGA PRA PRISÃO DE OSMAR TRINDADE, RAFAEL GUIMARÃES, BICUDO E ROSVITA SAURESSING, DA COOJORNAL, QUANDO A JUSTIÇA MILITAR DECRETOU SUA PRISÃO.

A VI UMA X DAR UM DISCURSO QUANDO CANDIDATA A DEPUTADA ESTADUAL NUMA CHURRASCARIA. ERA NOS ANOS 80.
)
ELA BERRAVA:

- NÃO SOU ECLEA GUAZZELLI, SOU ECLEA FERNANDES. OU ME ELEJO COMO ECLEA FERNANDES OU NÃO ME ELEJO. TINHA SE SEPARADO DO SINVAL E PELO VISTO CARREGAVA MUITAS MÁGOAS.

ELVINO REMUSSI, QUE TRABLAHVA COM O GUAZZELLI NO SEU PRIMEIRO PERIDO DE GOVERNADOR TESTEMUNHO MUITAS BRIGAS DO CASAL. ALGUMAS IMPUBLICÁVEIS.(OLIDES CANTON

 

Artigo

 

do Comunique-se

Chamado de “gangue virtual”, MBL promete processar a revista Veja

Em matéria de capa de sua última edição, a revista Veja cita o Movimento Brasil Livre – MBL como “gangue virtual” do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), ao abordar o tema “como ativistas e candidatos de direita e esquerda se organizam para hostilizar e intimidar seus críticos nas redes sociais – e o impacto que eles podem ter em 2018”. Em resposta ao conteúdo publicado, a organização declarou, por meio de sua fan page, que irá processar o veículo da Editora Abril.

“A revista Veja passou de todos os limites! Agora, militar em prol de suas ideias na internet, segundos eles, é sinônimo de ser uma gangue. Iremos processar todos que nos ofenderem dessa maneira”, informou o movimento.

Além de Doria, a reportagem em questão traz na capa o ex-presidente Lula (PT) e o deputado federal pelo Rio de Janeiro Jair Bolsonaro (que está em vias de trocar o PSC pelo PEN). O conteúdo fala sobre como os seguidores e fãs destes políticos utilizam as redes sociais para intimidar e difamar quem os critica.

No texto assinado pelo repórter Pieter Zalis, a revista diz que os integrantes da “gangue virtual” do mandatário paulistano seriam “simpatizantes de grupos que defendem ideias conservadoras, mantêm páginas na internet, como Movimento Brasil Livre (MBL) e se posicionam de maneira radical em defesa do prefeito”. É declarado, ainda, que os responsáveis pela organização vasculham as redes sociais dos críticos em busca de elementos para difamá-los.

Como exemplo de ataque, a reportagem trouxe a história da repórter da CBN, que foi hostilizada nas redes após afirmar que a gestão de Doria acordou moradores de rua com jatos d’água. A matéria foi ilustrada com um post do MBL, declarando que a profissional mentiu sobre o fato e que ela seria uma militante da extrema-esquerda.

O MBL também se posicionou por meio do site ligado ao movimento, o Jornalivre, declarando que foram personagens da matéria da Veja por terem desmascarado “uma mentira grosseira” contada pela rádio e pela jornalista em questão.

“Para se ter uma ideia, a matéria da Veja neste fim de semana beira ao mais completo absurdo em termos de narrativa, porque nada do que foi dito nela condiz minimamente com os fatos. Aparentemente os grandes veículos de comunicação estão mais incomodados com o desmascaramento de uma mentira do que com a mentira em si. Será que eles estão preocupados em serem os próximos, já que adoram mentir tanto assim?”, disse o Jornalivre.


1º de agosto de 2017

FESTA HEAVY NA ARENA

NESTE DOMINGO ROLAVA JUNTO COM O JOGO UMA FESTA HEAVY NOS DOMINOOS DA ARENA.

MUITA FARTURA DECARNES DE FORA.

 

MEMORIA DA IMPRENSA

CABANHEIRO NÃO PERDOA ERRO DE NUMEROS DE LEILÃO.....E ROLA CABEÇA DE REPORTER

ANDREIA FANTINEL, HOJE NA COMUNICAÇÃO DA CEEE, TRABALHAVA NO CORREIO DO POVO. FOI FAZER UM LEILÃO NUMA CABANHA E A MATE´RIA TEVE UM ERRO DE NUMEROS COMPARADO COM ANO ANTERIOR. DEZ POR CENTO.ALGO ASSIM. O DONO DA CABANHA, HOJE VICE GOVERNADOR FOI NA REDAÇÃO E EXIGIU A CABEÇA DA REPORTER. TELMO FLOR, EDITOR CHEFE DO CORREINHO, A ENTREGOU NA BANDEJA E TUDO. E POR CIMA O ATUAL VICE GOV AINDA FOI DIAS DEPOIS NA REDAÇÃO DA CORREIO CONFERIR SE REALMENTE TINHAM DEMITIDO A REPORTER, OU SE O ESTAVAM ENROLADNO. COISA DE CABANHEIRO. COMO QUEM CONFERE COM O CAPATAZ SE A ORDEM FORA CUMPRIDA. MAS O ' CAPATAZ' TELMO FLOR TINHA CUPRIDO A RISCA O PEDIDO DELE. É VERDADE QUE A REPORTER ERROU O S NUMEROS E A EDITORA - CUJO NOME NÃO TENHO, TB NÃO CONFERIU...

 

MENDELSKI GENEROSO

NA GAUCHA, O FREI SUSIN DA CAPELA STO ANTONIO MANDAVA COMIDAS PRO COMUNICADFOR. ELE DAVA TUDO PROS ESTAGIÁRIOS.

 

Dá só uma olhada....

De: Jair Machado
Data: 31/07/2017 13h01min23s UTC

Olides,
A festa vespertina, até onde acompanhei, transcorreu na normalidade dos eventos interioranos com quermesse, sorteio de brindes, leilão de tortas, apostas da roleta (vários prêmios, com destaque para camisetas do Grêmio e Internacional) e baile com show da banda Ômega 3, de Montenegro, que botou muita gente dos cerca de 700 participantes pra dançar.
O padre de Capela de Santana é Ângelo Bach (e não Antônio, como está na coluna de hoje).
Jair

 

dos leitores

JAIR TU É A CARA DO WAGNER, POR ISTO TU PROCUROU ELE KKKK(OLIDES) E NÃO É ESTAGIÁRIO, TU TE ACOSTUMOU COM ELES NA CEEE, O MEU É AJUDANTE DE ORDENS MESMO. SOU MILICO NA ESSENCIA, EMBORA TENHA UM POUCO LUTADO CONTRA A DITADURA. UMA X EM SÃO BORJA ME PERGUNTARAM PQ FUI PRO JORNALISMO. RESPONDI PRA DERRUBAR A DITADURA(OLIDES CANTON)

De: Jair Machado
Data: 31/07/2017 13h59min16s UTC

Pessoal,
Repasso material que produzi sobre a entrega da nova imagem de Santana. Junto vão algumas fotos que consegui reunir (todas com crédito de Divulgação, já que foram produzidas por "fotógrafos" amadores) e o link da matéria publicada hoje no jornal Vale dos Sinos (http://www.jornalvs.com.br/_conteudo/2017/07/noticias/regiao/2149011-imagem-da-padroeira-de-volta-a-capela-de-santana-apos-34-anos.html)
Atenciosamente,
Jair Machado

Nova escultura de Santa Ana será entregue por doador de 85 anos

Neste domingo, dia 30 de julho, a comunidade de Capela de Santana voltará a encontrar-se com a imagem da padroeira do município. Uma nova escultura foi encomendada por um doador e substituirá a antiga que foi roubada há 34 anos. A nova peça, esculpida em madeira, com um metro e vinte centímetros de altura (como a original), é obra do artista Valter Frasson, de São Leopoldo. Com várias obras realizadas, Frasson é um dos mais requisitados escultores gaúchos, especialista em arte sacra. Vários de seus trabalhos ornamentam igrejas gaúchas e de outros estados, como "Maria acolhe seu filho" e "Pietá", expostas no Santuário de Aparecida, em São Paulo.


O doador
O eletricitário aposentado Pedro Nunes Machado, 85, acalentava um sonho desde o roubo da santa, ocorrido em sete de julho de 1983. Como toda família tem origem no município, ele testemunhou o desejo de muitos parentes de ver a estátua reposta, especialmente, de uma fervorosa devota: sua irmã Carlota, recentemente falecida. Com uma fotografia que conseguiu recuperar, procurou o escultor e, como ele aceitou o desafio proposto, a nova escultura tomou forma. "Sinto uma imensa alegria em poder estar realizando este meu, provável, último desejo", declara. E espera reunir forças para acompanhar a procissão, que percorrerá a praça, localizada em frente da igreja Matriz,
neste domingo.

O roubo
As investigações policiais e as tentativas de identificação dos autores e paradeiro jamais tiveram qualquer sucesso. Um ano antes do roubo, foi a última vez que a escultura original havia deixado seu nicho protetor - uma redoma envidraçada - para ser carregada, em procissão. A construção da redoma foi uma tentativa de proteção diante das ameaças e dos roubos de imagens sacras, tão comuns em outras igrejas e sacristias, no início dos anos 80. O sólido bloco de madeira e vidro era (e é) fechado com uma placa traseira, fixada com 32 parafusos. Apesar da quantidade, os suspeitos retiraram-os, um a um, até poderem por as mãos na estátua e a levarem no banco traseiro de um carro, utilizado para fuga. Como era uma fria e chuvosa madrugada de quinta-feira, passaram desapercebidos pelos moradores das proximidades.

A Festa
Neste ano, as comemorações relativas à Padroeira de Capela de Santana serão concluídas no domingo, 30 de julho. A programação inicia às 10 horas, com missa festiva. Ao meio-dia, será servido almoço ao preço de R$ 25,00. Os cartões para o almoço, com churrasco e acompanhamentos, podem ser adquiridos com a comissão de festeiros ou na sede paroquial. Durante a tarde, seguem os festejos populares, com a revelação da “Vovó da Festa” e leilões. A reunião dançante terá animação do Musical Ômega 3, de Montenegro.

Saiba mais
O município de Capela de Santana é uma das localidades mais antigas do Estado, tendo sido instalada entre os anos de 1738 e 1745, portanto, antes mesmo do estabelecimento da capital, Porto Alegre.
A formação inicial deu-se no entorno da Capela religiosa que homenageia Santa Ana, mãe de Maria e avó de Jesus, instalada em 15/06/1814.

Mais informações:
Paróquia Santa Ana
Capela de Santana
Pároco: Pe. Ângelo José Bach
Fundação: 15.06.1814
Praça Franklin Rodrigues da Silva, 45, Centro
Capela de Santana | 95745-000
(51) 3698.1194
Nº de comunidades: 9
Área: São Sebastião do Caí

do VS

Imagem da padroeira de volta a Capela de Santana após 34 anos


Nova escultura, doada por morador de São Leopoldo, substituirá santa furtada em julho de 1983 *// Renata Strapazzon *

Diego da Rosa/GES

34 anos depois de a imagem da padroeira de Capela Santana ter sido furtada de dentro da igreja da cidade, Santa Ana, a mãe de Maria, está novamente no meio dos fiéis capelenses. A nova peça, foi doada pelo eletricitário aposentado e morador de São Leopoldo, Pedro Nunes Machado, 85 anos e esculpida pelo artista Valter Frasson. A doação da imagem foi mantida em segredo até este domingo (30), quando ela foi apresentada à comunidade durante missa festiva em honra a padroeira e que lotou a paróquia do município.

Em seguida, a imagem foi levada até o salão nos fundos da igreja onde ocorreu almoço e baile. “Desde que ela foi furtada eu já tinha esta intenção e pedia muito a Deus que me ajudasse a realizar este desejo”, comenta Machado. Os moradores da cidade celebraram o presente. No salão, alguns fizeram fila para fotografar ou tocar a santa. “É uma emoção muito grande. Queria muito que minha sogra estivesse aqui agora. Quando levaram a imagem da igreja ela estava hospitalizada e lembro que ficou muito triste com o episódio. Certamente hoje seria um dia de muita alegria para ela”, diz a aposentada Nilza Machado, 75.

Produzida com base em uma fotografia da antiga santa, a nova, feita em madeira com acabamento em policromia tem 1,15 metro de altura e pesa 34 quilos. Segundo Frasson, um dos mais requisitados escultores gaúchos e especialista em arte sacra, ele estava envolvido com o projeto há três meses, sendo que levou cerca de 45 dias para esculpir a imagem da santa.

*Antiga imagem nunca foi localizada*

A imagem de Santa Ana foi furtada da igreja no centro da cidade na madrugada de 6 de julho de 1983. Ela estava dentro de um nicho protetor, numa redoma envidraçada, fechado por uma placa traseira, fixada com 32 parafusos. Os assaltantes precisaram remover um a um até conseguir pegar a estátua. Eles teriam fugido do local em um carro. O fato repercutiu em jornais de circulação no Estado e a polícia iniciou a investigação, sem que, no entanto, ninguém fosse preso ou indiciado pelo crime. A imagem original feita em 1800 em Portugal e enfeitada com prata, também jamais foi localizada.

*Santa Ana, a vó de Jesus *

Santa Ana ou Sant'Ana é a mãe de Nossa Senhora e avó de Jesus. O nome “Ana” vem do hebraico “Hanna” e significa “graça”. Santa Ana era esposa de São Joaquim Ela, porém, tinha um grave problema: era estéril. Não conseguia engravidar mesmo depois de anos de casada. Em Israel naquele tempo a esterilidade era sempre atribuída à mulher, que era vista como amaldiçoada por Deus. Por isso, Santa Ana sofreu grandes humilhações. São Joaquim, também era censurado pelos sacerdotes por não ter filhos.

Num dado momento da vida, ele resolveu retirar-se no deserto, para rezar e fazer penitência. Nessa ocasião, um anjo lhe apareceu e disse que suas orações tinham sido ouvidas. Pouco tempo depois que São Joaquim voltou para casa, Ana engravidou. Santa Ana é a padroeira dos avós. Mas também é invocada pelas mulheres que não conseguem engravidar. Santana é também a padroeira da educação, tendo educado Nossa Senhora e influenciado profundamente na educação de Jesus.

*“É como reencontrar a mãe” *

Primeiro prefeito de Capela de Santana, Pedro Odone Rodrigues da Silva se emocionou ao saber que a cidade teria de volta a imagem da padroeira. Ele foi uma das poucas pessoas que souberam da novidade quando a santa começou a ser esculpida. “Quando me contaram não consegui conter as lágrimas”, diz. Ele lembra que na época, o furto da imagem de dentro da igreja mobilizou a cidade.

“Foi algo inacreditável o amanhecer daquele dia, em julho de 1983, quando percebemos que a imagem não estava mais no nicho preparado para ela. Por isso, não tem como descrever o que este dia de hoje representa para esta comunidade. É um momento de felicidade. É como reencontrar a nossa mãe”, opina.

 

SOBRE AS ELEIÇÕES DE CAXIAS.....

POR JULIO PACHECO.

De: "Julio Cesar"
Enviada: 2017/05/10 20:33:53

Olides boa noite.
Obrigado pela informação. Tenho por êle um grande carinho, respeito e admiração. Êle sabe a pressão que recebi por mante-lo na apresentação do Jornal do Almoço da TV Caxias. Fui respaldado pelo Maurício que jamais me tocou neste assunto. E êle também foi pressionado. Mesmo após a minha transferência para Brasília, antes da eleição, nada foi alterado. O Mansuetinho ficou apresentando o jornal enquanto a Lei permitiu. Nesta mesma eleição, dois jovens, chegavam à Camara de Vereadores, Germano Rigotto e José Ivo Sartori. Ainda num desses encontros fortuitos o Sartori lembrou disso. Como tu dizes daria um Livro. Faz tempo que não vejo o Mansueto. Um abraço e, quando puderes, me informa sobre o livro. Minhas netas estão colecionando também como homenagem à Avó delas que participou de tudo uma grande companheira há 51 anos. Abraço e, mais uma vez obrigado pela atenção. Júlio César

 

SERGS REALIZA CICLO DE PALESTRAS NA CONSTRUSUL

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (Sergs) promoverá um ciclo de palestras no dia 4 de agosto durante a realização da Construsul 2017 no Centro de Eventos da Fenac em Novo Hamburgo. As palestras serão proferidas por especialistas da área tecnológica no período das 15h às 19h. Os temas abordados são: Controle de fumaça em edificações, Norma de Desempenho e seu impacto na construção civil, Fundações e contenções de obras urbanas, Segurança no Trabalho e Tendências emergentes em materiais, técnicas e procedimentos de controle para a construção civil. Inscrições gratuitas pelo telefone (51) 3224.6133 ou eventos@sergs.com.br.

 

JC conquista Prêmio Gaúcho de Excelência Gráfica na categoria Jornais Diários

O Jornal do Comércio foi um dos grandes vencedores da 13ª edição do Prêmio Gaúcho de Excelência Gráfica, entregue na última sexta-feira, em evento na FIERGS. A conquista do primeiro lugar na categoria Jornais Diários pelo JC, reuniu também representantes da indústria de livros, revistas, jornais, rótulos, embalagens e, neste ano, da impressão em substratos sintéticos. O jornal foi representado pelo diretor de operações, Giovanni Jarros Tumelero, pelo coordenador de pré-impressão, Thiago Inácio, pelo chefe de pré-impressão, Ricardo Régio, e pelo subgerente industrial, Márcio Pires.
Promovido pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica - Regional Rio Grande do Sul (Abigraf-RS), o prêmio tem como diferencial a escolha dos vencedores, que é feita de forma totalmente técnica e por outra entidade, a Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG), em sua sede em São Paulo. "O Jornal do Comércio se destaca por questões técnicas e de conteúdo, como alta qualidade de impressão e de diagramação, e que teve uma boa evolução recentemente. E isso tudo por uma avaliação qualificada, feita pela ABTG. Além, claro, de ser um produto relevante e importante jornalisticamente, com ampla penetração nos meios econômicos, de comércio e indústria", elogia o presidente da Abigraf-RS, Ângelo Garbarski.

 

do Comunique-se

MAS A REDE SOCIAL NÃO É NADA MAIS QUE A VEIA FOFOQUEIRA DA ESQUINA. QUE GRANDE AFRICA(OLIDES)

A Dona Juventina do cortiço e os fofoqueiros das redes sociais

Em artigo, o “mestre do jornalismo” Heródoto Barbeiro compara os fofoqueiros das redes sociais com uma certa dona que cuida da vida das pessoas do cortiço onde mora

Compadre falar mal da comadre é tão antigo como a Sé de Braga. Ninguém passava incólume pela janela do velho casarão da antiga Travessa do Hospício, na baixada do Parque Dom Pedro, no centro velho de São Paulo. Dona Juventina – velha e maquiada, batom carmim, miçangas douradas nos punhos e no pescoço – não saia do seu posto. Sabia tudo o que acontecia nas velhas casas da rua e também do antigo cortiço habitado sobre tudo por negros em frente à sua decadente e descorada casa. Ela sabia tudo de todos e divulgava amplamente. Era dessa forma que as malícias, brigas, pequenos furtos, e análise do caráter de um e outro eram divulgados no meio da comunidade.

As notas escolares, bilhetes de admoestação, reprovação na escola, namoricos entre estudantes eram espalhados com eficiência para velha senhora. Os escândalos maiores como traições ganhavam grande destaque e não se passava pela janela da Juventina sem que ela contasse o caso e fizesse perguntas para aperfeiçoar suas histórias. Ninguém duvidava se tudo aquilo era verdade ou não. A priori era verdade uma vez que a fonte era a velha feiticeira que viveu até a década de 1970. Parecia uma internet sem streaming.

Com o advento e o desenvolvimento das redes sociais, o número de juventinas multiplicou-se com uma velocidade impensável. Se está publicado em uma plataforma qualquer, pode ser um website ou uma rede de WhatsApp, está correto. Pode estar correto. Deve ser verdade. O atropelo do modo de vida atual incentiva as pessoas a não se preocupar se a história contada é fato ou se é ficção. Isto é reforçado com a facilidade de se montar uma imagem que pode ser uma foto, um vídeo de uma reportagem de um veículo de boa marca, ou a capa de um jornal, com logotipo e tudo mais.
Como funcionam os fofoqueiros das redes sociais

Primeiramente, compartilha-se na rede social, depois se pergunta se é fato ou ficção. Como nos velhos filmes de bang bang onde Ringo atirava primeiro e perguntava depois. Divulgar falsidade pode ser um bom negócio uma vez que os acessos se multiplicam e surgem oportunidades de se agregar uma publicidade que remunera o autor e a plataforma. Todos têm o direito de procurar na internet as opiniões que casem com as suas, mas também tem a obrigação de se perguntar se o que leem têm ou não fundamento. Ainda que trabalhoso.

A mesma faca que descasca uma batata para matar a fome pode matar uma pessoa. O mesmo vale para a internet e suas plataformas. Qualquer um pode se julgar repórter investigativo, editor de matérias e publicar na web. Um avanço uma vez que graças a essa nova tecnologia não é possível mais segurar informação nem notícia. Os que sabem transformar uma informação em notícia são jornalistas com ou sem diploma. É avaliado por sua capacidade e não pela burocracia. Porém, como distinguir se o divulgador está ou não separando a ficção dos fatos?

Qualquer um pode se julgar repórter investigativo, editor de matérias e publicar na web. Um avanço uma vez que graças a essa nova tecnologia não é possível mais segurar informação nem notícia

Como barrar os fofoqueiros virtuais

Uma das possibilidade para evitar os fofoqueiros das redes sociais é olhar o chapéu onde a noticia é abrigada. Se há uma marca de credibilidade, certamente os jornalistas perguntaram se o fato aconteceu ou não antes de divulgá-lo, um preceito que abre o código de conduta de muitas empresas jornalísticas. Mas o chapéu também pode ser individual, de uma pessoa que acumulou ao longo da vida respeitabilidade e portanto é crível. Há outras saídas, mas estas duas são as mais populares e fáceis de praticar. Ainda que haja espaço para manchetes que não são verdadeiras porque fazem parte de uma publicação satírica e bem-humorada como O Faísca, do portal R7.

 

Daniel José Alves da Silva será ordenado presbítero nesta sexta-feira

Ao sentir-se amado por Deus, o então adolescente Daniel José Alves da Silva buscava de que forma poderia responder a esse amor. Entre as opções, o sacerdócio foi, por muito tempo, deixado de lado. “Na época pensei muitas coisas, inclusive em ser diácono, pois viva mais intensamente essa questão da caridade”, recorda Daniel, hoje diácono transitório, ou seja, que se prepara o sacerdócio, vocação que assumirá a partir desta sexta-feira. Às 20h, na paróquia Santo Antônio, em Canoas, ele será ordenado padre pelo arcebispo metropolitano de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler.


Nascido em Tenente Portela, Daniel da Silva será ordenado em Canoas, na paróquia que o acolheu na Arquidiocese. Foto: Amanda Fetzner Efrom

Daniel nasceu em Tenente Portela há 32 anos. Prestes a completar quatro anos, os pais se separaram e ele então foi batizado – a mãe é de tradição católica, mas o pai de doutrina evangélica, hoje presbítero da Assembleia de Deus. Ainda criança, Daniel se mudou com a mãe para Porto Alegre. Moravam no bairro Cristal com um casal de idosos, que a mãe cuidava, e frequentavam a missa na paróquia Santa Teresa de Jesus e, principalmente, na São Martinho.

A procura de uma resposta ao chamado de Deus
Na adolescência, já residindo em Capão da Canoa, recebeu os sacramentos da Eucaristia e Crisma. Aos 13 anos leu toda a Bíblia. Quando cursava o Ensino Médio ingressou para uma conferência vicentina, que atuava com foco na caridade. Foi quando pensou que, na vida adulta, poderia tornar-se diácono e, profissionalmente, administrador de empresas.

Mas foi após um retiro que percebeu o sacerdócio como o seu caminho. Iniciou um processo de discernimento com a ordem dos guanellianos, mas entendeu que sua vocação o chamava para vida de padre diocesano. Alguns amigos de Canoas comentaram, então, que a paróquia Santo Antônio precisava de um funcionário, foi quando ele retornou à Região Metropolitana.

Trabalhando na comunidade e cursando Filosofia na PUCRS, foi refletindo sobre a vocação presbiteral, sempre acompanhado por padres. Após participar de encontros Kairós em 2006, ingressou no curso propedêutico no ano seguinte. Retornou à Filosofia, ficou um período afastado por questões de saúde, concluiu a Teologia e foi ordenado diácono em dezembro de 2016.

A missão do padre
Às vésperas de receber o segundo grau do sacramento da Ordem, Daniel está ciente de que a missão que assumirá exige testemunho. “O padre é um sinal no mundo. Alguns conseguem ser um sinal do amor, realmente, não apenas um administrador, um motivador, mas um sinal. Ao mesmo tempo em que oferta a vida da assembleia no altar, o padre é aquele que acolhe os pecadores, que são tão pecadores ou até menos que ele, que tem o acolhimento do pai misericordioso, que vai em busca dos doentes, daqueles que perderam o ente querido, dos que precisam de um pato de comida”, destaca.

Conheça um pouco mais sobre o diácono Daniel José Alves da Silva

Para o diácono a formação intelectual é extremante importante. “O povo cobra, quer respostas”, observa. Porém, ele recorda que as pastorais de fim de semana foram realmente marcantes no período de seminário, pois lhe deram a experiência de estar em contato com a comunidade. “O mais difícil como presbítero vai ser deparar a minha miséria com a virtude que o povo espera. Eu quero ter virtudes, eu busco isso. Posso ter algumas, mas não sou aquilo que o povo quer que eu seja. Queria ser um padre perfeito. Mas quem é?”, comenta, lembrando que um formador uma vez lhe disse que nenhum homem é digno do sacerdócio. “É pura misericórdia de Deus”, repete o futuro padre.

Tríduo começa nesta terça-feira
Ao longo dos anos de formação, Daniel serviu nas paróquias Nossa Senhora da Conceição (São Sebastião do Caí), Nossa Senhora do Caravaggio (Porto Alegre), Nossa Senhora Medianeira (Porto Alegre), Nossa Senhora do Livramento (Guaíba), São Cristóvão (Canoas), São João Batista (Camaquã) e Santa Luzia (Canoas). Atualmente, está na comunidade Santo Antônio (Alvorada).

Algumas dessas paróquias estarão no tríduo em preparação à ordenação, que ocorrerá nos dias 1º, 2 e 3 de agosto, na paróquia Santo Antônio, de Canoas, sempre às 19h30min. A primeira celebração será organizada pela comunidade Nossa Senhora do Caravaggio de Porto Alegre e presidida pelo seu pároco, Pe. Miguel Louzada de Almeida Martins Costa. No dia 2 a atual paróquia do diácono Daniel, a Santo Antônio de Alvorada, é a responsável pela missa, e o Pe. Libanor Picetti presidirá. O terceiro dia de tríduo está sendo preparado pelos jovens da igreja anfitriã e terá como convidado o Pe. Gustavo André Haupenthal.

Ordenação presbiteral
Dia: 4 de agosto (sexta-feira)
Horário: 20h
Local: Paróquia Santo Antônio (Rua Machadinho, 881 – bairro Rio Branco – Canoas)

Primeira missa
Dia: 6 de agosto (domingo)
Horário: 10h
Local: Paróquia Santo Antônio (Rua Machadinho, 881 – bairro Rio Branco – Canoas)

 

Pelo fim da confusão tributária



Sistema, para o vernáculo nacional, é um conjunto de ideias ou elementos ligados de maneira lógica, solidária, coerente e interdependente. Ou seja, é um cipoal de regras que faz sentido como unidade. Pois bem: o ordenamento tributário brasileiro, por esse padrão, pode ser tudo, menos um sistema organizado. Isso porque, além de muitas normas não conversarem entre si, a integração de todas elas forma um verdadeiro mostrengo para o contribuinte. Ou melhor, uma grande confusão.

Não é difícil constatar essa realidade – que começou por uma Constituição Federal excessivamente detalhista e, se não bastasse, emendada e remendada milhares de vezes. O que já não estava tão bem desenhado na carta original de 1988 foi piorando significativamente ao longo dos anos. Um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), divulgado pelo site Consultor Jurídico, mostrou que, desde a promulgação da Constituinte, foram editados e publicados mais de 5,4 milhões de textos normativos. Não errei a digitação: são milhões mesmo!

Tivemos 769 normas por dia útil, aí incluídas leis, medidas provisórias, instruções normativas, emendas constitucionais, decretos, portarias e atos declaratórios. Em matéria tributária, surgiram mais de 363 mil normas, mais de 1,88 por hora (dia útil), sendo 16 emendas constitucionais. Desse total, 31.221 são federais, 110.610 são estaduais e 221.948 são municipais. Em 28 anos, nasceram tributos como a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), o Programa de Integração Social (PIS), o Cofins Importação e o Imposto sobre Serviços de Importação. Todas as alíquotas foram majoradas. E somente 4,13% das normas novas não sofreram nenhuma alteração.

Como a Constituição determinava que qualquer imposto criado deveria ser partilhado com estados e municípios, os governos federais inventaram as chamadas contribuições. Na verdade, foi um artifício para driblar a norma constitucional, evitando que a arrecadação fosse partilhada e, ao mesmo tempo, ampliando cada vez mais a participação da União no bolo tributário nacional. Esse "by-pass" fez com que a carga fosse aumentada sem a respectiva percepção da população na melhora e no aumento dos serviços. Isto é, lá na ponta, nos municípios, onde a vida acontece, a situação ficou muito mais difícil de ser administrada. Temos uma das maiores cargas tributárias do mundo e, por outro lado, os piores índices de qualidade do serviço público.

Quanto às empresas brasileiras, ainda segundo o mesmo estudo, elas precisam seguir 3,8 mil normas, isso porque não fazem negócios em todos os estados e municípios, senão o número seria muito maior. Se esse dado for dissecado, fica ainda mais alarmante: são 42.633 artigos, 99.336 parágrafos, 317.618 incisos e 41.781 alíneas a serem observados. Em virtude disso, as companhias gastam R$ 60 bilhões por ano com pessoal, sistemas e equipamentos para acompanhar as mudanças da legislação. Algo, a propósito, que sempre tenho denunciado: há muita gente ganhando dinheiro e vantagem com tamanha confusão, e normalmente são esses os primeiros que resistem a qualquer mudança mais substancial no atual modelo.

Veja-se que o principal sentido de um sistema tributário – financiamento sustentável das atividades do Estado, especialmente as essenciais – foi completamente perdido. Hoje a tributação ampliou seu escopo para finalidades políticas e corporativas, carregando um aparelho estatal que ficou demasiadamente inchado e ineficiente. Além disso, como se mostrou, remunera o mercado dos caros escritórios especializados no assunto. A desordem e a falta de lógica tornam a gestão impeditiva para um empreendedor, ficando sempre dependente de quem possa ajudá-lo a lidar com tamanha complexidade. Resta claro que a população, especialmente a mais necessitada, é a última preocupação dessa cadeia de vantagens. O que temos, então, é antítese do que pretendia a Constituição ao gerar um modelo para custear o Estado.

Esse completo desvirtuamento não será corrigido com analgésico ou perfumaria. É preciso uma cirurgia profunda, existencial, originária em nosso modelo tributário. Ou seja, a partir da própria Constituição Federal, descendo para o restante dos diplomas normativos. E a melhor forma de fazer isso é por meio da convocação da uma Assembleia Constituinte revisora com finalidade específica, tendo o reforma tributária dentre suas atribuições. Caso contrário, os interesses serão de tal modo influentes que irão inibir avanços – exatamente como se viu nos últimos anos, com inúmeras tentativas frustradas. Precisamos reformar a Constituição para fazer surgir, aí sim, não mais uma confusão, mas um verdadeiro sistema tributário no país. Em favor da sociedade.

Germano Rigotto é ex-governador do Rio Grande Sul, presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários e membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República.

 

do Boteco do Ilgo

Grêmio para no goleiro e na arbitragem

Dizer que o o árbitro Bráulio Machado foi mal-intencionado seria para ele um elogio, porque partiria do pressuposto de que ele, sendo bem-intencionado, poderia ter uma atuação digna, correta, eficaz.

Não, esse árbitro catarinense não poderia ter uma atuação boa pelo simples fato de que seu problema é mais grave. Trata-se de uma questão de ser competente ou não.

Neste empate por 1 a 1 com o Santos, na Arena, o sr. Bráulio foi incompetente, sem qualificação para comandar um jogo entre dois clubes que ainda podem ameaçar, mesmo remotamente, o título do Corinthians.

Esse juiz vai ter de conviver com sua incompetência, e eu vou dormir com minha raiva, minha revolta.

Coincidência ou não, o empate foi ótimo para o clube paulista, que, aliás, também foi prejudicado pela arbitragem. Teve um gol legítimo anulado. Quem foi o beneficiado? Outro queridinho, o Flamengo.

Não é fácil para qualquer juiz apitar o duelo entre os dois queridinhos. A quem beneficiar?

Nesse jogo na Arena, onde mais uma vez o Grêmio se impôs e criou inúmeras situações de gol, chamou minha atenção o conivência do juiz com as faltas cometidas pelos santistas, muitas delas ele deixou passar em branco.

É o tipo de arbitragem que favorece o time que se contenta com um empate.

Edílson, por exemplo, esquentou a cabeça. Acabou expulso por uma bobagem faltando alguns minutos para o jogo terminar.

Tolerante com os santistas, o sr. Bráulio – que Deus o mantenha longe da Arena, o Grêmio não se dá bem com juízes catarinenses – foi enérgico e rigoroso com os gremistas. O capitão Maicon levou amarelo por reclamação.

O volante Yuri, que deveria ter sido expulso por uma entrada por trás no início do segundo tempo, e deveria ter levado o segundo amarelo, foi deixado livre. Esse tipo de decisão realmente incomoda o time prejudicado, no caso, como na maioria das marcações do juiz, o Grêmio.

Nem vou comentar um pênalti sofrido por Éverton, num lance em que o juiz talvez não tivesse a melhor visão para ter certeza de falta.

Fez bem o técnico Renato Portaluppi em não reclamar da arbitragem. O corporativismo dessa categoria é grande. Gostei também do recado dele, que seu time não é de freiras ou de padres, que não vai se encolher diante de um adversário mais preocupado em bater, como foi o Santos.

Tanto o Santos não conseguiu jogar que Marcelo Grohe não fez nenhuma defesa. Os anti-grohistas podem repetir a cantilena: de novo, uma bola em gol, um gol. Não importa o grau de dificuldade.

Aqueles que criticaram Grohe por defender uma bola para a frente certamente vão criticar Vanderlei, goleiro destaque do Brasileiro, que também defendeu uma bola para a frente, não para os cantos como deve ser quando possível. Não sendo possível, defende de qualquer jeito. Para Vanderlei vale a defesa de qualquer jeito, para Grohe, não.

Mais uma vez o Grêmio parou no goleiro. A arbitragem atrapalhou, mas Vanderlei atrapalhou muito mais, foi decisivo. Assim como tinham sido Cássio e Douglas, do Avaí.

Neste jogo contra o Santos flagrei um defeito do ataque gremista: a insistência em buscar o gol bonito, com tabelas curtas e dribles pelo meio, buscando a jogada consagradora.

Um pouco mais de simplicidade talvez o Grêmio tivesse vencido. A gurizada do Grêmio parece contaminada com essa história de futebol mais bonito do país. Não entrem nessa, que é o primeiro passo para perder.

No mais, foi uma atuação muito boa, ainda mais considerando-se o adversário, altamente qualificado.

 

Operação Tapa-Buracos estará em 118 vias nesta semana

Com a intenção de garantir transparência e permitir que a comunidade fiscalize a atuação das equipes da prefeitura, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) divulga o cronograma desta semana das operações de conservação de vias da Capital. Serão realizados trabalhos em 118 vias.

Nesta segunda-feira, 31, as equipes estarão nos seguintes locais, com serviços de conservação asfáltica e terraplenagem: av. Cristóvão Colombo, av. Ceará, av. Manoel Elias, av. Guaíba, av. Delmar Rocha Barbosa, av. Brenno Mentz, rua João Fásio Amato, rua 13 de Setembro, rua Poa Cidade Joia, rua Dr. Vargas Neto, rua das Rosas (Vila Esperança), rua Chácara Um (Vila Esperança), rua Pingo de Ouro (Vila Esperança), rua Bromélia (Vila Esperança), Acesso 3 (Vila Jardim do Verde), Rua 5 (Vila Jardim do Verde), Rua do Verde (Vila Jardim do Verde), Acesso 6 (Vila Jardim do Verde), Acesso 7 (Vila Jardim do Verde), rua Bastos Tigre (Vila Jardim do Verde), rua Canavieiras, rua Padre Máximo Concheto, rua João Dalegrave, rua Prof. Fernando Carneiro, rua Prof. Ulisses Cabral, rua João Simplício de Carvalho, rua Continental (Vila Bom Sucesso), rua Vale Verde (Vila Bom Sucesso), Acesso A - rua Vale Verde (Vila Bom Sucesso), Acesso B - rua Vale Verde (Vila Bom Sucesso), Acesso C - rua Vale Verde (Vila Bom Sucesso), Acesso D - rua Vale Verde (Vila Bom Sucesso), rua Padre Mascatrenhas, rua Dr. Carlos Niderauer, Estrada Serraria, rua Antonio Mazzaferro Neto, Estrada da Extrema, Estrada Luís Correa da Silva, Estrada Antônio Barata, ruas A., B, C e D da rua 26 de Agosto, becos B e C do Beco dos Mendonças, Estrada Schneider, rua Montenegro e av. 21 de Abril.

“A divulgação dos trabalhos é um compromisso dessa gestão para dar transparência a essas ações, diz o titular da Smim, Elizandro Sabino. Desde o início de junho, mais de 300 operações, entre conservação asfáltica e terraplenagem de ruas, já foram realizadas pelas equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim).

Financiamento - Em outra ação para recuperar vias que estão deterioradas, a prefeitura está realizando obras com recursos da CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina. No total, o financiamento vai permitir a requalificação de 44 quilômetros em 38 trechos de vias da cidade que serão recuperados. O investimento é de R$ 29.213.924,73.

Equipes - A tabela abaixo mostra a operação distribuída por equipes de trabalho: Centro, Norte, Leste, Seção Sul, Caf Região Centro e Caf Região Norte. As obras de conservação podem sofrer modificações devido ao clima ou ao surgimento de outros serviços de urgência.

ATIVIDADES A REALIZAR ATÉ 4 DE AGOSTO
Data de início e estimativa de conclusão
*O trabalho das equipes está sujeito às condiçoes climáticas

 

DE SERAFINA

A FESTA NA CAPELA SANTANA NO DOMINGO PASSADO. GENTILEZA DA ADRI SABADIN E DE QUEM FEZ A FOTO. o pardere de serafina é IVO PRETO POE LÁ.


 
 
 
 

ARQUIVO
 
2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Dez01
Dez
2016 Jan01
Jan02
Fev01
Fev02
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
Mai01
Mai02
Jun01
Jun02
Jul01
Jul02
Ago01
Ago02
Set Out01 Nov Dez
2017
Ago
Set
Out
Nov
Dez

 

 

 

 

 

 

 



OLIDES CANTON - JORNALISTA

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor © "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 207 - julho 2017
Edição 206 - junho 2017
Edição 205 - maio 2017
Edição 203 - março 2017
Edição 204 - fevereiro 2017
Edição 203 - janeiro 2017
Edição 202 - dezembro 2016
Edição 201 - novembro 2016
Edição 200 - outubro 2016
Edição 20 - agosto 2016
Edição 19 - julho 2016
Edição 187 - maio 2016
Edição 186 - abril 2016
Edição 185 - fevereiro 2016
Edição 184 - janeiro 2016
Edição 183 - outubro 2015
Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015

Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015

Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014
Edição 173 - outubro 2014
Edição 172 - agosto 2014
Edição 171 - junho 2014
Edição 170 - maio 2014
Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162
Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149

Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142
Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124
Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99

ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog