foto de Marcos Eifler


"'METE, MEU AMOR!', Claudia Tajes, contando que é assim que torce assim nos jogos do Grêmio!" .





SUMIÇO DE FONTES DE PESQUISA

Estão sumidos há dias os papéis que serviram de fonte de pesquisa pra elaboração de um livro sobre todos os presidentes da Câmara Municipal de Porto Alegre de 1947 até agora.

São ao todo 45 contando com o atual Mauro Zacher(PDT)

O material que desapareceu foi feita por uma equipe do Memorial da Câmara Municipal.Pode servir no futuro de pesquisa prum livro biográfico sobre cada presidente neste período. Quem fez esta pesquisa levou um ano pra colher todo este material e teve que andar em vários locais pra juntar toda esta papelada.
Será que as Câmaras de Vigilância filmaram alguém saindo com o pacote que é um pouco pesado?

 

 

 

Fortunati e Melo tomam posse terça-feira

Iniciando a nova gestão à frente da Prefeitura de Porto Alegre, o prefeito José Fortunati e o vice-prefeito Sebastião Melo tomam posse na Câmara Municipal na próxima terça-feira, 1º de janeiro, às 15h. Durante a solenidade, também será realizada a posse dos vereadores eleitos para a legislatura 2013/2016.

Às 17h, no Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10), acontece cerimônia de reassunção de Fortunati ao cargo de prefeito, assunção do vice Melo e a posse do novo secretariado municipal. Fortunati e Melo foram eleitos no último pleito municipal com 65,22% dos votos válidos (517.969).

A TV Prefeitura transmitirá as solenidades, ao vivo, via web. Para acompanhar, basta acessar o link mms://pwvideo1.procempa.com.br:8080/posse.

 

 

 

CREMAÇÃO DE

ZÉ VICENTE SERÁ

NESTE SÁBADO

A cremação de José Vicente Brizola será neste sábado, as 10 horas, no Cemitério do Caju, no Rio de Janeiro. Ao contrário da irmã, Neuza Maria que foi enterrada em 2011 no jazigo de São Borja, onde estão os pais de ambos, Zé Vicente será cremado no Rio. A informação é do gabinete da deputada estadual, Juliana Brizola que seguiu agora de manhã pro Rio pras cerimônias fúnebres do pai.

Zé Vicente teve três filhos do seu casamento com Nereida Daudt que também seguiu pro Rio hoje,segundo o gabinete da filha na Assembléia Legislativa gaúcha.

Os filhos de Zé Vicente com Nereida são os três políticos: um é Carlos Daudt Brizola, o Carlito, que tem 34 anos de idade. Ele é o primeiro suplente de deputado federal da bancada do PDT do Rio de Janeiro e agora ocupa a pasta do Ministério do Trabalho no Governo Dilma Rousseff.Mas chegou a assumir a vaga de deputado federal com a ida de um deputado( por Niterói) pro PSB e que passou a ocupar um secretariado estadual no Governo de Sérgio Cabral.

Os outros dois filhos do casal são a deputada Juliana Brizola, de 36 anos e seu irmão gêmeo Leonel Brizola Neto, que é vereador no Rio de Janeiro. Tanto Juliana como Leonel são do PDT.
- A deputada foi pega de surpresa, informou ontem um funcionário do gabinete da mesma.

Zé Vicente Brizola estava hospitalizado há 14 anos.

O velório está sendo realizado no Memorial do Caju, zona norte do Rio de Janeiro.

A causa da morte de Zé Vicente Brizola foi ' hemorragia intestinal' conforme atesta o certificado de óbito expedido pelos médicos hoje de manhã.

 

 

 

A MORTE DE ZÉ VICENTE

A JORNALISTA maria Nazaré de Almeida contou que uma vez foi a Garopaba com seu amigo Zé Vicente Brizola e como eles não eram namorados ele levou pra barraca ' uma outra mulher".

- Me importei sim porque fizeram sexo e ele gemia muito, contou a indiscreta jornalista.

Nazaré, no entanto, diz que sempre não passou de amiga do agora falecido músico.

 

 

 

MOVIMENTAÇÃO NO GABINETE DE JOÃO DIB NA ULTIMA MANHÃ EM QUE ELE FOI AO GABINETE. ALGUMAS TROCAM CHAVES, ALGUNS VÃO DAR UM ABRAÇO DE DESPEDIDA. MAS NÃO HAVIA TRISTEZA, ACHEI ISTO INTERESSANTE!

 

 

 


O ' GROSSO DE SÃO BORJA

Como tem o Guri de Uruguaiana vou inventar o GROSSO DE SÃO BORJA, ALI DO LADO.

Hoje ele me disse no telefone

- NÃO PODEMOS IR FAZER FOTOS LÁ porque senão vão meter no c.....da administradora...

Toing. Esta é que grossura da pura!

E em são borja tem o

cantor MANO LIMA, O SUPRASUMO DA GROSSURA!

 

 

 

vou me autoelogiar...fui o único repórter que foi hoje, ultimo dia do DIB fazer um ambiental do mais veterano vereador e mais longo da história da Câmara Municipal. Quem foi outro que ficou 24 anos na Câmara Municipal. Então a pauta se justificava. Mas hoje fazem tudo pelo ' telefone' ou como dizia o melchiades stricher, fazem ' ambiental por telefone'.

Toing. deste me orguio, como diria o grosso de São Borja.

 

 

 

OPERÁRIOS MUDAM CHAVES

DO GABINETE DE DIB QUE VAI PRO VILLELA

Agora de manhã alguns funcionários da Câmara Municipal fuçavam na porta do Gabinete do Vereador João Dib, do PP, que deixa a vida pública.

Trocando de chaves e de tudo.

Enquanto ele trabalhava, três outros olhavam!

 

 

 

INGENUIDADE

DO LAURINHO

Então tu achas que a ZH ' mandou' a Finlândia pra conhecer o sistema educacional???Ora bolas, como dizia o Cid Pinheiro Cabral. Isto é alguma viagem que o cara aproveitou pra fazer isto, ou um convite.

Laurinho, como tu é ingenuo....

 

 

 

DESPEDIDA DE DIB

o COLEGA AIRTON FERRONATO, do PSB, foi se despedir de JOÃO DIB AGORA DE MANHÃ. ALÉM DE COLEGAS, OS DOIS SÃO AMIGOS.

 

 

DIB RECEBE O CARINHO

NA DESPEDIDA DE VIDA PUBLICA!

Colegas funcionários da Câmara Municipal foram agora de manhã se despedir do vereador João Dib, em seu gabinete.

Dib foi encaixotar a papelada e retirar tudo o que era dele, porque em 24 anos juntou muita coisa.

O Gabiente de DIB será ocupado por GUILHERME SOCIAS VILLELA

 

 

Réveillon na Usina terá show de Armandinho

O réveillon 2013 na Usina do Gasômetro deverá manter a tradição de edições anteriores no aumento de público. Na última edição, 70 mil pessoas foram à orla do Guaíba. A programação para a virada deste ano foi reforçada com a presença de Armandinho e Banda, além de Caio Martinez e a Gafieira Elétrica na abertura e Cia Show 4 no encerramento desse evento organizado pela Secretaria Municipal da Cultura. A programação, que terá o dj Claudinho Pereira nos intervalos dos shows e a apresentação de Gerson Pont, manterá o tradicional show de fogos de artifício, com duração de doze minutos.

A programação começa no dia 31 de dezembro, às 21h, com o samba e o pagode do grupo Gafieira Elétrica. Às 22h30, sobem ao palco Armandinho e banda, que tocarão até a contagem regressiva para a virada do ano. Após a queima de dez toneladas de fogos, o primeiro grande concerto do ano fica com a Cia Show 4. O palco contará com três telões, um ao fundo do palco e dois nas laterais.

O estacionamento será no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia), próximo à Usina do Gasômetro (av. Pres. João Goulart, 551), no mesmo ponto em que funciona o do Acampamento Farroupilha. Ali também haverá um grande centro de táxis. A organização do evento pede que sejam priorizados os transportes públicos, através da campanha "Não vá de carro!". A infraestrutura contará com efetivo de segurança formado pela Brigada Militar, Guarda Municipal e agentes privados, além de 112 banheiros químicos. Será mantida a praça de alimentação, além do cercamento de toda a área do evento, que continuará com revista na entrada.

 

 

 

De São Borja

A professora Verônica Krassmann faz de tudo pra levar adiante o Museu Getúlio Vargas. Mas a coisa tá preta....

 

 

 

A MORTE DE ZE VICENTE

Os gaúchos lembram do agora falecido filho de Brizola como o que fechou ' a loteria estadual' gaúcha. Tudo isto aconteceu no governo Olívio quando ele assumiu esta loteria e o pai deu um petardo no PT por causa disto dizendo que o que fizeram com seu filho não se fazia pra cachorro....bom vocês sabem o que quero dizer.

Deu um p. xabu aquela história.

Mas há quem diga que foi o Zé Vicente que passou pra VEJA um dossiê sobre opai que fez com que a revista publicasse ampla matéria sobre o patrimônio do ex-exilado , que segundo VEJA quando morreu tinha um patrimônio de cerca de 20 milhões de dólares

 

 

 

DE SÃO BORJA

DESCASO TOTAL

COM MUSEU DE GETULIO VARGAS

Goteiras por todos os cantos,assoalho todo comido pelos cupins,portas e janelas com problemas e outros 'podres' como infiltrações tomam conta do Museu Getulio Vargas, em São Borja. Por incrivel que possa parecer.

A Secretaria Estadual da Cultura não se mexe.

A AESsul, que ficou com a exploração da energia elétrica em S. Borja quer patrocinar o restauro da casa onde está o Museu mas o pedido da LIC, de 2,8 milhões anda parado dentro das gavetas da Secretaria da Cultura do Estado.

A situação foi levada a repórter Taline Oppitz,do Correinho,que pediu pra mandarem um release pra ela.

Vamos ver se saindo no jornal há alguma tomada de posição.

A Politica da ZH nem quis saber do caso, porque dizem ser um assunto de " Geral"

 

 

 

Laurinho gosta de pobres. Ele é quem diz!
Sobre corvinice e pobreza Data: 28/12/2012 17h56min53s UTC "Corvo é tu, q se preocupa com isso. Tô nem aí.
Outra coisa, antes q eu me esqueça: tu é injusto qdo dizes q ñ gosto de pobres. Se ñ gostasse de pobre, ñ advogaria de graça para vcs, ñ é?"
corvo morreu ze vicente brizola.

 

 

DE SÃO BORJA

o NOVO PREFEITO,FARELO ALMEIDA, QUE ASSUME DIA 1 DE JANEIRO, JÁ ANUNCIOU TRES SECRETÁRIOS MUNICIPAIS. A SABER

1) lAIR fONTELLA, DA INFRAESTRUTURA, FOI VEREADOR PELO PTB.

2) Leocádia Guerreiro, pelo PR,na pasta do Turismo

3) Denis Amaral, do PDT, irmão do vereador Carmelito do Amaral, do PT.

Aguarda-se nas próximas horas os demais secretários. Podem sair ainda hoje.

 

 

 

EXCLUSIVO

O VEREADOR DR. TIAGO DUARTE DEVERÁ ASSUMIR A PRESIDENCIA DA CAMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE COM A IDA DE MAURO ZACHER PRA SMOV.

AMBOS SÃO DO PDT.

TIAGO DUARTE É MEDICO E ADVOGADO.

Estudou em Osório, Passo Fundo e depois no Colégio Rosário, em Porto Alegre.

Sua base eleitoral é a Vila Restinga, pra onde levou "uma base" do Hospital Moinhos de Vento. Sua especialidade é pré - natal.!

 

 

 

O ' ANTONHO BALAIO'

ESTE HOMEM AI QUE É NOME DE RUA DADO PELO DIB EU SEI QUEM É...É PAI DO CIRLOM ATUAL GERENTE DA TREVO, OU EX-GERENTE DA TREVO.

o aNTÔNIO POPULARMENTE ERA CONHECIDO ENTRE O POVO DA VILA SÃO JOSÉ DA MURIALDO COMO "ANTONIO BALAIO". Tudo porque o cara tinha cento e tantos quilos.

E os onibus eram umas caieras brabas.

Quando entrei na ZH como repórter, nos anos 70, o Cafuriginga, um motorista que era um baita putanheiro mas que depois virou evangélico,morava naqueles bandas atendidas pelos onibus do ANTONIO BALAIO.

e todos os dias o Cafuringa me aporrinhava querendo que eu desse pau nos Õnibus, umas caieiras véias, que caíam aos pedaços e que o povo andava como sardinha dentro deles.

Me lembrei de tudo isto hoje de manhã,quando vi o DIB com a placa de nome de rua do Antônio Balaio,e ele me perguntou o nome do filho:

- Cirlom, eu disse ao Vereador e era um padreco( dei um fora porque do lado estava o vereador João Carlos Nedel que é católico e que faz votos no meio deste povo)

Padreco porque uma vez eu estava na Trevo com o velho Silvestre Sauter. O Silvestre, um grande cara, metia a garrafa de cachaça escondida no seu gabinete e volta e meia dava uns goles, em plena manhã, e me oferecia. Mas um dia ele me disse,interrompendo os goles de canha que dava:

- Vamos lá na garagem que o Cirlom chamou o padre para benzer os novos onibus.

Chegamos lá e estava o gerente d a Trevo e funcionários em volta de um padreco que tirava uma estola e a punha pra ficar mais formal. E de-lhe agua benta nos onibus,enquanto o Cirlon,filho do Antônio Balaio, fazia reverências pro padre.

Antônio Balaio, podia esperar de tudo, menos de me lembrar deste pioneiro dos transprotes de Porto Alegre, no dia que o DIB se despediu da vida pública.

 

 

 

Serviços do Turismo têm horários alterados no Ano Novo

O city tour Linha Turismo terá horários diferentes no Ano Novo. Na segunda-feira, 31, city tour não circulará, pois o serviço não opera para que seja realizada a manutenção dos ônibus. Também não haverá venda de bilhetes. Na terça-feira, 1º, o roteiro Centro Histórico circulará à tarde, com saídas às 13h, 14h, 15h e 16h. Já o roteiro zona Sul, que opera em sistema circular (sem paradas), terá uma saída às 15h.

As passagens devem ser adquiridas no Terminal do Linha Turismo, localizado na rua Travessa do Carmo, 84, bairro Cidade Baixa. A compra antecipada pode ser feita das 8h às 18h. Reservas podem ser feitas apenas para grupos acima de dez pessoas, exclusivamente por e-mail (reservas@turismo.prefpoa.com.br). Informações: 156 (opção 5) ou (51) 3289-0176.

Informação Turística – Os Centros de Informação Turística (CITs) também funcionarão em horários diferentes no Ano Novo. Na segunda-feira, 31, o CIT Bom Fim funcionará das 8h às 12h; CIT Centro Histórico das 9h às 18h; CIT Aeroporto Internacional Salgado Filho das 8h às 20h; e os CITs Usina do Gasômetro e Linha Turismo não funcionarão. No dia 1º de janeiro, o CIT Linha Turismo irá abrir das 12h30 às 18h; CIT Bom Fim das 13h às 18h; CIT Aeroporto Internacional Salgado Filho das 10h às 22h; e os CITs Centro Histórico e Usina do Gasômetro não funcionarão. O CIT disponibiliza também o número 0800-517686 ou 156 (opção 5).

 

 

 

DIB LIMPA AS GAVETAS

Não foi de tristeza o último dia na Câmara Municipal do vereador mais antigo que havia lá, o engenheiro João Antônio Dib, do PP.
Pelo contrário, muitos amigos e colegas,entre eles funcionários foram carinhosamente dar um adeus a Dib.

Não houve choro, nem nada. Dib disse que se sente com o sentimento do dever cumprido.

E não faz planos:

- Vivo um dia após o outro,disse ele que tem 83 anos. Está na Câmara há 24 anos, mais precisamente 10 mandatos.

DIB e Nedel revem os ultimos detalhes

Dib limpa as gavetas

O vereador e colega de PP, João Carlos Nedel recebe ' testamentos' de Dib

 

 

 

 

 

ZE VICENTE

O Globo, pelo menos até agora tres e meia da tarde não deu nada da morte do filho do Brizola.

 

 

 

Depoimento

Nunca vi Zé Vicente Brizola nem mais gordo, nem mais magro, como se diz.E ele tenho certeza, nunca soube quem eu era. Mas como repórter sabia de sua fama, no meio dos roqueiros e afins de Porto Alegre. Volta e meia se ouvia uma história do " Zé Vicente" como era seu nome de guerra entre os roqueiros de Porto Alegre dos anos 70.

Alguns anos atrás, num churrasco no Barranco, a convite do seo Danilo Groff, sentei na frente da hoje deputada Juliana Brizola, filha do Zé Vicente. Comentei com ela que eu também ia a uma praia que seu pai também frequentava, que era Garopaba.

A Juliana pelo que me pareceu não gostou muito desta minha suposta intimidade e não deu sequencia à conversa. Nem sim, nem não.

Fiquei na minha.

Também nos meios jornalisticos corria muito a lenda de que certa o filho mais velho de Brizola teria sido preso na fronteira, vindo do Uruguai portando droga. A Polícia Federal que teria feito a prisão. Na Zero Hora, a notícia chegou como uma bomba. Nem se tocava no nome do Brizola, imagina noticiar a prisão do filho por porte de droga, pior ainda.

Isaac Ainhor, casado com uma sobrinha de dona Neusa, mãe do Zé Vicente, entrou correndo na redação e teria pedido pra não publicarem a notícia.

Lauro Schirmer e os manda-chuva do jornal levaram o assunto ao dono da ZH, Maurício Sobrinho, que segundo versões da época teria decretado:

- O Brizola já sofreu muito com o exílio. Não vamos dar a notícia da prisão do filho!

 

 

 

A MORTE DE ZÉ VICENTE BRIZOLA

Um bom músico, mas na juventude sempre metido em complicações.Assim poderia ser definido Zé Vicente Brizola, o filho mais velho do exilado mais importante do país, depois do presidente Jango.

Trata-se de Zé Vicente Brizola. Segundo a jornalista Maria Nazaré de Alemida, ela só não casou com ele porque estava grávida do filho Eduardo e porque achava incorreto fazer o que o pretendente lhe solicitava: ir pra Europa a convite da Internacional Socialista.

- Não concordava com aquilo e eu queria voltar pro pai do Eduardo,disse a este site agora há pouco a jornalista, que está emocionada pela morte do ex-namorado, com quem viveu na juventude.

Nazaré teria morrado com Zé Vicente numa casa em Petropolis, na rua Dona Eugênia. E lá,embora estivese grávida do filho Eduardo( cujo pai era outro que não Zé Vicente) ela via muitas pessoas importantes que iam visitar o filho do ilustre político que naqueles anos 70 curtia um exílio no Uruguai.

- Uma vez vi a mãe dele ,dona Neusa, com um balde limpando o chão da casa. Não que a casa estivesse imunda, porque o Zé Vicente era bem cuidadoso, conta Nazaré.

A jornalista aposentada assegura que uma vez a atual presidente da República também teria estado lá entregando ' uns docinhos' que a família no exílio havia mandado pro filho que morava em Porto Alegre.

- Eles sempre iam ao Uruguai, disse Nazaré.

ROQUEIRO

Maria Nazaré lembra de Zé Vicente em dupla com outro músico portoalegrense, ligado ao Bicho da Seda, o MImi Lessa, que hoje mora na Urca, no Rio de Janeiro.

Faz um ano que eles tinham combinado de fazer um CD,mas depois me parece que nunca mais se viram, conta ainda Nazaré.

Nazaré, que é sempre muito ligada a Mapa Astral, lembra que ela e o ex-amigo são do mesmo ano, de 1951.

Mas ele é de Touro, tem dois meses a menos do que eu,informa ela.

Nazaré conta que Zé Vicente tinha ganhos e perdas pelo fato de ser filho de Leonel Brizola.

- Naqueles anos em que andávamos juntos, algumas pessoas se afastavam dele, com medo dos militares.
Nem todos falavam com eles.

Assim, como havia gente que cercava ele de carinho, justamente por ser filho do ilustre político, informa ainda a jornalista gaúcha que foi próxima do falecido roqueiro que residia no Rio há muitos anos.

 

 

 

28/12/2012 | 00:00
TEMPO DE AVANÇAR E TEMPO DE REAJUSTAR
Autoria: Carlos Chagas
TEMPO DE AVANÇAR E TEMPO DE REAJUSTAR

Por Carlos Chagas
Estranho, esse alerta do ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República: “em 2013, o bicho vai pegar!”
Porque se o bicho está solto, no caso pretendendo pegar o PT e o Lula, seria bom lembrar o mote de que “se correr, o bicho pega; se ficar, o bicho come”. A solução é encará-lo, partir para cima dele de forma atabalhoada, com resultados mais do que previsíveis sobre a força de suas garras e presas?
Tem uma solução. A única, aliás, capaz de salvar o partido e seu chefe: domesticar o bicho. Transformar o tigre num gatinho, com paciência e firmeza.
Como? Renovando o PT e segurando o Lula. Porque correr não vai adiantar nada. Nem ficar, se não mudarem. É definitivo o desgaste sofrido pelos companheiros desde que chegaram ao poder. Importa menos saber se cederam à tentação ou se, desde o início, planejavam ocupar as estruturas do Estado visando satisfazer seus anseios mais baixos. Nomeações aos milhares, sem a contrapartida da competência para exercer a maioria das funções. Negociatas sem fim, apropriando-se da máquina administrativa oficial para engordar não só os cofres do partido, mas o bolso de seus dirigentes e penduricalhos. Acima de tudo, porém, descaso diante das promessas anteriores de mudar o país, coisa que o assistencialismo jamais conseguirá realizar.
Do que o PT precisa para não ser devorado é renovar-se. Substituir lideranças envolvidas em práticas que abominava antes de chegar ao governo. Buscar inspiração nos ideais de sua fundação e encontrar gente disposta a recuperar o tempo não propriamente perdido, mas empregado nessa lambança tornada pública e que agora acirra o apetite do bicho.
Quanto ao Lula, melhor faria se mergulhasse algum tempo na meditação de seus erros e na lembrança de seus acertos, para reaparecer mais tarde reciclado e pronto para recomeçar. Será cruel lançá-lo agora em caravanas percorrendo o país, tendo esquecido as origens e sem lembrar dos desvios em que se meteu. Um Lula diferente do atual daria certo depois de razoável quarentena. O mesmo, agora, apenas fornecerá carne para o bicho.
Em suma, o diagnóstico de Gilberto Carvalho acerta no varejo mas erra no atacado. Nas grandes batalhas, há tempo de avançar e tempo de reajustar dispositivos.
É INÓCUO MATAR O MENSAGEIRO
Séculos atrás, era comum reis, imperadores e déspotas de toda espécie mandarem matar o mensageiro que lhes trazia más notícias.
Pois não é que tanto tempo depois, a moda voltou? No PT e no governo aumenta a tendência de culparem a imprensa pelas denúncias divulgadas a respeito de seus malfeitos. Identificam uma conspiração da mídia. Atribuem aos jornais, revistas, televisões e emissoras de rádio a culpa pelo conteúdo que apresentam. Caso não se referissem ao mensalão, à Operação Porto Seguro e às propostas de Marcos Valério e Carlinhos Cachoeira, só para ficarmos nos fatos mais recentes, nada estaria abalando suas boas intenções e suas realizações.
Por conta disso aguarda-se no Congresso nova campanha pela adoção de medidas restritivas da liberdade de imprensa. Que exageros acontecem, nem há que duvidar, mas para puni-los e coibi-los existem a Constituição e as leis. Além do Poder Judiciário.

 

 

 

MORRE NO RIO O FILHO complicado DE BRIZOLA

 

JOSÉ VICENTE GOULART BRIZOLA, DE 61 ANOS, era de touro,segundo uma ex-namorada gaúcha.PAI DA DEPUTADA JULIANA BRIZOLA, DO PDT gaúcho, do deputado federal e atual ministro do Trabalho, Brizola Neto e do vereador Leonel Brizola Neto, que é irmão gêmeo da Juliana.Também dois filhos do segundo casamento, Vicente e Maria Inês.

Estes 3 filhos são do primeiro casamento de Zé Vicente, com Nereida Daudt, filha do Coronel Daudt, que em 1961, durante o episódio da Legalidade, impediu que os caças bombardeassem o Palácio Piratini, onde estava rebelado o pai de Zé Vicente.

Maria Nazará de Almeida, uma jornalista gaúcha aposentada e que teria sido namorada de Zé Vicente nos anos da juventude, o lembra como um bom e grande amigo.

- Foi ele que me levou pro hospital da Getúlio Vargas, onde eu tive meu filho EDuardo,diz ela, enternecida pela morte do amigo, que sempre teve em grande conta.

Nazaré diz que conheceu Zé Vicente nos tempos em que ele tocava primeiro no conjunto Bixo da Seda do IAPI, depois no Bobo da Corte:

- Tocava muito bem uma guitarra base, contou Nazaré.

Será cremado sabado,dia 29 no Rio de Janeiro.

Zé Vicente Brizola

 

 

 

POSSES DO PREFEITO E VEREADORES DIA 1 DE JANEIRO!
Bom dia! Informamos que na terça-feira, 1º de Janeiro de 2013, às 17h,
no Clube Social e Cultural Gaúcho, a Câmara Municipal de Vereadores de
Serafina Corrêa estará promovendo Sessão Solene de Instalação da 13ª
Legislatura com posse do Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores, todos
estão convidados a participar.

 

 

 

OPERAÇÃO BALADA SEGURA inicia hoje (28/12)

A operação Balada Segura, desenvolvida pelo Estado e apoiada pela Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul – FAMURS, tem a finalidade de coibir a ingestão de bebidas alcoólicas na direção e infrações de trânsito nos dias programados, através de barreiras em ruas e estradas. A operação vai até o dia (31/12).

Em apoio ao trabalho programado pela Brigada Militar, a prefeitura de São Borja se integra a essa operação através da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito e da Secretaria Municipal de Infraestrutura, com a atuação conjunta dos agentes de trânsito municipais e polícia militar. O acordo foi firmado nesta manhã (28/12), no gabinete do prefeito, com os representantes da Brigada Militar, Cap. Hélio Soares dos Santos Júnior e Cap. Valdecir Lopes de Assunção.


 

 

 

ARGENTINA: AMPLOS PRIVILÉGIOS PARA A IGREJA CATÓLICA
TV Pro Nobis: Amplos privilégios para a Igreja Católica no novo mapa da mídia. Evangélicos reclamam disso. O Estado argentino é laico… Pero no mucho.

De Buenos Aires
Gelson Farias

A Lei de Mídia, aprovada em 2009 pelo Parlamento argentino está gerando grande irritação entre os evangélicos deste país, além de outros grupos religiosos da sociedade argentina. O pivô dessa irritação é que a lei – a menina dos olhos da presidente Cristina Kirchner – determina em seu artigo número 37 que a Igreja Católica será a única entidade religiosa que terá direito a canais de TV e estações de rádio sem necessidade de autorizações prévias ou licitações. O Estado argentino, por uma lei da ditadura (a de número 21.950), paga os salários dos bispos e dos padres da Igreja Católica. Também subsidia seminaristas. O governo Kirchner nunca disse nada sobre este assunto.

Cristina Kirchner, em reunião com o bispo José María Arancedo, líder da Igreja Católica na Argentina, que substituiu o cardeal Jorge Bergoglio.

 

Gastón Bruno, vice-presidente de relações externas da Aliança Cristã de Igrejas Evangélicas da Argentina (ACIERA), afirmou que a entidade defende “a igualdade religiosa” na Argentina. “Não estamos contra credo algum. Simplesmente queremos tratamento igualitário”, afirma Bruno, lamentando a exclusão das igrejas evangélicas da lei de mídia. “Nós representamos cinco milhões de pessoas”, afirma.
“Para o Estado argentino as igrejas evangélicas são entidades civis e não uma fé. E isto ocorre 200 anos depois da independência do país, momento no qual se produz a igualdade de vários direitos de vários setores. Mas nós, embora sejamos uma minoria crescente e dinâmica, não somos tratados de forma igualitária”, explica. O Conselho Nacional Cristão Evangélico (CNCE) da Argentina sustenta que lei de mídia gera “uma dolorosa e inexplicável discriminação religiosa”. No máximo alegam que a Igreja Católica possui um status legal especial, já que é uma entidade pré-existente ao próprio Estado argentino. Isto é: existia Igreja Católica antes da Argentina ser independente. “Se for por isso, às igrejas protestantes também existiam aqui antes da independência”, afirma Bruno. “Inclusive, vários evangélicos lutaram nas guerras da independência”. Afirmou Bruno.


Gastón Bruno, Vice-presidente de ACIERA.

A decisão do governo de privilegiar a Igreja Católica constrange os militantes kirchneristas. O próprio Martín Sabbatella, diretor da Autoridade Federal de Serviços de Comunicação (Afsca), além de deputado, evita falar sobre o assunto. Coincidentemente, a alta hierarquia do clero em Buenos Aires – que havia desferido duras críticas contra os Kirchners durante vários anos – desde a aprovação da lei de mídia, embora pronuncie alguma eventual crítica, manteve um perfil mais baixo e evitou participar das controvérsias sobre a norma que limitará a atuação das empresas privadas na área de jornalismo.
Segundo uma pesquisa realizada em 2009 pelo governo, 76% dos argentinos foram originalmente batizados católicos. Mas, apenas 6% são praticantes. A totalidade das igrejas evangélicas na Argentina não reúne mais de 10% da população. Mas, ao contrário dos católicos, o grupo evangélico é totalmente praticante. Os evangélicos argentinos não possuem uma bancada que os represente no Parlamento, e tampouco contam com redes de televisão. Os ateus, no entanto, segundo a pesquisa ultrapassam católicos e evangélicos praticantes, representando 11,3% da população. O país conta com a maior comunidade judaica da América Latina – calculada entre 300 mil e 500 mil pessoas – além de uma presença muçulmana (estimada em 500 mil pessoas) nas províncias do norte e noroeste. Até a reforma constitucional de 1994 a Carta Magna determinava que somente pudesse ser presidente um católico apostólico romano. A reforma excluiu essa restrição. O Conselho Nacional Cristão Evangélico (CNCE) da Argentina sustenta que lei de mídia gera “uma dolorosa e inexplicável discriminação religiosa”. As outras entidades religiosas, entre elas, as vinculadas a comunidade judaica (a maior da América Latina) e a muçulmana, também ficam de fora desses privilégios que a presidente Cristina Kirchner – que cita Deus e o marido morto em seus discursos – concedeu à Igreja Católica.
“O governo dos Kirchner sempre foi “CANALHA”. Eu acredito que se o governo fosse um pouco melhor poderia ter uma influência realmente maravilhosa sobre o País. Acho que uma das grandes culpadas das condições do País, mais do que as forças que o dominam politicamente, é Cristiana Kirchner. Repito: nosso governo é lamentavelmente ruim”. Com estas declarações feitas na imprensa, Júlio Nara, presidente do Conselho Nacional Cristão Evangélico da Argentina, jogou mais merda no ventilador de Cristina Kirchner. Ele diz que a presidente quer dar uma “mãozinha” a igreja católica da argentina que sabia de todas as peripécias cometidas pela ditadura.

“A igreja ofereceu seus bons ofícios” e “assumiu os riscos”. Com estas palavras, o primeiro líder da ditadura argentina (1976-1983), Jorge Rafael Videla, define a cumplicidade da igreja católica na omissão de informações sobre o paradeiro de pessoas desaparecidas durante os anos de terror no país. O ex-ditador argentino Jorge Rafael Videla (centro), em 1978.

 

O presidente da CNCE disse ainda que o próprio ex-presidente ( (ditador) Jorge Videla fez declarações em 2010 à revista El Sur sobre a participação direta da igreja católica argentina nos assassinatos durante a ditadura. Segundo ele, Videla concedeu a entrevista durante sua passagem pela prisão de Bouwer, em Córdoba, quando era réu de um julgamento no qual foi condenado prisão perpétua
“O ex-ditador Jorge Rafael Videla, líder do golpe militar que instalou a ditadura na Argentina entre 1976 e 1983, disse na entrevista que a cúpula da Igreja Católica no país não só sabia como colaborou no processo de tortura e execução sumária que deixou mais de 30.000 desaparecidos. A igreja ofereceu seus bons ofícios em relação ao desaparecimento de pessoas e aos familiares. Além de confirmar pessoalmente a participação de bispos da igreja católica argentina na ocultação de desaparecidos e mortos”. Disse ele.

Durante a entrevista no canal 13 pertencente ao Grupo Clarin, Julio Nara, foi mais além: O ex-ditador argentino citou nominalmente como seus contatos na cúpula da Igreja Católica o ex-cardeal primaz do país Raúl Primatesta (falecido em 2006) e o núncio apostólico (embaixador do Vaticano) Pio Laghi (morto em 2009):
“Na minha vida falei com muitas pessoas. Com Primatesta, muitas vezes. Com a Conferência Episcopal Argentina, não com todos, mas com alguns bispos. Com eles tivemos muitas conversas. Com o núncio apostólico Pio Laghi”, disse Videla em seu depoimento a revista.
De acordo com Jorge Rafael Videla, os bispos "compreendiam" as circunstâncias que lhes eram apresentadas, e "a Igreja compreendeu bem a situação e também assumiu os riscos" - em alguns casos - de informar as famílias sobre os assassinatos de seus entes queridos.
O cardeal italiano Pio Laghi, núncio apostólico na Argentina entre 1974 e 1980, chegou a ser denunciado pela organização das "Mães da Plaza de Mayo" (las "madres"), mas um processo ajuizado contra ele em 1997 na Itália não prosperou.

No final da entrevista Julio Nora foi enfático... Com isso, ganha a História, enquanto todos nós perdemos (mais) um pouco do que (talvez) ainda tenha restado de nossa fé na humanidade. Disse ainda que Cristina Kirchner logo após as declarações do ex-ditador fez duras criticas a Videla. E... No que isso adiantou se hoje ela dá “regalos” à igreja católica que fez mal a nação no passado. Por outro lado, fica claro e cristalino o perigo que representa a igreja católica na argentina depois das declarações de Videla. E é sempre bom lembrar-se dessa nociva promiscuidade que se coloca na sombra íntima (ou controladora) do poder (democraticamente instituído ou não). Afirmou.

 

 

Me informam da morte de Ze Vicente brizola

MORRE O PAI DA DEPUTADA JULIANA BRIZOLA. MAIS DADOS EM SEGUIDA.

 

 

 

atenção ai gurizada. a sargentona Núbia manda e não faz mole com ninguém. Vão lá pegar as credenciais.

Credenciais para solenidade de reassunção devem ser retiradas nesta sexta

As credenciais de imprensa para a cobertura da solenidade de reassunção do prefeito José Fortunati e assunção do vice-prefeito Sebastião Melo, no próximo dia 1º, devem ser retiradas nesta sexta-feira, 28 ,entre 10h e 18h. Elas estarão disponíveis no Gabinete de Comunicação Social, na rua Jerônimo Coelho, 107 – 4º andar fundos, no Centro Histórico.

 

 

POSTAL PAGA URV AOS

BARNABÉS DA ASSEMBLEIA

No dia 24 ultimo a Assembléia Legislativa depositou 21 milhões aos seus cerca de 5.200 funcionários como pagamento de parcelas da URV(Unidade Valor de Referencia). O pagamento é em função de decisão judicial.

A Cage, em princípio tinha se posicionado contrário ao pagamento.


 

 

 

'O LAURO AGORA VIROU "FISCAL DO POSTAL"
cOMO EXISTIRAM OS FISCAIS DO SARNEY, O MEU AMIGO AGORA É FISCAL DO POSTAL.'

 

"Ah!, tu achas estás acima de tudo e de todos? Quando eu pauleio o Correinho, a ZH e a Prefeitura, tu acha que é refresco. Mas no teu olho é pimenta.

Engraçadinho, que tu é!"

 

 

 

Recebo do Laurinho e publico( mas que irritação com os velhos....)

"Besta quadrada, não mistura as coisas só para justificar as tuas interpregações obtusas: controle de ponto não tem nada a ver com a URV, que foi uma cagada dos gênios da administração pública na época, ao errar a data da conversão dos salários. Os funcionários de todos os Poderes tiveram ganho de causa em todas as instância do Judiciário. A trampa do ponto é outra conversa. E não me vem dar a ZH como exemplo ou referencial pq tu sabe bem com é a coisa por lá.
Outra: tu também entrou na onda ridícula do 'politicamente correto' e não quer mais usar expressões como velho e coroa? 'Terceira idade' é o c.. da mãe Joana, tá?"

 

 

 

Ley de Medios: la Corte rechazó el per saltum y mantuvo la cautelar
Los siete jueces del máximo tribunal consideraron "inadmisible" el recurso de salto de instancia planteado por el Gobierno. En otro fallo, que tuvo un voto en disidencia, ratificó que los artículos cuestionados por Clarín deben seguir suspendidos hasta que exista "sentencia definitiva" sobre el planteo de inconstitucionalidad.

De Buenos Aires
Enriqueta sollares

Por unanimidad, la Corte Suprema de Justicia de la Nación rechazó hoy, por inadmisible, el per saltum pedido por el Gobierno para que el máximo tribunal se avoque directamente a estudiar el fondo del fallo del juez Horacio Alfonso por la ley de medios. Además, el tribunal dejó vigente la medida cautelar que protege al Grupo Clarín hasta que falle la Cámara Nacional de Apelaciones en lo Civil y Comercial federal.

El juez Carlos Fayt al llegar a Tribunales este jueves.


El juez Enrique Petracchi al llegar a Tribunales este jueves.

"No se reúnen los requisitos de admisibilidad", dijeron de manera unánime los siete ministros de la Corte en un fallo de apenas cinco líneas, según explicaronn fuentes judiciales. "No se puede abrir un per saltum por una sentencia favorable", dijo una fuente en referencia a que el Estado apeló a la Corte aún cuando tenía un fallo favorable a su postura por parte del juez Alfonso.


La jueza Elena Highton de Nolasco al llegar esta mañana a Tribunales.

 


El juez de la Corte Juan Carlos Maqueda, al llegar esta mañana a Tribunales.


En otra resolución, el máximo tribunal, con la única oposición de Raúl Zaffaroni, rechazó el recurso extraordinario presentado también por el Estado contra la extensión de la medida cautelar que protege al Grupo Clarín hasta que exista una "sentencia definitiva" en la causa. El tribunal interpretó que la sentencia definitiva será la que emita, seguramente a principios del año próximo, la Cámara Civil y Comercial federal.


 


 

coA PRESIDENTA ESTÁ EM PLENA CAMPANHA DE REELEIÇÃO. E AQUI NESTA FOTO ESTÃO O

 

 

 

O CONVITE ( clandestino)


DO ANONIMUS!

JAPMachado tem escrito muito bem na ZH. Hoje,quinta, ele escreveu sobre o tempo que o velho pai dele o obrigava a ler Crime e Castigo. O velho Tonico deu duro nos guris e por isto os dois saíram literatos. Um escreve, e o outro pinta e edita.

Mas o que quero contar é um estranho convite que o agora famoso Anonimus me fez no começo dos anos 80.

O Prestes, o Cavaleiro da Esperança, tinha recém voltado do exílio e por aqui os comunistas, como o velho pai do Anonimus, andavam todos ouriçados pelo fato. E queriam refundar o velho Partidão, que no tempo da ditadura tinha virado frangalhos, pela violenta repressão encima dos seus quadros. Um dia recebo uma ' intimação' do Pinheirinho, como o chamam nas antigas redações, pra um almoço com ele.

O Zé, como o chamam em família, me convidou pra integrar os quadrãos do PCB. Naquele almoço, não tive tempo de comer. Fiquei simplesmente apavorado. Eu no PCB???

Lembro bem a justificativa do Zé? O partido ,como eles chamavam o PCB, tinha que ter quadros disseminados em todos os setores sociais. Ele usou um termo que agora não lembro, mas era isto que queria dizer. E eles achavam que eu poderia ser um deles no meio dos jornalistas.

Nunca mais falei com o Zé sobre o assunto. os anos se passaram e o tema não voltou a baila.

Conto isto hoje porque os tempos são outros e hoje em dia revelar estas coisas, que na época eram tão sérias, não representa mais nada.

Em tempo: tenho um bom relacionamento tanto com o Zé, como com o seu irmão Ivan, da LPM.Quem não vi mais foi a Grazia e a irmã dela, que foi uma das fundadoras da creche Pé de Pilão, onde 80% dos jornalistas colocaram seus filhos.


JAPinheiro Machad

 

 

 

MEMORIA DA IMPRENSA

" A RADIO DO PEDRINHO"

O Florianão Correa,quando andávamos pelo interior fazendo cobertura de inauguraçõa de estradas no tempo do Governo Simon, costumava contar histórias dos seus tempos de RBS. Ele imitiava perfeitamente o Maurício Sobrinho,até no jeito de torcer o nariz( e olha que o do Maurício era grande,tanto que alguns funcionarios quando não queriam dizer o seu nome sinalizavam com um nariz enorme. Um dos que faziam isto era o Leka, um cameramen falecido este ano, num acidente de carro(foi atropelado)

O Floriano contava que o Maurício vivia pedindo aos funcionários que dessem um jeito com a rádio do Pedrinho,que era a Atlantida FM, que no começo teve outro nome, Gaucha-Zero Hora FM.O velho Mao-Mao como o Telminho Curcio o chamava, andava de saco cheio com o filho sempre as voltas com os roqueiros e querendo ter uma rádio de pauleira( Pedrinho era roqueiro e de rua. Cansei de cruzar com ele pela Osvaldo Aranha, nos anos 70, quando ele ia pras suas festas e a gente vinha voltando de um show, ou de algum cinema, ou de algum bar. Eramos praias totalmente diversas, até porque ele pros meus padrões era um homem rico. Podia pagar coisas que eu não podia. Mas o Pedrinho,justiça seja feita, sempre foi muito simpático, até com os funcionários da empresa do seu pai, ao contrário de alguns puxa-sacos boçais que andavam em volta do ' saco' do Maurício).

Lauro Schirmer em seu livro sobre a RBS diz que " a Atlântida nasceu nos fins de 1980(portanto neste ano) sucedendo a Rádio Gaúcha - Zero Hora FM, que fora lançada em 1976 com o slogan pomposo de SOM DE LUXO, mas que não pegou.(Vai ver era por isto que o Maurício andava de saco cheio dos projetos malucos do filho Pedrinho).


E pra chegar ao nome atraente deram muitas voltas, narra ainda o Lauro.

Marcado o lançamento para 1 de janeiro de 1981, a turma que compunha a rádio - Johnny Megaton( que foi casado com a Eleonora Rizzo)-hoje me parece que anda por Floripa - João Batista Schüller era o nome dele,Domingos Martins,Bira Brasil,Júlio Furst,Eloy Zorzetto(apresentador atual do RBS TV) e Ivan Fritsch.
E nada de pintar um nome como o Mauricio queria.

( o velho Mao-Mao entendia mesmo de rádio, não de jornal, nem de tevê).

Pedrinho que não perdia uma oportunidade pra viajar, se mandou pro Rio pra gravar as vinhetas da nova rádio.

( deve ter ido curtir as novas ondas da Praia do Pepino, que naquele anos começavam a descortinar-se)

Voltou de lá com chamadas criativas, feitas numa produtora, tudo na base de musicas dos Beatles.

Pois foi naquele dia 8 de dezembro de 1980 que mataram John Lennom, em NY,d eixando o Pedrinho meio tristonho no estúdio onde gravava as vinhetas.

Depois de tanto procurar por um nome, Pedrinho recebeu na sua sala o simplório Bira Brasil que lhe sugeriu:

- Lembrei-me ontem de noite do nome da praia que vocês tem casa. Ouve como soa bem: A- tlân-ti-da.

Estava escolhido o nome que tanto trabalho tinhado dado. Um problema, refazer as vinhetas com o novo nome da rádio.

Com a mudança de nome, atrasou o começo da rádio.
E o nome também pegou depois pro evento Planeta Atlântida, outro mega investimento do grupo.

Hoje a Atlântida FM tem 13 emissoras esplalhadas pelos estados do Sul.


 PEDRINHO CRIOU A ATLANTIDA...

 

 

 

COLEGUINHAS

"O homem do Chiarelli"

Na expressão de João Carlos Terlera,o colega Otálio Camargo era o ' homem do Chiarelli". Isto porque lotado no gabinete de imprensa do PFL(DEM atual) da Assembléia Legilativa Camargo era quem levava as notícias do senador pras redações dos jornais e outros veiculos.

E Chiarelli sabia bem como lidar com a imprensa. Nunca dava a notícia completa. Sempre deixava um parte que era pra ser entregue aos repórteres geralmente quando voltava de Brasília.

Isto ele aprendeu ainda em Pelotas, porque como advogado dos pequenos produtores rurais tinha que ir muito a Capital Federal em busca de recursos.

Otálio Camargo já está aposentado e entre suas várias ' missões' uma é de informar ao colega Carlos Alberto Kolecza o que eventualmente algum site fala dele.

Mas o veterano repórter também gosta de se informar sobre sua ex-casa e telefona seguidamente para o Terlera pra trocar figurinhas.

Otálio era chamado pelo falecido governador Amaral de Souza de " missioneiro" por ele ser natural de Santo Angelo.

Otálio Camargo fez cobertura durante muitos anos do aeroporto Salgado Filho, pela Caldas Jr. e pela rádio Guaíba, do mesmo grupo.

Talvez tenha sido no Salgado Filho que Camargo se tornou conhecido como ' o homem do chiarelli" epíteto dado a ele pelo colega Terlera.

 

 

 

MEMORIA DA IMPRENSA

A PUTIADA DO LAURO SCHIRMER

O erro do nome próprio de uma coleguinha agora há pouco que solicitou uma credencial na prefeitura e mandou o próprio nome errado me fez lembrar de uma putiada que levei no começo da profissão do falecido Lauro Schirmer.Eu tinha feito uma matéria meio esculhambada, meio assim como ' um cagalhão que desce o rio Dilúvio" como definia meus textos o falecido e saudoso João Batista Aveline.

Mas o Lauro naquele dia não estava pra brincadeiras.

Me chamou ao seu bunker e mostrou a lauda com a minha matéria. Lembro até hoje da cara amarrada dele. Quando estava brabo, o Lauro parecia um touro que vai dar chifradas, porque ele botava a cara pra baixo e não ria mesmo...

O Lauro me disse:

- Olides, olha este texto teu. Isto aqui não é texto de um repórter. Isto aqui não é teu ganha pão???

Não argumentei....fiquei quieto, mas aquela putiada ficou eterna em mim.

 

 

 

TROCARAM O V PELO B....

Uma coleguinha mandou hoje agora há pouco uma solicitação de credencial pra Comunicação da Prefa solicitando credencial.

A Núbia Silveira que é toda sargentona, no bom sentido, mandou a credencial com nome errado. E justificou-se pra este site:

- Eles mandaram o nome errado, eu tenho que fazer o nome que pediram

Toing....

Jornalista que troca V por B até no nome próprio merece DEMISSÃO IMEDIATA....

 

 

 

Mais de 170 entidades ganharam brinquedos do Natal Bem Legal

A Campanha Natal Bem Legal encerra mais uma edição com 175 entidades beneficiadas. A Oficina do Papai Noel recebeu 68.376 brinquedos que se transformaram em 11.396 kits. A arrecadação diminuiu em relação a 2011: 98.982 brinquedos transformados em 16.497 kits para 143 entidades.

“Apesar de não atingirmos a meta para 2012, atendemos a todas as entidades cadastradas no Gabinete da Primeira-Dama. Desta vez, recebemos muitos presentes ‘grandes’, como bicicletas, motocas, bonecas com pilha e carrinhos com controle remoto que não foram incluídos nos kits. Por outro lado, a quantidade de brinquedo que recebe não importa à criança; ela quis apenas ser lembrada no Natal”, explica a primeira-dama Regina Becker.

Sine Municipal anuncia 250 vagas para auxiliar de serviços gerais

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) Municipal anuncia 250 vagas para auxiliar de serviços gerais. Os interessados devem comparecer nesta sexta-feira, 28, para seleção na avenida Mauá esquina Sepúlveda, s/nº, Centro Histórico de Porto Alegre. Os candidatos deverão estar munidos de carteira do trabalho, cartão do PIS, identidade e CPF. Os pretendentes à vaga devem ter entre 18 e 65 anos, não precisando ter experiência na área. Será exigida escolaridade mínima - 4ª Série do Ensino Fundamental. O horário de recrutamento será das 8h às 14h30.

Posto do Dmae no Centro Histórico abre no último dia do ano

O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) informa que o seu posto comercial no Centro Histórico (rua José Montaury, 159) abrirá para atendimento ao público na segunda-feira, 31, apenas no turno da manhã, das 8h30 às 12h. Mas os usuários podem acessar os serviços do Dmae nas 24 horas do dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados, ligando para o Fala Porto Alegre Fone 156 e escolhendo a opção "2". O site www.dmae.rs.gov.br também dispõe de um menu de serviços.

Serviços essenciais da prefeitura funcionam no Ano Novo

A prefeitura decretou ponto facultativo na segunda-feira, 31. A determinação não se aplica às atividades consideradas de natureza essencial, que continuam até quarta-feira, 2.

FALA PORTO ALEGRE 156 – O sistema Fala Porto Alegre, que unificou o atendimento telefônico de demandas da população pelo número 156, está disponível todos os dias da semana para todos os serviços. As solicitações de serviços de trânsito, poda de árvores, água, esgoto sanitário, iluminação pública, pavimentação de ruas, coleta de lixo, informações turísticas (opção 5), entre outras, poderão ser encaminhadas via 156. O 156 atende diariamente, de segunda a domingo, inclusive feriados, das 7h às 23h. Para serviços de trânsito (opção 1), água, esgoto sanitário (opção 2) e denúncia de vandalismo (opção 3), o atendimento é 24 horas. Também 24 horas para registro - www.falaportoalegre.com.br/solicitacao - e consulta por protocolo - www.falaportoalegre.com.br/consulta.

LIMPEZA URBANA – O DMLU trabalhará normalmente com todas as coletas: domiciliar, seletiva e de lixo público. As seções operacionais trabalharão das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. O DMLU atende pelo telefone 3289-6999.

ÁGUA E ESGOTOS – O Dmae atende 24 horas no Fala Porto Alegre - Fone 156, "opção 2”, solicitações de serviços, esclarece alguns assuntos da área comercial, recebe denúncias de ligações clandestinas e reclamações relativas à água e esgoto cloacal. Os postos de atendimento comercial do departamento no Centro, Azenha, Moinhos de Vento, zona Leste e zona Norte fecham nos finais de semana e feriados. No dia 31, haverá expediente com atendimento ao público no Posto de Atendimento Centro, na rua José Montaury, 159, no período da manhã, das 8h30 às 12h.

ESGOTOS PLUVIAIS – O plantão no Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) funciona das 8h30h às 17h. Em caso de chuva, o horário poderá se estender. Urgências podem ser encaminhadas para o telefone geral 3289-2200.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – Unidades de Abrigagem Adulta: Albergue Municipal (rua Comendador Azevedo, 215, Floresta): 19h às 7h, 3346-3238; Abrigo Municipal Marlene (avenida Getúlio Vargas, 40, Menino Deus): funciona 24h; Abrigo Municipal Bom Jesus (rua São Domingos, 410, Bom Jesus): funciona 24h. Já o Ação Rua, que prevê o monitoramento e o atendimento especializado a crianças e adolescentes em situação de rua, atenderá em regime de plantão, entre 9h e 19h, telefone 3289-4994. Plantão geral da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc): 9955-0270. Plantão da Abordagem Social: 9955-0287

TRÂNSITO – Frota de ônibus da Capital circula com tabela horária de feriado. A EPTC atende pelo fone 156 (24 horas) para informações sobre trânsito e transporte. Outras informações de transporte nos sites www.eptc.com.br ou www.poatransporte.com.br. O Centro de Passagens da EPTC (rua Uruguai, 45) e os Postos Escolares não funcionam.

LINHA TURISMO – O city tour Linha Turismo terá horários diferentes no Ano Novo. Na segunda-feira, 31, city tour não circulará, pois o serviço não opera nas segundas-feiras para que seja realiza a manutenção dos ônibus. Também não haverá venda de bilhetes. Na terça-feira, 1º, o roteiro Centro Histórico circulará à tarde, com saídas às 13h, 14h, 15h e 16h. Já o roteiro zona Sul, que opera em sistema circular (sem paradas), terá uma saída às 15h. As passagens devem ser adquiridas no Terminal do Linha Turismo, localizado na rua Travessa do Carmo, 84, bairro Cidade Baixa. A compra antecipada pode ser feita das 8h às 17h. Reservas podem ser feitas apenas para grupos acima de dez pessoas, exclusivamente por e-mail (reservas@turismo.prefpoa.com.br). Informações: 156 (opção 5) ou (51) 3289-0176.

CENTRO DE INFORMAÇÕES TURÍSTICAS – CIT Linha Turismo funcionará: dia 31, das 8h às 12h; e no dia 1º, das 13h às 18h. O CIT Bom Fim funcionará: dia 31, das 8h às 12h; e no dia 1º, das 13h às 18h. O CIT Centro Histórico funcionará: no dia 31, normalmente, das 9h às 18h; e no dia 1º estará fechado. O CIT Usina do Gasômetro estará fechado nos dias 31 e 1º de janeiro. Aeroporto Internacional Salgado Filho funcionará: no dia 31, das 8h às 20h; e no dia 1º, das 10h às 22h. O CIT disponibiliza também o número 0800-517686 ou 156 (opção 5).

SAÚDE – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) funciona unicamente para atendimento nos casos caracterizados como de risco à vida, na rua e em domicílios, que pode ser acionado pelo fone 192.

Unidades de Pronto Atendimento 24 horas:
- UPA Zona Norte Moacyr Scliar (rua Jerônimo Velmonovitz, esquina com avenida Assis Brasil - 3368-1619)
- PA Cruzeiro do Sul (rua Professor Manoel Lobato, 151, Santa Tereza)
- PA Bom Jesus (rua Bom Jesus, 410, Bom Jesus)
- PA Lomba do Pinheiro (estrada João de Oliveira Remião, 5120, Parada 12, Lomba do Pinheiro)
- PA Restinga (rua Álvaro Diffini, 520, Restinga)
- PA de Saúde Mental IAPI (rua Valentim Vicentini, s/nº – fone 3289-3456)

Hospitais:
- Hospital de Pronto Socorro
(Largo Teodoro Herzl, s/nº, Bairro Bom Fim) - funcionamento e atendimento plenos
- Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas - emergências obstétrica e pediátrica (avenida Independência, 661)

DEFESA CIVIL – A Coordenação de Defesa Civil de Porto Alegre faz plantão 24 horas no telefone 3268-9026 para atendimento de urgências e emergências em situação de risco.

MEIO AMBIENTE – A equipe de Fiscalização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) atende das 8h30 às 18h, pelo telefone 156.

DISQUE PICHAÇÃO – Denúncias contra pichação e vandalismo nos prédios públicos devem ser encaminhadas para o serviço 24 horas da Guarda Municipal, fone 153, e pela Central de Atendimento ao Cidadão - Fala Porto Alegre, fone 156.

PGM – A Procuradoria-Geral do Município informa que o Posto de Arrecadação Fiscal (PAF), localizado no Foro Central de Porto Alegre, não funcionará no dia 31 de dezembro. No dia 2 de janeiro, o atendimento será das 12h às 19h. Devido a mudanças nos horários de funcionamento do Foro Central, o PAF terá atendimento diferenciado durante os meses de janeiro e fevereiro. Nas segundas-feiras, o horário de atendimento ao público será das 12h às 19h e, nas sextas-feiras, das 8h às 15h, sem fechar ao meio-dia.

GUARDA MUNICIPAL – O Programa Vizinhança Segura estará em parques e praças. A vigilância fixa e motorizada atende escolas, postos de saúde, secretarias e prédios municipais do Centro Histórico, além do plantão na sede com o serviço de telemonitoramento em 340 prédios municipais pelo fone 3289-7031 ou pelo 0800-6460153 - serviço 24 horas.

CONSELHO TUTELAR – Atenderá em regime de Plantão Centralizado, a partir das 18h de sexta-feira, 28, até as 8h de quarta-feira, 2, na rua Giordano Bruno, 335 - bairro Rio Branco - Telefones: 3289-8485 e 3226-5788 (ligações a cobrar).

OBRAS – A Divisão de Iluminação Pública (DIP) mantém equipe de plantão para atender emergências relacionadas aos equipamentos pelo telefone 3289-8582. Casos de conservação viária – plantão sábado e segunda, das 7h30 as 12h30 - Telefones: 3289-8506 e 3289-8517.

FAZENDA – A Loja de Atendimento da Secretaria Municipal da Fazenda não abrirá nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. O atendimento volta ao normal na quarta-feira, 2, das 9h às 16h, sem fechar ao meio-dia.

INDÚSTRIA E COMÉRCIO – Durante o fim de semana, Feiras Modelo, Ecológicas, Mercadão do Produtor, Brique e Feiras de Artesanato ocorrem normalmente. Feiras Modelo e Mercadão do Produtor serão canceladas no dia 1º de janeiro. Mercado Público funciona no dia 31 de dezembro, das 7h30 as 18h30. No dia 1º de janeiro, o Mercado Público não abre. A fiscalização ocorre normalmente. Denúncias pelo 156.

 

 

 

Pauta

Foto: Elson Sempé Pedroso

Plenário Otávio Rocha
Vereadores da XVI Legislatura tomam posse no dia 1º
Com uma renovação de 47% em suas 36 cadeiras, a XVI Legislatura da Câmara Municipal de Porto Alegre será instalada no dia 1º de janeiro de 2013. A Sessão de Instalação terá por local o Plenário Otávio Rocha do Palácio Aloísio Filho, a partir das 15 horas. Cada legislatura é formada por quatro anos, e a próxima, eleita em outubro deste ano, prosseguirá até 2016. A posse dos vereadores, bem como do prefeito e vice-prefeito, é aberta ao público.

Conforme o Regimento Interno da Casa, a Sessão de Instalação obedecerá a seguinte sequência: entrega à mesa condutora dos trabalhos, pelos vereadores eleitos, de seus Diplomas e respectivas Declarações de Bens; prestação do compromisso legal; posse; eleição dos integrantes da Mesa Diretora para 2013, e posse dos integrantes da Mesa e transferência da presidência dos trabalhos. Até este momento a sessão deverá estar sendo conduzida pelo vereador Mauro Zacher (PDT), presidente da Câmara Municipal neste ano.

Com o comando já a cargo do presidente da Câmara Municipal eleito para 2013, os trabalhos prosseguirão com a entrega à Mesa, pelo prefeito e vice-prefeito, de seus Diplomas e respectivas Declarações de Bens e a prestação de compromisso legal e posse. A sessão, então, terá continuidade com a indicação dos líderes de bancadas e eleição e posse da Comissão Representativa e das Comissões Permanentes. Caso ainda não estejam definidos todos os líderes, bem como a composição das Comissões Permanentes, os trabalhos poderão ser interrompidos para os devidos acordos.

Vereadores

A XVI Legislatura será formada por 13 bancadas. Pela eleição de outubro, a maior é a do PDT, com sete cadeiras: Márcio Bins Ely, Dr. Thiago Duarte, Mauro Zacher, Cláudio Janta, João Bosco Vaz, Luciano Marcantônio e Delegado Cleiton. A segunda maior representação será do PT, com cinco vereadores: Sofia Cavedon, Mauro Pinheiro, Marcelo Sgarbossa, Engenheiro Comassetto e Alberto Kopittke. Com quatro cadeiras estão o PMDB – Valter Nagelstein, Idenir Cecchim, Professor Garcia e Lourdes Sprenger – e o PTB – Cássio Trogildo, Dr. Goulart, Elizandro Sabino e Paulo Brum.

Com três vereadores, o PP integrará a Câmara Municipal com Guilherme Socias Villela, Kevin Krieger e João Carlos Nedel. Também farão parte, com dois vereadores cada: o PRB, com Waldir Canal e José Freitas; o PCdoB, com João Derly e Jussara Cony; o PSD, com Bernardino Vendruscolo e Tarciso Flecha Negra; o PSOL, com Pedro Ruas e Fernanda Melchionna; e o PSB, com Airto Ferronato e Paulinho Motorista. Na Legislatura 2013/2016, terão um vereador: o PPS, com Any Ortiz; o DEM, com Reginaldo Pujol; e o PSDB, com Mário Manfro.

Esta composição inicial, contudo, deverá ser modificada ainda na Sessão de Instalação devido aos pedidos de licenciamentos de vereadores eleitos que deverão ocupar outros cargos públicos. Em atenção ao Regimento Interno da Casa, os vereadores que vierem a se licenciar deverão preencher formulário específico, que será encaminhado à Seção de Registros e Anais da Câmara Municipal. Os vereadores suplentes, para assumir cadeiras no Legislativo porto-alegrense, também devem apresentar Diploma e Declaração de Bens, além de prestar juramento.

Texto: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062

 

 

 

DEP recebe R$ 237,1 milhões para obras de drenagem

O prefeito José Fortunati assinará nesta sexta-feira, 28, às 11h, no gabinete, o contrato de repasse de R$ 237,1 milhões a fundo perdido para obras e projetos de drenagem do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP), selecionadas pelo governo federal. Os projetos e obras estruturantes serão desenvolvidos nas sub-bacias do Arroio Areia, do Arroio Guabiroba e do Arroio Manecão e nas bacias do Lago Guaíba/Gravataí e do Lago Guaíba /bacia do Arroio Moinho. Os projetos e obras contemplados têm um prazo de 48 meses para execução.

O DEP sugeriu propostas de obras e projetos para um valor orçado em R$ 333,2 milhões, mas foram aprovados os R$ 237,1 milhões citados. Os projetos de drenagem foram selecionados no Plano Nacional de Gestão de Risco e Resposta a Desastres Naturais do Governo Federal.

As ações nestas regiões compreendem a ampliação do sistema de macrodrenagem, implantação de reservatórios de detenção, implantação de diques de proteção, entre outros. Todos os projetos e obras foram apontados pelo Plano Diretor de Drenagem Urbana que está em fase final e já estudou as diretrizes técnicas de 24 bacias hidrográficas das 27 existentes no município. Esta foi uma conquista da prefeitura através do corpo técnico do DEP que apresentou projetos contra alagamentos para áreas de risco da cidade.

 

 

 


UM COLEGUINHA

' TARADO'

Os fatos não são reais. São apenas inventados.

Numa determinada e vestal instituição, que prima pela imagem pública, pois do povo depende, um antigo funcionário costuma pedir pras suas camangas visitá-lo.

E a tara do mesmo é pedir pra camanga chegar no seu local sem calcinha.

O que fazem depois, só Deus sabe( pois Deus está em todo lugar)

Mas não é dentro da venerando instituição.

 

 

 

Coleguinhas

AINDA SEM SENTENÇA

NÃO TEM SENTENÇA AINDA A AÇÃO DE União estável movida pela dona de instituto de beleza, Lizie Colares contra Lauro Schirmer.

Ele diz ter sido ' companheira' do falecido diretor-editor de ZH e tem muitas fotos dos dois juntos, viajando, inclusive em Berlim, cidade preferida do falecido editor-diretor de ZH.

Na ação foram ouvidas várias testemunhas contra Lizie, entre as quais o jornalista Carlos Bastos.

Célia Ribeiro, a companheira de Lauro duramente muitos anos, também foi ao depoimento,embora não tivesse sido intimada.

Lizie arrolou testemunhas de sua suposta vida ' marital' com Lauro Schirmer, falecido em 24. 07. 2009.

Lauro nunca foi casado de papel passado com Célia.

Foi isto sim casado com Lucy Carvalho Lopes, com quem teve dois filhos: um deles o fotógrafo Gerson.

Lauro, ao morrer, deixou bens( uma sala na av. Goethe, que ficou com a neta, Laura, também jornalista)

mas não deixou testamento.
Os filhos de Lauro e Lucy em 2009 tinham respectivamente 58 anos o Gerson e 60 anos a Flávia, mãe da Laura.

Lauro e Célia coabitavam um apartamento localizado na av. Carazinho, perto da Pracinha da Encol.

Mas Lizie alega que ela seguidamente ia ao apartamento de Lauro.

Os empregados que foram arrolados por Célia negam que Lizie frequentasse o apartamento onde Lauro vivia ' maritalmente' com a companheira Célia.Lizie diz ter fotos destes encontros, e fotos também dela na piscina do apartamento de Lauro e Célia.

 

 

 

CARINHO A DISTANCIA

DENISE NUNES MANDARÁ UMA CAMISETA PRO MARIDÃO QUE ESTÁ EM PARIS....

NA ESTAMPA DA MESMA A REPRODUÇÃO DE UMA FOTO DO SEU CACHORRO.

DENISE É APAIXONADA PELO MARIDO E PELOS BICHOS.

 

 

 

Memória da Imprensa

A ' velha' Guaíba de guerra!

Por mais que as vezes fique puto da vida com algumas besteiras que ouço na Guaíba, na verdade sou um velho guaibeiro. Não consigo trair a rádio com outras. Vez que outra ouço a CBN, a rádio da URGS,. a Rural(musica do Teixeirinha) e agora de noite, principalmente, o Paulo Josué, na Caiçara(' onde a musica não para...)

Mauro Borba no seu livro de memórias também conta que é um ouvinte da Guaíba, ou foi. Quando a Neuza Penalvo me contou anos atrás que tem entre suas lembranças da infância no Uruguai ,onde nasceu porque seus pais tiveram que fugir do país, e que sua mãe, dona Celeste(que ainda vive) obrigavaos filhos ouvirem o Renner, da Guaíba, sinceramente me emocionei. Aquele povo todo no exílio, mas escutava a rádio daqui, como forma de manter e fazer os filhos crescerem ouvindo a rádio que dava notícias do Brasil. Claro que a opção pela Guaíba ali naqueles circunstâncias, em Tacuaerembó, era porque a rádio chegava lá e pronto. Fosse a Gaúcha que chegasse também a ouviriam.

MB conta que guri em Cachoeira do Sul imitava numa latinha Pedro Carneiro Pereira, o narrador que iniciava a jornada esportiva,invariavelmente, dizendo: " o árbitro olha seu relógio, nós o nosso".

E lembra o triste dia da morte, num acidente, do Pedrinho, como os amigos o chamavam:
- Foi numa destas tardes que parei junto a um pipoqueiro pra saber quanto estava o jogo do Inter e a Guaíba informou sobre o acidente e a morte de Pedro Carneiro Pereira.Fiquei ali,relembra MB, no meio da praça olhando pra o rádio.
Naquele dia a jornada da Guaíba foi interrompida e tocaram música fúnebre.

MB tem ainda outras lembranças da importância da Guaíba na formação de muita gente. O cantor Humberto Gessinger, dos Engenheiros do Havaii, costuma dizer que suas maiores influências são Lauro Quadros, Armindo Ranzolin e Ruy Carlos Ostermann.

MB diz também que a Guaíba o influenciou muito pra ele decidir sua carreira de radialista.

E lembra de outro ' cachoeirense' - a Guaíba sempre foi um reduto deles - que o recebeu na Guaíba, o Laerte de Francheschi.

- Foi um dia muito importante pra mim, diz MB. Saí do velho prédio da Caldas convencido do que queria fazer na vida.

A Guaíba hoje em dia não é mais o que foi,sem dúvida.

Mas continua viva no imaginário de muita gente.

 

 

 

"MISTER X'

Já sei quem é o Mister X do livro do Dacanal de a Era dos Espertos.

Eu sei foi o editor do livro do Caco Barcellos.

e já vi que fala numa fazenda,onde,segundo o romance, se passou uma festa dos funcionários da editora do Mister X:

Sei até o nome da fazenda ; te arremanga e vem!

 

 

 

"MISTER X"

tAVA PASSANDO NUM BECO ONDE SEMPRE DOU UMA OLHADA e o dono do mesmo - que eu chamo de Sebo das esquerdas( ele pediu pra não dar seu nome) me chamou e me vendeu um livro que se chama A ERA DOS ESPERTOS. O livro é uma catilinária do J>H>DAcanal sobre um livreiro, ou ex-livreiro que agora está de novo nas paginas dos jornais, indicado que foi prum importante cargo na prefeitura na nova gestão do Fortunatti.

Vou ler o livro e depois conto mais, embora eu ache o Dacanal meio espalhafatoso....

Mas o gajo escreve bem. E o autor do Livro do Jair Soares, que segundo ele, foi pago ' a preço paulista',isto é, bem pago.

 

 

 

NOVO SUPERINTENDENTE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

DA ALRS

o MAIS COTADO - COM MAIS CHANCES - DE SER O NOVO SUPERINTENDENTE É O JORNALISTA ROMANO VICENTE, FORMADO PELA UfRGS E QUE TEM TODA SUA VIDA PROFISSIONAL DEDICADA A ASSESSORIA DE IMPRENSA DA ALRS, NO CASO, ESPECIFICO DO PP(pARTIDO PROGRESSISTA)

vICENTE rOMANDO é tão identificado com o partido, que alguns coleguinhas,quando vão a sua sala, se referem como o local ao ' covil da Arena". Mas isto não passa de uma brin cadeira.

Os colegas de Romando até torcem pra que ele fique também chefiando a assessoria de imprensa do PP. Provavelmente isto não vai acontecer. Os colegas chegaram até a pensar num abaixo-assinado para que ele continue no cargo do PP. Eles o consideram um colega inteligente e capaz.

 

 

 

TROCA TROCA ENTRE RBS E CALDAS


Pra encerrar aquele episódio de 1981/82, por aí,quando muitos dos comandados
de Vilmo Medeiros foram pra Caldas Jr pra reportagem policial e alguns da Caldas foram pra ZH, eis a resposta que Dante Caravetta(fundador do Irpapus) que era o editor do Jornal da ARI deu a carta violenta de Vilmo . Eis o teor:

 

 

È terminal o estado de saúde da esposa de um ministro do STF.

*

O coleguinha Arno Maciel está precisando de ' pensamento positivo' pra ele.

Vamos,então, pensar positivo pra ele. Que neste momento, precisa.

*

 

 

 

Um conjunto de soluções para melhorar a produtividade das lavouras de arroz, vem sendo desenvolvida em São Borja desde 1983, visando preservar o meio ambiente e baixar o custo de produção das lavouras. Uma parceria entre as empresas J. C. Lamas, Berthoud e os arrozeiros são-borjenses, desenvolveu em 30 anos de pesquisa, uma máquina capaz de evitar derrapagens laterais e tensões na estrutura da máquina, com o uso de um truck direcional, tração oscilante, barra pantográfica pendular frontal para maior estabilidade e copiagem das ladeiras, tanque esférico autolimpante e pneus de alta flutuação. Conforme afirma João Lamas, criador do equipamento, trata-se de um conjunto inovador de soluções para a lavoura arrozeira, que proporciona uma pulverização de precisão com baixo custo de manutenção do equipamento.
Aproveitando a visita do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), que esteve na empresa, no dia 24/12, em companhia do prefeito Mariovane Weis, João Lamas mostrou a oficina e algumas peças da linha de montagem do equipamento. Salientou que atualmente uma máquina passa por diversos processos, recortes de ferro, soldagem, pintura e montagem final, o que demanda muito tempo com a produção sendo feita ali na pequena oficina da empresa. O deputado ouviu e se mostrou favorável ao apoio do pleito para uma produção mais rápida, em linha industrial, do equipamento; e se prontificou a acompanhar o encaminhamento de projeto de financiamento junto a Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP, empresa pública vinculada ao Ministério da
Ciência e Tecnologia, para o que pode vir a ser uma promissora empresa agroindustrial em São Borja.

 

 

 

O Deputado Federal Paulo Pimenta (PT-RS), aproveitando visita a familiares em São Borja, esteve na Prefeitura nesta segunda-feira (24/12) e comunicou que o município será contemplado com mais 2 ônibus para transporte escolar. O deputado tem dado ainda, atenção especial para outros projetos como a aquisição de uniformes para a rede municipal de ensino, recapeamento asfáltico da Avenida Júlio Tróis e asfaltamento de 10 Km na estrada do Rincão de Santana. Todos esses projetos o parlamentar tentará incluir no orçamento de 2013.
Outras emendas já estão empenhadas como; a construção de um ginásio poliesportivo no Bairro do Tiro. Para esse ginásio seriam destinados R$900.000,00 (novecentos mil reais) do Orçamento Geral da União e mais R$450.000,00 (quatrocentos e cinquenta mil reais) de contrapartida do município.
Pimenta já destinou diversas outras emendas parlamentares para São Borja como a que contemplou todos os professores do município com notebooks. Essa emenda teve um valor de R$500.000,00 (quinhentos mil reais) e possibilitou melhoras na qualidade de trabalho dos profissionais da educação e de ensino para os estudantes da rede municipal.

 

 

 

 

 

Olides. Estou preparando a matéria sobre minha viagem a Madri. Estou em Buenos Aires desde ontem, a noite para tratar de minha saída da Telam, onde trenho "algum" para receber. Com isso, aproveitei para conversar com a La chica, que se encontra numa depressão por causa da Paola, sua nieta. Na oportunidade resolvi mandar este material sobre a onda de saques por aqui. Somente perto de onde eu morava, vários super foram saqueados. Um verdadeiro caos. Claro que dei uj presente de Natal para La Chica, e recebi outro. Ela me esperava no Aeroparque... Um forte abraço, Olides.

 

 

 

CONTINUAM SAQUES EM TODA A ARGENTINA
Governo e líderes sindicais trocam acusações pela organização dos saques

De Buenos Aires
Gelson Farias

Governo e sindicatos se acusam pela violência que aconteceram em meio a uma onda de fúria contra a administração da presidente Cristina Kirchner sobre o aumento dos crimes e a incerteza econômica. Os sindicalistas, no entanto, afirmam que a Casa Rosada teria “orquestrado” os episódios com o objetivo de se tornar uma “vítima”.

Em Rosário, um polo industrial e de exportação agrícola onde as duas pessoas morreram e outras resultaram gravemente feridas. Um oficial da polícia local disse que uma operação especial de segurança continuará pelo menos até dia 1º de janeiro. Em Buenos Aires, o governador Daniel Sciolo afirmou aos jornalistas que instruiu os oficiais a "aumentar as patrulhas e a presença das tropas na província."

Cerca de três mil policiais foram mobilizados para os arredores da capital argentina, onde multidões saquearam lojas. O chefe de gabinete Juan Abal Medina acusou os caminhoneiros do poderoso sindicato CGT de participar dos saques.

Bariloche

O líder da União, Hugo Moyano, rejeitou as acusações na rádio local considerando-as sem sentido e acusou o governo de orquestrar o conflito para "desacreditar e desqualificar os líderes que não estão de acordo com a política deles". Soldados também foram enviados a Bariloche, uma cidade turística muito frequentada por quem quer esquiar, 1,650 quilômetros a sudoeste de Buenos Aires, onde a multidão invadiu pelo menos dois supermercados roubando quase tudo. Foram roubados aparelhos de TV, bicicletas e aparelhos elétricos, disseram as testemunhas.

Saques também foram relatados em cidades das províncias de Tucuman, Corrientes, Chaco, Misiones, Cordoba, e Rio Negro, na maioria dos casos com pessoas feridas e presas.

Na argentina, organizações de direitos humanos têm manifestado repúdio aos ataques ocorridos em supermercados, e pedem que a Justiça encontre os responsáveis 'ideológicos e materiais' dos ataques. Uma declaração das Mães e Avós da Praça de Maio associa os saques ao objetivo “de levar o país de volta à Argentina que não queremos voltar, e que tais eventos 'não parecem espontâneos, mas organizados sugestivamente”. O grupo reúne parentes de presos e desaparecidos durante a ditadura argentina. O ministro da Segurança e da Justiça de Buenos Aires, Ricardo Casal, disse que os saques em supermercados são claramente organizados e premeditados, inclusive por meio de redes sociais. Nesta quinta feira, o governo enviou 400 soldados da força nacional Argentina a Bariloche. O prefeito Omar Goye disse que a cidade vive 'um problema social que tem muitos anos'. A crise foi agravada pelos efeitos das cinzas de um vulcão que entrou em erupção no ano passado.

 

 

 

 

 

OS BENEFÍCIOS DO MENSALÃO

Por Carlos Chagas

O país fica devendo ao Supremo Tribunal Federal não apenas a condenação de bandidos que avançaram em recursos públicos, formaram quadrilha, praticaram corrupção ativa e passiva e, acima de tudo, compraram deputados com mensalidades de 30 mil reais, muitos até agora desconhecidos, em troca de votarem com o governo Lula. Tudo é salutar, em especial quando se tem como próxima a prisão por muitos anos de 25 mensaleiros, alguns em regime fechado.
São salutares esses resultados, como a demonstrar estarem as coisas mudando, sendo a lei igual para todos – ou quase todos.
Ressalte-se, porém, outro grande benefício para a sociedade, a partir do início do julgamento. A participação de figuras exponenciais na lambança serve para mostrar as entranhas do PT, um partido que se dizia diferente mas acabou flagrado nos mesmos crimes de outros. Deixou de existir aquele funesto perigo de a legenda dos companheiros tornar-se absoluta, à maneira de nazistas e comunistas, tanto faz. Interrompeu-se uma progressão infernal.
Da mesma forma, as revelações que ainda se sucedem estão servindo para golpear de forma definitiva o culto à personalidade que vinha transformando o Lula numa espécie de semi-deus, messias situado acima do bem e do mal. Sabendo ou não do que se passava à sua sombra, autorizando ou não o mensalão, o ex-presidente aparece agora como homem comum, sujeito aos percalços e às tentações de todos nós. Estamos escapando do mito que um dia elevou tantos ditadores às alturas, para depois despencá-los nas profundezas. Melhor assim.
VOLTA LOGO, “SEU” AMADOR
Entre quantos já se foram, quantos fazem falta monumental? Milhões. Vamos citar um, o “seu” Amador Aguiar, que não usava meias e fundou o maior banco privado de nossa crônica, o Bradesco. Como seria bom se estivesse de volta, exprimindo sua preocupação maior, de cuidar e atender o correntista como se fosse sócio majoritário da instituição.
Agora é diferente. No final de novembro a gerente de minha modesta conta corrente procurou-me. Como sempre, trazia propostas para aplicações que, dizia ela, me fariam mais rico. Ou menos pobre, acrescentei. Acatei, como todos os anos, aquela mudança de cifras e números cuja maior vantagem ficará para minha mulher, no caso de haver chegado meu fim do mundo particular. A quantia poderia ser liberada de imediato, sem necessidade de inventário.
Como a demonstrar uma atenção digna das festas de fim de ano, a jovem presenteou-me com um regalo: cancelaria o meu cartão de crédito Visa Platinum Prime, que funciona nas horas de aperto, trocando-o por outro, Visa Prime Infinite. Sem saber direito a diferença, agradeci e fiquei esperando. Realmente, na primeira semana de dezembro, em nossa residência, chegaram o meu cartão e o de minha mulher, dependente. A nova senha deveria ser esperada em três dias.
O mês quase terminou sem os números. E sem cartão, com o velho cancelado e o novo sem funcionar. Ontem, depois de intermináveis ligações com centrais que tocam música e custam a atender, fui atendido. A primeira informação foi de que eu deveria procurar a agência onde tenho conta, em Brasília, onde moro há 40 anos, lá utilizar o cartão e pronto. Como, sem senha? Logo depois, mudou tudo, em outra central que me localizou: uma suposta terceira pessoa havia solicitado, quem sabe recebido, em meu nome, um outro cartão de dependente. Uma tal Rosa, cujo sobrenome omito, residente na rua Tomé, num jardim em São Paulo. Possivelmente uma meliante, mas caso eu não tivesse buscado informações a respeito da senha perdida, ficaria tudo como estava, ou seja, mais um mês sem que pudesse utilizar o cartão, justamente na época de comprar presente para os netos, no Natal. E com um risco dos diabos de que dona Rosa estivesse se fartando de usar indevidamente o meu nome, coisa ainda a conferir.
Prometeram que em três dias tudo estará normalizado, com dois novos cartões e senhas. Por tudo isso, capaz de estar acontecendo com outros incautos, entrei agora à tarde na igreja e acendi uma vela para São Amador. Será que ele está proibido de descer para dar uma ajeitadinha no seu banco?

 

 

 

Do Laurinho.

È, minha fonte é o Mauro Borba(Olides)

isso q tu contou da Ipanema FM é piração tua, alucinação.

 

 

 

DO BAU DO LAURINHO..

Esta expressão ' coroa' é antiga(cheira a naftalina...)

Hoje em dia seusa ' melhor idade' que é mais hipócrita(Olides)

Além dos citados no mail anterior, tinha outra colega da Famecos que tinha carro. Era uma coroa, funcionária do Sulbanco (na época ainda existia). Ela tinha um fusca recém comprado, estalando de novinho. Também me dava carona. No retorno das férias de inverno do primeiro ano, a coroa não apareceu. Perguntei que fim tivera e me contaram que, num domingo, trafegando pela República, ela atravessou o Fuquinha na frente de um ônibus que vinha pela Lima e Silva. Resultado e o carro acabou destroçado. Sem carro, a coroa desistiu da Faculdade.
No retorno das mesmas férias de inverno, uma coleguinha apareceu de aliança na mão direita, noiva de um veterano - hoje um dos famosos da Rede Globo - com quem havia engatado um namoro na época da recepção dos bixos. Tempos depois, o casal foi para o Centro do País, mas a relação não foi muito longe, antes de partirem o rapaz já havia engatado um "love" com uma outra namorada, também jornalistinha...
Destas mesmas férias de inverno o Rogério Mendelski não voltou, pois haviam recém regulado a profissão de jornalista e quem já tinha mais de dois anos na profissão ganhou direito ao regisstro sem necessidade de diploma.

 

 

 

boa observção do atento Laurinho. é isto aí!

Não sou de descriminar ninguém. Nem meus verdugos!

 

 

 

O LAURO AGORA VIROU "FISCAL DO POSTAL"

cOMO EXISTIRAM OS FISCAIS DO SARNEY, O MEU AMIGO AGORA É FISCAL DO POSTAL.

BAH, LOGO EU GASTANDO. E OS 21 MILHÕES DA URV???ISTO TU NÃO CRITICAS. E NÃO VISTES AS MATERIAS DA IRION NA ZH DE HOJE. NÃO FIZERAM NADA DESDE AGOSTO PRA CONTROLAR A PRESENÇA DE FUNCIONÁRIOS.(oLIDES)

 

 

 

HISTORIAS DE LA UNDEZE

OLHEM QUE BELAS CHAPAS BATI NO DOMINGO E NA SEGUNDA JUNTO A BARRAGEM DO RIO CARREIRO.

HOJE AQUILO LÁ VIROU UM GRANDE ACAMPAMENTO.MAS UMA MUVUCA DAS BRABAS. O POBRERIO DA REGIÃO VAI TODO PRA LÁ....

SE REFRESCAR. E DELE CEVA NA GRAMA DO RIO....

VI LÁ ATÉ UMA PUTINHA DAQUELES INFERNOS QUE ANDAM MONTANDO NA COLONIA, MEIO ESCONDIDOS DOS PADRES...

EM SERAFINA ISTO TEM NOME; ' MALOCA'

MAS A MAIORIA QUE FREQUENTA O CARREIRO É DE GENTE DO BEM, TRABALHADORES QUE VÃO PASSAR UM DIA DE DESCANSO. COM O CALORÃO QUE FAZIA, NADA MELHOR. DAVA PRA BOTAR O RABO COMO DIZIA O FINADO AVELINE NA AGUA DOCE E SE REFRESCAR.

QUANDO O SOL BATIA DE LADO, QUANDO ERA A HORA BOA, TIVEMOS QUE IR EMBORA PORQUE MINHA IRMÃ QUE DIRIGIA QUERIA FICAR COM OS VELHOS.

MAS VALEU A PENA...FOI LEGAL.

 

 

 

 

MAIS FOTOS DO RIO CARREIRO, EM SERAFINA

pra lá vai o povo no verão!

E a ponte que liga Nova Bassano a Serafina foi construída em 1967/68 pelo primeiro prefeito que ficou 4 anos, porque o primeiro ficou apenas 3.

Dizem que Menheghetti , o governador, aprovou a construção da ponte, mas que deu um 171 pros caras. Mandou pagar tudo em bonus, uma invenção dele, pra não deixar ninguém mal.
é o que contam sobre a construção da ponte. Ele não foi a inauguração,q uem inaugurou foi o cel. Perachi Barcellos, já governador nomeado pela " Redentora". Menega pelo menos sempre foi eleito.

 

 

 

 


MAIS FOTOS DO CARREIRO, EM SERAFINA!

 

 

 

DE SERAFINA

MEU ULTIMO DIA DE FERIADO

FOI NA MANHÃ CEDO DO DIA DE NATAL.

FUI CAMINHAR NA VIA CAMARGO(ASSIM CHAMADA EM HOMENAGEM A CONSTRUTORA CAMARGO CORREA, QUE FEZ A RODOVIA QUE PASSA AO LADO) ONDE VIROU COSTUME OS SERAFINENSES CAMINHAREM. E UMA FOTO DO PÓRTICO NA ENTRADA, COM O SOL NASCENDO.

 

 

 

JUAREZ

hOJE NO PROGRAMA SONORIDADES DA RÁDIO DA URGS , O GUTO,EU E MAIS O PAULO, ESTAREMOS ENTREVISTANDO O JUAREZ FONSECA. DEPOIMENTO INTERESSANTE.

 

 

 

MEIO LOUCO!

Morreu no dia 24(12- o politico e engenheiro Fúlvio Celso PETRACO. Ficou conhecido no meio político pela famosa frase : PETRACO NELES...( até onde sei, o bordão foi criação do médico Bruno Mendonça Costa, colega de PSB de Petraco.)

Segundo João Batista Marçal, Petraco foi candidato a governador pelo PSB em 1986.A prefeito de Porto Alegre em 1988(na eleição em que quem ganhou foi Olívio Dutra) e a senador em 1994.

Também concorreu a vereador dois anos depois.

Petraco foi uma liderança combativa. Em 1961,se filiou ao PSB.
Foi cassado em 1964, pela ditadura militar.

Historinhas

Petraco, como bom orador, participava dos programas da Rádio Guaíba, do Flávio Alcaraz Gomes. Ia lá sempre de manhã. E os dois criaram uma certa intimidade.

Quando era dirigente do Internacional, Petraco ordenou aos funcionários que aos sábados, na hora da sesta do colega da rádio, que morava no Morro Santa Tereza, os funcionários dessem tiros nas pombas, que infestam o Beira-Rio, mas sempre apontando o cano da espingarda em direção ao Morro onde Flávio tinha sua casa. Resultado:os balins, muitas vezes, batiam no telhado da casa do locutor famoso. Na segunda de manhã, quando abria a rádio o Flávio vociferava contra o Petraco, que lhe tirara o prazer da sesta no sábado ao meio-dia.

PETRACO ERA CONSIDERADO MEIO LOUCO!

 

 

Por Lauro Dickmann

o cardone foi meu colega na famecos.
ele foi sempre assim
uma curiosa dele: uma vez, ele me deu carona na saida da faculdade e, no caminho, precisou abastecer o carro.
era um cordel, aqueles da primeira versão, aquela do "corcel cor de mel" da música (na época não era muita gente que tinha carro para ir à faculdade. além dele, acho que só o Vitelo e a A.M. Rossi.
pois o cardone se deu ao trabalho de sair do carro e ir conferir o cara do posto colocar o combustível, para ver se o sujeito não derramava combustível e fechava direito o tanque.

 

 

 

sim, é uma boa pauta, esta da primeira tentativa do Maurício desbancar o Correio do Povo. em alguma destas coleções de jornais em que tu fuxicas deve haver uma coleção destas zhs dominicais. acho que pouca gente lembra disso.
esse negocio de limpar a bunda com o jornal e deixar na redação moribunda, isso é invenção tua, fruto a tua mente delirante e fantasiosa. o que me contaram na época foi que cagaram mesmo em cima das mesas.
o interesse do Maurício em criar uma edição dominical é porque, na época, os grandes anunciantes só queriam veicular em quem tinha assinantes e edição dominical (a fonte ainda é o Antoninho Gonçales que foi meu professor na Famecos). o que era o caso do Correio, que até hoje deixa os entendidos perplexos: como pode quebrar um jornal que tinha tantos assinantes? a primeira tentativa do Maurício não deu certo pelo arguemento que mencionei no mail anterior.

 

 

 

o blog do colunista da Veja Augusto Nunes

07/02/2011

O apagão do Nordeste iluminou a face enrugada do governo que já nasceu velho

O Dicionário da Língua Portuguesa/Acordo Ortográfico informa queapagão quer dizer “interrupção provisória do fornecimento de eletricidade a uma dada região”. Na madrugada de sexta-feira, oito Estados do Nordeste atravessaram a madrugada na escuridão. Houve um apagão, certo? Errado, repetiu nesta segunda-feira o ministro Edison Lobão. Cabelos e sapatos engraxados com igual capricho, voz de apresentador de circo, o canastrão maranhense recitou a fala que lhe coube no ato mais recente da ópera dos farsantes: “Não houve apagão. Houve interrupção provisória de energia elétrica”. Quer dizer: embora tenha ocorrido seu significado, o substantivo não aconteceu.

O que ainda esperam os jornalistas para atirar pilhas de dicionários sobre a figura bizarra?, estaria perguntando Nelson Rodrigues. O que há com a imprensa que finge enxergar um ministro de Minas e Energia onde só existe o capataz do latifúndio mais produtivo da capitania explorada pela Famiglia Sarney? Num país sério, um Lobão seria despejado do gabinete no meio da primeira frase cretina. No Brasil da Era da Mediocridade, é outro reincidente sem medo ─ e cada vez mais atrevido. Já não gagueja quando conta que, entre tantos assombros, o apagão foi expulso do país por Lula e proibido definitivamente por Dilma de dar as caras por aqui.

Submisso a todos os governos desde que se apaixonou pela ditadura militar, Lobão estreou no papel de doutor em eletricidade em novembro de 2009, escalado por Lula para justificar o blecaute que afetou metade do Brasil. Numa entrevista coletiva inverossímil, surpreendeu a nação com a versão espantosa: ocorrera apenas a paralisação da usina de Itaipu, provocada por trovões que ninguém ouviu e raios que não caíram. Até então preocupada só com a própria imagem, a candidata que foi ministra de Minas e Energia entre 2003 e 2005 enfim se animou a entrar no picadeiro. “Nós também temos uma outra certeza de que não vai ter apagão”, declamou. E o apagão da véspera?, intrigou-se uma jornalista. “Não confunda apagão com blecaute, minha filha”, irritou-se Dilma Rousseff. Outra que merece uma tempestade de dicionários. Não sabe que apagão e blecaute são sinônimos. Ou finge não saber, o que é a mesma coisa.

“Apagão foi o do Fernando Henrique”, ensinou. Errou de novo. Em 2001, o que houve foi racionamento de energia, decretado para evitar um grande e demorado apagão. Ao compreender que a insuficiência de água nos reservatórios, a falta de chuvas e a escassez de investimentos se haviam conjugado para levar o sistema à beira do colapso, FHC fez um corajoso pronunciamento em rede nacional de TV. Reconheceu os erros cometidos, não se intimidou com o desgaste político resultante do racionamento, transformou a questão em prioridade absoluta e encarregou uma força-tarefa da busca de soluções. Entregou a Lula um país iluminado. O sucessor repassou-o na penumbra.

A escuridão que castigou 46 milhões de nordestinos iluminou a face enrugada de um governo que já nasceu velho. Tem tanto apreço pela verdade quanto Lula, e está ficando ainda mais parecido com Sarney. A exemplo do registrado em 2009, o apagão deste fevereiro avisou, aos berros, que o sistema elétrico está em decomposição. Os equipamentos são obsoletos, faltam investimentos, sobram administradores ineptos. Se fosse mais que um apêndice de Lula, Dilma já teria internado o paciente na UTI. Em vez disso, ratificou a opção preferencial pela mentira feita pelo padrinho há oito anos. E reencenou o espetáculo da vigarice, protagonizado pelo mesmo ministro que Sarney nomeou.

“O sistema é robusto, é muito bom e é moderno”, fantasiou Lobão. “Não há no mundo nada mais moderno que o sistema brasileiro”. Não pode ser robusto nem muito bom um sistema que, segundo dados oficiais, registrou 91 apagões de menor calibre só em 2010 ─ um aumento de 90% em relação a 2008. Não pode ser moderno um setor controlado pela Famiglia que há 50 anos atormenta o Maranhão com o recorrente assassinato do futuro.

Em 2009, ao celebrar a erradicação dos apagões, Dilma resumiu o segredo do milagre. “É que nós, hoje, voltamos a fazer planejamento”. Na sexta-feira, ela consumou o que vinha planejando faz tempo. Depois de prometer valer-se do critério do mérito para compor o primeiro e o segundo escalões, resolveu afastar do setor elétrico o que restava da turma do deputado Eduardo Cunha. E entregou ao bando de José Sarney o controle completo do Ministério de Minas e Energia.

É como afastar o Comando Vermelho para que o PCC governe sozinho um território sem lei.

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

20/10/2002

AGENDA DA TRANSIÇÃO

País sofre com o apagão e indeniza as distribuidoras

Foram nove meses de redução compulsória do consumo de luz, seis deles com corte de 20% nas residências e de até 35% nas indústrias; antes, o único racionamento importante no país após os anos 50 havia sido restrito ao Nordeste, em 87/88

CHICO SANTOS
DA SUCURSAL DO RIO

O governo do presidente Fernando Henrique Cardoso foi responsável pelo primeiro racionamento de âmbito nacional (exceto o Sul) da história moderna da energia elétrica no Brasil (pós-Furnas). Junto com o Plano Real (iniciado no governo Itamar Franco), foi o fato que mais afetou o cotidiano dos brasileiros nos últimos oito anos.

Além de terem sido obrigados a gastar menos luz, os consumidores, ao final do episódio, foram obrigados a cobrir, via aumento de tarifa, as perdas das empresas de energia com a redução forçada dos seus faturamentos.

Foram nove meses de redução compulsória do consumo, seis deles com corte de 20% nas residências e de até 35% nas indústrias. Antes, o único racionamento importante ocorrido no país após os anos 50 havia sido restrito ao Nordeste, no período 87/88.

De acordo com especialistas do sistema elétrico, a escassez foi precipitada pela combinação do atraso nas obras da hidrelétrica de Itaparica (complexo de Paulo Afonso) com a demora na conclusão da interligação Norte-Nordeste, que levaria energia de Tucuruí para o Nordeste.

O apagão, como ficou conhecido o último racionamento, começou no dia 4 de junho do ano passado e se estendeu até o dia 28 de fevereiro deste ano, com abrandamento das metas a partir de 1º de dezembro. A insuficiência de investimentos em geração e transmissão de energia foi sua principal causa.

De acordo com levantamento do engenheiro e economista Maurício Tolmasquin, da Coppe-UFRJ (Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro), os investimentos caíram de uma média anual de R$ 13 bilhões de 80 a 89 para R$ 7 bilhões/ano de 90 a 98.

O estudo constatou também que o menor volume de investimentos ocorreu no primeiro mandato de FHC (1995-1998), ficando em R$ 5,3 bilhões anuais, contra R$ 6,4 bilhões no governo Itamar Franco e R$ 8,9 bilhões no governo Fernando Collor. Os estudos técnicos apontavam para uma necessidade anual de R$ 10 bilhões ao longo dos três governos.

Um trabalho encomendado pelo governo à empresa de consultoria Coopers & Lybrand, concluído em outubro de 1996, ao custo de US$ 10 milhões, já alertava para o risco de falta de energia elétrica no final dos anos 90.

O documento, que não teve publicidade na época, recomendava medidas que foram tomadas durante o racionamento do ano passado, como a criação de um órgão à semelhança do “ministério do apagão”, como ficou conhecida a Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica, presidida pelo ministro da Casa Civil, Pedro Parente.

A privatização do setor elétrico começou mais de um ano antes do alerta, em julho de 1995, com a venda da Escelsa (Espírito Santo Centrais Elétricas), empresa federal de distribuição de energia.

Em 1996 foi vendida a Light, distribuidora federal do Rio, e em 1998 foi a vez da Gerasul (sul do país), única geradora estatal privatizada. A partir de 1996 foi vendida a maior parte das distribuidoras estaduais, mas a privatização das grandes geradoras federais (Furnas, Chesf e Eletronorte) ficou emperrada.

Para o físico Luiz Pinguelli Rosa, diretor da Coppe-UFRJ, “há uma relação direta, causal entre o apagão e o programa de privatizações”. Para ele, ao decidir criar um mercado de energia elétrica e privatizar as empresas, o governo passou a restringir os investimentos das geradoras estatais.

“Entregou-se a gestão da energia elétrica ao setor macroeconômico do governo”, disse. Segundo Pinguelli, o dinheiro das estatais do setor passou a ser usado para fechar as contas do governo, e as empresas privadas não investiram porque o setor público não definiu as regras para esses investimentos.

O físico defende para o setor elétrico um modelo no qual se combinem investimentos públicos e privados, dentro de regras que considerem a energia um serviço público, com obrigações claramente definidas para seus participantes.

Outro especialista, o engenheiro Adriano Pires Rodrigues, também da Coppe, tem ponto de vista diferente. Para ele, “a falta de privatização gerou o apagão”. Rodrigues diz que o governo pecou por falta de planejamento.

Os problemas, na sua avaliação, começaram com a venda das distribuidoras antes das geradoras. Prosseguiram quando o governo interrompeu as vendas de estatais, temendo a elevação de tarifas e a consequente inflação, e ficou esperando que o setor privado investisse no lugar das estatais. “Deram o azar de vir uma seca, e o resultado foi o apagão”, conclui.

—–
FOLHA DE SÃO PAULO

01/07/2001

PAÍS NO ESCURO

Segundo pesquisa Datafolha, 70% acreditam que inflação vai subir; para 72%, desemprego aumentará

Pioram as expectativas em relação ao país

MARTA SALOMON

SECRETÁRIA DE REDAÇÃO DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

O orgulho de ser brasileiro é um sentimento em baixa. No retrato traçado pelo Datafolha na semana passada, um certo baixo astral é embalado pelo aumento do pessimismo com a situação econômica do país e a situação individual dos entrevistados.

Entrevistas feitas com 12.601 pessoas em 348 cidades do país traduzem esse sentimento como um temor mais acentuado dos brasileiros em perder duas coisas: o emprego e o poder de compra de seus salários.

Os números apontados pela pesquisa só encontram paralelo durante o governo Fernando Henrique Cardoso no período que se seguiu à desvalorização do real, ocorrida em janeiro de 1999, quando o governo foi constrangido a abrir mão do câmbio fixo.

Entre as expectativas negativas, o medo de volta da inflação é o que mais chama a atenção. A taxa medida na última pesquisa Datafolha é a mais elevada em quase oito anos.

A expectativa generalizada é de que os preços deverão aumentar. Ela só foi tão grande quanto agora na época em que o Plano Real nem passava de um esboço e os tucanos mal sonhavam em chegar ao Planalto.

Na semana passada, 70% dos entrevistados apostaram que a inflação vai aumentar, contra apenas 4% que achavam que os preços vão diminuir.

Essa avaliação é um recorde desde agosto de 93, quando FHC só contava três meses à frente do Ministério da Fazenda do governo Itamar Franco. Só para comparar, quando o Real foi lançado, em julho de 94, apenas 14% dos entrevistados acreditavam em aumento de preços.

O sentimento detectado pela pesquisa ganhou carimbo de previsão oficial no último relatório de inflação divulgado anteontem pelo Banco Central. A previsão oficial de inflação aumentou um ponto percentual desde março e deverá bater em 5,8% em 2001.

Ainda de acordo com o BC, há 40% de chances de a inflação ultrapassar a meta de 6% até o fim deste ano.

A principal reação ao aumento da inflação percebido pelos entrevistados é um aperto no consumo: 41% dos que responderam à pesquisa disseram que pretendem consumir menos nos próximos seis meses.

No fim de 99, ainda sob o efeito da desvalorização do real, 27% dos entrevistados davam a mesma resposta. Agora, a pretensão de aumentar o consumo não chega a animar nem a quinta parte da população.

E como anda a esperança de que a situação econômica vai melhorar? Em baixa, diz a pesquisa: 44% acham que a situação vai é piorar, dez pontos percentuais a mais do que o contingente que engrossava essa aposta há apenas três meses.

Principal problema

A crise energética -apontada como responsável pela queda no ritmo de crescimento da economia e como uma das principais causas do fôlego tomado pela inflação- está distante de representar a principal preocupação dos brasileiros, segundo a mais recente pesquisa Datafolha.

No topo da lista de problemas percebidos no país, permanece, imbatível, o desemprego, mencionado por 33% dos entrevistados, sobretudo entre jovens e no Nordeste.

A crise energética apareceu pela primeira vez na última pesquisa entre as respostas espontâneas, citada como o principal problema por 6% dos entrevistados.

Nota-se que a crise de energia tem um peso maior em Belo Horizonte entre as dez capitais pesquisadas pelo Datafolha.

Justamente no Estado governado por Itamar Franco (PMDB), um dos principais críticos do racionamento e do modelo energético do governo.

De acordo com a pesquisa, menos gente percebe a saúde, a educação, o salário ou mesmo a segurança como maior problema de responsabilidade do governo federal. Mas aumentou o número de pessoas preocupadas com a corrupção: de 2% para 5% nos últimos três meses -período em que o governo conseguiu deter a abertura de uma CPI da corrupção no Congresso. Foi a maior taxa desde junho de 96.

Curiosamente, só 1% dos entrevistados apontaram a inflação como maior problema do país. O que mais cresceu foi a preocupação com a fome e a miséria. Em três meses, passou de 6% para 14% o percentual de entrevistados que apontam esses como os principais problemas do país.

As consequências sociais do cenário econômico pouco azul podem explicar o aumento, ainda que discreto, dos que sentem vergonha de serem brasileiros.

Menos gente acha que o Brasil é um “país maravilhoso”, ótimo lugar para se viver. Mas trata-se de um sentimento discreto: 78% dos entrevistados ainda dizem ter mais orgulho que vergonha, contra 87% que tinham a mesma opinião em março do ano passado.

 

 

 

Mais morte

O Laurinho registra. Havia visto,nos jornais!

quem final do ano,hein!!!

a bruxa anda solta!

Corvo,
tu já viu que morreram o Lêdo Ivo, o Gudben Castanheira, o Fúlvio Petracco e o Aldo Fontella, que era locutor?

FORAM ALGUNS COLEGAS QUE FALECERAM!

FAMBÉM MORREU O DEPUTADO GUDBEM CASTANHEIRA. MAIS DADOS NO LINK

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/obituarios/

 

 

Memoria da Imprensa

Como surgiu a Bandeirantes FM

OU O COMEÇO DA TRAJETÓRIA DOS GURIS DE CACHOEIRA DO SUL!

( com o auxilio de Mauro Borba)

O Laurinho aqui desancou que ali na José Bonifácio ficava a Ipanema FM. Nada disto,ali era a Band FM.Então vamos aos fatos.

Era no começo dos anos 80, 1981, mais precisamente. Nilton Fernando(hoje na Pampa AM com aqueles programas horrrorosos de Medicina, acho um terrorismo aquilo) encontrou em Porto Alegre, seu ex-parceiro de da Rádio Cachoeira( os dois são de lá)- terra que deu muitos radialistas e jornalistas - Mauro Borba.Nilton estava no segundo ano da Faculdade de Jornalismo( não sei se Famecos, ou Fabico).- naqueles anos era só isto( eu desdenhava até a Famecos. Pra mim, só existia a UFRGS,onde me formei)

Nilton acabara de chegar de SP, com a missão de por no ar uma FM(estava começando aquela moda...) da rede.

Nilton estava na TV e rádio FM em Sampa. Ele só viria a Porto Aelgre pra apertar o start, como se diz.

Acabou ficando e está aqui até hoje( muita abobrinha, mas uma voz aveludada, que só o Mário Mazeron tinha)

Mauro Borba e Nilton combinavam sobre rádio. Eles queriam uma rádio que que naqueles anos se chamava de alternativa( por isto surgiram depois a Atlantida, cuja história contarei aqui porque o Júlio Furst me contou muita coisa dela). Mauro e Nilton , a dupla cachoeirense, queriam rodar na rádio aquilo que nenhuma outra o fazia.

Mauro era fã da rádio Continental, conta ele em seu livro de memórias.

( quem não o foi???)

Acreditaram que haveria muita gente querendo o mesmo e que daria certo. E deu...

Quando ficaram sabendo onde seria localizada a rádio - na av. José Bonifácio,quase esquina com a Santa Terezinha( pô Laurinho, tu acha que eu só entendo de maconheiro, pois nesta rádio, ali,tenho certeza, muito baseado foi fechado, tu é que sempre foi um ' caretão', um ' biriteiro", nada mais que isto).

Os guris vibraram com a localização: começo dos anos 80, Kleiton e Kledir e a feira do artesanato que já estava se firmando naquela rua( hoje a rua é um antro de prostituição masculina...eu vi com os olhos que a terra há de comer, numa noite de inverno último, os machões passando nos carrões e pegando os guris de programa que fazem ponto ali, lá pela meia-noite de um sábado gelado quando saí de um pub da Lima e Silva...por favor, a polícia nunca viu isto, tamos combinados!!!!)

Foram comemorar no BB( o famoso Bar do Beto, na rua aquela do quartel que explodiu em 1972, quando este narrador morava na JUC-5, ali na Venâncio e ouviu tudo, ouviu as sirenes ,ouviu a explosão, mas isto é outro capitulo).

O endereço alugado pra Fand FM que se instalava no Portinho era uma daquelas casas antigas ali da José Bonifácio. A rua do brique eo que tinha de melhor, perto do Bonfa, que explodia no começo dos anos 80.

O bairro da galera, da turma maldita, da URGS,da Redenção. Tudo a ver com a ' cara' da rádio que os dois guris de Cachoeira imaginaram( só que as coisas, as vezes não andam bem como a gente desejaria que fossem, como aconteceu com a própria rádio Band FM).

Segundo Mauro Borba, uma das coisas mais interessantes da Band FM, que depois seria Ipanema FM, foi o fato de ter começado do zero. Deram aos guris um estúdio e nenhuma orientação( orientação é chato pra caralho)

Nenhuma diretriz sobre conteudo. Isto pra eles foi fascinante.
Um grande desafio. Bota isto na mãos de guris talentosos pra ver o que dá. Muita zoeira, mas muito sucesso também.

Eles viram ali a possibilidade de criar uma rádio totalmente nova.

Um novo formato de rádio, longe do que se conhecia.

Naquele começo dos anos 80, haviam apenas seis ou sete emissoras FMs na ' capital de todos os gaúchos" como cunharia Porto Alegre, o próprio radialista da Difusora José Fogaça.

Havia as tradicionais rádios, que os guris chamavam de rádios de ' consultório de dentista"( a Guaíba FM era a própria)

Entraram no ar com uma programação totalmente alternativa.

Botaram Beto Guedes,Hermeto Paschoal, misturado com The Who,Pink Floyd e Led Zeppelin( estes dias vi um filme no cineminha da UFRGS de um show do Led Zeppelin no Madison Square Garden. Tinha lá uns velhuscos com eu vendo o filme. Esta gente muito seguramente ouviu a Band FM naqueles anos 80)

Na época estes nomes eram totalmente riscados de rádios.


A estrutura da Band FM era uma merda.
Pequena.
A locução era gravada pelo Nilton Fernando. Ele teve que emprestar a maioria dos discos, porque a rádio não tinha porra nenhuma.
MB(Mauro Borba) fazia a programação musicial e um programa chamado NOITE ALTA , que ia ao ar duas vezes por semana que entrevistava e rodava os músicos de Porto Alegre que tinham suas primeiras gravações.

Neste programa MB rodou pela primeira vez Nei Lisboa,Bebeto Alves, Nelson Coelho de Castro, Raiz de Pedra,Cheiro de Vida,Júlio Reny e outros grupos da época.

A Band Fm era mais ' som Brasil' do que rock.Nas noticias estava a bela voz da Bete Portugual( então devia ser namorada do Chicão Daniel, com quem o velho Aveline tinha homéricas discussões nas assembléias do sindicato dos jornalistas).
Mary Mezari faria depois parte do elenco de vozes da 99.3 ' o ponto alternativo do seu rádio'. Mary que fora do Jornalismo da Gaúcha se destacaria depois na Bandeirantes( hoje está ' encostada' na TVE ou Rádio Cultura, sabe-se lá...Mas vi a Mary Mezari no inverno passado na noite do lançamento da candidatura do namorado,agora ex- da Manuela D'Avila, num local da Cidade Baixa. Ela estava apoiando a ' musa').

Os guris começaram a dar voos mais altos.

Abriram horários ao vivo.(louco é assim mesmo,ousa)

MB estava fazendo um lanche no Zé do Passaporte(ali na feira da fruta,naquele mercadinho que tinha no Bom Fim que o Isaac Ainhor tanto lutou pra destruir) quando recebeu do seu colega Nilton Fernando a novidade:

- Vais entrar ao vivo na tarde da Bandeirantes!

MB pensou que Nilton tivesse endoidado de vez( 'unzinho ' muito forte, talvez)

MB não era propriamente um locutor. Disse isto ao colega que não quis saber de papo:

- A rádio está lançando um novo tipo de programação, vamos inovar nisto também,decretou Nilton



Tinha pouca grana pra contratações. Mas Nilton lembrou que precisavam de um locutor que fizesse também de jornalista( vai dizer aos merdinhas de hoje que se tem que fazer tudo isto pra ver a reação dos caras???!!!!)

MB lembrou-se de Isaías Porto,outro ex-colega da Rádio Cachoeira( pô,aquilo virou uma sucursal daquela rádio de antanho). Isaías tinha terminado o curso de Jornalismo na UFSM. Estava fazendo locução na rádio Imembuí.Em poucos dias, Isaías estava assumindo na Bandeirantes FM.


A rádio ia bem, mas eles queriam mais rock and roll e aí apareceu o Ricardo Barão que era da rádio Cultura Pop(

no mesmo canal desta rádio,surgiu mais tarde a Cidade, que nasceu em 1980.)
Barão, roqueiro inveterado,entrou no ar com Studio 576( que era o número da José Bonifácio, onde estava o estúdio da Band FM).O programa era aos sábados e tinha duas horas .

Virou guru dos roqueiros de Porto Alegre.

A primeira marca registrada da Band FM foi rodar as fitas e os artistas da cidade. A rádio virou uma referência neste público( hoje se diz um nicho)

Era a época do School's Out do grupo Vende-se Sonhos. No Clube de Cultura, o filme Deu pra ti anos 70,levava pequenas multidões.

No Bom Fim foram inaugurados o Escaler( do Toninho do Escaler, hoje um sessentão embarcado em navios da Petrobrás) e o Ocidente( que ainda está lá, com uma marca forte junto a cultura da cidade, com o prédio tombado).
Tudo passava pela Bandeirantes FM que estava ali no bairro,onde as coisas aconteciam e apesar do nome paulita era então a rádio mais portoalegrense que tinha.



No meio desta euforia, o fantasma do ' mercado' começou a azucrinar.

A Rede Bandeirantes, dona do pedaço, não tava nem aí pra criatividade dos guris de Cachoeira do Sul.

eLES QUERIAM ERA LUCRO( já passei por isto num projeto muito bom, de um jornalzinho de distribuição gratuita).

Conciliar a grana com a criatividade, era, neste momento, o grande desafio deles.

Um dia,sempre há um na vida de todos nós, os executivos baixaram por aqui e decretaram:
- Esta rádio precisa ser ' comercial'!

E sugeriram:

- Façam uma rádio mais parecida com a Cidade!
E disseram mais asnerias:

- Queremos a descontração da Cidade. Essas loucuras de vocês, essas músicas que ninguém conhece, esta rádio nunca vai dar certo. Nunca vamos faturar.

Os guris saíram da reunião temendo pelo pior.

Mesmo assim, a rádio ia emf rente. As pessoas telefonavam, mandavam cartas e diziam pra continuar.

Foi este o clima que Bandeirantes FM levou seu primeiro ano de vida.então começaria a faturar.
MB conta que lembra do comercial da rádio(aquele que vendia anúncios) Neco Shertel que um dia chegou eufórico com os primeiros contratos de publicidade. Mas a Matriz(rede Bandeirantes, em Sampa)aquilo era muito pouco. Eles não tavam brincando.

( então tá Laurinho, fiz isto tudo pra contestar você que disse que na JBonifácio era a Ipanema. Lá nunca foi Ipanema. Ipanema FM só no Morro Santo Antônio. EU mato a cobra e mostro o pau....)PT saudações!

 

 

 

Outra História de Redação

A ' Maracutaia"

NA RÁDIO GAÚCHA, RELEMBROU-ME JOÃO AVELINE, UM REPÓRTER CUJO APELIDO ERA ' MINEIRO'
FOI convidado para ir ao Rio de Janeiro com uma comissão de deputados.

Sua missão era trazer uma resenha com gravação de som local( havia muito disto naqueles anos)

Ele voltou do Rio com uma mensagem do presidente Juscelino Kubitschek e uma entrevista com o Gal. Lott

candidato à presidência da República. Levada ao ar, em seguida a rádio Gaúcha recebe a visita do Cel. Argemiro Assis Brasil,, a mando do General Osvino Ferreira Alves, então comandante do III EXército, que pediu pra ouvir a fita pois o Gal Lott saíra com uma voz de locutor da RADIO NACIONAL. Instalada a maior confusão, " Mineiro" teve que confessar: a gravação fora feita por um rádio-ator da Gaúcha( quem sabe o cara nem tinha ido ao Rio).

' DO RAMO'

Aveline sempre assegurou que a esposa do dono da Gaúcha, Dona Ione Pacheco, era paga pra ouvir a concorrente, a Guaíba, poderosa emissora naqueles anos(hoje em dia um tanto micha, mas com muita tradição,ainda)

E dizia Aveline, as vezes dona Ione ligava pra Gaúcha e conferia com o Aveline:

- Aveline, a Guaíba deu isto, nós temos?

 

 

 

 

Por isto que ela está tão distante e tristinha...sem companhia(Olides)


 

 

 

DE SERAFINA

A Mulher que cuida dos meus pais chegou na segunda lá em casa contando:

- Nona, nona ontem(domingo) quase chorei. O padre Simoneto falou pela Odisséia. Disse que não mora com a irmã e sim no asilo. Se emocionou no final da fala, disse a Solange.

O padre Simoneto foi ' mandado' pra Itália este ano.]
Já queriam tirar o padre de lá há tempos, mas ele não queria ir.

Botaram ele num asilo de padres, onde ficara outro padre, o Roberto Ciotola,em Passo Fundo, mas o padre Simoneto articulou com seus cupinchas de Sereafina que foram lá e o retiraram.

Em Serafina não dava mais. Com 93 anos, o padre se tornara um estorvo.E a Igreja sabe aposentar seus padres. Os mandam pros asilos, depois pro cemitério, quem sabe o ' céu". Dizem que alguns de tanto aprontar vão pro inferno....


Isto quem diz é o Ewaldo Cervieri, em Serafina( acho que o Ewaldo tem mais valor que muitos padres que passaram por lá)

O PADRE GIOVANI FALOU NESTE DOMINGO PELA ODISSEIA.

 

 

 

 

CARDONE SE APOSENTOU DA PMPA



Encontrei o colega Paulo Tomás Cardone na rua dias atrás e vi que estava mais por fora que umbigo de vedete sobre assuntos de coleguinhas.

quis saber dele em que mundo vivia e ele me disse:

- Me aposentei. Não quero saber mais nada destes caras.


Parece que ele torrou o saco de jornalistas

( vamos combinar que é uma "racinha" braba...)

 

 

 

HISTÓRIAS DE REDAÇÃO

O ' FOCA'
DA GAUCHA SABIA

DA GREVE IMINENTE!

O SAUDOSO JOÃO BATISTA AVELINE tinha muitas histórias de redação E adorava contá-las depois do almoço,quando sentávamos no sofá no apê que tinha na Ramiro Barcellos( o apartamento virou uma puta briga entre os irmãos, depois que ele morreu, mas parece que se entenderam. Ficou lá morando o dono da revista Gool, José Aveline Neto.)- houve uma época em que ele tinha uma empregada e então eu filava boia nos almoços. Mas tinha que lavar as mãos antes, o velho era cheio de manias.)

Esta é uma, das tantas que ele contou-me( quando o velho começava a cochilar no sofá, eu inventava uma desculpa e vazava. Sabia que ele queria tirar uma sesta, mas não queria dizê-lo. Eu me tocava e ia embora. Vai ver era por isto que ele sempre dizia que eu e o cantor Leopoldo Rassier(falecido de um câncer em 2001,se não me engano está sepultado no cemitério jardim da paz em porto alegre)costumávamos bater a sua casa, as vezes na hora da boia, sem marcar hora e ele nos recebia).

Pois a história é a seguinte:Quando Aveline chefiava o departamento de Notícias da Rádio Gaúcha a cidade estava na iminência de ver estourar uma greve de motoras e cobradores de ônibus. Na Gaúcha, havia muito interesse nisto.Era 1960. Aveline destacou um ' foca' - repórter principiante - pra cuidar de um assunto tão sério.

Totalmente esquecido de seus compromissos com o jornalismo, o ' foca' que também era funcionário público(havia muito disto naqueles anos, era uma total mistureba entre jornalismo e chapa branca) pediu dispensa alegando que tinha compromissos com a greve porque queria apoiar os funcionários da Carris. Aveline foi enxugando o homem,expressão dele, até que descobriu que seu ' foca ' tinha almoçado com os colegas que faziam parte da comissão de greve.E mais. o cara tinha participado de uma reunião secreta, mas sem no entanto, colher qualquer informação para a Gaúcha que queria dar em primazia esta noticia.

 

 

 

CADE O sERGINHO?

Nem sei se está na praia aqui em Imbé.Geralmente ele vinha, mas não me avisou de nada. Vai ver passou incólume por Porto. A Bento sei que não foi, porque nunca bota os pés lá.

 

 

 

PO TO DE SACO CHEIO DESTA DO LAURINHO ME CHAMAR DE CORVO...

POIS, COMO VINGANÇA SUPREMA, AI ANTECIPO SEU OBITUÁRIO, COISA PELO QUAL ELE É OBSCECADO.

AI VÃO ENTÃO

obituário de

Lauro Siqueira Diekcmann,jornalista e advogado, nas horas vagas.

Morreu ontem o HEMINGWAY DOS GAUCHOS.

tinha leitores até em São Borja, pois o vereador ROQUE FELTRIN, QUE TEM CARA DE PADRE - se alguma vez o foi não sei - citou ele num discurso em homenagem a Getulio Vargas num 24 de agosto de 2012.

É fato. Este escriba estava lá e trouxe cópia do discurso que o Laurinho desdenhou. Quase limpou a bunda com aquilo. Pobre vereador. se soubesse.

( isto me fez lembrar um delegado de Polícia que veio a Porto Alegre conhecer o Mário Quintana. Era fã dele. O Ingênuo mor da redação, pra não dizer babaca mesmo, Florianão Soares, o levou até o Mário que bebia seu trago, num boteco imundo, cheio de vagabundos, prostitutas e afinas. Bem o público do poeta...

Agora voltemos ao Laurinho, o morto(suposto): tinha pavor de pobres, tanto que se homiziava no verão em Passo de Torres...(só pra ficar longe do pobrerio que invadiu aquela outrora praia de aristocratas dos pampas e afins)

E pra não deixar por menos, o Laurinho nunca escreveu um livro, nem de sua família...Tudo porque ele diz que havia um outro...já feito por um parente.

Mas o que eu sei,quero dizer, este oculto redator do seu obituário, é que ele não faria um livro que tivesse menos fama do que PARIS É UMA FESTA, ou algo semelhante...ou Les Miserables(Victor Hugo, que estou lendo)

atenção. isto é uma brincadeira. Não vá um babaca qualquer dizer por aí que leu que o Lauro morreu.

 

 

 

Poe ainda hoje, se der. importante.

o Laurinho acordou do sono lento que levou 3 dias. Porque depois daquelas fotos, ele sumiu. Sim, eu vi que a Magliani faleceu, mas sempre a achei uma chata(Olides)

Corvo,
a Magliani morreu. Tu não leu o necrológio na ZH? A Magliani era uma das melhores artistas pláticas dos pagos. Era pelotense, foi criada e educada pelos Assunção (uma rica família burgesa). Trabalhou na ZH ao tempo da pré-histrórica edição domincal de tamanho standard, primeira tentativa do Maurício de combater o Correio do Povo no domingo, mas que teve vida curta porque era um jornal totalmente diferente da ZH semanal (essa foi a avaliação que ouvi do Antoninho Gonzales quando meu professor na Famecos). Era um projeto do Marcos Faerman, se não me engano. Isso foi antes do AI-5, mas já na Ditadura Militar. A Magliani, na época, fazia uns quadros inspirada nos sinais de trânsito (aquele lance do "é proibido proibir", que tanto encantava a nossa geração). Nesta época, eu sequer estudava jornalismo. Recortava as ilustrações da Magliani para a ZH e grudava nas paredes do meu quarto, porque as achava muito bonitas. Depois, encontrei a Magliani diagramando na Folha da Manhã (na fase do Galvani). Ela também teve uma passagem pela Folha da Tarde, ocasião em que a Laila Pinheiro dedicou uma coluna inteira para badalar o bom gosto da Magliani, que simplesmente fazia um vestido pegando um pedaço de tecido e se enrolando nele. O obituário da ZH destaca que ela foi a primeira afrodescendente a se formar na Escola de Artes da Ufrgs. No necrológio da ZH tem uma referência a Renato Rosa (o marchand, não o sócio do Gasparotto, como tu costuma confundir), onde ele menciona que "Caio Fernando Abreu e a Maria Lídia Magliani são as estrelas de uma geração".
Embora sempre gostasse do trabalho da Magliani, isso não me impediu que, depois ter babado um tempão diante de um quadro do Salvador Dali, no Museu Rainha Sofia, em Madri (numa sala perto da em que se encontra o Guernica do Picasso), ao virar as costas, uma voz dessas que eu ouço, de vez em quanto, em situações semelhantes, ecoou no meu cérebro: "Coitada da Magliani!". Tóoooooing!
Ultimamente, a Magliani andava expondo na galeria da Casa da Gravura, que fica até perto de onde eu moro, mas os trabalhos da fase atual dela já não me diziam mais nada e não tive ânimo de dar uma passada para ver as exposições (foram uma este ano, meses atrás, e outra no ano passado). Enfim, era uma bela pessoa (e foi muito bonita mesmo, quando jovem). Como dizem os espíritas, os bons morrem cedo (a Magliani desencarnou com apenas 66 anos).
Abraço.
Lauro Dieckmann

 

 

 

PO O LAURINHO LEVANTOU UMA PUTA B OLA.

ESTA HISTÓRIA DO MARCÃO COM A ZH DOMINICAL VALE UMA PESQUISA. VOU FAZE-LA. PROMETO.

SEI QUE QUANDO O MAURICIO MANDOU FECHAR, O MARCÃO TERIA LIMPADO A BUNDA - PRA NÃO SER MAIS CHULO - COM UM EXEMPLAR DO JORNAL E DE TANTO ODIO O DEIXOU ENCIMA DA MESA ONDE ELE SENTAVA.

FICOU PUTO QUE O PATRÃO MANDOU FECHAR SEU PROJETO.

O MARCÃO SE ATIRAVA DE CORPO E ALMA NOS SEUS PROJETOS, NOS SEUS IDEAIS.

NINGUÉM SABE MAS O MARCÃO FOI UM DOS CARAS QUE TORNARAM O CACO BARCELLOS O QUE É. SÓ QUE O CAQUINHO,AGORA FAMOSO, NÃO TEM ESTA GRATIDÃO.

ESQUECEU QUEM O FEZ SER QUEM É....

 

 

 

Histórias de la Undeze

O" RUMITA" DE LA UNDEZE

TRADUZINDO: O EREMITA DE SERAFINA!

Estava subindo pra casa dos meus pais em Serafina, na manhã calorenta do dia 24 ultimo - em Serafina neste dia fez 37 graus, uns dizem 34 e olha que é Serra- quando vi um barbudo, de barbas brancas, que vinha em sentido contrário, descendo pela Orestes Assoni.

Era o Marieto Migliavacca, arquiteto que eu chamo de " eremita de Serafina' tal a sua semelhança com um monge barbudo.

Fomos pro Marrucus lá pelas 10 pra tomar um café e na hora de pagar ele nem se coçou. EStá numa merda de dar dó. Mas ai eu filei um chester na casa dele, de noite,

pra cobrar o café que havia lhe pago de manhã.

A história é a seguinte: Marieto faz parte de tudo que tem que ver com a Igreja em Serafina. digo a católica. É semelhante a seu pai, Genovino Migliavacca que el zera cuel de le scoe, como dizem os mais antigos, porque o pai dele, fazia vassouras.

Mas o chester da noite foi muito aprazível. Ficamos com aquele calor do fim da tarde de segunda sentados na frente do casarão que ele construiu num morro onde herdou o terreno do pai.

Dali se vê toda a plantação de um morro que sobrou da destruição enfurecedora que existe em Serafina( os loteadores estão destruindo todos os morros pra construção de casas e edificios devido a procura por moradias).

Conversamos bastante, como dois velhos conhecidos, até sua esposa vir nos dizer que o chester estava na mesa. Marieto, que não pode comer doce, foi proibido de tocar num pedaço de torta.

- Nesta mesa sentaram muitos padres, me confessou Marieto.

Marieto é uma boa pesssoa. Como arquiteto,formado pela Universidade Federal de Pelotas, fez alguns prédios pra Igreja Católica, em ganhou um centavo por isto.

Numa terra onde o dinheiro é super valorizado(entre os italianos tem esta cultura de valorizar muito o que o cara tem) hoje faz bicos pro Nelson Assoni,entre outros.

Foram-se os tempos em que ele levava os padres de Mercedez-Benz pra Passo Fundo...

A vida é assim mesmo...Claro que eu não acredito no céu, nestas palhaçadas, mas o Marieto bem que o mereceria.

 

 

 

ZERO QUERIA

EX-PRESIDENTE DO STF

NOS SEUS QUADROS

Informo em absoluta primazia. A ZH tentou a ex-presidenta do STF( é presidenta mesmo?) Ellen Greice como sua articulista. Não deu casamento porque a ZH quer ' compromisso', ou seja, escrever com data e hora marcada e Ellen Greice não quer.

A ZH deve estar pensando em substituir Paulo Broassard, ou já antecipam sua morte?

Porque ambos foram do STF.

*

Ellen (2)

A ex-presidenta do STF,que se aposentou, vive hoje no Rio. Mora no Morro da Viúva, no Flamengo.

E está atuando na área do direito arbitral, o que fazia no começo de sua carreita.

*

Ellen (3)

A ex-presidenta do STF tem entre seus clientes a Fiesp e o empresário Eike Batista.

*

Ellen (4)

Já no plano sentimental, desfez o namoro com o coleguinha e ex-deputado do PDT Roberto D'Avila.

 

 

 

DIARIO DA PORTO VAZIA

MORREU A DONA CANO...

ERA CONHECIDA POR MAE DO CAETANO E DA BETHANIA....

PO MAS A VEINHA TINHA 100 E PICOS...TAVA NA HORA.

*

QUE CALORON QUE FEZ HOJE EM PORTO ALEGRE....

BAH, COMO CASTIGA O SOL QUANDO QUER.

*

Andei em Serafina 4 dias .Sabado,Domingo,Segunda e hoje de manhã.durante dois dias fui ao Correiro tomar banho na cachoeira, junto a ponte. a água tava bem fria, bemlegal.O povo era xexelento, como diz o Laurinho, mas como eu não posso ir a Punta, vou na cachoeira do Carreiro mesmo.

*
Não sei o que mas quem tem visto o preferito BICO BRANCO o tem achado " chocho". O que ouvi dias atrás é que o PMDB entregou um monte de ' papelada" ao promotor, ou seja, ao Ministério Público.

S erá que vem bomba pro lado do Bico Branco???

Sei lá, nunca se sabe!

*

Já de Guaporé, ali ao lado, ouvi dizer que o cara do PP que ganhou por 34 votos da chapa PDT/PMDB estaria pra ser degolado por estas coisas de eleição. Esperemos. Vou ligar pro Sagreira do TRE pra ver se tem algo contra o cara.

*

Fofoquinha de lençol da Serra: não darei os nomes: um ex- deputado estadual, que não se elegeu federal na última eleição , que hoje ocupa cargono Executivo EStadual, teve um affair com uma colega de partido que na última eleição era dada como prefeita certa no seu municipio. Ficou em terceiro....

 

 

 

Po ainda bem que o Guto escreveu. Pensei que tivesse se melindrado porque disse que tava de namoro com uma ex-do Glei Soares. Eu acho bobagem isto, mas tem quem se incomoda. vamos ouvir o depoimento do Juarez, muito legal(Olides)

No último programa Sonoridades de 2012 que vai ao ar nesta quarta (26.12), às 20h30min, pelos 1080 AM da Rádio da UFRGS apresentaremos um depoimento inédito gravado nos estúdios da emissora universitária do jornalista e crítico musical Juarez Fonseca.

Participações especias do jornalista Olides Canton e do arquiteto Paulo Bettanin

Produção e apresentação: Guto Villanova e Mozart Dutra

Operação técnica: Fernando Rabelo

Dá pra ouvir o programa pela web no http://www.ufrgs.br/radio/

Depois entraremos num recesso retornando só dia 06 de março de 2013

Abraços a todos e votos de um feliz natal e um super ano-novo!

Obrigado
Guto Villanova
Jornalista Mtb 16158

 

 

 

Una Petición muy ESPECIAL – Silvio Rodríguez

Estimadas (os) companheiras (os)

Divulgamos um pedido de apoio do cantor e compositor cubano, Silvio Rodríguez, endossado pela ACJM/RS e centenas de entidades de solidariedade no Brasil e em todo o mundo, para que assinem (no máximo até o dia 30/12) e ajudem a divulgar a petição que solicita ao governo estadunidense que dialogue com Cuba para viabilizar a troca do prisioneiro norte – americano Alan Gross pelos Cinco antiterroristas cubanos Gerardo Hernández, Fernando González, Ramón Labañino, Antonio Guerrero e René González.

Os “Cinco”- como carinhosamente são chamados em Cuba e pelos movimentos internacionais de solidariedade – há 14 anos foram presos e condenados nos EE.UU a duras penas quando tentavam evitar novos ataques a Ilha vindos das comunidades terroristas – anticastristas radicadas em Miami.

Alan Gross foi preso em Cuba por violar as leis do país ao implementar um programa do Governo de Estados Unidos para atentar contra a ordem constitucional cubana. “As ações realizadas por Gross em Cuba – com pagamento e à serviço do governo norte – americano - também são consideradas delito em muitos outros países do mundo, inclusive nos Estados Unidos”.

O pedido para um diálogo entre os dois países também visa a sensibilizar o governo estadunidense para que levante o criminoso e injusto bloqueio imposto há mais de 50 anos ao povo cubano.

Ressaltamos que é fundamental que a petição chegue a 25 mil assinaturas até o dia 30 de dezembro para ser recebida pela Casa Branca. A assinatura da petição está sendo considerada difícil por muita gente, pois segue as normas e condições técnicas da Casa Branca. Mas para a solidariedade nada é impossível!

O pedido de Silvio Rodríguez

O pedido de Silvio Rodríguez e a as instruções para assinar a petição estão no seu blog, no seguinte endereço: em http:// segundacita .blogspot. com.br/…

 

 

HISTORIAS DE NATAL

VIVIA NO PERU , EM LIMA, EM 1974,OU 75. MAS ACHO QUE ESTE NATAL FOI DE 1975.

TRABALHAVA NUMA PADARIA DE MONTERICO, UM BAIRRO CLASSE MÉDIA DE LIMA.

POIS LEMBRO QUE FIQUEI TRABALHANDO NA PADARIA ATÉ FECHAREM TODAS AS PORTAS E LEVEI PRA CASA ONDE MORAVA UM MONTE DE PÃO,CUCAS E AFINS.

FOI UM NATAL TRANQUILO QUE PASSEI COM AQUELA FAMILIA

A MULHER, DONA CARMEN NUNES DEL ARCO ERA SEPARADA, MAS GENTE TRI BOA...

Não me importo com presentes, estas coisas. Eu quero é paz, como diziam ....

 

 

 

OUTRO PORRE DE NATAL

 

 

nÃO FAZEM MUITOS ANOS QUE O CESAR TASCA

 

RESOLVEU FAZER UMA FESTA DE NATAL NO SEU AGAPIO, NA JOSE´DE ALENCAR.

 

( ESTE ANO PARECE QUE FARIA NUM SITIO, MAS NÃO FUI CONVIDADO)

 

Pois o Tasca começou a beber antes do meio dia, no bar do Felipe, o Metrópolis, nali na praça Antônio João, perto do Olimpico.

 

Chegou prontinho no Agapío. Eu estava lá e vi que o Tasca tava tri transtornado. Durante o churrasco de fim de ano - que foi num dia antes do Natal, - ele não comeu um pedaço de churrasco. Mas beb neu durante a tarde toda.

 

E disse quinhentos mil desaforos pros funcionários.

 

Uns ficaram quietos, mas uma copeira, ou que fazia a limpeza se ofendeu e não pinto mais no serviço.

 

Os demais nem deram bola, proque sabiam que o Tasca dizia aquilo só da boca pra fora.

 

 

Hoje o Tasca parou de beber. Estás só na Coca.

 

 

 

DE SERAFINA

 

O PORRE DO OLVIDES COMIN

 

Hoje, DIA 24 DE DEZEMBRO, É DIA TAMBÉM DE PORRES....O pessoal começa a beber cedo nas bodegas e quando chega de noite, chegam em casa num porre que vou te contar. E não raro fazem uns barracos brabos com a família, precisando da intervenção até da Polícia.

 

 

Pois alguns anos atrás, o inquilino do porão da casa do meu pai, se chamava OLVIDES COMIN. Bom churrasqueiro, costumava fazer sempre aos domingos uma carninha numa churrasqueira que tem ao lado da casa. Hoje como ninguém a usa, está bem desativada.

 

 

Pois o Olvides naquele 24 de Dezembro chegou pronto em casa. e começou a encher o saco da mulher, Salete.

 

Não se sabe como , se ele pegou uma faca, ou o que , o fato é que ele se cortou com a faca. Ali subiu pra casa onde moram meus pais e em casa tinha as duas filhas, no caso minhas irmãs Ana Maria( que está aqui) e a Alenir.

 

 

Comin que estava num trago federal começou a esbravejar contra a mulher e o filho. Aquelas tradicionais brigas de família, quando o cara chega bêbado em casa.

 

Ele subiu todo ensanguentado pra casa dos meus pais e ali, alguém sugeriu vendo o estado de bebedeira do Comin e seu corte que chamassem a Brigada.

 

Em pouco tempo três brigadianos chegaram, mas exageram. Um subiu e dois ficaram de revólver em punho,cercando a casa.

 

Minh airmã Alenir se escon deu num quarto, porque não queria nem saber do barraco.

 

Os brigadianos foram preparados pra algo muito pior e quando viram que era apenas um bêbado, mandaram-no pra casa, nem fizeram BO, porque senão o filho do cara ficaria incriminado.

 

No dia seguinte, cedo, enquanto minha mãe vinha pra missa( Natal na colônia sempre se vai pra missa) ela viu o Olivides Comin parado na frente da rodoviária pra tomar um ônibus.

 

Foi pra Bento, onde tem um irmão. Lá ficou quase meia semana, depois um dia o irmão o trouxe pra casa.

 

Comin ainda vive em Serafina, até onde sei, mas está meio que paralisado dentro de casa, por problemas de saúde.

 

Sempre lembro dele com uma caipirinha fazendo um churrasco nos domingos.

 

Ficou a lembrança do porre e do barraco, que sempre é lembrado na casa dos meus pais, principalmente em vésperas de Natal.

 

( Como dizia GGMarques, la vida no és lo que um vive, sino o que uno recorda e como lo recorda pra contar)

 

 

 

DE sERAFINA

 

Meu pai se lembra que perto do Rio Carreiro havia uma família de Portaluppi e que uma das moças da família se suicidou pendurando-se numa árvore por uma briga com um namorado.

 

- Antigamente havia o costume de se matarem quando alguém não queria mais um namoro.

 

Aliás, SErafina há um grande indicie de suicidios, porincipalmente por questões sentimentais. É só procuraram na delegacia de Policia.

 

Mas o assunto aqui é um tabu.

 

 

 

FRENTE A FREN TE

 

NO TUMULO DE GREGORIO

 

 

Armando Burd lembra que em 2004, quando esteve em São Borja fazendo uma série de matérias pra rádio Guaíba, foi levado por Percy Penalvo e Leonel Brizola, que estava na cidade, pro cemitério Jardim da Paz e que depois foram até o túmulo de Gregório Fortunatto.

 

Gregório, o Anjo Negro da história, foi morto na cadeia, quando tinha tudo pra sair dela, mas devia saber muito, né.

 

 

 

EXILADOS OUVIAM A GUAIBA

 

 

Os exilados brasileiros que viviam no Uruguai costumavam ouvir as notícias pela rádio Guaíba e também as Copas do Mundo.

 

Neuza Penalvo, que nasceu em 1965 no Uruguai me disse que as Copas do Mundo de 1966,1970,1974 e 1978 foram todas ouvidas pela sua família pela rádio Guaíba

 

Eles também escutavam o notíciário no caso o Correspondente Renner. Os pais faziam isto porque não queriam que os filhos perdessem ou não tivessem nenhum vínculo com o Brasil, país de sua origem.

 

E a música que cantavam era

 

MINHA TERRA TEM PALMEIRAS

ONDE CATA O SÁBIA

AS AVES QUE AQUI GORJEIAM

 

NÃO GORJEIAM COMO LÁ

 

 

NÃO PERMITA DEUS QUE EU MORRA

 

SEM QUE EU VOLTE PARA LÁ....

 

esTAS SÃO ESTROFES DA CANÇÃO DO EXILIO, DE GON ÇALVES DIAS.....

 

 

 

TERLERA NÃO FOI

NA SEXTA ULTIMA. O QUE TERÁ ACONTECIDO?

João Carlos Terlera, apesar de aposentado há trilhões de anos, não foi na Assembléia na sexta passada. O que terá havido, pensei...

Dificilmente ele deixa de pintar no pedaço. Chega lá todas as tardes, fica até quase oito da noite, quando começa o seu ritual de ir pra casa, que fica do outro lado da praça da Matriz.

Se benze diante de uma santinha que tem lá, depois na praça pára pra se benzer novamente em frente a Matriz.

Ainda é um bom repórter. Sabe quase tudo das redondezas da Assembleia, mas já soube muito mais. Quando assinava a coluna Bastidores, na ZH, tinha tanta influência que seu colega, Elvino Remussi, me jurou de pés juntos que viu deputados se ajoelhando pro Terlera publicar materias deles na sua coluna, tal a importância que tinha.

Terlera tem certeza que sua saída de ZH teve o dedo de um ex-governador.

Motivos: queria por um outro no seu lugar.Ou influenciar pra que outro colunista fosse pra lá.

O velho Terlera ainda se garante em algumas coisas.Como dar alguns furinhos. Mas já não tem a importância que teve um dia, é claro.

 

 

 

Laurinho, fica na tua ai em Torres, ou Passo de Torres. eu vim agora do rio Carreiro onde peguei um sol de cão.

mas valeu a pena. O sol aqui está escaldante...o rio Carreiro as vezes é uma delicia, como hoje. Um povaréu que vou te contar, mas eu não sou elitista quanto tu Lauro, que fala mal da coitada da mulher que pega um busun do Morro Santana e leva os filhos pra conhecer a feira do Livro. Como vocês intelectuais são elitistas. Pobre povo...

*

Fiquei contente hoje quando vi a coluna da Rosane.l Tava lá a noticia da URV da ALRS. Então prezado Laurinho prova que eu ainda entendo de que é noticia. Claro que ela viu no meu site de sexta,quando foi postado aqui e foi atrás da noticia. Loas pra este blogueiro.

*

Sabe quem sabe tudo da URV da Assembleia? O veio Terlera, que sexta não foi ...não imagino qu etenha acontecido

*

Aqui de Serafina não tem noticia. só lazer. Mas o Brasil pára nestasx horas.
*

Comemos churrasco aqui comprado no salão paroquial. Carne cara pra caralho. como anda cara a carne bovina.

*

A solução é comer as ' primas' como diziam os motoristas da Ouro e Prata,quando viam que tinha galinha no cardápio..

*

 

 

 

URV 1

LAURINHO, TU NÃO ME SURPREENDES DEFENDENDO O PAGAMENTO DA URV AOS BARNABÉS DA ASSEMBLÉIA. TU É UM BARNABÉ,DE UMA OUTRA INSTITUIÇÃO.

AINDA BEM QUE TU NÃO É CHAPA BRANCA. TEU SITE MOSTRA ISTO.

EM TEMPO. SE NÃO LESTES TUDO O QUE ESCREVI SOBRE O PAGAMENTO DE URV TE LEMBRO AGORA. O DEPUTADO FEDERAL MARCHEZAN JR. ENTROU COM UM PROJETO CONTRA O PAGAMENTO DE QUALQUER RESIDUO DE PAGAMENTO DE URV A FUNCIONÁRIOS TANTO DOS LEGISLATIVOS, EXECUTIVOS E JUDICIÁRIOS.

ESTE ERA OUTRO PROBLEMA QUE ESTAVAM ENCONTRANDO PARA PAGAMENTO DA URV DOS 5,2 MIL FUNCIONÁRIOS BENEFICIADOS DA ALRS.

QUE AO TODO CONSUMIRÃO MAIS 21 MILHÕES DOS EXAURIDOS COFRES DO ESTADO.

 

 

 

URV 2

Segundo Rosane de Oliveira, o superintendente Geral da ALRS,Fabiano Geremia, teria prestadoao jornal esta informação:

-A Cage não em poder de para impedir e estamos convictos de que não qualquer polêmica.

É uma decisão amparada pelo Tribinal de Justiça e pelo Tribunal de Contas disse a Rosane o funcionário da ALRS.

Aposta deste repórter: o valor será depositado nesta segunda, dia 24.12, como um papai noel de Postal aos funcionários da casa.

quem viver, verá.!

 

 

 

PAGAMENTO DE URV...

A Contadoria e Auditoria Geral deo Estado - Cage - andaram questionando o pagamento da URV(Unidade Real de Valor) aos funcionários da Assembléia Legislativa. Eles estão esperando o depósito para hoje, dia 24 de dezembro, um espécie de papai-noel do Alexandre Postal(PMDB) atual presidente da casa.

Ao todo,segundo Rosane de Oliveira, deste domingo, são 5,2 mil servidores que tem este direito.

Este site enviou email ao superintendente geral da casa ,Fabiano Geremia, depois de procurar a Secretaria da Fazenda do Estado que informou que somente a Assembléia poderia dar inofmrações sobre o pagamento destes valores. há 10 dias mas o funcionário nem retorno prestou.

 

 

 

De Serafina

A Luci, dona do hotelzinho aqui onde ficou, me disse agora há pouco que se mandará pro Toca\ntins no fim de ano.

- Vou pra minha outra casa, disse a gozadora da Lucimar.

Quaando ele foi presidente da Câmara Municipal - era vereadora do PTB - um dia ela assumiu por um mês no lugar do Polaco ( este que renunciou agora em outubro ao cargo de vice e colocou o irmão Leta, no seu lugar, deixando a coligação afundada...)

Mas vamos ao que quero contar que o passado é que me interessa neste caso.

A Lucimar mandou demitir meio mundo dos CCs que estava na prefa de Serafina, postos pelo Poli, como o chamam.Um dia encontrei o Polaco puto da cara com a Lucimar no Maruccus café, onde eles sempre vão e ele me perguntou:

-Pô este mulher demitiu todos os meus caras. Não sei o que ela quer.

Eu respondi muito tranquilo:

- O teu lugar, ora, Polaco.

Ele ficou queito.

A Luci largou a politica, embora ainda esteja filiada ao PTB

 

 

 

de sÃO bORJA.

Não sei se o secretariado do Farelo novo prefeito foi já anunciado. Mas diziam na semana passada, que a bandeira da educação, que era sempre do PDT foi rasgada porque a secretaria iria para um quadro do PT.

*

Leio sempre a Folha de são borja. a parte policial é muito bem feita. e isto que tem só uma repórter, não é formada e ela mesma faz as fotos. é isto que sempredigo: eu tenho a faculdade, mas não precisa dela pra ser jornalista. o cara nasce com isto ou não.

*

Os vereadores do PDT não estariampagando a contribuição partidária. Por isto a sede do Partido está até com os fones cortados. e isto que o pDT tem duas sedes, uma no centro, ou no Passo.

 

 

 

O Lauro prova que Torres lhe faz mal...aqueles post anteriores deve ser porque dormiu destapado, ou a Rosinha botou ele a cortar grama. Tava puto da cara e estravasou com a leitura sobre a Ipanema. Pois na casinha da JB ali se chamava Bandeirantes FM. queres apostar o que?

Natal e Ano Novo, sem falar, claro, no Carnaval, ainda mais quando faz bom tempo, como tem feito nestes dias, fazem felizes os hoteleiros e comerciantes de Torres. Neste fim de semana, não foi diferente. As fotos que vão em anexo são de sábado. As da praia são do fim da tarde, já não tinha muita gente. O pessoal, a esta hora, estava mesmo é no Camelódromo, comprando presentes de Natal. Torres virou uma praia "cosmopolita": vem para cá gente de todo o Estado, até de Serafina. Muita gente é da Grande Porto Alegre, Gravataí, Canoas, Esteio... Era um pessoal que antigamente veraneava em Tramandaí, Cidreira e Pinhal, mas que não aguentou a deterioração destas praias e aproveitou que o poder aquisitivo melhorou vindo para cá. Substituem os "hermanos", que já foram a alegria da hotelaria e do comércio de Torres. Com a crise atual, a presença de argentinos é mínima. Sempre vêm alguns, mas sem comparação com anos passados. Também não dá mais para dizer que Torres é "aristocrática", como ainda insistem alguns coleguinhas desinformados ou que funcionam à base de estereótipos. Muitos veranistas ainda são porto-alegrenses e caxienses, mas a quantidade de gente que vem de outras bandas é enorme. A ver se isso vai continuar quando o gargalo da 101 perto de Flops terminar. Acredito que boa parte dos que ficam por aqui, por estes dias, são os que não querem enfrentar a tranqueira da 101. Só o tempo (e o fim das obras no trecho próximo a Flops) dirá se a boa frequência atual de Torres é mesmo uma tendência firme. O que dá um alento neste sentido é a grande quantidade de edifícios que estão sendo construídos por aqui. Belas residências de endinheirados porto-alegrenses estão sendo postas abaixo para, no lugar, serem construídos espigões. Só aguardando mesmo para ver que bicho vai dar.
Lauro Dieckmann, de Torres.

 

 

 

 

Antes de viajar pra Serafina, de carona com minha mana que vive em Brasília - ela é um túmulo de silêncio,embora tenha até trabalhado no STF mas é funcionária da CEF - a Avani passou lá em casa, tocou a campainha e eu pedi esta foto que ela me mostrara na sexta...

Foi do apagão de quinta, que deu no bairro Petropolis. Mostra um cachorro dela,quieto(acho que o animal se chama Emily)

 

 

A "demissão" do Rech que tu estás fazendo tanto alarde até que tem lógica. Para fazer o programa semanal e o comentário diário na TV ele deveria ganhar algum extra, além do que ganha na rádio. Ora, numa época em que a TV Record dizem estar com sérios problemas, nada mais lógico que cortar na carne. E não me vem com essa conversa mole de que as duas participações do Rech eram, junto com o Balança as três maiores audiências da Recor/RS. Afinal, todas as TVs andam com audiêcia baixa, até a Globo. A Record, então, nem se fala. Portanto, os programas do Rech, por mais que tivessem a maior audiência da Record, não seriam nada lá grande coisa em termos de "ibope".

Agora, trocando de saco para mala, a TV Ulbra é que está com uma inusitada sucessão de programas locais. Ela herdou todos os programas da Guaíba feitos por produtores indepenentes. Praticamente toda a noite é ao vivo e produzida por gente daqui. Começa com o Guerrilheiros da Notícia, da Laura Alcaraz, depois entram o o Silva's, o Kadu, o Bibo e outros menos votados. Dos programas ao vivo da Guaíba, o único que desembarcou na Pampa foi o Programa do Clóvis, isso ainda ao tempo em que o Professor era vivo, os sobreviventes só continuaram lá. O caso Ulbra, para usar um termo da moda, é uma "situação interessante", mesmo que a maioria (para não dizer todos) dos programos seja marca-diabo (afinal, é o que temos, um retrato da decadência do Rio Grande do Sul).

 

 

 

Acho que o sábado,véspera de Natal, fez mal ao Lauro. O humor dele tá pessimo. Vem pra Serafina....Torres já era....(OLides)

O Mauro Borba começou na Ipanema quando ela já estava entrando em dacadência. Deu algum alento, mas depois foi para a PopRock. Não é a melhor fonte para falar sobre as origens da Ipamema.
Como tu mesmo reconhece que não és muito ouvinte dela, então não dá palpite furado sobre o que tu não conhece.

 

 

 

já te disse que a Ipanema começou na José Bonifácio. Mas tu não presta atenção. Depois é que, por economia, levaram para o Morro Sto. Antônio, para o prédio da Band. Eu entrevistei o Newton Fernando para a Visão ali na José Bonifácio. Depois que ela deixou o local, o ponto foi alugado para uma locadora de CDs. Agora, só porque era da Band tu acha que ela tinha que ter nascido no Morro. Nada disso, isso é puro chute teu.
E não está certo isso que tu escreveu que ¨NÃO HÁ NOTICIA DE ALGO SEMELHANTE NA ÁREA DAS COMUNICAÇÕES". Tu já esqueceu a Continental (não esta de agora, dos Gadret, mas a dos anos 60/70)?
Tá certo que teu saite seja uma bagunça, que tu não ganha dinheiro com ele, mas vê se pelo menos da informações corretas e coerentes. E pára com esse negócio se "não sei", "não lembro o nome", "acho que foi assim", "não tenho certeza". Jornalista que se preza não usa estas expressões. Ou sabe, ou se cala e vai pesquisar. E também não chuta...

Em tempo: sabe o que significa, na internet, escrever em CAIXA ALTA? Significa que quem escreve assim está GRITANDO! Ou seja, o sujeito é um mal-educado. Conforme as normas de boa educação da internet - como em qualquer atividade humana, a internet também tem suas regras de educação - NÃO SE USA CAIXA ALTA!

 

 

 

Ô, Tampinha, como é que um cara, como tu, que chia porque tentam te tomar míseros dois pilas para os garçons do Giovanaz (essa foi de última!) pode questionar que os funcionários da Assembléia recebam o dinheiro que lhes foi injustamente surrupiado do salário porque o Estado insistiu em calcular a URV em uma data errada? Não te mete a dar palpite em assunto que tu não domina. Fala dos maconheiros que iam para Garopaba os anos 70 que aí tu rende mais.

 

 

 

Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo
deste sábado que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Veja em especial o Túnel do Tempo com foto e matéria do
ex-Deputado Estadual Elmar Schneider(Schneidinha)
na época do Lawi equipe amadora de Estrela.
Abraço
Rudimar Thomas

 

 

SECRETARIADO DE FORTUNATTI.

ROQUE JACOBY, DO DEM, FOI PRA CULTURA.

No lugar da ' nulidade' que foi o Sergius Gonzaga. Vai e foi tarde!

Só estava lá porque Fogaça pediu a Fortunatti pra segurar o colega no cargo.Jacoby foi secretário estadual da Cultura, numa gestão anterior. Foi editor e dono da livraria Mercado Aberto. Também foi presidente da Câmara Riograndense do Livro(CRL).

Ultimamente, seus colegas livreiros estavam estarrecidos como ele mandava mensagens pelo computador defendendo o presidente Lula e os ' mensaleiros'. Estarrecidos, alguns dos ex-colegas não estavam entendendo nada.

*

Mauro Zacher, pra SMOV.

Do time do Vieirinha. Inimigo figadal da deputada Juliana Brizola. Uma briga de foice em baile de cego.

*

Luizinho Martins, presidente da Juventude do PDT, foi pra secretaria da Juventude.

*

Pompeo de Mattos, foi pro Trabalho.

O ' bombachudo' pegou a bandeira do Trabalhismo.é candidato declarado a deputado federal em 2014.

*

Eloi Guimarães, do PTB pra Adminsitração.

Não se reelegeu,depois de uma vida inteira como vereador. O velho apreciador de ' rinha de galo' agora vai comandar a Administração da prefeitura.

Eloi está sempre num cargo.

É suplente do senador Pedro Simon.

 

 

 


DILMA ESTARÁ HOJE, SÁBADO EM CAXIAS DO SUL INAUGURANDO UMA REPRESA.

A PRESIDENTA ESTÁ EM PLENA CAMPANHA DE REELEIÇÃO. E AQUI NESTA FOTO ESTÃO OS DOIS PROVÁVEIS CONTENDORES DE 2014. ELA E O SENADOR AÉCIO. MINAS VAI, OUTRA VEZ MAIS DISPUTAR A SUCESSÃO PRESIDENCIAL.

O dia 21 de dezembro ficará marcado na história do futebol mineiro, como a data de reabertura do Mineirão, depois de dois anos e dez meses de reformas para a Copa das Confederações de 2013 e para a Copa do Mundo de 2014. Apesar de as obras estarem prontas, o primeiro jogo da nova casa do futebol em Minas Gerais só vai acontecer em 3 de fevereiro, o clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro, abrindo o Campeonato Mineiro.

O novo Mineirão terá capacidade para 64 mil pessoas. O estádio ainda terá 80 camarotes, 106 catracas de acesso rápido e ainda a tribuna, para cerca de 3 mil jornalistas. Um dos destaques do estádio é o aproveitamento de energia solar, que será transformada em energia elétrica, gerando economia.

O estádio foi totalmente remodelado, mantendo apenas a fachada original, como explica o arquiteto Silvio Todeschi, que trabalhou no projeto do Mineirão. "A presença da fachada, pela forma como a área foi implantada, foi mantida e reforçada", disse.

A solenidade de reinauguração do estádio contou a presença de diversas personalidades do esporte e da política, entre eles a presidente da república Dilma Rousseff, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia e o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, que não escondeu a alegria ao ver o novo Mineirão.

"Este momento, 21 de dezembro, é tão ou mais importante que o 5 de setembro de 1965, quando o estádio foi inaugurado. Este novo Mineirão simboliza, com propriedade, o momento que Belo Horizonte está vivendo. O belo-horizontino terá como legado cada centavo que está sendo investido", declarou Márcio Lacerda.

 

 

PAGAMENTO DA URV

UM "PRESENTÃO "

DO PAPAI NOEL

PROS FUNCIONÁRIOS DA ALRS?

Os funcionários da ALRS estão ansiosos. Todos aguardam pra esta segunda, dia 24/12 , véspera de Natal, um ' presentinho' do Papai Noel, ou seja o pagamento de uma parcela da URV( Unidade Real de Valor) o embrião do Plano Real.

Acontece que já saiu no Diário Oficial da Assembléia, mas houve problemas junto a Contadoria Geral do Estado.

Tem gente que fez ' papagaio' em banco contando com o pagamento desta parcela da URV, mas até agora não foi pago, disse um funcionário do legislativo estadual.

Outro problema que embolou o meio de campo é um projeto do deputado federal Marchezan Jr(PSDB)

que restringe o pagamento de URV a todos o funcionalismo, tanto do legislativo, do Judiciário e do Tribunal de Contas,além do Executivo.

Os funcionários da ALRS estão aguardando pra esta segunda o depósito da parcela da URV. O último pagamento de uma parcela da URV fora feita quando Giovani Cherini-hoje deputado federal do PDT - foi presidente do legislativo estadual.

 

 

 

PP NÃO VAI A JUSTIÇA

CONTRA TARSO!

O presidente estadual do PP(Partido Progressista)Celso Bernardi disse que seu partido não ingressará judicialmente contra o governador Tarso Genro. As denúncias feitas contra o governador foram apenas no âmbito do discurso de ' mostrar a sociedade" que o governo atual,segundo Bernardi, é " um governo de papel,maiúsculo em discurso e minúsculo em realização"

Durante toda a coletiva, em momento nenhum Tarso foi criticado no campo pessoal. Apenas administrativo.

Bernardi é de opinião que falta gerenciamento" :

- É um governo de imobilismo, de incompetência de um gerenciamento deficiente, disse o presidente estadual do PP.

Ele disse que como partido de Oposição, cabe ao PP denunciar estas mazelas à sociedade.

Bernardi pegou os dois caderninhos que o governo do PT mandou fazer - de 2011 e 2012 e mostrou que este último repete o primeiro:

- Não tem nada de novo, disse ele, brandindo o livrinho do Governo de Tarso.

AUMENTOS?

- Ou Tarso tem tanta certeza que vai se reeleger, ou então que não vai se eleger, disse Bernardi, acerca dos aumentos que o governador está dando ao funcionalismo pra que sejam pagos de 2014 a 2018.

- Ao mesmo tempo que abre mão do protagonismo e do protecionismo indispensável, inerentes ao cargo do governador, como a defesa intransigente dos interesses maiores do Estado, como a distribuição dos royalties do pré-sal e a defesa dos produtos gaúchos na disputa mercadológica com os argentinos, o governador assume compromissos a longo prazo(2018) que ultrapassam o limite de sua gestão, disse o presidente do PP.

 

 

 

Belo Horizonte homenageia Ibsen Pinheiro

Ibsen Pinheiro foi homenageado com o Grande Colar do Mérito Legislativo, a maior honraria da Câmara Municipal de Belo Horizonte, na terça-feira, 18, na capital de Minas Gerais. Entre pessoas e entidades de diferentes áreas de atuação e tendo como patrono o ex-presidente da República, Itamar Franco, o ex-deputado gaúcho falou como orador em nome de todos os homenageados, afirmando que “o Grande Colar tem esse mérito excepcional que é voltar o olhar para quem atua no município, que é o local onde vivem as pessoas, onde estão os vizinhos, a vivência e a convivência”. Mas, a homenagem a Ibsen foi motivada pela relevância da sua atuação nacional e, especialmente, por sua liderança na discussão da redistribuição dos valores dos royalties do petróleo explorados no mar e concentrados em poucos estados privilegiados por injustiças fiscais históricas. Foi lembrado que a Emenda Ibsen que propôs a redistribuição da riqueza que não chega a todos, custou-lhe a cassação da medalha Pedro Ernesto em retaliação política do Rio de Janeiro.

DESTAQUES DA LISTA DE AGRACIADOS - GRANDE COLAR 2012
IBSEN PINHEIRO - Presidente PMDB / RS

MINISTRO CARLOS MARIO DA SILVA VELLOSO - Ministro do Supremo Tribunal Federal 1990 a 2006

FRANCELINO PEREIRA DOS SANTOS - Senador por Minas 1995 a 2003 - Governador por Minas 1979 a 1983

MARINA SILVA - Senadora da República 1995 a 2010

ARTHUR VIRGILIO NETO - Senador da Republica 2003 a 2011 - Prefeito Eleito de Manaus - Amazonas 2013/2016

IRINA BOKOVA - Diretora Geral da UNESCO

DOM JOAQUIM GIOVANI MOL GUIMARÃES - Reitor da PUC MINAS

 

 

 

COLETIVA DO PP

*

O " Grasmci" do PP esteve presente na coletiva. Falo de Percival Puggina. é o intelectual do partido

*

Lotou o pequeno plenário do 3 andar do velho casarão da praça da Matriz, do PP.

Todos corriam pra lá, porque fora tava muito calor

*

O que custa o aluguel daquele casarão??

*

Nas paredes da sala do PP, fotos de Marchezan, Victor Faccioni,entre outros. Todos políticos de um passado que ninguém mais quer lembrar.Ou alguém tem saudades da ditadura?

*

Uma foto maior que as demais se destaca na sala de conferencias do PP. Do ex-governador Amaralzinho. Por que será???

Grande colaborador do III Exército, soube adular os militares e ser indicado governador.E não fez um mau governo, não.

*

Amaral é aquele do ' PALMO E MEIO' O MAIS VIRULENTO ARTIGO ESCRITO POR UM JORNALISTA SOBRE UM POLITICO. TENHO A COPIA DELE.

*

Breno sempre dizia que se se fosse depois, não escreveria mais o artigo. Mas o artigo é produto do momento que ele vivia. E dizem que quem mais sacaneou o velho Breno, que tanto protegeu os milicos, foi o Jair, não o Amaral.

*

No livro que Valter Galvani escreveu sobre o Correião tem bons detalhes desta briga. E o livro é bom....

 

 

 

Assembleia

deve pagar URV

dia 24 próximo

Não foi hoje ainda que foi paga parcela da URV aos funcionários da ALRS.

Houve problemas na Controladoria Geral do Estado.

Houve problema é um projeto de lei do deputado Marchezan Jr(PSDB) que proibe qualquer pagamento de URV no país.

Judiciário de Tribunal de Contas já receberam

como também parte da URV foi paga pelo deputado Cherini,quando presidia a ALRS.

Funcionários que precisavam, ou contavam com o pagamento da URV estão em expectativa.

 

 

 

COLEGUINHAS

ARMANDO BURD

NO CASSINO

DE SANTO THOME

Em 2004,Armando Burd ainda trabalhava na rádio Guaíba, uma emissora de tradição e com grande potência.

Chega em todo o Estado e até fora dos limites do país, porque tem muito castelhano que a ouve( aqui um pequeno parentesis sobre a potência da Guaíba: os exilados brasileiros da ditadura de 1964, como Percy Penalvo, que tiveram seus filhos nascido no Uruguai, sempre obrigaram-nos a ouvir o CORRESPONDENTE RENNER, da Guaíba, que no caso chegava a Tacuaembó, no Uruguai, onde viviam trabalhando nas fazendas de Jango Goulart. Faziam isto que era pros filhos se criarem com as noticias vindas do país....)

Pois Armando Burd ficou alguns dias em São Borja fazendo uma série de matérias que as veiculou na Guaíba- ele apresentava o ESPAÇO ABERTO, um programa de política depois do meio dia, de grande audiência em todo o Estado.

Visitou então o prefeito Juca Alvarez, o Jucão, do PP e este lhe perguntou:

- Já fostes a Santo Thomé?

- Sim, respondeu Burd. Fui ontem à tarde.

Burd tinha pego um táxi e tinha ido passear numa tarde na vizinha cidade de São Borja, que atualmente é ligada pela Ponte que completou no dia 9 passado 15 anos de existência( foi inaugurada pelo FHC e pelo presidente Carlos Menem).

- Não, não, reagiu Jucão, tens que ir de noite.

Ai partiram no fusquinha do prefeito - que fora interventor na época que não se votava em São Borja, porque era considerada Área de Segurança Nacional - e foram prum cassino, um casarão muito bonito. Burd, que entende muito de música - ele começou no jornalismo fazendo uma coluninha sobre rock and roll na Ultima Hora - viu um conjunto que toca bossa nova. Ficou intrigado com aquilo, porque os caras tocavam e muito bem.
Quando o conjunto parou de tocar, ele foi falar com os músicos:

- DE onde vocês são?

- Somos do Rio de Janeiro. É que tocamos também em Buenos Aires e um fazendeiro nos traz aqui pro cassino pra tocar porque ele gosta.

Passo seguinte, Burd foi levado pro salão onde cerca de mil pessoas disputavam jogos na carpeta.

- Tais vendo aquele, e aquele outro foi dizendo Jucão, vive lá na prefeitura me pedindo desconto do IPTU.

 

 

 

Estimadas e estimados comp@s

Informamos que o Comitê Popular Memória Verdade e Justiça voltará a realizar as suas reuniões no mês de janeiro, e que os membros da sua coordenação estarão à disposição caso seja necessário. Um forte abraço a todas e todos e que em 2013 sigamos coesos e decididos a avançar no caminho da memória, da verdade e da justiça. Abaixo encaminho uma pequena análise sobre o Golpe do TSE, uma contribuição e um alerta para que sigamos fortalecendo a nossa luta.

Vânia

GOLPE DO STF AMEAÇA A DEMOCRACIA BRASILEIRA.

O Supremo Tribunal Federal quer fazer valer ao extremo o nome (supremo), golpeia o ART. 55 da Constituição Federal de forma escancarada e retira do Poder Legislativo a prerrogativa exclusiva de cassar mandatos para apressar a cassação e prisão dos deputados do mensalão e abrir precedente para cassações futuras. Por uma votação apertada, apenas 5 vot os contra 4, com desempate favorável pelo Ministro Celso de Mello, ala direita volver do STF patrola descaradamente os parágrafos 2º e 3º do Artigo 55 da Constituição, que prescrevem cristalinamente:
§ 2º - Nos casos dos incisos I, II e VI, a perda do mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por voto secreto e maioria absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
§ 3º - Nos casos previstos nos incisos III a V, a perda será declarada pela Mesa da Casa respectiva, de ofício ou mediante provocação de qualquer de seus membros, ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
Não há a menor previsão em todo o Artigo 55 de prerrogativa alternativa de cassação parlamentar pelo STF. Entretanto, a maior corte de justiça do país, a qual é imputado o dever de zelar pela Constituição da república, simplesmente a viola de maneira surpreendente, em plena vigência do estado democrático de direito, em um dispositivo de caráter institucional importantíssimo, criando perigoso precedente para a democracia. A única cassação de deputado pelo STF deu-se, não por coincidência, no período de exceção, ou seja, na época da ditadura militar.
As manifestações dos ministros aprovadores são previamente ameaçadoras em direção ao Congresso, em especial ao presidente da Casa, deputado Marco Maia, já ameaçado, por Celso de Mello, de imputação de crime de prevaricação caso "não cumpra a decisão do STF".
Poderá ser a maior crise institucional no Brasil desde o golpe de 1964 e séria ameaça à ordem democrática de estado de direito, caso não haja reação enérgica do Legislativo, o qual tem poder de decretar impedimento (impeachment) de ministros do STF.

 

 

 

PEGAMOS UM PUTA CONGESTIONAMENTO...na Tabaí Canoas na vinda esta manhã pra Serafina.

Não sei o que foi, não era acidente. Atrasamos uma hora a viagem. Meus pais já tinham almoçado. Mas vi um acidente com uma motoqueira, estirada no chão em plena BR-386, a rodoviia Leonel Brizola.

Minha irmão não quis parar o carro pra fotografar. ela não gosta.

Enfim,de tarde fui até a capela São Pedro e fiz boa caminhada. aqui tá calor, mas agora àq noite refrescou.

Não tou ouvindo foguetes, como dos outros anos.

 

 

 

Morreu o ex-prefeito de Lajeado (1973-1977),Alípio Hüffner, aos 86 anos.
O velório aconteceu hoje no CTG da cidade de Serio, até às 11h, lá onde havia rece­bido o título de Cidadão Seriense por ter incentivado e viabilizado a emancipação de Lajea­do.

Depois disso, o velório acontece nas câmaras mortuárias do Florestal, capela “B”, com o sepultamento previsto para às 17h, no cemitério evangélico velho de Lajeado.
Hüffner nasceu em Estrela em 1926 e estudou no Colégio Evangélico Alberto Tor­res.

Aos 14 anos foi estudar em São Leopoldo. Depois do Serviço Militar, com bolsa de estudos foi para os Estados Unidos.

Como prefeito “imprimiu um caráter empresarial à sua administração, de cunho dinâmico e transparente, primando pela honestidade e gradual popularidade. Criou a descentrali­zação administrativa, o que chamava de Mutirão para o Desenvolvimento, deslo­cando para sedes distritais todo o seu secretariado nos fins de semana como forma de integração com a comunidade.”

“Na Educação execu­tou o projeto pioneiro no Brasil da Unidade Móvel de Atendimento Diversifi­cado. Em dois ônibus foram montados os equipamentos necessários para as aulas de técnicas domésticas, industriais, comerciais e agrícolas.”

Fonte: http://www.jornalahora.inf.br/?oxi=lerNoticia&noticiaId=67&jid=12

 

 

 

Olha aí a Manu,gente!

 

 

 

29º PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO

 

 

 

FOI INAUGURADO AGORA HÁ POUCO O NOVO HALL DE ENTRADA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA. ESTÁ COM CARA DE MAIS ELITE. SE PARECE AO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, ALGO ASSIM.

TIRARAM TODA A FOLHETERIA E COLOCARAM AS FOTOS DOS EX-PRESIDENTES...

TAMBÉM FOI INAUGURADA A FOTO DO ADÃO VILLAVERDE, O ULTIMO PRESIDENTE,ANTES DO ATUAL , POSTAL.

 

 

POR VIA DAS DÚVIDAS, DEVER CUMPRIDO
Por Carlos Chagas
Advogados dos réus do mensalão indignaram-se diante da iniciativa do Procurador-Geral da República de pedir a prisão de seus clientes um dia depois de encerrados os trabalhos do plenário do Supremo Tribunal Federal. Acusaram Roberto Gurgel de evitar uma decisão colegiada da mais alta corte nacional de Justiça, preparando, assim, a solução monocrática do presidente da casa e relator do processo, Joaquim Barbosa.

À previsível recusa da prisão pela maioria dos ministros segue-se a hipótese de ser dada efetividade às condenações que, por conta de embargos, poderiam ser proteladas durante todo o próximo ano. Seria a desmoralização de um dos mais importantes julgamentos de nossa crônica judicial.

Por conta disso, o Procurador-Geral definiu a hora certa para entregar sua petição, que de ontem para hoje pode ter sido ou será despachada pelo presidente-relator, conhecido pela rigidez de suas posturas.

Mas teria sido apenas essa a motivação de Roberto Gurgel para surpreender os mensaleiros e pedir o imediato cumprimento das sentenças a eles devidas?

Pode ser que não. Hoje é um dia especial, ao menos para os que crêem em astrologia, misticismo, fantasias e na fragilidade do universo onde nos encontramos. E se por artimanhas do Destino o mundo acabar antes da meia-noite, conforme vaticínios dos Maias e de Nostradamus? Por via das dúvidas, pode ter pensado o chefe do Ministério Público, seu dever estará cumprido. O resto fica por conta de Joaquim Barbosa. Caso o mundo não acabe hoje, como todos esperamos...
MOTIVAÇÃO VARIADA
Prisões de réus ainda sem sentença transitada em julgado devem-se a motivações variadas. Para evitar fugas, por exemplo. Ou para preservar a paz pública, no caso de periculosidade de muitos quando em liberdade. Mas também para dar efetividade a condenações capazes de ser procrastinadas. É usual no Judiciário brasileiro assistir penas serem adiadas por anos a fio, por conta da sagacidade dos advogados dos apenados ou da leniência dos julgadores.
PARTIDOS E VITAMINAS
Pouco antes da posse do Lula na presidência da República o PT entrava em orgasmo cívico. O partido iria para o poder e havia, entre outras, uma razão maior: a democracia. Graças a ela e seus predicados, os companheiros apresentavam-se como vitaminados, fortes o bastante para aplicar suas propostas e seus modelos de mudar o país.

Depois, foi o que se viu. Em paralelo a um governo que realizou óbvias e inegáveis mudanças no plano social e político, o PT passou a adotar práticas usuais nos demais partidos, ou seja, locupletou-se com nomeações injustificáveis, negócios fajutos e arrogância desmedida. A vitamina, em excesso, fez efeito contrário no organismo petista. Os ponteiros do relógio da ética andaram para trás, ainda que a História continuasse a andar para a frente.

 

 

 

Aprovados descontos no pagamento do IPTU e Taxa de Coleta de Lixo para o exercício 2013

A cada começo de ano, os proprietários de imóveis urbanos, residenciais e não residenciais devem pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) bem como, a Taxa de Coleta de Lixo. O valor do IPTU varia conforme o tamanho, tipo e localização do imóvel. Anualmente, no mês de fevereiro, a Prefeitura encaminha para o endereço, através dos Correios, o carnê do IPTU e Taxa de Coleta de Lixo com valores já calculados e com as opções de pagamento integral com desconto ou de parcelamento, sem desconto, do valor anual correspondente ao imóvel. Já os proprietários de terrenos baldios devem retirar o carnê diretamente na agência dos Correios.
Quanto a taxa de coleta de lixo, a cobrança é feita pelo metro de construção, por isso, os terrenos baldios estão isentos do pagamento. Quem desejar requerer a isenção desses dois tributos, tem de março a junho de cada ano para fazer isto.
Para que os proprietários possam se organizar e com isso gozar dos descontos, a Prefeitura de São Borja divulga os percentuais de abatimento no pagamento em quota única do IPTU e Taxa de Coleta de Lixo no exercício 2013, aprovados pela Lei Municipal nº 4.641, de 18/12/2012. Confira:

IPTU

- Os contribuintes estiverem em débito referente ao IPTU de 2012, terão 10% de desconto;
- Aos contribuintes que tiverem quitado integralmente o IPTU de 2012, até o dia 28 de dezembro de 2012 será dado 20% de desconto.

TAXA DE COLETA DE LIXO

- Os contribuintes que estiverem em débito da Taxa de Coleta de Lixo de 2012, terão 20% de desconto;
- Aos contribuintes cujo a Taxa de Coleta de Lixo de 2012 estiver integralmente quitada até o dia 28/12/2012, será concedido desconto de 40%.

O calendário anual dos tributos municipais que fixa as datas de vencimentos ainda não está estabelecido, porém com a previsão de manter o vencimento da Cota Única em 15 de março de 2013. A correção do IPTU e da Taxa de Coleta de Lixo ainda não está definido e aguarda divulgação do Índice Geral de Preços ao Consumidor (IGP-M).

 

Nota à imprensa

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito, informa que dos dias 26 à 31 de dezembro, o estacionamento rotativo nas ruas General Marques e Cândido Falcão, estará parcialmente ocupado e na rua Aparício Mariense, o sistema será totalmente bloqueado. O motivo é a exposição de maquinários da Prefeitura de São Borja.

 

--
Atenciosamente,
-

DECOM – Departamento de Comunicação da Prefeitura de São Borja

 

 

 

O NOVO HALL DE ENTRADA DA ASSEMBLÉIA.

FICOU ASSÉPTICO. E COM AS BANDEIRAS DE TODOS OS ESTADOS.

MAS TIRARAM AS REVISTARIAS. ASSIM QUE NÃO TEM MAIS ESSA DE DEIXAR JORNAIS PRA PEGAR. ADEUS TIA CHICA...OS JORNAIS QUE ERAM LARGADOS ALI NÃO MAIS!

 

 

de são borja

O PDT SIFU....

NA LINGUAGEM DOS MAGRINHOS DOS ANOS 70, O PDT DE SÃO BORJA SIFU....está sem dinheiro até pra pagar o Telefone. E isto que foi governo dois mandatos na prefeitura local e que agora elegeu novo prefa.

Mas o que fizeram com o PDT?

*

Outra

em 1996, quando Paulo Maurer era prefeito do PMDB e Luiza Gattiboni, a vice, do PDT, o partido de Leonel Brizola construiu duas sedes na Terra dos Presidentes.Uma no centro e a outra no bairro populoso do Passo. O presidente do PDT local era então o falecido trabalhista Percy Quartiero Penalvo.

 

 

COLEGUINHAS

João Borges de Souza fez cirurgia .

*

Deu pânico na TV Record hoje com a demissão do RECH na ultima terça, dia 18/12

 

 

COLETIVA DO PP

COLEGUINHAS NA COLETIVA DE CELSO BERNARDI, HOJE, NA SEDE DO VELHO CASARÃO DA "GLORIOSA ARENA".

Serginho Araujo, e colegas da Gaucha , da ZH e Voltaire Porto, da Guaíba

 

 

 

Memórias de Campanha

' VÃO BEBER CACHAÇA, SEUS MERDAS!!!"

O SERGINHO ARAUJO É UM GRANDE CONHECEDOR DE HISTÓRIAS DE CAMPANHAS POLÍTICAS. QUEM METE O PÉ NA ESTRADA, SEMPRE TEM ALGUMA COISA DE BOA PRA CONTAR.

HOJE ELE TAVA ALI NO PP COORDENANDO A IMPRENSA PRA COLETIVA.

E LEMBREI DE UM FATO QUE ELE ME CONTOU DE UMA CAMPANHA EM QUE O CELSO BERNARDI, O MESMO QUE DEU A COLETIVA AGORA A POUCO,ERA CANDIDATO A GOVERNADOR.

CHEGARAM EM SÃO BORJA E LÁ QUEM CANTAVA DE GALO ERA O PREFEITO JUCA ALVAREZ, O JUCÃO, ASSIM CHAMADO PELA POVO...

POPULAR, O JUCÃO, QUE JÁ FORA INTERVENTOR NO TEMPO DOS MILICOS E QUE DEPOIS GANHOU ELEIÇÕES DA OPOSIÇÃO, RECEPCIONOU A COMITIVA DA VELHA ARENA PRO COMÍCIO DA CAMPANHA A GOVERNADOR DE BERNARDI.

FORAM PRUMA DESTAS VILAS DE SÃO BORJA ONDE O POBRERIO CAMPEIA...
E ONDE A CACHAÇA CORRE COMO MEL A CÉU ABERTO..

LÁ CORRIA O PAPO DE JUCÃO HAVIA PROMETIDO ÁGUA E MAIS ÁGUA PRA VILA. MAS A TAL DE ÁGUA NUNCA FOI POSTA LÁ E O POVO SOFRIA COM A FALTA DE ÁGUA.

SERGINHO ARAUJO ME CONTOU QUE SENTIU O CLIMA PESADO CONTRA O JUCÃO, QUE SE GABAVA DE SER ALTAMENTE POPULAR NAQUELA VILA. SERGINHO ATÉ FICOU OLHANDO COM O RABO DO OLHO PRA ONDE ELE FUGIRIA CASO AQUELES CARAS TODOS PARTISSEM PRA CIMA DO PALANQUE QUE IMPROVISARAM NAQUELE CAFUNDÓ DE JUDAS.

DAÍ QUE UM DOS BEBADOS NÃO PARAVA DE TORRAR O SACO

- QUEREMOS ÁGUA, QUEREMOS ÁGUA, QUEREMOS ÁGUA!!!

JUCÃO IRRITOU COM AQUELE BEBADO ENCHENDO O SACO E REPETINDO O MANTRA DE QUEREMOS ÁGUA, QUEREMOS AGUA.

E AÍ DISSE A RESPOSTA QUE SERGINHO ACHOU QUE DARIA MERDA.

- pra que agua seus merdas se vocês só BEBEM CACHAÇA!!!

Não deu furuncho, mas que o Jucão nunca mais pôs os pés naquela vila, com certeza, isto é fato.

 

 

 

'Conceição', o nome do petróleo do pré-sal
Carlos Chagas

Sem dúvida, o ano vai terminando pior do que começou. Do julgamento do mensalão à Operação Porto Seguro, da presença de Marcos Valério, Carlinhos Cachoeira e Rosemary Noronha no noticiário, a conclusão não pode ser outra. O diabo é que em meio a tantas lambanças, pouca gente se dá conta do ridículo também ocupando o centro do palco. Fala-se da mais nova tertúlia entre Judiciário e Legislativo, referente aos royalties do pré-sal, perigosa ante-sala de uma

Só rindo, porque brigam a respeito de uma riqueza enterrada no fundo do mar. Quando os municípios sem petróleo receberão os percentuais que reclamam? Por enquanto, no dia em que o Sargento Garcia prender o Zorro. Alguém pode informar como vão os trabalhos de extração no pré-sal? Terá a Petrobrás condições de fixar um prazo, mesmo para daqui a dez ou vinte anos?

O petróleo do pré-sal merece um batismo. Deveria chamar-se “Conceição”, aquela que, se subiu, ninguém sabe, ninguém viu. Vem de outros poços situados no litoral do Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo os recursos agora reclamados pelas demais unidades da Federação como se fossem do pré-sal. Lá do fundo, mesmo, nada, tendo em vista o custo monumental da iniciativa e a falta de recursos das empresas públicas e privadas.

Engalfinham-se e agridem-se para quê, os poderes da União e os Estados? Lembram os Cavaleiros de Granada descritos por Cervantes: “alta madrugada, brandindo lança e espada, saíram em louca disparada. Para quê? Para nada…”
ÚLTIMO PRESENTE AO VELHO GUERREIRO

Todo-poderoso interventor no Japão, depois de terminada a Segunda Guerra Mundial, o general Douglas MacArthur recebeu a notícia da invasão da Coréia do Sul pela Coréia do Norte. Comentou com a mulher: “É o último presente do Destino para um velho guerreiro”. Lançou-se em mais uma guerra, que aliás não terminou, demitido que foi pelo presidente Truman, porque queria invadir a China.

A historinha tem sua razão de ser por aplicar-se ao senador José Sarney. Estava posto em sossego, tendo até ocupado interinamente por três dias a presidência da República. Deixará a presidência do Senado em fevereiro e já anunciara a disposição de não concorrer a novo mandato de senador, em 2014.

Pois não é que de repente vê-se no olho do furacão, obrigado a contestar o Supremo Tribunal Federal ao autorizar a pirueta da votação de 3 mil vetos da presidência da República numa única sessão do Congresso, para permitir à maioria parlamentar derrubar ato da presidente Dilma Rousseff? Em nome da afirmação do Legislativo, não hesita em desafiar Executivo e Judiciário.

Apesar das aparências, no fundo é disso que ele gosta: confusão, briga, conflitos institucionais, holofotes e, se possível, a vitória. Mesmo sob o manto da conciliação.

VEXAME

Do vexame da CPI do Cachoeira, nem há que falar. PSDB, PMDB e PT acertaram-se para que ninguém fosse indiciado, salvando-se todos, entre mortos e feridos. Nem os governadores Marconi Perilo e Agnelo Queirós, nem o empreiteiro Fernando Cavendish, muito menos a empresa Delta. O relatório final faz as vezes de réquiem para as Comissões Parlamentares de Inquérito. Depois dessa, nunca mais se constituirá outra.

A RADIO DOS LOUCOS

CHEGA AOS 29 ANOS....

a RADIO DOS LOUCOS, DOS MACONHEIROS, DOS CABELUDOS. ASSIM SEMPRE FOI VISTA A IPANEMA FM, QUE CHEGOU AOS 29 ANOS E FEZ UM SHOW NO OPINIÃO PRA COMEMORAR ISTO, NA QUINTA Á NOITE.


NÃO SOU MUITO OUVINTE DELA, NÃO, MAS NUMA ÉPOCA OUVIA NO SABADO DE TARDE UM MALUCO QUE TEM UM PROGRAMA DAS 4 EM DIANTE...GOSTAVA MUITO DELE...NÃO LEMBRO AGORA O NOME, MAS É UM CANTOR.

NÃO TEM NINGUÉM QUE TENHA O NOME ASSOCIADO A RÁDIO TANTO QUANTO O MAURO BORBA QUE ESCREVEU UM BOM LIVRO SOBRE ESTE FENOMENO DE RÁDIO E A KATIA SUMAN, QUE JÁ FOI PRA TEVE COM MAS VOLTOU PRA IPANEMA.

ACHO QUE A IPANEMA HOJE ESTÁ BEM MUDADA...COMO DISSE, NÃO OUÇO MUITO ELA NÃO.

DE QUALQUER MODO É UMA RÁDIO QUE DEU CERTO, PRUM PUBLICO CERTO.

NO SEU LIVRO PREZADOS OUVINTES, MAURO BORBA QUE HOJE ESTÁ NA ULBRA POP ROCK, CONTA QUE ELE ERA MUITO IDENTIFICADO E RECONHECIDO COMO A CARA DA IPANEMA. E QUE UM TAXISTA UM DIA LHE DISSE:

VOCES SÃO MUITO LOUCOS NAQUELA RÁDIO, DEVE ROLAR UMA FUMACEIRA LÁ. VAI, CONTA AÍ!!!"

mAURO DISSE AINDA QUE O CARA FEZ QUESTÃO DE FUMAR UM COM ELE ...

COMO SURGIU

A IPANEMA FM SURGIU DA EX-DIFUSORA. FOI CRIADA EM OUTUBRO DE 1983. SEU PRIMEIRO ESTÚDIO FOI NO MORRO SANTO ANTONIO - SÓ PODIA SER PORQUE A DIFUSORA ERA DOS CAPUCHINHOS. NÃO HÁ NOTICIA DE ALGO SEMELHANTE NA ÁREA DAS COMUNICAÇÕES.

A IPANEMA FM NO COMEÇO TINHA A MESMA ESTRUTURA DA BANDEIRANTES FM, ONDE O PESSOAL FAZIA AQUELAS LOUCURADAS TODAS E POR ISTO FORAM MANDADOS EMBORA POR SÃO PAULO.

MAS ELA MANTEVE APROGRAMAÇÃO DA BANDEIRANTES FM. MUDOU APENAS O DIAL.PASSOU DE 99.3 PRA 94.9 E MUDOU AINDA O NOME, CLARO.

MAS O MAIS INTERESSANTE FOI A ESTRATÉGIA UTILIZADA PRA QUE O PÚBLICO QUE OUVIA A BAND FM ONDE OS LOUCOS DO ROCK NÃO TINHAM CONSEGUIDA GRANA, SOUBESSEM ONDE ENCONTRA-LOS. FICOU ACORDADO QUE POR 15 DIAS IPANEMA E BANDEIRANTES ENTRARIAM EM CADEIA.

DEPOIS DISTO CADA UM SEGUIRIA SEU CAMINHO. ENTÃO A TURMA QUE FAZIA AS RADIOS SENTIU A ESTRANHA SENSAÇÃO DE FALAR PRA DUAS RÁDIOS AO MESMO TEMPO.
UM DIA MAURO BORBA, DURANTE ESTE PERIODO , ESTAVA ENTREVISTANDO AO VIVO LUIS MELODIA E AS PESSOAS LIGAVAM SEM SABER O QUE ACONTECIA.
MELODIA NÃO ENTENDEU O QUE ACONTECIA MAS CURTIU SUA PREGUIÇA:

- ASSIM NÃO PRECISO IR NAS DUAS RÁDIOS, IRONIZ0U.

eU FALO AQUI E MATO DUAS RÁDIOS AO MESMO TEMPO.

( COM O AUXILIO DE PREZADOS OUVINTES, DE MB)

--

 

a carta e os tres caras com os dizeres.da esq para a dir Serginho Ros,Joprge Costa Neto(presidente da Alcoa para a América do Sul) e o embaixador Pedro Luiz Rodrigues

' corredores do Itamaraty"!


aRRUMANDO MEUS BAGULHOS LÁ EM CASA, HOJE, MINHA PAPELADA QUE NÃO PARA DE CRESCER ENCIMA DA MESA, ENCONTREI ESTE JORNAL E ESTE BILHETE DE JULHO PASSADO.

O SERGINHO NELE ACABA DANDO UMA PUTA INFORMAÇÃO, QUE NÃO ME DEI CONTA NA ÉPOCA. O PEDRO LUIZ RODRIGUES ,AQUELE QUE FEZ O PRESIDENTE COLLOR TIRAR A ALIANÇA DO DEDO( OLHA A FOFOCA) ESTÁ,SEGUNDO O SERGINHO, ' NOS CORREDORES DO ITAMARATY' PORQUE ESTA BRIGADO COM O MINISTRO PATRIOTA.

NÃO SEI SE AINDA ESTÁ ASSIM A SITUAÇÃO, MAS O SERGINHO MANDA UMA BAITA INFORMAÇÃO.

NEM SEI SE ALGUÉM AI DA IMPRENSA TINHA DADO ESTE FUXICO....

O CARA EU SEI QUEM É...FOI PORTA-VOZ DO COLLOR E DIZEM OS COLUNISTAS SOCIAIS TERIA TIDO UM AFFAIR COM A ENTÃO PRIMEIRA DAMA( OLHA ESTA AQUI NÃO É A REVISTA CONTIGO, MAS QU EUMA FOFOQUINHA É BOA, É....)QUE O DIGA O MENDELSKI, QUE SEMPRE TEM UMA NA GUAIBA.




RECH

LUIS CARLOS RECH FOI DEMITIDO DA TV RECORD.

Será que tá garantido na Guaíba????

Luiz Carlos Reche sai da TV Record

É rECHE, TE CUIDA! aCHO O PADRE MARCELO NOSSO UM CARA COMPETENTE E LEGAL COM OS COLEGAS. COMIGO SEMPRE FOI. QUERO LHE EMPRESTAR MINHA SOLIDARIEDADE(oLIDES)

Jornalista foi dispensado nesta terça-feira, mas permanece na Rádio Guaíba
Luiz Carlos Reche deixou a emissora nesta terça-feira

O jornalista esportivo Luiz Carlos Reche foi surpreendido nesta terça-feira, 18, pela demissão da TV Record RS. De acordo com ele, o motivo do desligamento foi uma orientação da emissora nacional, que promove mudanças na programação. Até então, o jornalista apresentava o Esporte Record, aos sábados, e tinha um comentário diário durante o telejornal Rio Grande no ar, comandado por André Haar, das 7h10 às 8h30. Chefe do Departamento de Esportes da Rádio Guaíba, ele permanece na emissora.

Conforme Reche explicou ao Coletiva.net, a surpresa ocorreu por estar em férias e ser chamado durante este período para receber o comunicado de desligamento. “Além disso, há um mês fui chamado pela direção para me dizerem que, entre os programas de maior audiência da TV, estava o Balanço Geral em primeiro, o Esporte Record em segundo, e o meu comentário pela manhã em terceiro”, contou o jornalista.

Reche estava na emissora havia quase cinco anos, tendo sido o primeiro apresentador do Balanço Geral. No Grupo Record, está há 28 anos – desde a época do comando de Breno Caldas. Ao falar de projetos futuros e próximos passos, foi lacônico: “O futuro a Deus pertence”.

Mendes Ribeiro


O Ministro da Agricultura,Mendes Ribeiro esteve na diplomação hoje do seu filho,Pablo, a vereador de Porto Alegre.

DE COCHEIRA


A suplente de vereador, pelo PP, Monica Leal, irá assumir na Câmara Municipal.


*Também o neto de Jango, Cristhopher Goulart é dado como vereador. Ele é sexto suplente da colitação.

*Pedro Américo Leal está com Mal de Alzheimer.

*Foi ex-vereador da capital e um dos primeiros titulares do ' GUERRILHEIROS DA NOTICIA' DE FLÁVIO ALCARAZ GOMES.

O bronco do BRITTO!


o EX-GOVERNADOR ANTONIO BRITTO FILHO deixou uma imagem de bronco, de tosco, quando passou pelo governo gaúcho.Em alguns destes episódios, de grosso mesmo.( por favor, eu não estou nesta briga de Olívio X Britto)


DIGA-SE DE PASSAGEM QUE ELE NÃO É O UNICO TOSCO QUE LIDA NA POLITICA. TEM OUTROS, POR AÍ.


MAS OS EPISÓDIOS DE BRITTO SÃO INÚMEROS.

Rogério Kerber lembra que em 1997, num encontro dos colonos produtores de suínos ele fez o pronunciamento no evento e o governador que falou por ultimo lhe passou um pito:

- Empresários nunca gostam de pagar impostos, mesmo.

O que os produtores de carne suína queriam era equiparar os impostos da carne bovina a suína.

 

FOTOS DA ENTREGA DO PREMIO DIREITOS HUMANOS, DO MJDH

A MORTE DE TANCREDO...



No livro de Antônio Britto - ASSIM MORREU TANCREDO - ditado para Luis Claudio Cunha, está reproduzido o rabisco do anúncio da morte do presidente. Então já esperavam...só faltava hora dia ...Como se pode ver pela reprodução

EX-PRESIDENTE GREMISTA

o EX-PRESIDENTE GREMISTA,HELIO DOURADO, ESTEVE NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PRA PRESTIGIAR A DIPLOMAÇÃO DOS NOVOS VEREADORES DA CAPITAL.

DOURADO FALA SOZINHO


o EX-PRESIDENTE DO GREMIO HELIO DOURADO FALA SOZINHO, NESTE MOMENTO. AGORA DE TARDE ESTEVE NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA. DEVE TER SIDO ALGUMA HOMENAGEM, PORQUE VI TAMBÉM O SERGIO ILHA MOREIRA.

DOURADO AO NÃO DEFENDER A ARENA FICOU FALANDO SOZINHO. CLARO QUE O OLIMPICO É A CARA DELE...

MAS NENHUMA INSTITUIÇÃO É MENOR DO QUE QUALQUER PESSOA. OS PAPAS MORREM, O MAURICIO MORREU E A RBS CONTINOU...TE TOCA, DOURADO.

OS comerciários querem parar!


TEVE AGITO ONTEM NA ESQUINA DEMOCRATICA. OS COMERCIÁRIOS DA CAPITAL PROMETEM PARAR ANTES DO NATAL. VAMOS VER O QUE VAI ESTA RONHA

NOVO ESPAÇO DOS EX-PRESIDENTES


SERA INAUGURADO HOJE, DIA 20/12 O NOVO ESPAÇO DOS EX-PRESIDENTES DO LEGISLATIVO ESTADUAL. FICA NA ENTRADA DO PRÉDIO, ONDE ANTES ESTAVA A PORTARIA, A CHECAGEM DE QUEM ENTRA NO PRÉDIO.

O HORÁRIO MARCADO É 13 HS 30 MIN.

POSTAL VAI A MISSA E COMUNGA!

na terça, depois de uma tarde em que a votação do projeto do Governador Tarso sobre educação - piso do magistério - foi adiada pro dia seguinte, o presidente da ALRS, Alexandre Postal pegou uma missa na capelinha da AL.

E tomou a comunhão, como dizem os católicos.

ESTA CAPELA AO QUE ME CONSTA FOI FEITA NO TEMPO DO ZAMBIAZI, QUANDO ELE PRESIDIU O LEGISLATIVO ESTADUAL

O"IGREJERIO" PEDRO SIMON

sE aLEXANDRE POSTAL SEGUIR O EXEMPLO DE PEDRO SIMON PODERÁ CHEGAR A GOVERNADOR. TODO MUNDO SABE QUE ESTE É UM PROPOSITO DELE. SIMON NÃO PODIA, PELOS MENOS EM 98, QUANDO PERCORREU O ESTADO EM CAMPANHA, VER UMA IGREJA ABERTA, QUE LÁ CORRIA ELE A REZAR.

Noll toma café no Chaves!

o ESCRITOR JOÃO GILBERTO NOLL COSTUMA FREQUENTAR O CAFÉ CHAVES, NA GALEIRA DO MESMO NOME. ONTEM, NO MEIO DA TARDE, ESTEVE LÁ. PROMETI QUE VOU LHE ENVIAR UM TEXTO QUE FIZ SOBRE O CFABREU.ELES ERAM AMIGOS E FORAM CONTEMPORANEOS NA FACULDADE DE LETRAS DA URGS.

NOLL É UM BAITA ESCRITOR..

SUA TEMÁTICA ÁS VEZES ESCANDALIZA A NOSSA PROVINCIANA PORTO ALEGRE. MAS NOLL ESCREVE PRO MUNDO, NÃO PRA PORTO ALEGRE.

ANDOU POR LONDRES, ONDE FEZ UM LIVRO.

PERGUNTEI A ELE PORQUE NÃO SE MUDA PRA RIO OU SAMPA. ME DISSE QUE É PORQUE AQUI TEM MAIS DISCIPLINA PRA ESCREVER. NOLL ESCREVE MAIS PELA MANHA.

Coleguinhas


João Borges de Souza esteve num hospital pra se operar.

Ayres Cerutti foi visitá-lo


*Será hoje, quinta,de noite, a festa da ARI, dos 77 anos. Haverá uma boca livre. Vou ligar pros papa coquetéis. Eles não podem faltar


*Jurandir Soares é frequentador dos bastidores do Gremio. Mas não abre nada. Porque sua filha é casada com o filho do Paulo Odone. Tudo em casa,então, tudo do lar.

*Jurandir apenas comentou hoje, 19/12 que na posse de Koff estourou um vidro e que os conselheiros disseram que começara a demolição do Olimpico

*Porque fizeram a posse no Olimpico? Mas o estádio do Gremio não é o Arena?


*Pra mim o tombamento do Olimpico é jogada combinada entre Pedro Ruas e Fábio Koff. Koff fará vazar mais coisas sobre a gestão anterior, caso não tenham feito um acordo de fechar o esgoto. Porque assunto pra estourar da gestão Odone teria e muito E Koff sabe. mas a esta altura o veio não tem mais tempo de ficar brigando muito.

POR MAURO ROCHA, DA ESPARTANA,CENTENÁRIA E ' INFRUTIFERA' PALMEIRA DAS MISSÕES.

( O EDITOR: ELE NÃO SABE QUE AGORA UM "SCALSACAN" DEL CARRERO SE GHA LEGESTO VEREADOR PELO PARTIDO GLORIOSO DO VELHO uLISSES GUIMARAES)

OLIDES !

BEM, DO ERALDO SOCCOL É OUTRA COISA. OUTRA HORA, COM CALMA, POSSO
DESCREVER UM POUCO SOBRE ESTE GRANDE ATLETA, SOBRINHO DO BRUNO
MAROCCO, SABIA ? SA MIEA NHIENTE TI !! SE GA MARIDA COM NA MONTANARI,
IRMÃ DO ARNALDO E TAMBÉM DA ESPOSA DO FERRUGEM. SABE QUEM FOI O
FERRUGEM ? SOBRINHO DO VÉCHIO GASPAROTTO, LATERAL DIREITO DO GAÚCHO,
GREMISTA DOENTE( É REDUNDÂNCIA). FORMAVA A ZAGA DO GAÚCHO COM TAPARO,
OSCAR CANALLI-GENRO DO ROTAVVA E IRMÃO DO SANGUANEL- NELSON QUE MORA
EM GRAMADO - E O NEGRO GRACETE DA LINHA 12( COMO VOCÊS SÃO
PRECONCEITUOSOS). O CARA ERA DE TEZ MORENA , ITALIANO E CHAMADO,
PEJOR ATIVAMENTE DE "NEGRI" , POR CO ZIO !SÓ EU PARA ASSIMILAR, COMO
NENHUM OUTRO PELO DURO, A CULTURA ITALIANA !!!!!!!

O TEGUINHA OGOU DE LATERAL ESQUERDO NO BOTAFOGO E NO GAÚCHO. NESTE,
AINDA FOI QUARTO ZAGUEIRO. ENTREVISTA O CARO NO FINDE SEMANA DO NATAL.

DURANTE MINHA CURTA, MAS PROVEITOSA PASSAGEM PELA UNDEZE, CONVIVI
SOMENTE COM UMA FIGURA NEGRA, UM BRIGADIANO, CUJO NOME NÃO LEMBRO
MAIS, LEMBRO SIM, ERA O ALCEU. NÃO SEI SE ANCORA LE VIVO, MAS TINHA
UMA VIDA MUITO BOA, PORQUANTO NÃO ACONTECIAM CONFLITOS. HOJE JÁ NÃO DÁ
PARA DIZER O MESMO.

CHEGA DE TE DAR COLHER DE CHÁ, FALANDO SOBRE TUA CIDADE, DE COISA E
FATOS QUE TU NÃO CONHECES, POIS VIVIAS "CONFINADO" NA CAPELA SAN
PIERO. E OUTRA, POUSCOS LÁ NA UNDEZE LEMBRAM DE MIM.

VÊ SE ENTREVISTA A SALETE CADORE ANTES DA POSSE COMO VEREADORA. ELA
PODERÁ CONTRIBUIR MUITO PARA SERAFINA. TEM CAPACIDADE E TAMBÉM,
GRANDES I NIMIGOS !!!!!! QUE O DIGA O PAULO MASSOLINI !!!!!!


" UMA CERTA OCASIÃO, LOGO QUE O NELSON "SANGUANELL" CANALLI, INSTALOU
UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS NA UNDEZE, NOVIDADE QUE ERA,
COSTUMAVA FAZER TIPAGEM DE SANGUE DOS PACIENTES, A PEDIDO DOS MÉDICOS(
BENINCÁ E ZÉ MONTANARI), E OS COLONOS( SEM NENHUMA CONOTAÇÃO
PEJORATIVA ), QUANDO PERGUNTADOS PELOS PARENTES E CONHECIDOS SOBRE O
RSULTADOS DOS MESMOS, DIZIAM

DOUTOR GA DITO QUE MI GA RAGÁ RENTO EL SANGUE ( fator rh) !!!!!!!
)HISTÓRIAS DE LA UNDEZE !!!!!!!QUE TU NÃO SABIAS !!!!!!!!!

POR HOJE, PELA TUA BOLINHA DE GREMISTA ARENOSO( DUPLO), CHEGA !!


VOU TE DAR UMA LETRA PARA QUE CONFIRAS COM TEUS COLEGUINHAS !!!!! O
LASIER MARTINS ENGATOU SEU TERCEIRO RELACIONAMENTO, COM UMA COLEGA DA
RBS PASSO FUNDO, NATURAL DE SARANDI. PELO VISTO ESTÁS MUITO MAL
INFORMADO.


UM ABRAÇO.

MAURO R OCHA
FIOL DE ZATOR, QUE TERÁ SEU NOME EM UMA RUA DO GRAMADINHO, NÃO COM TUA
AJUDA, PARQUE TI , TE SE CONTRA !!!!!!

SAUNA EROTICA

NO ROTEIRO DO VELHO JORNALISTA


Um casal de jornalistas costumava viajar a Paris,juntos. Alguns coleguinhas não entendiam como se suportavam no Exterior, haja visto que aqui cada um ia pro seu lado....Ele fora roubado de outra por ela...(pÕ tou quase dizendo quem é...)
Mas ai numa das viagens, os colegas que ficaram aqui na redação souberam que enquanto ela ia ver desfiles de moda - pô, mais direta,impossível - ele frequentava as saunas eróticas das tailandesas.

E era um formigão, aqui mesmo.

Quando morreu,alguns anos atrás, a viúva - com quem nunca casou de papel passado porque seu estado civil é divorciado - andava atrás de um colega querendo saber se o marido tivera um caso com uma colega, que ela sempre supora que fora apenas ' uma boa colega e ajudante dele".

Ajudou até a fazer um livro dele, seu nome consta nos agradecimentos.

( quem adivinhar de quem estou falando ganha um jantar....a dois com luz de velas e tudo..)

dou mais uma pista, ele gostava muito de música clássica e sua cidade preferida aqui era Gramado e na Europa era BERLIM.

Gremio não quis pagar fotógrafo SILVA

DE LEON ENSANGÜETADO

NÃO FOI PRO

MEMORIAL

DO GREMIO

nÃO DEU ' CASAMENTO' ENTRE O GREMIO FOOTBALL PORTOALEGRE E O FOTOGRAFO cARLOS aLBERTO sILVA QUE É O AUTOR DA FOTO DO ZAGUEIRO CENTRAL DO GREMIO PORTOALEGRENSE DE LEON, QUE AO LEVANTAR A TAÇA, EM 1983, NUM JOGO D A LIBERTADORES, SE CORTOU.

A FOTO FOI FEITA NA OCASIÃO PELO FOTOGRAFO CARLOS ALBERTO SILVA, QUE HOJE VIVE EM CIDREIRA(OU SERÁ PINHAL?)

sILVA FEZ UM TRANSPLANTE DE FIGADO E AGORA ESTÁ NO LITORAL. LOCALIZADO PELO MEMORIAL DO GREMIO - FUNCIONÁRIO DAVI - FICOU SABENDO QUE O GREMIO QUE A AUTORIZAÇÃO DE USAR A FOTO APENAS PELA ' GLORIA'.

SILVA NAO TOPOU.

ENTÃO QUER DIZER QUE PRA TREINADOR E JOGADOR ELES PAGAM FORTUNAS. PELO TRABALHO DE UM FOTOGRAFO É PELA ' GLÓRIA'!

CONTA OUTRA....

Legalidade deverá ser incluída na disciplina de História


Foi aprovado na manhã desta quarta-feira (19/12) projeto do vereador Márcio Bins Ely (PDT) que obriga a inclusão do estudo da Campanha da Legalidade na disciplina de História ministrada nas escolas da rede municipal da Capital. O autor argumenta que a inclusão deste conteúdo possibilitará que os jovens conheçam esse episódio recente e tenham orgulho das raízes políticas do Estado.

Bins Ely lembra que a Campanha da Legalidade foi o maior movimento popular no Brasil desde a Revolução de 1930. Liderado por Leonel Brizola, então governador do Rio Grande do Sul, o movimento pregou o cumprimento da lei que previa a posse do vice-presidente João Goulart, o Jango, no lugar do presidente Jânio Quadros, que havia renunciado em 25 de agosto de 1961. Os militares, sob influência direta dos Estados Unidos, queriam impedir Jango de assumir o cargo de presidente. A partir dos pronunciamentos de Brizola, o país reagiu e impediu o golpe articulado pelos militares.

Texto: Vítor Bley de Moraes (reg. prof. 5495)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof.6481)

" O NOME QUE É GRIFE EM POLITICA'

ESTEVE AUSENTE NA VOTAÇÃO SOBRE

PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO




Os seis deputados do PDT estiveram,agora,de manhã, na homenagem ao deputado Paulo Azeredo que assume em Montenegro como prefeito,dia 1 de janeiro próximo.

mAS A DEPUTADA JULIANA bRIZOLA, QUE na campanha política dizia ser " nome que é grife em política" esteve ausente tanto da votação, como da entrega da placa ao deputado Paulo Azeredo.

A explicação é que foi ao Rio,visitar o pai, Zé Vicente, que estaria doente.


Obs: BRizola não tinha como bandeira a educação?

CAZUZA


Fui ver o filme CAZUZA, O TEMPO NÃO PARA....

Claro que o Cazuza não era fácil, disto ninguém tem nenhuma dúvida. Mas também era um talento, uma sensibilidade....

Engraçado foi quando mandou a mãe, Lucinha, tomar no cu....numa das infinitas discussões que tiveram entre si.

Depois ela o socorre com o carro enguiçado, num túnel levando gasolina pra ele. Como ela soube que o cara tava lá, não sei porque não havia, nos anos 80, celular.

Quando ela o deixa plantado no meio da rua, ele corre atrás dela e lhe pergunta:

- Mãe, mãe, onde você vai?

- VOU TOMAR NO CU, VOCE É QUE ME MANDOU, DISSE LUCINHA, NO FILME MARIETA SEVERO.

TAMBÉM ME LEMBRO QUE no filme O CAZUZA IA PRA TRANCOSO....Bahia,COM UMA TUIRMA :

- Nos anos 80, no Rio, se falava deste local, hoje tri conhecido.

Aparecem ainda momentos da vida nacional, como a morte de Tancredo Neves, a bomba do Riocentro antes disto.

Ah, e o 'SENHORES TRAGO-VOS BOAS NOTÍCIAS' QUE ERA COMO O JUANITO, NO TRENSURB, CHAMAVA ANTONIO BRITTO.
NO CASO, NO FILME, BRITTO ANUNCIA AQUELA CARTA TÉTRICA DELE, QUE ESCREVEU DIAS ANTES, ANUNCIANDO A MORTE DO PRESIDENTE.

FECHA O PANO.

EM TEMPO: Rock in Rio, Circo Voador, tudo coisas do Rio, dos anos 80!

ESSA É DU C.....


as equipes que vieram pra jogar contra a POBREZA, se hospedaram no SHERATON

OLHA QUANTA DEMAGOGIA. SEGURAMENTE TEM DINHEIRO PUBLICO NA PARADA!

O RINHADEIRO ME DEU UM

DESDOBRE


Encontrei o presidente do PTB, Eloi Guimarães, na terça lá pelas 14 horas saindo da ALRS..Como conheço o ' apreciador de rinhas de galo' há um bom tempo - desde que militava no PDT do Collares -perguntei o que fazia por estas bandas...Velho político, me deu um desdobre:

- Vim prum almoço da bancada, me confessou.

Mas vi que o semblante dele não era de quem saía de um almoço.

Ainda meio abelhudo, quis saber:

- Almoço de fim de ano??
Não, não disse Eloi.

Não era...Tá pegando fogo no PTB por causa dos cargos no governo Fortunatti(vejam coluna da Rosane de hoje,quarta)

a vida como ela é...

CADEIRA "QUENTINHA"


nA REDAÇÃO DA ZH, NOS ANOS 70, MAIS PRECISAMENTE NO SEGUNDO CADERNO, UMA EDITORA TINHA O COSTUME DE SENTAR NA CADEIRA DO XIMBA....

O DIAGRAMADOR ADEMIR FONTOURA, GRANDE GOZADOR,e cantor nas horas vagas,quando voltava pra sua cadeira, se deliciava:

- QUE CADEIRA QUETINHA, QUE CALORZINHO , SUSPIRAVA XIMBA.

O diagramador Hoffmeiter, o Hof, comentava:

- Ele sabia que nunca levaria mesmo. Só ficava suspirando, mesmo!

Estimadas e estimados comp@s

Informamos que o Comitê Popular Memória Verdade e Justiça voltará a realizar as suas reuniões no mês de janeiro, e que os membros da sua coordenação estarão à disposição caso seja necessário. Um forte abraço a todas e todos e que em 2013 sigamos coesos e decididos a avançar no caminho da memória, da verdade e da justiça. Abaixo encaminho uma pequena análise sobre o Golpe do TSE, uma contribuição e um alerta para que sigamos fortalecendo a nossa luta.

Vânia

GOLPE DO STF AMEAÇA A DEMOCRACIA BRASILEIRA.

O Supremo Tribunal Federal quer fazer valer ao extremo o nome (supremo), golpeia o ART. 55 da Constituição Federal de forma escancarada e retira do Poder Legislativo a prerrogativa exclusiva de cassar mandatos para apressar a cassação e prisão dos deputados do mensalão e abrir precedente para cassações futuras. Por uma votação apertada, apenas 5 vot
os contra 4, com desempate favorável pelo Ministro Celso de Mello, ala direita volver do STF patrola descaradamente os parágrafos 2º e 3º do Artigo 55 da Constituição, que prescrevem cristalinamente:
§ 2º - Nos casos dos incisos I, II e VI, a perda do mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por voto secreto e maioria absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
§ 3º - Nos casos previstos nos incisos III a V, a perda será declarada pela Mesa da Casa respectiva, de ofício ou mediante provocação de qualquer de seus membros, ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
Não há a menor previsão em todo o Artigo 55 de prerrogativa alternativa de cassação parlamentar pelo STF. Entretanto, a maior corte de justiça do país, a qual é imputado o dever de zelar pela Constituição da república, simplesmente a viola de maneira surpreendente, em plena vigência do estado democrático de direito, em um dispositivo de caráter institucional importantíssimo, criando perigoso precedente para a democracia. A única cassação de deputado pelo STF deu-se, não por coincidência, no período de exceção, ou seja, na época da ditadura militar.
As manifestações dos ministros aprovadores são previamente ameaçadoras em direção ao Congresso, em especial ao presidente da Casa, deputado Marco Maia, já ameaçado, por Celso de Mello, de imputação de crime de prevaricação caso "não cumpra a decisão do STF".
Poderá ser a maior crise institucional no Brasil desde o golpe de 1964 e séria ameaça à ordem democrática de estado de direito, caso não haja reação enérgica do Legislativo, o qual tem poder de decretar impedimento (impeachment) de ministros do STF.

Notícias do blog

Excelente. Meus parabens ao jornalista e escritor Olides.

Antonio Augusto Bandeira

PREMIO ARI DE JORNALISMO


ESTA FOTO, DO ANTONIO CARLOS MAFALDA, CONCORREU AO PREMIO ARI DE JORNALISMO. COM O NOME DE ' PREPARO FISICO'. ACHO QUE NÃO GANHOU, MAS É UMA BELA FOTO DO CAPITÃO MAFA, QUE TRABALHOU TAMBÉM NA FSÃOPAULO.

A FOTO MOSTRA O GOVERNADOR SYNVAL GUAZZELLI PULANDO A CERCA...LITERALMENTE.

QUEM ESTÁ COM ELE, SEGUNDO O VETERANO COLEGA JOÃO CARLOS TERLERA, É UM POLITICO E FAZENDEIRO, DA ANTIGA UDN, QUE ERA AMIGO DO ' GUAZZEL', COMO O CHAMAVAM.




DE Serafina!


No Gazetinha do fim de semana passado

A MORTE DE CESAR PICCOLI.

" Quando more mi,
Sona le campane

Pianze le putane

Ga morto el putanier...."


Era uma estrofinha que Cesar Piccoli gostava de cantar, lembra um advogado, que conheceu o comerciante, falecido em Porto Alegre, na semana passada.

Piccoli era ligado ao tradicionalismo e gostava de se pilchar no 20 de setembro.

" Trabalhou muito por Serafina" disse Oraldo Rodrigues, que conheceu o empresário nos anos 60.

Oraldo lembrou do falecimento da primeira esposa de Cesar:

- Me recordo que o o cortejo veio subindo do Gramadinho(bairro onde residiram os Piccoli no começo).

Quando Nair, que era ou irmã, ou prima do Adelino Colombo, o dono das lojas do mesmo nome,morreu, a filha Rosa ' tinha um ano e pouco". Como Rosa é de 13 de julho de 1950, significa dizer que a mãe dos 3 filhos do casal - os outros são Rubia(falecida) e Claucir, o mais velho dos três - a mãe morreu muito moça.

O AI-5


Decretado em 13 de dezembro de 1968, o AI-5 foi o mais cruel e mais usado dos AIs do Governo Militar. Censurou a imprensa, ( o "Estadão" colocava nas matérias censuradas colocava uma receita de gastronomia )
Aqui, um exemplo, como o AI-5 era utilizado. No caso, pelo presidente Ernesto Geisel.

 

AUTOGRAFOS DO CACO E DA AVANI


O do Caco me parece que peguei numfim de ano...ou então numa das vezes que fui a São Paulo.

O da Avani foi dias atrás...

Muitos anos depois.

Convite

Sob o sol do São Pedro

Ao meio dia de hoje,esta turma fotografava na frente do São Pedro. Não era filme, eram fotos....sei lá pra que e pra quem....jornal não era....

NÃO TIVE TEMPO DE IR NA ARI, MAS AI ESTÁ O RESULTADO

clique aqui para ler


JORNALISMO IMPRESSO

01) Reportagem Geral

1º LUGAR - FILHO DA RUA, de Letícia Duarte, Zero Hora, 17 de junho de 2012

2º LUGAR - MENINOS CONDENADOS, de Adriana Irion e José Luís Costa, Zero Hora, janeiro a fevereiro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - SAÚDE POR UM FIO: UMA LEGIÃO DE DOENTES NA ESTEIRA DOS FRIGORÍFICOS, de Cleidi Cristina Pereira, Correio do Povo, 22 de abril de 2012.

02) Reportagem Esportiva

1º LUGAR – FUTEBOL ATRÁS DAS GRADES, de Carlos Corrêa, Correio do Povo, 25 de abril de 2012.

2º LUGAR – LOUCOS POR ESPORTES, de Mariana Oselame, Correio do Povo, 27 de fevereiro de 2012

MENÇÃO HONROSA - DRIBLE NA JUSTIÇA, de Paulo Germano e Francisco Amorim, Zero Hora, 22 a 24 de julho de 2012.

03) Reportagem Econômica

1º LUGAR - MARTELO SALVADOR, de Marcos Juliano Graciani, Revista Amanhã, 8 de fevereiro de 2012.

2º LUGAR - LICENÇA AMBIENTAL TRAVA COMBATE À SECA NO ESTADO, de Cleidi Cristina Pereira, Correio do Povo, 18 de janeiro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - CRESCIMENTO SEM FREIOS – UM RUMO PARA PORTO ALEGRE, de Caroline da Silva, Jornal da Universidade, janeiro e fevereiro de 2012.

03) Reportagem Cultural

1º LUGAR - SAUDADE DO BRASIL, de Patrícia Rocha, Zero Hora, 15 de janeiro de 2012.

2º LUGAR - “VAI UM SARAU AÍ?”, de Paulo Cesar Teixeira, Revista Aplauso, Abril de 2012.

MENÇÃO HONROSA - UMA GERAÇÃO VAI, OUTRA GERAÇÃO VEM, do Carlos André Moreira, Zero Hora, 22 de setembro de 2012.

04) Crônica

1º LUGAR - TRÊS ATOS DE UMA VIDA – TORTURA, SEQUESTRO E MORTE NO FORNO, de Mário Marcos de Souza, Blog do Mário Marcos, 5 de maio de 2012

2º LUGAR - A FOTO DE DILMA, de Moisés Mendes, Zero Hora, 11 de dezembro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - O QUE QUEREM OS QUE VÃO MORRER, de David Coimbra, Zero Hora, de 17 de fevereiro de 2012.

05) Fotojornalismo

1º LUGAR - CHÃO EM BRASA, de Jean Pierre Schwarz da Silva, Zero Hora, 12 de janeiro de 2012.

2º LUGAR - REFUGO, de Valdir Gomes Friolin, Zero Hora, 12 de janeiro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - OS ÚLTIMOS CARRETEIROS, de Luís Tadeu Vilani, Zero Hora, 26 de agosto de 2012.

06) Planejamento Gráfico

1º LUGAR – GASTRONOMIA, de Ana Maria Sampaio Benedetti, no jornal Zero Hora, de 21 de setembro de 2012.

2º LUGAR - UM ROUBO NÃO É UM NÚMERO. É UM TRAUMA, de Márcio da Silva Câmara, Zero Hora, 28 de outubro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - ESPECIAL “O TEMPO E O VENTO", de Norton Voloski e Diego Borges, Zero Hora, 22 de setembro de 2012.

07) Charge

1º LUGAR – CONFUSÕES COM O HORÁRIO, de Gilmar Luiz Tatch – TACHO, –l Correio do Povo, 20 de outubro de 2012.

2º LUGAR – PISO SALARIAL DO PROFESSOR, de Neltair Rebés Abreu - SANTIAGO –Jornal João de Barro, junho de 2012.

MENÇÃO HONROSA - DIA NACIONAL DA POESIA, de Moacir Knorr Guterres – MOA, Revista Almanaque Brasil, março de 2012.

RADIOJORNALISMO

01) Reportagem Geral
1º LUGAR – DP – DELEGACIAS DO PASSADO, de Cid Martins, Rádio Gaúcha, 29 de outubro de 2012.

2º LUGAR - OS DESAPARECIDOS: AS FAMILIAS QUE ESPERAM POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE NÃO VOLTARAM PARA CASA, de Leandro Rodrigues, Rádio Band News, 29, 30 e 31 de outubro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - ELEIÇÃO E ASFALTO, de LEANDRO STAUDT, Rádio Gaúcha, 2 e 3 de outubro de 2012.

02) Reportagem Esportiva

1º LUGAR – TERAPIA DO ESPORTE, de Mariana Oselame, Rádio Guaíba, 24 de fevereiro; 2 e 9 de março de 2012.

2º LUGAR - MISSÃO GAÚCHA EM LONDRES, de Eduardo Vieira Gabardo, Rádio Gaúcha, 27 de julho a 3 de agosto de 2012.
MENÇÃO HONROSA - SOCIAL FUTEBOL CLUBE, de Felipe Pereira Gamba, Rádio Gaúcha, 27 de outubro de 2012.

TELEJORNALISMO

01) Reportagem Geral

1º LUGAR – MENSAGEM NA GARRAFA, de Andrei Rossetto, SBT Brasil, 5 de novembro de 2012.

2º LUGAR - HORRORES DO CÁRCERE, de Roberta Salinet, RBS TV, 5 de abril de 2012.

MENÇÃO HONROSA - MÁFIA DOS CONCURSOS, de Giovane Grizotti, RBS TV – Programa Fantástico, 17 de junho de 2012.

02) Reportagem Esportiva

1º LUGAR – PUMAS VILA CRUZEIRO – ONDE O FUTEBOL DE VÁRZEA SE ESPELHA NO FUTEBOL PROFISSIONAL, de Fernando Becker, RBS TV, 12 de novembro de 2011.

2º LUGAR - SUPERATLETAS DEPOIS DOS 60, de Andrei Rossetto, SBT Brasil, 4 de fevereiro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - PROJETO NOVA VIDA, de Fernando Becker,
RBS TV, 19 de maio, 2, 9 e 17 de junho de 2012.

WEBJORNALISMO

1º LUGAR – OS FARRAPOS CHEGARAM, de Gilmar Fraga, zerohora.com.br, 12 de setembro de 2012.

2º LUGAR - ADEUS, OLÍMPICO!, de Lucas Rizzatti e Paulo Ludwig, globoesportes.com, a partir de 19 de setembro de 2012.

MENÇÃO HONROSA - ARENA DESVENDADA, de Lucas Rizzatti e Paulo Ludwig, globoesportes.com, 19 a 22 de dezembro de 2012.

CONTRIBUIÇÃO ESPECIAL A COMUNICAÇÃO SOCIAL –
PRÊMIO ANTONIO GONZALEZ

a) Jornal Ponche Verde de Dom Pedrito
b) Grupo RBS - Projeto “A Educação Precisa de Resposta”
c) ADVB-RS – Projeto “O Rio Grande do Sim”

SIMAS, O NOVO PRESIDENTE DO SINDICATO DOS JORNALISTAS

PERGUNTEI A ELE AO MEIO-DIA, QUE ESTAVA SAINDO DO SEU SERVIÇO DO SINDIBANCÁRIOS, QUE SE REALMENTE TOPAVA ESTA PARADA.

ME DISSE QUE SIM.

ENTÃO TAMOS CONVERSADO.

É O SIMAS O NOVO PRESIDENTE DO SINDICATO DOS JORNALISTAS/RS. TUDO DEVE SER ACERTADO NO DIA 18 DE JANEIRO QUE VEM, NUM ENCONTRO QUE VAI TER.

OBRAS NO

CORREDOR

PROTASIO

Na frente do Ratão, e do Barranco, a Protásio Alves está em obras. Estão tirando trilhos dos bondes que estavam atolados ali.


Mas há um problema que a EPTC precisa corrigir. Na Corte Real, os onibus do T-7 da Carris e o 429, da VAP, tem dificuldade de entrar porque toda noite está apinhado de automóveis que são deixados ali depois que foi inaugurado o PEDRINI, que fica onde antes havia uma pizzaria.

SEXTA É O FIM DO MUNDO PELO CALENDÁRIO MAIA( É O QUE DIZEM! PORQUE NÃO CONHEÇO CALENDÁRIO MAIA, NEM ME INTERESSA....)


MAS AS RUAS DE PETROPOLIS, BAIRRO EM QUE MORO, COMO LAVRAS E AMELIA TELES ESTÃO CHEIAS DE UMA PLAQUINHA QUE DIZ:

- Você está preparado para o FIM DO MUNDO!

Pelo calendário maio, dia 21 próximo, será o fim do mundo.

E as ruas de Petrópolis, em Porto Alegre, estão com placas perguntando se você está preparado pra isto.

Acho que isto é um lance de propaganda. De qualquer modo fotografei agora de manhã quando ia tomar uns do Chiquinho, do Barranco.

MOVIMENTO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS

Jair Krischke - Presidente
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

PORTAL MONTEVIDEO

ESPÍA DE LA DICTADURA BRASILEÑA ES PASTOR EN MONTEVIDEO

Alberto Conrado Avegno, un brasileño de 85 años, trabajó durante 14 años como espía de la dictadura brasileña en Uruguay, transmitiendo cientos de informes sobre sus compatriotas en nuestro país. Actualmente es pastor de una iglesia evangélica.

Alberto Conrado Avegno y su mujer, Teresa. Foto: Lula Marques/Folhapress
Durante su labor de espionaje, el infiltrado fue una especie de órgano de información unipersonal al servicio de la cancillería brasileña. De 1967 a 1980, Alberto Conrado Avegno tuvo intensa actividad secreta, elaboraba informes con nombres, direcciones planos, dando curso a nada menos que 361 informes de la dictadura sólo entre 1974 y 1975. Durante su período de servicio hizo viajes internacionales, siendo detenido una vez en nuestro país y otra en Brasil, siendo liberado de inmediato al comprobarse que se trataba de un infiltrado.
Días atrás, periodistas del periódico paulista Folha localizaron a Avegno, quien actualmente tiene 85 años y se desempeña como pastor en la iglesia evangélica Centro El Shadday. En reportaje con el mencionado diario, Avegno contó su historia.
Identificado en los informes bajo diferentes seudónimos - "Altair", "Johnson", "Mário", "Carlos Silveira" y hasta "Zuleica", Avegno fue " el único hombre infiltrado en el medio subversivo y pieza fundamental del esquema de seguridad de Brasil en Uruguay", según lo calificó el ex comisario brasileño Rui Dorado, jerarca de los servicios secretos durante el gobierno dictatorial.
En junio pasado, cuando el Archivo Nacional de Brasil abrió el acceso a miles de páginas de información clasificada, salió a la superficie un voluminoso expediente - más de 800 páginas- acerca de este este personaje, nacido en el edificio del consulado brasileño en Salto en 1927, hijo de un diplomático brasileño en aquel entonces en funciones en nuestro país.
En su juventud, Avegno trabajó como periodista en varias revistas brasileñas. En 1964, y a raíz de un escándalo vinculado a un presunto chantaje por su parte, regresó a Uruguay, donde su padre, ya jubilado, había establecido su residencia.
Los primeros documentos sobre este singular espía datan de la segunda mitad de los años 60. Hasta 1973, cuando sobrevino el golpe de Estado en nuestro país, llegaron a estos lares decenas de militantes brasileños perseguidos por su gobierno, incluido el depuesto presidente Joao Goulart, que vivió en estancias del interior del país desde 1964. Conrado se aproximó a estos refugiados valiéndose de su doble nacionalidad y el prestigio de su familia de diplomáticos.
Tan eficaz fue su engaño que en 1968, un reportaje de la revista "Veja" lo mencionó como una persona afín a los exiliados izquierdistas. "Es acusado de servir de paloma mensajera, habiendo cruzado 27 veces la frontera", decía el informe.
Si bien los refugiados políticos en Uruguay no eran más de 200, desde Brasilia se veía con preocupación la posibilidad de que montaran un grupo guerrillero que cruzara la frontera y actuara en Brasil.
Durante su reportaje con Folha, Avegno confirmó haber estado "varias veces en la hacienda de Jango en Maldonado", donde residía Goulart, sobre el que elaboró un completo informe que luego remitió al CIEX (Centro de Informaciones del Exterior).
Conrado y los hombres del CIEX se encontraban en cines de Montevideo, y sostenían conversaciones de no más de quince minutos. Los archivos conservan documentos de 38 de estos encuentros, con hora, lugar y resultado. El espía llevaba informes, cartas y documentos, y recibía dinero a cambio.
En mayo de 1968, antes del inicio de la fase de represión más intensa por parte de la dictadura norteña, los servicios secretos se mostraban muy entusiasmados con la labor de su hombre en Montevideo. "Contaremos en el futuro con una excelente información positiva", se escribió sobre él en el organismo, asegurando que el espía cada día "se afirma más" en la izquierda.
Durante los años 70, el agente recibió unos 400 dólares mensuales por sus servicios, dato que puede confirmarse gracias al minucioso dossier "ex secreto", donde figuran los pagos realizados como si fuera un empleado corriente.
La documentación deja claro que Azeredo da Silveria, entonces canciller brasileño, estaba al tanto de las actividades de Avegno, e incluso elogia y considera correcta la elección.
Sin embargo, el ministro no quería que el tema fuese tratado en los telegramas diplomáticos enviados de Montevideo a Brasilia, dado que consideraba necesario borrar pistas. "Los telegramas deben ser anulados o sustituidos por otros más inofensivos, de preferencia ostensiblemente anodinos, sobre asuntos de menor importancia" ordenó.
Entre marzo y octubre de 1976, Avegno fue enviado a Europa en una de las misiones más arriesgadas de su carrera de espionaje. La misión le costó al gobierno brasileño más de siete mil dólares, pero parece haber sido "plata bien gastada", ya que a su regreso a Uruguay, el agente entregó un completo informe con los nombres de "76 subversivos" brasileños, localizados en Portugal, Italia y Francia. En la lista había gente poco conocida y nombres destacados, como el futuro presidente Fernando Henrique Cardoso.
No es fácil estimar el número de militantes que los informes de Avegno llevaron a la cárcel, la tortura o la muerte. Los servicios de inteligencia no acostumbran usar de inmediato las informaciones de infiltrados, procurando así preservarlos. Por ello, un nombre indicado por el espía podía quedar bajo discreta vigilancia durante meses. Sin embargo, varias de las personas indicadas por Avegno pasaron luego a engrosar la triste nómina de desaparecidos del Plan Cóndor.
Tras el fin de la dictadura, Conrado permaneció en nuestro país, y actualmente dirige un culto evangelista en Montevideo. Interrogado acerca del motivo de sus acciones. "Acepté porque acepté, y nada más", dice el ahora octogenario. "Siempre luché contra el comunismo, porque es una porquería. La derecha es buena, es gente de bien", asegura.

NA GUERRA DA NICARAGUA!

CONVERSO SEGUIDAMENTE COM A AVANI STEIN...



Tem dias que ela está mais falante, tem dias que ela está mais quieta, mais na dela.

Hoje ela falou sobre a Guerra da Nicaragua, que cobriu junto com seu marido da época, o reporter Caco Barcellos.

Eles viviam em NY, no bairro de Williansbourg, o bairro dos judeus ortodoxos.

E o filho, Ian, hoje cameraman, era um pequeno guri naqueles anos de 78/79 do século passado. Como dois apaixados, primeiro entre si e depois pelo jornalismo, Caco e Avani se largaram pra Nicaragua.

-Eu não tinha com quem deixar o Ian, mas uma familia de lá se prontificou em ficar,em cuidar dele, me contou a minha colega.

( Não preciso dizer que no Brasil, muitos parentes torceram o nariz pro fato. Imagina, deixar um piá de 3 anos sozinho em NY....sozinho, não, com uma mulher que o cuidava.

Quando a barra pesou em Managuá, Avani se mandou voando num avião Hércules.Yan tinha então apenas dois anos. Ele nasceu em 1976.

A barra pesou porque entraram em cena os chamados ' paramilitares' que mataram o repórter Bill(ver foto acima) e ai então o caldo entornou.

No final da guerra, Caco voltou de NY e aqui se homiziou na praia de Pinhal, onde os pais tinham uma casa e onde escreveu parte do seu livro REVOLUÇÃO DAS CRIANÇAS, EDITADO PELA MERCADO ABERTO.

Como foi a MA que a editou,eu sei bem.Fui eu que falei com o Roque Jacoby que me disse que incluiria o livro numa série de depoimentos que andava publicanto.

No lançamento do livro, a Avani fez um barraco porque tinha muita pouca gente....Vai ver ela achava que teria até escola de samba...

Mas isto não importa...Importa o livro que é muito bom.

Gosto principalmente do capitulo NORMA LOUCA DE GUERRA. Toda a ironia, o deboche do autor aflora ali...

e tenho um pequeno orgulho. Tenho o autógrafo dos dois autores, porque me orgulho de ser amigo dos ambos..Eles estão separados, a separação foi uma grande merda, cheia de odios e ressentimentos, mas eu permanecei amigo dos dois.

Quando o Caco vem de SP, vou jantar com ele.

E aqui sempre tomo meu cafezinho matinal com a Avani.

Edson Brum assume presidência estadual do PMDB

foto Mauro Moraes


Em rápida reunião realizada na manhã desta segunda-feira (17), na nova sede do PMDB Estadual (Rua dos Andradas, 1234/9º andar- Centro), o deputado estadual Edson Brum recebeu das mãos de Ibsen Pinheiro o comando do partido no Rio Grande do Sul para os próximos dois anos.
O novo presidente já traçou as primeiras metas, dando prioridade para os encontros regionais até o mês de junho e, depois, a realização da convenção estadual em julho. “Depois de escolhermos os demais membros da Executiva nos próximos dias, irei visitar todos os prefeitos e vice-prefeitos eleitos do PMDB, até o Carnaval. Quero mostrar que o Partido estará presente nos municípios e a base terá vez e voz em todas nossas decisões. Marcharemos unidos rumo ao Piratini", enfatizou Edson Brum.

BARES DA VOLTA DO OLIMPICO

TEMEM FECHAMENTO


Cesar Tasca e Felipe Raulino, na frente do Metropolis.


fUI TOMAR UMA CEVA, NA SEGUNDA , NO METROPOLIS, DO FELIPE.

Ouvi dizer que no domingo do GRENAL, dia 2/12, faltou banheiros em volta do Olímpico. Desde o dia anterios, muita gente que veio do interior acampou por lá.

Não botaram nem banheiros químicos pra receber o povo que não tinha onde c....e onde mijar...

E todo mundo faz isto. O povo que veio do interior quase que teve que se servir como os maloqueiros que habitam a volta da rótula do Papa fazem todo santo dia. Tudo a la pampa, como se diz na Bolívia.

Ate que chegou uma hora no domingo que havia fila pra ir no banheiro do Metropolis. Faltou papel higiênico, cortaram a água do banheiro porque não davam conta. Muita gente mesmo...

Agora o que acontecerá com estes bares da volta do Olimpico, ninguém sabe.

Se o Olímpico for tombado, vá lá. Mas acho isto pouco provável.


Por Lauro Dieckamnn

o lauro assinou ficha no SINDICATO DO ODIO. E AGORA SE VOLTA CONTRA NOSSO CRONISTA MOR, O LFV. SÓ PORQUE FEZ DOIS PREFÁCIOS DE LIVROS MEUS.

UM FOI TÃO BOM, QUE EU NEM TINHA ESCRITO O LIVRO E ME OBRIGUEI A ESCREVER DEVIDO AO PREFACIO. O OUTRO FOI UM LIVRO DA ATP, QUE ELE PREFACIOU. OS CARAS QUERIAM PAGAR PRA ISTO, MAS ELE NÃO QUIS GRANA. E TAMBÉM NÃO FOI NA FESTA DE LANÇAMENTO DO LIVRO.

O LFV É ASSIM...TEM QUE RESPEITAR SUA MANEIRA DE SER....


"Corvo" é o cara q fica agorando os outros, q fica fuçando na desgraça alheia, que resume sua vida social a frequentar velórios e a presenciar enterros.

O LAURO GOSTOU DA FOTO DO DINHEIRO NA MISSA. ANTIGAMENTE AQUILO SE CHAMAVA SPOTOLA...ERA UM TERMO ITALIANO. EU ESCREVO SOBRE SERAFINA, TENHO MUITA COISA, MAS NÃO SEI A QUEM INTERESSA. ESTE É O NOSSO CONFLITO. QUEM VAI NOS LER???

Boa aquela foto da cestinha de dinheiro na missa.

O laurinho tá com a corda toda..

' rui barbosa em compota? esta é boa...eu sei outra do nosso ex-minitro, mas não quero incomodação.

um conhecido chargista tinha um apelido mordaz pro Brossard. Era o falecido Sampaulo...

De onde tu tirou que o Brossard descarrega ódio contra o Lula? Tá certo que ele seja um "Rui Barbosa em compota", como dizia o Brizola, mas achar que ele descarrega ódio contra alguém é um exagero. Quando o teu cronista amado, o LFV, que prefacia os teus livros, vivia caindo de pau no FHC, tu adorava, ñ é? O Brossard tem o cacoete de escrever sempre usando as mesmas palavras, as mesmas contruções verbais, mas ñ resta dúvida q escreve de forma muito elegante. Talvez seja o único brasileiro que usa parágrafos inteiros para expresar o pensamento em vez de um picotar de frases, à moda dos publicitários, como o publicitário-cronista que chancela teus livros.
É aquela história: pimenta no nariz dos outros é refresco.
Salve Jorge!

Tempo de avançar e tempo de reajustar


Carlos Chagas

Estranho, esse alerta do ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República: “Em 2013, o bicho vai pegar!”
Porque se o bicho está solto, no caso pretendendo pegar o PT e o Lula, seria bom lembrar o mote de que “se correr, o bicho pega; se ficar, o bicho come”. A solução é encará-lo, partir para cima dele de forma atabalhoada, com resultados mais do que previsíveis sobre a força de suas garras e presas?
Tem uma solução. A única, aliás, capaz de salvar o partido e seu chefe: domesticar o bicho. Transformar o tigre num gatinho, com paciência e firmeza.
Como? Renovando o PT e segurando o Lula. Porque correr não vai adiantar nada. Nem ficar, se não mudarem. É definitivo o desgaste sofrido pelos companheiros desde que chegaram ao poder. Importa menos saber se cederam à tentação ou se, desde o início, planejavam ocupar as estruturas do Estado visando satisfazer seus anseios mais baixos. Nomeações aos milhares, sem a contrapartida da competência para exercer a maioria das funções. Negociatas sem fim, apropriando-se da máquina administrativa oficial para engordar não só os cofres do partido, mas o bolso de seus dirigentes e penduricalhos. Acima de tudo, porém, descaso diante das promessas anteriores de mudar o país, coisa que o assistencialismo jamais conseguirá realizar.
Do que o PT precisa para não ser devorado é renovar-se. Substituir lideranças envolvidas em práticas que abominava antes de chegar ao governo. Buscar inspiração nos ideais de sua fundação e encontrar gente disposta a recuperar o tempo não propriamente perdido, mas empregado nessa lambança tornada pública e que agora acirra o apetite do bicho.
Quanto ao Lula, melhor faria se mergulhasse algum tempo na meditação de seus erros e na lembrança de seus acertos, para reaparecer mais tarde reciclado e pronto para recomeçar. Será cruel lançá-lo agora em caravanas percorrendo o país, tendo esquecido as origens e sem lembrar dos desvios em que se meteu. Um Lula diferente do atual daria certo depois de razoável quarentena. O mesmo, agora, apenas fornecerá carne para o bicho.
Em suma, o diagnóstico de Gilberto Carvalho acerta no varejo mas erra no atacado. Nas grandes batalhas, há tempo de avançar e tempo de reajustar dispositivos.
É INÓCUO MATAR O MENSAGEIRO
Séculos atrás, era comum reis, imperadores e déspotas de toda espécie mandarem matar o mensageiro que lhes trazia más notícias.
Pois não é que tanto tempo depois, a moda voltou? No PT e no governo aumenta a tendência de culparem a imprensa pelas denúncias divulgadas a respeito de seus malfeitos. Identificam uma conspiração da mídia. Atribuem aos jornais, revistas, televisões e emissoras de rádio a culpa pelo conteúdo que apresentam. Caso não se referissem ao mensalão, à Operação Porto Seguro e às propostas de Marcos Valério e Carlinhos Cachoeira, só para ficarmos nos fatos mais recentes, nada estaria abalando suas boas intenções e suas realizações.
Por conta disso aguarda-se no Congresso nova campanha pela adoção de medidas restritivas da liberdade de imprensa. Que exageros acontecem, nem há que duvidar, mas para puni-los e coibi-los existem a Constituição e as leis. Além do Poder Judiciário.

MAURO, CAPRICHA PORQUE AGORA O TASCA, O CESAR, LE ESTE BLOG. E ELE SEMPRE TE CITA. QUANDO ELE TE CITA. TENS DIREITO A RÉPLICA E TRÉPLICA.

Prezado Olides !


Conseguiste me emocionar colocando a foto de meu pai junto com seus
amigos, recepcionando o Seelig. Sim, eu sei, o fizeste por motivo
nobre, qual seja, homenagear e registrar o falecimento do véchio
Picolli. Meu pai tinha 41 anos e era acadêmico do curso de Direito em
Passo Fundo, onde veio a formar-se com o finado Bruno. O Evaldo Jaburu
desistiu....no ga mia voia !!!!!!!!!!!, em 1970.

Grande figura, excelente desportista e atleta do BOTAFOGO, tendo
sagrado-se campeão municipal, em 1967- mesmo ano da foto-, juntamente
com meu irmão e seu filho CLAUCIR PICOLLI,o qual, como jogador, não
atava a chuteira d e seu pai.

Edemar Calza era o goleiro, lateral direito o CLAUCIR, PRIMO CALZA O
CENTRAL, VÉCHIO PICOLLI , QUARTO ZAGUEIRO E CLAUCIR na lateral
esquerda( lembro-me que final ele acompanhou o melhor jogador de Silva
jardim, com quem foi disputado título.O Tampinha Variani era o lateral
esquerdo. O centroavnate era o João Grando, depois de um estágio como
beque central!!!!!!!!!que eclético que le era quel lá do
gramadinho!!!! O Patrola era ponteiro direito e o Luizinho De Conte
era meia esquerda.Na próxima ida tua à la undeze, visite a secretaria
do Clube Gaúcho e verás a foto do BOTAFOGO campeão.

O placar final foi 2 x 1 , com um gol de Naracy Brusamarello e Marco
Antonio Rocha- mi fradel-, que mora em São Leopoldo, aposentado.

Como vereador, mesmo de la renner, foi um sujeito produtivo e o
balneário do carreiro, deveria levar seu nome, por justo. Dizem que
ele, em s eu entusiasmo para desenvolver o potencial turístico de la
undeze, através do carreiro, certa vez, em inflamado discurso( na
inauguração da ponte, creio!), lascou: esta será um das mais belas
praias do Atlântico Sul !!!!!!!!!!!!

Enfim, um cidadão do qual Serafina deve orgulhar-se, por seu espírito
empreendedor, por sua jovialidade, dedicação ao esporte e como
dirigente esportivo, treinador e presidente de clube( Acho que
presidiu o Gaúcho !!!!!).

O Picolli ao mudar-se para cidade, adquiriu a casa do Modéski, ao lado
do Meneguim, ou seria a casa de um Pasqualotto, tio da Fânia, nossa
colega ? Pesquise zio canela, move-te !!!!!!

Alguém deverá fazer-lhe um obituário na ZH, com certeza.


Falando sério. Vocês deveriam disputar um campeonato na África, pois
no Brasil não ganham nada e ficam bajulando o Mazembe. Acreditem,
vocês tem um grande clube...., um grande estádio ......claro, não tem
time. Mas tem treinador inteligente, basta dar-lhe material humano.


E o Rúbis na foto ? Dizem que uma vez dirigindo-se ao teu colega Farid
Germano Filho, perguntou-lhe : Tu não és filho do OTávio ?


Conversa de jornalista, eu só reproduzi !!!!!!!


Um abraço.


Prof. Mauro Santos Rocha
Diretor - UPF Palmeira

Legendária, Centenária e Espartana Palmeira !!!!!!!

Cidade terá Escritório de Licenciamento e Regularização Fundiária


Os vereadores de Porto Alegre aprovaram nesta segunda-feira (17/12) projeto do Executivo que institui a Secretaria Municipal de Gestão (SMGES) e a Secretaria Municipal de Governança Local (SMGL) no âmbito da Administração Centralizada do Município. Pela proposta, fica alterada a denominação da Secretaria Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico (SMGAE) para Secretaria Municipal de Gestão (SMGES). Também será criado o cargo de secretário municipal de Gestão, ficando mantido junto à SMGES o quadro de postos de confiança lotados na antiga SMGAE.
No mesmo projeto também foi aprovada a criação do Escritório Geral de Licenciamento e Regularização Fundiária (EGLRF), unidade de trabalho subordinada à SMGES, "cujo norte é a agilização e qualificação do processo de licenciamentos que serão buscadas com a constituição do EGRLF". Em razão destas alterações, o projeto prevê ainda a criação dos cargos de secretário municipal de Gestão e o de secretário municipal de Governança Local, bem como de cargos em comissão e funções gratificadas a serem lotados na SMGES.
A SMGES terá por finalidade básica: promover a gestão geral de governo, visando à garantia da eficiência dos serviços públicos municipais prestados à comunidade; coordenar e acompanhar os processos de licenciamento urbano; coordenar e acompanhar os processos de regularização fundiária; coordenar e acompanhar os processos de implantação do Metrô na Cidade e projetos de transporte urbano; coordenar e acompanhar projetos estruturantes para a cidade; e promover a captação de recursos internos e externos.
Além disso, serão criados os seguintes cargos em comissão (CCs) e funções gratificadas (FGs) na SMGES: coordenador-geral (2); coordenador (3); gestor B (3); gerente II (1); gestor C (6); gestor C (4); chefe de equipe (1); gerente I (4); assistente (2); oficial-de-gabinete (1); e auxiliar técnico (4).
Já a SMGL terá as atribuições referentes à gestão dos processos de governança solidária local, aos processos vinculados ao ciclo anual de operação do OP e outras formas de democracia participativa local e à relação com os Conselhos Municipais.
Serviços
De acordo com o prefeito José Fortunati, as mudanças propostas visam a melhorar a qualidade da prestação dos serviços públicos para a população porto-alegrense. "Para que esses objetivos maiores sejam viabilizados, um conjunto de modificações na estrutura administrativa da Prefeitura fez-se necessário, cujos parâmetros seguem os modelos de gestão empregados em outras capitais, como Rio de Janeiro, Curitiba, Recife e Belo Horizonte.
Essa nova instância de governo vinculada à nova Secretaria de Gestão por Resultados permitirá que haja uma única porta de entrada e saída para os pedidos de licenciamentos a serem submetidos à administração municipal, realizando-se um processo ágil de tramitação desses pedidos pelos diferentes órgãos da prefeitura através de uma gestão moderna baseada em resultados."
Com a aprovação da matéria, ficam extintos CCs e FGs lotados em unidades de trabalho da SMGL (antiga SMCPGL), conforme segue: gestor B (1), no Gabinete do Secretário; responsável por Atividade II (1), na Gerência do Orçamento Participativo (Geop); gestor E (1), no Centro Administrativo Regional Ilhas (CAR-I) da Geop; gestor E (1), no CAR Leste; gestor E (1), no CAR Lomba do Pinheiro; gestor E (1), no CAR Nordeste; gestor E (1), no CAR Noroeste; gerente A (1), no CAR-NO; gestor E (1), no CAR Norte; gerente A (1), no CAR-N; gestor E (1), no CAR Partenon; gerente A (1), no CAR-P; gestor E (1), no CAR Restinga; gerente A (1), no CAR-R; gestor E (1), no CAR Sul/Centro-Sul; e gerente A (1), no CAR-S/CS.
Para a SMGL, serão criados os seguintes cargos em comissão:
– nas unidades de trabalho vinculadas a gestão e operação dos CARs - coordenador-geral (1); gestor de CAR (16); gestor D (32); e gestor E (16);
– nas unidades de trabalho vinculadas a operação e rotinas do ciclo anual de execução do Orçamento Participativo (OP) - coordenador (1); assistente (8); e gestor E (3).
As despesas decorrentes da aplicação da nova lei correrão à conta de dotações próprias, ficando o Poder Executivo autorizado a remanejar e transformar as unidades orçamentárias em função das disposições contidas na nova lei.
Texto: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Prefeito concede entrevista à Rádio Cultura AM

Ontem (17/12), O Prefeito Mariovane Weis esteve na Rádio Cultura para uma entrevista no programa Gente é Notícia onde falou sobre os boatos de que estaria perdendo o cargo. Weis deixou claro que trata-se de uma notícia caluniosa de cunho político e que sempre se defendeu na justiça de todas as ações contra ele, sendo que não há novidades no processo, que justifiquem tal informação divulgada nos jornais do município.
“Fui escolhido pelo partido e por uma coligação para representar idéias novas em favor de São Borja e é isso que honramos desde o início. Esses fatos caluniosos só servem para me tirar do trabalho para me defender e para desviar o foco do desenvolvimento e das melhorias obtidas no município”, disse.
O chefe do Executivo destacou que depois que sair da Prefeitura vai ter mais tempo pra se defender e que irá se dedicar à cuidar da família e da saúde.
Aproveitando a entrevista o Prefeito informou que o Residencial Maria Cristina foi atingido pelo temporal de domingo à noite e agradeceu à AES Sul, aos Bombeiros e à Brigada Militar pelo esforço imediato a fim de retomar a segurança e normalizar serviços como de energia elétrica no Residencial. O Prefeito esteve no residencial no domingo à noite, após o vendaval, e comunicou que a Prefeitura entrará em contato com a empresa responsável pela obra para que ela recomponha o telhado e alguns pará-raios danificados pela ventania.
Weis falou ainda sobre a sua ida à Porto Alegre na semana passada quando participou de uma assembléia na Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) sobre os royaltes do petróleo e onde tinha uma reunião com o ministro das cidades, Aguinaldo Ribeiro, visando discutir projetos de habitação em São Borja e o Programa Pró Transporte, em que o município já encaminhou projeto e, no entanto, o recurso ainda não foi liberado.
Como o ministro transferiu a vinda à capital gaúcha para o dia 21/12, quando chegará ao estado a Presidenta Dilma Rousseff, o Prefeito viajou para Santa Rosa onde conversou com Valdir Carpenedo, que é Diretor da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) e que teve um projeto recentemente aprovado pela Câmara de Vereadores de São Borja prevendo investimentos de mais de 30 milhões na área da construção civil e concretos usinados. Weis esclareceu que o encontro com Carpenedo foi para saber quando esses investimentos de fato começam na cidade.
O diretor da FIERGS prometeu que virá à São Borja na quarta-feira (19/12), para tratar de datas e de projeção da aplicação dos recursos. São investimentos que envolvem 320 novos apartamentos e também a implantação de uma usina de concreto com a geração de 30 empregos em curto e médio prazo.
Finalizando a entrevista, Weis reafirmou que vai entregar a Prefeitura com as contas em dia e com o maquinário renovado. Antes de encerrar ele falou sobre a importância da distribuição dos royalties do petróleo explicando que um ano dos royalties significam 2 milhões de reais para São Borja. Esse é um valor que vai crescendo a cada ano, conforme a produção de petróleo.
“Esses recursos em 10 anos podem representar 40 milhões de reais para o município. Esse recurso é fundamental para as futuras administrações”, enfatizou.
Recentemente a Presidenta vetou parcialmente o projeto de lei que modifica a distribuição dos royalties da exploração do petróleo (PL 2.565/2011) dando direito aos estados não produtores de receberem parte desses recursos. A mobilização dos municípios em favor da derrubada do veto é grande. Os Deputados Federais preparam uma manifestação no dia 19/12, em Brasília, para forçar a Presidenta a restabelecer o texto aprovado pelo Congresso.


Resposta de um mineiro ao pedido de cariocas no “veta Dilma” sobre os royalties do petróleo:

“Minas Gerais carregou o Brasil e a Europa nas costas durante 150 anos, nos ciclos do ouro e diamante! Ficaram para os mineiros os buracos e a degradação ambiental! Depois veio o ciclo do minério de ferro, até hoje principal item da pauta de exportações brasileiras, que rendeu ao Rio de Janeiro uma das maiores indústrias siderúrgicas do Brasil, a CSN, e a sede da VALE.

Curioso é que o Rio de Janeiro não produz um único grama de minério de ferro, mas recebeu a siderúrgica rendendo impostos e gerando empregos e a sede da mineradora recebendo royalties de exploração de minério. Mais uma vez Minas Gerais carregando o Brasil nas costas e, de vinte anos para cá, ajudada pelo Pará em razão das reservas de minério de ferro descobertas nesse Estado. Outra vez ficam para os mineiros e paraenses os buracos e a devastação ambiental. Isso sem falar da água; quem estudou geografia sabe que Minas Gerais é a “caixa d’água do Brasil”, aqui nascem praticamente todos os rios responsáveis pela geração de energia hidráulica e, embora a usina de FURNAS seja em MG, a sede é no Rio.

Me causa estranheza essa posição de alguns cariocas/fluminenses, pois toda riqueza do subsolo, inclusive marítimo, pertence à UNIÃO. Ao contrário do ouro, do diamante e do minério de ferro que estão sob o território mineiro, as jazidas do pré-sal estão a 400 quilômetros do litoral do Rio do Janeiro e nenhum Estado Brasileiro, inclusive o RJ, tem recursos aplicados na pesquisa, exploração e refino de petróleo, pois todo dinheiro é da UNIÃO que é a principal acionista da PETROBRAS. Acho piada de mau gosto quando esses políticos fluminenses falam em “Estados produtores de petróleo” sabendo dessas características da exploração do petróleo e dos eternos benefícios que o RJ recebe, tais como jogos Pan-Americanos, Olimpíadas etc. Acho um absurdo ver crianças de outras regiões mais pobres do Brasil estudando em salas de aula sem luz, sentadas duas ou três numa mesma cadeira, quando há cadeira, enquanto que a prefeitura de Macaé/RJ gasta, torra, esbanja, joga fora dinheiro pintando de cores berrantes passeios públicos!

Proponho que todos os brasileiros dos outros Estados façam o protesto VOTA DILMA e mandem e-mails para seus deputados e senadores para acompanhar de perto essa questão do pré-sal.

É como disse certa vez um compositor, cujo nome me esqueci, ‘o Rio de Janeiro é um Estado de frente para o mar e de costas para o Brasil’."

ARI ENTREGA PREMIO NA PRÓPRIA CASA


A ENTREGA DO PREMIO ARI DE JORNALISMO SERÁ HOJE, 18/12 NA SEDE DA VETUSTA ENTIDADE.

NÃO SEI SE ISTO FOI UMA OPÇÃO, OU SE NÃO ACHARAM OUTRO LOCAL. DE QUALQUER MODO É UM GESTO DE AUTOESTIMA.

QUEM CONHECEU O PRÉDIO, COMO CONHECI, QUE NÃO SE PODIA ABRIR UMA SALA QUE ESTAVA TUDO CHEIO DE ENTULHO, TUDO ATIRADO, HOJE O PRÉDIO ESTÁ QUE É UM BRINCO, PERTO DO QUE FOI.

DEVE-SE MUITO DISTO AO AYRES CERUTTI.

ZE DIRCEU EM PORTO ALEGRE

o EX-MINISTRO DA CASA CIVIL, JOSÉ DIRCEU VEIO SÁBADO A PORTO ALEGRE FALAR PRA COMPANHEIROS. CHEGOU NUM JATINHO LOTADO.

FOI DIRETO PRA IGREJA DA POMPÉIA.

DEPOIS ALMOÇOU NA CASA DE CARLOS ARAUJO, EX-GUERRILHEIRO E EX-MARIDO DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEF.

DE TARDE EMBARCOU DE VOLTA A SÃO PAULO.

Em Porto Alegre, José Dirceu diz que não desistirá de provar inocência


Tiago Machado

Em Porto Alegre, José Dirceu diz que não desistirá de provar inocência.
O ex-ministro Chefe da Casa Civil do governo Lula e ex-deputado federal José Dirceu se pronunciou, esteve em Porto Alegre neste sábado (15), no 2º Encontro Estadual da Unidade e Luta Democrática – corrente interna do PT gaúcho. Ele falou por cerca de 40 minutos para cerca de 200 pessoas presentes no auditório da Igreja da Pompéia que silenciaram por completo quando começou a sua fala. José Dirceu falou sobre os desafios do PT e do governo Dilma, a condenação sofrida pela Ação Penal 470, mais conhecida como Processo do Mensalão, e a disputa política que se trava no país.
Dirceu começou seu discurso somente após pousar para fotos com militantes de várias partes do Estado, que o aplaudiram e gritaram palavras de incentivo na sua chegada ao evento. “O Brasil de 2013 não é o Brasil de 2003”, disse o petista ao abrir seu discurso e afirmar que, a partir de agora, e após três vitórias eleitorais no país, o PT tem como desafios lutar pela reforma política, por mais qualidade na saúde e na segurança pública e pela redução de impostos. “O sistema eleitoral vigente hoje no país só existe aqui e na Finlândia. É preciso mudar e o PT tem de tomar a frente neste processo”, alertou.
Após citar avanços na educação e reivindicar, no futuro próximo, uma revolução no setor, Dirceu abordou a condenação imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Pregou respeito a ela, mas jamais concordância. “Foi um julgamento político de exceção marcado para coincidir exatamente com o período eleitoral. Se condenou sem provas, sem presunção de inocência. O julgamento foi transformado em um ato político para criminalizar não só o PT, mas política como um todo”, afirmou. Aprofundando a discordância quanto ao resultado do processo no Supremo, tratou especificamente do tema da compra de votos da base parlamentar, espinha dorsal das acusações e da condenação sofrida. “Não há uma testemunha e nem provas de compra de voto parlamentar, a não ser o depoimento do (ex-deputado federal) Roberto Jefferson. Nem mesmo os deputados do partido dele afirmaram isso”, disparou. Na última referência à condenação, disse que continuará lutando para provar inocência mesmo após o encerramento do caso. “Vou falar, vou percorrer o país para demonstrar isso”, salientou.
Críticas à imprensa nacional
Ao analisar a conjuntura política, teceu duras críticas à grande mídia nacional, à oposição e aos setores conservadores do país. “Eles querem produzir o ódio e a violência na luta política. Não podemos cair na provocação. É preciso cautela”, afirmou. Também defendeu a regulação da a mídia e não sua censura. “Regular a mídia significa ampliar o direito à informação, garantir o direito de resposta. Não vamos controlar e censurar a imprensa, porque fomos quem mais lutou para que ela fosse livre”, acrescentou.

“O julgamento foi transformado em um ato político para criminalizar não só o PT, mas política como um todo”, afirmou José Dirceu. Foto: Tiago Machado PT-RS
Dirceu pediu também “unidade ao PT” neste período que antecede as eleições de 2014. “Já se criou, no país, uma bolha midiática, que sob o pretexto de combater a corrupção, combate o PT. Está havendo judicialização da política. Por isso, o PT tem que aprofundar sua organização, seu nível de debate e redefinir tarefas para os próximos 10 anos”, destacou. Ainda no campo da análise política-eleitoral, registrou que nenhum partido aliado decresceu ao estar aliançado ao PT. “Pelo contrário, cresceram e vão crescer mais porque, com justiça, se beneficiam dos resultados positivos do governo federal”, justificou.
Dirceu não deixou de falar do Presidente Lula, que nos últimos dias se tornou alvo da oposição por supostas relações com a ex-chefe do Escritório da Presidência da República, Rosemary Noronha. “A forma como agrediram o ex-presidente mostra a audácia e o preconceito que existe na luta política brasileira”. Sob o governo Dilma e o cenário econômico do país, fez previsões otimistas. “É evidente que a economia vai crescer de 3 a 4% no ano que vem, mesmo ainda com o cenário de crise externa. A aprovação da presidente, que já é alta, deverá aumentar”, previu.
Logo após discorrer sobre todos estes assuntos em cerca de 40 minutos, Dirceu deixou o encontro petista como chegou: sob intenso aplauso e apoio dos militantes e sob assédio dos repórteres, fotógrafos e cinegrafistas.

ATENÇÃO MARCELO RECH...

DÁ UMA OLHADA NESTE TITULO. NA SEXTA, HOUVE ERRO NO ALMANAQUE...

CUIDADO REVISORES, CUIDADO....


HISTORIAS DE LA UNDEZE


Na sexta, dia 14.12 completou-se 30 anos da morte de Irceu Gasperin. Hoje, nome de estádio de futebol- melhor dizendo de esportes -. O ex-prefeito morreu com 44 anos.

Gasparin fez um transplante em Nova Iorque mas o rim que a mãe lhe doou foi rejeitado. Nunca na história vi uma mãe doar um rim para o filho.Só conheço o caso da Margareth Moraes que doou pro marido, Luiz Carlos.
O vice-prefeito,Sérgio Antônio Massolini, quase não assumiu, mas depois ficou 6 anos no cargo, porque seu mandato foi prorrogado mais um ano.

Coisas dos tempos de José Sarney.

Gasparin não fora diplomado pelo TRE e por isto a Oposição queria nova eleição.Mas o TRE entendeu que o eleito era mesmo o vice.

Hoje os dois filhos de Gasparin vivem em Porto Alegre. Sua viúva também nunca mais botou os pés em Serafina até onde sei.
A casa da mãe de Gasparin, numa disputa judicial entre os netos ( inclusive os filhos de Gasparin) foi vendida. A disputa judicial pelo terreno causou sequelas entre duas irmãs, sobrinhas do ex-prefeito. Gasparin fora prefeito em Serafina em 1973,tendo como vice Laurindo Cadore.

DIA DE FAXINA

NO SAGUÃO DA ALRS, NA SEXTA, É DIA DE FAXINA....

LIMPEZA GERAL, FIM DE ANO!


DE SERAFINA!

I GHE GA METESTO

SU LA CANAOLA!

( Botaram a ' canaola' )

O VEREADOR ARNALDO PACASSA, DO PP, está chegando ao fim do seu mandato. Não se reelegeu. Um video na internet, em que um suposto cabo eleitoral gravou um depoimento em que Pacassa teria lhe oferecido gasolina...Aquilo atrapalhou a vida de Pacassa que não andou pela cidade , de camionete, dizendo que o povo o conhecia...

Não adiantou. Já era tarde...agora Pacassa vai atender, como sempre o fez durante os mandatos, os seus clientes no posto que por acaso, fica em frente ao prédio do legislativo municipal.

Pacassa está tão mordido que no sábado quis fazer uma foto dele na frente da Câmara Municipal, mas ele não quis.

 

Fechando o boteco

ADELI ENCAIXOTA A PAPELDA. ADEUS CAMARA MUNICIPAL!


ADELI sELL ESTÁ DEIXANDO A CAMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE ONDE MILITOU 16 ANOS.

QUATRO MANDATOS NO LOMBO.

ADELI, UM EX-LIVREIRO,UM CATARINA QUE VENCE UNA CAPITAL,ELE LIDEROU GREVES DE TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO FINAL DOS ANOS 70, NA ÉPOCA DA CONSTRUÇÃO DO PT . é PERSONAGEM DE UM CONTO DA VERA IONE MOLINA QUANDO FALA DE UM LÍDER SINDICAL LIDERANDO A GREVE DA CONSTRUÇÃO CIVIL, UMA GREVE QUE ACOMPANHEI COMO REPÓRTER. A GRANDE LIDERANÇA ERA RICARDO BALDINO, QUE DEPOIS FOI PRO MR-8, ENTRINCHEIRADO NO PMDB.

O FUTURO DO VEREADOR SERÁ JUNTO AO GABINETE DE ASSISTÊNCIA AOS PREFEITOS, DO SECRETÁRIO JOÃO MOTTA, DO PDT.

MOTTA ESTÁ TRABALHANDO PRA SER O VICE DE TARSO NA REELEIÇÃO.

 

AI-5

No último dia 13, completaram-se 44 anos do AI-5.

Exemplares do ESTADO DE SÃO PAULO deste dia estão no Memorial da Câmara Municipal de Porto Alegre.

SERAFINA!

A PRAÇA PIO XII, TODA ENFEITADA PRO NATAL.


DE SERAFINA

domingo amanhecendo..em serafina. O Posto Pacassa abre suas portas. A cidade ainda dorme!


SERÃO DIPLOMADOS EM GUAPORÉ, NESTE DIA 19/12 OS NOVOS VEREADORES E O PREFEITO BICO BRANCO E CHICO MEZZOMO, O VICE.

os vereadores do PMDB SÃO

dAL mÁS

nECO

jAIRO E sALETE cADORE


do dem

PAULO MASSOLINI


DO PP

MEZZOMO,NEGA CASTRO,LIDIO OLDONI E SILMAR SANTIN

pt. nenhum(mesmo sendo a cabeça da chapa da coligação com o PMDB)

o Zinho Castro, que é vereador, não quis concorrer à reeleição


Outro que largou foi o Jorge Techio, do PMDB.

Zatti, do DEM, também não concorreu.

Reprovados. ARNALDO PACASSA, DO PP( se envolveu num processo porque gravaram uma fita onde ele estaria oferecendo gasolina a um cabo eleitoral e aí sua eleição ficou complicada) Cesar Matielo, do PMDB( sua não reeleição foi uma surpresa) e Tezza, também do PMDB.

DE SERAFINA

EIS AI O AMANHECER...DE SERAFINA, NO DOMINGO.

A SEGUNDA FOTO É UM JARDIM DA INFANCIA, ONDE ANTIGAMENTE, NOS MEUS ANOS DE JOVEM, SE JOGAVA VOLEI.NAQUELE PÁTIO ERAM FEITAS AS FORMATURAS.

COMO ME DISSE O ALCINDO, QUE JOGOU NO GREMIO, FAZ TANTO TEMPO...

E A TERCEIRA FOTO É A CHAMADA PIAZETTA, DESERTA, POUCO ANTES DAS SETE DA MATINA DO DOMINGO. SÓ TINHA UM CARA, DE BICI, QUE SUBIA PRA IR TRABALHAR. SEI LÁ ONDE???

CTG EM GUABIJU!

Domingo, subindo-eles moram num lugar meio pra fora, eu fico num hotelzinho - prum mate com os velhos, encontrei três gurias tri de faceiras. Estavam indo pro CTG de Serafina(deve ter uns quantos) e iam dançar em em Guabiju(desconfio que tenho parentes por lá.....fica perto de Nova Prata, por aquelas bandas)

Mas,enfim, as gurias tavam numa nice, tri de faceiras.

- Vamos lá pra marginal e depois vamos pra Guabiju, me disseram.

DE SERAFINA

AMANHECE E OS PRIMEIROS SERVIDORES DO RESTAURANTE GIARETTA CHEGAM PRA PREPARAR O CHURRASCO DO ALMOÇO. É UM COSTUME NO INTERIOR O PESSOAL COMPRAR O CHURRASCO DOMINGO. SÓ QUE ALGUÉM TEM QUE ACORDAR CEDO PRA ISTO. AQUI, PEGUEI O PRIMEIRO CARA E UMA FUNCIONÁRIA CHEGANDO PRO TRABALHO. AINDA NÃO ERAM SETE DA MATINA.ZERA BONORIVO,ANCORA(ERA CEDO AINDA)

DE SERAFINA


O POMAR DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO ESTÁ CHEIO DE UVAS E DE FIGOS.

PELO VISTO A SAFRA SERÁ BOA. FICA BEM NO CENTRO DA CIDADE.

DE SERAFINA


O AMANHECER DE SERAFINA!

Amanheceu um dia de verão no domingo passado...Fiz algumas fotos da torre da igreja,entre outras.

Enfermeira que suicidou após trote é enterrada na Índia

O RENATO GIANUCA ME FALOU DISTO NO DOMINGO RETRASADO. NÃO SABIA. QUE SITUAÇÃO. QUE COISA MAIS DISCUTIVEL, ISTO!

O viúvo da enfermeira Jacintha Saldanha, Ben Barboza, e os filhos do casal Lisha e Junal acompanham o funeral em cemitário em Shirva, na região indiana de Mangalores. Jacintha se suicidou dias após ser uma das vítimas de um trote feito por dois radialistas australianos ao hospital britânico King Edwards VII, onde a duquesa Kate Middleton estava internada após sofrer com complicações da gravidez. A enfermeira foi enterrada na presença de seus familiares.

QUE ANO EL ZE MORTO FREDERICO ?

Estou querendo achar a data correta da morte do meu avó RIco Sganolin....Achei que fosse em 1979, mas parece que foi antes. Meu primo Juscelino Dallanhol diz que tem certeza que foi antes de 79, porque neste ano ele voltou de Caxias do Sul pra Serafina e seu(nosso)avó já tinha morrido há tempos.

Ele foi enterrado na capela Saúde, mas agora descansa no cemitério municipal.

As estórias do meu avó Rico dariam um livro...

CRAMENHA, era sua expressão. Tanto que um Somacal, na bodega do salão paroquial, quando disse que eu sou neto do Rico Sgnaolin, ele usou a expressão. Pensei logo: este realmente o conheceu.

ANOITECE EM SERAFINA!


No sábado, lá pelas oito da noite, fizeram um ato na Praça PIO XII - que é uma pracinha muito bonita, bem característica de uma cidade do interior, de colonização italiana - sobre o Natal. Vi lá o prefeito Bico Branco, sua esposa, Carmen, o ex-prefeito Sérgio Massolini,entre outros. Mas não fiquei pro ato. saí a caminhar pela cidade que me traz tantas recordações. Acabei na casa do João Arroque, e a conversa foi até 11 da noite.

A igreja e a GRANA


FIZ ESTA FOTO DO DINHEIRO ARRECADADO NA IGREJA DE SERAFINA NO SÁBADO NA MISSA DAS 6 DA TARDE.

CLARO QUE A IGREJA É UMA INSTITUIÇÃO QUE EXPLORA A FÉ. DISTO EU NÃO TENHO A MENOR DÚVIDA.ESTOU CONVICTO DISTO. NINGUÉM VAI MUDAR MINHA CONVICÇÃO.NEM TEM PORQUE.TODAS AS IGREJAS FAZEM ISTO. CLARO QUE PASSAM A CESTINHA SEMPRE E O PADRE, PELO MENOS FOI SINCERO. DEPOIS AGRADECEU A CONTRIBUIÇÃO ECONÔMICA.

eis a o testemunho da cestinha com a grana. enquanto os fiéis rezavam em contrição, ela ' descansou' encima de um banco. depois seguiu sua viagem....


DE SERAFINA!

O ' MALÃO' EL ZE NDATO PREGAR!


Fui a Missa das 6 da tarde sábado, porque era missa de Sétimo Dia do filho do professor Fincatto. Peguei o ' malão', como eu e meu irmão Paulo chamamos o primo Calixto. Estava sério, serissimo na Igreja.Na saíde, ele vazou, sumiu....

Vi na saída da missa algumas pessoas que são emblemáticas na cidade. A BI Cervieri, reconheci ainda alguns que estão vivos desde que saí de lá há mais de 40 anos.

Engraçado, que algumas pessoas me cumprimentam eu não sei quem é....depois, com o tempo, a memória traz de volta.

O Calixto Sfefenon é um grande gozador, porque isto as vezes brinco com ele.

Ele me contou certa feita que quando vinha dos bailes , nos tempos de jovem, costuma entrar em casa, de madrugada, pé ante pé, pra não acordar sua mãe, Maria, porque sabia que la ge vehnea su le madone( traduzindo: ela ficava braba).
- Eu comia a crosta do pudim que estava na geladeira pro domingo.

No dia seguinte, a mãe abria a geladeira e ia acordar o filho furiosa:

- LAZARON, LAZARON, que ghe manha el bodin( sem vergonha, tu comeu o pudim)


A propósito de Victor Hugo et Les Misérables

emprestei les Miserables( o Laurinho gosta que se escreva em Frances, porque intelectual acha que Paris ainda é o umbigo do mundo e de certa forma o é.... PRUMA AMIGA e ela não engatou a leitura. eu comecei a ler e gostei. acho que vou ler os dois volumes num tapa só. quando gosto de um livro chego a pegar no sono encima dele, como fiz com vários, como as memórias de Gabo GMarques.

Mas por enquanto estou lendo OS MENINOS DE DOLORES, um livro que levei dois anos pra comprar. comprei um mandei pruma amiga da Fronteira. Comprei outro e estou lendo. O livro foi proibido em Cuba. é o seguinte. O autor pegou uma foto do colégio de Dolores, de Santiago em 1949, e lá estava Fidel e Raul, irmãos Castro. A garnde maioria dos que aparecem na foto viveram o resto de suas vidas no exílio, principalmente em Miami.

Um dos filhos de um destes exilados, um historiador, compara Fidel a HITLER.

MAS EIS AI ALGUMAS FOTOS DO VICTOR HUGO, AUTOR DE OS MISERÁVEIS.




Em anexo vão umas fotinhos do "hotel particulier", na Place des Vosges, onde Victor Hugo viveu durante 16 anos e onde escreveu algumas passagens do Les Misérables. Fiz estas fotos em setembro de 2010.
Hoje, a casa é museu. Numa das fotos aparece a escrivaninha onde ele escrevia em pé (não tenho informação que ele tivesse hemorroidas, mas pode ser por isso). Thedore Dreiser escreveu Sister Carrie também em pé, só que não foi numa escrivaninha, mas foi no tampo de uma geladeira, daquelas antigas, de botar barras de gelo e serragem (acho que em Serafina não chegou a ter disso). Dreser era bem mais pobre que VH.
Enfim, quando o cara dá para a coisa (ops!), não há nada que o impeça de escrever.
Abraço

 

COLEGUINHAS

Sera hoje, 18/12 a entrega do Premio ARI de Jornalismo. No prédio da vetusta instituição. Oremos ....
como dizia o Cabral, que nos deixou neste ano de 2012.

Tem 5 finalistas de cada setor. O Goulart que comandou todo o processo.


*Dei aqui em primeira mão que existe um único candidato a novo presidente do Sindicato dos Jornalistas. É o Simas, editor do Sindicato dos Bancários.

Sabem quando entendi isto?

Muito simples: eu trabalho. Vi ele representando o sindicato no dia do Audálio Dantas na palestra da feira do livro.

*No meio dos empresários da comunicação o SIMAS É IGUAL A CUT....

FURO,FURO,FURO


um leitor muito bem informado dentro do PDT me manda dizer que o ANONIMUS GOURMET será candidato a deputado federal pelo partido na próxima eleição, em 2014.

GARANTE A PARADA. SERÁ QUE ESTOU DANDO ESTE FURAÇO?

SERIA UM ORGULHO!

Perguntei ao Lauro D. porque não foi ao enterro

A resposta veio curta e grossa!


Tu te lembra da data exata que tu veio para Porto Alegre?
Ou pelo menos se foi antes ou depois do dia do teu aniversário?
Tu veio para Porto porque não tinha Colegial em Serafina, é isso, não é?
Me manda a resposta logo, por e-mail ou me passa a informação por telefone (99632944).
Só me faltam estes detalhes, o resto já está tudo redigido.

Dois anos de MAZEMBE...



eSTAVA NAQUELE DIA 14 DE DEZEMBRO NO AGAPIO LANCHES...QUANDO LÁ CHEGUEI ERA UM A ZERO PROS AFRICANOS. FIZERAM DOIS E UM GREMISTA,ENRUSTIDO QUE VIA O JOGO BOTOU UMA BANDEIRA DO GREMIO ENCIMA DO CARRO E SAIU COMO DOIDO PELA CIDADE....

FICOU COMO O MAZEMBE DAY E PRONTO....

A MORTE DO CAPITÃO GALDINO, OU

"VIAGEM A UMA ZERO HORA QUE NÃO EXISTE MAIS...."

MENDES RIBEIRO ERA O EDITOR DE ESPORTES

DA ZERO NOS ANOS 60. MILTON NÃO DEU CERTO LÁ.


Prepare-se prezado leitor porque vou mostrar a você, em vários tópicos, o que era a reportagem policial de antanho e como era a Zero Hora nos primórdios, bem diferente da que você conhece hoje em dia.

A morte de Milton Galdino, um dos repórteres que deixou a zero hora o que é hoje - eles nunca
vão dizer isto - me fez ir a um mergulho fundo, numa longa conversa que tive com um editor da polícia daquele jornal, o Vilmo Medeiros( muitos o davam por morte)e saber o que era a reportagem policial antigamente, como agia, sua proximidade com os" tiras" - quase que uma proximidade meio perigosa .

Quase no final da minha longa conversa com Vilmo, ele disse que sempre houve este preconceito contra os repórteres policiais, mas cunhou uma frase que achei emblemática:

- QUANDO DAVA DOR DE BARRIGA, ELES SE LEMBRAVAM DO PAPEL HIGIENICO. NA REDAÇÃO, NÓS ERAMOS O PAPEL HIGIENICO, CONTOU-ME VILMO.

COMO MILTON COMEÇOU NA REDAÇÃO DE ZH..

Foi,ainda, segundo Vilmo Medeiros, na redação da av. Sete de Setembro, 738 - ' ENCIMA DO CINEMA REX ' - que Milton Galdino da Silva começou na redação da Zero.

- Ele foi indicado pelo Hitler César BADO, que era do Depto Fotográfico. Foi posto a trabalhar com o Mendes Ribeiro(refere-se ao editor de ESportes, Jorge Alberto Mendes Ribeiro, pai do Ministro da Agricultura atual). Galdino não se acertou no esporte. Vieram falar comigo se eu aceitava ele na Polícia. Disse que sim, conta Vilmo, entre golpes de saudades do colega e amigo cremado na semana passada em Porto Alegre.


Dali em diante os dias tiveram uma grande relação profissional, que se tornou de amizade.

COMO MILTON VIROU "CHURRASQUINHO"

Utilizando um linguajar bem de repórter policial da antiga, Vilmo Medeiros, 72 anos, 7 AVCs e diabético, conta como Milton Galdino da Silva virou ' churrasquinho ' pro resto dos seus dias

- Eles foram cobrir uma batida da Secretaria da Saúde, ou da SMIC nos camelôs que vendiam churrasquinho na Voluntários da Pátria. Ele e o Betinho( ele se refere ao falecido repórter policial Roberto Hirtz)e me perderam outra cobertura de um homicídio. Eu ' queria comer o r... deles' por causa disto....Ele utilizou esta linguagem figurada querendo dizer que queria dar-lhes um castigo, pô-los na geladeira por causa da falha,da mancada( isto era muito grave pra editoria de Policia nos anos 60 do século passado perder um homicidio, com fotos do presunto e tudo)e por isto utiliza este verbo que num primeiro lance pode parecer chulo, mas é bem da linguagem dos repórteres policiais da antiga que conviviam muito num mundo meio de ' bafon",entre os ' tiras' e os marginais.)

E por isto comecei a chamar o Milton de churrasquinho,contou Vilmo.

 

LFV

COM A SAIDA DO LFV TODOS NÓS AQUI DA SALINHA COMEMORAMOS. MAS CUNHAMOS UM FRASE:

O LUIZ FERNANDO É COMUNISTA. MAS VAI PRO MOINHOS DE VENTO!

MEMORIA DE FUTEBOL!

EM DEZEMBRO DE 1976, EPOCA EM QUE O INTER CONQUISTAVA O BI NACIONAL, ALCINDO MARTHA DE FREITAS VOLTAVA PRA PASSAR AS FÉRIAS EM PORTO ALEGRE. ESTAVA NO FUTEBOL MEXICANO.

ESTES DIAS, NA DESPEDIDA DO ESTÁDIO OLIMPICO, PEGUEI O AUTOGRAFO DO MEU GRANDE IDOLO DOS TEMPOS DE JUVENTUDE.

CONTEI-LHE QUE LÁ POR 1966 VI O GREMIO JOGAR PELA PRIMEIRA VEZ EM EM PASSO FUNDO,LEVADO PELO FLÁVIO LUIZ SOCCOL QUE PRA LÁ FOI NUM CARRO DO CUNHADO, ALGUMA COISA ASSIM, PELO QUE ME LEMBRO. MAS EU ESTAVA TÃO EMOCIONADO E NO MEIO DAQUELE MONTE DE GENTE MAIOR, ACHO QUE NO ESTÁDIO DO GAUCHO OU DO 14 DE JULHO, POUCO VI O GREMIO JOGAR. DEPOIS, POR SORTE, PUDE VER O GREMIO JOGAR, MAS NUNCA O ALCINDAÇO, COMO O CHAMÁVAMOS NO TEMPO DO GINÁSIO.

EXCLUSIVO

UMA REUNIÃO NO DIA 18 DE JANEIRO SERÁ DECISIVO PRA SABER QUEM SERÁ A PROXIMA CHAPA A PRESIDENCIA DO SINDICATO DOS JORNALSITAS. ESTE SITE APOSTA NO SIMAS.

*Não são assim tão calientes as relações do sindicato dos jornalistas com a CUT,embora o primeiro pertença a Central.

Já estiveram melhores, como se diria.

Um dos motivos: um diretor do sindicato foi indicado pra trabalhar lá. Segundo ele, sofria de ' assédio moral'

Eles não davam trabalho pra ele...ele ficava morgando no trabalho.

HISTORIAS DE LA UNDEZE


SERAFINA ENTERRA

O IDEALIZADOR DO BALNEÁRIO DO CARREIRO

cesar piccoli filho foi vereador e chegou a presidente da camara municipal de serafina corrêa.


Foi Cesar Piccoli Filho - morto semana passada e enterrado na quinta passada, em Serafina - quem idealizou, ou poderia dizer, pensou o atual Balneário do Carreiro. O que é hoje, as novas gerações não imaginam o que era nos anos 60,70.Aquilo era um mato só...só havia o rio, com lindas cascatas, nada mais...um potreiro brabo.

Hoje é um grande centro de lazer da região, com milhares de pessoas indo banhar-se nos dias de intenso calor e com as famílias indo passar horas de lazer, pra desestressar-se do trabalho e das preocupações do dia - a -dia.

- O Piccoli que era vereador não parava de querer que a prefeitura investisse no Carreiro, me disse João Arroque Filho, que agora é o pioneiro de Serafina mais antigo que ainda vive.Falei com Arroque quando fui fazer meu livro Cosi la ze stata.

Cesar Piccoli Filho era de 3 de abril de 1926. Morreu,portanto, com 86 anos. Sofria de diabetes e nos últimos anos tinha perdido uma perna. Morava atrás do hospital, num casarão que tem lá.

Dos três filhos que teve, duas já são mortas: Rosa e Rúbia. Claucir, seu filho homem, vive.Cesar foi jogador do Gaucho, de Serafina. tenho uma foto com ele no time. Qualquer hora destas a acho na minha ' caixa' de Serafina e a publico.

Estes dias num consultório conheci o treinador Julinho Camargo. Ele me disse que esteve em Serafina, num casamento de uma Segandredo e que foram conhecer ' um rio que tem lá'. Este rio é o Carreiro, é balneário pelo qual Cesar Piccolli tanto lutou.

DO TEMPO DO HOTEL FAMILIAR

SEGUNDO NARRA O PROFESSOR ZAMBENEDETTI EM SEU LIVRO SOBRE SERAFINA, CESAR LHE DISSE QUE seu pai veio da Itália, mas que ele não sabia precisamente de qual lugar.

Veio com os avós e se estabeleceram em linha Nova Palmira, Caxias do Sul. Na primeira década de 1900, o pai, solteiro se mudou pra Guaporé. Primeiro na linha Primeiro de Março, depois na Linha Um, chamada de Colomba( os antigos ainda lembram deste nome, os demais já não citam estes nomes antigos, que estão desaparecendo junto com a morte dos velhos)Lá o pai de Cesar Piccoli - cujo nome era o mesmo - foi carreteiro( eu acho que todos estes gringos foram carreteiros). Aprendeu também a ser carpinteiro( que os italianos chamam de ' marangoni') Mudou-se pra Serafina- La Undeze - como a chamavam antigamente e montou uma oficina.

Nela faziam carroças.

Teria sido o primeiro fabricante de carroças de Serafina.

Muitas delas ainda circulavam nos anos 80, do século passado. Pra ver como eram boas.

De vez em quando Cesar Piccoli Filho, que sempre foi um grande negociante e vendedor de equipamentos para os colonos anda pelas colônias, ouvia algum colono a lhe dizer em dialeto:
- AINDA TEMOS LÁ EM CASA A CARROÇA FEITA PELO TEU PAI...

Cesar Picccoli comprou a casa dos Massolini, no Gramadinho ( o bairro dos negros, dos pobres,dos que vinham de fora e se estabeleciam em Serafina nos anos 50,60 do seculo passado, mas hoje muito melhorado)e lá trabalhou com ' casa de pasto' - eram pensões onde paravam todos os que viajavam, pasto porque tinham que dar pasto as mulas dos carreteiros . O nome da casa não podia ser mais irônico:

HOTEL FAMILIAR


Toda noite tinha lá entre 10,15, 20 carreteiros.
Cesar Piccoli tinha que dar comida aos animais, pasto e milho pras mulas.

Cada carreteiro pagava 15 mil réis .

Em 1921, o pai de Cesar Piccoli uniu-se a outros quatro pioneiros da localidade - Orestes Assoni,Jose´Franciosi, Dante Crivelli e Pedro Zambenedetti pra fundar o primeiro Frigorifico de Serafina Correa. Foi isto que salvou a cidade, como contarei outro dia.


LADO PESSOAL

Nunca falei com o Cesar Piccoli ,mas uma de suas filhas, a Rosa, foi minha colega no ginásio e mesmo depois que sai de Serafina, continuamos nos falando.

A Rosa, que morreu há alguns anos de câncer, era uma pessoa alegre. Mas não era chegada nos estudos.

A Rosa era mais chegada à vida...não ao trabalho.

Por isto casou com um político, que virou prefeito. Era a classica missão dela: ser primeira dama. Nunca vi uma pessoa tão perfeitamente feita pra este papel, ou seja, ser paparicada, e não fazer nada.As vezes quando passo no tumulo onde está a Rosa(sua mãe que morreu de parto, a Rúbia, que se separou do marido e casou com o cunhado) olha pra foto da minha amiga e penso:
- Como a Rosa era bonita...

Que Deus a tenha na sua santa glória, agora junto do seus dois pais

Em tempo:

Tem muita fofoca sobre o véio Piccoli em Serafina. Mas ele não era um papa hóstia. Pelo contrário, acho que não era chegado aos padres.Vai ver os padres disputavam com ele o dinheiro dos colonos. Ele vendia as máquinas de colher trigo e milho, os padres vendem a fé.


Dos leitores


Prezado Olides Canton, não conheço você pessoalmente, mas por acaso li seu blog e quero dizer que não perdes muita coisa em não conhecer o comunicador Marne Barcelos, pois ele tem um ego grande e isso é possível perceber em seus comentários e nas suas observações.
Claro que cada pessoa tem sua opinião, baseada em idéias, conceitos, gostos e conhecimento específico, mas acho o programa de rádio dele pouco produtivo, mesmo no âmbito do entretenimento. Não sei como está no ar desde o segundo semestre de 2007.
Não estou diminuindo ele, apenas coloco minha opinião.

Abraço,

André Dornelles

Por Lauro Dieckmann


O Vianey falou exatamente isso na coluna dele desta sexta-feira na ZH. Na segunda-feira a ZH aborou isso também, mas de forma discreta, na base do houve problemas, mas tudo vai melhorar logo. É que eles (ZH/RBS) fizeram tudo para não deixar "empanar o brilho" da "festa do Odone". Mas, enfim, não foram eles que tiveram de mijar naquelas pocilgas, nem ficar varados de fome (refi ainda tinha, pq liberaram uns guaipecas para vender pelos corredores, quer dizer, de sede não se morria) durante horas por causa da babaquice da BM de revistar os torcedores antes da rampa e não no portão, como faziam no Olímpico.

Sim, até que não ficaram mal as fotos da Arena, mesmo sendo fotos de celular (claro que é um SENHOR celular, mas, mesmo assim, celular). A Gaúcha resolveu fazer terrorismo antes do evento, falando que só podia entrar com câmera pequena, e eu resolvi não levar uma câmera boa. Lembrei aquele terrorismo que fizeram quando o Papa veio a PoA, quando disseram que se o pessoal do interior viesse ver o Pontífice ia até faltar comida na cidade. Então, levei só o iPhone, pois sabe lá o que pode acontecer quando as "autoridade" resolvem ter idéias. Mas deu legal, sim, deu para registrar as imagens da festa. Aquele casal com rosto pintado ficou sensacional
Agora, foi uma sacanagem do Odone ter inaugurado a Arena naquelas condições. Fiquei desde um pouco antes do fim do primeiro tempo até quase dois terços do segundo tempo na fila do cachorro-quente. Eu tinha levado umas barinhas de cereal, mas o meu filho estava azul de fome. Os banheiros testavam um caos. Para homem ainda a gente quebrava o galho, pq mija em pé, mas as mulheres estavam p da cara. Imagina a situação delas. Era uma sujeira só, tudo alagado no chão e sem água nas torneiras. E a Brigada deu uma colaborada, amarrando a fila de entrada. No Olípico nunca teve problema, eles revistam no portão. Na Arena, os "gênios" resolveram revistar os torcedores ANTES DE SUBIR A RAMPA. Fiquei três horas esperando. Consegui entrar porque argumentei com um brigadiano A CAVALO (vê se pode) que "sou velhinho, estou com um calo me machucando no pé e há três horas aqui fora". O cara foi legal e me deixou entrar. Uma grande baianada do "seu" Odone porque ele (disse isso no Bate-Bola da TV Com) só assinou o contrato se a "Obras Arranjadas pelo Sogro" se comprometesse a entregar a Arena antes do fim do mandato dele (e já vai tarde, não ganha nem Grenal. Esta última gestão do Odone lembra aquela frase do Marx, que dizia que "a história se repete como uma farsa").
Enfim, um enorme desgaste para assistir um espetáculo fraquinho e um jogo sem graça. Agora, claro, com muita luz e muito som, qualquer espetáculo mambeme impressiona. Ainda mais aos trouxas, que são a maioria desse pessoal que vai atrás da mídia. E, por falar nisso, a ZH/RBS não quer que se critique nada, na página 3 do sábado eles deram uma liçãozinha de moral chamando quem critica de "carangueijo". Ora, pílulas!
Abraço

A MORTE DOCAPITÃO GALDINO

Apenas Fernando Albrecht, o Cascatinha e Wanderley Soares registraram a morte de Galdino.

Dois ex colegas. O resto é silêncio, como Erico Verissimo, num romance.

ESTRANHO APELIDO

LAURO DIECKMANN REGISTRA QUE MILTON GALDINO ERA CHAMADO PELOS COLEGAS ROBERTO HIRTZ,JUAREZ HAASE, O JUCA PARANGA E RENATINHO PINTO DA SILVA DE ' BABÃO DA PAINEIRA' ...NÃO SE SABE O MOTIVO.

MAS O GALDINO ERA MESMO CHAMADO DE ' CHURRAQUINHO'. VOU CONTAR AQUI A GENESE DO ESTRANHO APELIDO DO COLEGA.

capitão Galdino


DEpois que ficou viúvo da primeira esposa, que se suicidou, Galdino casou com uma Zaffari. Os coleguinhas não pararam de falar durante anos sobre isto. Ela morreu de câncer. Mas tiveram dois filhos. Não cheguei a conhece-la

A FICHA DO SINDICATO

DO MILTON GALDINO

Milton, quando trabalhou na Polícia Civil, era prestativo com os colegas .

- Ele sempre quebrava o galho de todo mundo. Todos aqui no sindicato mandavam a carteira de identidade pra ele fazer, quando precisavam renovar,contou Cristiano Nunes, gerente do sindicato.

Galdino tinha ido ao sindicato pouco tempo atrás. e estava com todos seus documentos em dia, como prova a sua ficha sindical.

Milton era jornalista profissional,sindicalizado desde 20/02/1973. E era jornalista profissional desde 23/04/1970, ou seja, quando já tinha ingressado em ZH.

clique aqui para ler a ficha

O ' sofrimento' de quem precisa de ônibus

Eis cenas do ultimo sábado,dia 8/12 lá por 18 horas, quando todas as atenções estavam voltadas pra inauguração do Arena, o novo estádio do Grêmio.

Na Rua Uruguai, filas e mais filas esperavam o ônibus pra ir pra Zona Sul. É fato recorrente a falta de ônibus nos finais de semana


no sabado 8.12 filas e mais filas no Terminal da Rua Uruguai...Faltam ônibus...a população que se dane!

Algumas destas fotos são do terminal Sepúlveda, ontem também tem bastante filas, pelo menos aos sábados. Esta é do dia 8/12.

FISCHER E GONZAGA

FALAM DE ERICO

Colunista Roger Lerina, presente ao encontro de Erico Verissimo

Goida também foi lá

o patrono da última feira do livro,Coronel, presta atenção no debate: mas discordou de um episódio envolvendo Sepé Tiaraju.

Anonimus Gourmet

Foi interessante o ultimo Encontros do ano quando o tema foi Erico Verissimo. Luis Augusto Fischer destacou a capacidade de trabalho de Erico, que fez um romance abrangendo 200 anos de história do RS.

- E o Erico também tem dois livros que falam de fora do Brasil. Um é o Senhor Embaixador, disse o professor, que lembrou que nos ultimos dez anos escritores brasileiros tem se atrevido a escolher temas fora do Brasil como assunto dos seus romances.
Afora a classica risada do ' professor' atrás de mim estava sentado o poeta Coronel que discurdou de um episódio contado por Fischer sobre Sepé Tiaraju. ( foi uma polêmica em 53 ou 54 quando a maioria dos intelectuais gaúchos ficou contra homenagear o índio nos 200 anos de São Gabriel).

- Não foi nada disto, disse Coronel a quem estava ao seu lado.

Mas ele não quis polemizar publicamente e calou-se.

Fischer também explicou uma polêmica envolvendo o padre jesuíta Fritzen do colégio Anchieta e ERico. Fischer não soube precisar se foi por isto que o escritor gaúcho se mudou pros USA.

Mas o fato foi o seguinte: um romance de Erico falava em suicidio. E um dos filhos de Getulio, que havia estudado no Anchieta, teria tentado o suicidio( fiz um livro sobre Getulio, mas nunca ouvi falar disto. Getulinho morreu foi de uma doença). O padre Fritzen escreveu algo culpando certos escritores. Erico se sentiu atingido.
A polemica mexeu na época a intelectualidade gaúcha.


CASTENCIO DE NOVO CRACHÁ...


dEPOIS DE FICAR ABASTECENDO COLUNAS POLITICAS DURANTE ANOS, EDISON CASTENCIO, DONO DE UMA AGENCIA E UM SITE DE FOTOS DE POLITICOS, ESTÁ DE CRACHÁ NOVO.

É COLABORADOR DA REVISTA EM EVIDENCIA QUE SÓ TRATA DE POLITICOS, DE BASTIDORES POLITICOS. UMA BOA E SURPREENDENTE REVISTA. BEM PRO TAMANHO DO PAPARAZZO.

DESEJAMOS MUITO SUCESSO AO NEGUINHO LUTADOR, QUE COMEÇOU A VIDA COMO LIMPADOR DE CARROS, NA RUA.

SE VIER A FAZER UM PROJETO QUE ESTOU PENSANDO, QUERO VER SE O INCLUO NELE.

O COVIL COLORADO


TODOS CONHECEM,SEUS COLEGAS, O COLORADISMO DO COLEGUINHA VICENTE ROMANO...


mAS AGORA ESTÁ EM CAMPANHA PRA ELEIÇÃO DOS CONSELHEIROS. E SUA SALA ESTÁ DECORADA DE ' OBJETOS' DO INTER....

ALGUÉM LHE LEMBRO DO MAZEMBER DAY...ROMANDO NÃO DEU A MÍNIMA PELOTA!

HISTÓRIAS DO ' CAPITÃO GALDINO'!


Na coluna de O SUL, de 14/12 Wanderley Soares registrou que Milton Galdino da Silva " levou para o silêncio da eternidade" histórias que eles haviam trocado entre si.


Wanderley foi chefe de Galdino na reportagem policial, e ambos, embora não amigos, seguramente sabiam muito um do outro.

Registro aqui os colegas que, pelo menos no horário em que fiquei lá, passaram pelo velório do capitão Galdino( a alcunha era um apelido do saudoso João Batista Aveline): Antônio Pacheco, seu filho, Wanderley Soares, Valdir Friolin, Renato Dornelles,o advogado Ary dos Santos( que trabalha na RBS). Ninguém mais. Segundo um destes presentes, estranhou que ninguém da direção da RBS, onde Galdino prestou relevantes serviços por longos 26 anos.
- O Jayme,se estivesse em Porto Alegre, deveria ter ido, comentou um editor, que foi chefe de Galdino na editoria de Polícia do jornal.(Jayme, no caso, é o irmão de Maurício, um dos fundadores da RBS,junto com o falecido radialista.

VIVA O POVO BRASILEIRO!

Primeira História


O desejo de conhecer o Zoológico


Na segunda passada,dia 10/12 foi o almoço de fim de ano dos jornalistas da Fiergs. Na saída, a colega Avani Stein encontrou na parada do ônibus a servente que havia feito 400 docinhos pra servir antes da coletiva( comi alguns e estavam saborosos).

Avani me contou que se encantou com a história de vida da moça, que tem apenas 30 anos.

Nem o nome ela pegou....não tinha importância isto.


Mas ficou sabendo que a servente acorda às 4 da matina porque mora na Zona Sul de Porto Alegre. É pra estar no seu serviço de manhã, no horário marcado.Depois do almoço, a servente vai pra outro basquete: faz um curso de aprimoramento no Senac.
E a noite estuda no Segundo Grau.

Tem 3 filhos e um marido.

Avani comentou com ela que nunca tinha andado no Trensurb,quando as duas,dentro do DIRETÃO que vinha pro centro,viram o trem circulando:
- Eu também não, comentou a servente.
PÔ, o trem tem quase sua idade, porque foi inaugurado em 1984/85.

Como a servente guarda os domingos pra passear com os 3 filhos e o marido, ela comentou com a Avani que qualquer domingo destes vão ir ao Zoolígico de trem, porque sabe que ele deixa lá.

Bom passeio, verdadeira ' heroína ' do povo brasileiro!


Começar tudo de novo

Carlos Chagas

Importa constatar que o Lula cresceu na política como expressão dos pobres e dos oprimidos, mas termina seus dois mandatos como representante dos ricos. Não dá para deixar de pesquisar as causas dessa mutação.
Lula, o protetor das elites…
Viram o que o companheiro falou em Paris, quarta-feira, a um auditório repleto de empresários, por sinal aqueles que o hospedaram no Hotel Maurice, de 2 mil dólares a diária e sabe-se lá qual o pagamento por cada uma de suas “conferências”?
Disse que, ao candidatar-se à presidência, as elites tinham medo dele, tanto que perdeu três vezes para ganhar na quarta, mas quando deixou o poder, “jamais os empresários ganharam tanto dinheiro, cresceram tanto e geraram empregos como no meu governo”.
Atestou então ter sido eleito para enriquecer os ricos, mesmo pregando o contrário. Para fazer crescer as elites e, certamente, crescer com elas. Quanto à criação de empregos, pode ser verdade, mas apenas como conseqüência do objetivo principal, isto é, a satisfação dos interesses das minorias dominantes.
Numa palavra, o Lula confessou haver-se entregado à dominação dos fortes, aqueles que utilizam os costumes, a economia, a lei e o Direito para continuar dominando os fracos. A Humanidade caminha nessa trilha desde tempos imemoriais, mas de que maneira entender mais transformação daquele em que confiamos? Estávamos sendo enganados desde o primeiro momento?
Frustramo-nos com Jânio Quadros, depois com Fernando Henrique, mas parece demais assistir o Lula renegando a força que o impulsionou através da promessa de transformações fundamentais na sociedade. Dirão alguns inocentes e outro tanto de malandros que o ex-presidente minorou as agruras de milhões de miseráveis. Pode até ser, através de esmolas como o Bolsa-Família, mas em momento algum esses programas assistenciais exprimiram aquilo que dele se esperava. A propaganda fala em inclusão de camadas menos favorecidas nesse imenso e disforme pavilhão de feira chamado classe média, onde são cobertos todos os diferentes tipos de mercadorias. Só que não foi essa a proposta do torneiro-mecânico, pelo menos antes que escrevesse a famigerada “Carta aos Brasileiros”.

Um dia, o Lula exprimiu o anseio da supressão das diferenças entre as classes e raças espalhadas pelo país. Nada que significasse a revolução sangrenta, muito menos a insurreição armada dos famintos, mas, pelo menos, a inexorável marcha pela igualdade. Por que cedeu, reconhecendo agora? Seria essa sua verdadeira estratégia? Seus desejos mais íntimos de menino pobre, de retirante e de operário humilde? Esta semana, deixou cair a máscara que usou antes de chegar ao governo, revelando outra, quem sabe sua verdadeira identidade: jamais os ricos ganharam tanto dinheiro como durante o seu governo. Ele também? Se poucos ganham, muitos continuam perdendo.
A alma do companheiro, transmudada pelas tentações de uma ascensão social ilusória, leva-nos à conclusão de que deveremos começar tudo de novo. Um dia, todos conquistarão, sem esmolas, a igualdade inerente à natureza humana.

ELEIÇÕES NO SINDICATO DOS JORNALISTAS

JÁ ESTÁ NA RUA!


o JORNALISTA MILTON SIMAS, assessor de imprensa do Sindicato dos Bancários RS, deverá ser o próximo presidente do Sindicato dos Jornalistas/RS.

O nome dele já está na rua. Mas o fotógrafo Luiz Armando Vaz quer lançar uma chapa de Oposição, com seu nome encabeçando a lista.

Vaz, ligado a direção do sindicato há muitos anos, chegou a falar com representantes dos empresários. O problema é que os empresários não veem muitas chances de ele ganhar a eleição.


Simas nasceu em 1964.O mandato do atual presidente, Zé Nunes, expira em julho próximo.

DOS LEITORES!


Prezado Olides Canton, não conheço você pessoalmente, mas por acaso li seu blog e quero dizer que não perdes nada em não conhecer o tal de Marne Barcelos, pois o sujeito tem um ego gigante. Escrevo isso porque tive o desprazer de conhecer ele alguns anos atrás.
Claro que cada um tem sua opinião, baseada em idéias, conceitos, gostos e conhecimento específico, mas acho sofrível escutar aquilo. Não entendo como a Pampa mantém desde o segundo semestre de 2007 aquele programa retrógrado e ridículo no ar. Tenho certeza que existem comunicadores com menos quilômetros rodados, mas que fariam um programa muito mais qualificado ou pelo menos interessante.
Não estou diminuindo ele, apenas estou colocando minha opinião.

Abraço,

André Dornelles


Vamos ter que aturar o ' malão de Encantado" em seu blog. mas eu sempre que puder, vou ler( te aviso que o Guaxo,aqui vive...e aí???)

LAURINHO E AS FOTOS DO ARENA!

 

o primeiro relato jornalistico NAO COMPROMETIDO, que ouço sobre a inauguração da ARENA. NÃO FUI, POR ISTO NÃO PUDE DIZER AQUI O QUE FOI. ALGUNS COLEGUINHAS TERGIVERSARAM, COMO ALGUÉM QUE AGORA NÃO LEMBRO DO NOME, SOBRE UM CERTO CAOS QUE AINDA ESTARIA...

MAS O LAURO, ENFIM,ABRIU O BICO. FINALMENTE ALGUÉM...E TEVE QUE SER O LAURO.(OLIDES CANTON)

 


Sim, até que não ficaram mal as fotos da Arena, mesmo sendo fotos de celular (claro que é um SENHOR celular, mas, mesmo assim, celular). A Gaúcha resolveu fazer terrorismo antes do evento, falando que só podia entrar com câmera pequena, e eu resolvi não levar uma câmera boa. Lembrei aquele terrorismo que fizeram quando o Papa veio a PoA, quando disseram que se o pessoal do interior viesse ver o Pontífice ia até faltar comida na cidade. Então, levei só o iPhone, pois sabe lá o que pode acontecer quando as "autoridade" resolvem ter idéias. Mas deu legal, sim, deu para registrar as imagens da festa. Aquele casal com rosto pintado ficou sensacional
Agora, foi uma sacanagem do Odone ter inaugurado a Arena naquelas condições. Fiquei desde um pouco antes do fim do primeiro tempo até quase dois terços do segundo tempo na fila do cachorro-quente. Eu tinha levado umas barinhas de cereal, mas o meu filho estava azul de fome. Os banheiros testavam um caos. Para homem ainda a gente quebrava o galho, pq mija em pé, mas as mulheres estavam p da cara. Imagina a situação delas. Era uma sujeira só, tudo alagado no chão e sem água nas torneiras. E a Brigada deu uma colaborada, amarrando a fila de entrada. No Olípico nunca teve problema, eles revistam no portão. Na Arena, os "gênios" resolveram revistar os torcedores ANTES DE SUBIR A RAMPA. Fiquei três horas esperando. Consegui entrar porque argumentei com um brigadiano A CAVALO (vê se pode) que "sou velhinho, estou com um calo me machucando no pé e há três horas aqui fora". O cara foi legal e me deixou entrar. Uma grande baianada do "seu" Odone porque ele (disse isso no Bate-Bola da TV Com) só assinou o contrato se a "Obras Arranjadas pelo Sogro" se comprometesse a entregar a Arena antes do fim do mandato dele (e já vai tarde, não ganha nem Grenal. Esta última gestão do Odone lembra aquela frase do Marx, que dizia que "a história se repete como uma farsa").
Enfim, um enorme desgaste para assistir um espetáculo fraquinho e um jogo sem graça. Agora, claro, com muita luz e muito som, qualquer espetáculo mambeme impressiona. Ainda mais aos trouxas, que são a maioria desse pessoal que vai atrás da mídia. E, por falar nisso, a ZH/RBS não quer que se critique nada, na página 3 do sábado eles deram uma liçãozinha de moral chamando quem critica de "carangueijo". Ora, pílulas!
Abraço

A MORTE DO GALDINO QUE TINHA

BREVE!


Olides.

Eu tenho fotos de meu filho, o Galdino e outras pessoas, no aeroporto de são Leopoldo, quando o Fabiano estava praticando para tirar o brevê de piloto. Pena, que não as encontrei. ... O galdino tinha brevê para pilotar pequenos aviões, e foi quem deu um empurrão quando meu filho resolveu tirar aulas para ser piloto comercial. Tenho portanto -- como disse para ele em vida -- o meu agradecimento pela ajuda. Lamento não poder ter ido ao velório, pois sua morte foi uma surpresa para todos. Não estou aqui tentando me justifiacar. Digo apenas que por conta de meu serviço, fora do país, estava com dois compomissos médicos marcados para ontem. Mas o que vamos fazer. A vida continua e vou ser grato por ele ter dado essa ajuda ao meu filho que hoje é piloto comercial na Nova Zelândia e que lamentou a morte do Galdino.

Um abraço. Gelson.

Olides.

Lendo o Clarin, de hoje, pude ver que as notícias sobre o futebol de ontem no Morumbi, final de Sul Americana somente fala da defesa dos jogadores do Tigre. Em momento algum o jornal diz que foi a equipe do Tigre que começou com as agressões em campo, desde a Banbonera. Ora. Não era para se esperar outra coisa numa final. Os argentinos, claro que estavam em campo para bater e muito, como fizeram com o Lucas. Isso não é futebol e covardia.

Agregar un comentario
13 comentarios


Gianfranco Castronovo
LA VERDAD QUE SI, QUE FEO PERDER UNA FINAL ASI, AUNQUE EN EL SEGUNDO TIEMPO PERDIAN NO..
Responder • 1 •
• Hace 3 horas
o
Francisco Carlos Randi • São João del-Rei
naum perdeu de mais porque amarelou e naum quiz jogar..
Responder •
• Hace 54 minutos
o
Mariano Ariel Díaz Elsztain • Comentarista destacado • Colegio Nacional de Buenos Aires
Francisco, vou colocar uma arma na tua cabeça pra ver se vc amarela, cagao
Responder • 1 •
• Hace 37 minutos

pilao2 (inició sesión usando yahoo)
Sou sãopaulino e confesso que não ponho minha mão no fogo por ninguém no futebol brasileiro.
Mas a verdade é que ninguém, além dos envolvidos na briga, sabe o que realmente aconteceu. O que todo mundo pode ver, dentro do campo, foi que o time do Tigre bateu muito desde o começo do jogo. Depois do 2x0 a coisa ficou ainda pior. e ao final do primeiro tempo os jogadores argentinos se mostravam sem controle, querendo briga a qualquer custo. Que a partida não terminaria bem estava na cara, por causa do modo como os argentinos encaravam o jogo.
Quanto ao que aconteceu nos vestiários eu não sei, mas o Clarín também não sabe. O que existe são alegações graves do time do Tigre que precisam ser investigadas.
Mas daquilo que todos puderam ver, dentro de campo, quem se comportou mal foram os jogadores do Tigre, e sobre isso não há uma só palavra nos jornais argentinos.
Responder •
• Hace 24 minutos

Juan Manuel Xeneize • Comentarista destacado • 29 años
BRASUCAS LADRONES.. ASESINOS Y RATAS!
Responder •
• Hace 45 minutos

João Gabriel Gottardello • Comentarista destacado • São Paulo
El Clarín es una verguenza para Argentina y un chiste para quien no es argentino. No apuran los factos y ya salen a defender al equipo Argentino, no saben lo que ha pasado de verdad e inventan cuentos. Defenden el violento euipoo de Tigre, que no ha jugado absolutamente nada, solo intentado a pegar y pelear con los brasileños (les atacaron también dentro de los vestuários). Que verguenza de periódico es El Clarín! Y después se quejan del gobierno que tienen y de la falta de liberdad de expresión en su país?
Responder • 3 •
• Hace aproximadamente una hora

Henry Jones • Comentarista destacado • Buenos Aires
SI EL DIARIO ES UNA VERGUENZA NO LO LEAS, MACACO DE MIERDA, PEDAZO DE SORET
Responder •
• Hace 46 minutos

João Gabriel Gottardello • Comentarista destacado • São Paulo
JAJAJA.... Indio, yo soy mas blanco que tú. Racista de mierda!
Responder •
• Hace 29 minutos

Jonathan Chileno
Henry Jones tu eres un maricon
Responder •
• Hace 25 minutos


João Gabriel Gottardello • Comentarista destacado • São Paulo
A equipe do Tigre é uma vergonha. No son un equipo de fútbol, son un equipo de rugby. No fueron jugar fútbol, fueron pelear en Brasil, como ya habian hecho en el prímer partido.
Perceberam que não teriam chance de ganhar o jogo e tentaram intimidar os jogadores são-paulinos dentro do seu território. São uns cagões; afinaram e não quiseram voltar para o segundo tempo porque sabiam que iam levar mais 2 ou 3 gols.
TIME MEDÍOCRE!
Responder • 1 •
• Hace aproximadamente una hora

Carlos De Marte • Comentarista destacado • Villa Adelina
Joao dale gordito, vos que sos tan valiente, no sea cosa qe el año que viene tengas que volver a la bombonera, pero por ahi te toca otro "time" como dicen uds, como ex jugador de rugby no me sorprende que te espante ese deporte. no es para brasileritos.Chau gordito
Responder • 1 •
• Hace 58 minutos

Fede Te • John Fitzgerald Kennedy
Yo te explico. Cuando vengan a la Argentina, se llevan un muerto. Ustedes vienen a hablar de futbol? Se la pasan llorando, tirados en el piso, mariconeando. Acordate, trae plata para los velatorios.
Responder •
• Hace 56 minutos

João Gabriel Gottardello • Comentarista destacado • São Paulo
Donde estás tu foto, valiente? Me parece que también eres jugador del TIGRE, no??? JAJAJAJA
Responder •
• Hace 51 minutos


Victor Orazi • Comentarista destacado • Any way you like it en L and p co inc
Brasil sos una mierda, brasileros maricones, transexuales, llenos de sida ja ja viejas brasileras todas unas putas y los brasileros puros cornudos ja ja
Responder • 1 •
• Hace 3 horas

Thiago Dos Reis • Comentarista destacado
la mas puta es tu
Responder • 1 •
• Hace 2 horas

Sidney Dantas • Comentarista destacado • Salvador de Bahía
Puta Argentina, agente só mete no cú !!!
Responder •
• Hace aproximadamente una hora

Henry Jones • Comentarista destacado • Buenos Aires
APRENDE A ESCRIBI, MACACO ANALFABETO, HIJO DE MIL PUTAS.
Responder • 1 •
• Hace 47 minutos
Ver 1 más

Thiago Dos Reis • Comentarista destacado
por que Sao Paulo haría eso si estaba ganando por 2-0 y tiene un equipo muy mejor que Tigre? Eso es una gran mentira!
Responder • 1 •
• Hace 2 horas

Luis Gustavo Figueiredo • FIPA
Caros irmaos Argentinos... A verdade é que esse o Tigres AMARELOU pois iria tomar uma goleada... Jogaram sujo, esqueceram o Fair Play... Covardes...
Responder •
• Hace 3 horas
o
Roberto Depaolo • Comentarista destacado
Luis Gustavo Figueiredo •RAJA DE ACA BRAZUCA MARICON Y FALOPERO. SUCIO!!! COMO TODOS TUS COMPATRIOTAS.
Responder •
• Hace 2 horas
o
Roberto Depaolo • Comentarista destacado
ENTREGA A MARIA HELENA GORDO PELOTUDO Q ACA LE DAMOS CATANGA.
Responder •
• Hace 2 horas
o
Carlos De Marte • Comentarista destacado • Villa Adelina
Luis Gustavo: le vieron la cara de malo aeste gordo!!!!
Responder •
• Hace 56 minutos

Sidney Dantas • Comentarista destacado • Salvador de Bahía
Argentinos pipoqueiros ! se voltassem o jogo seria 6 X 0 !ganhamos o jogo e ainda tomaram porrada . viu cabanda . MARICON !ARGENTINOS DE MIERDAS !!!
Responder •
• Hace aproximadamente una hora

Maricel Romero F • Comentarista destacado • Universidad Nacional Federico Villarreal
JAJAJAJA. 8 argentinos se le fueron encima a Paulo Miranda. Sucios y delincuentes como siempre. Todo porque perdían 2-0. Quisieron ensuciar el partido, como siempre, y hasta chantajear al árbitro al no salir. No funcionó. Bienhecho. Ahora están de llorones.
Fracasados.
Total, no decían los de Fox q la copa Sudamericana era poca cosa cuando Cienciano se la ganó a river?? Pero ya vieron q hay plata ahí. jaja Codiciosos fracasados
Responder •
• Hace 2 horas
o
Roberto Depaolo • Comentarista destacado
Maricel Romero F •RAJA DE ACA PERUANA SUCIA. CUANDO GANEN UN CAMPEONATO MUNDIAL HABLA. MIENTRAS TANTO CERRA BIEN EL CULO.
Responder •
• Hace 2 horas
o
Maricel Romero F • Comentarista destacado • Universidad Nacional Federico Villarreal
jajajajajaja perdedor picón jajajajajaja
Responder •
• Hace 2 horas
o
Maricel Romero F • Comentarista destacado • Universidad Nacional Federico Villarreal
Roberto Depaolo argentino lisuriento. normal para ustedes, jaja
Responder •
• Hace 2 horas
Ver 2 más

Henry Jones • Comentarista destacado • Buenos Aires
ESTOS BRAZUKAS, MACACOS HIJOS DE MIL PUTAS SE DAN EL LUJO DE HABLAR DE NUESTRO PAIS CUANDO EL DE ELLOS ESTA LLENO DE INDIGENTES, FAVELAS, CORRUPTOS, DELINCUENTES, NARCOS Y TODO TIPO DE MIERDA, CIERREN EL CULO, HIJOS DE PUTA.
Responder •
• Hace aproximadamente una hora
o
João Gabriel Gottardello • Comentarista destacado • São Paulo
Callate que cuando lo quisermos, invadimos a Argentina con facilidad. Sois un país inferior economicamente, militarmente e geopoliticamente y también en el fútbol, vale? Quedate callado, escravo.
Responder •
• Hace 21 minutos

Michael Oliveira Rosa • Comentarista destacado • Curitiba
Dale Unip MKT , somos superiores en todo , desde Pelé que ganó 3 mundiales hasta Ronaldo Fenómeno que ganó 2 mundiales 3 veces mejor del mundo en una época en que había buenos equipos y jugadores , no como está ahora con Messi haciendo goles con un equipo fuerte que es el de Barça , mandate Messi jugar en Brasil u otro equipo de Europa , ni siquiera llegaría a ser lo que es , pero Argentino es arrogante , Messi juega bien claro , pero no todo que dicen la prensa Argenta , a ver hace 20 años que el seleccionado argento no logra nada de expresión , se perdieron ante equipos brasileños en este año 2012 , y el seleccionado brasileño ganó 5 títulos encima de la Argentina en los últimos 8 años y quieren hablar y contestar . A ver Brasil es Terrible y aguantenos Argentos que les rompemos el Orto una vez más ...Lo que Amo de la Argentina son LAS CHICAS SABROSAS Y ENARDECIDAS que hay ahí ...Solo y les cuento que es mi sueño casarme con una de ellas y las traer a Brasil !!!!!! Salve El Tricolor Paulista , El Campeón Volvió !!!! Arriba de ellas brasil kkkkkkkkkkkkkkkk
Responder •
• Hace aproximadamente una hora

Douglas Dantas • Unipampa
È CAMPEÓNNNNNN CHUPEM MINHA PICA CORRENTINOS DE MIERDAAAAAAAAAAAA
Responder •
• Hace aproximadamente una hora

 

O "loko"

de São Chico!


da esq para dir Arno Maciel, Dirceu Colla, do PT e um assessor

Pois o mundo vai acabar mesmo dia 21 próximo,segundo o calendário dos maias.

Quem inventou esta história foi o prefeito de São Chico de Paula, Dirceu Colla, do PT, que disse que o único lugar em que o mundo não vai terminar é em São Chico. Lá as águas dos oceanos não chegarão.

Aposto o que quiserem que dia 21 próximo São Chico vai bombar. Vai todo mundo pra lá...os hotéis vão encher,os restaurantes não vão dar conta e o município vai receber muito retorno.Grande sacada do prefa de São Chico!

O mundo é dos vivos, não dos mortos!

A MORTE DO CAPITÃO GALDINO


DANILO UCHA

DIZ QUE O EX-REPORTER

FEZ MUITO PELA RBS!

Conheci o Milton Galdino em minha primeira passagem pela Zero Hora,
nos anos de 1970, e, depois, em minha volta à ZH, fui, inclusive, seu
chefe, como Editor de Polícia do jornal. Ele era uma grande pessoa,
não só amigo e companheiro, mas, também, um competente e sério
profissional, que gostava de estar sempre primeiro onde a notícia
estivesse. Numa época em que repórter de polícia, às vezes, se
confundia com policial, Milton Galdino sempre teve um comportamento
independente e ético, o que lhe garantiu o respeito de todos. Conhecia
delegados e marginais, convivia com grandes empresários.
Vou contar uma hstória que poucos sabem. Quando eu era Editor de
Polícia, foi ele que, certa noite, salvou meu emprego. Foi no episódio
do sequestro do jovem Alexandre Moeller, cuja cobertura fizemos
durante as 24 horas do dia, inclusive com uma equipe de plantão para
fazer a edição extra em caso de sua libertação. Depois de algumas
noites sem dormir, reuni meus repórteres e comuniquei que iria para
casa dar uma descansada. Exatamente naquela noite, o sequestrado foi
libertado, sob uma das pontes da travessia do Guaiba. Milton Galdino,
atento como sempre, foi o primeiro a saber da libertação e do local e,
ao inés de ir direto para lá, como faria qualquer repórter interessado
pelo "furo", passou antes na minha casa, me acordou e fomos juntos
fazer a cobertura e colocar nas ruas a edição extra de ZH com a
notícia!
Grande Milton Galdino.
Acho que o que ele fez pela RBS nos tempos em que trabalhou na ZH
merecia mais do que apenas a notícia de sua morte.
Danilo Ucha

COLEGUINHAS

*Rosane Marchetti ficou dois dias fazendo exames em hospital.


*JUREMA JOSEFA, ex-jogadora de futebol, no tempo da FAMECOS, operou o menisco. Está se recuperando.Ex ZH, é chefe de reportagem do Correinho.

(Encontrei Jurema estes tempos mancando na Praça da Alfandega, ela me disse que estava mal de uma perna)


*Acabou o programa MAIS PREZA, da Guaíba. O apresentador, que é do Esporte, continua na Guaíba.

MEMORIA DE GAROPABA!

Esta foto é sequência da que o Milton Saraiva, o Totti, fez na estrada de Viamão(RS-040) que liga Viamão a Cidreira.

O caminho que fazíamos pra ir a Garopaba era este:
ìamos a Viamão, lá tomávamos carana(pegávamos, era como se dizia) e íamos subindo. Esta viagem,lembro,a gente ia subindo pra Garopaba e o Totti levava a máquina de fotografar. Fez estas fotos, uma na rodovia saindo de Viamão,outra em Garopaba. Isto é seguramente entre 1971/1972.Pode até ser que seja 1973.

A foto mostra ainda as "nativas",com um tênis e as outras olhando. Era na casa dos pescadores que ficávamos homiziados, porque não tínhamos um ' puto' pra ficar no Hotel Lobo.

FALTA DE DIÁLOGO ENTRE O BOQUIRROTO E O RANZINZA

Por Carlos Chagas

É coisa para os doutos de vasto saber jurídico e de ampla experiência política discutir sobre quem tem razão no confronto entre o Supremo Tribunal Federal e a Câmara dos Deputados. Aqui na planície, apesar de morarmos no Planalto Central, resta verificar, de início, que falta razão à Constituição, quer dizer, os culpados pela crise atual são os constituintes de 1988. Afinal, como inseriram no texto dois artigos conflitantes? Ou os condenados por sentença transitada em julgado, a pena de reclusão superior a quatro anos, e que são deputados, perdem automaticamente seus mandatos, ou os mandatos só podem ser cassados depois de votação secreta e por maioria absoluta da Câmara e do Senado. Fica demonstrada a impossibilidade de convivência entre os dois dispositivos. Ou o Supremo pode cassar ou essa é prerrogativa exclusiva do Congresso. A vigência da contradição só poderia dar no que deu: impasse caracterizado por conta do mensalão, 24 anos depois de promulgada a Constituição.

Ficaram de braços cruzados todo esse tempo o Judiciário, ao qual cabe interpretar a Constituição, e o Legislativo, que poderia ter usado o poder constituinte derivado para dirimir a duvida. Agora, sofrem ambos.

A falta de bom-senso por parte de Marco Maia, presidente da Câmara, põe mais gasolina no fogo. Não poderia ter convocado a imprensa para dizer que vai desobedecer a decisão do Supremo, aliás, a ser confirmada hoje com o voto do ministro Celso de Mello. Afinal, no plano das possibilidades, quem garante que o plenário da Câmara degolará os três deputados mensaleiros? A votação é secreta e eles poderão estar agindo para demonstrar inocência, por mais incrível que pareça. Não sendo cassados, mas já condenados pela mais alta corte nacional de Justiça, exercerão seus mandatos na cadeia? Os condenados a prisão aberta sairão do plenário às 18 horas para recolher-se ao cárcere?

A desmoralização de nossas instituições está a um passo de ser formalizada, quando tudo poderia ter-se resolvido pelo diálogo entre os presidentes Marco Maia e Joaquim Barbosa. Como um é boquirroto e outro, ranzinza, aí está a conseqüência.
A LEI E OS LENÇÓIS
Ninguém está acima da lei, mesmo estando debaixo dos lençóis. Dona Rosemary Noronha está indiciada pela Polícia Federal pela prática de formação de quadrilha, tráfico de influência, nepotismo, participação na venda de pareceres administrativos e outros crimes. Ainda que sob a proteção do PT, poderá parar na cadeia, até preventivamente. Suas relações íntimas com o ex-presidente Lula não a eximem de responder perante a lei. Mesmo escondida sob lençóis...
BARRO NO VENTILADOR
Ontem foi dia de barro no ventilador, esgotando-se em poucas horas a edição de O Estado de S. Paulo, com revelações de estarrecer. É reproduzido o depoimento de Marcos Valério à Procuradoria Geral da República, em setembro, envolvendo o ex-presidente Lula, José Dirceu, Delúbio Soares, Antônio Palocci e outros.

Ninguém é obrigado a acreditar nas denúncias do operador do mensalão, que procura livrar-se da pesada sentença de 40 anos de reclusão. Seu relato, porém, tem começo, meio e fim, ainda que se tenha referido apenas a uns poucos episódios do escândalo. Terá o esquema criminoso de recolhimento de recursos ilegais contribuído para pagar despesas pessoais do Lula, ainda que com a modesta quantia de cem mil reais, quando os mensaleiros amealharam centenas de milhões? O que dizer da chantagem que um empresário de Santo André teria desenvolvido contra o ex-presidente, contra José Dirceu e outros auxiliares, em torno do assassinato do prefeito Celso Daniel? Dá para acreditar que Valério, no gabinete presidencial do palácio do Planalto, tenha ouvido do Lula estímulos aos empréstimos do Banco Rural ao PT? Ou que o ex-presidente tenha atuado para pedir à Portugal-Telecom a liberação de milhões para o partido dos companheiros, através de seus fornecedores? Por último, terá mesmo Valério sido ameaçado de morte pelo mais chegado assessor do Lula, Paulo Okamoto, caso não se comportasse e mantivesse o bico calado?
São gravíssimas as acusações, ainda que o acusador deva comprová-las. Mesmo assim, falta uma palavra dos acusados. Não adiantará mais botar a culpa na imprensa ou na oposição. O país inteiro aguarda a palavra que salva ou o gesto que mata.

AS PALAVRAS QUE SALVAM E O SILÊNCIO QUE CONDENA

Por Carlos Chagas

Colheu-se uma única reação do Lula diante do depoimento de Marcos Valério à Procuradoria Geral da República, divulgado no jornal Estado de S. Paulo: “é mentira”.
Será que basta? Sem provas materiais ou testemunhais, o operador do mensalão referiu-se à suposição de o ex-presidente ter sofrido chantagem de um empresário de Santo André, por conta do assassinato do prefeito Celso Daniel; denunciou que o primeiro companheiro teve despesas pessoais pagas com dinheiro de sua quadrilha; aludiu ao aval do Lula à compra de votos de deputados pelo PT, informando haver passado três minutos no gabinete presidencial; ficou na afirmação de haver o ex-presidente estimulado a busca de recursos junto à Portugal-Telecom; acentuou que para José Dirceu, Delúbio Soares falava e agia em nome dele e do chefe; finalmente, acusou Paulo Okamoto de ameaçar mandar matá-lo.
Tudo, até agora, denúncias vazias, formuladas por um bandido comprovadamente mergulhado num dos maiores escândalos da República.
O ônus da prova cabe a quem alega e Marcos Valério nada provou. Mas tamanha repercussão tiveram suas invectivas que vale lembrar a lição de mestre José Maria Alckmin: as versões costumam superar os fatos.
Não há porque o Lula deixar que essas acusações se espalhem. Deveria destruí-las no nascedouro, se fantasiosas. Uma por uma, em entrevista ou por escrito, o ex-presidente precisaria desmontá-las. Dizendo apenas que são mentirosas, alimentará especulações. Faltam de sua parte as palavras que salvam, diante do silêncio que condena.
É claro que as oposições deitam e rolam com mais esse capítulo da novela de horror em que se transformou o mensalão. Em Paris, a presidente Dilma mostrou-se indignada com as acusações ao antecessor, enquanto no Brasil o PT apela para a aleivosia de que tudo não passa de conspiração da imprensa posta a serviço do neoliberalismo. Acostumam-se, os companheiros, a condenar o termômetro por estar registrando a febre.
Episódios como esse tem acontecido há tempos. Getúlio Vargas viu-se sem saída quando, para obstar a marcha que empreendia no rumo de nossa libertação econômica, atribuíram-lhe culpa pelo atentado a Carlos Lacerda, urdido por um auxiliar primário e desqualificado. Queriam, e conseguiram, afastá-lo do governo. Da vida, para entrar na História. As décadas passaram e o conflito parece o mesmo, com suas peculiaridades: atingindo o Lula, pretendem manietar Dilma Rousseff, pelo sacrilégio dela sustentar que as dificuldades econômicas devem ser combatidas com crescimento, não com recessão e supressão de direitos sociais.
O importante é o companheiro e a sucessora demonstrarem que, não obstante cercados por montes de Gregórios Fortunatos, vêm sendo vítimas de investidas cujo objetivo repousa na mesma estratégia de sempre, das elites retrógradas. Isso, se o Lula puder desfazer a acusação de que um mar de lama corria sob o palácio do Planalto e ele não sabia de nada...
CADEIA, JÁ
Caso engrosse ainda mais o conflito entre Judiciário e Legislativo, o Supremo Tribunal Federal dispõe de uma saída cirúrgica: decidir, hoje ou amanhã, no máximo, que os condenados no processo do mensalão devem ir direto para a cadeia, já no próximo fim de semana. Inclusive, ou principalmente, os que são deputados. Postos atrás das grades, como poderiam exercer seus mandatos? Ficaria ridículo para o presidente da Câmara dar-lhes a palavra e verificar como se pronunciariam e votariam, do fundo de suas celas. O Procurador Geral da República é favorável à prisão imediata.


O Ayres resolveu escrever

O gajo nem sabe que ele foi o centro do nosso papo no almoço da Fiergs. Os mortos são os que não são lembrados, os lembravados, vivem em nossos corações(Olides)

Olides,
interessante a nota do Sergio Loss sobre o projeto do Niemeyer para os estudantes de Bento. Será que este projeto ainda existe? Quando falares com teu correspondente de Brasília confere se ele tem alguma dica. Ou os desenhos teriam sido "torturados"?


Ayres

Do colega Rekern!

Gostei da tua denúncia de que o Brossard, que descarrega seu ódio contra o Lula semanalmente em sua coluna na Zero Hora. Quer dizer que o então ministro usava de agentes pagos com o dinheiro público e gastava a gasolina do governo para entregar um a coisa particular para uma empresa particular. Se o Barbosa sabe disso enquadra ele no seu domínio do fato e como não se precisa mais de provas, encana o velhinho raivosa.
Abraços

Aprovado projeto que cria Polo Educacional do Centro Histórico

Plenário
Aprovado projeto que cria Polo Educacional do Centro Histórico
O plenário da Câmara Municipal aprovou, nesta quinta-feira (13/12), projeto de lei do vereador Airto Ferronato (PSB) que cria o Polo Educacional do Centro Histórico de Porto Alegre. O Polo será constituído pelas instituições de ensino localizadas na região do bairro Centro Histórico com o objetivo de estabelecer a região como área de referência em educação no Município. Além disso, visa a buscar o reconhecimento da importância da educação para a vitalidade do Centro Histórico, melhorar as condições de uso no bairro, observando aspectos físicos, sociais e de segurança. "É preciso ações concretas para que o Centro da cidade seja de fato revitalizado. Isso é fundamental para o imaginário do cidadão e para a auto-estima de todos os porto-alegrenses", defende Ferronato.
Pelo projeto aprovado, fica estabelecido que o Executivo Municipal, em conjunto com as instituições de ensino, planejará ações e prioridades visando à implementação de equipamentos públicos que contemplem os seguintes aspectos: melhorias na iluminação pública, policiamento, implantação de novas áreas para estacionamento e avanços no transporte público. Há, no Centro Histórico de Porto Alegre, mais de oitenta instituições de ensino – entre escolas, cursos e faculdades – que atraem em torno de aproximadamente 25 mil alunos por dia, contando com o complexo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs).
Texto: Ester Scotti (reg. prof. 13387)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

MOVIMENTO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS/Brasil INFORMA:

Conforme afirmei na ultima terça-feira, logo após a exibição do filme “El Clavel Negro”, José Serra foi salvo pelo
Embaixador da Suécia noChile, o senhor Harald Edelstam e o major do exército chileno, Ivan Lavanderos, quando
se encontrava preso no EstádioNacional, em Santiago do Chile.

Para ler mais clique aqui.

Do site do Adeli Sell

100 ANOS ATRÁS
Há cem anos, nascia Luiz Gonzaga, o homem que descortinou o nordeste. Leia mais no Sul 21.

MORREU O CAPITÃO GALDINO....

Cheguei aqui na salinha pro meu dia de trabalho e o colega aqui me avisou que um cara tinha me ligado dizendo que tinha morrido alguém...Ué, pensei. Ele me disse:

- É um nome estranho....

Ai o Gelson ligou mais tarde...Era o Milton Galdino mesmo. Já está até na Zero, me avisou.

MEMÓRIA DA IMPRENSA

O VELHO REPÓRTER POLICIAL


A morte do Milton Galdino, na terça, fez recordar ontem com alguns poucos colegas os velhos tempos desta atividade, lá se vão muitos e muitos anos(nem tantos....assim...)

Mas o Gustavo Mottase esmerou em contar uma de um repórter policial, dos anos 70, tri manjado, mas muito competente.Ele estava lembrando agora há pouco deste um repórter policial de um jornal da capital. Ele deu a notícia da prisão do Trajano em Rio Grande.Não sei qual a implicância do cara com a lei.

Quando ficou sabendo que tinha saído no jornal Trajano mandou a mulher ligar pro jornal e entregar o repórter
- Pô mas ele pagou pra não sair no jornal, como é que foram botar o nome...

O repórter simulava que ia se jogar de um prédio de alguns andares por causa da entregação do traficante. Mas ele tinha um padrinho que segurava as pontas dele,sempre.

LEMBRANÇAS DO "CAPITÃO" GALDINO



oLHA, NO OBITUÁRIO QUE LI DA ZERO, ME PARECE QUE TEM ALGUM EQUIVOCO. sE NÃO ESTOU ENGANADO, O CAPITÃO GALDINO, COMO ERA APELIDADO, NASCEU EM GUAIBA.

SERÁ IMPRESSÃO MINHA?

oU ENTÃO ERA ELE QUE ESPALHAVA ISTO...SEI LÁ.

oUTRA COISA. EM 1973,QUANDO O CONHECI NA ZERO, ELE TINHA UMA PRIMEIRA MULHER, COM QUEM VIVIA . MORAVAM NO MENINO DEUS. ESTIVE NA CASA DELE. ESTA SUA PRIMEIRA ESPOSA SE SUICIDOU. ELE NÃO TEVE FILHOS COM ELA.

NA CASA ONDE MORAVA,AGORA, NO JARDIM BOTANICO FUI LÁ ALGUMAS VEZES.Ele adorava mostrar seus poemas, que cometia.

Era um homem da noite, também foi isto.

E quando o conheci, lecionava Matemática, no Colégio Estadual Protásio Alves, que fica bem em frente a Zero Hora.

Tinha um outro apelido, CHURRASCO, OU CHURRASQUINHO...DADO PELO FERNANDO GOULART, O MESMO QUE ME CHAMOU DE SUGISMUNDO...UM DIA E QUE QUASE PEGOU.

FERNANDO GOSTAVA DE DAR APELIDOS NOS COLEGAS.

QUE ERA PRESTATIVO, COMO DIZ ZH, ISTO ERA...VIVIA QUEBRANDO GALHOS DOS COLEGAS.

Enterro do Galdino

Estou voltando do enterro do Milton e tinha muita gente lá...poucos que eu conhecia....alguns coleguinhas, raros.


Mas deu pra pegar algumas historinhas da vida profissional do chamado CHURRASQUINHO, que os colegas, que viraram seus amigos, contaram , relembrando a velha trajetória do capitão Galdino.Ele estava esticadinho,dentro do caixão, com a mesma cara de sempre que eu o encontrava. Perguntei agora há pouco se o Milton era espírita. Não, me disseram, ele místico, o que é outra coisa. Ary dos Santos que o conheceu muito bem, acha que ele era místico, mas ultimamente andava fanático pela maçonaria. Andava fazendo sua vida por aí.


*Milton tinha ido a Penitenciária de Charqueadas, numa noite que estava de plantão junto com um fotógrafo, que me parece teria sido o Juan Gomes.

Já alta madrugada, na volta resolveram entrar numa churrascaria na Br-290, que era do Teixeirinha. Bem ao seu estilo entrou porta adentro da churrascaria. Os garçãos,sonolentos, estavam fechando a casa.

- Compadre Teixeria está aí?

- Não, não veio hoje!

- Mas, como disse Galdino, se ele me convidou pra comer um churrasco....


O chefe dos garçãos tomou a dianteira:

- Não se preocupe nós fizemos pro senhor.

E todos comeram até altas madrugadas.

Bem do Galdino.

*Outra do Churrasquinho

Houve um acidente de trânsito e a Policia teve que interditar a área. Era madrugada. O Milton foi pra lá com o fotografo e todo becado, como andava depois que entrou pro Ministério Público - quando o conheci em 1973, Galdino não se vestia assim tão formal, embora sempre andasse arrumado, pois era professor...

Galdino passou o cordão de isolamento, tirando pro alto a fita. O brigadiano claro que achou que ele era o delegado. O presunto estava lá estirado no chão,esperando a Perícia.

Assim que o verdadeiro delegado João Magalhaes chegou, meio com roupas amarfanhadas, foi confundido pelo brigadiano como um enxerido, que apenas queria se meter no assunto. O delegado - já se sabe que Policia Civil e Brigadianos não se bicam mesmo - foi ultrapassando o cordão e o brigadiano foi pra cima dele:
- O senhor aí, saia desta área que o delegado tá aí, disse apontado pro Galdino, que quieto anotava no seu caderninho os dados.

*Esta é muito boa e foi lembrada agora há pouco pelo Wanderley Soares. Uma vez chegou uma percanta na editoria de Polícia, que ele chefiava. Vinha à procura do Galdino.

Churrasquinho tinha ido viajar, sabe-se lá pra onde....

Wanderley foi dando trela pra mulha até que enfim os dois viram que tinham mais que simpatia. Saíram pra noite e rolou....

Wanderley disse que a mulher era um caso do Galdino e que ele nunca o perdou por isto.


*Galdino morava na Felizardo Furtado - estive lá várias vezes, num pequeno apartamento que não denotava que ele fosse um homem rico, como diziam por aí. Pelo contrário, sua vida era muito simples.

E sempre saía para levar sua cachorro a dar um passeio. Um fim de semana, quando era vizinho do Ary dos Santos, ele notou que um ' vagabundo' - usava este termo que é a linguagem policial que os tiras usam pros meliantes -entrou na casa do Ary, que estava viajando.

Quando Ary voltou encontrou o Milton passeando o cachorrinho e foi logo lhe contando do tal do vagabundo.

Milton foi atrás do assunto, um delegado o prendeu e cagaram o coitado a laço na delegacia.


*Ary dos Santos lembrou que era Milton quem quebrava todos os galhos de carros pro diretor Marcos Dvoskin, quando este,então genro do dono da Zero Hora, trocava de carro a toda hora.

*E quando vinha o carnaval, quem se escalava pra fazer a cobetura de boites e inferninho era sempre o Milton.

Este lado da folia do momo ficava dentro da Zero a cargo da editoria de Polícia e era sempre o Galdino que fazia.

Este assunto era com ele.

*Engraçado, porque Milton tinha um lado de intelectual. Compunha bons poemas eróticos. Eu tenho um livro chamado Recados, que não é ruim não. O prefácio é do seu amigo, um advogado que andou na política e que tirou muita gente presa do DOPS. Não lembro do nome agora.


*Jussara Gauto foi muito amiga de Milton Galdino. Ele pegava muita informação com esta advogada.


*Milton também teve que cobrir o caso AREBALO, um filho adotivo do delegado Pedro Seelig, que morreu durante ' um caldo' que deram ....

Deu uma CPI e o assunto ocupou os jornais anos.


*Churrasquinho adorava passar trotes, principalmente nos focas. Tão logo ingressei na Polícia em 1973, ele me passou um puta trote: ligou pra editoria avisando que tinha caído um ônibus da ponte do Guaíba. Tinha 40 mortos. Entrei em pânico...

Fui pegar dois fotógrafos e ninguém se mexia...achei estranho. Ninguém tava nervoso, só eu...

Ai comecei a desconfiar. Até que me disseram que era um trote do Galdino.


*Galdino tinha um costume que eu não gostava. Quando chegava numa delegacia e via um preso, dizia pro inspetor:
- Bota ele no pendurico que conta tudo...

O preso entrava em pânico.


*Muitas vezes ele também fazia isto quando íamos de carro pelas vilas. Ele via algum malandro e botava a cabeça do lado de fora do fuca do jornal e berrava:

- Esse aí tem muita que contar...

O malandro sumia, quando via que era carro de jornal.


*Não lembro agora se foi o MIlton ou o Wanderley Soares que lançou a Luciamen Winck na reportagem policial.Foi o Wanderley, mas o Milton deu uma força pra foca...mandou ela pra linha da frente...

 

ENTERRO DO MILTON GALDINO


PRIMEIRA FOTO: aRY DOS SANTOS, ADVOGADO DA RBS, ANTONIO PACHECO E SEU FILHO, RENATO DORNELLES, DA ZERO.

SEGUNDA FOTO. WANDERLEY SOARES , EX-COLEGA DE GALDINO ASSINA O LIVRO DE PRESENÇAS.

A MORTE DO CAPITÃO GALDINO!

Milton Galdino pegou o apelido de ' churrasquinho", ou " churrasco" no meio dos colegas.

Isto foi nos anos 70, na Zero Hora. Tudo porque ninguém queria cumprir uma pauta que era uma batida policial ou de fiscais da SMIC nos ambulantes que fabricam, ou fabricavam churrasquinhos na Praça XV de Novembro.

Galdino foi lá e voltou com uma matéria de uma página, porque deu rolo entre os vendedores ambulantes,ou camelos e a polícia, ou os fiscais da SMIC.

E com boas fotos para ilustrar sua matéria.

No dia seguinte, ele se consagrou como " churrasquinho".

Sempre que entrava na sala da Polícia, Fernando Goulart gritava o mantra:

- Churrasco!!!!

Causos da Reportagem

O CACHORRO LEVOU

O FUMO DO KOLECZA


Carlos Alberto Kolecza

Quando andava pela Fronteira Oeste, nos anos 70 - havia o raciocamento de gasolina e nos fins de semana os postos de gasolina não podiam vender combustível -Carlos Alberto Kolecza fez uma parada junto a Fazenda de Santos Reis, do ex-presidente Getúlio Vargas,porque lá iriam reabastecer o carro da reportagem.

Sentaram por lá embaixo de umas árvores e ele deixou no chão o fumo do seu cachimbo dentro de uma pochete.

Um cachorro veio e levou seu fumo....

Kolecza foi atrás e aí se deu conta de que um cachorro havia pego seu cachimbo e o fumo junto.E o havia deixado há alguns metros de onde ele sentara pra descansar.

- Além disto, contou, me lembro de uma índia guarani, que andava ainda pela fazenda e que fora cozinheira do Getúlio Vargas, quando ele esteve morando nesta fazenda.

Kolecza gostava de andar pelo interior do Estado arrecadando estas histórias e depois as escrevia em grandes reportagens. Lembrei a ele que uma índia que cozinhara para Getúlio Vargas daria umas 4 páginas na Cruzeiro ou na Manchete. Ele silenciou.

Foto da semana

A foto que recebi da ' nossa ' mesa no almoço da Fiergs de segunda me fez lembrar desta foto, feita no começo dos anos 70(acho que foi em 71 ou 72) .. Lá se vão 40 e picos anos...

Aqui estou pegando carona pra praia, pra Garopaba. A foto é do Milton Saraiva, o Totti.

De São Borja

Prefeito condenado!


Foi grande a repercussão em São Borja hoje, dia 12/12, com a notícia da cassação do prefeito Mariovane Weis. A rádio Cultura deu cobertura ao meio-dia ao fato . A Folha de São Borja deve trazer matéria na sua edição de sábado. Outro jornal da cidade, que circula na sexta, também deverá trazer matéria sobre os processos sofridos pelo prefeito, que termina seu mandato em 31 de dezembro próximo.

FALTA DE DIÁLOGO ENTRE O BOQUIRROTO E O RANZINZA

Por Carlos Chagas

É coisa para os doutos de vasto saber jurídico e de ampla experiência política discutir sobre quem tem razão no confronto entre o Supremo Tribunal Federal e a Câmara dos Deputados. Aqui na planície, apesar de morarmos no Planalto Central, resta verificar, de início, que falta razão à Constituição, quer dizer, os culpados pela crise atual são os constituintes de 1988. Afinal, como inseriram no texto dois artigos conflitantes? Ou os condenados por sentença transitada em julgado, a pena de reclusão superior a quatro anos, e que são deputados, perdem automaticamente seus mandatos, ou os mandatos só podem ser cassados depois de votação secreta e por maioria absoluta da Câmara e do Senado. Fica demonstrada a impossibilidade de convivência entre os dois dispositivos. Ou o Supremo pode cassar ou essa é prerrogativa exclusiva do Congresso. A vigência da contradição só poderia dar no que deu: impasse caracterizado por conta do mensalão, 24 anos depois de promulgada a Constituição.

Ficaram de braços cruzados todo esse tempo o Judiciário, ao qual cabe interpretar a Constituição, e o Legislativo, que poderia ter usado o poder constituinte derivado para dirimir a duvida. Agora, sofrem ambos.

A falta de bom-senso por parte de Marco Maia, presidente da Câmara, põe mais gasolina no fogo. Não poderia ter convocado a imprensa para dizer que vai desobedecer a decisão do Supremo, aliás, a ser confirmada hoje com o voto do ministro Celso de Mello. Afinal, no plano das possibilidades, quem garante que o plenário da Câmara degolará os três deputados mensaleiros? A votação é secreta e eles poderão estar agindo para demonstrar inocência, por mais incrível que pareça. Não sendo cassados, mas já condenados pela mais alta corte nacional de Justiça, exercerão seus mandatos na cadeia? Os condenados a prisão aberta sairão do plenário às 18 horas para recolher-se ao cárcere?

A desmoralização de nossas instituições está a um passo de ser formalizada, quando tudo poderia ter-se resolvido pelo diálogo entre os presidentes Marco Maia e Joaquim Barbosa. Como um é boquirroto e outro, ranzinza, aí está a conseqüência.
A LEI E OS LENÇÓIS
Ninguém está acima da lei, mesmo estando debaixo dos lençóis. Dona Rosemary Noronha está indiciada pela Polícia Federal pela prática de formação de quadrilha, tráfico de influência, nepotismo, participação na venda de pareceres administrativos e outros crimes. Ainda que sob a proteção do PT, poderá parar na cadeia, até preventivamente. Suas relações íntimas com o ex-presidente Lula não a eximem de responder perante a lei. Mesmo escondida sob lençóis...
BARRO NO VENTILADOR
Ontem foi dia de barro no ventilador, esgotando-se em poucas horas a edição de O Estado de S. Paulo, com revelações de estarrecer. É reproduzido o depoimento de Marcos Valério à Procuradoria Geral da República, em setembro, envolvendo o ex-presidente Lula, José Dirceu, Delúbio Soares, Antônio Palocci e outros.

Ninguém é obrigado a acreditar nas denúncias do operador do mensalão, que procura livrar-se da pesada sentença de 40 anos de reclusão. Seu relato, porém, tem começo, meio e fim, ainda que se tenha referido apenas a uns poucos episódios do escândalo. Terá o esquema criminoso de recolhimento de recursos ilegais contribuído para pagar despesas pessoais do Lula, ainda que com a modesta quantia de cem mil reais, quando os mensaleiros amealharam centenas de milhões? O que dizer da chantagem que um empresário de Santo André teria desenvolvido contra o ex-presidente, contra José Dirceu e outros auxiliares, em torno do assassinato do prefeito Celso Daniel? Dá para acreditar que Valério, no gabinete presidencial do palácio do Planalto, tenha ouvido do Lula estímulos aos empréstimos do Banco Rural ao PT? Ou que o ex-presidente tenha atuado para pedir à Portugal-Telecom a liberação de milhões para o partido dos companheiros, através de seus fornecedores? Por último, terá mesmo Valério sido ameaçado de morte pelo mais chegado assessor do Lula, Paulo Okamoto, caso não se comportasse e mantivesse o bico calado?
São gravíssimas as acusações, ainda que o acusador deva comprová-las. Mesmo assim, falta uma palavra dos acusados. Não adiantará mais botar a culpa na imprensa ou na oposição. O país inteiro aguarda a palavra que salva ou o gesto que mata.

PROJEÇÃO DE FILME

VIRA MANIFESTO POLITICO


Jair Krischke, de barba e o realizador do filme " Clavel Negro"


Foi quase um manifesto político que os ex-militantes de esquerda, em sua grande maioria, fizeram na noite de terça, no Santander, quando foram ver o filme EL CLAVE NEGRO, que é a história do embaixador sueco, Harald Edelstam que tirou muitos presos do Estádio Nacional de Santigo, que virou um campo de concentração depois do Golpe Chileno de 11 de setembro de 1973.O filme foi projetado pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos(MJDH) e um dos realizadores, um argentino, esteve presente na sessão e no debate. Um outro integrante do movimento sindical, um uruguaio, ligada a uma Federação de Trabalhadores da Indústria de Alimentação do Uruguai veio pra entrega do Prêmio de Jornalismo do MJDH,ocorrido na segunda, dia 10 e disse que a partir do que viu ele ia começar a escrever um história de Jair Kristche, líder máximo da entidade, que porém, pediu mais calma.

Este golpe chileno me persegue, pensei durante a projeção. Porque o acompanhei desde que começou, na redação da ZH, quando junto ao telex com velho João Batista Aveline e a uma colega repórter, a Marilene, que perdi de vista há muitos anos.

Ficávamos no telex com a esperança de que um general que fora do Governo Allende, - todos já sabíamos que o presidente se matara àquela altura dos acontecimentos e que o Palácio de La Moneda explodira pelos ares - se rebelasse desde o Sul Chileno, o que nunca aconteceu em fantasia. Mas nós sonhávamos...


Pois vendo o filme ali com os demais apreciadores pude ver o horror que foi o estádio Nacional de Santiago e as prisões chilenas dos que estavam no Governo da Unidade Popular.

Mas o filme tem a pretensão - não toda, claro - de resgatar a história do Embaixador sueco Edelstam que vira um verdadeiro gigante pra tirar os presos, tanto da Suécia, como de outros países, do campo de concentração em que o Estádio Nacional de Santiago se convertera.

- Ele tirou o José Serra de lá, contou depois Jair Kristche.

E foi por meio do Paulo Renato de Souza pois ambos eram exilados do Brasil no Chile. Tinham passaporte azul, pois trabalhavam na CEPAL, o organismo da ONU que trata de economia dos países.

"CASO" COM

SECRETÁRIA DE ALLENDE

O filme não entra numa questão muito delicada, principalmente para os chilenos. Se diz no Chile, que o embaixador sueco tinha um "caso" com a então secretária particular do presidente Allende, que era uma figura central da Unidade Popular.

- Não quisemos entrar neste assunto. Nem a entrevistamos, nem fomos atrás dela,disse o realizador do filme, um argentino.
Este argentino morou um tempo em Passo Fundo, exilado da Argentina, e esteve preso na Polícia Federal, em Porto Alegre.

- Ele foi hóspede na Av. Paraná, ironizou o presidente do MJDH quando o apresentou a um bom público que foi ver o CLAVEL NEGRO.

Edelstam estava totalmente esquecido na Suécia até 2006, quando começou o movimento para realização do filme. Agora está sendo lembrado nos países nórdicos, menos na Suécia, onde ficou completamente alijado da diplomacia, porque suas atitudes no Golpe Chileno passaram dos limites segundo a diplomacia normal.

- Quando chegamos ao Chile pra começar as filmagens, a primeira visita que fizemos foi ao embaixador da Suécia. Ele nos disse: não gastem um metro de celulóide com este maluco!

O filme mostra o envolvimento total do embaixador Edelstam pra retirar os presos do Estádio Nacional mas o lance que o consagrou, que o tornou um ícone, foi quando ele hasteou a bandeira da Suécia na Embaixada de Cuba, a fim de tornar aquele território sueco, uma forma de fazer com que os soldados chilenos parassem de atirar contra ela pra tentar matar todos os refugiados que ali tinham se exilado.

BRASILEIROS

Alguns brasileiros foram salvos pelo embaixador sueco, que os retirou do Estádio Nacional, transformado numa prisão a céu aberto.

- O " Formiga" que estudou no Julinho foi um deles. Ele levou um tiro,caiu no rio Mapocho e conseguiu fugir pruma embaixada e se salvar.

Outro brasileiro que ainda vive na Suécia - Marconi Mattos(foi fotógrafo da ZH nos anos 70) mantem contatos com o presidente do MJDH.

- Falamos com ele hoje(11/12) pelo scaipe, disse Jair, ao fim do bate-papo com os presentes à sessão de projeção do filme.

FUI AGORA AO MEIO DIA DE HOJE NO ULTIMO PETROPAR DO ANO...

AGORA SÓ DIA 9 DE JANEIRO DO ANO QUE VEM.

AO MEIO DIA SEMPRE AS 4 FEIRAS NO TSP....

QUE BELO PROJETO....

TEM COISAS QUE DÃO CERTO, SEM MUITA MIDIA. SEMPRE TEM GENTE VENDO O PROGRAMA COM OS MUSICOS LOCAIS FAZENDO SEUS SHOWS....

ROQUEIRO MOR


DESCOBRI QUE O VEREADOR adeli sell, que termina o mandato agora dia 31, é roqueiro. Foi na Madona, foi no Paul Mactney e vai ir no Elton John, no ano que vem no estádio Zequinha.


Da-lhe Adeli.

IPTU vencido poderá ser parcelado em até 80 meses


A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, nesta quarta-feira (12/12), projeto do vereador Idenir Cecchim (PMDB) que permite parcelamento em até 80 meses de débitos vencidos de pessoas físicas ou jurídicas relativos ao IPTU e à Taxa de Coleta de Lixo (TCL) e estabelece também descontos para pagamentos à vista de dívidas vencidas.

Conforme a proposta aprovada, o parcelamento poderá ser aplicado a qualquer débito da pessoa física ou jurídica, inscrito ou não em dívida ativa, mesmo que discutido judicialmente em ação proposta pelo sujeito passivo ou em fase de execução fiscal. No caso, porém, de ação judicial, o devedor só se beneficiará do parcelamento se aceitar desistir do processo.

O projeto estabelece que o valor de cada prestação será acrescido de juros correspondentes à variação mensal da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), a partir do mês subsequente ao da consolidação, até o mês do pagamento. Para parcelar a dívida, o devedor não precisará apresentar garantia ou arrolamento de bens, mantidos aqueles decorrentes de débitos transferidos de outras modalidades de parcelamento ou de execução fiscal. O parcelamento só será formalizado após o correspondente pagamento da primeira prestação.

O devedor que optar pelo parcelamento terá reduções de 20% dos juros de mora e atualização monetária incorridos até o mês do pagamento integral e de 50% da multa. Será rescindido o parcelamento, porém, quando se verificar a inadimplência do devedor por dois meses, consecutivos ou alternados, relativamente às prestações mensais. Em caso de rescisão, ocorrerá a remessa do débito para a inscrição em dívida ativa ou o prosseguimento da execução, conforme o caso.

O devedor que preferir pagar à vista os débitos do IPTU e TCL vencidos terá reduções de 50% dos juros de mora e da atualização monetária incorridos até o mês do pagamento integral, além de desconto de 100% no valor da multa.
"A proposição tem como objetivo a promoção da justiça fiscal. Por um lado, promove a retirada da informalidade de inúmeros imóveis que não se encontram regularizados, inclusive porque tal regularização viria, em condições normais, acompanhada de encargos (multas e juros), muitas vezes insuportáveis para os pequenos proprietários urbanos. E, por outro, evita inúmeras discussões judiciais referentes à cobrança do IPTU progressivo", sustenta Cecchim.
Texto e edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS!

Jango estaria voltando???

Depois de sua morte - 6.12.1976 - surgiu uma boataria de que Jango estava preparando sua volta ao Brasil. Ele teria pedido a seu ex-ajudante de ordens, coronel Ernani Correa de Azambuja para fazer um contato com os milicos do Brasil pra saber se poderia voltar.

O coronel confirmou ao repórter José Mitchell, do JB, que estes contatos haviam sido feitos por Percy Penalvo, um homem próximo a Jango e que trabalhava para o ex-presidente e Serafim Vargas, parente de Getúlio.

Os militares exigiam que Jango ficasse confinado a sua fazenda de São Borja.

Jango não teria aceitado a condicional.

As supostas ameaças de morte que Jango estaria recebendo no Uruguai e na Argentina levaram as pessoas mais próximas do ex-presidente a acelerarem estes movimentos pra volta do exilado ao país.

Ernani Azambuja contou a Michell ,segundo ele narra em seu livro de memórias, que teria procurado em Brasília o então presidente do SNI (Serviço Nacional de Informações) João Figueiredo - depois eleito indiretamente presidente da República - para saber se Jango poderia ou não voltar. Jango e Figueiredo tinham relações do passado.

No primeiro encontro, Azambuja saiu com boa impressão. Mas na segunda vez que falou com o chefe do escritório do SNI, Figueiredo deu um balde de água fria sobre o assunto: a linha dura do Governo não gostava do assunto e não queria nem ouvir o nome de Jango.

No III Exército,segundo Mitchell, havia uma ordem de prisão contra Jango, caso ele botasse os pés no Braisl.

Estas e outras estórias da Revolução de 1964 estão no livro do coronel Azambuja, lançado pelo EXército. O nome da obra é A História Oral da Revolução de 1964.

Cosmam defende ampliação de refúgio no Morro São Pedro

Meio Ambiente
Cosmam defende ampliação de refúgio no Morro São Pedro
A Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara Municipal de Porto Alegre decidiu na tarde desta terça-feira (11/12) solicitar ao Executivo que o Refúgio da Vida Silvestre, localizado dentro da Unidade de Conservação do Morro São Pedro - que será criada por conta da compensação ambiental obrigatória no licenciamento do Programa Integrado Socioambiental (Pisa) -, seja ampliado. A solicitação requer que a área seja maior do que os 54 hectares apresentados inicialmente pela proposta da prefeitura. Toda a Unidade de Conservação do Morro São Pedro pertence a uma Área de Preservação Ambiental (APA) na região Extremo Sul da cidade.
De acordo com o presidente da Comissão, vereador Beto Moesch (PP), e a pedido das entidades envolvidas com o tema, é preciso uma área maior para proteger as nascentes e para preservar melhor a ecologia e biodiversidade do local. Além disso, Moesch lembrou que a Comissão já entrou com projeto na Casa para revogar a lei municipal que criou 10 Áreas Especiais de Interesse Social (Aeis) na região do Morro São Pedro.
Segundo o vereador, as Aeis foram gravadas dentro de Áreas de Ocupação Rarefeita ou Áreas de Proteção ao Ambiente Natural previstas no próprio PDDUA. Para a vereadora Fernanda Melchionna (PSOL), com a proposta quer se evitar que os espaços sejam utilizados para especulação imobiliária. "Essas regiões são especialmente protegidas, terão uso e ocupação regrados por limites e regime urbanístico de proteção especial que seja compatível com as características de preservação da vegetação que lhes é peculiar", explicou.
Investimento
Para a representante da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), Maria Carmen Sestren Bastos, a aquisição da área do Morro São Pedro será realizada pela prefeitura através de "meio porcento do investimento total do Pisa". Conforme Bastos, mesmo que a área não seja ampliada agora, a ideia é que o Refúgio tome novas proporções futuramente. "A principal tarefa agora é criar essa área logo", frisou ao lembrar que o projeto está sendo analisado pela Secretaria de Gestão e Acompanhamento Estratégico.
Para o morador da região e membro do Grupo Macacos Urbanos, Felipe Viana, é importante que a Cosmam cobre também do Executivo que a APA abranja os corredores ecológicos e as bacias hidrográficas da Zona Sul. "Se a sociedade não se mobilizar, a degradação do meio ambiente só vai piorar", alertou Viana. Para o presidente do Instituto Augusto Carneiro, José Truda, o poder público precisa entender de uma vez por todas que os parques e áreas de conservação devem ser aproveitadas para o ecoturismo e para a geração de emprego e renda. "Enquanto os ambientalistas forem tratados como gueto, a opinião pública nunca vai entender a importância de salvar o ecossistema", registrou.
Ainda participaram da reunião, o vereador Carlos Todeschini (PT), representantes do Departamento Municipal do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), da Metroplan, da Associação Macrobiótica de Porto Alegre e da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan).
Texto: Ester Scotti (reg. prof. 13387)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

ARI ENTREGA PREMIOS

Será dia 18, pela manhã, a entrega do Prêmio ARI de Jornalismo.

Pela manhã...

Não se sabe se os que gostam de um coquetel(como todos) terão esta regalia. Pela secura que anda a ARI vai ser dificil. A não ser que o banco que patrocina o Prêmio, o Banrisul, solte uma graninha extra pros comes e bebes.

UFRGS SEM LUZ

FALTOU LUZ NA UFRGS AGORA NO MEIO DA TARDE E O FILME DO GEORGE HARRISON QUE IA VER NÃO DEU. MAS VAI PASSAR EM JANEIRO, DE NOVO,DENTRO DO CICLO DO ROCK.

ESTAVA TUDO SEM LUZ NA REITORIA DA UFRGS...

- A CIDADE ESTÁ CAÓTICA, DISSE A GURIA QUE CUIDA DA SALA DO CINEMA.

Memória Política!

Brossard queria ser

Ministro, .Não DA JUSTIÇA

..mas das Relações Exteriores


O ex- Ministro da Justiça, Paulo Brossard de Souza Pinto foi Ministro da Justiça de José Sarney( fora escolhido por Tancredo) mas na formação da NOVA REPUBLICA o que o ex-senador queria mesmo ERA O MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES.

Só que na luta pelo espaço político na formação do Governo de Tancredo Neves Abreu Sodré se cacifou melhor que Brossard. Sodré era sócio do escritório de advogacia de Saulo Ramos, onde Sarney trabalhou no começo dos governos militares.

No Ministério da Justiça ,Brossard envolveu-se em alguns episódios polêmicos, como a proibição do filme JE VOU SALUE , MARIE...

E couve a ele demitir da Embrapa, - Empresa Brasileira de Planejamento Agropecuária - o gaúcho, professor Luis Carlos Pinheiro Machado.

Pinheiro Machado tinha sido nomeado por Pedro Simon para o cargo.

Broassard o demitiu a pedido de José Sarney. Pra vaga de Pinheiro Machado, foi colocado outro gaúcho, o prefeito de Bento Gonçalves, que teve que renunciar ao cargo.

COLUNA

Foi quando era Ministro da Justiça que o jurista Paulo Brossard de Souza Pinto começou a escrever sua coluna às segundas na ZH.

Convidado pelo editor-chefe Carlos Machado Fehlberg - ambos de Bagé - Brossard costumava mandar um entregar sua coluna aos domingos de tarde, diretamente ao editor do jornal.Não havia email ainda e o Ministro da Justiça não mandava sua coluna pelo fax. Fazia questão de que fosse entregue,pessoalmente.E como era ministro de Estado, policiais da Polícia Federal iam escoltando a entrega da coluna.Por isto, algumas vezes, na portaria do jornal, o simples funcionário ficava nervoso ao receber um agente que ia entregar o material.


A PRESIDENTA DILMA PREOCUPADA EM DEFENDER LULA..???!!!!!

.CHI, AI TEM......

DE PARIS!
A presidente Dilma Rousseff reiterou nesta terça-feira, em Paris, o seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela comentou um depoimento feito pelo empresário Marcos Valério à Procuradoria-Geral da República, divulgado em reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, segundo o qual Lula concordaria com as operações de compra de votos de deputados pelo mensalão e teria se beneficiado do esquema para o pagamento de despesas pessoais.
"É sabida a minha admiração, o meu respeito e a minha amizade pelo presidente Lula. Eu repudio todas as tentativas, e essa não seria a primeira vez, de tentar destituí-lo da sua imensa carga de respeito que o povo brasileiro lhe tem", disse Dilma, durante coletiva de imprensa ao lado do colega francês, François Hollande, no Palácio do Eliseu, na capital francesa. "Eu acredito que essa é uma questão que eu devo responder no Brasil. Mas eu tenho que assinalar que eu considero lamentáveis essas tentativas de desgastar a imagem do presidente Lula."
A presidente destacou respeitar o antecessor pelo desenvolvimento promovido no País durante o seu governo, incluindo a redistribuição de renda, e pelas relações internacionais que o Brasil aprofundou nos anos de seu mandato. Situação incomum em coletivas de imprensa, ela foi aplaudida pela comitiva de seis ministros que acompanhavam as declarações, junto com mais uma dezena de assessores. Dilma realizou hoje a primeira etapa da visita de Estado de dois dias a Paris, onde foi recebida com honras militares.
Hollande também comentou os assuntos internos brasileiros, declarando que Lula "tem uma imagem considerável na França". "Ele defendeu princípios de justiça e solidariedade, promovendo um desenvolvimento econômico excepcional. Lula é visto como uma referência", afirmou o presidente francês.
O ex-presidente, que está em Paris para participar de uma conferência, não aceitou conversar com a imprensa para comentar as afirmações do depoimento de Valério. Lula participou da abertura do Fórum pelo Progresso Social: o Crescimento como Saída da Crise, em Paris, e ao ser procurado por repórteres, preferiu se calar.
Assessores do ex-presidente não permitiram a aproximação dos jornalistas. O Instituto Lula organiza o evento junto com a Fundação Jean Jaures e o petista deve se pronunciar amanhã no evento. Ele chegou em Paris ontem, mas foi visto em público pela primeira vez apenas na hora da conferência.
O mensalão do PT
Em 2007, o STF aceitou denúncia contra os 40 suspeitos de envolvimento no suposto esquema denunciado em 2005 pelo então deputado federal Roberto Jefferson (PTB) e que ficou conhecido como mensalão. Segundo ele, parlamentares da base aliada recebiam pagamentos periódicos para votar de acordo com os interesses do governo Luiz Inácio Lula da Silva. Após o escândalo, o deputado federal José Dirceu deixou o cargo de chefe da Casa Civil e retornou à Câmara. Acabou sendo cassado pelos colegas e perdeu o direito de concorrer a cargos públicos até 2015.
No relatório da denúncia, a Procuradoria-Geral da República apontou como operadores do núcleo central do esquema José Dirceu, o ex-deputado e ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares e o ex- secretário-geral Silvio Pereira. Todos foram denunciados por formação de quadrilha. Dirceu, Genoino e Delúbio respondem ainda por corrupção ativa.
Em 2008, Sílvio Pereira assinou acordo com a Procuradoria-Geral da República para não ser mais processado no inquérito sobre o caso. Com isso, ele teria que fazer 750 horas de serviço comunitário em até três anos e deixou de ser um dos 40 réus. José Janene, ex-deputado do PP, morreu em 2010 e também deixou de figurar na denúncia.
O relator apontou também que o núcleo publicitário-financeiro do suposto esquema era composto pelo empresário Marcos Valério e seus sócios (Ramon Cardoso, Cristiano Paz e Rogério Tolentino), além das funcionárias da agência SMP&B Simone Vasconcelos e Geiza Dias. Eles respondem por pelo menos três crimes: formação de quadrilha, corrupção ativa e lavagem de dinheiro.
A então presidente do Banco Rural, Kátia Rabello, e os diretores José Roberto Salgado, Vinícius Samarane e Ayanna Tenório foram denunciados por formação de quadrilha, gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro. O publicitário Duda Mendonça e sua sócia, Zilmar Fernandes, respondem a ações penais por lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O ex-ministro da Secretaria de Comunicação (Secom) Luiz Gushiken é processado por peculato. O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato foi denunciado por peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
O ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha (PT-SP) responde a processo por peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia inclui ainda parlamentares do PP, PR (ex-PL), PTB e PMDB. Entre eles o próprio delator, Roberto Jefferson.
Em julho de 2011, a Procuradoria-Geral da República, nas alegações finais do processo, pediu que o STF condenasse 36 dos 38 réus restantes. Ficaram de fora o ex-ministro da Comunicação Social Luiz Gushiken e o irmão do ex-tesoureiro do Partido Liberal (PL) Jacinto Lamas, Antônio Lamas, ambos por falta de provas.
A ação penal começou a ser julgada em 2 de agosto de 2012. A primeira decisão tomada pelos ministros foi anular o processo contra o ex-empresário argentino Carlos Alberto Quaglia, acusado de utilizar a corretora Natimar para lavar dinheiro do mensalão. Durante três anos, o Supremo notificou os advogados errados de Quaglia e, por isso, o defensor público que representou o réu pediu a nulidade por cerceamento de defesa. Agora, ele vai responder na Justiça Federal de Santa Catarina, Estado onde mora. Assim, restaram 37 réus no processo.

CRISTHOPHER GOULART

PODERÁ SER VEREADOR!


O neto de Jango Goulart, Cristhopher, que fez 2.428 votos, poderá assumir uma cadeira na Câmara Municipal.

Ele é o sexto suplente na Coligação PDT/PMDB(entre outros partidos)- que reelegeu Fortunatti prefeito - e caso o prefeito chame seis vereadores da coligação para serem secretários, Cristhopher deverá assumir como vereador.

DINHEIRO MAL INVESTIDO (I)

do blog do Adeli Sell

E não é que a Câmara aprovou, ontem, o projeto do Executivo que autoriza a abertura de crédito suplementar no valor de R$ 1,7 milhão para a prefeitura. O recurso será destinado ao pagamento de campanha publicitária que visa divulgar a possibilidade de antecipação de pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). "Trata-se de uma campanha implementada anualmente, expondo aos munícipes porto-alegrenses as vantagens do pagamento antecipado", explica o prefeito José Fortunati.

DINHEIRO MAL INVESTIDO (II)

O projeto aprovado prevê que o recurso a ser utilizado para a campanha seja destinado ao programa Mais Recursos, Mais Serviços, com crédito para a área de publicidade da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF). A verba será oriunda da rubrica Reserva de Contingência e gravada como Outras Despesas Correntes, no Orçamento do Município aprovado para 2013. Saiba mais.

DINHEIRO MAL INVESTIDO (III)

Não adiantou a oposição bater de frente, expor motivos coerentes e fazer o óbvio. Sim, o óbvio. É óbvio que uma grande quantia como essa poderia ser mais bem investida em questões prioritárias para a população, não em publicidade para arrecadação antecipada de imposto.

DINHEIRO MAL INVESTIDO (IV)

E a mídia independente, os jornais de bairro, os blogs, as rádios comunitárias? Ah, esses ficarão a ver navios nesse fim de ano. Publicidade e dinheiro farto para a grande mídia, que já possui recursos aos montes para se sustentar.

ALMOÇO DE FIM DE ANO NA FIERGS


O setor de eventos da Fiergs, ligado a diretoria,preparou almoço e docinhos antes da coletiva pra 250 pessoas. Mas foi mais gente, como sempre.Acabaram passando por lá, e comendo alguma coisa, 262 pessoas, segundo Olivia Lima, responsável pelo setor.

- Foi preparado pra 250 pessoas,afirmou ela.

Na Fiergs, o almoço de fim de ano é uma tradição.

- Aqui a gente se encontra sempre nos finais do ano, ouvi uma colega,dizendo pra outra.

É verdade, é meio como uma Feira do Livro, em que as pessoas se encontram uma vez ao ano, no evento.

O almoço de fim de ano ,dizem, nasceu por uma sugestão do ' lua preta" da Fiergs, o jornalista Júlio César Magalhães. Num determinado ano, ele juntou uns conhecidos no tempo do presidente Luiz Otávio Vieira e pediu pra fazerem um carreteiro de almoço, mais pra confraternizar, que outra coisa.

Deu no que deu....

Há colunistas que não perdem este almoço, de forma nenhuma. O engraçado é que junta gente ,povo, como se diz, de assessorias, consultorias e tudo o mais. Tem gente que reclama quando não recebe o convite, como foi meu caso.

INSTANTANEOS DO ALMOÇO DA FIERGS!

O presidente Heitor Muller e seu assessor economico,André Nunes de Nunes, explicam o ano economico de 2012 e fazem um prognóstico de 2013.

A mesa onde está este reporter( meio careca, já) Sonia Kramer(sem cabelo) Fernando Bueno, de óculos, Arlete, Ivan Gomes Carneiro e Ruas, da Intermédio

O restaurante improvisado da Fiergs. O almoço dos jornalistas

Mesa da diretoria: Karen, da revista Voto, Cascatinha do JC,Zé Nunes do Sindicato,Pedro Maciel, do JC, Telmo Flor, do Correinho, Heitor Muller, presidente da Fiergs e anfitrião e outros.

ALMOÇO DE FIM

DE ANO DA FIERGS


Gilberto Simões Pires ,titular do site Ponto Critico, não teve o retorno que imaginou quando fez uma provocação ao presidente da Fiergs, Heitor Muller, DIZENDo que o governador gaúcho estava em Moscou.

Muller não deu seguimento à provocação e passou o assunto pra outro tema.

ALMOÇO DE FIM DE ANO NA FIERGS!

Com a ajuda, ou mais feito por ele do que por mim, conseguimos reconstituir quem era da fotografia da Zero em 1973, quando fomos colegas lá.

eis a lista

1) Telmo " XU" : laboratorista, depois foi pra Câmara Municipal, até onde sei é falecido

2) Telminho Curcio da Silva...o chefão daquela" malta" toda....Tinha muito jogo de cintura. Sabia como lidar com o velho Mao-Mao, como ele chamava Mauricio Sirotsky. E, engraçado, ele trabalhava na fotografia, era o chefe, mas gostava de pegar a máquina e ir principalmente a campo de futebol fazer fotos. Fez Copas do Mundo....e pegou bombas de cobertura como aquela em que ele e o Carlos Alberto Kolecza, na volta do exílio do Leonel Brizola, cairam num campo na Argentina e foram dados por mortos por alguns dias.
3) Gerson Schirmer. Fernando Bueno me lembro que era o sub(editor) no caso era abaixo apenas do Telminho. Como filho do diretor do jornal, tinha um comportamento meio de nariz empinado. Mas era bom fotógrafo e se garantia. Fez em 1974, junto com Olyr Zavaschi, o saudoso Olyr, irmão do ministro do STF,Teori, a cobertura da volta de Peron na Argentina. Recordo bem disto.

Gerson gostava de cozinhar. Convidava os colegas depois pra saborear suas massas. Pouco antes depois foi dono do DOCE VIDA, um restaurante que marcou época na rua da República.

4)Galeno Rodrigues( o Gal) sempre vejo aí pelas ruas...caminhando. Andou um tempo sumido.

Fazia muita Polícia. Fez uma foto do Lupicinio Rodrigues, na sua boate, Batelão, na Cristovão Colombo, pra noticiário do Ucha, no segundo caderno. Depois brigou anos na Justiça por esta foto.

5) Fernando Bueno. Pouco lembro dele na Zero. Mas sempre acompanhei de longe seu trabalho.

6)Hipólito Pereira - foi embora pro Rio, pro Globo. Mas lembrei ao Bueno que ele foi o cara que fez as fotos do Figueiroa nu, no chuveiro, a pedido do Marco Aurélio. As fotos fizeram o Rubis parar o campeonato gaúcho, num arroubo dele...depois tudo se arregló, como dizem os castelhanos.

7)Paulo Franklen: o Paulinho, um dos melhores fotografos que já teve por aí. ERa muito corajoso. Uma vez fizemos a foto , quer dizer, ele fez, de um cadáver que deu na praia da Lagoa dos Patos, a bordo de um avião dirigido pelo comandante Calleffi, acho que era Ercilio o nome dele. A foto saiu na capa da Zero. Fora um naufragio que acontecera. Policia tinha disto, a gente fazia de tudo.

8)Nico Esteves: sempre vejo o Nico por aí, principalmente em sessões de cinema. Era mais do futebol.

9) Armênio Abascal, o Cotia: bom fotógrafo, mas muito porralouca. Morreu de um acidente em Belo Horizonte, em 1982 quando dirigia o carro pra fazer matéria pra Placar.

10)Santinho(Maurecy Santos): trabalhou em O Globo, na Zero e no fim de sua vida, na Camara Municipal.Era de Rio Grande. Gostava de uma ' jurupinga' que vou te contar.

11) Juan Carlos Gomes: um uruguaio, muito amigo e parceiro do Carlos Alberto Kolecza.Vive hoje em Brasília. Me parece que tem uma agencia. O Kolecza compra erva mate especial pra ele e manda pra lá.

Goiano(Rubens Borges) Veio depois do JB pra Zero,lembrou Fernando. Acho que lá por 76 ou 77.

É falecido. Chegou a ser chefe de fotografia da Zero.

Em tempo:

Em 1973, não trabalhavam mulheres na fotografia da Zero. Era outros tempos....Uma experiência anterior, com uma fotógrafa, dera auê e por isto tinha sido suspensa a entrada de mulheres. Depois passou a ser normal mulheres fotógrafas.

COLEGUINHAS

O ALMOÇO DE FIM DE ANO

da FIERGS

A" viagem" pelo interior do Estado
e a " viagem" no tempo!

NA MESMA MESA ONDE SENTEI, bem na entrada do restaurante, sentou um gordo(como eu) de óculos que sinceramente não reconheci....

- OLIDES, há 40 anos fizemos uma grande viagem pelo interior do Estado fazendo uma matéria pela Zero. O motorista era colorado, me disse o sujeito que até então eu não sabia quem era....

- Era o Silva, retruquei, sem ter a menor idéia com quem estava falando. Mas vi que ele não estava mentindo. Eu é que tinha perdido a memória...

Comecei a largar a corda...

- Colorado e Brizolista, disse pro colega, que continuou papeando...

Não tive saco, como diz meu amigo Serginho Ros, de contar pra ele o episódio que me aconteceu com o Silva que uma vez em Julio de Castilhos, lá por 77,ou 78, saiu bêbado pela noite gritando Viva Brizola, Viva Brizola. Achei que iríamos todos presos naquela noite e ficaríamos no quartel de Julio se é que la´tem quartel.

Aí me deu uma vontade de saber o nome do meu interlocutor porque tive a certeza de que não estava chutando: fui até a Sirley Colombo, que prontamente, me disse:

- Ele fez o nosso livro!

Bingo, pensei, é o irmão do Peninha.

É,disse-me ela.

Fiquei mais tranquilo, porque sabia com quem estava falando.

O Fernando, pra encerrar o papo, se retirou antes do fim do almoço, e sua esposa, que estava com ele, saiu antes.Tinham compromissos.

Sinceramente, não lembrava do Fernando na Zero. Lembrava de muitos outros fotógrafos.... Não sei se foi com ele que fui a Dom Pedrito fazer uma pauta tri complicada, e que a máquina não engatou o rolo. Tivemos que voltar a Dom Pedrito. Um dia vou perguntar ao Fernando se foi com ele que isto aconteceu.

 

O almoço de fim de ano da Fiergs!


1) Rosane Frigeri foi com um sapato salto alto de 12 cm.

Rosane está na revista VOTO. Trabalhou um tempão no Correinho.

2)Danilo Ucha e uma turma sentou tudo na mesma mesa. Era o pessoal do JC

3)Os colunistas sentaram numa mesa onde estava o presidente Heitor Muller.

4)Pontualmente, as 14 horas, o diretor da entidade, Humberto Busnello se retirou do recinto. Sozinho, sem puxa-saco em volta. Deve ser o próximo presidente da entidade, ou um dos próximos.

5)O presidente da Fiergs lembrou JOELMIR BETTING na coletiva;

-O SAUDOSO JOELMIR DIZIA: FACIL É AVALIAR O PASSADO E PREDIZER O FUTURO. DIFICIL É ENTENDER O PRESENTE!

Para mi gran amigo Olid ... Felices Fiestas y un bueno 2013.

De Buenos Aires
Enriqueta sollares


Le dije mis votos a coro por esa banda genial, el dibujante argentino Quino creación. No vuelvas a perder hoy, ya que cada uno representa una característica de nuestra especie, a veces no tan humano...
Por cierto, recomiendo la lectura de toda la colección. En español, preferentemente.


Te garantizo que todo el mundo se identifica con uno de los personajes que están ahí: Miguelito, Susanita, Libertad, Mafalda, Manolo, Guille y Felipe. Yo no confesó ni siquiera bajo tortura a la que se me identifico.

 

Llueve y graniza en Capital y GBA y hay alerta por tormentas fuertes
El fenómeno afecta también a Córdoba, Entre Ríos y Santa Fe.

De Buenos Aires
Enriqueta Sollares


Después Del temporal de La semana pasada, vuelve a diluviar en la Ciudad y el Gran Buenos Aires y, esta vez, en varias zonas las lluvias llegaron acompañadas por granizo. El Servicio Meteorológico Nacional (SMN) mantiene un alerta por tormentas fuertes tormentas. Durante la mañana, chaparrones aislados cayeron en algunos barrios de la Capital y el Conurbano. El sol, que parecía haber barrido la amenaza de más lluvias, comenzó a esconderse y alrededor de las 14 el cielo se encapotó. El agua no tardó en llegar. La gran cantidad de agua llegó acompañada de granizo en barrios de la Ciudad (Belgrano, Núñez, Palermo, Colegiales, Recoleta, Caballito, Devoto y Barracas, entre otros), y en localidades del Conurbano (Vicente López, Olivos, Martínez y Lomas del Mirador).

Foto Enriqueta

Lluvia torrencial sobre Buenos Aires.

Hasta las 14.40, los barrios con mayor registro de agua caída eran Parque Chacabuco (12 mm), Agronomía (10 mm) y Caballito (9 mm).En el interior bonaerense, las localidades más afectadas son Rojas, Las Flores, Ayacucho, Laprida y Pellegrini. El SMN emitió este mediodía un alerta por lluvias y tormentas fuertes. Según el organismo, el fenómeno afectará a la Capital Federal, norte y centro de Buenos Aires, sur de Córdoba, Entre Ríos y el centro y sur de Santa Fe. “Se espera que durante la tarde o hacia la noche las lluvias se intensifiquen y se extiendan al resto del área”, detalla el parte del SMN.Las tormentas podrían ser “localmente intensas y estar acompañadas por ráfagas y ocasional caída de granizo”, se informó. El tiempo recién comenzaría a mejorar por la madrugada. Pasado el mediodía, ya se había superado la temperatura máxima de 31 grados prevista para hoy. Es que, a las 13, el termómetro marcaba 32,7°.


Imágenes...

Desbordó el arroyo Vega y afectó nuevamente a Belgrano.Cabildo y Blanco Encalada.



Inundación en el barrio de Belgrano, Ciudad de la Paz.

DA ESPARTANA PALMEIRA DAS MISSÕES!

OLIDES !

COMO TODO PREFEITO QUE PERDE UMA ELEIÇÃO, NÃO HONROU A FESTA. PASSOU
PARA UM COQUETEL E ACABOU NÃO SAINDO NADA.

TE PROMETO AS FOTOS DA POSSE DO FUTURO PREFEITO, EDUCARDO "DUDU"
FREIRE, PRIMO DO RÚBIS, QUE SABES, É NATURAL DA ESPARTANA PALMEIRA,
ASSIM COMO TEU COLEGA JOKYMANN.

UM ABRAÇO.


MAURO ROCHA

E NA UNDEZE ? O BICO MATOU A PAU COM O APOIO DO PDT !!!!!!

 

Mas como o Serginho fica de saco cheio??!!!

Olides

Seu Adolpho e o Niemeyer eram grandes amigos.Todas as obras, ou
melhor, todos os prédios, onde funcionavam as Empresas Bloch eram de
autoria do grande arquiteto.
Em uma ocasião, fui receber no Galeão o velho Mondadori, o grande
editor de revistas que eram sucesso na Itália e mesmo no mundo.
Quando cheguei com ele, em frente à sede da Manchete, na rua do
Russel, o homem parou na porta de entrada e ficou olhando o prédio. Ai
me perguntou quem havia feito o projeto. Eu contei que era de Oscar
Niemeyer. Ele subiu para o encontro com o seu Adolpho e nem o
cumprimentou.Foi logo dizendo: Adolpho quero que o teu arquiteto faça
os prédios d as minhas revistas
em Milão. Seu Adolpho mandou imediatamente chamar Niemeyer que,
naquela mesma manhã, foi contratado para fazer as plantas dos prédios
que até hoje embelezam Milão.

Outro dia,quando não estiver com o saco cheio,te conto a história de
como fiz uma das viagens inaugurais do voo do Concorde entre o Rio e
Paris, com uma passagem com o nome do Niemeyer,que tinha medo de voar
e deu a passagem para mim...


historias de la Undeze!

O FIOL DEL ZATOR

NÃO SABE NADA DE SERAFINA!

Volta e meia o Mauro Rocha manda chasques provocativos sobre La Ùndeze, como se ele tivesse lá nascido e queira nos ensinar. Eu fico só lendo e ouvindo o trololó do nosso ' aquerenciado ' da Palmeira. Ele já foi de Uruguaiana, em outras épocas.Mas trova sobre La Undeze, como se fosse uma grande autoridade....
Quero dizer que nunca o vi em nenhuma capela muito menos na San Piero, onde me criei no meio dos chiqueirões de porcos, trabalhando de sol a sol, ao contrário de muita gente que só ficava indo ao carreiro tomar banho mesmo em dias úteis...

Levantavamos com o sol e dormíamos lá pelas 9 horas da noite, tri cansados.Os vagais da cidade é que dormiam tarde, até porque eles tinham luz, ao contrário de nós, que só tinhamos lampiões a querosene. Eu lembor que ia ao sufito( porão de cima da casa) buscar querosene(parece que sinto o cheiro,agora) pra botar naquele velho lampião pra poder fazer meus temas de casa.

Os da cidade, como o Mauro,tinham luz, que quando não era da CEEE,era do Frigorifico Ideal...

Eles podiam estudar de dia, porque não precisavam ir pra roça,quando o sol nascesse.

Por isto fico aqui ouvindo o Mauro falando tanto de Serafina. E quanto a Arena, fiz meu titulo em Porto Alegre e nunca votei neste partido. Mas meu pai sempre votou na Arena,antes no PSD, a mando dos padres.

Depois ainda dizem que a Igreja Católica não toma partido...Ora,conta outra..

Desde Palmeira, pelo FIOL DEL ZATOR(FILHO DO EXATOR)

OLIDES !

O FINCATTO PERDEU SEU FILHO CAÇULA NO DOMINGO. SOUBE POR AMIGOS EM
COMUM DE SARANDI( O FINCATTO DEPOIS QUE SAIU DO SEMINÁRIO, DEU AULA NO
DISTRITO DO BARREIRINHO, EM SARANDI).


O PREFEITO DE PALMEIRA NÃO SE ACHOU DEPOIS DA DERROTA, ALIÁS, ANUNCIADA.


MAURO.

Tranqüilidade

Antonio Augusto Bandeira


Esta noite, lembrem que o mundo vai acabar, foi de chuvas, trovoadas.A luz se apagou e o escuro só era iluminado pelo brilho contundente dos raios.

Como não sou bobo, fui para debaixo da cama, aonde estou até agora.Não vou trabalhar hoje. Como diz o poeta Afonso Antunes "De que adianta o bolso cheio se a cabeça é vazia?"

E conversar com quem e o que ? Tudo é mistério, li que doze por cento dos americanos do norte, espertos,estão construindo refúgios e acreditam que dia 21 será o final...

Homem é incrível. Um animal que mata sem ter fome e não come o outro ser humano que matou.

O calor continua, ainda mais para este vivente debaixo da cama, torcendo que a luz volte...

Pensando no muito que deve fazer.

Em vocês que a maioria não conheço e nos poucos que e dão a honra de ler as bobagens que escrevo...

Aqui , agora, estou tranqüilo

A chuva parou e dia 21 vai chegar para vocês...


Eu já decidi- fico debaixo da cama.

REKERN, VAI COMPRAR UM OCULOS...

Eu que sou meio ceguinho, olhei pra foto que fiz sábado e vi a Arena, lá no fundo....

Olha que aparece. Tirei da sauna do Ritter Hotel. Eu vi a Arena, lá no fundão....

Deves ter tirado a foto de tão longe que a Arena nem aparece.


rekern

Roteiro do findi:

Festa de aniversário Ministra Maria do Rosário



O Endereço será na Av. baltazar de Oliveira, 4102, Antiga Fábrica do café Pacheco.

A partir das 18h.

Valor de R$10,00.

BANDA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE RETORNA AO ARAÚJO VIANNA


A Banda Municipal de Porto Alegre apresenta gratuitamente o “Concerto Especial de Final de Ano” em formato sinfônico no Auditório Araújo Vianna (Osvaldo Aranha, 685), às 17h, no domingo, dia 16 de dezembro. As participações especiais serão de Adriana Deffenti e do Coral Vozes do Porto. O concerto marca o retorno da Banda Municipal ao palco do Auditório após sua reforma, concluída este ano. A regência é do novo maestro da Banda, Gilberto Salvagni.

Nesta apresentação, serão exploradas as diferentes possibilidades musicais oferecidas pela formação de banda sinfônica. Obras como a trilha sonora do filme “Silverado” de Bruce Broughton; “Machu Picchu”, de Satoshi Yagisawa e a adaptação de “Slava!”, de Leonard Bernstein destacam a sonoridade e a instrumentação utilizada pela banda. Já obras como “Águas de Março”, de Tom Jobim e “O Cio da Terra”, de Milton Nascimento e Chico Buarque, exploram a possibilidade de arranjar uma canção popular.

Outro destaque do concerto fica a cargo da homenagem ao compositor John Cage e sua silenciosa obra “4'33”, com seus três movimentos de absolutamente nada. Por mais incrível que possa parecer, a obra é repleta de significados. De acordo com Cage, os ruídos que acontecem no ambiente durante a execução se incorporam e são os únicos sons da obra.

Entre as participações especiais, destaca-se a da cantora Adriana Deffenti, que vai interpretar a canção de sua autoria “Controversa”. Já a “Cantata BWV 147”, de Johann Sebastian Bach, escrita originalmente para coro, cordas e instrumentos de sopro, revela outra possibilidade sonora com as participações do Coral Vozes do Porto. O encerramento do concerto se dará com a interpretação do tema natalino “Santa Claus is Coming to Town” com solos de músicos da banda, participação da solista Adriana Deffenti e do Coral Vozes do Porto.

O “Concerto Especial de Final de Ano” da Banda Municipal de Porto Alegre tem realização da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura.

Serviço:
Concerto Especial de Final de Ano – Banda Municipal de Porto Alegre
Participações Especiais: Adriana Deffenti e Coral Vozes do Porto.
Data: 16 de dezembro de 2012
Horário: 17h
Local: Auditório Araújo Vianna (Osvaldo Aranha, 685 – Parque da Redenção)
Entrada Franca
Realização: Secretaria Municipal da Cultura – Prefeitura de Porto Alegre


- Programa "Concerto Especial de Final de Ano"

Bruce Broughton
SILVERADO
Arranjo: Randol Bass

Satoshi Yagisawa
MACHU PICCHU: CITY IN THE SKY

Leonard Bernstein
SLAVA!
Transcrição: Clare Grundman

Tom Jobim
ÁGUAS DE MARÇO
Arranjo: Gilberto Salvagni

Luis Tatit
CAPITU
Arranjo: Gilberto Salvagni
Solista: Adriana Deffenti

Adriana Deffenti
CONTROVERSA
Arranjo: Neemias Santos
Solista: Adriana Deffenti

Johan Sebastian Bach
JESU, JOY OF MAN'S DESIRING
Coral da Cantata "Herz und Mund und That und Leben' BWV 147"
Transcrição: Erick W. G. Leidzén
Participação: Coral Vozes do Porto

Chico Buarque e Milton Nascimento
O CIO DA TERRA
Arranjo: Gilberto Salvagni
Participação: Coral Vozes do Porto

Ivan Lins e Vitor Martins
NOVO TEMPO
Arranjo: Hudson Nogueira
Participação: Coral Vozes do Porto

John Cage
4’33
I
II
III
Arranjo: Gilberto Salvagni
Participação: Adriana Deffenti e Coral Vozes do Porto

John Frederick Coots & Haven Gillespie
VEM QUE ESTÁ CHEGANDO O NATAL (Santa Claus Is Coming to Town)
Arranjo vocal: Eduardo Alves
Arranjo instrumental: Gilberto Salvagni
Participação: Adriana Deffenti e Coral Vozes do Porto

Torcedores se emocionam ao conhecer a nova Arena do Grêmio



Primeira arena multiúso da América Latina foi inaugurada com grande espetáculo e vitória do Tricolor Gaúcho por 2x1

A noite de ontem, 08 de dezembro, foi de muita emoção para os gremistas. Mais de 60 mil pessoas inauguraram a nova Arena do Grêmio como qualquer time sonha: casa cheia e vitória. Mas o palco dessa conquista é o motivo de ainda mais orgulho – o Tricolor Gaúcho é o primeiro time da América Latina a ter uma casa à altura das mais modernas arenas do mundo.

Ao ingressarem na Arena Porto-Alegrense e darem conta da grandiosidade do empreendimento, não faltaram comentários emocionados. “A Arena era um sonho que se concretizou. Essa estrutura é sensacional”, disse o torcedor Juandres Antunes. “Não tenho palavras para definir esta Arena”, afirma outro gremista, Ramão Silva.

A cerimônia de abertura também deixou a torcida eufórica. “Bem-vindos à Arena. Esta casa é de vocês”, disse Eduardo Pinto, presidente da Arena Porto-Alegrense. “Expliquem lá fora como conseguimos erguer este estádio em dois anos”, comemorou emocionado Paulo Odone, presidente do Grêmio. “É uma grande satisfação para a OAS tornar esse sonho possível”, declarou Carlos Eduardo Paes Barreto, diretor superintendente da OAS Investimentos.

O grupo performático nova-iorquino Blue Man se intercalou com um time de mais de 820 bailarinos e acrobatas em um espetáculo grandioso com direção artística de Aloyzyo Filho, a cenografia assinada por Mário e Kaká Monteiro, e a coordenação de coreografia de Janice Botelho. Em 60 minutos, a história e a paixão dos torcedores foram mostradas à altura do maior espaço multiúso da América Latina: com iluminação três vezes maior que a do show de PaulMcCartney em Porto Alegre, e sonorização idêntica a do Rock in Rio 2011; além de projeção equivalente a 30 salas de cinema.

Após a fita cortada, foi a vez do time do Grêmio fazer o seu show. Os 2x1 contra o Hamburgo, da Alemanha, fez o torcedor reviver a final do Mundial de 1983. Embalado pelo clima festivo, André Lima estreou o gol na casa nova logo nos 9 minutos do primeiro tempo. Westermann, do Hamburgo, empatou e garantiu ainda mais emoção à torcida, que vibrou quase no fim do jogo com o desempate que garantiu a vitória.

Sobre a Arena Porto-Alegrense
Com capacidade para mais de 60 mil pessoas, a Arena do Grêmio é a primeira multiúso da América Latina e a mais moderna. Além de receber os campeonatos de futebol, o empreendimento, que terá a gestão da OAS Arenas, também será um espaço para shows, eventos de todos os portes, conferências e seminários corporativos, além de camarotes idealizados como extensão de escritórios ou para realizar ações particulares. O local contará ainda com lojas, bares e restaurantes com gastronomia qualificada.

Faça o download de fotos do evento emwww.pressdigital.com.br/arena.
As imagens em vídeo devem ser solicitadas à TV COM, emissora detentora dos direitos de transmissão do espetáculo de inauguração.


Informações para a imprensa

Bandeira E Hennrich Comunicação (51) 3025-3333
www.bhcomunicacao.com.br

Cris De Luca – (51) 9236-4156 – crisdeluca@bhcomunicacao.com.br
Marina Azevedo – (51) 9933-0982 – marina.a@bhcomunicacao.com.br
Catia Bandeira – catia.bandeira@bhcomunicacao.com.br
Ana Cássia Hennrich – ana.cassia@bhcomunicacao.com.br

ARENA VISTA DE LONGE


Da sala da sauna do Ritter Hotel,sábado, dia da inauguração, fotografei ao longe do NOVO ARENA DO GREMIO...

E a torcida dentro do Ritter hotel também.


o ' povo gremista' se manda pro ARENA NO SABADO PASSADO!

O POVO INDO PRO ARENA, NO SA´BADO, DIRETAMENTE DA PRAÇA PAROBÉ.


Estava indo ver A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER, NO SANTANDER, QUANDO PASSEI PELO POVO INDO PRO JOGO DO GREMIO. ATÉ UMA PLAQUETE FOI IMPROVISAD ANO BUS QUE É DO CONORTE.

MADONA

A rainha do pop começou a cantar justamente as 23h15 minutos de domingo e terminou a 1 hora da madrugada


foi quando se acenderam as luzes.

Informação da guia de turismo Maria Angela Lovera que levou uma turma da TIM ao show.

O resto é diz que diz.


O som realmente estava alto...Todo ao redor ouvia. Mas foi como ter Madona em casa....

SAUDE DE LFV


qUEM ESTÁ DANDO NOTICIAS DA SAUDE DO VERISSIMO É O FRAGA. pelo que ouvi, pelo Feice....

ALMOÇO NA FIERGS

todas as fotos são da AVANI STEIN.

A COLEGUINHA DENISE NUNES, DE MELHOR ASTRAL DO QUE NO FIM DO ANO PASSADO, CRUZA ATRÁS DO PRESIDENTE DA FIERGS, HEITOR MULLER..

MUITOS NÃO ENTENDEM O QUE A DENISE FAZ AQUI...

O MARIDÃO GANHOU UMA BOLSA DE UM ANO EM PARIS...

COLETIVA DA FIERGS


O presidente Heitor Muller tirou um sarrinho da onda que anda aí sobre o calendário maia que diz que o mundo vai terminar dia 21,agora.

-É apenas mais uma virada do calendário, dos maias, disse o líder industrial!

Também pudera, ia atrás de uma lorota destas é não ter o que fazer!

Encontrei hoje no almoço da Fiergs um antigo colega da ZH, de 1973. O fotógrafo Fernando Bueno.

Ele lembro de uma viagem que fizemos pelo interior do Estado - que boa memória - com um motorista colorado...

Disse a ele que o motora era o SILVA...colorado e BRIZOLISTA....tinha uma filha ' excepcional"( ainda se pode dizer isto?)

Vai ver por isto o Silva era tão humano e brincalhão...gozador.


O Silva era da Brigada Militar mas também trabalhava na ZH como motora. Inicialmente era da TV Gaucha, mas desceu do ' morro' como se dizia e veio pro transporte da ZH. Não sei porque fico falando isto, se ninguém mais sabe nada disto. Só os veios como eu e o Fernando Bueno, mesmo.

Em tempo:

O Fernando Bueno me mostrou um dedo com 3 alianças. Tudo de ex...

Ele acha a atitude mais inteligente ser amigo de ex...

Na Globo, em SP, tinha um repórter que tinha 3 ex, me contou o Caco Barcellos.Sempre que saía aumento, ele ligava berrando pra elas:

- Saiu mais grana, saiu mais grana....

Agradeço. Só posso continuar me esforçando(o editor)

Prezado Olides !

Cumprimento-o pela abordagem em teu blog, repercutindo a morte do
Pesdiente J oão Goulart.

Como filho de um ex-vereador do PTB e integrante do MDB, partido pelo
qual concorreu a prefeito em teu terra natal, este episódio foi vivido
por mim, de maneira espacial, porquanto, à época , era acadêmico de
Medicina Veterinária da PUC em Uruguaiana e tinha como colega JOSÉ
ODON MARQUES, primo segundo de Jango.

Minha formação política foi forjada toda na esquerda, diferentemente
de ti, que por razões familiares e, creio, de cunho religioso, não te
permitia manifestação outra, que não fosse em prol d ARENA.
Felizmente, fostes para POA e paassastes a entender a vida de outra
maneira.

Assim, acadêmico que era, de esquerda, soube da morte de Jango e que,
o féretro passaria na ponte internacional na segunda-feira, como de
fato. De longe, ou pelo menos numa distância segura, na Rua Duque de
Caxias em Uruguaiana , assisti com outros colegas , a passagem do
co rtejo , o qual, não parou e do qual, ninguém podia aproximar-se( A
NEUROSE DOS MILICOS ERA TAMANHA,QUE ATÉ DOS MORTOS TINHAM MEDO).

No domingo, dia 05 de dezembro, ficamos sabendo que Jango havia
almoçado em Libres, em um Hotel de luxo que lá havia, num restaurante
panorâmico, que lhe permitia ver o seu Brasil, através da bela
Uruguaiana. Lamentei muito não ter ido ao DOM ALEXANDRO, onde , com
alguam sorte, poderia tê-lo visto, ao menos de longe.Como meus colegas
eram de outras origens políticas, certamente, minha solicitação não
encontraria éco - todos da serra- Ibiraiaras, São José do Ouro-
Cacique Doble - Paim Filho, de origem italiana e simpatizantes da
RENNER. Era de se imaginar que nenhum deles estivesse disposto a
correr riscos desnecessários.

Assim que, ao menos vi passar o carro fúnebre, em boa velocidade, em
direção ao trevo de acesso à São Borja.Com um pouco de mêdo é claro,
pois militares é que não faltavam numa cidade com três quartéis.
Inclusive tive dois professores de farda.Bons mestres por sinal.

Considero JANGO um injustiçado pelo país, cuja memória está carente de
resgate e reconhecimento. Sua postura, sempre em busca do melhor para
os outros e os de poucas posses, nunca foi bem entendida pelas elites,
as quais, reagiram aliadas à Igreja e aos militares,contar o
presidente burguês, que queria "reformas de base" , para possibilitar
ao povo brasileiro( esta é do Briza), mais igualdade social.

Depois que o tempo passa, e no meu caso já estou com 60, é que
percebemos a importãncia dos acontecimentos. Felizmente existem os
jornalistas para escreverem a história, alguns com mais coragem,
outros nem tanto- o que não é o teu caso ....claro), de modo que
possamos entedender melhr os acontecimentos.


Excelente tuas matérias sob re a morte de JANGO. Sei de tua ligação com
São Borja e espero que tu contemples um generoso espaço, em data
oportuna, para a centenária, legendária e espartana Palmeira, que teve
em um sãoborjense- CEL. VAZULMIRO DUTRA-, um de seus mais importantes
intendentes.

UM ABRAÇO.

MAURO ROCHA- FIOL DE ZATOR

RESPOSTA AO MEU
AMIGO MAURO ROCHA



Como vejo que você sempre me instiga me acusando de pertencer as hostes ARENISTAS ( Arena te dói nos ouvidos porque agora te lembra do IMORTAL QUE INAUGUROU UM ESTADIO DE PRIMEIRO MUNDO, AO CONTRARIO DE UM REMENDÃO CONSTRUIDO ENCIMA DE UMA BOIA CATIVA...)

mAS ENFIM, VOLTEMOS A POLITICA. ARENITA DE QUATRO COSTADOS, COMO DIZIA O PROFESSOR CHARELLO...

QUE DEPOIS PASSOU PRO LADO EMEDEBISTA...

MAS APESAR DE TUDO ISTO, TEU TESTEMUNHO DA PASSAGEM DO JANGO EM URUGUAIANA É UM TESTEMUNHO HISTÓRICO. CLARO QUE TU TAVA BORRADO NAQUELE MOMENTO, COM TODOS AQUELES QUEPES ENVOLTA DE TI DUVIDO QUE TU GRITASSES ANISTIA..ANISTIA...MAS EU FUI NA MISSA DE 30 DIAS DA MORTE DO JANGO E A BRIGADA MILITAR DO GOVERNADOR GUAZZELLL - OUTRO ARENISTA DA GEMA - NOS MANDOU A BORRACHA NOS LOMBOS...MAS ISTO EU CONTO DEPOIS.

ENFIM, GOSTEI QUE LESTES OQUE ESCREVI SOBRE JANGO! ORBIGADO.

Memória da Imprensa


POLEMICA NA ARI..

Em 1981, quando as editorias de Polícia da Caldas Jr. e da ZH trocaram literalmente - Wanderley Soares passou da EJCJ pra ZH e Vilmo Medeiros e seus comandados trocaram de casa, Tibério Vargas, que era da EJCJ, da Central de Polícia, escreveu uma simples nota no JOrnal da ARI que circulou naquele dezembro de 1981.

Com um titulo muito bom - Troca Troca na Policia - a notícia provocou enorme celeuma no meio e dois associados da ARI pediram as contas: Vilmo Medeiros e Roberto Hirtz, o beto Bironha. Consegui trazer a lume este episódio histórico dentro da categoria e inclusive publicar, como o faço, a carta na integra do Vilmo, demissionário.

Em tempo: o editor do (excelente) Jornal da ARI era o saudoso Dante Carraveta(que deus o tenha na sua santa glória porque competente ele era)

' OFENDIDO' Vilmo pede demissão da ARI!

clique aqui para ler

injustiças ou dizer inverdades que ferem e maculam profundamente a vida deuma pessoa e de toda sua família

Considero-me , a partir de agora, prestados os esclarecimentos que julgava indispensáveis, demissionário do quadro de sócios da Associação Riograndense de Imprensa . Não exijo e nem desejo direito de resposta, pois a presente correspondência é apenas um esclarecimento de posições e tomada de uma posição pessoal em relação àqueles que ao invés de defender-me passam a agredir-ne

Vilmo Medeiros

FIERGS:

MELHORA 'ASTRAL'

DE FIM DE ANO!


o presidente Heitor Muller atende os os latinhas e os televisivos antes da bóia. Antes fora a coletiva!


Nem nuvens negras pela frente, nem céu de brigadeiro! Foi num tom de meio termo que o presidente da poderosa Federação das Indústrias do RS( Fiergs) apresentou o balanço de fim de ano da indústria gaúcha e fez o prognóstico para 2013.O presidente da entidade, Heitor Muller, um alemão que nasceu em 1940( e que apesar de carrancudo tem espírito de humor) passou esta sensação dos repórteres e dolunistas que foram cobrir a coletiva do meio dia (10/12) na entidade.

Quem foi de ônibus até a Fiergs, como eu, passou nesta linda e quente manhã pela frente do monumental estádio do Grêmio,inaugurado na noite de sábado passado. E como ir pruma coletiva onde os representantes iriam se queixar se o Estado tinha inaugurado um estádio de Primeiro Mundo? Seria uma grande contradição!

Tanto que até o Arena foi citado na coletiva. O presidente Heitor Muller, respondendo a um coleguinha disse,taxativamente:

- O Grêmio resolveu seu problma de estádio!

FALTA ENERGIA!

Uma dos maiores gargalos gaúchos foi levantado no final da coletiva: uma repórter questinou o líder industrial sobre a falta de energia no RS:
Muller foi taxativo:existem 32 bilhões de toneladas de carvão mineral enterradas no Estado pra uso energético. Porque não usar esta energia.

E previu que poderá faltar energia elétrica neste verão. Por incrível que pareça, o Estado produz apenas 30% da energia que consome.

Os outros 70% vem de fora.

PUBLICO QUE FOI NA MADONA


Andei em volta do Olímpico na noite de domingo. Havia um grande número de jovens acorrendo ao estádio onde a Madona somente entraria pra contar quase à meia noite.

Mas a gurizada tava curtindo...

- Ela vai tomar vaia, vamos cantar Lady Gaga, dizia uma turma que caminhava pela José de Alencar, na minha frente.

Todos estavam indo em direção ao Olímpico e isto que era dia claro,ainda.


No velho estádio Tricolar, havia gente caminhando até nas beiradas do estádio, encima. Só tinha visto gente caminhando ali no domingo anterior, no dia da despedida, quando houve o GreNal do zero a zero.

Bizarro!


O ENGENHEIRO FERNANDO BIZARRO ANDOU AQUI PELA ASSEMBLÉIA HOJE. FICOU DE VIR COM MAIS VAGAR PRA CONVERSARMOS UM DIA DESTES.

MARCHOU


Colega Vieira da Cunha, o Vieirinha, marcou com 31 mil reais nesta história de uma cooperativa de jornalistas( não é a Coojornal,por favor)

Ele quer dividir o preju com outros dez colegas. Não se sabe se conseguirá. Pelo menos cartinha ele mandou.


Mas tem coleguinha achando que o Vieirinha não precisa repartir o preju. Sua empresa ganhou campanhas políticas este ano.

Almoço De Fim de ano NA FIERGS


o presidente Heitor Muller atende os os latinhas e os televisivos antes da bóia. Antes fora a coletiva!


COLEGUINHAS

DENISE NUNES ESTAVA BEM MELHOR DO QUE NO ANO PASSADO,QUANDO RECÉM TINHA SAÍDO DO CORREINHO. A NOVA COLUNISTA DE O SUL ESTAVA LIVRE, LEVE...

SOUBE QUE O MARIDO VAI PASSAR TEMPORADA EM PARIS...ela não vai???fanática por c oluna,hein, dona Denise.


*EUGENIO BORTOLON DEIXOU DE FAZER SEU PEQUENO COMENTÁRIO NA GUAIBA, DE NOITE, SOBRE O CORREINHO DO DIA SEGUINTE. OUVIA E GOSTAVA.


AGORA TROCOU A PROGRAMAÇÃO DA GUAIBA

* FOTOGRAFA AVANI STEIN ESTEVE NA COLETIVA, MAS NÃO FICOU PRO ALMOÇO.


*FOTÓGRAFO FERNANDO BUENO TAMBÉM ESTEVE NO ALMOÇO( FOMOS COLEGAS NA ZH, n a década de 70..quando começamos na vida...)

Por Sérgio Ros, de Brasília

Olides

Como faço todas as manhãs,leio o teu blog.
Tu tens razão, tenho muitas histórias do Oscar Niemeyer.Por exemplo:
em 1957, ele projetou e começou a construir em Bento Gonçalves sua
primeira obra arquitetônica na sul.
Nós estudantes, na época, tínhamos a União Bentogonçalvense de
Estudantes e queríamos construir a nossa sede num terreno que a
prefeitura havia nos cedido. O Paulo Minicarone, que foi deputado
federal e mais tarde cassado, teve a ideia de sugerir que o projeto da
nova sede fosse feita por um arquiteto que estava pintando como um
futuro craque. Era Niemeyer... Ele fez o projeto e começamos a erguer
a nossa sede. Mas 64 chegou e o comandante do Batalhão Ferroviario
passou a comandar o município. O coronel tomou a decisão de suspender
a construção do prédio, dizendo que não ia permitir que um comunista
fizesse um prédio para os estudantes de Bento Gonçalves. A obra parou
e a secretaria de eduação do Rio Grande conclui a obra para uma escola
municipal que está até hoje lá, mas sem nada a ver com as curvas de
Oscar Niemeyer.
Ah!!!! sabe quanto o Oscar Niemeyer nos cobrou??????. Nos cobrou uma
caixa de vinho tinto...

A moral de velhas prostitutas

O Conversa Afiada reproduz texto de Leandro Fortes, extraído da Carta Capital:


Aos poucos, sem nenhum respeito ou rigor jornalístico, boa parte da mídia passou a tratar Rosemary Noronha como amante do ex-presidente Lula. A “namorada” de Lula, a acompanhante de suas viagens internacionais, a versão tupiniquim de Ana Bolena, quiçá a reencarnação de Giselle, a espiã nua que abalou Paris.

Como a versão das conversas grampeadas entre ela e Lula foi desmentida pelo Ministério Público Federal, e é pouco provável que o submundo midiático volte a apelar para grampos sem áudio, restou essa nova sanha: acabar com o casamento de Lula e Marisa.

Já que a torcida pelo câncer não vingou e a tentativa de incluí-lo no processo do “mensalão” está, por ora, restrita a umas poucas colunas diárias do golpismo nacional, o jeito foi apelar para a vida privada.

Lula pode continuar sendo popular, pode continuar como referência internacional de grande estadista que foi, pode até eleger o prefeito de São Paulo e se anunciar possível candidato ao governo paulista, para desespero das senhoras de Santana. Mas não pode ser feliz. Como não é possível vencê-lo nas urnas, urge, ao menos, atingi-lo na vida pessoal.

Isso vem da mesma mídia que, por oito anos, escondeu uma notícia, essa sim, relevante, sobre uma amante de um presidente da República.

Por dois mandatos, Fernando Henrique Cardoso foi refém da Rede Globo, uma empresa beneficiária de uma concessão pública que exilou uma repórter, Míriam Dutra, alegadamente grávida do presidente. Miriam foi ter o filho na Europa e, enquanto FHC foi presidente, virou uma espécie de prisioneira da torre do castelo, a maior parte do tempo na Espanha.

Não há um único tucano que não saiba a dimensão da dor que essa velhacaria causou no coração de Ruth Cardoso, a discreta e brilhante primeira-dama que o Brasil aprendeu desde muito cedo a admirar e respeitar. Dona Ruth morreu com essa mágoa, antes de saber que o incauto marido, além de tudo, havia sido vítima do famoso “golpe da barriga”. O filho, a quem ele reconheceu quando o garoto fez 18 anos, não é dele, segundo exame de DNA exigido pelos filhos de Ruth Cardoso. Uma tragicomédia varrida para debaixo do tapete, portanto.

O assunto, salvo uma reportagem da revista Caros Amigos, jamais foi sequer aventado por essa mesma mídia que, agora, destila fel sobre a “namorada” de Lula. Assim, sem nenhum respeito ao constrangimento que isso deve estar causando ao ex-presidente, a Dona Marisa e aos filhos do casal. Liberados pela falta de caráter, bom senso e humanidade, a baixa assessoria de tucanos, entre os quais alguns jornalistas, tem usado as redes sociais para fazer piadas sobre o tema, palhaços da tristeza absorvidos pela vilania de quem lhes confere o soldo.

Esse tipo de abordagem, hipócrita sob qualquer prisma, era o fruto que faltava ser parido desse ventre recheado de ódio e ressentimento transformado em doutrina pela fracassada oposição política e por jornalistas que, sob a justificativa da sobrevivência e do emprego, se prestam ao emporcalhamento do jornalismo.

SECRETARIA DA FAZENDA

SILENCIA SOBRE PAGAMENTO DE URV!


O Setor técnico da Secretaria da Fazenda do Estado informou na sexta passada, através de sua assessoria de imprensa que qualquer informação sobre o pagamento da URV dos funcionários da Assembléia Legislativa tem que ser dado pela própria.

O presidente da ALRS,deputado Alexandre Postal(PMDB) assinou no dia 30/10 ultimo uma resolução para pagamento da ' Lei Federal numero 8.880 de 27 de maio de 1994".

Os funcionários da ALRS já receberam em anos passados, algumas destas parcelas.


PAPAI NOEL

NO ' COVIL DA ARENA"

A sala de imprensa do PP, o Partido Progressista, da ALRS é a única que até sexta última tinha decoração de São Nicolau,o Papai Noel....

E HOJE, DIA 10 O ALMOÇO NA FIERGS

O evento, que iniciou há muitos anos atrás, sempre com um carreteiro, se transformou num dos principais encontros de jornalistas durante o ano.

Olha o gringo de Serafina furando a Zero e Correinho!

Mas olha, Se o Rigotto for candidato ao governo do estado em 2014, vai voltar as manchetes a roubalheira do Detran. O triste fato começou no Governo do peemedebista e estourou no governo da Yeda. Tem também o escândalo do Banrisul que era lotado pelo partido do futuro candidato. Todos os índices econômicos do Estado baixaram durante o governo do mais fotografado. Esta eleição de 2014 vai ser o maior tiroteio para cima do PMDB.

A matéria está muito boa só não intendi a relação da Bovespa com a compra da sede do PMDB.
Abraços

MORTE DE JANGO

A leitora Neuza Penalvo esclarece que seu falecido pai, Percy, nunca trabalhou com João Goulart, em Maldonado, no Uruguai.

Três quadras:

o chefe de gabinete Edson vai

em carro oficial!

Na quinta, dia 6, fazia muito calor em São Borja. Talvez por isto o chefe de gabinete do prefeito Mariovane Weis( que estava em Brasília e foi representando na sessão da Câmara Municipal pelo seu subordinado) aproveitou o ar condicionado do carro oficial pra atravessar as três quadras que separam o Paláoão Goulart, sede da prefeitura, do Palácio Getúlio Vargas, sede do legislativo municipal.

A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS!

JANGO VIVE

Um Presidente brasileiro morreu longe da sua pátria. O único em toda a nossa história a morrer no exílio. Expulso, perseguido até o fim, Jango pagou com a sua vida o preço de ser um patriota. De ser um rico proprietário de terras e ao mesmo tempo ter vergonha de viver em um Brasil de poucas oportunidades para a imensa maioria do povo. Jango morreu em seis de dezembro de mil novecentos e setenta e seis. Com ele, as reformas estruturais do estado brasileiro, até hoje necessárias.
No dia de sua morte, o Governo brasileiro da época sequer permitiu, em um primeiro momento, o retorno de seu corpo vindo por terra. Jango morreu em Mercedes, Argentina, mas quando seu corpo passava dentro de um caixão sob a ponte de Uruguaiana, uma placa dizia ao alto: “Bem vindo ao Brasil”. Foram amargos doze anos de exílio. E mesmo no dia de seu enterro a polícia repressiva do Estado ditatorial acompanhava de perto. Não davam trégua. A ordem era ninguém próximo ao caixão. Mas o povo, seu povo querido de São Borja, desobedeceu à hierarquia militar e carregou o caixão nos ombros desde a Igreja do centro da cidade até o Cemitério. Em uma faixa se lia: “Jango continuará conosco”. Em outra: “Jango Vive”. O seu país, sequer decretou luto oficial e o silêncio foi a versão oficial do governo.
Em breve este mesmo país estará relembrando os cinqüenta anos do golpe civil-militar. Será o momento exato para formular uma honesta reflexão: Será que Jango estava tão enganado, a ponto de praticamente ser sido apagado da memória nacional? Será mesmo este o preço que um cidadão deve pagar para querer colocar em prática um país inclusivo e não exclusivo? Hoje podemos ter a certeza absoluta de que está mais do que na hora de reconhecer que Jango estava certo. As reformas de Estado que ele anunciou publicamente no dia treze de março de 1964, na central do Brasil, continuam a ecoar nas consciências da Nação. Sentimos falta de um líder que procure colocar as coisas no seu devido lugar, que não se intimide com o poder financeiro, em prol das massas carentes.
Em nome da memória, verdade e justiça, em nome de um futuro melhor para o meu, o seu, o nosso Brasil, é hora de resgatar os exemplos de retidão, coragem, determinação e abnegação em prol da causa pública. Enquanto houver sentimento verdadeiro de patriotismo no Brasil....Jango Vive!
Christopher Goulart
Advogado, Presidente do Memorial casa João Goulart

Cosmam avalia experiência portuguesa com resíduos

A experiência de Portugal na coleta, destinação, reciclagem e tratamento do lixo foi avaliada na manhã desta sexta-feira (7/12) pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Porto Alegre. As práticas portuguesas foram relatas pelo vereador Beto Moesch (PP), presidente da Cosmam, que esteve em visita técnica às cidades de Lisboa, Porto e Évora, onde conheceu o trabalho de gestão dos resíduos sólidos. “Um experiência impactante, por se considerar que Portugal é um país em crise mas que consegue girar a economia através da utilização correta do lixo”, observou.

Conforme relatou o vereador, nos últimos 15 anos os portugueses conseguiram eliminar os lixões, restando poucos aterros sanitários, com aproveitamento total do gás metano. “É uma fonte de energia tirada do lixo”, lembrou. "Na cidade do Porto, as usinas são futuristas em termos de tecnologia, e o que chama a atenção é a aplicação da legislação com a implantação de metas e aplicação de punições aos infratores." Moesch destacou que as leis asseguram vantagens a quem participar dos programas de controle e tratamento do lixo. "E isso funciona”, disse ao citar como exemplo restaurantes que separam os resíduos e recebem como prêmio ou contrapartida o recolhimento diário sem ônus. “Aqui no Brasil existe a taxa de recolhimento”, comparou.

Valorização

Moesch se disse impressionado com a importância dada à destinação do material descartado. "Usinas estão espalhadas por todo o país para receber desde lixo orgânico até automóveis que saem de circulação e são levados para os desmanches", explicou. "Tudo é aproveitado e passa por várias etapas de separação. O lixo orgânico vira compostagem, que é comercializada para adubação das lavouras", completou.

O vereador revelou ainda que 60% do plástico, metal ou qualquer outro tipo de embalagem deve ser recolhido e reciclado pelas próprias indústrias. "As embalagens são registradas e as fábricas precisam dar uma destinação final para elas", salientou. Diante destas exigências, segundo Moesch, as indústrias criaram usinas próprias e recebem incentivos do governo ao cumprirem suas metas. “Ao comprovar a execução das metas, elas recebem bonificações por meio de incentivos fiscais”.

Outra experiência portuguesa verificada durante a viagem, e que já foi adotada em Porto Alegre, mas que não seguiu adiante, é a utilização do óleo de fritura como combustível. Segundo Moesch, as empresas são auto-suficientes na produção de biodiesel para suas frotas. O mesmo ocorre com o gás metano na produção de energia elétrica das próprias usinas. “Algumas chegam a vender o excedente.”

Relatório

As experiências dessas visitas fazem parte de relatório que será disponibilizado pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente para consultas por parte de interessados. “No próximo ano, a Câmara Municipal deve discutir o Plano de Resíduos para Porto Alegre, e este documento, com citações e endereços eletrônicos para consultas, será de grande valia", afirmou Moesch.

Texto: Flávio Damiani (reg. prof. 6180)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Assessoria de Comunicação Social
Câmara Municipal de Porto Alegre

CHUVA

EM SÃO BORJA CHOVEU NA SEXTA...MAS O CALOR CONTINUAVA, Á TARDE!

A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS


A '"PATACOADA" DA DITADURA:

SILVIO FROTA

QUERIA QUE

O CORPO ENTRASSE

DE AVIÃO!


O Ministro do Exército, da chamada Linha Dura , Gal. Silvio Frota não queria nem pensar que o corpo de Jango entrasse no Brasil por terra. Temia manifestações, como realmente aconteceram, apesar de muito dissimuladas.
Ele ordenou que o ingresso de Jango, ou melhor, do seu esquife, fosse via aérea. E ficou furioso quando soube que haviam dado ordens contrárias as suas deixando que o corpo de Jango viesse via chão, por Uruguaiana(visto hoje, este episódio mais parece uma patacoada da ditadura, ou das fissuras que o Regime Militar já estava tendo naquele ano de 1976).

Toda esta patacoada começou com um contato dos amigos de Jango que após saberem de sua morte ligaram pro coronel Solon D'Avila, chefe da PF no RS.Queriam licença pra enterrar o ex-presidente na sua terra natal.
Solon, gato escaldado, fez contato com o então vice-presidente da República, Gal. Adalberto Pereira dos Santos.Que autorizou o ingresso do corpo,via terrestre. Aí começaram as desavenças....com a corda arrebentando no lado mais fraco, como sempre!

Mas o Ministro do Exército - quase num poder paralelo,em Brasília - determinou que o ingresso do corpo fosse via aérea. E deu instruções ao comandante militar de Uruguaiana, conhecido por " general Negrão" que proibisse terminantemente o ingresso do corpo de Jango, via terrestre. Estava formado o rebu!

Frota, um radical da Direita, queria que o corpo fosse posto num avião e viesse direto da Argentina, pra São Borja( o comandante do Exército temia manifestações da Oposição)


Um delegado novato, o delegado Marco Polo, da Policia Federal de Uruguaiana, recebeu esta ordem vinda de cima.

Marco Polo fez então contato com o seu superior, Coronel Solon, em Porto Alegre que,constrangido teve que fazer uma segunda consulta ao vice-presidente da República, General Adalberto Pereira dos Santos.
Adalberto , já intuindo que tinha uma contraordem no meio de toda esta patacoada, mandou que o corpo de Jango viesse via terrestre. Deu esta orientação, pela segunda vez. E no meio dos ' milicos' ordens são pra serem cumpridas.
Aí notou-se um claro desentendimento entre o Frota e o Adalberto.Os militares de Uruguaiana ainda insistiam junto a PF de Uruguaiana pra que o corpo não viesse via terrestre que haveria problemas com Brasília,quando a ambulância com Jango morto chegou a Passo de Los Libres, do outro lado na Argentina. O novato delegado, se vendo numa guerra de bugios deste tamanho ligou da ponte internacional de Passo de Los Libres para seu superior em Porto Alegre:

- O que faço ,agora coronel?

Solon, mais constrangido ainda, fez um terceiro contato com o General Adalberto Pereira dos Santos: agora com o corpo de Jango já na fronteira com Uruguaiana.Não havia como fazer o esquife retornar.

José Mitchell, como repórter do JB, acompanhou estes momentos tensos. Ele narra em seu livro de memórias:

- Após passar por Uruguaiana, nossa Kombi,( eles partiram de Porto Alegre naquela manhã pra Uruguaiana e depois seguiram o cortejo) prosseguiu e alcançou o féretro, enquanto inúmeros veículos, saídos não se sabe de onde, foram se incorporando ao cortejo rodoviário que foi se estabelecendo no trajeto.

Segundo me contou dona Celeste Penalvo, hoje viúva de Percy Penalvo, a comitiva foi retardando a chegada em São Broja, justamente para que o cemitério fechasse e o corpo pudesse ser velado durante toda a noite.

Durante o trajeto, começou a acontecer justamente aquilo que Silvio Frota temia: manifestações populares.

As pessoas acenavam lenços no acostamento, driblando assim as ordens militares contra qualquer manifestação,conta Mitchell.

Mas o trajeto, diz ainda o antigo repórter do JB, foi feito em silêncio.

Enquanto isto acontecia, o General Frota exigiu providências de quem não obedecera às suas ordens.

E acabou estourando a corda no mais fraco, como sempre: o comandante militar de Uruguaiana mandou pôr no xilindró o delegado Marco Polo, da PF, que, pra complicar a patacoada, se negou a ingressar no carro militar e foi pro xilindró no seu próprio carro.
No quartel, acabou preso por desobedecer ordens militares. Marco Polo tentou alegar que a PF era subordinada ao Ministro da Justiça e não ao do Exército.

O delegado teve que escrever seu depoimento, e não quis fazê-lo. Disse que o faria a um major, ajudante do general.
O imbróglio prosseguiu.

O major alegou que sua posição hierárquica era superior a do delegado federal e não quis tomar o depoimento do delegado Marco Polo. Que acabou depondo prum sargento.

Marco Polo ficou preso a noite toda.

Quando saiu do quartel, apavorado, viajou a madrugada toda até chegar em Porto Alegre na Superintendência da PF, na Av. Paraná (aliás a temida avenida Paraná, dos tempos da ditadura) onde desabafou toda sua história ao coronel Solon e ao delegado José Rillo.

Sobrou neste episódio também pro coronel Solon: Era da reserva e foi intimado a responder um IPM( Inquérito Policial Militar) no III Exército sobre o ingresso do Jango morto, por terra.


D'Avila teve que renunciar ao cargo de Superintendente da PF pra evitar a interferência do Exército na PF. José Rillo respondeu interinamente no cargo de superintendente da PF até que finalmente foi indicado o Coronel Luís Macksen de Castro Rodrigues, em janeiro de 1977( janeiro que por sinal, no dia 6, houve tumulto na Praça da Matriz, na Missa dos 30 dias da morte do Jango, onde este repórter que escreve esta resenha esteve presente e viu tudo de camarote).

Claro que o IPM contra Solon não deu em nada. Mas não deram mais cargos a ele.
E também sobrou pro coronel Washington Bermudez, que intermediou os contatos com o vice-presidente da República pra liberação do corpo de Jango: suas promoções funcionais goraram todas.

No seu livro, Ideias Traídos, o general Sylvio Frota fala do episódio. Diz que sua exigência de que o corpo viesse via aérea foi baseada numa ordem do presidente Ernesto Geisel.
E reclama do assessor do vice por não ter obedecido ao que ele mandou que fizessem.

Enfim, fissuras do poder militar, naquele dezembro de 1976.

A MORTE DE JANGO,

36 ANOS DEPOIS


A imprensa corre pra São Borja.

O ' SEQUESTRO DAS FITAS'

Duas autoridades que entraram em campo logo após saberem da morte do ex-presidente Jango, na madruagada de 6 de dezembro de 1976, na estância de la Villa, em Mercedez, Argentina, que fica a apenas 170 km de Uruguaiana:O chefe da Polícia Federal no Estado, Coronel Solon Rodrigues D'Avila e o General Euclides Figueiredo, comandante da Guarnição de Uruguaiana.

Quem intermediou pra que o corpo pudesse,enfim, voltar a São Borja, foi o cornel Washington Bermudez, natural de Uruguaiana,ex-Secretário de Segurança do RS que tinha relações com Mário de La Vecchia, sócio de Jango.

As medidas excepcionais que os militares tomaram, principalmente, quanto a imprensa, atingiram a RBS TV de Uruguaiana. Os ' milicos' nunca viam com bons olhos o trabalho dos coleguinhas. Sempre desconfiavam que tinham alguma ' sacanagem', que tinha algum comuna enrustido no meio dos jornalistas( às vezes, tinha mesmo!!!)

As autoridades militares chamaram então o gerente da TV Uruguaiana,Francisco Solé, e lhe deram autorização pra que providenciasse toda a cobertura do evento, como o translado do corpo de Uruguaiana a São Borja e mais o enterro.

Solé nem desconfiou de tanta gentiliza, principalmente naquela época. E o gerente ainda comunicou a Porto Alegre - os gerentes destas retransmissoras gostavam de se pavonear ligando pra Porto Alegre e dizendo junto ao seus superiores da TV Gaúcha que tinham conseguido este ou aquele material exclusivo, que poderia depois ser repassado ao Jornal Nacional. Este repórter que faz esta narrativa cansou de ver isto acontecer em suas viagens pelo interior. Não foi nem uma, nem duas vezes que assisti estes episódios.

Enfim, Solé mandou dizer que teriam de noite as imagens do féretro de Jango durante todo o dia 6 de dezembro de 1976.

Solé e mais o fotógrafo José Carlos Finkler passaram a cobrir, num jipe do Exército, a chegada do esquife do ex-presidente.
Desde a ponte internacional, passando por Uruguaiana, por Itaqui até a igreja São Francisco de Borja.
Os repórteres,contudo, ficaram cabreiros, quando o oficial que não largava do seu pés, passou exigir que filmassem todas as placas dos carros que acompanhavam o cortejo fúnebre. Desconfiaram que havia alguma coisa mal contada, aí( e havia, como veremos)

Havia umas 100 placas a serem registradas.

Na volta a Uruguaiana, depois de tanto esmero e trabalho, veio a frustação do repórter e do fotografo que filmaram tudo: tudo ficou retido no quartel.

Há quem ache que este material preciso pra memória do país deve estar no III EXército. Seria uma boa a Comissão da Verdade requerer este material ao Ministério do Exército.


Receita Federal doa veículo para Prefeitura

Na manhã desta sexta-feira (07/12), o prefeito municipal Mariovane Weis, recebeu das mãos do inspetor da Receita Federal de São Borja, André Aladren Taroncher, a chave do veículo Montana, ano 2004, doado à Prefeitura.
A doação tramita desde 2011. O veículo foi destinado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural.

DECOM – Departamento de Comunicação da Prefeitura de São Borja

VITIMAS LEMBRAMOS CINCOANOS

DA QUEDA DOVOO JJ 3054 DA TAM


Familiares das 199 vítimas da queda do voo JJ 3054 que caiu em 2007 no aeroportode Congonhas se reuniram ontem de tarde no Largo da Vida - na avenida SEvero Dullius - uma pequena pracinha junto ao aeroporto salgado filho pra relembrar seus entes queridos e também pra pedir justiça.

DEpois do ato junto ao pequeno monumento no largo, as pessoas comligações com os mortos caminharam até o terminal da TAM, no Salgado Filho e fizeram umpequento protesto pedindo pra que as empresas de aviação tenham mais cuidados com seus passagerios.

Algums dos parentes não quiserem falar em valores de indenização.

- Nenhum dinheiro traz de volta uma vida, enfatizou Joice OLiveira, que perdeu o marido Fernando mo voo. Ela éra um dos parentes mais

SERGINHO ROS NA ULTIMA VEZ QUE VEIO A PORTO ALEGRE.

NA CHURRASCARIA NA BRASAL. ELE NÃO COMEU. SÓ PAGOU A CONTA. A TÉ HOJE NÃO ENTENDI???!!!

ELE ACHOU QUE EU TAVA COM FOME???

Ora Bolas! como dizia o finado Cid Pinheiro Cabral.


Nosso ex do Grêmio não veio nem pra despedida do Olímpico, nem pra inauguração do Arena.

Estas fotos do Serginho são do Chalé da Praça XV de Novembro, ele curtindo um sanduíche aberto. diz o nosso amigo, outrora correspondente deste blog - ele se demitiu porque queria dar muitos furos e aqui os recursos são parcos - que o sanduíche aberto apenas existe em Porto.

Imagina o serginho falando do Niemeyer. seria o máximo!

COLEGUINHAS

NICO ESTEVES


NICO ESTEVES, AO FUNDO, DE BARBA NO CINEMA REDENÇÃO!

O fotógrafo Nico Esteves - foi da ZH e da Placar - pega sempre um cinema. Aqui está no cine Redenção da UFRGS.,na noite de quinta, vendo o filme dos Mutantes.


ALBERTO BLUM

O editor Alberto Blum se recupera de um AVC e seguidamente dá suas voltinhas acompanhado de uma enfermeira. Aqui na manhã da ultima sexta,antes do torró que caiu em Porto .

COMUNISTA, COM MUITA HONRA!
Por Carlos Chagas
Jamais escondeu sua ideologia. Viveu e morreu comunista, ainda que reservasse para os amigos íntimos suas críticas ao que aconteceu na Rússia e no mundo. Por conta da fidelidade ao credo vermelho, teve sua obra ímpar na arquitetura mundial contestada durante o regime militar. Tentaram denegrir suas curvas e seus monumentos, alegando que não aproveitava o que Brasília tinha de mais característico, a luminosidade.
Vingou-se ao erigir o panteão em honra de Juscelino Kubitschek, num dos pontos mais altos da capital federal. Colocou a estátua do ex-presidente envolta no que parece uma foice, sendo JK o martelo. Todas as manhãs, quando o sol nasce, ilumina o memorial e projeta a sombra do símbolo comunista precisamente sobre o setor militar urbano. Por isso um grupo de radicais buscou embargar a obra já quase concluída. Felizmente o então presidente João Figueiredo e o ministro Golbery do Couto e Silva reagiram, argumentando o ridículo da tentativa. Sairia pior a emenda do que o soneto.
Até hoje, bem cedo, essa sombra pode ser vista por uns poucos minutos quando o comunismo não existe mais, senão no coração e na memória de uns poucos, como existiu em Oscar Niemayer.
CUIDADO PORQUE ELES NÃO DESISTEM
Parece inegável a pressão que as chamadas classes produtoras desenvolvem contra a presidente Dilma Rousseff. Por mais que ela distribua favores e benesses, os detentores do poder econômico afiam presas e garras em sinal de protesto contra a linha-mestra da política do atual governo. Rejeitam o raciocínio de que as crises não podem ser combatidas com aumento de impostos, demissões em massa, reduções salariais, cortes em investimentos sociais e privatizações. Ainda que cedendo aqui e ali, a presidente insiste em que só através do crescimento sairemos do sufoco que assola o planeta e já chegou ao Brasil. Trata-se de uma questão ideológica e por isso desperta reações violentas. Está nessa queda de braço a causa de o aumento do PIB estar quase no nível zero, este ano. Preferem prejudicar-se a ceder.
Deve cuidar-se Dilma Rousseff, pois acima e além da blitz desenvolvida pela grande imprensa contra suas concepções, está a sucessão presidencial de 2014. Farão tudo, mesmo na sombra, para impedir sua reeleição. A menos, é claro, que ela dê o dito pelo não dito, como fez o Lula para conseguir oito anos de paz submissa aos interesses das elites.
O COMEÇO DO FIM OU O FIM DO COMEÇO?
Espera-se que na sessão extraordinária marcada para a próxima segunda-feira o Supremo Tribunal Federal dê por encerrada a fase principal do julgamento do mensalão. Até agora tem prevalecido a estratégia do relator Joaquim Barbosa, inflexível na decisão de ver duramente punidos os responsáveis pelo maior escândalo dos últimos tempos.
A pergunta que se faz é se a Ação Penal 470 gera ampla descendência ou será tida como um episódio isolado. Porque lambanças como a que agora se condena existem aos montes. Cabe ao Poder Judiciário, em suas diversas instâncias, imitar a mais alta corte nacional de Justiça ou permanecer no marasmo de tantas décadas. Fracassou a tentativa de, no próprio Supremo, reduzir-se as condenações e seus efeitos. O problema é que nas diversas varas criminais e tribunais variados, torna-se mais fácil a proteção dos réus. As pressões são mais agudas. Podemos estar diante do fim do começo de uma nova era ou, no reverso da medalha, assistimos o começo do fim...
VOLTA OU FICA DE LONGE?
Tivemos diversas experiências sempre que vice-presidentes da República ou presidentes da Câmara e do Senado ocuparam temporariamente a presidência da República. Paes de Andrade, presidente da Câmara, substituiu treze vezes o então presidente José Sarney, já que naquele mandado inexistia a figura do vice-presidente. Como o dr. Ulysses, antes dele, fazia questão de manter o ritual, ou seja, despachava no palácio do Planalto. Já os vice-presidentes Marco Maciel e José Alencar assumiam, mas permanecia em seus gabinetes. O deputado Marco Maia, diante de viagens coincidentes de Dilma Rousseff e de Michel Temer, tem preferido permanecer no Congresso.
Semana que vem acontecerá uma coincidência inusitada. A presidente, o vice-presidente e o presidente da Câmara estarão fora do Brasil. Na eventual linha sucessória, deve ser o presidente do Senado a assumir o cargo. José Sarney foi presidente de fato por cinco anos. Indaga-se: preferirá exercer a interinidade com toda pompa e circunstância, ocupando o gabinete do terceiro andar do palácio do Planalto, tão seu conhecido, ou permanecerá no Congresso?

Roteiro do findi

COMO NÃO GANHEI CREDENCIAL PRA IR PRA INAUGURAÇÃO DA ARENA, VOU CURTIR ALGUM FILMEZINHO BOM QUE TEM POR AI....

A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS!



A FORTUNA DE JANGO


AO MORRER , JANGO ERA UM HOMEM MUITO RICO. TINHA AMEALHADO GRANDE FORTUNA. AQUI A LISTA DOS SEUS ' BENS' EM DEZEMBRO DE 1976. QUEM ME FORNECEU ESTA LISTAGEM FOI SEU CONTADOR DA ÉPOCA, LUTHERO FAGUNDES.


A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS!

a imprensa se manda pra São Borja pra cobrir o evento.

A sucursal do JB,em Porto Alegre, tinha entre seus repórteres, um dos mais atilados da história do jornalismo gaúcho. Imagino o que fissurou o José Mitchell sabendo da morte do Jango, no exílio, naquela manhã de 6 de dezembro de 1976.

Ele pegou o repórter Goiano(Rubens Borges) e com o motorista David Figueiredo, de kombi,(olha só ir a S.Borja de kombi!!!) se mandou estrada afora. Tinha que chegar junto do corpo de Jango.

O chefe da sucursal do JB, Joseph Zukauskas,temendo que Mitchell não chegaria a tempo, mandou de avião a repórter Eunice Jacques. Queira a mate´ria do ingresso do corpo de Jango no Brasil. O JB tinha estas perfeições.Eles chegaram a Uruguaiana 3 minutos depois da passagem do cortejo. Ela voltou a Porto Alegre, no mesmo avião( só JB pra torrar tanta grana....)

Numa disputa entre autoridades para deixar ou não o corpo de Jango ingressar no Brasil, José Mitchell seguiu a S. Borja onde ficou durante toda a noite cobrindo os acontecimentos do velório. Era obrigado a ir toda hora ao centro telefônico para passar informações a sucursal do JB em Porto Alegre, que o repassava ao Rio.

Com a equipe do Estadão e do Globo em São Borja, Mitchell, sozinho,fumando como um louco, corria de um lado pro outro,enquanto Rubens Borges, fazia as fotos. Os dois fumavam como condenados.

Mitchell sentiu-se gratificado depois porque soube que suas notícias que mandava via telefone( não celular, é claro) acabaram sendo distribuídas para todo o Brasil, inaugurando o que seria depois a Agencia JB, - AJB - de grande prestígio.

Mitchell recordou anos depois os recados velados que familiares de Jango e e outros mais próximos ao presidente falecido recebiam a toda hora de militares presentes discretamente ao velório.

As autoridades estavam preocupadas, recorda o repórter - hoje aposentado - em apressar o quanto antes o enterro de Jango, pra que não se criasse um clima de comoção.

Mitchell ficou recordando que havia um grande número de pessoas no enterro no cemitério Jardim da Paz e recorda também do discurso inflamado de Tancredo Neves e de Pedro Simon .
( Ironicamente, estes discursos haviam sido preditos pelo próprio Jango que dizia aos amigos que o MDB não tinha interesse na anistia dele e de Brizola, que não moveriam uma palha por isto, que só iriam discursar enfaticamente nos enterros deles...no caso dele, foi mesmo).
Mitchell ficou ainda com as cenas da familia de Jango chorando muito.

A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS


MINHA PERSEGUIÇÃO Á NOTICIA


Agora que sei que o fotografo Rubem Goiano, um grande 'passarinheiro' tinha ido cobrir a morte do Jango que é porque entendo que quando estive em Uruguaiana com ele, pouco tempo depois, ele topou ir comigo e o motorista Fernando, num carro da ZH, a Curuzu-Cutiá atrás de resquícios da morte do ex-presidente.Mas lá não conseguimos nada...o Goiano foi o único que levou tudo a sério, menos eu e o Fernado que aproveitamos pra tomar muita cerveja importada, que era dada quase de graça naquela Argentina de 1977,acho.

Curuzu-Cutiá riu de nós, atrás de algum vestígio da morte do Jango. Procuramos num cartório não achamos nada. Lembro apenas do medo que tínhamos dos milicos argentinos, porque lá ainda era ditadura e da braba...

Hoje em dia quando vejo muita lenda em torno da morte do ex-presidente, me lembro daquela nossa incursão atrás da morte do Jango. Voltamos sem uma linha de matéria. Ninguém nos cobrou nada, porque acho que até a pauta, a gente acabou inventando. Não sei nem o que fazíamos em Uruguaiana naquela data, quando fomos atrás desta pauta.

É a unica matéria que tentei fazer sobre a morte do Jango,quando estava em jornal.

DE SÃO BORJA

OS SÃO BORJENSES HOMENAGEARAM ONTEM A MEMÓRIA DO SEU EX-PRESIDENTE JANGO.

HOUVE SESSÃO NA CAMARA MUNICIPAL, QUE É LEI E DEPOIS VISITA AO TUMULO DE JANGO, NO CEMITÉRIO JARDIM DA PAZ.

A BOATARIA QUE SE ESPALHOU ANOS ATRÁS DE QUE OS OSSOS DE JANGO SERIAM LEVADOS PRA BRASÍLIA, ONDE ESTÁ SENDO CONSTRUIDO UM MAUSOLEU PELO FILHO JOÃO VICENTE, NÃO SE CONFIRMOU.

E ONTEM FEZ UM DIA TIPICO SÃOBORJENSE DESTA ÉPOCA. NO MEIO DA TARDE, QUEM PASOSU NA PRAÇA XV DE NOVEMBRO, PODE VER O DIGITAL MARCANDO CRAVADOS 40 GRAUS DE CALOR. BOTA CALOR NISTO. COMO É QUENTE SÃO BORJA E REGIÃO NESTA ÉPOCA DO ANO!

JA PEGUEI FEIRAS DO LIVRO NESTA ÉPOCA QUE PARECIA QUE OS MIOLOS DA GENTE DERRETESSEM DE TANTO CALOR. DEPOIS DE NOITE DÁ UMA REFRESCADA.

A MORTE DE NIEMEYER.


A INCURSÃO RUMO

A UMA ILHA PARADISIACA


Ouvi na Guaiba na quarta de noite a notícia da morte do arquiteto Niemeyer. O locutor em seguida citou o nome do médico que o cuidava que me é familiar: Fernando Group. Conheço o Fernando de longos carnavais, não sabia que cuidava de CTI, nem do Niemeyer.

Uma vez estava no Rio, hospedado na casa dele - a mãe dele é tia da minha ex-mulher - e ele inventou uma ida a uma ilha no norte do Rio, acho que era Cabo Frio, sei lá. Sei que viajamos uma tarde inteira. Foi ele, sua namorada de então, futura mulher, Lúcia Morembelaum(hoje são separados)oPaulinho,irmão do Fernando. Chegamos e fomos pruma ilha que só se alcansava de um barco que ia na sexta de tarde e só regressava na segunda de manhã,cedinho..Não quis perder aquela viagem, de jeito nenhum. E a paisagem lembro até hoje. Poucas vezes na vida vi um mar tão bonito, tão aberto. A ilha acho que pertence a Marinha, o Fernando é que tinha um esquema de ir lá passar fim de semana. Ele gostava disto.

O chato da história toda é que o Paulino estava de repé de uma namorada que ele tinha brigado. Tou quase me lembrando do nome dela, lembro que era da Tijuca, e o Paulinho, que hoje é dentista como seu pai, vivia choramingo aquele fim do seu romance. ( que pena que não lembro o nome da " tijucana" como ele se referia, despeitado pela dor de corno, a ex-namorada que tinha lhe dado um fora...)

O Paulinho choramingou muito naqueles 4 dias que permanecemos naquela ilha paradisiaca. Ele fez um macarão, como o carioca chama a massa, na noite de sábado e acabou errando o vasilhame na hora de tirar a água e caiu tudo no chão, sujando de areia. Mesmo assim, demos um alimpada e comemos com sardinha...Naquela maravilha de ilha, jovens, cheios de saúde, queríamos mais era curtira a vida.

Quando chegamos no Rio ao meio dia daquela segunda, estávamos queimados do sol daqueles 4 dias naquela ilha deserta, cheia de belas praias e de pedras perigosas, por onde caminhamos muito. Eu é que não esperava pelo que encontrei; minha ex estava puta comigo, porque eu não a esperara pra ela também ir pra ilha conosco. Choses de la vie....

OBRA DO NIEMEYER

EM SÃO BORJA



São Borja pode se orgulhar de ter uma obra do famoso arquiteto morto na quarta última.

É o Mausoléu de Getúlio Vargas, localizado na Praça XV de Novembro.

Os ossos do presidente foram retirados do jazigo da família, no cemitério municipal Jardim da Paz e colocados neste mausoléu.

Os guris que brincam na Praça XV de Novembro transformaram a obra numa ' pista' de skate,porque este esporte cai como uma luva nesta brincadeira da gurizada.

Por isto que já estão falando em São Borja em ' cercar' o mausoléu construído por Niemeyer.

A inauguração do monumento foi em 24 de agosto de 2004,quando se completaram 50 anos da morte do ex-presidente. A construção foi bancada pela Assembléia Legislativa do EStado, na gestão do presidente Vieira da Cunha.

Na foto, aparecem políticos do PDT numa data de 24 de agosto. Da esq / para a dir/ estão o radialista EDuardo Belmonte, o " Prato Fino", deputado Pompeo de Mattos, deputado estadual Adroaldo Loureiro( apelidado de " Tigrão", ou de " Ganso Louco") e o então vereador do municipio,agora prefeito eleito, Farelo de Almeida.
No mausoléu , pode-se ver a Carta Testamento, que está afixada ao monumento/mausoléu, onde estão os restos mortais de Vargas.

A HERANÇA DE NIEMEYER


O vice-presidente da FGF(Federação Gaúcha de Futebol),Nilo Job, teve que dar muitas entrevistas ontem. ZH e CP correram pra ver de perto o último, ou um dos últimos projetos de Niemeyer, morto na quarta passada, em Porto Alegre.

Trata-se do futuro memorial Luis Carlos Prestes, localizado na av. Ipiranga, 10. Nilo disse que o terreno fora doado pra construção do Memorial de Luis Carlos Prestes na gestão de Alceu de Deus Collares, na prefeitura de Porto Alegre.

- Fazia 25 anos que este terreno estava ai parado. Nós conseguimos quer o projeto do Niemeyer andasse. Falamos com o Fogaça(José Fogaça, prefeito da capital) e o Vieira da Cunha também ajudou, contou Nilo.

A FGF estava procurando um local pra construir sua sede porque queria sair do endereço atual, na Rua Leonardo Truda, onde está há muitos anos. Procurou ,segundo Nilo, em Eldorado do Sul e outros locais e não achou.

Fez então esta parceria com a Associação dos Prestistas e está pagando a construção do prédio que terá um único pre´dio tantopara a sede da FGF quanto para o Memorial de Luis Carlos Prestes.

- Haverá um amplo auditório, relata Nilo Job

Hoje, dia 6/12, ele esteve o dia inteiro atarefado porque os jornais o procuraram pra saber da obra do arquiteto que morreu na quarta-feira, no Rio, aos 104 anos.

Job ainda esclareceu que Niemeyer não cobrou nada pelo projeto.

Audiência pública profissionais que atuaram em redações ou outros setores ligados à Comunicação

A Comissão da Verdade, Memória e Justiça, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul está convocando, para uma audiência pública, todos os profissionais que atuaram em redações ou outros setores ligados à Comunicação durante o período ditatorial brasileiro. O encontro ocorre na próxima quarta-feira, dia 12 de dezembro, a partir das 18h, na sala Salzano Vieira da Cunha, terceiro andar da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre. Servirá como ponto de partida para coleta de informações de profissionais sobre experiências vividas durante a ditadura militar no Brasil.

A comissão gaúcha é composta pelos jornalistas Antonio Oliveira, Elmar Bones, João Borges de Souza e Rafael Guimarãens. O grupo tem prazo de seis meses para ouvir depoimentos dos profissionais e finalizar o relatório que deverá ser encaminhado à Federação Nacional dos Jornalistas, Fenaj. De acordo com os integrantes da comissão, os jornalistas que não tiverem condições de comparecer na data para dar depoimento podem marcar entrevista direta no Sindicato, pelo email secretaria@jornalistasrs.org ou pelo telefone 51-3228-8146.

CHEIRO DE ENXOFRE COBRE O CENTRO DE BUENOS AIRES

Por Gelson Farias


M fato inusitado ocorreu hoje em Buenos Aires. Pessoas que caminhavam pelo centro da cidade de Buenos Aires, tiveram de improvisar máscaras como proteção contra uma nuvem com forte cheiro de enxofre que cobria o centro da cidade. O ministro da segurança nacional, Sergio Berni, disse que houve um princípio de incêndio em um contêiner com pesticida de baixa periculosidade que pegou fogo no terminal quatro da zona portuária, entre Puerto Madero e La boca. Muitas pessoas sofreram mal estar e tiveram de ser atendidas nos hospitais da cidade.


Mãe com seus dois filhos com o rosto coberto devido ao forte cheiro de enxofre.


Dedicatória de Livro



Comprei num sebo o livro do Celito de Grandi sobre o Ernesto Correa. Comprei mais pela dedicatória do livro. As pessoas expõem os sentimentos numa dedicatória.

MENDELSKY NA SUA COLUNA DE HOJE, DIA 6.12 CONTA A MORTE DE JORGE MAUTNER...



Vou decodificar

"magrinhos" : ele está se referindo ao Matico(Omar de Barros Filho)

colegas da rádio Continental: leia-se Wladimir Ungaretti e Emílio Chagas.

Uma emissora de tevê: o JA, da RBS TV.

MOVIMENTO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS/Brasil CONVIDA:

Dia 11 de dezembro, às 19hs – Santander Cultural
Seção comentada


Em comemoração ao 64º ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM

O Movimento de Justiça e Direitos Humanos, tem o prazer de convidar para a exibição comentada
do filme: EL CLAVEL NEGRO*.

O filme é baseado na história real de Harald Edelstam, narrando sua ação como embaixador da
Suécia no Chile depois do golpe militar de 11 de setembro de 1973, quando resgatou inúmeros
Prisioneiros políticos (inclusive brasileiros), do Estádio Nacional, convertido em grande campo de
concentração.

*Clavel Negro foi o codinome do diplomata sueco Harald Edelstam (1913-1989) durante a
resistência a ocupação nazista na Noruega.

CINE SANTANDER CULTURAL

Dia 11 de dezembro, em seção comentada às 19 horas.

Dr. Carlos Claret – Argentino, engenheiro, vítima de uma Operação Condor, em Passo Fundo/RS. (dia 12/09/1978,
justo dois meses antes do caso dos uruguaios Lilian e Universindo), refugiado na Suécia, onde ainda hoje reside.

Prof. Dr. Jorge Fernandez – Doutor em História p/UFRGS.

Jair Krischke – ativista dos Direitos Humanos, fundador e presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos.

http://www.santandercultural.com.br/programacao/cinema.asp


DIREITOS DO HOMEM

11 dez – ter
15h00 El Clavel Negro Ulf Hultberg, Åsa Faringer
17h00 El Clavel Negro Ulf Hultberg, Åsa Faringer
19h00 El Clavel Negro Ulf Hultberg, Åsa Faringer
Sessão Comentada

ESPECIAL 64º ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM


EL CLAVEL NEGRO
Svarta nejlikan, Suécia-México-Dinamarca, 2007, 35 mm, cor, 95 min

Clavel Negro foi o apelido do diplomata sueco Harald Edelstam (1913-1989) durante a resistência da ocupação nazista na Noruega. O filme narra sua ação como embaixador da Suécia no Chile depois do golpe militar de 11 de setembro de 1973, resgatando inúmeros prisioneiros políticos do Estadio Nacional, convertido em campo de concentração.

DUNGA X PEDRO SIMON

Tão falando muito no Dunga....

Me lembro de um episódio que fui testemunha em 1998. Era o primeiro dia da campanha da reeleição do senador Pedro Simon, em 1998.

Fomos pra Soledade, era o primeiro dia de campanha e lá encontramos no restaurante de beira de estrada o Dunga, que havia chegado da Europa, onde a seleção perdera no domingo anterior pra França. Dunga almoçava naquele mesmo restaurante, com a família.

O senador Simon almoçava com o pessoal da campanha, num outro lugar. Corri atrás de um fotógrafo local , porque sabia que o senador fatalmente pararia na mesa do jogador da Seleção para falar com ele. O tema: claro, o que tinha acontecido com o ' Ronaldo Gorducho,ou Fenômeno ' - lembram que ele passou mal e não pode jogar!

Consegui o cara e vibrei com o Xuvisco, assessor do Simon, que me indicara pra trabalhar na campanha.

Quando Simon ia saindo, parou na mesa do Dunga, mas o jogador, que estava bem jururu, nem se levantou pra cumprimentar Simon. Mesmo assim foram feitas as fotos.

Na minha ingenuidade de repórter, achei que aquela foto emplacaria na coluna do Barrio, na ZH, na manhã da segunda( meu sangue de repórter falou ali mais alto do que o de assessor)

Me quebrei literalmente: lá pelas 7 da noite, quando já estávamos em Porto Alegre, fui falar com o Xuvisco, no escritório do senador, na Protásio Alves.

- Ele não autorizou mandar a foto pro jornal, me disse o Xuvisco.

Depois soube o motivo. Simon achou que Dunga não foi respeitoso com ele, porque nem se levantou na hora do cumprimento.

Aprendi ali a sempre me levantar quando vou cumprimentar alguma autoridade.

( que o Dunga tem topete levantado, todo mundo sabe. E sempre soube, conhecendo Luigi, como conheço, modéstia a parte ,q ue ali não sairia casamento nunca. Dois bicudos não se beijam, diz o ditado popular!)

É NESTE SABADO, DIA 8/12/ a inauguração doa rena...

Os fotógrafos foram lá em agosto ultimo conhecer as obras.

Registrei isto na ocasião!

Salve o Arena!

Coleguinhas


Neusa Nunes, diretora do Sindicato dos Jornalistas, saiu do Hospital Beneficência Portuguesa.Está na casa do mano, em Joinville, SC, onde se recupera do AVC que teve dias atrás.

*Avani Stein está de volta de Ibiraquera, onde passou alguns dias. Foi com seu cunhado,Sérgio, e os dois cachorros, dos quais não abre mão.


*Filha de Avani, Lika, está em Berlim, onde até já comprou uma máquina de fotografar.

Aeroporto: Sinduscon pede solução política para a questão da altura dos prédios


Uma solução política. Este foi o pedido apresentado por Paulo Vazetto Garcia, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul (Sinduscon), aos vereadores de Porto Alegre, na tarde desta quinta-feira (6/11). Garcia falou sobre o Plano Específico da Zona de Proteção (PEZP) do Aeroporto Salgado Filho que, em sua opinião, vem impedindo o licenciamento de projetos e obras de maior porte na cidade. “Precisamos de uma solução política, pois na parte técnica todas as portas já foram fechadas.” Conforme explicou, o PEZP determina as alturas possíveis de serem edificadas nos entornos dos aeroportos. “Não se trata do cone de aproximação. Neste, devem ser obedecidos os limites especificados, caso contrário haverá riscos”, ressaltou. Garcia participou do período de Comunicações Temáticas da sessão ordinária da Câmara Municipal.

Ao historiar a questão do PEZP do Salgado Filho, Garcia lembrou que os problemas começaram a ser verificados em 2007 com a instalação de guindastes e maquinários para a construção do Viaduto Leonel Brizola. “A Aeronáutica, através do 5º Comando Aéreo Regional (Comar), apresentou regras sobre alturas e a prefeitura congelou todos os licenciamentos de obras”, lembrou. O presidente do Sinduscon recordou ainda que em 2008 foi firmado um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) entre o 5º Comar e a prefeitura, que ficou obrigada a fazer um levantamento de todos os obstáculos que feriam limites do PEZP e não licenciou novos empreendimentos. No mesmo TAC, a Aeronáutica se comprometeu a constituir um novo PEZP específico para o Salgado Filho contemplando novas alturas.
“Havia expectativa de que o 5º Comar seguisse o TAC. Mas, em 2011 portaria da Aeronáutica simplesmente suspendeu a elaboração de um PEZP específico para o Salgado Filho”. Com isso, lamentou Garcia, foi extinta a possibilidade de a capital gaúcha ter o seu Plano Específico da Zona de Proteção e a cidade ficou restrita a um plano básico que segue números internacionais. “É o caos absoluto. Nada mais pode ser edificado na cidade”, revelou. “É preciso um PEZP para que Porto Alegre viva e respire”, completou. Garcia afirmou considerar a observação do PEZP genérico uma restrição ao desenvolvimento de Porto Alegre. “É um problema que será cada vez maior.” Conforme salientou ainda, é necessário dividir a questão com a população, já que envolve questões de âmbito apenas técnico.

Garcia igualmente destacou o fato de que os maiores investimentos públicos da cidade nos últimos anos foram feitos na região próxima ao aeroporto. “Devemos deixar isso congelado para o resto da vida”, questionou. “Vamos crescer para aonde, para a Vila Nova ou para Canoas?” Conforme o presidente do Sinduscon, a situação atual é caótica. “Não reclamamos da altura no cone de aproximação. Mas é insuportável o que está aí. É inconcebível.” Como disse ainda, em muitos dos lugares disponíveis para o desenvolvimento da cidade apenas casas ou prédios de até quatro andares podem ser construídos. A solicitação apresentada aos vereadores, além do Sinduscon, foi subscrita também pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS) e Sindicato do Corretores de Imóveis do Estado do Rio Grande do Sul (Sindimóveis), entre outras entidades.

Texto: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS!

NO EXILIO, JANGO ANDAVA DESCRENTE

DA " DEMOCRACIA BRASILEIRA".

(foto Museu de Jango, em São Borja)

Viúva, Maria Tereza,filhos e o deputado do MDB,Cesar Schirmer, no enterro do ex-presidente

Jango parece que sabia que não voltaria ao país vivo.Sua crença na anistia era quase nula.Quem conversou com ele sabe disto.Quem conta este episódio é o atual editor do Almanaque de ZH, o fotógrafo Ricardo Chaves, o Kadão. Em abril de 1974, quando se completaram 10 anos da cassação de Jango e de Leonel Brizola, a revista VEJA mandou ele, e os repórteres Luis Claudio Cunha e Adélia Yates Porto ao Uruguai entrevistar os dois principais exilados brasileiro e inimigos do regime militar.

Luis Claudio e Kadão foram entrevistar Brizola. O ex-governador tinha uma especie de ' fazendola' onde levava a vida de produtor rural. Foi neste local que Kadão conseguiu deixar que Brizola se deixasse fotografar junto a algumas ovelhas de muita insistência dos repórteres.

- Nós não podíamos voltar sem voltas, mas o Brizola andava resistente. Não queria porque não queria fotos, contou Kadão a este repórter.

Adélia foi destacada pra ouvir Jango. Basicamente a revista queria produzir uma matéria de como viviam os ' cassados' agora que pela lei terminaria sua cassação porque se completaram os 10 anos desde a adoção do Ato Institucional número 1, que lhe tirara os direitos políticos.

Adélia chegou na casa de Jango, no Uruguai, mas ele havia saído.

Um empregado a informou que ele estava numa cidade vizinha e que voltaria por volta do meio-dia. Andando num táxi, ela chegou no povoado e logo que viu um bar foi pra lá. Deu de cara com o ex-presidente, que estava tomando um aperitivo acompanhado de uma mulher(não era Maria Tereza, que morava em Montevideo).

Jango resistiu em falar. No bar, não quis nem saber de dar respostas, depois que a repórter se identificou.

Mas por insistência da mesma, cedeu em recebe-la mais tarde em sua casa.

Lá pelo meio da tarde, Adélia voltou a casa do presidente exilado.

Ele a recebeu e insistiu em não dizer nada porque alegava que não publicariam o que ele diria mesmo.

Depois de Adélia muito insistir , recorda Kadão, Jango tomou seu caderninho de anotações e escreveu em castelhano.

- ME MUERO DE RISA POR FALCÃO...


Jango se referia ao ministro da Justiça( de Ernesto Geisel) Armando Falcão.Que era tido por linha dura dentro do Governo.

Jango sempre disse a amigos que os políticos do MDB não queriam ele e Brizola de volta ao Brasil.

- Eles só irão chorar no nosso velório, disse seguidamente a enviados que o procuravam no Uruguai.

Não errou. Pedro Simon, que nunca o visitou no exílio, foi fazer um discurso inflamado no seu velório em 7 de dezembro de 1976, em São Borja.

A MORTE DE JANGO, 36 ANOS DEPOIS

(foto Museu de Jango, em São Borja)

A faixa e o caixão carregado por populares no cemitério Jardim da Paz
Um pouco da biografia do ex-presidente!

Nasceu em 1.03.1918, na fazenda Iguariaça. Hoje município

17.05.1955. Casa-se com Maria Tereza Goulart, muito mais nova que ele.

13.03.1964. Jango faz o famoso comício da Central do Brasil. Cutuca o leão com vara curta, como se diz.

02.04.1964. Jango , já sem poder, voa para Porto Alegre.Em 04.04. de Itaqui, onde tinha uma fazenda, voa para Montevideo, onde fica asilado.

1973. A convite do presidente argentino Juan Domingos Peron passa a morar na Argentina.

Morre em 6.12.1976, aos 58 anos.

JANGO, 36 ANOS DEPOIS

A COOJORNAL REGISTRA
O PASSAMENTO DO EX-PRESIDENTE!


o discurso, no enterro, do então deputado estadual do MDB, Pedro Simon(foto Museu de Jango, em São Borja).

A reportagem que o jornal COOJORNAL fez em 1976 assinada por 8 colegas, diz que Jango, um ano antes de ser deposto(1963) e no ano seguinte(1965) já tivera problemas com o coração, que o matou de um enfarte do miocárdio.Jango morreu oficialmente as 2h50min da madrugada do dia 6 de dezembro de 1976.Ele tinha almoçado naquele dia em Passo de los Libres - estava há apenas 100 e poucos quilômetros de sua ' querida' São Borja(em linha reta). A janta daquele dia foi em casa. Comeu um churrasco. Aquela fazenda ela a comprara para o filho João Vicente.

O governo brasileiro que naquele momento poderia querer tudo, menos a morte do presidente que ele mantivera no exílio desde 1964(12 anos) - um grande pretexto pra os que lutavam pela Anistia no Brasil -tratou logo de negociar o ingresso do corpo no Brasil. A noticia chegou logo de madrugada, as 5 horas, do mesmo dia da morte.

Quem a recebeu foi o coronel Washington Bermudez, que ocupava oficialmente um cargo de assessor do vice-presidente da República . Bermudez fora Secretário da Segurança Público do RS.
Quem encaminhou o pedido para que o enterro do ex-presidente morto no exílio fosse feito em sua terra natal foi Mário Delia Vecchia, sócio de Jango e contemporrâneo de Bermudez.

Depois de uma hora de negociações, o presidente Geisel autorizou o ingresso do corpo em Uruguaiana.

MORTE DO JANGO, 36 ANOS DEPOIS!

A ' TRAVESSIA'

DE URUGUAIANA A SÃO BORJA

do acervo de Luthero Fagundes.

Aniversário de Jango no exílio. Em Maldonado, no Uruguai, em 01.03. 1975.

da esq. p/dir:Arthur Dornelles,- secretario de Jango e plantador, Luthero Fagundes, contador do ex-presidente,,Jango, Laudir Rech, Francisco Bandeira, João Fontella(irmão da mulher de Jango)

Era o amanhecer do dia 6 de dezembro de 1976 quando o corpo de Jango Goulart chegou na divisa entre Passo de los Libres,em território argentino com Uruguaiana, no Brasil. O Coronel Bermudez, ligado ao Serviço Nacional de Informações - um órgão da arapongagem nos tempos dos governos militares - negociou o ingresso do cadáver,sob as ordens diretas do então presidente Ernesto Geisel, que teve este gesto humanitário.

( Na verdade, algumas versões que surgiram desde que Jango morreu, dão conta que o seu retorno ao Brasil estava sendo ' negociado', mas que o próprio temia sua prisão ao por os pés no Brasil).

Os partidários de Jango - lembre-se que não havia ainda a anistia, que era uma palavrão naqueles dias - fizeram de tudo para que o ex-presidente pudesse ser velado a noite inteira dentro da Igreja de São Francisco de Borja, na terra natal do presidente. Mas as autoridades haviam negociado que o enterro deveria se realizar até o por do sol do dia 6 , o mesmo dia da sua morte.Era muito quente, o corpo estava mal enbalsamado e dele já exalava mau cheiro logo que os primeiros raios do sol ficaram fortes.

Almino Afonso, um ex-ministro de Jango,foi um dos negociadores da entrada do corpo do ex-presidente.

Ao longo da "BR" que liga as duas cidades fronteiriças, intercaladas apenas pela cidade de Itaqui, os 100 e pouco quilômetros foram sendo vencidos lentamente. A comitiva de carros que ia junto do carro fúnebre que levava Jango foi indo devagar, quase parando, tudo para que quando a comitiva chegasse a terra natal do presidente, o cemitério já estivesse fechado e o enterro só pudesse ser feito no dia seguinte. Foi o que aconteceu.
Durante a noite, a igreja de São Francisco de Borja fica com pouca gente dentro.O sono da madrugada abate muita gente e algumas ativistas, como dona Kita Brizola, Neusa Goulart Brizola, irmã do falecido,entre outras, aproveitaram a escassez de vigilância da Polícia e colocaram encima do caixão a primeira bandeira da ANISTA que se tem notícia sob o regime militar.

Nunca se soube quem a confeccionou.

Assim também nunca se soube quem confeccionou a faixa que foi estendida na hora do caixão baixar à sepultura no cemitério que diz textualmente; JANGO CONTINUARÁ CONOSCO! Esta faixa virou mantra dos fotógrafos e até hoje é uma das fotos mais celebradas sempre que o nome do ex-presidente vem a tona por alguma data específica.


JOGADORES DO SÃO BORJA

A saída do caixão da Igreja São Francisco de Paula rumo ao cemitério na manhã do dia 7 de dezembro foi muito tumultuada. Chita, dono do La Barca,e filho de político ligado a Jango, pelo antigo PTB, era gurizote naquele ano mas recorda que quem pegou no caixão e foi abrindo espaço entre a multidão foram alguns jogadores do São Borja que tinham preparo físico para isto:

- Não estavam querendo deixar que a população pegasse no caixão do Jango. Queriam botar num caminhão dos bombeiros. Mas alguns jogadores do São Borja tomaram o caixão e o carregaram,contou Chita.

A MORTE DE JANGO

36 anos !

A IMPRENSA, AINDA

SOB CENSURA VELADA, "CORRE" PRA SÃO BORJA!


Também no aniversário do ex-presidente em Maldonado, na mesma data: da esq para a dir

um uruguaio, não identificado, (Maneco Bigode, Manoel Fernando Motta dos Santos. Brasileiro,sobrinho de Bijuja(Deoclécio de Barros Motta), casou com uma uruguaia, com quem teve dois filhos),dois deputados brasileiros, Francisco Carlos Bandeira, Luthero Fagundes, contador do Jango e Laudir Rech.

as fotos são do acervo de Luthero Fagundes.


De todos os cantos do Brasil, acorreram repórteres e fotógrafos para cobertura do enterro do presidente que morreu no exílio.

Os militares deixaram o corpo entrar por Uruguaiana mas tiveram que obter ordens expressas do presidente Ernesto Geisel. O pior foi que as autoridades não se entendiam entre si: havia disputa interna. Enquanto a Polícia Federal no Rio Grande do Sul não permitia o ingresso, militares mais próximos do presidente permitiram o ingresso do corpo sob a condição de que fosse enterrado no mesmo dia.Não foi possível porque os que carregaram o corpo de Uruguaiana para S. Borja só chegaram tarde da noite na Terra dos Presidentes e então o cemitério municipal já estava fechado.

"ESTADÃO" EM SÃO BORJA!

Sérgio Becker,Danilo Ucha e o fotógrafo Antônio Vargas foram destacados pelo jornal " Estadão" - um jornal conservador, mas liberal, a cobrir a morte de Jango.

Chegaram em São Borja no entardecer do dia 6, e o corpo de Jango ainda viajava de Uruguaiana para A Terra dos Presidentes.

Ucha e colegas se hospedaram no Hotel Charrua - na atual Praça da Lagoa, hoje o hotel tem outro nome - e Ucha foi tomar um banho. Becker e Vargas saíram a fotografar a cidade.Naquela mesma tarde, pelo telex enviariam a sucursal de Porto Alegre, uma matéria que seria repassada a São Paulo.
A primeira coisa que Becker, um experiente editor de noticias policiais em jornais fez foi checar o livro de entrada do hotel Charrua. Bisbilhotou e viu que ali tinha uma porção de ' policiais' disfarçados. Era na verdade agentes do DOPS( Departamento Ordem Politica e Social) o braço da Polícia Civil que cuidava da repressão politica.
Becker foi ao diretório do PMDB e lá encontrou alguns membros do partido tomando chimarrão. A morte de Jango, no exílio, era,claro, o tema da conversa.

Becker notou ainda que a bandeira do Brasil hasteada no diretório estava a meio pau. Sinal de luto.

No dia seguinte, os repórteres , uma multidão deles, viu que a população agarrou o caixão de Jango na hora que os policiais da Brigada Militar queria colocá-lo num caminhão dos bombeiros. A população é que carregou o caixão até o jazigo no cemitério Jardim da Paz,onde está enterrado,até hoje.

 

MORTE DE JANGO, 36 anos!


(" o verdadeiro JANGO era um homem que poucos conheciam", da Coojornal)


A versão que se conhece da morte do ex-presidente da República,Jango Goulart , em 6.de dezembro de 1976,é a seguinte:sua mulher, Maria Tereza, obedeceu a uma ordem do marido, que estava deitado. Ele solicitou pra que fosse apagada a luz do quarto.Eles estavam na estância de Villa Mercedes, na municipalidade de Curuzu/Cutia.


Ela ficou lendo mais um pouco na cozinha. Era um daqueles dias primaveris do Pampa argentino, quase verão, e os 40 graus de calor tinham batido durante aquela tarde.

Jango,que tinha recebido aviso dos médicos do estado precário de sua saúde - bebia muito uísque,tinha vida sedentária e fumava muito - começou a respirar de forma alterada.A ex-primeira dama, considerada mais bonita do que Jaqueline Kennedy, acendeu a luz,pediu socorro aos empregados,mas Jango morreu antes do socorro médico.

SOCORRO DOS

MAIS PRÓXIMOS

Enterrar Jango no Brasil foi a outra batalha dos mais próximos do primeiro presidente brasileiro a morrer no exílio.

Percy Penalvo, que trabalhava com Jango na fazenda de Maldonado, no Uruguai,foi um dos primeiros auxiliares - e dos mais próximos do ex-presidente - a ser avisado de sua morte.

- Meu pai ficou sabendo da morte do dr. Jango as 2 e meia da madrugada, informa sua filha, Neuza, que nasceu no exílio, em Rivera.

A outra tratativa foi ' segurar Leonel Brizola" - com quem Jango recém tinha restabelecido relações depois de 11 anos sem se falarem - que pôs na cabeça que viria ao enterro do cunhado.

- O senhor não vai, reagiu Percy Penalvo!

E Brizola foi sacado a força do avião particular que foi alugado para trazer dona Neusa, irmã de Jango, ao enterro em São Borja.

OLHEIROS

UM OLHEIRO IDENTIFICOU ENTRE OS LIDERES DA GREVE DA CARRIS UM FILHO DO BETINHO HIRST, O BETO BIRONHA.

Betinho teve dois filhos. Os dois seguiram,ou tentaram seguir a carreira policial, mas saíram da corporação.

coleguinhas


a colaboradora deste site, Henrique Solares, está muito chateada com a morte da netinha Paola.

Recebeu o conforto da presidenta da Argentina, Cristina Kirschner.

Cristina a consolou dizendo que os pais são jovens e que irão ter outros filhos.

É, a vida continua....

SURPREENDENTE ARTIGO DO COLEGA GILBERTO

SOBRE O NÃO FUNCIONAMENTO DO PODER PUBLICO!


XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO/ 2012

10 de dezembro de 2012


O Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Rio Grande do Sul (OAB/RS) e a e a Secretaria Regional Latino Americana da UITA – União Internacional dos Trabalhadores na Alimentação, Agricultura e Afins - com o apoio da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul (ARFOC/RS) e da ARFOC/Brasil - instituiu em 1984 o “Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo”, visando estimular o trabalho dos profissionais do jornalismo na denúncia das violações e na vigilância ao respeito aos Direitos Humanos.

Este ano, para marcar a instalação da Comissão Nacional da Verdade que deverá atuar de forma autônoma e consequente e, prosseguindo na luta pela abertura dos arquivos da ditadura, foi criada a categoria ”Premiação Especial”, destinada a destacar trabalhos que tenham se distinguido por sua qualidade, em qualquer das categorias previstas, sobre o tema : VERDADE.

A Comissão Julgadora estabeleceu cinco critérios básicos:

Qualidade do texto ou da imagem.
Investigação original dos fatos.
Profundidade no tratamento da informação.
Abordagem de temas socialmente relevantes.
Valores éticos profissionais refletidos no trabalho
Cada um dos critérios poderá ser aplicado em todas as categorias vigentes.
Os referidos critérios não serão ponderados através de notas, sendo que os trabalhos vencedores deverão refletir de forma equilibrada os cinco valores jornalísticos estabelecidos.

INSCRIÇÕES

CATEGORIA RÁDIO: 21 inscrições
CATEGORIA ACADÊMICO 23 inscrições
CATEGORIA TELEVISÃO 33 inscrições
CATEGORIA IMAGEM TV 03 inscrições
CATEGORIA REPORTAGEM 78 inscrições
CATEGORIA FOTOGRAFIA 37 inscrições
CATEGORIA CRÔNICA 21 inscrições
CATEGORIA ONLINE 31 inscrições
CATEGORIA ESPECIAL 23 inscrições


XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO

VENCEDORES


CATEGORIA ACADÊMICO

1º Lugar > KARINE CHAGAS FLORES
LUCAS PIRES DE OLIVEIRA
NATALIA OTTO
MARIA HELENA SPONCHIADO

Profs. Orientadores: IVONNE CASSOL
MARCO ANTONIO VARGAS VILLALOBOS
FÁBIO CANATTA

EQUIPE TÉCNICA: ADRIANA CERESÉR
PAULO LAURENDO


Título: AQUELES ANJOS SEM ASAS

PUC / FAMECOS - 3º Semestre - Equipe Editorial J - maio/2012


2º Lugar > GERSON DOVAL RAUGUST

Título: ÍNDIO QUER MAIS QUE APITO

PUC / FAMECOS – 7º Semestre - 2012



3º Lugar > DÉBORA COWARD FOGLIATTO

Título: VIDAS SEM BANHEIRO

PUC / FAMECOS – 6º Semestre -

3º Lugar > SÂMELA LAUZ OLIVEIRA

Título: FILHOS DO PELLETIER

PUC / FAMECOS – 8º Semestre.

XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO


CATEGORIA CRÔNICA

1º Lugar > MÁRIO MARCOS DE SOUZA

Título:
TRÊS ATOS DE UMA VIDA: TORTURA, SEQUESTRO E MORTE NO FORNO

Blog do Mário Marcos 05/05/2012

2º Lugar > CIRO FABRES

Título: CRISTÓFORO COM MATTEO

Jornal Pioneiro – Caxias do Sul/RS 26/09/2012


3º Lugar > DIOGO OLIVIER MELLO

Título: O DIA EM QUE O RACISMO PERDEU

Zero Hora - Porto Alegre/RS 29/06/2012


Menção Honrosa: LETÍCIA DUARTE

Título: PINPOO E ALEZ

Zero Hora - Porto Alegre/RS. Coluna Paulo Sant’Ana 24/03/2012

CATEGORIA CHARGE

1º Lugar > AUGUSTO FRANKE BIER

Título: AVILTANTE

SidBancários Imprensa - 16/02/2012


2º Lugar > GILMAR LUIZ TATSCH (Tacho)

Título: DESTINO DE PINÓQUIO

Correio do Povo – Porto Alegre/RS - 22/09/2012

XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO

CATEGORIA On Line

1º Lugar > VAGNER RODRIGUES DE MAGALHÃES -
MARINA NOVAES
FÁBIO CONDUTTA

Título: CARANDIRU – 20 ANOS

Portal Terra 29/09/2012


2º Lugar > DANIEL BARBOSA CASSOL

Título: UM BRASILEIRO NA GUERRILHA BOLIVIANA

Pública – Agência de Reportagem e Jornalismo Investigativo - 13/08/2012

2º Lugar > RENATO DIAS – 62 8125.6779

Título: O QUE A COMISSÃO DA VERDADE DEVERÁ ESCLARCER EM GOIÁS

Jornal Opção/GO. - Edição nº 1938 - 26/ago à 1º set/2012


3º Lugar > RAPHAEL GOMIDE

Título: JUSTIÇA DO RIO GARANTE PENSÃO DE R$43 MIL PARA FILHA DE DESEMBARGADOR

Portal IG 21 à 25/05/2012


3º Lugar > CRISTINE PIRES

Título: BEBÊS DO CRACK PARA ADOÇÃO NO BRASIL

Portal InfosurHoy - Washington/USA 27/02/2012


Menção Honrosa: ED WANDERLEY

Título: DAVID DAVIDA (três reportagens)
.
Diário de Pernambuco/PE. - 30/06 à 18/09/2012


XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO

CATEGORIA RÁDIO

1º Lugar > LÚCIA RODRIGUES

Título: PINHEIRINHO: O SOFRIMENTO DOS MORADORES

Rádio Brasil Atual – São Paulo/SP 01 e 02/fev + 23/jul/2012

2º Lugar > CID MARTINS
JOSIMAR FARINA

Título: DP – DELEGACIAS DO PASSADO

Rádio Gaúcha - Porto Alegre/RS 29/10/2012


3º Lugar > JIMMY AZEVEDO
LUCIANO NAGEL

Título: MEMÓRIA, VERDADE E JUSTIÇA

Rádio Guaíba - Porto Alegre/RS de 17 à 20/09/2012


CATEGORIA FOTOGRAFIA


1º Lugar > NILTON FAKUDA

Título: A GUERRA DO CRACK

O Estado de São Paulo - São Paulo/SP 14/01/2012


2º Lugar > TADEU VILANI

Título: A VIDA EM CADEIRA DE RODAS

Zero Hora – Porto Alegre/RS - 27/05/2012


XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO


CATEGORIA FOTOGRAFIA (continuação)


3º Lugar > JEFFERSON BOTEGA

Título: DEPÓSITO HUMANO

Zero Hora – Porto Alegre/RS - 31/08/2012


Menção Honrosa> MATHEUS BRUXEL

Título: PRESO PO ENGANO: A LUTA DE UMA MÃE PARA LIBERTAR O FILHO

Diário Gaúcho – Porto Alegre/RS. de 24 à 26/08/2012


Menção Honrosa> CARLOS MACEDO

Título: MÃE DESESPERADA CONTRA A MORTE DO FILHO

Diário Gaúcho – Porto Alegre/RS 11/02/2012


CATEGORIA TELEVISÃO

1º Lugar > GUSTAVO COSTA
MARCO AURÉLIO MELLO
ANTONIO GILBERTO
JOSÉ DA SILVA

Título: DR. MARCELO, DIÁRIO DO INFERNO

TV Record/SP 15/04/2012

2º Lugar > FÁBIO ALMEIDA
MARCELO THEILL

Título: PELOTÃO DA MORTE

TV RBS/RS – Porto Alegre/RS – Programa Teledomingo - 25/03/2012

XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO

CATEGORIA TELEVISÃO (continuação)


3º Lugar > SIMONE FELTES
DANIELA BONAMIGO
ANTONIO CIOCCARI
CLÁUDIO TRINDADE
SANDRA PORCIÚNCULA
JOEL LEFFA
EVALDO BECKER
JOSÉ ANTONIO ZANANDRÉA

Título: FILHOD DA HANSANÍASE

TV Educativa/RS – Programa TVE Repórter 31/10/2012


Menção Honrosa > FÁBIO ALMEIDA
CACO BARZI
CRISTIANO LOPES
EDUARDO STEINBACH

Título: COIOTES NA FRONTEIRA DO RS

TV RBS/RS - Porto Alegre/RS – Programa Teledomingo 16/09/2012


CATEGORIA REPORTAGEM

1º Lugar > ADRIANA IRION
JOSÉ LUÍS COSTA

Título: MENINOS CONDENADOS

Zero Hora – Porto Alegre/RS - de 22/01 à 07/02/2012

1º Lugar > JOELMIR TAVARES DE RESENDE
CRISTIANO TRAD SOARES DE NAZARÉ

Título: Série de Reportagens: “FORA DA LEI” - LADO SUJO DO PAC

O Tempo – Belo Horizonte/MG. de 27/05 à 01/06/2012

XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO


CATEGORIA REPORTAGEM (continuação)

2º Lugar > ALINE CUSTÓDIO
PAOLLA SERRA
GUILHERME AMADO
TALITA CORREA

Título: VERDADE SOTERRADA -

Jornal Extra – Rio de Janeiro/RJ – de 05/08 à 20/08/2012

2º Lugar > CLEIDI PEREIRA

Título: SAÚDE POR UM FIO:
UMA LEGIÃO DE DOENTES NA ESTEIRA DOS FRIGORIFICOS

Correio do Povo – Porto Alegre/RS – Correio Rural - 22/04/2012


3º Lugar > CAROLINA HERINGER

Título: EXILADOS

Jornal Extra – Rio de Janeiro/RJ de 18 à 23/12/2012

3º Lugar > LUIZA VELLAMÉA

Título: A VIDA DUPLA DE CARLOS KNAPP

Revista Brasileiros – São Paulo/SP. Edição nº 61 - agosto/2012

Menção Honrosa > FERNANDO ANTONIO FURTADO MAIA

TÍtulo: FAMÍLIAS VIVEM NA ERA DAS TREVAS:
ENERGIA QUE RESGATA A CIDADANIA

Diário do Nordeste – Fortaleza/CE - 10/04/2012

Menção Honrosa > CÉSAR AUGUSTO DE LARA FRAGA

Título: INTOXICAÇÃO NOS POSTOS DO GHC COMPLETA 13 ANOS

Extra Classe – Porto Alegre/RS junho/2012


XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO

CATEGORIA ESPECIAL >>> VERDADE

1º Lugar > ISABEL MEGA
ANA GRAZIELA AGUIAR
JONAS CHAGAS L. VALENTE
FERNANDO WATANABE
ANDRÉ RODRIGO
GILVAN ALVES
ULOV FLAMINIO
DINHO RODRIGUES
ANDRÉ GATTO

Título: Série Especial > OPERAÇÃO CONDOR

TV Brasil – Brasília/DF - 15 à 18/10/2012

1º Lugar > SIMONE FERNANDES –
CIVA SILVEIRA
ROSANE MARCHETTI
ÉDNEI PEDROSO
EVANDRO DA LUZ
JULIANO SILVA
CARLOS VINÍCIUS DE SÁ
MARQUINHO KOPLIN
CARLOS DEGEL
PAULO CARNEIRO
NILSON FERREIRA
THIAGO RONURO

Título: ANOS DE CHUMBO

TV Assembleia RS – Porto Alegre/RS - de 02 à 16/09/2012

2º Lugar > KARINA REIF
EDSON LUIZ

Título: O MAPA DA TORTURA NA CAPITAL

Correio do Povo – Porto Alegre/RS - 27/05/2012

3º Lugar > VERA CARPES
SAMIR CAETANO MARTINS
TIAGO CAMPOS MENDES

Título: Série Memória > DENUNCIA CONTRA A DITADURA – ARAGUAIA
VLADMIR HERZOG – A FARÇA DA FOTO

TV Justiça – Brasília/DF - de abril à setembro/2012
XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO - 2012

Cerimônia de entrega dos prêmios:

Dia 10 de dezembro de 2012, às 20 horas

Auditório da OAB/RS.

Rua Washington Luiz, 1.110 – 2º andar

Porto Alegre/RS.

Telefone: 051 9951.2869

Prezado colega Rekern

Você perguntou qual a relação da Bovespa com a sede do PMDB.


Inauguração da nova sede(própria) do PMDB no dia 3.12 ultimo

Inauguração da nova sede(própria) do PMDB no dia 3.12 ultimo

eu acho que expliquei mal, ou não expliquei. O que é a falta de um editor.aqui a gente corre pra tudo o que é lado.

É o seguinte:o PMDB localizou este imóvel e queria comprá-lo(ali era da Bovespa, era onde funcionava,antes a bolsa de valores) no Edifício Santa Cruz.
Mas o PMDB mexeu seus pauzinhos e o vice-presidente Michel Temer deu uma mão: falou direto com o presidente da Bovespa. Quinze minutos depois desta conversa, as portas se abriram e compra se efetuou.Quem contou tudo isto foi o Ibsen Pinheiro, ao auditório lotado da segunda.

A compra em cartório deu-se em 23 de outubro ultimo. Com 46 anos de atividades, o PMDB adquire pela primeira vez uma sede própria no RS. Quem assinou a escritura de compra do imóvel foi Ibsen Pinheiro no 3 Tabelionato da capital.

O valor, como já disse, foi de 920 mil reais, que segundo Ibsen Pinheiro, foi pago à vista.

O PMDB tinha outro terreno, localizado na av. Voluntários da Pátria, que vizinhava com uma propriedade de uma empresa de ônibus(Ibsen não deu seu nome).

Como era intenção do partido construir lá sua sede própria, porque havia bastante espaço para estacionar os ônibus que vinham do interior para as convenções, houve alguma relutância pra que o terreno fosse negociado. Mas acabou sendo. O problema era uma dívida com o IPTU. Os peemedebistas diziam que um terreno de partido político não tinha que pagar IPTU, mas a prefeitura, por meio dos seus fiscais,entendia que sim. Na venda do terreno foi feita toda uma negociação a fim de que a empresa compradora pague a dívida fiscal que o PMDB tinha com a prefeitura de Porto Alegre.


ALBERTO BLUM SE RECUPERA DE AVC

O coleguinha Alberto Blum se recupera de um AVC e está fazendo fisioterapia. Matinalmente, ele passa com a enfermeira pra dar seu ' passeio' na av. Lavras,em Petrópolis, onde reside.O ' cliquei',como dizem os colunistas de sociedade uma manhã destas.

Toda a força do mundo pro Beto!

FURO NA CONCORRENCIA!!!!


É ISTO AI, MEU VELHO AMIGO REKERN, REPORTER TEM QUE CIRCULAR. E TU SABE QUE VI ALGUNS COLEGUINHAS NO EVENTO...MAS me impressinou que eles não puxaram o assunto pelo lado da política.(Olides)

Olha o gringo de Serafina furando a Zero e Correinho!

Mas olha, Se o Rigotto for candidato ao governo do estado em 2014, vai voltar as manchetes a roubalheira do Detran. O triste fato começou no Governo do peemedebista e estourou no governo da Yeda. Tem também o escândalo do Banrisul que era lotado pelo partido do futuro candidato. Todos os índices econômicos do Estado baixaram durante o governo do mais fotografado. Esta eleição de 2014 vai ser o maior tiroteio para cima do PMDB.

A matéria está muito boa só não intendi a relação da Bovespa com a compra da sede do PMDB.
Abraços

INTERDIÇÃO DO ARENA....

Por solicitação do Grêmio Foot-Ball Portoalegrense, da OAS e da Comissão Organizadora do evento Inauguração da Arena, fica vetado o acesso e a circulação de visitantes em geral e imprensa a
as obras da Arena das 17h de hoje(05/12), até as 17h de sábado 08/12(data e hora da abertura dos portões para o evento).
Somente os funcionários das obras e técnicos das empresa envolvidas no processo de cobertura do evento, poderão fazê-lo, mediante contato prévio com a OAS Arena.

O Informativo chega a 10 mil edições

O fundador do Grupo Informativo, Oswaldo Carlos Van Leewen,nasceu em 23.07.1930, em São Francisco de Paula, no RS.

Filho de H.G. Van Leewen e Angelina B. Van Leewen.

Seu primeiro jornal se chamou "CONHEÇA O VALE DO TAQUARI", que depois passou apenas para VALE DO TAQUARI.

Oswaldo foi casado com Ulda(19.11.1929) de quem se separou. Tem um filho jornalista, Paulo Alceu Van Leewen, que foi da TV Gaucha e da TV Globo. Hoje Paulo Alceu vive em Florianopolis(SC).

Oswaldo,segundo João Carlos Terlera, que o conhece há muitos anos, foi gerente da rádio Alto Taquari. Num fim de ano, montou uma fabriqueta de bolinhas de enfeite para a Noite de Natal e daí em diante não parou de empreender.

Terlera disse que o apelido de Oswaldo,entre seus subordinados, era " Bugio", por causa de sua cor avermelhada. É que ele é holandês.


O jornal O Informativo do Vale, de Lajeado, alcança hoje (quarta, 5 de dezembro) a marca das 10 mil edições. O periódico que atende as 38 cidades do Vale do Taquari foi fundado em 8 de maio de 1970 por Oswaldo Carlos van Leeuwen – que até hoje, aos 82 anos, dirige a empresa que conta com 150 colaboradores diretos e indiretos.
Para comemorar a data, o jornal produziu uma edição especial e, com o apoio da TV Informativo, um vídeo institucional em que os próprios funcionários são os atores. O filme mostra, de forma irreverente, a história do veículo.
O jornal O Informativo do Vale integra a Rede Vale de Comunicação, formada pelo próprio diário, pelo jornal Nova Geração, de Estrela; pelo jornal O Informativo de Arroio do Meio; e pela TV Informativo (Canal 20 da Net Lajeado). Tem sucursais e escritórios em Arroio do Meio, Arvorezinha, Bom Retiro do Sul, Encantado, Fazenda Vilanova, Marques de Souza e Sério.
O vídeo institucional será postado na quarta-feira no Facebook do jornal O Informativo (http://www.facebook.com/jornaloinformativo)

COMEÇOU A TOCOLANDIA


Miguel, coleguinha da ' salinha' com seu toco a tiracolo. Toco da Fecomércio!

Hoje chegaram os coleguinhas Cauê Nascimento, Nelson e o Miguel todos com toco a tiracolo. Tinha sido o primeiro almoço de fim de ano. Tem outros agendados. Farsul,Fiergs,Federasul,Fetag...

Começou a época da ' engorda' dos armários com presentinhos das assessorias.

Natal em família ou ‘A guerra covarde contra os animais’



Por Marcio de Almeida Bueno

Começa então o capotamento coletivo barranco abaixo em direção ao Mortal, digo, Natal. Alguém soprou um apito, tipo guarda de trânsito em proporções mundiais, e as pessoas saem da semiletargia cotidiana para uma agitação que só termina no dia 25 de dezembro, após o meio-dia, com ressaca e muita bagunça na cozinha. Pelo que entendi, uma certa crença religiosa, entre tantas, determina que é dia de celebrar um nascimento, mas – e aí vem o interessante – o rebolado globalizado usa mais outros ícones, mensagens e propósitos. Não importa o calor, tem que haver neve, e o surrealismo segue nos abanando.
Vou pular o clichê do ‘celebrar vida com morte’, combinado? Idem em relação aos sinceros votos de boas festas, direcionados a clientes, vizinhos, colegas de trabalho e demais pessoas a quem se tem velado horror, durante o resto do ano, com sorriso amarelo.
No momento em que uma criança, olhos brilhando na expectativa dos presentes, se vê no meio de uma família que se reúne completa provavelmente somente naquela data, e não pode faltar o peru-leitão-churrasco-’maionésia’-com-ovo-etc, como desfazer o link, anos mais tarde, e propor a não presença deste não-humano não-vivo ali no meio dos avós, tios, madrinha-que-veio-só-para-lhe-ver, pais, irmãos? Seja o não-humano assado, com maçã na boca, enfeite de papel no toco das pernas, ou despedaçado/derretido em forma de matéria-prima para uma culinária que, essa sim, é caprichada para tal importante ocasião. E vai-se cimentando a lembrança boa dos entes queridos reunidos, mastigando aquilo que já citamos acima, rindo fácil pela champagne que corre entre todos, o abrir dos presentes, o tão sonhado videogame, todo mundo de banho tomado, fotografias protocolares, e às vezes até o cachorro da família participando.
Quer dizer, só o ‘chato’ para depois, na fase adulta da vida, pensar novamente sobre o que seus atos representam, e o quanto eles colidem com o que considera importante, somado a uma leitura aqui, um vídeo que assistiu na Internet acolá, um panfleto que recebeu certa vez de alguém com camiseta preta, e faz-se um novo paradigma. Porque os autômatos aí fora, sonhando em pagar as prestações da caminhonete, ter o cabelo bem liso e um dia ter barriga de tanquinho, apenas abaixam a cabeça frente ao apito cósmico que ouviram, no começo de dezembro. “Eu já comprei os presentes e já dei, para não me incomodar mais”, disse uma velhinha no ônibus, esses dias. Sábia senhora.
Um livro de receitas ‘para o Natal’ é um verdadeiro massacre, e hoje alguns já o folheiam lembrando em quanto aquilo tudo significa em termos de escravidão animal, vida em correntes, separação entre mães e filhotes, confinamento, bretes, aperto, marreta, choque, facas bem afiadas e ‘desenvolvimento do agronegócio’. Mas até mesmo quem se autointitula como alguém que ama os animais se senta a essa mesa-Jogos Mortais. Eu não sento, há anos.
E acordo normal, no dia 25 de dezembro, sem ressaca nem cozinha bagunçada, computando um alívio de 0,000001% na guerra covarde que a humanidade trava contra os animais, e sabendo que não há o que celebrar, mas ainda muito a ser feito.

MEMORIA DA IMPRENSA



Contei aqui dias atrás DO ' TROCA-TROCA' que houve no ano de 1981 entre as editorias de Polícia da Cia Jornalistica Caldas Jr. e da Zero Hora.

Vilmo Medeiros e vários dos seus repórteres foram da ZH pra Caldas Jr. que criou uma Central de Polícia. Isto era o seguinte: pegavam matéria de todo o Estado, com assuntos policiais e distribuíam pros jornais da rede, a saber Correião do Povo, Folha da Tarde e Folhinha da Manhã,que ainda circulava.

Já Wanderley Soares levou parte da equipe da Caldas Jr. para a ZH. Mas Wanderley, hoje colunista de O SUL, não FOI Ser o número Um da polícia na ZH. Isto ficou com José Antônio Ribieiro, o Gaguinho que era cu e calça de Lauro Schirmer, diretor do jornal. Além de colegas, eram amigos.
A ARI tinha um bom jornal naquela época e publicou matéria sobre o fato. Roberto Hirtz, um dos mais atilados repórteres policiais que este redator conheceu, não gostou do modo como seu superior Vilmo Medeiros foi tratado na reportagem que publiquei aqui e que fala do ' troca-troca' entre as editoriais e pediu demissão irrevogável de sua condição de associado da entidade. Eis o teor da carta de demissão que o jornal de número 8 de mar/abr de 1982 publicou na sua seção Cartas:

NA ENTRADA DA ALRS

NA SEGUNDA, 3.12 A ESTANCIA DA POESIA CRIOLLA comemorou o niver de 55 anos de fundação!


PMDB INAUGURA

SEDE E LANÇA

CANDIDATO AO PIRATINI!

Sem citar nomes, o diretório estadual do PMDB inaugurou, na segunda - 3.11 -seu nova sede do diretório estadual.Localizado na rua da Praia, 1234(ed. Santa Cruz) a nova sede do partido custou 920 mil reais, segundo o presidente estadual do partido, ex-deputado federal Ibsen Valls Pinheiro.

Para comprar este novo endereço, o PMDB se desfez de um terreno que possuía na av. Voluntários da Pátria.

Este outro imóvel, informou Ibsen Pinheiro, tinha o valor estimado em 2 milhões de reais, mas estava com dívidas junto a prefeitura, de Imposto Territorial Predial Urbano(IPTU).E havia,segundo Ibsen, o risco do PMDB perder aquele terreno.Ele foi vendido a uma empresa de ônibus, que tem uma garagem que vizinha com o terreno que pertenceu ao partido.

- Os fiscais da prefeitura entenderam que mesmo sendo partido político teríamos que pagar, disse Ibsen.

Quando o vice-prefeito eleito Sebastião Mello chegou ao encontro, alguém levantou uma gozação no plenário:
- Aí está quem poderia ter nos anistiado.

Mello nada disse.
Nem sorriu.

'CLIMA FESTIVO"

Depois que Alexandre Postal ( PMDB ) presidente do legislativo estadual discursou, lembrando que o PMDB terá que lançar candidato a governador em 2014, chegou a vez do deputado federal Darcísio Perondi (PMDB) falar. Ele levantou ainda mais a voz em tom de campanha:

- Já disse na Guaíba que o Tarso está fazendo um GOVERNICO!

Todos os que discursaram destacaram que a compra da sede própria - o partido pagava aluguel no imóvel que mantinha na av. Farrapos - era motivo de grande orgulho para o PMDB.

- Hoje quando entrei aqui no edifícioSanta Cruz voltei mais de 40 anos no tempo, disse o deputado Perondi, recordando uma outra oportunidade de sua vida quando entrou naquele edifício a procura de emprego.

Perondi também elogiou o fato do PMDB ter agora ' casa própria":

- É como quando eu e minha mulher compramos a nossa casa. É diferente, a gente se sente melhor, disse o deputado de Ijuí.

Ibsen Pinheiro agradeceu a todos os que se envolveram na compra do novo endereço do PMDB. E contou que a Bovespa( Bolsa de Valores de São Paulo) estava irredutível na venda do endereço, mas que a interferência do vice-presidente da República foi fatal pra que a instituição decidisse vender o imóvel:

- Depois de 15 minutos da conversa do Michel Temer com o presidente da Bovespa, veio a autorização

para que pudéssemos comprar o terreno. E pagamos a vista,orgulhou-se Pinheiro.

Quando o presidente do partido pediu para os presentes falarem, um tomou a palavra e disse que era hora de falar em eleição. E lançou o nome de Ibsen Pinheiro a vaga ao Senado da República, daqui a dois anos. Ibsen o atalhou:

- Hoje é um dia festivo. Vamos aos comes e bebes.

Este repórter se lembrou do falecido presidente da Associação Riograndense de Imprensa(ARI ) Antoninho Gonzalez que sempre encerrava as reuniões no salão nobre da entidade com o grito de guerra:
- Rumo ao bar.

Também estiveram presentes na inauguração da nova sede do PMDB, o prefeito de Santa Maria, César Schirmer, que chegou um pouco atrasado.

Não ficou muito tempo e pouco tempo depois se retirou, bem como o deputado Alexandre Postal, que tinha outro compromisso em sua agenda.

PMDB DEVE

LANÇAR RIGOTTO

AO PIRATINI


Rigotto deve ser oc andidato do PMDB ao Piratini em 2014

Quem foi a inauguração da nova sede do PMDB, na segunda, 3.12, no edificio Santa Cruz(nono andar saiu de lá com uma sensação:o PMDB deve lançar Germano Rigotto,ex-governador gaúcho(2003/2007)novamente ao governo do Estado. Preterido na ultima eleição, quando o PMDB impôs a candidatura do então prefeito de Porto Alegre, José Alberto Fogaça, o caxiense está se cacifando junto ao partido pra ser seu candidato a governador.

- O Tarso está fazendo um GOVERNICO, bravateou o deputado federal Darcísio Perondi, da região de Ijuí, na oportunidade. Ele deixou a impressão de ter "assumido" a condidatura do colega de partido.
Alexandre Postal,presidente do legislativo estadual , também do PMDB, ensejou que é importante que o partido lance candidato a governador e enfatizou que é preciso ' percorrer o interior".

É o que o ex-governador gaúcho mais tem feito.Rigotto esteve no último fim de semana na região de Erechim,percorrendo municípios da região, fazendo contatos políticos.

Derrotado na sua pretensão de se eleger senador pelo PMDB em 2010, numa estratégia que foi considerada equivocada porque ele não teria incentivado ter Ibsen Pinheiro na suplência o que,segundo análises posteriores a eleição,foi uma decisão que o enfraqueceu, porque conforme estas teses Ibsen teria trazido um milhão de votos pra chapa, Rigotto hoje amarga uma situação que todo político detesta, ou seja, o de general sem soldados, isto é, político sem mandato.

Um assessor de um deputado estadual do PMDB que esteve no encontro da segunda no edifício Santa Cruz também está convicto de que Rigotto é candidato ao Piratini em 2014.

- É candidatissimo, resumiu.

AUSENCIAS NOTADAS

No encontro da inauguração da nova sede do PMDB regional, não estiveram o senador Pedro Simon, o prefeito de Caxias do Sul, José Ivo Sartori e o ex-prefeito José Fogaça.

Até o final do ' convescote' que marcou a inauguração da nova sede, nenhum dos três apareceu.

Sinal de que os três não queriam entrar em nenhuma

EX-GOVERNADOR

CONFIRMA QUE SERÁ CANDIDATO


O ex-governador Germano Rigotto confirmou hoje,4.11 a este site que será candidato a majoritária em 2014, pelo PMDB. Ele diz que disputará ou a indicação ao Goveno do Estado, ou a vaga ao Senado da República. O Ex-governador gaúcho respondeu desta forma a uma pergunta deste reporter

"- NÃO DIGO NEM QUE SIM E NEM QUE NÃO PARA AS ESPECULAÇÕES.

TANTO PRA O GOVERNO QUANTO PARA O SENADO. ESSA DEFINIÇÃO FICARÁ PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2013."

Perfil de Rigotto

Chamado pelos colegas do PMDB de ' RIGOTINHO', o ex-governador GERMANO RIGOTTO sempre foi bom de voto.

Casado com Claudia Scavino, pai de dois filhos, Rigotto começou sua carreira,aos 26 anos, como vereador em Caxias do Sul, pelo MDB, em 1976.
Ficou de vereador até 1982. Concorreu em 1982 a deputado estadual sempre pelo MDB fazendo 31.248 votos. Reelegeu-se em 1986 com 53.837 votos e em 1990 tentou voo mais alto para a Câmara Federal. Não fez feio, principalmente depois de ter feito uma forte campanha em favor da não privatização do Banco Meridional, ex-Sulbrasileiro.

Rigotto fez nesta sua primeira eleição a deputado federal 94.077 votos, perdendo apenas pelo candidato do seu partido, Mendes Ribeiro( o pai) em número de votos.

Em 1994, Germano Rigotto se reelegeu deputado federal pelo PMDB com 108.334. Filho de Julieta Vargas é primo-irmão do Ministro da Reforma Agrária do Governo Dilma, Pepe Vargas. Rigotto perdeu para o primo em 1996 a eleição pra prefeito de Caxias do Sul.Também perdeu outra eleição a prefeito da sua terra natal: em 1988,disputando a eleição contra Mansueto Serafini, Rigotto perdeu a eleição por cerca de 12.500 mil votos.

Para Pepe Vargas perdeu a eleição por cerca de 4 mil votos em disputa de segundo turno.

Ele perdeu esta eleição de prefeito depois de ter sido líder do Governo FHC no Congresso Nacional.

Antes de ser político, Rigotto foi dentista do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul,entre outros.Ali fez sua base política e também ganhou destaque na sua terra natal como diretor do Recreio da Juventude, localizado na rua Pinheiro Machado.

Rigotto tem 63 anos. Em 2002 venceu uma eleição que começou com as pesquisas lhe indicando apenas 5% de intenção de votos. No meio da campanha, quando começou a derrubar o ex-governador Antônio Britto Filho, então candidato pelo PPS,foi chamado de ' FURACAO RIGOTTO". Naquele campanha adotou uma tática inteligente: foi buscar o CORAÇÃO, que fora a marca do governo do PMDB de Pedro Simon e Synval Guazzelli.Fez 2.426.880 votos. Sua coligação tinha o PMDB/PHS/PSDB.

Derrotou Tarso Genro, do PT, no segundo turno, por pouco menos de 4% dos votos.

Mas em 2006, candidato a reeleição, sofreu um reves: não foi pro segundo turno que foi disputado entre Yeda Crusius, do PSDB e Olívio Dutra, do PT. Rigotto fez apenas 1.679.902 votos.

Já em 2010,tentou se cacifar para ser o candidato a Governador do PMDB.Deu o prefeito José Fogaça, que perdeu a eleição para Tarso Genro.

Se o atual governador concorrer a reeleição, e Rigotto for o candidato indicado do PMDB, os dois protagonistas de 2002 voltarão a duelar nas urnas de novo em 2014.

INAUGURAÇÃO DA NOVA SEDE ESTADUAL DO PMDB

Próceres políticos do PMDB compareceram na segunda,dia 3.12 a inauguração da nova sede do partido!


MAIS LANCES DA INAUGURAÇÃO DA SEDE DO PMDB NA RUA DA PRAIA!

Mais fotos da inauguração da sede do PMDB na rua da Praia!. em 3.11

Vereadores devem votar Orçamento 2013 amanhã em sessão extraordinária


A Câmara Municipal de Porto Alegre realiza sessão extraordinária nesta quarta-feira (5/12), com início previsto para as 9 horas no Plenário Otávio Rocha. O objetivo é votar o Orçamento de 2013. Na parte da tarde, também com votações, será realizada a sessão ordinária normal das quartas-feiras.
Os trabalhos de vereadores em plenário podem ser acompanhados das galerias do Otávio Rocha, pela TV Câmara ou Rádio Câmara, ambas com links na página eletrônica www.camarapoa.rs.gov.br. O Legislativo da Capital tem sua sede no Palácio Aloísio Filho, na Avenida Loureiro da Silva, 255.
Assessoria de Imprensa CMPA

CONVITE

A CAMBADA DE TEATRO LEVANTA FAVELA CONVIDA PARA O DOCUMENTÁRIO "CARLOS MARIGHUELLA - QUEM SAMBA FICA, QUEM NÃO SAMBA VAI EMBORA", UMA HOMENAGEM AO CENTENÁRIO DO SEU NASCIMENTO, QUE SE COMEMORA NESTE DIA 05/12/2011. O DOCUMENTÁRIO É UM RELATO SOBRE A VIDA DE UM DOS PRINCIPAIS MILITANTES DA HISTÓRIA RECENTE NO BRASIL E DA SUA PARTICIPAÇÃO NA ORGANIZAÇÃO ARMADA ALN PARA ENFRENTAR A DITADURA.
APÓS HAVERÁ DEBATE COM O PRESIDENTE DO MOVIMENTO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS (MJDH), JAIR KRISCHKE, E O ECONOMISTA E EX -PRESO POLÍTICO, CALINO PACHECO FILHO, DO COMITÊ POPULAR MEMÓRIA, VERDADE E JUSTIÇA DO RS.

O DOCUMENTÁRIO É UMA REALIZAÇÃO INDEPENDENDE DO CINEASTRA CARLOS PRONZATO E REÚNE DEPOIMENTOS DE MILITANTES POLÍTICOS QUE ATUARAM JUNTO AO LÍDER REVOLUCIONÁRIO.
O EVENTO OCORRE ÀS 19H, DO DIA 5 DE DEZEMBRO, NA USINA DO GASÔMETRO
A ENTRADA É LIVRE

MORTE DO TEIXEIRINHA COMPLETA 27 ANOS

O cantor mais popular do RGS completa hoje 27 anos de seu falecimento. Sua música está mais viva do que nunca. Sou fã do seu trabalho!


O presidente da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, Rodi Pedro Borghetti, vai representar o governador Tarso Genro na cerimônia de entrega do prêmio "Vitor Mateus Teixeira", que acontece nesta terça-feira, 04/12, às 19h30min, no teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa do RS.

Rita Escobar

Política

*Sem nenhum moralismo LACERDISTA, como diz o ADELI SELL, mas estenegócio da ROSE ALI É O CLASSICO BATOM EM CUECA DO LULA...OU DO EX-PRESIDENTE LULA DA SILVA.

*QUEM DEVE ESTAR RINDO DISTO TUDO É O FHC....

A VIDA TODA A MIDIA NADA DISSE SOBRE UM SUPOSTO FILHO QUE TERIA COM A JORNALISTA MIRIAM DUTRA, QUE É DE SC...

ELE GUENTOU NO OSSO DO PEITO...

DEPOIS QUE MORREU A DONA RUTH, FIZERAM O DNA, A PEDIDO DOS FILHOS DO FHC E DEU NEGATIVO. NEM FILHO DELE ERA....

MAS ELE SEMPRE O TRATOU COMO TAL...

*PIOR QUE DONA ROSE SE REFERIA A CHEFE DA CASA CIVIL COMO A GORDINHA...

O QUE OFENDE MAIS UMA MULHER DO QUE ISTO???


*No Trensurb, tive uma colega que era namorada de um cara casado...

ela também chamava a mulher do sujeito por A GORDA...e dizia aquilo com todo o ÓDIO DO MUNDO, COMO DIZIA O CARLOS WAGNER, ERA FICHADA NO SINDICATO DO ODIO..

*eSTA MINHA COLEGA SE FEZ PASSAR POR VENDEDORA DE AVON E ENTROU NA CASA DA FAMILIA DO NAMORADO. A QUEM PONTO CHEGA A PAIXÃO...

MAS DEPOIS TUDO TERMINOU...AMBOS SOFRERAM MUITO COM A SEPARAÇÃO.

LIXO NO ENTORNO DO OLIMPICO


Ontem foi dia de muito trabalho pros trabalhadores da COOTRAPIVA...TINHA MUITO LIXO NO ENTORNO DO OLIMPICO.

A LIMPEZA COMEÇOU DEPOIS DO JOGO NO DOMINGO. EM VOLTA DO ESTADIO PARECIA UM ACAMPAMANENTO. NA ROTULA DO PAPA HAVIA MUITO CHURRASCO FEITO POR QUEM VEIO DO INTERIOR.

O SITE DA PREFA DO MAGRÃO POSTOU CEDO O FIM DA GREVE DA CARRIS. TÁ CERTO.

UTILIDADE PÚBLICA E TAVA PEGANDO MAL PRO PREFEITO QUE GANHOU NO PRIMEIRO TURNO( O EDITOR...) NO FINDI QUEM ANDA DE BUS EMPORTO SOFREU. HOJE DE MANHÃ OUVI O ZAMBIAZI NA FARROUPILHA LENDO UM MAIL DE UMA PASSAGEIRA QUE CHAMAVA O ONIBUS QUE ANDOU NO SABADO DE LATA DE SARDINHA....


Carris retoma atividade plena nesta segunda


Direção da companhia fez acordo com funcionários nesta manhã, no TRT

A diretoria da Companhia Carris Porto-Alegrense fez um acordo com a comissão de funcionários da Carris e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Porto Alegre para pôr fim à greve dos servidores. A negociação foi realizada em audiência na manhã desta segunda-feira, 3, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), e mediada pela desembargadora Rosane Serafini Casa Nova. Os grevistas analisaram as medidas em assembleia geral, no início da tarde, e aceitaram terminar com a greve. (fotos)

O acordo estabelece, mediante a retomada imediata das atividades, que a Carris pagará neste mês R$ 700 para cada funcionário, dentro do Programa de Participação nos Resultados da Carris (PPRC 2012). O valor é referente a metas coletivas e individuais. Outros R$ 300 serão pagos no dia 11 de janeiro aos servidores que tiverem atingido 100% das metas. A avaliação das metas será mantida conforme o estabelecido no Acordo Coletivo. Quem não estiver de acordo com os critérios para o pagamento do benefício, terá os valores já pagos descontados em folha de pagamento a partir de março de 2013. Além disso, a empresa pública vai abonar a falta dos grevistas na sexta-feira. Pela paralisação no sábado, os funcionários terão que compensar 7 horas. “Desde o início da greve nós permanecemos em vigília durante 24 horas na sede da Companhia, tentamos negociar e até fizemos algumas concessões para que a população não fosse mais prejudicada. Acho que o resultado dessa negociação é bom para todos”, disse o diretor-presidente da Carris, Sérgio Zimmermann.

Durante a manhã desta segunda-feira, a Companhia operou de acordo com decisão judicial que determinou ao Sindicato que mantivesse 70% da frota de ônibus em funcionamento nos horários de “pico” e 50% nos outros horários. Além disso, um plano emergencial foi montado, com a utilização de veículos reserva de outros consórcios, para atender a demanda da população. Com o fim da greve, durante à tarde, o serviço deve ser normalizado.
Texto de: Melina Fernandes

OLIMPICO

algumas cenas que observei no domingo no Olimpico me fizeram pensar se a humanidade ainda está n A IRRACIONALIDADE...E ESTÁ, pelo que vi!!!!!!!!!!!!!!!!!!

*MUITAS MULHERES ESTÃO TRABALHANDO no futebol, digo na imprensa esportiva. ainda bem, era hora.


*RENATO PORTALUPPI E BALTAZAR, O CENTROAVANTE ,OU GOLEADOR DE DEUS, NÃO ESTIVERAM NA DESPEDIDA.

RENATO SÓ SE MEXE COM GRANA NA PARADA. COBROU ATÉ PRA APOIAR FÁBIO KOFF.

NÃO TIRO O DIREITO DELE. NO DIA QUE ELE ESTIVER NA M....o clube não vai depoistar nada na conta dele. Olhem o caso do CLAUDIOMIRO. GANHA UM SALARIOZINHO DO INTER pra sobreviver...

*e como um pedinte sai ainda por aí em busca do que lhe resta de sua glória. O Claudiomiro que poderia estar milionário.

 

ARFOC


85 FOTOGRAFOS FORAM credenciados pela ARFOC pra trabalhar no domingo, dia da despedida do estádio OLIMPICO.

Este numero só foi superado anos atrás numa final da LIBERTADORES, ENTRE INTER E SÃO PAULO, QUANDO FORAM 87 os credenciados. Os dados são da entidade.

Coleguinhas

O colega aqui da salinha JCTerlera, Arno Maciel andava chateado,dias atrás. Não sem motivo....
esperemos que não seja nada pior...


* O que vi de gente do interior no domingo no Olimpico não foi mole.....

digo gente de imprensa

O interior não tem mais futebol. torcem todos pra gremio ou inter. que pena...


* Peguei um autógrafo do Alcindo....um dia escrevo sobre isto...


VISITAS DE NOVEMBRO

Foram 17699 visitas.

A MORTE DE PAOLA

nÃO SEI PORQUE MAS SEMPRE QUE MORRE UM INOCENTE, COMO É O CASO DA NETA DA HENRIQUETA, ME LEMBRO DAS MEMÓRIAS DE GGMARQUES...ELE CONTA EM VIVER PARA CONTARLA QUE SEU PAI E SUA MÃE, SEU PAI COM O NOME DE GABRIEL ELIGIO E SUA MAE SE CONHECERAM NUMA CERIMÕNIA DE ADEUS DE UM INOCENTE..A EXPRESSÃO É DO PREMIO NOBEL DE LITERATURA.

ELA NÃO DEU A MENOR PELOTA PRA GABRIEL ELIGIO QUE NEM ATENÇÃO LHE CHAMOU. ELE QUE ARRASTOU A ASA PRO LADO DELA.

O ROMANCE FOI DOS MAIS TUMULTUADOS QUE SE TEM NOTICIA E DELE GGMARQUES TIROU MUITAS ESTÓRIAS PRA SUA LITERATURA.TOMARA QUE NA CERIMONIA DO ADEUS DA PAOLO OUTRAS DUAS PESSOAS TENHAM SE CONHECIDO E DESTE ENCONTRO NASÇA UM ROMANCE TÃO BELO E FECUNDO COMO O DOS PAIS DO PREMIO NOBEL DE LITERATURA DA COLOMBIA( oLIDES CANTON)

Un ángel en el cielo

SEM DRAMAS, ENVIO UM ABRAÇO PRA HENRIQUETA, A QUEM PESSOALMENTE NEM CONHEÇO. APENAS PELAS SUAS MATERIAS.

Por Enriqueta Sollares

Olid.
Lamento tener que informarle de que mi nieta ha muerto hoy a las 18 horas en la maternidad en Buenos Aires. Todos estamos conmocionados por lo sucedido. Lo digo con toda certeza que mi nieta Paola, es otro ángel en el cielo, ya comunicada a Gelson me dijo que mañana (domingo) estará aquí. Así que todo es rezar... Buenas noches, Olid. Quédate con Dios. Enriqueta.



La foto de mi nieta Paola, poco después de su nacimiento.

SO POSSO MANDAR UM ABRAÇO PRA HENRIQUETA!

Olides. Recebi um email de Enriqueta. Lamentavelmente a pequena Paola, morreu, hoje no hospital materno infantil de Buenos Aires. Estou comovido. Amanhã, vou cedo ao aeroporto e reservo a passagem para o meio dia, se der. Senão vou mais tarde, por outro voo. A La Chica, precisa de mim. Que pena! Segundo seu relato de quinta, no email, Paola estava mal, pois o intestino da menina não funcionava. Vou saber o que houve e falo contigo na terça, ok, quando volto de Buenos Aires. Um forte abraço amigão. Gelson.

Não é o fim do mundo

mas hoje de manhã com meu pé machucado,caminhando na pracinha da Encol, me lembrei do Madruga. eis que chegou um chasque dele!

OTTO A BOLA É CONTIGO

olides

Já falei com o Chagas e ele quer dar sim, uma entevista para a Guaiba.
Liguem pela manhã, para a Jeane que passa o telefone
para ele. Uma boa pergunta,é sobre o novo livro que ele deverá lançar
no inicio do próximo ano...

Sergio

Onze contra nove...Nem os juvenis do Esportivo perderiam a chance de golear...

RESCALDO DO FIM DO OLIMPICO

*gUARDEI UM MONTON DE COISA QUE PEGUEI SOBRE O FIM DO OLIMPICO. VOU BOTAR TUDO NUMA PASTINHA.

*renato portaluppi não pintou. Então não era AMOR o que ele tinha pelo Gremio. Era GRANA mesmo. Olha, não tem nada demais ser profi, como ele. Mas isto tem também um RESSENTIMENTO. isto é a clássica BRIGA POR GRANA. DIZEM QUE OG REMIO DEVE PRA ELE, DIZEM,EU NÃO SEI.

*a INFANCIA DO RENATO foi muito complicada.

Já fui no cartório de Serafina, mas não foi lá que ele foi registrado. Foi em São Valentim. A dona do Serafinense numa ocasião até reproduziu a certidão de nascijmento do PADEIRO, como o santana o chamava, quando queria deixa-lo bravo.

*ANDRE CATIMBA NÃO VEIO A DESPEDIDA DO OLIMPICO. PELO MENOS NINGUÉM REGISTROU.

TADEU RICCI VEIO. CAREQUINHA, COMO DISSE UM COLEGA. TAMBÉM TÁ VEINHO, COMO TODOS NÓS.

*NAO RECORDO A PRIMEIRA VEZ QUE FUI AO ESTÁDIO DA AZENHA. MAS NOS ANOS 70, QUANDO MORAVA NA juc-5 ERA FANATICO PELO GREMIO DE IR EM EXCURSÃO DO INTERIOR. DEPOIS LARGUEI DE MÃO.

*na zh ERAMOS UMA TURMA DE GREMISTAS FANATICOS. O LUIZ GONZAGA GONÇALVES, O FALECIDO BETÃO ANDREATTA,O REKERN, MAS TINHA UMA BANDA COLORADA LÁ DE DOER...AH, O FRAGUINHA ERA O GREMISTA MAIS FANTICO QUE CONHECI ATÉ HOJE. UMA VEZ LEVEI ELE NUM JOGO, NUM GRENAL DO BEIRA RIO E QUASE FOMOS LINCHADOS NUMA COMEMORAÇÃO DE UM GOL DO GREMIO. ESTAVAMOS NAS CADEIRAS. SÓ PODIA.

*OFIM DO OLIMPICO ME DEU UM MEDO..NÃO PELO OLIMPICO EM SI, POR TER VISTO QUE A VIDA PASSOU....

*fugi do jogo de domingo na metade do segundo tempo. achei que a coisa podia degringolar. e como sempre lembro de um parente do Paulo Odone que foi morto por um brigadiano num Grenal, fujo destas confusões. Eu gosto da vida, quero ficar aqui.


*Nada mais

ALMOÇO DO FIM DO MUNDO

O serginho faz esta demagogia toda. ele nem veio pra despedida do Olimpico.

AGORA O SERGINHO VEM COM ESTA LOROTA DO FIM DO MUNDO. VOU CONTAR UMA BOA PRA ELE. FIM DO MUNDO FOI ONTEM NO OLIMPICO...HEHEHE QUE ESTADIOZINHO. O ODONE TINHA RAZÃO...O GREMIO PRECISA DE UM OUTRO LOCAL. QUE ESTADIOZINHO ACANHADO. TODOS FICAMOS EM PÉ, NÃO HAVIA MAIS LUGAR PRA NADA. O GREMIO É MAIOR QUE O OLIMPICO.

Olides
No proximo dia 21, treremos um almoço para comemorarmos o fim do mundo.
Eu pretendia, nesse dia, estar em Bento, na beira do Rio das Antas,
pescando lambari.
Mas, como não vou poder vajar, vou ter que almoçar no Stela.
Leia o convite para os coleguinhas que frequentam a nossa mesa. O
texto final é do
Carlos Eduardos Beherensdorf, que é de Pelotas...

ALMOÇO DO FIM DO MUNDO


Buscamos inspiração nas profecias de NOSTRADAMUS, segundo a qual no
dia 21/12/2012 haverá um cataclisma mundial e o mundo terminará. E no
bom sentido proclamamos: Vamos pagar pra vê, quem não arrisca não
petisca.
Será, nes te dia, o apocalipse eminente do planeta terra? Prepare-se!

Guga convoca mais uma vez os Coparius Stellae, uma ala dissidente dos
Templários, que atacam no estilo Oktoberfest: bebendo, comendo e
falando todos ao mesmo tempo na maior harmonia!.

Horário
Como o fim do mundo está previsto para depois das 23:00 hs (horário de
Brasília), os Copários comemorarão em bebemoração até as últimas horas
previstas.

Batalha
Para viver estas últimas horas que anteciparão o Fim do Mundo, a
Batalha Final começará às 12:30hs.
O Grito de Guerra está lançado: “Te cuida Nostradamus!”

Planejamento:
Como o Fim do Mundo ocorrerá depois das 23hs (Assim Falava
Nostradamus), comemoraremos estas últimas bebendo com os amigos e
lembrando de muitas historias.
Sabemos que o bolso dos adoradores de Baco não tem dono. Por isso,
programamos o ínício do pré-Apocalipse para à s 12:30hs e o términio às
23:00hs.
Tal medida permitirá que todos possam estar as 23:00hs com suas
famílias, namoradas ou namorados (para quem é do ramo) quando veremos
se Nostradamus é confiável ou foi apenas mais um catastrófico 171.

Top Secret
Neste dia o menu do fim do mundo oferecido pelo Stella Grill terá um
preço fixo de
As bebidas serão de acordo com o consumo de cada um.
Mostrando que somos e estamos confiantes numa vitória das nossas
cores, receberemos cheques pré-datados para o pagamento das contas.
As reservas padrão serão feitas a partir de 1° de dezembro , pois o
número de lugares a mesa é limitado.
Contato com Valtencio, Luana ou Andreia pelo telefone 32256046.

CARRIS PEGA

O PREFA" MAGRÃO "DE CALÇAS NA MÃO...


usuários da Carris na manhã da sexta,dia 30/11 esperando pelos onibus que não circularam o dia todo.


usuários da Carris na manhã da sexta,dia 30/11 esperando pelos onibus que não circularam o dia todo.

Tão exaltado que ficou no dia anterior com a vereadora Sofia Cavedon,na Câmara Municipal quando se sentiu traído pelo fato da vereadora petista ter levado crianças surdas e mudas que não eram recebidas pela secretária da educação - mas o PDT não é o partido da educação????!!!!! - o prefeito reeleito foi pego de calças na mão com agreve da Carris. E ele reagiu mal...apelou logo pra Justiça!!!

Mas isto é coisa que um prefeito que tem DNA nos sindicatos faça???!!!!quem te viu,. quem te vê..." magrão" que decepção. Ainda bem que não votei em ti....

Estaria me sentindo muito mal....

ENTRE AS RECLAMAÇÕES DOS GREVISTAS DA CARRIS ESTÃO

1) eXCESSO DE ccS( ENTENDI TEM QUE ARRUMAR UMA ' BOQUINHA' PRA COMPANHEIRADA)

2) SUCATEAMENTO DA FROTA E DAS OFICINAS

3) FALTA DE SEGURANÇA PRA MOTORAS, COBRADORES E PASSAGEIROS

4) UNIFORMES RUINS

5) FALTA DE CONDIÇÕES PARA QUE SE CUMPRAM OS HORÁRIOS.

Bão, então o MAGRÃO NÃO ERA ESTA SETIMA MARAVILHA DO MUNDO!!!

ANDEI DE ONIBUS ESTE SABADO EM PORTO ALEGRE.

UM SACO...FILAS E MAIS FILAS...NA PRAÇA PAROBÉ, ESPERANDO O 429 SE FORMOU UMA LONGA COLA, COMO DIZEM NO PERU...

A CARRIS NÃO FUNCIONOU. SÓ VI UM T-7 E UM T-9

MUITO ESTRANHA ESTA GREVE...

E O MOTORA DO T-7 EM QUE VIAJEI ME DISSE QUE A EMPRESA ESTÁ SENDO SUCATEADA E ROUBADA...MAS POR QUEM,SERÁ....

ME DISSE MAIS ESTE MOTORA. QUE O FGTS DOS EMPREGADOS NÃO ESTÁ SENDO DEPOSITADO...

UÉ, MAS NÃO TAVA TUDO BEM NA PREFA DO MAGRÃO???

AGORA É QUE VAZAM AS MAZELAS, DEPOIS DA ELEIÇÃO NO PRIMEIRO TURNO???

ACHO QUE TERÁ DESDOBRAMENTOS ESTA GREVE DA CARRIS.

429

ESPEREI HOJE SABADO A TARDE MAIS DE UMA HORA E MEIA O 429 PRO CENTRO. FIQUEI NA PARADA DA NILOPOLIS TODO ESTE TEMPO. SÓ FALTA AGORA VIREM ME DIZER QUE NÃO É VERDADE. DAS 14 AS 15H30MINUOTS. AI FUI PEGAR UM ONIBUS NA PROTÁSIO.

DISCURSO DO LEONEL BRIZOLA

NA COMISSÃO DA VERDADE QUE SE REUNE AS SEGUNDAS NA ALRS SURGIU UM PAPO SOBRE O ULTIMO DISCURSO DO LEONEL BRIZOLA NA CAPITAL. FUI A CAPI, COMO DIZIA O MALUCO AQUELE DA AGENCIA DE PROPAGANDA E EIS QUE COM A AJUDA DO MEMORIAL DA ALRS AQUI ESTÁ ELE. POIS ESTÁ ENTÃO A SUA DISPOSIÇÃO.

BRIZOLA NÃO ESTAVA GAGÁ, COMO DISSERAM, COISA NENHUMA.ESTAVA DE UMA LUCIDEZ IMPRESSIONANTE.

NÃO FUI VE-LO NA OCASIÃO MAS LI AGORA TODO SEU DISCURSO.

clique aqui para ler

OS VÁRIOS CASAMENTOS DO ANONIMUS....

O primeiro casamento do José Antônio Pinheiro Machado, que agora incorporou o ANONIMUS GOURMET EM SEU NOME, COMO DEI COM EXCLUSIVIDADE - mais uma vez, modéstia a parte...foi com Judith Martins Costa, de uma família tradicional gaúcha.

A separação dos dois trouxe sequelas emocionais, principalmente para Judith, que era repórter de ZH na segunda metade dos anos 70 do seculo passado,quando isto aconteceu. E ela se queixava a João Baptista Aveline, comunista como os Pinheiro Machado, de que seu ex-sogro mandava ' detetives particulares ' seguir sua vida privada.

Do casamento, nasceu Mariana, a única filha de Anonimus Gourmet.

Em seguida, José Antônio casou novamente e foi um casa e descasa seguido. A ponto de alguns dos seus parentes tomarem o assunto como xiste e dizendo entre si:

- Não dou mais presente de casamento para o Zé Antônio, que é como é chamado em família.

Hoje o outrora desconhecido repórter - um dos preferidos de Breno Caldas - que fazia coberturas de corridas de carro internacionais, tornou-se um ícone da tevê.

Conheço uma médica, que no horário do meio da tarde, pára seu expediente no consultório e fica sentadinha vendo o Zé Antônio cozinhando na TV Com.

PRO DESESPERO DA ROSINHA, O LAURO DESENCA O ANONIMUS, QUE AGORA INCORPOROU SEU APELIDO NO NOME...

NADA , NÃO TE APOQUENTA. UMA LINGUA MAIS FERINA ME DISSE QUE O ANONIMUS USA SÃO AS RECEITAS DE SUA MÃE, DONA CIRCE GOMES. QUE VEM A SER PRIMA DO FLÁVIO ALCARAZ GOMES.


faz o pior programa de gastronomia do mundo! chegou a fazer um programa até sobre "churasco a paulo lima"!!! isso no início, quando ainda era meio amador. agora, conseguiram fazer um visual bem bacana, mas o conteúdo é só banalidades. receitinhas bobas, sanduiche, arroz de forno, estas coisas. um cara que viveu na frança, fazer o que ele faz, é uma decepção. mas, como o que a RBS/Globo só o que quer é PRODUTO para vender para os anunciantes, aí é mosca no mel. acho que ele podia fazer uma coisa mais consequente.

MEMORIA DE CAMPANHA

Em 1998, o governador Antônio Britto Filho queria, porque queria se reeleger. Montou uma coligação de uns oito partidos pra fazer uma frente que chamou de RIO GRANDE VENCEDOR....

O PT QUE Concorria com Olivio Dutra - o ' galo missioneiro' tinha sido 'depenado' por Britto em 1994 e queria a revanche - SAIU CALMINHO PRO INTERIOR, andando num teco-teco brabo, que quase não se sustentava no ar. Mas os sindicatos acordaram cedo e começaram a trabalhar pro PT. Lembro que neste ano este redator fazia o Jornal do sindicato médico e que em maio, num dia de muita neblina, Olívio, candidato a governador, José Paulo Bisol, candidato a o senador e Miguel Rossetto pediram pra almoçar com o presidente do sindicato médico, Argolo porque queriam mostrar a plataforma do PT na a´rea da saude.

Na verdade queria era o apoio de um importante segmento da classe média a sua proposta.

Bom, o OlivioDutra quase não foi recebido em almoço naquele dia, tanto era a sensação de que o Britto, trazendo a GM pra cá, passaria como um trator por cima do PT, de novo.

Era a época dos Micuins, vocês lembram???!!!!

( Birtto se referia a Luciana Genro, deputada estadual do PT, como este bichinho que sempre incomoda)

Mas enfim, quando me convidaram pra trabalhar na assessoria do senador Pedro Simon, comecei a notar no interior que o senador não podia ver uma bandeira do PT que se abraçava no cara que a sustentava.

Fez isto em algumas oportunidades.

E comecei a nota principalmente que os companheiros do PMDB que iam esperar Simon se chegavam em mim demonstrando sua preocupação com a falta de sintonia entre os vários setores do PMDB - Odacir Klein puxava de um lado, Assizinho de outro( me refiro a Assis Anhaia de Souza, genro de Guazzelli, que tinha grande poder de decisão dentro daquela campanha).

Queriam apenas que eu levasse ao comitê de Porto Alegre a preocupação deles no interior. Me lembro que em Soledade, primeira cidade que cumprimos agenda, num domingo, de inverno ainda, de julho, uma militante me perguntou,aflita:

- COMO ESTÁ A MARÉ VERMELHA ?

Ela sabia que em Porto Alegre o PT tinha muitos votos, principalmente com o carisma do seu ex-prefeito.

Vai nisto que algumas vezes que tentei levar o que ouvia no interior, durante aquela loucura da campanha, apenas me diziam que eu era um ' espião' do Olívio dentro do comitê do PMDB.

Me lembrei disto no dia da apuração dos votos, do primeiro turno, quando Britto não matou de primeira e teve que ir pro segundo turno. Ai com o PDT junto, Olívio levou de barbada.

COLEGUINHAS

A COLEGA AUREA SANTOS, DA AGENCIA DE NOTICIAS BRASIL/ARABE VIVEU UM TEMPO NO MARROCOS. DIZ QUE NÃO SE ADAPTOU...OS COSTUMES SÃO MUITO DIFERENTES. A MULHER AINDA É UMA COISA LÁ...


UÉ, ESTE É O MUNDO PERFEITO PRA MUITA GENTE.

ATE ' TURCA' APARECEU NA SALINHA

NA SEXTA A TARDE, A COLEGUINHA AUREA SANTOS QUE NÃO É TURCA COISA NENHUMA ENTROU AQUI NA SALINHA JCT PRA MANDAR SEU MATERIAL PRA AGENCIA DE NOTICIAS BRASIL-ARABE.

Câmara convoca aprovados no concurso deste ano

A Câmara Municipal de Porto Alegre publicou cinco editais na edição do Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) de quarta-feira (28/11), convocando os primeiros candidatos classificados no concurso público para os cargos de Jornalista Repórter Fotográfico, Taquígrafo I, Assistente Legislativo I, Assessor Legislativo I e Analista Superior de Tecnologia da Informação. Os candidatosconvocados têm prazo de cinco dias úteis, a contar da data de entrega da correspondência, para comparecer ao Setor de Ingressos e Acompanhamento da Câmara (Avenida Loureiro da Silva, 255, térreo), a fim de tratar de sua nomeação.

As provas do concurso, organizado pela Fundatec, foram realizadas no dia 22 de janeiro deste ano, e a classificação final foi publicada em edital no Dopa do dia 9 de maio. O total de vagas oferecidas no concurso deste ano foi o seguinte: 14 vagas para Assistente Legislativo I, cinco para Assessor Legislativo I, duas para Analista Superior de Tecnologia da Informação, duas para Taquígrafo I e uma para Jornalista Repórter Fotográfico. O vencimento básico é de R$ 1.467,40 (assistente legislativo), R$ 2.076,10 (analista de tecnologia, assessor legislativo e taquígrafo) e 2.330,60 (jornalista fotógrafo). A jornada de trabalho é de 30 horas semanais.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Mauro Zacher (PDT), também anunciou que a Mesa Diretora determinou a reposição de 25% sobre o valor atual da remuneração das bolsas de estágios da Casa, como forma de diminuir a defasagem que chegava a 40%.

No edital publicado nesta quarta-feira, foram convocados os seguintes candidatos aprovados:

Taquígrafo I:
1º lugar – Gabriela Waengertner Henrique
Jornalista Repórter Fotográfico:
1º lugar – Ederson Gomes Nunes
Assistente Legislativo I:
1º lugar – Fernando Polenz Wielewicki
2º lugar – Daniel Tartari Generali (*)
3º lugar – Camila Haas Primieri
4º lugar – Eduardo Dutra Fagundes Macedo
5º lugar – Miguel Belardinelli Prytoluk
6º lugar – Renan da Silva
7º lugar – Sílvio César Manfrim Goveia

Assessor Legislativo I:
1º lugar – Thais Mesquita Doninelli
2º lugar – Daniel Tartari Generali (*)
3º lugar – Cláudia Marques Nunes

Analista Superior de Tecnologia da Informação:
1º lugar – Rafael dos Santos Daitx de Abreu

*O candidato realizou concurso para os dois cargos, o que era permitido pelo edital. No momento da nomeação, porém, ele terá de optar por um dos cargos. Para a vaga na qual houver a desistência, a Câmara chamará imediatamente o próximo classificado.

Texto: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Caminhos Rurais

em Porto Alegre


Na quarta da semana que passou, no hall da ALRS foi lançado um programa de caminhos rurais de Porto Alegre.

A colega Moema Bauer - nos tempos da ZH, ela era uma ' hippie" - esteve presente ao lançamento. A Moema hoje é da taquigrafia da ALRS.

 

SEM PULO - TÚNEL DO TEMPO
Rudimar Thomas

 

Arquivo do Blog

2007
             Set  Out
2008
2009
2010
2011
2012
Out  
                         
                         
                         
                         



Espaço dos Leitores

REKERN, VAI COMPRAR UM OCULOS...

Eu que sou meio ceguinho, olhei pra foto que fiz sábado e vi a Arena, lá no fundo....

Olha que aparece. Tirei da sauna do Ritter Hotel. Eu vi a Arena, lá no fundão....

'Deves ter tirado a foto de tão longe que a Arena nem aparece.


rekern'


Olides Canton - Jornalista e Escritor

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.

charge do HOF


 
 



EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99



ANUNCIE NO SITE!

Entre em contato conosco


Edições Anteriores do Blog



LINKS QUE RECOMENDAMOS



Aceg
Agência Edison Castêncio
Assembéia Legislativa
RS

BlogdoPlanalto
Cloaca News
Comuniquese
Correio Do Povo
Claudio Humberto
Diário da Fronteira

DAiário Popular
Ecoagencia.com.br
Enfato
Folha de São Borja
Governo do Estado do RS
Informativo
RedeCidade
RSUrgente
RenePT
KaduNew
Jornal A Hora
Jornal do Comércio
Jornal do Mercado
Jornal O Sul
Jornal Panorama Regional
José Luiz Prévidi

Laura Peixoto
Lauro Dieckmann
Políbio Braga
Política para Políticos
Prefeitura de P.Alegre
Prefeitura Serafina
Correa

Ricardo Noblat
Rogério Mendelski
Rosane Oliveira
Sindicato dos Jornalistas
SUL21
Tijolaço
Transparência na copa
TijoladasDoMosquito

Via Política
VidaSustentável
Vide Versus
Zero Hora

REPORTAGENS
ESPECIAIS


Veja em "Memória"