"O Blog dos Colegas"

 

 

O Paulinho é vovô!!!!

 

Queridos amigos:

Já tive oportunidade de participar para muitos e, desta forma, estendo
a todos que me são caros o nascimento da miha neta: Antonia Bueno
Carpena, no dia 27/09.
Quem quiser conhecê-la pode assessar o site do Hospital Moinhos de
Vento: www.hospitalmoinhos.org.br ela está na primeira página.
Um grande abraço do VOVÔ Paulo.

 

 

Os " evaporados"da política

 


João Verle

João Verle,economista, o quinto da esquerda para a direita.( no dia do enterro de Leonel Brizola)

João Verle, que havia presidido o Banrisul e a Secretaria da Fazenda tornou-se o prefeito de Porto Alegre, na quarta gestão do Partido dos Trabalhadores. Na minha avaliação foi o melhor prefeito dos 16 anos do PT em Porto Alegre.

Atualmente está fora da mídia e das decisões do PT.

 


Jussara Cony

Esta farmaceutica nascida em Cacequi foi deputuda estadual do PC do B. Hoje é a presidente do Grupo Hospitar Conceição, que administra uma verba maior que a de muitos municípios gaúchos.

Jussara também está fora da política do dia -a - dia..

Estilac Xavier

Este engenheiro formado pela UFSM foi vereador do PT

Porto Alegre e depois deputado estadual. Atualmente está empregado na Trensurb. Também está fora da política e sequer foi cogitado como candidato nas eleições vindouras de outubro.

 

Históras de la Ùndeze!

 

O professor Mauro Rocha, da UPF, lembrou-me ontem que os há 40 anos atrás, os colonos de Serafina que iam com o modelo 15 na " Xatoria"( na verdade era Exatoria) onde seu pai trabalhava não conseguiam dizer ARENA( o partido do governo da época) e diziam LA RENNER..Outra confusão dos colonos era chamar a ASCAR(atual EMATER) de DR. OSCAR..


Quando Mario Rocha, pai do Mauro foi candidato a prefeito pelo MDB a situação espalhou uma intriga que pegou pra burro no meio da colônia. Disseram que o candidato do MDB da época dizia que os " colonos i spussa a can.." ( os cachorros fedem como os cachorros)
Só isto derrubou sua candidatura....

Mauro diz que seu pai não teria dito isto,até porque como pelo duro( i negri) não sabia falar em dialeto vêneto.

 

Dossiês

 


Em algumas assessorias da Assembléia Legislativa já estão sendo articulados dossies de notícias da imprensa do começo do governo Yeda Crusius. E são assessorias do PDT. Isto quer dizer que a inimiga no momento é a governadora. Tarso fica pro segundo tempo. Vem chumbo grosso por aí...

Medo da palavra impugnação


Giovani Cherini

Pelo amor de Deus, não pronuncie a palavra IMPUGNADO perto do deputado Giovani Cherini. O repórter Sílvio Lara fez isto e quase levou um corridão na quarta à tarde...

O medo,quase pânico é total...

Quem tem tem medo.........

 

DE Sarandi

 


O candidato a deputado estadual pelo PDT, Reinaldo Nicola ( que já foi vereador, prefeito de Barra Funda e duas vezes prefeito de Sarandi) comentou com um amigo,ontem, que acha que "escapa" do julgamento de hoje no TRE onde ele é julgado denunciado pelo MPE.

Coleguinhas

Osvil Lopes, que já foi programador musical da rádio Guaíba e escrevia na Folha da Tarde teve um AVC e está no Hospital de Beneficiência Portuguesa.Quando sair de lá, deverá ir para uma clínica geriátrica. Morava com sua atual companheira e com uma filha desta.

Coleguinhas

Darci Filho vai lançar nos próximos dias um blog só sobre futebol. Ele já tem um sobre variadades...

 

Bares que fizeram
lenda na cidade


O Bar do Beto
(BB)

O Bar do Beto hoje é de dois ou três gringos do interior, de Relvado.Fica ali na Venâncio Aires, perto do endereço original que era Venâncio com Vieira de Castro( perto de um quartel onde em 1971 houve uma explosão de uma granada e vários soldados morreram. É o Companhia de Guardas).Aliás a zona toda é militarizada. Além do quartel, tem o Colégio Militar do lado, que na verdade foi quem fez a história do Bar do Beto, porque seus primeiros fregueses eram todos alunos deste colégio que vinham do interior e iam lá comer.
O Beto,original veio de Rio Grande, nos anos 60, quando lá ficou desempregado da Swift Armour e teve que mudar de vida.


Beto, dono que deu nome ao bar

Vamos ler o relato do engenheiro Saul Gil Cardoso, hoje um feliz aposentado que mora em Floripa pra onde se mudou pra trabalhar na Eletrosul, junto com outra gauchada:ele morou nas redondezas do B original e conheceu bem o Beto, o dono.
- O Bar do Beto começou bem antes.aí pelo final dos anos 50,no endereço da esquina da Vieira de Castro com Venancio Aires,embora ainda sem este nome.
O Betinho veio de Rio Grande ecomprou o bar que que eu frequentava bem antes,dadoque morei uns 10 anos emvários endereços ali pelas imediações.. No local havia uma espécie de vestiário nos fundos no qual os alunos da então Escola de Cadetes trocavam e gur54adava a farda nos fins de semana, em armários locados já que pelo antecessor doBeto, para irem à paisana à " vida social" domingueira. Um amigo e colega de então já conhecia o Betinho lá de Rio Grande e asim nos entrosamos de saída.


No começo dos anos 80,com a placa da Brahma


É posívelque ao tempo que moreina JUC-2 obar original já existisse mas dese período eu não lembro. da JUC 1( a da Lima e Silva) sai entre o final de 1957 e início de 1958, com uma turma de mais de6 que montou " uma república dissidente" uma república de apartamento, no Edifício Dora. Esse edificiava ficava na Olavo Bilac, 805, perto da Vieira de Castro. Trata-se do prédio que posteriomente foi reformado para sediarfilial do Hotel Ornatus e mais recentemente, passou a abrigar entidade de ´clínica médica chamada InstitutoKaplan. Noque se refere à república, sucedendo à inicial, aí por 1959 e no retorno de um dos integrantes após permanência de um ano no Batalhão de Suez, na Faixa de Gaza,formou-se uma disidência que saiu e formou outra menor na Santana, 192, entre Venâncio e Olavo.


no local onde existiu hoje há uma farmácia.

 

Com essas localizaçõs sucesivas o primitivo bar,sem nome e sem placa e posteriormente o pioneiro Betinho,também sem nome e sem placa constituía uma escala natural para as nossas andanças. Creio que aos domingos o RU da Azenha( nunca tinha ouvido falar disto, o editor) não dava janta e era normal pegarmos um picadinho com arroz, devidamente regado a Charrua de litro, à noite, ali no local. O Betinho era auxiliado no trabalho à noite pela esposa e tinha ao que lembro um casal de filhos então na faixa dos 5 aos 7 anos.Tanto no sábado à noite como no domingo à noite, havia a romaria dos cadetes da EPPA que,como dise, iam ali para trocar de roupa, locar os armários para a guarda desta e para fazerem seus lanches.

Este depoimento do engenheiro Saul nos remete a um tempo em que o BB, hoje famoso, era apenas um prmitivo boteco onde serviam janta,lanches e outras.

A História do BB estará contada com mais detalhes no livro que pretendo editar sobre a noite de Porto Alegre.

 

 

Estrela FC

Bom dia,
Comprei na www.futebooks.com.br e recebi ontem seu livro sobre o Estrela FC.
Em primeiro lugar, parabéns pela obra!
Estou fazendo uma pesquisa sobre os clubes de nome América, no Brasil todo.
O sr. poderia me adiantar se existe, no seu livro, alguma referência a algum América local?
Em que página, se possível - p.ex., nas páginas sobre os jogadores, os que jogaram em algum América.

Mesmo fora do seu livro, o sr. conhece algum América local? P.ex., há ou houve algum América em Estrela ou em cidades vizinhas?

Obrigado pela atenção,
Laércio (de Curitiba)

 

Vou me divertir com certeza

.

Em primeiro lugar não tenho nada contra a opção sexual de quem quer que seja.

Mas comprei o Cuidado, seu Principe pode ser uma Cinderela de duas autoras cariocas. O livro ,de 206 páginas, não diz os nomes verdadeiros. Só ficcionais. Mas dá situações de como decifrar se o cara é gay ou não... Vejamos uma primeira dica..

1)" Começaremos pelo pelo óbvio: o armário do suspeito.Você não imagina o quanto esse móvel trivial pode ser de revelador da personalidade do seu dono. Roupas separadinhas por cores e tecidos? Modelitos primavera, verão,outono, inverno? Trajes para manhã, tarde ou noite? Para uma saída com os amigos, para uma ida ao supermercado, para um fim de semana na praia, para um almoço na fazenda da tia? Ui,que bom gosto ele tem!Quanto capricho! Parece até mulher de tão vaidoso, não é?Mas preste muita atenção aoque você verá no armário dele. Seuquerido pode emperrar logo naprimeira peneirada: roupas e acessórios."

Chiii...agora sim que são elas.

As autoras sobre os gays enrustidos dizem que o gay dentro armário adora uma fofoca....Pstitt...então 90% dos jornalistas são gays e não sabem...

Vejamos o que elas dizem:

- Enquanto escrevevíamos este guia fomos jantar com um grupo de amigos num restaurante peruano.Entre umceviche e outro,Carlos, umdos comensais, lembrou de outro sintoma muito claro,segundo ele: o gosto pela fofoca. Ele contou que um conhecido seu, economista respeitado, casado com uma advogada, tem um apreço especial por comentar a vida alheia. " Ele quer saber se fulano está de caso, se descasou, se traiu. Sabe tudo da vida de todo mundo, em detalhes. Até a mulher fica impressionada com sua capacidade de ser tão fofoqueiro"...

 

De São Borja

Na semana que vem, o candidato a deputado estadual Cristhopher Goulart estará em São Borja pedindo votos. SE fará acompanhar de Maria Teresa Goulart, sua avó.

 

Fecho de ouro

 

este site tem sempre a honra de ser prestigiado pelo Sérgio Oliveira. Nos conhecessos no PDT de POrto Alegre e ele comprou meu livrinho do Getúlio. Um grande abraço pro Sérgio, que é nosso Afrânio Dutra dos blogs.

 

Jornalista Augusto Nunes escreveu: Fecho de ouro
" O presidente Lula me deu um legado. Me deu uma missão. O legado que o presidente Lula entregou em minhas mãos é um legado daquilo que ele mais ama, que é cuidar do povo brasileiro. Eu vou honrar esse legado, eu vou cuidá como uma mãe do povo brasileiro. Um abraço e um beijo a cada um de vocês e bendita chuva porque a água é a vida".
Dilma Rousseff, capturada nesta quarta-feira pelo Celso Arnaldo em Natal e remetida ao Sanatório com o seguinte recado: Fecho de ouro do molhado e emocionante comício onde ela, recém-apaixonada pela palavra legado, agradece ao finado Lula pelo que ele deixou em suas mãos, antes de passar desta para a melhor. Mas Dilma, a mãe do povo, correria o risco de se encontrar com o De Cujus, por afogamento ou linchamento, caso tivesse dito que ?a agua é a vida? logo depois do dia 17 de junho nas áreas do interior de Alagoas e Pernambuco onde choveu morte.
EU FORA DESTA MÃE.
SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS

 

De Sarandi(RS)

 

Se fosse por filho em mulher alheia o Nicola não seria denunciado e
sim, já estava preso. O caso é de improbidade( segundo a denúncia),
quando ele foi prefeito da Barra Funda, onde teria comprado serviços
de uma empresa em que o pai dele seria sócio. Em tempo: o pai do
Nicola já era falecido quando Barra Funda se emancipou e nunca foi
sócio de nenhuma empresa.

Mas a oposição em Sarandi é hávida em prospectar questõe sobre o
Nicola. Uma vez impediram dele candidatar-se , novamente, a prefeito
em Barra Funda. Ele transferiu o título para Sarandi, pois estava em
tempo hábil( um ano antes do pleito), elegeu prefeito e relegeu-se.
Baúca oposição e pensam que são furbo !!!!!!

MAURO.

 

Direto de Buenos Aires


Gelson Farias no tempo que era repórter policial da Zero Hora

num churrasco com colegas e policiais(acervo de Gelson Farias)

 

Agora sim, estamos fechando todas.

Com corresponsal em Buenos Aires


Bah, tchê, quem te viu, quem te vê...

O editor

 


“ Será que se falou tudo sobre a vida de Evita, ou existe muita coisa para ser explorado!”


Maria Eva Duarte, como se chamava no começo; Eva Perón, como ficou conhecida em seus últimos anos; Evita, como o povo a batizou, foi uma figura que rompeu todos os precedentes históricos e definiu uma modalidade política nunca vista até então. Durante o breve período de sua atuação, ao lado de Perón, foi o centro de um crescente poder e se tornou a alma do movimento peronista, em sua essência e em sua voz. Adorada e ao mesmo tempo odiada por milhões de argentinos, o que jamais provocou indiferença.


Eva Perón nasceu em Los Toldos, província de Buenos Aires, em 1919. Ela, sua mãe - Juana Ibarguren - e seus quatro irmãos formavam a família irregular de Juan Duarte, que morreu quando Evita tinha seis ou sete anos. Nessa época, mudou-se para Junín, onde Eva permaneceu até 1935. Sentia-se asfixiada pelo ambiente de cidade do interior e então, com apenas 15 anos, decide se mudar para Buenos Aires em busca de ser atriz. Sozinha, sem recursos nem educação, enfrenta-se com um mundo hostil e difícil, cujas regras desconhecem. Mas triunfa: chega a ser atriz de certo nome, apesar de não ter maiores dotes teatrais, a sair em capas de revistas e a encabeçar um programa de rádio muito escutado. Mas seu destino era outro. Em janeiro de 1944, Eva Duarte conhece o coronel Juan Domingo Perón num festival que a comunidade artística realizava em benefício das vítimas de um terremoto que havia destruído a cidade de San Juan poucos dias antes. No mês seguinte, já estavam morando juntos e dois anos mais tarde regularizam a relação, contraindo matrimônio numa cerimônia íntima e que não transcende ao público.
Em fevereiro de 1946, após uma campanha eleitoral na qual a presença de Evita foi marcante, Perón é eleito presidente. A oposição transferiu a ela a antipatia e a rejeição que sentiam por Perón. A ascensão vertiginosa "dessa mulher" foi para esses argentinos um motivo mais de repúdio. No seu papel primeira-dama, Eva Perón desenvolveu um trabalho intenso, tanto no aspecto político quanto no social. No que diz respeito à política, trabalhou intensamente para obter o voto feminino e foi organizadora e fundadora do ramo feminino do movimento peronista. Esta organização se formou recrutando mulheres de distintas extrações sociais por todo o país. As dirigentes da nova agrupação receberam o nome de "delegadas sexistas".
No aspecto social seu trabalho se desenvolveu na Fundação Eva Perón, mantida por contribuições de empresários e por doações que os trabalhadores faziam quando tinham uma melhora em seus salários. Criaram hospitais, lares para idosos e mães solteiras, dois policlínicos, escolas, uma Cidade Infantil. Durante as festas de fim de ano distribuía sidra e panettone, socorria os necessitados e organizava torneios esportivos infantis e juvenis.

O outro bastão e talvez eixo principal de sua popularidade fosse constituído em torno dos sindicalistas e da sua facilidade e carisma para conectar-se com as massas trabalhadoras, às quais ela chamava de seus "descamisados". Eva Perón faleceu no dia 26 de julho de 1952, sendo ainda muito jovem, por ocasião de uma leucemia. A dor popular não a abandonou num velório que duraram 14 dias, e não a abandonaria jamais. No imaginário popular, Evita é para muitos uma santa.

"Só me “casarei com um príncipe ou um presidente”, dizia Maria Eva.”
Quando escolhi ser "Evita" sei que escolhi o caminho do meu povo. Agora, a quatro anos daquela eleição, fica fácil demonstrar que efetivamente foi assim.
Ninguém senão o povo me chama de "Evita". Somente aprenderam a me chamar assim os "descamisados". Os homens do governo, os dirigentes políticos, os embaixadores, os homens de empresa, profissionais, intelectuais, etc., que me visitam costumam me chamar de "Senhora"; e alguns inclusive me chamam publicamente de "Excelentíssima ou Digníssima Senhora" e ainda, às vezes, "Senhora Presidenta". Eles não vêem em mim mais do que a Eva Perón.

Os descamisados, no entanto, só me conhece como "Evita". Eu me apresentei assim pra eles, por outra parte, no dia em que saí ao encontro dos humildes da minha terra dizendo-lhes que preferia ser a "Evita" a ser a esposa do Presidente se esse "Evita" servia para mitigar alguma dor ou enxugar uma lágrima. E, coisa estranha, se os homens do governo, os dirigentes, os políticos, os embaixadores, os que me chamam de "Senhora" me chamassem de "Evita" eu acharia talvez tão estranho e fora de lugar como que se um garoto, um operário ou uma pessoa humilde do povo me chamasse de "Senhora". Mas creio que eles próprios achariam ainda mais estranhos e ineficazes.
Agora se me perguntassem o que é que eu prefiro minha resposta não demoraria em sair de mim: gosto mais do meu nome de povo. Quando um garoto me chama de "Evita" me sinto mãe de todos os garotos e de todos os fracos e humildes da minha terra. Quando um operário me chama de "Evita" me sinto com orgulho "companheira" de todos os homens.
Filha ilegítima e desprezada, Evita tornou-se poderosa graças à sua determinação feroz. Sua mais cara e realizada promessa: ajudar os desvalidos
Cronologia
1919
Em 7 de maio nasce, em Los Toldos, Maria Eva , a caçula de don Juan Duarte e Juana Ibarguren

1935
Em 2 de janeiro, com 15 anos de idade, Evita parte sozinha para Buenos Aires

1944
Em 22 de janeiro ela conhece Juan Domingo Perón, com quem se casa no ano seguinte

1946
Funda o Partido Peronista Feminino

1948
Cria a Fundação Eva Perón, gigantesca organização de ajuda aos necessitados e passa a trabalhar quase 20 horas por dia

1952
Morre, vítima de câncer de útero
Fotos incômodas A fotógrafa alemã Gisèle Freund viajou até a Argentina, em 1950, com o único objetivo de fotografar Evita. Quando a primeira-dama enfim a recebeu, pediu-lhe que registrasse o conteúdo de seus armários, "para que o mundo inteiro veja o que eu tenho". Havia vitrines abarrotadas de jóias, centenas de chapéus, sapatos, vestidos e peles. No dia seguinte, o chefe da propaganda requisitou os negativos, mas Gisèle viajou imediatamente, salvando as fotos que, reproduzidas na Life, se tornaram célebres.
A devolução do corpo
O corpo de Evita foi embalsamado pelo doutor espanhol Pedro Ara. Com a queda de Perón, a Revolución Libertadora seqüestrou seus restos mortais para impedir que os peronistas transformassem seu túmulo em local de culto. Nada mais se soube a respeito, até 1971, quando o governo militar decidiu devolvê-los, enterrados que estavam sob um falso nome em um cemitério de Milão.
Aeroparque
Desde o dia 14 de março os vôos das Aerolíneas Argentinas entre o Brasil e Buenos Aires estão operando exclusivamente no Aeroparque, o antigo aeroporto doméstico da capital (que também era usado para vôos ao Uruguai). Muito em breve o privilégio será estendido a todas as companhias que operam a rota Brasil-Argentina; já sei que a Gol está com alguns horários engatilhados.
Aeroparque é o correspondente ao salgado Filho, de Porto Alegre, o Congonhas, Santos Dumont e Pampulha; um aeroporto que fica dentro da cidade. É perfeito para executivos que vão fazer reuniões e voltam no mesmo dia (espere tarifas mais altas no primeiro e no últimos vôos) e para quem segue viagem para o interior argentino (descendo em Ezeiza, é preciso trocar de aeroporto; o táxi entre os dois sai 130 pesos, ou 65 reais, sem choro). Para quem chegar por aqui, o trânsito fica mais rápido e barato; mas o câmbio fica mais complicado.
Táxi.
Como o aeroparque fica dentro da cidade, os táxis vão pelo taxímetro. Espere pagar no máximo 30 pesos (15 reais) para o ( bairro Recoleta, onde esta localizado o cemitério com os restos mortais de Evita Peron) e Centro; para Palermo, pagará pouco mais pouco mais de 20 pesos.
Câmbio.
Caso você não possa não queira sacar pesos do caixa automático, vai ter que usar a casa de câmbio do aeroporto — que tem aquelas cotações horrorosas de casa de câmbio de aeroporto. Nesse caso, troque o mínimo que puder, e deixe para fazer o grosso do câmbio nas corretoras da Calle Sarmiento, no Centro (abertas de segunda a sexta no horário comercial).
Se você chegar no fim de semana, troque nas casas da rede Metropolis (Florida, 560, no Centro; Mas saiba que no fim de semana (e fora do horário bancário em geral) a cotação cai muito (sobretudo para reais).

Centro de Buenos Aires final de semana



"Tiene mais uma sacuela?" Esta frase, uma tentativa de se expressar em portunhol, pronunciada com o intuito de conseguir um receptáculo adicional para incrementar a capacidade de carga do consumidor, pode ser ouvida com frequência nas lojas portenhas. O estranho idioma é comum principalmente no Centro, Puerto Madero, Recoleta e Palermo - onde o fluxo de turistas brasileiros é cada vez maior.
A tendência é a de um recorde neste ano, segundo o ministro do Turismo da Argentina, Enrique Meyer. Em 2010, o país receberá um milhão de turistas brasileiros. Outrora mais preocupados em atrair europeus e norte-americanos, os argentinos perceberam o filão de trazer os turistas brasileiros, muitos dos quais estão fazendo sua primeira viagem ao exterior. Os brasileiros vão para Buenos Aires atrás da suculenta carne bovina dos Pampas, dos vinhos das províncias de Mendoza, San Juan e Salta, dos acrobáticos shows de tango ou de passeios pelas europeizadas - embora decadentes - ruas portenhas, com sua arquitetura que recorda Paris. Mas, principalmente, os turistas brasileiros vão atrás dos produtos Made in Argentina com seus preços atrativos. Produtos como casacos de couro e de lã ficam mais em conta pela competitividade da moeda brasileira neste país, ao redor de 35% superior ao peso, comparado com os níveis de 2009, segundo a avaliação do relatório mensal do Observatório Turístico da Cidade de Buenos Aires.



PUERTO MADERO




Puerto Madero é uma boa opção para um passeio ao cair da noite, acompanhado de jantar. Os velhos armazéns à beira do porto foram reformados e agora abrigam o Cassino Buenos Aires e diversos restaurantes, barzinhos, cafés e cinemas. Um dos melhores restaurantes é o "Siga la Vaca". Se for durante o dia aproveite para visitar a fragata-museu Presidente Sarmiento.

Estação ferroviária de Buenos Aires. Ao chegar lá aproveite para pegar um trem até Tigre (percurso de 40 minutos), uma simpática cidadezinha a beira da água, onde pode-se embarcar num catamaram para conhecer as ilhas e canais afluentes do Rio da Prata.
Os portenhos orgulham-se de sua cidade, e dizem que o apelido Europa da America do Sul não é por acaso, mas merecido. Aliás, os moradores de Buenos Aires se consideram um pouco ingleses, o que também tem sua razão de ser, já que em geral as pessoas por aqui tem prazer em andar bem vestidas em qualquer hora do dia, e uma de suas maiores tradições é - não o chá - mas o café da tarde, numa das centenas de cafeterias que espalham-se pelas ruas da cidade.
Falando em metrõ, o transporte em Buenos Aires é eficiente e barato. As quatro linhas de subte (metrô) cobrem grande parte da cidade, e são a forma mais rápida de transporte. A estação fica quase em frente a Plaza de Mayo. Pegue a linha D e desça na estação Bulnes. Lá você vai encontrar uma excelente zona residencial e comércio muito diversificado, uma boa amostra de como é a vida num típico bairro da classe média. Depois venha caminhando em direção ao centro pela Avenida Santa Fé e você vai passar em frente ao Shopping Palermo, um dos melhores da cidade.

De Gelson Farias, Buenos Aires, para o blog OlhoseOuvidos
De Olides Canton

Carta

Pois, é,amigo Israel Lopes....

Irei a feira do livro,se convidado!

 

Meu Amigo
Jornalista e Escritor
OLIDES CANTON

Em primeiro lugar, peço um "milhão" de desculpas. Recebi as edições do teu apreciado jornal FITNESS. Neste de maio, com excelente matéria do jornalista Carlos Chagas, como também um belo poema do Clemar Dias. OLIDES CANTON - Para Prefeito de Serafina: "Ruim com ele, pior sem ele".
Pois ontem, de manhã, quando me chegou o Correio do Povo, no Caderno Cidades, - sobre Passo Fundo, - me deparei com esta matéria: "Livro relembra a trajetória e obra de um jornalista". Lembrei do amigo! Pois quando tu vens a São Borja, falamos nesses corajosos jornalistas, como foi o Tarso de Castro, que escrevia no Pasquim (que eu lia quando estudante em São Luiz Gonzaga) nos "anos de chumbo". Quero ver se adquiro esse livro "Rato de Redação: Homenagem a Tarso de Castro, um Jornalista Brasileiro". O professor Maur o Gaglietti, um dos organizadors da obra, este foi meu contemporâneo na UFSM de Santa Maria, quando fazíamos greve, quando fechavam o RU por falta de verbas federais, e nos dispersavam com bombas, descarregadas por "la policia".
Amigo Olides, estou quebrando o silêncio. Eu te agradeço pelas lembranças, citando o meu nome, e pedindo notícias, através do amigo Clemar. Ontem mesmo, olhei o teu site. Vi, que os amigos Clemar Dias e Neuza Penalvo têm colaborado contigo. Gostei de ver a homenagem que fizeste ao COLONO, publicando a letra do Teixeirinha. Eu tenho dito que o Teixeirinha foi até universal, nessa composição, quando diz: "De sol a sol vive trabalhando". Pois esse árduo trabalho, do homem rural, enfrentando as intempéries, assim como acontece no interior do Rio Grande do Sul, nos diversos "brasis", acontece em outros País. Texeirinha cantou para o Colono e para o Motorista. E quem são esses personagens? São os expulsos d a terra, vítimas do êxodo rural, que perderam o cavalo, o pedaço de terra, engolidos pelo maior e, na cidade, tiveram que pegar ao volante do caminhão para defender o ganha-pão. Por isso, foi criticado por alguns conservadores, que diziam que ele estava deturpando a imagem do gaúcho. Estava sendo coerente com sua época, com os pés no chão, mostrando uma nova realidade social do gaúcho. Em outras palavras, esse é o gaúcho-a-pé, do romance do Cyro Martins, que era defendido por um político coerente, como foi o Adão Pretto.
Aqui em São Borja, estou assinando uma coluna no jornal A CIDADE, falando somente sobre CULTURA REGIONAL que acredito ser o meu chão. Tenho deitado a lenha, nesse perigo de aculturação norte-americana, com esses "cowboys fantasiados". Em 1947, aqueles jovens do Julinho, liderados por Paixão Côrtes, trancaram o pé contra a imposição da cultura norte-americana, que estava se introduzindo em tudo, aqui no Rio Grande do Sul. Veja o que esses da cultura alienígena fizeram com a autêntica música caipira de São Paulo. Aqui, como temos o Movimento Nativista dos Festivais, que é muito forte, justamente, mostrando as transformações sociais do gaúcho, o êxodo rural, mas sem perder nossas raízes, penso que eles não irão matar a CULTURA GAÚCHA. Mas temos que trancar o pé. Já tem alguns escritores como Carlos Zatti, um gaúcho residente no Paraná, que publicou dois livros, mencionando o perigo dessa aculturação. Tem o Evaldo Muñhoz Braz, com Manifesto Gaúcho. Um livro der 59 páginas, que diz tudo.
A propósito, nesta semana, recebi o livro ENSAIOS ESCOTEIROS do escritor catarinense Enéas Athanázio, onde ele cita uma frase do grande Monteiro Lobato, que diz: "Contra a mediocridade insolonte ou o safadismo de alto coturno, quem não se mostra feroz é um patife". E ainda diz, Athanázio: "Assim pensavam Sartre e Beauvoir e o confirmaram em trantas ocasiões. "O HOMEM NÃO É NADA SE NÃO FOR UM CONTESTADOR!" - exclamou ele".
Por isso, eu digo: como faz falta um Noel Guarany, que foi um contestador contra essas culturas alienígenas! A dupla Jayme Caetano Braun e Cenair Maicá, que diziam na milonga HOMEM RURAL: "Enxada na terra alheia, nunca traz dia melhor!"Mas, graças a Deus, temos um Pedro Ortaça, um Jorge Guedes, entre outros tantos, que lutam contra essa imposição estrangeira.
Amigo Olides, vi que lançaste um livro! Espero que o amigo venha autografar na FEIRA DO LIVRO daqui de São Borja, e já sou candidato a um exemplar.
Agradecendo a atenção do amigo, desculpa desta longa charla, mas o assunto me é bastante empolgante, e desejando sucesso com o site DE OLHOS E OUVIDOS e com o jornal FITNESS e, em todas as empreitadas, aqui vai um grande abraço de sempre.

Israel Lopes

E AGORA REMINDO

Remindo

O nosso companheiro Sergio Oliveira de Charqueadas, no "blog" de hoje,quarta feira,escreve que o Lula defendeu o Presidente Ernesto Geisel. Mas diz o meu chara´,que o Lula fez o pior,elogiou também o nosso outro conterrâneo o General Garrastazu Medíci.
Este,eu nem toco no nome dele... E agora Remindo? "o que mata toda a história,como tu dizes,é a saudades de Lula pelo Geisel.

um abraço


Sergio


Constatações

Recebo e publico! eles ainda vão marcar um grande chopp no Gambrinus!



Caros Olides

Duas constatações quanto a contribuições que saíram em teu blog:

O Serginho Ross é melhor fotógrafo do que argumentista.

E quanto ao Sergio Oliveira, de Charqueadas achar que o Lula estava a elogiar Torturadores e Assassinos de Brasileiros", é não querer entender o "apesar de tudo".

Remindo Sauim, de Canoas

 

campanha de
banheiros no centro

 


Eu não disse que não há banheiros públicos no centro de Porto Alegre. O cyber aqui da galeria Edith teve que fechar o seu banheiro, que era pros usuários. Os caras vinham usar 2 minutos de internet só pra usar o banheiro. Agora nem mais freguês tem banheiro. Teremos que mijar e c...na rua....pra ver se as autoridades criam vergonha na cara e mandam construir banheiros públicos!!!!

 

Homenagem não teve familaires
de Irceu Gasparin !

 


A homenagem que na última segunda feira, dia 19 de julho foi prestada pela prefeitura de Serafina Corrêa aos familiares de ex-prefeitos não teve a presença de nenhum familiar do ex-prefeito(falecido) Irceu Antônio Gasparin.

Nem a viúva Isar compareceu, nem suas duas sobrinhas que moram em Serafina.Marlusa e Marinete, por sinal, estão estremecidas desde que o terreno na rua Rua Tobias Barreto, onde viveu a vida toda sua vó Hercília, foi disputado na Justiça, pelos quatro netos herdeiros. É que Marinete, irmã de Marlusa, a Duda, ficou " do lado" dos outros netos de dona Hercília na disputa pelo terreno. E Marlusa que morava lá foi despejada. Mudou-se para uma casa para o lado da linha Doze e ultimamente foi morar na colônia, como me disse uma vizinha, quando a procurei pro lançamento do meu livro Così la ze stata!

Curta

Irceu Gasparin foi eleito duas vezes prefeito de Serafina Corrêa. Uma em 1972 e outra em 1982,quando ainda sem ser diplomado faleceu.

 

SALGADO FILHO TERÁ INVESTIMENTO
DE R$ 1 BILHÃO



Os investimentos no Aeroporto Salgado Filho no período 2010/2016 deverão totalizar R$ 1 bilhão, já tendo os recursos assegurados, incluindo obras de infraestrutura e sistemas. A informação foi prestada hoje (28) pelo superintendente do aeroporto, Jorge Herdina, na reunião-almoço do Conselho Deliberativo da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul, realizada na sede social da entidade. Entre os projetos mais importantes, citou o prolongamento da pista de pouso e decolagem, em mais 920 metros, passando a totalizar 3.200 metros de extensão, num investimento de R$ 188 milhões. A ampliação do terminal de passageiros consumirá R$ 370 milhões e o novo terminal de cargas outros R$ 115 milhões. Também está prevista a construção de novo edifício-garagem com capacidade para mais 3.500 vagas, elevando o total para 6 mil vagas, num custo de R$ 80 milhões. Igualmente, será instalado complexo hoteleiro a ser explorado pela iniciativa privada em regime de concessão, num investimento de R$ 30 milhões. O sistema aeromóvel, ligando o terminal à estação aeroporto do Trensurb, consumirá R$ 30 milhões. Segundo o superintendente, os projetos definidos deverão permitir que o Salgado Filho atenda o crescimento da demanda de passageiros e de cargas até o horizonte de 2035/2040. A partir daí, deverá haver a construção de novo aeroporto em outro local.

Todt Comunicação

 

Turma do conforto....

 

Batalhão precursor do presidente Lula da Silva que estará hoje no Gigantinho, de tardezinho, estava hospedado desde ontem no Plaza....

Já haviam ficado outras vezes também lá....Que turma,hein....gostaram do conforto!!!

nada contra, nada contra!

Curta

O Clube de Opinião já nasceu viciado. Em que?

Ora, em espertalhões!

 

Livro da rua da praia terá o Irpapus?!

 

Pois hoje de noite o Rafaelzinho Guimaraes vai lançar seu livro sobre a rua da Praia. Não se sabe se ele analisará no livro também a fauna humana que circula lá....


Irpapus

No caso aqui são dois momentos do Irpapus( um grupo que se reune ao meio-dia,sempre,faça chuva ou faça sol....)


Irpapus

Dizem os históricos do Irpapus que ele teria sido fundado por um jornalista no caso o Dante Caravetta, que morreu em 1996, que era da CRT( pré privitalização da era Britto e sua turma....)
Na foto mais antiga, de 1994, vê-se o Paulinho Quarta-feira( é porque ele sempre tinha um compromisso extra toda quarta....)o Cascatinha( Fernando Albrecht) Lino Brum, Ayres Cerutti,quando ainda tinha cabelos, o Plínio Dotto, que era articulista do Jornal do Comércio....Nesta foto ainda está o magrão Froes, que é o verdadeiro autor da expressão MAGRO DO BONFA que foi pega e anexada pelo André Damaceno.

Na foto mais recente entra o Luz no fim do túnel, o Antônio Goulart, o engenheiro Mário Landgraff....


 

Da memória política

 

O que será de muita gente que está nesta foto feita em 1998, no Executivo Hotel, pelo fotografo Gaudêncio, de São Borja?


Executivo Hotel

Brizola já está enterrado no cemitério da Terra dos Presidentes, Lula, todos sabemos que findará seu mandato, Emília Fernandes é candidata a reeleição pelo PT( é deputada federal)Edson da Silva, do PCdoB, anda numa estatal ligada ao petróleo,José Paulo Bisol vive num sítio em Osório,Pompeo de Mattos é candidato a vice na chapa do Fogaça. A foto foi feita no Executivo Hotel, em 1998.

Carta


Este documento, a solicitação do Teatro São Pedro,pelo José Vecchio, presidente do PTB, para a convenção estadual do partido que escolheria o candidato ao governo do estado do partido foi encaminhada em 5 de novembro de 1946. No dia oito,saiu o despacho favorável e no dia 11 realizado o encontro, em que Getúlio Vargas acabou manobrando para que o candidato fosse Alberto Pasqualini, apesar do seu estado de saúde precário( estava com as pernas impossibilitades de permanecer muito tempo sem sentar....)


Documento histórico

O documento está nos anais do Teatro São Pedro e a cópia a consegui em 1994 quando pesquisei pro meu livro Getúlio Vargas, depoimentos de um filho....


Coleguinhas

O último trabalho do fotógrafo Caco Argemi, que é o fotógrafo da campanha do candidato do PT, Tarso Genro, foi o Valor EConômico. Faz sentido, faz sentido!!!!

 

Dona Teresa


Dona Teresa

Completou em 17 de julho passado um ano da morte da mãe do meu amigo de São Borja, o Clair Ribas. Clair foi quem me levou a S. Borja pro lançamento do meu livro sobre o Getúlio Vargas. Ontem, por sinal,estive na Câmara Municipal de Porto Alegre onde conversei com o professor Jorge( uma pessoa muito simples) . Vamos primeiro passar as 22 fitas ksete que tenho pra uma fita de CD, pra que a gravação não se esmaeça com o tempo.

Depois vamos apresentar um projeto de impressão deste depoimento através de incentivos culturais.

Mas a dona Teresa, que eu conheci, tinha ligações com Cruzinha, a terra onde Brizola nasceu. Fiz um pequeno depoimento que tenho dela que um dia poderá vir a ser útil pra algum projeto ligado a Brizola.

 

Pompeo e Adroaldo aguardam pelo TRE


Em frente ao monumento ao Presidente Getúlio Vargas

 

Nos próximos dias, mais na semana que vem, o TRE deverá se pronunciar sobre o cado dos deputados que tem rolos com os albergues. Dois deles estão nesta foto: Pompeo de Mattos( de bombacha e tudo) e Adroaldo Loureiro, o conhecido " Ganso Louro".

Nesta foto, eles estão na frente do monumento ao presidente Getúlio Vargas na Praça XV de Novembro, em São Borja, em 21. 06 de 2008, aniversário da morte de Leonel de Moura Brizola.

O primeiro da esq. para a dir é o radialista Prato Fino( Eduardo Belmonte), da rádio Cultura AM. Também aparece na foto o vereador do PDT,de S. Borja. Farelo Almeida.

 

Tarso e Beto recebem direção do SINDASSEIO


CACO ARGEMI

Tarso e Beto com direção do SINDASSEIO



Diretores do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação estiveram nesta quarta-feira no comitê da Unidade Popular Pelo Rio Grande. Os empresários foram recebidos pelos candidatos ao Governo do Estado, Tarso Genro e Beto Grill. O encontro serviu para que o SINDASSEIO apresentasse algumas preocupações do setor, como a elevada carga tributário do Estado e a falta de mão-de-obra qualificada. O Sindicato congrega empresas que atuam na área de limpeza e conservação, serviços de portaria, recepção e atendimento ao público. O SINDASSEIO tem mais de 3 mil empresas afiliadas, que geram mais de 50 mil empregos diretos e formais no Rio Grande do Sul.

Tarso mostrou alguns pontos do Programa de Governo que vão beneficiar o setor, como a retomada do Simples Gaúcho e o fortalecimento da base produtiva já instalada no Estado. "Na área da Educação, vamos integrar as redes e instituições de ensino para qualificar todos os níveis. A revitalização da UERGS também é vital. Com essas medidas iremos qualificar os nossos trabalhadores e os serviços prestados pelas empresas, inclusive visando a Copa do Mundo de 2014", destacou o candidato.

Bom de apelidos

 

Além de GANSO LOUCO, o deputado Adroaldo Loureiro(PDT) é conhecido em Santo Angelo por TIGRÃO!

Ufa!!!!


A vida como ela é...

 

O "PICA DE OURO"

namorava a secretária, que era casada,

no mesmo espaço que dividia
profissionalmente com a "legítima...."


A vida imita a arte, ou será vice-versa...

Pues vou lhe conta rum causo,verídico, que é de arrepiar....n bom sentido. É o legítimo pica de ouro....

Casado pela segunda vez, o nosso personagem dividia um escritório com a legítima, com quem também teve filhos. Já tivera do primeiro casamento..

Mas na maior lata, o cara já tava namorando sua secretária, bem mais moça que ele, que era casada.

E ele a levava pra casa,diariamente,..( Mas que habilidade, o que dizia pra mulher? que trabalhava com ele??)

No dia que o marido da secretária descobriu o caso do patrão da mulher dele com o chefe, deu um rebuliço daqueles bons de ver...não de participar...

Na rua onde a secretária morava, com o marido,num sobradinho,no pátio do sogro dela, o marido traído jogou toda a mobília dela lá de cima, pela janela, jogou toda a roupa dela que ia caindo no pátio....

Mas a secretário conseguiu seu intento: hoje divide o mesmo teto, ou juntou as escovas de dente, como se diz, com seu ex-patrão.

Não vai nem mais no escritório, onde ambos se conheceram, numa relação profissional.
A história dos dois nasceu mesmo dentro do escritório....

A mulher anterior ficou ainda dividindo o escritório profissionalmente.

Teve savoir faire.....

 

Atividades dos candidatos

 

Ontem, Tarso Genro, do PT/PSB reuniu-se com assessores e com o presidente municipal do PT, vereador Adeli Sell Foto de Caco Argemi.

Currículo

Olá caro colega, quem escreve é o jornalista Roberto Kreitchmann. Após aproximadamente um ano morando no Canadá e trabalhando em veículos de comunicação no país norte americano, estou de volta á capital gaúcha a fim de me reintegrar ao mercado jornalístico brasileiro e finalizar minha pós-graduação. Segue abaixo os meus contatos.

Clique aqui para ver o Currículo

 

A importância da Perícia técnica na investigação criminal


(Archimedes Marques)


A Polícia judiciária responsável constitucionalmente pela investigação criminal, investigação policial ou inquérito policial como queiram assim definir e que em verdade é tal instrumento a base, o alicerce, pelo qual o Ministério Público se fundamenta no sentido de oferecer a possível denúncia para levar os criminosos às barras da Justiça, sempre, desde os primórdios tempos, necessitou da ajuda da Perícia técnica que posteriormente ganhou a denominação de Polícia técnica.
A Justiça criminal que busca a verdade real, a verdade absoluta dos fatos delituosos para não cometer o injusto, vez que, entende-se como bem maior a liberdade da pessoa, por isso comungar-se que é melhor deixar um culpado solto do que um inocente preso, procura no alicerce do processo, no inquérito policial o maior número de provas possíveis, dentre as quais as provas técnicas que de quando em vez são até decisivas no seu julgamento.
O inquérito policial que tem o comando do Delegado de Polícia conta com a participação dos seus auxiliares, Escrivães e Policiais civis ou Investigadores que trabalham sob sua orientação em busca de tantas provas quanto forem possíveis e, do auxilio inequívoco e essencial da Perícia técnica aguardando sempre da mesma, laudos perfeitos que podem por fim às dúvidas e até mesmo restar concluída a investigação criminal inerente para o seu relatório final, entendendo-se assim, como sempre foi, que a Polícia técnica faz parte da família Policia civil, ambas são auxiliares da Justiça, ambas formam a força da Polícia judiciária. Uma está atrelada a outra. Uma é parte da outra. Uma é filha legítima da outra e não há como negar tal filiação.
Neste patamar de vida a Perícia técnica cresceu e se desenvolveu dentro da sua necessária atuação por conta da investigação policial e, os policiais civis sempre foram parceiros dos peritos criminais, por vezes até pari passu em alguns Estados do país relacionados aos seus proventos. A evolução da investigação policial também fez com que a técnica pericial apurasse novos métodos de auxilio a esse instrumento.
A Polícia técnica além de ser vital como instrumento de elucidação de crimes, é também um tema muito interessante, enriquecedor e fascinante. Até quem não gosta de Polícia, se interessa pelo tema, basta ver o sucesso dos filmes ou seriados pertinentes em que através daqueles peritos super equipados, principalmente em novas tecnologias científicas dos Estados Unidos resolvem os crimes mais difíceis possíveis.
Uma investigação policial sem provas materiais consistentes, corroboradas por laudos periciais ineficientes, é como um fraco alicerce sob um edifício e, a posterior denúncia oferecida pelo Promotor de Justiça é uma frágil e ineficaz denúncia, facílima de ruir e colocar tudo abaixo.
Assim, a Polícia técnica que abrange o Instituto de Criminalística, o Instituto de Identificação e o Instituto Médico Legal, amadureceu e se tornou sólida ao lado da Polícia civil, uma sempre lutando por melhoras ao lado da outra. Entretanto o que se vê em alguns Estados do país é uma luta inglória desta classe técnica cientifica pela sua desvinculação da Polícia civil, em alguns lugares já conquistado o intento, ao mesmo tempo em que insurgem outras Polícias técnicas a se mostrar arrependidas dessa suposta vitória.
Nesta perspectiva, algumas Polícias Técnicas que se desvincularam da Polícia civil progrediram profissionalmente, outras estagnaram ou regrediram, ao mesmo tempo em que não há um consenso geral se esta dissociação é ou não salutar para o inquérito policial, objeto essencial para a sobrevida dessas duas organizações que formam a Polícia Judiciária.
Dentro deste patamar da suposta independência da Polícia técnica que se deu também há alguns anos atrás no nosso Estado de Sergipe, pude perceber o quanto nós ficamos estacionados no tempo ou até mesmo regredimos. Digo isso em cátedra, pois compulsei, presidi e vivenciei incontáveis inquéritos policiais da época de mais de duas décadas atrás até agora, constatando que os laudos periciais antigos, por vezes eram melhores e mais bem elaborados ou conclusivos que os atuais apesar dos recursos serem inferiores.
Paramos no tempo e no espaço. Não houve, ao longo dos anos, boas políticas de investimento nas novas técnicas e no avanço da tecnologia científica, continuamos praticamente funcionando com os mesmos equipamentos de outrora e o material humano também foi esquecido em governos sucessivos, não houve concurso algum, o corpo de Peritos e Médicos legista foi até reduzido com a evidente saída, aposentadoria ou falecimento de alguns dos seus membros. Não fosse o nosso setor de inteligência policial que é bem equipado e funciona a contento produzindo provas tecnológicas para os Inquéritos policiais atuais estaríamos construindo muitos alicerçares frágeis para dispor à Justiça a verdade real dos crimes e dos seus autores e participes.
Diante das interrogativas dúvidas de melhoras das Polícias técnicas estaduais, vez que os seus respectivos Governos, tanto podem bem contemplar uma ou outra força partilhada ou bipartida, precisamos continuar juntos para fortalecer a nossa força, assim como, necessitamos do aperfeiçoamento técnico, tecnológico científico, de investimentos maciços e reais nesta importantíssima Instituição que em boa parte dos Estados brasileiros também estagnou e permanecem com equipamentos velhos, obsoletos e ultrapassados, em suma, verdadeiras sucatas que já deveriam fazer parte dos seus respectivos museus.
Precisamos também melhor contemplar esses valorosos profissionais, com salários dignos, contratar especialistas em todas as áreas técnico-científicos possíveis para que se fortaleçam ainda mais os procedimentos investigativos e, enfim, venham a satisfazer verdadeiramente os anseios do Mistério Público, do Judiciário e da própria sociedade que passaria a ver menos impunidade para os criminosos.
Não se faz Polícia com pechincha, muito pelo contrário, uma boa e verdadeira Polícia custa muito caro e é isso justamente que o povo exige do poder público, uma Polícia forte, principalmente com o que de melhor houver em técnica e tecnologia internacional para que lhe forneça uma segurança pública adequada e que também torne a impunidade dos criminosos como instrumento negativo do passado.

Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela Universidade Federal de Sergipe) archimedes-marques@bol.com.br

 

Os dois lados de Getúlio

 

Tudo o que, o Sergio Oliveira de Charqueadas, escreve sobre o Getúlio é verdade. Mesmo sendo eu defensor das políticas sociais do ex-presidente, não esqueço que ele também tem seu lado negro, e só vou citar um, deportou Olga Benário Prestes para a Alemanha, então nazista, num flerte com Hitler. Como a proposta aliada foi mais atraente cambiou para este lado.

Quem interrompeu a tragetória de Vargas foi a milicagem e a UDN. E novamente, na tentativa de Jango e de Leonel Brizola de voltarem a levantar a bandeira do trabalhismo, as forças já não ocultas da milicagem sufocou nossos democratas.

De lá para cá, o PDT tem cada vez mais perdido eleitores e nomes de valor. A própria Dilma, estava lá escondida nas fileiras do partido, quando o PT a foi buscar para ser Secretária de Estado. O trabalhismo perdeu o trem da história e seus antigos simpatizantes ficam como velhos em bancos de praça lamentando o presente, sempre afirmando que no seu tempo tudo era melhor. Também sou idoso, mas ao contrário acho os tempos atuais, com o Lula, a Dilma e a Internet, tudo uma maravilha.

Também acho que não temos como comparar a trajetória de Getúlio e Lula, simplificando, um era um rico fazendeiro que deu um golpe de estado e o outro, um nordestino miserável, que pelo voto de milhões de brasileiros chegou ao cargo de Presidente.

Remindo Sauim, de Canoas

 

PAULO FEIJÓ


Prezado Olides:

Ao cumprimentá-lo pelo trabalhos prestados atrvés do teu Blog, gostaria de me manifestar sobre as eleições que vão ocorrer neste ano. Gostaria, se possível, que o Senhor só depois ler o texto e se tiver interesse e achar conveniente viesse a publicar o mesmo e/ou parte deste.
Abraços,
Marivone Agazzi
Engenheira Agrônoma


As eleições estão se aproximando e o apelo dos candidatos são de mais variadas formas. Diariamente recebo e-mail de canditatos apresentando projetos desenvolvidas e/ou apresentação de prospostas, visando sua eleição e/ou releição. Não sei como eles tem o meu e-mail, de qualquer forma, às vezes paro para ler e tenho me deparado com trabalhos importantes realizados por alguns deputados bem como de propostas destes e de outros que buscam a eleição neste ano. Existem proçpostas interessantes passíveis de concretização nos diferentes setores (educação, infraestrutura, sanemanto, transporte, justiça...). Por outro lado exisntem propostas, mirabolantes, sonhadoras, ....praticamenter impossívies de sua concretização.
Como somos nós, cidadãos, que vomos eleger os nossos representantes para administrar os próximos quatro anos, devemos ouvil, ler,... e analizar propostas de nossos futuros representantes e fazer a escolha deste, que venham dfefender o interesse de todos e apenas o meu interesse e/ou de um grupo de pessoas. Desta forma estamos excercendo a Cidadania a qual devemos continuar após a eleição cobrando, informando e sugirindo as ações aos nossos representantes.
Como Cidadãos devemos fazer a nossa parte, sempre.

Após este manisfesto, gostaria de destacar aqui um e-mail que recebi de um grupo de democratas apoiadores do vice governador Paulo Afonso Feijó ....(não sei quem faz parte deste grupo),
Este grupo quer que Paulo Feijó concorra a deputado estadual para continuar combatento o aumento de impostos e a corrupção pois, segundo grupo a quatro anos vem combatendo todo o tipo de suspeitas escalabrosas. Emface disso, o grupo solicita que seja enviado um e-mail para contato@pauloafonso feijó.com.br se é a favor de que ele deve concorrer a deputado.
Se Paulo Feijó vem a quatro anos combatendo a corrupção não pensa mais em concorrer a Deputado, não quer dizer que ele não possa continuar combatendo a corrupção. Afinal não cabe só aos deputados e outros políticos combater a corrupção e , sim , é o dever de todos os Cidadãos.
Os Democratas, apoiadores de Paulo Feijó, encontraram uma excelente estratégia para saber se Paulo Feijó se elege ou não nas próximas eleições. Se os candidatos a Governador usassem a mesma estratégia teriam como saber se vão se eleger ou não. Daqui a pouco não precisa mais fazer pesquisas eleitorais (IBOPE. Data Folha...). Dá pra saber quem se elege, através da internet.

E-MAIL ENVIADO
Depois de quatro anos combatendo todo o tipo de suspeitas escabrosas,
Paulo Afonso Feijó pensa em não mais concorrer a deputado
estadual.

Somos um grupo de apoiadores dele e queremos vê-lo continuar combatendo
aumento de impostos e a corrupção para vivermos num estado melhor.

Se você é a favor de que ele deve concorrer, envie-lhe um e-mail diga-lhe
isso diretamente, para

contato@pauloafonsofeijo.com.br

Obrigado.

Um grupo de democratas.

 

O erro não compensa?


Por Luiz Oscar Matzenbacher

Se o time do Mano Menezes não tivesse sido beneficiado pelos equívocos das arbitragens nas finais da Copa do Brasil do ano passado, teria o treinador do Corinthians sido lembrado para assumir a Seleção Brasileira? Mas, no Brasil, o erro de arbitragem compensa regiamente quem dele se beneficia. Quem disse que o erro não compensa? Quem vai compensar o técnico Tite, prejudicado pelos erros de arbitragens e sem emprego hoje?
Derrubado o Dunga, Muricy Ramalho foi o técnico da Seleção Brasileira, a mais importante do mundo, por menos de seis horas e agora surge o substituto Mano Menezes. Vai permanecer até quando?
O futebol é melhor que o Carnaval e as festas de final de ano, simplesmente em função do esporte favorito do brasileiro ter uma ou duas decisões a cada trimestre, no mínimo. Mas o Fluminense, ficou provado, é mais forte do que a CBF. A CBF convoca o técnico e o Fluminense o desconvoca. Pode?
Agora, para reanimar os torcedores depois do fracasso da Seleção na Copa do Mundo, o Campeonato Brasileiro entra na sua fase empolgante ao mesmo tempo em que dois clubes brasileiros - Internacional e São Paulo - disputam as semifinais da Libertadores de América e o Santos e o Vitória se enfrentam nas finais da Copa do Brasil.
Não há favoritos nesses dois confrontos diretos. Mas certamente os torcedores estão em festa.
Para a Libertadores, o Internacional melhorou um pouco com o Roth e terá mais alternativas com a liberação do Tinga, do Sóbis e do Renan pelo BID da CBF e pela Conmebol. O São Paulo ainda é um time equilibrado e ambos têm as mesmas chances, mas apenas um deles segue adiante. Acho que é a final antecipada. Quem vencer o confronto é favorito para ser o campeão da Libertadores.
É bom para o futebol brasileiro que o finalista será necessariamente o Inter ou São Paulo, certamente os clubes brasileiros com maior tradição contemporânea em conquistas continentais e mundiais. O futebol brasileiro precisa do título da Libertadores e do Mundial de Clubes, para recuperar-se do fracasso na Copa do Mundo e preparar o clima para 2014.Luiz

Oscar Matzenbacher

 

 

O GLOBO PUBLICOU:


Lula faz elogios a Médici e Geisel durante cerimônia


Publicada em 23/04/2008
Chico de Gois - O Globo
BRASÍLIA - Em discurso na cerimônia do 35º aniversário da Embrapa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou nesta quarta-feira os governos dos generais Emílio Garrastazu Médici (1969-1974) e Ernesto Geisel (1974-1979), ambos do período ditatorial. Segundo o petista, foi no governo de Médici que, "apesar de tudo", foram criadas a estatal de pesquisa agropecuária e a hidrelétrica de Itaipu.
- É com orgulho que as pessoas às vezes falam: "Lula defende o governo Geisel". Não podemos ficar julgando eternamente as pessoas por um gesto ou dois, e não pelo conjunto do que fizeram - disse Lula.
SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS

 

O ESQUECIDO DE SÃO BORJA

 

Almir Pazzianoto


Leio nos jornais que o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, esteve em São Borja, discursou no Centro de Tradições Gaúchas, fazendo campanha para a presidência da República, mas desconheceu as figuras de Getúlio Vargas e João Goulart, nascidos e sepultados naquela cidade.
Quanto a Goulart, posso compreender. Apesar se haver sido deputado estadual e federal, presidente do PTB, ministro do Trabalho, duas vezes vice-presidente da República ? e nesta condição deposto há 30 anos, vítima do golpe militar -, não espero que Lula reúna conhecimentos bastantes para avaliar os importantes papéis cumpridos por Jango em nossa história recente.
Relativamente a Getúlio, porém, sua omissão foi imperdoável, sobretudo por se tratar de candidato-operário. Sem desmerecer ninguém, Getúlio fez pelos trabalhadores mais que todos os políticos e dirigentes sindicais do passado e do presente. Sua obra, considerada de forma objetiva e de maneira desapaixonada, está presente na Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada em 1º de maio de 1943, em vasta legislação anterior e posterior a ela, e na legislação previdenciária que, embora alterada ao longo do tempo, foi sistematizada na década de 30.
Getúlio era um presidente popular, embora polêmico. Permaneceu no vértice da política brasileira durante três décadas,caindo em 1945, ressurgindo em 1950 e suicidando-se em 1954, no auge da crise desencadeada pelo jornalista Carlos Lacerda.
Ao recorrer à velha CLT, folheando sua carteira profissional, ou dirigindo-se ao sindicato para pedir orientação ou ajuizar um processo, o trabalhador terá presente que a legislação social que o socorre foi obra da vontade solitária de um presidente, Getúlio Vargas.
Credito 50% do silêncio de Lula ao rudimentar conhecimento que revela de nossa história.Outras 50% à sua falta de interesse em estudá-la, convencido talvez de que se acha definitivamente apto a enfrentar os problemas da presidência da República.
Pelas mesmas razões que não autorizam a desligar Pedro Álvares Cabral dos relatos da descoberta; Tiradentes, da Inconfidência Mineira; Pedro I da proclamação da Independência;
a Princesa Isabel, da Abolição; Deodoro da Fonseca, da República;Juscelino da construção de Brasília, não podemos ignorar a obra e o papel de Getúlio no desenvolvimento nacional e na elaboração das leis trabalhistas.
Escolhendo São Borja para ignorar um dos nossos mais eminentes legisladores e estadistas, Lula ultrapassou os limites da deselegância, colocando-se politicamente à direita dos conservadores, e fazendo causa comum com todos aqueles que combateram Getúlio Vargas pela sua obra inovadora no Direito do Trabalho. ?

O texto acima, escrito em 1994, demonstra o porque Lula não tem nada a ver com Getúlio Vargas e João Goulart.

SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS


 

Ministro Luiz Barretto abrirá amanhã (28) reunião do Fórum de Governança do Turismo da Capital



O Ministro do Turismo, Luiz Barretto, estará em Porto Alegre amanhã, 28, para a abertura da 15ª Reunião do Fórum de Governança Local do Turismo, quando assinará, com o prefeito José Fortunati, termo de celebração de convênio com vistas a formalizar a transferência de recursos da União para projetos e obras na área de infraestrutura e de novos equipamentos turísticos. A reunião será aberta às 14h, no Espaço Le Bom Gourmet do Hotel Plaza São Rafael. No evento, Barretto apresentará o projeto Bem Receber Copa, iniciativa do Ministério do Turismo (MTur) que visa a preparar o receptivo de bares e restaurantes das 12 cidades-sede para um atendimento de excelência aos turistas que visitarem o Brasil em 2014, durante a Copa do Mundo.

Na reunião, o secretário municipal de Turismo, Luiz Fernando Moraes, fará um balanço dos recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) antecipados pelo Ministério do Turismo e disponíveis em caixa para investimentos no setor, bem como dos projetos em andamento. Entre 2009 e os primeiros meses deste ano, as capações junto ao MTur superaram os R$ 8.798.569,00, a maior parte (R$ 7.099.475,00) por meio do Prodetur. O montante será aplicado em projetos como a implantação de sinalização turística viária no Centro Histórico, terminais turístico fluvial e rodoviário, bonde histórico e sistema on line de acesso à informação turística e de aquisição do city tour Linha Turismo.
A reunião terá a participação do secretário estadual de Turismo, Esporte e Lazer, José Heitor Gularte, do diretor de Infraestrutura do Ministério do Turismo, Roberto Luiz Botoloto, do diretor do Departamento de Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo, Edimar Gomes da Silva, e do presidente nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci. Outros assuntos da pauta do Fórum de Governança do Turismo serão o Sistema de Gestão dos 65 Destinos Indutores, a pesquisa do perfil do turista nacional na Capital gaúcha, o Campeonato Mundial de Atletismo Master, que ocorrerá em Porto Alegre em 2013, a 24ª Festa do Pêssego de Vila Nova e os novos materiais de divulgação dos Caminhos Rurais de Porto Alegre.
Agenda do ministro – A primeira agenda de Barretto na Capital será uma reunião com o prefeito José Fortunati e o secretário municipal de Turismo, Luiz Fernando Moraes, no Paço Municipal, às 11h30, seguida de almoço no restaurante Gambrinus e visita ao mercado Público. Depois da reunião do Fórum de Governança do Turismo, Barreto irá ao estádio Beira-Rio para participar da reunião com a diretoria do Sport Club Internacional em que o prefeito entregará ao clube a licença de instalação (LI), que autoriza o início das obras de reforma do estádio para a Copa 2014. No caminho, fará uma parada nas obras de duplicação da avenida Edvaldo Pereira Paiva, viabilizadas com recursos repassados pelo MTur.
ATENÇÃO EDITORES:
O Ministro do Turismo estará à disposição da imprensa no Fórum de Governança Local do Turismo
Local: Espaço Le Bom Gourmet - Plaza São Rafael
14h

Eliana Zarpelon (MTb 3821)

 

SOPÃO É DISTRIBUÍDO
ÀS FAMÍLIAS CARENTES

DECOM/PMSB

Sopão



Com a baixa temperatura, a população carente recebe atenção da Secretaria do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (SMTASC). Uma das ações promovidas pela secretaria é o sopão comunitário que está sendo distribuído em dois Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e em duas associações de moradores.
A distribuição é feita nas segundas, quartas e sextas no CRAS da vila Leonel Brizola e as terças e quintas no CRAS da Arneldo Matter, que também atende as famílias residentes das vilas Mário Roque Weis, Ernesto Dorneles e Alfredo Arno Andres. A refeição também é servida pelas associações de moradores do bairro do Passo e do bairro do Tiro que define o dia em que será servido as famílias da comunidade.
A sopa é preparada por voluntários da comunidade. Cerca de 100 pessoas são beneficiadas diariamente com a distribuição que é feita para ser consumida em casa. Para preparar a sopa, os ingredientes são adquiridos com recursos da secretaria e doações de empresas privadas, além dos alimentos doados através da campanha do agasalho.
Segundo a diretora de nutrição da SMTASC, Mirtes Fonseca, o alimento neste ano começou a ser distribuído em junho e, se o frio persistir, será servido até setembro. Conforme ela, a secretaria pode auxiliar as comunidades que já prestam este serviço a comunidade. A distribuição é somente para as pessoas que são cadastradas nos centros. “Temos uma meta de 60 refeições e vamos entregando conforme as pessoas vão procurando” salienta a diretora.

 

CULTURA



PREFEITURA PRESTA HOMENAGEM A ESCRITORES

A secretaria municipal de Educação e Cultura realiza de quarta à sexta-feira (28 à 30/07) uma exposição com livros de autores sãoborjenses. O evento será no Departamento de Assuntos Culturais (DAC), anexo ao Memorial João Goulart, das 15h às 17h.

O escritor Ramão Aguilar emprestou sua biblioteca particular para a exposição. Durante o primeiro dia, a escolinha da banda municipal Tusnelda Lima Barbosa fará apresentação ao público.

O evento dedicado ao dia do escritor estava marcado para o último domingo (25/07), no entanto, por causa da chuva foi cancelado e transferido. Todos os escritores, poetas profissionais e amadores e a comunidade em geral estão convidados a prestigiar o evento.
Prefeitura de São Borja




DE BRASÍLIA – Especial – 4






* A direção do PT,resolveu alugar aqui em Brasília, um prédio inteiro de 12 andares, para instalar ali o Comitê Central da Dilma Russeff.
O prédio que esta localizado na zona mais central da Capital do País, ou seja,no Setor Comercial Sul, deveria abrigar o alto comando do Partido. Todo o staf petista tem sala. Todos os comandantes tem salas especiais e muitas outras mordomias. Só que o prédio,desde o dia de sua inauguração,está entregue as moscas. Só meia duzia de seguranças e alguns candidatos
a deputados estaduais por Brasília é que circulam por lá.
No dia da inauguração,foi montado um esquema especial pois o Presidente Lula estaria no comício. Como ele não apareceu “porque tinha pouca gente”( isso dito pelos próprios cumpanheiros,que estavam putos da cara com a ausência do chefe), a coisa esvaziou. A Dilma também chiou e anunciou que não vai comandar dalí a sua campanha. Prefere comandar tudo, da sua mansão (muito bem instalada por sinal) no Lago Norte.
A sala mais bonita e toda incrementado,depois da sala da Dilma, é a sala do Antônio Pallocci,que só apareceu no dia da inauguração.

PS:Remindo: Continuo a não gostar da Dilma. Mas no dia do lançamento eu estava no comício que foi para o espaço,por isso eu vi e ouvi tudo. Eu não tenho culpa se os cumpanheiros as vezes falam de mais. Quanto não gostar da Dilma,tenho minhas razões. O Brizola me contou varias historia dela,quando em Porto Alegre a companheira,jurava amores ao PDT.


* A Catedral da Brasília, uma das obras primas de Oscar Niemeyer,foi totalmente reformada para a comemoração dos 50 anos da inauguração da Capital. Só que graças ao Governador Arruda a festa toda foi para o espaço e a Catedral continua em obras...Continua cercada por um imenso tapume de madeira e apenas parte do seu interior, que é lindo, pode ser visto.


*Os dias, nesta época do ano em Brasília,são maravilhosos. Muito sol e um calorzinho que mata vocês aí do Rio Grande do Sul, de inveja. Pois bem neste domingo o imenso número de turistas e muitos habitantes da capital,que foram passear pela Explanada dos Ministérios,ficaram surpresa com um helicóptero da Policia Federal,estacionado em frente ao Congresso.
Calma gente, ele não estava aí para carregar ninguém preso. Foi só um pouso de emergência,
já que a rapaziada que poderia ser detida,só chega na Casa às terças feiras à tarde e se manda na quintas feiras à noite. Mas que foi um susto,isso foi...


* E os índios,que representam todas as tribos existentes no Brasil, continuam acampados na Explanada dos Ministérios. Faz mais de sete meses que estão por ali. A policia, por mais de três vezes,já tentou retira-los dali,mas eles voltam e continuam reivindicando que o governo federal, demita o presidente da Funai e modifique os estatutos que regem o destino deles.
A indiada já perdeu suas barracas, que foram levadas pela polícia. Agora,dormem ao relento. Se bem, que as noites de Brasília,hoje não são tão geladas como as noites do Rio Grande .Mas não são noitadas nada agradáveis.

Sergio Ross

 

BRASÍLIA EM FOTOS

fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos

fotos de Sergio Ross


Brasília em fotos


fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos


fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos


fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos


fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos


fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos


fotos de Sergio Ross

Brasília em fotos

 

 

REVELADA A FARSA DAS NAÇÕES INDÍGENAS

 


Carlos Chagas

Era para ter sido manchete de seis colunas na primeira página, com direito a editorial, entrevistas variadas e repercussão imediata no Congresso. Infelizmente, a matéria ganhou um pé-de-página no final do noticiário político, aliás, página 17. Dirão uns estar o Congresso de recesso. Outros, que a sucessão presidencial prende muito mais as atenções.
Mesmo assim, louve-se a “Folha de S. Paulo”, que em sua edição de domingo, publicou pequena reportagem informando a existência de um relatório entregue pela ABIN à presidência da República, dando conta de que governos estrangeiros, ONGs e o Conselho Indígena estimula a criação de um “estado independente” em Roraima, com autonomia política, administrativa e judiciária. Trata-se da Reserva Indígena Raposa\Serra do Sol, onde há alguns anos cidadãos brasileiros só entram com a aprovação de ONGs alienígenas, região da qual foram expulsos fazendeiros plantadores de arroz.
A acusação não partiu de aventureiros, de grileiros ou de garimpeiros interessados em explorar aquele território entregue aos índios, 46% do estado de Roraima. Deveu-se à Agência Brasileira de Inteligência, instituição respeitada até por haver desfeito os erros e abusos de seu antecessor, o SNI.
A constatação é gravíssima, aqui e ali já denunciada especulativamente, mas agora inequívoca por sua origem. O relatório encontra-se no Gabinete de Segurança Institucional, funcionando no palácio do Planalto e diretamente subordinado ao presidente da República. Não pode ser descartado nem engavetado. Pelo contrário, deveria ser distribuído aos ministérios da Defesa, Relações Exteriores, Justiça e ao Congresso, para providências. Acima de tudo, porém, para conhecimento da opinião pública e das entidades da sociedade civil, como CNBB, OAB, ABI e congêneres.
O que se pretendem em Roraima, com óbvia participação de governos estrangeiros e ONGs financiadas por multinacionais, é incrementar a escalada em curso: de reserva indígena passou-se a território autônomo, agora para estado independente e, logo, para nação soberana. Melhor dizendo, nações, porque são várias as reservas indígenas espalhadas pela Amazônia, quase sempre na fronteira.
Uma organização internacional qualquer poderá encarregar-se de reconhecê-las, no devido tempo, como repúblicas soberanas.
Índios com PHD na Holanda ou nos Estados Unidos seriam “presidentes”, as diversas etnias formariam os “partidos políticos” e enviariam representantes parta o “Legislativo”, a “Suprema Corte” e penduricalhos.
O mais importante nessa farsa é que as “nações indígenas”, sem recursos, celebrariam convênios com as nações ricas e obsequiosas, encarregadas de prover o seu desenvolvimento através de contratos de concessão para exploração do subsolo rico em minerais nobres, do nióbio ao urânio. Sem esquecer a biodiversidade. Conseqüência natural seria que os “irmãos do Norte” cuidassem também da defesa dessas nações, contribuindo com suas forças armadas.
Até pouco, nem governos nem elites nacionais davam atenção aos poucos alertas divulgados, fosse por ignorância, soberba ou más intenções. A partir de agora, não dá mais para empurrar a sujeira embaixo do tapete, risco tão óbvio quando abominável. Com a palavra o presidente Lula.

POMADA MARAVILHA

Décadas atrás, chamava-se “pomada maravilha”, comprada nas farmácias para todo tipo de males. Dor de cabeça, contusões, pedra nos rins, apendicite, malária, gota e doenças as mais variadas curavam-se passando a “pomada maravilha”.
Hoje, a panacéia nacional chama-se “horário de propaganda gratuita no rádio e na televisão”. Já repararam que candidatos, chefes de campanha, assessores, marqueteiros, partidos e toda a parafernália eleitoral pedem tempo e jogam suas esperanças de vitória no período a se iniciar a 17 de agosto?
Tudo vai mudar quando começar a propaganda gratuita, prometem. Os candidatos ganharão seu perfil, as mensagens se transformarão em verdades absolutas, os programas despertarão entusiasmo em platéias extasiadas. Todo mundo votará neles.
De José Serra a Dilma Rousseff, sem esquecer Marina Silva nem os outros sete postulantes à presidência da República, mais os milhares de postulantes a outros postos eletivos, não há um só que deixe de depositar suas esperanças na versão eletrônica da “pomada maravilha”.





DE NOVO EM DOIS COMÍCIOS

Amanhã o presidente Lula deverá estar em Natal, Rio Grande do Norte, para inaugurações, mas à noite comparecerá ao comício de Dilma Roussef, coincidentemente na cidade.
Sexta-feira, depois de encontro com os presidentes do Paraguai e Uruguai, na fronteira, está prevista outra coincidência: em Porto Alegre, à noite, mais uma vez o presidente subirá no palanque da candidata.
O serviço jurídico da campanha de Dilma, de um lado, e a Advocacia Geral da União, de outro, concordam em que o Lula deve precaver-se, fazendo anotar as despesas de seu deslocamento, nas duas capitais, do local onde se hospedará depois de cumprir a agenda oficial, até os comícios, bem, como a volta. Aluguel de carros, pagamento dos seguranças e detalhes correlatos devem ser explicitados e saldados através do PT. Imaginam os advogados à disposição da candidata e do chefe do governo poder evitar denúncias à Justiça Eleitoral sobre participação indevida na campanha, como abuso de poder.
Essa cautela funcionou na reeleição do Lula, em 2006, como havia funcionado antes, quando Fernando Henrique disputou o segundo mandato. Naquelas oportunidades, voaram para diversas regiões do país em aviões comerciais fretados, participando de caravanas onde não se viam automóveis oficiais e subindo em palanques armados pelos respectivos partidos. Foi até mais complicado fazer as contas, mas elas acabaram aprovadas.
A pergunta que se faz é esses cuidados bastam para ocultar o principal, no caso, a presença do presidente da República na campanha, que a lei proíbe. Discute-se a versão de que fora da hora do expediente, o personagem se transfigura, tornando-se um cidadão comum, na posse do direito de expressar livremente seu pensamento e suas tendências. Não parece fácil, dada a evidência de que presidente é presidente em tempo integral, 24 horas por dia. Mesmo assim, a ninguém será dado imaginar outra punição ao Lula que não as desmoralizadas multas, das quais seus advogados recorrem.

Coleguinhas


*Muito engraçado o programa do Nilton Fernando na Pampa de Manhã cedo. Ontem, ele disse que os índios ficam pitando palheiro( a guria que tava com ele deixou escapar uma risada, bem natural)...

Outra coisa:quando veio uma notícia dizendo que uma bomba tinha matado não sei quantos, ele meio que se acordou e comentou:
- Nossa, como morrem gente neste país!

*Cabeça, ou José Luiz Previdi foi visto dias atrás com um ONDA CIVIC NA PADRE CHAGAS. Tá bem na foto o Cabeça, os banner tem rendido bem,hein.Bom pra ele!

*Helena Chagas, que assessora Dilma Roussef, é filha do Carlos Chagas, que escreve aqui!

*Mas como o Caderno de Cultura da ZH dá espaço pro Rafaelzinho,hein!!!! Já tinha quatro páginas no livro da enchente de Porto Alegre, agora mais capa e duas paginas pro livro da rua da Praia....

*E o Bissón que fez um livro muito bem pesquisado sobre o Moinhos de Vento não deram nada. Dois pesos e duas medidas...??????

me disse alguém: O Rafaelinho é o Nei Lisboa das letras, ou seja, não briga com ninguém. Xiii.....


*E o Caderno de Cultura vende livro sim senhor. Tanto que já me pediram um de Brasília sobre a rua da Praia...

 

Os guris (*talentosos) da casa de cinema


Guris da casa de cinema

Vi domingo passado o filme Antes que o mundo acabe direção da Ana Azevedo, da Casa de Cinema. Show de bola. Depois teve discussão com a diretora. Chovia e ventava forte do lado de fora, e começava a soprar aquele minuano violento que bate na avenida Mauá, mas nós estávamos muito bem aquecidos na discussão sobre o filme que a Ana dirigiu. Recomendo. Os guris são bom pra lá de metro! É coisa nossa!

 

Comício com Lula, Dilma e Tarso

 


Comício

Comício com Lula, Dilma e Tarso - Quinta-feira - 18h - Gigantinho

Comício com Lula, Dilma e Tarso – Quinta-feira – 18h - Gigantinho
Nesta quinta-feira (29/07), o presidente Lula estará em Porto Alegre para o comício de campanha Dilma Presidente e Tarso Genro Governador. Eu estarei nesta atividade e convido a todos os gaúchos para participar deste encontro que ocorre no Gigantinho, a partir das 18 horas. Caravanas de todo o Rio Grande do Sul estão organizadas para este ato, que reunirá milhares de gaúchos que desejam ver o estado no mesmo rumo do Brasil.
Rio Grande do Sul, do Brasil, do Mundo. Vamos com Tarso, governador, vamos com Dilma presidente!
CONVIDO A TODOS TAMBÉM PARA O LANÇAMENTO DA MINHA CANDIDATURA EM PORTO ALEGRE: dia 6 de outubro, no CTG Estância da Azenha, a partir das 19 horas. Espero todos vocês!



13 motivos para votar em Dilma e Tarso.
É o Rio Grande entrando em sintonia com o Brasil.
1. Fim da miséria – Com Lula, 31 milhões de pessoas entraram para a classe média e 24 milhões saíram da pobreza absoluta. Dilma vai aprofundar esse caminho e acabar com a miséria no país. Tarso é um grande parceiro neste objetivo.
2. Mais empregos – O Brasil nunca gerou tantos empregos como agora. Dilma – que coordenou o PAC e o Minha Casa, Minha Vida, programas que levam obras e empregos a todo o país – é a garantia de que o mercado de trabalho vai continuar crescendo para todos. Com Tarso governador, o RS retomará o crescimento e criará ainda mais empregos.
3. Mais reajustes salariais – Com Lula, o salário mínimo sempre teve reajustes bem acima da inflação e houve aumento da massa salarial em geral. Dilma vai manter e aperfeiçoar essa política que tem ajudado a melhorar a vida de tanta gente. Com Tarso, o salário mínimo regional será valorizado.
4. Mais bolsa família – Agora, todos os candidatos falam bem do Bolsa Família, mas o brasileiro sabe: só Dilma garante o fortalecimento desse e de outros programas sociais criados por Lula.Com Tarso, o Bolsa Família será fortalecido no RS.
5. Mais educação – Lula criou o ProUni, mais universidades e escolas técnicas do que qualquer outro governo. Dilma vai seguir abrindo as portas da educação para todos. Com ela, não haverá um único município brasileiro, a partir de 40 mil habitantes, que não tenha Escola Técnica. Tarso foi Ministro da Educação e dará prioridade ao assunto.
6. Mais saúde – Lula ampliou o Saúde da Família, criou o Samu 192, as Farmácias Populares e o Brasil Sorridente. Dilma já garantiu: vai criar 500 Unidades de Pronto Atendimento – as UPAs 24 horas. E 8.600 novas Unidades Básicas de Saúde – as UBS. Com Tarso, aumentarão os investimentos em Saúde, para que o RS deixe de ser o estado que menos investe no setor.
7. Mais segurança – Lula está fazendo um investimento inédito na segurança, com o Pronasci, que tem, entre suas prioridades, o policiamento comunitário, a inclusão do jovem e a parceria com a sociedade. Dilma vai ampliar essa ação, usando como modelo as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), que estão livrando várias comunidades do Rio de Janeiro do domínio do tráfico. Tarso foi ministro da Justiça e dará toda a prioridade que esta área merece.
8. Mais combate ao crack – Dilma vai combater essa praga com autoridade, carinho e apoio. Apoio para impedir que mais jovens caiam nessa armadilha fatal. Carinho para cuidar dos que precisam se libertar do vício. E autoridade para combater e derrotar os traficantes, estejam onde estiverem. Com Tarso governador, este tema terá ações integradas, de prevenção, atenção e combate.
9. Mais creches – Dilma quer garantir mais tranquilidade para as famílias que trabalham e não têm onde deixar os filhos. Por isso, já assumiu o compromisso de construir 6 mil creches e pré-escolas em todo o país. A infância terá toda a atenção com Tarso governador.
10. Mais moradias populares – Juntos, Lula e Dilma criaram o Minha Casa, Minha Vida, que está realizando o sonho da casa própria de muita gente. Dilma vai ampliar o programa, garantindo mais 2 milhões de moradias populares para quem mais precisa. O RS terá recursos para estimular programas de moradia popular, tanto no meio rural como urbano.
11. Mais apoio ao campo – Nossos agricultores nunca tiveram tanto apoio para produzir e crescer na vida. Dilma – que criou o Luz para Todos e beneficiou mais de 11 milhões de brasileiros que vivem no campo – é a certeza de que esse trabalho vai seguir em frente, tanto para o agronegócio como para a agricultura familiar. Com Tarso governando o Rio Grande, o meio rural terá especial atenção e investimento.
12. Mais crédito – Lula criou o crédito consignado e facilitou o acesso da população a várias linhas de crédito. É por aí que Dilma vai seguir para continuar beneficiando toda a população. Tarso sabe da importância do Estado propiciar as condições para dar confiança aos empreendedores.
13. Mais respeito ao Brasil – Com Lula, o Brasil pagou sua dívida com o FMI e passou a ser um país respeitado em todo o mundo. Dilma quer o Brasil assim: forte, independente e cada vez mais admirado aqui e lá fora. Com Tarso, o Rio Grande retomará sua posição de crescimento, inclusão social, propiciando mais orgulho e dignidade aos gaúchos.
Rio Grande do Sul, do Brasil, do Mundo. Vamos com Tarso, governador, vamos com Dilma presidente.

www.ivarpavan.com.br
www.twitter.com/ivarpavan
www.facebook.com/ivarpavan

 

Bar Flamenco

 

Agora em novo endereço (Av Osvaldo Aranha, 418), o Bar Flamenco Tablado Andaluz apresenta, toda última quinta-feira do mês, a banda flamenca Tirititrá. O grupo mostra um novo repertório de Rumbas, Sevillanas, Bulerias e Salsa, dentro da mais recente tendência da Espanha, o POP FLAMENCO, aliado ao Flamenco de Raíz, que fica a cargo dos bailes interpretados pelas solistas do Tablado.

Rafael A do Canto

Tirititrá

A TIRITITRÁ traz a seguinte formação: Giovanni Capeletti (guitarra flamenca), Rafael Melo (cajon e percussão), Edu Saffi (baixo elétrico) e Pedro Fernández (direção artística e musical e voz).

Nas sextas e sábados, o público confere o show dos bailaores do Tablado Andaluz ao som de músicos convidados, além da típica gastronomia espanhola.

SERVIÇO
BANDA FLAMENCA TIRITITRÁ
Quinta, dia 29/07, a partir das 22h.
especialidade: Buffet de Paella e Tapas à la carte
Couvert Artístico: R$ 12,00 e R$ 8,00 para clientes que jantam o Buffet de Paella.

SHOWS FLAMENCOS
Sextas sábados - entre 19h30 e 24h.
Às 22h30 acontece a apresentação de dança flamenca com acompanhamento dos músicos do Tablado Andaluz.
especialidade: Buffet de Paella e Tapas à la carte
Couvert Artístico: R$ 12,00 e R$ 8,00 para clientes que jantam o Buffet de Paella.

TABLADO ANDALUZ
Escola de dança e Bar Flamenco/Restaurante
Av Osvaldo Aranha 418
RESERVAS: (51) 3024.5229 / 3311.0336
www.tabladoandaluz.com.br

Assessoria de Imprensa:
Simone Lersch


GETÚLIO, JANGO E LULA

 


Na convenção do PDT, em São Paulo, no dia 12 de junho, a Dilma discursou, dizendo que Lula é a continuidade de Getúlio, Brizola. Falou em Jango e Darcy Ribeiro. Ora, ora, ora. Depois o Sócrates ( estava sóbrio? ), em entrevista, disse que Lula é o melhor presidente da história. Ora, ora, ora, também.
Comparar Getúlio Vargas e o Lula ? Eu incluo João Goulart para fazer a minha comparação. Cito apenas Getúlio e Jango porque foram presidentes.
Lula algumas vezes se comparou a Getúlio: episódio do ?atingimento da autosuficiência em Petróleo ( sujou as mãos de óleo, tal qual Getúlio, quando do início da Petrobrás, criada por ele, Getúlio ); depois falou em criar a CLS ? Consolidação das Leis Sociais, querendo imitar Getúlio, em relação à CLT, que ele, Lula, na década de 80 classificava como o AI-5 dos trabalhadores. E assim vai.
Getúlio criou o salário-mínimo, que já beneficiou, e beneficia, milhões de brasileiros (as), de forma digna, pois está ligado ao TRABALHO; criou, também, a Previdência Social nos moldes hoje existentes, que, bem ou mal, beneficia milhões de brasileiros ( as ), dignamente, pois, para que se obtenha o benefício, salvo algumas exceções criadas nos últimos anos, é necessário ter TRABALHADO; criou, ainda, a Carteira Profissional que, na iniciativa privada, é o passaporte para a dignidade do TRABALHO.
Criou a CLT ? Consolidação das Leis Trabalhistas, para dar segurança a quem TRABALHA. Criou a Justiça do Trabalho para que, num eventual ferimento à CLT, o TRABALHADOR tenha condições de procurar seus direitos.
No Governo João Goulart foi instituída a Gratificação de Natal ( 13º salário ), tanto para os trabalhadores em atividade, quanto para os aposentados e pensionistas, fruto de dois projetos de lei ( um em co-autoria )do extraordinário, digno e TRABALHADOR Deputado Federal Floriceno Paixão, sempre tendo em mente beneficiar aqueles que TRABALHAM ou já TRABALHARAM.
E o Lula ? Transformou o Bolsa Escola, vale gás, etc. na Bolsa Família, que não exige que se TRABALHE para recebê-la. Que diferença!
O Bolsa Família é a realização daquilo que Luiz Gonzaga e Zé Dantas escreveram na letra da música Vozes da Sêca : ? ( ? ) mas doutô, uma esmola a um homem qui é são ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão. ( ? ) ?
Noutra parte da letra temos:
Dê serviço a nosso povo, encha os rio de barrage
Dê cumida a preço bom, não esqueça a açudage
Livre assim nóis da ismola, que no fim dessa estiage
Lhe pagamo inté os juru sem gastar nossa corage
Não sou contra a Bolsa Família, mas ela não pode se tornar eterna.
Querer comparar e equivaler Getúlio e Lula ? Nem pensar. Dez a zero para Getúlio.
Aí vem a Dilma dizer que o Lula é a continuação de Getúlio, Jango, etc., numa convenção do PDT. Aí já é demais.

SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS


E Deus criou PORTO ALEGRE

 

recebo do amigo Fernando Cardoso

Portoalegrenses, divirtam-se!!!




E Deus criou Porto Alegre...

Deus, numa segunda-feira, criou Porto Alegre
Pelo menos assim pensam os portoalegrenses.
Com muitas indústrias, muitos carros importados, muito topete e gente devagar no trânsito.

E achou monótona e então, na terça-feira, criou o inverno.
Com sua brancura, cachecóis e um bom vinho, para os gaúchos se acharem europeus.

Mas achou o frio muito triste e, na quarta-feira, criou a primavera, florida e colorida para enfeitar os poucos parques e praças dos europeus ... oops, portoalegrenses.

Mas Deus a achou bucólica demais e, na quinta-feira, criou o verão, alegre e saudável para fazer a gauchada sorrir.

Mas o achou seco demais e, na sexta-feira, criou o outono.
Farto e ameno para se confortarem.

Então Deus achou tudo muito distante e, no sábado, misturou tudo.
Fez o inverno, a primavera, o verão e o outono reinarem no mesmo dia em Porto Alegre, para que tudo tivesse seu tempo e sua vida.

E, no domingo, Deus descansou.
Na verdade, caiu de cama, pois não sabia que tinha acabado de criar 'a GRIPE, a RINITE e o RESFRIADO, BRONQUITE, ASMA, PNEUMONIA, etc.......

Coleguinhas

Confesso: tirei este assunto do blog do Cabeça( Prévidi): O repórter Giovani Grizzott (RBS) foi a absolvido em primeira instância num processo que a chefe de reportagem do Correio do Povo, Rosane Frigeri e outros assessores do DNIT movem contra o repórter.

Tentei levantar mais dados sobre o assunto:

1) Rosane e outros colegas do DNIT acionaram Grizzotti porque ele colocou os assessores de imprensa no mesmo rolo do chefe do órgão, engenheiro Marcos Ledermann.

Isto aconteceu em 2007 ou 2008.

O escritório que cuida do assunto tem quatro advogados.

Mas Rosane não fala sobre o assunto.
Ainda existem duas instâncias pra que Rosane recorra.

E ela ainda não sabe se seus advogados vão ou não recorrer.
Em tempo: os " cachimbos" da Rosane estão analisando também o fato do Cabeça(Prévidi) ter noticiado o assunto.

Mas pelo que me consta o assunto não era segredo de Justiça? Ou era.

O fato é que segundo o Cabeça, Grizzotti colocou sua absolvição no seu twitter...

Recebo e publico


AGRADECIMENTO
Prezado Olides


Fiquei muito satisfeito em poder contar com tua presença na apresentação do nosso material de campanha.
Agradeço, também, as manifestações sobre o nosso trabalho


Sempre a tua disposição
Um forte abraço


Germano Rigotto


IMPORTAÇÃO DE MOSTO ARGENTINO
PREOCUPA SETOR VITIVINÍCOLA

 



O presidente da Câmara Setorial da Viticultura, Vinhos e Derivados, Arnaldo Passarin, terá audiências nesta terça-feira (27) em Brasília com os ministros do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi. Na oportunidade, manifestará a posição contrária do setor vitivinícola à pretendida importação de mosto (suco) de uva concentrado procedente da Argentina. “Isto desestruturaria a nossa cadeia produtiva da uva e do vinho”, alerta o dirigente. Justifica seu posicionamento lembrando que quase 50% da produção de uvas hoje já se destina à elaboração de suco.

TODT Comunicação

 

Rigotto vai de
" pelanca" e tudo


" aos 60 anos, Rigotto não quis esconder as rugas debaixo dos olhos"!


Vaidoso como todo mundo sabe que é - seu apelido no começo de carreira era " BORBOLETA" ( ELE NÃO PODIA VER UM PAU DE LUZ ACESA que corria pra ser enquadrado) Germano Rigotto vai de ruga e tudo pra campanha ao senado.

- Resolvi não fazer photoshop, disse ele aos surpresos jornalistas na última sexta-feira, no studio Clio,quando reuniu um seleto grupo pra um café da manhã(muita gente se queixou que não ficou sabendo, bom mas tinha que ter convite, ora bolas, como dizia o cid pinheiro cabral....)

Germano Rigotto, ou o " Rigotinho" como é seu nome de guerra no PMDB contou que em 2002,quando se elegeu governador, cuidou pessoalmente de sua imagem. E que em 2006, por causa do governo do Estado( não deixou o mandato, como a atual governadora está fazendo) ele não pode cuidar de sua imagem e deixou a cargo de terceiros.

Nesta campanha ao Senado, Rigotto enfatizou que está cuidando com sua equipe de todos os detalhes, inclusive os de sua imagem.

É sabido de todos que durange seu mandato de governador, o fotógrafo oficial, Nabor Goulart( que agora está com José Fogaça) tinha que submeter ao chefe todas as fotos que fazia durante a gestão. E Nabor nunca ousou distribuir pra coleguinha nenhum uma foto,digamos, um pouco indiscreta do chefe, que não tivesse sido aprovada por ele.

 

PDT começa
caça às bruxas

 


A executiva pedetista começou a caça às bruxas( que era o que a Santa Madre Igreja Católica, Apostólica, Romana) fazia durante a Idade Média, ou a Idade das Trevas:afastou Joacir Isquierdo e Renato Nogueira dos quadros e cargos do partido em Camaquã por apoiarem publicamente o candidato Tarso Gerno, do PT/PSB.

Vem mais coisa por aí.podes crer! como se dizia nos anos 70!

Coleguinhas

 

O Mazza pede pra não publicar. Mas é a melhor coisa que já li dele até hoje!

Não resisto. Aí está. Isto me faz lembrar quando o Peninha, na ZH, mandou um email pro seu chefão e vazou. Deu um escambau que parou na imprensa norteamericana. Dois jornalistas foram afastados por causa disto, sob alegação de vazar correspondência. Mas o chefão do Peninha o consolou com uma frase inteligente:
- Fui a única escrita tua até hoje que todo mundo leu até o fim


Isto vai ser contigo,também Mazza. Vai ser teu texto mais lido até hoje. É a glória em vida...( depois de morto não tem graça....)

 


Gringo!

01) - Está empate.

02) - O prefeito me disse que não há comentários negativos ao teu livro.
Até pediu por ti. Deu a entender que tens dificuldade de te contatar.
Estranhei, pois você é de “fácil” acesso seja por fone convencional,
celular, endereço residencial e email. Deve ser o prefeito o único ser da
face da terra a ter tal problema contigo. E então botemos a culpa num
assessor dele, um possível desafeto teu.

03) - Por outro lado, um radialista de lá me disse que tem gente
indignada por causa do livro.

04) - Ou seja, na média, o que é excelente. Unanimidade seria pe dir
demais.


05) – Caramba, que gente festeira em Serafina! Tem festa lá durante três
semanas. Até o prefeito de Guaporé estava. Não foi tu que me disse que as
duas cidades rivalizam paixões? Estava tudo em paz, entre as partes.

06) – Felizmente as mulheres bonitas lá são em maior quantidade que os
gringos horríveis como tu.

07)- Bela festa o Festival de Massa. Até o padre estava. Logo ele que é
contra o pecado da gula. Bela figura e levou na esportiva a minha
corneta. Fui ver também o Festival de Tortas. O serafinense ainda vai
morrer pela boca. E a cidade limpa. O prefeito com bom trânsito nos dois
eventos que fui. Vi a criançada se abraçando nele sem nenhum adulto
forçando.

08) – Penso que deverias evitar de comentar os desagrados de alguns para
com o teu livro. Quem gosta de perfeição é o Dunga e aí deu no que deu. A
vida segue.

09) - Não publique, respeite os pedidos de quem te preza, mesmo com esta
tua obsessão que todos temos, e tu não controlas.

10) – Já escrevi demais.

Abraço,

mazzarino


Histórias de La Ùndeze!


Frederico Sgnaolin

 

Meu avó RICO Sgnaolin!

Pouco contato tive com meu avó Frederico(RICO, de apelido) Sgnaolin. Sei que morava lá nos cafundós do judas,depois de onde estavam fazendo a estrada de ferro e nós íamos com minha mãe aos sábados, para regressarmos no domingo. Sempre a pé, né. Naquela época me parecia uma distância enorme, mas estes tempos refazendo o caminho vi que são uns 3,4 quilômetros, nada mais.

Depois ele se mudou pra perto de sua filha Hélide, na capela Nossa Senhora da Saúde, de não estou equivocado. Mas pouco o visitávamos, já que as quatro filhos que teve(ainda todas vivas) tinham uma certa vergonha do paí, porque mandava uma rama que vou te contar...

Lembro-me isto sim da minha mãe e de minha tia Maria comentando a boca pequena as " vergonhas" que elas passavam porque meu avó Rico tomava os tragos dele nas bodegas, depois pegava a água tobiana que tinha e se mandava pra casa. No meio do caminho, às vezes caía do cavalo e tinha de ser socorrido por algum vizinho ou parente.

Hoje em dia estas vergonhas seriam fichinhas, mas na época era assim...
Um dos seus costumes aos domingos, quando vinha à cidade pra missa, era ir almoçar numa das filhas. Ou ia numa tia minha que mora no Gramadinho- o bairro dos pobres de Serafina - ou ia lá em casa, na colônia, na roça.Calixto, um primo meu, filho da tia Maria, me disse que ele era piá e que enquanto o avó dormia(curando a ressaca da manhã) ele pegava a égua tobiana e saía pra dar umas voltas....

Minha filha Ana herdou dele os olhos azuis. Tanto que assim que ela pequeninha de ano e pouco foi levada a Serafina, minha mãe a levou pro meu avó conhecer, pois herdara dele os olhos azuis. Ele morreu em 1979, portanto, pouco tempo depois.

" Cramenha, i guastaria de novo"!

Dias atrás estava no porão do Sala Paulo VI,onde os aposentados se reúnem pra jogar cartas, e um dos que lá estavam me perguntou o que eu era do Rico Sgnaolin:
- Neto,disse com orgulho.

Sabia que ele vinha com alguma de meu avó.

Pois este senhor, que era vizinho, do meu falecido avó, contou-me que uma vez ele teve problemas na Polícia porque uma guria com quem teve relações sexuais deu parte na Polícia e ele teve que pagar uma indenização. Alta pra época.
Quando lhe perguntavam se ele não tinha achado o preço muito elevado, meu avó respondia com esta expressão:
- CRAMENHA, GHEM DARIA NAN TANTI( Cramenha, daria de novo!)

Eta avó bom este que tive e que na época não sabia.

Ué, Ostermann e Santana
não estavam brigados?!


Ostermann e Santana

Pelos menos não na foto que a colunista Mariana Bortolucci publicou no sábado último. No lançamento do livro das crônicas do Santana, os dois posaram pra posteridade. No ano passado, chegaram a andar separados durante o Sala de Redação. Um saiu de férias(Santana) e Ruy continuou no Sala, mas especulou-se que um dos dois saíria definitivamente do Sala.

Pelo visto, tudo acabou em pizza!

 

O neto de Maurício é a cara do avó....


Eduardo Melzer

Estava folheando a revista Amanhã( uma excelente revista de matéria econômica) me deparei com uma foto cuja cara era do Maurício Sirotsky. Mas vi que não era ele, evidente.
Olhei melhor e me dei conta que se trata do neto do fundador da RBS, Eduardo Melzer, que assumiu recentemente as funções que eram do executivo Pedro Parente.


Maurício Sirotsky

Até o tamanho do nariz, regula. Aliás o nariz( para não dizer narigão do Maurício)era tema de folclore. Os funcionários mais antigos, os que comeram o pão que o diabo amassou junto com o patrão(quando o pagamento do salário vinha com hora incerta e nunca sabida e por meio de vales) sempre que queriam se referir ao patrão, com um certo medo e uma ponta de ironia, o faziam sinalizando o enorme nariz de Maurício.

Mas que semelhança entre neto e o avó,hein!!!

O "PITTBULL"
do Mariovanne!!!!!


Sidnei Fennerharmel


Conheci o secretário Sidnei Fennerharmel no ano de 2006 quando fui a S. Borja para a feira do livro que eles tem lá e que depois de um tempo interrompida, voltou.Na época era ela o diretor do Departamento de Assuntos Cultuais. Foi indo e na eleição de 2008 ocupou junto ao então candidato Mariovanne, que se reelegeu, mais espaço,tanto que hoje é secretário.
Lembro que durante a campanha de 2008 estando eu em S. Borja em véspera da eleição, tinha havido uma grande carreata do Dr. Luciano, um médico que impressionou e que alguns achavam que ganharia a eleição pelo PP. Mariovanne é do PDT. Havia ainda o vice de então, René, pelo PT.

Quando comentei com o Sidnei sobre esta possibilidade, ele foi taxativo:

- Olha se nós vamos perder a eleição para estes jaguaras!

Era o " pitbull" do Mariovanne em campo. Há quem diga que é o seu preferido a sua sucessão.

 

O " camundongo" completou 51, ou 52 anos!


Celso Lopes


O vereador Celso Lopes, o camundongo, de São Borja, completou no domingo passado,dia 25/07, 51 ou 52 anos. Seus amigos fizeram-lhe uma festa.

Todo mundo sabe no PDT da cidade que ele pleiteia a vaga a prefeitura nas próximas, mas tem pouca simpatia do atual prefeito, Mariovanne Weis, que é seu desafeto.

Um dos lazeres prediletos do Celso, ou Celsinho, pros amigos, é jogar uma pelada com os amigos, nas horas de folga. Como além do mandato toca dois hotéis - Executivo no centro e o Executivo na saída da cidade - Celso está sempre correndo pra lá e pra cá.

Seu pai foi um livreiro que fundou a feira do livro de São Borja. No ano em que o pai foi homenageado pela prefeitura, durante a feira do Livro, o vereador nem ficou na cidade: Foi passear em Posadas, na Argentina, que é um dos passeios prediletos sos são-borjenses mais aquinhoados pela sorte!

 

Recebo e publico

 

Olha, eu só publico. O Serginho foi confessar seus amores pelo " ditador da abvertura" e deu nisto aí. Eles que são brancos que se entendam...eu só publico!



As mágoas do Serginho.

Caro Serginho, como também não sou mais nenhum garoto, posso desafiar tua idade e perguntar: por que tamanha magoa com o PT. Será que por que eles pegaram os ideais do trabalhismo e os levaram a efeito? Quando falas que é do PDT de antigamente revelas também magoas quanto ao atual PDT do Pompeu e do Fortunati. Ou será por que, naqueles tempo eras amigo do Brizola. Quanto a Dilma escantear o Lula, qual é a lógica? A Dilma foi inserida dentro do PT pelo Lula.

Agora o que mata toda a história é tua saudades do Ernesto Geisel.

Dia do Agricultor

 

como este blogueiro foi agricultor na sua infância e juventude, me associo ao deputado pela passagem do dia do colono....


candidato a deputado federal



agricultor


DIA DO AGRICULTOR: A urgência de uma política de renda
Nesta véspera do Dia do Agricultor quero reconhecer as conquistas da organização deste segmento nos últimos 20 anos. As mobilizações asseguraram a melhoria das condições no meio rural. Crédito para a lavoura, seguro agrícola, financiamento para habitação, universidade federal para estudar perto de casa, assistência técnica e reconhecimento da agricultura familiar como categoria.
Mas é preciso ter os olhos no futuro, sabendo que é fundamental avançar. Vou expressar aqui um pouco das minhas propostas como candidato a deputado federal, aprofundando um tema que tenho tratado largamente:
a necessidade de um conjunto de políticas para garantir renda aos agricultores familiares.
Atualmente o valor obtido pelos produtos vendidos não cobre os custos de produção. Isso se deve ao alto preço dos insumos, entre eles adubo, calcário, sementes, óleo diesel, e ao baixo preço recebido na comercialização.
Compreendo a Agricultura Familiar como um fator estratégico para a segurança e soberania alimentar do país, por produzir 70% dos alimentos consumidos, como constatado pelo último censo do IBGE. Me preocupa muito também que mais de 30% das propriedades não tenham sucessor, pelo desestímulo dos jovens em permanecer na atividade rural.
A juventude não está mais disposta a trabalhar de sol a sol, domingos e feriados, na chuva, no frio e no calor, numa atividade penosa e que exige muito esforço físico. E ainda ter a incerteza das catástrofes climáticas ou a exploração do mercado.
Países desenvolvidos subsidiam a agricultura há décadas por terem clareza da sua importância. No Brasil, é preciso urgência em implementar um conjunto de ações nas áreas econômica, social, política, cultural, ambiental e de lazer que resgate e valorize este setor e assegure pagamento justo aos produtos. É essencial estabelecer mecanismos de proteção e viabilidade, assumindo que o mercado por si só não resolve. Quem produz deve ganhar por isto, e quem consome deve pagar um preço justo e adequado.
O apoio à agricultura familiar é estratégico pelo seu potencial estruturador e dinamizador do desenvolvimento, pela produção de alimentos, geração de trabalho e renda de forma descentralizada e preservação ambiental e da biodiversidade. Viabilizar os atuais produtores é garantir a sucessão nas propriedades familiares.
Educação e inclusão digital devem fazer parte destas ações de estímulo à permanência no meio rural. São elementos importantes para a capacitação e a integração com novas tecnologias.
Compensar quem preserva o meio ambiente é outro desafio que temos na área de políticas públicas. Punir os transgressores é necessário, mas é importante premiar quem destina parte de sua área rural para o usufruto comum.
Qualidade na energia elétrica e telefonia rural são outras importantes bandeiras para ampliar o bem estar no campo.
O endividamento dos agricultores é um fator de transtorno que impede novos financiamentos. É preciso renegociar as dívidas de modo coletivo e possibilitar crédito.
Temos que avançar. Estou desafiado e comprometido a seguir nesta caminhada para ampliar a qualidade de vida de quem alimenta a cidade.

NOTAS:
Lançamento da candidatura em várias regiões:
Erechim - 31 de julho - 14h30 – CTG Galpão Campeiro
Porto Alegre - 6 de agosto – 19 horas – CTG Estância da Azenha
Frederico Westphalen - 7 de agosto – 15 horas – Capela Nossa Senhora Aparecida
Três Passos - 7 de agosto – 19 horas – CTG Missioneiro dos Pampas


Serginho madrugador

 

 

Recebi do colega Serginho

Agora, vou contar uma e vou ser indiscreto: falar em madrugador, viajávamos em 1983 na Rondônia, quando tínhamos que acordar as 5 da manhã pra seguir no roteiro do dia. O Serginho, de pura sacanagem, colocava a música do Teixeirinha,pra nos acordar. Agora, todas as noites, quando ouço a Beta Teixeria, me lembro do espisódio da Rondônia. Morríamos de sono, mas tínhamos que ir luta!


Olides

Podes voltar a me ligar de madrugada.Não vou mais reclamar.
Estou acordando cedo e às seis da matina,já estou tomando chimarrão,comendo pinhao de Veranópolis,bebendo vinho de Bento e ouvindo o Gaucho da Fronteira.
Sergio.

 

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES-150 ANOS

 




O Mistério dos Transportes,comemora dia 28 deste mês,150 anos de existência.
O Visconde de Mauá(1813-1889) é o patrono do Ministério dos Transportes.
De ascendência humilde, Irineu Evangelista de Souza, nasceu em Arroio Grande,então município de Jaguarão em 28 de dezembro de 1813.
Segue aqui um pequeno histórico desse órgão,um dos principais do Governo Federal.


DE 1860 A 1891
Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, Comércio e Obras Públicas
DE 1891 a 1906
Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas

DE 1906 a 1967
Ministério da Viação e Obras Públicas

DE 1967 a 1990
Ministério dos Transportes

DE 1990 a 1992
Ministério da Infra-Estrutura

DE 10 .04.1992 a 19.11.1992
Ministério dos Transportes e das Comunicações

EM 19.11.1992
Ministério dos Transportes


Em 1860, durante o Regime Imperial, foi criada a Secretaria de Estado da Agricultura, Comércio e Obras Públicas, em decorrência do desmembramento dos serviços de correios, telégrafos, estradas e obras públicas.

Proclamada a República em 1889, foi reestruturada a administração do País, sendo criado em outubro de 1891 o Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas, para o qual passaram as atribuições da Secretaria da Agricultura, extinta em novembro de 1892.

Em dezembro de 1906 o Ministério recebeu novas atribuições e a denominação de Ministério da Viação e Obras Públicas.

Na década de 60, a reforma administrativa determinou profundas alterações na estrutura da Pasta, já então transformada em Ministério dos Transportes, tendo como áreas de competência os transportes ferroviário, rodoviário, aquaviário, marinha mercante, portos e vias navegáveis e a participação na coordenação dos transportes aeroviários.

Em março de 1990 ocorreu a fusão dos Ministérios dos Transportes, das Minas e Energia e das Comunicações, e criado o Ministério da Infra-Estrutura, com competência também nas áreas de geologia, recursos minerais e energéticos, regime hidrológico e fontes de energia hidráulica, mineração e metalurgia, indústria do petróleo e de energia elétrica, inclusive nuclear, fiscalização com utilização de radiofreqüência e serviços postais.

Em maio de 1992 foi extinto o Ministério da Infra-Estrutura e criado o Ministério dos Transportes e das Comunicações, com atribuições na área dos transportes, telecomunicações e serviços postais.

Em novembro de 1992 foi criado o atual Ministério dos Transportes, com atribuições específicas em política nacional de transportes.

Sergio Ross


Sobre o patrono do MT

VISCONDE DE MAUÁ

Patrono do Ministério dos Transportes
VISCONDE DE MAUÁ (1813-1889) é o patrono do Ministério dos Transportes.
Em qualquer setor de sua atividade, o pioneirismo é a característica principal.
De ascendência humilde, Irineu Evangelista de Sousa nasceu em Arroio Grande, município de Jaguarão RS, em 28 de dezembro de 1813.
Não é fácil delimitar a área da ação de Mauá, industrial e banqueiro (feito Barão em 1854 e Visconde em 1874).
Em 1845, à frente de ousado empreendimento, levanta os estaleiros da Companhia Ponta de Areia, Niterói, com que inicia a indústria naval brasileira. Em 11 anos, o estabelecimento fabrica 72 navios, a vapor e a vela. Destruído por incêndio ( 1857) e reconstruído três anos depois, é derrotado por problema mais sério: a lei de 1860, isentando de direitos a entrada de navios construídos no estrangeiro, arruinaram a empresa, que faliu.
Entusiasta dos meios de transporte, especialmente das ferrovias, a ele se devem os primeiros trilhos lançados em terra brasileira e a primeira locomotiva -a Baronesa-, ligando o Rio de Janeiro à raiz da serra de Petrópolis. A estação de onde partiu a composição inaugural (30 de abril de l854) receberia mais tarde o nome de Barão de Mauá.
O espírito público de Mauá leva-o a apoiar financeiramente a Estrada de Ferro Dom Pedro II (depois Estrada de Ferro Central do Brasil), mesmo sabendo que, pelo seu traçado, iria desfechar golpe mortal na chamada Estrada de Ferro de Petrópolis. Além dessas duas, Mauá participou direta ou indiretamente na construção das cinco primeiras ferrovias inauguradas no Brasil: no norte, a Recife - São Francisco (Recife and S. Francisco Railway) e a Bahia - São Francisco (Bahia and S. Francisco Railway Co.). Obra inteiramente sua, como o foi a primeira dessas estradas, é a Santos - Jundiaí (depois S. Paulo Railway), a quinta inaugurada no Brasil (16 de fevereiro de 1867).
Também no setor bancário desempenha Mauá papel pioneiro. Em 1851 organiza o Banco do Brasil e, em 1852, funda a casa bancária Mauá, Mac Gregor & Cia., com agência em Londres. A ele se deve, ainda, o primeiro desses estabelecimentos fundado no Uruguai - o Banco Mauá Y Cia. (1857), com autorização para emitir papel-moeda. O Banco Mauá Y Cia. estendeu-se a Buenos Aires. Júlio Verne, no romance "De la Terre à la Lune" (da Terra à Lua), escrito em 1873, cita o Banco Mauá Y Cia. entre as principais casas bancárias da América do Sul, com capacidade para financiar o empreendimento de uma viagem espacial.
Ocorre, em 1864, a primeira crise econômica no Segundo Reinado, em conseqüência de especulação de investidores estrangeiros e agravada pela guerra do Paraguai. Cinco bancos vão à falência. Entres eles, em 1866, o Banco Mauá, Mac Gregor & Cia., que prospera, no entanto, da mesma forma que as filiais, do mesmo nome, no Prata. Segue-se, no Brasil, um período de relativo progresso, após a guerra do Paraguai. Em 1873, sobrevém nova e mais séria crise econômica e Mauá é forçado a pedir moratória, a que se seguiu longa demanda judicial.
Em sua famosa “Exposição aos credores e ao público” (1878), Mauá faz um relato detalhado dos empreendimentos em que se lançou, a partir de 1846. Considerado como sua autobiografia, o trabalho é escrito em estilo objetivo, mas não lhe faltam passagens de um certo amargor. A falência é por Mauá atribuída, principalmente, à hostilidade dos novos governantes uruguaios e brasileiros, que não teriam procurado facilitar-lhe os negócios do difícil transe por que passava, mas, ao contrário, impuseram-lhe exigências momentaneamente insuperáveis. Outra causa, segundo Mauá, foi a decisão do Supremo Tribunal de Justiça, em 1877, de reconhecer o foro de Londres como o competente para julgar sua ação contra a empresa S. Paulo Railway, devedora de soma considerável, à organização por ele dirigida. A justiça inglesa considerou prescrita a dívida.
A simples enumeração dos empreendimentos em que se lançou Mauá, feita na “Exposição ao Credores”, demonstra sua participação e influência na vida nacional e, mesmo, internacional. Além dos já referidos, podem ser citados: Rebocadores do Rio Grande (1849-1850), Cia. de Gás do Rio de Janeiro (1851-1855), Cia.Fluminense de Transportes (1852), Diques Flutuantes (1852), Luz Esteárica (1854-1864), Canal do Mangue (1855-1858), Montes Áureos (1862), Cia.de Curtumes (1860-1869), Cia. de Carris Jardim Botânico (1861-1868), Abastecimento de Água (1874-1877), Cia. de Ferro do Rio Verde (1875), colaborando, assim, de forma preciosa, para a solução do problema do abastecimento de água à capital do Império, à organização de empresa de transportes urbanos, devendo-se-lhe à criação do serviço de bondes à tração animal. Destaque especial merece a instalação do primeiro cabo submarino (1872-1874), ligando o Brasil ao resto do mundo, e a Cia. de Navegação do Amazonas (1852-1872). Sobre esta última, reafirma ainda em 1878, sua esperança de que o governo “...não recuse dar àquele mundo de riquezas naturais o impulso que ele está reclamando”.
Foi deputado pelo Rio Grande do Sul, nas legislaturas de 1856, 1859-60, 1861-64, 1864-66 e 1872-75. Renunciou ao mandato em 1873, para atender aos seus negócios, ameaçados desde a crise bancária de 1864.
Doente, minado pelo diabetes, só descansou depois de pagar o último vintém, vindo a falecer em 21 de outubro de 1889.
Sergio Ross

 

DE BRASÍLIA-ESPECIAL 3

 




* Meu caro Remindo Sauim

De uma coisa,você pode ter certeza. Não sou Do PT. Não gosto do PT e mesmo não precisando mais votar,por causa da minha idade ( já estou com 77 anos), não vou votar na Dilma. Sou do PDT,mas do PDT de antigamente,quando um Getúlio,um Jango e o
meu amigo Leonel Brizola comandavam o partido...Era o velho PTB. Alias,por causa do Brizola, que me pediu,votei no Lula,quando da sua primeira eleição. Como me arrependo. Ma deixa prá lá. Vamos ao que interessa.
Noticiei o fato de que a Dilma vai escantear o Lula,por que, modéstia a parte, aqui em Brasília,sou muito bem informado. Sou um velho repórter. Iniciei a minha carreira na velha Ultima Hora,aí em Porto Alegre e depois encerrei minha vida de repórter na revista Manchete (mais de trinta anos trabalhando com os Bloch). A minha fonte,é claro que eu não vou revelar,é uma jornalista das mais competentes e que é um dos braços direito da Dilma.
Assim meu caro Remindo,que viver verá.
Continue me escrevendo

PS: Não vou votar também no Serra. Para não votar em branco,talvez vote no comunistão Plínio de Arruda Sampaio, do Partido Verde.
É uma homenagem que faço ao meu amigo João Aveline( o Jundiá) e aos outros comunistas de verdade que existiam naquele tempo...principalmente aí no Rio Grande do Sul.




* Se um dia você,aí do Rio Grande vier a Brasília e circular pelo Congresso ou restaurantes da cidade vai ficar impressionado com a quantidade de gente que anda por aqui,envolvida com polícia,Receita Federal,etc...E que continua solta. É gente que, exibe as caras mais cretinas do mundo. Estão soltos,rindo de todo mundo e o que é pior: não devolveram um tostão do que roubaram...
Dias atrás,fui jantar com um amigo,no restaurante Piantella. É o restaurante que reúne a fina flor dos políticos que chegam aqui em Brasília na terça feira e se despendem na quinta feira à noite. Pois bem o que tinha de “neguinho” devendo a Justiça,circulando por lá livremente não é brinquedo. Se alguém gritasse pega o ladrão, o restaurante ficava vazio.
Fui contra a “redentora” de 64,mas que tenho saudades do meu conterrâneo Ernesto Geisel, eu tenho sim...




Sandra Cureau, a” procuradora qualquer”a que Lula se referiu, é gaucha. Nasceu em Pôrto Alegre e
é colorada. Sua família no entanto é toda gremista...
Estudou no Julio de Castilho e tinha um programa na Rádio Princesa, “A hora do Julinho”.
Fez direito na Universidade Federal do Rio Grande do Sul,onde se graduou em direito em 1970. Loura de olhos verdes,1m58,foi eleita Rainha dos Calouros.

Sergio Ross

De São Borja

 


A candidata do PSTU ( Partido Socialista dos Trabalhadores Urbanos ) a funcionária pública federal Vera Guasso tem parentes na " Terra dos Presidentes", São Francisco de Borja.

 

Tópicos da coletiva de Rigotto

 


*Foi em elevado bom gosto que o ex-governador Rigotto deu sua coletiva na sexta passada. Café da manhã, muito boa recepção no Studio Clio.E sem muita frescura, afetação, que ninguém tá lá com muito saco pra isto.Tudo muito profissional. Aliás, os bons são simples.


*Junto das fotos de Rigotto que ele mostrou pra campanha, tem uma foto engraçada do Brizola com um chapéu de colono. Comentei com o ex-governador a foto, porque é realmente diferente: Brizola trajando chapéu de colono. Rigotto disse que ela foi feita no segundo ano de seu governo, durante uma Expointer. Sobre Brizola, apenas disse:
- Era uma figuraça!


*O encontro de Brizola e Rigotto, a aproximação deles deu-se em 2003,agosto, quando foi inaugurada a placa da Legalidade nos porões do Palácio Piratini. Me disseram, e quem me contou tem autoridade pra isto, que Rigotto nem queria este ato. Foi o Ibsen Pinheiro,então Secretário da Comunicação meio que forçou a barra pra que saísse:

" Aliás, me confidenciou a mesma fonte, o Rigotto não queria nem esta placa em homenagem a Legalidade e nem trazer a Rede Globo pra filmar A CASA DAS SETE MULHERES NO RIO GRANDE DO SUL"!

*O colega Conti,que está na TV Assembléia, foi quem lançou Germano Rigotto a vereador pelo MDB em Caxias.

- Ele era lá do Caxias, vivia indo pra Itália, e distribuia ingressos pra nós vermos os jogos do Caxias. Eu disse um dia: vou te lançar a vereador.
- Tu achas que eu tenho chance? perguntou o dentista?

- Acho.

Foi e se elegeu.

O restante todo mundo sabe.

 

Recebo e publico:

 

 

Imagina, vereador, como é que a Secretaria Municipal da Cultura, com este nome pomposo

vai se interessar por um depoimento feito durante cinco dias na fazenda do filho do ex-presidente Getúlio Vargas? Ainda mais que não foi feito por nenhum apadrinhado do secretário?

Isto não é cultura, vereador!!!!!

Cultura, bom deixa prá lá, o que interessa é que finalmente apareceu alguém com que possamos conversar.( o editor deste site)




Não obtivemos sucesso junto à Secretaria Municipal da Cultura, inclusive a Assessora Miriam Avruch não mais trabalha lá.
Diante disso, fizemos contato com o Professor Jorge Barcellos, que é o Coordenador do Memorial aqui da Câmara e que mostrou interesse no assunto.
De ressaltar que o Memorial tem se notabilizado por grandes iniciativas que, efetivamente, buscam resgatar a memória de atos, fatos e pessoas da cidade.
Sugiro, por isso, que faças um contato preliminar por telefone (3220.4187 ou 3220.4318) com o Professor e marquem um encontro, quando, então, poderão examinar todasas medidas necessárias.
Saúde e PAZ !

Vereador João Antonio Dib




Caro Olides:

Dia desses cobrei novamente do Sérgius Gonzaga, Secretário Municipal da Cultura, uma decisão para a gravação das fitas.
Ele me disse que o assunto está em mãos da Miriam Avruch, sua Assessora, e que iria cobrar dela uma posição.
Saúde e PAZ !

Vereador João Antonio Dib

 

 

Campanha do agasalho prossegue em São Borja

Crédito: DECOM/PMSB

Representante da comunidade Timbaúva recebe 636 peças para distribuição


Doações são recebidas nos mais de 70 postos de coleta e pelo tele-agasalho

A Prefeitura continua até o dia 30 de julho com a campanha do agasalho 2010, organizada pela Secretaria do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (SMTASC). A população pode contribuir doando roupas, cobertores e outras peças nos pontos de coleta espalhados pela cidade ou pelo tele-agasalho: 3431-4455 (ramal 304) ou 3431-1048. Os donativos já começaram a ser distribuídos e beneficiam famílias cadastradas em programas sociais da Prefeitura, além de comunidades do interior.

Com o tema 'O frio passa, a gratidão fica', a campanha deste ano já superou em arrecadação a do ano passado, recolhendo quase 31 mil. “Esse está sendo um ano abençoado, porque além da população ajudar, também recebemos doações diretas de empresas e podemos ajudar bem mais famílias que nas campanhas anteriores”, comemora a secretária Maria Ilda Fagundes.

De acordo com a secretária, a empresa Despachos Aduaneiros e Representações de Transportes (DM) recebeu da Ajinomoto, por exemplo, 50 caixas com pacotes de sopas, além de outras doações, e repassou tudo à Prefeitura. “Como têm prazo de validade, estamos preocupado com a distribuição dessas sopas e mais os kits com roupas e cobertores por conta do frio intenso que tem feito”, informou. No entanto, a secretaria explicou que as doações são entregue aos poucos para que haja controle e prestação de contas desses repasses.

Beneficiados

As doações da campanha têm ajudado diversas famílias da cidade, como é o caso das cadastradas nos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), além de famílias do Rincão de São João, Ivaí, Passo da Barca, Nhu-Porã, Conde de Porto Alegre, São Marcos, Rincão do meio, Samburá, Vila Brites, Sarandi, São Pedro do Butuí, Primeira Infância Melhor (PIM), Timabúva e Caçacã.

A campanha conta com apoio da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, 2º Regimento de Cavalaria Mecanizada (2ºRCMec), Universidade Federal do Pampa, (Unipampa), Instituto Federal Farroupilha (IFF), Emater, Sesc, Associação Comercial e Industrial de São Borja (Acisb), Santa Ignês Transportes, Rota Sistemas de Segurança, Nicola Veículos e Felice Automóveis.
Prefeitura de São Borja

Prefeitura pretende regulamentar moto táxi


Objetivo é disciplinar o serviço conforme prevê a legislação federal

Crédito: DECOM/PMSB

Moto taxi



Um projeto de lei de autoria do poder Executivo pretende regulamentar o serviço de moto táxi em São Borja. Projeto semelhante a este já foi enviado para a Câmara de Vereadores em 2008. Na época, não houve parecer suficiente para entrar na pauta de votação e acabou sendo arquivado. O documento foi enviado novamente na sexta-feira dia 16 de julho ao legislativo e deverá ser votado ainda este mês.

No ano passado o governo federal legalizou os serviços de Moto-boys e moto-frete. Próxima de completar um ano no dia 29 de julho, a lei 12.009 reconheceu a profissão de moto-taxista em todo o país e com a proposta, o executivo pretende legalizar a prestação do serviço no município. O moto-taxista Amauri Guedes trabalha há 11 anos neste setor. Ele recorda que na época haviam cerca de oito moto-taxistas em atividade. “Isso começou a partir da necessidade para o deslocamento dos passageiros até a Ponte da Integração e, de lá pra cá, veio aumentando”, ressalta.

Em entrevista ao programa de rádio “Momento do Executivo” o secretário de Relações Institucionais (SMRI), Luis Perdomo, salientou que o projeto foi elaborado com base na participação da comunidade e dos próprios moto-taxistas nas audiências públicas realizadas pela prefeitura. “Após a aprovação do projeto de lei, a prefeitura deverá formatar um decreto para definir os pontos”, afirmou. De acordo com o secretário, o processo para obter a permissão de exploração do serviço de moto-táxi será semelhante a concessão do serviço de táxi, existente no município. A fiscalização do serviço será de responsabilidade do Departamento Municipal de Trânsito (DMT).

Conforme o projeto de lei, para a prestação do serviço, os moto-taxistas serão divididos por pontos, com número máximo de motos para cada um deles e distância mínima entre um ponto e outro. A instalação irá observar também a proximidade com pontos de táxi e paradas de ônibus. A operação do serviço terá uma moto para cada mil habitantes, de acordo com a certidão oficial fornecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o serviço no município, as motocicletas deverão ter no máximo 10 anos de uso. Os veículos serão obrigados a circular com uma faixa amarela com a inscrição “Moto-Táxi” visivelmente no tanque de combustível, em forma de capa.

A sanção da lei irá padronizar e organizar o serviço no município acrescenta o presidente interino da Associação dos Trabalhadores no Serviço de Mototáxi, Wilmo Machado. Segundo ele, há 68 filiados na entidade, mas não se sabe o número exato de quantos moto-taxistas atuam na cidade. Ele acredita que a regulamentação, tanto pelo governo nacional e municipal, será vista como uma conquista pela categoria, que em sua maioria possui baixa renda. “Nós estaremos aptos a trabalhar. Podemos até arrecadar para a previdência social e estar assegurado para o caso de acidente”, comenta.

Dentre os artigos mencionados no projeto de lei, que dispõe também sobre regras de segurança, o exercício das atividades dos profissionais em transportes de passageiros, será exigido do condutor: Possuir residência no município; Ter completado 21 anos; Possuir habilitação por pelo menos dois anos na categoria; Não possuir antecedentes criminais e ter sido aprovado em curso especializado, ministrado por órgão credenciado pelo DETRAN com carga horária mínima de 30 horas.

Prefeitura de São Borja

Coleguinhas

 


Ney Gastal

Ney Gastal era
"temido" por Breno Caldas

Estes dias Ney Gastal contou a um amigo vários episódios que lhe aconteceram dentro da redação do velho Correião.
Segundo o depoimento de Ney a este conhecido do autor,Breno Caldas meio que o vigiava de cima, porque desconfiava de suas matérias, ou seja, temia seu repórter.Vai ver o Ney não fazia parte daquela corja de puxa-sacos que Breno Caldas tinha dentro da redação,cada um mais realista que o rei e que o deixaram ir a bancarrota porque ninguém tinha aquilo roxo pra contestar o chefe. Imagina contestar o Dr.Breno. O pior tipo de sujeito que tem em volta do poder é o puxa-saco e Breno estava atulhado até o pescoço deles.

Conheci dois ou três deles.Tematé uma série de piadinhas contadas sobre os puxa-sacos que andavam em volta do Breno.

Uma delas diz respeito a um cavalo muito apreciado peloBreno que morreu. O chefete,puxa-saco pra lá de metro, e que ainda anda por aí, chegou pro Breno e disse quando este chegou na redação pro expediente do começo da tarde:
- Dr.Breno( os maiores puxa-sacos do Breno gostavam de tratá-lo pelo DR...) de que morreu afinal o pobre animal!

Breno,que estava num péssimo humor ,desferiu:

- Deu um peido e lhe estourou o cú..

Já de outra feita houve uma regata e o dono do Correio do Povo estava nela. Como o barco pulou muito, no dia seguinte, um dos chefetes puxa-sacos que o arrodeavam apressou-se em esperá-lo pra consolar o chefe:

- Dr.Breno, com aquele mar bravio, como o senhor dormiu?!

E Breno, novamente de mau humor, desferiu:

- Assim,oh e fez o gesto de como quando qualquer mortal comum deita a cabeça no travesseiro e dorme.

Uma vez contou Ney Gastal a este conhecido do autor Ney, que no Correião fazia sempre matérias sobre ecologia(no começo dos anos 70, ecologia era subversiva, era coisa de terrorista)Ney foi fazer uma matéria sobre o Jardim Botânico que o então secretário estadual da Saúde Jair de Oliveira Soares queria transformar em um estacionamento. Breno leu toda a matéria de Gastal, escrita ainda em laudas, e lá pelas 7 da noite, atravessou a redação e foi até o aquário onde ficava Ney Gastal e entregou as laudas, com uma só palavra:
- Publica.

As laudas tinham apenas uma assinatura em verde,que era a única cor que Breno usava dentro da redação do Correião.

Ney Gastal guarda muitas relíquias de dentro do Correião.Diz ele que tem matérias escritas pelo Luis Fernando Verissimo( que trabalhou na Folha da Manhã, não no Correião) e que o autor jogou-as na lata do lixo.Gastal foi lá e as guardou. Já foi procurado por interessados, mas não abre mão delas.



Rigotto X Pompeo

 


O ex-governador não quis se demorar muito sobre o caso Pompeo de Mattos(vice de Fogaça que está sub-judice).

- O PMDB confia que ele seja inocentado,desconversou Rigotto.


Em política não existem amigos, exitem interesses!

Coleguinhas

 

Políbio Braga e Licia Peres que foram desafetos muitos anos no PDT se encontraram na coletiva de Germano Rigotto na última sexta, no studio Clio.

Impressionou o MUTISMO de Políbio.
Não perguntou, não falou. Ficou quietão.....

Coleguinhas

 

Aliás, quem conhece Políbio Braga ( cujo nome de guerra entre os antigos colegas é Braga) sabe que não é bom entrar em linha de colisão com ele. Ele é do tipo que dá um boi pra não entrar na briga, e dez pra não sair dela...

O governador Alceu Collares provou do fel do Políbio, na vez que o tirou da Casa Civil.

 

Imprensa fajuta...

 

 

Não vi um jornal,rádio ou tevê - e olha que leio e ouço acima da média - sequer mencionar o nome de Muricy Ramalho pra técnico da seleção. pra ver como estes " especializados" entendem xongas do seu métier....

 

De São Borja

 

Ligações perigosas!


A presidente do PMDB local, professora Tânia Carpes tem um filho que é secretário na prefeitura de São Borja.Ele é casado com a filha de Roque Andres, dono da Folha de São Borja e da rádio Cultura AM.
Deco Almeida, colunista da FSB, é titular do DAC(Departamento de Assuntos Culturais) da prefeitura loc
al.

 

De São Borja

 


O candidato a deputado estadual do PTB de São Borja é o atual deputado estadual Cassiá Dornelles Carpes.

Sempre costuma fazer uma boa eleição no município.


Coleguinhas

 

No fim da coletiva de Germano Rigotto, na sexta passada, ficamos conversando, eu , Adão Oliveira e Adroaldo Streck. Pedi ao Adãozinho que relembrasse ao Streck o episódio da BR-384, na Rondônia( Adão passou mal e teve que ser levado a um hospital).Quando mencionei o nome do ex-ministro Cloraldino Severo, que era quem inspecionava aquela viagem ao Norte, Streck contou um causo do jornalismo. Deixo que ele fale:

- Eu estava entrevistando o Cloraldino na Guaíba pelo programa Agora. Quando terminou a entrevista, me chamaram que tinha uma ligação de fora pra mim. Era um empresário local, com um problema no superporto de Rio Grande. Ofercia um milhão de dólares pra que fosse resolvido. Claro que nem dei continuação à conversa!

 

Nome do Cassiá....

 

 

Foi o colega Flávio Pereira aqui na salinha que me disse: Cassiá não é o nome dele: o nome do Cassiá é JORGE ANTONIO Dornelles Carpes( sua assessoria não sabe se ele é parente ou não do ex-presidente Getúlio Vargas). Uma vez chegou um ofício na rádio Pampa, quando o Cassiá comentava futebol lá. Deixaram encima da mesa porque ninguém sabe quem era. Até que alguém se tocou que era o CASSIA do futebol.

- Ele ficou puto que a gente não sabia, conta Flávio.


Esta de nome faz-me lembrar o que aconteceu com o falecido colega Coi Lopes de Almeida. O Coi que era muito arruaceiro,foi preso num rolo dele nas boites que frequentava. Levaram ele pra oitava delegacia, na Protásio Alves, e o jogaram naquele porão que era onde ficava a fina flor da bandidagem de Porto Alegre.

Oito dias depois, ninguém sabia do Coi. Nem em casa, nem em lugar algum. O notívago Carlos Heitor de Azevedo, dono da Vila Velha e do Crazy Habbit, disse:
- Deixa comigo.

Chegou na oitava delegacia, foi no porão e gritou o verdadeiro nome do Coi( agora não lembro exatamente qual seja)

Coi se apresentou todo imundo depois de oito dias no meio da bandidagem toda...

- Tiveram que dar um banho de creolina nele pra tirar o cheiro,contou - me o Carlos Heitor quando o entrevistei anos atrás pro meu livro sobre a noite portoalegrense.

Coleguinhas

 

Adãozinho Oliveira( da rádio Band AM) lê diariamente este blog, pra nossa responsa. E agora tem motora pra levá-lo em coletivas. Bota status,nisto!

 

Fora do ar

 


Na sexta, o presidente do PDT/RS, Romildo Bolzan Jr estava com o fone fora do ar.....

 

Loureiro antecipa

 

expulsão de Collares do PDT!


Numa entrevista dada ao repórter Sílvio Lara, da rádio Esperança, quando estava em viagem, na região de Santo Angelo, na última sexta,dia 23/07,o vice-presidente do PDT do RS antecipou de certa forma que o ex-governador Alceu Collares será expulso do PDT:
- Collares está na contramão do PDT,desabafou Loureiro.

E disse que ele não fala mais pelo partido.

A entrevista está gravada.

Loureiro taxou ainda de final melancólico do ex-governador dentro do PDT.Loureiro acusou ainda Collares de estar tendo um comportamento desleal com o partido ao subir no palanque de Tarso Genro e apoiar no primeiro turno o candidato oposicionista.

Pompeo

Quanto ao vice na chapa de Fogaça, Loureiro disse que ele não será retirado. Disse que o PDT aguarda a decisão do TRE sobre o caso.

 

Pra quem interessar possa...

 

O deputado estadual Adroaldo Loureiro tem o engraçado apelido de " GANSO LOUCO"!

 

Quem semeia vento....

 


colhe tempestade, diz o ditado.

Seriam antigas as desavenças entre o vice-presidente do PDT/RS, deputado Adroaldo Loureiro, com Neusa Celina Canabarro.

 

De São Borja!


Comissão andou na fronteira

A comissão especial sobre situação financeira e econômica das cidades da fronteira em razão das regiões de aduanas federal e estadual esteve reunida na quinta-feira passada(22/07) em São Borja(fotos) e na sexta, em Uruguaiana.

Marcos Eifler

comissão especial sobre situação financeira e econômica das cidades da fronteira

Participaram da comitiva os vereadores Cassiá Carpes(PTB) e Frederico Antunes(PP).
Eles estão ouvindo as comunidades sobre os "prejuízos" que elas estariam tendo em função de serem entrepostos aduaneiros .São cinco os municipios que estão nesta situação: Santana do Livramento( a comissão já foi lá), São Borja, Uruguaiana, Itaqui e Quarai( os depoimentos nestas duas últimas cidades serão nos próximos dias)

Marcos Eifler

comissão especial sobre situação financeira e econômica das cidades da fronteira

Marcos Eifler

comissão especial sobre situação financeira e econômica das cidades da fronteira


Collares diz não temer punição

 

 

Localizado em sua residência ao final da sexta-feira passada, o ex-governador Alceu de Deus Collares disse não temer qualquer tipo de punição por parte do PDT do RS.

- O Ministro Carlos Lupi já disse que não haverá punição,disse Collares.

Quem poderia punir,enfatizou Collares, declara que não há punição,ponderou ele.

Collares argumentou que Osmar Terrar, deputado federal do PMDB abriu o voto em favor de José Serra e que por isto ele não pode apoiar José Fogaça.
A entrevista de Collares foi dada ao repórter Sílvio Lara, da rádio Esperança.

 

RUA DA PRAIA - UM PASSEIO NO TEMPO

 


Convite

O livro propõe uma caminhada de ponta a ponta pela principal rua de Porto Alegre, mostrando seus prédios arquitetônicos, episódios históricos e personalidades marcantes. O traçado da Rua da Praia funciona como uma linha do tempo. Os textos, mostrados por ordem de endereço proporcionam um passeio em que passado e presente se complementam.
Entre os temas tratados, estão a chegada dos Açorianos, o Largo da Forca, onde eram sacrificados os condenados à morte – que mais tarde seria a Praça da Harmonia, reduto dos poetas -, os centros culturais Mario Quintana e Erico Verissimo, a Feira do Livro, o início da Revolução de 1930, a chegada da fotografia e do cinema a Porto Alegre, as principais livrarias, a Esquina Democrática, entre vários outros. No trajeto, o leitor se depara com fotografias que mostram aspectos insólitos e personagens peculiares do cotidiano da rua, que normalmente não são percebidos pelos passantes.
Porto Alegre – um passeio no tempo, tem texto de Rafael Guimaraens, fotos de Marco Nedeff e ilustrações de Edgar Vasques, e conta, na condição de consultores, com os professores Sérgio da Costa Franco e Günter Weimer, também autor de desenhos de fachadas históricas.


Capa do Livro


Editado pela Libretos, com design de Clô Barcellos, o livro de 204 páginas tem patrocínio da Caixa Econômica Federal, alusivo à construção do Centro Cultural da Caixa, no edifício do Cine Imperial.

O lançamento está marcado para o dia 29 de julho, às 19h, na Saraiva do Praia de Belas Shopping.
Na ocasião, haverá um bate-papo com a participação dos autores. Logo após, acontece a sessão de autógrafos.


RUA DA PRAIA – Um passeio no tempo
Textos de Rafael Guimaraens. Fotos de Marco Nedeff. Quadrinhos de Edgar Vasques.
Design de Clô Barcellos. Consultoria de História de Sérgio da Costa Franco e, de Arquitetura, de Günter Weimer.

Características:
Formato: 27,5 cm x 27,5 cm
204 páginas a cores
papel couchê fosco
ISBN: 978-85-88412-33-0
R$68,00
Editora: Libretos
Patrocínio: Caixa Econômica Federal


Dia 29 de julho de 2010,
quinta-feira, às 19h,
na Saraiva do Praia de Belas Shopping
(Praia de Belas, 1181, Porto Alegre/RS)
Bate-papo com os autores
e sessão de autógrafos.

Assessoria de Imprensa:
Simone Lersch

 

Lançamento do Programa para a Agricultura


agricultura


Pavan acompanha Tarso Genro na apresentação do Programa de Governo para a Agricultura

Dia do Agricultor é comemorado em vários municípios do Norte gaúcho

O candidato a deputado federal Ivar Pavan acompanha o candidato a governador Tarso Genro no anúncio do Programa de Governo para a Agricultura neste domingo (25/07), Dia do Agricultor. As atividades da data ocorrem nos municípios de Sarandi, Pontão e Sagrada Família. O candidato a vice, Beto Grill, e os candidatos ao Senado Paulo Paim e Abgail Pereira acompanham o roteiro comemorativo. O objetivo é lembrar aos gaúchos da importância do agricultor familiar para a economia e o desenvolvimento do RS.

Em sintonia com os agricultores, acostumados a começar o dia cedo, as atividades têm início já no café da manhã, no sítio da família Carbonari, em Sarandi. O candidato a governador apresenta seu programa de governo para a agricultura gaúcha a famílias de agricultores da comunidade, lideranças de movimentos sociais, cooperativas e entidades.

Depois de conversar com o prefeito e lideranças locais e regionais de Sagrada Família na Câmara de Vereadores, seguem para a festa comunitária do município. A comitiva almoça em uma área de assentamento da fazenda Anoni na comunidade Nossa Senhora Aparecida, em Pontão, e termina o dia na agroindústria da Cooptar.

O deputado Ivar Pavan aponta para a relevância do trabalho do agricultor familiar. São quatro milhões de famílias que produzem 70% de todo o alimento que é consumido no Brasil, segundo o Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Por isso, argumenta Pavan, é fundamental a existência de políticas específicas voltadas para o setor. “Com o governo Lula, já avançamos muito, ampliando crédito para a lavoura, seguro agrícola, financiamento para habitação, assistência técnica, universidade para os filhos de agricultores. Mas precisamos garantir renda e estimular a permanência na terra de quem produz alimentos”, defende.

Festa pra quem produz alimentos

Ivar Pavan também acompanha atividades comemorativas ao Dia do Agricultor em vários outros municípios. Nesta sexta-feira à noite estará em Estação para a posse da nova direção do Sindicato Unificado dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Sutraf) de Getúlio Vargas. Logo mais, prestigia o jantar do Colono e do Motorista, na Paróquia São Cristóvão, em Erechim. Neste sábado estará em Viadutos, São Valentim e Floriano Peixoto prestigia as comemorações ao Dia do Agricultor e do Motorista.


www.ivarpavan.com.br
www.twitter.com/ivarpavan
www.facebook.com/ivarpavan

 

AS PRIMEIRAS CARGAS
LANÇADAS AO MAR




Carlos Chagas

Coincidência ou não, na mesma semana os dois principais candidatos demonstraram a disposição de livrar-se de uma carga incomoda em suas respectivas campanhas. Não se trata de ingratidão. Fala-se da ação que vinham tendo ou poderiam ter Fernando Henrique Cardoso e José Dirceu na conquista de votos para Dilma Rousseff e José Serra e no eventual governo de um dos dois candidatos. A verdade,porém, é que tanto o ex presidente da Republica quanto o antigo chefe da Casa Civil vinham tentando ocupar espaços a eles não franqueados e acabaram recebendo um “ chega para lá”.
Dilma Rousseff,num programa de televisão,afirmou “ter muito respeito pelo Zé,que não estará no cerne de seu governo. Sendo militante do PT,terá sempre seu lugar no partido. Não tem conversado com ele”.
Já José Serra,indagado numa emissora de
rádio,sobre o papel do sociólogo em seu governo,disse,que ex-presidentes da República estão num patamar especial e não podem ser aproveitados como colaboradores comuns,devendo ser preservados por conta de seu passado.
Traduzindo,apesar dos naturais elogios:fiquem de fora porque não há lugar para eles,nem agora nem depois. É claro que nem Fernando Henrique nem José Dirceu acusaram o golpe,mas devem ter entendio perfeitamente os comentários. Serra e Dilma não querem oráculos nem corpos estranhos à sua sombra .Prevalece aquela máxima tão a gosto do falecido Antonio Carlos Magalhães:”não se deve nomear quem não se pode demitir”.

 

Corneteando eles....

 

1) O blog do Mendelski continua limpinho,curto e grosso. Dá seu recado e deu pra bola...

2) Tenho uma inveja( cristã) do Prévidi. Como tem informações de coleguinhas. Parabéns ao Cabeça que consegue tudo isto...

3) Li a Laura Peixoto. Muito bom.Fala da aldeia dela...Às vezes quando saia da aldeia, também é bom. A Laura não tá preocupada com informação. Ela dá opinião...

4) Tentei achar uma crônica do Mazzarino que a Laura indica no blog mas aquele jornal dele é uma esculhambação a gente não acha nada. E as cronicas do Mazzarino são ficção. Assim até eu faço. Eu quero ver é botar o pau na mesa...dar nomes aos bois, senão é muito fácil, né xiru...qualquer um faz....

5) Vou corneteando eles....assim a vida me leva....

 

De São Borja

 


Prognósticos de votação de candidatos a deputados estaduais

1) Cassiá Carpes(PTB)( deve fazer pelo que se comenta no La Barka,entre 5 a7 mil votos. É voto pra chuchu....)

2) Juliana Brizola(PDT) eis aí uma grande aposta no município: os mais pessimistas dizem que fará 1.000 votos. Mas tem gente entusiasmada, achando que ela bota na terra onde está enterrado o avó Leonel, 2.500 votos.

Adroaldo Loureiro( PDT) deve ficar entre 800 a 1.000 votos.

Cenas:

Na última sexta,dia 23/07, os cabos eleitoriais de Juliana ficaram surpresos com uma cena: na Vila LEONEL BRIZOLA, uma casa, um cidadão que é de Santo Antônio das Missões, se botou em prantos,quando disseram que a Juliana era neto do seu ídolo Leonel. Ele quer fazer uma cavalgada quando ela estiver em São Borja.

Mas devido a compromissios na Capital do Estado e em Carazinho( onde deverá calcar muito a campanha) a vereadora Juliana deverá ir apenas duas vezes a São Borja antes da eleição: 24 de agosto( aniversário da morte de Getúlio Vargas) e mais uma vez em setembro.

 

DE São Borja

Fonte: www.uruguaianars.com.br

Deputado Frederico Antunes

Ficar bem com o
padre dá votos ....

Ainda mais agora que estamos às vésperas da eleição e que Frederico Antunes, do PP, precisa de votos na região da Fronteira Oeste do Estado. Na quinta,22/07 ele esteve com a comissão que trata de assuntos da fronteira(aduanas) em São Borja. Depois esteve na casa da mãe do paroco de São Borja, o padre José Augusto.Sempre que vai a São Borja ele visita a mãe do pároco....

Frederico deve ter aprendido esta tática de visitar os religiosos, ou as mães deles,com seu avó Leocádio Antunes, que foi muito chegado a Getúlio Vargas e que sabia tudo de política e de como conseguir votos.

O repórter que escreve esta nota viu como isto é verdade: em 1998, acompanhando o senador Pedro Simon que fazia campanha pra se reeleger, aprendi com ele como dá voto ser chegado em sacristia. Simon chegava numa grande cidade e depois de descer do helicóptero sempre pedia a quem estava o aguardando:

- Agenderam com o bispo? Vamos lá agora.

E fazia a primeira visita da cidade, se demorando muito tempo porque ficava trocando assunto com o prelado da localidade.

Já Tancredo Neves, outra raposa da política mineira e nacional, acompanhava sempre a procissão dos Lavas Pés na Quinta Feira Santa em São João del Rei,Minas. Segundo João Batista Aveline, um veterano comunista e bom repórter, enquanto carregava aquela cruz, Tancredo devia estar pensando em voz baixa:
- Quantos votos isto vai me render!




Coleguinhas

 

oi olides,o jornalista PAULO MOURA, MORREU TRABALHANDO COMO EDITOR ESPORTES CORREIO, 50 ANOS DE TRABAÇHO, NATURAL DE P FUNDO 80 anox,casado 5 filhos ll netos. era um chefe nao durao. estimado pelos colegas. seu clube azul..esta no ceu fanzendo seu jornal, amava sua profissao de jornalista abs

Moura

 

Minha Neta

 

A minha neta e sua mãe passeando pela Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio!


Helena e sua mãe


Helena e sua mãe


Helena e sua mãe

 

 

De Getúlio a Lula

 

Caro bloguista, gostaria que desse guarida a mais estas linhas

Getúlio Vargas foi ditador num período e presidente eleito noutro. Foi criador do PDT, mas também criou o PSD. Criou diversas leis de apoio ao trabalhador, mas também foi responsável pela entrada da influência dos EUA no Brasil. O velho político era assim, tinha dois viés, mas não temos como negar que foi a maior governante do Brasil em seus primeiros 502 anos. Foi responsável pela transformação do Brasil em um país industrial e pelo apoio aos emergentes capitalistas da época.

De 2002 para cá, depois de meio-século, outro governante volta a transformar o país e realiza todas as esperanças da nação governando democraticamente.

Não devemos negar a história, os fatos que evolvem Getúlio a ela pertecem e podem agora ser analisados, depois de 50 anos. Negar o capitalismo de Vargas é negar a história. Negar sua visão social ao promover diversas leis de apoio aos trabalhadores também é negar a história. Mas também não podemos negar os fatos, de que nestes últimos oito anos o Brasil deu um salto na qualidade de vida de sua população e separou-se da influência norte-americana que lhe tolhia os movimentos.

A história fará os devidos reconhecimentos a Luis Inácio Lula da Silva, assim como já reconheceu os méritos de Getúlio Vargas. Qualquer polêmica entre o Partido dos Trabalhadores e o Partido Democrata Trabalhista só interessa as forças que atuam contra a democracia e a favor da intromissão estrangeira no país e do capitalismo selvagem.

Que os pedetistas guardem os ideais de Getúlio e Brizola, mas que reconheçam que muitas destas idéias também fazem parte do ideário petista.

Remindo Sauim, de Canoas, aposentado depois de 35 anos de suado trabalho, graças de as leis trabalhistas de Vargas.

 

Loureiro antecipa expulsão de Collares do PDT!

 


Numa entrevista dada ao repórter Sílvio Lara, da rádio Esperança, quando estava em viagem, na região de Santo Angelo, na última sexta,dia 23/07,o vice-presidente do PDT do RS antecipou de certa forma que o ex-governador Alceu Collares será expulso do PDT:
- Collares está na contramão do PDT,desabafou Loureiro.

E disse que ele não fala mais pelo partido.

A entrevista está gravada.

Loureiro taxou ainda de final melancólico do ex-governador dentro do PDT.Loureiro acusou ainda Collares de estar tendo um comportamento desleal com o partido ao subir no palanque de Tarso Genro e apoiar no primeiro turno o candidato oposicionista.

Pompeo

Quanto ao vice na chapa de Fogaça, Loureiro disse que ele não será retirado. Disse que o PDT aguarda a decisão do TRE sobre o caso.

 

De São Borja

 


O candidato a deputado estadual do PTB de São Borja é o atual deputado estadual Cassiá Dornelles Carpes.

Sempre costuma fazer uma boa eleição no município.

 

De olho nos votos
da Marina Silva

 


O "charme - pra não c....doce ! - que Germano Rigotto fez na última sexta-feira, durante lançamento de sua campanha, no studio Clio, dizendo que com o tempo vai abrir seu voto a presidente da república( mas deixando nas entrelinhas que será Marina Silva) deve ser um risco calculado.Seguramente ele já sabia que a candidata do PV vai fazer muitos votos nos grandes centros urbanos gaúchos, como Porto Alegre, Pelotas, Caxias. É onde o pessoal votava no PT e agora se "desiludiu"

- Vira, quem votava em ti, passa a votar contra, me ensinou um dia uma raposa política.

E em Porto Alegre Marina tem 14% dos votos nas pesquisas o que é um alto índice. Há quem aposte que ela vai encostar na candidata do PT, a ex-ministra Dilma Roussef, repetindo o fenômeno que foi Mário Covas em 1989,quando foi bem votado na capital dos pampas, ou a outrora " Cidade Sorriso"!

 

 

Coleguinhas

Na coluna de ontem, Rosane de Oliveira, da ZH, chamou José Fogaça de Prefeito. Ele já é EX...,né

Outra coisa: Rosane se invocou com IMPARCIALIDADE ATIVA DO FOGAÇA. sempre que pode, lhe dá uma estocada....

*Já o Claudemir Pereira, na Razão do último sábado, 24.07. justifica porque César Schirmer se refere a ele, a boca pequena por f...da p..... Claudemir dá nos rins do prefa de Boca do Monte!

 

 

 

Rigotto diz que vai abrir voto pra presidente

( a mais provável será para Marina Silva)


O ex-governador Germano Antônio Rigotto disse na sexta última,durante bate-papo com a imprensa( ele só começou mesmo a entrevista depois que a colunista de ZH, Rosane de Oliveira chegou) que vai abrir o voto pra presidente da República, embora seu partido, o PMDB, não tenha candidato.


cartaz campanha

- No tempo oportuno, direi em quem vou votar, disse o ex-governador.


Bem mais solto e leve do que a última coletiva que deu meses atrás quando desistiu de concorrer a Governador, Germno Rigotto disse que seu segundo voto deve ir para Ana Amélia Lemos(candidata ao senado do PP).

Com a sua suplente Lícia Peres presente ao evento( o outro suplente, Antônio Hohlfeldt estava no Maranhão, Rigotto mostrou a marca de sua campanha que continua sendo a de um coração.

- Desde que comecei como deputado estadual que uso este símbolo, disse Rigotto.

O ex-governador disse ainda não dar muita bola para pesquisas:

- Elas me colocam bem, mas eu lembro que em 2002 eu tinha 2% e me elegi governador. Em 2006, eu tinha 35% e os outros tinham menos de 30 e me faltaram 17 mil votos para ir ao segundo turno.

Pelo que se depreendeu da coletiva, o candidato a senador está atuando muito em faixa própria. Não havia nenhum dirigente do PMDB presente ao lançamento de sua marca de campanha.

 

SHOWS LOCAIS



Programação completa do Festival de Inverno no site da Secretaria Municipal da Cultura
www.portoalegre.rs.gov.br/smc





TEATRO DE CÂMARA TÚLIO PIVA
Rua da República, 575 - Cidade Baixa

19 horas – ENTRADA GRATUITA


28 de julho – quarta-feira
GELSON OLIVEIRA



29 de julho - quinta-feira
IDENTIDADE



30 de julho - sexta-feira
VOLANTES



31 de juho - sábado
CONJUNTO BLUEGRASS PORTO-ALEGRENSE


1 de agosto - domingo
PAULINHO FAGUNDES



TEATRO RENASCENÇA
Av. Érico Veríssimo, 307 - Menino Deus


21 horas – INGRESSO: R$ 10,00


29 de julho – quinta-feira
FAUSTO PRADO E CAETANO SILVEIRA + BANDA CIDADE BAIXA


30 de julho – sexta-feira
QUARTCHÊTO


31 de julho - sábado
FILIPE CATTO


1 de agosto - domingo
JULIANO BARRETO



Ingressos: Até dia 23 de Julho
Local: Usina do Gasômetro
Horário: 9h às 19h

Após dia 23 de julho, haverá venda de ingressos no dia de cada espetáculo, nos locais de shows, com abertura das bilheterias uma hora antes.


---
DIVULGAÇÃO
---
Coordenação de Música
Secretaria Municipal da Cultura
---
tel. (51) 3289 8119
e-mail: cm2@smc.prefpoa.com.br
site: www.portoalegre.rs.gov.br/cultura
Endereço: Centro Cultural Usina do Gasômetro
Av. Pres. João Goulart, 551, sala 606 - 6º andar.

CARLOS LUPI, LULA E PT

 



Leiam o que Carlos Lupi dizia de Lula, conforme reportagem de Heron Moura no Jornal do Comércio de 25.08.2005.
O amor às idéias não morre jamais?, sintetizou o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, ontem, durante ato em Porto Alegre que lembrou os 51 anos da morte do presidente Getúlio Vargas. Ao discursar Lupi desferiu fortes críticas, ao ?chefe da quadrilha que assaltou o Brasil?, referindo-se ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atraindo a atenção não só dos militantes como dos porto-alegrenses que circulavam pelo Centro da Capital.

Alguém poderia dizer que, agora, ele faz parte da quadrilha, também ?

Depois o Procurador Geral da República, no seu despacho, parecer sobre o mensalão, corroborou com o que Lupi tinha dito sobre o mesmo. Leiam.

QUADRILHA
Antonio Fernando Sousa
Procurador-Geral da República

"O conjunto probatório produzido no âmbito do presente inquérito demonstra a existência de uma sofisticada organização criminosa, dividida em setores de atuação, que se estruturou profissionalmente para a prática de crimes como peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, gestão fraudulenta, além das mais diversas formas de fraude. A organização criminosa ora denunciada era estruturada em núcleos específicos, cada um colaborando com o todo criminoso em busca de uma forma individualizada de contraprestação. Pelo que já foi apurado até o momento, o núcleo principal da quadrilha era composto pelo ex Ministro José Dirceu, o ex tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, Delúbio Soares, o ex Secretário-Geral do Partido dos Trabalhadores, Sílvio Pereira, e o ex Presidente do Partido dos Trabalhadores, José Genoíno. Como dirigentes máximos, tanto do ponto de vista formal quanto material, do Partido dos Trabalhadores, os denunciados, em conluio com outros integrantes do Partido (um deles é João Paulo Cunha, copiosamente mencionado nas páginas seguintes), estabeleceram um engenhoso esquema de desvio de recursos de órgãos públicos e de empresas estatais e também de concessões de benefícios diretos ou indiretos a particulares em troca de ajuda financeira. O objetivo desse núcleo principal era negociar apoio político, pagar dívidas pretéritas do Partido e também custear gastos de campanha e outras despesas do PT e dos seus aliados".

SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS

 

PDT E PMDB JAMAIS PODERIAM ESTAR COM LULA E O PT - II

 



O ex-deputado Sinval Boaventura, em entrevista ao Jornal OPÇÃO,de Goiânia,de outubro de 1995, ante a pergunta:

É verdadeira a história de uma reunião na casa do então deputado Simões da Cunha, na qual a deputada Ivete Vargas (PTB) teria contado que saíra de um encontro com o general Golbery e este revelou que ia projetar o sindicalista Lula para ser o anti-Brizola ?, respondeu:
A Ivete Vargas disse que tinha estado com o ministro Golbery, na chácara dele, e que ele dissera que precisava trazer o Brizola para o Brasil porque ele estava se tornando um mito muito forte fora do país. Que era melhor ele voltar e disputar eleição, porque assim perderia o prestígio político. Fui ao Golbery e ele confirmou a conversa com Ivete. Explicou que sua estratégia era estimular a imprensa para projetar o Luiz Inácio da Silva, o Lula, um grande líder metalúrgico de São Paulo como uma liderança inteligente e expressiva, para ser preparado como o anti-Brizola. Sou testemunha dessa tese do general Golbery.

O marido de Ivete Vargas, Paulo Martins, trabalhava com Golbery, conforme abaixo:

O ex-deputado Helio Duque, num artigo intitulado UM TESTEMUNHO, a determinada altura escreveu :

" Leonel Brizola preparou-se para reorganizar o PTB, mas foi vitimado por Golbery que, autoritariamente, entregou, via Justiça Eleitoral, a sigla à Deputada Ivete Vargas, cujo marido, Paulo Martins, trabalhava para o "bruxo". Diante do golpe, Brizola cria o PDT."

Isto pode ser confirmado pelo seguinte depoimento:

A primeira certeza dessa tarefa confiada ao ex-líder metalúrgico de São Bernardo ele teve pouco depois de voltar do exílio. Alguns deputados da esquerda do MDB articularam uma visita de Brizola a Lula, lá no sindicado, no início dos anos 80.
Segundo seu parceiro Cibilis Viana, que participou da visita, Lula deixou Brizola chocado e muito amargurado. Ao recebê-lo em sua sala, o presidente do Sindicato sequer levantou-se da cadeira para
abraçá-lo. Aquilo já foi uma ducha de água fria.
Lula recebeu-o secamente e, para azedar o encontro, passou a desancar o antigo sindicalismo, que ?era controlado por pelegos do PTB?. A coisa ficou feia quando ele, que já devia ter tomado alguma, começou a falar mal do presidente Vargas, ensejando um bate-boca que só não foi mais inflamado devido a providencial intervenção da turma do deixa disso. Mas nessa hora, o líder trabalhista interrompeu a conversa e foi embora sem maiores formalidades.

Apesar de tudo isto, o Brizola, dando demonstração de superioridade, a meu ver, apoiou várias vezes o Lula e até foi vice dele em 1998, embora, na minha visão, tenha sido humilhado pelos petistas, pois nas suas propagandas a maioria deles não colocou o nome dele como vice.
Em 29.05.2005 Léo de Almeida Neves escreveu o artigo Trabalhismo autêntico, publicado no Jornal do Brasil.

Léo de Almeida Neves foi diretor do Banco do Brasil. Foi Secretário do PTB no Paraná, quando o Senador Souza Naves era Presidente Regional e Vice-Presidente Nacional. Foi Deputado Estadual e em 1966 o Deputado Federal mais votado pelo MDB do Paraná. Foi cassado em 13.03.69.
Um trecho:
Embora as administrações militares, seguintes a Castelo Branco, tivessem alguma semelhança na área econômica com as diretrizes governamentais de Vargas e Goulart (fortalecimento das estatais, criação da Embrapa e da Embraer), seria profundamente ultrajante aos militares o ressurgimento do trabalhismo no governo central, uma vez que haviam derrubado Vargas em 1945, encurralando-o em 1954 e deposto Goulart em 1964.
Com essa ótica, entrou em ação o mago do regime, o estrategista General Golbery do Couto e Silva. Houve tolerância para as reivindicações operárias do ABC paulista, conduzidas por Luiz Inácio Lula da Silva, e ao robustecimento de um sindicalismo sem compromissos com o trabalhismo, e desvinculado de Brizola. Depois, serviram-se da ex-deputada Ivete Vargas, cujo marido trabalhava para Golbery, a fim de aprovar um simulacro de partido de apoio ao sistema vigente, já nos seus estertores. Manobrando com a frágil Justiça Eleitoral da ocasião, conseguiram registrar um artificial PTB, solidário ao governo inclusive nas votações no Congresso.

Desta forma não me conformo que o meu partido, o PDT e também o PMDB, ainda o maior partido do Brasil, originados do trabalhismo, possam estar juntos com quem surgiu tripudiando sobre a história do trabalhismo. Trabalhismo este que é responsável por tudo aquilo que veio em benefício dos trabalhadores, aposentados e pensionistas: salário mínimo, CLT ? Consolidação das Leis Trabalhistas, Justiça do Trabalho, Previdência Social, nos moldes hoje existentes (Getúlio Vargas), 13º salário (Floriceno Paixão e João Goulart).

Não posso concordar, desta forma, que alguém venha dizer que o Lula é a continuidade de Getúlio Vargas, João Goulart, Brizola, Darcy Ribeiro.

Reportando-me apenas a Getúlio Vargas e João Goulart, que foram presidentes da República, para corroborar esta minha discordância, é de se lembrar que em 1994, quando Lula esteve em campanha no Rio Grande do Sul, tendo ido à São Borja, ignorou por completo Getúlio e Jango, nascidos lá, ignorância esta que fez com que o ex-Ministro do Trabalho, Almir Pazzianoto , escrevesse o artigo O ESQUECIDO DE SÃO BORJA.

Mais dois argumentos que demonstram que Lula não representa a continuação de Getúlio Vargas e João Goulart, ex-Presidentes:

DIÁRIO DE PERNAMBUCO ? 07.04.2004

"Imagina para eles, que governam há 500 anos, de repente, um pernambucano, torneiro mecânico, do PT, fazer mais do que eles. É demais, eles não vão querer isso, eles vão tentar atazanar a nossa vida. O que nós temos que fazer? Não perder a tranqüilidade nunca, ficar sempre tranqüilos, sempre de bom humor e ter a certeza do quê? Ter a certeza de que os nossos compromissos não são eminentemente eleitorais, os nossos compromissos com esse povo são compromissos de vida, são compromissos históricos, que não estão apenas na cabeça, estão no nosso sangue", destacou.
27 Fevereiro 2010 - Lula em El Salvador

"O Brasil era um país capitalista, de economia capitalista, que não tinha nem crédito nem financiamento. Um país governado a vida inteira por capitalistas precisou eleger um metalúrgico que se dizia socialista para compreender que não era possível um país capitalista sem capital. E muito menos um país capitalista sem crédito e sem financiamento. Essa era uma lógica primária que qualquer imbecil deveria saber, mas a verdade é que não era assim."

"Imagina para eles, que governam há 500 anos ...; Um país governado a vida inteira por capitalistas ... ?

Getúlio Vargas e João Goulart estão entre eles. Como pode, então, Lula ser a continuidade deles, se ele diz que representa a mudança ?
SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS


Valesca de Assis participa da 1ª Feira da Leitura Infanto-Juvenil da Fnac, neste sábado


Um dia de gato

No sábado (dia 24 de julho) às 17h, a escritora Valesca de Assis e o ilustrador Antônio Maciel contam a história do gato Tato e do cão Bolão, personagens do livro Um Dia de Gato (Libretos). As crianças poderão conhecer e curtir as aventuras dos bichinhos através de uma apresentação teatral. Após a atividade, os autores autografam a publicação.
A Fnac e o BarraShoppingSul promovem a 1ª edição da Feira da Leitura Infanto-Juvenil, em parceria com as principais editoras do segmento no Brasil no Centro de Eventos do Barra Shopping Sul.


Livro


Serviço:

Contação da história Um Dia de Gato com Valesca de Assis e Antônio Albino Maciel, seguida de autógrafos
Dia 24 de julho, sábado, às 17h
Centro de Eventos do Barra Shopping - Av Diário de Notícias, 300.
Aberto ao público

Assessoria de Imprensa:
Simone Lersch

 

Registro

 


*Que honra, o pessoal do Girasole lê este blog.

Ai vai o registro( eles vão estar no meu livro da Noite de Porto Alegre)


Dá série "Bares que fizeram lenda"...
Ontem, dia 20 de julho, o Girasole comemorou 40 anos de existência!
Abs

 


CARTÃO VERMELHO PARA O DONO DA BOLA?
Por Carlos Chagas

 

É com prazer que passamos a publicar os artigos do Carlos Chagas. Uma obra de engenharia do amigo Serginho Ros.Aliás sobre o Serginho vou fazer uma confidência que vai deixá-lo mais orgulhoso do que é: na quarta estava no cyber do carlos, na galeria edith, onde vou escanear fotos. Sentou do meu lado, um senhor( bom eu também não sou mais guri) que me viu acessando o blog e quando viu o serginho, com a camisa do Gremio, perguntou:
- Quem é esta jogador que tem a foto dele lá no Grêmio?
Aí eu lhe disse quem era. Ele falou assim:

Eu sou colorado, mas meu neto é gremista e seguidamente o levo no Grêmio.

O cidadão é o Vargas, que foi motorista da TV Gaúcha. Eu conhecia ele, ele que não se lembrava de mim.


CARTÃO VERMELHO PARA O DONO DA BOLA?
Por Carlos Chagas


Cartão vermelho se dá para jogador truculento ou abusado. Jamais um juiz ousou mostrar cartão vermelho para o dono da bola, o presidente do clube ou o proprietário do estádio. O efeito costuma ser oposto, ou seja, o juiz é que será expulso de campo.
Pretendeu o quê, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ofir Cavalcanti, ao sugerir que o Judiciário dê cartão vermelho a candidatos, partidos e governantes que descumprem a lei eleitoral e tentam intimidar o Ministério Público? Faltou-lhe coragem para fulanizar o conselho, mas ninguém duvidou de que estivesse se referindo a Dilma Rousseff, ao PT e ao presidente Lula. Porque são eles que atropelam a legislação eleitoral e tripudiam sobre os procuradores. Ou o presidente Lula não faz campanha por Dilma, tendo sido, ambos, multados mais de cinco vezes pelo Tribunal Superior Eleitoral? E denunciados como praticando abuso de poder político? Quem chamou Sandra Cureau, vice-procuradora eleitoral, de “uma procuradora qualquer”? O presidente do PT, José Eduardo Dutra, não ameaçou processar a dra. Sandra, precisamente por abuso de poder?
Sem a emissão de juízos de valor a respeito dessa triste tertúlia e sem saber quem Deus criou primeiro, se o ovo ou a galinha, a verdade é que o presidente da OAB abriu discussão sobre o sexo dos anjos, só para continuarmos com imagens referentes à antiga Constantinopla, transformada em Istambul depois que os turcos romperam suas muralhas, em 1453, enquanto a população grega discutia essas duas questões transcendentais, da galinha e dos anjos.
Com o quê Ofir Cavalvanti ameaça a estabilidade institucional? Nada menos do que com a perda do mandato do presidente Lula, com a cassação da candidatura de Dilma Rousseff e com o fechamento do PT. É o cartão vermelho sugerido pelo causídico.
Fica para outro dia a discussão sobre se leis burras devem ser cumpridas em nome da normalidade jurídica, já que a proibição de presidentes da República manifestarem suas preferências eleitorais é uma estultice. Se não utilizam dinheiro público na sustentação de seus candidatos, não podem ser privados do princípio constitucional da livre manifestação do pensamento.
O que nos faz passar da teoria à prática é bem mais real: caso o Tribunal Superior Eleitoral seguisse o vaticínio do presidente da Ordem dos Advogados e sentenciasse a perda de mandato do Lula em nome do cumprimento da legislação eleitoral, aconteceria o quê? Primeiro, uma profunda gargalhada nacional. Depois, calcado nos 80% de sua popularidade, assistiríamos o Lula tirar do paletó um cartão vermelho muito maior e apontá-lo para o Judiciário. Um horror digno dos tempos da ditadura militar, mas inevitável, com as instituições então postas em frangalhos.
É para evitar esses desencontros que o presidente da OAB deveria ter meditado antes de pronunciar-se. Ou terá, dando respaldo às suas sugestões, a IV Frota da Marinha de Guerra americana? Quem sabe legiões de estudantes de Direito armados e embalados à sombra da lei eleitoral?
Agora querem os aeroportos
A turma não brinca em serviço. Fala-se da privataria. A quadrilha encontrou um novo alvo, diante da evidência de que o presidente Lula recusou-se a privatizar o Banco do Brasil e a Caixa Econômica. Ou de que José Serra não quer nem ouvir falar em entregar patrimônio público à banca privada.
Estão de olho, agora, nos aeroportos. Naqueles ainda geridos pela Infraero, por coincidência os mais importantes, como os do Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e outras capitais.
Daí essa campanha acirrada para desmoralizar o sistema aeroportuário, estimulada pela futura realização da Copa do Mundo no Brasil, em 2014. Chegaram a pinçar, de longa entrevista de um dirigente da Fifa, pequena crítica às deficiências de nossos aeroportos. É claro que falhas existem. Significativas, até, dado o aumento do transporte aéreo. Mas é bom verificar as causas de tamanha blitz, envolvendo a tradicional colaboração da grande mídia. Na verdade, querem abocanhar o que já se encontra pronto, sob o argumento de ampliar as instalações. Por certo que com dinheiro do BNDES e dos fundos de pensão estatais. Se o governo bobear, logo estarão cobrando entrada…
Jaula para predadores
Novidade, propriamente, não há, tendo em vista sucederem-se em cascata os crimes hediondos, faz muito. O diabo é que quase sem exceção os bandidos flagrados nesses variados tipos de horror são reincidentes. Já praticaram antes estupros seguidos de assassinatos, por exemplo. Foram condenados e em seguida libertados. Aqui repousa o nó da intranqüilidade a perturbar o cidadão comum. Quantos crimes execráveis deixariam de acontecer caso seus responsáveis tivessem continuado presos? Argumenta-se ser a lei a preceituar ampla variedade de benefícios a esses animais. Que se mude a lei. E se tranque as jaulas.
Categoria indignada
Ao sair em defesa da procuradora Sandra Cureau, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, exprimiu o sentimento de toda a categoria. Não vacilou, mesmo sabendo estar metendo o braço num vespeiro, já que investiu contra o PT. Mas não podia calar.
Os resultados não vão tardar. Quase três mil impugnações de registro de candidaturas foram interpostas nos tribunais regionais eleitorais de todo o país. Serão sustentadas com vigor adicional pelos procuradores. Assim como as denúncias por propaganda eleitoral antecipada e por abuso de autoridade. Que se cuidem os companheiros.
Mais pesquisas
De hoje até o fim de semana mais uma rodada de pesquisas eleitorais estará sendo divulgada. Com pequenas alterações nos percentuais, os resultados continuarão os mesmos: empate técnico entre Dilma Rousseff e José Serra. Segundo turno, é evidente, ainda que até outubro as tendências possam mudar.
Uma pergunta, porém, os institutos precisariam fazer, a respeito do nível das campanhas. Os consultados concordam com as baixarias? Poderiam deixar de votar em determinado candidato, se ele agride o adversário com calúnias e difamações?

 

Desde São Borja

 

Beleza estonteante!

Pelo menos nas fotos acho a ex-vereadora Nadine Dubal, do PSDB, de São Borja de uma beleza estonteante. Há quem diga que dona Yeda ficou tanto tempo sem ir a " Terra dos Presidentes" com " medo" da beleza da colega de partido. Não seria a primeira vez que isto acontece....

 

Memória...

 

 

Argh...não gosto de falar de mim, prefiro que os outros o façam,quando quiserem. E também se não o fizerem, o que importa!?

Mas dei na minha já longa trajetória de repórter alguns furos que peguei ao acaso.

Um dos que recordo:
Fui a Santa Maria cobrir, em 1976, a romaria da Medianeira. Na hora do almoço, vi que Synval Guazzelli,governador, tinha um papo com dom Ivo Lorscheiter, que o presidente da CNBB( na época Oposição ao regime militar).
Dei a nota no final da minha reportagem. Deu um bafafá dos diabos. EStá contado no livro do Lauro Schirmer, sobre a História da Zero Hora( edição da LPMEDitores)


Outro furo meu:

Em 1992, estava fazendo um frila pra uma revista de S.Paulo sobre a Marcopolo. Liguei no horário do meio - dia e por um destes acasos, o rapaz que atendeu me disse:
- Aqui não entra fotógrafo, porque estamos de quarentena...

Ué, pensei, quarentena ficavam as colonas lá da capela São Pedro quando tinha filho.

- É me disse ainda o prestoso funcionário do setor administrativo da Marcopolo, que temos cinco modelos da Geração V da Marcopolo e não podem ser fotografos...

Dei uma nota para o colega que fazia o Informe Economico da ZH, na época. Isto saiu na segunda. O diretor Martins, que estava de férias, teve que voltar.
O que aconteceu: todo mundo queria desmarcar as encomendas porque sairia um novo modelo de ônibus.

Mas minha notícia era verdadeira.

Por 10 anos fui meio que impedido de entrar na empresa. Depois esqueceram. Mas o diretor Valter Gomes Pinto me disse muitas vezes:
- Fostes o primeiro repórter a noticiar a Geração V


Outro furo meu:

Em 1998, um conselheiro do Inter, o Ferri, me disse na rua da Praia:
- O Guerreiro( Luis Alberto) não vai ter como segurar o Ronaldinho.
Ué, estava fazendo as férias do José Mitchell no JB e fui atrás....
Bingo( como diz aquela minha prima....)
Liguei no fim de tarde pro Serginho, assessor do grêmio. Pela reação do cara,vi que tinha gato na tuba...

- O Grêmio não fala disto, me respondeu, irritado.

É que o Grêmio estava indo pras cabeças do campeonato brasileiro.

No outro dia o JB, deu, pela primeira vez no país, a possibilidade que Ronaldinho Gaúcho seria vendido....

 

PRÉ-LANÇAMENTO DO URBANO
SANTANA É GRANDE SUCESSO


Perspectiva Fachada / URBANO SANTANA



O Urbano Santana - o mais novo empreendimento imobiliário da R.Correa Engenharia em Porto Alegre, já é sucesso no pré-lançamento. Em apenas 24 horas, teve reservados 39 dos seus 84 apartamentos, ou seja, 46% do total. O prédio será construído na Rua Livramento, nº. 525, próximo à Rua Vicente da Fontoura e Avenida Ipiranga, bairro Santana. Nesta fase de pré-vendas, os preços das unidades variam de R$ 176 mil a R$ 374 mil e as prestações mensais de R$ 367,82 a R$ 778,03. O Urbano Santana terá piscina e fitness, com previsão de entrega para julho de 2013 e financiamento do Banrisul em até 30 anos. O empreendimento mantém as características da série Urbano, idealizada com total sucesso pela R.Correa Engenharia: localização privilegiada, elevado padrão construtivo e baixo custo condominial.

Todt Comunicação


Leitor inteligente!

 

O leitor acertou na mosca: O Serginho anda de " namoro" há muito tempo com a turma do Serra. Mas,agora, prezado leitor, se prepare, porque o baixinho vai mandar bala que o cara é de Bento,tchô e lá eles não levam ninguém pra compadre....

E além do mais, o Serginho tava acostumado a enfrentar nada mais, nada menos que o Adolpho Bloch, que sempre lhe dava abaixo dos joelhos....

 

Conversando com o leitor!

 

 

Reações polêmicas
sobre meu livro!


Estou impresssionado com o tipo de reclamação que te me chegado aos ouvidos sobre meu livro que lancei há pouco sobre Serafina e sua gente. Mas os caras achavam o que ? que eu lia enchê-los de lantejoulas?!. Ora, isto não é jornalismo e outra coisa, eu não faço livro de encomenda....

Escrevi um livro sobre minha terra, sua gente, as fraquezas humanas e as virtudes que há em todo lugar. Não sei se Serafina é terra de fofoqueiro, mas uma vez cheguei num bar no meio da tarde e tinha lá uns 10 bebuns e jogadores de cartas. No meio da conversa - eu estava fora dela - um deles , que não conheço, se levantou e disse:
- Olha, aqui tem emprego,tem tudo, mas que gente fofoqueira, desabafou.

Um deles, dos mais poderosos lá, me avisaram estaria afim de processar. Tudo porque eu o teria chamado no livro de pão-duro. Nem usei esta expressão ao falar dele, mas fazer o quê....É econômico, pronto! Outro se melindrou porque contei que foi se tratar no dentista com a carteirinha do INPS! e o dentista se recusou a atendê-lo porque achou que ele tinha grana pra pagar....


Coleguinhas

 

* Otto Bede, produtor do Rogério Mendelski, na Guaíba é militante do PSTU. Não cobra pra dar assistência a seu partido. Conheci muita gente cheia destas boas intenções nos anos 70. Depois, tudo mudou, com o poder. Será que o PSTU no poder, o Otto também vai mudar? Só o tempo dirá!

* Juremir Machado disse esta manhã de quinta(22.07) que Porto Alegre é triste e feia. Não sei não, mas vai comprar um briga com os " vendedores" da " Cidade Sorriso"

* Lizemara Prates foi muito bem recebida pela turma do Jornal Gente, na Band, esta manhã(22.07). Tudo arrastando a asa pro lado da moça de Rosário do Sul, que já não é tão moça assim, mas que a turma deu super boas vindas....O Adãozinho Oliveira se assanhou muito e levou bordoada do Affonso Ritter...

* Lizemara Prates, além da Band AM, trabalha na Farsul. É umas das coleguinhas que mais entende de agronegócio do meio jornalístico ...

 

Piadinhas entre municípios

 


Embora seja antiga, um cobrador de ônibus me contou dias atrás:

Diz que agora o pessoal de Rio Grande inventou mais esta maldade contra Pelotas.Terá na cidade, além da festa do doce, a festival das Nozes. Na entrada da cidade, em todos os pórticos, pelotenses felizes portando grandes cartazes com estes dizeres;

VENHAM "COMER" NO ZES!!!!!

Como esse pessoal de Rio Grande é maldoso, né!

 

Vida moderna

 


A ex-vereadora do PSDB de São Borja Nadine Dubal e o deputado estadual do mesmo partido, Nelson Marchesan Junior dividem o mesmo teto,embora não seja casados de " papel passado" segundo se comenta. Não lavraram ainda o que a lei chama de " assento de casamento"!

 

Bares que fizeram lenda em Porto Alegre

 

Recebi um recado dos donos do Girasole de que ele completou 40 anos no dia 20 passado. Pô, é uma vida,hein.... O Girassole fica na Rua Viera de Castro(conheço esta ruazinha, onde ficou durante anos na esquina com a Venâncio Aires o bar do Beto, outra lenda dos bares de Porto ). Ficava no bairro Santana. Funciona das 18 horas a uma hora, menos aos domingos. É tocado pelo dono, o cantor das "corujas" Edgar Pozzer, que é natural de uma cidadezinha encrustada na Serra,perto de Caxias, onde antigamente existiu um lanifício, mas cujo nome nunca consigo lembrar. O Girassole serve drinques variados, petiscos e pizzas.Todos na capital que têm mais de 40 anos conhecem o seu dono, o Edgar Pozzer, que canta musica romântica. Há 40 anos mantém seu bar e sua freguesia que já passa de pai pra filho, como o próprio bar, porque aos domingos quem cuida dele é o filho do dono. Quem quiser ouvir uma música romântica é só pintar lá....A voz do dono do bar é impecável. Quando fui entrevistar o Edgar pro meu livro da noite, quis que ele me contasse uma historinha que teria ocorrido lá dentro. Muito recatado e pra não se indispor com a freguesia, ele me contou uma,sem dar nomes aos bois. Diz o Edgar que uma noite chegou lá uma noiva a procura do seu noivo, que estava lá com outra companhia. O homem tinha dois metros e tanto. Ele não sabe como que este cara conseguiu a proeza, mas se esgueirou embaixo da mesinha onde estava pra não ser visto....tamanho foi seu medo.... |Viva o Girassole,então, locaizado acho que na frente de uma pracinha que se chama Piratini? Estou certo? Morei logo ali adiante, por uns dias, quando cheguei em Porto Alegre, no distante fevereiro de 1969. São locais de Porto Alegre pelos quais guardo um carinho....

 

Bares que fizeram lenda(2)

 

No Girassole, sempre às segundas, você pode encontrar o empresário Belmiro Zaffari. Sempre vai lá neste dia...O Barão,dono do jornal Krônica(falecido ele e o jornal junto) uma vez publicou uma foto do sBelmiro feita pelo próprio Barão, numa noite de segunda, cantando um tango. Procuro esta foto, mas não a acho....

 

I Encontro Estadual de Circo, Dança e Teatro do RS

 

 

I Encontro Estadual de Circo, Dança e Teatro do RS

No próximo sábado, dia 24 de julho, em Porto Alegre, ocorrerá o I Encontro Estadual de Circo, Dança e Teatro do RS, no Átrio do Santander Cultural (rua Siqueira Campos, 1125), entre 11h e 18h.

O evento é uma iniciativa conjunta da ASGADAN - Associação Gaúcha de Dança e SATED/RS - Sindicato dos Artistas e Técnicos de Espetáculos de Diversões do Rio Grande do Sul, e tem por objetivo principal a promoção de uma efetiva descentralização do acesso aos programas e editais do Fundo Nacional de Cultura que prevêem um investimento de cerca de R$ 80 milhões para as áreas de circo, dança e teatro, ainda em 2010.

A iniciativa das entidades gaúchas conta com o apoio do Santander Cultural, FAMURS/CODIC, FUNARTE/MinC, Representação Regional Sul do MinC, Rede Brasileira de Teatro de Rua/RS, Circo Sul, Palco Fora do Eixo, Licenciatura em Dança UFRGS, Licenciatura em Dança e Licenciatura em Teatro UFPEL e Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre.

Estarão presentes os seguintes convidados:

O Presidente da FUNARTE, Sérgio Mamberti, o Diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, Marcelo Bones, o Coordenador-Geral do Conselho Nacional de Políticas Culturais - CNPC/MinC, Marcelo Veiga e o Diretor da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura do MinC, Kleber Rocha.

As entidades organizadoras estarão oferecendo um almoço no Restaurante Moeda do Santander Cultural para os convidados do Ministério da Cultura e FUNARTE, aberto à comunidade cultural do RS, mediante reserva de convites no valor de R$ 13,00 (treze reais). Confirmações e reservas para o almoço através do e-mail almocomincfunarte@gmail.com (CONVITES LIMITADOS).

Não é necessária a inscrição para o evento, que tem entrada franca.


Programação:

11 às 12:30 min. - O QUE É O SISTEMA NACIONAL DE CULTURA
Coordenador Geral do Conselho Nacional de Políticas Culturais – CNPC/MINC MARCELO VEIGA

12:30 ÀS 13:30 min. – almoço no restaurante Moeda

13:30 ÀS 14h - apresentação do sistema pró-cultura/RS PL 294/2008
Presidente do Sated/RS - VINICIUS CÁURIO.

14 ÀS 14h40 - O NOVO FUNDO NACIONAL DE CULTURA
Diretor da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura do MinC, KLEBER ROCHA.

14h40 às 15h10 - A FUNARTE E O NOVO FUNDO DE CULTURA
Presidente da Funarte, SÉRGIO MAMBERTI.

15h10 às 18h - FUNDO DE CIRCO, DANÇA E TEATRO EM 2010 - PROGRAMAS E EDITAIS
Diretor de Artes Cênicas da Funarte, MARCELO BONES
Representantes do RS: MARISE SIQUEIRA (DANÇA), CLÁUDIA SCHULZ (TEATRO), FELIPE FARINHA (CIRCO).



"El Borze", eram como os colonos chamavam a atual União da Serra

 


Vila Oeste

 


Pulador


Leio que em União da Serra - junção de Vila Oeste com Pulador - está a escola Ricardo Gasparin, uma das dez melhores colocadas pelo Enem, em recente pesquisa.

Ricado Gasparin é pai do prefeito de Serafina Corrêa, Irceu, que faleceu em 1982, depois de reeleito. Engraçado que pai e filho faleceram com a mesma idade e do mesmo problema, deficiência renal.


Ricardo Gasparin

Irceu ainda teve doado um rim pela sua mãe, dona Hercília mas houve rejeição.

Ricado Gasparin, que também como os demais familiares está enterrado no pequeno cemitério municipal de Vila Oeste, foi subdelegado de polícia de Serafina,quando esta era distrito de Guaporé.


União da Serra

 

Também foi gerente do Frigorifico Ideal S/A, de Serafina.

 

Falta de banheiros

no centro de Porto Alegre!


Não se tem onde mijar no centro de Porto Alegre. O único lugar público disponível é o do terminal da Praça Parobé, onde milhares de pessoas acodem diariamente. O outro banheiro público na praça da Alfandega está fechado porque a praça está em obras...

E eles balaqueiam....!!!!

Terceira perimetral, vila troncal não sei mais o que???

Agora um simples banheiro pra quando a gente tá apertado ir não tem. Na quarta tive que pedir emprestado o da Livraria do Globo.

Nenhum vereador se habilita a fazer um projeto obrigando a ter b anheiros.

Antes que corrijam: tem banheiro público também na frente da Santa Casa, na praça Dom Feliciano!!!

 

Histórias de La Ùndeze!

 

Como estamos nos 50 anos da emancipação do município de Serafina Corrêa, consegui com o padre vigário este documento sobre a emancipação de Serafina.O documento está num livro chamado de " livro tombo" na paróquia local.


Clique na imagem para ampliar

Eis o conteúdo:

O ano é de 1960

" O dia 6 de março foi grande dia em Serafina Coorêa pos realizou-se um dos maiores feitos do lugar:oplebiscito emancipacionista. Criou-se com a vontade geral dos seus habitantes um novo município.Serafina Corrêa é agora um dos mais nóveis municípios do Rio Grande do Sul.

O Pe. Vigário com muita alegria e satisfação viu continuar por meio desta emancipação sendo ele a alma, o espírito da Igreja de ser a vanguardia do progresso. Não somente espiritual mas também temporal da humanidade.

Como me foi pedido e vendo que todos no início estavam a favor não hesitei em dar meu consentimento para esta emancipação e recebi autorização para esta campanha , prova o documento que aqui transcrevo e que foi assinado pelos dois diretórios principais e por vários simpatizantes.
Este documento com firmas reconhecidas está no arquivo da paróquia efoi registrado no cartório de Guaporé sob o número de ordem 1.567 do protocolo A número 3 em dia 15 de setembro de 1959 - e sob número de ordem 1.566 do protocolo A número 3. Eis o documento:

" Serafina Corrêa, 4 de janeiro de 1958. Nós abaixo assinados membors do diretoria dos partidos (PTB) e (PSD) de SErafina Corrêa declaramos que embora pertencendo a partidos diversos não tencionamos neste movimento fazer política partidária e nos respeitamos reciprocamente com a finalidade que haja paz e concordia no distrito e que todos nos acompanhem nesta camapnha e posamos assim alcansar o nosso intento de emancipação.

Em vista desta declaração, convidamos o Revmo Pe.Francisco Lolato e esperamos que nos dê todo o apoio moral, intelectual e prático deixando-lhe plena liberdade para conseguir na ordem e no progresso popr Serafina Corrêa e pela pátria".

Este é o documento que está lavrado.

Claro que o processo de emancipação não foi nada disto...

Parte dos bastidores dele está contado em meu recente livro Così la ze stata,cujas pesquisas foram feitas junto ao arquivo público estadual, onde está guardado o processo de emancipação de Serafina que li várias vezes.

 

A foto da semana!


salinha JCTerlera

Esta semana, que finda, a foto escolhida pra seção é esta da salinha JCTerlera.A salinha,como a chamamos, tem de tudo um pouco: trabalho, conversa fiada, fofoca, e alguns assíduos, até além do gosto de quem a cuida.

Volta e meia dá uns quiproquós por lá, mas depois tudo se saneia...

Já teve até desafetos que foram acertar as contas fora de lá....Que engraçado, onde tem espaço, tem disputa de poder!

A salinha foi uma bolação do ex-presidente da Asembléia Legislativa, Frederico Antunes(PP) Quis homenagear o maior repórter político que apareceu no Estado até hoje, ou um dos maiores, o João Carlos Casarotto Terlera.

 

Desde São Borja

 


Candidatos a deputados federais, pelo Partido Progressista(PP)

Jerônimo e Luiz Carlos Heinze

Candidatos a deputado estadual:
O ex-vereador José Francisco Rangel é a novidade tendo outros dois que fazem votos em São Borja: Frederico Antunes e Valdir Andres( que é de Santo Angelo, mas irmão do Roque, dono da Folha de São Borja e da rádio Cultura AM)

 

Pompeo

 

Pompeo(1)


Acho que o deputado federal Pompeo de Mattos vai bailar na curva....

Pompeo(2)

De onde tiro isto: ora bolas, algum repórter tem acompanhado ele desde que saiu seu imbroglio na justiça??

O que anda fazendo....onde está????


Pompeo (3)


Cristhopher Goulart, que é ligado ao Vieira da Cunha, era um dos que estavam na sala de imprensa do PDT,ontem,olhando fotos antigas pra montagem de um currículo do deputado. Ou será pra federal? Tanto interesse assim???


Pompeo ( 4)

Não é por nada que fui o primeiro repórter no Brasil a dar no Jornal do Brasil, em 1998, a venda do Ronaldinho Gaúcho. Como peguei? Ora bolas, de um lance muito singelo, na rua da Praia...As grandes notícias não caem do céu e não são anunciadas pelos anjos com trombetas...

Pompeo( 5)

Tem que dar pra coisa, bem entendido!!!????

 

Bah, que prefa marqueteiro,este???

 


O prefeito de Uruguaiana, Sanchotene Felice(PSDB) vive propagando aos quatro ventos que tem um grande índice de popularidade, que não sei o que...Mas eu tenho a zero hora aqui na frente e que mostra que duas das 10 piores escolas estaduais (olha isto não é pouco,hein...) estão no seu município. Dou o nome: Paulo Freire( que ironia,hein!!!!) e Roberval Azevedo...

Mas bah, prefeito,depois desta, sua balaca não cola mais, pelo menos aqui neste site....

Convite


Prezado Olides

Estou te convidando para participar da apresentação do conceito e do material da minha campanha ao Senado Federal, que ocorrerá nesta sexta-feira, dia 23/07, às 9h, no Studio Clio (Rua José do Patrocínio, 698. Cidade Baixa. Porto Alegre/RS). Espero poder contar com tua presença

Um forte abraço

Germano Rigotto



Histórias de La Undeze


Emancipação de Serafina

 

Hoje, 22/07 completam-se 50 anos da emancipação de Serafina Corrêa. A comemoração geralmente é dia 25/07,mas o dia oficial é 22. Foi assim que em 2007, neste dia, que caiu num domingo, o então prefeito Polaco( Valcir Reginatto) batizou o prédio da prefeitura de Amantino Montanari, que foi o primeiro prefeito do município.

Nenhum outro parente ou familiar dos outros prefeitos apareceu na solenidade, acontecida perto do meio-dia de um domingo. Eu estava lá e assisti ao ato.

Na foto estão os dois filhos de Amantino, Luis Carlos e José, com suas esposas.

Caiu um diluívio na hora do descerramento da placa.

Por aquelas intrigas da política , a inauguração foi adiada várias vezes. É que haveria eleições em fins de 2008 e o ato foi adiando várias vezes, ou então usaram isto como desculpa.O projeto pra dar o nome do primeiro prefeito do município ao prédio da prefeitura é do vereador Pedro Fozza(PMDB).
Fozza hoje está fora da política, porque foi candidato a vice na chapa do PMDB, de Luís Gheller, e perderam a eleição para o prefeito Ademir Presotto.

Desde São Borja

 


PSDB concorre com Nadine Dubal a deputada estadual e com Nelson Marchezan Junior a deputada federal.

Cardápio chulé....

 


Ontem, mais uma vez reclamavam do cardápio do almoço na Federasul: filés pequenos e duros e pouco arroz. Eles se merecem!

Novo vice?!

 

Na sala de imprensa do PDT, ontem, um grupo formado por Celina Canabarro ( da TV Assembléia) , Cristhopher Goulart, candidato a deputado estadual pelo PDT,João Silvestre,assessor do PDT, estavam vendo uma série de documentos na tela do computador que falava de toda a trajetória política do deputado federal Vieira da Cunha.

Ué, estão preparando seu lançamento a vice na chapa do Fogaça?

Nominata PT

 

A nominata pode ser acessada através do site do PT-POA, no
link abaixo:

http://ptpoa.com.br/txt.php?id_txt=1763


Segue a lista também:

ELEIÇÕES 2010
15/07/2010 | 16:35


Relação de candidatos proporcionais do PT
O Partido dos Trabalhadores terá nas eleições deste
ano 78 candidatos à Assembleia Legislativa do Rio Grande
do Sul e 18 ao Congresso Nacional. Confira abaixo quem são
eles.

A Deputado(a) Federal
Regional

Município NOME Nº do Candidato (a)

Vale do Sapateiro
Novo Hamburgo
Clemente Krechowiek 1347

Vale do Rio dos Sinos
Nova Santa Rita
Dionilso Ma rcon 1355

Litoral Sul
Rio Grande
Dirceu Lopes 1303

Fronteira Noroeste
Santo Cristo
Elvino Bohn Gass 1320

Fronteira Oeste
Santana do Livramento
Emília Fernandes 1311

Centro
Santa Maria
Fabiano Pereira 1321

Litoral Sul
Pelotas
Fernando Marroni 1345

Porto Alegre
Porto Alegre
Henrique Fontana 1313

Alto Uruguai
Erechim
Ivar Pavan 1330

Porto Alegre
Porto Alegre
Luiz Fernando R. Sousa 1331

Vale do Rio dos Sinos
Canoas
Marco Maia 1314

Porto Alegre
Porto Alegre
Maria do Rosário 1370

Porto Alegre
Porto Alegre
Paulo Ferreira 1351

Centro
Santa Maria
Paulo Pimenta 1307

Serra
Caxias do Sul
Pepe Vargas 1301

Vale do Rio dos Sinos
São Leopoldo
Ronaldo Zulke 1300

Vale do Sapateiro
Camp o Bom
Suzana Ambros Pereira 1344


Deputado (a) Estadual

Porto Alegre
Porto Alegre
Adão Villaverde 13013

Porto Alegre
Porto Alegre
Aldacir Oliboni 13580

Litoral Sul
Rio Grande
Alexandre Lindenmeyer 13131

Altos da Serra
São José do Ouro
Algacir Menegat 13321

Alto Uruguai
Erechim
Altemir Tortelli 13030

Vale do Rio dos Sinos
São Leopoldo
Ana Affonso 13813

Vale do Rio Pardo
Santa Cruz do Sul
Ari Thessing 13510

Vale do Taquari
Arroio do Meio
Aurio Scherer 13690

Porto Alegre
Porto Alegre
Carlos Todeschini 13001

Vale do Paranhana
Parobé
Claudio Roberto Ramos da Silva 13567

Centro
Tupanciretã
Cristiano Aquino 13607

Vale do Gravataí
Gravataí
Daniel Bordignon 13010

Vale do Taquari
Estrela
Denise Rodrigues Goulart 13200

Vale do Sapateiro
Sapiranga
Deoclécio Grippa
13570
Centro
Santa Maria
Diógenes Berthes da Silva 13275

Litoral Sul
Pelotas
Dione Soares Manetti 13222


Porto Alegre
Porto Alegre
Edegar Pretto 13655

Vale do Gravataí
Viamão
Ederson dos Santos ? Dedo 13100

Vale do Rio dos Sinos
Sapucaia do Sul
Edson Portilho 13160

Vale do Sapateiro
Sapiranga
Egon Kirchhein 13500
Vale do Rio dos Sinos
São Leopoldo
Eliene Amorin dos Santos 13077

Vale do Rio dos Sinos
Canoas
Emílio Millan Neto 13137

Serra
Bento Gonçalves
Enio Eliseu Ceccagno 13014

Encosta Superior do Nordeste
Nova Prata
Everson Marca 13613

Vale do Rio Pardo
Sobradinho
Gabriel Humberto de Sousa 13629

Fronteira Oeste
Alegrete
Giov anna Vargas 13700

Fronteira Oeste
Santana do Livramento
Glauber Goulart Lima 13333

Fronteira Noroeste
Santa Rosa
Jeferson Oliveira Fernandes 13120

Carbonífera
Charqueadas
Joacir Picolotto 13170

Porto Alegre
Porto Alegre
João Nunes Ramis 13677

Fronteira Oeste
Uruguaina
José Clemente da Silva Correa 13190

Vale do Sapateiro
Estância Velha
José Plinio Hoffman 13620

Palmeira das Missões
Rio dos Índios
Josué Evangelista de Resende 13888

Campos de Cima da Serra
Vacaria
Juçara Dutra Vieira 13213

Vale do Sapateiro
Estância Velha
Júlio César de Melo Ferraz 13710

Porto Alegre
Porto Alegre
Júlio Quadros 13000

Palmeira das Missões
Frederico Westphalen
Lauro Luiz Chielle 13300

Porto Alegre
Porto Alegre
Lauro Pogozelski 13159

Vale do Sapateiro
Novo Hamburgo
Luis Lauermann 13003

Campanha
Bagé
Luiz Fernando Mainardi 13555

Vale do Taquari
Lajeado
Luiz Fernando Schimidt 13444

Porto Alegre
Porto Alegre
Luiz Francisco Carrinho de Oliveira 13070

Porto Alegre
Porto Alegre
Marcelo Sgarbossa 13230

Serra
Caxias do Sul
Marcos Antônio Daneluz 13012

Porto Alegre
Porto Alegre
Maria Celeste de Souza da Silva 13699

Porto Alegre
Porto Alegre
Maria da Conceição Lopes 13117

Vale do Rio dos Sinos
Canoas
Maria Eunice Wolf 13114

Serra
Caxias do Sul
Marisa Formolo 13123

Porto Alegre
Porto Alegre
Marizar Mansilha de Melo 13133

Vale do Rio dos Sinos
São Leopoldo
Maurício Piccin 13913

Porto Alegre
Porto Alegre
Mauro Pinheiro 13008

Litoral S ul
Pelotas
Milton Rodrigues Martins 13611

Litoral Sul
Pelotas
Miriam Marroni 13631

Serra
Bento Gonçalves
Moacir Camerini 13007

Vale do Rio dos Sinos
Canoas
Nelson Luiz da Silva 13630

Vale do Rio dos Sinos
São Leopoldo
Nestor Schwertner 13413

Litoral Norte
Torres
Nilvia Pinto Pereira 13130

Litoral Sul
Rio Grande
Paulo Sérgio Costa da Costa 13513

Noroeste
Pananbi
Paulo Sérgio Rodrigues 13789

Fronteira Noroeste
Três de Maio
Raquel Wünsch 13020

Porto Alegre
Porto Alegre
Raul Pont 13400

Vale do Caí
Montenegro
Reily Rodrigues Ruiz 13009

Litoral Sul
Santa Vitória do Palmar
Roberto Carlos Oliveira da Silveira 13777

Botucaraí
Espumoso
Roberto Iopp 13666

Planalto
Passo Fundo
Rui Lorenzato 13456

Vale do Gravataí
Gravataí
Sérgio Stasinski 13900

Vale do Gravataí
Alvorada
Stela Farias 13113

Fronteira Oeste
São Gabriel
Tani Vieira 13800

Vale do Gravataí
Gravataí
Tania Ferreira 13313

Centro
Santa Maria
Valdeci Oliveira 13713

Vale do Rio dos Sinos
Canoas
Valdemir Estran 13002

Serra
Carlos Barbosa
Valmor Milani (Home Véio) 13987

Porto Alegre
Porto Alegre
Vera Soares 13151

Centro
Santa Maria
Vilmar Teixeira Galvão 13640

Litoral Sul
São Lourenço do Sul
Zelmute Oliveira 13121

Asscom PT-POA

Tatiana Feldens

 

Um tripé para desenvolver Porto Alegre


Adeli Sell

 

Adeli Sell*

Porto Alegre tem vocação para se desenvolver a partir do que denominamos de Tripé do Desenvolvimento: saúde de excelência, tecnologia de ponta e turismo de negócios.

Apesar de não ter havido planejamento econômico e estratégico, ao longo dos anos Porto Alegre foi conquistando espaço no país e fora dele na área de saúde de excelência. Temos importantes agrupamentos hospitalares e clínicas de referência internacional, procurados por pessoas de todo o Estado e também vindas de outras regiões do Brasil e do exterior. Precisam os trabalhar essa qualificação, fazer da saúde de excelência um grande pólo de desenvolvimento socioeconômico. Mais de 50 mil pessoas trabalham em hospitais, clínicas e postos. Este número pode crescer ainda mais se houver um arranjo local de desenvolvimento sustentável, como, por exemplo, uma linha de confecção de lençóis, cobertores e roupas hospitalares. Somos um Estado produtor de aço, então não há sentido em importar material cirúrgico, que poderia ser fabricado aqui. Na área farmacológica, onde já tivemos quase uma centena de laboratórios sediados no Estado, hoje não passa de uma dúzia. Sem dúvidas, temos conhecimento acumulado na área e estamos deixando de produzir estes produtos aqui.

Outro elemento que integra o tripé do nosso desenvolvimento é o turismo de eventos. Porto Alegre ainda não consegue atrair tantas feiras e eventos quanto poderia, pois os centros de eventos existentes já não comportam a demanda. Precisamos urgen temente de, no mínimo, dois novos equipamentos: um intermediário entre a PUC e a Fiergs, e outro, bem maior, para realizar grandes feiras e eventos internacionais. Precisamos conjugar aspectos de eventos e simpósios com a área da medicina e da tecnologia. Afinal, já realizamos o Fórum Social Mundial, o Congresso das Cidades, dez edições do Fórum Internacional de Software Livre e estamos encaminhando para que a próxima edição permaneça em Porto Alegre e seja cada vez maior, com eventos múltiplos que ocorram concomitantemente nessa área da tecnologia.

Aí, entro na terceira parte do nosso tripé, que é a tecnologia de ponta.

Temos vários centros tecnológicos, como na UFRGS e na PUC, mas podemos evoluir muito mais. O Ceitec, inaugurado pelo presidente Lula em fevereiro último, na Lomba do Pinheiro, é a única fábrica de prototipagem de chip abaixo da linha do Equador. Porto Alegre poderia ter um grande corredor tecnológico ao longo da av. Ipiranga, onde já se encontram as duas universidades citadas e o Ceitec, e para onde seria possível trazer mais equipamentos de alta tecnologia. Como elemento agregado à tecnologia, há os call centers. Graças a nossa variada etnia, aqui muitas pessoas falam, estudam e têm interesse por várias línguas. Poderíamos ter call centers 24 horas ocupando o mesmo prédio, os mesmos terminais de computadores e telefônicos, e isso seria um elemento agregado à tecnologia. Temos que pensar em trabalhar uma região da cidade como um novo pólo tecnológico. O Cais Mauá e o IV Distrito são locais ideais para isso.

Estou firmemente convencido que o desenvolvimento de Porto Alegre passa necessariamente por esse tripé de saúde de excelência, turismo de negócios e tecnologia de ponta.

*Adeli Sell é vereador e presidente do PT/Porto Alegre

 

 

DE BRASÍLIA – ESPECIAL 2



* O ex governador de Brasília, José Arruda que esta no maior silêncio, concluiu dias atrás o seu livro de memorias. O livro que vai dar muito o que falar,está prontinho para ser impresso. Arruda só não mandou ainda imprimir a sua obra, porque pretende lançar o livro depois das eleições de outubro.
Esta decisão de Arruda,está deixando muita político sem dormir. É que o livro vai jogar coco no ventilador e muita gente boa deverá ser atingida.
Me disse um amigo,que é unha e carne com o ex governador,que o livro vai entregar muita gente. Inclusive alguns amigos de Arruda, que na hora H se afastaram, fazendo cara de paisagem.
Arruda garante ainda, que muita gente boa,mesmo eleita,deverá perder o mandato.


* A piada aqui em Brasília,contra nós gaúchos é a seguinte: nos perguntam o que está acontecendo no Rio Grande do Sul,nos últimos dias, que toda a gauchada está se mandando para a Argentina? Quando me perguntaram, respondi que devia ser por causa do nosso dinheiro mais valorizado. Um outro gaúcho que estava ao meu lado,disse que é época de férias e que a gauchada,vai sempre nestes meses, passear por lá. Não é nada disso,dizem rindo de nós. Dizem então, que é por causa da liberação dos casamentos gays...
É claro que eu não deixei a bola quicar e mandei o cara tomar naquele lugar...



* Adolpho Bloch, o homem da
Manchete, terá mais uma vez a sua vida transformada em livro. O escritor Felipe Pena,já conclui o seu trabalho e sua obra, chega as livrarias no mês de agosto.


Um conterrâneo do Olides,que não saiu da cidade,para morar em Guaporé,trabalhava no frigorifico dos Socol. Cara competente subiu na vida. Começou a ganhar mais soldi por seu trabalho e a primeira coisa que fez ,foi comprar um Fusca novinho em folha.
Num domingo à tarde,convidou a namorada para dar uma voltinha. Entusiasmado com o carro novo,saiu da área urbana da Linha Onze. Depois de ter rodado alguns quilômetros,colou a mão sobre uma das coxas da moça e foi subindo... Mas ainda meio sestroso,parou antes de chegar a onde na verdade pretendia chegar.
Aí a namorada também já bem entusiasmada, não teve dúvidas. Fechou os os olho e disse meio sussurrando: “vai mais adiante,vai mais adiante...”. O rapaz não teve dúvidas. Acelerou o seu fusca e foi acabar no meio da cidade de Guaporé...
Sergio Ross


Notícia

 

Olides

O Presidente Lula,vai estar no próximo dia 29,em Santana do Livramento. Deverá encontrar-se com o Presidente uruguaio
José Mogica.
Depois te passo mais detalhes desse encontro que deverão acontecer em Santana e Rivera;
Sergio Ross

 

Assembleia entrega diplomas do Prêmio Jovem Cientista

Assembleia entrega diplomas do Prêmio Jovem Cientista

 

Por proposição do deputado estadual Ronaldo Zülke (PT), a Assembleia Legislativa entrega nesta quinta-feira (22) diplomas do Prêmio Jovem Cientista aos três alunos com melhor desempenho individual na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia. A MOSTRATEC é promovida pela Fundação Liberato Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo. A entrega será feita na sala da presidência às 11h30.

O incentivo a novos pesquisadores conferido pelo Parlamento gaúcho foi instituído em 2009. "Nosso objetivo é reconhecer e estimular as pesquisas científicas desenvolvidas por alunos de ensino médio e técnico", destaca Zülke. A Assembleia também viabilizará a participação dos estudantes na reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que acontecerá de 25 a 30 de julho, em Natal, no Rio Grande do Norte.

Amanhã, serão entregues diplomas a William Lopes, que investigou o uso de um fungo na remoção de poluentes da indústria de couro; a Cássio Stumm, que tratou do uso de extratos vegetais no combate à acne; e a Daiane Dias, autora de um estudo comparativo entre dois tipos de adubos.

Assembleia entrega diplomas do Prêmio Jovem Cientista

Por proposição do deputado estadual Ronaldo Zülke (PT), a Assembleia Legislativa entrega nesta quinta-feira (22) diplomas do Prêmio Jovem Cientista aos três alunos com melhor desempenho individual na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia. A MOSTRATEC é promovida pela Fundação Liberato Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo. A entrega será feita na sala da presidência às 11h30.

O incentivo a novos pesquisadores conferido pelo Parlamento gaúcho foi instituído em 2009. ?Nosso objetivo é reconhecer e estimular as pesquisas científicas desenvolvidas por alunos de ensino médio e técnico?, destaca Zülke. A Assembleia também viabilizará a participação dos estudantes na reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que acontecerá de 25 a 30 de julho, em Natal, no Rio Grande do Norte.

Amanhã, serão entregues diplomas a William Lopes, que investigou o uso de um fungo na remoção de poluentes da indústria de couro; a Cássio Stumm, que tratou do uso de extratos vegetais no combate à acne; e a Daiane Dias, autora de um estudo comparativo entre dois tipos de adubos.

Resposta a Sergio Oliveira, de Charqueadas

 

Caro Sérgio Oliveira

A política é a arte da negociação. Com a morte do Brizola, o PDT perdeu sua razão de ser, seu eleitorado era o do velho Briza e não do partido, ora, assim como o Pompeu e o Vieirinha resolveram apoiar o PMDB, é justo que o ex-governador Collares possa apoiar o PT. Em política, as brigas e os apoios são vitais a sobrevivêcia política. Parte do PDT em 2006, por incrível que pareça e por obra deste mesmo Pompeu, apoiou a Yeda no segundo turno. Só que o partido espertamente virou inimigo na CPI do Detran. Este apoio a Yeda fez muito mal ao Rio Grande. Tudo isto, Collares deve estar colocando na balança.

Mudando para o palco político nacional. Votar no Serra é voltar ao tempo do dólar alto, da balança comercial em baixa, da venda do patrimônio brasileiro, do desemprego, da fome... meu Deus, que desgraça. Votar na Dilma é avançar, para definitivamente eliminar a miséria e construir um país justo. O amigo é que escolhe. Estamos numa encruzilhada, entre o céu e o inferno. Eu vou votar na Dilma, no Tarso e no Paim,

Atenciosamente
Remindo Sauim


Resposta ao Serginho Ross

 

Recebo de Remindo Sauim!

 

O Lula com a eleição da Dilma, passará a ser o pai da Nação, livre de cargo executivo deverá ser o grande formulador e propagandista das reformas que o país ainda necessita e que serão levadas a efeito pela Dilma. Assim como os baixos índices do FH levaram o Serra e o PSDB a esconder o ex-presidente. Os altos níveis de aceitação popular do Lula o levarão a ser figura de destaque no governo Dilma. Acho que o Serginho está meio de namoro com a turma do Serra. cara, não sonha. Se antes já estava difícil, depois da desastrada escolha do vice, nem se fala.




Recebo da Nadilce Zanatta

 

Escravas sexuais no Iraque e no Afeganistão: o novo escândalo norte-americano


Uma menina iraquiana de 12 anos é obrigada a se prostituir nos subsolos de Bagdá, enquanto os guardas privados norte-americanos fazem uma coleta de poucos dólares e fazem fila. As moças são recrutadas no Leste Europeu com a promessa de um trabalho como doméstica em Dubai e depois dali são desviadas e segregadas ao coração do Iraque. As garçonetes dos restaurantes chineses de Kabul, por trás das luzes vermelhas, escondem o segredo que todos conhecem.

A reportagem é de Angelo Aquaro, publicada no jornal La Repubblica, 19-07-2010. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O último horror das "guerras gêmeas" que Barack Obama herdou de George W. Bush tem o rosto das mulheres exploradas em nome daquele outro ídolo que divide o altar com o dinheiro: o sexo. Mas oito anos depois do início da guerra contra o terror, o balanço dessa batalha é ainda mais magro: zero a zero. As ordens do presidente eram retumbantes como as proclamações da vitória que não chegava.

É severamente proibido que os contratantes ou funcionários do governo se tornem responsáveis pelo tráfico sexual nas zonas de guerra. Qualquer um que se torne responsável pelo tráfico sexual será suspenso do cargo. Quem for surpreendido em tráfico sexual será denunciado às autoridades. Os resultados? "Não há nenhum processo aberto", diz a ex-detetive do Human Rights Watch, Martina Venderberg. "Enfim, não há vontade de fazer com que se respeite a lei".

A vergonha foi descoberta por uma investigação do Center for Public Integrity, publicada neste domingo pelo Washington Post. E os contratantes da ex-Blackwater acabaram sob acusação: o grupo privado já tristemente famoso pelos massacres de civis no Iraque. A empresa goza de uma fama tão ruim que, para voltar a trabalhar hoje, mudou de marca e se chama Xe Service.

Um ex-guarda conta que não quer revelar o nome por medo de represálias: "Eu mesmo vi guardas mais velhos recolherem dinheiro, enquanto moças iraquianas, dentre as quais meninas de 12 e 13 anos, se prostituíam". O guarda diz também que denunciou tudo ao seu superior, mas que "nenhum procedimento foi tomado: me entristece só de falar nisso".

De fato, quem não se entristece é a porta-voz da ex-Blackwater, Stacy De Luke, que, no Washington Post, nega "com força essas acusações anônimas e sem provas: a política da empresa proíbe o tráfico humano". Claro.

O caso das trabalhadores do leste que pensam em voar para Dubai e acabam no Iraque foi descoberto por uma jornalista freelancer. Aqui, a organização era muito mais acurada. Um verdadeiro tráfico organizado por subcontratantes que trabalham para o Exército e para o Exchange Service da Aeronáutica: nome que deveria indicar o escritório que se ocupa de organizar o serviço de restaurantes, mas que evidentemente também se ocupa de outras coisas. Assim que aterrizam, as pobrezinhas são privadas do passaporte. Há também um preço para o resgate: 1.100 dólares. Uma quantia enorme, visto que se prostituem por poucos dólares.

A fábrica do sexo é ainda mais sólida no Afeganistão. Lá, há quatro anos, uma centena de chinesas foram libertadas em uma série de blitzes que, ao invés do Talibã, atingiram os bordéis. Mas o tráfico continuou. Com a "aquisição" de uma mulher por 20 mil dólares, um empresário do ArmorGroup, a empresa que, até pouco tempo atrás, se ocupava da segurança da embaixada norte-americana em Kabul, se orgulhava de poder organizar um tráfico rentável. A investigação que iniciou rapidamente chegou ao altos níveis do FBI. Mas parou por aqui.

Os federais defendem que não tiveram meios suficientes. Nas zonas de guerra, enfileiraram-se cerca de 40 agentes, mas eles já têm muito a fazer ao se ocupar de fraudes e corrupção. Mas os ativistas dos direitos humanos têm uma outra explicação: a verdade é que as autoridades preferem fechar um olho. Diz Christopher H. Smith, deputado e autor de uma lei antitráfico, para a crônica republicana: como é possível tolerar que essa gente possa explorar as mulheres com o dinheiro que nós pagamos? Eis uma outra herança da qual Obama deverá se ocupar.


BIBLIOTECA MUNDIAL DA ONU

PRESENTE DA UNESCO PARA A HUMANIDADE INTEIRA !!!

 

Já está disponível na Internet, através do site
www.wdl.org

É uma notícia QUE NÃO SÓ VALE A PENA REENVIAR MAS SIM É UM DEVER ÉTICO, FAZÊ-LO!

Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as
bibliotecas do planeta.

Tem, sobre tudo, caráter patrimonial" , antecipou em LA NACION
Abdelaziz Abid, coordenador do projeto impulsionado pela UNESCO e outras 32 instituições. A BDM não oferecerá documentos correntes, a não ser "com valor de patrimônio, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes: árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas".
Entre os documentos mais antigos há alguns códices pré-colombianos, graças à contribuição do México, e os primeiros mapas da América, desenhados por Diego Gutiérrez para o rei de Espanha em 1562", explicou Abid.

Os tesouros incluem o Hyakumanto darani , um documento em japonês publicado no ano 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; um relato dos astecas que constitui a primeira menção do Menino Jesus no Novo Mundo; trabalhos de cientistas árabes desvelando o mistério da álgebra; ossos utilizados como oráculos e esteiras chinesas; a Bíblia de Gutenberg; antigas fotos latino-americanas da Biblioteca Nacional do Brasil e a célebre Bíblia do Diabo, do século XIII, da Biblioteca Nacional da Suécia.

Fácil de navegar:

Cada jóia da cultura universal aparece acompanhada de uma breve
explicação do seu conteúdo e seu significado. Os documentos foram
passados por scanners e incorporados no seu idioma original, mas as explicações aparecem em sete línguas, entre elas O PORTUGUÊS. A biblioteca começa com 1200 documentos, mas foi pensada para receber um número ilimitado de textos, gravados, mapas, fotografias e ilustrações.

Como se acede ao sítio global?

Embora seja apresentado oficialmente na sede da UNESCO, em Paris, a Biblioteca Digital Mundial já está disponível na Internet, através do sítio:

http://www.wdl.org/

O acesso é gratuito e os usuários podem ingressar diretamente pela Web , sem necessidade de se registrarem.

Permite ao internauta orientar a sua busca por épocas, zonas
geográficas, tipo de documento e instituição. O sistema propõe as
explicações em sete idiomas (árabe, chinês, inglês, francês, russo,
espanhol e português), embora os originas existam na sua língua
original.

Desse modo, é possível, por exemplo, estudar em detalhe o Evangelho de São Mateus traduzido em aleutiano pelo missionário russo Ioann Veniamiov, em 1840. Com um simples clique, podem-se passar as páginas de um livro, aproximar ou afastar os textos e movê-los em todos os sentidos. A excelente definição das imagens permite uma leitura cômoda e minuciosa.

Entre as jóias que contem no momento a BDM está a Declaração de
Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de
numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a
primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das "Fábulas" de Lafontaine, o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol e tagalog, a Bíblia de Gutenberg, e umas pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A.C.

Duas regiões do mundo estão particularmente bem representadas:
América Latina e Médio Oriente. Isso deve-se à ativa participação da Biblioteca Nacional do Brasil, à biblioteca de Alexandria no Egito e à Universidade Rei Abdulá da Arábia Saudita.

A estrutura da BDM foi decalcada do projeto de digitalização da
Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que começou em 1991 e atualmente contém 11 milhões de documentos em linha.

Os seus responsáveis afirmam que a BDM está sobretudo destinada a investigadores, professores e alunos. Mas a importância que reveste esse sítio vai muito além da incitação ao estudo das novas gerações que vivem num mundo audiovisual.


 

COLLARES

 


Na edição de domingo, 18.07, do jornal ABC Domingo, há um texto sobre a atitude de Collares intitulado COLLARES TAMBÉM VIRA A CASACA..., onde ele se defende, dizendo sempre ter estado com Lula. Não é verdade, pelo que se pode constatar dos quatro trechos de entrevista/reportagens a seguir:

Alceu Collares defende rompimento da atual política econômica e mais investimentos em educação - 08/11/2005
O deputado federal Alceu Collares (PDT/RS), palestrante desta terça-feira (08) da reunião semanal da Escola de Governo, não poupou críticas ao Governo Lula e, especialmente, à política neoliberal em vigor no país desde os anos 90. Ou se rompe com esse sistema, ou vamos marchar para uma grande agonia, disse Collares, que foi governador do Rio Grande do Sul entre 1991-1994.
Na avaliação do parlamentar, o grande erro do PT e de Lula foi assumir uma postura de um governo de direita, e ter deixado de lado posições ideológicas construídas pelo partido ao longo de duas décadas. Posições essas que, para Collares, conquistaram estudantes, intelectuais e políticos de esquerda, e fomentaram esperanças no povo brasileiro quando o ex-metalúrgico venceu as eleições de 2002.
Há uma enorme frustração com Lula. Mais de 52 milhões de brasileiros depositaram esperanças nele. Mas o Governo Lula se entregou ao FMI, ao sistema financeiro internacional. O Banco Central e o Ministério da Fazenda continuam seguindo à risca o Consenso de Washington (medidas neoliberais elaboradas pelos países ricos como sendo a "saída" para os países pobres), observou o deputado.

Observação: no texto do ABC Domingo ele diz que sempre foi um homem de esquerda e sempre esteve com Lula. Acima ele acusa o Lula de assumir uma postura de um governo de direita. O próprio Lula já disse que nunca foi de esquerda. Num texto anterior eu cito uma resposta delenuma entrevista à Revista Isto é de 21 de setembro de 1977: Não temos compromisso com ninguém, com esquerda, direita ou centro. Só com a classe trabalhadora. No passado, a classe trabalhadora foi usada pelo Partido Trabalhista Brasileiro,e farei de tudo para evitar que seja novamente usada.

Leiam:

Sexta, 14 de julho de 2006

Lula se diz longe da esquerda e quer manter política econômica


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva procurou se distanciar de formação esquerdista e garantiu que, caso seja reeleito em outubro, manterá as políticas econômicas conservadoras adotadas no governo atual. As afirmações foram feitas por Lula em uma entrevista, na quinta-feira, dia em que realizou o seu primeiro ato da campanha à reeleição.
"Você pode melhorar porque você já tem quatro anos de experiência, quatro anos de maturação, porque tem muitos projetos em andamento no Brasil. (...) Então, não há por que mudar, há o que aperfeiçoar", afirmou Lula. "Eu nunca fui um esquerdista", declarou Lula que, na época de militância no Partido dos Trabalhadores chegou a defender o fim da dívida externa e o rompimento com o Fundo Monetário Internacio

JORNAL DO COMÉRCIO/Política (Porto Alegre, 13/02/06)

Alceu Collares oficializa pré-candidatura ao Piratini
Apelos não comovem prefeito de Lagoa Vermelha que insiste em disputar a vaga
UM TRECHO DA NOTÍCIA
Para Collares, o trabalhismo está ressurgindo como a única alternativa ao neoliberalismo monetarista. FHC e Lula são farinha do mesmo saco e a única opção é o PDT, destacou. Lula fez promessas que não cumpriu e vendeu a alma para o capital especulativo, atacou, comparando os expressivos lucros dos bancos com os minguados lucros da indústria, comércio e serviços nacionais. O PT vendeu, mentiu e traiu a esperança de um mundo melhor, comparando com as realizações de Getúlio Vargas, que construiu 60% do País e o colocou na rota do desenvolvimento.
06/09/2006
Collares quer BM nas ruas para solucionar crise de segurança
Candidato do PDT ao governo gaúcho defendeu combate intenso à sonegação
TRECHO DA NOTÍCIA
O ex-governador, que governou o Estado de 91 a 94, fez críticas ao governo do candidato à reeleição pelo PMDB,Germano Rigotto, e ao candidato do PT, Olívio Dutra, ambos também ex-governadores, e disse que o eleitor saberá comparar as administrações.
São três candidatos ex-governadores: Collares, Olívio e Rigotto. Estou certo de que o eleitor gaúcho vai comparar o desempenho de cada um no exercício do poder. Não tem como deixar de se fazer essa comparação, ela é necessária e fatal para os destinos do Rio Grande. Se Olívio e Rigotto comprovadamente são despreparados, incompetentes e comprometidos, de uma forma ou outra com o neoliberalismo monetarista do governo Lula.

Observação minha: recentemente ele, a exemplo do que diz acima sobre Rigotto e Olívio, disse, como sempre diz dos outros, que o Fogaça é um incompente, um despreparado.

TRECHO DE NOTÍCIA SOBRE AUDIÊNCIA PARA DEBATER REFORMA DA PREVIDÊNCIA FEITA PELO LULA,NO DANTE BARONE, EM PORTO ALEGRE:
Collares acusa Lula de trair o povo

O deputado federal Alceu Collares (PDT/RS), presente à audiência, acusou o governo Lula de cometer uma traição total ao povo brasileiro ao propor a reforma da Previdência que está em análise. Ele citou o que chamou de "os dez mandamentos da reforma da Previdência", observando que o faz com a autoridade de quem estuda a Previdência há 30 anos. Os mandamentos lidos por Collares expressam que a reforma têm o propósito de enfraquecer o Estado por exigência do FMI, fragilizar o funcionalismo para desqualificar o serviço público, instalar no País a insegurança jurídica e facilitar a privatização de todo o sistema previdenciário.

Collares homenageou, no final de seu discurso, a senadora Heloísa Helena (PT/AL) e os deputados federais do PT que se opõem ao projeto de reforma do governo Lula, recebendo aplausos da platéia que lotou o auditório Dante Barone.
Alceu Collares: um trabalhista autêntico
Jornal do Comércio (Por Paula Coutinho )
18/4/2005
TRECHO DE ENTREVISTA
JC - Que nota o senhor daria para o governo do presidente Lula?
Collares - Está sendo um grande fracasso esse governo do PT. E o Lula é o responsável pela destruição da estrutura partidária brasileira. Ele conscientemente sabe o que está fazendo. No Fórum Social Mundial, teve que tomar todos os cuidados para não sair de lá debaixo de vaias. Já no Fórum de Davos foi aplaudido de pé. Agora, mesmo vivendo esse quadro, o PT vai reeleger o Lula porque terão todo o apoio do FMI. Ele vai ter dinheiro de sobra porque se entregou de corpo e alma ao sistema financeiro nacional e internacional. É bom lembrarmos que 70% dos petistas, a começar pelo seu presidente José Genoino, se ajoelharam perante o neoliberalismo. É a vergonha das vergonhas e a traição das traições. Eu diria que essa gente não tem um pingo de vergonha na cara. Como é que eles têm a desfaçatez de dizer que esse modelo executado por Lula e Palocci serve aos interesses do País? O ministro da Fazenda já possuía um histórico de comprometimento com a entrega do patrimônio público quando era prefeito de Ribeirão Preto. Privatizou até a água do município. Como então esse novo PT pode afirmar que é defensor das causas sociais? Nada mais me espanta no PT. Nem mesmo se escolherem o Henrique Meirelles como seu presidente de honra.
E o Lula é o responsável pela destruição da estrutura partidária brasileira, destaco da resposta acima. E é verdade, no que se refere às eleições deste ano, dentro da tese dos dois palanques,a respeito da qual escrevi o texto abaixo, publicado dem vários jornais e blogs, no mês de fevereiro de 2010.

MAIS DE UM PALANQUE.

O Lula conseguiu chafurdar a política e os partidos; agora foi inventado os mais de um palanque para a Dilma; antigamente as divisões eram mais nítidas.
Exemplificando:
1. Quando o PDT declarou apoio para Dilma, segundo foi noticiado, exigiu que ela suba no palanque do candidato do PDT ao Governo do Maranhão, Jackson Lago; ora, ao que parece, o PT do Maranhão vai se coligar com a filha do Sarney e, desta forma, a candidata do PT, do Lula e da Dilma será a filha do Sarney. O que ela fará, então, subindo no palanque de Jackson ? Apenas, e tão somente, encenação.
2. Dizem que no Rio de Janeiro ela já tem dois palanques, sendo um o do Sérgio Cabral(PMDB), atual governador, e o outro o do Garotinho (PR); o candidato de Lula e Dilma é o Cabral; o que ela vai fazer, então, ao subir no palanque do Garotinho ? Encenação, também.
3. No Rio Grande do Sul a mesma coisa. Querem que o Fogaça a apoie, sendo que o PT terá como candidato o Tarso; ora, sendo Lula e Dilma do PT, o candidato deles é o Tarso; pergunto, mais uma vez, o que ela fará se subir no palanque do Fogaça ? E respondo, mais uma vez, também: encenação.
O que passa, ou passará, na cabeça do eleitor, ao ver a mesma candidata subindo no palanque de dois adversários ? Ela pedirá votos para os dois ? Claro que, logicamente, concluirá: numa das ocasiões ela estará mentindo, jogando para a torcida, ENCENANDO.
Sem esquecer da Bahia, Pará, etc.
Que zorra ! Total.

Outro dia a Dilma esteve na Assembléia para receber uma homenagem e fez um discurso político dizendo que Tarso é seu candidato a Governador.
Destaco de meu texto o item 3:
3. No Rio Grande do Sul a mesma coisa. Querem que o Fogaça a apoie, sendo que o PT terá como candidato o Tarso; ora, sendo Lula e Dilma do PT, o candidato deles é o Tarso; pergunto, mais uma vez, o que ela fará se subir no palanque do Fogaça ? E respondo, mais uma vez, também: encenação.

Como pode, então, o Collares, para se defender, exigir que o Fogaça apoie a Dilma ?

Alguém poderá me dizer: mas tu dizes para todo mundo que vai votar no Serra. Sim, digo, mas não vou sair pela rua fazendo campanha para ele, e nem tenho a pretensão de convencer ninguém a votar nele, diferentemente do que o Collares está fazendo. Na Dilma não voto, como não votarão nela a maioria dos pedetistas que conheço. Além do que há outra diferença em relação ao Collares: não tenho CC, cargo do PDT, nunca tive e, tão pouco, de outro partido, o que já não é o caso do Collares que tem o cargo de Conselheiro da Usina de Itaipu. Diz ele que isto não tem nada a ver com sua atitude. Ora,ora,ora, convenhamos. Se o Collares estava assim, tão necessitado de dinheiro, os Diretórios Municipais do PDT de todo o RS poderiam fazer uma vaquinha mensal de R$ 50,00 e ele teria, todo mês, em sua conta corrente cerca de R$ 20 mil reais.

MAIS UMA VEZ O PT, QUE FOI CRIADO TRIPUDIANDO SOBRE O TRABALHISMO, ESTÁ A CAUSAR DISCÓRDIA ENTRE OS PEDETISTAS.

SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS

FELIZ DIA DO AMIGO

 

ai vai eu nem conheço a nadilce pessoalmente, mas ela me mandou. Conheço de entrevista o Nadir Zanatta, primeiro taxista de Serafina e seu pai.


FELIZ DIA DO AMIGO!!!!!

 

De Brasília – especial

 




Dilma,caso eleita,deverá aos poucos,”escantear” o seu criador.
Fontes do PT,já comentam aqui em Brasília, que a Dilma pretende,em seu governo,continuar citando Lula,mas que deverá coloca-lo numa faixa que não o ligue diretamente ao seu trabalho. Os coleguinhas que cobrem a área política por aqui,não confirmam abertamente essa posição de Dilma,mas também acham,que alguma coisa parecida está por vir...

Um outro assunto que corre “suelto” pela cidade,principalmente entre os mais riquinhos e freqüentadores de bons restaurante e bons bares, é que alguns casais conhecidíssimos na cidade,aderiram ao famoso “swing”, ou seja,participam de grandes noitadas onde as esposas são trocadas. Dizem mais, que não satisfeitos em assistir o espetáculo,gravam tudo e exibem o show posteriormente entre amigos.
Os colunistas sociais que assistem esses espetáculos,andam coçando os dedos para darem a notícia em suas colunas. O fato é que temem perder suas bocas livres,ou seja,demitidos de seus jornais.

A gauchada aqui em Brasília,anda pedindo aí no sul,mais detalhes da árvore genealógica do candidato a vice presidência na chapa de José Serra, Índio da Costa. É que a família do rapaz é gaucha de Pelotas.
Isso poderá render alguns votinhos ao Serra, si bem que as últimas declarações do moço,tumultuaram um pouco o ambiente politico nacional...


O brasiliense descobriu,o Lago Paranoá. O negocio agora, e alugar barcos,de preferencia veleiros,para comemorarem aniversários,primeira noite da lua de mel( é isto mesmo,lua de mel e agora,como motéis.
O negocio funciona da seguinte maneira: um marinheiro leva o barco para o meio do lago,abastecido com comidas e bebidas. Ancora o veleiro e volta para a margem. Depois de tantas horas,devidamente combinadas, retorna a embarcação e os pombinhos e participantes dos aniversários,retornam também a terra firme.
O negócio esta sendo um sucesso.
Só quem não está gostando muito é marinha. Acha que
que os veleiros,sem seus marinheiros a bordo,não tem segurança nenhuma.
Sergio Ross

 

Internet

 

Gringo!
Voltamos à internet!

Abraço,

mazzarino

http://www.jornalahora.inf.br/?oxi=lerColunistas&jid=48&usuarioId=38


Coleguinhas


Antônio Augusto

Antônio Augusto, o plantão das multidões.

O famoso plantonista é um policial aposentado. Trabalhou muitos anos na rádio Guaíba como plantonista de futebol na rádio Guaíba, nos tempos que o ESporte era o forte da emissora. Eram famosas suas intervenções durante a jornada esportiva.

- Tem gol, gritava o plantonista

- Onde Antônio Augusto? respondia o narrador do jogo que estava em andamento.

E aí ele vinha e dava o seu informe.

Hoje o AA, como é conhecido, tem um espaço na Pampa AM, das 22 horas em diante.Geralmente só dá pau nas outras emissoras. Principalmente gosta de atingir o Luiz Carlos RECHE da Guaíba, mas nunca cita seu nome....

RECHE é um desafeto de AA porque ao que parece foi destituído da Guaíba pelo atual chefe de esportes da emissora. E ele não o perdoou....

 


Tairo Fontoura Arrial


Nascido em 09.04.1945 em Quaraí(RS) Filho de João M. Arrial e de Dalila Fontoura Arrial. Morou na rua José de Alencar, 922/402.

Trabalhou na rádio Guaíba onde foi chefe de reportagem. Hoje está em ´Brasília. É casado com Sônia Beatriz( 29.10.1950) e de pai de Christian( 13.01.1975).

 


Marco Antônio Schuster


Marco Antônio Schuster é o atual editor da revista PRESS. Nascido em 31.01.1954 em Joaçaba,Santa Catarina. Filho de Carter S.G. Schuster e de Nair Franzmann Schuster. Morou na rua Vieira de Castro 171/01. Foi repórter na Cia Jornalistica Caldas Junior.

É casado com Ana Lúcia(14.02.1957)

 


Marcos Leão Profes

Nascido em 22.03.1944, filho de Paulo Profes e de Adélia Profes. Morou na Gal. Vitorino 72/33
Trabalhou na rádio e TV Gaúcha( hoje RBS TV) e foi o criador da TV Rodoviária, uma invenção que não deu certo na época. Na Gaúcha e na TV Gaucha era contato comercial.

É casado com Silvia Maria (07.01.1948).


José Otávio da Rosa Ferlauto

Autor de alguns excelentes livros - como um sobre Tiago de Moraes, e o Receita de Bandido, sobre a vida de Toninho Carne Seca.

Morreu há dois anos, quando residia em Floripa. Nasceu em 11.07.1951 em Porto Alegre, filho de Ilme Italino Ferlauto e de Clara da Rosa Ferlauto. Morou na rua São Luiz, 631. Foi repórter "A"( o top dos repórteres" da Zero Hora.

Teve de companheira Maria Lucia ( 15.08.1952) e os filhos Anda(21.10.1972), Tiana( 08.05.1976), Emanuel ( 02.06.1977) e Liza( 16.12.1979).

Além da ZH, como repórter especial, o desaparecido colega trabalhou também em Novo Hamburgo, como repórter, para a Cia Jornalistica Caldas Junior(Hoje do Grupo Record).

Dedé,como era conhecido entre seus colegas, faleceu em Floripa, de problemas com o fígado.

 


Desenvolvimento rural

 


FESTA DO MEL COMERCIALIZA UMA TONELADA DO PRODUTO
PRODUTO LOCAL, SAUDÁVEL E BASTANTE VALORIZADO ECONOMICAMENTE FOI A ATRAÇÃO NA PRAÇA XV DE NOVEMBRO

Sábado (10/07) marcou a realização da quinta edição da Festa do mel de São Borja na praça XV de Novembro. A organização foi da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Emater e Associação dos Apicultores de São Borja (AASB). Nesta edição, 12 apicultores apresentaram seus produtos e distribuíram amostras de mel para os visitantes.
A abertura oficial aconteceu na parte da manhã e contou com a presença do Prefeito Mariovane Weis, do Secretário de Desenvolvimento Rural Odilon Bilhalva da Silva e dos vereadores Roque Feltrin e Farelo Almeida, demais secretários municipais e autoridades locais.
No ato de abertura, o Prefeito Mariovane Weis destacou o projeto de inclusão de produtos feitos a base de mel na merenda escolar, aliando a forma de incentivar o produtor. “Este projeto já está em fase adiantada e ainda neste ano, já teremos a aquisição de produtos para ser distribuídos às escolas municipais”.
Ao se referir a frase “Meu dia pede mel”, criada pela Confederação Nacional de Apicultura (CBA) para incentivar o consumo do mel, o presidente da Associação dos Apicultores, Ory Andreola, ressaltou que São Borja consome 150 gramas de mel por dia, mais da média nacional que é de 30 gramas. Conforme ele, atualmente, quatro mil colmeias sustentam a produção anual de 40 toneladas e é vendida para a empresa Apicomel, da cidade de Jaguari, que exporta o produto para diversos países, principalmente para os Estados Unidos. A expectativa, segundo Andreola, é de chegar a 100 toneladas até o ano que vem. Para isso, será intensificada pela associação, a busca de novos produtores de mel. Ori Andreola estima que foram comercializados aproximadamente uma tonelada de mel nesta edição.
Junto a realização da festa aconteceu a quarta edição do melhor mel considerando dois tipos básicos do mel, o claro e o escuro. Na categoria mel claro foram inscritas oito amostras do produto. A colocação ficou a seguinte: Em primeiro lugar, Ivonie Marques da Silva; em segundo empate entre os apicultores Neuza Dedé e Lidenor Gampert; e em terceiro Arizoli Rodrigues de Córdova. Na categoria mel escuro nove amostras foram inscritas. Os vencedores foram: Em primeiro lugar Vinícius Gampert; em segundo, Lidenor Gampert e em terceiro, Regina Rojas Kath. Houve também o primeiro concurso do melhor estande ficando em primeiro lugar: Lidenor Gampert; em segundo: Ori Andreola; e em terceiro: Denilson Pereira.


Fonte: DECOM/PMSB


Assistência Social


ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMPLETA 20 ANOS

Um ato na Praça XV de Novembro nesta terça-feira (13/07) marcou a comemoração dos 20 anos da criação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Estiveram presentes o prefeito em exercício Jefferson Homrich; o líder do governo na Câmara de Vereadores, Jeovane Contreira; o presidente Comdica, Antonio Carvalho; a coordenadora do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Waleska Barbosa; a presidente do Conselho Tutelar, Maria de Lourdes Londero Martins; e conselheiras tutelares.
A lei, criada em 13 de julho de 1990, considera todas as crianças e adolescentes brasileiros, independente de sua posição econômica e social, sujeitos de direitos e beneficiários de políticas públicas de proteção integral. Cabe ao Estado, à comunidade, à sociedade e à família o dever de garantir os direitos.
O prefeito em exercício Jefferson Homrich enfatizou o compromisso da administração através de políticas públicas para crianças e adolescentes: “Através da integração de diversas secretárias, o município reforça cada vez mais os cuidados. Nesta semana está em andamento uma campanha de combate as drogas, com o objetivo de prevenir e esclarecer nossos jovens sobre este importante tema”. O vereador Jeovane Contreira também elogiou o esforço conjunto realizado pelos diversos órgãos ligados ao tema.
Desde a regulamentação do ECA, inúmeros programas de prevenção e promoção da qualidade de vida de crianças e adolescentes são desenvolvidos em âmbito municipal. No mês passado foi lançado o projeto Ciranda que Protege, que envolve projetos sociais desenvolvidos pelas secretarias do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (SMTASC); Saúde (SMS); Educação e Cultura (SMEC); Turismo, Esporte, Eventos e Juventude (SMTEEJ); e Relações Institucionais (SMRI). Integram este programa o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), Conselho Tutelar, Centro de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Cededica), Primeira Infância Melhor (PIM), Serviço Sentinela, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Projovem Adolescente e Projovem Trabalhador.


Fonte: DECOM/PMSB

Trânsito


DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO RECEBE CAPACITAÇÃO DE AGENTE DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL

Visando melhorar as condições do trânsito na cidade, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Obras e Trânsito (SMSUOT) realizou na sexta e segunda-feira (09 e 12/07) uma palestra direcionada aos fiscais de trânsito com o agente da Polícia Rodoviária Federal Mauro Roberto de Oliveira Rodrigues.
Os encontros abordaram as novas resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), com referência aos procedimentos de abordagens, moto-fretes e moto táxis. Também foram discutidas as resoluções 303 e 304/2008 que dispõe dos estacionamentos destinados à idosos e deficientes, e da resolução 242/2007 que trata da utilização de aparelhos geradores de imagens (DVD) em veículos.


Fonte: DECOM/PMSB


RECICLAGEM

 



Prefeitura intensifica coleta seletiva
Lixos reciclável e orgânico são recolhidos em horários diferentes

A Prefeitura, através da secretaria de Serviços urbanos, obras e trânsito está aumentando os esforços para a coleta seletiva. O recolhimento dos lixos seco e orgânico (restos de produtos alimentícios) são realizados de segunda-feira à sábado, de acordo com a área da cidade, normalmente pela parte da manhã e em dias alternados.


Crédito: DECOM/PMSB

Mapa da coleta de lixo



Atualmente a produção de lixo em São Borja é de 40 toneladas por dia. Para sua coleta e destinação adequada, a Prefeitura gasta anualmente R$ 3 milhões. Já o recolhimento de material reciclável equivale a apenas 90 toneladas por mês. A venda dos produtos beneficia 30 famílias da Cooperativa dos recicladores de São Borja (Cooreciclar), gerando renda aos cooperados.

De acordo com o secretário Sidnei Fenerharmel a coleta seletiva também traz vantagens ao meio ambiente, pois há o reaproveitamento dos materiais, diminuindo a quantidade de lixo descartado. “Essa redução gera menos gastos à Prefeitura, economia essa que pode ser revertida para investimentos em outras áreas”, afirma Fenerharmel. O secretário explica ainda que a Prefeitura está implantando um sistema de compostagem, que transforma o lixo orgânico em adubo.

Mudança de hábito - Além da reciclagem, o secretário aponta a mudança de hábito da população como um dos pontos diferenciais do processo ao substituírem as sacolas plásticas por retornáveis. “Precisamos pensar e agir com base nos 3 R´s: reduzir, reutilizar e reciclar”, destaca.

O que pode ou não ser reciclado

São considerados materiais recicláveis o vidro, plástico, papel, papelão, ferro, aço e alumínio. Já o que não pode ser reutilizado e deve ir ao aterro são materiais como fraldas, papel higiênico e absorventes.
Outra observação importante é o descarte de pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes, pois contém mercúrio. De acordo com a legislação, esses produtos devem ser devolvidos para a loja em que foram comprados, apresentando a nota fiscal. Esses materiais são altamente poluentes e se colocados junto com o lixo 'comum' podem contaminar o solo e a água.

Tempo de decomposição
- Filtro do cigarro e chiclete: cinco anos
- Latas de alumínio: mais de 100 anos
- Sacolas plásticas: 10 a 20 anos
- Vidro: um milhão de anos
- Pneus: tempo indeterminado
Para mais informações sobre os horários e dias da coleta seletiva e de lixo orgânico, entre em contato com a empresa responsável: Nova Era - 3431-7735.




EDUCAÇÃO



Seminário aborda educação inclusiva

Cerca de 950 profissionais da educação estiveram reunidos nos dias 19 e 20, na terceira edição do Seminário Regional de Educação Inclusiva – Direito à diversidade. O encontro, que aconteceu no Clube Recreativo Samborjense, promovido pela Secretaria Nacional de Educação Especial do Ministério da Educação (MEC) em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação.

Estiveram presentes o vice-prefeito Jefferson Olea Homrich, representando o prefeito Mariovane Weis, a secretária de Educação e Cultura Ana Cláudia Gattiboni Dutra, a secretária de Educação Especial Cláudia Dutra e representando a 35ª Coordenadoria Regional de Educação, Sandra Franco.

Direcionado aos educadores e funcionários de escolas municipais e de outras 13 cidades da região, o seminário incluiu palestras sobre temas como deficiência mental, superdotados, atendimento educacional especializado e transtornos mentais.
Ao se referir as edições anteriores, a secretária de educação e cultura do município Ana Cláudia Gattiboni Dutra, salientou que cada seminário trouxe uma temática diferente. Segundo ela, está previsto para o mês de setembro, uma formação de professores que atuam em estruturas multifuncionais, as chamadas salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE).

Dando continuidade a semana de qualificação dos educadores, a secretaria Municipal de Educação e Cultura realizará nesta quinta e sexta-feira, a partir das 8h, formação continuada para professores que atuam em escolas de ensino fundamental. A capacitação ocorrerá nas escolas Sagrado Coração de Jesus, Vicente Goulart, na Sala do Servidor da prefeitura e no plenário da Câmara de Vereadores. Durante os dois dias, a programação incluirá palestras com profissionais especializados em diferentes áreas.


Crédito: DECOM/PMSB

Abertura do seminário


NOTAS:

São Borja sediará nos dias 31 de julho e 1º de agosto a Festa do Peixe, no cais do Porto. Haverá concurso de pesca de barranca, venda de peixes, corrida de chalana, apresentações artísticas, exposição de materiais de pesca, amostra de artesanatos e outras atrações. A festa é uma realização da Prefeitura através da secretaria de Desenvolvimento rural com apoio da Emater, Associação dos pescadores e Colônia de pescadores Z-21.

Prefeitura Municipal de São Borja



Coleguinhas

 


*Morreu, em casa, no último domingo, dia 18/07, o coleguinha Paulo Moura, do Correinho. Trabalhou muitos anos naquele veículo.


*Ontem,Rogério Mendelski, disse na Guaíba que Mário Quintana era " apaixonado" pela Baiana(Liana Milanez), que foi produtora do Agora, na Guaíba. os três tomavam café na Caldas e Quintana, mesmo diabético, comia quindins.


*Uma vez tinha a intenção de escrever sobre Mário Quintana, mas queria escarafunchar alguma coisa da sua sexualidade, que sempre foi um mistério....Dizem até que a sua literatura seria uma manifestação da sua (falta de ) sexualidade.

*Eu conheci muito pouco o Quintana. Falei uma ou duas vezes com o poeta....Uma vez fui entrevistá-lo junto com um colega e ele estava dormindo no Cine Cacique.

*Mário Quintana tinha um lado oculto que poucos conhecem, ou não querem conhecer....Sua solidão era demolidora. Passava as noites de sábado, sozinho, na redação do Correio do Povo. Ele e a faxineira que fazia limpeza da sala....

E ficava olhando filmes antigos que passavam na tevê. Era como se a redação do Correio do Povo fosse sua casa.

*Segundo o Floriãnão ,que era quase amigo do Quintana, o poeta era de um mau humor insuportável,quando queria ser.

Ou quando estava: uma sexta, Florianão Correa foi levar um delegado de polícia num boteco onde Quintana tomava,sozinho, seu trago,melhor dizendo, seu liso de cachaça.
E quando foi descoberto, Quintana reagiu de forma estúpida de modo a espantar o delegado que reagiu:
- Não quero mais nem ouvir falar deste cara...

Fãs são assim:chatos e esperam afeto,digo eu!

 

Recebo da Nadilce Zanatta, filha do primeiro taxista de Serafina!




Fin che go rivà qua.
Sim sou casada há 27 anos com um 'milico' da BM. Major dos bombeiros, já na reserva (63 anos).
Uma filha de 23, que cursa jornalismo aqui na UCS. Moramos aqui há 28 anos.
Mas enquanto ele estava na ativa rodamos o Estado, PFundo, Erexim, Carazinho, Sta Cruz, Vacaria....e la stória la ze longa.
Sei que tu esteve em Serafina e que lançou livro, etc.
Te admiro muito.
Eu escrevo, participo de vários sites.
Tenho um blog http://escrevendootempo.zip.net, mas andaram mexendo nele, tive que reformular até o link, agora começando de novo.
Acho que ofendi alguém...

FELIZ DIA DO AMIGO.
Grande abraço.

Festival de Massas

 

Como bom fofoqueiro do Alto Taquari, o Mazza quer mais detalhes da lama que rola em Serafina. Mas ele estará no festival da Massa de Serafina ao qual acho que vou também. Minha irmã me aconselhou a não ir agora...Santo Deus, que crime cometi?( escrever um livro às vezes assusta algumas pessoas....que bobajada....!!!!)

 

01)- Me dê mais detalhes.
02)- Vou estar em Serafina no domingo. No Festival de Massas.

mazza

 


Medo de Charge

 

A charge do Marco Aurélio na ZH de ontem,dia 20.07 pode ser a pá de cal em Alceu de Deus Collares. Me disse o Wilson Vargas da Silveira,quando fui entrevistá-lo prum livro, em 1994, que o " compadre" como ele chamava Brizola só tinha medo de uma coisa em jornal da c harge:e a de ontem na ZH foi mortal no Collares.


 

JCTerlera

 

A salinha JCTerlera em dia de

trabalho normal....


salinha JCTerlera


salinha JCTerlera

 



Desde São Borja


O vereador Celso Lopes(PDT) tentará se credenciar junto ao partido para sair candidato a prefeito na eleição de 2012. O PDT está na prefeitura com Mariovane Weis, que cumpre seu segundo mandato.

Neste momento, Celso apoia a candidatura de Juliana Brizola (PDT) a deputação estadual.

 

Memórias

 


Brizola é homenageado

Brizola em agosto de 2003 é homenageado nos porões do Palácio Piratini. Ficou lá uma placa que recorda o movimento da Legalidade,tão cantado em prosa e verso.

Aparecem na foto o governador Germano Rigotto e inúmeras figuras ilustres da política ligadas principalmente ao PDT.
O repórter Felipe Chemalle, que neste dia cobriu para Bandeiras este evento, disse que assim que ele terminou, os repórteres foram entrevistar o governador Rigotto que enalteceu a memória de Brizola:
- Ele está com uma excelente memória, vocês tem que tomar os depoimentos dele logo...E aí Rigotto quase traiu,dizendo, antes que ele morra...

Bingo em junho de 2004, Brizola veio a falecer.



Serginho Ross

Serginho Ross volta a contribuir com este blog. Durante muito tempo duvidei que ele tivesse jogado no Grêmio, o imortal do Olímpico.Até que um dia o Luiz Zanluchi, de Serafina , que foi interno com o Serginho no Conceição em Guaporé me disse que o baixinho jogava muita bola..." Quando ele queria,decidia um jogo" disse Zanluchi.


Iraldo Artussi

Iraldo Artussi, um fotógrafo que deixou marcas em Serafina, aparece nesta foto dos arquivos da família Massolini,durante a inauguração do Jardim Itália pelo governador Ildo Menheghetti.

Muitas histórias se contam a respeito do Artusi: que era lento...que esquecia de botar filme na máquina e por aí afora.

Mas o Romano que tem um estúdio em Serafina me disse que até hoje ele é procurado na cidade pra reconstituir ou refazer fotos que o Artusi fez no município.
Luiz Zanluchi também lembra que Artussi tinha o vício de esquecer de botar o filme na máquina:
- Quando fiz 25 anos de casado, eu queria que o fotógrafo fosse o Nelson de Villa ( sobrinho do Artussi) mas a Maria esposa do Zanluchi
quis que fosse o Artussi. Resultado: metade dos filmes não saíram,lamenta até hoje Zanluchi.

Coleguinhas

 

Na segunda, não sei porque motivo, o Rogério Mendelski disse na Guaíba que um dos aniversariantes do dia era o BETO do Gambrinus. Fui lá dar um abraço no BETO,que conheço, mas o BETO só faz aniversário em 3 de agosto. De onde o comunicador tirou isto?


Engraçado porque uma vez mandaram pro Mendelski um parabéns pelo dia do seu aniversário e não era: ele fez um ESCANDALO na Gaúcha!

 

DESDE SÃO BORJA!

 


Opções não faltam
para os trabalhistas!


Para os trabalhistas de São Borja - a "Terra dos Presidentes" - ao que tudo indica não faltaram opções para votar nesta próxima eleição ao legislativo estadual. Tem duas novidades de peso: Juliana Brizola, 34 anos,vereadora de Porto Alegre, que tem "semeado" em São Borja estando sempre presente nos últimos dois anos em eventos que digam respeito ao trabalhismo e Cristhopher Goulart, neto de Jango Goulart( é filho de João Vicente) que também tem sido visto com muita frequência no município nos últimos três anos.
Estes dois são a novidade,digamos assim.

Mas há ainda o candidato Adroaldo Loureiro que tem o apoio do vereador Roque Feltrin(PDT). Este vereador é um dos " prefeituráveis" na eleição de 2012.

Tem ainda o "barra-fundense"( de Barra Funda) Reinaldo Nicola, que além de vereador em Sarandi( pelo antigo MDB) foi prefeito pelo PDT por Barra Funda e duas vezes prefeito de Sarandi, pelo PDT. Neste momento, parte do gabinete de Mariovane Weis(PDT) apoia a candidatura de Nicola.

- Recebi um telefonema do Weis que me perguntou: ué, tu não queres os votos de São Borja, disse--me Nicola, há cerca de 40 dias atrás, quando o entreviste pra este blog no seu " bunker" de Sarandi, num sábado de manhã, pouco antes dele partir para a Zona Sul do Estado(Piratini) onde no domingo almoçaria com o diretório local do PDT.

Adroaldo Loureiro ainda usa o fato de ser parente "distante" de Jango Goulart na " Terra dos Presidentes".
Loureiro, cuja candidatura está sob judice, continua fazendo sua campanha normalmente.

" Não sei, acho que ele vai morrer se não o deixarem concorrer" me disse sua irmã,Glaci, que é médica e que sabe quanto o irmão ama a política.

Já a deputado federal, os trabalhistas de São Borja contam com dois candidatos que buscam votos na terra natal de Getúlio Vargas: Affonso Motta( que é do Alegrete) é apoiado pela classe rural e o atual presidente do legislativo estadual, Giovani Cherini, que concorre a deputação federal. Este último conta no município com o importante apoio de Farelo Almeida(PDT) um vereador muito popular, bom de voto e que é seguramente um dos que irão disputar a condição de candidato a prefeito pelo partido em 2012.

 

Candidaturas

 

Desde Sarandi(RS)

O Ex-prefeito de Barra Funda e de Sarandi( 2 vezes) candidato a deputado estadual pelo PDT teve sua defesa feita pelo advogado Albrecht,de Sarandi.Acreditam em Sarandi que o ex-prefeito deverá " safar-se" da acusação de improbidade administrativa que o Ministério Público Eleitoral lhe imputa.

Coleguinhas

 

O Paulo Santana, na coluna de ontem,dia 20.07 - La Belle de Jour - confessa que deu adeus a uma das três fontes da alegria de viver,segundo o terapeuta William Reich:trabalho,amor e sexo!

 

Coleguinhas

 


Flávio Pereira, da Pampa e do Sul, passa seas horas aqui na salinha JCTerlera fazendo contato com coleguinhas. Não jornalistas, mas advogados.Ainda mais agora que estamos à véspera das eleições, com muitos conhecidos do Flávio, que são políticos, metidos em rolos.....

Flávio, como se lembra, defendeu Eloi Braz Sessim, em Tramandaí, que se safou da mais recente lista da Ficha Limpa, do Ministério Público Eleitoral.É competente este Flávio,hein???!!!!

Candidatos

 

Oseas, conhecido como " pastor da Corneta" é uma das apostas do senador Sérgio Zambiazi(PTB) pra entrar na Assembléia Legislativa do Estado.Mas está com problemas na prestação de contas da última vez que concorreu. Ontem, o advogado Flávio Pereira corria atrás de um bom advogado a pedido de Sérgio Zambiazi.

 

 

Congestionamentos na BR-116

 


Está " insuportável" a situação da BR-116 na grande Porto Alegre,leia-se da capital até Novo Hamburgo. Pra sair, leva-se uma hora e meia no horário do pico. Na vinda pra capital no pico também demora-se quase uma hora e meia.


Besson

 

O enterro do vereador Erwino Besson(PDT-Porto Alegre) será esta manhã, às 10 horas, no Cemitério João XXIII.

Morreu ontem, as 5 h30 minutos, no hospital Beneficiência Portuguesa, em decorrência de um AVC.Tinha 65 anos e era muito ligado às comunidades italianas do Estado todo. Tinha votos na Zona sul de Porto Alegre.

 

Cuidado com a Copa do Mundo de 2014!
Já matou dois!

 


O vereador Erwino Besson era padeiro. Tinha quebrado por causa da política era o que se comentava,ontem. Era também um dos encarregados da Copa 2014. Já tem gente com medo desta Copa: morreu um indicado, filho do Raul Regis Freitas Lima, que era o que cuidava da Copa 2014, pelo governo do Estado.

Agora foi o Erwino Besson

O Cinquentenário
de Serafina

 

 

Sobre Filó:

Identifiquei numa das fotos neste blog o escritor Ademir Antônio Bacca. Sorte tem ele que " ganha" a vida jogando cartas. Era no tempo que assessorava o Geraldo Pecin considerado meio Loucão. Eu não o conhecia nesta época, apenas ouvia falar dos seus livros.Ele foi no lançamento do meu livro COSÌ LA ZE STATA e conversamos um pouco.O Bacca ficou de me enviar um livro dele. Estou no aguardo,...ou na capi, como dizia aquele maluco beleza da agência de propaganda Standart, num história que o Beto Callage me contou. Ah, em tempo: O Ademir Bacca é serafinense, mas há muitos anos homiziado em Bento,tchô, a terra do Serginho Ross. Por sinal, ele ficou de mandar histórias de Brasília que os leitores estão a reclamar, como dizia aquele português castiço.


Sobre meu livro Così...

Meus sobrinhos èdro e Gabriela, filhos do " Malão-mor Paulo" ( e da Sandra) andaram em Serafina uns dias e pra chegar lá refizeram o caminho do BENTINHO,por Nova Prata como minhas irmãs chamavam o ônibus da empresa Bento que vai por Nova Prata e que demora um século pra chegar a Serafina. È que é um pinga-pinga brabo...
Mas tiveram como missão ler o meu livro COSÌ LA ZE STATApros meus pais, que são dois velhos de mais de 80 anos e que os olhos não os ajudam mais...

O que o meu sobrinho Pedro mais gostou foi a história de um colono que ,coitado, no meio daquelas grotas, não conhecia sexo. E depois que casou, ele sabia era dar duro na roça da manhã à noite. De noite,quando a mulher o procurava ele não entendia nada e virava pro lado pra dormir.
Um dia ela não colocou calcinhas e na hora da colecion(lanche) no meio da manhã, ele se espantou vendo a fritola da esposa. E não entendeu o que era: jogou sua polenta quente no orgão sexual da mulher, gritando ainda por cima:

- Que ranha(aranha) peluda, que ranha peluda...


Pra ver como são as crianças de 10,11 anos de hoje em dia. Tri espertas. Nós é que éramos babacas naqueles anos em que fomos criados abaixo de uma enorme repressão exercida pela Igreja Católica e de uma ignorância dos pais que também pouco e o nada sabiam transmitir educação aos filhos..

Sobre isto, e o fato está no " Così La ze stata" o dentista Luis Carlos Montanari quando foi dentista em Serafina começou trabalhando no Sindicato dos Trabalharoes Rurais. E lá logo notou que os colonos não tinham a menor noção de higiene bucal. Fez então uma parceria com o prefeito Egydio Chiarello( que por ser filho de colono deve ter entendido isto) e passou a nos fins de tarde ensinar como se faz a limpeza da boca nas capelas. No final da pequena aula que dava, sempre tomava um refri da capela. Sempre perguntava quanto era. Nunca lhe cobravam. Mas um dia numa capela perguntou, e o cara que atendia o bar não teve dúvidas: cobrou-lhe até o refri,embora ele estivesse ali para ensinar.

Esta sua atitude foi interpretada por colegas dentistas de Serafina como se ele estivesse " fazendo reserva " de mercado. MOntanari desgostou-se com isto e mais outros dados que viu na cidade, separou-se da mulher e resolveu dar adeus a cidade.
HOje segundo ele vive muito melhor em POrto Alegre. Pra Serafina, apenas volta quando é solicitado pela prefeitura para alguma homenagem ao seu pai que foi duas vezes prefeito lá.

 

Frio em Serafina

 

Olides,

Acabei de olhar teu blog e ver minha foto.
Bacana você ter publicado a imagem.

Mas, peço a gentileza de grafar corretamente o meu nome
E de te passar mais informações sobre o frio aqui em Serafina Citty.
Na quinta-feira de manhã, às 8h da matina eu fui até o termômetro da Praça da Matriz e ele estava marcado zero graus.
Fotografei para provar e te passo a imagem.

A sensação térmica nestes dias é ainda mais baixa!


Frio em Serafina


Agora, quanto ao meu nome...
É Deise Cristina Meneguzzi e faço parte de uma banda serafinense que se chama PorAcaso,
Aliás, a gente tem tocado em vários eventos, inclusive no primeiro Encontro de Motociclistas aqui da cidade,


Banda Por Acaso


Que fez parte da programação de Cinquentenário de Serafina Corrêa.
Aproveito e te passo fotos da gente, no 1º Serafina Moto Fest, que aconteceu nos dias 03 e 04 deste mês.
A banda é formada por Deise (vocal e violão), Zilo (vocal e Guitarra), Gabriel (teclado, sax e vocal), Leno (baixo) e Brasil (bateria).


Banda Por Acaso


E a gente não toca só rock não, manda a ver no que considera música boa e que agrada os mais diversos ouvidos.
Se quiser divulgar, agradecemos.

Um grande abraço e amanhã te passo a matéria sobre o teu livro.
Obrigada.

=]

TODT / VANZINI

 


O sofisticado bairro Moinhos de Vento está ganhando casa especializada exclusivamente na venda de produtos tradicionais do Uruguai. O estabelecimento, liderado pelo empresário uruguaio Marco Vanzini, acaba de abrir suas portas num endereço nobre da Capital: Rua Félix da Cunha, nº 1143, em frente ao Moinhos Shopping. A proposta é a comercialização de produtos de primeira linha, que os gaúchos habitualmente adquirem em suas viagens ao País vizinho. O destaque fica por conta dos produtos alimentícios como alfajores, doce de leite e condimentos, como o chimichurri e o adobo, além de outros, como massas e arroz saborizados, sopas cremosas, caseiras e instantâneas. A loja também vende os premiados vinhos tannat da Antigua Bodega Stagnari. Maiores informações também podem ser obtidas pelo fone (51) 3237.4990.

Todt Comunicação

 

TODT / Toniolo Busnello

 

A Toniolo Busnello figura entre as empresas agraciadas com o Prêmio Qualidade RS 2010 em reconhecimento ao desempenho destacado na área de gestão. Atuando no setor de construção pesada em nível nacional, a empresa aderiu ao Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP) em 2004 e desenvolve intensa mobilização de seus quadros diretivos e colaboradores na busca da Excelência em Gestão. Na edição de 2010 do Prêmio Qualidade RS, a Toniolo Busnello conquistou o Troféu Bronze. A entrega da premiação ocorrerá no dia 20 de julho na Fiergs.


Todt Comunicação

 

Dia do carreteiro da Farsul!

 

Uma das que foram pegar um pratão de carreteiro foi a Rosinha Loureiro, da salinha JCTerlera, que aparece na foto. Atrás dela, o Nelson ,do site Factus e Foctus, só que ele não está enquadrado.

As fotos são da Farsul.



carreteiro


carreteiro


carreteiro

 

 

Recebo e publico


Quero dizer que fui colega da Claudia com quem sempre mantive uma relação de coleguismo.

Aos parentes, meu conforto. O editor!



Prezado jornalista Olides Canton.
Li em seu site na Internet noticia sobre a Claudia, onde o senhor cita a falta de informações sobre seu destino.
Sou o irmão mais velho da Claudia e, para seus registros, informo que ela faleceu no dia 12 de novembro de 1992, no Hospital de Clínicas, após valorosa, porém inglória, luta contra um câncer uterino. Morreu solteira e sem filhos... Amava a vida e a liberdade. Livre voou para a eternidade...
GILBERTO RODRIGUES

 

Almoço com minha amiga Regina Lanctot

 


Fazia vinte anos que não via minha amiga Regina Lanctot, na casa de quem fiquei nas vezes que estive em Nova Iorque nos anos 90.

Ficamos amigos e ela veio há uns 5 anos atrás pro Brasil, mas não nos encontramos,então. Agora ela veio para o funeral do pai, Plínio, eu fiquei sabendo liguei e ela atendeu.

Ontem almoçamos no Mercado Público e no segundo andar do prédio acabamos num japonês. Tudo a ver,pensei, porque a Regina morou no Japão quando tinha uns 20 anos e pouco.

Ela que é casada com o Roger, um norteamericano, já pensa tudo como os norteamericanos. Me disse que a crise da habitação lá foi séria, que o marido perdeu o emprego, mas que aos poucos os amerianos estão se reerguendo. A Regina me esclareceu ontem um caso que me intigraraquando fiquei na sua casa,hospedado. Ela me havia contado da luta que fora quando eles no Japão tiveram que mandar as cinzas de um colega peruano que morrera na casa de estudante onde todos se hospedavam.

A Regina depois de muita luta conseguiu que as cinzas do colega peruano fossem embarcadas num avião da Varig.

Eles,me contou ela ontem, ainda queriam mandar apenas parte das cinz as para diminuir as despesas mas nós conseguimos que fossem embarcadas todas.

Não sem uma pequena ponta de orgulho, me vi em Lima, trinta e tantos anos atrás, caminhando por meio daquelas " barriadas".

 

 

Declarações "criam"
clima no PDT!

 


Algumas declarações de candidatos a deputado federal e estadual quanto a substituição do atual candidato Pompeo de Mattos dadas a ZH na última sexta criaram um verdadeiro alvoroço no PDT. Assessorias não pararam de atender prefeitos que ligavam do interior querendo saber notícias....

Deram a corda e ele se enforcou disse um assessor a respeito da declaração do candidato Affonso Motta que se " escalou" pra ser o vice,no caso de Pompeo não poder prosseguir....

Candidatos

Fonte: www.al.rs.gov.br

deputado Adroaldo Loureiro

O deputado Adroaldo Loureiro, do PDT,candidato à reeleição, prosseguiu neste final de semana suas andanças pelo interior quando esteve em Santa Maria, São Sepé, entre outras localidades. Ele é um dos deputados do PDT que a Procuradoria Regional Eleitoral estaria tentando impugnar a candidatura porque teria sido atingido pela Lei da Ficha Limpa.

A assessoria de Loureiro explicou que cabe recurso e que a campanha pela reeleição de Loureiro prossegue normal.

A assessoria distribuiu cópia do voto do Ministro do TSE Marcelo Versiani no julgamento sobre o uso dos albergues que diz o seguinte:
- RO número 1.441/RS.


Também não há comprovação de que os recorridos utilizem a estrutura da casa de apoio para fins eleitorais. Como já esclarecido, não foi comprovada a distribuição de propaganda eleitoral no interior da casa, e, em conformidade com os depoimentos prestados, em geral, são as secretarias de saúde dos municípios que encaminham os pacientes ao albergue.

Não pode ser desconsiderado, também, que essa prática não foi objeto de qualquer questionamento ao longo dos anos. Ao contrário, a Corte Eleitoral gaúcha,ao apreciar o funcionamento de um determinado albergue, nos idos de 1998, considerou ser uma altiviade lícita.

Entendo,dessa forma, que a manutenção de albergue,já de longa data, com o fim de hospedagem aos necessitados, dissociada de outros elementos, não caracteriza o abuso de poder econômico, voltado pra o comprometimento da eleição.

Em que pese meu entendimento em relação à ausência de abuso e de falta de potencialidade, faz-se relevante considerar o posicionamento deste Tribunal a respeito do tema.

No julgamento do Recurso Ordinário número 1.44?RS, no qual se discutiu a mesma matéria dos autos, esta Corte, por maioria, tendo como base o voto médio proferido pelo Ministro Arnaldo Versiani, decidiu pela existência de pontecialidade lesiva dos atos, apta a acarretar a aplicação da pena de inelegibilidade.

Dessa forma, ressalvando meu ponto de vista e prestigiando o entendimento majoritário desta Corte, voto no sentido de dar provimento parcial ao recurso ordinário, para decretar a inelegibilidade dos recorridos pelo prazo de três anos, a contar da eleição de 2006.

É o voto."

Debate de sexta,
na rádio Guaíba

 

 

Sinceramente, o debate dos candidatos na rádio Guaíba foi um buzinação só...Buzinavam pra avisar que faltava 10 ou 15 segundos, buzinavam pra tudo. Os candidatos se perderam várias vezes com as campainhas que tocavam todo hora....

Vários deles protestaram algumas vezes. O Rogério Mendelksi até que conseguiu dar um desdobre e conduzir numa boa o programa, que não estava tenso.

Faltou de novo a governadora Yeda, como havia faltado no debate da Gaúcha. Deixa ela fora mesmo, está totalmente sem chance....

A explicação oficial é que como os debates são em horário de expediente ela não pode deixar de trabalhar pra participar deles. Mas porque então não se licenciou do cargo???
Ah, tem paciência, tá se fazendo....mas vai se fazer até o dia 3 de outubro e olhe lá...

O primeiro round foi entre o candidato Ruas, do PSOL. É que Tarso,espertamente ,perguntou a Ruas se ele aceitaria o PDTY no seu governo e o que ele achava de Brizola e de Darcy Ribeiro. Fez a tradicional levantadinha pra ele mesmo responder...
ESperto o ex-ministro,hein....???!!!!!

Estes debates em rádios dão muito pouco IBOPE. Quem trabalha em rádio sabe que a audiência baixa muito quando eles acontecem...

Um participante do Jornal Gente da Band AM, diz já ter solicitado à emissora para não convocá-lo a participar quando os candidatos fizerem o debate ; Justamente porque ele sabe que será ouvido por pouca gente...Modesto o rapaz, hein!!!

PREFEITURA DESENVOLVE PROJETO
DIRECIONADO À VESTIBULANDOS

 



CAFÉ LITERÁRIO ORIENTA ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO SOBRE AS LEITURAS OBRIGATÓRIAS PARA O VESTIBULAR

Entrar em uma universidade pública ou particular, é o sonho de centenas de estudantes. Para quem está finalizando seus estudos uma boa dose de leitura é necessária se o aluno almeja ingressar no ensino superior. Desta forma, a Biblioteca Pública Getúlio Vargas, órgão ligado ao Departamento de Assuntos Culturais (DAC) Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) está realizando a programação “Café Literário”. A ação faz parte das homenagens aos 50 anos da biblioteca, comemorado no dia cinco de julho.
A ideia é preparar os jovens estudantes do ensino médio para enfrentar o vestibular e incentivar o hábito da leitura. O projeto prevê a apresentação de palestras com a professora de literatura Cristiane Araújo e é direcionado aos alunos concluintes do ensino médio. Ao todo, serão realizados quatro módulos que também são abertos à comunidade.
Os dois primeiros módulos aconteceram nos dias 13 e 15 de julho e foram dirigidos aos alunos do Colégio Estadual São Borja (CESB). Para os dias três e dez de agosto, a ação será desenvolvida para os estudantes do Colégio Estadual Getúlio Vargas.

Crédito: DECOM/PMSB

Café literário é direcionado aos estudantes do ensino médio e também é aberto para a comunidade


DEZ DICAS DE COMO ESTUDAR AS OBRAS LITERÁRIAS PARA O VESTIBULAR:

Pelo menos duas horas de estudo semanal: uma hora de leitura teórica e uma hora dedicada à realização de exercícios;
A leitura não deve ser superficial;
Ler todas as obras de maneira integral;
Avaliar as questões dos vestibulares anteriores para verificar o nível de dificuldade das perguntas;
A leitura não deve ser analisada somente pelo enredo, é importante saber em que época foi escrita;
Pesquise o contexto histórico do livro. (foco, estrutura narrativa, enredo, linguagem, etc.);
Faça fichas com anotações sobre o enredo e personagens e monte um esquema do desenvolvimento do conflito;
É indicado que o vestibulando se reúna com um grupo de colegas para discutir sobre a leitura feita;
Assista os filmes que foram baseados em obras literárias. Mas deve-se tomar cuidado, porque não substituem a leitura dos livros;
Ler os livros em ordem cronológica, pois assim é possível ter maior percepção das obras;

LEITURAS MÍNIMAS OBRIGATÓRIAS – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM) – 2011

Prova seletiva 1

A poesia, de Gregório de Matos Guerra;
O Uruguai, de Basílio da Gama – Contos I, II e III;
Marília, de Dirceu de Tomás Antônio Gonzaga.

Prova Seletiva 2

Grandes poemas do romantismo brasileiro – Nova Fronteira;
Memórias de um sargento de milícias de Manuel Antônio de Almeida;
O cortiço de Aluísio Azevedo;
Contos de Machado de Assis – Editora L&PM.

Prova Seletiva 3

Libertinagem e Estrela da Manhã de Manuel Bandeira;
A rosa do povo de Carlos Drummond de Andrade;
Antologia poética de Vinícius de Moraes (Companhia das Letras);
Primeiras estórias de Guimarães Rosa;
Laços de Família de Clarice Lispector;
O Continente de Érico Veríssimo (Volume 1);
O matador de Patrícia de Melo;
Eles eram muitos cavalos de Luiz Ruffato.

LEITURAS MÍNIMAS OBRIGATÓRIAS – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) 2011
O Uruguai, de Basílio da Gama;
Lucíola, de José de Alencar;
Poemas de Álvaro de Campos – Fernando Pessoa (Mestre, Meu Mestre Querido!; Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra; Grandes, são os desertos, e Tudo é deserto; Lisboa com suas casas; Todas as cartas de amor são; Ode Triunfal; Lisbon Revisited; Tabacaria; Aniversário; Poema em linha reta).
Memórias póstumas de Brás Cubás, de Machado de Assis;
Contos de Machado de Assis (O caso da vara; Pai contra a mãe, Capítulo dos chapéus)
Estrela da vida inteira, de Manuel Bandeira;
O primo Basílio, de Eça de Queiróz;
Porteira fechada, de Cyro Martins;
Manuelzão e Miguilim, de Guimarães Rosa;
O pagador de promessas, de Dias Gomes;
Feliz ano novo, de Rubem Fonseca;
O filho eterno, de Cristóvão Tezza.


FONTE: BIBLIOTECA PÚBLICA GETÚLIO VARGAS
Prefeitura Municipal de São Borja

 

República do Rock com Levitan e Os Tripulantes e Dingo Bells

 



Terça-feira, 20 de julho, é dia de República do Rock. Nesta edição, sobe ao palco do Teatro de Câmara Túlio Piva, Levitan e os Tripulantes, liderados pelo consagrado compositor Cláudio Levitan. Antes teremos Dingo Bells, banda que vem se destacando no cenário, vencedora do primeiro Concurso Garagem Fnac/Unisinos.
O evento tem início marcado para às 19h30. Os ingressos são adquiridos no local em troca de 1 kg de alimento não perecível. As senhas começam a ser distribuídas uma hora antes do evento. O Teatro de Câmara Túlio Piva fica na Rua da República, 575, bairro Cidade Baixa.
O República do Rock é idealizado pela Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura e promove mensalmente o encontro de uma reconhecida banda de rock da Capital com outra em ascensão no cenário. Apresentação e curadoria do jornalista Léo Felipe.
As próximas apresentações serão no dia 24 de agosto. Os nomes já estão confirmados: Os poETs e Fapo e Os Humanóides.

Mais informações abaixo e no site www.portoalegre.rs.gov.br/smc.


Levitan e Os Tripulantes
www.myspace.com/levitaneostripulantes


O Projeto LP (Longa Peregrinação) é o mais novo lançamento da IQC Records (Independente de Qualquer Coisa, Incorporações Artísticas Globalizante) um audacioso investimento numa das mais promissoras bandas de roquen'roll do sul do mundo: Levitan e Os Tripulantes (conforme o lado que se vê também pode ser conhecida como Tripulan e Os Levitantes).
Como o próprio nome diz, ela é formada pelo Levitan (Cláudio), o comandantantan, na voz e violão de nylon, e por mais quatro jovens e talentosos músicos, Mauro Bruzza nos motores da bateria percussiva, no flap da direita (ou seja, na condução da asa direita do Bólido Cósmico) o guitarrista Alexandre Kumpinski, no flap da esquerda o baixista Leonardo Brawl e como comissário de bordo, Julio Rizzo, no trombone.
Nesse trabalho, encontramos composições que vêm enfrentando longa jornada em busca da luz dos seus ouvidos, todas com a roupagem e a força da nova música P.R.A. (popular de raízes aéreas).
Os Tripulantes estão chegando e devem pousar seu bólido cósmico em lugares que estão acima (ou abaixo?) de Porto Alegre, desta vez no Teatro de Câmara Túlio Piva - no República do Rock. Preparem suas agendas, porque eles não ficam muito tempo na Terra logo partem para o cosmos.


Dingo Bells
www.myspace.com/dingobellsrock



Após sua formação definitiva - em 2006 - a banda aventurou-se em uma diáspora criativa de um ano por alguns países do mundo, que além de outros efeitos, trouxe um estilo storyteller de escrever e compor.
Tendo os membros voltado no ano de 2008, puderam então mostrar a todos o que tinham visto através de suas bocas e ouvidos. Formada por Diogo Brochmann (voz /guitarra), Rodrigo Fischmann (voz/bateria) e Felipe Kautz da Silva (voz/baixo), ou Sebo, Roger e Pirula, como se apresentam, a banda tem como principais influências o estilo irreverente e rock'n'roll das novas gerações e a sustentação teórica do caldeirão cultural dos anos 60 e 70.
Em suas composições exploram seu poderoso vocal em contraposição à crueza de um power trio finíssimo; Com ironia e non-sense as letras nos levam à dimensões simbólicas e surreais da mente. E a Dingo Bells preza por mais do que uma mera apresentação: faz um show de verdade. Os três tocam com um prazer contagiante, já que são amigos de longa data e nada melhor do que música para amaciar o bife da rotina moderna.
Em 2009 a banda gravou o videoclipe da música "A Janta, A colher, e o Banho" que já possui mais de 6 mil views no Youtube. No início de 2010, concorrendo com mais de 70 bandas, foram os vencedores do Concurso Garagem Fnac/Unisinos (1a Edição).


REPÚBLICA DO ROCK * JUlHO / 2010

Local: Teatro de Câmara Túlio Piva (Rua da República, 575 - Cidade Baixa)
Data / Horário: 20/07 às 19h30
Ingressos: 1 Kg de alimento não perecível - (retirada de senhas 1h antes do espetáculo).


---
DIVULGAÇÃO
---
Coordenação de Música
Secretaria Municipal da Cultura

 

PREFEITURA ADQUIRE APARELHO
DE ULTRASSONOGRAFIA

 


EQUIPAMENTO CONTRIBUIRÁ PARA A REDUÇÃO DOS ÍNDICES DE MORTALIDADE INFANTIL E REPRESENTARÁ UMA ECONOMIA DE R$ 72 MIL AO ANO PARA O MUNICÍPIO

Na manhã desta sexta-feira (16/07), a população de São Borja presenciou mais uma conquista para a qualificação e prevenção da saúde no município. O prefeito Mariovane Weis e o secretário da saúde Jefferson Homrich entregaram ao Centro Materno Infantil um aparelho de ultrassonografia. Com recursos obtidos através de solicitação da prefeitura junto ao Ministério da Saúde, o equipamento pode ser adquirido por R$ 69 mil, tendo em vista o esforço da secretaria em negociar o bem por um valor menor. O restante da verba de R$ 120 mil, oriunda do Sistema Integrado de Saúde das Fronteiras (SIS- Fronteira), projeto do governo federal voltado para a integração de ações e serviços de saúde na região fronteiriça do país, será utilizada para a compra de equipamentos para os programas de saúde da mulher e do homem.
A segunda parcela do SIS Fronteira, também de mesmo valor, já tem destino. “A secretaria vai adquirir uma caminhonete para auxiliar no deslocamento dos agentes e profissionais envolvidos na área de vigilância sanitária do município”, relatou Homrich.
Ainda conforme o secretário, a prefeitura está implementando melhorias e reforçando as atividades da Casa da Gestante, espaço destinado às mulheres com gravidez de alto risco e doenças específicas como hipertensão, anemia, sangramento, gestação gemelar e grávidas em vulnerabilidade social. “Em parceria com a Liga Feminina de Combate ao Câncer, vamos transformar o local, tornando-o mais agradável para as gestantes que precisam manter repouso por um tempo prolongado”, enfatizou.
Segundo o dr. Acildo Machado Savian, ginecologista e obstetra do município, o objetivo é manter as gestantes por mais tempo dentro da Casa, evitando assim o aborto espontâneo e a mortalidade infantil, índices ainda altos na região da fronteira oeste, segundo parâmetros do Ministério da Saúde. “As grávidas hipertensas, por exemplo, dependendo da gravidade, podem ter que permanecer por até um mês na Casa da Gestante, para não correrem riscos”.
De acordo com Savian, a iniciativa da prefeitura em adquirir o aparelho de ultrassonografia que proporcionará no mínimo três exames ao longo da gestação, merece destaque para São Borja, já que o recomendável são apenas duas. “Desconheço na fronteira oeste um município que ofereça este serviço gratuito desta forma”.

Crédito: DECOM/PMSB

entrega de aparelho ultrassom


Além de contribuir na prevenção da saúde de gestantes e não-gestantes, o município terá uma economia de aproximadamente R$ 72 mil ao ano, com a aquisição do equipamento. Atualmente, a secretaria da saúde compra do Hospital Ivan Goulart uma cota de 200 ultrassonografias mensais, ao custo de R$ 6mil. Com o novo equipamento, a prefeitura poderá qualificar o serviço, aumentar o número de exames por dia e melhorar o atendimento ao programa de saúde do homem, através da prevenção do câncer de próstata. “São Borja já é um pólo em educação. Estamos também investindo para que em breve nosso município seja um pólo também na área da saúde”, afirmou o prefeito Mariovane Weis.
Para ter acesso à ultrassonografia, a paciente deverá marcar a consulta no Centro Materno Infantil, no Hospital São Francisco, e caso seja necessário, o médico indicará a realização do exame. A meta da secretaria é realizar de 8 a 10 ultrassons em por manhã e à tarde fazer o atendimento de não gestantes e homens, devidamente encaminhados pelo médico urologista do município. Em caso de dúvida, os pacientes podem entrar em contato com a enfermeira responsável pelo Centro Materno Infantil, Karen Vidal, pelo telefone 3431-6945 ou na Secretaria da Saúde pelo telefone 3431-1669.
Prefeitura Municipal de São Borja


Coleguinhas

 


Participei na última quinta do programa Diversidade, na Ulbra TV, do Glei, da Cristina e do Santana. Muito descontraído, mas ao mesmo tempo tratando de assuntos sérios....

Voltaremos lá na próxima quinta, se Deus quiser e Ele há de querer, como dizia o finado Mendes Ribeiro.

 

Memórias....

 

San Carlos de BARILOCHE

Pelo frio que andou fazendo dias atrás no Estado, me lembrei de San Carlos de Bariloche, a estação da neve no sul da Argentina, que conheci em agosto de 1991, quando fui conhecer lá o Festival de Neve, que eles realizam anualmente.Voei de Porto Alegre a Buenos Aires num avião da PLUNA. O avião voava tão baixo, mas tão baixo que achei que iria cair em pleno pampa gaúcho.

O vinho argentino rolava a bordo.Assim, o medo de cair até que ficou meio esquecido.Quando o avião desceu no aeroporto de Carrasco, em Montevideo,olhei pela janelinha e dei-me conta que em poucos minutos estaria em Buenos Aires, a capital do tango...

Descemos no aeroparque e em menos de 15 minutos num táxi estava num hotel do centro da capital portenha. Com tempo pra caminhar pelas ruas, pra cheirar os cafés e cafeterias argentinas,. Já conhecia a capital portenha, de outras ocasiões.Uma vez que estava em Buenos Aires peguei num domingo muito frio um final da Taça Libertadores da América, entre Independente e Boca Juniors,que o Independente ganhou de 2 x 1 . Comprara o bilhete de ingresso ao estádio de La Bombonera no dia anterior, quando num passeio qualquer passei na frente do estádio e fiquei sabendo que havia no dia seguinte o jogo. Paguei 12 dólares pelo ingresso.


Autor e um motorista na cordilheira dos andes, na parte chilena.
Aqui é uma estação de neve de Portillo,perto de Santiago.

Assisti o jogo do alto da Bombonera, ao lado de um torcedor fanático do clube mais popular de Buenos Aires, onde jogou Maradona,. Este torcedor que viera das Malvinas para torcer pelo seu time do coração não parou de gritar um minuto só durante todo o jogo.

No dia seguinte a minha chegada em Buenos Aires pegou um táxi e e me mandei para o aeroparque onde embarquei num avião da companhia Austral rumo a São Carlos de Bariloche.

Meu coração palpitava com a possibilidade de ver a neve cair nos Andes que dividem a Argentina do Chile. No avião sentou ao meu lado uma senhora,argentina, que iria visitar seu filho único que vivia em Bariloche que era funcionário do governo naquela cidade. Disse-me que iria encontrar muita neve, " por supuesto". Ela telefonara para o filho diversas vezes durante a semana e ele lhe informara que nevava muito.

Mas a senhora," mui amable" me disse que eu deveria ir conhecer Bariloche na primavera. Que então sim a cidade do sul da Argentina se floria toda e não era aquele tom cinza do inverno.
Com nevascas,com estradas interrompidas por causa da precipitação da neve,com temperaturas sempre abaixo de zero.

Quando cheguei no aeroporto,senti o glamour da cidade...

Argentinas tri chiques, circulavam com seus casacões de pele e estolas de lebres e outros bichos pelo aeroporto.Eram nativos ou argentinos que passavam férias ali. Muitos turistas que passavam férias na capital da neve da Argentina iam esperar parentes no aeroporto que estava chegando nos vôos da Austral que saía de Buenos Aires.

No hotel encontrei tudo uma verdadeira zorra....Era altissima temporada da neve. No fim de semana aconteceria ali a famosa Festa Nacional da Neve Uma vez um caminhoneiro argentino, quando eu viajava " a dedo" pelo interior do país, tinha me falado desta festa, do qual os argentinos têm muito orgulho.

A zorra do hotel era por conta dos turistas que chegavam.Saí pra conhecer a cidade, pra caminahr depois de deixar as malas no meu quarto( la habitación...) como eles dizem.
Fui logo tomar um chocolate quente no bar do hotel. Era uma tarde fria e nublada de uma quinta-feira. Quando voltei ao hotel, uma supresa me chegou: um bando de jornalistas de todo o país estavam hospedados ali por conta do festival da neve. Como tinha minha carteira internacional de jornalista, logo me enturmei na programação da turma e fui muito feliz nesta decisão porque conheci locais que sozinho não conheceria.
Como fazia zero graus, de noite, nem todos os jornalistas saíram pra a programação daquela noite. Fomos jantar num restaurante retirado da cidade, que imitava um típico bar do faroeste norteamericano. Achei aquilo muito engraçado.quando a gente entrava no bar estava lá o mocinho e o bandido,tal qual nos filmes de faroeste que a gente via de criança.A comida era muito boa.

Naquela tarde que conheci aquela turma de colegas eles tinham ido visitar uma cidadezinha do lado chileno que passou a ser meu sonho de consumo até hoje. San Martin de Los Andes. Quem tinha ido contava maravilhas do pequeno local que fica encravado na cordilheira dos andes no lado chileno. Quem esteve lá contava maravilhas, mas que diziam era menos " turístico" do que Bariloche.

Andando pelas ruas de Bariloche encontrei o fotógrafo gaúcho Ricardo Barcellos que fazia fotos para uma revista especializada sobre neve.
Convidei-o a se hospedar comigo . Porque tinha lugar no quarto e porque ele estava num muquifo. Já troquei umas idéias com ele pra fazermos juntos uma matéria sobre o festival da neve.
A programação começaria na sexta-feira,apenas.

Se daria naquele dia a famosa descida de las tochas. Os esquiadores descem o Cerro Catedral portando tochas nas mãos. Fica um espetáculo maravilhoso, sui generis.
Os montanhistas descem no meio da neve,portando tochas acesas com a neve fazendo a noite de Bariloche brilhar.Milhares de jovens se acotovelam para poder ver o espetáculo. O nome oficial que dão é La Bajada de Las Tochas. É uma competição. Meu colega, o fotógrafo Ricardo Barcellos, mostrou todo seu profissionalismo. Cravou o tripé na neve e fez a festa...Afundava-se na neve meio metro mas mesmo assim nunca arredou pé. Fez fotos fantásticas,pois pegou aquele cenário todo na noite escura e estrelada de Bariloche, no cerro Catedral. Só o paraíso existe, um pedaço dele estava lá....
O Ricardo tinha planos de somente deixar o seu comando de fotografar apenas quando o último competidor fosse embora.

Naquela noite, a temperatura desceu a menos três graus.

Fui embora na segunda seguinte de Bariloche com o avião lotado de argentinos que estavam voltando das vacaciones em la estacion de la nieve...

Na terça voltei para Porto Alegre com o meu vôo parando em Montevideo. Ali subiram repórteres, colegas do jornal onde eu trabalhava na época, a ZH, Eles voltavam da cobertura de um jogo da seleção brasileira.
Quando estava em Bariloche,fui acometido de uma tentação. Ao invés de regressar, tinha pensando em ir até Osorno, onde um vulcão da cordilheira dos andes, entrara em errupção. Estava a apenas 300 km do local. Poderia ter ido, não fui....

 

NOTA DE PESAR

 

Recebi do Mello( colega gremistão) esta nota de pesar. Eu não conhecia a Sílvia mas deixo meus pêsames aos colegas que a conheceram. A vida é assim: a gente não é dono dela, embora imagine que o seja!


NOTA DE PESAR
É com imenso pesar que nós, jornalistas de Turismo, recebemos a notícia do falecimento de SILVIA ZORZANELLO, uma mulher digna e correta que, com sua invejável capacidade e empenho profissional, criou e executou, por mais de 21 anos, em parceria com sua sócia e inseparável amiga, Marta Rossi, o Festival do Turismo de Gramado, seguramente o mais importante evento turístico gaúcho e um dos mais relevantes no País e no Mundo.
Certamente toda a cadeia de profissionais e empreendedores que formam a área do Turismo, está triste! Perdeu seu maior exemplo de dignidade, uma pessoa amiga e companheira de todos. Para ela, SILVIA ZORZANELLO, ficam as palavras da poeta Cora Coralina: "- O que importa na vida não é o ponto de partida, mas a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher". SILVIA caminhou, plantou e colheu! Deus é testemunha disto...e está com ela em seus braços!
Os jornalistas da ABRAJET-RS, com os olhos cheios de lágrimas, lamentam tamanha perda!!!

 

O Alemão UDA!

 

Conheço o alemão UDA desde os anos 70, quando ele ia " namorar" uma companheira minha, a Nara Molina Davila, no baião da Cuiabá.
Na maior caradura, o alemão UDA chegava lá com aquele sua bolsa a tiracolo com a máquina de fotografar, acendia unzinho e ficava naquele plá... com a Nara. Ficavam falando de filosofias patatipatatá... Ele era tri engatado na Nara, eles no fundo eram grandes amigos. A Nara toda metida a espiritualista - recém tinha voltado da sua excursão ao Peru e andava toda espiritualista por causa das experiências com hongos e acidos....Ele me dizia que tinha uma implicância com o alemão UDA; ele tinha a mania,segundo ela, de colocar nome em tudo. Viu-se depois que era um grande capitalista porque " enricou".

Tenho muitas histórias do alemão UDA. O César Tasca, por exemplo, quando era garção do Barranco servia o UDA. Um dia o alemão pediu todas as fotos que o César tinha trazido de Sarandi e até hoje.....Mas pra compensar, UDA como era jurado de um concurso de fotos no Iguatemi disse ao César que botasse uma foto dele qualquer lá que ele ganhara o concurso. César não o fez....


fotos (clique para ampliar)


fotos (clique para ampliar)

 

Coleguinhas

 

O colunista Claudemir Pereira, na Razão deste último fim de semana, prevê um grande duelo em Santa Maria entre Fabiano Pereira (PT) e Paulo Pimenta(PT). Ambos a federal. Claudemir, que entende de política da paróquia, acha que Fabiano está fazendo uma jogada de altissimo risco....


Ainda conforme o colunista, no caso de Pompeo de Mattos ter a candidatura impugnada - está sob - judicie - os peemedebistas querem é o deputado federal Vieirinha no seu lugar.

 

Conversando com o leitor....

 

Sobre Solidão


Uma vez, voltando de Serafina Corrêa, vinha conversando com minhas irmãs e uma delas contou que fora convidada a ir a Santa Rosa trabalhar pela firma que representa. Porque não fostes, lhe perguntei:

- Morrer de solidão, me respondeu ela!

Pois é a dita cuja provoca pavores em todos nós. Quem de nós nunca se sentiu só? Mas as pessoas procuram festas e mais festas ajuntamentos com a sensação de que gente termina por acabar com a solidão da gente. Necas pau....

Na verdade, todos temos um buraco interno que só nós mesmos conseguimos preencher.
Os outros nos aliviam a solidão, mas gosto que sejam apenas como plumas que roçam meu rosto, de leve. Não gosto de gente grudenta, predatória de minha intimidade....Despacho logo( por isto muita gente me toma por antisocial...)

Este último sábado por exemplo,quando cheguei em casa, senti uma infinita solidão, quase uma imensa tristeza....

Mas era tão acabrunhante que não consegui nem ligar o rádio que é o que sempre faço,instintivamente, quando chego em casa( moro sozinho há vinte anos...)

Era uma solidão vasta, sabe, mas é engraçado na minha vida: sempre que isto me bate, é prenúncio de coisa boa....quando sinto esta infinita solidão misturada a uma grande tristeza é porque uma coisa boa vai me acontecer. Dou o que os Novos Baianos(alguém ainda lembra deles?) diziam um rolé na vida....

E é fatal: podes crer, mais dia, menos dia, é batata,acontece!

 

Exposição


Exposição tribos indígenas do Alto Xingu e do Pará

A Fotógrafa Sandra Genro abriu na última quinta-feira, em Porto Alegre, uma exposição de 20 fotos que ele fez com duas tribos indígenas no Alto Xingu. Sandra disse que conheceu os índios quando esteve lá visitando as reservas junto com o marido, o ex-ministro Tarso Genro(atual candidato do PT ao Governo do Estado).Tirei uma mil fotos disse a médica radiologista que se aposentou há pouco tempo do Hospital das Clínicas.

No espaço do sindibancários cabem apenas 20 fotos ampliadas.

Sandra disse ainda que se sentia honrada fazer sua foto naquele local porque tinha uma ligação afetiva: ele foi muito no sindicato dos bancários, em outros tempos, quando Tarso começou sua profissão de advogado, com esta entidade.

A exposição pode ser vista gratuitamente na rua da Ladeira, no sindicato dos bancários, em horário comercial.

Filó


atrações da festa

Nos 50 anos de emancipação de Serafina, um dos eventos que aconteciam na colônia está sendo relembrado agora: era a instituição do filó. Eu me lembro que a gente fazia filô por dois motivos: ou pra ir jogar cartas( quatrilho, escova,entre outros) e para rezar por causa da santinha que passava de casa em casa.

Claro que o filó foi uma instituição trazida do Norte da Itália de onde vieram os imigrantes vênetos que deram origem às colônias como as de Serafina. Tem muita lenda hoje em dia contada que não corresponde em nada a verdade cientifica. Tem muita lorota por aí, principalmente contada por gente que sabe ganhar dinheiro facilmente. Uma coisa vira moda, elas vão lá contam uma lorota e todo mundo compra gato por lebre....Ainda mais no meio de gringo, que são uma turma de espertalhão. O único gringo bobo...bom deixa isto pra l á...


jogo de cartas

Nos filós quando havia a visita da capelinha, iam homens e mulheres. Me disse o padre Rovílio Costa que filò vinha de filo...Não sei até onde é verdade, ou uma atochada dele...( mas o frei Rovílio tinha uma áurea de seriedade em volta dele....)

Filo era segundo Rovílio porque as mulheres depois da reza do terço( e este dia minha prima Maria Isabel Santin lembrou numa carta como isto acontecia mesmo....)costuravam filo,roupas pra se proteger da neve já que no Norte da Itália nevava muito no inverno. Os italianos trouxeram pras colônias estes costumes que hoje com algum esforço ainda são mantidos, embora não tão autenticamente como 50 ,60 anos atrás.


Ivar inaugura comitê em Porto Alegre destacando a força da militância


Ivar Pavan



Candidato a deputado federal registrou a história vitoriosa do PT e os desafios do futuro

O candidato a deputado federal Ivar Pavan inaugurou o Comitê de Campanha em Porto Alegre, nesta terça-feira, 13 de julho, na Avenida João Pessoa, 1291, em frente ao Jornal do Comércio. Prestigiado por dezenas de apoiadores, Pavan destacou as vitórias construídas pelo Partido dos Trabalhadores e os desafios para o futuro.
Estiveram presentes também o senador Paulo Paim, os candidatos a deputado estadual Marisa Formolo, Adão Villaverde, Eunice Wolf, Marizar de Mello, e representações das candidaturas de Marcelo Sgarbossa e João Ramis, além de sindicalistas, professores, trabalhadores da segurança, da comunicação, bancários, entre outras categorias. Os Tupamaros Guillermo Rallo e Abel Flores também estiveram no local para saudar a candidatura a federal.
Ivar Pavan registrou o processo crescente de mobilização na sociedade, desenhando uma vitória animada com a força da militância sentida em cada ponto do Rio Grande para eleger Tarso governador e Dilma para presidente.
Pavan emocionou os correligionários, lembrando lutadores históricos por um país com mais desenvolvimento e justiça social. “O PT tem 30 anos, mas a luta é muito mais antiga. É importante recuperar a história de tantos que enfrentaram a ditadura, foram mortos, exilados e perseguidos”. Registrou que nesse período do governo Lula o país vive um ciclo privilegiado, colhendo frutos do esforço de gerações pela melhoria das condições de vida no país, mas que ainda há desafios a serem superados. “Estamos juntos nesta caminhada com a clareza que não podemos retroceder”.
Lembrou da recente declaração da candidata a presidente Dilma Rousseff, de que o Brasil pode superar a miséria até 2016. “Eu não quero mais que isso de um governo. E eu quero ajudar a eleger esse projeto”, discursou. Pavan disse estar muito feliz com a candidatura de Tarso Genro e os compromissos de resgatar a Uergs, garantir piso salarial aos professores e para a segurança e outras importantes bandeiras para o desenvolvimento regional. “Temos legitimidade para governar esse estado e o país. Mostramos que somos bons na oposição e que somos melhores ainda no governo. Vamos construir a maior vitória dos 30 anos do PT”, conclui.
A deputada estadual Marisa Formolo, que concorre a reeleição e apoia Ivar Pavan, enfatizou que as candidaturas do Partido dos Trabalhadores, tanto a estadual quanto a federal, adquirem grande importância porque são parte de um projeto de nação. “É preciso que sejamos portadores de uma nova mensagem de esperança. O Rio Grande tem que fazer as pazes com o Brasil”, afirmou, lembrando da necessidade de alçar Ivar Pavan ao Congresso Nacional para ajudar o governo Dilma a negociar projetos internacionais e nacionais e garantir direitos à população.
Secretária de Organização do Partido no RS, Helenir Oliveira representou a direção partidária no ato. “Sinto que estamos construindo uma grande vitória. Há uma retomada da militância que está tirando as bandeiras do armário e ganhando as ruas”, relatou, declarando profunda admiração e respeito pela trajetória do parlamentar, que está no quarto mandato como estadual.

Comitê Porto Alegre: Av. João Pessoa, 1291.
Comitê Erechim: Av. Sete de Setembro, 330.
Comitê São Lourenço do Sul: R.. Almirante Barroso, 1942.


 

O amargo regresso
a Zero Hora

 

( memórias....)


Contei aqui como deixei a zero hora em começos de 1974, por uma proposta tentadora da Folha da Manhã, nem tanto do ponto de vista financeiro, mas mais editorial. Só que eu não saberia o preço que isto iria me custar mais adiante.Às vezes é assim, né...

Voltei do Peru, três anos depois, numa situação tri complicada....a mulher grávida, pronta pra parir, a família dela querendo meu couro, mas querendo mesmo, - já tinham se acalmado um pouco mas ainda assim me olhavam com uma enorme desconfiança - e eu desempregado...( eu acho isto tão engraçado...as mulheres engravidam e a tendência das famílias delas é "culpar" o homem. Mas vem cá, elas engravidaram porque quiseram,ora bolas, não são vítimas, né....)

Não sei como procurei de novo a ZHora. Afinal, trabalhar teria que...né...

Na ZH, o Lauro Schirmer, com quem eu tinha negociado três anos antes, nem pensar....Fui então falar com o Gaguinho( José A. Ribeiro) que me botou de repórter policial de novo, mas meio escondido. O Lauro não podia me "ver" na redação...Ia fazer aquilo que o treinador da Alemanha fez estes dias durante um jogo que a tevê pegou e ia perguntar com aquele seu jeito de songa monta:

- O que tu tá fazendo aqui, Olides, quem te autorizou a trabalhar aqui de novo??

Mas como santo Deus,me esconder se o homem era o diretor?

Então o Gaguinho, que era amigo do Lauro montou este esquema.

Eu chegava bem cedo, lá pela uma, pegava a pauta,. saía pra rua e ficava na rua até mais ou menos seis hora sda tarde, que era hora que o Lauro ficava no seu aquário ouvindo música clássica,ou subia pro andar do seo Maurício, no terceiro acho, e não me via na redação. Batia minhas matérias e zarpava. Mas o Gaguinho bolou o esquema sem medizer que isto era pra me esconder do seo Lauro, senão ele sabia que eu iria protestar, me melindrar...

Aí tinha outro problema...o Gaguinho teve que me colocar com salário de estagiário...Protestei, mas como Gago, seu eu saí daqui há dois ou três anos pra ganhar muito mais na Folha da Manhã...

Ele deu aquelas suas patinadas na fala, porque quando ficava nervoso ficava Gago mesmo e disse>

- Não fode, magro, não fode....faz o que eu te digo e saiu sem me dar mais nenhuma explicação que o Gago eram assim, ele saiu cuspindo,esbravejando, xingando te mandando a puta que pariu e sem dar muita explicação( no fundo tava certo ele....)

Um mês depois é que fui entender como estava se dando minha volta....
Mas dois ou três dias depois que eu tava na redação da ZH meio clandestino, o meu sogro liga de casa e pergunta pro João Aveline, que tinha seu empregado na revista A Granja e eram colegas de "Partidão" se o seu genro tinha ido trabalhar. O Aveline que nem sabia que eu era seu genro e muito menos que eu tava trabalhando na ZH disse que não.

Quando cheguei em casa de noite, senti que o clima tava pesado, mas não sabia porque...

DEpois ´pe que as coisas se desanuviaram....

Foi assim durante um mês inteiro que fiquei meio que clandestino na redação da ZH.
Até que o Lauro entendeu o esquema do Gago e começou a fazer de conta que não sabia de nada....

Um mês e pouco depois, deixei a editoria de Polícia e me passaram pra chamada Geral, onde fiquei até abril de 1992.

 

Paisagismo alimentar alia jardinagem à alimentação saudável

 

Foto: Marcio de Almeida Bueno

Claudia Lulkin - nutricionista




A nutricionista Claudia Lulkin, adepta de um estilo de vida em harmonia com a natureza, realiza trabalho educativo de resgate da cultura da jardinagem voltada para a alimentação num assentamento urbano na cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul -
o chamado paisagismo ou jardinagem alimentar. Nesta entrevista, ela esclarece o que é e quais os valores difundidos por esta prática que, de acordo com ela, deveria ser adotada não só no campo, mas também nas cidades.


Mobilizadores COEP - O que é paisagismo alimentar? Em que princípios se baseia?
R.: Paisagismo alimentar é uma proposta de se plantar, num mesmo local, plantas destinadas ao embelezamento e outras que podem fornecer alimentos, como árvores frutíferas, plantas medicinais, como guaco, boldo, camomila, e flores comestíveis como capuchinha. Em todos os lugares, em cada cantinho, em cada pedacinho que parece abandonado podemos fazer um jardim aprazível, curador, colorido, organizador do olhar. O princípio básico é embelezar como função estética, anti-estresse e incentivar a paixão pela jardinagem.


Mobilizadores COEP - De que maneira o paisagismo alimentar pode contribuir para promover a segurança alimentar, principalmente, dos mais pobres, onde os recursos e também o acesso à informação para uma alimentação saudável são mais escassos?
R.: Promover a segurança alimentar é muita pretensão, mas, ao plantarmos frutas como mamão, limão, laranja, bergamota, maracujá, pitangas, goiabas, butiás e abacate; temperos, como salsinha, cebolinha, manjericão, manjerona; e ervas medicinais como capim cidró, camomila, macela, lavanda, podemos oferecer às comunidades princípios curativos, vitaminas e minerais, que além de tudo podem ser compartilhados e dar aroma e cores à paisagem. Mesmo a jardinagem na cidade utiliza plantas de forma bem repetitiva, ou seja, com pouca diversidade e, em geral, sem função alimentar.


Mobilizadores COEP - Qual a relação entre paisagismo alimentar e permacultura? Poderia explicar a diferença entre eles?
R.: A permacultura é a prática de uma cultura permanente que engloba planejar e manter sistemas de escala humana ambientalmente sustentáveis. Em permacultura também se faz paisagismo alimentar e muito mais. Esta cultura ocupa-se de guardar água para molhar as plantas, ensina a fazer telhados verdes que também podem ter plantas alimentícias, faz casas com recursos locais. O paisagismo alimentar está dentro da permacultura, está dentro das práticas de agrofloresta, está dentro do paisagismo, da arquitetura, da agricultura urbana.


Mobilizadores COEP - Podemos aplicar o paisagismo alimentar nos grandes centros urbanos? Como seria o plantio em apartamentos?
R.: Muitas pessoas plantam suas flores e temperos em sacadas de apartamentos, em parapeitos de janelas. Os centros urbanos têm muitas áreas com espaços que podem se tornar jardins comestíveis. A princípio qualquer lugar pode receber plantas para se tornar mais agradável.


Mobilizadores COEP - Que tipo de alimentos, flores e ervas medicinais podem ser cultivados? Quais os principais cuidados que devem ser adotados?
R.: Já citei vários, mas é importante se certificar com pessoas que entendam de plantas e estudar o que pode ser plantado, para não ter problemas futuros com fios de eletricidade ou com canos que estão sob calçadas, por exemplo, caso as espécies escolhidas cresçam muito ou tenham a raiz muito grande.


Mobilizadores COEP - De que maneira podemos melhorar a nossa interação com a natureza, através dos alimentos, dentro dos grandes centros urbanos?
R.: Cada vez mais parece que as pessoas estão se dando conta da necessidade dos elementos da natureza para sua sanidade: tomar sol, respirar ar puro, sentir a brisa e o vento, ouvir a chuva, ver um lago, ver o verde, sentir os aromas. Se plantarmos jardins que também sejam comestíveis, também sentiremos sabores. É uma alimentação não só para o corpo, mas para a mente, para os olhos, para os sentidos, para o equilíbrio psicológico.


Mobilizadores COEP - Você trabalha com um assentamento urbano em São Leopoldo (RS), onde desenvolve um trabalho educativo através da jardinagem alimentar. No que consiste o trabalho e há quanto tempo vem sendo realizado? Ele já trouxe resultados? Poderia citar exemplos práticos?
R.: O assentamento urbano Vida Nova, em São Leopoldo, abriga cerca de 133 famílias que moravam às margens do Arroio Kruse e foram reassentadas pelo Projeto PAC Arroio Kruse - projeto articulado junto ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), vinculado ao Governo Federal, sob a coordenação da Prefeitura. O projeto visa também à regularização fundiária e a recuperação ambiental de aproximadamente 1,5 quilômetros do arroio.
Estamos começando a disseminar a ideia da criação de uma nova paisagem, de embelezar e valorizar os espaços individuais e coletivos e acrescentar princípios alimentares - jardins com ervas, com flores coloridas e curativas, com trepadeiras como guaco e bertalha, e babosa para cicatrização, por exemplo. As famílias assentadas já vinham de uma prática similar. Agora, estamos estimulando a continuidade dessas práticas e a aproximação da vizinhança, com um troca-troca de mudas, receitas e xaropes.


Mobilizadores COEP - Como a comunidade do assentamento está reagindo a este tipo de trabalho educacional? Ela participa e se envolve? De que forma?
R.: As pessoas se envolvem pelo prazer de ver os resultados, mesmo que isso tenha um tempo para se estabelecer: o tempo do crescimento das plantas. É interessante, pois o tempo urbano é da correria e a jardinagem tem o tempo das estações, das lunações e temos que esperar para ver o que acontece com as plantas. É outra dimensão.
É um trabalho ainda recente, mas esperamos envolver a comunidade e disseminar estas ideias. O método ( inspirado a partir de leituras e vivências dos mestres Paulo Freire, Bill Mollison, Lucia Legan, Ademar Brasileiro e Clara Brandão; das Ongs Ingá, Flor de Ouro, Oca Brasil e Ecocentro IPEC )é da descoberta dos recursos disponíveis a cada momento, provocando rápida transformação com assimilação da idéia e da prática.


Mobilizadores COEP - Como podemos utilizar os alimentos de forma a torná-los aliados para o desenvolvimento de uma vida mais saudável e mais produtiva?
R.: Os alimentos de origem vegetal: frutas, verduras, flores, temperos têm princípios funcionais, curativos. Têm cheiros, cores, sabores verdadeiros. Se conseguimos transformar o paladar que está ficando também alterado por uma alimentação altamente processada e artificializada, estaremos oferecendo ao corpo mais nutrientes.
As atividades de jardinagem e de paisagismo alimentar também fazem com que as pessoas voltem a utilizar melhor seu corpo, se alongando, se abaixando, tomando sol. Rompem a doença do sedentarismo com uma atividade extremamente prazerosa e revitalizante.


Mobilizadores COEP - O que é importante fazer para que as comunidades adotem alimentação mais variada e criativa, valorizando os alimentos típicos de sua região? Pode citar exemplos?
R.: É importante colocar a mão na terra e na massa, fazer refeições junto, demonstrar na prática as delícias que estão disponíveis ou que podem se tornar disponíveis. Por exemplo: numa comunidade, uma senhora tem no seu pátio tomate de árvore. Passamos a utilizar os tomates em comidas na cozinha comunitária e o grupo reaprendeu a utilizar essa planta.
Em outro momento, utilizamos mamões verdes para uma geléia com coco e ficou uma delícia. Colhemos butiás e fazemos suco. Batemos maracujás com cenoura para suco e fazemos maionese de abacate, colhemos os chuchus e fazemos saladas ou doce. Quando se tem a disponibilidade dos recursos, torna-se mais fácil criar com eles. Esse movimento tem o intuito de envolver mais pessoas para que se tenha esses recursos disponíveis e possamos estimular este tipo de alimentação. Algo do tipo que "essa moda pegue", resgatando o gosto pelo prazer da jardinagem.
Eu me tornei uma apaixonada por isso através de amigos que têm a maestria da jardinagem, como Ademar Brasileiro - Mago Jardineiro de Curitiba, Marco Krug, artista, designer, paisagista, doRecife (PE), o pessoal do Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado (Ipec), em Pirenópolis (GO); os jardins da Humaniversity, na Holanda. Todos são movimentos de resgate da relação do homem com o meio ambiente ao seu redor.


Entrevista para o Grupo de Combate à Fome e Segurança Alimentar
Fonte: www.mobilizadores.org.br

 

Histórias de La Ùndeze


A mulher traída pegou o casal

em fraglante, deu um pau na rival

e ficou com o marido....


Pesquisando pro meu livro Così La ze stata fiquei sabendo de muita coisa que rolou em Serafina nestes quarenta e tantos anos que estou afastado de lá. Fofocas dizem na cidade, mas pra que uma fofoca exista precisa de um que tenha talento pra contar e um que a ouça.
Uma história por exemplo, que é de domínio público , todo mundo fala, todo mundo comenta, mas ninguém escreve é claro, diz respeito a uma traição envolvendo gente da elite...
Quem é de lá sabe do que estou falando, quem é de fora , apenas imagine a situação...
Uma mulher filha de um ex-prefeito desconfiou que vinha sendo traída pelo marido que ela importara...

Os casais eram "amigos"( no caso, mui amigos, como diz aquele humorista...)

Um dia não se sabe quem entregou o marido, ela ficou sabendo que o novo par estava,digamos, em lencóis no seu ninho de amor num sítio localizado perto do rio Carreiro....de outra família pertencente a elite local....

Segundo conta a versão, ela foi pra lá e deu um pau daqueles na rival....

E não se separou do marido,tanto que continua com ele até hoje.
O marido "traído" também continua com a mulher....

E depois ainda acusam o narrador de fofoqueiro,é?!

Eles fazem,eu conto!!!!

 

O beijo do Casillas

 

Bah, estou me derretendo em lágrimas, depois do famoso beijo do goleiro Casillas da seleção espanhola na namorada no domingo de noite, que todo mundo viu pela tevê. Não vi na hora, mas na reprise e achei que ela nem gostou muito do entusiasmo do namorado porque acho que ficou com medo de perder o emprego.

As mulheres são sempre mais pragmáticas do que os homens. Isto deve estar no código genético porque afinal é a elas que cabe a missão de parir e de supostamente criar os filhos....

Homem é assim meio a la louca, vai fazendo filho, não quer nem saber e o gesto do Casillas foi meio porra loco, poderia ter posto em cheque o emprego da namorada...

Mas como a Zero Hora da semana passada se preocupou com este assunto tão candente, tão emocionante, tão atual que é o beijo do Casillas - através de duas crônicas, uma na quarta da Martha Medeiros( que abordou o beijo em pé....ué...tem outro tipo que não o em pé....???!!!) e a Claudia Tajes também falou nisto na croniquete da quinta, este vibrante blog varrou a madrugada atrás de fotos que mostrem como o brasileiro beija. Aí me deparei com esta coleção de beijos de fotonovelas que reproduzo aqui para afinal de contas não ficar fora do assunto do beijo do goleiro da seleção espanhola....


Beijos brasileiros



Beijos brasileiros

 

Histórias de La Ùndeze!

 

 

Nesta semana,que inicia hoje,dia 19, começam mesmo as comemorações dos 50 anos de emancipação de Serafina Corrêa. Detalhes estão contados no meu livro Cosi La ze stata (compras na livraria cultural de Serafina ou pelo email contato@deolhoseouvidos.com.br ou olidescanton@bol.com.br )


Coloco aqui algumas fotos da época da emancipação pra quem não conheceu a cidade naquela época ter uma noção de como era a Linea Undeze de Guaporé.

A Igreja Nossa Senhora do Rosário, hoje santuário, com a famosa inscrição REGINA SACRATISSIMA ROSARI ORA PRO NOBIS. ao fundo a torre,ainda sem o relógio. Ao lado a casa canônica, onde residiram sempre os padres e vê-se também à direita uma casa de madeira,onde está hoje a lotérica cervieri.Ali havia uma sorveteria e no verão sempre se faziam quermesses para comemorar São Cristovão, padroeiro dos caminhoneiros. Foto de Joli Marubin, da Lumière, acervo: Arquivo Público EStadual data da foto abril de 1958.

A grande nevada de 19 de agosto de 1965. Aqui no dia 20,dia seguinte, os moradores saíram às ruas. Na foto Darcy Sobreira Soccol, hoje empresta seu nome ao prédio da Câmara Municipal de Vereadores do município,o dentista Rony Soccol, que ainda mora na cidade, e os filhos Rony Soccol Filho, Marcos e Maria Cristina Soccol, no colo do paí.

Acervo: arquivo de Rony Soccol. Data 20.08.1965
foto de Iraldo Artusi.

Caminhoneiro Virgínio Frana ( o Pelé, de óculos) e um amigo Celso Zabot, em Milagres, no interior da Bahia em 1961.
Acervo Rodrigo Frana(reprodução Studio D)

Os caminhoneiros de Serafina levavam pra todo o país os produtos do Frigorífico Ideal, da marca Sulina. Depois Pelé deixou de ser caminhoneiro, colocou uma churrascaria e morreria em 13.05.2003 de um câncer.

Serafina na época da emancipação. Havia a rua principal, a Dr. Júlio Campos(hoje Miguel Soccol) e a Arthur Oscar, do frigorífico Ideal.Destacavam-se as plantações de eucaliptos que os colonos faziam principalmente para fornecer lenha para o frigorífico, que foi e ainda é a base econômica do município.

Acervo Arquivo Público Estadual

data da foto Abril de 1958

Joli Marubin( Lumière)

A Praça Pio XII, que o velho Leonildo Rampanelli cuidava religiosamente. Os filhos dele reivindicam que a praça tenha o nome de quem tanto a cuidou.

Aos fundos as casas onde se destaca a sede do Clube Gaúcho, atualmente na mesma avenida, mas em outro local. Ali também funcionou o primeiro cinema da cidade, o Maracanã , ou Globo.

Acervo
Arquivo Público Estadual
Data abril de 1958

foto de Joli Marubin( Lumière)


Uma casa comercial no bairro Gramadinho, o mais populoso ainda hoje.
Na frente da casa comercial, dos Cella, um caminhão Chevrolet 1951

Data abril de 1958
Foto de Joli Marubin(Lumière)
Acervo Arquivo Público Estadual


Incêndio no frigorífico em 1956

Depois deste incêndio, alguns financiastas da cidade se reuniram pra reerguer o empreendimento.Data ano de 1956.
Acervo de Luiza Marin Cervieri.

A professora Teresina de Costa, primeira diretora do Ginásio Nossa Senhora do Rosário, que hoje mora em Curitiba no Paraná.

Ano 2007

 


Memórias

 

O Jornal do Brasil deixou de circular impresso. Agora só on line....

Foi como era classificado o Jornal dos jornalistas. La créme de la créme....

" falar do JB até hoje emociona Ancelmo Gois. Muito jovem, em Aracaju, ele se reunia todos os dias no Bar Iara com um grupo de intelectuais. Juntos seguiam até o aeroporto de Santa Maria - na época distante da capital - para buscar um exemplar do JB.Se hoje estou no Jornalismo devo ao Jornal do Brasil. Foi a minha grande motivação.Tanto que já macaco-velho, no primeiro dia de trabalho no JB, tive uma crise de choro na redação. Eu estava afinal no lugar que sempre me inspirou" contou o hoje colunista famoso em 2005 a revista LIDE, do sindicato da categoria do Rio de Janeiro.

 


A redação do JB em 12 de setembro de 1973, destacando-se Sérgio Cabral, pai do atual governador carioca.

 

Enfim, qual jornalista não tem algum link com o JB?

José Mitchell, hoje pauteiro da RBS TV, trabalhou trinta e tantos anos no jornal. " O que a gente tentou tirar o Mitchell do JB e não conseguia. Agora ele foi fácil pra RBS" comentou Lauro SChirmer, quando Mitchell finalmente foi contratado pela RBS TV.

O JB já estava fechando, na oportunidade, suas sucursais, entre as quais a de Porto Alegre, onde Mitchell foi assíduo durante trinta e tantos anos...

Andes

 

Sobre o episódio dos Sobreviventes dos Andes, que mencionei aqui, - um tema que volta e meia é assunto na mídia - recebo da Neuza Penalvo.

" Não li sua reportagem com os compatriotas mas lembro do fato na época quando as autoridades desistiram de continuar as buscas só um pai decidiu e conitnuou procurando e " bancou" isso...Meses depois quando foram encontrados comentava-se que uma vidente da Holanda teria dito ao pai esse que continuasse procurando que haviam sobreviventes . Isto nunca ouvi diretamente de algum dos sobreviventes embora fosse vizinha do irmão de um deles mas lembro que comentavam . Se é fato verídico não sei...."

Em tempo: o autor deste blog ouvi uma palestre de dois sobreviventes em 8.7.2006, em um seminário. O que eles contaram está neste site. Clique Reportagens especiais,memória!

A abertura da Copa de 2014 no Beira-Rio é viável

 


Por Luiz Oscar Matzenbacher

O Estádio do Beira-Rio terá capacidade para mais de 65 mil espectadores em 2014. Seria a alternativa para a Cerimônia de Abertura da Copa do Mundo no Brasil. A estrutura de transportes existente e em obras, garantirá acesso ao transporte de massa, inclusive lacustre e fluvial, além de metrô de superfície e avenidas duplicadas e triplicadas para a Zona Sul de Porto Alegre.
Seria um orgulho para os colorados e gaúchos, caso as cidades indicadas pela FIFA desistam de disputarem a candidatura para sediar a abertura.

Brigaram Espanha e Holanda,
Pelos direitos de a amar,
Mas a Espanha é quem soube,
La pelota conquistar.
Com o perdão da eternamente admirada Leila Diniz.

 

 

Espaços públicos e respeito ao cidadão


Adeli Sell


Adeli Sell*


As praças são, por definição, para todos, lugar de brincadeiras, esportes e de encontro de todas as idades. Já dizia Castro Alves, que a praça pertence ao povo como o céu ao condor. Mas o que o consenso afirma, a realidade desmente.
Muitos espaços públicos acabaram ocupados pela miséria dos que não têm onde morar. Praças viram quarto, cozinha e banheiro de alguns, afastando aqueles que deveriam ser seus freqüentadores habituais. O viaduto Otávio Rocha, cartão postal e monumento histórico da cidade, está loteado por “residentes”, que ali permanecem as 24 horas do dia. Os que fazem da rua sua morada sofrem o frio, o mau tempo e todos os danos que a vida de exclusão social oferece: drogas, doenças, violência, desprezo e, sobretudo, falta de qualquer perspectiva de futuro.
A tolerância, o fingir que não existe, o assistencialismo de um dia só não são a solução para a cidade, e menos ainda para essas pessoas que acabam se adaptando a viver na rua, e vão perdendo dia a dia o que lhes resta de dignidade, amor próprio e esperança. A solução não está em recolher de um ponto e levar para outro de menor visibilidade, em limpar um espaço e fechar os olhos para outros. É preciso políticas públicas que pensem a cidade e seus cidadãos de forma global, devolvendo os locais públicos a todos e buscando alternativas para aqueles que já perderam quase tudo.
A prefeitura precisa promover um trabalho coordenado das secretarias da saúde, educação, habitação, direitos humanos e meio ambiente, juntamente com a assistência social, prevenindo e revertendo a situação que existe nas ruas.
Porto Alegre ainda é uma das cidades mais arborizadas do país, com muitas praças e espaços verdes. É importante que estes espaços fundamentais de convívio permaneçam públicos e de todos. É direito do cidadão exigir a manutenção de nossa qualidade de vida e cabe ao gestor encontrar os meios de garantir que a cidade e o futuro seja de fato para todos.

* Adeli Sell é vereador e Presidente do PT/Porto Alegre

 

 

"Così La ze stata"
completa um mês!

 


Lançamento do livro

" Querem o teu couro,aqui" me disse dias atrás o dono da livraria cultural,de Serafina Corrêa,o Meyer, onde meu mais recente livro( Foi Assim) está à venda, depois que o lancei, no dia 15 de junho último.

Ele diz que algumas pessoas parentes de personagens citados no meu livro tem "protestado".
O fato é que ontem o exemplar que reli cuidadosamente durante um mês foi posto na estante...Um livro é como um filho, a gente lambe durante um tempo, depois "aposenta" na estante e só o retira dela pra consulta.

Sei de todas as imperfeições deste meu mais novo " filho"...
Só que depois que uma obra é publicada é fácil achar os erros, os defeitos....

Como dizia o Raul Pilla, político rio-grandense, quando visitava seu jornal.O funcionário lhe perguntava:
- Como tem passado, dr. Raul?
- Como tem passado erros neste jornal, respondia Pilla.

Assim é com livro. A gente revisa, olha, acha que está tudo perfeito, fica naquela do Leonardo da Vinci que diante doseu " Moisés" esclamou:" Parla", mas não é bem assim:sempre saem erros.


Tragédias em aviões....

 

Nada se compara ao dia que os irmãos Santos

morreram indo ao mesmo destino, em aviões diferentes...

Ainda hoje muita gente acha que não existiu na história da aviação mundial fato semelhante. Natarde do dia 23 de setembro de 1981,dois irmãos, - Fábio e Félix - Araújo Santos morreram sinistrados em dois acidentes de avião,indo para o mesmo evento, a inauguração da loja da empresa J.H. SANTOS em Concórdia(SC). E levaram junto os dois secretários da indústria e do comércio, do RS e de SC,respectivamente.Trata-se de Antônio Carlos Berta e Hans Dieter Schmidt,mais oito pessoas entre acompanhantes e tripulação. A seguir o relato de " Vico" - Antônio Olavo dos Santos - que viveu por dentro esta tragédia, já que era casado com uma irmã das vítimas.

" Recebo a solicitação de falar sobre isto com muita satisfação embora relembrando um dos episódios mais desagradáveis da família Santos. Dois cunhados meus na época, O Fábio e o Félix,ambos estavam em atividade e havia assim preparativos para ser inaugurada uma filial em Concórdia(SC). A JHSantos tinha então 3.100 empregados. Evidente que um setor da empresa organizou aquela festividade e neste contexto ficou estabelecido que seriam convidados os secretários da indústria e comércio do RS e SC. Fábio fez algum contato e pediu para o Félix para fazer outros contatos porque o Félix era muito relacionado, era assim muito expansivo, se dava com todo mundo.

O Fábio saiu aqui de POrto Alegre num táxi aéreo com o comandante Hercílio Caleffi e com a auxiliar Marilda Zeiden de Mesquita . Também estavam no avião Adão Juvenal de Souza, da PMP Propaganda, que tinha a conta da JHSantos, e mais um funcionário da empresa(era um dos dois que sobreviveram ao desastre. Trata-se de Adão Almeida de Oliveira , doRH da empresa e José Carlos da Silva Reis. Viajaram num navajo de oito cabines prefixo PT-JYG da Unesul táxi aéreo.

Félix em Floripa

O Félix havia ido a Florianópolis para convidar o secretário da indústria e comércio de lá , que era o Hans Dieter Schmidt.

Vico se encontrava no seu escritório de advogado da rua da Praia naquela tarde quando lhe telefonaram perguntando se ele tinha notícia deque havia caído o avião e que nele havia morrido seu cunhado Fábio Araújo Santos.

- Eu disse que não,recorda Vico.

Então Vico ligoupra JHSantos e ficou sabendo que era verdade.

- Como uma pessoa um pouco mais distante me desloquei pra casa do Fábio,na zona sul de Porto Alegre, pra dar conforto aos familiares.
A família centralizou-se nesta casa.
Estavam todos num estado lamentável, lembra Vico.

O pior ainda estava por vir,lembra Vico.

O avião do Félix também tinha caído.

- Eu ainda brinquei com o amigo que tinha me chamado prum canto pra me dizer: disse a ele: olha é engano.
O pessoal de Santa Catarina está fazendo confusão, pensou Vico.
- Não é engano,não,advertiu seu amigo Ênio Castilho.

- Eu tou aguardando aí uma confirmação, mas o avião do Félix também caiu, assegurou ele a Vico.
O Enio Castilho tinha falado na Casa Civil do Palácio Piratini com o Pigatto.
- Eu fui a primeira pessoa da família a saber que o Félix também tinha morrido, recorda Vico.

Fazer o que com aquela bomba na mão??

Vico treme,regala os olhos quando vai contar os detalhes como eles tiveram que comunicar aos familiares a morte também do Félix.
- Nós tínhamos uma bomba atômica na mão.
Pensaram eles: nós temos que arrumar uma maneira de largar esta bomba arrasa quarteirão!!!

Nós tínhamos que informar ao pessoal que o avião do Félix também tivera problemas...

Tínhamos que preparar o espírito das pessoas. Era uma situação extremamente desagradável.

Num determinado momento eu dei a notícia que o avião do Félix também tivera problemas.

- Naquele momento eu fiquei com vontade de pegar a porta e disparar de dentro daquela casa, tal o clima que se criou..

Pelo quadro assim extremamente de dor que se criou, ficou indescritível, né...

Fiquei com vontade de chegar na porta,abrir e gritar:
- OLha pessoal é verdade, o Félix também morreu!!!

DEpois quando chegou a confirmação da morte do Félix a gente foi " minando" a resistência . Foi um baque muito grande que se criou assim numa família, dois irmãos morrerem em dois acidentes diferentes,praticamente no mesmo horário.( a versão diz que morreram com dez minutos de diferença. Outra diz que foi meia hora).

A grande maioria que esteve naquele local no fim da tarde ainda vive...

- Quando recebi o telefonema da morte do Fábio eram umas cinco e meia da tarde.Eu ia sair com um amigo. Já a confirmação da morte do Félix chegou pra família em torno de 7 e meia da noite.


 

Christopher GOULART - 12012


Candidato a deputado estadual


“Resgatando a história, construindo o futuro"


Sou Christopher GOULART, advogado, conselheiro do Movimento de Justiça e Direitos Humanos e presidente do Memorial João Goulart em São Borja.

Como neto do presidente da República João Goulart - JANGO, concorro nesta eleição a DEPUTADO ESTADUAL pelo Rio Grande do Sul com o n° 12012, carregando a convicção inabalável de dar continuidade ao legado de meu avô. Mais do que isso, quero colocar em prática a política de reformas estruturais e institucionais do Estado, para contribuir decisivamente com o desenvolvimento do RS.
RESGATANDO A HISTÓRIA, CONSTRUINDO O FUTURO.


CONTO COM O TEU VOTO E COM TEU APOIO!

 


Morre o Jornal do Brasil no papel; viva o Jornal do Brasil na internet

 

Zélia Leal Adghirni

 

Morre no Rio de Janeiro, aos 119 anos, o Jornal do Brasil. Morre no papel mas continua vivo na internet. Dizer que o jornal optou pela transposição do papel para a tela por uma questão de modernidade tecnológica é uma falsa desculpa. Na verdade o jornal de Nelson Tanure já não tinha mais fôlego para sobreviver. Afundado em dívidas, mal gerenciado e desrespeitoso de alguns princípios básicos do bom jornalismo que tradicionalmente marcou a historia do jornal, o JB preferiu apostar naquilo que alguns teóricos da comunicação já vem anunciando há décadas: a morte do jornal de papel.

De agora em diante quem quiser ler aquele que foi o jornal mais querido dos cariocas, intimamente conhecido pelas iniciais JB, terá que ligar o computador e buscar sua versão online. O jornal estará na tela. Outro suporte, outra linguagem. Vai circular na web. Cumpre-se, com ironia, a profecia de vanguarda do JB. Foi o primeiro jornal brasileiro a ter uma versão online, em 1995. Será também o primeiro a ter uma versão unicamente na internet. Assim como a versão em PDF foi um marco histórico para os pesquisadores em comunicação, a versão exclusivamente online também representa uma forma de pioneirismo.

Segundo o diretor da publicação, Nelson Tanure, que não definiu a data exata para o fim da impressão, esta é uma tendência mundial. Ou seja, os jornais em papel tendem a desaparecer de circulação. De certa forma, eles se desmaterializam (tudo que é sólido desmancha no ar?). Não teremos mais como folhear um jornal, de frente para trás ou de trás para a frente, sublinhar ou recortar a matéria que nos interessa, amassar a página que não gostamos e jogá-la na cesta do lixo... Não haverá clipping nas assessorias de imprensa, não haverá vendedores de jornais nos semáforos. Aliás, quanto a isso já estamos acostumados há muito tempo. Onde ficou a voz dos meninos gritando na rua as manchetes do dia?

O JB deixa órfãos aqueles que o amavam e que continuavam assinando o jornal mesmo quando ele se tornou aquela coisa pequena. Nada contra os tablóides. Os gaúchos fazem excelentes tablóides, faz parte de uma tradição inspirada nos vizinhos portenhos. Mas quando jornais standards como o Jornal do Brasil e o Correio do Povo mudam os formatos, encolhem em tamanho e qualidade, algo está errado. Sou a favor que se proíba o uso dos títulos quando aventureiros dos negócios de mídia compram jornais encalhados em dívidas. Que comprem os prédios, os cimentos e os tijolos, jamais os títulos, que são patrimônio da história da imprensa no Brasil. Isso é uma traição à memória inteligente do País. O Jornal do Brasil nasceu com a primeira constituição brasileira, em 1891, e tem Joaquim Nabuco entre seus fundadores. Nessa época, Brasil se escrevia com z. Em 1893, Rui Barbosa, que era então redator-chefe do JB, alterou a grafia, substituindo o z pelo s.

Tanure comprou o JB. Não conseguiu salvá-lo. O jornal está afundado em dívidas de mais de cem milhões de reais. Deixa 60 jornalistas e 180 funcionários desempregados. Nada prova que os mesmos sejam aproveitados pela mídia online, especialista em tirar o máximo do jornalista pelo mínimo de dinheiro.

O jornal tinha ainda uma pequena tiragem ao morrer nesta terça feira: 17 mil exemplares nos dias de semana, 22 mil aos domingos. No final dos anos 1980, a tiragem era de 180 mil exemplares em semana e 290 mil aos domingos; tinha 4 mil funcionários e 300 jornalistas.

Não é apenas o formato que faz um jornal encolher. Ou desaparecer. Questões de gestão, de política, de qualidade editorial, de credibilidade, de ética e de comportamento diante dos novos desafios tecnológicos são as principais causas de falência de um jornal. Porque, ao morrer no papel, o JB talvez já estivesse morto como ideia de jornalismo. Se a internet conseguir devolver a um dos mais nobres títulos da imprensa brasileira seu prestígio e respeitabilidade, será um grande negócio. Tanto para os donos quanto para os leitores. Que venha um novo e bom Jornal do Brasil na internet.
Fonte: http://www.unb.br

 

Zilá desmente que Yeda retire candidatura


Zilá Breitenbach(PSDB)


Os baixos índices de aceitação popular - apenas 15% na pesquisa IBOPE e uma rejeição de 47% tem suscitado boatos no Estado de que a governadora Yeda Crusius retiraria a sua candidatura a reeleição.
Surpresa com a pergunta que lhe fiz no saguão da Assembléia Legislatva,ontem de tarde, a deputada estadual Zilá Breitenbach disse que o assunto governadora Yeda retirar candidatura não existe. E desdenhou:
- De onde saiu esta loucura!?

Zilá quis saber quem estava " espalhando " isto.
Dizem por aí, lhe respondi.
- Nem merece resposta, disse a deputada que tem liderado a bancada do PSDB no legislativo estadual.

 

Memória

 

 

Por apenas dois meses trabalhei na folhinha da Manhã, em 1974. Eu estava na ZH, mas o meu amigo Licinio de Azevedo estava armando a editoria de polícia da Folha da Manhã. E quis me levar pra lá. Éramos amigos e colegas. Unha e carne mesmo.O lauo Schirmer, diretor da ZH, não queria me dar a demissão e lembro como ele lutou junto ao seo Maurício Sirotsky pra me segurar na zero. Fez aumentos e mais aumentos até que minha exigência er amuito alta:

- O Maurício mandou dizer, Olides, que se tu ganhares isto aqui, vais ganhar mais que o Milton Galdino e ninguém ganha mais que o Galdino na Polícia da Zero, me disse o Lauro.

Lá me fui pra minha tão cantada em prosa e versos Folha da Manhã.


equipe da Folha da Manha, nos anos de 80/81,quando já era dirigida por Valter Galvani, Rogério Mendelski e Nikão Duarte. Aparecem na foto Chico Salvatore, Celso Rosa, um Salton, Celso Viola, Wanderley Soares, Gelson Farias, Renato Panatieri,Anilson Costa e sentada, nos fundos, a repórter Maria Beatriz Marocco.

 

Não era nenhuma Brastemp...

Semanalmente nos pagavam num envelope cor de rosa, sempre em espécie. Mas descontavam tanto ronha que eu acabei ganhando menos do que receberia se tivesse ficado na ZH pela proposta que me fizeram lá pra cobrir a Folhinha.

Mas foi uma boa experiência.


Folhinha da Manhã fechou a Borregaard.Lembro até hoje da manchete feita pelo Bicudo; A CIDADE VENCEU!

Ontem recordei com o colega Bissón um pouco da Folhinha, pelo telefone. Ele era leitor do jornal. Era um jornal que tinha muito leitor no meio dos estudantes, dos professores, um jornal que hoje não tem equivalentes em Porto Alegre. Depois este pessoal todo saiu de lá em 1975, por causa de uma crise provocada por uma matéria do Caco Barcelos, e foram fazer o COOJORNAL. Na verdade, o Coojornal, foi a continuação da Folha da Manha, acrescido do diretor comercial Jorge Polydoro.

Recordei alguns nomes com o Carlos Augusto Bissón que faziam a Folhinha: O Osmar Trindade-falecido há dois anos - o Licinio Azevedo, o Caco Barcellos, Matico, a falecida Evinha,Lenora Vargas, Paulinho Fumaça,Vitello, Jefferson Barros, Carlinhos Mossmann, Lenora Vargas, Antônio Britto, Vieira da Cunha, Ruy Ostermann, Bicudo,José Antônio Severo,entre outros.

 

Coleguinhas

 


Roubaram o endereço do email do assessor de imprensa do deputado estadual Frederico Antunes(PP), Cristiano Guerra. Coleguinhas andavam recebendo notícias meio esquisitas...até que se espalhou que um racker tinha roubado o endereço eletrônico do assessor de imprensa do Antunes.

 

Frio de Serafina


Frio em Serafina

Pedi um textinho pra Deise Menegussi do Gazetinha sobre o frio da Serra e ela mandou me dizer que tava nacorreria mas me mandou esta foto com um recado. Na terça de noite, depois das 22 horas, hora que ela saiu do ensaio da banda( acho que o deise é roqueira) o carro dela já estava com uma densa camada de gelo....


Memória Política

 

Em 1979, antes de retornar do exílio, Leonel Brizola encontrou-se com o líder da Oposição no RS, Pedro Jorge Simon. Converva vai, conversa vem, com a assistência de Tancredo Neves e tudo, mas não houve acerto naqueles anos.

Hoje, 2010, PMDB e PDT marcham juntos ao governo do Estado. Simon está vivo pra ver isto, Brizola não!


Simon X Brizola,tentam se entender nas ruas de Nova Iorque

 

 

Mulller e Marilyn


Tendo por " testemunha" as pontes de Manhatan, em Nova Iorque, o autor de teatro, Henry Mulller posa para a posteridade com a "amante" da América, Marilyn Monroe, nascida em primeiro de junho de 1926, às 9h30 minutos, com o nome de Norma Jean Baker.

O encontro de Marilyn e de Henri foi interpretado nos USA como a união da " inteligência" com a " sensualidade".
DEpois que se separaram, Henri escreveu sua mais famosa peça teatral, DEPOIS DA QUEDA!


Mulller e Marilyn

Coleguinhas

 


Carlos Augusto Bissòn cortou a ceva e está de dieta...vai perder peso...É um dos notívagos mais militantes da noite de

Porto Alegre.


Reatou com uma namorada, de quem havia dado um tempo...


Está bom de conversar com o Bissón,mas a gente só se fala via fone....


Bissón está concluindo um livro sobre a história da avenida Independência de Porto Alegre. Será editado pela Secretaria da Cultura.

Bissón é autor do clássico livro sobre o Moinhos de Vento, que não ganhou na mídia especializada o destaque que o autor pensa que merecia....

 

Recebo e publico!

 


Sr. Olides,

Em razão de sua clara intenção de denegrir a imagem e memória de meu pai Vilmo Medeiros e de meu nome em conseqüência solicito que retire suas notas com o nome dele.

Não discutirei com o senhor os fatos, bem como conheço profundamente cenário da época no jornal, não existe problemas em fatos mas quando são apresentados distorcidamente e apenas visando denegrir e ofender a integridade de imagem da pessoa em questão não devem ser tolerados.

Por favor, lhe peço que a cortesia de apagar as referencias ao nome de meu pai.

Atenciosamente,

Vilmo Luiz de Freitas Medeiros

 

Programação do Tablado Andaluz

 

Inspirados nos antigos Tablados da Andalucia, os diretores Andréa Franco e Robinson Gambarra do Tablado Andaluz recriaram em Porto Alegre a atmosfera destes bares, que foram tão importantes para a sobrevivência e o surgimento de uma nova categoria artística, a Arte Flamenca. O Tablado Andaluz proporciona um ambiente típico Andaluz, acompanhado pela gastronomia espanhola.

O reduto da autêntica Arte Flamenca em Porto Alegre traz uma novidade: agora está concentrado na Av Osvaldo Aranha, nº 418, com a Escola e o Bar Flamenco funcionando no mesmo endereço, para comodidade de seus frequentadores.

Às quintas-feiras, o Tablado abre espaço ao Flamenco Solo. Jovens talentos do baile flamenco fazem sua estreia no palco da casa. E nas sextas e sábados, o público confere o show dos bailaores do Tablado Andaluz ao som de músicos convidados.

Rafael do Canto

Andrea Franco

Rafael do Canto

Tablado Andaluz



SERVIÇO
FLAMENCO SOLO
Quinta, a partir das 22h.
Sempre um solista destaque convidado para o "Cuadro Flamenco".
especialidade: Buffet de Paella e Tapas à la carte

SHOWS FLAMENCOS
Sextas sábados - entre 19h30 e 24h.
Às 22h30 acontece a apresentação de dança flamenca com acompanhamento dos músicos do Tablado Andaluz.
especialidade: Buffet de Paella e Tapas à la carte
Couvert Artístico: R$ 12,00 e R$ 8,00 para clientes que jantam o Buffet de Paella.

TABLADO ANDALUZ
Escola de dança e Bar Flamenco/Restaurante
Av Osvaldo Aranha 418
RESERVAS: (51) 3311.0336
www.tabladoandaluz.com.br

Assessoria de Imprensa:
Simone Lersch


Frio andino....


Frio andino

Esta onda de frio me faz lembrar duas coisas: uma que meu pai sempre dizia que eram noites de raposas( não sei o motivo mas deve ser porque as raposas agiam nos galinheiros nestas noites e os colonos tinham preguiça de deixar as cobertas e levantar pra ir atender os bichos que gritavam no galinheiro).
Outra coisa que me faz lembrar este frio: os sobreviventes dos andes..(aqueles que comeram carne humana). Entrevistei anos atrás dois deles: o resultado está no meu blog. É só procurar.Os que entrevistei foram José Luiz Inciarte e Roberto Canessa. Eles fazem palestras, a soldo, por supuesto....

O acidente do qual participaram foi assim: Em 12 deoutubro de 1972, um Fairchikld F-227 da Força Aérea uruguaia, fretado por um time amador de rúgbi, saiu de Montevideu, no Uruguai, pra Santiago, noChile. Informes de mau tempo nos Andes levaram o avião a descer numa cidadezinha da parte argentina da cordilheira(Mendoza). Nodia seguinte o tempo melhorou. O Fairchild decolou novamente, voando para o sul, em direção ao desfiladeiro de Planchon. As 15h21 o piloto informou ao controle de tráfego aéreo de Santiago que sobrevoava o desfiladeiro de Planchon, e às 125h24 minutos que estava sobre a cidade de Curicó,noChile. Foi autorizado a virar para o norte e começar a descida no Aeroporto de Pudahuel. As 15 h 30 minutos informou que sua altura era de cinco mil metros,quando a torre de controle de Santiago tentou se comunicar com o Fairchild, um minuto depois, não houve resposta.


Frio Andes

Durante oito dias, chilenos,argentinos e uruguaios procuraram o avião. Entre os passageiros havia não apenas os quinze membros do time de rúgbi mas vinte e cinco pessoas amigas e parentes, todas de famílias destacadas no Uruguai. A busca foi infrutífera. O piloto tinha ,evidentemente, calculado mal a sua posição e voado para o norte, emdireção a Santiago, quando ainda estava no meio das montanhas. Era o início da primavera no hemisfério sul e os Andes tinha sofrido,excepcionalmente intensas quedas de neve. Oteto do avião estava branco.Havia pouca chance de ser encontrado, e menor chance ainda de algum dos quarenta e cinco passageiros ter sobrevivido ao desastre.

Dez semanas depois, um camponês chileno,vigiando seu gado num vale remoto nas profundidades dos Andes,viu, no lado extremo de uma torrente que caía da montanha, a silhueta de dois homens.Estes lhe faziam getos selvagens e se ajoelhavam como em súplica.


Frio Andino


O camponês, pensando que pudessem ser terroristas,ou turistas,foi embora. Quando voltou ao mesmo ponto no dia seguinte, as duas figuras humanas ainda estavam lá e mais uma vez fizeram sinais para que se aproximasse.Ele foi à margem do rio e jogou um pedaço de papel e uma caneta enrolados em um lenço para o outro lado. A figura barbada e esfarrapada o recolheu,escreveu alguma coisa no papel e jogou tudo de volta para o camponês. Este leu:

- Venho de um avião que caiu nas montanhas. Sou uruguaio...."

Havia dezesseis sobreviventes. Esta é a história dos já famosos sobreviventes dos Andes. ( clique neste saite pra saber mais dados...)

 

Alberto Oliveira apresenta Alexandre Postal


deputado estadual


Caros eleitores e eleitoras. Amigos e amigas.

Como já é do conhecimento de vocês, não concorrerei à reeleição. Isso não significa que passei a ser um cidadão alheio às questões do mundo político, algo que entendo não ser possível, na medida em que política é, antes de mais nada, o exercício do relacionamento social. Todos somos seres políticos.

A diferença é que não exercerei mandato, mas não deixarei de apoiar os bons nomes que o PMDB (meu único partido ao longo de 35 anos de vida partidária) colocará à disposição da sociedade gaúcha no próximo pleito, como José Fogaça ao governo do Estado, e Germano Rigotto para o Senado.


deputado estadual

 


Assembleia

Para a Assembleia Legislativa, apoiarei um nome que resulta da construção de uma relação pessoal ao longo dos últimos anos. Refiro-me ao colega e deputado Alexandre Postal, alguém que, igualmente, tenho a certeza, levará adiante os pleitos das regiões que eu representava.

Com uma longa lista de projetos e iniciativas, Alexandre Postal caminha para o seu quinto mandato, ampliando, em cada pleito, sua votação. Isso, por si só, indica que os seus eleitores estão satisfeitos com seu trabalho e confiam na sua atuação. Em anexo, o currículo de Postal.


deputado estadual



Trajetórias
Postal e eu temos trajetórias políticas muito semelhantes. Fomos prefeitos nas nossas cidades, Guaporé e Flores da Cunha, de 1989 a 1992. No período em que estive à frente da secretaria de Turismo, na administração Antônio Britto, entre 1995 e 1998, Postal foi vice-líder do governo na Assembleia.

Depois, no governo de Germano Rigotto, de 2003 a 2006, fui chefe da casa Civil e Alexandre Postal foi líder de governo no Parlamento, em 2003 e 2004, e, na sequência, secretário dos Transportes, de junho de 2004 a abril de 2006. Somos colegas de Assembleia desde 2007.

Exposto isso, agradeço novamente a todos os que depositaram na minha pessoa a sua confiança.

Nos próximos dias, vocês receberão novas informações sobre as ações do deputado Alexandre Postal.


Abraço cordial, Alberto Oliveira



Currículo Alexandre Postal


• Presidente da Comissão Especial que fiscalizará os investimentos nas rodovias do Estado. Início em junho/2010
• Vice-presidente da Comissão de Finanças, Planejamento, Controle e Fiscalização na Assembleia gaúcha. Escolhido em maio/2010
• Líder da Bancada do PMDB em 2008
• Presidente da Comissão de Ética da ALRS em 2006 e 2007
• Reeleito presidente da União Nacional dos Legislativos Estaduais (UNALE) em 2007
• Reeleito Deputado Estadual em 2006 com 44.816 votos
• Secretário de Estado dos Transportes de junho/2004 a abril/2006
•Líder de Governo do RS em 2003 e 2004
• Reeleito Deputado Estadual em 2002 com 38.198 votos
• Primeiro-Secretário da Assembleia gaúcha em 2001 e 2002
•Secretário-Geral do PMDB/RS em 2001
•Eleito Presidente da União Nacional dos Legislativos Estaduais (UNALE) em 2003
• Reeleito Deputado Estadual em 1998 com 29.726 votos
• Vice-Líder de Governo do RS de 1995 a 1998
• Eleito Deputado Estadual em 1994 com 22.176 votos
• Assessor da presidência da Trensurb
• Presidente da Associação dos Prefeitos do PMDB
• Presidente da Amesne (Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste)
• Prefeito de Guaporé de 1989 a 1992
• Secretário-geral e vice-presidente do PMDB de Guaporé





Simon X Brizola


Simon e Brizola

Na chegada do exílio, em 7/9/1979, Simon e Brizola, em São Borja, mostram as " marcas" da separação que se acentuaria com o tempo...

Hoje em dia, 31 anos depois, PMDB e PDT, reconciliados, ainda se "olham" meio torto de vez em quando.

Alguns pedetistas, por exemplo, não esquecem - quem dá o tapa esquece, mas quem o leva tem mais dificuldades - retaliações que prefeituras governadas pelo PMDB fizeram em pedetistas que apoiaram Olívio em 1998, depois que Antônio Britto teve que disputar o segundo turno contra o " galo missioneiro" que para alguns peemedebistas " estava com a crista pelada" desde o primeiro turno.

Acompanhei de dentro aquela eleição e vi o salto alto jogando contra a turma do Britto. Só apareciam pra trabalhar nos fins de semana pra ir no brique da redenção. Alguns já disputavam qual CC iriam ter no segundo mandato de Britto. O que se viu depois foram choros e ranger de dentes....


Candidatura de Fogaça:

 

Há muito diz que diz por aí, mas não dá pra esquecer que o ex-prefa de Porto Alegre é bom de urna...

Claro que no PDT tem defecções e não é apenas a de Collares, que digamos, é a parte mais visível...

 

Ainda os 30 anos da morte
de Vinicius de Moraes


Vinicius de Moraes em seu local predileto: a banheira.....

 

Só vi Vinicius cantar uma única vez: foi no União, ali na Quintino Bocaiuva. Lembro perfeitamente do show, mas não recordo a data. Sei que era o começo dos anos 70 e " furei" como sempre fazia naquela época. Aliás, éramos uma turma que furava shows. Um dia o próprio Vinicius no show acho que na reitoria mandou todo mundo entrar, mas acho que não deixaram, havia muita gente. Não lembro bem deste show da reitoria da URGS, mas pelo que vagamente me recordo os que tavam de fora não entraram...

Tenho sim a lembrança deste gesto generoso do poetinha: ele mandou entrar os que não tinham grana. Já em shows da Gal, do Caetano, do Gil, que eram tri de esquerda, pelo menos aos nossos olhos, nunca isto ocorreu. Vinicius, que nunca se disse de esquerda, lembro que uma vez mandou todo mundo entrar. Acho que não entramos por falta de espaço no recinto, alguma coisa assim!!!!

 

Coleguinhas

 



Quem quer fazer militância política ótimo!! Vai prum partido e pronto...Mas ficar chamando Carlos Bastos de chefe PEDETISTA, bah, também não é por aí....

Tá, o Bastos foi indicação do PDT pra chefia da imprensa do legislativo, mas alguém tinha que ser indicado e pronto!

 

Coleguinhas

 

Blog do coleguinha Vitor Vieira andou chamando Gilmar Eitelwein, o Xineco, de repórter petista....Bah, não é por aí, mas aqui no meio dos jornalistas ficou muito marcado esta história de petista e britista....tenhor horror disto...repórter é repórter e pronto.

Vamu deixa isto de lado??!!!

 

Coleguinhas

 


*Ontem de manhã, oito e pouco. vi um carro do Diário Gaúcho perto da pracinha da Encol. Fazia mesmo um frio de renguear cusco, como se diz. Depois vi o Ariovaldo Chaves fotografando,melhor procurando alguém para fotografar,acho que o tema era o frio....

O Ariovaldo conheço de muitos anos...Fizemos juntos uma viagem de ônibus até quase o Pico da Bandeira, no Tocantins,ou na Amazônia. Mesmo diante de todas as dificuldades naquele ano de 1990, ele foi legal,ficou na dele, fez as fotos e se comportou dignamente.


Do ARI só sei que gosta de tomar sua CEVA no porta-larga e pronto. Não se mete em confusão...

Sua grande frustação foi nunca ter ido a uma Copa do Mundo....Uma vez entrou na sala do Lauro Schirmer,quando este era diretor, pedir pra ir...Mas a panelinha da fotografia já tinha escalado outros.


Quem sabe em 2014 o ARI fotograsse então a Copa do Mundo no Beira Rio.

Ele merece....

 

FESTA DO MEL COMERCIALIZA UMA TONELADA DO PRODUTO

Fonte: DECOM/PMSB

Festa do mel - Pela manhã, o Prefeito Mariovane Weis visitou os estandes.



PRODUTO LOCAL, SAUDÁVEL E BASTANTE VALORIZADO ECONOMICAMENTE FOI A ATRAÇÃO NA PRAÇA XV DE NOVEMBRO

Sábado (10/07) marcou a realização da quinta edição da Festa do mel de São Borja na praça XV de Novembro. A organização foi da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Emater e Associação dos Apicultores de São Borja (AASB). Nesta edição, 12 apicultores apresentaram seus produtos e distribuíram amostras de mel para os visitantes.
A abertura oficial aconteceu na parte da manhã e contou com a presença do Prefeito Mariovane Weis, do Secretário de Desenvolvimento Rural Odilon Bilhalva da Silva e dos vereadores Roque Feltrin e Farelo Almeida, demais secretários municipais e autoridades locais.

Fonte: DECOM/PMSB

Oportunidade para o público conhecer melhor o produto, a festa do mel divulga a produção local de 40 toneladas anuais. Banca do apicultor Lidenor Gampert, venceu o primeiro concurso do melhor estande.



No ato de abertura, o Prefeito Mariovane Weis destacou o projeto de inclusão de produtos feitos a base de mel na merenda escolar, aliando a forma de incentivar o produtor. “Este projeto já está em fase adiantada e ainda neste ano, já teremos a aquisição de produtos para ser distribuídos às escolas municipais”.
Ao se referir a frase “Meu dia pede mel”, criada pela Confederação Nacional de Apicultura (CBA) para incentivar o consumo do mel, o presidente da Associação dos Apicultores, Ory Andreola, ressaltou que São Borja consome 150 gramas de mel por dia, mais da média nacional que é de 30 gramas. Conforme ele, atualmente, quatro mil colmeias sustentam a produção anual de 40 toneladas e é vendida para a empresa Apicomel, da cidade de Jaguari, que exporta o produto para diversos países, principalmente para os Estados Unidos. A expectativa, segundo Andreola, é de chegar a 100 toneladas até o ano que vem. Para isso, será intensificada pela associação, a busca de novos produtores de mel. Ori Andreola estima que foram comercializados aproximadamente uma tonelada de mel nesta edição.
Junto a realização da festa aconteceu a quarta edição do melhor mel considerando dois tipos básicos do mel, o claro e o escuro. Na categoria mel claro foram inscritas oito amostras do produto. A colocação ficou a seguinte: Em primeiro lugar, Ivonie Marques da Silva; em segundo empate entre os apicultores Neuza Dedé e Lidenor Gampert; e em terceiro Arizoli Rodrigues de Córdova. Na categoria mel escuro nove amostras foram inscritas. Os vencedores foram: Em primeiro lugar Vinícius Gampert; em segundo, Lidenor Gampert e em terceiro, Regina Rojas Kath. Houve também o primeiro concurso do melhor estande ficando em primeiro lugar: Lidenor Gampert; em segundo: Ori Andreola; e em terceiro: Denilson Pereira.
Prefeitura de São Borja

 

 

Segunda chuvosa

 

no Metropolis Bar

Vou me arriscar na crônica. Nâo é muito meu metier, mas tive uma inspiração. Quem sabe seja a primeira vez, mas ainda farei sob forma de reportagem que é o que eu sei fazer...

Costumaos eu e um grupo de amigos, o César Tasca , o Daniel, a Dione ir às segundas no Metropolis, um bar que apenas vive dos dias de jogo do Grêmio. Fica ali na praça Antônio JOão, mas é tri estranho. Não entra ninguém. Mas todas as segundas tem um casal de amantes que sentam sempre na mesma mesa, no mesmo horário, e saem praticamente na mesma hora. Sempre nos cumprimentam quando vão embora. Nâo são marido e mulher, que marido e mulher não fariam isto numa segunda chuvosa como foi esta última, né.!!!!...Marido e mulher é aquela coisa de cumprir calendário, e olhe lá...!!!!!

Nunca iriam numa segunda tão fria, tão inóspita beirando o frio do Polo Sul , se encontrar no bar do Felipe,que não tem calefação, não tem lareira, não tem ar condicionado como eu e meus amigos. O Felipe que é o dono do bar...ficou junto também embora meio encarangado de frio...

Nesta segunda o tema estava quente: a censura da grande imprensa ao" caso" de Floripa. O Felipe corria pra tevê pra ver se estavam dando algo e quando voltava nos informava que apenas na Record é que tinha dado:
- Ah, protestei, a Record é inimiga da Globo, não vale, quero ver a Globo dar isto e não apenas o caso do Bruno...

O Cesar Tasca que é um grande defensor da Globo e da RBS aqui( tudo porque quando era garção do Barranco servia aos donos e ele se acha amigo dos caras)
Discutimos muito na noite fria da segunda. Na hora aprazada, os amantes foram embora, passaram por nós e se despediram,apenas com um boa noite. Não sei quem são(meus amigos sabem) mas eu não quero saber, acho tão bonito os dois ali no cantinho,conversando e vejo que se gostam,isto é o que mais importa pra mim..
Pior, na noite fria da última segunda, a "gota" bateu no César. Meio com a perna se arrastando,debaixo daquela chuva e daquele frio, ele foi comprar cigarros( a peste ainda fuma...como uma chaminé...) no posto que fica ali ao lado do Olímpico.

Logo que os amantes foram embora, chegou o outro único freguês que vai sempre jantar de noite no Metropolis: um corretor que nesta noite de segunda se integrou a nossa mesa e ficou contando histórias e mais histórias de gente tri conhecida.

Já eram quase 10 e meia da noite quando cheguei em casa. Pulei do T-6 na Protásio, e a chuva ainda batia forte, mas senti que a noite seria muito fria....

O Daniel, que pega o Màrio Quintana, ainda ficou na parada esperando pelo seu bus.

Nesta quarta só vou passar pelo Metropolis. Nâo é dia....Vou apenas ao jogo doGrêmio com o Vitória....

 

 

O desarmamento e a segurança dos bandidos

 


(Archimedes Marques)

Vivemos em um país em que muitas vezes os valores se invertem e, nessa espécie de guerra urbana e social contra a violência diária, contra a marginalidade que cresce assustadoramente, contra a criminalidade que aumenta gradativamente a todo tempo em todo lugar, comprova-se que o Estado protetor mostra-se ineficiente para debelar tão afligente problemática e por isso teima em produzir programas emergentes que surgem e insurgem sem atingir os seus reais objetivos. Um deles, pelo menos até agora, ao invés de proteger a sociedade deu maior segurança aos bandidos, ou seja, inverteu os seus valores.
O projeto desarmamento estudado e executado pelo Governo Federal desde 2003, contra a vontade popular, demonstra ser no âmago do seu curso uma ação derrotada e inócua que age infrutuosamente na tentativa de reduzir a criminalidade no país e deixa cada vez mais a população órfã de proteção.
Enquanto a população brasileira foi literalmente desarmada por conta do Estatuto do Desarmamento, a bandidagem está cada vez mais armada. Enquanto foi tolhido o direito do cidadão de se defender do bandido com a proibição de sequer possuir uma arma de fogo em sua própria casa sem passar por extrema burocracia, o bandido por sua vez, facilmente consegue armas até mesmo com alto poder de fogo, para se defender da Polícia, atacar o povo e ferir a ordem do país.
É fato presente que o chamado crime organizado, pernicioso organismo que alimenta o tráfico de drogas, criminosos perigosos e contumazes, quadrilhas de assaltantes, consegue transitar e abastecer a marginalidade com armamento privativo das forças armadas, tais como: Metralhadoras, fuzis, bazucas, morteiros, granadas, ou mesmo outras mais usadas a exemplo das escopetas, pistolas e revolveres. Essas armas provindas de diversas nacionalidades ingressam pelas nossas gigantescas e mal guarnecidas fronteiras e chegam às mãos dos bandidos de maneira inexplicável.
Retirar as armas de fogo das pessoas de bem foi muito fácil, pois essas pessoas, não sendo marginais, logo cumpriram a Lei e depuseram suas armas com a esperança de que a violência fosse realmente estancada, contudo ainda não foi, muito pelo contrário, aumentou substancialmente, pois o desafio da Polícia em desarmar os bandidos parece ser intransponível. Quanto mais se prendem os marginais armados mais armas aparecem em poder de outros e até dos mesmos quando são postos em liberdade pela Justiça.
Os fatos violentos e corriqueiros ocorridos nos quatro cantos do país demonstram que os discursos e as noticias desarmamentistas para justificar o suposto sucesso do plano e iludir o povo parecem ser apenas meras cortinas de fumaça, tendo na linha de frente a diminuição dos homicídios eventuais por desavença ou domésticos, perpetrados nas comunidades por meio de arma de fogo a querer encobrir o recrudescimento da criminalidade dos outros tipos penais. Vale lembrar também que apesar de ter diminuído os índices de homicídios cometidos via arma de fogo nos casos citados, aumentou substancialmente os índices do mesmo crime perpetrados por arma branca ou outros meios, comprovando então, que o cidadão quando quer, mata o seu desafeto de qualquer jeito.
Assim, o povo vive acuado, desarmado e preso por grades, cercas elétricas, alarmes, nas suas próprias residências e, os diversos criminosos andam soltos nas ruas a caça das suas vítimas, aumentando de forma geométrica o número de latrocínios, roubos e sequestros em todos os lugares.
A Polícia por mais diligente que seja, em virtude da falta de contingente adequado, de uma maior estrutura, de uma melhor organização, de um verdadeiro incentivo com salários condizentes aos seus membros, não consegue romper tais obstáculos e sempre é considerada culpada erroneamente por inoperância pela nossa sociedade como se fosse a única responsável por tal situação.
Atacam-se carros blindados com armamento potente, derrubam-se helicóptero com tiros de fuzis ou metralhadoras antiaéreas, inúmeros assaltos se valem de armas de guerra no país inteiro, policiais são frequentemente mortos no labor das suas funções por criminosos possuidores de armas poderosas adquiridas no câmbio negro do crime organizado.
O cidadão nas ruas literalmente virou um alvo em determinados locais. Um alvo que tem que ser um maratonista, velocista, contorcionista, trapezista e até mágico para se esquivar das balas perdidas. Um alvo que tem que optar por dar apoio aos traficantes de drogas sob pena de morte. Um alvo no seu veículo ultrapassando os sinais de transito e recebendo multas para não ser seqüestrado ou assaltado e morto. Um alvo desarmado sem direito a defesa própria contra o marginal sempre bem armado. Um alvo que tem que contratar segurança particular para sobreviver. Um alvo que ainda tem que agradecer ao criminoso por apenas lhe levar seus bens materiais. Um alvo esperando sempre que apareça algum policial para lhe salvar.
O desarmamento veio para o seio da sociedade brasileira como uma ação insidiosa de tirar-lhe o direito de defesa própria e da sua família ao mesmo tempo em que deu total segurança ao bandido de fazer o que quiser com a sua vulnerável vítima.
O estatuto de Desarmamento não deu e não dará certo enquanto não tivermos uma séria e efetiva política de combate ao crime organizado, enquanto não colocarmos atrás das grades os grandes traficantes de armas e drogas, enquanto não prendermos as pessoas inescrupulosas que dão suporte e proteção aos traficantes e enriquecem sob o julgo desse crime, enquanto não consigamos enfim proteger as nossas fronteiras desses criminosos fazendo com que não mais entre armas no nosso país.
Enquanto isso não acontece, para concluir o texto, faço minha as sábias palavras do Ministro aposentado do Superior Tribunal Militar, FLÁVIO BIERREMBACH, hoje advogado e escritor:
“Desarmar as vítimas é dar segurança aos facínoras”...
"O cidadão de bem tem o direito de possuir uma arma para se defender dos criminosos"...
"Os bandidos já se sentem muito mais seguros para atacar os pobres, os trabalhadores e os homens de bem, porque sabem que provavelmente irão enfrentar pessoas desarmadas"...
“Uma sociedade em que apenas a polícia e os facínoras podem estar armados não é e nem será uma sociedade democrática"...

Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela Universidade Federal de Sergipe) archimedes-marques@bol.com.br

 


Estupro de Floripa


confissão

O jornal Folha Universal, da IURD(Igreja Universal Reino de Deus) desta semana traz matéria de capa com o já famoso estupro de Floripa. O jornal reproduz os diálogos dos menores pela internet que acabaram no blog do mosquito, hoje o mais acessado,seguramente, do país....

Que coisa!!!!

 

Elio Gaspari: A ‘conjunção carnal’ do delegado de SC


Pequeno Dicionário Ilustrado de Expressões Idiomáticas




No texto de abertura da coluna que levou às páginas neste domingo (11), o repórter Elio Gaspari ilumina um episódio ocorrido na capital catarinense.


Um desses casos cujo desfecho, para fazer nexo, exige da polícia uma conjunção neuronal que não estupre o bom senso. Leia:



“No dia 14 de maio, uma garota de 13 anos encontrou-se com um amigo num shopping de Florianópolis e foi ao seu apartamento, onde vive com a mãe e o padrasto.

Ele tem 14 anos e é filho de Sérgio Sirotsky, diretor do Grupo RBS de comunicação em Santa Catarina. A empresa, pertencente à sua família, controla 46 emissoras de televisão e rádio e oito jornais diários no Sul do país.

O que aconteceu no apartamento do garoto, não se sabe com precisão, pois o inquérito policial e o processo correm em segredo de Justiça. Durante a investigação, quem devia preservar o sigilo permitiu que ele vazasse.

A jovem contou em seu depoimento que foi estuprada por um ou dois rapazes, ambos menores. Além do dono do apartamento, denunciou o filho de um delegado.

Medicada num hospital, deu queixa à polícia e submeteu-se a um exame de corpo de delito. Nos últimos dez dias, o caso explodiu na internet.

 


Blog que denunciou caso

 

A família Sirotsky publicou um comunicado informando a ocorrência do ‘lamentável episódio’, lembrando que ‘confia integralmente nas autoridades policiais’.

Para que se possa confiar mais nessas autoridades, o secretário de Segurança de Santa Catarina deve exonerar o delegado Nivaldo Rodrigues, diretor da Polícia Civil de Florianópolis. Numa entrevista gravada ele disse o seguinte:

‘Eu não posso dizer que houve estupro. Houve conjunção carnal. Houve o ato. Agora, se foi consentido ou não, se foi na marra, ou não, eu não posso fazer esse comentário, porque eu não estava presente’.

A declaração do delegado é uma repetição da protofonia das operetas que começam investigando casos de estupro e terminam desgraçando quem os denuncia.

Noutra entrevista, com o inquérito concluído, o doutor informou que ‘o caso investigado é de estupro’, mas ao especular (indevidamente) sobre a motivação do ocorrido informou: ‘Amizade, se encontraram, resolveram fazer uma festa. Se foi na marra, não sei’.

Falta o delegado definir ‘marra’. É crime manter relações sexuais com menores. Se isso fosse pouco, segundo a denúncia, podem ter sido dois os rapazes que usufruíram a ‘conjunção carnal’.

 


Confissão

 


Se o delegado não podia dizer se o ato foi ‘consentido ou não’, devia ter ficado calado. Afirmar que não pode opinar porque ‘eu não estava presente’ beira o deboche.

Existe uma razoável literatura sobre estupros de grupo. Em geral, ocorrem quando a vítima está alcoolizada ou drogada, o que torna despicienda a questão do consentimento.

Se o doutor Nivaldo sair virgem do episódio, os catarinenses perderão um pouco de sua segurança, triunfarão as teorias conspirativas sobre a impunidade do andar de cima e prevalecerá uma racionalização do crime: não há estupros, há mulheres que não sabem se comportar. (Exceção feita às mães dos defensores dessa doutrina, e que Santa Maria Goretti proteja suas filhas.)”


- Serviço: Aqui, a íntegra da coluna de Gaspari.
- Em tempo: Ilustração via ‘Pequeno Dicionário Ilustrado de Expressões Idiomáticas’, de Marcelo Zocchio e Everton Ballardin.


Fonte: http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2010-07-01_2010-07-31.html


TRIBUNA DA PRAIA


Leia a TRIBUNA DA PRAIA.net
O 1º jornal do interior de Sergipe na Internet

Claudomir Tavares da Silva
http://www.tribunadapraia.net
claudomir@tribunadapraia.net

 

Definição

 

OLIDES,

Perguntei, a cerca de quatro anos atrás, a uma de suas irmãs
como era o OLIDES...ela me olhou e disse categoricamente:"_Ele
é 50% doente e 50% massa falida."
BINGO pra ela.

Abraços da prima

LÓDI

Coleguinhas

 


Elio Gaspari entrou no assunto de Floripa. Agora ganhou dimensão nacional. A Record tava dando, mas aí a gente sabe que é a vingança contra a TV Globo que anos atrás chamou o bispo de tudo....e mais um pouco....

Famoso colunista gaúcho, que já foi editor do jornal DiárioCatarinense, disse ontem que recebeu tres emails de colegas de são paulo, sobre o caso de Floripa, depois que saiu na coluna do Gaspari, no domingo passado.

Jornal Folha Universal da IURD, deu três páginas na sua última edição, sobre o caso do estupro. Chamou na capa com o título de ESCANDALO....

Jornal da IURD tira 2.561.250. É distribuição gratuita, no meio dos fiéis da Igreja Universal. Mas é bem feito. Seguidamente leio matérias interessantes nele. Eles abordam temas que a nossa grande imprensa, pelos compromissos com a propaganda, não aborda. Neste último, por exemplo, deram uma matéria sobre merchandising da bebida alcoolica, cerveja, dentro da seleção brasileira. O seu Dunga também era garoto propaganda de uma marca, sim, então que não venha se fazer de santinho, como gosta de aparentar....

Convite para inauguração do Comitê Porto Alegre

 


Ivar Pavan



Caros amigos e amigas,
Nesta primeira semana de campanha quero agradecer todos os apoios que recebi. Estas demonstrações e contribuições me animam muito a seguir esta caminhada de representar o Rio Grande na Câmara Federal.
Neste informativo, envio também um áudio apresentando algumas bandeiras e conquistas ao longo desses quatro mandatos como deputado estadual. Neste período, enviarei outros áudios com detalhamento de cada uma das propostas.
Como candidato a deputado federal, pretendo continuar trabalhando para avançar em novas conquistas, que detalho aqui também por escrito.
Aproveito para convidar para várias atividades que gostaria muito de contar com a presença de vocês. Aguardo sugestões, perguntas, críticas e contribuições por este e-mail ou pelo endereço www.ivarpavan.com.br. Também estou no Twitter (www.twitter.com/ivarpavan), no Facebook (www.facebook.com/ivarpavan) e no Orkut.

AGENDA
13 de julho - Terça-feira
- 12 horas - Inauguração do Comitê Estadual de Campanha de Tarso Genro ao governo do Rio Grande do Sul. A Unidade Popular terá seu ponto de encontro na rua Barros Cassal, 68, bairro Floresta.
- 13h30 – Inauguração da foto de Ivar Pavan na Galeria dos Ex-Presidentes no primeiro andar da Assembléia Legislativa.
- 19 horas – Inauguração do comitê de Ivar Pavan em Porto Alegre. Avenida João Pessoa, 1291, em frente ao Jornal do Comércio.
6 de agosto - Sexta-feira – 19 horas
- Festa de lançamento da candidatura de Ivar Pavan deputado federal em Porto Alegre - CTG Estância da Azenha - Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, 155.

IVAR PAVAN – Deputado Federal – 1330
Compromissos históricos, compromissos de futuro
Ivar Pavan tem compromisso de semear esperança e colher desenvolvimento. Trabalha pela construção de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento regional e melhoria da qualidade de vida da maioria da população.
AGRICULTURA, SOBERANIA ALIMENTAR E MEIO AMBIENTE
- Política de renda para a Agricultura Familiar.
- Solução para o endividamento dos Agricultores Familiares.
- Compensação aos agricultores que preservam o meio ambiente.
- Resolução de conflitos entre agricultores familiares e índios.
APOIO AO SETOR EMPRESARIAL
- Ampliação de mercado para os produtos regionais.
- Apoio à cooperativas, economia solidária, associações e redes de comercialização.
- Incentivo, inclusive fiscais, às cadeias produtivas regionais.
TRABALHO DIGNO
- Valorização do Salário Mínimo Regional.
- Redução da jornada e melhoria das condições de trabalho e de saúde do trabalhador.
INFRAESTRUTURA E TURISMO
- Criação da Ferrosul e reativação das ferrovias desativadas.
- Pavimentação para os municípios sem asfalto e melhoria das rodovias estruturantes.
- Melhoria da qualidade da energia elétrica.
- Melhoria da infraestrutura turística regional, vinculada à realização da Copa do Mundo 2014.
- Ampliação do turismo rural.
PETRÓLEO DA CAMADA PRÉ-SAL
- Novo marco regulatório e repartição dos recursos (royalties) do petróleo do pré-sal para todos os estados e municípios.
- Destinação dos recursos do Pré-Sal para pesquisa e desenvolvimento tecnológico, educação, saúde, meio ambiente e soberania alimentar.
EDUCAÇÃO E CULTURA
- Consolidação da Universidade Federal da Fronteira Sul em Erechim e Cerro Largo e ampliação para novas regiões.
- Fortalecimento das Escolas Técnicas Federais e criação de novas unidades para o Norte gaúcho.
- Recuperação da UERGS.
- Implantação do Piso Nacional do Magistério.
- Resgate da cultura étnica e da memória e fortalecimento das festas das etnias.
- Promoção e apoio às atividades culturais e aos novos talentos.
SAÚDE PÚBLICA
- Consolidação do SUS.
- Ampliação de políticas de prevenção à saúde.
- Aplicação dos 12% constitucionais para a saúde por parte do Estado e ampliação dos recursos federais.
- Enfrentamento à crise dos hospitais e regionalização do atendimento.
- Albergues públicos para hospedagem a pacientes e familiares.
- Combate às drogas e ampliação do atendimento aos dependentes químicos.
SEGURANÇA PÚBLICA
- Consolidação e ampliação do Pronasci.
- Piso Nacional dos Trabalhadores da Segurança.
MORADIA PARA TODOS
- Consolidação da política habitacional para a área urbana e agricultura familiar.
POLÍTICAS PÚBLICAS ESPECÍFICAS
- Políticas específicas para mulheres, jovens e idosos nas áreas da saúde, educação, trabalho, transporte coletivo, cultura, lazer, assistência social e participação política.

Comitê Porto Alegre: Av. João Pessoa, 1291.
Comitê Erechim: Av. Sete de Setembro, 330.


Acidente com " carga perigosa" na ponte da Integração


Ponte da Integração

 

No último dia 6 de julho,foi feita uma simulação com um acidente com carga perigosa na ponte da Integração, que liga São Borja, com Santo Tomé, do lado argentino.
A simulação do acidente foi entre 9 e 10 da manhã e envolveu 32 pessoas da Mercovia(empresa que administra a ponte binacional).
Este tipo de treinamento é feito no mínimo uma vez ao ano,informou o engenheiro Ruben Bressiani, da Mercovia.

( Com Folha de São Borja)

 

VIÚVA DE ROBERTO MARINHO DECLARA VOTO EM DILMA

Fonte: http://cloacanews.blogspot.com/

.
Lily Marinho

E agora, Ali Kamel?
Por Miguel do Rosário,
do blog Óleo do Diabo
.

O Globo escondeu a declaração de voto de Lily Marinho, a viúva do magnata das comunicações Roberto Marinho, mas a colunista da Folha, Mônica Bergamo, não resistiu à indiscrição.

Vou fazer 90 anos. Sou velha para votar. Mas acho que, se votasse, seria na Dilma.

A declaração é de Lily, a elegante e sedutora aristocrata que, com mais de 70 anos, conquistou o coração de Dr.Roberto. Lembro do casamento. Foi bonito ver os dois velhinhos se casando. Dona Lily é uma socialite discreta, inteligente e, até onde sei, de opiniões progressistas. Com certeza não lê os blogs da Veja, o que já é grande coisa.
Roberto Marinho, apesar do apoio que deu ao golpe militar, nunca foi um hidrófobo histérico de direita como seus filhos. Tanto é que abriu a redação do jornal para comunistas e ex-comunistas. Para ele, a ideologia da pessoa não lhe impedia de ser um bom profissional ou mesmo uma boa pessoa. Recebeu até Fidel Castro em sua casa, conforme lembra Dona Lily, provando que também Fidel sempre foi um sujeito aberto ao diálogo cordial inclusive com seus piores adversários.
O mais curioso da matéria, claro, é a declaração de voto de dona Lily. E sua afirmação de que não receberá Serra nem Marina.
No Globo, a matéria saiu fria, árida, nitidamente constrangida, sem relatar a boa impressão que Dilma causou nas ressabiadas socialites cariocas, muitas das quais, conforme revelou uma amiga de Lily à coluna de Bergamo, morriam de medo do PT e da candidata.
Essa nota é muito mais importante do que parece a primeira vista. As fotos da candidata ao lado das vips do Rio serão publicadas e republicadas em praticamente todas as revistas femininas. Deverá causar bastante impacto também sobre o imenso universo artístico da TV Globo, com seus milhares de atores, contrarregras, técnicos, operadores, etc.
Sob o chicote do carrasco Ali Kamel, que impôs regras draconianas impedindo qualquer empregado, até o mais reles faxineiro, de expor suas opiniões políticas, ainda que sutilmente, em sites de relacionamento, twitter, blogs, etc, as simpáticas declarações de Lily em favor de Dilma Rousseff representam uma prova de que essas humilhantes restrições só valem para os escravos. O contraste é gritante. Aos escravos, o silêncio, a opressão, a mordaça; aos senhores, a liberdade. Dona Lily pode falar o que quiser, pode até explicitamente apoiar Dilma. Sei que ela não trabalha no jornal, mas mesmo assim, é uma figura ligada afetivamente às organizações Globo, em virtude de carregar o sobrenome de seu proprietário e ter sido a doce companheira de "Seu" Roberto por mais de uma década. A informação correrá nos bastidores da Globo como um rastilho de pólvora: Dona Lily está com Dilma! Quantos sorrisos maliciosos, furtivos, quase vingativos, não serão vistos nas salinhas de café?
Sim, porque na verdade manifestações contra Dilma e a favor de Serra estão tacitamente liberadas na Globo. Tanto é assim que Jabor e Merval continuam babando ódio antipetista em seus respectivos espaços. Miriam Leitão, que tem uma coluna diária intitulada Panorama Econômico, hoje não fala de economia; fala só de dossiê contra Dilma, ops, contra Eduardo Jorge. Convertida em promotora pública, ou paladina da oposição, a colunista ataca duramente Dilma Rousseff e o governo de terem feito dossiê contra um zémané do PSDB. Sabe-se lá o que pretendia a "equipe de inteligência" de Dilma ao fazer um dossiê contra Eduardo Jorge.
Aliás, é engraçado chamar de "equipe de inteligência" o que, fosse verdade, não passaria de uma trupe de retardados. Que há de inteligente em fazer dossiê contra um barnabé como Eduardo Jorge e, cúmulo da estupidez, ainda entregar o material para Veja e Folha de São Paulo? Não tem sentido.
A urubóloga parece ter ficado mordida por ter sido obrigada a publicar, ontem, um texto onde seus entrevistados são só elogios para a economia brasileira. Ou então, com vistas a garantir a estabilidade em seu emprego e um outro prêmio Maria Caboots, resolveu, após a martelada no prego, dar hoje uma na ferradura.

 

 

Piadinha da semana contada por um visitante da salinha JCTERLERA

 


O Jacó era pão dura, daqueles judeus mão de vaca, mesquinho mesmo. Chegou em casa e pediu pra Sara fritar 3 ovoos:

- Dois pra mim e um pra ti,disse o avarento do Jacó.

Ele era síndico e chamaram-no no 15 andar. Ele morava no 9.

Quando resolveu o problema, ele entrou no elevador e o aparelho despencou lá de cima. Ao passar no 9, o avarento do Jacó ainda teve tempo de gritar para a SARA:

- Sara frita só um ovo, só um pra ti.

O avarento do Jacó teve tempo de economizar dois ovos....

 

La Poppovic voltará pra BAND TV


Sílvia Poppovic


Segundo o colunista Flávio Ricco, Sílvia Poppovic deve voltar a TV Bandeirantes.

Sílvia Poppovic não é mais marinheira de primeira viagem na tevê brasileira. Ela estreou em 1979,no programa Mulheres, na TV TUPI, uma emissora que tinha sido a maior, mas que naquele momento estava em completa decadência, prestes a ser extinta.

Na estréia, quando a luz da câmara acendeu, indicando que estava no ar, entrou em desespero. As mãos da apresentadora balançavam tanto que sacudiam o microfone. O estômago doía. E como suava...puro pavor....

Sílvia,agora uma expert em tevê dá a receita:

- O convidado do meu programa deve ter humildade, se despir de sua capa de autoridade ou especialista, se integrar ao esquema do programa de televisão, tem que ser popular sem banalizar suas informações. Quero que as pessoas digam as coisas de forma simples, direta e que aproveitem a oportunidade que têm de se dirigir a milhões de pessoas. Quem saca este jogo vira celebridade, diz Sílvia.

Ela não se deu bem ao entrevistar, por exemplo, Darcy Ribeiro.

Às vezes, no programa da Sílvia, que sempre prima pela polêmica, aconteceram saias justas, justíssimas. Como foi o dia em que se encontraram frentea frente Erasmo Dias , secretário da segurança de S.Paulo, no tempo da ditadura e Zé Dirceu, ex-preso políico.

-Eu me lembro deste sujeiro, foi meu prisioneiro político,disse o cel. Erasmo.

- Me orgulho deste fato e jamais poderei esquecer...afinal, não poderia esquecer o que sofri na sua mão!

Curta

 

A cara da governadora Yeda, na foto da ZH de ontem, 12/07 é de quem já jogou a toalha.....

 

Curiosidades


El Gaucho

 

Até em Moscou há churrascarias com a marca dos gaúchos. Alguém aí sabe com certeza a etimologia da palavra gaúcho? Já ouvi duzentes versões, nenhum crível. Tudo chute,pelo visto!

A foto é da Alenir Canton, de quando esteve em Moscou.

 

Justiça isenta autor de livro a indenizar

 


Oi Olides, tudo bem?
Segue abaixo uma sentença que pode te interessar, sobre um colega que escreveu o livro sobre a Operação Condor e que foi processado por um policial.
Sobre o livro do Roberto Muller, do qual vc me falou quando me ligou da última vez, eu o procurei na livraria da Imprensa Oficial do Estado, que o editou, mas já havia acabado. Vou voltar esta semana pra saber se já chegou nova remessa.
Tenho uma amiga, que trabalhou na Gazeta Mercantil e que tem esse livro, mas ela ainda não o leu.
O Roberto Muller, que foi diretor da GM, anda sumido. Ele foi visto (e fotografado) visitando o Pimenta Neves, aquele ex-diretor do Estadão que matou a ex-namorada Sandra Gomide há oito anos e continua solto.
Aliás, a Rede TV fez um programa especial sobre esse crime na última quinta-feira, dia 8 e uma jornalista da Gazeta Mercantil, chamada Nina, deu um depoimento em favor do criminoso, chamando-o de pessoa maravilhosa, pode? Deve ter ganhado pra isso, vc não acha?
Abraço,
Valdir

Ainda existem juízes no Brasil!

Operação Condor


Confira: http://www.conjur.com.br/2010-jul-07/autor-livro-operacao-condor-nao-indenizar-policial-militar


Justiça isenta autor de livro de indenizar policial


Casos de violência e abusos cometidos na época da ditadura militar são de interesse público e podem ser revelados em livro. Isso porque, na democracia, o direito à liberdade de informação, à honra e à imagem não são absolutos e devem ser harmonizados. Com esse entendimento, a juíza Cláudia Maria Hardt, da 18ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre, não aceitou o argumento do ex-policial do DOPS, da região Sul, João Augusto da Rosa, de que a publicação do livro Operação Condor: O Sequestro dos Uruguaios fere o seu direito à honra e à imagem. Segundo o militar, o livro omitiu sua absolvição durante inquérito policial de 1983. Cabe recurso.
O livro Operação Condor: O Sequestro dos Uruguaios conta a história do sequestro dos uruguaios Lílian Celiberti, seus dois filhos menores e Universindo Díaz, ocorrido em Porto Alegre, em novembro de 1978.
O livro é de autoria do jornalista Luiz Cláudio Cunha, um dos protagonistas da história. Foi ele, em companhia do fotógrafo J. B. Scalco, já morto, que descobriu que o casal de exilados políticos uruguaios e seus dois filhos foram sequestrados em Porto Alegre pela polícia gaúcha. Mais tarde o casal foi entregue às autoridades policiais da ditadura uruguaia e permaneceu preso por cinco anos em Montevidéu. Lilian Celiberti depôs como testemunha no processo movido pelo policial contra o jornalista.
Os dois jornalistas trabalhavam, à época, na sucursal de Porto Alegre da revista Veja, que publicou uma série de reportagem sobre o sequestro, talvez a primeira denúncia concreta de atos ilegais do que mais tarde seria conhecido como Operação Condor, a cooperativa de repressão política montada em conjunto pelas ditaduras militares da América do Sul nos anos 1970.
A obra recebeu o troféu Jabuti e Menção Honrosa do prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, em 2009. E foi também agraciado em Havana no Prêmio Casa de Las Américas de 2010.
A juíza entendeu que não houve abuso por parte do jornalista ao escrever o livro porque não há como negar que existiram abusos cometidos pelas autoridades instituídas durante o período do regime militar brasileiro. “São inúmeras as compilações históricas e os relatos dos que vivenciaram a etapa em que o país esteve distanciado da democracia. Inegáveis as arbitrariedades, os excessos e as violências infligidas a muitas pessoas”, fundamentou a juíza.
Sobre a liberdade de imprensa, ela lembrou que o período foi marcado pela censura que impedia que tais fatos viessem a público. “Não se pode desconsiderar as restrições impostas à imprensa naqueles momentos em que muitos dos direitos irmanados com a dignidade humana e a liberdade foram deixados de lado”, ressaltou.
“Estes dois postulados, muitas vezes, entram em choque. Frente à colisão de dois importantes preceitos constitucionais, necessário proceder-se à harmonização principiológica, restando ao julgador a parcimoniosa atividade de realizar a ponderação destes no caso concreto”, disse. Segundo a juíza, “impera o interesse público, prestigiado o direito à informação consagrado nos artigo 5º, XIV, e 290, §1º, ambos da Constituição Federal”.
Para a juíza, somente são toleráveis as restrições à liberdade de imprensa quando comprovado o abuso de direito, o que não é caso. "O texto foi produzido a partir do relato de vítimas, testemunhas oculares, fotografias e investigação, tencionando desvendar os acontecimentos prévios e posteriores ao ocorrido dentro do apartamento nº 110 do número 621 da Rua Botafogo em Porto Alegre".
E mais: "Aqui, não há que se reconhecer a intencionalidade por parte do jornalista réu de ter escrito esse livro com o exclusivo intuito de ofender a reputação do autor. A pretensão foi clara: a de expor ao público profunda pesquisa acerca de fatos ocorridos em época em que tais informações não poderiam ser publicamente difundidas sem retaliações. Assim, nos tempos atuais, tem-se que a liberdade de manifestação, quando exercida regularmente, não denigre o direito à imagem".
Velhas informações
A juíza reforçou, ainda, que não existe novidade nas informações e fotos publicadas pelo livro. Segundo ela, o próprio policial admitiu já ter visto o material em jornais e revistas. E ainda que na época da publicação isso não foi questionado na Justiça. “Aliás, consigno que das inúmeras personalidades citadas durante a narrativa, somente o autor, ao que se saiba, sentiu-se ferido em seu íntimo a ponto de promover demanda judicial ressarcitória”, disse a juíza.
Ela conclui que o Supremo Tribunal Federal tornou sem efeitos a Lei de Imprensa ao concluir que o texto se mostrava incompatível com a democracia e com a atual Constituição Federal. “Destarte, a pretensão não prospera, porquanto a obra literária questionada não vai além de uma narrativa dos fatos, com fundo crítico, amparada na liberdade de informação, não se consubstanciando em efetiva tentativa de ofender o demandante”.
Por fim, a juíza afirmou que a obra não visou exclusivamente degradar a honra do autor como um dos personagens participantes do relato. Por isso, ela julgou improcedente o pedido do policial para ser indenizado. E determinou, ainda, que o autor pague R$ 2.000 de custas processuais e honorários.

 

 

Ingrid Betancourt e família processam Colômbia por sequestro

 


http://4.bp.blogspot.com

Ingrid Betancourt


O caso é juridicamente interessante porque suscita a dúvida: o Estado deve responder por danos sofridos por vítimas de violência política ou terrorista?

 

Novo programa na Ulbra TV

 

O Glei Soares , o Santana( o menos conhecido, não o superstar, e a Critina Mazzei) iniciaram ontem na Ulbra TV um novo programa. Tenho quase a certeza que vai dar certo. Principalmente se se soltarem e disseram umas bobagens no bom sentido, sendo leves e soltos como eram na V Cristal.

O problema de todos estes programas de tevê que tem por aí - eu nem vejo - é que todos são o mesmo formato, ninguém quer ousar nada.

Pô,acho que o último cara que ousou na tevê foi o Flávio Alcaraz Gomes com aquela maluquice dele lá que deu certo os Guerrilheiros da NOtícia.

Mas o Flávio tem talento, podem me dizer. Mas a Cristina tem, o Glei tem e o Santana idem.

Então boa sorte pra tchurma...

 


programa diversidade

 

PROGRAMA DIVERSIDADE - NOVA OPÇÃO NAS TARDES GAÚCHAS

Estreia nesta segunda feira (12) a nova opção em informação e entretenimento nos finais de tarde da Ulbra TV.
Apresentado pelos jornalistas Cristina Mazzei, Glei Soares e Rudinei Santana, reportagem de Heverton Lacerda, o DIVERSIDADE traz entrevistas, reportagens e comentários de interesse da comunidade, informação de maneira leve e descontraída com matérias nas ruas, notícias em tempo real e uma pitada de humor.
Em pauta: comportamento, saúde, cidadania, educação, gastronomia, moda, beleza, decoração, eventos sociais, meio ambiente, cultura.
Programa DIVERSIDADE - Ulbra TV – canais 48 UHF e 21 NET Porto Alegre Seg. à sexta – 16h.30m. AO VIVO e na Internet pelo site www.tvi.com.br
www.programadiversidade.com.br

 

Juízes e Juízos




Por Wilmar Marçal*


Decepção e frustração. Esses são os sentimentos atuais e remanescentes de quase todos brasileiros sobre a concessão de liminares, por parte do poder judiciário, aos candidatos "fichas-sujas". A forma interpretativa de qualquer juiz que concede esse tipo de benefício e imunidade aos maus políticos, sempre será fruto de análise subjetiva, com a frieza das letras que compõem as Leis. Alguns pareceres jurídicos são tão difíceis e enfadonhos para ler que acabam desmotivando o entender. Doutores da escrita nem sempre se fazem claros e pelas sombras dos argumentos "legais" atenuam o que deveria ser eliminado.
A grande demanda de processos que tramitam nos fóruns brasileiros, reflete bem que a "matilha de lobos politiqueiros"é a grande beneficiada pelos "habeas corpus constantis". O sistema é de embromação (ou embromation) e com isso as quadrilhas de alguns parlamentares vão se perpetuando pelas reeleições. Em vários estados da federação, guardado o devido respeito e proporção, a Assembléia Legislativa está mais para um referencial de capitania hereditária do que propriamente para uma escolha bem feita. Supõe-se que a continuidade nas urnas vem sendo praticada pelos "altíssimos investimentos" na conta de alguns prefeitos e vereadores. Basta percorrer as localidades e perguntar pelas "lideranças". Um arranjo bem orquestrado e com muita disposição de gastos. Uma vergonha para a democracia. Por isso é hora de reagir e agir. A reorganização comunitária, popularizando a boa e verdadeira informação é preciosa conduta contra a indústria do nepotismo eleitoral e contra os usurpadores da boa fé dos povos. A mídia digital, decente e verdadeira, é e sempre será imprescindível, inclusive nas eleições de 2010. Se por um lado não conseguimos limitar as liminares, por outro temos nas mãos uma força imensurável pela mudança, se possível em 100% dos deputados. Com ação e determinação vamos varrendo a sujeira. Cada um começando pela frente de sua casa, sem esperar benefícios ou moeda de troca por isso. A população é do tamanho do sonho de cada um de seus componentes. A população não precisa e não depende de nenhum juiz, mesmo que alguns usem canetas de ouro. A população de bem tem, sim, é muito juízo. Basta colocá-lo em prática.

* Wilmar Marçal é professor universitário e ex-reitor da UEL./Pr.


 

Desde Serafina!!!

 


Liguei pro meu livreiro de Serafina, o Meyer, estes dias que me disse: querem teu couro aqui....tudo por causa do COSI LA ZE STATA!

E LORA TCHÔ!!!!!

Diz o Meyer que uma cliente entrou lá dizendo que era irmã de um advogado e que iria me processar.


I FA BORDEI, TCHO!!!!!

 

Cherini fugiu do carreteiro de semana passada!

 

Era pro presidente da Assembléia Legislativa, Giovani Cherini(PDT) ir comer o primeiro prato do carreteiro feito por arrozeiros,ontem, na Praça da Matriz.

Mas o presidente se mandou antes.

Saiu lá por 13 horas, acompanhado de um assessor.

Os jornalistas queriam documentar ele comendo o primeiro prato do carreteiro do protesto, mas o Cherini se mandou.


Podia ter uma casca de banana ali, que ele não quis pisar!!!!


Pinga Fogo

Pinga-fogo(1)

Vínhamos voltando de um giro pelo interior, eu o senador Pedro Simon, seu motorista e senão me engano o Renato Abreu. O carro que nos apanhou no aeroporto já estava na Carlos Gomes, quando resolvi tirar uma dúvida com o senador:
- Senador, porque em 1986 o senhor lançou o Bisol( que fora meu colega na Fabico) a senador, o senhor queria prestigiá-lo, perguntei,ingenuamente, ainda achando que político é amigo de político.
- Eu queria que ele se f....( e aí Simon disse um palavrão, coisa que nunca o vira fazer...) mas ele se elegeu.

Como todos recordam,Bisol se elegeu senador em 1986, pelo PMDB.

DEpois foi pro PSB, onde foi vice de Lula em 1994.

Pinga - Fogo ( 2)

Quando Brizola chegou do exílio, em 7 de setembro de 1979, chegou pela fazenda do cunhado - haviam passado praticamente todo o exílio sem se falar - Jango. Estava todo o velho PTB presente e o senador Simon também. Haviam programado uma grande recepção, mas na hora H, ninguém tinha feito nada...Percy Penalvo,amigo de Brizola, que estava na fazenda do filho de Jango, pediu a sua mulher, Celeste, que fosse preparando "umas galinhas" pro almoço porque sentiu que sobraria pra ele dar a comida do meio-dia .

Foram todos pra casa do Percy, que morava na av. Presidente Vargas, 2033(atual memorial do Jango) e lá, deu-se pra perceber que as duas lideranças estavam separadas. Simon ficou num canto sozinho, tomando uma cerveja que a dona da casa, Celeste, lhe serviu, enquanto que Brizola e sua turma (entre os quais o próprio dono da casa) ficaram num outro canto da casa pro almoço.

DEpois, pra "cena" com a imprensa, Simon e Brizola apareceram juntos dando uma coletiva.Brizola fumando muito e Simon com o então seu inseparável cachimbo.


Pinga-fogo(3)

O único assunto ao qual não me atrevi perguntar ao senador Simon, na convivência que tive em 1998, por motivos de trabalho, foi sobre o caso Daudt. Me arrependo muito disto.É que o Xuvisco tinha me orientado a " só falar com ele,quando ele falar contigo".
Mas até sobre uma famosa greve dos delegados da Polícia Civil durante seu governo falamos. O ex-governador disse que a polícia entrou em greve pouco antes do carnaval.

Na quarta-feira de cinzas ele pediu ao seu secretário de segurança, Waldir Walter que lhe trouxesse um levantamento sobre os crimes ocorridos no carnaval." Foi o carnaval menos violento da década",disse-me Simon. Poucos dias depois de divulgado este resultado, os policiais voltaram ao basquete.

 

Pinga Fogo

Pinga-Fogo(4)

Mário Henrique Simonsen estava de porre na piscina do Hotel Copacabana Palace. Foi seguro por um segurança porque senão iria cair dentro dela....


Pinga - Fogo ( 5)

Gabinete de deputado que não se elege não é o mesmo que gabinete de deputado que se reelegeu.De um lado , dos reeleitos, há alegria,abraços,confraternizações. Do lado dos não reeleitos,tristeza.

Foi o que testemunhei na tarde chuvosa do dia 8 de outubro de 2002 no gabinete do deputado Francisco Appio( depois ele acabou entrando na " repescagem").

O chefe de gabinete de Francisco Appio,Zezinho, repetia a toda hora telefonemas do interior, dos cabos eleitorais:
- O que que eu faço com o que está pendurado???

Eram os cabos eleitorais querendo desarmar a propaganda do deputado que não se reelegera.

- Quem tem que tirar é quem colocou a propaganda, repetia, pacientemente, Zezinho.

Zezinho repetia a toda hora uma frase que seu avo sempre dizia.

 

11 anos da morte do Jayme Caetano Braun


Jayme Caetano Braun

 

Completou no dia 08.07.2010, 11 anos da morte do Jayme Caetano Braun.

Pra lembrar sua memória,vou descrever seu poema GALO DE RINHA e contar uma historinha. Quando o Renato Ribeiro comprou a Caldas Junior, na segunda metade dos anos 80, uma das " imposições" foi que tudo passasse pelo crivo e pela censura de Carlos Ribeiro, que ficou cuidando da empresa.
Gravaram o programa do Jayme Caetano Braun na rádio Guaíba, que ia ao ar no sábado de manhã, chamado Brasil Grande do Sul. Segundo me contou o Fernando Veroneze, falecido dias atrás, Carlinhos Ribeiro quis ver o programa antes de ir ao ar. Jayme não topou e parou de fazer.

Aí vai o Galo de Rinha

Valente galo de rinha,
guasca vestido de penas!
Quando arrastas as chilenas
No tambor de um rinhadeiro,
No teu ímpeto guerreiro

Vejo umgaúcho avançando

Ensangüentado, peleando,

No calor do entrevero!

Pois assim como tu lutas

Frente a frente, peito nu.

Lutou também o chiru

Na conquista deste chão...

E como tu sem paixão

Em silêncio ferro a ferro,

Cala sem dar um berro

De lança firme na mão!


Evoco neste teu sangue

Que broca rubro e selvagem.

Respingando na serragem,

Do teu peito descoberto,

O guasca de campo aberto,

De poncho feito em frangalhos.
Quando riscava os atalhos

De nosso destino incerto!

DEus te deu, como ao gaúcho

Que jamnais dobra o penacho,

Essa de altivez de índio macho

Que ostentas já quando pinto;

E a diferença que sinto

E que o guasca bem ou mal!

Só lutas por um ideal

E tu brigas pôr instinto!

Pôr isso é que numa rinha

Eu contigo sofro junto,

Ao te ver quase defunto.

DE arrasto, quebrado e cego,

Como quem diz: não me entrego;
Sou galo,morro e não grito

Cumprindo o fado maldito

Que desde a casca eu carrego!


E ao te ver morrer peleando

No teu destino cruel.

Sem dar nem pedir quartel.

Rude gaúcho emplumado.

Meio triste, encabulado,

Mil vezes me perguntei

Pôr que é que não me boleei

Pra morrer no teu costado?


Porque na rinha da vida

Já me bastava um empate!

Pois cheguei no arremate

Batido, sem bico e torto..

E só me resta o conforto

Como a ti,galo de rinha

Que se alguém
dobrar -me a espinha

Há de ser depois de morto!

( Jayme Caetano Braun 1924/1999)

 

Coleguinhas


Lino da Silva Rodrigues

Nascido em 02.12.1957 em São Gabriel(RS). Filho de Celestino Lopes Rodrigues e de Ivanete da Silva Rodrigues. Foi redator da revista Intermédio.


Hugo Hammes

Nascido em 24.12.1925. Filho de João Hammes e de Leopoldina Hammes. Morou na rua Carazinho, 145/103.

Trabalhou no Informativo Rural e Econômico da Secretaria da Agricultura do Estado, quando esta ficava na Av. Júlio de Castilhos, 585/2 andar. Formou-se pela Famecos, da PUC(RS).É pai da jornalista Bela,(Maria Isabel Hammes) editora e colunista do jornal Zero Hora. É o autor do livro sobre o ex-senador Hoffmann.


Mário Cezar Goulart Duarte

Nascido em 15.07.1951, filho de Julio Cezar Duarte e de Zelinda Goulart Duarte. Morou na av. 3, apartamento 45/201, no parque Minuano. Trabalhou como cronista na Editora Tchê que se localizava na Edmundo Bittencourt, 87/302.


Yeda no SERPENTÁRIO!!!!

 


Deve ter sido algum assessor da governadora que lhe assoprou: tem que ir no serpentário, que é como eu sempre chamo aqui o café a Brasileira, da rua Uruguai. Que pena que ela não falou lá com o Mourinha, com o Leo Guerreiro e outros que só falam mal do governo.

O Moura deve ter se escondido, porque é oposição pura. É petista!!!! Já foi brizolista, agora se bandeou pro PT!

 

Na festa do Pompeo, conheço
a anti-candidata, a Glória....

 


Glória, cinquentona, mas ainda com tudo encima, é a clássica anti-candidata. Ela concorre a uma vaga de deputada estadual pelo PDT. Está na festa do Pompeo, na última quinta e divido com ela uma mesinha que fica ao lado de onde os garçãos vão e voltam com as bandejas de cerveja e refris. Glória é casada,tem orgulho do marido, diz que ele trabalha em Santa Cruz do Sul mas não está na festa. Desconfio que ele não se mete em política, segue o conselho do Getúlio Vargas.
Me lembro do Ulisses Guimarães, em 1974, quando tudo dava que Geisel seria ungido presidente, mas ele bancou a anticandidatura(depois disse que foi o maior episódio de sua vida....)

Pois na última quinta, dia 8/7, na festa do Pompeo de Mattos, uma destas anti-candidatas repartiu uma mesa comigo, nos fundos, no salão cheio do Clube Farrapos.Quando Pompeo, no fim da festa, chama todos os candidatos a deputados a subirem no palco, Glória, que ainda não se acha no patamar de candidata, vacila:
- É pra mim também????

- Vai Glória, lhe disse eu,encorajando-a, vai ser " deputada" uma noite na vida....

Glória, é de Santa Cruz do Sul, militante do PDT(brizolista, não janguista). É uma das duas Glórias candidatas a deputada estadual que "dobram"( jargão da política) com Kalil Shebe que vai a federal.A outra Glória que "dobra" com Kalil pelo PDT é de Caxias do Sul.


Achei que Glória estivesse falando sério,pretendo seguir uma nova vida, até o momento que vi que viajava na maionese:

- DAQUI A DEZ ANOS SEREI PRESIDENTE DA REPÚBLICA!

Bom,aí deixei de levá-la a sério...Pára Glória, não é pra tanto...
Mas é que ela estava mesmo entusiasmada, desculpei-a!

Glória ( não dou o sobrenome dela) é a típica militante. Foi recentemente a Minas junto com outras militantes do PDT pra fazer campanha pra Dilma. Pau pesado é com ela mesma...

Teve sua noite de Glória, candidata....Será que Glória chegará lá???

Cheguei em casa depois e me deu uma baita depressão...

Como existem pessoas tão frágeis emocionalmente, tão facilmente convencidas por espertos????

 

Meyer


Meu livreiro de Serafina Corrêa, o meyer, é ativista social na cidade. Aqui ele se despede da gestão do Lions Club.

 

 

MOVIMENTO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS/Brasil INFORMA:



OYARBIDE: EL JUEZ QUIEN JUZGA AL CONDOR MANUEL CORDERO

Política
Buenos Aires, Viernes 09.07.2010

Apoyo kirchnerista
Oyarbide se salvó de otro juicio político
Cerraron el caso más delicado en su contra
Paz Rodríguez Niell
LA NACION
Ahora sí el juez federal Norberto Oyarbide puede sentir que su cargo no corre peligro. El Consejo de la Magistratura cerró ayer el expediente más delicado que tenía en su contra: el que lo investigaba por haber sobreseído a Cristina y Néstor Kirchner y haber declarado legal el fuerte enriquecimiento del matrimonio presidencial.
La decisión se tomó a instancias del kirchnerismo (la diputada Diana Conti fue quien redactó el dictamen desestimatorio), pero contó con el apoyo de otros tres consejeros: el representante de los abogados de la Capital Federal, Santiago Montaña, y los jueces Luis María Bunge Campos y Luis María Cabral. En contra de Oyarbide votaron los radicales Ernesto Sanz y Oscar Aguad, el académico Mariano Candioti y el abogado por el interior, Pablo Mosca. El resultado fue ocho a cuatro.
La decisión se tomó en menos de cinco minutos y sin debate. Todos tenían una posición tomada y no valía la pena discutir el asunto.
A las 9, antes de que empezara el plenario, los radicales ya sabían que perdían. Ellos impulsaban un dictamen de Sanz para citar al juez a que diera explicaciones por su conducta. Tan clara veían su derrota que Sanz, que se tenía que ir antes para no perder un avión a Mendoza, pidió que se adelantara el tratamiento del caso Oyarbide y dijo: "Quiero al menos dejar sentada mi posición".
Sólo los jueces se esmeraron ayer en explicar por qué votaban como lo hacían. Ambos dijeron que la denuncia no era procedente porque se pretendía juzgar a un magistrado por el contenido de una sentencia, algo que el Consejo no puede hacer.
Bunge Campos y Cabral representan a grupos antagónicos en la interna de los tribunales. Cabral es de la línea de los jueces más críticos del kirchnerismo, la que lidera el presidente de la Asociación de Magistrados, Ricardo Recondo, que denunció presiones del poder político a la Justicia y dijo que no estaban dadas las condiciones para investigar al poder. El grupo de Bunge Campos jamás enfrentó así al oficialismo. Cabral es el presidente del Consejo.
El dictamen de Conti que ayer se impuso sostiene que las denuncias contra Oyarbide -una, promovida por el abogado Ricardo Mussa; la otra, por Elisa Carrió y otros legisladores de la Coalición Cívica-, "sólo expresan la disconformidad" con el sobreseimiento dispuesto.
"Si bien el denunciante señala que hubo parcialidad [dice con respecto a Mussa], no aporta ningún elemento objetivo que lo demuestre, más allá de la resolución en favor de los imputados", afirma. El dictamen dice que no es cuestionable que el caso se haya resuelto en cinco meses, que cuando se cerró no había "medidas de prueba pendientes" y que ninguno de los fiscales apeló la sentencia.
Según Conti, está en juego la independencia judicial. "Este consejo tiene como función velar por el buen desempeño de los jueces, pero no debe constituirse en una nueva instancia revisora de las decisiones judiciales", sostiene el dictamen, que afirma que, de lo contrario, se produciría una "flagrante afectación a la independencia judicial".
La falta de independencia fue, justamente, lo que le criticaron a Oyarbide en este caso.
Uno de los cuestionamientos centrales fue que el fallo que sobreseyó a los Kirchner reconoce como fundamento, casi exclusivo, un único documento: un informe que dice que el incremento patrimonial de ambos está "justificado", firmado por el Cuerpo de Peritos de la Corte Suprema, un organismo cuestionado incluso por los propios jueces del máximo tribunal.
Ese estudio, "contundente", según Oyarbide, fue argumento suficiente para él para cerrar el caso con una sentencia de nueve hojas que no analiza ninguna de las operaciones que Cristina y Néstor Kirchner declararon como el origen de su fortuna. Tampoco hace referencia a cuáles fueron esos negocios.
Sólo en 2008, el período alcanzado por la causa de Oyarbide, el matrimonio presidencial incrementó su patrimonio en 28 millones de pesos. Nunca sus bienes declarados se habían multiplicado tanto.
Según Mussa, el juez favoreció de forma "manifiesta" y "sospechosa" a los acusados "en clara contradicción con los elementos probatorios" del expediente. Por eso, debía ser removido. Fue la segunda acusación contra Oyarbide desestimada por el Consejo en el último mes: la anterior había sido un pedido de apercibimiento por sus declaraciones a la prensa sobre la causa de la mafia de los medicamentos.
Con la decisión de ayer, se cerró un caso contra Oyarbide que, de avanzar, podría haberlo llevado a un nuevo juicio político. El anterior fue en 2001, ante el Congreso, cuando lo señalaban como cliente vip de Spartacus, un burdel gay, y lo acusaban de estar vinculado con una red de protección de prostíbulos. El 11 de septiembre de 2001, mientras en Nueva York acababan de caer las Torres Gemelas, el PJ reunió los votos necesarios para un empate en el Senado y lo absolvió.

SUS CAUSAS MAS RESONANTES

Enriquecimiento ilícito
Ricardo Jaime
El ex secretario de Transporte, quien ya fue procesado por recibir dádivas, ahora enfrenta una causa por la cual se investiga su patrimonio. Fue allanada una casa en un country de Córdoba y la Justicia ordenó interdictar un avión y un yate cuya propiedad se investiga.

Mafia de los medicamentos
Sindicalistas y ex funcionarios
El líder bancario Juan José Zanola está preso junto con empresarios de droguerías por el suministro de remedios adulterados. Además, se averigua sobre estafas al Estado a través del cobro de reintegros. Investigan a recaudadores de campaña del kirchnerismo.

Escuchas ilegales
Macri, procesado
Mantiene Oyarbide procesado al jefe de gobierno porteño, a quien acusa de integrar una asociación ilícita dedicada a la realización de escuchas telefónicas ilegales. En esta causa está preso el ex jefe de la Policía Metropolitana Jorge Palacios ("Fino").

Coimas en un gasoducto
Funcionarios imputados
Ex funcionarios del Ministerio de Planificación son investigados por el supuesto cobro de coimas durante la construcción de la ampliación de un gasoducto que realizó la empresa sueca Skanska. Se investiga si hubo facturas "truchas" para encubrir los sobornos.

 

Briga foi com "Maninho"

 

Segundo me disse um ex-secretário municipal dos transportes, que estava na festa do Pompeo, na última quinta, a briga do diretor da EPTC, Romano Botin(pediu licença e ameaça não voltar) foi com o Maninho...

Maninho vem a ser o braço direito de José Fogaça.

Seu nome é Clóvis Magalhães, mas seu nome de guerra é mais conhecido que pastel em cancha reta. No momento é a chave da campanha de Fogaça ao Governo do Estado.

A gênese do apelido: é de família. Como é casado com uma irmã dos músicos Kleiton e Kledir, seu apelido na família ficou sendo Maninho. Estravasou do privado pro público....


Boa Semana

 

Pra começar a semana, uma "boazinha" como dizia o finado Melchíades....


O bêbado e a artrite

Num ônibus, um padre senta-se ao lado de um sujeito bêbado que, com alguma dificuldade, lê o jornal…
De repente, com uma voz um pouco ‘empastada’, o bêbado pergunta ao padre:
- O senhor sabe o que é artrite?
Irritado com o “bafo” de pinga, o pároco responde, num tom irado:
- É uma doença provocada pela vida pecaminosa e sem regras: mulheres, promiscuidade, sexo, farras, excesso de consumo de álcool e outras coisas que nem ouso dizer!
O bêbado calou-se e continuou com os olhos fixos no jornal...
Alguns minutos depois, o padre achou que tinha sido muito duro com o bêbado e diz, tentando amenizar:
- Há quanto tempo o senhor está com artrite?
- Eu?!… Eu não tenho artrite!!! Segundo este jornal, quem tem é o Papa !!!


Coleguinhas

 

O affair de Floripa


Jayme Copstein refere, na sua coluna de O SUl, do dia 9/7 fato ocorrido nos anos 70 com familiar de Leonel Brizola." Em determinado momento,alguém ligado à ditadura militar, trouxe como furo jornalístico o envolvimento de um familiar de Brizola em ocorrência policial, aliás,repetido posteriormente, quando foi governador do Rio de Janeiro", diz o colunista.

E aí Copstein lembra da briga de Brizola com Breno Caldas no tempo da Legalidade( a Guaíba foi requisitada pela rede da Legalidade)

E prossegue o Copstein em sua coluna da sexta passada:
- Brizola no exílio virou saco de pancadas. Mas havia dentro da Caldas Junior a máxima de que não se tripudiava sobre o vencido.

Brizola,diz Copstein, soube do incidente e quando voltou aovisitar Breno Caldas cumprimentou o dono do Correio com esta frase:
- A Neusa me disse que não deixasse de visitar o dr. Breno!
" Breno Caldas tinha estatura . Nem todos a têm" diz Copstein.

Será que o colunista estava dando uma indireta ao atual dono da TV Record???

 

Coleguinhas

 

Fábio Marçal da rádio Guaíba, tirou férias. Vai cuidar de sua bebê que tem poucos meses...Tava precisando!!!

 

 

 

La Paz

 

Mais algumas fotos da paisagem boliviana mandadas pelo Júlio Ribeiro!


Lhamas, um animal dos Andes


La Paz


La Paz


La Paz


La Paz


La Paz

 

A Bolívia do
cheiro de mijo....

 

Quando me fiz à Bolívia, em 1974 ,fui avisado de que não me espantasse com o cheiro do mijo das cholas.As cholas são estas indias que se vêem nas fotografias, todas elas com roupas coloridas. Foram elas que elegeram o Evo Morales,presidente, porque são todos descendentes dos antigos índios que habitavam o altiplano andino.

A Cordilheira dos Andes e seus habitantes são muito parecidos com algumas fotos que a gente vê dos países orientais.Dizem que os povos andinos teriam se originado do Oriente até porque suas feições são muito semelhantes....

Mas voltando a minha viagem de 1974, quando cheguei no Norte da Argentina comecei a notar a mudança da paisagem não só física, mas também a geografia humana. Quando passei a fronteira entre Argentina e Bolívia já estava respirando ares andinos...Lá os caminhões é que fazem o transporte de pessoas e de mercadorias. Todos coloridos, naquela época carregavam muito ainda a foto do CHE, porque era um orgulho dos bolivianos que o guerrilheiro tivesse sido morto em seu território ( La Higuera). Os cholos andam encima das carrocerias e se você não tomar cuidado, eles te roubam tudo o que dentro da mochila. Eu me descuidei numa noite muito gelada que viajávamos numa carroceria de um caminhão e quando fui pegar minha mochila ela estava praticamente vazia, tinham levado todas minhas roupas de frio. E isto que em Potosi a 6 mil metros de altura e nós ali chegando por volta de 9 da noite, um frio de gelar até os miolos( sou muito resistente ao frio....)

Mas quando comecei a tomar contato com a Bolívia e seu estranho universo, numa das primeiras paradas dos ônibus coloridos que fazem o transporte( são ônibus bem primários, com pouco conforto) que andam em grandes despenhadeiros, numa das paradas perguntei ao motorista onde que iria ao banheiro.
Sua resposta:

- A la pampa, carajo!!!!( No mato, caralho.....)

Ali é assim. Tudo é muito primário, muito simples, muito escasso. Numa das paradas, na hora do almoço, o que havia de comer num pequeno paradouro eram alguns pescados. Os cholos estavam ali, enrolados em seus mantos, naquele frio de renguear cusco, em paisagens que mais pareciam paisagens lunares do que terrestres. Sem pressa, achavam que a vida não passaria nunca.

Por que me
fiz a La Bolívia


Estou relembrando aqui uma viagem que fiz em 1974 por causa das fotos que o Júlio Ribeiro que neste momento está escalando nos arredores de La Paz tem nos enviado.

Naquele distante ano de 1974,morávamos um grupo de amigos na rua Cuiabá, num apartamento que apelidamos de "Baião". Minha companheira de então me falava muito da Bolívia, do Peru, onde estivera numa excursão que um grupo de alunos da Fabico tinha feito. Influenciado pelos seus relatos, depois que me separei dela, pedi demissão de um dos empregos mais cobiçados do jornalismo de então - a redação da Folha da Manhã - e fui conhecer aquelas paragens de quem tanto puvira falar....

Confesso que com 20 e poucos anos aquilo foi uma decisão muito insensata do ponto de vista racional, mas doponto de vista de enriquecimento humano e cultural foi uma das melhores decisões que tomei na vida, sem dúvida alguma. Fui conhecer a América Latina, por terra, não de aviaõ. Uma viagem destas, pode mudar uma vida....

Deixei tudo para trás e fui fazer meu sonho, por simples que parecesse...

É muito diferente do que ficar fazendo projetos com guias turísticos. Recordo que no interior da Bolívia, numa noite me deram pouso num convento de freis, ou padres,algo assim...

Dormi lá e no dia seguinte,bem cedo, tomei café,arrumei minha mochila e me fui...
Engraçado que hoje olhando aquilo parece uma grande maluquice, mas na época eu curti tudo, me deslumbrava com aquela paisagem do altiplano boliviano, com o tipo de gente que nele habita. Como é diferente estar lá do que ler em livros....

Havia lido nos anos anteriores uma entrevista do jornalista Regis Debray, preso em La Higuera, junto com Ernesto Che Guevara, e os jornalistas curiosos queriam saber porque ele deixara Paris e toda aquela "revolução" que estava por explodir em maio de 1968 e o revolucionário francês respondeu:

- Porque vocês jornalistas gostam de chegar depois que os fatos sucederam.....

Assim foi minha primeira viagem pela Bolívia, que cruzei por chão,de ponta a ponta...Depois a cruzaria de novo, mas aí já estava mais tarimbado....
Na primeira vez, descobri a " minha Bolívia", não a dos jornais, dos livros, e dos guias turísticos....



Desde São Borja!

 

Na última sexta-feira, 9/7 foi inaugurado em São Borja, um comitê suprapartidário da candidatura de Tarso Genro ao Governo do Estado.

 

 

" Maninho" e Berfran,
agora separados.

 


Conheci o Clóvis Magalhães, o " Mainho" braço direito de José Fogaça, ainda quando ele dirigia a Metroplan, no Governo de Pedro Simon(1987-1990). Os outros diretores eram Berfran Rosado e o presidente André Forster.

Sabíamos naqueles anos que Clóvis( que ninguém conhecia por " Maninho", e Berfran estavam na Metroplan na cota do senador José Alberto Fogaça.Forster não, este tinha vôo próprio...Era do IEPES,sóciologo e tinha grande influência dentro do chamado setor progressista do PMDB. Era ele que trazia Fernando Henrique Cardoso para palestrar em seminários na Assembléia Legislativa, por exemplo.

Clóvis e Berfran se mantiveram no mesmo caminho político, o PPS, para onde foi o grupo de Fogaça. Mas Fogaça e " Maninho" voltaram ao PMDB, como sabemos, enquanto que Berfran é hoje candidato a vice-governador pelo PPS, indicado para a chapa com Yeda Crusius....


Rumores...

 

Eram grandes os rumos na festa do Pompeo - quinta passada, no clube Farrapos - de que a governadora Yeda irá desistir da candidatura. De onde nasceram estes boatos?

Ora, ela não foi a um debate na rádio Gaúcha e isto gerou toda a especulação!!!


 

Ecos do livro COSI LA ZE STATA!

Recebi da Maria Isabel Santin
e publico!

Boa tarde, primo Olides!

Que o Dr. Cléber foi muito bem pago eu sei, acompanhei até isso, porque fui eu quem levou a Niki pra lá pra fazer o acerto.
Mas ele mereceu, cancelou a sua viagem do feriadão do carnaval para salvar a tia Ondina.
E com muito bom humor, fez brincadeirras com a tia que passaria o carnaval com ela e que ela seria a sua " namorada" naquele canaval".
Ele é muito legal e a tia ficou muito feliz com a tratamento que ele dispensou a ela.
E EU TAMBÉM FUI MUITO BEM REMUNERADA COM A GRATIDÃO DA TIA ONDINA, QUE SEI QUE JAMAIS ESQUECERÁ ESSA MINHA ATITUDE.
É claro que assim que vocês conseguiram organizar suas vidas, seus compromissos, vocês vieram ver a a tia, eu em nenhum momento critiquei a ausência de vocês, apenas justifiquei..
Eu só quero esclarecer que no momento crucial quem estava do lado da tia era eu.
Não estou cobrando nada.
Jamais aceitaria que me pagassem por isso.
Como eu disse a tia me pagou e paga até hoje com seu carinho e gratidão.
E TENHO O MAIOR ORGULHO DE TER TIDO ESSA OPORTUNIDADE NA MINHA VIDA DE SER PRESTATIVA PARA UMA PESSOA QUE AMO E QUE TAMBÉM ME AMA ,TENHO CERTEZA!
Não estou criticando ninguém, -- não sei porque você está tentando se defender...defender de que? --apenas penso que cairia bem momentos de afeto entre as pessoas numa história que narra fatos reais, principalmente entre membros de uma família, pois eu acho que a família é base de TUDO na vida de uma pessoa.
BEY

P.S.:Sobre a pessoa que comprou o livro na livraria cultural eu não faço a menor idéia.Eu ainda não li todo o seu livro, apenas trechos.Pretendo ler todo.
Muita coisa que você escreveu são fatos reais, momentos difíceis, isso acontece em todas as famílias --vem dizer que na família que você e a Ângela formaram não teve, ou melhor dizendo não tem, a gente sabe, mas nem por isso sai por aí contando pra todo mundo, e muito menos escrevendo.E quero que você saiba que muita coisa que está escrito que você "comeu pela mão de alguém"", que eu já imagino quem seja, é pura maldade.Então com isso você só teve a perder.
Escrevendo também as coisas boas que aconteceram às pessoas, que são as que eu guardo graças A Deus, você teria engrandecido a sua obra.
E depois se você quiser fazer uma crítica a alguém, primeiro faça um elogio, assim a pessoa aceitará a crítica.E gosto do ditado que diz:Não deve atirar pedras no telhado dos outros quem tem telhado de vidro.

Bicudo vai embora

 


Ouvi dizer e de boa fonte que o BICUDO( Elmar Bones da Costa) está afivelando as malas pra ir pra Brasília onde trabalharia na consultoria da Copa do Mundo de 2014!

E no verão, praia do Santinho, por supuesto!!!!!

 

Clebes, o eleito

 

Neste momento, o preferido de diretores da ARI pra fazer seu jornal é o Cleber Dioni. Cleber é o clássico operário do jornalismo. Sempre trabalhou pro Bicudo, na Ja Editores. Tem um bom livro sobre Brizola, talvez o melhor que anda por aí....

Mas não faz o marketing pessoal que alguns vomitam às toneladas!!

 

 

Cronica de uma morte anunciada...

 

O fim da Já editores eu cantei aqui como naquela crônica do Garcia Marques:foi quando o Luis Fernando Cirne Lima deixou a Copesul que parou de financiar os projetos da editora do Elmar.

Sem grana, necas pau!

 

Padaria da José do Patrocínio

 


O vereador Adeli Sell, presidente do PT municipal tomou café ontem de manhã numa padaria da José do Patrocínio. Estava lá o arquifã do general Médici, o Jovem Hebreu, conhecido livreiro de obras raras da cidade.....Ao que se saiba não se falaram....


Política

 

O deputado federal Sérgio Morais(PTB) candidato à reeleição, não dividiria mais o mesmo teto com a prefeita de Santa Cruz do Sul, Kelly Morais,também do PTB. Desde janeiro passado. Ela estaria residindo em Imigrantes.

 

 

Episódio histórico


Episódio histórico

A Revolução Constitucionalista
de 1932

Em 9 de Julho de 1932( por isto que nove de julho é feriado naquele estado) São Paulo se levantou em armas contra o Governo Federal(Getúlio Vargas).Deu início ao que se chamou de " Revolução Constitucionalista".
José Flores da Cunha se comprometera com os paulistas.( Ele era interventor federal no RS).Tinha lá como pessoa de sua ligação João Neves da Fontoura(advgado,jornalista,político e orador)."Os principais centros de conspiração eram Santa Maria e Região Serrana. Em Santa Maria havia a atuação de Alberto Pasqualini(figura principal), Walter Jobim , elementos da Brigada Militar, do Exército e ferroviários.No segundo havia entre outros , Marcial Terra,Lindolfo Collor e Glycério Alves".

Na última hora, porém, Flores da Cunha ficou do lado de Getúlio.Foi acusado e reconhecido pelos líderes da Frente Única Gaúcha como traidor A adesão que era tão propalada por Flores , se resumiu a alguma escaramuça em Soledade,Passo Fundo, Santa Maria, Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Vacaria e outras poucas cidades.

Esta virada de lado do General Flores da Cunha fez com que companheiros seus, tais como João Neves da Fontoura,Lindolfo Collor e Otacílio Fernandes tivessem que se exilar em Buenos Aires. Raul Pilla e Batisa Luzardo foram para Melo, no Uruguai. O jovem libertador Waldemar Rippol, com setenta e três líderes paulistas, inconformados, seguiram de navio para Portugual.

 

 

Em 9 de Julho de 1932 iniciou-se a chamada Revolução Constitucionalista , um movimento armado ocorrido no Estado de São Paulo.Seu objetivo era derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas( que havia assumido em 3 de outubro de 1930).A revolução constitucionalista de 1932 queria ainda promulgar a Constituição do País, promessa de 1930.Foram 87 dias de combate, 9com 934 mortes. Dois anos depois, uma nova Constituição foi promulgada. Neste sentido, a Revolução de 1932 foi " vitoriosa".

 

 

Política

 

Cristhopher Goulart, que é candidato a deputado estadual pelo PDT, foi chamado na quinta passada,dia 9/7 a Brasília pelo ministro do Trabalho Carlos Lupi. De noite, de gravata ainda, participou do encontro no Clube Farrapos com o Pompeo de Mattos.

Enio Bacci, deputado federal do PDT, candidato à reeleição, faz dobradinha com Juliana Brizola, que é postulamente a uma vaga pelo PDT a deputada estadual.


Vários discursos empolgaram na chamada Festa do Pompeo, no Clube Farrapos. Mas o mais entusiasta foi seguramente do Vieirinha, o que não considerado uma novidade, porque ele é tido por melhor tribuno do partido.


Coleguinhas

 

Mauro Rocha foi confirmado pela nova reitoria da UPF como diretor do campus de Sarandi.

Depois de um pequeno piripaqui ele voltou a trabalhar.

 

 

10º Seminário da Qualidade na Radiodifusão

 


folder

 

DEFINIDA A PROGRAMAÇÃO DA 1ª FESTA DO PEIXE DE SÃO BORJA

 

DIVULGAÇÃO / PMSB

Festa do Peixe

 

A secretaria de Desenvolvimento Rural (SMDR), em parceria com a Associação dos Pescadores, a Colônia de Pesca Z-21, a Emater e outras secretarias definiram as datas da primeira Festa do Peixe. Voltada para os costumes da pesca e integração das culturas, o evento será realizado nos dias 31 de julho e 1º de agosto no Cais do Porto.
A programação incluirá a venda dos peixes, competição de pesca de barranca, concurso de chalaneiros velocistas, apresentações artísticas, exposição de materiais de pesca e amostra de artesanatos. Durante o evento será construída uma chalana, entregue como premiação para o vencedor do concurso.
De acordo com o diretor de Desenvolvimento Rural, Pesca e Inspeção Sanitária, Antonio Veiga Machado, os pescadores já vem estocando uma boa quantidade de pescado para garantir o produto aos visitantes. Ele afirmou ainda o interesse de todos os organizadores em incluir a festa no calendário oficial de eventos do município.
Prefeitura de São Borja


 

PREFEITURA REPASSARÁ TERRENO PARA O INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA
ESCRITURA DA ÁREA DE 4,5 HECTARES FOI ASSINADA NESTA QUARTA-FEIRA

 

DECOM/PMSB

Assinatura de terreno


O prefeito Mariovane Weis assinou na manhã desta quarta-feira (07/07) a escritura de um terreno de 4,5 hectares adquirido pela Prefeitura. A área fica localizada junto ao terreno onde está em andamento a construção do campus do Instituto Federal Farroupilha (IFF) e será cedida para a instituição. Estavam presentes no ato o representante do Cartório Dornelles, Dirceu Dornelles; os vereadores Celso Lopes, Jeovane Contreira e Valério Cassafuz e o chefe de gabinete, Edison Almeida.
Além de ceder o terreno, a Prefeitura realizará obras de infra-estrutura ao redor do local. A lei que estabeleceu o convênio entre o Executivo e o IFF determina que a Prefeitura deveria realizar investimentos no local. “Como a aquisição de terrenos pelo governo federal é uma transação complicada e lenta, o município compra essa área e realiza uma permuta com o Instituto Farroupilha. Trocamos o terreno por algumas obras que teríamos que fazer no local”, esclarece o prefeito Mariovane Weis.
A atual área do campus do Instituto Federal Farroupilha possui 2,2 hectares e está em construção no bairro Pirahy. A primeira fase do projeto deve ser concluída no final do mês de novembro. O prédio de quatro andares abrigará salas de aula e laboratórios. Para março de 2011 está prevista a conclusão do prédio que abrigará o laboratório de gastronomia. Atualmente, 262 alunos realizam os cursos de técnico em hospedagem, técnico em gastronomia e técnico em informática. As aulas estão ocorrendo no Colégio Sagrado Coração de Jesus.
Prefeitura de São Borja


Carta

 

Boa tarde!
Caro, Olides Canton

Parabéns pelo livro. Eu sou sobrinho do Mario Rocha, ex ator em Serafina Corrêa. Ele também foi candidato a Prefeito com o "nego Finardi" de vice, assim ele é chamado. Hoje estarei nesta bela cidade de Serafina Corrêa a convite do PMDB da amiga Salete Cadore. Eu estarei buscando alguns apoios. Falando um pouco sobre mim, eu fui Secretário Estadual da Agricultura (2003 a 2006). Além disso, três vezes presidente da EMATER. Em 1999 exerci o cargo de Secretário de Seviços Urbanos da prefeitura de Passo Fundo e também já fui vereador nessa cidade. Por último, execi a função de Diretor Financeiro da CEEE até 31 de março. Agora sou candidato a Deputado Estadual pelo PMDB (15.123). Abaixo está meus endereços em mídias sociais. Vamos manter contato. Vou procurar seu livro.

Um abraço fraterno.
Caio Rocha

LIVRO DICIONÁRIO POLÍTICO DO RS 1821/1937


Dicionário Político do RS

Dicionário Político do RS


Prezado amigo Olides,

O livro inédito DICIONÁRIO POLITICO DO RIO GRANDE DO SUL - 1821/1937, do Sérgio da Costa Franco com minha organização e edição do Antõnio Suliani, está pronto para ser lançado. Será no dia 19 de Agosto, na Livraria Nova Roma. Assim que tenha os exemplares pronto, ti aviso para entregar um exemplar para o teu acervo, com o convit do lançamento.


Peço a tua especial gentileza em passar na segunda-feira na Livraria Nova Roma, vou deixar um exemplar do TENTATIVA DE INDEPENDENCIA - o livro lançado no ano passado - para o teu acervo particular.

Abraço cordial e a disposição,

Mário Rozano

Carta

 

Olides

Tá Loco omi de Deus!
daonde tirou aquela foto do "Mala do ANO"???
Hehehehehe... mas fiquei feliz pela lembrança do amigo... (também não precisava colocar que quero ir pra Assembléia)...
Mas tudo tranquilo... e o amigo como vai???
O Belmonte manda um abraço... (mas ainda tá banguela).

Letier

 

Vinicius, 30 anos de sua morte


Vinicius em seu leito de morte,24 hs antes de expirar. Tinha se tornado um simulacro do homem bonito que fora....( dolivro O Poeta da Paixão....)

 

Hoje, 9 de julho são lembrados os 30 anos da morte do poeta, boêmio,vagabundo,compositor,cantor Vinicius de Moraes.

Vinicius casou e descasou umas 10 vezes,isto oficialmente. Fora os casos. Mulher bonita e charmosa era com ele. Já saía escrevendo bilhetinhos nos guardanapos cheios de paixão...

Vinicius,disse uma vez Chico Buarque de Holanda,não saberia viver num mundo como o de hoje.
ERa de um outro tempo.Era meio moleque tanto que uma vez ele e Toquinho -seu parceiro musical - passaram a noite numa boite em São Paulo e os dois loucos de bêbados saíram já manhã clara descendo uma das principais avenidas paulistas. Aqueles paulistas,sérios,todos engravados, indo pro serviço e o Vinicius gritando pela janela do automóvel:

- Você ama sua mulher??? Você ama sua mulher???

Afora os porres homéricos que tomava na churrascaria Plataforma, no Rio de Janeiro.

Regina Lemos que quando era criança ia muito ao Rio, diz que conheceu o poetinha, como chamavam, no famoso bar Antonio's onde a intelectualidade do Rio aportava.

- Ele ficava sempre numa varandinha que tinha lá, conta Regina.

Ronaldo Bôscoli, seu cunhado,durante uma temporada, conta que Vinicius se internava na Clínica São Vicente pra se curar do trago mas não conseguia. Fugia de lá pra beber e depois voltava...

Como todo poeta,quando largava uma mulher, ou ela o largava, ele saía de casa com a escova de dentes e seu violão. Nem os livros se dava ao trabalho de carregar.

Em Porto Alegre,o advogado Heredia me contou que eles pra formatura queriam que o Vinicius fizesse o show. O Irmão Otão, reitor da PUC disse:
- Aquele bêbado e vagabundo não entra aqui na PUC!

Os alunos foram ao vice reitor que inventou uma viagem pro Irmão Otão.

Trouxeram o Vinicius pro show de sua formatura. O Vinicius, de tão lisonjeado com a atitude dos alunos do Direito, não tocou uma hora, como combinado, tocou duas. Mas também não bebeu um litro de uísque,bebeu dois....

Esse era o Vinicius cuja morte completa hoje 30 anos.

Agora, em Brasília, há um "movimento" no Itamaraty, de onde ele foi expulso por vadiagem, pra resssuscitar sua memória. Particularmente acho uma babaquice. Deixem o Vinicius em paz,ele não era nehum santo e acho que nunca fez questão de ser!!!!


Recebo e publico

 

Olá, primo Olides!

Através de amigos e conhecidos, fiquei sabendo da repercusão do seu livro aqui em Serafina Corrêa, onde o livro foi lançado, e onde residem seus pais.
Sinto de não termos convivido devido ao fato de você ter saído muito jovem daqui, assim não tivemos a oportunidade de nos relacionarmos e falar sobre outras acontecimentos importantes que, se descritos no seu livro, com certeza viriam a abrilhantar ainda mais a sua obra.
Temos orgulho, eu, minha irmã, minha cunhada Susana, nosso primo Beto e nosso prino Calisto, dentro outros, de sermos considerados por seus pais, Ondina e Alfredo Guerino, como "os filhos que eles possuem aqui em Serafina Corrêa, uma vez que o destino quis que os seus oito filhos legítimos tenham seguido seus caminhos, conquistando brilhantes carreiras, infelizmente, longe deles.
Devido a esse relacionamento lindo que temos com os tios, passamos a realmente nos sentir "filhos"deles.
E assim sendo, desenvolvemos laços afetivos de tal maneira a nos sentirmos realmente seus filhos, como eles assim desejam.
Seguidamente nos visitamos, levamos as mães pra ver a tia, passamos horas conversando, tomando chimarrão e até a organizar jantares quando as primas Ana, Alenir e Marinês visitavam os pais.
Eu, diga-se de passagem, na minha pré-adolescência, passava minhas férias na casa dos tios.
Lembro que segurava o rabo da vaca enquanto a dia tirava o leite, porque o animal batia muito o rabo pra espantar as moscas, e atingia o rosto da tia.
Em troca disso a tia me deixava tirar leite no final.Eu nunca aprendi a tirar leite da vaca.Mais tarde descobri porque, é que a tia só me deixava fazer o serviço quando a vaca já estava com o úbere vazio.
O tio, por sua vez, me admirava demais porque na hora de rerzar o terço, isso era feito todas as noites, eu rezava em alto e bom tom, enquanto que os primos e primas rezavam em voz baixíssima por rezar meio a contra gosto.
Além dessa parte de diversão, assumimos também a parte da responsabilidade por esses nossos "pais adotivos", por assim dizer, na sua velhice, quando surgem as doenças.
A Lodi e o Polaco, principalmente, jamais mediram esforços dentro do que podiam fazer pelos tios.
Incontáveis viagens fizeram à Passo Fundo e Porto Alegre com seus automóveis, para levar os tios para os médicos especialistas.Arcando, do fundo do coração e de bom grado com as despesas como forma de gratidão pelo carinho recebidos deles.
Isso que escrevo pode ser afirmado, a qualquer hora, pelos tios, tenho total certeza.
Hove um episódio em que a tia ficou muito mal.Quase veio a falecer.
E eu com muito orgulho, e com o carinho de uma filha por sua mãe, acompanhei minha tia Ondina na sua enfermidade.
Tia Ondina teve problema com varizes, e se não bastasse de osteoporose, a qual obrigou-lhe a colocar prótese nos jelhos.
Ocorreu que entrou uma infecção na perna, umas das próteses estava sendo rejeitada, e a tia foi parar no hospital.
Internamos ela no hospital da cidade, eu, a Lódi e a minha cunhada Susana, esposa do Nestor.
Isso foi numa segunda-feira.
Como ela estava internada pelo SUS teve que esperar até a quinta-feira, dia que viria o ortopedista para consultá-la.
Quando o Dr. Cléber avaliou o caso, ficou apavorado, cancelou sua viagem de feriado de carnaval, e pediu que levássemos a tive no mesmo momento para o hospital de Marau, onde ele a operaria, caso contrário ela viria a falecer por conta de uma infecção generalizada, caso esperássemos mais um único dia.
Então eu, Maria Isabel(Béi), casada com Eduardo Matielo, casal sem filhos e portanto sem muito compromisso a fora nossos trabalhos, acompanhei a tia na ambulância que a transportou para o hospital de Marau.Isso ocorreu ä noite.
No hospital acompanhei todos os passos, inclusive no momento que a levariam para o bloco cirúrgico, lembrei de pedir a enfermeira que fizesse o favor de tirar as próteses dentarias da tia, porque ela não havia de dado conta disso.
Subi pro quarto, com as próteses na mão, porque o hospital não me forneceu um guardanapo sequer para embrulhá-las.
Pedi a Susana, que mais tardia iria pra lá, ela e o marido, meu irmão Nestor par ficar comigo, porque o caso era grave e eu ficaria muito angustiada sozinha, que levasse escova e creme dental para escovar as próteses que estavam em precárias condições de higiene.
Fazíamos contato com as filhas, a quem éramos mais chegadas, e elas acompanhavam o caso por telefone através dos nossos contatos, inclusive a Alenir passou o telefone do médico que impalntou as próteses nos joelhos da tia para o Dr, Cléber e esse entrou em contato,Os dois conversaram e o Dr. Cléber seguiu orientações do médico de P.Alegre que cuidava do caso.
Graças ao bom Deus e a eficiência dos médicos a cirurgia foi bem sucedida.
Quando acabou a cirurgia, a tia estava na sala de recuperação, o Dr. Cléber chegou no quarto para dar notícias aos familiares.
Quando me viu, perguntou:
Você é filha da Dona Ondina?
Eu respondi, sobrinha.
Ele voltou a me interrogar:ela não tem filhos?
Eu respondi, tem oito, mas moram todos longe.
Mas, fale Dr. eu também sou "filha dela".
Foi um dos momentos mais importantes da minha vida!
Poder ser prestativa para uma pessoa querida num dos momentosque mais difíceis da sua vida, qunado sofria devido à doença e com certeza pela falta que sentia dos seus queridos filhos.
Eu e a tia Ondina jamais esqueceremos esse episódio, porque isso veio a criar laços de amor e carinho ainda mais fortes dos que já possuíamos.
Outro fato que jamais esquecerei, graças a Deus dessa vez é coisa boa, foi quando o tia completou oitenta anos.
Outra vez os filhos longe, seguindo a seu destino, seus compromissos com o trabalho e com as suas famílias.Então eu e Sunana fomos a casa da tia, onde a Marta, moça que cuidava deles, havia organizado, a pedido das filhas umas festa pra amigas, vizinhas e parentes próximos.
Eu e Susana fizemos a "festa"com uma câmera digital, tirando foto de tudo e de todos.
A tia ficou maravilhada, adorou a surpresa.Levamos também a ela uma cesta enorme de guloseimas, só par ela admirar, porque com certeza ela não comeria "besteiras" porque o médico a havia proibido de comer doces.
No dia seguinte a minha cunhada Susana foi a casa da tia com o notebook mostrar-lhe as fotos da festa.
Só faltou a tia chorar de emoção, e então pediu a Susana que mandasse revelar a maioria das fotos para guardar de lembrança aquele momento emocionante em sua vida e também
para mostrar as filhos quande eles viessem visitá-la.
É isso, caro primo.
"Foi assim que aconteceu", dessa maneira que escrevi que contribuiria, se tivesse oportunidade, numa obra que narra o transcorrer das vidas de uma família.
Ëssa é a história linda de amor e carinho que eu guardo dentro do meu peito, e que eu adoraria que tivesse constado no seu livro, para mostrar às pessoas que ainda existem excelentes relacionamentos entre "pais"e "filhos.
Mas, infelizmente, você é uma pessoa muito ocupada no seu jornalismo, e não consegue acompanhar todos os fatos que acontecem aqui no dia a dia.
Se você conhecesse a "minha história" tenho certeza que a colocaria em seu livro.Você é uma pessoa muito dedica e inteligente.
Primo, não repare meus erros de ortografia, concordância e demais erros que com certeza você como jornalista escontrará no meu texto.
Eu sou apenas uma pequena comerciante, e nas horas de folga procuro visitar e se possível ajudar, no que posso, pessoas que precisam de cuidados, carinho e atenção.
Desejo sucesso para o seu livro, primo!


Abraço da sua prima Maria Isabel(Béi)!


"Prezada " prima" Maria Isabel Santin.

 

Carta aberta a uma pessoa que
teve coragem de se expor

Eu sei que algumas pessoas( poucas por favor, porque o livro terá que vender muito mais que isto pra me considerar um best seller) estão me censurando por ter exposto coisas sobre a vida de parentes, que em geral as pessoas não fazem.Não tou nem aí pra isto. Aliás, nunca estive. Não é que me considere além do bem e do mal, pelo contrário.Já sentei no banco dos réus várias vezes e numa das vezes, quando fui processado por um ex-colega, cujos advogados eram da empresa onde eu havia trabalhado quase 20 anos, a assistente da juíza ainda fez um pequeno deboche quando eu declinei que era natural de Serafina Corrêa. Lembro ainda bem seu pequeno comentário:" ainda por cima é de Serafina". Vai ver ela conhecia o local.
Não vou polemizar, não vou culpar ninguém pelas situações que você narrou e que embora ninguém nunca tenha me dito, sei que são verdadeiras.

Nesta hora seria muito mais fácil fazer o que todo mundo faz: varrer a sujeira para debaixo do tapete.
Você pelo menos teve a coragem de me escrever. De se expor. Não sabia que você não tinha filhos. Eu a conheço tão pouco, acho que a vi uma única vez.O trabalho que tive em fazer o COSI LA ZE STATA! só eu sei....Muitas vezes fui ao cemitério aos sábados para ver nomes corretos,encontrar datas, porque durante a pesquisa apareceram muitos desencontros de informações. Parece incrível, mas tem gente que não sabe correto nem a data que o pai faleceu e informam errado.É muito menosprezo pra quem te deu a vida, não é?

Receba de qualquer modo meus cumprimentos. Não se importe com a forma como você escreveu, isto é o de menos, porque a sinceridade do seu depoimento fica transparente.

Abraços

O autor

 

Glossário de bandido

 

Glossário de bandido( retirado do livro Receita de Bandido, de Toninho Carne Seca, com Dedé Ferlauto,in memorian)


Batalhar = entre outros, prostituir-se. Trabalhar duro,legal ou ilegalmente.

Baseado = O cigarro de maconha ou a maconha em si.

Baura,Baurú = O mesmo que baseado.

Boca = Ponto de venda e/ou armazenagem de drogas.

Boca sujeira = local muito arriscado por ser visado pela polícia.

Boca Limpeza = Local seguro para compra de drogas ou para ser frequentado, como um bar, uma praça.

Bronca = crime cometido.

Bicheiro = Funcionário ou dono de banca de Jogo de Bicho.

Bolo = Confusão,encrenca, problema.

Bunda-Mole = Frouxo, trouxa, moleirão.

 

CAPITAL PRECISA INVESTIR R$ 2,09
BILHÕES EM SANEAMENTO

 


Para atingir a meta da universalização dos serviços de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgotos até 2030, Porto Alegre precisará investir R$ 2,09 bilhões, num montante anual na faixa dos R$ 100 milhões, representando mais do que o dobro do que vem aplicando até agora – R$ 40 milhões/ano. O desafio foi apresentado hoje (8) pelo diretor geral do Departamento Municipal de Água e Esgotos – DMAE, Flávio Presser, em palestra no Bom Dia Engenharia, evento promovido pela Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) em sua sede central. O dirigente do DMAE explicou que este investimento não pode ser custeado pela tarifa dos serviços e o órgão, por ser uma autarquia, não possui autonomia para a captação de recursos. Isto teria que ser feito pela Prefeitura mas esta, com os aportes já negociados dentro do PAC I e II praticamente esgotou sua capacidade de pagamento, inviabilizando novos empréstimos. Igualmente, acrescentou, lei municipal veda a opção das Parcerias Público Privadas – PPPs. Reafirmou a meta de elevar dos atuais 27% para 80% o índice de esgoto tratado em Porto Alegre até 2012. Na exposição na SERGS, o diretor geral do DMAE apresentou o projeto da Nova Estrutura Organizacional do DMAE.

Todt Comunicação

 

Carreteraço de Formigueiro e arredores
fez festa na Praça da Matriz, ontem...

 


Até o Nelson e a Rosinha aqui da salinha JCTerlera pegaram o carreteiro do protesto,ontem, aqui na Praça da Matriz.Tinha gente que confundiu o protesto liderado por arrozeiros e pela Farsul e diziam: ah, tou te mandando um prato de carreteiro da FIERGS!!!!

Pinga-Fogo

 

Pinga-Fogo(1)


Um fiscal da Secretaria Municipal de Obras e Viação(SMOV) foi mandado pela chefia para vistoriar uma obra. Na volta apresentou o laudo ao seu chefe que lhe tomasse tomasse as medidas cabíveis.


O fiscal tomou as providências: foi lá, mediu a obra e entregou o resultado ao seu chefe:

- As medidas são 7 metros por 3 metros.


Pinga - fogo( 2 )

Contam mais esta do anedotário sobre Flores da Cunha: numa noite muito fria,de inverno, ele jogava cartas no Clube do Comércio. Precisou ir ao banheiro urinar. Quando lá chegou, como seu membro estivesse muito "encolhido"- fazia frio,ora bolas - abriu a bragueta e não conseguia retirá-lo pra urinar. Irritado, teve esta " conversa":

- Não te acovarda sem-vergonha que é só pra mijar!

Pinga Fogo(3)

Sereno Chaise e Elói Guimarães foram a Santo Antônio da Patrulha-terra natal de Elói - organizar o PDT. Um dos principais quadros do partido era conhecido por" Manuel do PADRE!"
Durante a reunião, Sereno dirigiu-se a Manuel e disse:
- Não vou ensinar padre a reza missa.

Todos riram!

 

Pinga-Fogo(4)

Mário Henrique Simonsen estava de porre na piscina do Hotel Copacabana Palace. Foi seguro por um segurança porque senão iria cair dentro dela....


Pinga - Fogo ( 5)

Gabinete de deputado que não se elege não é o mesmo que gabinete de deputado que se reelegeu.De um lado , dos reeleitos, há alegria,abraços,confraternizações. Do lado dos não reeleitos,tristeza.

Foi o que testemunhei na tarde chuvosa do dia 8 de outubro de 2002 no gabinete do deputado Francisco Appio( depois ele acabou entrando na " repescagem").

O chefe de gabinete de Francisco Appio,Zezinho, repetia a toda hora telefonemas do interior, dos cabos eleitorais:
- O que que eu faço com o que está pendurado???

Eram os cabos eleitorais querendo desarmar a propaganda do deputado que não se reelegera.

- Quem tem que tirar é quem colocou a propaganda, repetia, pacientemente, Zezinho.

Zezinho repetia a toda hora uma frase que seu avo sempre dizia.


 

Coleguinhas

 


Prévidi também aderiu ao tour do vinho. Meu Deus, mais um coleguinha entendendo de vinhos. Vai fazer concorrência com o Ucha, com o Ritter e afins.


*Neste caso desta desgraça que aconteceu com o goleiro Bruno, do Flamengo, o cara ainda teve azar: a imprensa precisava de um assunto depois que o Brasil saiu da copa e este caiu como uma luva....

Coleguinhas

 

Macedão na rádio Gaúcha de ontem contou que uma vez o Angioni, que era motorista da casa - hoje trabalha nos õnibus da capital - envolveu-se numa situação no mínimo constrangedora, quando foi tentar retirar a chave de dentro de umc arro de um coleguinha repórter(Macedão não deu o nome do coleguinha).
Foi assim: este coleguinha deixara o carro no estacionamento da Gaúcha, na rua ZH. E pegara carona com um amigo pra ir pro ônibus porque iam jogar no interior. Esqueceu a chave do carro dentro doc arro do amigo, mas na verdade ele ficou achando que tinha deixado dentro do seu carro.
De casa, no dia seguinte, ligou pro Angioni no estacionamento e ordenou:
- Vai no meu carro,abre ele, dá um jeito e retira minhas chaves que ficaram lá dentro.

O Anginio foi mas quando estava abrindo o Gol branco e metido dentro dele chegou o dono do carro:
- O que fazes aí no meu carro?

Era o único gol branco que havia ali afora o do coleguinha. Errara de gol....

Bah, que mancada!

Coleguinhas

 


Fábio Marçal entrou na Guaíba, ontem,q ue estava um " porre" de mal com a vida....Tudo tava ruim, pro coleguinha. Me lembrei, não sei porque do Mário Marona, quando chegava nos anos 70, mal humorado, na redação da ZH. E como tinha coleguinha mal humorado naqueles anos. Acho que vida de jornalista é assim mesmo, muito triste, está sempre em volta do poder, como as moscas da m....., mas não participa dele. Os que participam não são jornalistas, são traficantes de informações e os há às ponchadas...Por isto que o repórter em geral é de mal com a vida.


A Suê Duarte, que era outra grande repórter, com quem muito convivi, também estava sempre de bofes azedos....

Não há outro jeito.

No caso do nosso colega Fábio Marçal, seu mau humor da madrugada de ontem era por causa do aumento que os deputados haviam aprovado para os funcionários do congresso. Vê lá o Fábio ganhando uma merreca,pagando pensão - ele é separado - só pode estar de mal humor às seis da matina. Ainda bem que o mendelski estava com enorme paciência e foi contornando a situação. Pronto, saiu um quase libelo contra o coleguinha, me perdoe ele porque eu estou sempre na audiência apesar da madrugada ainda escura que faz nesta época do ano....

Coleguinhas

 

Ribeiro Neto, da Band AM, está passando bons boletins sobre o avesso da Copa do Mundo. Finalmente,alguém está fazendo isto.

Contou por exemplo, que um largador, a quem ele pediu informações lhe indicou um táxi tri caro em Cape Town.Ele pegou uma van que foi por muito menos.


Coleguinhas

 


Mendelski citou em seu blog o caso do estupro de Floripa. sem citar nomes, evidente. Mas pelo menos registrou. E os que nem isto fizeram?!!!

Como dizia o falecido Tarso de Castro: Bob Fields( Roberto Campos) é destituído de covardia política: é sempre a favor do mais forte!!!

Uma vez um dos sujeitos mais inteligentes que conheci, o Waldir Walter me disse uma coisa sobre a qual não me dera conta:
Segundo o waldir, um dos integrantes de um famoso programa de televisão local, que agora há pouco mudou de canal porque sua tevê foi vendido pro bispo, não é defensor do capitalismo como propala: " ele é o típico capacho", se estivesse em Cuba,seria a favor de Fidel Castro!

 

Sueme Pompeo de Mattos

 

Foi Conselheira Tutelar por 2 mandatos (6 anos);
Presidente do Conselho Tutelar por 2 anos;
Foi Presidente da juventude socialista do PDT de Cachoeirinha;
Foi Vice presidente da juventude Estadual do PDT/ RS
Foi Coordenadora da Coordenadoria da mulher de Cachoeirinha/RS;
Presidente da Ação da Mulher Trabalhista do PDT de Cachoeirinha/RS

Sobrinha do Deputado Federal e candidato a Vice-Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Pompeo de Mattos.

”A força de quem trabalha”

SUEME POMPEO DE MATTOS
“A FORÇA DE QUEM TRABALHA”


SUEME POMPEO DE MATTOS, candidata a DEPUTADA FEDERAL, Nº 1213, é a força jovem que sabe o que faz, credenciada pela ótima experiência em trabalhos sociais e no acompanhamento de jovens, mulheres carentes e idosos.

SUEME POMPEO DE MATTOS seguirá os passos e os exemplos da família, dando continuidade às idéias e projetos de seu tio, o Deputado Federal POMPEO DE MATTOS, candidato a vice-governador pela coligação JUNTOS PELO RIO GRANDE!

CONTO COM O VOTO DO AMIGO PORQUE NESTA, EU CONFIO !!!

 

Coleguinhas


Lino Brum Filho

Filho de Lino Brum e de Eloah Cunha Brum. Nascido em 25.05. 1944 em São Sepé(RS). Cursou a Famecos, da PUC. Residiu na av. Cairu, 1068/404. Trabalhou na av. Borges de Medeiros, 261/11 andar. Foi redator de RP.


Nilo de Souza Vaz

Nascido em 22.09.1943. Filho de Mário Vaz e de Otelina de Souza Vaz. Morou na rua Pedro Boticário, 416. Trabalhou na Folha da Tarde, da Caldas Junior. Casado com Cirley( 23.10.1942) tem os filhos Cristiane( 13.10.1966) e Alexandre( 27.12.1969).


Angela Meyer da Silva

Nascido em 07.04. 1956, em Porto Alegre. Filha de Roberto Bier da Silva e de Mariette Meyer da Silva. Trabalhou na Zero Hora como repórter.

Residiu na rua EDuardo Guimarãess, 114.


Rubens Fabres Wagner


Nascido em 17.08.1925. Filho de Octávio Nunes Wagner e de Beatriz Fabres Wagner. Residiu na rua Duque de Caxias, 798/B.
Trabalhou na rádio e TV Gaúcha, quando esta ficava no EDifício União, no centro de Porto Alegre.


Edgar Antônio de Mello Planella

Nasceu em 5.04. 1927. Filho de Silvio Brandão Planella e de Jacy de Mello Planella. Morou na Washington Luiz, 526. Trabalhou no Correio do Povo, e na Farsul.

Foi casado com Maria Wilma( 22.3.1937) e teve o filho Carlos Fernando( 16.4.1960).
Planella é fotógrafo e trabalhou muitos anos no chamado GIBI das VACAS, ou seja, o Caderno Rural do Correio do Povo.


Ney de Araújo Gastal

Nascido em 4.4.1951 em Porto Alegre.

Filho de Paulo Fontoura Gastal( crítico de cinema) e de Dinah de Araujo Gastal. Morou na Vasco da Gama, 243/14. Trabalhou como colaborador doCorreio do Povo.

 

 

Mistérios da História

 

Pergunta a um professor de história se ele ou ela consegue explicar isto…
mas eu penso que não vão conseguir.

Abraham Lincoln foi eleito para o Congresso em 1846.
John F. Kennedy foi eleito para o Congresso em 1946.
Abraham Lincoln foi eleito Presidente em 1860.
John F. Kennedy foi eleito Presidente em 1960.
Ambos se preocupavam muito com, sobretudo, os direitos civis.
Ambas as suas esposas perderam crianças enquanto habitavam a casa branca.
Ambos os Presidentes foram assassinados numa sexta-feira.
Ambos os Presidentes levaram um tiro na cabeça.
E agora é que se torna mais estranho:
O secretário de Lincoln chamava-se Kennedy,
O secretário de Kennedy chamava-se Lincoln .
Ambos foram assassinados por alguém dos estados do sul.
Ambos os Presidentes foram sucedidos por um homem do sul chamado Johnson.
Andrew Johnson, que sucedeu a Lincoln, nasceu em 1808.
Lyndon Johnson, que sucedeu a Kennedy, nasceu em 1908.

John Wilkes Booth, que assassinou Lincoln, nasceu em 1839...
Lee Harvey Oswald, que assassinou Kennedy, nasceu em 1939...

Ambos os assassinos eram conhecidos pelos seus 3 nomes.
Ambos os seus nomes eram formados por 15 letras.
E agora, segura-te:
Lincoln foi assassinado num teatro chamado "Ford"
Kennedy foi assassinado num carro da marca Lincoln, feito pela "Ford"
Lincoln foi assassinado num teatro e o seu assassino correu para um armazém para se esconder.
Kennedy foi assassinado a partir dum armazém e o seu assassino fugiu para um teatro e escondeu-se lá.
Booth e Oswald foram assassinados antes do seu processo.
E aqui vai a cereja no topo do bolo….
1 semana antes de Lincoln ser assassinado, ele esteve em Monroe, no estado de Maryland
1 semana antes de Kennedy ser assassinado, ele esteve com Marilyn Monroe.

Incrível:
1) Dobra uma nota de $20nova em duas partes...

2) Torna a dobrar e cuida de a dobrar exactamente como na imagem abaixo

3) Dobra a outra parte tal e qual como aqui

4)Agora vira

Que coincidência! um simples dobrar geométrico duma nota de $20 dollar revela uma catástrofe, visível em todas as notas de 20 dólares!!!
Coincidência?
Tu é que decides
Se isto ainda não fosse suficiente, isto é o que viste:

Primeiro: o Pentágono a arder...
Depois, as Twin Towers

E olha aqui... !!

Três incidentais desastres numa nota de $20 dollar?
Desastre 1 (Pentágono)
Desastre 2 ( Twin Towers )
Desastre 3 (Osama)???
E ainda se torna melhor: 11 + 9 = $ 20 !!
(11/9 = onze de Setembro, o dia dos ataques às Twin Towers e ao Pentágono)
Estranho, hein?
Isto é uma lição de história, sobre a qual as pessoas não se importam de ler!


Carta

 

Boa tarde!
Caro, Olides Canton

Parabéns pelo livro. Eu sou sobrinho do Mario Rocha, ex ator em Serafina Corrêa. Ele também foi candidato a Prefeito com o "nego Finardi" de vice, assim ele é chamado. Hoje estarei nesta bela cidade de Serafina Corrêa a convite do PMDB da amiga Salete Cadore. Eu estarei buscando alguns apoios. Falando um pouco sobre mim, eu fui Secretário Estadual da Agricultura (2003 a 2006). Além disso, três vezes presidente da EMATER. Em 1999 exerci o cargo de Secretário de Seviços Urbanos da prefeitura de Passo Fundo e também já fui vereador nessa cidade. Por último, execi a função de Diretor Financeiro da CEEE até 31 de março. Agora sou candidato a Deputado Estadual pelo PMDB (15.123). Abaixo está meus endereços em mídias sociais. Vamos manter contato. Vou procurar seu livro.

Um abraço fraterno.
Caio Rocha


PDT, PMDB, LULA



Tanto o PDT, quanto o PMDB, principalmente aqui no Rio Grande do Sul, tem origem no trabalhismo, no antigo Partido Trabalhista Brasileiro; já o PT foi criado tripudiando sobre o trabalhismo, denegrindo a história do mesmo.
Lula, em 21 de setembro de 1977, numa entrevista à revista Isto É: ?Não temos compromisso com ninguém, com esquerda, direita ou centro. Só com a classe trabalhadora. No passado, a classe trabalhadora foi usada pelo Partido Trabalhista Brasileiro, e farei de tudo para evitar que seja novamente usada?.

Dois parágrafos da Carta de Princípios do PT, de 01.05.1979, detonam o trabalhismo:

" Cientes disso também é que setores das classes dominantes se apressam a sair a campo com suas propostas de PTB. Mas essas propostas demagógicas já não conseguem iludir os trabalhadores, que, nem de longe, se sensibilizaram com elas. Esse fato comprova que os trabalhadores brasileiros estão cansados das velhas fórmulas políticas elaboradas para eles. Agora, chegou a vez de o trabalhador formular e construir ele próprio seu país e seu futuro. Nós, dirigentes sindicais, não pretendemos ser donos do PT, mesmo porque acreditamos sinceramente existir, entre os trabalhadores, militantes de base mais capacitados e devotados, a quem caberá a tarefa de construir e liderar nosso partido. Estamos apenas procurando usar nossa autoridade moral e política para tentar abrir um caminho próprio para o conjunto dos trabalhadores. Temos a consciência de que, nesse papel, neste momento, somos insubstituíveis, e somente em vista disso é que nós reivindicamos o papel de lançadores do PT.


As tentativas de reviver o velho PTB de Vargas, ainda que, hoje, sejam anunciadas ?sem erros do passado? ou ?de baixo para cima?, não passam de propostas de arregimentação dos trabalhadores para defesa de interesses de setores do empresariado nacional. Se o empresariado nacional quer construir seu próprio partido político, apelando para sua própria clientela, nada temos a opor, porém denunciamos suas tentativas de iludir os trabalhadores brasileiros com seus rótulos e apelos demagógicos e de querer transformá-los em massa de manobra para seus objetivos. "

Na época Brizola ainda não tinha perdido a sigla do PTB e estava tentando reorganizá-lo.

No dia 13.03.1964 ocorreu o famoso Comício da Central do Brasil, de João Goulart, no qual José Serra, então presidente da UNE - União Nacional dos Estudantes, discursou.

Por sua vez, segundo o escritor Carlos Heitor Cony, numa crônica de 23.03.2005, Lula teria participado da Marcha com Deus pela a Família, realizada em 19.03.1964, para se contrapor ao Comício de João Goulart e que contribuiu para o Golpe de 64. Será verdade ?

Primeiro parágrafo da crônica:

" Esquecimento injusto - 23.03.2005
RIO DE JANEIRO - Jarbas Vasconcelos, governador de Pernambuco, reclamou do esquecimento do nome de Ulysses Guimarães na recente onda de comemorações dos 20 anos de redemocratização nacional.
Esquecimento injusto e até injustificável. A luta contra o regime totalitário (1964-1985) teve sucessivas e até contraditórias etapas, nem sempre bem-sucedidas e coerentes. Nesse particular, a atuação de Ulysses foi decisiva e mais constante, em que pese o apoio inicial que deu ao movimento de 1964, quando pensava que o golpe militar poderia parecer um contragolpe que impediria uma ditadura sindicalista promovida pelas forças que exigiam de João Goulart reformas institucionais. (Por falar nisso, o embrionário líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva participou da Marcha com Deus pela Família). "

Considere-se o seguinte, também:

O ex-deputado Sinval Boaventura, em entrevista ao Jornal OPÇÃO,de Goiânia,de outubro de 1995, ante a pergunta:

É verdadeira a história de uma reunião na casa do então deputado Simões da Cunha, na qual a deputada Ivete Vargas (PTB) teria contado que saíra de um encontro com o general Golbery e este revelou que ia projetar o sindicalista Lula para ser o anti-Brizola ?, respondeu:
A Ivete Vargas disse que tinha estado com o ministro Golbery, na chácara dele, e que ele dissera que precisava trazer o Brizola para o Brasil porque ele estava se tornando um mito muito forte fora do país. Que era melhor ele voltar e disputar eleição, porque assim perderia o prestígio político. Fui ao Golbery e ele confirmou a conversa com Ivete. Explicou que sua estratégia era estimular a imprensa para projetar o Luiz Inácio da Silva, o Lula, um grande líder metalúrgico de São Paulo como uma liderança inteligente e expressiva, para ser preparado como o anti-Brizola. Sou testemunha dessa tese do general Golbery.

O marido de Ivete Vargas, Paulo Martins, trabalhava com Golbery, conforme abaixo:

O ex-deputado Helio Duque, num artigo intitulado UM TESTEMUNHO, a determinada altura escreveu :

" Leonel Brizola preparou-se para reorganizar o PTB, mas foi vitimado por Golbery que, autoritariamente, entregou, via Justiça Eleitoral, a sigla à Deputada Ivete Vargas, cujo marido, Paulo Martins, trabalhava para o "bruxo". Diante do golpe, Brizola cria o PDT."

Isto pode ser confirmado pelo seguinte depoimento:

A primeira certeza dessa tarefa confiada ao ex-líder metalúrgico de São Bernardo ele teve pouco depois de voltar do exílio. Alguns deputados da esquerda do MDB articularam uma visita de Brizola a Lula, lá no sindicado, no início dos anos 80.
Segundo seu parceiro Cibilis Viana, que participou da visita, Lula deixou Brizola chocado e muito amargurado. Ao recebê-lo em sua sala, o presidente do Sindicato sequer levantou-se da cadeira para
abraçá-lo. Aquilo já foi uma ducha de água fria.
Lula recebeu-o secamente e, para azedar o encontro, passou a desancar o antigo sindicalismo, que ?era controlado por pelegos do PTB?. A coisa ficou feia quando ele, que já devia ter tomado alguma, começou a falar mal do presidente Vargas, ensejando um bate-boca que só não foi mais inflamado devido a providencial intervenção da turma do deixa disso. Mas nessa hora, o líder trabalhista interrompeu a conversa e foi embora sem maiores formalidades.

Apesar de tudo isto, o Brizola, dando demonstração de superioridade, a meu ver, apoiou várias vezes o Lula e até foi vice dele em 1998, embora, na minha visão, tenha sido humilhado pelos petistas, pois nas suas propagandas a maioria deles não colocou o nome dele como vice.

Desta forma não me conformo que o meu partido, o PDT e também o PMDB, ainda o maior partido do Brasil, originados do trabalhismo, possam estar juntos com quem surgiu tripudiando sobre a história do trabalhismo. Trabalhismo este que é responsável por tudo aquilo que veio em benefício dos trabalhadores, aposentados e pensionistas: salário mínimo, CLT ? Consolidação das Leis Trabalhistas, Justiça do Trabalho, Previdência Social, nos moldes hoje existentes (Getúlio Vargas), 13º salário (Floriceno Paixão e João Goulart).

Não posso concordar, desta forma, que alguém venha dizer que o Lula é a continuidade de Getúlio Vargas, João Goulart, Brizola, Darcy Ribeiro.

Reportando-me apenas a Getúlio Vargas e João Goulart, que foram presidentes da República, para corroborar esta minha discordância, é de se lembrar que em 1994, quando Lula esteve em campanha no Rio Grande do Sul, tendo ido à São Borja, ignorou por completo Getúlio e Jango, nascidos lá, ignorância esta que fez com que o ex-Ministro do Trabalho, Almir Pazzianoto , escrevesse o artigo O ESQUECIDO DE SÃO BORJA.

Como mais dois argumentos, que demonstram que Lula não representa a continuação de Getúlio Vargas e João Goulart, ex-Presidentes, temos o seguinte:

DIÁRIO DE PERNAMBUCO - 07.04.2004

"Imagina para eles, que governam há 500 anos, de repente, um pernambucano, torneiro mecânico, do PT, fazer mais do que eles. É demais, eles não vão querer isso, eles vão tentar atazanar a nossa vida. O que nós temos que fazer? Não perder a tranqüilidade nunca, ficar sempre tranqüilos, sempre de bom humor e ter a certeza do quê? Ter a certeza de que os nossos compromissos não são eminentemente eleitorais, os nossos compromissos com esse povo são compromissos de vida, são compromissos históricos, que não estão apenas na cabeça, estão no nosso sangue", destacou.
27 Fevereiro 2010 - Lula em El Salvador

"O Brasil era um país capitalista, de economia capitalista, que não tinha nem crédito nem financiamento. Um país governado a vida inteira por capitalistas precisou eleger um metalúrgico que se dizia socialista para compreender que não era possível um país capitalista sem capital. E muito menos um país capitalista sem crédito e sem financiamento. Essa era uma lógica primária que qualquer imbecil deveria saber, mas a verdade é que não era assim."

"Imagina para eles, que governam há 500 anos ...; Um país governado a vida inteira por capitalistas ...

Getúlio Vargas e João Goulart estão entre eles. Como pode, então, Lula ser a continuidade deles, se ele diz que representa a mudança ?


SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS

LÍDERES

 


LÍDERES DO TRABALHISMO: GETÚLIO VARGAS, JOÃO GOULART, LEONEL BRIZOLA, ALBERTO PASQUALINI, DARCY RIBEIRO.

MAIS ALGUM ? COLLARES. COLLARES ? NEM PENSAR.

SERGIO OLIVEIRA
CHARQUEADAS - RS

Carta

 

Prezada candidata.

O prazer será também todo meu.

Abs.

O editor


Caro Jornalista Olides Canton

Parabéns pelo seu Blog, comentários e matérias de extrema importancia
a todos nós.
Quanto ao fato de o meu nome ter lhe chamado a atenção
me sinto honrada por seus olhares.
Sou Candidata a Deputada Federal pela região Metropolitana
E sou por decisão e vontade política minha e de meu partido, não simplismente para completar uma cota, mas para dar minha contribuição, e com certeza fazer a minha parte, com muita garra e determinação, pode ter certeza, vai ouvir falar muito em meu nome ainda.
Abraços, e gostaria de ter a honra de t e conheçer pessoalmente

Sueme Pompeo de Mattos

Pavan dá a largada a federal ao lado de Dilma e Tarso


Dilma Roussef


Começa hoje a campanha para as eleições 2010. Dei a largada ao lado de Dilma e Tarso na Arrancada da Vitória, em Porto Alegre. Após Dilma receber a Medalha de Mérito Farroupilha na Assembléia Legislativa, seguimos juntos em caminhada até a Esquina Democrática, no Centro de Porto Alegre, onde centenas de pessoas manifestaram apoio às candidaturas.
Neste primeiro dia quero apresentar minha candidatura a deputado federal após quatro mandatos como deputado estadual. Nos próximos três meses, vou falar das minhas propostas e dialogar sobre os desafios na Câmara Federal.
Minhas principais bandeiras são a luta por avanços para a agricultura familiar, o fortalecimento da saúde pública, a expansão de escolas técnicas e da Universidade Federal da Fronteira Sul, defesa da distribuição dos recursos do pré-sal para todos os estados e municípios e a retomada do sistema ferroviário, entre outras.
Até as eleições, quero ter a oportunidade de aprofundar cada um desses temas. Como provavelmente não consiga conversar com cada um, procuro estar o mais próximo possível pelos meios eletrônicos.
Utilizarei site, e-mail, áudios, fotos, vídeos e redes sociais para estar em contato, receber sugestões, expressar opiniões e informações que possam interessar aos cidadãos.
Espero sempre ter a opinião de todos, para que possamos construir juntos projetos para o futuro do Brasil. No site constam informações sobre como participar da campanha, para quem quiser apoiar minha candidatura.
No dia 3 de outubro, os brasileiros irão às urnas escolher um novo presidente da República, os governadores dos estados, senadores, deputados federais e deputados estaduais. Conto com vocês nesta caminhada!
Ivar Pavan


www.ivarpavan.com.br

 

La Paz

 

Eu não disse que as paisagens de La Paz e arredores eram deslumbrantes?!!!! Não era por nada que os magros e magros do mundo todo se mandavam pra lá pra curtir seus ácidos no começo dos anos 60.

As fotos são do Júlio Ribeiro que está na Bolívia de férias.


La Paz


La Paz


La Paz


La Paz


La Paz

 

 

Flagrantes

 


Flagrantes da passagem da ministra Dilma pelo Estado( ela não almoçou no Mercado Público, foi na Padre Chagas que tem mais a ver com ela hoje...)


Flagrantes da ministra Dilma em sua passagem por Porto Alegre na terça passada. Aqui no palanque da Esquina Democrática.

 

 

DNIT apresenta o projeto de passarela
da Fundação Liberato, na BR-116

 

Na próxima quinta-feira, 8, às 10h, em reunião do Comitê de Acompanhamento das Obras de Infraestrutura Viária de Região Metropolitana de Porto Alegre, coordenado pelo deputado Ronaldo Zülke (PT), o DNIT apresenta o projeto de construção da passarela da Fundação Liberato Salzano Vieira da Cunha, em Novo Hamburgo, à direção da instituição e à administração municipal.
De acordo com o deputado, o projeto está concluído e será objeto de análise da prefeitura e da comunidade da Fundação Liberato. Após aprovado, o próximo passo será a abertura de licitação, pelo DNIT, para a contratação da empresa que vai executar a obra. A passarela sobre a BR-116 nas proximidades da Liberato, no bairro Primavera, oferecerá mais segurança não apenas aos alunos, professores e funcionários da instituição que atravessam a rodovia, mas também à população dos bairros vizinhos.
Lucidio Bordignon

 




Show da banda MARIA BONITA todos os domingos de julho no DHOMBA

 

A banda MARIA BONITA segue com os shows aos domingos de julho, no DHOMBA. O grupo pioneiro no forró no Sul apresenta o melhor do forró pé-de-serra, interpretando clássicos de Luiz Gonzaga, Alceu Valença e Dominguinhos, além de composições do primeiro CD e novidades do próximo disco. Dentre as canções próprias, destacam-se Xote Triste, Colcha De Retalhos, Danielle, Fulô Di Minina, Maria Do Povo, além da canção Torpedo, composta por Adriana Calcanhoto especialmente para a banda. A Maria Bonita é formada por KIKO PADILHA (Sanfona), ELOJAC (violão e voz), HENRIQUE MEIA PRETA (zabumba) e ZÉ EVANDRO (triângulo), além de participações especiais.

Durante a festa acontece uma oficina de dança, coordenada pelo GRUPO DE BRINCANTES PARALELO 30, que ensina de forma bem descontraída os primeiros passos desta dança tradicional do nordeste brasileiro.


O que: FORRÓ UNIVERSITÁRIO com a banda MARIA BONITA
Onde: DHOMBA - Rua Gen. Lima e Silva, 1037 - Cidade Baixa - POA - RS
Quando: Todos os domingos de julho (dias 11, 18 e 25), às 21h
Quanto: Ingresso Masculino R$ 20,00 e Feminino R$ 15,00
Informações: (51) 9646.3868 / 9112.1226 / www.dhomba.com.br

Assessoria de Imprensa:
Simone Lersch

RBS entrou no assunto

 

O Santana de ontem entrou no assunto do estupro de Floripa, onde estaria envolvido um jovem, menor, da terceira geração dos Sirotsky.

O artigo do Santana me pareceu escrito por advogados.

Posso estar enganado, mas minha longa experiência em jornalismo me diz isto.

Vá lá que seja...


Mas a RBS tinha que vir a público,senão ficava pior como estava.

Ontem, um amigo me ligou para saber sobre o tititi do momento porque um taxista tinha comentado isto.

E não se esqueça que o principal patrimônio de uma empresa decomunicação é sua credibilidade..

Agora, isto é briga de cachorro grande, isto eu entendi desde o começo

Eu fora!!!!

 

Pinga-Fogo

 


Como estamos em época de campanha eleitoral, aí vão algumas historinhas de políticos....


*Durante uma solenidade , o ex- prefeito Guilherme Villela convocou o vereador Arthur Zanella para discursar.

Zanella se recusou.

Estavam lá Pratini de Morais, Amaral de Souza, Otávio Germano,e outros caciques do P(atual PP).

Aoq ue Villela retrucou para Zanella.

- Fala tu Zanella, o resto aqui é tudo EX!!!!


*A primeira campanha para prefeito de Tarso Genro, em 1992, teve o slogan TARS! nascido ao acaso.

A funcionária Anelise Schmidt do gabinete do vereador Lauro Hagemann que apoiava Tarso Genro foi pintar uma bandeira com o nome Tarso e deixou cari tinta errando o final . Ficou parecido a um ponto de exclamação só que ao contrário.Foi só acertar a colocação do ponto de exclamação no final e mandar fazer. Pegou e ficou. Hoje a autora vive em Chapecó(SC).

*Jango era secretário do governador Ernesto Dornelles . Ainda solteiro, ia para o cabaré e lá ficava,às vezes, durante dias. Havia um único e só um funcionário que entrava no cabaré com os papéis da secretaria para Jango assinar.Ele assinava os documentos e o funcionário os levava de volta.

Do cabaré, Jango mandava buscar de avião ovelhas e fazia churrasco neste cabaré que se chamava Casablanca.


*Adão Faraco era secretário estadual dos transportes no governo Pedro Simon. Quando o diretor de planejamento Waldir Cócaro entrava na sala do secretário, por volta do meio-dia, ele ouvia Faraco se desculpando com a mulher por não poder ir em casa almoçar:

- Minha prenda,estou aqui num entrevero!

 

Pinga-fogo(1)

 

 

*A Câmara Municipal de Porto Algre ficava na rua Siqueira Campos, no centro da cidade, no décimo andar. Ali também funcionam até hoje outros setores administrativos da prefeitura de Porto Alegre.

Segundo o jornalista Ênio Rockenbach, um dia o vereador Antônio Holfeldt - um dos fundadores do PT, hoje no PMDB - fez um discurso muito forte. O vereador Frederico Barbosa, o Fredi, então do PDS, esperou Antônio na saída da sala dos vereadores e disse para o colega:

- Não vou te responder da tribuna, vou é te q.....a cara....

Antônio saiu se esgueirando pelos corredores sem que o colega conseguisse alcansá-lo.
Procurado sobre este episódio, Frederico Barbosa nega que o fato tenha acontecido.

 

Pinga - fogo....

 

Tem candidato aí oferecendo tanto emprego que se se elegerem terão que montar um grande salão no dia da posse na Assembléia Legislativa do Estado.

Pinga- Fogo

Uma candidata, mormente, está oferecendo empregos que neles cabe toda a torcida do Flamento( menos o goleiro Bruno, coitado, que caiu em desgraça!)


 

Letier Vivian apronta as malas (sem trocadilho, por favor)

 

acervo de Florêncio Guimarães Filho, dono do La Barca

da esquerda para a direita: Paulo Rondon,Florêncio Guimarães Filho, " Nego Motta", " Mister", Paulo Geraldo, Rubens, Letier Vivian, Marion, " Bico de Ferro"( mala de 2005) Serginho Ayub(mala de 2006)

 


O assessor do vereador Celso Lopes( 0 camundongo,PDT de S. Borja) Letier Vivian está aprontando as malas para vir morar em Porto Alegre no ano de 2011.

Tudo porque ele acha que acabará num gabinete da Assembléia Legislativa do Estado.

Ao invés de ir pescar no rio Uruguai, irá pescar nas águas sujas e barrentas ou do Dilúvio, ou do Guaíba.

Ao invés das " correntinas" de Santo Thomé, ou das lindas são-borjensenses irá na rua da Praia, onde mulher bonita também não falta, embora o Clemar Dias teime em dizer que não há mais mulher bonita por metro quadrado do que a Terra dos Presidentes.

Mas eu acho que o Letier entrou naquela do " me engana que eu gosto!"

 

 

Pinga-Fogo

 


O ex-prefeito de Porto Alegre, Guilherme Villela é um grande piadista.

Na saída do Banrisul, um dia,Villela encontra um gaudério, todo pilchado( e não era setembro).

- Como vai Guilherme, pergunta o cuera.

Villela, rápido no gatilho, pensou:
- Por Guilherme só minha família me chama. Quem será este índio...

Mas aí lhe caiu a ficha: ele deve me conhecer de Uruguaiana, raciocinou o ex-prefeito.

- De onde afinal tu me conheces, disse o vivente,surpreso pela intimidade que o prefeito lhe mostrava.

- De Uruguaiana, atirou Villela.
- Mas que baita memória tu tens, hein, seu índio,disse ele supreso.


 

Bar TREZE


Bar Treze

 

Bar TREZE, onde

os caxienses se encontram!

Agora que a campanha política começou, o Bar TREZE, no centro de Caxias, volta a empolgar os partidários de A, B ou C.

Nesta foto que publico, está um ex-prefeito caxiense, o Mansueto Serafini, que frequenta o local, mas que dizem que nunca se viu a cor do dinheiro do ex-prefeito caxiense, um mão de mulita dos clássicos.

Numa viagem que fiz com o Mansueto, em Salvador, ele tomava um sorvete, à noite, para não gastar a diária de presidente do Trensurb que tinha dinheiro...

O bar Treze é local onde as apostas são feitas tanto no que diz respeito a futebol, como de política.

 

 

Coleguinhas

 

Gelson Farias está em Buenos Aires, trabalhando na Brasken.

Primeiro ele foi para Rio Grande, depois foi mandado a capital portenha. Está gostando. Me prometeu umas matérias de lá. Aguardemos!

 

 

 

Candidatos do PDT

 

Saiu o listão do PDT

Nomes estão no site do partido.

Me chamou a atenção um nome Sueme Pompeo de Mattos( é sobrinho do atual candidato a vice-governador)

A deputado federal foram indicados 27 nomes 20 homens e 7 mulheres e a deputado estadual 63 nomes 48 homens e 14 mulhres.

João Luiz Vargas, ex-presidente da Assembléia volta a concorrer a deputado estadual.

Marlon Santos, ex-prefeito de Cachoeira deve ser o mais votado do PDT a estadual( aposta do autor )

A deputado federal haverá uma briga braba entre o Vieirinha e o atual presidente do legislativo estadual, Giovani Cherini.

 

Operação

 

 


O editor Antônio Suliani vai ser operado hoje. Colocará Ponte de safena, no hospital São Lucas, da PUC.

 

E X C L U S I V O !


Emílio Garrastazu Médici


Vão fazer um estátua para o

ex-presidente


Um grupo ínfimo) de admiradores e amigos do ex-predidente da República, Emílio Garrastazu Médici(1970/1974) estão tramando a construção de um memorial,ou uma estátua para ele em Porto Alegre.

O único admirador de Mèdici que abre o jogo neste sentido é o livreiro Jorge da Silva, o JOVEM HEBREU. Um outro admirador de Médici que está no projeto é um ex-secretário de Estado do governador Jair Soares.

Eram estreitas as ligações entre o ex-governador e Médici. Quando ele era secretário da Saúde, numa reunião com um grupo de dentistas( Jair também o é) ele se gabava de " ter como chegar ao Presidente Mèdici"!

 

 

Ainda o Gal Médici


Um gerente aposentado doBco.Agrícola Mercantil que ficava ali na 24 de outubro conta sempre que uma vez o Gal. Médici entrou no banco para pedir um talão de cheques.Como o assunto iria demorar um pouco, o gerente convidou o general a sentar. Médici,carrancudo, não gostou:

- Há algum problema com minha conta aqui neste banco? perguntou Médici.

 


Torcida tupamara

 

Foi comovedor ver como torceram,ontem,na assembléia legislativa pro Uruguai,contra a Laranja Mecânica.

Na sala do PDT, a Francis Maia comandava uma tropa de choque torcendo para os uruguaios. Engraçado que ela invocou até o Artigas pra torcer pro Uruguai. Não sei o que isto tem a ver com o futebol, mas vamos lá. O Carlos Bastos, pra puxar o saco, entrou na sala cantando o hino da celeste olímpica de 1950!

Mas não deu!

Adiós celeste olímpica!

 

Bafafá em cyber

 


Cheguei ontem num cyber onde sempre vou e deu um´bafafá dos diabos....Chamram dois brigadianos e eles foram mais diplomáticos que os dois brigões: os donos do cyber e um cliente.


Os brigadianos conseguiram que o cliente e os donos do cyber fizessem um acordo: assim que as vezes tem que elogiar os fardados, não só criticá-los.

 

 


RS de novo na frente:

Fonte: revista Frota e cia(SP)

onibus com internet a bordo

 

 

" Zorrilho"


Firmino Fernandes Lima Neto em jantar de confraternizaçãoda Federacite


Na Assembléia estão apresentando uma exposição sobre Itaqui. Me lembrei do seo Firmino Fernandes Lima Neto, que foi o responsável pela minha aproximação com o Maneco Vargas. Conheci o Firmino, chamado de Zorrilho(era brabo mesmo) em Porto Alegre porque ele queria fazer uma ponte ligando Itaqui a Alvear.

Dei uma mão pra ele e o levei ao programa do Flávio Alcaraz, na Guaíba. Firmino fez que a rádio Pitangueiras, de Itaqui, transmitisse a entrevista dele. Parecia um a criança com o feito....


Zorrilho(1)


Depois o visitei muito no Moinhos de Vento, onde se tratou de um câncer, que o matou. Não fui ao seu enterro(não lembro o motivo) mas lembro que quando fui a Itaqui, ele brigava muito com um serviçal que tinha o ZEBRA!


Zorrilho ( 2 )

E ontem peguei um postal onde tem um parque com seu nome em Itaqui( o chamam de comendador). Quando eu o visitava em sua casa em Porto Alegre, tinha lá um puxa-saco que o tratava por comendador.

Zorrilho(3)

E Firmino ficava contente quando o deputado Nelson Marchezan lhe ligava. Orgulhoso, dizia:
- O Marchezam me tocou o telefone hoje!



Corpo a corpo

 

Fonte: www.cic-caxias.com.br

Ana Amélia Lemos

Enquanto a ministra Dilma Rousssef fazia bandeiraçado na esquina democrática por volta de 13 horas de ontem, a jornalista Ana Amélia Lemos,candidata ao senado, fazia corpo a corpo num prédio da Júlio de Castilhos, onde fez uma visita pro seu conhecido Oraldo Rodrigues.


Corpo a corpo

Pedir voto não é lá esta maravilha que as pessoas imaginam. Vi isto em 1998, na campanha do senador Pedro Simon. Aparecia cada mala que vou te contar. Em Não Me Toque um cidadão nãos desgrudava do Simon e a certa altura eu quis saber o que ele fazia ali por se mostrar tão íntimo do senador:

- Sou vizinho dele de praia, me disse o cara de pau e chatovislqui....

 

TODT / TORVALDO

 

A intensa movimentação, no País, do mercado de fusões e aquisições está revelando a importância da due diligence na área jurídica. Segundo o sócio do escritório Steinbruch & Torvaldo Advogados, de Porto Alegre, Fernando Steinbruch, os negócios estão ocorrendo em todas as regiões e entre companhias de diversos setores e portes, sendo que é grande o apetite das empresas estrangeiras. Enfatiza o advogado que para que o negócio se realize com maior segurança e transparência, se faz necessária a realização de uma due diligence na área jurídica, que pode abranger os aspectos tributário, societário, regulatório e ambiental, entre outros. “Ela consiste, na verdade, em uma completa auditoria legal de forma que seja possível a análise e a mensuração dos riscos que envolvem a negociação, ou seja, é um procedimento detalhado e rigoroso de investigação, exame e coleta de informações, de forma sistematizada, para atingir os melhores resultados”. Lembra, ao concluir, que não só em fusões e aquisições a due diligence é indispensável: igualmente em situações de uma reorganização societária ela representa um instrumento indispensável de avaliação.
Todt Comunicação

 

Currículo Adroaldo Mousquer Loureiro


Adroaldo Mousquer Loureiro



Adroaldo Mousquer Loureiro é casado com Neiva Debacco, pai de Eduardo (atual prefeito de Santo Ângelo) Roberto e Saulo. Sempre caracterizou sua vida pela busca da justiça social.

Parlamentar ligado às causas da educação, saúde e desenvolvimento, possui formação em Odontologia e Direito. Foi fundador do Jornal das Missões, veículo que completa 27 anos agora em 2010. No começo dos anos 80, ajuda a criar o PDT em Santo Ângelo e nas Missões, elegendo-se vereador em 1982. Em 1991, é chamado para assumir a Secretaria Estadual do Trabalho e Ação Social.

Em 1992, conquista uma de suas mais expressivas vitórias políticas, chegando ao cargo de prefeito de Santo Ângelo. Em 1998, estréia no Parlamento gaúcho, onde chega alçado por mais de 23 mil votos. A eleição concretiza sua forte liderança. Em 2002, Loureiro amplia sua votação, reelegendo-se deputado estadual com quase 35 mil votos. Destaca-se por transformar a Comissão de Economia e Desenvolvimento, que presidiu por quatro anos, numa das mais atuantes da Assembleia, ponto de referência em debates para geração de emprego e renda, investimentos e diversificação econômica.

Ampliando outra vez a votação, chega ao terceiro mandato em 2006, com quase 44 mil votos, sendo escolhido por seus pares para assumir a importante função de líder da bancada .

É autor de importantes leis, como:
- Lei contra violência escolar (antibullying)
- Lei dos Desmanches
- Lei que institui o Programa de Renda Mínima Família Cidadã
- Lei do Dia Estadual de Luta Contra o Câncer Bucal
- Lei que institui a Semana Estadual de Promoção da Saúde Bucal
- Lei que instituiu a Política de Prevenção e Tratamento ao Câncer Bucal
- Lei que obriga hotéis e pensões a manter ficha de identificação de menores
- Lei que cria mecanismo para descarte de materiais que contenham mercúrio, utilizados por profissionais da saúde bucal

Adroaldo Loureiro também é vice-presidente estadual do PDT gaúcho e presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Esportiva e Recreativa (SER) Santo Ângelo.

 

CAMINHO DAS MISSÕES ATRAI PEREGRINOS DE TODO PAÍS

 


SENHOR DE 87 ANOS PERCORRERÁ OS 325 KM E DÁ LIÇÃO DE VIDA

DECOM/PMSB

Peregrino Virgilio de 87 anos

Mais um grupo de peregrinos partiu nesta segunda-feira (05/07) de São Borja para percorrer o Caminho das Missões. O percurso de 325 quilômetros deve durar 13 dias, até Santo Ângelo, proporcionando contato direto com a natureza e vivenciando parte da história das missões jesuíticas na região. Formado por 10 turistas de São Paulo, Vitória e Brasília, o grupo conta com o peregrino mais idoso a realizar o percurso, o paulistano Virgílio da Silva Ribeiro, de 87 anos.
Antes de iniciar a caminhada, os peregrinos realizaram um city tour por São Borja e passaram no Centro de Informações Turísticas da Prefeitura, onde receberam as últimas orientações. De acordo com a diretora de Turismo, Silvana Frederich, todos do grupo ganham um cartão de identidade, como se fosse um passaporte, e a cada parada recebem selos dos lugares. Ao final do trajeto e com o cartão todo preenchido, os viajantes recebem certificado de conclusão escrito em guarani.

DECOM/PMSB

Grupo de peregrinos


Contador aposentado, seu Virgílio há quase 70 anos peregrina em diversos lugares do Brasil e do mundo. Entusiasmado com os atrativos que conferiu em São Borja, afirmou que peregrina em média oito vezes ao ano e não desamina por causa da idade. “Meu ombro já serviu de apoio para muita gente, então se acontecer algo no caminho, sempre haverá um ombro amigo para me apoiar também”, explicou sabiamente.
Em seu currículo possui recordes e já percorreu o Caminho de Santiago de Compostela na Espanha, a Trilha Inca no Peru, os 209 quilômetros do Caminho do Sol (São Paulo) e também escalou os Picos da Bandeira (2900 metros de altitude) e dos Marins, entre outros feitos. “Tenho um compromisso com a família: se eu morrer caminhando, quero ser sepultado no local”, contou seu Virgílio.
O grupo também conta com viajantes experientes, como é o caso de Ulisses de Souza, de Vitória, que inclusive formou um grupo para isso, o Gente da Melhor Qualidade (GMQ). Ulisses afirmou que após uma caminhada em 2009 por Minas Gerais decidiram que este ano fariam o Caminho das missões. Para ele, a melhor parte é a integração da natureza e as pessoas que conhecem ao longo do caminho. Esta também é a opinião de Luciana Colvero, de São Paulo, que chegou a São Borja para percorrer o caminho, mas já peregrina há três anos. “Tínhamos o desejo de percorrer essa trilha pela importante história que tem”, explicou Luciana.

O caminho
As saídas para o Caminho das Missões são realizadas em datas programadas com antecedência e em grupos de no mínimo cinco pessoas. Durante o percurso os peregrinos têm a companhia de um guia que os conduz no caminho e, se necessário, contam com apoio médico. Os viajantes pernoitam em fazendas no caminho, integrando-se com a população local.
A caminhada pelas missões jesuíticas também pode ser feita de bicicleta, com duração de cinco dias. Outras informações sobre os pacotes do Caminho das Missões podem ser obtidas no site http://www.caminhodasmissoes.com.br.

Prefeitura de São Borja

 

 

DE vento em popa....

 

A candidatura de Juliana Brizola, vereadora do PDT de POrto Alegre, estaria andando de vento em popa. Há otimistas que acham que fará 150 mil votos....

Sei não???!!!!

Com tanto candidato disputando os votinhos por aí, não é tão fácil como tão pensando assim, não!!!!

 

Programação do Tablado Andaluz

 

Inspirados nos antigos Tablados da Andalucia, os diretores Andréa Franco e Robinson Gambarra do Tablado Andaluz recriaram em Porto Alegre a atmosfera destes bares, que foram tão importantes para a sobrevivência e o surgimento de uma nova categoria artística, a Arte Flamenca. O Tablado Andaluz proporciona um ambiente típico Andaluz, acompanhado pela gastronomia espanhola.

O reduto da autêntica Arte Flamenca em Porto Alegre traz uma novidade: agora está concentrado na Av Osvaldo Aranha, nº 418, com a Escola e o Bar Flamenco funcionando no mesmo endereço, para comodidade de seus frequentadores.

Rafael do Canto

Andréa Franco

Às quintas-feiras, o Tablado abre espaço ao Flamenco Solo. Jovens talentos do baile flamenco fazem sua estreia no palco da casa. E nas sextas e sábados, o público confere o show dos bailaores do Tablado Andaluz ao som de músicos convidados.

Rafael do Canto

Tablado



SERVIÇO
FLAMENCO SOLO
Quinta, a partir das 22h.
Sempre um solista destaque convidado para o "Cuadro Flamenco".
especialidade: Buffet de Paella e Tapas à la carte

SHOWS FLAMENCOS
Sextas sábados - entre 19h30 e 24h.
Às 22h30 acontece a apresentação de dança flamenca com acompanhamento dos músicos do Tablado Andaluz.
especialidade: Buffet de Paella e Tapas à la carte
Couvert Artístico: R$ 12,00 e R$ 8,00 para clientes que jantam o Buffet de Paella.

TABLADO ANDALUZ
Escola de dança e Bar Flamenco/Restaurante
Av Osvaldo Aranha 418
RESERVAS: (51) 3311.0336
www.tabladoandaluz.com.br



Helena


Helena


Helena

Estão fazendo de "palhaça" a minha neta. As crianças sempre entram no jogo dos adultos, dos pais. E uma vez me disseram que os avós defendem os netos " contra" os filhos. Então, vou jogar o jogo ....

 

 

Raul Randon

 


Li no domingo, no caderno Donna, da ZH, um longo artigo sobre o empresário Raul Randon, assinado pela Bete Duarte.
Esta madrugada lembrei-me de um episódio que ocorreu com ele. No governo de Pedro Simon, foram a Candiota, em Bagé, para ver os assuntos do carvão, que hoje lá já é explorado. Nem mais sei quem era o secretário de Minas. Mas na volta é que se deu elas.

No aviãozinho que trouxe uma comitiva de jornalistas( do Estado e de fora dele) veio o megaempresário que tem mania de dirigir aviões.

A Neusa Galli Fróes que estava na comitiva e que tem medo de avião se apavorou quando o piloto entregou o comando da aeronave ao Randon. Ele simplesmente veio "brincando de furar nuvens". A Neusa se apavorou e de tanto medo pra não ver as acrobacias do Randon, simplesmente deitou no chão do avião.

- Senti muito medo naquela viagem, com o Randon brincando de furar nuvens, me contou ela anos atrás.

Segundo a Neusa, quando o Randon enxergava, no comando da aeronave uma nuvem vibrava.

- Olha lá, agora vou lá furar aquela nuvem.
E desviava o roteiro do aviãozinho pra poder entrar na nuvem e furá-la....

Que pena que a Bete não tocou no assunto de pilotagem de avião com o Randon.

 

Coleguinhas

 


*Ribeiro Netto(da Band AM) e Luiz Carlos Reche, da Guaíba e do Correinho não devem mais ir a Copas do Mundo. No domingo passado, o Reche só faltou chorar na coluna porque disse que morria de saudades. Ontem foi a vez do Ribeiro Neto, no Jornal Gente da Band AM.
Pô se ficam com tanta saudade, porque não deixam os outros irem. Sempre eles nas melhores boquinhas!

*Estupro X Record

Opinião minha aqui:

O BOM DIA da Guaíba, de ontem(5.7) exagerou no assunto do ESTUPRO DE FLORIPA....

Deram duas vezes, em menos de uma hora, sete minutos do Jornal Domingo Espetacular da Record.


*Estupro X Record

O Bispo Edir Macedo não é santo, né?

*Es