" O blog das Novidades "

 

 

Coleguinhas


* Encontrei o colega(talentoso) Caco Schmidt ontem ,dia 30/07,andando na av. Borges de Medeiros. Pelo que ele me disse está de volta a Porto Alegre. Parece que vai colocar uma produtora, alguma coisa assim...O caco muitos anos atrás, acho que foi em 1992 ou 1993, encontrei num domingo de noite, num restaurante, em Gramado. Eu ficara em Gramado porque no outro dia teria uma reunião em Caxias...

Entro no restaurante e vejo o Caco sentado,tomando um vinho, acompanhado de uma mulher...Quando ele me vê, já devia ter tomados todas, levanta-se da mesa e grita pro salão vazio, acho que era cedo, uma sete da noite, ainda não tinha ninguém:
- Olides, tu sabes o que é INTERREGNO?
- Não Caco, disse, eu , surpreso...com a pergunta do colega

E ele de pronto respondeu:
- É o espaço que vai do c...a b....

Ato continuo,sentou e eu vi que a sua namorada ficou tri encabulada porque aquilo ecoou por todo o salão,embora estivesse ermo naquela hora.

Tempos depois o encontro e pergunto:
- E a namorada,Caco?

Deu no pé, me disse ele....

Posição do PT em sustentar a crise do Senado divide base no Congresso


Nos retornos dos trabalhos do Congresso, após o fim do recesso parlamentar, o foco principal no cenário político de Brasília volta-se ao apoio do presidente Lula ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB). Para o deputado federal Mendes Ribeiro Filho (PMDB/RS), a importância política no gesto do presidente petista, contrariando outros segmentos da sigla ? que pedem a saída de Sarney ? mostra a divisão da base governista. No entanto, o peemedebista explica que o poder do senador tem extrema influência sobre o Governo e que este movimento sinalizado por Lula serve como estratégia para obter apoio no Congresso. Já no PMDB, do qual Sarney desfruta a adesão em cerca de 40% dos seus correligionários, a situação é diferente, pois a reação de outras alas é grande. No entanto, Mendes deixa claro que a situação em Brasília é bem distinta do que em solo gaúcho, uma vez que, em quase todos os muncípios no Interior pelo qual passa, a cobrança tem sido intensa pela providência de saída do Sarney. Mendes avalia que os constantes casos de irregularidades no clã Sarney e os atos secretos maus explicados, todos evidenciados pela imprensa, demonstram que a opinão pública está atenta ao momento político que antecede o período das eleições.
Rodrigo Vizzotto - assessoria de imprensa

Clique aqui para ouvir a avaliação do tema acima.

 

Mário Quintana e o jogo do bicho....

Mário Quintana jogava no bicho,diariamente. Também fazia uma fezinha nas loterias...Ele jogava sempre na loteria do Periquito da Sorte, de Miguel Muccillo, que tem mais de 45 anos em Porto Alegre....O dono desta casa lotérica guarda pendurado na parede um autógrafo que Mário Quintana lhe deu um dia... Num bilhete, Mário escreveu: Ao grande amigo Muccillo uma lembrança do velho amigo e freguês Mário Quintana em 1983..." O poeta gostava de fazer uma fezinha. Ele sempre jogava numa das minhas lojas. Um dia criei coragem e lhe pedi um autógrafo" relatou anos atrás Miguel Muccillo. A dedicatória do poeta, que completaria 103 anos em 30 de junho de 2009,está guardada na parede do Muccillo, dono do Periquito da Sorte...


Mário Quintana e o álcool....

Todos sabiam que Mário Quintana era alcóolatra...Pegava no sono na mesa do seu trabalho, mas era intocável dentro da redação do Correio do Povo. Breno Caldas ..

Mário e o Mau Humor...

Era conhecido seu mau humor. Uma vez o seu colega de redação Florianão Correa, conhecido por sua ingenuidade, recebeu a visita de um delegado de Polícia do interior do Estado que queria conhecer pessoalmente o poeta Mário...

Foram catá-lo dentro de um pé sujo, sozinho, numa mesa, tomando seu trago, Florianão,sempre ingênuo, chegou lá e disse pro Quintana:
- Este é teu fã, quer te conhecer...
Quintana disse um monte de impropérios pros dois. Queria ficar em paz com sua solidão...
O delegado saiu de lá e disse:
- Nunca mais vou ler nada deste cara....

Mário Quintana e as madrugadas
Florianão Correa diz que cansava de encontrar Quintana,de porre, caído nas ruas do centro de Porto Alegre. E algumas vezes o levava até o hotel onde residia....

Até hoje ninguém se atreveu a fazer uma biografia onde seja retratado o Quintana humano. Todos têm medo...

Eu e Quintana


Uma vez, no começo dos ano s70, eu e o Licínio Azevedo fomos tentar fazer uma entrevista com o Quintana pro Jornal da Semana, e o procuramos dentro do Correião do Povo. Eram umas duas ou três da tarde. Nos informaram o seguinte: O Quintana a esta hora está no cine Cacique,ali defronte a praça da alfandega, procurem bem porque seguramente está nos fundos da sala, dormindo...
Aí descobrimos que o poeta tinha o hábito de ir ao cinema pra dormir. comprava o ingresso,sentava nos fundos e pegava no sono. depois de uma boa soneca, sai de lá e ia pro correião escrever seus versos....

Mário Quintana e um dos seus versos mais conhecidos Olho o Mapa da Cidade....

" Quando a editora(Globo) se mudou pra o bairro do Menino Deus, em 1971, seguidamente Mário Quintana vinha nos visitar e suas visitas eram realmente uma festa. Como velho conhecido da casa,fazia questão de conversar com os chefes dos departamentos e seus auxiliares. No departamento de dvulgação e vendas com Joserina Galiastes. No departartamento de artes com João Braga e depois Leona5rdo Mena Barreto Gomes, na contabilidade com Osmar Casa( sobre a situação de sua conta de direitos autorais) e finalmenteantes de entrar na minha sala para saborear um cafézinho que,segundo ele, era feito com a tinta e a aguarrás que sobravam da impressão de seus livros, conversava tímida e longamente com Maria da Glória Bordini.

Lembro-me de um final de tarde, em meados do outono de 1975,quando nos levou os originais de seu novo livro, Apontamentos de História Sobrenatural. Da minha sala,situada no sexto andar do prédio que ocupávamos no Menino Deus( cada andar tinha o pé-direito com mais de 3 metros), descortinava-se uma vista maravilhosa. De um lado, o sol declinava mergulhando no Guaíba. À nossa frente, a cidade. Pousando o original de seu novo livro em minha mesa, Mário dirigiu-se à janela e nos disse, como se nunca tivesse se aparecebido disso:
- QUE BELO MAPA DA CIDADE!

Levantei-me junto com Maria da Glória, fomos para o seu lado e ouvi-o repetir:

- QUE BELO MAPA DA CIDADE!

Efetivamente, do nosso lado esquerdo uma avnida seguia em direção ao centro , com as suas ruas transversais que desembocavam numa outra avenida à nossa direita, com palmeiras nos canteiros do centro. O que aconteceu depois naquele final de tarde me deixou muito impressionado. Enquanto voltava para minha mesa para atender o telefone e Maria da Glória saía da minha sala para instruir Carmem Lannes sobre os termos do contrato, o poeta sentou-se à mesa de reuniões e começou a rabiscar algo num bloco. Falando ao telefone, vi Maria da Glória voltar à minha sala alguns minutos depois com a cafeteira e servir o poeta, que aproveitou a pausa para acender um novo cigarro.
Atp contínuo, Maria da Glória sentou-se à mesa de reuniões e permaneceu muda enquanto Quintana rabiscava no bloco. Finalmente, depois de anotar uma solicitação de Antônio Leite ao telefone, ouvi uma gostosa gargalhada. Era o poeta exultante, acompanhado de um " Meu Deus!" de Maria da Glória . Exclamava ele:
- Acabei de produzir uma poesia, O MAPA, para meu novo livro.
Não entendendo bem o que estava se passando, recebi das mãos de Maria da Glória uma folha manuscrita com uma explicação muito agitada: " José Otávio, o Mário escreveu um poema inspirado naquilo que viu de tua janela!"
Juntando-me a eles na mesa de reuniões, li sem dificuldade o que Quintana escrevera e que pretendia acrescentar ao original que repousava em minha mesa. Eis seu O MAPA, que está na página 143 de seu livro Apontamentos de História Sobrenatural, publicado por nós no outono do ano seguinte:

OLHO O MAPA DA CIDADE
COMO QUEM EXAMINASSE
A ANATOMIA DE UM CORPO...
( É QUE NEM FOSSE O MEU CORPO! )

SINTO UMA DOR INFINITA
DAS RUAS DE PORTO ALEGRE
ONDE JAMAIS PASSAREI...

HÁ TANTA ESQUINA ESQUISITA,
HÁ TANTA NUANÇA DE PAREDES,
HÁ UMA MOÇA BONITA
NAS RUAS QUE NAO ANDEI
( E HÁ UMA RUA ENCANTADA
QUE NEM EM SONHOS SONHEI...)


QUANDO EU FOR, UM DIA DESSES,
POEIRA OU FOLHA LEVADA
NO VENTO DA MADRUGADA,
SEREI UM POCUO DO NADA
INVISIVEL, DELICIOSO

QUE FAZ COM QUE O TEU AR
PAREÇA MAIS UM OLHAR,
SUAVE MISTÉRIO AMOROSO,
CIDADE DO MEU ANDAR
( DESTE JÁ TÃO LONGO ANDAR!)

E TALVEZ DO MEU REPOOUSO....


Ante os meus grunhidos de satisfação e espanto, Mário Quintana mantinha no rosto uma expresão zombeteira de um veterano feiticeiro demonstrando suas artes mátgicas. Confessei-lhe que nunca tinha visto alguém produzir um poema de maneira tão rápida. Achava que a poesia só poderia ser concebida à noite, à luz de uma lua cheia ou de um toco de vela.

- Ora , ora, José Otávio - confidenciou-me o poeta - , a poesia brota do nada, duma lufada de vento, de um raio de luz. Bastou olhar para a sequência de ruas que se vê de tua janela e de ter visto na sala da Josefina o mapa da cidade que o velho Klettner desenhou para vocês , para eu fazer a associação. E por coincidência tinha à minha disposição o bloco e a esferográfica em cima da mesa."

( Depoimento de José Otávio Bertaso, que consta em seu livro A GLOBO da Rua da Praia).

A vida como ela é....

Os fatos aqui narrados são inventados...qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência....


O COROA X A GATINHA...( fronteiriça)


Um coroa e uma gatinha de apenas 23 anos tiveram um affair que durou quase um ano. Só que depois ela começou a apresentar ao coroa contas e mais contas e aí, como é de seu feitio - muçum emsaboado o chamam alguns amigos - ele saiu fora, de mansinho...

Um coroa já em idade bem avantajada - mais de 60, menos de 80 - nascido numa cidade do interior, mas morando na Capital, vivia viajando para uma cidade bem distante de onde mora por motivos profissionais...Lá um amigo seu transava( eta palavrinha pra substituir outro verbo...) com uma senhora, que estava na seguinte situação: ela apadrinhara a " nora" que tivera um filho com um filha dela, mas que ele não quis assumir. A gatinha morava com ela e assim as duas iam criando o filho ...avó e mãe...isto é mais comum do que se pensa...

Claro que o amigo do forasteiro apresentou a gatinha, livre leve e solta - porque o pai de seu filho se mandara - ao garranhão que chegara da capital. Não deu outra, deu chamego....

Ele quando ia da capital pra este local, sempre uma vez por mês, ficava um dia com a gatinha, ia prum motel, passeava com ela e depois se mandava pra digamos a razão oficial de sua viagem, que ficava um pouco distante daquela cidade fronteiriça...Tava tudo indo muito bem, assim tava muito bom pra ele, não havia problemas em casa, ninguém nunca desconfiou de nada...ou fazia que não...
Ele sempre dava uma cooperada com a gatinha, mas coisa leve que não pesava muito no bolso...

Só que depois de cerca de um ano ela começou a apresentar a conta, uma conta, mais uma conta, e aí ele sentiu que aquilo tinha virado um "emprego" pra ela...antes que fosse tarde, nosso personag em saiu de fininho...

Hoje em dia enquanto lê o livro do Gabriel Garcia Marques, Minhas Putas Tristes, o nosso personagem vai se lembrando da gatinha da fronteira, de apenas 23 aninhos....E eu me recordo de um colega de jornal, o Gaguinho, já falecido, que quando chegava uma repórter nova na redação, ele tinha a mania de comentar pros colegas:
- Opa, carne nova no açougue....

Não se sabe se o nosso personagem, o coroa, precisou usar neste tempo remédio....

O " ególatra" Alberto André!


O ex-presidente da ARI Alberto André gostava tanto de se ver na mídia que até virou personagem de palavras cruzadas feitas pelo Eneas Flores. André, com o perdão , era um grande ególatra...mas nada o deixava tão vaidoso quanto o quadro, ou desenho que o falecido SAMPAULO retratou dele e que está pendurado no barzinho da ARI que André comandou por 34 anos consecutivos....
Quando ainda ia ao barzinho, André ficava minutos se autocontemplando naquele retrato...Oh,vaidade....


Outro grande vaidoso, ou megalomaníaco como todos sabem é o cronista Francisco Paulo Santana, que está de novo sendo substituído na sua coluna diária de ZH por interinos. Diz o Carlos Bastos que uma vez,quando Paulo Santana morava nos fundos do colégio Protásio Alves, ele ia a pé apresentar o SALA DE REDAÇÃO na rádio Gaúcha. Um dia estava voltando pra casa depois do programa e quando estava naquela pinguela que divide a av.Ipiranga - que por sinal balança feito doido - alguém passou pelo Santana e lhe ofereceu carona pro centro. Santana teria retribuído:
- Que centro, o CENTRO SOU EU!!!!!


Alberto André era motivo de palavra cruzada

Coleguinhas


* Diz o Carlos Bastos que os autores daquela façanha que o Serginho Ross contou aqui do porco solto no dia que o Lacerda chegou aqui foram o Norberto Silveira, que tinha o apelido de " FILÉ DE BORBOLETA" - dado pelo João Batista Aveline e o outro foi o Carlos Monteiro, o Monteiro, que tinha o apelido de " MAÇA" por causa das bochechas sempre vermelhas que tinha. E o autor intelectual, ou melhor o mandante da façanha foi o próprio João Aveline...

* A mesa diretora da Assembléia Legislativa do Estado é composta pelo presidente Ivar Pavan(PT) Luciano Azevedo(PPS), Francisco Áppio(PP) Giovani Cherini(PDT) Nelson Härter(PMDB) Paulo Brum( PSDB) e Cássia Carpes(PTB). Um destes - tirando fora o presidente que votou também contra o banner da casa nos blogueiros - foi quem votou a favor de manutenção da publicidade pros saiteiros...

* Há quem diga que alguns blogueiros, com espaço na chamada grande mídia " impunham" condições pra colocar o banner no seu site. E que a partir disto a mesa diretora da Assembléia Legislativa resolveu zerar tudo e começar tudo de novo. Durma-se agora com um barulho destes...

* Elmar Bones da Costa, o Bicudo, topou fazer um encontro dos blogueiros pra discutir a situação dos mesmos junto a publicidade da Assembléia Legislativa do Estado.

* Também acho que tem que ser feita...este reunião e um encontro com os diretores de Comunicação da Assembléia pra debatermos o assunto.

CICLO ORSON WELLES

CIDADÃO KANE (EUA, 1941 – 119 min), de Orson Welles

Aos 26 anos, precocemente, Orson Welles já demonstrava toda a sua genialidade neste grandioso filme que influenciou toda a História do Cinema. Para contar a vida de um magnata da imprensa, visivelmente inspirado em William Randolph Hearst. Welles usou velhos recursos cinematográficos, como flashbacks, e incorporou inovações impressionantes para a época, como a narrativa não linear e ângulos de câmera inusitados. Mesmo após mais de 50 anos, CIDADÃO KANE é ainda um ponto de referência para a evolução da linguagem cinematográfica.

LOCAL: MUSEU DE COMUNICAÇÃO SOCIAL,
RUA DOS ANDRADAS, 959
DIA: SÁBADO, 1°.08.2009
HORÁRIO: 16 H
ENTRADA FRANCA

SOBERBA (EUA, 1942 – 88 min)

A saga de uma família, do auge de sua popularidade social numa pequena cidade, em 1870, até à decadência em meio às mudanças do início do século XX. Genial obra baseada em novela de Booth Tarkington. Escolhido por críticos do mundo inteiro como um dos 10 melhores filmes de todos os tempos.

LOCAL: MUSEU DE COMUNICAÇÃO SOCIAL,
RUA DOS ANDRADAS, 959
DIA: SÁBADO, 08.08.2009
HORÁRIO: 16 H
ENTRADA FRANCA

A DAMA DE SHANGAI (EUA, 1946 – 87 min)

Crimes desconcertantes, reviravoltas fascinantes na trama e espetacular fotografia: tudo melhora com o passar do tempo, neste elogiado film-noir, escrito, dirigido e estrelado por Orson Welles. Contratado para trabalhar no iate do marido aleijado da femme fatale Rita Hayworth, Welles interpreta um homem inocente envolvido numa teia de intriga e crime. Objeto de grande controvérsia e escândalo à época do seu lançamento. A Dama de Shangai chocou o público de 1948 ao apresentar Rita Hayworth com os seus cabelos, vermelhos e flamejantes, curtos e tingidos de loiro champanhe. Cinquenta anos depois, A Dama de Sanghai é considerado a obra-prima de Welles, e seu famoso clímax na sala de espelhos, elogiado como uma dos maiores sequências na história do cinema

LOCAL: MUSEU DE COMUNICAÇÃO SOCIAL,
RUA DOS ANDRADAS, 959
DIA: SÁBADO, 15.08.2009
HORÁRIO: 16 H
ENTRADA FRANCA

A MARCA DA MALDADE (EUA, 1958 – 93 min)

Atemporal obra-prima de Orson Welles, este film-noir é um retrato excepcional da corrupção e obsessões morais. Welles é Hank Quinlan, um chefe de polícia desonesto que arma uma cilada para um jovem mexicano como parte de uma intricada trama criminosa. Charlton Heston é um honrado investigador mexicano de narcóticos que se choca com o intolerante Quinlan, após investigar seu condenável passado. Um inesquecível elenco de apoio, incluindo Janet Leigh como a curiosa esposa de Heston, Akim Tamiroff como um chefe do submundo, Zsa Zsa Gabor e Marlene Dietrich como uma enigmática cigana neste drama fascinante, de extraordinária fotografia e uma magnífica trilha sonora de Henry Mancini.

LOCAL: MUSEU DE COMUNICAÇÃO SOCIAL,
RUA DOS ANDRADAS, 959
DIA: SÁBADO, 22.08.2009
HORÁRIO: 16 H
ENTRADA FRANCA


DOM QUIXOTE (EUA, 1992 – 116 min), de Orson Welles, Jess Franco, Jess Franco

Orson Welles era obcecado pelo romance Don Quixote, de Miguel de Cervantes, mas nunca conseguiu terminar o seu filme. Após mais de dez anos de conturbadas filmagens, seu projeto permaneceu inacabado. Aqui os personagens de Don Quixote e Sancho viajam pela Espanha de 1960, revelando as pessoas e seus costumes, destacando a clausura e corridas de touros que tanto apaixonava Orson Welles, sem deixar de lado tradições populares como festas de mouros e cristãos, ou procissões religiosas. A excepcional interpretação de Reiguera e Tamiroff, assim como a aparição do próprio Welles em algumas cenas, tornam este filme imprescindível.

LOCAL: MUSEU DE COMUNICAÇÃO SOCIAL,
RUA DOS ANDRADAS, 959
DIA: SÁBADO, 29.08.2009
HORÁRIO: 16 H
ENTRADA FRANCA

Ainda sobre o Claudio Medina:

o medina, certa vez, simplesmente perdeu a voz e não conseguiu mais apresentar aquele comentário sobre economia que ele tinha na guaíba. durante esse tempo, ficou só escrevendo o comentário, que um loucutor lia. mas depois voltou ao normal, ou quase ao normal. pelo que ele mesmo me contou, certa vez que fui a um almoço promovido por entidade em que ele era o assessor de imprensa, a crise se deveu a muita pressão no trabalho e na família.


essa eu soube depois: quando eu fui trabalhar na sucursal do jb, haviam se apalavrado com o medina, que, por isso, até já tinha pedido demissão da caldas júnior. mas o zukaustas desistiu e resolveu me contratar. felizmente o medina conseguiu reverter o pedido de demissão na 'casa de caldas' e ficou por lá.
e eu, que entrei de patinho nessa, só quando me contaram é que fui entender pq os coleguinhas que cobriam a área econômica na época me receberam com o maior gelo quando comecei a frequentar o setor... vê só.
Lauro Dieckmann

Ainda o Lauro Schirmer e suas manias....

A maledicência não perdoa os jornalistas nem depois de mortos...
o shirmer tinha uma mania, que deves lembrar.
volta e meia aparecia uma coleguinha gostosa na redação da zh e ficava borboleteando para lá e para cá, conversando com um e com outro.
o lauro dava um jeiro de se aproximar, de ficar por perto dela, e quando a gostosa o via ia lá cumprimentá-lo.
aí, o lauro, com aquele jeito sonso dele, falava a frase que se tornou antológica na redação: "não sai sem falar comigo".
e todas iam, sem exceção, antes de ir embora, dar uma passadinha na sala do schirmer...


L auro Dieckmann

O Lauro esclarece artigo do Serginho Ross!

pelo que sempre ouvi dizer, a antiga redação da zh ficava na parte superior do prédio que abrigava, no térreo, o cinema rex. a impressão era feita na gráfica do jornal do dia, dos padres, que ficava na duque de caxias, ao lado do casarão dos câmara.

Lauro Dieckmann

Global Village

Clique aqui para assistir uma animação sobre a "Aldeia Global"

Orquestra de Câmara da Ulbra


convida para o quinto concerto da temporada 2009

Homenagem aos 200 anos do nascimento de
Felix Mendelssohn Bartholdy

Solista convidado: Marcio Cecconello - Violino | RS
Regencia e direção artistica: Tiago Flores

2 de agosto de 2009 | domingo | 19 horas

SALA DE CONCERTOS LEOPOLDINA
( Associação Leopoldina Juvenil )
"Domingo Clássico Juvenil"
Rua Marques do Herval, 280 - Porto Alegre | RS


E N T R A D A F R A N C A


Coleguinhas

 

O Danilo Ucha não se achou na foto da Regina Lemos. Então ela viajou na maionese que era o gordo Ucha na foto. Pô Regina, não dá estas bolas nas costas da gente.

sobre o porto:



1- o cais mauá não é mais porto de porto alegre há muito tempo, pois foi tansferido para o cais navegantes, na altura da castello branco.

2- essa proposta que transcreveste é totalmente estapafúrdia.

3- deixem o porto quieto! para construir o porto usaram dinheiro do povo gaúcho. muito dinheiro. agora estão pretendendo derrubar tudo?

4- a área do cais mauá pode ser aproveitada, sim, mas sem a necessidade de derrubar o que existe, tanto os armazéns como o muro

5- o 'visual' que se tem do guaíba naquela altura não é nada exuberante. o bonito fica para o outro lado, para o lado da zona sul - parque da harmonia, marinha etc...

6- esse negócio de ser contra o muro da mauá é pura mania (assim com tem gente que tem mania de não acreditar que os americanos foram à lua)

7- o muro, segundo já ouvi de fonte respeitável, não se presta mais à função original, que era proteger a cidade contra enchentes. ocorre que, depois de construírem várias barragens, no rio jacuí não há mais esse perigo.

8- uma curiosidade: o projeto original da elevada da rodoviária previa a continuação dela por sobre a mauá, numa pista elevada. quem passa pode ver a 'espera' para o início da pista até o gasômetro. mas o projeto do tremsurb matou essa idéia

9- os armazéns do cais mauá devem ser mantidos pq, de repente, pode surgir, ao natural, uma utilização bem adequada para eles. afinal, 'o mundo gira e a lusitana roda' ...

Lauro Dieckmann

Aveline e o leitãozinho Lacerda



Pouco antes de 64,o Lacerda,resolveu percorrer o Brasil,tentando se
lançar à Presidência da República.Acertou então uma viagem ao Rio Grande do Sul.Iria à Pôrto Alegre e faria depois,uma visita à Santa Maria.
Logo logo então o João Aveline,o velho Jundiá,começou a preparar alguma coisa para a chegada do homem.
Uma tarde,depois do almoço,eu chegava na redação da Ultima Hora,que ficava na rua Sete de Setembro,em cima de um cinema,que eu não me lembro o nome.
O seu Aveline(era assim que eu chamava ele) logo que me viu,me fez entrar na sala do arquivo fotográfico do jornal,onde já estava o Jacques Pureur,que era o Chefe do arquivo e o Norberto Silveira,que nos o chamavamos de Patrulheiro Toddy,porque usava culote e botas,iguais ao um perssonagem da televisão,muito em moda na época.
O seu Aveline,educadamente(isto é piada...)nos disse que o Lacerda estaria chegando à Pôrto Alegre naquela tarde e que o “partidão” faria uma recepção para ele.Nos mandou então para rua Demétrio Ribeiro,apanhar um leitãozinho que havia sido comprado pelos “cumpanheiros” com um dinheiro arrecadado entre todos...
Quando nos tres chegamos na Demétrio,na casa onde o leitão nos esperava,passamos uma lata de graxa no pobre bichinho.Uma caminhonete com uma pequena carroceria já estava pronta em frente a
casa nos esperando.Logo chegou o Nestor Fedrizzi que tinha um carro e nos acompanharia ,seguindo a nossa caminhonete.Ele deixaria o carro dele na entrada na Rua …. para que nos,quando chegassemos ao Largo do Medeiros,pudessemos soltar o leitãozinho,no meio do povão.O pobre leitão levava uma placa de papelão no pescoço com o nome de Lacerda.A nossa preocupação,era de que o bichinhoo não fosse atropelado,por ninguém .
O seu Aveline,antes de embarcarmos na caminhonete,fez algumas recomendações e nos alertou principalmente para que tivessemos cuidado
para não cairmos da caroceria.Mas um alerta,mais cuidadoso ele fez a o Norberto.-”Vê aí Patrulheiro,para não fazer cagada e cair do carro”.E lá fomos nós.Alegres por estarmos cumprindo com uma tarefa de responsabilidade...
Mas quando a caminhonete chegou ao Largo dos Medeiros e o Nestor havia fechado a rua,soltamos o porquinho.Eis que o que o seu Aveline temia,aconteceu:o Norberto caiu da caminhonete abraçado ao porquinho.Pelei para ajudar o Patrulheiro que depois de soltar o animal no meio da multidão chorava de dores em uma perna ,que dizia ter quebrado.Levantei o moço e comecei a carregalo em direção a um cinema que estava sendo demolido,numa esquina.Entrei com Norberto no meio do prédio em demolição.Aí, um monte de pessoas começaram a entrar no prédio dizendo horrores ao Patrulheiro que chorava se lamentando de dores na perna.Consegui protege-lo,alegando que ele havia sido atropelado pela caminhonete.Apesar de totalmente duro,sem nenhum tostão nos bolsos,peguei o primeiro taxi que parou.Embarcamos e fomos para a casa do Norberto que morava com os pais no Menino Deus em uma casa antiga de dois andares que ficava bem em frente a uma exposição de animais.Pedi para o taxi esperar,para ver que pagaria a corrida.Subimos lentamente as escadas.O pai e a mãe do Norberto estavam no alto da escadaria sem se moverem.Estranhei pois eu carrrgava o Patrulheiro no ombros e ninguém descia para me ajudar.Depois de muito sacrifício,cheguei no alto.Esperava ouvir alguma coisa carinhosa da família.Mas sabem o que eu ouvi do pai do Norberto?
“-Mas barabaridade.Que cara mais incompetende”. Depois dessa não tive dúvidas,apanhei o taxi e mandei o motorista tocar para a redação do jornal na esperança de que alguém pagasse a despesa.Quando cheguei no jornal,fui até ao Neu Reiner pedir que o jornal pagasse a conta..Pô, foi outra porrada.O Neu,mandou que eu cobrasse a corrida do Aveline que a
estas alturas estava sumido,preparando uma outra recepção para o Lacerda...

Sergio Ross

Alguém aí viu o LEKA?

O Julinho precisa do fone do homi.

Grande Olides bom dia.
Necessito de um favor teu. Tens, por acaso, o telefone do LEKA, o Nelci Canto de Castro ?
Falei com êle no enterro do Lauro e me esqueci de pegar o telefone.
Mais uma que não te mandei ontem o outro "cobrão" da ADVB em seus tempos áureos foi
o Reni Renato Jaeger que juntamente com o Guinter Staub fazem parte do conselho da
entidade.
Um abração.
Júlio César

Coleguinhas

* Sinceramente não vi nada de mais que o irmão do Marcelo Cavalcante tenha dito ontem ao Rogério Mendelski, no Bom Dia, da Guaíba. Acho que nesta a montanha pariu um ratinho...

*Ainda sobre a morte do Lauro Schirmer: ontem, aqui na salinha J.C. Terlera a Regina Lemos andava querendo saber quando era missa de sétimo dia do Lauro. Pelo que sei ele era agnóstico,ou ateu....

*Lauro tinha uma mania: coçar o nariz. Sempre que ele convidava pra entrar na sua sala da ZH e não era sempre que o fazia, ele estava ouvindo música clássica, comendo um chocolate ou cofiano o nariz...

*Mas quando chamava na sala dele era bronca na certa. Comigo, depois que voltei ao jornal em 1976, ele foi se aproximando e como ele gostava de música clássica com o tempo, ele me chamava na sala dele pra me dar dois convites dos concertos da OSPA. Mas sempre me dava uma pequena alfinetada: dizia: tu que tem uma mulher fina.... ledo engano do Lauro, eu gostava mais de música clássica do que ela...

* Um dia o Lauro me chamou na sua sala e me deu um livro que guardo até hoje: um roteiro dos Andes escrito por um general e publicado pela Biblioteca Militar.

* Uma do Lauro muito boa aconteceu uma vez com o Ivo Stigger que mesmo entendendo muito de cinema estava editando o gibi das vacas da ZH, ou o nome oficial: caderno campo e lavoura. Chegaram uns portugueses lá pra visitar a redação e anunciar a presença do José Saramago na feira do livro de porto alegre. Como não tinha ninguém na redação, era no meio da tarde, o Lauro com seu jeitão solto foi " buscar" o Stigger que tava baixando o caderno da sexta-feira. Stigger puto da vida não pode negar-se.

Chegou na sala e o Lauro fez as apresentações. Os portugueses, um deles era o cônsul, começou a falar no livro JANGADA DE PEDRA do Saramago e o Stigger,ali, ouvindo, puto da vida, que tinha que baixar seu caderno, se não perdia o diagramador e ele se embundava todo...ficaria até tarde da noite. Mas os portugueses ali,falando devagarinho,tomando um cafezinho,sentados no sofá, ouvindo música clássica do Lauro. Até que o Lauro fez um comentário e o Stigger,ferino, respondeu:
- Também vocês com um livro com este nome Jangada de Pedra só podia ser coisa de Portugual mesmo...

Os caras sentiram a puada do Stigger e quase foram se retirando.
O Stigger saiu da sala pra fazer a materinha da visita, nada mais que um registro, e pensou pronto: tou na rua...

No dia seguinte, o lauro se aproximou do Stigger e como era do seu feitio, fez apenas um comentário que o alemão entendeu:
- Pô Stigger, também não precisava tanto!

* Uma outra do Lauro aconteceu com o Gaguinho( Jose Antônio Ribeiro) que editava o caderno de Esportes.Como o Gaguinho conhecia a mania do Lauro de colocar apelidos ferinos nas pessoas, ele o chamou pra sua sala e apres entou a psiquiatra Lucrécia Zavaschi, esposa do Olyr, que visitava a redação;
- Gaguinho,disse Lauro, esta é a Lucrécia!
- Pô Lauro, tu com a mania de colocar cada apelido! reagiu Gaguinho...


* Lauro tinha a mania de quando mandava algum repórter fazer uma matéria com a família dos donos dos jornal referir-se a eles como " a família imperial".

*Aos poucos, vou desovando algumas historinhas do Lauro que vou me lembrando...se alguém tiver, me mande...

Ah, em tempo: dias atrás fui no Museu Hipólito e o Beto que atende lá ficou surpreso que o diretor Lauro não sabia da morte do colega Raul Quevedo. Mas o Lauro andava tendo crises de esquecimento segundo quem conviveu com ele nos últimos tempos....

Coleguinhas

 

O discreto dono de
uma rede de comunicação!

Pouco se vê o Otavio Dumid Gadret aparecer nos jornais ou outros veículos dele. Há uma lenda - não se sabe se é verdade - que ele tem uma espécie de bunker encima da redação de O SUL e lá fica até a hora do jornal rodar. Se é assim é a classica aquela que diz que o olho do dono é que engorda o boi...


Otavio Dumid Gadret

Gadred,como é conhecido seu nome de guerra, também inovou quando implantou O SUL, no ano 2.000. Começou a ditar regras de jornalismo, como colocar ponto em fins das manchetes e isto aterrorrizava os jornalistas que ele havia contratado pra implantar o jornal. Aos poucos os timoneiros foram saindo e ele ficou com outra equipe em O SUL que parece meio que deu certo...Não são grandes estrelas do jornalismo, mas lá o que impera mesmo é a internet e as colunas...e o O SUL está a chando seu caminho desta forma...

Otavio Dumidt Gadret é filho de Carlos Armando Gadret e de Maria M. Gadret. Já residiu na rua Duque de Caxias,1155/16 andar. Foi e é dono da rádio Caiçara, além da rádio Pampa e da TV Pampa.Nasceu em 08.06.1947 em Quaraí(RS). Sua esposa é Sandra Maria( 01.09.1947).

O pioneiro dos comentários
econômicos em rádio


Claúdio Medina de Souza nasceu em 30.04.1943. Filho de Dorval A. de Souza e de Jandira M. de Souza. Foi casado com Halina(falecida) nascida em 30.03.1941.Medina, como é seu nome de guerra, já trabalhou na rádio Guaíba onde tinha um comentário sobre economia. Medina ganhou prêmios ARI de Jornalismo com ´matérias sobre Economia. Trabalhou também na Folha da Manhã, no Correio do Povo, na rádio Guaíba e na assessoria de imprensa da presidência do Banrisul. Atualmente está aposentado.


Claúdio Medina de Souza

 

E X C L U S I V O


A Assembléia Legislativa X blogueiros!

Repercutiu aqui a notícia que dei ontem - 29/07 -com absoluta primazia de que no ano de 2010 os blogueiros também não terão publicidade da Assembléia Legislativa . O presidente será o pedetista Giovani Cherini. A tendência dele, que já votou contra a publicidade nos blogs no ano de 2009, é de que no ano de 2010 também seja cancelada a publicidade nos saites.[
A Assembléia Legislativa começou a anunciar em blogs em 2006 quando era o presidente Luis Fernando Zachia.Depois foi aumentando o número de saites com publicidade em 2007, com o presidente Frederico Antunes. E 2008 subiu ainda mais o número de saites chegando a uma verba de cerca de 60 mil reais ao mês pagos pela casa....

Neste ano, o coordenador de Comunicação Social da Assembléia Legislativa, Celso Augusto Schoroder era a fa vor de que a Assembléia voltasse a colocar propaganda nos blogs. Assim também grande parte das assessorias de imprensa dos deputados estaduais do PT. Mas na mesa, apenas um deputado que a compõe votou pela volta da publicidade nos blogs em 2009. Os demais, inclusive o presidente da casa, Ivar Pavan, votou contra a publicidade nos blogs.

Oficialmente,porém, Giovani Cherini não se manifestou que continuaria no ano que vem com a política atual de não anunciar em blogs....

Memória da Imprensa!


Uma repórter da TV Gaúcha se negava
a usar a roupa da MC Modas!


Nesta foto Maria do Carmo Bueno e Regina de Lemos posam para a posterioridade. Elas foram das primeiras profissionais da TV Gaucha -atual RBS TV - no final dos anos 70 e durante toda a década de 80. Depois o grupo de profissionais que formou o excelente jornalismo da Tv Gaúcha foi se dispersando entre Rio,Brasília e Sampa...foram buscar novos horizontes.

Das três repórteres da TV Gaúcha desta época, Ataídes Miranda, hoje diretor de Jornalismo da Rádio Guaíba, lembra de Regina de Lemos, Ana Terra( era Ana Maria Magalhães) mas o nome de guerra ficou este, e Heyde Gherard formavam um trio de vanguarda,como se diz. Uma delas, que Ataídes não lembra o nome se recusava a usar o permutol que a TV Gaúcha fazia, ou seja, usava as roupas da marca MC Modas, a boutique da apresentadora Maria do Carmo Bueno, que depois entrou pra política, foi deputada estadual, mas não durou no novo ofício...

Os repórteres se vestiam, mediante permutol também na loja Odílio Modas que ficava ali na subida da av. Protásio Alves, na frente do Brranco...

Entre os repórteres estavam o próprio Ataídes Miranda, Paulo Alceu(filho do dono do Informativo de Lajeado) Gilberto Lima( hoje com uma produtora e casado com a filha da Neusa Canabarro) Timóteo Lopes, o Indío, que foi pro Rio, onde virou nome nacional, Marquinhos Villalobos, hoje professor da PUC e da Unisinos e pesquisador,Paulo Vasconcellos( que fazia o Campo e Lavoura) Roberto Thomé( apelidado de Homem Aranha por causa de um episódio ocorrido no hotel Beira Mar, durante uma cobertura de verão em Tramandaí),. Antes desta equipe, tinham trabalhando na TV Gaúcha no Esporte Luis Carlos Mello e Rogério Amaral,e também Pedro Macedo.

" RODIZIO" do Bastos

Carlos Bastos quando foi chefe de jornalismo da TV Gaúcha inventou que tinha que ter uma equipe de repórteres que ficavam das 11 da noite até as 6 da manhã pra produzir matérias pro Bom Rio grande." Ninguem queria fazer este horário" lembrou Ataídes Miranda.

Aí pra não haver uma rebelidão maior, diz Miranda, " inventamos o RODIZIO do BASTOS" ou seja, as equipes se alternavam pra fazer este horário que ninguém gostava. Com o tempo, ficou apenas um câmara pra fazer o horário e depois os repórteres recuperavam a matéria....

Este foi o mais incidente de maior rebelião dentro da TV Gaúcha nos anos 80....


Recebo do colega e publico!

Retirada do cais do porto abriria muitas opções para a população no Centro da Capital gaúcha

O assunto da moda é a revitalização do cais do porto de Porto Alegre.
Uma obra que deverá custar milhões de reais e poderá não trazer toda a melhora que a população gostaria.
Pois outra corrente de pessoas preocupadas na recuperação de Porto Alegre aparece com o propósito de dar um aspecto inédito à nossa Capital: nada menos do que retirar o cais do porto do Centro da cidade. Este é um resumo do que esta corrente pensa:

Justificativa:
Porto Alegre não é mais uma cidade portuária.
O movimento de navios é reduzidíssimo por razões diversas.
Não cabe mais a existência de um porto obsoleto no Centro de uma cidade do porte de Porto Alegre.
O porto de Porto Alegre não é nada cultural ou romântico ao ponto de ser preservado como tal.
É um espaço nobríssimo que poderia ser muito melhor aproveitado pela população, que já carece de locais para passar suas horas de lazer.
O cais do porto oferece apenas duas ou três edições de eventos anuais de exposições e vendas de produtos de artesanato e da área vinícola para a população.
Temos uma belíssima orla que só é aproveitada pela população no centro junto à Usina do Gasômetro. No restante da área a população é afastada por um muro e pelo Trensurb.

Outros bons exemplos:
Montevidéu também transformou o porto num espetáculo de atrativos restaurantes, lojas, cinemas, casas de espetáculos e outros atrativos.
Balneário Camboriú, Florianópolis e muitas outras cidades exploram magnificamente a orla, onde oferecem ótimos atrativos.

Trensurb:
A linha do Trensrub na superfície no Centro de Porto Alegre é o maior problema para uma melhor exploração da área central. Impede a ampliação da já esgotada Avenida Mauá e isola o Centro do estuário do Guaíba.

Retirada do muro:
O muro impede a visualização da maravilha do Guaíba.
A mesma coisa acontece com os abandonados prédios do cais do porto.
Já teria sido aprovada a retirada do muro da Avenida Mauá. Com isso o acesso da população à área do cais do porto seria facilitado.
De imediato a área da Avenida Mauá deixaria sua condição atual de abandono e garagens para oferecer atrativos.


História:
Obra pública mal planejada é mal aproveitada, custa caro, é sempre paga pelo povo e é um problema em dobro.

Antonio Barcellos

Alça de Mira!

Vão tentar segurar a barra do presidente do Senado!

Quinze dias atrás,a assessoria de imprensa do Sarney,convocou mais de 50 jornalistas,para uma reunião num dos hoteis 5 estrelas de Brasília.Foi feita uma seleção e 13 coleguinhas foram convocados para trabalharem no salvamento da imagem do Presidente do Senado.
Esses quinze coleguinha,vão se virar para mudar a imagem do homem até transforma-lo num santo.Vão tentar canoniza-lo.Para isso,cada um,vai receber o salário de C$ 2.ooo,oo

ADVB

Grande Olides bom dia.
Acho que o Presidente da ADVB que o Dickmann se refere é o Guinter Staub, atualmente diretor da Staub Propaganda.
Um grande e saudoso abraço.
Júlio César

Humor

Extraído da Coluna do Mazzarino, do Jornal A Hora,
Lajeado, edição de 24, 25, 26/07.

Coleguinhas


* Lasier Martins, da Rádio Gaúcha, está de férias...


* Gordo Ucha, ou Danilo Ucha explicou ao amigo Mário Santarosa porque sua manchete no Jornal da Noite diz" Talvez um grande vinho...." é porque o vinho só será aproveitável daqui há 10 anos....

* Na página 3 da ZH de ontem, dia 28/07,não tem mais anúncio do CREMERS...

* Lauro Schirmer, falecido na quinta-feira passada, andava tendo surtos de esquecimento,segundo os zeladores do prédio JosuéGuimarães, onde ele tinha escritório.

* Neste pre´dio também tem escritório outro ex-executivo da RBS, Walmor Bergech..,.

* Dois grandes nomes da comunicação não estariam bem de saúde....

*Ao contrário do que me disseram, a ex-miss Universo Ieda Maria Vargas Athan´zaio estaria gozando de perfeita saúde. Estes tempos foi vista no prinz, na Protásio Alves, com amigos...

* Coleguinhas da salinha J.C. Terlera, da Assembléia Legislativa do Estado, compraram,28/07 ontem açúcar do próprio bolso porque não havia mais...

"Ronha" em União da Serra não termina mais!

Cantei esta pedra! a tal da União da Serra - uma vila administrativa que criaram pra juntar Pulador e Vila Oeste - não deu certo. O prefeito de lá - que por sinal é parente de minha mãe porque é Fonini - quer levar a administração pra Vila Oeste, por sinal onde ele mora...

Foto de Santin do Stdio D

Vila Oeste será a sede do município de União da Serra?

Quando o governador Antônio Britto foi lá inaugurar o posto do Banrisul e desceu de helicóptero e perguntou o motivo do nome, ninguém que estava por perto sabia dizer...levaram um chichi daqueles...

É uma localidade muito bonita, mas francamente, montar uma sede no meio do mato só porque as duas localidades disputam onde tem que ser a sede administrativa da prefeiturta é muita idiotice, pra não dizer outra coisa...quando estive lá no ano passado, me disseram que a briga não é propriamente entre Pulador e Vila Oeste e sim entre duas famílias, um a que mora em Pulador e aoutra em Vila Oeste. Oh, versão moderna de Romeo e Julieta...Vão criar vergonha na cara e resolver isto racionalmente não deste modo infantil...e com o dinheiro público,né... Em tempo: União da Serra fica na Serra, ao lado de Guaporé, mas não tem asfalto. Uma das vantagens de Vila Oeste( antigamente conhecida por Vila Oeste de Guaporé, depois por Borges de Medeiros, que os gringos chamavam de EL BORZE, - porque não sabem falar o português correto - alegada pelo prefeito(reeleito) é que ela fica mais perto da RS-129, asfaltada. É verdade. Voltarei a este assunto porque é típica ronha do interior....e como diz o Mazzarino, sem interior não há cultura....

Coleguinhas

* Ataídes Miranda está como chefe de jornalismo da rádio Guaíba surpreso com a boa acolhida junto aos ouvintes do programa Acorda Rio Grande( 5-6 hs). Dias atrás fizeram uma chamada pros ouvintes se manifestarem sobre o frio no interior e retorno foi grande....

* Aviso aos navegantes: já circula a informação de que o presidente da Assembléia Legislativa do Estado em 2010, deputado Giovani Cherini(PDT) vai manter a atual política do PT de não dar anúncios da instituição nos blogs...

*Choro e ranger de dentes entre coleguinhas que contavam com anúncios nos blogs no ano que vem...

* Atenção: mais uma da série a gripe suína entre nós: uma funcionária da ATM está em casa de quarentena. Estão desconfiados de que seja ela, a suína que ela pegou...

Fernando Pessoa

Clique aqui para ver uma animação enviado por uma leitora.

As " serpentes" do serpentário....

Nesta foto, da esquerda para a direita, os fotógrafos Otácilio Dias, Leo Guerreiro, Nelson Moura, o Mourinha, Renato e Monteirinho( Carlos Monteiro).


Os coleguinhas no serpentário

Quando eles se reunem pra falar mal,saí de perto.

Somando o tempo de jornalismo da turma dá mais de 250 anos!

A morte do Lauro


Me contaram como foi a morte do colega e ex-chefe Lauro Schirmer. Sua companheira Célia Ribeiro foi deitar-se lá pelas 11 da noite e o Lauro ficou tomando uma taça de vinho( a versão tem sentido, porque ele gostava destes luxos) e fazendo uma sopa. Célia dormiu e acordou lá pelas 3 da madrugada e como o Lauro não fora deitar-se foi até a cozinha e encontrou o companheiro de tantos anos caído, morto.

Célia e Lauro se conheceram nos anos 50 ou 60 no jornal A HORA.

Quando ele conheceu a Célia, era casado, com a mãe de seus dois filhos( um casal).

Quando houve a separação, Lauro saiu de casa e foi morar num hotel.


Duas ou três coisas sobre o Lauro Schirmer

* O Lauro não era mole! Não queira ter brigado com ele, porque aí tu ias comer o pão que o diabo amassou. Provei deste seu venendo no começo dos anos 70,quando aceitando um convite da Folha da Manhã, deixei a ZH. Modéstia a parte, ele não queria que eu saísse. Foi até falar com o seo Maurício que não autorizou cobrir a proposta porque senão eu passaria a ganhar mais do que o Milton Galdino e isto o Maurício não queria. Pelo menos foi o que o Lauro me disse em 1974.

* Quando voltei do Peru, em outubro de 1976, fui me apresentar na ZH pra pegar no serviço, como se diz. Com duzentos pepinos,tinha que trabalhar, senão a coisa ia pegar pro meu lado....E o Lauro não queria ver-me nem pintado de ouro....

* O Gaguinho(Jose´Antônio Ribeiro) que conhecia o Lauro como poucos, me botou de estagiário na Polícia.E me disse: as seis da tarde tu some. Não deixa o Lauro te ver muito por aqui. Depois de um mês neste esquema, o Lauro se esqueceu do lance anterior e com o tempo ficamos até bem próximos... Foi até no lançamento do meu livro Pauta, o Avesso das Redações...

*Uma vez o Lauro, como diretor, me deu um xingão e bom grosso. Eu tinha feito uma lauda toda rasurada, ele me chamou na sua sala e me perguntou se aquilo não era meu ganha-pão...passei a tomar mais cuidado com as matérias que eu entregava...

*Outra lição que guardo dele foi o seguinte: eu fui ao Amazonas, de ônibus fazer uma matéria daquelas brabas. Viajei seis dias de õnibus junto com o fotógrafo Ariovaldo Chaves. Fiz uma matéria meio testemunhal, claro que nem o prefa da cidade lá dos confins eu procurei. com as histórias que tinha na mão contadas pelo motora do ônibus,não precisava ouvir o prefeito. Erro meu: um mês depois o prefeito entrou em contato com a direção da ZH e o Lauro me fez algumas pergunta s sobre a matéria...lances da matéria. Depois que eu respondi, ele não me reprendeu, nem nada...confiava nos seus repórteres, isto é mosca branca....tenho orgulho de ter tido um diretor deste quilate....

*Na dedicatória que fiz pra ele, disse que ele foi mestre de uma geração de repórteres: e foi mesmo...

* Lauro tinha a mania de chamar o João Aveline de " Avelino". O velho comuna ficava puto da vida...mas os dois se amavam...

* O IB Kern sabe muitas coisas do Lauro. Vou lá falar com ele vamos ver se ele me conta algumas boazinhas do Lauro....

Memória da imprensa

As estórias do Bacca...

O Ademir A. Bacca, nascida em Serafina, mas crescido em Bento,tcho...tem um livrinho que eu comprei nos sebos do viaduto da Borges . O livirnho de impressão modesta( pra ser politicamente correto) se chama E VE LE CONTEMO NANTRE TANTE..

É dele e do Hary Dalla Colletta....
Dizem eles na contracapa que venderam na edição anterior 5 mil exemplares. Não entendi como porque não tem cinco mil que sabem ler pelo menos em Serafina..Bão vai ver venderam na GRANDE SERAFINA que inclui Bassano, Nova prata, Casca, Montauri, Muçum, Guaporé....

Uma das histórinhas do livro é esta:

" Eduardo Marin apresentava um programa diário na Rádio Rosário. Certa vez, no intervalo de uma música, entra no ar:
- Hora certa Rosário. Em Serafina Correa, são precisamente ...`PORCO DIO! quem foi que tirou o relógio da prede?"

Pra entender a piada é preciso que se diga que a rádio é dos padres e que porco dio é uma baita blasfêmia....

Asfaltamento da Rodovia Transaçoriana



O deputado Cassiá Carpes (PTB) esteve no escritório do senador Sérgio Zambiasi (PTB), na manhã desta sexta-feira (24), para tratar do asfaltamento da estrada Transaçoriana que liga os municípios de Capela de Santana, Portão e Nova Santa Rita. A estrada faz a ligação entre a RS 240 e a BR 386 (Tabaí/Canoas). Cassiá está intermediando o asfaltamento da estrada junto aos prefeitos dos municípios e a Secretaria de Infraestrutura e Logística do Estado. A intenção é incluira obra ao orçamento estadual de 2010.
Estiveram na reunião os prefeito de Nova Santa Rita, Chico Brandão (PP), de Capela de Santana, Wilson Capaverde (PTB), o vice-prefeito de Capela de Santana, Rui César Collling e o secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Indústria e Comércio de Nova Santa Rita, Reginaldo Dal Farra.

Recebi da coleguinha Regina de Lemos e publico:

Pra ti Olides..Presentinho raro...só eu tenho esta,já que a fotógrafa sou eu, no espelho da TV Gaúcha.

 



Na outra foto...presente de João Luiz Bergman..ele era o advogado do Grêmio que está aí ao lado de JHio Dourado,Pres. do Grêmio.João LUiz, filho de JB(Correio do Povo) foi assassinado e colocado dentro do porta mala de um carro .Um crime bárbaro.Eles o mataram para nao serem reconhecidos.Eram dois garotos(,os assassinos)e loiros, com cara boa...
O Danilo Ucha também está lá na foto ...que faz parte do meu arquivo.



do acervo da Regina Lemos( junto com Ney Matogrosso)

 

Rescaldo de Serafina

* Keklly, assessora de imprnesa da prefa, tirou uns dias pra fazer a tal da cirurgia do estômago...

* Bom trabaçlho da Claudia Sganzerla, historiadora, que está recuperando parte da memória do município. Trabalho lento e paciencioso...

* Paulo Massolini, vereador do DEM, tem sido visto com mais frequência na prefeitura do que antes quando estav a no poder o PMDB..

* Gheller, que perdeu a eleição, andava na av. Miguel Soccol,pegando sol como todo mundo por causa do frio que fazia.

* Menos dois no sábado e meno um no domingo,fazia um frio de renguear cusco mesmo na chamada " Cidade Simpatia"

*Até os padres entraram na onda da gripe suína. Na missa do fim de semana, leram recomendações que os médicos estão dando sobre a gripe A...

*Disse-me o médico Paulo Massolini que muitos médicos de P.Fundo, com medo da " porcina" estão entrando em férias e viajando pro Nordeste. Pô, que patriotismo, hein...

* Por isto que os médicos de Serafina estão indicando pacientes par ao Hospital TACHINI , de Bento...

*Fifo, o apresentador do programa VOCE del Vêneto, na Odisseia FM, contou-me que uma vez eles foram se apresentar em Tapejara. Ganharam um Garrafon de vinho de presente. Se atracaram nele. Era vinagre...

* Na sexta de noite, apesar do frio de renguear cusco, fui com meu primo e amigo Calixto pro rio Carreiro pruma janta...claro que o cardápio eédaqueles que os gringos adoram... Não vou revelar aqui pra vocês não ficarfem babando. O Mazzarino que é gringo de Encantado, iria adorar, tenho certeza. Tudo regado a um bom vinhoto tinto..Havia uma grande lareira acesa na casa do Tebaldi pra aquecer o ambiente. Quando saímos de lá, perto de meia-noite, as máquinas deuma fábrica de papelão que tá lá instalada trabalahvam a milhão e uma fumaça tipo neblina subia do rio Carreiro porque a temperatura da água era maior da ambiente...

* Alguns tópicos que me chamaram a atenção: Serafina tá uma cidade muito cara...outra: várias vans que viriam naquele findi pra festiqueijo de carlos barbosa desmarcaram a viagem. Tudo com medo da gripe suína...

* Morro e não vou ter visto tudo: o escritor e jornalista Ademir Bacca voltou a trabalhar na prefeitura de Serafina.

*Abrioram um café colonial e um barzinho na frente do posto do Pacassa, que era antes reduto dos jogadores de carta. Sucesso pra eles....
* Sábado teve um grande trilha de jipes. Tinha de Três de Maio, de todo o Estado. Mesmo com o friozão, os caras não desistiram e fizeram a trilha....

Ainda a morte do Lauro....

olides,
o lauro schirmer teve um grande mérito, talvez o maior dele durante o tempo em que foi manda-chuva na zh, que foi o de não permitir que o comercial interferisse na redação.
o máximo que ele permitiu foi que o jornal liberasse uma página na edição dominical para que o comercial atender os seus interesses (basicamente transcrever releases dos clientes).
ld

Coleguinhas

O ´´baião``a música nordestina,lançada no Brasil, muitos anos atrás,por Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira,havia tomado conta do pais inteiro.O Governo da época,não teve dúvida,resolveu,entusiasmado,levar para o mundo a nossa música. Juntou o que havia de melhor em materia de musicos,cantores,bailarinos,etc...Todo esse grupo era comandado por Humberto Teixeira e Luiz Gongaza.
Uma noite, o Humberto Teixeira, apareceu no Restaurante Treviso em Porto Alegre, que ficava no Mercado,a procura do Lupicínio.Queria levar o nosso compositor bem com o seu companheiro,o ….....
Esperou por algumas horas até que o Lupi chegou e como sempre,seguido por um séquito enorme de boemios.Entre eles estava um velho amigo do Lupi,o Sílvio Silveira, que não tocava nem caixinha de fósforo,tão em moda entre os boemios.
Conversa vai,cerveja e conhaques,vem,a noite foi passando.O Humberto Teixeira tentava convencer o Lupi e o …....a fazerem parte dos selecionados para a viagem,e que teria inicio na madrugada do dia seguinte,para o Rio deJaneiro e de lá do próprio Aeroporto do Galeão.seguiria para a Europa, ou mais precisamente para Paris.Tudo acertado, o Lupi e o ….convencidos,foram até suas casas pegar umas roupas e ...iniciaram a viagem.Só que o porre era tão grande,que junto seguiu mais um passageiro que nem tinha mala e muito menos roupas.Era o Silvio Silveira que na verdade só curou o porre quando o avião já voava sobre o Atlantico.E agora? O que fazer? O Lupi que não era de deixar nenhum amigo pendurado,assumiu a responsabilidade sobre o Silvio e o Silvio ficou responsável pela fiação das caixas de som,de luz etc...o que ele também não entendia muito.
Mas a tourne,foi um sucesso.A música brasileira pela primeira vez era ouvida na Europa,com entusiasmo.Passado quase um mês,a turma voltou ao solo pátrio.Mas um ficou por lá.Nãoquiz voltar.Era o Silvio Silveira que apesar de não falar uma só palavra em frances,ficou .Já tinha feito alguns amigos na noite e resolveu enfrentar Paris e arredores.
Passado algum tempo,foi procurar emprego de servente na sucursal da Manchete em Paris.Já falava alguma coisa em francês e assim foi se defendendo.Deu uma sorte tremenda,pois no dia em que foi pedir o emprego,encontrou lá o seu Adolpho,que fazia uma viagem de negócios na França,Italia e Alemanhã.Seu Adolpho se apaixonou pelo Silvio e daí para a frente o homem era o Silvio,que não sabia muito bem o nosso portugues e muito menos o frances.Mas Silvio foi adiante e foi sem duvida alguma o melhor diretor que a Empresa Bloch tinha nas sucursais da Europa.
Em 1967,fui passar uma temporada em Paris.Fiquei muito amigo do Silvio que me contou que havia deixado em Pôrto Alegre,sua esposa e uma filha e que elas nem sabiam onde ele andava.
Quando voltei ao Rio,contei a historia para o seu Adolpho que conhecia só uma parte da história.Ele não teve dúvida,mandou , a pretesto de serviço ,chamar o Silvio ao Rio.O Silvio chegou e era a atração na empresa.Todo mundo queria conhecer o cara mais elogiado pelo seu Adolpho.O cara que até português falava muito mal e francês,muito menos.Silvio conquistou também os coleguinhas do Rio e São Paulo. A convite do seu Adolpho o Sílvio foi à Pôrto Alegre,visitar a familia,mas não resistiu a saudades de Paris e assim que pode,retornou à França.
Eu era muito amigo dele e o melhor presente que ele queria sempre receber eram,caixinhas de pedras semi preciosas,muito comuns e muito charmosa com são ainda hoje,compradas aqui perto,em cidades do interior de Goias.
Com caixinhas de pedras no bolso, o Silvio virou o grande conquistador das noitadas parisienses.Mas casou novamente com uma francesa e resolveu então ficar em ´´cara família´´
Um tarde eu estava na sucursal preparando um material para o fechamento da Manchete,quando o telefone tocou.A secretária do Silvio anunciou que o Principe Rainiere estava no outro lado da linha.O Silvio me pediu licença para atender e eu que já o conhecia como um grande gozador,não tive dúvidas-´´dê um abraço no Principe que estou mandando.Aí o Silvio,engatou-Pô tu não acreditas? È o Principe mesmo.Silvio falou uns dez minutos com o homem e quando terminou,me disse:-´´olha ele está nos convidando para tomar chá com ele,agora.E era verdade.Passei a tarde tomando chá com sua Alteza.
Quando nos voltavamos para o meu hotel,perguntei ao Silvio como ele tinha chegado lá?Aí ele me contou que quando ainda cuidava das fiações de auto falantes,de luz dos seus novos amigos franceses,ele ia muito a Monaco.Princpalmente acompanhando as orquestras que a mulher do Principe,Grace Kelly levava para abrilhantar anualmente o seu famoso baile beneficiente.Num desses dias o Silvio estava espichando alguns fios, quando o Principe entrou no palco e começou a conversar com ele.PÔ,foi moleza.O Principe e o Silvio ficaram amicissimos.Aí,quando Principe queria levar alguma grande orquestra,
só levava por intermédio do Silvio que comprou uma casaca branca alinhadissima e regia a orquestra com grande sucessso
Eu só acreditei na historia,mesmo depois de ter tomado chá com sua Alteza,e depois que o Silvio me mostrou as fotos dele em frente a sua orquestra,regendo os melhores músicos da Europa.
O Silvio viveu até alguns anos atrás, mas nunca mais quis voltar à Pôrto Alegre.Quando eu ia à Paris,ele,queria saber tudo sobre o Rio Grande,sobre Porto Alegre sobre o Maipú,Mônica,American Boite , sobre o velho Treviso e sobre o seu time o Grêmio ,que continuava a ser o seu time de seu coração dividido entre a França e o Brasil.


complexo de velho



Estou me sentindo com o nosso velho e querido Arquimedes Fortini,Só mando historinhas do tempo de "epa..."

coleguinhas


Ronaldo Boscolli,antes de entrar de cabeça na MPB e transar com o que havia de melhor em matéria de mulheres no circuito Rio Janeiro -São Paulo,era nas horas vagas um reporter da Revista Manchete.Conheci ele alí ,cobrindo o inicio da MPB,entrevistando Tom Jobin,Vinicios de Morais,Ellis Regina,Maisa e muitos outras e outras menos votados.
Mas a vida do Ronaldo,não era nada facil.Seu trabalho na redação era muito complicado.Trabalhava um mês era demitido ou pedia demissão.Ele deve ter entrado na empresa e saido,mais de dez vezes.Mas com era um sujeito muito simpático e agradável,todo mundo levava ele numa boa.
Certa manhã,eu estava na sala do seu Adolpho conversando com ele sobre uma viagem que teria que fazer à Jerusalém,quando entrou o Ronaldo,ofegante.´´Adolpho vou voltar a trabalhar hoje-começou- e prometo que vai ser a ultima vez que tu vais me despedir por vagabundagem...´´ Neste momento, o telefone tocou.A Laura,velha secretária do seu Adlpho atendeu o telefone e avisou :´´Adolpho ,é a mãe do Ronaldo que quer falar contigo...´´.Seu Adolpho pediu para ela passar a ligação enquanto o Ronaldo demonstrava ares de muita surpresa.Seu Adlpho falou com a senhora e desligando o telefone,disse ao Ronald: ´´Era a tua mãe.Era para avisar que você está doente e não vai poder trabalhar hoje...´´Ronaldo,com a cara de pau que Deus lhe deu,não teve dúvidas.Ligou o telefone para a sua casa e tascou...´´Pô mãe,eu te avise que era voce ligar amanhã...´´.
É claro que desta vez o Ronaldo não voltou ao trabalho na Manchete...
Olides

O desabafo do Serginho!

Acho que estou ficando velho mesmo.Já não aguento mais esta hitória do Sarney e do Manuel Zellay de Honduras.
Não sou amigo do Sarney,nunca votei nele e se conversei com ele,mais de duas vezes,foi muito.Acho que ele tem que ser mesmo investigado.Acho que é preciso apurar todo o seu passado e punilo mesmo.
Há muito anos que se ouve falar(discretamente) de tudo o que está aparecendo agora.Ainda bem...Mas pelo amor de Deus,vamos logo decidir sobre isso.E sabe por que?Porque ,tem mais gente no Senado e na Câmara que precisa também de uma apuraçãozinha do passado.
Quanto ao Zelaya é mesma coisa.Botem ele novamente na presidência de Honduras ou mandem êle para longe.
Estas duas histórias me lembra do Papa João Paulo que em 1980,andou por aqui por mais de uma semana.Para montar os esquemas de cobertura de toda a viagem,nos primeiros dias tinha um monte de reporteres sobrando.Todo mundo brigava para ser escalado.Mas nos tres ultimos dias,era um drama.Ninguém mais queria saber do Papa.Me lembro que convoquei um reporter e ele me veio com essa:”Pô esse cara chato ainda anda por aqui?????.
O mesmo aconteceu com Sinatra na sua primeira viagem ao Brasil.Até a cobertura do show no Maracanã,tinha briga para conseguirmos escalar as equipes.Todo mundo queria trabalhar.Nos ultimos dias ele já era um chato também.
Agora a história se repete.Pô como este Sarney e este Zelay estão chatos...

Coleguinhas

Conheci o Carlos Eduardo Beherensford por volta de 61,quando fui para Pelotas dirigir a sucursal da Ultima Hora.Lá encontrei o Berem trabalhando no Diário Popular.Ficamos amigos e eu até escrevi uma das orelhas de um livro que ele estava lançando.
Muitos anos depois,quando em 1974,estava em Brasília,dirigindo a sucursal da Manchete o meu amigo Adão Osmar Oliveira chegou na minha sala e me perguntou se eu me lembrava do Berem, de Pelotas,que estava na cidade,procurando emprego.Naquela época um bom redator, a gente não jogava fora.Pedi ao o Adão para levar o Berem até a sucursal para almoçarmos juntos.
Conversei com o Berem e ofereci inicialmente para ele um cargo de free lancer.Como a vida dele não estava numa boa,autorizei ele ficar hospedado no Brasília Palace,o hotel mais em evidência na época,na cidade.
Uma semana depois, o gerente do hotel me telefonou,para me dizer,que apesar de estar ganhando um bom dinheirinho com as despesas do Berem no bar do hotel,me aconselhava tirar ele de perto do bar, que reunia nos finais da tarde,princípio de noite o que havia de melhor em matéria de políticos,jornalistas e os tradicionais lobistas.Segundo o gerente, o Beren estava bebendo todo o bar
Para não ter que me incomodar com futuros problemas de despesas da sucursal,levei o Berem para um dos quatro apartamentos que tinham no prédio da revista,um projeto muito lindo do Oscar Niemeyer.
O Berem , bem acomodado,começou a produzir.Era um grande redator.
Nos finais da tarde,ficavamos horas conversando.Então ele me contou que quando o Brasil,mandou tropas para Suez,os escolhidos foram soldados de um batalhão sediado em Pelotas.Berem, amigo de infância de um major que estava selecionando o pessoal.pediu a ele,uma vaga como voluntário.Atendendo o pedido dele,incluiu o nosso jornalista viajou como soldado voluntario.Berem ficou por lá o tempo todo,enquanto a rapaziada de Pelotas,representava o Brasil e as tropas da ONU.
Berem conheceu na época um primeiro tenente, muito simpático e uma craque em materia de tiro ao alvo.Esse primeiro tenente,não era nada mais,nada menos do que o Lamarca,que ficou amigão dele.
Quando fui para o Rio,por volta de 67,levei o Berem na minha mudança.Certa tarde,como faziamos diariamente,fomos até o centro da cidade,ou mais precisamente em uma banca de jornais que ficava em frente ao Hotel Serrador.Lá compravamos a Zero Hora e a Folha,para ficarmos atualizados com o mundo,como nos dizia o velho Justino Martins,de Cruz Alta.
Numa daquelas idas, o Berem encontrou-se com o então capitão Lamarca,já vivendo na clandestinidade.Ao se encontrarem,houve um carinhoso abraço e o Lamarca resumindo sua vida contou um pouco do que estava fazendo por alí.Mas como estava duro,não teve duvidas,pediu ao Berem e a mim uma graninha para se sustentar por alguns dias.Nos ganhavamos bem na Bloch e não tivemos duvida em lhe oferecer um dinheirinho.
Passado uns dias,fomos visitados por dois oficiais do Exercito.Queriam conversar conosco e pedir explicações,porque os nossos nomes estavam em um caderninho que foi encontrado comLamarca depois de sua morte,onde ele havia anotado o valor do que haviamos dado a ele para num futuro,poder nos pagar.Não foi nada facil.Estivemos varias vezes no Ministerio do Exercito para dar explicações,até que,eu acho,depois ouvirem muitas gozações do Berem,nos deixaram em paz.
O Berem hoje,aposentado,casado com uma diplomata brasileira,vive em Roma.Semanalmente ,não sei de onde, me liga ,para conversar longamente.Como conversa por muito tempo, acho que ele,escondido,
usa algum telefone da nossa Embaixada...Sabe de tudo o que acontece no Brasil,no Rio Grande do Sul e muito mais de Pelotas.Principalmente tudo o que acontece com o seu time do coração:o Brasil.
Me disse que como costuma andar muito,passa os dias caminhando pelo Vaticano, onde já conhece tudo e quasi todos os funcionários da casa...
O Berem volta no fim do ano que vem.Acho, que ele volta de lá
santo ou quasi .

Serginho Ross, de Brasília.

Memória da imprensa

O Lauro Dieckmann quase virou corretor

por pouco o CRECI não ganhava um baita vendedor!

A morte do Lauro Schirmer!


O noticiário das 9h na Rádio Guaíba, de hoje (24-07-09), horário que já foi do 'saudoso' Correspondente Renner, registrou o falecimento, na madrugada, do Lauro Schirmer. Lamentavelmente, ao se referir à biografia do falecido, mencionou apenas que ele havia começado a trabalhar em rádio e jornais em sua terra natal, Cachoeira do Sul, e depois atuara no jornal A Hora, de Porto Alegre, e na Televisão Piratini (ambos já extindos há muitos anos).
Ora, o que notabilizou Lauro Schirmer, na verdade, foi sua longa atividade, primeiro como chefe do departamento de notícias da TV Gaúcha (hoje RBS TV) e depois e principalmente, como diretor de redação de Zero-Hora. Mas, para não mencionar os veículos do grupo concorrente, o noticiário da Guaíba optou por citar apenas a fase inicial da carreira do Lauro Schirmer.
Este tipo de postura é lamentável, é uma coisa mesquinha, uma birra boba. Os anos passam, a sociedade (teoricamente) evolui em boas-maneiras, mas ainda tem gente que dá essas escorregadas. E havia ainda uma saída, para não citar o grupo concorrente; bastaria não mencionar s locais onde o falecido trabalhou. Era só dizer que ele teve uma longa e produtiva atividade nos principais veículos de comunicação do Estado. Seria muito mais elegante.
E, quando fui olhar no ClicRBS o que tinha sobre a morte do LS, constatei outra grosseria: no pé da nota sobre a morte dele aparecia um anúncio de "Motel no Centro de POA", mencionando que é "Muito discreto e com alta qualidade" e acrescido da recomendação "Desfrute com prazer". Que mau-gosto! Que desrespeito!
Eu começei a trabalhar em jornalismo justamente quando LS era o diretor-editor da ZH e o editor-chefe era o Armando Burd. Eu achava estranhas essas denominações, pois na linguagem tradicional dos jornais os nomes que se usava eram diretor de redação, secretário de redação, chefe de reportagem etc...
ld

Das memórias do Lauro Dieckmann!


O heitor kraemer, que mencionas hoje no sáite, foi responsável pela época áurea da advb (e o affonso ritter era assessor de imprensa lá nesta época). não lembro do nome do presidente da entidade naquele período, mas era um empresário do setor de incorporação imobiliária. eles tinham um secretário que era cômico na leitura de sobrenomes complicados. esse, é meu vizinho aqui na cidade baixa. não lembro o nome dele também.
depois que o kraemer saiu da advb, a entidade entrou em declínio e, hoje, se ainda existe, não é mas nem sombra do que foi naquele período. para conseguir presença na mídia, acharam por bem colocar de presidentes da entidade os donos das emissoras de TV, mas não adiantou muito, pq, sabe como é, quando a matéria é 500, o pessoal faz de má-vontade e boicota o que pode.
a fiergs também passou por algo semelhante. quando o diretor-executivo era o josé maria kroeff, que iniciou no cargo durante a gestão do paulo vellinho e perdurou por vários outros mandatos de presidentes, as pautas das reuniões-almoço da entidade, que era na travessa leonardo truda, eram ótimas. depois que o zé maria kroeff saiu, a fiergs desandou (o zmk acompanhou o paulo vellinho quando este ocupou um cargo em brasília por um breve tempo e, quando voltou, foi aquela coisa: quem foi ao ar, perdeu o lugar). a fiergs é outra entidade que não é mais nem miragem do que foi no passado.
e também tinha, atuante, o sindicato da construção civil, cujo ass. de imprensa era o walter todt, e que fazia reuniões-almoço muito boas (no conteúdo).
sem falar nas memoráveis reuniões-almoço da federasul, nas quais sempre o alécio ughini tinha a oportunidade da primeira pergunta (uma 'tijolada' no palestrante).
naquela época, fazia-se jornalismo econômico entre a rua caldas júnior e a o plaza são rafael. depois, levaram as entidades lá para o c. do judas, localizações muito boas para quem tem fábrica por lá, mas para o resto da peonada e uma puxada (a assis brasil é atrolhada de trânsito e na free-way corre-se o risco de ser assaltado na altura da vila areia. como tu dizes, credo! quando fostes fazer a coletiva da abimaq percebestes isso. poderiam ter feito a entrevista no sheraton, não é? afinal, era a abimaq.
ld

 

Diário de Bordo...

*O medo da gripe suína é tanta que ontem,quinta,dia 23/07 viajei no ônibus da Bento de Porto Alegre a Serafina e o motora não ligou o ar condicionado e deixou a janela do seu lado aberta. Um grio de renguear cusco. Mas é que disse ele que é norma da empresa implantada no começo da semana pra evitar a transmissão da gripe....

* Aqui em Serafina,donde escreve nesta semana fria, mas muito bonita,ensolarada, o medo da gripe é tamanha que suspenderam todas as festividades dos 49 anos de emancipação. É que o pessoal de fora podia trazer a gripe pra cá,estão dizendo...

* Dizem os economistas que o que produz a riqueza é o trabalho. Pois na noite de quinta-feria última, dia 23/07 quase meia noite, um frio de quase zero graus em serafina e a grafica serafinense trabalhando a milhão. Tão virando 24 hs. A serafinese não é a Credeal, que é impressora de cadernos. Os donos é que são primos.

* Como Serafina virou uma cidade de forasteiros, por causa do emprego, somente este ano me informou o inspetor Nilton Zalta da Polícia Civil foram registradas 650 ocorrências policiais...

* No Correspondente da Gaúcha ouvi a notícia hoje cedo da morte do Lauro Schirmer. Lamento não estar em Porto Alegre para participar do seu sepultamento. Meus pêsamos ao Gerson,seu filho que conheço a muitos anos. Volto a falar do Lauro neste espaço...

* Uma historinha do Lauro: quando ele dirigia a A HORA, jornal sobre o qual escreveu um livro, chamava uma coleguinha de " LAMBRETINHA".

Esclarecimento:

Nota do Editor:
Em nenhum momento este escriba tentou redigir algo desabonbatório a coleguinhas que trabalharam na Polícia...Pelo contrário....


Parabéns pelo teu blog, o qual tenho acompanhado tanto quanto posso. Como colaboração:
1 - Te esclareço que nunca fui assessor de imprensa do delegado Wilson Muller (ao qual tenho muito apreço) nem quando foi ele chefe de Polícia nem quando presidente da Associação dos Delegados de Polícia. O seu chefe do Serviço de Imprensa quando ele passou pela chefia de Polícia, foi nosso colega Tibério Vargas Ramos.
2 - Já desempenhei, de forma ética e sem qualquer contestação, várias assessorias de imprensa, incluindo no Senac de Santa Catarina, de deputados federais (Lauro Rodrigues (RS), estaduais Durval Vasel e (SC), secretarias de estado da Justiça (gestões de Mendes Ribeiro e Jarbas Lima) e da Segurança Pública (gestão Augusto Borges Berthier), do Desenvolvimento Urbano e do Meio Ambiente (Santa Catarina, na gestão de ), sempre complementando os parcos (ou porcos?) salários pagos pelos nossos meios de comunicação social e nem sempre bem contestados pelos nossos representantes sindicais.
3 - De qualquer forma, acho salutar tua referência à necessidade de jornalistas dividirem seu desempenho profissional principal em órgãos de imprensa e em outras atividades, mas não apenas na área da Polícia. Como sugestão, parte para as áreas da economia, da política e dos esportes. Vai sobrar pouca gente que não teve que fazer "bico" para sobreviver, incluindo editores-chefe muito conhecidos. Tanto da direita quanto da esquerda.
Um grande abraço e (quem sabe?), hora dessa sentamos juntos para saborear um bom cafézinho e relembrar coisas "imprensaionantes".
Leopoldo Luiz Ruzicki

ET - Fui assessor de imprensa (cedido pelo Gabinete do secretário Augusto Berthier) da Polícia Civil, na gestão dos delegados José Antônio Leão de Medeiros e José Antônio Moura, no governo Jair Soares.

MARCOPOLO comemora a produção do milésimo ônibus produzido em Dharwad, na Índia


Crédito da foto: Lusuir Grochot


Mais recente fábrica da joint venture com a Tata Motors acelera produção

Caxias do Sul (RS), 23 de julho de 2009 - A Tata Marcopolo Motors Ltda., joint venture entre a Marcopolo S.A. e a Tata Motors para a produção de ônibus, acaba de comemorar a produção do milésimo ônibus em sua fábrica de Dharwad, na Índia, recentemente inaugurada. A unidade, em sua primeira fase de projeto, deverá atingir 1.000 unidades/mês já no segundo semestre para atendimento do mercado indiano e países vizinhos.
Segundo o CEO da Tata Marcopolo Motors Ltda., o brasileiro Lusuir Grochot, as operações na Índia diminuiram muito o ritmo de produção no final de 2008 devido à crise mundial, mas desde o final de janeiro retomaram gradativamente as atividades. ?A fábrica de Lucknow, a primeira da joint venture, produz ônibus urbanos sofisticados, com piso baixo e motor traseiro movido a gás utilizados em grandes centros, como nova Delhi?, explicou o executivo.
Em Dharwad, está concentrada a fabricação de modelos de tamanho menor, tipo um micro-ônibus. Atualmente, são montadas 400 unidades por mês do modelo Starbus e o objetivo é atingir 1.000 por mês ainda no segundo semestre de 2009. Desde de junho, a fábrica iniciou também a produção de modelos urbanos Low Entry com motorização a gás e diesel. Esses veículos são similares aos montados na unidade de Lucknow e serão utilizados no transporte da cidade de Nova Delhi.
A unidade de Dharwad conta atualmente com 1.300 funcionários e deverá aumentar gradativamente o seu quadro para atingir a fabricação de 50 unidades por dia. Com a conclusão da segunda etapa ? prevista para 2011 ? será a maior do mundo com capacidade para 25 mil unidades/ano.


Coleguinhas


José Manosso, o " pioneiro"
dos entendidos em vinhos!!!


José Manosso


Hoje em dia tem uma ponchada de jornalistas escrevendo sobre gastornomia e vinhos. Vinhos tem os especialistas Affonso Ritter e o Danilo Ucha, além de outros, é claro...Gastronomia então tá cheio hoje em dia, mas antigamente era apenas o Pires de Miranda que falava...

Manosso foi quem começou a escrever sobre vinhos ainda nos anos 80. Tinha uma coluna na ZH,depois passou pro JC.José Raimundo Manosso nasceu em Caxias do Sul em 19.02.1946, filho de Angelo Manosso e de Scolástica Maria Manosso. Morou na rua Henrique Dias 236/25.

Trabalhou na ZH, nos anos 70, na editoria de Esportes. Também trabalhou na editoria Nacional, da ZH e se não me falha a memória também esteve na editoria da Economia. Depois andou em Santa Catarina, em Blumenau.

Em Porto Alegre também morou na rua Santana, 1397/406.

Morreu numa sexta-feira de 2006 quando assessorava o deputado estadual Estilac Xavier, do PT.
Foi enterrado em Caxias do Sul,sua terra natal.

Quando foi casado com a coleguinha Ise Mara Silveira, morou um tempo na França. Talvez lá tenha se interessado muito pelo estudo dos vinhos, no qual acabou sendo um especialista.

A lembrança que eu tenho do Manosso era de uma pessoa que falava com todo mundo. Sempre tinha um tempinho pra conversar com os coleguinhas, mesmo que estivesse no maior sufoco...

 

Gecy Nunes Prates


Gecy Nunes Prates


Nasceu em Itaqui em 23.03.1953. Filha de Lotário Trilha Belmonte e Eloá Nunes Belmonte . Residiu na rua Duque de Caxias 1382/11 e na Rua Duque de Caxias 300/502.

Foi casada com o também coleguinha Euclides Lisboa, o " Quidinho". Gecy trabalhou na Folha da Tarde, da Cia Jornalística Caldas Junior(CJCJ), no Diário do Sul e na FEDERASUL.


Coleguinhas

 

* A " velharada" do serpentário que lê este blog está adorando as histórinhas do serginho ross. Muita gente achou que ele já tinha morrido, mas eu o rescuscitei neste blog. Eu e o Adolpho Bloch, somos os publishers da vida do serginho...

*Levei o Jornal da cCdade, acho que é este o nome,do Júlio Ribeiro, que tem uma entrevista com o CABEÇA Prévidi.... pro renato do vila maria, que é como chamo um pé sujo que tem na frente do everest, na av. duque de caxias. Mas bota pé sujo naquilo. Prá ir ao banheiro, os clientes (tudo pinguço brabo) passam por uma espécie de pinguela. Há uns dois meses atrás o local virou fashion porque lá dentro numa noite de outono passadofoi rodada uma cena de um filme que tão fazendo sobre o Otávio Dutra e levaram pra lá o Yamandu Costa, que faz papel no filme, claro a " macacada" toda correu pra ver o Yamandu filmando, mas depois só ficaram mesmo no boteco os pinguços de todo dia, os fashio ns sumiram do loca. Ainda bem que o renato, um grindo de Vila Maria, que não é bobo, cobrou pra filmarem. Tem cada figura lá, no bom sentido, que vou te contar...

* Bão, mas o que eu queria dizer mesmo foi a reação do Renato, o dono ,quando viu o CABEÇA na capa do Jornal da cidade: " Bah, essa cara vivia aqui. agora faz tempo que não vem e tá até dando entrevista". Ficou tirando sarro do nosso famoso coleguinha.... Quem te viu, quem te vê, Cabeça Prévidi. Como diz o Cesar Maia, a gente tem que ser falado nos botecos pra ser famoso. Sem isto, ninguém é famoso....

* O veterano IB Kern vai completar 90 anos no dia 11 de setembro e vai neste dia comemorar com o lançamento de um livro seu de ficção. Me chamou pra dar uma ajuda já que tenho experiência nisto. Mas claro que vou....O primeiro livro dele, que modéstia à parte, fui eu que sugeri que fizesse quando o entrevistei pro livro da Ultima Hora, do Jefferson Barros,se chama NÍ o Há Anjos no Poder...E muita gente acha que é um livro espiritista porque causa do Anjos...Mas o pessoal que lê está gostando...

* O dia 11 de setembro me lembra sempre 1973,quando eu, o velho e saudoso João Aveline e uma repórter, altona, acho que o nome era Marilene, que nunca mais vi, ficávamos junto a sala de teletipos esperando os telegramas das agências noticiosas do mundo todo porque havia um boato de que o General Pratts - aquele que depois foi assassinado em B. Aires pela Operação Condor - estava se insurgindo contra o golpe do Augusto Pinochet e viria desde o sul chileno em reação comandando legalistas...Estamos até hoje esperando este telex....

Memória Política!

Brizola fez o PDT " engolir"

a candidatura de Antônio

Britto em 2002


Em 2002, o PDT tinha escolhido José Fortunatti - atual vice-prefeito - pra candidato a governador do Estado. Mas Brizola tinha outros objetivos, maiores, de alcanse nacional e por isto precisava apoiar aqui no Sul o candidato Antônio Britto Filho, que tinha ingressado no PPS ( seu vice era Germano Bonow, do PFL). A estratégia de Brizola,segundo um dos seus mais próximos assessores era apoiar Ciro Gomes, candidato a presidente do PPS, porque ele queria atrair o Paulinho da Força Sindical, que estava no PTB , para o PDT. Brizola sempre foi fraco em S.Paulo e estava em busca do tempo perdido, como dizia o romancista Marcel Proust....
Houve então um encontro do PDT no qual Brizola tentaria demover os companheiros de que era preciso recuar, como dizia Lênin, pra depois avançar...

Na Assembléia Legislativa, plenário Dante Barrone lotado,um compnaheiro do PDT, que hoje é vice-prefeito de Alvorada pediu a palavra, subiu no palanque e começou a enumerar todos os erros que ele entendia que Brizola tinha cometido na sua trajetória até então. E este companheiro entendia que este seria mais um...Brizola olhava, trocava de cor e o cara lá o pauleando...
No final a vontade do " CHEFE" como Matheus Schmidt, um histórico companheiro de Brizola o chamava , acabou prevalecendo e Britto teve o apoio do PDT local mas não ganhou. Fortunatti retirou sua candidatura a governador.

Ciro Gomes com
" ciúmes" da popularidade da mulher Patrícia Pillar


Ciro Gomes faz campanha no centro de São Borja em 2002


Foi nesta campanha que o experiente Jornalista Carlos Bastos, estando em S. Borja, deu-se conta de que o candidato a presidente, Ciro Gomes, estava muito enciumado de que o povo corria atrás de sua mulher, Patrícia Pillar e não dele.

" A Patrícia ia prum lado, todo mundo corria pra ver ela. O Ciro ia prum lado e acabava ficando sozinho" relembra Bastos. Ele disse que notou pelo semblante que Ciro Gomes não estava gostando daquela situação que se criara.

Estando presente no comício realizado na Praça XV de Novembro, no centro de S. Borja, Carlos Bastos viu no final do comício que aquela situação renderia a qualquer momento uma " explosão" das bem típicas do então candidato de pavio curto. E comentou com seu concunhado, o vereador Isaac Ainhorn o sentimento que tivera.

Um mês depois, Ciro deu uma declaração infeliz,dizendo que a mulher servia pra ele pra dormir com ele...

No dia seguinte, as 7 da manhã, Isaac ligou pro concunhado:

- Tu é um gênio, tu adivinhou antes que ele ia dar um tiro no pé, que ele não aguentaria esta situação...

Carlos Bastos lamenta apenas que Isaac esteja morto pra confirmar o que lhe disse pelo telefone...

Coleguinhas

 

Quando deixei as empresas Bloch,em 1982,no Rio de Janeiro,depois de mais de trinta anos de casa,voltei para Brasília, a onde havia morado por cinco anos,acompanhando de perto muito de perto mesmo,por ordem expressa do seu Adolpho Bloch, o ex presidente Juscelino.Eu não era alí um jornalista,um reporter.Eu estava alí como um secretário,um faz tudo e dando sempre ao seu Adolpho detalhes do dia a dia do Presidente.Era uma maneira de não deixar que faltasse nada ao ex -chefe da Nação.Mas isso é outra história.
Cheguei então em Brasília desempregado.Fui logo convidado para assessorar o Ministro Cloraldino Severo,um gaúcho de Uruguaiana e que conhecia como ninguém tudo sobre o Ministério dos Transportes.
Logo que assumi,fui me inteirando de tudo o que eu deveria administrar.Fui informado por um assessor, que um senhor editava um jornalzinho sobre transportes e que não tinha nenhum controle da Assessoria de Comunicação do Ministé rio.Achei estranho mas, tudo bem,Vamos lá...Pergunta aqui pergunta alí,fiquei sabendo que esse jornal,que não tinha data para circular,era editado nada mais nada menos que ,pelo senhor Toscano Barbosa,um ícone do jornalismo nacional.
Não tive dúvidas.Desci imediatamente ao quarto andar para me apresentar ao seu Toscano,por quem eu tinha uma grande admiração e grande respeito.Não conhecia o seu Toscano.Só conhecia as historias dele que os meus amigos me contavam.Assim que me identifiquei,ele imediatamente levantou-se de mesa e pediu desculpas por não ter ido ao meu encontro que ele julgava ser sua obrigação.``Que nada seu Toscano -disse- a obrigação é minha vir até aqui na sua sala e lhe cumprimentar.O Senhor é parte da história do jornalismo nacional´´.
Daí em diante,eu descia diariamente ao quarto andar para conversar com essa figura maravilhosa.E imediamente, ofereci a êle tudo que precisasse para editar o seu jornalzinho.Ele me pediu um reforço de dois redatores e mais apoio dos fotográfos da casa.(Ele fazia o seu jornalzinho,sozinho.)Imediatamente providênciei o que ele queria.Mandei para ele o meu melhor redator,O Carlos Eduardo Beherensdorf,o Beren, que hoje aposentado,vive em Roma onde telefona semanalmente para contar que conhece tudo no Vaticano...
Os olhos do seu Toscano brilhavam diferente.Estava alegressimo.
Passado quinze dias,já eramos amigos de infância.Certa manhã,ele apareceu cedo na minha sala com um exemplar do seu jornal em baixo do braço.Foi me dizendo que estava alí para mostrar o seu novo trabalho.Realmente o jornal já tinha outra cara.Não tive dúvidas:´´Vamos na no gabinete do Mistro mostrar sua nova obra prima´´ disse ao seu Toscano.
O Ministro olhou com atenção e o cumprimentou por seu trabalho.Quando deixavamos o gabinete do chefe,ele me pegou pelo braço e me disse:´´Olha, acho que nos deviamos aumentar a tiragem´´.Eu pedi mais um tempo para tomar essa providência.
O tempo foi passando e êle então, já com mais confiança e mim começou a me contar a vida de ´´velho´´ jornalista.Principalmente da fase em que foi proprietário do jornal A Platéia, em Livramento.Me contou então,como havia conseguido o dinheiro para a compra do jornal.Me disse que certa vez,estava em Livramento a serviço do Diários Asssociados.E numa noite caminhando pela cidade,não teve dúvidas.Como ningém é de ferro foi até o Cassino de Rivera.Lá resolveu botar um dinheirinho numa mesa de roleta.Resultado,ganho uma nota preta como se diz hoje na gíria.Estava voltando para o hotel,quando passou em frente ao jornal,que começava a rodar. Sentiu saudades do barulho da impressora e do cheiro da tinta.Nao teve duvidas,resolveu pedir licença para entrar,já tarde da noite, nas oficinas.Foi um amor a primeira vista...
Já de manhã,bem cedo,voltou ao jornal,para conversar com os proprietários.Tudo acertado, comprou o jornal.Veio à Pôrto Alegre e contratou o que havia de melhor no mercado.Começou a modernizar tudo . Começou até a distribuir o jornal nas cidades do fronteira,num Cesna,de ultima geração.Na época,um avanço tremendo que causava inveja a muito jornal da Capital.
Me contou, que chegou 1964.Os jornais começaram a sofrer a guerra das censsuras e outros problemitas mais.Disse que então que acabou exilado.O que não foi muito dificil,pois bastou atravessar a Praça Internacional e já estava exilado o Uruguaia ou mais precisamente em Rivera.
Todas as noites,depois que o jornal fechava,ele ia para ´´a linha´´ e ficava esperando receber um prova do jornal,para autorizar a rodagem.Lia tudoe dava as ordens.Só que,como já era tarde da noite,ele aproveitava a escuridão para entrar com o jornal na redação.Lá escondidinho,mudava tudo o que havia sido feito.
Pela manhã quando o jornal já estava pronto para circular,chegavam o caminhões de Setimo e recolhiam tudo.Seu Toscano,morria de rir,lembrando-se da caras dos companheiros que não entendiam nada do recolhimento dos jornais.A final de conta o jornal era dele e ele escrevia o que queria,mesmo perdendo varias tiragens
E assim o seu Toscano,acabou vendendo o jornal e se mudando para Brasília.

Coleguinhas

 

* Correinho: O Editor do caderno Arte e Agenda TIARAJU BROCKSTEDT enjoou de capuccino. Agora, no lanche da tarde, ele pede ao contínuo que lhe traga do bar iogurte...

Memória Política

Em 1989, Leonel de Moura Brizola viajava pelo país apenas dois dias por semana,enquanto candidatos bem mais velhos como Ulisses Guimarães viajavam de quatro a cinco dias por semana. Carlos Bastos, intrigado com isto, perguntou ao fotógrafo Carlos Contursi, um grande escudeiro de Brizola porque aquilo." Por causa da dona Neusa. Ela está doente e ele não quer deixá-la sozinha"... veio a eleição e Lula e Collor foram pro segundo turno...

Então na eleição de 1994 Brizola de novo candidato a presidente da república , dona Deusa tinha falecido na semana santa de 1993, e Brizola continuou viajando apenas dois dias por semana. " Quem é a dona Neusa de agora?" quis saber Bastos de Contursi. A pergunta ficou sem resposta. Interpretação de Carlos Bastos: Brizola, nas duas campanhas jogou a não ganhar....

 

Empresas e Comunidades abre inscrições


O evento que acontece nos dias 05 e 06 de agosto, no auditório da Amrigs, em Porto Alegre, destina recursos para instituições sociais

O Empresas & Comunidades tem um aspecto inovador, pois ao mesmo tempo em que se propõe a debater conteúdos de responsabilidade social e de investimento social privado, destina recursos financeiros para instituições sociais, que são repassados pelas empresas patrocinadoras. Além disso, toda captação com as inscrições para o evento é revertida para as entidades sociais apoiadas.

As organizações sociais ganham uma página no Portal Social Doações, o que possibilita a continuidade de captação de recursos até dezembro. O evento é realizado pela Avina, Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho e Instituto Lojas Renner. Tem como empresas parceiras a Gerdau, Instituto HSBC Solidariedade, Instituto Vonpar e Instituto Lojas Renner. O apoio é da Amrigs. As vagas são limitadas.

COMO FAZER SUA INSCRIÇÃO
Para se inscrever no evento de Porto Alegre, você deverá efetuar uma doação no valor de R$ 50 para o Fundo de projetos Empresas & Comunidades 2009 – RS. Você poderá efetuar essa doação gerando um boleto bancário ou pelo cartão de crédito VISA.
Após efetuar sua doação, envie um e-mail para portalsocial@portalsocial.org.br, colocando no campo Assunto a palavra "inscrição". No corpo do e-mail, informe seu nome e CPF e a data em que realizou o pagamento do boleto ou efetuou a doação por cartão de crédito.
Os estudantes podem fazer a doação no valor de R$ 20 e precisam apresentar comprovação atual de matrícula na entrada do evento.


PROGRAMAÇÃO
Dia 05 de agosto
18h30min – Credenciamento
19h30min – Abertura
20h – Conferência de abertura
Economista e presidente do IPEA, Márcio Pochmann
Tema: Cenário Macro Econômico e os Desafios para o Desenvolvimento Social Sustentável
21h – Apresentação artística e coquetel

Coleguinhas


A Valdir agora numa fase mais zen. Quando conheci a Valdir, muitos anos atrás, ela era guerrilheira de ir fazer treinamentos em Santiago de Cuba.... Hoje numa fase mais zen manda estas fotos...que reparto com os leitores.

 

 

 

Serafina completa 49 anos

 


Neste final de semana, estarei em Serafina, minha terra natal, onde na sexta-feira, de noite, haverá um jantar e um carteado de " briscola"...Vou lá ver se ainda me lembro como era este jogo, embora eu nunca tenha sido muito de jogo...
A capela S. Pedro é onde nasci.Antigamente era Sto Antônio, mas como tinha duas capelas deste santo, o padre Luiz Pedrazzani, ou o padre Francisco Lollato cassou um dos santos antônio e passou a S. Pedro.Virou piada, no meio dos moradores, todos pequenos agricultores...

Publico duas fotos de Serafina. Uma ded 1911 e outro de poucos dias atrás, da mesma rua...a hoje rua central e principal da cidade, chamada de Av. Miguel Soccol. Antes levava o nome do agrimensor de Guaporé, Júlio Campos.

Em pouco menos de 100 anos uma ruela e meia dúzia de casas iluminadas por querosene, virou uma avenida cheia de casas comerciais,lojas,escritórios e afins...Muita água rolou desde então....


A gripe entre nós


EXCLUSIVO!

Esta peguei às 17 horas de ontem,dia 23/07, no escritório do dr. Vico( Dr. Antônio Olavo dos Santos), também conhecido nas rodas do futebol por " tio do Cacalo" - é que o Cacalo é filho da Dileta, sua irmã -: uma ascensorista do foro central de Porto Alegre foi trabalhar com febre na última quarta-feira. Levada ao Hospital, faleceu à noite. Foi constatado que era a gripe H1N1 ou popularmente chamada de gripe suína...Foi enterrada as 13 horas de ontem. O foro pensou em fechar, mas aí concluíram que era melhor trabalhar com as janelas abertas....

A peste PORCINA,digo suína cancela festejos em Serafina!

Recebi um chasque agora de que por causa da peste suína tão cancelando os festejos de 49 anos de emancipação de Serafina.Que pena, reuniões de pessoas estão sendo desaconselhadas, é isto mesmo...e já tão falando que vão estudar a situação da feira de Esteio,digo a Expointer e a reunião da BACUDAMA no harmonia também corre risco....

 

Livro

DesAMORdaçados - antologia de contos dos alunos da Oficina de Criação Literária da PUC ministrada pelo escritor e Doutor em Letras Luiz Antonio de Assis Brasil - apresenta o trabalho de treze jovens autores. Editada pela Libretos, a obra tem organização do professor Assis Brasil e prefácio da escritora Cíntia Moscovich. Clô Barcellos assina o design gráfico do livro. A ilustração de capa é de Carlos Filho.



A publicação traz três contos de cada um dos participantes, alguns oriundos do universo das letras, como Gabriela Silva e Viviane Grespan; outros da Comunicação Social - Marinella Peruzzo, Luciane Godinho da Silva, Ana Santos, Ana Kessler e Mauro Paz ou do Direito - Elisa Beylouni, Mariza Baur e Cícero Krupp da Luz. E alguns, ainda, de áreas diversas, como Juliana Eichenberg (biologia), Leonardo Wittmann (cinema) e Stela Rates (farmácia). No exercício da busca de uma dicção narrativa,
todos já revelam sua personalidade literária.

A oficina foi instituída em 1985 e funciona, de modo ininterrupto há 24 anos, no âmbito do Curso de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, sendo a mais antiga em atividade no Brasil. Nela já passaram nomes que hoje figuram a literatura do sul e do Brasil: Letícia Wierschowski, Amilcar Bettega, Daniel Galera, Cíntia Moscovich, Carol Bensimon, Bernardo Moraes, Monique Revillion, entre outros tantos. Em 2005, recebeu o prêmio “FAto Literário”, quando comemorou 20 anos de existência.

Com duração de 2 semestres, as aulas proporcionam um espaço para a discussão de questões de elaboração do texto narrativo, como: perspectivas do narrador, linguagem e a criação da personagem. Nos encontros os alunos têm a possibilidade de compartilhar os textos escritos com os colegas; ademais, nessas leituras, há o retorno sobre as ideias e a forma de escrita de cada um dos participantes. Não sendo o fim e nem o começo de nada, as oficinas demonstram ser uma passagem, e de reconhecido proveito, afirma o professor Assis Brasil.


Atividades de Lançamento
O lançamento acontece no dia
1º de Agosto, sábado, às 11h30, no Instituto Cultural (Rua Riachuelo, 1257) e integra uma nova programação, o BateBocaBom Cultural. O BBB Cultural se constitui de um bate-papo informal em torno da temática de uma obra e ocorre no Caminho do Livro, uma iniciativa da Câmara Rio-Grandense do Livro, que promove o hábito da leitura e fomenta o mercado livreiro do centro da Capital. Nesta primeira edição, Luiz Antonio de Assis Brasil, Léa Masina e Marcelo Spalding debatem sobre Criação Ficcional no Auditótio Erico Verissimo. E a partir das 13h, no Map Café Cultural, os novos autores autografam ao som do piano de Geraldo Flach.

DesAMORdaçados - antologia dos contos
Editora Libretos, 2009
160 páginas
Preço – R$ 25,00
Formato: 14cm x 21cm
ISBN – 978-85-88412-26-2
Org: Luiz Antonio de Assis Brasil

 

Coleguinhas

Cristiano demitiu o Fraguinha
no dia do seu aniversário!


Cristiano Dartsch

Quando a revista GRANJA funcionou no endereço da av. Vigário José Inácio,263( o número do fone era35.7775) no centro de Porto Alegre, Cristiano Dartsch foi chamado pra dirigir a publicação. A " algazarra" na redação era tamanha,lembrou ele, que os funcionários ficavam dando pela janela, num papelzinho, o número do telefone pras gurias que ficavam nos andares debaixo. Pura galinhagem,claro. Também ficavam dentro da redação jogando papelzinho um no outro e alguns faziam que levavam refris, mas na verdade dentro levavam uma caninha, confirmando a tradição das redações antigas, onde os redatores bebiam muito( Hoje tudo isto é filme do passado...as redações são assépticas, não entra nem mais chá...)
Um dos que labutava na Granja quando o Cristiano foi chamado pelos do nos pra assumi-la era o Jorge Fraga, conhecido entre os coleguinhas por " Aqualoco" ou Fraguinha... O Fraguinha que não era mole, foi demitido da Granja ( ele também trabalhava na ZH como diagramador) no dia de seu niver, por causa desta algazarra toda, que narrei antes...

Cristiano conheceu várias redações,entre elas a da Folha da Tarde.Ali foi colega do Roberto Appel onde viu o hoje funcionário da TV Globo fazendo a seguinte paródia: " as prisões no Brasil são mais escuras, lá só se ouvem gritos de horror". Appel estava,claro,ironizando a musiquinha de Dom e Ravel transformada em hino pela ditadura militar no ano de 1970, em que o Brasil foi tricampeão mundial de Futebol no México...
Cristiano nasceu em Porto Alegre - é da zona sul da cidade, onde sempre morou - em 19.05.1949 filho de Franz Dartsch e de Marion Dartsch. Já residiu na rua Filadélfia, 369/23. Cristiano,além da Granja e da Folha da Tarde, também trabalhou no Jornal do Comé rcio (av. João Pessoa,1282)e na rádio Guaíba.
Da Guaíba foi trabalahr na Agergs. Após este período fez concurso e passou no Estado onde exerce sua função de jornalista na Secretaria da Saúde Estadual.
Foi casado com Eliére Beatriz( o2.04.1960), de quem se separou.


Carlos Alberto Machado de Souza já trabalhou na Folha de S.Paulo(sucursal de Porto Alegre) , na ZH e no Extinto Diário do Sul, tendo tido ainda a ocupação de assessor de imprensa do Ministério Público Estadual.
Nascido em Cruz Alta em 06.02.1955 é filho de Bráulio B. de Souza e de Maria de Lourdes de Souza. Já residiu na rua Luiz Afonso,764/12. Atualmente montou uma empresa de assessoria de imprensa junto com Nikão Duarte e com outro colega.


Carlos Alberto Machado de Souza

Coleguinhas


* Samuel Vetore, da Record TV, casou no sábado passado, em Pelotas." É a terra da mulher dele" explicou Rodrigo Roddenbuch a Rogério Mendelski, ontem, no Bom Dia...

* Mendelski queria " fofoquinhas" do casamento no ar, mas não levou...." o que aconteceu em Pelotas, ficou em Pelotas" disse Rodrigo, meio sem espírito de humor, como é de seu feitio....

*Dia 27/07 a partir das nove da noite, o RECHe estará apresentando o cadeira cativa, na rádio Guaíba, diretamente do Barranco. Churrascaria é uma praça de esportes. O pessoal sempre termina lá a noite, depois dos jogos, ou das broncas dos conselhos...

*Cascatinha não está sumido. Vi ele ontem na Rua Uruguai. Não tem ido ao Jornal Gente, da Band, por estar de férias,segundo seu porta-voz informal A. Goulart.

*Nelson Moura manda carta indignada reclamando que há um jornal sendo distribuído no serpentário onde o responsável não é j ornalista. Mas a esta altura, o que isto importa se o STF liberou todo mundo, dizendo que não precisa mais ser jornalista pra trabalhar em jornal. O Moura, te toca, isto não tem mais importância alguma...

Coleguinhas

Acertando os ponteiros.


A alta cúpula da Brigada Militar sentiu o efeito da nota oficial largada pelo Sindicato dos Jornaltas no dia da confusão na frente da governadora Yeda Crusius e solicitou um encontro com a direção do sindicato pra conversar.

A tendência era até ontem de que o sindicato aceitasse o convite e fosse conversar na semana que vem...

Coleguinhas


Hospitalizado

O professor de inglês Saldanha, e que já fo integrante do prestigiado programa " Sala de Redação" da rádio Gaúcha está internado num hospital,adoentado.


Professor Saldanha de costas está hospitalizado

Câmara descerrará placa com nome de Heitor Kramer



A Câmara de Porto Alegre, por proposição do vereador João Carlos Nedel (PP), realizará no próximo sábado (25/7), às 15h, o descerramento da placa indicativa da Rua Heitor Kramer, localizada no bairro Guarujá, Zona Sul da Capital. O consultor de marketing faleceu em janeiro de 2005. Kramer era natural de Bom Jesus, no Interior Gaúcho, e estaria completando neste 22 de julho 70 anos.
Morador de Porto Alegre por mais de 40 anos foi casado com a jornalista Érika Kramer, com quem teve dois filhos. Formado em contabilidade, militou na área do marketing e despontou no segmento com atuação, em 1969, na Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil (ADVB/RS). Foi gerente de contas na MPM Propaganda durante oito anos. Pelo Grupo RBS permaneceu por 17 anos, e destacou-se como diretor de relações institucionais.
Após passagem pela RBS, tornou-se consultor de empresas no segmento do marketing. Como profissional corporativo que era, atuou nas direções da Federasul, Fiergs e ARP. Heitor Kramer também foi comentarista do programa Multimídia da Rádio CBN e da TV Com, e escreveu o livro “Vença com a mídia”, em parceria com o jornalista Túlio Milmann.
“Com toda esta história tive a satisfação de privar de sua amizade ao longo de mais de 30 anos de convivência”, resssalta o autor da proposta João Carlos Nedel. “Sua vida foi uma sólida afirmação do bem”, conclui o vereador.

Coleguinhas

* O Jornal da Noite, do coleguinha Danilo Ucha, completa 23 anos em agosto vindouro.Mas o gordo não fará comemorações. Apesar de diabético e safenado, os amigos se preocupam com ele porque não se cuida muito...

*O JN é o espelho da luta de um repórter que gosta de colocar no papel muitas informações.

Titulo de eleitor de Jango

Recebi por uma gentileza do João Silvestre do PDT cópia do título eleitoral do ex-presidente Jango. Seguramente será um dos documentos que estarão expostos no novo museu de S. Borja, que inaugura no dia 6 de agosto, com a presença do Ministro da Cultura do Governo Lula. A restauração da casa do Jango, na av. Presidente Vargas, em S. Borja custou cerca de 1 milhão de reais e foi feita por meio da LIC.

Os " mosqueteiros" da Ponte S.Borja-Sto Thomé...Parte II


da esq para a dir: eng. newton Brunelli( de barba,olhando pra frente) Jorge Vargas(falecido) Alcides Saldanha, então ministro dos transportes, atrás dele Paulo Maurer e Marco Telló, cumprimentando o ministro saldanha.

 

Depoimento de Marco Teló


" Eu tive uma reunião com o ministro Chiarelli( Carlos Alberto), ministro da Educação, na época estava o Hector Bacello, diretor da Universidade Bacello, de B. Aires e estava o Morlan Ferrugem, diretor da URCAMP, de Bagé, aqui no RS. Eu, na condição de presidente da Associação Comercial acompanhei a reunião. Visitamos dois hospitais e a faculdade de Medicina deveria se instalar em S. Borja, o hospital Infantil Ivan Goulart e o hospital Francisco de Borja. Visitamos as duas UTIS dos hospitais a uma hora da tarde sem almoço, sem nada e o local perfeito da faculdade de Medicina era S. Borja. Só que o Ministro Chiarelli disse o seguinte: que pra fazer uma faculdade tinha que ter a estrutura da casa , do colégio, do laboratório montado, câmara fria pra abrigar os mortos e ele achou muito difícil aí o Hector Barcello que era o diretor da Universidade Barcello que hoje funciona em Santo Thomé, não deu ouvidos ao ministro nem ao Morlam Ferrugem que ram muito elitizados aí foi lá começou a faculdade em Santo Thomé num sobrado de moradia. Tinha apenas dois quartos que foram transformados em salas de aula. E aí foi crescendo a Universidade de Hector Bacello, em Santo Thomé e hoje nós temos na Universidade Hector Bacello 2.100 alunos é o terceiro ano de Medicina que concluiu agora veio fisioterapia,veio Direito,pra Sto Thomé e nós temos quatro filhos sanborjenses médicos diplomados pela Universidade temos gente do Maranhão estudando em Santo Thomé, temos gente de S.Paulo, Minas Gerais, na faculdade de Sto. Thomé. Sto . Thomé é uma faculdade boa. Conheço a faculdade, conheço os professores, conheço a sede só que não presta verstibular. O aluno assiste 6 meses de aula e faz a prova. Se o aluno passou, o aluno já tá no primeiro ano. Não tem vestibular, tem um pré-estudo de seis meses. Aí presta um exame seletivo, se passar está no primeiro ano.
Na época da ponte eu era o presidente da Associação Comercial. Tive a felicidade de ficar seis anos. O mandato é de 2 em 2 anos. Fui reeleito pela terceira vez. Então tive seis anos de luta direta com a Assoc. Comercial no posto. Mas todas as viagens que fi não foi a Associação Comercial que pagou não foi gabinete de secretário de turismo nenhum, da prefeitura e nem de prefeito porque nós patrolamos todos os prefeitos....


o esboço da ponte com quatro pilares: Marco Telló e seus filhos Roberto Macki Teló e Gustavo Macki Teló.

Nós éramos uma comissão pró-ponte. Independente. Sempre procurando a integração dos órgãos municipais federais no EStado na épcoa era o Adão Faraco o secretário dos transportes..Na Cintea era seo Percy Penalvo e o ministro dos transportes muito nosso amigo na época o secretário geral era o Mário Picanço um senhor de aproxima damente 180 kg.

Se fosse pra buscar outra ponte próxima da nossa eu me engajaria de novo.Sem ressentimentos,sem nada... Nós tivemos muita reunião, mas nós ficávamos do lado de fora da porta. Mas eles se sentiam na obrigação porque quando terminava a reunião tinham que nbos dar explicação. Nós éramos a comissão pró-ponte. Nós estávamos ali para ouvir o que iam dizer . Isto muitas vezes aconteceu. Aconteceu em Corrientes, aconteceu em Foz do Iguaçu por diversas vezes. Nós chegamos assim tava todo mundo jantando no restaurante e dizia o Dr. Vinicius Gomes Pinto:
- EU TE DIZIA QUE A TURMA DA PONTE VIRIA PRA REUNIÃO!!!!

Então, nós sempre estivemos ao lado da reunião Só uma vez em Buenos Aires nós somos chamados pra participar de uma reunião e conseguimos convencer o Governo do Estado que se engajasse pela luta e se engajou que hoje a ponte é uma realidade...

Cruzam em torno de 10 mil pessoas ano só em janeiro e f evereiro só para a praia . O prefeito mAURER NÃO ERE PREFEITO, ELE ERA PRESIDENTE do Rotary quando ele engajou na ponte, depois foi diretor lá pelo distrital que agrega toda uma região aí ele teve mais força pra visualizar a ponte. Aí ele chamou a Associação Comercial, o CDL, o Sindicato Rural, todas as forças vivas da comunidade, inclusive o presidente da Câmara dos Deputados, o Ibsen, sempre estava com nós..
Associado com o Rotary de Santo Thomé aí que saíram os quatro integrantes da Argentina eos quatro integrantes brasileiros. Mas tudo de livro e espontânea vontade e a economia do próprio bolso. Era isto mesmo...

Nós visualizavamos o progresso da cidade. Não temos o reconhecimento mas não estamos pedindo que nos reconheça como um dos progressistas...
Eu tenho uma grande satisfação que mais de mil pessoas dia cruzam a ponte, 175 em média de caminhões por dia, multiplica isto por 30 dias pra ver o que dá...

Não temos mágoas. Nós somos cada um trabalhador independente, três da integração são comerciantes do comércio local de S. Borja. Chateados nós não ficamos porque todos somos pessoas adultas ná epoca sabíamos o que esstávamos e o que queriamos cada um tinha o seu trabalho. Eu tenho comércio estabelecido 29 anos vai fazer 30 anos com comércio residente na mesma casa onde comecei a trabalhar 30 anos atrás no mesmo ramo de atividade. Outro era lavoreiro, continua lavoreiro, mais dois são comerciantes da turma brasileira, né.

E os argentinos um era militar aposentado, outro era lavoreiro e outro tem escritório de contabilidade, todos gente de bem, com negócios próprios, aúnica coisa que se lembraram de colocar na ponte da Ingegração foram duas placas com nossos nomes que isto já vele muito. Não cobramos nada não ganhou nada. Só como dias antes deveríamos ser funcionários da ponte. Mas não temos reivindicaco nada...


Da esq para a dir: Leo Tatch, Dr. Martim Castilho, Bruno Maurer, Nelson Ceccon(engenheiro) e Marco Teló, quando foi aberto o acesso a ponte em construção.

Inauguração...

Aconteceu no dia 9 de dezembro de 1997]

Desceram dois presidentes no aeroporto João Manoel. Desceu primeiro o avião de FHC e meia hora depois desceu o Tango Uno, de

Carlos Menen. Nunca tinha acontecido antes em S. Borja que é uma terra de presidentes...

Marco sustenta que s.Borja tem quatro presidentes...Getúlio Vargas, João Goulart, Ibsen Pinheiro e foi terra natal também de ARAMBURU, que foi presidente argentino.Ibsen foi presidente interino do Brasil por 15 dias...

Antônio Aramburu Messa nasceu,segundo Teló, em S. Borja, depois se naturalizou argentino e mudou-se para B.Aires onde residiu muitos anos.



Chargista argentino homenageia os "oito mosqueteiros" da ponte Santo Tomé - São Borja

Nota do diretor do site:

Conversei com o chefe de Gabinete da prefeitura municipal sobre esta entrevista: ele lembrou que os mosqueteiros da ponte ganharam uma placa quando a ponte fez 10 anos de inauguração....

Todas as três fotos são do acerco de Marco Teló...

O livro do Caco que
não encontrava editor

Falei ontem aqui da Avani Stein, fotógrafa,que esteve na Nicaragua, junto com seu companheiro de então, o Caco Barcellos. Pois vou dizer um pouco que o livro do Caco, o Revolução das Crianças, que trata da revolução da Nicaragua,tem a foto da Avani...


Foto de Avani Stein


Aquele livro foi escrito nos finais de 1979, começou dos anos 80. O caco escreveu parte em S.Paulo e alguns capítulos ele o redigiu na casa de
Pinhal, que seu pai, Nércio, tinha naquele balneário. Hoje a casa foi vendida pelo inventário. A irmã Neusa achou que não tinha mais sentido ficar com ela...

Mas o livro Revolução das Crianças ficou sem editor uma pá de tempo...Um dia eu fui falar com o editor Roque Jacoby, ali na rua Santo Antônio,que topou largar o livro dentro da série que ele tinha, de DEPOIMENTOS.

Prá mim é uma das melhores reportagens feitas pelo Caco...

É um misto de humor com as situações da revolução que a gente não sabe se chora ou se ri....

As crianças foi chamado o livro porque o Caco que esteve lá,claro, disse que os rebeldes lutavam principalmente com crianças.


O Livro não fez nenhum sucesso. Foi lançado no restaurante LUGAR COMUM, numa noite de agosto de 1982. Não tinha quase ninguém, a não ser os amigos do Caco e lembro que a Avani também fez fotos. Ela reclamou muito naquela noite ( agora não lembro nem de quem, nem do assunto mas como é do seu feitio a Avani reclamou muito do editor). O caco não gostou que o Roque colocou embaixo do seu nome " Jornalista da Revista Veja".
Foi a primeira vez que tive a sensação que me metera num assunto no qual não deveria ter me metido...

Mas,enfim, faz parte da vida...

A secura de Brasília

Enquanto a Defesa Civil anuncia para os próximos dia muita chuva e muito frio aí no Rio Grande(Po, que saudades de Bento e das comilanças)aqui em Brasília já estamos nos preparando para os dias de secura.
A falta de humidade aqui so se compara com a secura do Saara.São dias de colocar perto das camas,bacias com água,toalhas humidas e a obrigação de beber muita água
Os futuros moradores que chegam aqui nesta época,a primeira coisa que pensam é em voltar para as suas terras natal.Mas existem algumas compensações.Os dias são lindos,muito sol e a certeza de que o seu churrasco no fim semana,não tera chuva para atrapalhar.E outra coisa a ,melhor de todas...é que não temos a presença de certos senhores que estão de recesso e visitando suas bases,eleitorais,para explicar as trapalhadas que vem fazer por aqui,de trerça de tarde a quinta à noite...

Coleguinhas

Urbim e Vacília foram meus chefes

na rádio da UFRGS!


Vou falar hoje sobre os dois colegas que tive quando fiz um estágio, pela FABICO, na rádio da UFRGS. A diretora era Vacília Derenji e o chefe de jornalismo, o hoje escritor,Carlos Marino Silva Urbim, o crianceiro, como é conhecido, porque escreve temas ligados às crianças.

Vacília Derenji nasceu em 18.11.1931. Trabalhou no Correio do Povo onde ingressou em 1960 como redatora.

Vacília foi diretora da rádio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul(UFRGS), localizada na rua Sarmento Leite. Aposentada, reside em Gramado(RS). Em Porto Alegre já residiu na rua Anita Garibaldi,1730/401 e na av. Alegrete,136.

Carlos Urbim nasceu em Santana do Livramento em 04.02.1948 filho de Marino Ávila Urbim e de Amália Silva Urbim. Já trabalhou na Folha da Manhã, da Cia Jornalística Caldas Junior(CJCJ) e na rádio da UFRGS. Residiu na Rua dos Andradas 793/23.Urbim tem se dedicado ultimamente à literatura infantil.

Serafina comemora 49 anos de emancipação!

Pouca coisa o município está fazendo neste niver de sua emancipação política porque está se guardando pro ano que vem quando completa 50 anos de emancipação. Aqui reproduzo um abaixo - assinado feito em abril de 1958,quando os moradores da então LINHA ONZE DE GUAPORÉ se manifestaram a respeito de uma possível emancipação. Claro que a maioria dos que assinaram ali eram moradores vizinhos do local onde me criei e praticamente a todos conheci. A grande maioria está morta...

A emancipação deu-se em 25 de julho de 1960 e o primeiro prefeito foi Amantino Montanari, que não havia nascido na localidade, mas chegara, como a grande maioria dos moradores, de fora. Ele, no caso, viera de Santa Teresa.

Tenho uma vaga recordação, uma memória quase tênue das manifestações da emancipação. Recordo de uma turma de homens contentes soltando foguetes e um sendo carregado nos braços dos demais. Vendo uma foto no livro do professor Zambebnedetti deu pra ver que a turma carregava o Amantino, que na verdade, nem foi o presidente da comissão de emancipação. " Meu pai era uma espécie de Golbery. Ele ficou nos bastidores" disse-me seu filho, o dentista Luis Carlos Montanari.
Pra ver como são as coisas, hoje nenhum filho do primeiro prefeito vive no município. Todos foram embora. Serafina é hoje uma cidade de forasteiros, que são atraídos principalmente pela indústria de carnes(frangos, da Perdigão) e pela Credeal, a maior fábrica de cadernos da América Latina.

Coleguinhas


A Avani está morando aqui!

Até que rimou...

encontrei a colega fotógrafa hoje de manhã levando sua cadela pra caminhar na pracinha da Encol. Achei a Avani bem envelhecida, embora ela não seja mais uma guria...

Disse-me que morou 35 anos em Sampa e que agora resolveu vir pra Portinho,onde nasceu e onde começou sua vida.

Conheço a Avani há longas jornadas...

Lá se vão os tempos em que ela andava num fuscão, no começo dos anos 70, sempre com uma minisaia e mostrando aquelas maravilhosas coxas que ela tinha....

Avani era fotógrafa e estudava na Famecos da PUC quando o Eduardo Crescente resolveu apresentá-la ao Caco Barcelos, que estudava Matemática na PUC.
Crescente até hoje se penitencia pelo que fez, porque a Avani era casada com o Bernardo Stein e se apaixonou pelo Caco. Talvez não pelo Caco em si, mas pela " idéia" do Caco,como diria o filósofo Platão...< br />
O Caco era um jovem libertário - apenas na aparência, porque por dentro era tão conservador quanto seu pai que nunca conheceu outra mulher senão sua esposa Antoninha - cabeludo, inteligente e que estava disposto a correr o mundo.

A Avani foi tentada pela " idéia" do Caco e largou marido,os três filhos pequenos - a quem ela reencontrou anos depois - e saiu a viver pelo mundo.
Não sei por menores mas deve ter comido o pão que o diabo amassou...

Viveu em NY,esteve na revolução sandinista da Nicaragua em 1979 - as fotos do livro Revolução das Crianças do próprio Caco são dela - mas eu acho que ela sempre teve luz própria...embora o marido tenha voado vôos maiores profissionalmente falando...

Mas o que isto importa?

Importa que a Avani está morando aqui, na av. Alegrete. " Não saio à noite" avisou-me. Tive vontade de responder:

-Mas quem quer saber se tu sais ou não à noite?

Futuro Papa:

Já corre aqui em Brasília,nos meios diplomáticos,palpites sobre a próxima sucessão papal,apesar do Papa Bento XVI,estar em ótima fase (a não ser pelo punho quebrado...)
E o nome mais falado é o do representante do Vaticano em Brasília,Dom Lorenzzo Baldisseri.
Dizem os comentários que o homem está sendo criado pela Santa Sé,hà muitos anos como um futuro candidato.
D.Lorenzzo,além de ser muito inteligente e culto,é muito simpático.Nas reuniões sociais,sempre dá uma canja na participação musical tocando um piano primoroso e cantando como um Pavarotti.

MARCOPOLO FORNECE 39 ÔNIBUS URBANOS TORINO
PARA EMPRESA DE TRANSPORTE DO PERU


Caxias do Sul (RS), 20 de julho de 2009 - A Marcopolo, por intermédio de sua representante PeruBras, fez a entrega, em Lima, capital do Peru, no início de julho, de 39 ônibus urbanos Torino para a ETUCHISA ? Empresa de Transportes Los Chinos. Os novos veículos serão utilizados para o transporte de passageiros nas principais linhas da cidade peruana.


De acordo com Ricardo Rossi, diretor da PeruBras, esta é a primeira venda de ônibus urbanos da Marcopolo para o mercado peruano desde o final da década de 90. ?Neste período, fornecemos somente modelos rodoviários. E esta venda representa importante conquista e abre oportunidade para novos fornecimentos no segmento urbano?, destaca o executivo.
Segundo Paulo Andrade, diretor comercial para o mercado externo da Marcopolo, desde 2007 o Peru vem se destacando como um dos mercados com maior crescimento de vendas. ?No ano passado, desenvolvemos e exportamos ônibus rodoviários com 15 metros de comprimento, inclusive sofisticados Double Decker?, explica Andrade.
Os ônibus Marcopolo Torino, com chassis Mercedes-Benz OF-1721, têm capacidade para transportar 49 passageiros sentados. Robusto, versátil, de baixo custo operacional e elevado valor de revenda, o modelo possui proteção especial anticorrosiva e piso em alumínio antiderrapante.
A ETUCHISA ? Empresa de Transportes Los Chinos iniciou operações em 1993 e é hoje uma das principais empresas do Peru. Com frota de 140 ônibus atua principalmente na região metropolitana da cidade de Lima.


Gripe Suína

Recebi do amigo engenheiro Dorivaldo Driemeyer, o TRIPINHA , e não sei até que ponto isto é confiável ou não mas com certeza mal não faz. Ele me deu um manual de cuidados pra gripe suina. Repasso:

1) Tome UM LITRO E MEIO DE água por dia

2) NÃO TOME LEITE

3) use e abuse do iogurte natural

4)USE E ABUSE DO ALHO

5)faça dieta vegetariana

6) COMO SALMAO,bacalhau e sardinha

7) COGUMELO SHIITAKE, CHÁ DE GENGIBRE

8) EVITE carnes vermelhas e derivados

9)Evite óleo de milho,de girassol ou de soja.

Brasília

Estou preparando alguns textos sobre coleguinhas.Mas como
estou com pouco tempo,ainda não consegui escrever como eu quero,já
que as historias,são muito boas.Mas até o inicio da semana mando tudo
direitinho
Enquanto isso,fico aqui torcendo pelo Gremio, para o jogo de amanhã.


Sergio

Casa da Criança

 

Sugestão

vi a foto agora. legal. isso, circuito elizabeth arden...
outra coisa, se não tiveres nada para fazer, dá uma olhada no meu blog:
http://lauronews.blogspot.com/

estou colocando umas nostalgias e umas pauladinhas lá!

ld

Verdade Inconveniente

Quem não viu ainda “Verdade Inconveniente”, dirigido por Davis Guggenheim, terá a oportunidade de assistir o documentário gratuitamente na quarta-feira, 22 de julho, às 19h, no Cine Universitário, Sala da Redenção Ufrgs - Av. Paulo Gama, 110, Campus Centro. Após a exibição do filme, haverá um debate sobre o tema, com a participação do biólogo e mestre em biociências, Rodrigo Cunha. O evento é promovido pela ONG Democracia Inclusão Social e Trabalho (DistBrasil) e Liga dos Direitos Humanos com apoio Sindicato dos Psicólogos do RS, da Marcha Mundial pela Paz e Não Violência e pelo Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos.

O que: "Verdade Inconveniente".
Quando: quarta-feira, 22/7.
Onde: Sala Redenção da Ufrgs
Hora: 19h.

De primeira:

Ex foi dar solidariedade à governadora!

O professor Carlos Crusius - como irei chamá-lo, ex-da governadora Yeda Crusius - contou a quem foi ouvi-lo na última quinta-feira, na ADCE( Associação Dirigentes Cristãos de Empresas) que ele não estava na casa no dia da balbúrdia que fizeram ao amanhecer, mas que assim que soube foi pra lá.

A palestra do prof. Crusius na ADCE abordou a história do Estado e quem a ouviu disse ter sido muito interessante.

Coleguinhas


Lauro Dieckmann

Lauro vai pro circuito Elizabeth ARDEN


Eu tou me aprontando pra ir assistir um jogo de briscola na capela são pedro, lá em serafina...mas o coleguinha Lauro Dickmann está " afivelando as malas" como gostam de dizer os colunistas sociais e vai pro chamado Circuito Elizabeth Arden agora em agosto. Quem não sabe que circuito é este é só lembrar: Paris, Roma e Milão...Ah...

Um perdigueiro me contou o roteiro do Lauro. Enquanto perco um redator aqui, ganho um correspondente internacional, se é que ele vai parar seu tour onde estará gastando em euros pra enviar algumas linhas e algumas fotos. Os leitores penhoradamente agradecem se ele o fizer.Lauro que hoje faz trabalho voluntário conheceu muitas redações no passado,entre elas JB,ZH,JC, e me parece a FTarde.

Então nada nos resta a não ser desejar boa viagem.

Redações antigas



Que redação é esta ? Alguém sabe ?

Nesta foto que publico, tenho dúvida de que redação se trata. Se da Folha da Manhã, da Folha da Tarde, ou de uma sucursal, que acho que não era.Tenho a impressão que dois dos gajos que estão na máquina, um seria o Osmar Trindade, falecido dia 30 de junho e o outro seria o Otacílio Grivot. Mas é apenas uma sensação.E atenção para os que pesquisam sobre isto: as máquinas tinham sempre o logotipo redação que não eram pra serem surrupiadas pelo comercial ou pelo setor administrativo. Ebanês Flores, que cuidava das máquinas de toda a RBS disse-me que as máquinas vinham sempre sem a tampa. Ele não entendia que mania era aquela do redator tirar a tampa da máquina. Ele acha, mas apenas acha, que era porque o redator " gostava" de ver a tecla batendo no papel, saindo impresso.

É pode ser...

Se alguém identificar esta redação, peço a gentileza de me ma ndar dizer. E se possível o nome de algumas criaturas que estão nela.

Coleguinhas:

* Fernando Albrecht saiu do Jornal Gente da Band AM? Sexta-feira passada estava o Adão Oliveira no seu lugar.

Os " mosqueteiros " da ponte
São Borja-Santo Thome( Parte UM)




No bairro do Passo,era onde antes se fazia a travessia, de balsa, entre S.Borja/Sto Thomé.

Em 19/06/2009, Marcos Teló, hoje dono de uma relogoaria em S. Borja, deu-me um longo depoimento sobre uma turma de lideranças da região que acompanharam a construção da ponte São Borja-Santo Thomé, chamada de ponte da Integração.Reprdouzo seu depoimento, com a ressalva de que esta gente ficou conhecida nos meios oficiais por Turma da Ponte, justamente porque cada evento que tinha eles pintavam lá.


Marcos Telo, Paulo Maurer, Ibrahim Mamude, numa visita a construção da ponte entre os anos de 1996 e 1997.

Os integrantes da turma foram João José Pinto, Newton Brunelli, Loreno Toscan, Ibrahim Mamude, Paulo Maurer e dois argentinos, que moravam em Santo Thome.

Eis o depoimento do Marcos Teló, um dos integrantes dos mosqueteiros da ponte da Integração:

" Moro em S. Borja há 42 anos tendo 22 anos de luta para buscar a conquista e buscar o local.Fizemos muitas viagens em busca do local e m encontros com autoridades brasileiras para determinarmos e encontrarmos um ponto chave para construirmos a ponte S. Borja Santo Thomé.

Pedro Simon e a ponte


reunião na Câmara Municipal de S. Borja pra discussão da ponte: Da esq p/dir: Marco Teló, Paulo Maurer, Pedro Simon, Dirceu Dornelles Filho, presidnete da Cãmara Municipal, deputado estadual Paulo de Araujo Ribeiro Odone,Lúcio Bender, do sindicato rural de S. Borja.

Nós fizemos um mapa do RS e um mapa do Brasil e nós cortamos do superporto de Rio Grande aqui no RS com o porto de Antofagasta no Chile no Pacifico e fizemos uma linha reta entre os dois superportos e cruzava justamente por S. Borja com 3.800 km e quem cruzasse do superporto do Rio Grande pelo estreito de Billing dá uma média de 24 mil km e se sair do superporto do Rio Grande ao canal do Panamá dá em torno de 14 mil km. Nós cortamos o mapa do RS do superperto de Rio Grande até Antofagasta no Chile, dá 3.860 km.Aí nos fizemos uma demonstração dentro do mapa do RS, levamos ao governador Pedro Simon na época e aí o governador declinou exatamente o local da ponte na travessia entre S. Borja e Santo Thomé para ligar primeiro as duas cidades.
Aí foi tomando e como o governo do Estado assumiu ligando o RS a Corrientes e aí a coisa foi tomando corpo nos interessamos saíram " n" reuniões em S . Borja , em Santo Thomé, em Buenos Aires, em Corrientes, em Porto Alegre,( no DAER) Foz do Iguaçu, nos Ministérios das Relações Exteriores,, na Cintea, que era o órgão do Governo das estradas,junto com alguns empreiteiros onde estava do dr. Vinicius Gomes Pinto que era um dos engenheiros da BR-290 que liga a Uruguaiana, muito conhecedor da região, aí fomos indo uma reunião sucessiva a outra a cada 30 ou 40 dias. E nós da comissão pró-ponte São Borja-Sto. Thomé nós éramos vistos como integrantes nós éramos assim: 4 brasileiros e 4 argentinos.onde descobrimos que tinha uma reunião de planejamento, de reunião estratégica,entre Brasil e Argentina, os oito, os quatro brasileiros e os quatro argentinos se faziam presentes com despesas unicamente do próprio bolso.
Nunca tivemos ajuda nem do município nem do Estado, nem do Governo Federa l.Nós éramos amantes pra conseguir fazer esta travessia.
o gasto não reclamo, ele foi bem gasto.foi em busca de alguém que se interessasse que conseguissesse fazer a ponte S. Borja-Santo Thomé.
Que hoje é uma realidade! Tivemos mais de 150 mil km rodados entre Brasília e Buenos Aires, do Iguaçu, Corrientes, Porto Alegre, todas as despesas do próprio bolso deveríamos de ser sim um dos funcionários da ponte mas não tou reivindicando isto nem tou pedindo a ponte vai fazer 11 anos agora em dezembro ela está ai pra quem quiser ver...
Nós chamamos ela de CMFRI- Centro Unificado de Fronteira.Ela tem as aduanas , os escrítórios, todos eles integrados. Nós não temos burocracia. É a ponte com maior parque estacionário de veículos até hoje a descoberto.
Nem o superporto de Rio Grande tem o estacionamento que tem a ponte internacional S.Borja-Sto. Thomé.
chamada de ponte da integração.

Furando o Bloqueio da Casa Rosada(sed e do Governo Argentino, em B.Aires)

Nós tínhamos o DE BRUm que era um tenente aposentado do Exército que fazia parte e que conhecia muto bem a casa Rosada - palácio presidencial argentino - e por ocasião da visita do presidente Brasileiro José Sarney( portanto foi antes de 1989)O presidente argentino era o Carlos Menem.
A reunião estava marcada para as duas da tarde. Nós saímmos de S.Borja, de noite, amanhecemos em Buenos Aires e as 14 horas nós entramos na Casa Rosada em fila indiana, um atrás do outro, não prestamos declaração a ninguém a nada sentamos na primeira fila junto com os ministros brasileiros e argentinos nós na frente com o Sarney com o embaixador brasileiro, com o embaixador argentino e ao sair da reunião o embaixador brasileiro, o Thompson Flores nos convidou para ir jantar na casa dele...
e a senhora do embaixador que não me lembro o nome dela nos ofereceu um jantar e ela mesma servindo a bandeja de frios pros novos b rasileiros que nós éramos conhecidos como a comissão da ponte s.borja-santo thomé.
Nós estávamos em busca de quem fizesse a ponte.
Quando nos dirigimos a Casa Rosada tinha segurança, tinha uma parafernália ali pra revistar quem entrasse na Casa Rosada. E disse o tenente Brum:
- DE CABEÇA ERGUIDA NAO SE OLHA PRO LADO VAMOS CONVERSANDO DIRETO ATE A ENTRADA. E ENTRAMOS NA CASA ROSADA SEM DAR EXPLICAÇÃO PRA NINGUEM TIVEMOS COM OS MINISTROS BRASILEIROS O DAS RELAÇÕES EXTERIORES, COM O mÁRIO pICANÇO que era o diretor, o secretário geral do Ministério dos Transportes então ali tivemos acesso com o embaixador Thompson Flores que de noite nós fomos jantar com ele e para nossa satisfação a esposa do embaixador pediu que a gente tirasse uma fotografia com ela. Ali na embaixada brasileira com ela e com o embaixador a comissão se postou pra tirar a foto e ela disse o seguinte:
- Domingo ao meio - dia o Ministro CAVALLO( Domingos) da Economia ar gentina vem almoçar com o Thompson Flores e ela nos disse:
- Eu vou pedir que o Cavallo intervenha pra construção da ponte S.Borja-Sto Thomé. Então nós ganhamos uma alidada muito forte de graça e bem receptiva a comissão da ponte.


a turma da ponte chega de Buenos Aires e comemora pelas ruas de são borja a instalação da ponte. Camionete com a carreata percorre a rua Gal. Marques em S.Borja(RS).aparecem na camionete Paulo Maurer(ex-prefeito) Mário Roque Weis( ex-prefeito) Marco Teló, Ibrahim Mamude,entre outros. população assiste.

A demora...
Foi uma longa demora justamente porque os órgãos oficiais porque como são duas nações quem decide é a federação brasileira e argentina. Se fosse estadual,dentro do Estado seria ele que determinaria . E se fosse de uma cidade igual a S.Borja a S.Luis é o município quem decide aqui tinha a municipalidade, o Estado e a federação. Então tinha que ter licença em conjunto dos três órgãos pra sair a ponte.Nós fomos felizes que numa reunião destas os estudantes de Córdoba se interessaram pela ponte pelo nosso mapa traçado e vieram até S.Borja ver a localização e nós mandamos desenhar uma ponte há 20 anos atrás e aponte da Integração está justamente construida exatamente no nosso desen ho de papel saiu a ponte de concreto, a ponte da Integração

Sonho Antigo...

Desde 1972 quando era prefeito de S.Borja José Pereira Alvarez chamado de JUCÃO a prefeitura de S.Borja emprestava as máquinas para rebaixar o estacionamento da barca, em Santo Thomé, porque santo thomé não tinha condições. Então se fazia uma passagem muito precária por barcas.

Então foi crescendo o movimento de passagem internacional tudo e nós achamos desde 1972 que S.Borja era merecedor de uma ponte que ligasse uma cidade a outra.um estado a outro, um país a outro, tipo a ponte de Uruguaiana.
Só que a ponte de Uruguaiana foi dada no tempo de Getúlio Vargas, a passagem é gratuita e esta aqui de S.Borja é feita por um consórcio com os dois estados e os dois países e tem um período de exploração por 25 anos.E a ponte em si, nós chamamos de travessia,ela está pronta porque nós chamamos de travessia, os acessórios, os escritórios e o pátio de estacionamento alfadengado ele está sempre em expansão. Cruzam em média 170 caminhões por diaIsto é tudo comércio de RJ,BA,SP.Cada carga desta não baixa nunmca de 30 mil dólares. A ponte S.Borja-Sto Thomé é uma fonte arrecadadora pra União de impostos e para o Estado....

fotos são do acervo de Marcos Teló.


a comissão da ponte durante assinatura de um ato

Estação Porto Alegre será lançado em Bagé e Santana do Livramento


Na próxima semana, a Secretaria Municipal de Turismo e a Viação Ouro e Prata iniciarão os lançamentos do programa Estação Porto Alegre em cidades do interior do Estado. No dia 21 o programa será apresentado em Bagé, às 19h, na Associação Comercial e Industrial, e no dia 23, em Santana do Livramento, às 9h, durante café da manhã no Hotel Portal. Os dois eventos contarão com a presença do secretário de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes, da diretoria da Ouro Prata, autoridades locais, empresários e agências de viagem.
Estação Porto Alegre é dirigido a moradores de cidades do interior gaúcho, que são incentivados a visitarem a capital do Estado para usufruir da programação cultural, opções de lazer, de compras e da variada oferta gastronômica que a cidade dispõem o ano inteiro. Um dos objetivos do programa é atrair os turistas gaúchos especialmente nos fins de semana, quando a ocupação na hoteleira cai. De janeiro a maio deste ano, a taxa média foi de 35,88%, representando uma queda de 30,7% em relação à média dos dias úteis, de 51,79% de de leitos ocupados. A capacidade instalada do setor é de 13 mil leitos.
Descontos e atrações - O programa oferece, por meio de nove agências de turismo credenciadas, pacotes de viagem rodoviária com descontos e pagamento parcelado. Além da passagem mais barata, o turista pagará menos na diária de hoteis, em 35 restaurantes conveniados, em ingressos para shows em espaços como o Opinião e Pepsi On Stage, peças de teatro e várias outras opções culturais e de lazer. Entre elas estão passeios de barco no Lago Guaíba, city tour no ônibus de dois andares Linha Turismo, exposições no Museu de Arte do Rio Grande do Sul, o contemporâneo Museu da Fundação Iberê Camargo e o interativo Museu de Ciências e Tecnologia da PUC. Há ainda as opções do Futebol Tur, com visitas guiadas aos estádios Olímpico e Beira-Rio para conhecer a estrutura e a história dos dois times campeões mundiais, e do Sport Day Use, que dá acesso aos principais clubes sociais e recreativos da Capital para esportes ou atividades físicas.
O pré-lançamento do programa ao mercado ocorreu na Capital, no final de maio, na sala VIP da Ouro e Prata instalada na Estação Rodoviária. A empresa de transporte rodoviário de passageiros integra a rede de parceiros do programa, que conta ainda com nove agências de turismo, as produtoras culturais Branco Produções e Opus, as casas de show Opinião e Pepsi On Stage, Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Museu de Ciências e Tecnologia da PUC, e os barcos de passeio Travessia, Cisne Branco e Farol de Itapuã. Em setembro, o produto será apresentado em Ijuí, Carazinho, Santo Ângelo e Santa Rosa, cidades gaúchas da Região das Missões.

A vida como ela é....

 


Os fatos aqui narrados são invenção. Se houver coincidência com a realidade, é mera coincidência

A faxina da esposa

só era paga mediante a companhia do marido

para um bom trago num bar....


Brasinha era uma espécie de pagador de contas, um faz tudo que perambulava pela repartição. Fazia muita coisa pra algumas pessoas da instituição. Para um jornalista, pagava contas, ia na fruteira do " BOM LADRÃO" como o jornalista a chamava comprar laranjas selecionadas, pãozinho no meio da tarde. Era o típico faz tudo, mas tudo na maior dignidade.A repartição que Brasinha frequentava pros seus bicos ficava no triângulo da cidade, onde está incrustado o poder....

Brasinha arrumou um cliente pra esposa fazer faxinas na sua casa.Era um solitário.... Não era o mesmo para o qual ele fazia pagamentos e outros afins....

Este cliente das faxinas era funcionário da instituição que Brasinha frequentava mas que ocupava um bom posto. Ganhava bem...


O problema é que o Brasinha tava a fim de desistir, ou melhor de que a esposa dele desistisse das faxinas, tudo por uma simples questão: pra receber era um suplício. Não que o camarada não quisesse págar, que fosse um caloteiro, não isto.É que o freguês exigia a presença do Brasinha em bares onde ele fazia happy hour após o expediente.

E dias atrás, num daqueles dias de cão de inverno, Brasinha chegou na repartição no meio da tarde, achando que naquele dia pelo menos o freguês das faxinas de sua esposa fosse lhe pagar a faxina e que não o liberasse. Brasinha chegou faceiro pro jornalista e então foi ver-se com o cliente da esposa, achando que ele voltaria de lá com a prata da faxian...

Desceu furioso, cuspindo fogo pelas ventas.

- Ah, já sei, hoje com esta chuva, com este frio, com esta umidade seguramente ele vai querer ir no bar do Sindicato dos Bancários ali na ladeira, vociferou o Brasinha.

E Brasinha passou contar como o cliente da esposa se comportava nos locais onde ia beber,solitariamente:
- Não fala com ninguém, humilha os garçons, fida ali tomando seu chopp e quando termina nem fala nem comigo, nem com o garção. Apenas faz o sinal pra trazer mais um...

Mas Brasinha tinha que fazer isto pra poder pegar o dinheiro da faxina da esposa.... No final do happu hour, onde praticamente não tinham trocado uma palavra, ele pagava o que devia ao marido da sua faxineira. Era um solitário esquisito, pensou alguém, não excentrico, esquisito.....

colaboração doleitor A. Goulart


SABE A RAZÃO DOS NOMES DOS ANJOS?

Gabriel, Rafael, Miguel e outros anjos... Todos terminam
com 'el'.
Com base nos escritos de estudiosos sérios, teólogos e
rabinos, novas tabelas de anjos 'foram criadas'.
Sendo assim, veja no texto abaixo as novas descobertas
relativas aos estudos desses seres protetores


NOVOS ANJOS:


Aluguel - anjo mau. Não deixa a pessoa conseguir sua casa
própria;

Embratel - anjo protetor do monopólio das comunicações;

Chanel - anjo protetor dos costureiros, estilistas e
outros boiólas ;

Papai Noel - anjo protetor do comércio. Só aparece no
fim do ano para acabar com seu 13º;

Tonel - anjo protetor dos alcoólatras anônimos e
bêbados em geral;

Pastel - anjo protetor das colônias japonesas e chinesas;

Gel - anjo que protege as pessoas com cabelos rebeldes;


Manoel - anjo protetor das piadas preconceituosas;

Papel - anjo protetor daqueles com intestinos soltos;

Anatel - anjo que, como qualquer outro órgão do governo,
não serve para coisa nenhuma

Recebi sem indicação da AUTORIA

Faz 40 anos que me estourou uma apendicite aguda e quase fui pro saco...

Neste 20/07 comemora-se 40 anos da descida do homem à lua, mas eu me lembro desta data por outro motivo: Morava então na JUC-5, na avenida Venâncio Aires,1016( ou teria sido 1022) quando na noite de domingo, dia em que o Homem desceu à Lua, ou caminhou sobre a Lua, começou-me uma forte dor de barriga, com vômitos.
No dia seguinte, continue mal, muito mal, na cama.

Vomitava cada vez mais...
Ao meio dia, um dos colegas que moravam no meu quarto, o nome dele era Celito (natural ou de Nova Bréscia, ou de Anta Gorda, não tenho bem certeza) levou-me até o HPS.
De lá não saí mais e me levaram numa maca até o Cristo Redentor, onde pouco antes das 5 da tarde fui operado.
Estava com apendicite aguda e nunca mais esqueci que logo depois que me deram a anestesia geral (não tinha nenhum amigo, nem nenhum familiar comigo) ouvi apenas o médico dizendo em francês: nous allons comencée...

Acordei não sei quanto tempo depois, na sala de recuperação, mas com uma forte dor...
Uma grande indisposição.
Na verdade me abriram a barriga, não como um frango, como disse o presidente Figueiredo quando fez cirurgia do coração, mas um bom corte que guardo a cicatriz até hoje.

Em uma semana fui me recuperando...
Como era jovem, me recuperei rapidamente...

A única pessoa que foi ver-me no hospital foi a esposa do meu patrão, o Eddo Mallmann, que era o dono da Transportadora Mallmann que ficava ali na av. Benjamin Constant.Eu pegava sempre o ônibus verde e amarelo do Expresso Bianchi pra ir pro trabalho.
Meus pais ficaram sabendo em Serafina, por meio do Irceu Gasparin, que morava em Porto Alegre.
Quando saí do Cristo Redentor, só voltei lá depois pra tirar os pontos e em seguida voltei ao trabalho. Minha sorte foi que eu já tinha carteira assinada e o hospital foi pago pelo INPS.Guardo a lembrança sempre que quando fiquei convalescendo da cirurgia me acordava as 7 da manhã com o apito estridente da fábrica de fogões Wallig que ficava na av. Assis Brasil, bem em frente do Cristo Redentor. Acho que naqueles anos o Hospital ainda era do Jair Boeira. Depois, poucos anos depois, ele foi encampado pelo Governo Federal e hoje forma o grupo hospitalar conceição.


ARMSTRONG, um dos homens que pisou na lua há 40 anos.

Coletiva da Abimaq

O que destaco:

1) Segundo o presidente da entidade, Luis Aubert quem está bem dentro do setor é quem fornece pra Petrobrás.

2) Em 2008, o faturamento do setor foi 30% superior ao de 2007. Por isto que este ano, com a crise, as comparações vão dar que deu uma grande despencada.

3) Já perderam o emprego no Brasil no setor este ano 17 mil trabalhadores. Cada empregado do setor demora, em média, 9 anos de treinamento. Por isto,diz Luis, as empresas relutam muito em demitir os empregados.

4) Luis Aubert brandiu seu celular - e depois de dizer que ele valia um pouco mais por ter o distintivo do Corinthias - lembrou que ali existiam 4 toneladas de soja. "Estamos trocando espelhinho por esmeraldas ainda hoje".

5) Aubert chamou a atenção da guerra fiscal entre os Estados." Há três anos Minas Gerais fez uma guerra fiscal muito agressiva" disse ele.

6) Alguns dados da Abimaq. Foi fundada em 1937.Tem 1.400 associados e representa 4,5 mil empresas.

7) As reivindicações dos fabricantes de máquinas são:desoneração de impostos , uma linha de financiamento e controle de câmbio.

8) Fábio Branco, prefeito de Rio Grande, pegou uma janela no evento e não parou de vender seu peixe, com o perdão do trocadilho. Investimentos no polo naval foram seu forte.

9) Mânlio Gobbi,antigo lutador do design gaúcho esteve no almoço da Abimaq e deu uma palhinha.


Luiz Aubert - Presidente da Abimaq


Luiz Aubert - Presidente da Abimaq

 

Nota Oficial

Recebo e publico esta nota oficial:

A direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul e a Associação Riograndense de Imprensa (ARI) repudiam a atitude da Brigada Militar no trato com a Imprensa. Várias equipes de reportagens tiveram seu trabalho cerceado na manhã dessa quinta-feira, durante o episódio ocorrido em frente ao número 806, da Rua Araruama, Vila Jardim, residência da governadora Yeda Crusius. No entendimento destas entidades, a ação dos policiais que retiraram e isolaram os profissionais durante o manifesto promovido pelo Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul nos remete aos anos de chumbo, quando jornalistas eram proibidos de exercerem seu trabalho.


Foto: Roberto Vinicius / Agência Freelancer

Entendemos que vivemos em um estado democrático de direito e que nenhuma autoridade pode tentar calar a imprensa. Lembramos ainda que episódios como este tem se tornado rotineiro no Estado, em especial na cobertura dos movimentos sociais. O Sindicato e a ARI esclarecem ainda que muitos profissionais, apesar de não estarem vinculados aos veículos da grande mídia, integram a categoria profissional e também não podem ser impedidos de exercerem suas atividades, seja como free-lance, ou assessor de imprensa.


Foto: Roberto Vinicius / Agência Freelancer

Este tipo de ocorrência fere a todos os profissionais em exercício no Rio Grande do Sul, pois tem o objetivo de cercear a liberdade de informar. As entidades cobram providências do Comando da Brigada Militar para que não se repitam mais atos como esse contra profissionais que estão a serviço da sociedade e da qualidade de informação. Num momento em que se debate a liberdade de expressão, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul e a Associação Riograndende de Imprensa querem que os jornalistas tenham o direito da liberdade profissional.


Foto: Roberto Vinicius / Agência Freelancer

* Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS
* Associação Riograndense de Imprensa

 

Neto de Jango faz estágio na Assembléia...

João Alexandre Goulart,30 anos, formando em Publicidade e Propaganda da PUC é o clássico exemplo daquele ditado que diz: avó rico, pai nobre, neto pobre....Ele pode ser visto de tarde na salinha J.C. Terlera atendendo os jornalistas que lá trabalham. Alexandre, como é mais conhecido, é filho de João Vicente Goulart,filho de Jango e Maria Thereza Goulart e sua mãe é a uruguaia Stella.
"Meus pais se conheceram no exílio" diz Alexandre que fez uma monografia para sua formatura chamada de "Patrocinadores do Golpe, a propaganda conspiradora como e quando se derruba um presidente da República com propaganda ideológica". Seus professores orientadores foram Sílvio Koch, Luciano Klöckner e Glafira Bartz.
Depois que concluir seu estágio na Assembléia Legislativa do Estado, Alexandre Goulart deverá passar uma temporada em Brasília. Lá pretende dar uma mão na formação do Memorial do Avo, João Goulart. De estilo diferente do irmão Chrisphofer, Alexandre é simples e quando contou a primeira vez que era neto do Jango,na salinha J.C. Terlera muito coleguinha achou que ela tava atochando...que era um 171!
Alexandre que nasceu no Brasil, em 1979, depois que os pais tinham voltado da Inglaterra,criou-se no Uruguai, onde fez o primário e secundário. Primeiro em Montevideo e depois em Punta Del Este.Está no Brasil desde 1998, 99 morou no RJ e regressou a Porto Alegre, em 2005 onde está até hoje.
Talvez a monografia vire livre, adianta Alexandre que conquistou a simpatia dos coleguinhas da salinha pela sua simplicidade.


João Alexandre Goulart

 

Niver de serafina

* O advogado Oraldo Rodrigues diz que não vai mais a Serafina nas datas do município porque torrrou o saco de ver sempre as mesmas coisas. Carroças andando pelo centro, disputas de briscola, quatrilho, etc...sim, mas o que é que eles iriam fazer?

* Há um serafinense que mora no Paraná que sempre vem a Serafina. É personagem de um livro que vou lançar sobre o município proximamente. O gajo ganhou dinheiro e agora vem de avião até Guaporé. DEpois antes de ir embora, dá uma volta sobre Serafina com seu teco-teco. Aí os gajos olham pra cima e dizem, olhá lá o avião do fulano. E isto que quando era piá ia a missa montado num burro com mais dois irmãos. Tu ves que tem valor um camarada destes...

*Paulo Tigre, presidente da Fiergs, andava visitando Serafina, mais precisamente a CREDEAL, grande fabricante de cadernos. CREDEAL vem de ADIVO CREMA, EDI DEITOS E CARLOS ALBAN. O primeiro morreu num acidente de carro em Soledade, nos anos 80, o segundo vive e o terceiro também. Mas a empresa ficou só com carlinhos alban. Em Serafina,corre uma piada sobre seu pãodurismo: ele deixa a erva-mate usada secando no sol. Quando recebe alguém no gabinete, aponta pra ela: com esta medida, ninguém se atreve a lhe dar mordidass....Outra dele: quando sua esposa ficou doente no Rio de Janeiro, um funcionário entrava na fila da Cruz Vermelha pra pegar ficha de médico...A gringaiada tem mas tirar grana dali não é mole...

* SEgundo o Julinho Pacheco, eu sou o único vagabundo que nasceu lá. E por isto que me mandaram embora....

 

Coleguinhas

* Briga da terça passada, no Gambrinus, entre dois garçãos foi entre o VOVO e o SERGIO. Saiu faísca. Um ameaçava de puxar a faca...só nesta base, cruizcredo...tem que chamar a polícia do mercado, se não tem criem, tá aí mais uma boquinha...

* Pra não se atrasar, o Esdras Rubim, que trabalha na prefa, pega o ônibus na Nilo Peçanha, salta na Osvaldo e pega outro...e isto que ele paga passagem...é que esperar o Protásio,de manhã, é um suplício...

* Falar nisto, neste ano teve apenas três dias com passe livre...e que existe uma lei que manda que seja uma vez ao mês...tão discutindo se vai ou não continuar. É uma batata quente que a EPTC tá tirando de sua responsabilidade e passando pro COMTU. Este por sua vez, não sabe de nada, como nosso presidente Lula da Silva...

*Coleguinhas que foram ontem - dia 16/07 - na coletiva da ABIMAQ na FIERGS foram todos de DIRETÃO. Isto que é categoria que ganha bem.
Só não precisou pergar o diretão o Sergio Seppi que tava na FIERGS, porque trabalha lá e somente desceu pra coletiva.

* ONTEM,QUANDO FUI PRA FIERGS PRA COLETIVA DA ABIMAQ passei na Sulbra porque lá tem um funcionário que sempre me vende um mel tri que ele traz de Cambará do Sul. Não é que tava pegando fogo o prédio. Depois conseguiram debelar o fogo, como dizem os coleguinhas da polícia.

*No Agora, do Mendelski,ontem na Guaíba enviei uma pergunta ao secretário Idenir Cechim sobre o homem do gato. Ele deu a entender que pediram pro homem não bater tanto no saco que dava mau exemplo às crianças. Nossa...até nisto as ONGS se metem...é não ter o que fazer mesmo...

*Sobre nota que dei aqui de um assinante da GVT que recebe telefonemas de clientes de um escritório de advogados - que antes tinha este número - o Humberto Rodrigues disse que já tentaram várias vezes junto a operadora solucionar o problema mas nada fizeram...* Agora a palavra é com a GVT. Na verdade é aquela coisa: um cliente muda o número do fone e é vendido ou alugado a outra que passa a receber as ligações dos anteriores. O que eu quero dizer,contudo, é que no GOOGLE quando se puxa o nome do escritório de advogados ele ainda vem com o fone que agora está com o cliente Aldrovando Vieira Martins. Durma-se com um barulho destes.

*Recebi de cocheira, ou melhor dizendo, coleguinha Lauro Dieckmann embarca em agosto para Europa, prum grande giro...

* JIMI Azevedo que era da Band AM, está na Guaíba AM.

* Chefia da imprensa da prefeitura municipal foi assumida por Flávio Dutra. Anilson Costa está de férias e parece que viajando pra fora do país...

 

Show

Sil
De Jobim/Buarque para Lennon/McCartney

O show De Jobim/Buarque para Lennon/McCartney da cantora Sil Hendges estará em cartaz na próxima terça-feira dia 21 de julho às 20h no teatro de Arena na Borges de Medeiros, 835.
Neste show Sil tem como proposta não somente uma leitura ousada de estilos e rítmos, mas a união de gêneros e gênios musicais com as músicas de Tom Jobim, Chico Buarque, John Lennon e Paul McCartney. A MPB e a Bossa Nova com o Rock de sotaque britânico numa mistura inusitada.
No repertório músicas como "Chovendo na Roseira", "Dindi", "O que Será?", "Blackbird", "With a little help from my friends", entre outras.
Neste show não somente canta como toca piano. Participação especial do músico Robson Serafini na guitarra.
Sil, sempre gostou e tem esta versatilidae para passear entre vários estilos e rítmos em seus trabalhos. Este show é a prova disto.

FICHA TÉCNICA: Sil (voz e piano); Robson Serafini (guitarra)

SERVIÇO:
O QUE: De Jobim/ Buarque para Lennon/McCartney show de Sil
QUANDO: terça, 21 de julho às 20h
ONDE: Teatro de Arena (Borges, 835 - altos do viaduto - Fone:3226.0242)
QUANTO: R$10,00

Contato para entrevistas: (51)8173.8444 ou (51)9358.2065 Denizeli
(51)3398.4441 Sil


O cinema Francês na tela do Hipólito

JULES E JIM (França, 1961 – 105min) , de François Truffaut.

Jules e Jim, o fascinante "turbilhão da vida" do mestre François Truffaut, filme que marcou toda uma geração e se tornou um dos maiores de todos os tempos. Paris, início do século XX. O alemão Jules e o francês Jim se tornam grandes amigos. Na efervescente capital francesa, eles se apaixonam pela mesma mulher, a impulsiva Catherine (Jeanne Moreau em grande atuação). Logo, os três boêmios se tornam um trio inseparável que busca aproveitar os prazeres da vida. Tem início um inusitado triângulo amoroso que se estende por décadas.
Baseando-se no romance de Henri-Pierre Roché, Truffaut tece uma bela reflexão sobre o amor, a amizade e a fidelidade.

Local: Museu de Comunicação Social
Rua dos Andradas, 959
Dia: Sábado,18/07/2009
Horário: 16h
ENTRADA FRANCA

O AÇOUGUEIRO (França, 1970 – 83min), de Claude Chabrol

O açougueiro Popaul conhece a professora e diretora da escola Helene num casamento, numa pequena cidade rural na França. Eles se tornam amigos, mas garotas são assassinadas na região e Helene descobre na cena do crime o isqueiro que ela havia dado a Popaul. Considerado o melhor filme do diretor, um dos melhores suspenses já realizados. Mulher e musa do diretor, Stéphane Audran faz a diretora de escola de postura feminista, muito avançada para a época, que é cortejada pelo açougueiro da pequena cidade onde moram. Ela aceita sua amizade, mas não seu amor, por conta de uma desilusão amorosa recente. Obra culminante de Chabrol!

Local: Museu de Comunicação Social
Rua dos Andradas, 959
Dia: Sábado,25/07/2009
Horário: 16h
ENTRADA FRANCA



Coleguinhas

*Enterro do Raul Quevedo,dias atrás, foi,segundo o Beto, do Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa disputado entre os católicos e os maçons. Um padre esteve lá benzendo o presunto do Quevedo,embora ele fosse anti-clerical a vida toda. E um colega da maçonaria leu um poema do Quevedo. O Beto que viu as encomendações doveterano jornalista diz que foram deste modo as despedidas...

* Beto ficou surpreso que seu chefe, Lauro Schirmer, diretor do Museu Hipólito José da Costa dias depois do Quevedo ter morrido, nem sabia disto. pelo menos foi o que disse ao subordinado...

* Benito Giusti tocou-me otelefone e queria saber o que houvera com o Quevedo,porque ele que só assina o Correinho não sabia de nada. É que o jornal oriundo da famosa Casa de Caldas não deu uma linha sobre o cara que mudou,depois de tanto lutar, o dia que se comemora a imprensa no Brasil.

* Quevedo era um mala, em vida, mas um b om sujeito, um tanto quanto ingênuo... Como diria o colega J.C. Terlera, um digno representante dos " astronautas"...

 

Cidadão não guenta mais atender telefones que era de escritório de advogados

Por acaso tive que procurar no Google o fone do advogado Oraldo Humberto Rodrigues. Telefonei pro numero que o Google me deu e atendeu um cidadão - ele se identificou com o nome de Adroaldo Vieira Martins - que disse não guentar mais os telefonemas atrás do escritório de advogacia que tinha este número. Vou omitir o número. São apenas números trocados no final,digamos que era 3 ficou 2 estas coisas." Pelo amor de Deus,diga pra este cidadão que eu não guento mais". Na verdade este pequeno tópico é um socorro de alguém que não tem que o ajude
Não sei como isto funciona, mas o cara se queixou que ligam a cobrar, os clientes ficam furiosos quando sabem que não é mais do escritório. Sempre que eu posso dou o número novo, porque eu fui me informar pra poder atender quem procura ajudar. Então senhores que tinham este numero, dêem um jeitinho sé que que isto é com vocês. Um pouca de gentileza com os outros não faz mal...

 

Gripe suína cancela viagens pra fora do país...

Recebo de uma amiga que trabalha numa agência de turismo de Santa Maria um bilhete e nele há uma informação importante:" A história da gripe assustou muita gente. Tive vários cancelamentos de Bariloche e do Chile. Está em preparação um grupo do Peru, em outubro".


Dizer de hoje

A humildade é o começo da sabedoria (quem é o autor? eu mesmo)


Neurônios masculinos
- colaboração de uma leitora -

No cérebro de um homem havia um neurônio sozinho. Um dia, outro neurônio passa por lá meio apressado. O neurônio solitário diz:

- Olá! Tudo bem? Como vai? Prazer em vê-lo! Vamos conversar?
O neurônio que passeava pelo cérebro estranha a hospitalidade e responde:
- Olá, companheiro! Posso saber o motivo de tanta felicidade ao me ver?
- Quer saber? Você é o primeiro neurônio que vejo passar por aqui depois de décadas... estou sozinho há tanto tempo nesse maldito cérebro...
- Mas espera aí... Há quanto tempo você está aqui solitário?
- Bem, desde sempre... Sempre estive aqui...
- Cara, mas você é burro mesmo! Desce pro pinto... Tá todo mundo lá!

 

Correção:

Agradeço a gentileza do colega que me corrije. e leiam seu blog que pelo visto é bão....

Olides, o empresário de Roberto Carlos se chama Dody SIRENA.
"Dody e Cicão" era o nome da empresa com que ele e o sócio (Cicão Chies) começaram em Porto Alegre.
Abraços.
Emilio Pacheco
http://emiliopacheco.blogspot.com/

Coleguinhas

* Depois do Tambor da Aldeia, aos sábados, no programa Conversa de Jornalista, pela rádio da UFRGS,agora o novo point de jornalistas na noite é o café Café da OCA, na João Telles, perto do Ocidente...Bah,que programa de índio...


Historias de Bares(II)

Esta teria ocorrido na famosa Churrascaria Itabira, na Getúlio Vargas, no começo dos anos 70. Uma noite estava lá o Lupicínio Rodrigues, com sua turma de amigos, numa mesa e apareceu por lá a dona da boite Dragão Verde e Caverna da av. Farrapos. Altas horas da madrugada, a Marion  Amarante se queixou ao Lupicínio que ele não aparecia mais na sua casa, ele que era fiscal dos locais em que se executava música ao vivo...

- Bah, disse Marion, mudando de mesa e sentando literalmente no colo dofamoso cantor, tu não tens mais ido na minha casa, tu é um cafajeste,safado e não sei o que mais....
Quando ela se levantou, Lupicínio que tinha na mesa sua amigo Hamilton Chaves, mostrou que estava todo mijado. A Marion simplesmente tinha feito xixi no colo do famoso cantor....
Hamilton disse ao amigo porque ele não tinha reclamado. E Lupicínio, pachorrentamente, saiu-se com esta:
- Bah, mas tava tão quentinho.
Devo esta historinha ao colega Juarez Fonseca, que frequentou numa certa época o Itabira. Mas ele disse que esta história era contada na churrascaria, ele não estando lá quando ela teria acontecido.

As Brigas do Alemão LUTZ (I)

A briga do alemão LUTZ com seu primo
Telmo José Bins

Liguei para o engenheiro Telmo José Bins, que foi diretor da Corsan e diretor-geral do DAER - além de professor da Engenharia da UFRGS durante muitos anos - pra saber dele como tinha sido uma briga violenta que ele teve com o Ecologista José Lutzenberger nos anos 70."Ele era naturalista. Não se podia mexer num córrego" explicou Bins.
Além disto, Telmo Bins e Lutzenberg eram primos, não propriamente os dois, mas o Lutzenberger era primo da mulher do Telmo Bins. Me recordo que na época da celeuma, o Lutz ainda acusou o Telmo Bins - que é meu parente,disse ele - de ter posto 9 ou 10 filhos no mundo e agora estar destruindo a natureza.
Bins hoje é condescendente com o primo famoso e morto." Ele não queria que se mexesse nos córregos da cidade. Só nos que ficavam há uns 100 quilômetros de distância de Torres" lembrou o ex-diretor da Corsan.
Bins lembrou que o estranhamento entre os dois primos se deu por causa de obras que a Corsan tinha que fazer na praia mais querida dos gaúchos." Ele não aceitava que se mexesse num córrego e eu tinha que fazer obras. O governador me cobrava" disse Bins, que está aposentado.


Coleguinhas

* Li, como faço quase todos os dias, o prévidi.com. Ontem ele tava humilde. Como é bão ver uma pessoa que sabe o seu lugar....

*Um empreiteiro, engenheiro, que teve grande empreiteira, hoje é dono de loteamentos no litoral de Santa, está me encorajando a escrever um livro sobre o prefeito Telmo Thomnpson Flores. Vamos ver se pego este pião...

Coleguinhas

* Pô, uns dez dias atrás dei a nota de que o deputado estadual Fernando Záchia(PMDB) estava no estaleiro. Tinha gente pela Assembléia Legislativa que achava até que ele teria problemas na perna, de maior gravidade.Ontem, na coluna do Fernando Albrecht - magro alemão ou o popular Cascatinha - tem a foto do Marquinhos Eifler do deputado voltando ao batente. Tudo bem, mas pediria ao diretor de Jornalismo da Assembléia,Marcelo Nepomuceno, que orientasse o pessoal da fotografia pra também mandar fotos pros blogs que dão notícias da casa. Pô, nós também merecemos. Até porque no caso fui o primeiro a noticiar o acidente do deputado....que foi numa pelada...

*O agora famoso escritor, Carlos Augusto Bissón - que publicou livro sobre o Moinhos - está por aqui com o senador Collor de Mello. Tudo porque ele enviou um exemplar ao gabinete de Brasília e nem sequer acusaram o recebimento. Vamos lá,assessoria, trabalhar um p ouco....

*Locutor do primeira hora da Band AM,disse,ontem,dia 15/07 que os torcedores argentinos do Independiente estavam em Belo Horizonte. Ora, é do Estudiantes. Isto acontece...

 

Serafina comemora emancipação!

Já começaram as comemorações do niver do município. Geralmente por esta época aparecem em Serafina os desgarrados do município que vivem em outras paragens. Uns são legais, outros são umas malas que vou te contar. Vem pra Serafina pra exibir seus " carrões" que conseguiram comprar depois que saíram do município. Quando jovens limparam aquilo com sabugo e agora se fazem! Mas é parte da vida!!!

 

Assembleia vai homenagear os 75 anos da Jornal A Notícia, de São Luiz Gonzaga

Um dos mais tradicionais e importantes veículos de comunicação na região missioneira do Estado, o Jornal A Notícia, de São Luiz Gonzaga, vai ser homenageado pela Assembleia Legislativa, por ocasião dos 75 anos de fundação. Por proposição do deputado Adroaldo Loureiro (PDT), o Parlamento gaúcho realiza Grande Expediente, no próximo dia 05 de agosto.
O Jornal A Notícia teve sua primeira edição circulando em 29 de julho de 1934, contemplando o sonho do visionário empreendedor e fundador da empresa, José Grisolia. Até hoje, o veículo é comandado pela família, sendo dirigido por seu filho, José Grisolia Filho. “A principal característica do jornal continua muito presente em suas páginas, que é o compromisso comunitário”, destaca o deputado Loureiro.
Além da Gráfica e Jornal A Notícia, o grupo mantém também o Jornal da Produção, em Cerro Largo, desde 1973.


Deputado Adroaldo Loureiro

Revista Bares faz coquetel de lançamento da terceira edição

Edição Bom Fim será apresentada nesta quinta-feira, 16, no Café da Oca
A Revista Bares realiza na próxima quinta-feira, 16, das 19h30 às 21h, coquetel de lançamento da terceira edição da revista. Evento será realizado no Café da Oca, na Avenida General João Telles, 512, e é reservado para imprensa e convidados, que terão acesso ao local mediante apresentação de pulseirinha vip.
A terceira edição da revista conta matérias sobre o bairro Bom Fim, doação de órgãos; comidas e bebidas para o inverno, turismo no Estado e a banda Vera Loca, que fará um pocket-show durante o evento. Outro destaque da edição é o perfil do músico Norberto Baldauf.

http://www.revistabares.com.br/

 

Histórias de Bares(II)
De Brasília, Serginho Ross manda esta

Estou limpando a materia que é muito boa;Vale a pena esperar até amanha...
Tenho também a historia dum cara chamado Silvio Silveira que foi diretor da sucursal da Manchete em Paris.O Silvio ja morreu.Era um gaucho boemio de Põrto Alegre e amigo do Lupicinio Rodrigues.Uma noite estavam de porre no Treviso quando o Lupi recebeu um convite do Luiz Gonzaga para se exibir com ele em Paris.Os dois estavam tão bebados e so foram curar o porre quando ja estavam voando para a Europa.O Silvio gostou tanto que não voltou para Porto Alegre,quando o Lupicinio voltou.Ficou morando lá.O Silvio conquistou a Europa e ficou até amigo de infância do Principe Rainier,com quem eu tive prazer de tomar chá num dos hoteis famosos em que se hospedava.Tem mais historias que depois eu conto.Como tambem tenho historias do Ronaldo Boscoli que antes de ficar famoso como amante de muita cantora de fama,como a Marisa e a nossa Pimentinha.,Ellis Regina era reporter da Manchete...


“ORDESC NÃO É O CAMINHO PARA A SAÚDE PÚBLICA DE SÃO BORJA”

Celso Lopes, Vereador Líder do PDT no Parlamento, adota forte discurso contra termo de parceria feito entre Prefeitura e ORDESC, empresa que administra os recursos e os profissionais da saúde da cidade.
Em seu pronunciamento no pequeno expediente da última sessão ordinária da Câmara Municipal, Celso afirma que são recursos na ordem de mais de R$485.000,00 repassados pela municipalidade, para atender as consultas e exames básicos, alvo do termo assinado com a Organização para o Desenvolvimento Social e Cidadania – ORDESC.
Em resposta a Pedido de Informação encaminhado pelo Vereador, a empresa informa que somente no ano passado foi gasto mais de R$75.000,00 em serviços jurídicos e mais de R$500.000,00 (meio milhão de reais) em taxa de administração. “Não podemos concordar com esses números. Porque gastar quase cem mil reais em serviços jurídicos, sendo que o município possui uma competente consultoria jurídica, e é ainda mais alarmante tirar quinhentos mil reais dos cofres públicos para a tal taxa de administração uma vez que temos secretaria de administração e fazenda e toda a estrutura da Prefeitura para isso”, acrescenta o Vereador.
“Se o Município tivesse um rígido controle e uma intensa fiscalização na aplicação dos recursos da saúde, teríamos um atendimento muito além do desejado, menos filas, reclamações e nossos conterrâneos atendidos de forma adequada”, afirma Lopes.
“Somos totalmente contra esta parceria, sempre tive esta opinião, e creio firmemente que a terceirização deste serviço é desnecessária e consome muitos recursos que ficamos alheios a sua real aplicação e finalidade. A municipalidade tem o dever de gerenciar os recursos, temos alguns cálculos que se não fosse este termo assinado, haveria um superávit de cerca de R$2.000.000,00 para aplicação direta na aquisição de medicamentos para doação e transporte de pacientes; é uma questão de administração e responsabilidade com o dinheiro público” – finaliza Celso Lopes.

 

Imprensa!

Haja premiação!

A Rádio Rosário,de Serafina Correa, completou 25 anos. Ela é ligada a Igreja Católica...

E no sábado,dia 27 de junho passado, numa festa entregou 99 troféus...Haja troféu....
Como noticia o jornal Gazeta Regional - um dos ganhadores - " nas mais variadas categorias"..E o meu primo Calixto Stefenon, dono da Casa das Tintas, foi um dos ganhadores. Ele aparece na foto que publico - feita pelo Studio D - bem lá no fundão, de barba e com uma gabardine. Meu irmão Paulo o chama de " mala-mor". É apenas um toque carinhoso entre dois " brimos".

Uma pergunta: porque não deram 100 troféus de uma vez?

Sobre a rádio Rosário, que foi fundada por um padre tenho uma historinha que foi a seguinte: Indio Vargas andava por Serafina junto com a colega dele Clea Carpes, candidata a OAB seccional-RS. Foram na rádio Rosário e um dos seus acompa nhantes começou a desancar o pau na Igreja Católica. Alguém lhe fazia sinal pra parar , porque a Igreja é dos padres, mas o gajo não se tocava...E como o local é de gent emuito católica, havia o risco de perderem todos os votos dos advogados de lá...


Rádio Rosário distribuiu 99 troféus entre eles da Casa das Tintas

Coleguinhas

* No NH de dia 9/07 , a repórter Jennifer Morsch assina matéria sobre o envolvimento do lobista Lair Ferst e assina também a foto do seu advogado, Constantino...

* Simone Iglesias, que foi do Correinho, está na Folha de S.Paulo, em Brasília

*Segunda passada, dia 13/07, houve café da manhã da ABRAJANTA,digo Abrajet. Foi no hotel Embaixador.
Novo dirigente local é o Mello, do Jornal da Zona Sul, que pretende dinamizar a entidade...

* Wladimir Oliveira, locutor da Guaíba, esteve de niver, ontem,dia 14/07. Coleguinhas,desde o sonoplasta, ca
íram na gandaia. Um ouvinte,atento, mandou recado dizendo que pelas músicas parecia o niver do Renato Rossi. Ué, que é que ele quis dizer com isto?

*Pegaram no pé, do Homem do Gato.Saiu no Informe Especial, da ZH,da Lurdete Ertel, dia 10/07 que o secretário Idenir Cechin estaria providenciando alguma coisa sobre o rapaz, que daria mau conselho aos menores. Ué, até isto agora....

O Homem do Gato anda sempre pelo centro distraindo os vagabundos que passeiam pela Rua da Praia...

Aos domingos pode ser visto no Brique da Redenção. Como é muito bagaceira, quase escracho, ninguém da chamada mídia séria tentou fazer matéria sobre ele. Agora, pra mandar o rapaz embora, aí aí pegam no pé do cara....

E tem mais: aqueles gritos do saco não tem gato nenhum lá dentro,quando ele bate no " animal". Aquilo é um truque. Tenho quase certeza que o secretário Idenir respondeu que irá falar com ele, por dizer, porque cá entre nós, Uma vez vi a Brigada Militar interferindo numa perffomance dele, na rua Otávio Rocha, mas era por causa de sua má educação com as moças. Ele as vezes é abusado, mesmo...

Podaram a árvore
mas antes foram falar com o José Lutzenberger

Na av. Venâncio Aires, quase em frente ao HPS, funcionou durante anos o escritório do GEIPOT. Foi lá dentro que praticamente nasceu o projeto do trem metropolitanoLá também foi feito o projeto dos corredores de exportação, no interior, no tempo do presidente Ernesto Geisel.. Mas isto é outra história.

Érico Miches, atual gerente da ATM(Associação dos Transportadores de Passageiros Metropolitanos) trabalhava lá e lembrou que havia nos fundos do prédio uma árvore que eles queriam derrubar. O problema é que o terreno onde morava o ecologista José Lutzenberger fazia fundos com o terreno do GEIPOT. " Se cortarmos esta árvore, ele vai chiar...." pensaram eles. E como Lutz botava os cachorros em quem derrubasse árvores, eles foram falar com ele...

Na calada da noite, não adiantava derrubar a árvore porque eles sabiam, que o ecologista veria, com certeza...
Aí um dia foram falar com o ecologista que com toda sua autoridade sentenciou:
- Podem derrubar é uma árvore exótica.

Os funcionários do GEIPOT derrubaram a árvore e ainda por cima colocaram um produto na cepa pra que nunca mais crescesse. E ela nunca mais brotou....

Sobre o jardim dos fundos da casa de Lutzenberger, que fica na rua Jacinto Gomes, onde hoje está a sede da ONG Fundação GAIA , sua falecida esposa costumava dizer que se tratava de uma " LATRINA" . É que o famoso ecologista depoistava tudo lá ,escrementos, árvores velhas, e ninguém podia mexer em nada....


Lutz "autorizou" a derrubada da árvore do pátio do GEIPOT

Com a corda toda...

Quem foi ao MARGS na última segunda,dia 13/07 - cuidado, que dia azarento - saiu impressionado com a corda toda da governadora Yeda. Ela estava inaugurando uma exposição sobre quadros franceses....


Histórias de Bares ( I )

Ontem, dia 14/07, lá pelas 11 horas da manhã dois garçãos discutiam fortemente no Gambrinus do Mercado. Um deles era garção VOVO...Trocaram farpas uns 10 minutos, sob o olhar desinteressado da gerente Marlene...
O que diziam um ao outro, não era pouca coisa...
A gritaria foi tanta que dos bares vizinhos vinham alertas pra parar com aquela lavação de roupa suja. VOVO estava particularmente alterado com o colega...
Chamou ele pra fora, pra área externa, mas não chegaram às vias de fato...
Está é uma boa questão: quem separa brigas dentro do Mercado Público?


Coletiva de Imprensa com o presidente da ABIMAQ

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – ABIMAQ, Luis Aubert Neto, fará palestra na reunião-almoço da Diretoria Regional do Rio Grande do Sul da entidade, às 12h da próxima quinta-feira (16) na Fiergs. Analisará os reflexos da crise internacional sobre o desempenho do setor e comentará o Programa de Modernização do Parque Industrial Brasileiro e as medidas de desoneração dos fabricantes de bens de capital que acabam de ser anunciadas pelo governo. Também estará presente o vice-presidente da ABIMAQ, José Velloso Dias Cardoso.

ATENÇÃO IMPRENSA: LUIZ AUBERT NETO CONCEDERÁ ENTREVISTA COLETIVA ÀS 11H. FAVOR CONFIRMAR PRESENÇA COM A TODT COMUNICAÇÃO – FONES (51) 3228.7270/3228.7261 OU E-MAIL todtcom@terra.com.br

 

Memória da Imprensa

Desde Brasília, Serginho Ross conta suas
aventuras e memórias jornalísticas( I)

Daria um livro, mas ele não quer....

Olides, Segue aqui as duas fotos do Brizola. A preto e branco foi feita em Capão da Canoa,em frente a casa que ele morava.O homem na época governador doEstado,saia todas a manhas bem cedo de Capão ,num Cesna pilotado pelo Euclides Caleffi (modestia a parte,de Bento Gonçalves). E retornava, pouco depois do meio dia.Aí eu da Ultima Hora e o Marcos Bierfild da Folha,nos divertiamos até à noite entrevistando o homem e tomando chimarrão com ele.Por falar em Marcos Bierfild,posso te garantir que ele é cara de mais bom carater que eu conheci.E olha que eu já conheci muito coleguinha,por este mundo. Sá para teres uma ideia,eu me apaixonei por uma ´´veranista´´ em Capão e num fim de semana,me mandei para Pôrto Alegre.Aí pedi para o Marquinhos quebrar o galho para mim.Na segunda feira,quando cheguei na Rodoviaria,para retornar à praia,comprei uma Ultima Hora e para surpresa minha,na capa do jornal,uma foto enorme de um cara com uma faca espetada nos peitos.Li e ,e vi que era era um belo crime ocorrido em Capão no final de semana.Voltei para a banca e comprei uma Folha,que naõ tinha um linha sobre o assunto .Quando cheguei em Capão fui i logo procurar o Marquinhos que estava chateado por ter sido furado por ele mesmo.Aí me contou que o envelope que ele mandara para o jornal,com muito mais material,não havia chegado à Caldas Junior.
.Pô aí eu te pergunto:isso é ou não é bom caratismo??????


Foto: Capão da Canoa - Bernardo Gothe


Foto: Gervásio Baptista

"esse ross é outro 'rei do lero'. como os outros coleguinhas de brasília, os escândalos passam sob as barbas deles e eles nem ó! só se mexem depois que as denúncias aparecem em sites na internet. e são trampas que até os taxistas de brasília sabem. os tais coleguinhas ficam só no superficial, curtindo quem vai se candidatar ao quê etc... jornalismo investigativo nem pensar. já vai longe o tempo em que os jornalistas catavam o lixo dos poderosos de brasília para denunciar a vida de fausto que levavam os políticos e tecnocratas no tempo do regime militar. aquilo, sim, é que era jornalismo. hoje, quando se lê ou ouve um 'comentarista político', é só conversa-fiada, não sai nada de concreto. é só opinião sobre o que saiu no jornal de ontem (nem os da fsp escapam dessa rotina)".
Lauro Dickmann

Coleguinhas

*Totalmente repaginado, o Domenica Italiana, da rádio Guaíba,está sendo apresentado por Henrique Ferrarro, no lugar de Carmine Motta, que neste domingo estáva em Morano Calabro, na Itália.O programa é pago pela ACIRGS.

* E na Guaíba,ainda , não se surpreendam se quando Fernando Bagatini receber um convite de outra emissora, ela não a deixará. Boa repórter, aos domingos, é a chefe de reportagem da Guaíba...Mas prata da casa, geralmente não é valorizado financeiramente

Memória da Imprensa
A nota preta que o Fernando ganhou do Estadão

Conhecido entre os coleguinhas por Estadão, o jornal Estado de S. Paulo perdeu,anos atrás uma ação trabalhista para seu repórter Fernando Antônio Lemos Goulart que beirou,segundo ele próprio, os 600 mil reais." Quatrocentos e cinquenta mil reais eu recebi" disse Fernando, com exclusividade para este site. E 150 mil por acordo entre o seu advogado - Frederico Cruz - e a Justiça do Trabalho foram pagos ao FGTS.
O processo trabalhista de Fernando contra o Estadão durou " de 4 a 5 anos" ele não tem muita certeza( A memória do repórter está prejudicada depois de um acidente doméstico anos atrás quando caiu de uma escada). Fernando trabalhou cerca de 10 anos na sucursal do Estadão de Porto Alegre, localizada na rua Andrade Neves onde cobriu de tudo, desde esporte, política,economia e geral." Fiz muitas viagens e meu advogado pediu horas extras dos fins de semana e das viagens" disse Fernando.
Entre os colegas com os quais trabalhou esteve o chefe da sucursal de então, Alexandre Castro, os repórteres Luis Americano, Angela Caporal, Affonso Licks. Também foi seu chefe Francisco(Chiquinho) de Oliveira e Rejane. Outro colega da reportagem foi Hypolito Pereira.
Quem quiser encontrar o Fernando, que se aposentou na Câmara Municipal de Porto Alegre, é só ir num barzinho que tem na rua Jerônimo Ornellas que ele está lá inseparável de seu cigarro e dois pequenos cachorros que leva sempre a passear: o Lênin e o Stalin.
Nascido em Pelotas em 05.10.1948, Fernando trabalhou na ZH, na Folha da Tarde e depois no Estadão e na Cãmara Municipal de Porto Alegre.Atualmente está aposentado. Seu sonho é comprar um terreno e ir morar na praia do Hermenegildo, ao sul do Estado, na divisa com o Uruguai.


Fernando Goulart e a indenização polpuda


Não dá mais pra GUENTAR!!!

O que não dá mais pra GUENTAR!!! Todas as segundas, vou fazer um pequeno itinerário dos assuntos que tão torrando o saco de todo mundo, mas que ninguém se fragla....


* Os " tijolaços "  do corretor Jorge Loeffer, no site do prévidi.

* Entrevista exclusiva da empresária Magda Koemigkan, a ex- do Marcelo Cavalcante...

* A gripe suína...

* O Grêmio fazendo gol,agora que não precisa mais

* Se O Tite cai ou não do Inter...

* O Caminho das Indias

* Palestras do Caco Barcelos

* Aquela conversa mole do Studio Clio, às quintas...

* 50 anos de carreira do Roberto Carlos

* O enterro do Michael Jackson

* Exclusivas com a governadora Yeda Crusius

*A maledicência do serpentário da rua da Praia...

*Falarem mal do tumulto da torcida no dia do jogo do Grêmio e do Cruzeiro

Coleguinhas

* A ZH ontem de ontem,13/07 na página 3 do segundo caderno diz: " Adriana,43 anos, SERIA enterrada ontem à tarde" Ué, é este o tempo do verbo?

ZH de ontem,também, dia 13/07 na pagina 4, do caderno normal, no box diz " O deputado federal Marcelo Itagiba(PMDB) participa AMANHÃ". Na abertura da matéria está que é " HOJE".

Ué, cadê o controle de qualidade?

* Roberto Carlos pagaria,segundo fonte, 25% do que ganha nos contratos para seu empresário Dody Cicão. E o cantor mais famoso do país estaria ganhando 10 por cento sobre o faturamento da mídia da TV Globo sobre os shows que são apresentados na própria tevê durante a turné dos 50 anos de cantor do astro....

 

News de Serafina!

* O prefeito Presotto(PP) estaria respirando mais aliviado. Um processo que corria contra ele no fórum de Guaporé por suposta compra de votos não obteve decisão favorável da juíza que o julgou. Faltaram provas,segundo a juíza...Mas os três promotores que atuaram no caso vão recorrer ao TRE

*O Renato, do barzinho da Duque, que é de Vila Maria, esteve este último fim de semana em Serafina, onde foi num aniversário do amigo Mezzomo.
Fazia 18 anos que o Renato não ia e ficou assustado como a outrora La UNDEZE cresceu...Claro...o que eram matos e eucaliptos hoje em dia é tudo casario...

* Renato deu uma mancada: ia buscar melado, salame e queijo na casa de um colono, mas o irmão não quis botar o carro no meio do barral...que pena porque senão teria trazido coisas únicas...

* Dia 25/07 será comemorado o 49 aniversário da emancipação de Serafina. Este ano farão pouca coisa. No ano que vem no cinquentenário, prometem fazer mais.

 

Alça de Mira!
Sergio Ross,desde Brasília, comenta os assuntos da capital....

Em uma mesa de um dos mais badalados restaurantes de Brasília,reduto de politicas e jornalista(o restaurantes chama-se Stella Grill e pertence ao gacho mais conhecido no DF: Celso Kaufmann) comentava-se a sucessão de 2010...Alguem então levantou a seguinte situação;"Vocês acreditam que os "cumpanheiros" do PT, vão entregar a rapadura de mãos beijadas ao Serra???? É claro que não... "epois de tomar um gole de vinho,continuou "Vocês sabiam que está nas mãos do PT mais de 36 mil DAS (Direção e Assesssoramento Superior) É uma grana considerada. O funcionário que recebe essa gratificação não precisa fazer concurso nem nada. Precisa so ter um bom QI, ou seja:quem indica... Continuando lembrou que essa gratificação está expalhada pelos 37 ministerios que embelezam a esplanada...
Por falar em explanada a coleguinha Izabelle Torres do Correio Braziliense,publicou neste final de semana uma enorma materia sobre o excesso de gastos com a terceirização.
Diz ela, que os orgãos de regulação do mercado estão sendo pressionados pelo TCU e pelo Ministério Publico a reduzir as contratações de funcionários temporários e realizar concurso.Mas mesmo assim, as agências mantem a pratica e utilizaram nada mais nada menos R$ 593 milhões entre 2007 e junho deste ano
Já o coleguinha Lúcio Vaz, um outro gaucho que brilha no jornalismo de Brasilia,escreveu neste fim de semana uma bela materia sobre a situação dos aeroportos do país envolvidos no PAC.
Diz ele que o relatório da Empresa Brasileira de Infraestrutura (Infraero) revela irregularidades muito graves e atrasos de obras em aeroportos incluidos no Programa de Aceleração do Crescimento,muito delas em cidaddes que receberão os jogos da Dopa de 2010.
Segundo Vaz , o documento apresenta situações de "atenção" e "preocupação" em vários empreendimentos do PAC aéreo. E que está havendo atraso em pelo menos 16 obras com um orçamento total de R$ 3,69 bilhões,alagumas delas paralisada.
Diz Vaz,que a intenção da Infraero era aplicar R$ 2,8 bilhões nessas obras até o final dogoverno Lula.Mas nesse período,serão executados apenas R$ 814 milhões.Por causas de fraudes como sobrepreço,inconsistencia nos projetos,falta de planejamento. O que não foi feito em quatro anos de PAC,ficará para o proximo governo.
Já nas obras de ampliação da pista do Salgado Filho,com valor previsto em 122 milhões de reais, a conclusão está adiada de 2010 para 2012. E está identificada como 'situação preocupante'
Diz ainda Lucio Vaz,que a obra da remoção da vila Dique e da desapropriação de parte do Bairro Jardim Floresta,são compromissos do governo do estado e que só após a regularização do terreno e que havera licitação da obra.

Histórias de Bares( I )

Há anos que o Nito, na Auxiliadora, vem fazendo sucesso... é o bar do dono, como ele é cantor, fez um bar pra si que deu em sucesso.
Outro cantor que fez um bar pra si,e que deu certo é o CIGANO que tem um barzinho na dona Laura...Já o dono de cartório, Flávio Pinto Soares,era como disse seu filho, Wladimir, a pulga que tinha o sonho de ter um cachorro só pra si, e por isto ele fez um bar pra ele, que foi o Carinhoso.

Mas aí vai uma historinha do Nito

Meses, ou será anos atrás,uma frequentadora - ela não quer que eu dê o nome - foi no Nito. É notívaga, mas de dia trabalha, e muito. Pois numa sexta ela foi no Nito e saiu de lá já o dia raiando...No fim de semana, nem se deu conta que dentro de sua bolsa, estavam os óculos do Nito. Como ela pagara a conta com uma folha de cheque e deixara na folha seu fone, na segunda bateu o telefone pra ela: ela mandou os óculos do Nito pelo motoboy, e de vergonha, hoje nunca mais voltou lá...

 

Uma outra visão de um torcedor do jogo do Grêmio X Cruzeiro, pela Libertadores!!!

Olha, fui àquele jogo que deu confusão no olípico.
pelo que vi, a confusão não ocorreu por causa da venda de ingressos acima da capacidade do estádio.
dentro do estádio estava supertranquilo. eu cheguei cedo e havia até espaço sobrando até a hora do jogo começar.
só fiquei sabendo da confusão pouco antes do início jogo, quando liquei o rádio e ouvi o pessoal das rádios falando da confusão fora do estádio.
o problema foi na administração da entrada dos torcedores.
ultimamente, como é proibida a venda de bebida com álcool dentro dos estádios, no caso do grêmio, os torcedores (a gurizada) ficam bebendo nos bares das redondezas e vão para o estádio bem na hora do início da partida (como se dizia antigamente).
aí é uma multidão querendo entrar ao mesmo tempo e tendo de passar pelas roletas e revistas. muitos já estão 'altos' nessa hora e aí fica fácil dar confusão.
mas não é por causa da venda de ingressos em excesso.
ld.


Lançamento da R.Correa na Azenha é sucesso

Em apenas 90 dias, a R.Correa Engenharia já comercializou mais de 40% das unidades do seu mais novo empreendimento imobiliário em Porto Alegre. O Residencial Urbano Station, que está sendo erguido pela construtora no terreno onde funcionou o tradicional Cinema Castello, no bairro Azenha, terá 160 apartamentos de 1 e 2 dormitórios, com ou sem suíte e churrasqueira, todos com box de estacionamento. A obra já se encontra na terceira laje e a entrega aos moradores ocorrerá em 24 meses. Os apartamentos estão sendo vendidos ao preço médio de R$ 175 mil, sendo a poupança parcelada em até 60 meses, com prestações mensais a partir de R$ 483,00, contando com financiamento através do Banrisul, em até 30 anos. A empresa atribui o sucesso de vendas à demanda existente para este tipo de imóvel na região da Azenha, especialmente no chamado público jovem, característico também de bairros como Cidade Baixa, Bom Fim, Santana, Menino Deus e Centro. A R.Correa já está programando um novo lançamento imobiliário para os próximos meses, localizado na Av. Ipiranga, entre os Campi da PUC e da UFRGS.

Marcopolo é homenageada na assembléia legislativa do Rio Grande do Sul

Empresa é destacada pela contribuição ao Estado em seus 60 anos.
Caxias do Sul (RS), 13 de julho de 2009 - A Marcopolo, assim como outras empresas da Serra Gaúcha, será homenageada pela sua contribuição ao Rio Grande do Sul e ao Brasil na Assembleia Legislativa do Estado, no próximo dia 14 de julho, às 14h, durante Grande Expediente Especial.
A proposta foi do Deputado Kalil Sehbe para destacar o Empreendedorismo da Serra Gaúcha. O evento será realizado no Palácio Farroupilha e contará com as presenças de executivos da Marcopolo, Florense, Lojas Colombo, Randon, e Todeschini, além de políticos e convidados


Sobre os escândalos de Brasília

olides:
tenho lido, no teu saite, referências aos escândalos recentes de brasília. estes do senado. bem, eu estive em brasilia em setembro do ano passado (foto em anexa para comprovar). quando estava retornando para porto alegre, tomei um táxi até o aeroporto e o motorista era um gringo gaúcho, há anos radicado por lá. durante o trajeto, ele me falou, entre outras coisas, "que essas empresas que terceirizam os serviços do congresso não escolhem os funcionários que contratam, porque eles são indicados pelos senadores". isso foi em setembro do ano passado! e o tal escândalo dos desmandos no senado -- incluindo contratações irregulares de terceirizados -- só eclodiu este ano, meses atrás, e isso mesmo depois que sites independentes começaram a divulgar os fatos. então, eu pergunto: e os 'coleguinhas' jornalistas que trabalham em brasília, não sabiam de nada? como, se até os motoristas de táxi de brasília sabiam da existência destas contratações irregulares? ou então, pode-se concluir que os taxistas de brasília são mais bem informados que os jornalistas que batalham na 'capital federal'? tóoooooooooing...
abraço
ld

EXCLUSIVO!!!!!

Por um excelente contrato, Caco Barcelos renovou por cinco anos seu contrato com a TV Globo!


Boa pergunta

* Vi,ontem,dia 10/07 na rua da Praia, o Fernando Albrech - magro alemão, ou também carregador da alcunha Cascatinha - perguntar ao Portão Oito, como chamam naquele grupo o advogado Ferri (atenção não é o Omar) onde anda, afinal, o presidente do Inter, Vitório Piffero????


Coleguinhas

* Salinha J.C. Terlera, finalmente, acertou com os atendentes: de manha a Rosa( que foi quem começou nela) e atarde, um estagiário, o Alexandre Goulart, que vem a ser neto do presidente Jango....

* O professor Luciano Klöckner, da PUC, estará entrevistando Maria Teresa Goulart, ex-primeira dama do país. Ele está pesquisando sobre uma Legalidade Dois, ou uma Segunda Legalidade....

* Klöckner tem no seu currículo o livro biografia do ex-prefeito Sereno Chaise e Reporter ESSO...

* Leo Nunes, diretor do sindicato dos jornalistas, contava piadinha ontem,após reunião do sindicato: que o falecido Antoninho Gonzalez costumava contar histoirnhas picantes durante as aulas que dava na Famecos, ou após elas...acha o Leo que alguém que estiver na vida boa, aposentado, poderia reunir e lançar um livirnho sobre o ex-presidente da ARI...


Palanque

O deputado federal Claudio Diaz, disse, na quinta, pra uma coleguinha, que tinha terminado de apagar mais um incêndio junto ao Piratini." Queriam demitir mais um Adão Paiani da vida" teria comentado o deputado federal do PSDB...pra esta coleguinha.
Que coisa, cobrir o Piratini é adrenalina pura....eu gostaria.... Aliás, uma coleguinha que trabalhou com a então deputada federal Yeda Crusius sempre me disse que ela dorme com uma decisão e acorda com outra....

Coleguinhas

* Ieda Risco, da rádio ABC, do grupo Sinos, esteve de niver sábado,dia 11/07. Não diz quantos...eu arrisco, quarentinha....na batata....

* Nelson CRT( como chamam no Irpapus) o colega Nelson andava muito faceiro na sexta-feira, passada. Gremistão fanático, vibrava com a derrota do Inter pela LDU. Quando ele viu o " Portão Oito" como chamam o advogado Ferri, conselheiro do Inter, começou a inventar manchetes, todas tirando sarro da derrota colorada...

* Que seria do portoalegrense se não tivesse a Rua da Praia???

*" latinhas" fazem intervenções em programas aqui da salinha J.C. Terlera e falam sobre todos os assuntos  com uma facilidade que vou  te contar...

* Fernando Veronezi foi assunto do último Jornal da Noite. Veterano programador musical continua na FM Guaíba..

* Jornal da Noite, da última edição,de julho passado, tem uma manchete que nunca tinha visto; " TALVEZ O PRI MEIRO GRANDE VINHO BRASILEIRO"

*  Felipe Vieira, do Jornal da Tarde, da Band AM, " gosta de entrevistar os coleguinhas"...alguns ele deixa numa saia justa...

* Milton Jung, ledor do Correspondente Guaíba, foi um dos poucos funcionários da Guaíba que Breno Caldas não deixou ir embora em 1984, quando a Guaíba e a Caldas Junior faziam água. Os outros fugiram do navio, quando começou a entrar água...

Proposta cria o “Dia do Islamismo” em São Borja

A idéia é do Vereador Celso Lopes, que nesta semana protocolou na Câmara Municipal, projeto de lei prevendo a instituição do “Dia municipal do Islamismo”, a ser comemorado anualmente em 21 de março – considerada a data de Nascimento do Profeta Maomé.
O Artigo 2º da proposta, prevê que durante esse dia, poderão ser realizados seminários, debates temáticos, oficinas culturais, apresentação de trabalhos sobre o tema, com a finalidade de divulgar e desmistificar a Religião Islâmica em São Borja.
Celso Lopes afirma que o Islamismo é uma Religião monoteísta baseada nos ensinamentos de Maomé (chamado O Profeta), contidos no livro sagrado islâmico, o Alcorão, que faleceu aos 63 anos, sendo ele o fundador desta religião que hoje congrega mais de 1 bilhão e 300 milhões de adeptos. Consagrando-se como a religião mais praticada no mundo desde 1999.
“A instituição desta data, também é uma forma de celebrarmos todas as contribuições da comunidade Muçulmana em nossa terra, que aqui ajudam a construir diariamente uma São Borja melhor, mais justa, humana e uma terra em que todas as religiões são bem-vindas, sem quaisquer tipos de preconceitos. Islamismo não é terrorismo”. Finaliza o Líder do PDT.

Coleguinhas

* não sei se é uma sensação, mas tou achando a colunista Taline Oppitz bem mais segura agora do que quando começou....

* O SUL ( que os maldosos dizem não ter norte...) publicou sexta, ,dia 10/07 foto interessante de Barack Obama e Nicolas Sarkozy, presidentes dos USA e França, olhando, de soslaio pra bunda  da Mayora Tavares  que integrava a comitiva do presidente Lula...Lula que não é sopa, dá uma risadinha porque deve ter notado que os fotógrafos tavam pegando o lance... faturou até com isto. Mas a moça não é bicho, ainda mais vindo de um país onde os derrières abundam( com o perdão do trocadilho...)

* O SUL tem umas capas interessantes...descontraídas, mais parece uma revista....

* Quando cheguei aqui,hoje, 10/07 senti falta da cachacinha que sempre dava um leve toque durante a semana. Ele tava na entrada da assembléia durante uma exposição de  Cerro Branco. quem quiser,deixo o fone 51.3725.1154.


Fernando Collor

Na terça feira da semana passada, o jornalista Carlos Chagas -que foi assessor de imprensa do presidente Costa e Silva - entrevistou para suas colunas e para um programa de televisão, o ex-presidente Fernando " Minha Gente" Collor de Mello. Eis as fotos que o Sergino Ros, que estava no escritório mandou.


Coleguinhas

* Vejo quase nada tevê,mas uma coleguinha, observadora atenta e fã da apresentadora do JA, Cristina Ranzolin acha que nos últimos tempos ela estaria fazendo " biquinho" como ela chama. Seria botox?

Coleguinhas

* A edição do Correinho,de ontem, 9/7 chama a atenção pela contundência...É como se o jornal tivesse " abraçado" um dos lados desta briga...MAGDA x GOVERNADORA, VAMOS SIMPLIFICAR ASSIM...
* ZH e O SUL e JC : dos três apenas a ZH trata da presença da viúva de Marcelo Cavalcante, Magda Koenigkan em Porto Alegre....
* Leio na coluna da Taline, do Correinho de ontem,9/7, que o escritório de Adão Paiani " cuidará dos processos contra jornalistas e blogueiros que estão desqualificando e atacando a imagem de Magda..." Olha, já disse aqui: não tenho nada contra quem processa, mas alguns sábados atrás o Adão Paiani passou pelo barzinho da ARI confraternizando com jornalistas...


Ascron

Extraído do saite Comunique-se com data de abril passado, eis um artiguinho pro findi, pras pessoas refletirem....

Jornalistas compõem diretoria de associação de homens traídos (ou cornos, como diz o vulgo...)

Pode não ser a maior conquista que a classe de jornalistas obteve até hoje, mas é seguramente uma das mais extravagantes: a maior parte da diretoria da Associação dos Cornos de Rondõnia (Ascron) é formada por coleguinhas.

A categoria participou efetivamente desua fundação, há quase 25 anos, e há jornalistas com cargos vitalícios entre os seus diretores.

A pergunta é indigesta e inevitável: jornalista tem maior chance de ser traído?

Afinal, existem pescoções, plantões, viagens. " O jornalsita acaba esquecendo a mulher em casa. Alguém tem que dar carinho a ela". A provocação parte de Pedro Soares, presidente da entidade, que hoje conta com mais de 8 mil associados.

Brincadeiras à parte, o fato é que jornalismo não tem relação com o popular chifre. O que deu origem à Ascron foi, sim, o senso de humor dos jornalistas. A entidade surgiu na mesa de um bar. " Apesar de ter coemçado como uma brincadeira, a associação ganhou proporção muito grande" conta o jornalista Marcelo Reis, diretor da Ascron e queje vereador em Porto Velho.

Soares tinha um bar próximo às redações do Estadão do Norte e da rádio Eldorado do Brasil. Era o ponto de encontro após o expediente( então digo eu, era uma espécie de Porta - Larga daqui, nos anos 70 e 80 ) e foi ali que tudo começou. Em dezembro de l982, ele andava cabisbaixo e um dia resolveu desabafar: havia sido traído. Surgiu,então, a ideia de criar uma associação para que homens como ele pudessem desabafar e admitir a derrota no relacionamento. Os frequentadores do anntigo bar do Pedro Soares, quase todos jornalistas, foram se associando pouco a pouco . " Quem chegava para trabalhar em Porto Velho acabava sendo introduzido à cultura do corno também",acrescenta Sílvio Macedo dos Santos, cronista que assina como Zé Katraca.

Vantagens

Os benefícios para o associados são muitos. O mais peculiar é o serviço de cabelereiro especializado em polimento no chifre. Porém, para ser sócio, não é preciso ser corneado.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Rondônia, por exemplo, não escapou da rbincadeira. Casado há 23 anos com a mesma mulher não há nenhum indício de adultério no casamento de Marcos Grutzmacher. Por isso, nunca procurou a Ascron. "Mas eles colocam muita gente como sócio simpatizante" diverte-se Grutzmacher.

João Carlos, radialista conhecido como JC, aproveitou a onda e criou o programa "Hora do Boi", que vai ao ar todos os dias na Rádio Transamazônica. Entre uma música brega e outra, ouvintes traídos recebem ao vivo conselhos do JC e Pedro Soares. São ouvintes de todas as classes sociais e opções sexuais. Afinal, a entidade acompanhou as mudanças na sociedade. Hoje, homossexuais são aceitos e representam fatia cada vez maior entre os associados. Mulhetes também pode se associar. Caso você queira conhecer a Ascron, visite o site da entidade, com votos de que seja por curiosidade e não por necessidade.


Coleguinhas

* Aconselho a quem não leu no colega prévidi o artigo do reni sobre os tumultos em volta do Olímpico no dia do jogo do Grêmio e do Cruzeiro. Mas a bem da verdade,quero dizer que saí do centro por volta de 19 horas naquela quinta - os colorados tavam dizendo que nóis iamos perder mesmo - e vi que a massa tricolor estava embalada pela desclassificação do Inter e foi em peso ao jogo. Seguramente foi mais gente do que esperavam. E aí como segurar aquele embalo todo, se o estádio não comportava mais gente lá dentro? Olha, talvez a ação da brigada evitou uma grande tragédia. Mas agora o que conta são os ferimentos de quem apanhou mesmo tendo ingresso na mão...
* E sobrou pro Sala também, aí já em texto do prévidi....É a tal coisa... tu bota um dirigente de um clube como debatedor, ele não vai dar pau no clube....
* Por fim, se o Grêmio tivesse chegado a final, tudo o que aconteceu aquele dia não teria tido o men or sentido....



Morreu Rui Cardoso Nunes

Poeta escritor, dicionário de gauchismo dele e do irmão Zeno.

Aí vai um poema dele!

Em vão os lábios do Crucificado
ensinaram aos homens o meu nome!
Eu me vejo na Terra transformado

na chama que do mundo a paz consome!

Eu sou um elixir enfeitiçado!
Terei culpa, porém, que alguém me tome?
Por que tu me bebeste, ó desgraçado?
Quem beber-me de luz terá mais fome!

Por que para matar tua ansiedade

tu vens sorver na taça da saudade

o meu licor de estranhas amarguras?

Não vês que me transformo em teu tormomento,
que, embora te embriague o pensamento,
jamais serei o Amor que tu procuras?!



Memórias do Itabira...

Um conhecidissimo empresário da comunicação era habitué da churrascaria Itabira, na Getulio Vargas, nos anos 70...Ia lá sempre acompanhado...

*Entre os jornalistas dos anos 70, o Itabira era o point. Principalmente o pessoal da TV Gaúcha, ZH. Da Caldas Junior ia lá muito o pessoal da fronteira, tipo Trindade,Bicudo,Urbim. É que durante um tempo o Itabira doi do sogro do colega Kenny Braga.Outro santanense que pintava no pedaço era o José Carlos Torves, que trabalhava na rádio Gaúcha e no esporte da ZH.
* Muitas brigas célebres aconteceram lá. Quem mais aprontava lá eram o Coi Lopes de Almeida e o Gaguinho (José Antônio Ribeiro). Ambos, por sinal, já falecidos.
*Taxistas e policiais também frequentaram muito o Itabira. É que ficava a noite inteira aberto.
* Conheci outro local que ficava aberto de madrugada, no começo dos anos 70. Chamava-se Garfão e localizava-se na P rotásio Alves, a esquerda de quem sobe, quase em frente ao Hospital de Clínicas.


Coleguinhas

* Núbia Silveira está a milhão na Câmara Municipal. " Estou trabalhando mais aqui do que na Assembléia" disse-me ontem. Núbia coordena a feitura de um livro histórico sobre Breno Caldas...
* Julinho Pacheco,quando leiloeiro, fez o leilão dos bens da viúva de Breno Caldas. Vai ser ouvido pro livro do Breno...
* Celito de Grandi pegou o material sobre o Caso Kliemann e se mandou pra Lisboa, onde foge do frio e chuva do Sul do Brasil.
* Contaram na ARI que o falecido Osmar Trindade pegava os textos dos repórteres e levava pra casa pra corrigr e depois no dia seguinte comentar com o repórter. É mosca branca....
*Rosa, esposa do Lauro Dickmann, participa, mensalmente, dos encontros dos aposentados da Sudesul. Prometeu-me uma foto do último almoço. Aguardo.


Coleguinhas

* NELSON MOURA está distribuindo o Jornal de Turismo....
* O serpentário,ontem, com chuva, está meio borocochô...
* Sala do Chimarão, da última quarta-feira, na ARI , estava com a presença do presidente Ercy, que não ia há algum tempo....
* Editora JA, do colega Bicudo, alugou sala no prédio da ARI. Antes tentou alugar a casa que fora de José Lutzenberger, no bairro Bom Fim. A Ja Editores desde que existe, nunca tinha saído do Bom Fim. É a primeira vez que sai...
*Malu, esposa do falecido colega Pilla Varres, procurou ARI pra conversar sobre a biblioteca de 3 mil títulos que falecido marido tinha....qual será o destino?
* Malu é filha do falecido dirigente da ARI, jornalista Pércio Pinto.( Pércio,quando trabalhava na Prefeitura, costumava atravessar a Borges e ir no Naval,ou Gambrinus tomar seu aperitivo de conhaque, antes do almoço) Foi Pércio quem coordenou, pela ARI, tod a a cobertura da Operação Eclipse, na praia do Cassino, em l966. Tinha um filho, que era jornalista, Arthur, que faleceu durante acidente indo pra praias de Santa Catarina, durante um feriadão de carnaval.Morreu de um acidente...Arthur assessorou o prefeito Olívio Dutra.



ESTADO SERÁ MODELO NA AL
EM RECICLAGEM DE LIXO

O Rio Grande do Sul, através da cidade de Novo Hamburgo, será referência para a América Latina na reciclagem de lixo, com implantação, a partir deste mês, do Sistema Integrado de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, patrocinado técnica e financeiramente pelo Centro Internacional de Tecnologias Ambientais da ONU (UNEP). O lançamento oficial foi realizado hoje (quarta-feira) durante o primeiro dos três dias do 2º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos, que se realiza na sede da Fiergs, com a presença do secretário estadual do Meio Ambiente, Berfram Rosado, bem como do representante das Nações Unidas para o Meio Ambiente, o indiano Surya Chandak e o prefeito de Novo Hamburgo, Tarcísio Zimermann.
A diretora técnica da ONG ambiental Instituto Venturi de Porto Alegre, Arlinda Cezar, prevê que com o início de funcionamento da experiência do município do Vale do Sinos, uma série de prefeituras gaúchas e brasileiras terão acesso a recursos internacionais para solucionarem o grave problema de encontrar destino seguro e econômico para o grande volume de lixo urbano. O organismo que iniciou os contatos com a UNEP será o encarregado de treinar as pessoas que trabalharão na cooperativa e no pólo de reciclagem. Ela explica que o objetivo do programa não é apenas tornar mais acessível os métodos recomendados de tratar o lixo para os que recolhem e selecionam os resíduos, mas também tornar mais acessíveis os programas sociais e educacionais a suas famílias.
A previsão inicial é que estarão envolvidas diretamente perto de 500 pessoas de Novo Hamburgo. Com o surgimento, a curto prazo, de pelo menos 10 pequenos negócios de intermediação e processamento industrial de resíduos selecionados, Arlinda Cezar calcula que estarão envolvidas cerca de duas mil pessoas. Ao mesmo tempo, ainda neste ano, começarão a funcionar cursos de capacitação em profissões da construção civil e marcenaria para que, dentro de poucos anos os chamados “catadores” possam se qualificar e dar vez à crescente automação na coleta e seleção de resíduos.
Esta segunda edição do Fórum foi marcada, também, pelo início do Sistema Integrado da Bolsa de Recicláveis, coordenado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que até agora funcionava regionalmente através das federações industriais estaduais. As empresas de qualquer ponto do País poderão, agora, oferecer ou comprar resíduos de outras empresas para utilização em seus processos industriais.
O Fórum terá continuidade nesta quinta-feira (9) com os painéis “Alternativas Eficientes para a Minimização e Gerenciamento de Resíduos Sólidos” e “Tecnologias para o Reaproveitamento e Recuperação de Materiais e Energia”.
Na sexta-feira (10), último dia dos trabalhos do evento, acontecerão os painéis “Financiamento para Negócios de Reciclagem” e “Responsabilidade Sócioambiental”.

OBS.: MAIORES INFORMAÇÕES COM A DIRETORA TÉCNICA DO INSTITUTO VENTURI, ARLINDA CEZAR NO FONE (51) 8133.1883.

Ecos dos papagaios...

Por favor, não fui eu que inventou papagaios, foi um dos convivas, o locutor Julinho Pacheco que ontem,dia 8/7 fui ao Forno e Fogão se reunir com antigos locutores de rádio.
Vou contar aqui alguns pequenos detalhes do encontro, que me foram repassados por um integrante deste almoço, o Julinho Pacheco que participa pela segunda vez a convite do Vergara Marques.

* O idealizador do encontro,sempre um almoço. é o Vergara Marques...
* Celestino Valenzuela, o homem de " qui lance...." sempre vai. Ontem estava lá apesar dos seus 81 e picos anos....
* Todas as estórias e histórias que contam não são gravadas. Isto sim é um desperdício....
*Acontece de tudo: ontem, por exemplo, o Nabor Couto começou a reclamar:
-Mas como, o Fontella(josé) não ia vir??? Fontella estava sentado na sua frente....
* Antônio Carlos Ribeiro, o Gaguinho, está escrevendo um livro...
* Ontem estiveram lá Vergara Marques,José Fontella,Nabor Couto,Celestino" qui lance."..Valenzuela Pedro Amaro, Holmes Aquino, Jaime Eduardo Machado, que foi locutor esportivo na rádio Guaíba,Sérgio Schuller,Estevam Romano,Nabor Couto,Enir Freitas,Euclides Prado.
Foram lembradas muitas estórias. Uma delas aconteceu com a cantora Elis Regina,quando estava na rádio.
Gaúcha. Segundo contaram lá, Elis teve que ir a São Paulo quando estava na rádio Gaúcha. Na volta chegou pro chefe Mendes Ribeiro e fez cara de surpresa:
_ Ribeiro sabes quem perguntou por ti lá:?
- Quem, quem, quis saber o vaidoso do Bom Cabelo?
- Ninguém respondeu Elis.
Toing.....
Peguntei ao Julinho se falaram muito do falecido Maurício e de Jayme Sirotsky.
Sim falamos,disse Julinho, mas só de bem....
Julinho lembrou que Celestino Valenzuela fez uma acrobacia nos anos 50( 54 ou 55) atravessando num fio
junto de um conjunto de artistas alemãs, num fio, entre o edifício União e o prédio da prefeitura de Porto Alegre
e transmitindo a emoção porque caminhavam encima de fios pela rádio Gaúcha. Perguntei o Júlio porque não estão gravando tudo isto:
- Olha,acho que ninguém tinha pensado nisto....
Ontem, por exemplo, foram ao almoço quatro ou cinco técnicos da rádio Difusora que o próprio Júlio não
conhecia. Mas atenção: são todos ligados ao rádio....
O encontro é uma vez ao mês e quem coordena é o Vergara Marques. Não é tão fechado quanto o
Festival da Barranca, de S. Borja, que acontece na semana santa mas onde só entra convidado levado por alguém
que já participou outras vezes do evento. É pra evitar os malas....
Muito orgulhoso, Julinho disse que lá estava,ontem, o tri que apresentou notícias na TV Gaúcha durante anos

ele, Sergio Schuller e José Fontella.
Inté o próximo encontro no mês de agosto....

Homenagem a um xiru missioneiro.

Comemorou-se,ontem,dia 8/07, 10 anos do passamento do payador Jayme Caetano Braun. Pra registrar a data eis seu poema, Galo de Rinha
Jayme apresentou na rádio Guaíba durante anos o programa " Brasil Grande do Sul". Jayme saiu da Guaíba depois que os Ribeiro compraram a emissora. Como era xiru brabo, das Missões, de Bossoroca, Carlinhos Ribeiro queria que ele mudasse o jeito de fazer seu programa e como não se entenderam cabou indo pra rua....

Eis seu poema:

Galo de Rinha

Valente galo de rinha,
guasca vestido de penas!
Quando arrastas as chilenas

No tambor de um rinhadeiro,
No teu ímpeto guerreiro
Vejo um gaúcho avançando
Ensanguentado, peleando,
No calor do entrevero!


Pois assim como tu lutas
Frente a frente, peito nu.
Lutou também o chiru
Na conquista deste chão...

E como tu sem paixão
Em silêncio ferro a ferro,
Cala sem dar um berro
De lança firme na mão!

Evoco neste teu sangue
Que broca rubro e selvagem.
Respingando na serragem,
Do teu peito descoberto,
O guasca de campo aberto,
De poncho feito em frangalhos,
Quando riscava os atalhos
Do nosso destino incerto!

Deus te deu, como ao gaúcho
Que jamais dobra o penacho,
Essa de altivez de índio macho
Que ostentas já quando pinto;
E a diferença que sinto
E que o guasca bem ou mal!
Só lutas por um ideal
E tu brigas pôr institinto!

Por isso é que numa rinha
Eu contigo sofro junto,
Ao te ver quase defunto.
De arrasto, quebrado e cego,

Como quem diz: não me entrego;
Sou galo, morro e não grito
Cumprindo o fado maldito
Que desde a casca eu carrego!

E ao te ver morrer peleando
No teu destino cruel.
Sem dar nem pedir quartel.

Rude gaúcho emplumado.
Meio triste, encabulado,
Mil vezes me perguntei
Pôr que é que não me boleei
Pra morrer no teu costado?

Porque na rinha da vida
Já me bastava um empate!
Pois cheguei no arremate
Batido, sem bico e torto...
E só me resta o conforto

Como a ti, galo de rinha
Que se alguém
dobrar - me a espinha
Há de ser depois de morto!



Sergio Ros, de Brasília....

Os gauchos moradores de Brasília e que torcem para o Internacional e para o Gremio,mesmo com as vitórias de domingo,ainda não engoliram as derrotas para o Corintians e Cruzeiro.
Os mais agitados no entanto, são os gremistas...Queixam-se da diretoria,principalmente do Duda Kroeff e do treinador Paulo Autuori.Estão inclusive pensando em fazer algumas manifestações publicas e adivinhem a onde pensam e fazer?É exatamente isso:acertaram:na Praça dos Tres Poderes.Bem perto de onde o Lula aparece de vez em quando.
Mas enquanto os gauchos estão envolvidos com o futebol,o restante da população,curte a possibilidade de no próximo ano,por ocasião do cinquenténario da fundação de Brasília,assistirem ao vivo aqui na capital um show do Paul McCartney.O ex beatle,vem ao Brasil em abril de 2010 para cantar em São Paulo e se confirmado,fará tambem um espetaculo em Brasília.
Voltando ao futebol,os brasilienses que curtem o velho esporte bretão,como diria o velho e querido Rei do Furo,Edson Pires, estão felicissimos com os conterrâneos Lucio e Kaka.Os dois nasceram aqui no Distrito Federal e sempre que podem não deixam de visitar a terrinha e seus amigos.
Lucio, que hoje ainda anda por aqui,decidindo se continua no Bayern ou acompanha o Kaka no Real Madrid,não se esqueçam,ele deixou o Inter,para conquistar o futebol europeu.Já Kaka,depois do titulo de campeão na Africa do Sul,não pode voltar à Brasília,visitar sua avó e seus amigos.Tinha que se apresentar no Real Madrid.
Já na área política o assunto por aqui,como não podia deixar de ser é a crise no Senado.E como assunto local a sucessõa estadual. Brasilia hoje, tem na disputa para o governo do DF, em l910,mais de cinco candiatos. O PT que quer ficar sozinho na eleição e sozinho quer eleger o seu representante,prefere esperar para o inicio de 2010 para discutir o assunto.Os demais partidos já negociam os nomes de seus representantes.Um duelo que está prestes a acontecer será uma guerra entre o atual governador José Roberto Arruda e o ex governador Joaquim Roriz.
Arruda era senador e esteve juntamente com o senador Antonio Carlos Magalhães envolvido no escandalo do painel de votação eletronico do Senador.Para não ser cassado pediu as contas e se mandou... Já Roriz também pegou o chapéu e pulou fora antes do fim de seu mandato.

 

Coleguinhas

* Adriana Irion, repórter política da ZH , está grávida...
* Ontem,durante entrevista coletiva de Lair Ferst, o advogado do réu do caso do Detran, Lúcio de Constantino, foi particularmente agressivo com a profissional de ZH.
*Deputado Alexandre Postal(PMDB) caminhava ontem na pracinha da Encol, normalmente, sem se abalar com matéria de ZH que diz que ele intermediou 40 mil reais para campanha da governadora...." Se eu estivesse morando no bairro operário de Guaporé, ninguém estaria dizendo nada de mim",comentou o Postal..
* Deputado Luis Fernando Záchia(PMDB) está sem ir ao trabalho há mais de 20 dias. Problemas numa perna...
*Coleguinha que já não aguenta mais entrevistar o Cpers saiu-se ontem com uma boa: ao referir-se ao sindicato chamou-o de MagiHistérico....
* Aliás, aqui se faz e aqui se apaga:
os professores chamavam o ex-secretário da fazenda do governo de Jair Soar es, Hipólito Campos, de HIPOPOLITO, devido ao seu grande porte avantajado...

 

 

Coleguinhas

Recebi do Julinho este convite mas caiu na quarentena do meu email e só abri as 14 horas. que barbaridade, perdi os papagaios contando lorotas...mas vou outro dia....o editor


A morte de um
transportador...

onibus unesul

Só tive um ou dois contatos com seo João Lourenço Zaffari, da Unesul, porque  tratava  com seu irmão Belmiro.

João morreu no dia 30/06 e era um dos últimos pioneiros do transporte intermunicipal ainda vivo. Devia,seguramente ter mais de 80 anos...Foi um dos irmãos Zaffari, de Erechim, fundadores do Grupo Unetral, que detem a Unesul e a TTL...
No meu livro Quem Diria, conto um pouco de como nasceu o grupo...ou melhor a Unesul...Eis o relato...

"Em 1946, Egidio Piccoli mudou-se para Erechim, onde comprou um ônibus e fundou a empresa Planeta. Fazia uma viagem por semana entre a cidade e Porto Alegre. Saía de Erechim na quinta e voltav a segunda-feira. Em 1947, os donos das quatro empresas da região, que tinham um total de 11 carros, cansados de disputar passageiros, fundaram a União Erechim de Transportes Ltda, Unetral. Entre os fundadores estavam Egidio Piccoli, Antônio Generali, Olívio Zardo, Victorio Luiz Zaffari,( falecido num acidente de carro em 7 de abril de 1968 o que obrigou Belmiro, seu irmão a deixar Erechim e a se mudar pra Porto Alegre) Eduardo Konka,Reinaldo Piccoli, Ricardo Dorigoni e Vitor Rigo"

 

Coleguinhas

*Carlos Chagas, autor de 113 dias de angústia, está trabalhando num livro sobre censura e imprensa....
*Chagas está com 72 anos e vive ainda em Brasília.
*Cachaça colonial que o pessoal de Cerro Branco-terra natal do Adroaldo Streck, do jornal O Sul - está dando de aperitivo na entrada da Assembléia é da melhor qualidade. É a semana em que o município faz a sua exposição...
* Coleguinha Otálio Camargo teria levado o bilhete vermelho(expulso de campo)...Bah, isto depois de uma certa idade é fogo....Camargo se entitula " missioneiro" porque é de Santo Angelo. Na verdade, quem assim o chamava era o governador Amaral de Souza.
*Otálio Camargo sempre lê as notícias que sai nos blogs - pelo menos no meu -sobre o Carlos A. Kolecza já que o polaco não tem computador, nem carro, nem celular....Nossa....e o Camargo faz terror quando as lê...Mas o Kolecza sempre tem uma saída. Geralmente responde: nesta altura da vida, não quero incomodação.
*Caroline Jardim leu no dia 7/07 o que sairia no Correinho de ontem no programa das sete, apresentado pelo " eufórico" Fabiano Brasil.Geralmente quem faz isto é o Eugênio Bortolon.
* Danilo Ucha mandou-me chasque pedindo desculpas por não publicar uma foto minha que lhe mandei ...que é isto companheiro. Eu entendo isto, como dizia o finado Luis Paulo Pilla Vares, o papel não se espicha....
*O gordo Ucha foi no último findi ver os lançamentos da Miolo no Vale dos Vinhedos...
*O Gordo pertenceu a uma república de Livramento que vivia mais pobre que rato na pensão da dona Maria, aqui na avenida João Pessoa, perto do Touring Clube. Pelo menos que sei ele a frequentou. Moravam lá o Glênio Lemos ( que foi prefeito e deputado estadual)e o Kenny Braga. Ucha e Bicudo só visitavam os dois amigos de Livramento. Foram os tempos de penúria e de revolucionários dos santanenses. Diz um conviva deles - cujo nome não revelo - que o único que debochava daquele socialismo todo era o Ucha. Os outros depois viraram tão burgueses quanto ele.

Concurso Petrobrás

A Petrobrás, maior empresa estatal do país, está com
inscrições abertas para o concurso que visa ao
preenchimento de 1.178 vagas para os níveis médio,
médio técnico e superior.
Os interessados em participar podem fazer as inscrições
até o dia 20/09. A taxa é de R$28,00 para cargos de
níveis médio/técnico e de R$38,00 para os cargos de
nível superior.
Os salários iniciais chegam a R$5.605, de acordo com
o cargo pretendido.

Clique aqui para maiores informações e tirar o Edital.



Coleguinhas (o Marcelo me corrige quanto ao sobrenome)

Amigo Olides!
É Nepomuceno, e não Nepomuneceno ok?

Abraço,
Marcelo Nepomuceno


Alça de Mira

Nosso correspondente de Brasília, Serginho Ros,atento ao que aocnteça na Novacap....

Os senadores da Republica, estão fazendo o possivel e até mesmo o impossivel para anteciparem do dia 17 deste mes,para sexta feirao inicio de seus recessos.Eles acreditam que com o esvaziamente da Casa,as pressões em cima do Senador Joaé Sarney,diminuam.
Mas para que o recesso seja mesmo iniciado,os nobres Senadores precisam aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias.A lei é o único projeto que,se não for votado no prazo, ele impede a folga da nossa alegre rapaziada.E o prazo para isso é até amanha.
* Já o Presidente do Banco Central,Henrique Meireles,lançou oficialmente a sua candidatura ao Governo do Estado de Goias.Ele deverá iniciar no final desta semana,grandes giros pelo interior goianense,para buscar votos com agricultores e pecuaristas da região.Ele será candidato pelo PP e dizem os profissionais do ramo que ele tem grandes chances de se eleger.
Em seu discurso de campanha ele anuncia que ´´as portas do Banco Central´estão abertas para todos``.Antes,esses ruralistas e pecuaristas eram pessoas que estavam muito próximas a dar calotes...
Hoje existem na região mais de 93 mil pecuaristas e agricultores,sendo que mais de 80%,são gauchos.
* Voltando a falar do Senado,foi descoberto que mais de trinta e quatro prestadoras de serviços trabalham na casa.Alias a tercerização dos trablhos nos órgãos do governo é impressionante. Hoje os funcionários oficiais dos Ministério estão trabalhando apenas em meio expediente,quando não so uma semana por mês.Sim porque,se todo mundo aparecer na hora do batente ,vai faltar muita mesa.Alias, os coleguinhas das revistas semanais,ja andam fazendo um levantamento da situação e nã será surpresa
to da se no final desta semana,Veja e Isto É não venham com a materia em suas capas...
* Sabe-se agora porque o Presidente Lula antecipou em
dois dias o inicio de sua viagem à Europa.É que após enquadrar o PT e fazer com que o partido parasse da de pedir o afastamento de José Sarney do posto ele teria que ainda ouvir os senadores e dirigentes em romaria,cada um com suas queixas e justificativas.Como ele leu o livro de Danuza Leão intitulado ``Quase tudo``,não teve duvidas:comprou duas passagens para Paris e se mandou...Este é o conselho que Danusa dá em seu livro para a gente escapar dos caras chatos num final de semana.
* Por falar em futebol, os torcedores da dupla GRENAL aqui em Brasilia,ainda não engoliram as derrotas para o Corintians e para Cruzeiro,mesmo após os resultados deste final de semana.
Reclaman de tudo e a turma do Gremio que chia mais,reclama do treinador Paulo Autuori e principalmente do Presidenta Duda Kroeff. Aí que saudades do pai dele, suspiram.
Esses torcedores, já pensam em fazer manifestações públicas e sabem a onde pretende fazer essas manifestações???? Se disseram que é na Praça dos Tres Poderes,bem em frente ao Palácio do Planalto onde de vez enquando o Lula dá expediente... acertaram em cheio.
O Brigadeiro Délio Jardim de Matos ,era no Governo do Presidente Geisel Ministro da Aeronautica.Ele tinha um grande amigo que morava em uma casa na beira do Lago Paranoa.

Situação e não será surpresa se no final desta semana elas venham com suas capas falando sobre o assunto.

 

O que é, exatamente, Marketing?

Explicação de uma amiga minha, craque no assunto:

1. Você vê um cara numa festa. Você vai até ele e diz: 'Eu sou muito boa de cama.
Isto é Marketing Direto.

2. Você está numa festa com um grupo de amiga...Expandirs e vê um cara. Uma delas vai até ele e, apontando para você, ela diz: 'Ela é fantástica na cama!'
Isto é Publicidade.

3. Você vê um cara numa festa. Você vai até ele e consegue o seu telefone. Você liga no dia seguinte e diz: 'Oi! Eu sou ótima de cama!
Isto é Telemarketing.

4. Você vê um cara numa festa. Você se levanta, ajeita o vestido, vai até ele e diz: 'Com licença.' e ajeita a gravata dele, roçando de leve no seu braço e conclui: 'A propósito, eu sou muito boa de cama.
Isto é Relações Públicas.

5. Você está numa festa. Um cara se aproxima de voc ê e diz; 'Me disseram que você é maravilhosa na cama.'
Isto é Reconhecimento de Marca.

6. Você está numa festa e vê um cara. Você o convence a ir para casa com a sua melhor amiga.
Isto é Representação de Vendas.

7. Sua amiga não o satisfaz e ele liga para você.
Isto é Suporte Técnico.

8. Você está indo a uma festa quando você se dá conta que poderia haver um monte de caras em cada uma das casas pelas quais você está passando. Você sai do carro e do meio da rua grita bem alto: 'EU SOU FANTÁSTICA NA CAMA!'
Não faça isso: Isto é Spam!

Antônio Goulart

 

 

Coleguinhas

* O Julinho Pacheco anda " vaselina" que vou te contar. Ontem(7/7) quando tocou o fone lá em casa - toca pouco - e o Julio falando ainda me sai com esta: sempre entro de manhã cedo no teu blog e no do Prévidi pra ver se estão atualizados...Ah, estes blogs, estão tirando os leitores dos jornais....
* O periscópio, do Valduga, está me obrigando a "perder" alguns minutos por dia....Com poucos perco tempo: com ele, a Laura de Lajeado e acho que só....mais o loco do prévidi....
* gostaria de ler um blog do Arthur Monteiro, mas que ele fizesse as brincadeiras que fazia anos atrás no jornalismo. Me  contou o Derosso que uma vez o loco do Arthur, que os coleguinhas chamavam de Arthur Loco,chegou no secretário Luciano Machado, da Agricultura e no outro dia abriu assim sua matéria na Folhinha: o secretário....assinou ontem a lei do TERNEIRO PRECOCE com SUA CANETA DE OURO...Hoje o Arthur Loco anda muito comportado...

* Outra d o Arthur Loco: na redação do Jornal do Comércio ele chegou pro Todt,seu colega e disse: vais ver o que vou escrever amanhã. E no dia seguinte ao invés de colocar o nome do Instituto Evaldo LODI(ligado a FIERGS) colocou Evaldo TODT. Passou, o revisor nem se deu conta....

* Uma vez o Raul Pilla chegou no seu jornal - não tenho aqui o nome - e foi cumprimentado logo por um puxa-saco.
- Como passa Excelência, disse o redator...
- Como passam erros neste jornal, retribuiu o Raul Pilla....

 

Coleguinhas

* André Campos,ontem, 7/7, no Bom Dia,da Guaíba deu que em Santa Maria estava " 100 GRAUS" umidade relativa do ar....Ele é da rádio Guarantã... São as gafes do nosso dia a dia do rádio. PUXA, QUE UMIDADE, hein....

*Pra onde foi a Sirlei Pastore, que produzia o Bom Dia, da Guaíba?
* É dura a vida dos produtores e dos plantonistas esportivos das rádios. Sobra sempre pra eles....ou seja, a corda arrebenta do lado mais fraco.

* falando em rádio,estes dias me contaram uma boazinha, como dizia o MEL STRICHER: havia acho que na  tevê Difusora,ou na Gaúcha um programa de auditório do Ivan Castro ( depois ele ficou cego por causa da diabetes). Iam lá calouros e ao vivo eles cantavam. Era moda nos anos 60 e 70 quando a tevê era iniciamente.Uma senhora,negra, foi cantar. E assim que começou, Ivan tocou-lhe a buzina interrompendo-a porque ela cantava muito mal, era horrível. A mulher se putiou:
- Ah, seo Ivan,reagiu a caloura  sempre no c...dos pretos, né....

* Márcio Pinheiro, que fazia a Página 3 da ZH está em férias. Seu lugar foi ocupado pela Lurdete Ertel...E pelo visto ela não é interina...


Brasíla...

Conversando com o Julinho Pacheco, ontem,dia 7/07, perguntei-lhe porque a colunista Ana Amélia Lemos, na opinião dele, está há tantos anos em Brasília. Ele acha, é opinião dele, claro, que a " Meméia" se adaptou lá e suas relações afetivas - é casada com o ex-senador( biônico,vá lá, mas foi senador da República) Octávio Cardoso e que também foi presidente da Caixa Econômica Federal.

Julinho me disse ainda que quando chefiou o escritório da RBS em Brasília, nos tempos do presidente Ernesto Geisel, tinha se adaptado muito bem, mas que sua esposa Doris não via a hora de vir embora. Já minha ex-sogra, Norma B.Pinheiro Machado, que morou em Brasília ao tempo que seu marido foi presidente da Embrapa, sempre comentou sobre a capital da república: " Brasília não tem cantinho",sentenciava ela.O " Galo Cego" ou o Noé Cardoso,quando andou em Brasília assessorando um ministro gaúcho, aprendeu que no poder de Brasília, quem está num galho de uma árvore, mesmo que não tenha força pra subir, não se deve tirar de lá porque alguém lá o colocou. É a sabedoria do " Galo Cego".
 Bão tudo isto é um grande " nariz de cera" pra reproduzir aqui neste blog um artigo que li neste fim de semana escrito pelo Ayrton Fagundes  que está em seu livro Bares sobre Brasília. Eis o artigo:

Brasília, Divisões e Tribos

Vista assim do alto mais parece um autorama. Só se vê carros e mais carros. Seus espaços denunciam uma sensação de liberdade, jamais sentida em qualquer capital do mundo. E de qualquer ponto de vista sempre se enxerga um horizonte. Uma linha a se confundir com um céu, quase sempre azul.

 Deu pra entender? Ou perceber que se fala de Brasília? Uma cidade sem esquinas . E sem mulhres bonitas desfilando pelas ruas, que em Brasília são para automóveis. Aqui não tem rua da Praia, como Porto Alegre, rua Frederico Schimitd, como Florianópolis, Oscar Freire como São Paulo, Visconde do Pirajá como no Rio de Janeiro. Aqui as mulheres bonitas,  e as há, estão fechadas nas repartições, nos bancos, nos shoppings, nas piscinas dos clubes. Menos na rua. Aliás andar na rua é um martírio. Tudo é longe para ir a pé e tudo é perto para ir de carro...

    Para um turista comum, num passeio comum, Brasília poder ser vista em, no máximo um dia e meio. Asa Norte, Asa Sul, Lago Norte, Lago Sul, Esplanada dos Ministérios, Congresso Nacional, Cateral, Eixo Monumental, Palácio do Planalto, da Alvorada, Memorial JK e pronto.

  Prá quem quer algo mais há que visitar recantos e os bares. Conversar com as pessoas que vieram pra cá, obrigadas e agora não querem voltar...pessoas que vieram pra cá para reorganizar a vida e conseguiram, ou não.

 Há quem diga que o brasiliense gosta de três coisas, fundamentais:
- cra chá

- feriadão

- contracheque

Um gozador que ouviu a definição emendou:
- Jornal do Rio

- Mulher de fora

- e passagem de volta...

Mas isto era no começo da cidade, na década de 60, quando para cá vieram os pioneiros que se subdividiram em " pioneiros e piotários".  Pioneiros os que ficaram ricos. Piotários os que trabalhavam e continuaram pobres. E trabalhando.

A sociedade de Brasília também também tem suas divisões e suas tribos formadas.

A sociedade dos pioneiros é aquela que veio para construir a cidade e aqui ficou, ou trabalhando no governo ou para o Governo. Depois vieram prestadores de serviços, donos de imobiliárias, incorporadores, donos de centros comerciais, empresas de mão-de-obra.

  Tem a sociedade dos prestadores de serviços menos nobres e que moram nas chamadas cidades satélites. São os empregados domésticos, motoristas, jardineiros, cas eiros, enfim,todos aqueles que podem ser chamados de servidores ou empregados.

Quem absorve boa parte deste tipo de trabalho, são outras duas sociedades: a sociedade diplomática e asociedade do poder.

A sociedade diplomática é rotativa, pois os seus integrantes são itinerantes. Existem perto de 90 delegações acreditadas junto ao Governo Brasileiro. Na alta temporada, como diz um cronista social, que vai de Março a Dezembro, as festas e recepções nas Embaixadas acontecem todos os dias. O mundo diplomático é muito unido. Mas tendo em mente sempre a máxima de que " não existe país amigo, existe país com interesse". E a diplomacia consome os serviços dos pioneiros em suas recepções e festas, às quais são sempre convidados altos escalões do Governo. Os convites é bom que se diga, são para o detentor do cargo e não para a pessoa que o ocupa.

A sociedade do poder é muito instável. O ministro de ontem poderá ser o desempre gado de amanhã. Dependendo da origem dos donos do poder, chegam a ser formadas verdadeiras repúblicas. A mais recente foi a de Alagoas( acho que o autor escreveu este artigo depois do Collor tem ocupado a presidência, lá pelo começo dos anos 90) e que teve triste fim. Também a sociedade do poder depende da sociedade dos prestadores de serviço. Nela se incluem os burocratas que são os que movem( movem?) a máquina do Estado.


Como se vê, todos os caminhos se cruzam neste Planalto Central.A verdade é que, queiram ou não, daqui se tem uma visão nacional, pois é o centro dos acontecimentos políticos e administrativos do país..

Brasília, a capital da esperança. Ainda é?

 

Coleguinhas:

* Grupo de velhuscos, ou em bom português narradores antigos têm uma confraria e se encontram às quartas no restaurante Forno e Fogão, no Menino Deus. Entre eles estão Euclides Prado, Antônio Carlos Resende,Lauro Hagemann,Júlio César Dreyer Pacheco entre outros. Dizem que Flávio A. Gomes não vai com medo....

* Ib Kern mora bem ao lado do Forno e Fogão. Está com 90 anos e vai lançar dia 11 de setembro ( que cada,hein...) um livro ficcional. O dele anterior, Não Há Anjos no Poder, está vendendo bem...

*Quase deu xabu,ontem, no serpentário da rua Uruguai. Alguém que diz que um famoso jornalista tem um emprego numa estatal foi contestado e ele não gostou....

*Falar em serpentário, o C ascatinha nos primórdios também chamado de "Magro Alemão" pelos que bebiam no bar Oásis da Rua da Praia( ah, ele quer ser chamado de Fernando Albrecht,seu nome....) estava lá,ontem,dia 7/07, sentado sozinho, numa mesa.

*Aos poucos, salinha J.C. Terlera está tomando jeito. Modus operandi está sendo imposto pelo diretor de jornalismo da Assembléia Legislativa, Marcelo Nepomuneceno....

* Também deverá ser feita uma " divisória" - meu Deus, não vão chamar isto de Muro de Berlim? - entre o local do atendente da salinha com as " terceirizadas" que fazem a tradução pra linguagem de surdos e mudos da TV Assembléia...

* Meu Deus, como é difícil o convívio,sob o mesmo teto...

* Como dizia o Paulo Sant´Anna: se queres separar duas pessoas, ponha-as sob o mesmo teto...

*Protásio Alves, que era médico - e que tem até um livro da JA Editores sobre ele - tinha três cachorros. Os três viviam às turras, mas ele dizia que gostava dos três e por isto não podia se desfazer de nenhum...

* Júlio Pacheco tem um cabedal de memórias que vou te contar. Mas não quer abrir o baú das lembranças....Conheci o Julinho em 1976 quando fui fazer uma cobertura pela ZH  - matéria tri QUINHENTÃO - em Blumenau com o ministro das Comunicações, CEL. Euclides Quandt de Oliveira. Julinho viera no Jatinho junto do ministro,desde Brasília, onde vivia com a família.

* Bertrand Kolezca botou uma máscara que vou te contar. Não consigo falar com ele pelo telefone. Não atendem. Kolecza é filho do velho Carlos Alberto, um ícone da reportagem gaúcha. Bertrand é dono do Jornal Folha do Porto...que circula nos bairros da zona sul de Porto Alegre. Ele e a Sayonara, sua esposa, entregam o jornal de porta em porta...

*Recebi um elogio por um tópico que botei no blog. Mas prefiro sempre as críticas. Elas me ajudam mais a me aperfeiçoar...

* Frase de Flávio Pereira, colunista de O SUL, sobre situação das tradutoras dos surdos e mudos da salinha J.C. Terlera. Como disseram que as funcionárias estavam ali temporáriamente, Flávio disse: tudo o que é temporário na Assembléia,vira permanente. Conhece a casa como poucos. Mais que ele, o Gustavo Motta e o J.C. Terlera...


Karnas entusiasma Carlos Chagas.

Segundo o meu correspondente em Brasília,Serginho Ros( o ex-futuro ponta-esquerda do Grêmio e do Cruzeiro) o colunista Carlos Chagas - que escreveu um livro sobre a morte do ex-presidente Costa e Silva chamado 113 dias de angústia,editado pela LPM ( acho que este livro está esgotado, mas procurem na LPM)gostou do artigo publicado aqui cujo autor é o Carlos Karnas.

 

Coleguinhas

* O superintendente de Comunicação da prefeitura de Porto Alegre, Anilson Costa deverá viajar pra fora do país em breve. Está providenciando sua carteira internacional de jornalista.

* Carlos Bastos tirou férias do seu trabalho na Imprensa da Assembléia Legislativa do Estado.

 

Memória da Imprensa

Papito que transmitia até velórios....

Eu tenho que ouvir cada uma do Serginho Ross que vou te contar...este domingo ele me informou que uma vez estava em Estrela e a rádio Alto Taquari tinha um programa de auditório apresentado justamente pelo radialista Oscar Chaves Garcia, o famoso Papito, também relações públicas da fábrica de cerveja Polar...

Papito fazia de tudo na rádio: contam que até velório ele transmitia. Pois neste domingo, o Serginho adentrou o auditório da rádio Alto Taquari, a famosa ZYN-9 e participou do concurso,acertando." Ganhei um vinho moscatel" lembrou-se.

Papito era quem inventava concursos. Existiu a Taça Gilda, que era patrocinada pela Polar. A Gilda era  uma invenção do Papito...

" O Chaves Garcia era um cara que inventava" conta o ex-goleiro Assis que atuou no Lajeadense .Assis ficou conhecido por causa de uma briga que teve com o centroavante Prego, do Estrela F.C. Prego tinha o costume de pegar um punhado de areia e quando subia pra cabecear punha nos olhos dos zagueiros. Fez isto em muitas partidas decisivas e na subida fazia gols de cabeça....

 

Nos primóridos do 
"Cascatinha" ...

cascatinha
Arquivo pessoal de Carlos Karnas

Pois é, o Cascatinha, outrora, no bar Oásis, que ficava na subida da rua da Praia, tinha entre os colegas o apelido de magro alemão. Tudo porque era magro mesmo e alemão por causa de sua origem. O Cascatinha tem este apelido no meio dos coleguinhas, mas seu nome oficial é Fernando Albrecht....

 

Ana Amélia Lemos contestou o salário no Câmera DEZ, na TV Difusora....

Carlos Bastos contou-me que foi ele que sugeriu ao Ayrton Fagundes - autor de um livrinho muito interessante, Bares, histórias ouvidas,criadas e contadas - contratar a Ana Amélia Lemos pra fazer comentários para o programa Cãmera Dez,na antiga TV Difusora,atual Band. " O Ayrton achou que teríamos que colocar alguém pra falar em economia. Era justamente que estava estourando este negócio de bolsa de valores" relembra Bastos.E acrescenta:
" eu me lembrei da Ana Amélia que estava então no Jornal do Comércio". Mas antes a atual comentarista  da RBS em Brasília tinha trabalhado no Correio da Manhã, que tinha a redação na av. Borges de Medeiros.Nos dois jornais - pode até ser que ela tenha trabalhado neles ao mesmo tempo , uma prática muito comum nos anos 60 e 70. Os jornalistas trabalhavam num jornal do centro do país(sucursal local) e n um jornal do RGSul.No Correio da Manhã, o chefe da Ana Amélia Lemos era o Celito de Grandi.

No Câmera DEZ, em seguida, deu xabu:A Ana Amélia Lemos descobriu que a outra integrante da bancda, Yeda Maria Vargas ganhava três vezes mais que ela. Eu a ouvi,relata Bastos, mas depois lhe disse:
- Ana, fica aqui que a televisão vai funcionar como um impulso pra tua carreira. Mas ela continuou resistindo. Então tá, contestou Bastos:
- Tu fostes Miss Lagoa Vermelha, mas ela foi Miss Mundo...

Nascida em 23.03.1945, em Lagoa Vermelha, Ana Amélia é filha de João Laureano de Lemos e de Celene Daros de Lemos. Já residiu na rua Santana, 536/308.

Ana Amélia, em Brasília é famoso pela disposição com que disputa seu espaço. Mas,segundo Jayme Keunecke, ela tem grande relacionamento, não apenas com ministros de estados, mas com todo o segundo e terceiro escalões da burocracia e no próprio Itamaraty, onde construiu esta posição dev ido ao grande número de viagens internacionais que já fez acompanhando principalmente presidentes da República.

 

Pensamento da segunda:

Pra nós que estamos velhuscos: os netos são os filhos com açúcar....

 

Coleguinhas

* Como eu já tinha antecipado aqui, a direção de jornalismo da Salinha J.C. Terlera, da Assembléia Legislativa já tomou providências:" informarmos que os telefones deste espaço devem ser utilizados exclusivamente para contatos de ordem profissional" Assina Marcelo Nepómuneceno. Eu adianto: se isto não tiver controle, os usuários terão que solicitar ao atendente as ligações. Portanto, vamos maneirar,coleguinhas...


Memória da Imprensa:

Como Alexandre Garcia " bailou " do cargo de porta - voz do Figueiredo

O Serginho Ros sabe tudo,ou quase. Ele me contou que  foi a Marlene Galiazzzi( de Cotiporã) quem fez a matéria em que o então porta voz da Presidência da República, Alexandre Eggers Garcia, posou deitado numa cama e que acabou o demitindo da função. A matéria saiu na Ele e Ela, da editora Manchete, onde Serginho era então diretor.

Segundo o Serginho, o então Ministro das Comunicações, Said Farhah não era muito fã do Alexandre. E  o então poderoso capitão Heitor Aquino,  que trabalhava diretamente com o Gal. Golbery do Couto e Silva, estimulava a rivalidade entre os dois.
Serginho que conhecia muito como funcionava o Palácio do Planalto naqueles anos intuiu que o Alexandre iria pra rua com aquela reportagem. " Mas tinha subido pra cabeça dele", comentou Ros..

Segundo Ros, não há nenhuma rivalidade entre el e e o Alexandre, embora um, no caso ele, seja de Bento e o Alexandre, de Cachoeira...

 

A história de uma foto....


Minha neta, Helena, foi a contracapa da ZH, de ontem, dia 06/07


Sábado último, lá pelas nove da matina, fazia muito frio e eu estava me preparando para ir ao Parcão encontrar com minha filha Renata que vive no Rio e que trouxera junto o companheiro, Leo e a filhinha de oito meses a Helena. Aí tocou o telefone - ele toca pouco mesmo, o Mazzarino de Encantado diz que eu corro com quem liga lá pra casa( uma noite de domingo,de alguns anos passados telefonou pra lá uma agência de casamentos, mas dei um corridão na cara que ligou que ela deve estar impressionada até hoje). Pois o telefone tocou e era minha filha me avisando que ia pra Gramado...E que de noite me ligaria, na volta. Claro que na volta ela não ligou, eu sabia que era conversa fiada, dela...

Mas no domingo passeamos no Brique, e a Helena estava faceira, queria sair do carrinho, parecia que queria caminhar...Acho que ela via os outros caminhando e queria fazer igual....

Bão hoje,segunda, lá pelas 10 e pouco recebo um email da vó dela( a mãe da minha filha) me comunicando que ela estava na contracapa da ZH, no colo de uma atriz da companhia Tholl....Aliás, nem gosto do Tholl, nunca vi um espetáculo, não gosto deste tipo de peça que faz sucesso fácil, geralmente é um monte de besteiras como é o Tango e Tragédias...

Mas quero aqui de público parabenizar a sensibilidade do autor da foto, o Franco Rodrigues, a quem nem conheço e de quem fez a contracapa da ZH....

Eu que trabalhei na ZH quando ela era um jornal pobre, modesto, em 1973, nunca saí no jornal...E fiquei lá quase 17 anos. O Lauro Schirmer conduzia este assunto com mão de ferro: funcionários não eram notícia....E acho que ele tem e tinha razão...

Mas a minha neta ganhou o espaço
que eu nunca tive quando era funcionário. Um dia, se houver esta chance, vou contar-lhe a história de uma foto... 

 

Coleguinhas

* Olha, eu gostaria que fosse só elogio: mas domingo de madrugada, ouvi na Guaíba um anúncio institucional em que o Reche e o Haroldo ainda falavam que a Guaíba acompanha este ano o Inter na Copa do Brasil e o Grêmio na Libertadores. Os dois já tão mortinhos desde a semana passada, igual ao Michael Jackson, só esperando a venda de ingressos pros funerais...

* Aliás, domingo, fui comer um xis cordeiro no Agápio do meu amigo César Tasca ali na José de Alencar e o estacionamento ao lado estava vazio de gremistas...Deu brochura geral, a torcida está puta com o playboy que comanda o clube....

 

Coleguinhas

* Leonel Sica da Rocha, pra quem não sabe, vem a ser filho do ex-deputado Tapir Rocha, de Viamão.Tapir é falecido.


Arquivo Histórico

Na relação abaixo tem muito alho com bugalho misturado. A imprensa, ao longo desse período, conseguiu evoluir na descoberta de escândalos e na sua divulgação. Daí o volume dos escândalos tornados públicos. Sabemos que as medidas punitivas e as ações do Judiciário são pífias, inexistem. A política e os políticos, na impunidade e com a força do corporativismo histórico, vão enlameando a ética e todos os valores sociais dignos. Nada acontece e voto (na minha opinião) não resolve mais nada. Entretanto, do que se conhece, é vergonhosa e inqualificável a montanha de ações criminosas praticadas por quem está no poder. Não param de crescer. E é bom a gente ficar sintonizado. Alimentar a indignação pode fazer com que possamos sair na porrada. E é isso o que eu quero, já que nada muda.

Karnas

Guarde este para consultar antes das próximas eleições...
Acervo histórico.

Para você relembrar, se viveu, ou para conhecer um pouco da história recente da CORRUPÇÃO do Brasil. Clic na frase e terá a informação.
(GUARDAR PARA LEMBRAR NAS URNAS) UM VERDADEIRO ACERVO HISTÓRICO

Progressão do aprendizado delitivo no eterno 'País do Futuro'.


Governo Ernesto Geisel ( 1974- 1979)

1. Caso Wladimir Herzog
2. Caso Manuel File Filho
3. Caso Lutfala
4. Caso Atalla
5. Ângelo Calmon de Sá (ministro acusado de passar um gigantesco cheque Sem fundos)
6. Lei Falcão (1976)
7. Pacote de Abril (1977)
8. Grandes Mordomias dos Ministros

Governo João Figueiredo (1979- 1985)

1. Caso Capemi
2. Caso do Grupo Delfim
3. Escândalo da Mandioca
4. Escândalo da Brasilinvest
5. Escândalo das Polonetas
6. Escândalo do Instituto Nacional de Assistência Médica do INAMPS
7. Caso Morel
8. Crime da Mala
9. Caso Coroa-Brastel
10. Escândalo das Jóias

Governo Sarney ( 1985- 1990)

1. CPI DA Corrupção
2. Escândalo do Ministério das Comunicações (Grande número de concessões de rádios e TVs para políticos aliados ou não Ao Sarney. A concessão é em troca de cargos, votos ou apoio Ao presidente)
3. Caso Chiarelli (Dossiê do Antônio Carlos Magalhães contra o senador Carlos Chiarelli ou 'Dossiê Chiarelli')
4. Caso Imbraim Abi-Ackel
5. Escândalo da Administração de Orestes Quécia
6. Escândalo do Contrabando das Pedras Preciosas

Governo Fernando Collor (1990- 1992)

1. Escândalo da Aprovação da Lei da Privatização das Estatais
2. Programa Nacional de Desestatização
3. Escândalo do INSS (ou Escândalo da Previdência Social)
4. Escândalo do BCCI (ou caso Sérgio Corrêa da Costa)
5. Escândalo da Ceme (Central de Medicamentos)
6. Escândalo da LBA
7. Esquema PP
8. Esquema PC (Caso Collor)
9. Escândalo da Eletronorte
10. Escândalo do FGTS
11. Escândalo da Ação Social
12. Escândalo do BC
13. Escândalo da Merenda
14. Escândalo das Estatais
15. Escândalo das Comunicações
16. Escândalo da Vasp
17. Escândalo do Fundo de Participação
18. Escândalo do BB

Governo Itamar Franco ( 1992- 1995)

1. Centro Federal de Inteligência (Criação da CFI para combater corrupção em todas as esferas do governo)
2. Caso Edmundo Pinto
3. Escândalo do DNOCS (Departamento Nacional de Obras contra a Seca) (ou caso Inocêncio Oliveira )
4. Escândalo da IBF ( Indústria Brasileira de Formulários)
5. Escândalo do INAMPS ( Instituto Nacional de Assistência Previdência Social)
6. Irregularidades no Programa Nacional de Desestatização
7. Caso Nilo Coelho
8. Caso Eliseu Resende
9. Caso Queiroz Galvão (em Pernambuco)
10. Escândalo da Telemig (Minas Gerais)
11. Jogo do Bicho (ou Caso Castor de Andrade) (no Rio de Janeiro)
12. Caso Ney Maranhão
13. Escândalo do Paubrasil (Paubrasil Engenharia e Montagens)
14. Escândalo da Administração de Roberto Requião
15. Escândalo da Cruz Vermelha Brasileira
16. Caso José Carlos da Rocha Lima
17. Escândalo da Colac (no Rio Grande do Sul)
18. Escândalo da Fundação Padre Francisco de Assis Castro Monteiro (em Ibicuitinga, Ceará)
19. Escândalo da Administração de Antônio Carlos Magalhães (Bahia)
20. Escândalo da Administração de Jaime Campos (Mato Grosso)
21. Escândalo da Administração de Roberto Requião (Paraná)
22. Escândalo da Administração de Ottomar Pinto (em Roraima)
23. Escândalo da Sudene de Pernambuco
24. Escândalo da Prefeitura de Natal (no Rio Grande do Norte)
25. CPI do Detran (em Santa Catarina)
26. Caso Restaurante Gulliver (tentativa do governador Ronaldo Cunha Lima matar o governador antecessor Tarcísio Burity, por causa das denúncias de Irregularidades naSudene de Paraíba)
27. CPI do Pó (em Paraíba)
28. Escândalo da Estacom (em Tocantins)
29. Escândalo do Orçamento da União (ou Escândalo dos Anões do Orçamento ou CPI do Orçamento)
30. Compra e Venda dos Mandatos dos Deputados do PSD
31. Caso Ricupero (também conhecido como 'Escândalo das Parabólicas').

Governo Fernando Henrique (1995- 2003)

1. Escândalo do Sivam
2. Escândalo da Pasta Rosa
3. Escândalo da CONAN
4. Escândalo da Administração de Paulo Maluf
5. Escândalo do BNDES (verbas para socorrerem ex-estatais privatizadas)
6. Escândalo da Telebrás
7. Caso PC Farias
8. Escândalo da Compra de Votos Para Emenda DA Reeleição
9. Escândalo da Venda da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)
10. Escândalo da Previdência
11. Escândalo da Administração do PT (primeira denúncia contra o Partido dos Trabalhadores desde a fundação em 1980, feito pelo militante do partido Paulo de Tarso Venceslau)
12. Escândalo dos Precatórios
13. Escândalo do Banestado
14. Escândalo da Encol
15. Escândalo da Mesbla
16. Escândalo do Banespa
17. Escândalo da Desvalorização do Real
18. Escândalo dos Fiscais de São Paulo (ou Máfia dos Fiscais)
19. Escândalo do Mappin
20. Dossiê Cayman (ou Escândalo do Dossiê Cayman ou Escândalo do Dossiê Caribe)
21. Escândalo dos Grampos Contra FHC e Aliados
22. Escândalo do Judiciário
23. Escândalo dos Bancos
24. CPI do Narcotráfico
25. CPI do Crime Organizado
26. Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo FHC
27. Escândalo da Banda Podre
28. Escândalo dos Medicamentos
29. Quebra do Monopólio do Petróleo (criação DA ANP)
30. Escândalo da Transbrasil
31. Escândalo da Pane DDD do Sistema Telefônico Privatizado (o 'Caladão')
32. Escândalo dos Desvios de Verbas do TRT-SP (Caso Nicolau dos Santos Neto , o 'Lalau')
33. Escândalo da Administração da Roseana Sarney (Maranhão)
34. Corrupção na Prefeitura de São Paulo (ou Caso Celso Pitta)
35. Escândalo da Sudam
36. Escândalo da Sudene
37. Escândalo do Banpará
38. Escândalo da Quebra do Sigilo do Painel do Senado
39. Escândalos no Senado em 2001
40. Escândalo da Administração de Mão Santa (Piauí)
41. Caso Lunus (ou Caso Roseana Sarney)
42. Acidentes Ambientais da Petrobrás
43. Abuso de Medidas Provisórias (5.491)
44. Escândalo do Abafamento das CPIs no Governo do FHC

e agora...
Uma pequena AMOSTRA do Governo Lula
CALMA... Vai ter muito mais!!!

1. Caso Pinheiro Landim
2. Caso Celso Daniel
3. Caso Toninho do PT
4. Escândalo dos Grampos Contra Políticos da Bahia
5. Escândalo do Proprinoduto (também conhecido como Caso Rodrigo Silveirinha )
6. CPI do Banestado
7. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MST
8. Escândalo da Suposta Ligação do PT com a FARC
9. Privatização das Estatais no Primeiro Ano do Governo Lula
10. Escândalo dos Gastos Públicos dos Ministros
11. Irregularidades do Fome Zero
12. Escândalo do DNIT (envolvendo os ministros Anderson Adauto e Sérgio Pimentel)
13. Escândalo do Ministério do Trabalho
14. Licitação Para a Compra de Gêneros Básicos
15. Caso Agnelo Queiroz (O ministro recebeu diárias do COB para os Jogos Panamericanos)
16. Escândalo do Ministério dos Esportes (Uso da estrutura do ministério para organizar a festa de aniversário do ministro Agnelo Queizoz)
17. Operação Anaconda
18. Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)
19. Caso José Eduardo Dutra
20. Escândalo dos Frangos (em Roraima)
21. Várias Aberturas de Licitações da Presidência da República Para a Compra de Artigos de Luxo
22. Escândalo da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná)
23. Expulsão dos Políticos do PT
24. Escândalo dos Bingos (Primeira grave crise política do governo Lula) (ou Caso Waldomiro Diniz)
25. Lei de Responsabilidade Fiscal (Recuos do governo federal da LRF)
26. Escândalo da ONG Ágora
27. Escândalo dos Corpos (Licitação do Governo Federal para a compra de 750 copos de cristal para vinho, champagne, licor e whisky)
28. Caso Henrique Meirelles
29. Caso Luiz Augusto Candiota (Diretor de Política Monetária do BC, é acusado de movimentar as contas no exterior e demitido por não explicar a movimentação)
30. Caso Cássio Caseb
31. Caso Kroll
32. Conselho Federal de Jornalismo
33. Escândalo dos Vampiros
34. Escândalo das Fotos de Herzog
35. Uso dos Ministros dos Assessores em Campanha Eleitoral de 2004
36. Escândalo do PTB (Oferecimento do PT para ter apoio do PTB em troca de cargos, material de campanha e R$ 150 mil reais a cada deputado)
37. Caso Antônio Celso Cipriani
38. Irregularidades na Bolsa-Escola
39. Caso Flamarion Portela
40. Irregularidades na Bolsa-Família
41. Escândalo de Cartões de Crédito Corporativos da Presidência
42. Irregularidades do Programa Restaurante Popular (Projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras administradas pelo PT)
43. Abuso de Medidas Provisórias no Governo Lula entre 2003 e 2004 (mais de 300)
44. Escândalo dos Correios (Segunda grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Maurício Marinho)
45. Escândalo do IRB
46. Escândalo da Novadata
47. Escândalo da Usina de Itaipu
48. Escândalo das Furnas
49. Escândalo do Mensalão (Terceira grave crise política do governo. Também conhecido como Mensalão)
50. Escândalo do Leão & Leão (República de Ribeirão Preto ou Máfia do Lixo ou Caso Leão & Leão)
51. Escândalo da Secom
52. Esquema de Corrupção no Diretório Nacional do PT
53. Escândalo do Brasil Telecom (também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)
54. Escândalo da CPEM
55. Escândalo da SEBRAE (ou Caso Paulo Okamotto)
56. Caso Marka/FonteCindam
57. Escândalo dos Dólares na Cueca
58. Escândalo do Banco Santos
59. Escândalo Daniel Dantas - Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)
60. Escândalo da Interbrazil
61. Caso Toninho da Barcelona
62. Escândalo da Gamecorp-Telemar (ou Caso Lulinha)
63. Caso dos Dólares de Cuba
64. Doação de Roupas da Lu Alckmin
65. Doação de Terninhos de Marísa da Silva
66. Escândalo da Nossa Caixa
67. Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Quarta grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)
68. Escândalo das Cartilhas do PT
69. Escândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados)
70. Escândalo do Proer
71. Escândalo dos Fundos de Pensão
72. Escândalo dos Grampos na Abin
73. Escândalo do Foro de São Paulo
74. Esquema do Plano Safra Legal (Máfia dos Cupins)
75. Escândalo do Mensalinho
76. Escândalo das Vendas de Madeira da Amazônia (ou Escândalo Ministério do Meio Ambiente).
77. 69 CPIs Abafadas pelo Geraldo Alckmin (em São Paulo)
78. Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo Lula
79. Crise da Varig
80. Escândalo das Sanguessugas (Quinta grave crise política do governo Lula. Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)
81. Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados
82. CPI da Imigração Ilegal
83. CPI do Tráfico de Armas
84. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o PCC
85. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MLST
86. Operação Confraria
87. Operação Dominó
88. Operação Saúva
89. Escândalo do Vazamento de Informações da Operação Mão-de-Obra
90. Escândalo dos Funcionários Federais Empregados que não Trabalhavam
91. Mensalinho nas Prefeituras do Estado de São Paulo
92. Escândalo dos Grampos no TSE
93. Escândalo do Dossiê (Sexta grave crise política do governo Lula)
94. ONG Unitrabalho
95. Escândalo da Renascer em Cristo
96. CPI das ONGs
97. Operação Testamento
98. CPI do Apagão Aéreo ( Câmara dos Deputados)
99. Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão )
100. Operação Navalha
101. Operação Xeque-Mate
102. Escândalo da Venda da Varig

Abaixo lista de políticos com ficha criminal.
Essa é para guardar... E distribuir ao máximo!

EM QUEM NÃO VOTAR
1- ABELARDO LUPION Deputado PFL-PR Sonegação Fiscal
2 -ADEMIR PRATES Deputado PDT-MG Falsidade Ideológica
3 -AELTON FREITAS Senador PL-MG Crime de Responsabilidade e Estelionato
4 -AIRTON ROVEDA Deputado PPS-PR Peculato
5 -ALBÉRICO FILHO Deputado PMDB-MA Apropriação Indébita
6 -ALCESTE ALMEIDA Deputado PTB-RR Peculato e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
7 -ALEX CANZIANI Deputado PTB-PR Peculato
8 -ALMEIDA DE JESUS Deputado PL-CE Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
9 -ALMIR MOURA Deputado PFL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
10 -AMAURI GASQUES Deputado PL-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
11 -ANDRÉ ZACHAROW Deputado PMDB-PR Improbidade Administrativa
12 -ANÍBAL GOMES Deputado PMDB-CE Improbidade Administrativa
13 -ANTERO PAES DE BARROS Senador PSDB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha
14 -ANTÔNIO CARLOS PANNUNZIO Deputado PSDB-SP Crime de Responsabilidade
15- ANTÔNIO JOAQUIM Deputado PSDB-MA Improbidade Administrativa
16 -BENEDITO DE LIRA Deputado PP-AL Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
17- BENEDITO DIAS Deputado PP-AP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
18 -BENJAMIN MARANHÃO Deputado PMDB-PB Crime Eleitoral
19 -BISPO WANDERVAL Deputado PL-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
20 -CABO JÚLIO (JÚLIO CÉSAR GOMES DOS SANTOS) Deputado PMDB-MG Crime Militar, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
21 -CARLOS ALBERTO LERÉIA Deputado PSDB-GO Lesão Corporal
22 -CELSO RUSSOMANNO Deputado PP-SP Crime Eleitoral, Peculato e Agressão
23 -CHICO DA PRINCESA (FRANCISCO OCTÁVIO BECKERT) Deputado PL-PR Crime Eleitoral
24 -CIRO NOGUEIRA Deputado PP-PI Crime Contra a Ordem Tributária e Prevaricação
25 -CLEONÂNCIO FONSECA Deputado PP-SE Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
26- CLÓVIS FECURY Deputado PFL-MA Crime Contra a Ordem Tributária
27 -CORIALANO SALES Deputado PFL-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
28 -DARCÍSIO PERONDI Deputado PMDB-RS Improbidade Administrativa
29 -DAVI ALCOLUMBRE Deputado PFL-AP Corrupção Ativa
30- DILCEU SPERAFICO Deputado PP-PR Apropriação Indébita
31 -DOUTOR HELENO Deputado PSC-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
32 -EDSON ANDRINO Deputado PMDB-SC Crime de Responsabilidade
33 -EDUARDO AZEREDO Senador PSDB-MG Improbidade Administrativa
34 -EDUARDO GOMES Deputado PSDB-TO Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
35 -EDUARDO SEABRA Deputado PTB-AP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
36 -ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO Deputado PRONA-SP Falsidade Ideológica
37 -EDIR DE OLIVEIRA Deputado PTB-RS Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
38- EDNA MACEDO Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
39- ELAINE COSTA Deputada PTB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
40 -ELISEU PADILHA Deputado PMDB-RS Corrupção Passiva
41- ENIVALDO RIBEIRO Deputado PP-PB Crime Contra a Ordem Tributária, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
42 -ÉRICO RIBEIRO Deputado PP-RS Crime Contra a Ordem Tributária e Apropriação Indébita
43 -FERNANDO ESTIMA Deputado PPS-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
44 -FERNANDO GONÇALVES Deputado PTB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
45 -GARIBALDI ALVES Senador PMDB-RN Crime Eleitoral
46 -GIACOBO (FERNANDO LUCIO GIACOBO) Deputado PL-PR Crime Contra a Ordem Tributária e Seqüestro
47 -GONZAGA PATRIOTA Deputado PSDB-PE Apropriação Indébita
48 -GUILHERME MENEZES Deputado PT-BA Improbidade Administrativa
49 -INALDO LEITÃO Deputado PL-PB Crime Contra o Patrimônio, Declaração Falsa de Imposto de Renda
50 -INOCÊNCIO DE OLIVEIRA Deputado PMDB-PE Crime de Escravidão
51- IRAPUAN TEIXEIRA Deputado PP-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
52 -IRIS SIMÕES Deputado PTB-PR Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
53- ITAMAR SERPA Deputado PSDB-RJ Crime Contra o Consumidor, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
54 -ISAÍAS SILVESTRE Deputado PSB-MG Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
55 -JACKSON BARRETO Deputado PTB-SE Peculato e Improbidade Administrativa
56 -JADER BARBALHO Deputado PMDB-PA Improbidade Administrativa, Peculato, Crime Contra o Sistema Financeiro e Lavagem de Dinheiro
57- JAIME MARTINS Deputado PL-MG Crime Eleitoral
58 -JEFERSON CAMPOS Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
59- JOÃO BATISTA Deputado PP-SP Falsidade Ideológica, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
60 -JOÃO CALDAS Deputado PL-AL Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
61 -JOÃO CORREIA Deputado PMDB-AC Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
62 -JOÃO HERRMANN NETO Deputado PDT-SP Apropriação Indébita
63 -JOÃO MAGNO Deputado PT-MG Lavagem de Dinheiro
64 -JOÃO MENDES DE JESUS Deputado PSB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
65 -JOÃO PAULO CUNHA Deputado PT-SP Corrupção Passiva, Lavagem de Dinheiro e Peculato
66 -JOÃO RIBEIRO Senador PL-TO Peculato e Crime de Escravidão
67 -JORGE PINHEIRO Deputado PL-DF Crime Ambiental
68 -JOSÉ DIVINO Deputado PRB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
69 -JOSÉ JANENE Deputado PP-PR Estelionato, Improbidade Administrativa, Lavagem de Dinheiro, Corrupção Passiva, Formação de Quadrilha, Apropriação Indébita e Crime Eleitoral
70 -JOSÉ LINHARES Deputado PP-CE Improbidade Administrativa
71 -JOSÉ MENTOR Deputado PT-SP Corrupção Passiva
72 -JOSÉ MILITÃO Deputado PTB-MG Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
73 -JOSÉ PRIANTE Deputado PMDB-PA Crime Contra o Sistema Financeiro
74 -JOVAIR ARANTES Deputado PTB-GO Improbidade Administrativa
75 -JOVINO CÂNDIDO Deputado PV-SP Improbidade Administrativa
76 -JÚLIO CÉSAR Deputado PFL-PI Peculato, Formação de Quadrilha, Lavagem de Dinheiro e Falsidade Ideológica
77 -JÚLIO LOPES Deputado PP-RJ Falsidade Ideológica
78 -JÚNIOR BETÃO Deputado PL-AC Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
79 -JUVÊNCIO DA FONSECA Deputado PSDB-MS Improbidade Administrativa
80 -LAURA CARNEIRO Deputada PFL-RJ Improbidade Administrativa e Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
81 -LEONEL PAVAN Senador PSDB-SC Contratação de Serviços Públicos Sem Licitação e Concussão
82 -LIDEU ARAÚJO Deputado PP-SP Crime Eleitoral
83 -LINO ROSSI Deputado PP-MT Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
84 -LÚCIA VÂNIA Senadora PSDB-GO Peculato
85 -LUIZ ANTÔNIO FLEURY Deputado PTB-SP Improbidade Administrativa
86 -LUPÉRCIO RAMOS Deputado PMDB-AM Crime de Aborto
87 -MÃO SANTA Senador PMDB-PI Improbidade Administrativa
88 -MARCELINO FRAGA Deputado PMDB-ES Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
89 -MARCELO CRIVELA Senador PRB-RJ Crime Contra o Sistema Financeiro e Falsidade Ideológica
90 -MARCELO TEIXEIRA Deputado PSDB-CE Sonegação Fiscal
91 -MÁRCIO REINALDO MOREIRA Deputado PP-MG Crime Ambiental
92 -MARCOS ABRAMO Deputado PP-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
93 -MÁRIO NEGROMONTE Deputado PP-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
94 -MAURÍCIO RABELO Deputado PL-TO Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
95 -NÉLIO DIAS Deputado PP-RN Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
96 -NELSON BORNIER Deputado PMDB-RJ Improbidade Administrativa
97 -NEUTON LIMA Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
98 -NEY SUASSUNA Senador PMDB-PB Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
99 -NILTON CAPIXABA Deputado PTB-RO Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
100 -OSMÂNIO PEREIRA Deputado PTB-MG Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
101 -OSVALDO REIS Deputado PMDB-TO Apropriação Indébita
102 -PASTOR AMARILDO Deputado PSC-TO Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
103 -PAULO AFONSO Deputado PMDB-SC Peculato, Crime Contra o Sistema Financeiro e Improbidade Administrativa
104 -PAULO BALTAZAR Deputado PSB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
105 -PAULO FEIJÓ Deputado PSDB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
106 -PAULO JOSÉ GOUVEIA Deputado PL-RS Porte Ilegal de Arma
107 -PAULO LIMA Deputado PMDB-SP Extorsão e Sonegação Fiscal
108 -PAULO MAGALHÃES Deputado PFL-BA Lesão Corporal
109 -PEDRO HENRY Deputado PP-MT Formação de Quadrilha, Lavagem de Dinheiro e Corrupção Passiva, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
110 -PROFESSOR IRAPUAN Deputado PP-SP Crime Eleitoral
111 -PROFESSOR LUIZINHO Deputado PT-SP Lavagem de Dinheiro
112 -RAIMUNDO SANTOS Deputado PL-PA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
113 -REGINALDO GERMANO Deputado PP-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
114 -REINALDO BETÃO Deputado PL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
115 -REINALDO GRIPP Deputado PL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
116 -REMI TRINTA Deputado PL-MA Estelionato e Crime Ambiental
117 -RIBAMAR ALVES Deputado PSB-MA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
118 -RICARDO BARROS Deputado PP-PR Sonegação Fiscal
119 -RICARTE DE FREITAS Deputado PTB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
120 -RODOLFO TOURINHO Senador PFL-BA Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira
121 -ROMERO JUCÁ Senador PMDB-RR Improbidade Administrativa
122 -ROMEU QUEIROZ Deputado PTB-MG Corrupção Ativa, Corrupção Passiva e Lavagem de Dinheiro
123 -RONALDO DIMAS Deputado PSDB-TO Crime Eleitoral
124 -SANDRO MABEL Deputado PL-GO Crime Contra a Ordem Tributária
125 -SUELY CAMPOS Deputada PP-RR Crime Eleitoral
126 -TATICO (JOSÉ FUSCALDI CESÍLIO) Deputado PTB-DF Crime Contra a Ordem Tributária, Declaração Falsa de Imposto de Renda e Sonegação Fiscal
127 -TETÉ BEZERRA Deputado PMDB-MT Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
128 -THELMA DE OLIVEIRA Deputada PSDB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha
129 -VADÃO GOMES Deputado PP-SP Improbidade Administrativa e Crime Contra a Ordem Tributária
130 -VALDIR RAUPP Senador PMDB-RO Peculato, Uso de Documento Falso, Crime Contra o Sistema Financeiro, Crime Eleitoral e Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira
131 -VALMIR AMARAL Senador PTB-DF Apropriação Indébita
132 -VANDERLEI ASSIS Deputado PP-SP Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
133 -VIEIRA REIS Deputado PRB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
134 -VITTORIO MEDIOLI Deputado PV-MG Sonegação Fiscal
135 -WANDERVAL SANTOS Deputada PL-SP Corrupção Passiva
136 -WELLINGTON FAGUNDES Deputada PL-MT Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias) 137 -ZÉ GERARDO Deputado PMDB-CE Crime de Responsabilidade
138 -ZELINDA NOVAES Deputada PFL-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
139 -Ângela Guadagnin Deputada PT-SP Dançarina do Plenário da Câmara, comemorando absolvição de corrupto
140 -Antônio Palocci Ex-Ministro PT-SP Quebra de Sigilo Bancário
141 -Carlos Rodrigues Ex-Deputado PL-RJ Bispo Rodrigues
142 -Delúbio Soares Tesoureiro PT-GO Ex Tesoureiro do PT
143 -José Dirceu Ex-Deputado PT-SP Mensalão
144 -José Genoíno Ex-Deputado PT-SP Mensalão, Dólares na Cueca
145 -José Nobre Guimarães DeputadoEst. PT-CE Dólares na Cueca (Agora Candidato a Dep. Federal)
146 -Josias Gomes Deputado PT-BA Mensalão, CPI dos Correios
147 -Luiz Gushiken Ex-Ministro PT-SP CPI dos Correios
148 -Paulo Salim Maluf Ex PPB-SP Corrupção, Falcatruas, Improbidade Administrativa, Desvio de Dinheiro Público, Lavagem de dinheiro
149 -Paulo Pimenta Deputado PT-RS Compra de Votos, Mensalão, CPI Correios
150 -Pedro Corrêa Ex-Deputado PP-PE Cassado em associação ao Escândalo do Mensalão, Compra de Votos
151 -Roberto Brant Deputado PFL-MG Crime Eleitoral, Mensalão, CPI Correios
152 -Roberto Jefferson Ex-Deputado PTB-RJ Mensalão
153 -Severino Cavalcanti Ex-Deputado PP-PE Escândalo do Mensalinho (Renuncio para evitar a cassação)
154 -Silvio Pereira SecretárioPT PT Mensalão
155 -Valdemar Costa Neto Exc-Deputado PL-SP Mensalão (renunciou para evitar a cassação)


Tempos da máquina de escrever....

O Lauro Dicjkmann me contou uma muito boa que aconteceu com ele quando trabalhava na ZH e ainda imperavam as máquinas de escrever, no tempo dos dindos....O representante do órgão da pesca que tinha no estado do RS se chamava IRINEU CABEDA. Aí ele  colocou o nomedo lado a maão pra depois consertar à maquina, mas esqueceu-se. A lauda desceu pra composição com aquele espaço. Pois aí é que mora o perigo: o rapaz que fazia a composição, já altas horas da madrugada não sabia onde iria buscar socorro e no outro dia saiu no jornal assim: PIRINEUS COMETA!!!!! Pode?


A " PORCINA" entra nós...

Mais do que imaginamos, a gripe Porcina, ou não sei o que, está entre nós. Fiquei sabendo por uma médica do Conceição que lá tá cheio de gente em quarentena....

E dia destes uma prima desta médica, também médica, mas de outro hospital,também público,chegou das Europas e estava com ela...ela mesmo a porcina. Foi ao Conceição e não queriam mais deixá-la sair. Teria que ficar lá isolada....Só que ela negociou com a SSaúde pra ficar 15 dias em casa,sem sair, sem dirigir. Agora exigiu que a liberassem e ela queria circular. Parece que já o estão....Preservei os nome sporque os fatos são verídicos e o secretário osmar Terra,deve saber....


Coleguinhas

* Prévidi, nosso popular" Cabeça" , conta seu drama junto ao consulado dos USA em Sampa. Pô , nada disto seria preciso se ele tivesse, como eu, um passaporte de um país de primeiro mundo. No meu caso, da Itália. E voto sempre...Mandam tudo pra minha casa, é só votar e colocar com selo pre-pago numa caixa dos correios....Isto que é primeiro mundo.... Não entendi ainda porque não fui ainda viver na Europa. Talvez esteja esperando a próxima encarnação. Ou tem uma coisa muito boa me esperando logo aí à frente.


Coleguinhas

* falei com o chargista Rekern sobre o que o tinha deixado brabo na sexta: mandou o carro da mulher pra revisão e os gajos queriam lhe cobrar o olho da cara. Ele desceu furioso mas no caminho se acalmou e desautorizou o trabalho. O porteiro seo Spina que vira o Rekern sair brabo do ´prédio da ZH...

Marcopolo faz 60 anos em agosto mas sem comemorações

O diretor Corporativo da Marcopolo, Valter G. Pinto informou que os 60 anos da empresa, a Marcopolo, serão comemorados em agosto, mas sem grandes festas. " Faremos apenas a reza de uma missa" informou ele.

Ué, quando até a Marcopolo poupa é porque a coisa tá apertada, mesmo, embora eles nunca sejam gastadores...

A Marcopolo lançou dias atrás a setima geração de Onibus, mas em 1992 ela lançou a quinta e eu fui o primeiro repórter brasileiro a descobrir. Por acaso, é claro. Em 2000 foi lançada a sexta geração da Marcopolo e agora em 2009 a sétima....

Descobri em 1992 que a Marcopolo estava lançando a quinta geração porque num meio dia telefonei pra lá e alguém me atendeu. Eu perguntei como faria para ir fotografar alguns ônibus que precisava para uma reportagem para uma revista especializada de S.Paulo pra quem estava fazendo um frila. O funcionário que até hoje não sei o nome, mas a quem devo uma estátua, me disse:

- Não pode entrar ninguém aqui. Nós estamos de quarentena.

- Ué, quarentena porque,disse eu.

- Porque tem 3 novos modelos de carrocerias  sendo  testados e ninguém pode ver.

Foi o que bastou. Dei um salto pra trás. Estava ali meu furo....

A notinha saiu na coluna informe econômico da ZH, onde eu já não trabalhava e portanto foi depois de 13 de abril daquele ano,. Deu um rebu daqueles. Porque os clientes queriam cancelar os pedidos....

O Diretor Antônio  Martins, hoje presidente da Associação do Aço do RS, ficou 10 anos praticamente sem falar comigo por causa daquela nota.
É o que eu sempre digo: fazer jornalismo não é fazer RP.


Coleguinhas

* Ana Amélia Lemos apresentou ao vivo o programa Atualidade na sexta-feira,dia 03/07

* Chargista Rekern teve seu carro visitado por meliantes na sexta-feira,dia 03/07. Segundo o recepcionista, ele saiu brabo do prédio da ZH quando o comunicaram do furto....

* Carlos Bastos afirma que foi ele que levou Ana Amélia pra televisão, no caso o Câmera Dez, da TV Difusora. Segundo Bastos, outro diretor de lá, Ayrton Fagundes sugeriu que se levasse alguém pra falar em economia e ele se lembrou da Mémeia do Jornal do Comércio. Só que houve um pequeno problema: dias depois, Ana Amélia descobriu que a outra integrante do Câmera Dez a miss Universo Yeda Maria Vargas ganhava três vezes mais que ela. Bastos resolveu a seu modo a reclamação da Meméia:
- Bom Ana Amélia, isto vai ser bom pra ti, Vai servir como um impulso pra tua carreira . E acrescentou:
- A Ieda Maria Vargas foi Miss Universo e tu fostes Miss Lagoa Vermelha....
* Salinha J. C. Terlera, da Assembléia Legislativa está sendo monitorada. Tem gente usando o telefone pra " chacrinha". Se continuar assim, o Marcelo Nepomuneceno vai ter que mandar o funcionário passar a controlar até ligação do telefone. E isto que da salinha não se pode ligar pra celular. Só receber de celular. É igual a pai de santo,comentou um coleguinha malicioso. Só recebe...


Osmar Trindade

Ainda repercute a morte do colega Osmar Trindade.
Aqui um testemunho de José Mitchell, repórter do JB e hoje pauteiro da RBSTV.

O Osmar Trindade foi, simplesmente, o mais importante jornalista do Rio Grande do Sul dos últimos 50 anos. Jornalista excepcional, corajoso, decente, integro, sempre lutou ao lado dos mais necessitados, o que motivou também sua ida à Moçambique, onde ajudou a criar o setor de imprensa inexistente até então, entre tantas outras iniciativas generosas. Foi um dos idealizadores e líderes do grupo que reformulou a Folha da Manhã, provocando na época a última grande revolução do jornalismo gaúcho, de onde sairam também excelentes profissionais, como o Caco Barcellos. A sequência de grandes e belas matérias da Folhinha é inesquecível para todos os que viveram essa época. Me orgulho muito de ter feito uma tabelinha secreta com o Trindade, repassando para ele e a Folha da Manhã, muitas matrérias censuradas no Brasil que eu fazia na época sobre prisões e torturas para a The Associated Press, da qual eu era correspondente no RS. E qie terminavam saindo na corajosa folhinha. Ele também foi secretário e depois presidente do Coojornal, o jornal corajoso dos jornalistas gaúchos, com o qual também colaborei. Foi um dos jornalistas presos quando divulgou pela primeira vez no Brasil, pelo Coojornal, documentos secretos do Exército, um dos quais sobre perseguiição e morte de Carlos Lamarca. O Trindade, na sua generosidade profissional, seriedade absoluta e ser humano decente, foi o guru maior de minha geração de jornalistas e o maior exemplo de profissional que orientou e orienta minha vida profissional. Choro a perda do melhor jornalista gaúcho, mas fica seu exemplo, suas atitudes, sua vida exemplar.

José Mitchell

Mirante de Brasília
Por Serginho Ross

Hoje em Brasília,quatro assuntos estão na boca dos moradores da cidade.Um é sobre as viagens de Lula pelo mundo a fora.Um segundo assunto é sobre as grosserias de Dilma que os coleguinhas estão dando destaque em seus jornais.Tereceiro,como não podia deixar de ser é sobre a crise do Senado com José Sarney no olho do furacão.Finalmente o quarto assunto é a reclamação dos antigo moradores do Distrito Federal,com relação às criticas sobre a honestidade dos habitantes.
Sobre as viagens de Lula,alguns falam em tom de crítica.Duras até.Outros em tomde gozação,zombaria etc...Dizem que Lula teria dito a alguém no exterior quando perguntado a onde residia,que era um morador do mundo mas que passava,sempre que podia,algumas horas em Brasilia...

Quanto a Dilma,estão baixando o cacete nas suas ultimas crises de grosserias.Contam que até o Presidente da Petrobras,chorou após um telefonema dela que o chamou de imbecil...
Na verdade,tudo tem a ver com a sucessão de 2010.Então, depois que foi constatado que o seu problema de saude estava praticamente superado,cairam em cima da Mãe do Pac...
Já com Sarney, não é o menos votado nos comentários.Mas é aquela história:todo mundo sabia das estrepulias que ele fazia por aí.Só que muito poucas pessoas falavam mal do homem.Agora a coisa virou em vendaval...Todo mundo bate no maranhense,todo mundo fala de coisas que já sabiamos ha muitos anos.Então agora, ele é a bola da vez...Mas acredito que com o recesso do Congresso ele poderá ter um alívio e se recuperar.
Finalmente o quarto assunto são as ccriticas que os brasilienses sofrem por causa da corrupção que acontece por aqui.Mas quem acompanha o noticiario dos jornais,revistas,tele e rádios jornais,acostumou-se a ouvir montes de vezes por dia referencias aos escandalos de Brasília,.Agora então atingindo em cheio o Senado como antes era a Câmara,nos tempos do mensalão e outros escandalos menos votados. Marcaram a cidade como geradora da roubalheira.
Seria bom lembrar que os patrocinadores e beneficiários dessas sucessivas maracutais,sejam parlamentares,sejam altos funcionários,provém das mais diferentes regiões do país.Boa parte chega na trça feira e volta na quinta feira.
Acusar a Capital Federal de covil ou escola de bandidos é injustiça para com a população local.Aqui, podem ter certeza,se trabalha e muito.Os ladrões vem de fora,exceção de uns poucos que resolveram seguir os maus exemplos.


Coleguinhas

* Ana Amélia Lemos apresentou ao vivo o programa Atualidade na sexta-feira,dia 03/07

* Chargista Rekern teve seu carro visitado por meliantes na sexta-feira,dia 03/07. Segundo o recepcionista, ele saiu brabo do prédio da ZH quando o comunicaram do furto....

* Carlos Bastos afirma que foi ele que levou Ana Amélia pra televisão, no caso o Câmera Dez, da TV Difusora. Segundo Bastos, outro diretor de lá, Ayrton Fagundes sugeriu que se levasse alguém pra falar em economia e ele se lembrou da Mémeia do Jornal do Comércio. Só que houve um pequeno problema: dias depois, Ana Amélia descobriu que a outra integrante do Câmera Dez a miss Universo Yeda Maria Vargas ganhava três vezes mais que ela. Bastos resolveu a seu modo a reclamação da Meméia:
- Bom Ana Amélia, isto vai ser bom pra ti, Vai servir como um impulso pra tua carreira . E acrescentou:
- A Ieda Maria Vargas foi Miss Universo e tu fostes Miss Lagoa Vermelha....
* Salinha J. C. Terlera, da Assembléia Legislativa está sendo monitorada. Tem gente usando o telefone pra " chacrinha". Se continuar assim, o Marcelo Nepomuneceno vai ter que mandar o funcionário passar a controlar até ligação do telefone. E isto que da salinha não se pode ligar pra celular. Só receber de celular. É igual a pai de santo,comentou um coleguinha malicioso. Só recebe...


Encerramento de semana

HELP!

Que semaninha..braba...

Começamos a segunda indo no enterro do Raul Quevedo e na quarta, outro enterro, do Osmar Trindade....

Quando morre um jornalista...

Quando morre um jornalista o céu é sempre azul anil, quando morre um político, o céu fica cinza escuro!
Coisas de Deus
Alfonso Abraham

--
www.espanholfotos.blogspot.com

Coleguinhas

Ainda o enterro do " Diabo Loiro"(Osmar Trindade)

* Até onde eu sei, ele teria ficado cinco anos em Moçambique. Vi gente escrevendo que ele ficou 15 anos. Acho que houve algum engano....

* Quem levou o Osmar Trindade pra trabalhar com o governador Capibaribe foi o fotógrafo Daniel Andrade.

*C.A. Kolecza esteve no velório do veterano Trindade, ao meio-dia, assim como outros colegas...

* Fazia tempo - acho que só no enterro do J.B. Aveline que não juntava tanto coleguinha. Agora ficou claro a diferença entre os dois colegas. O véio Aveline era politiqueiro,tanto que muitos deles foram no velório. No do Trindade, eu pelo menos não vi um político , quando digo político e com mandato eletivo.

* Osmar Ferri,advogado do caso do sequesto dos uruguaios e o presidente do MJDH, Jair Kristche estiveram no enterro. Ambos conheciam o Trindade do tempo do sequestro dos uruguaios, quando ele atuou cobrindo pela Coojornal .

* Jornal Gente, do dia 1/7 deu um bom espaço sobre a morte do Trindade. Affonso Ritter também esteve no enterro, o que é pouco comum. É a primeira vez que vejo o Affonso em enterro...

*Rogério Mendelski na Guaíba registrou a morte do colega Trindade. Sem grandes entusiasmos pelo colega, mas pelo que notei com um profundo respeito. Isto que é bonito de ver. O cara pode não concordar com as idéias do outro, mas o respeito, isto é bom e todo mundo gosta...

* Foi o senador Sérgio Zambiazi, do PTB, que conseguiu através do seu assessor de imprensa João Carlos, um avião da FAB pra trazer de Brasília,onde estava internado, o Trindade.E através de Arnaldo Mallmann, um dos fundadores da Unimed, também foi dada uma força pra internação do colega, que não tinha Plano de Saúde, no Hospital Santa Rita, especializado em câncer, da Santa Casa de Misericórdia...

Coleguinhas

Marley Soares completa 2 anos de trabalho na Ulbra TV

Depois da TV2 Guaíba fechas as portas, dando lugar à Rede Record no RS, os apresentadores e produtores independentes tiveram que buscar novos rumos para se manterem trabalhando no mercado televisivo gaúcho. Uma das alternativas que os comunicadores José Silvas, Luiz Carlos Reche e Marley Soares tiveram foi a Ulbra TV. Nesta quinta-feira, 2 de julho, a apresentadora do extinto 'Palavra de Mulher' (que esteve no ar por 19 anos na TV2), completa 2 anos com o programa Boa Tarde, exibido de segunda à sexta-feira, ao vivo, na Ulbra TV. Para comemorar a data, Marley Soares vai receber os amigos, trabalhando. O programa Boa Tarde do dia 2 vai ser realizado do lounge da emissora, no centro de Porto Alegre, a partir das 16 horas de quinta-feira.

Audiência

durante o mes de junho este site teve 8.799 visitas. obrigado pela preferência....

As Várias Faces da Opressão

Foto: Michele Rolim

O Núcleo de Estudos do Teatro do Oprimido de Porto Alegre apresenta o espetáculo As Várias Faces da Opressão dentro do evento Obrigado, Boal, organizado pela Coordenação de Artes Cênicas. A sessão acontece no dia 02 de Julho (quinta-feira), às 19 h, na Sala Álvaro Moreyra do Centro Municipal de Cultura de Porto Alegre, com entrada franca. A distribuição de senhas tem início às 18:30h.

A montagem é resultado da Oficina de Teatro - Fórum, para Atores e Não Atores, baseada no método do Teatro do Oprimido, criado pelo teatrólogo Augusto Boal. O espetáculo é formado por três esquetes que abordam temas como violência escolar, loucura e comércio de drogas. Celso Veluza coordena o elenco formado por atores e atrizes com diferentes formações profissionais e, conseqüentemente, diferentes visões de mundo. Tem funcionário público, médico, antropólogo, jornalista, diarista, educadora social, vendedora, psicóloga, atores e atrizes.

Teatro-Fórum é um espetáculo baseado em fatos reais, onde personagens, oprimidos e opressores, entram em conflito, de forma clara e objetiva, na defesa de seus desejos e interesses. No confronto, o oprimido fracassa e o público é convidado (pelo facilitador da encenação) a entrar em cena e substituir o protagonista, em busca de alternativas para a solução do problema. É um jogo artístico e intelectual entre artistas e espectadores.

Serviço
O que: As Várias Faces da Opressão – Apresentação de Teatro – Fórum
Quando: 02 de Julho (quinta-feira)
Horário: 19 horas
Onde: Centro Municipal de Cultura na Sala Álvaro Moreyra (Avenida Érico Veríssimo nº 307 - Porto Alegre)
Toda programação é gratuita

Trazer contribuição à Casa dos Artistas do Rio Grande do Sul: alimentos não perecíveis e artigos de limpeza

www.teatro-do-oprimido.blogspot.com

OBRIGADO, BOAL

Augusto Boal - dramaturgo, ensaísta e diretor teatral - será homenageado nos dias 01 e 02 de julho no Centro Municipal de Cultura. O evento, promovido pela Secretaria Municipal da Cultura através da Coordenação de Artes Cênicas, coloca em foco a trajetória e o pensamento de um dos nomes mais importantes do teatro brasileiro, falecido no último dia 02 de maio.

Acontecerão oficinas, relatos de experiência, apresentação de filmes e o Painel BOAL EM PERSPECTIVA, que buscará refletir sobre as contribuições e os impasses surgidos a partir do trabalho de Boal. A abertura será com um Oficinão aberto com os jogos propostos em seu famoso livro “200 Exercícios para o ator e o não-ator com vontade de dizer algo” que será conduzido por Jessé Oliveira. Já estão acontecendo as aulas da Oficina de Teatro-fórum, com Celso Velusa, que fará uma apresentação durante o evento. Entre os vídeos exibidos, será apresentado pela primeira vez em Porto Alegre o documentário JANA SANSKRITI, Um Teatro em Campanha dirigido pela franco-brasileira Jeanne Dosse. O filme narra a experiência do grupo de mesmo nome que a partir das técnicas do Teatro do Oprimido atua em 10 regiões da Índia envolvendo cerca de 3 milhões de camponeses. Foi exibido na Mostra de cinema de São Paulo e ganhou o prêmio do Júri no festival Semaine du Cinéma Méditerranéen de Lunel.

Boal foi diretor do Teatro de Arena de São Paulo durante 15 anos transformadores da cena teatral brasileira, entre 1956 a 1971, realizando encenações históricas antes de ir para o exílio. No período em que a ditadura militar reprimiu com maior força a voz do povo e de seus representantes, Boal aliou-se a educadores e intelectuais da América Latina, dispostos a desenvolverem uma tomada de consciência dos oprimidos. Sempre disposto a lutar contra todas as formas de opressão, desenvolveu um teatro de cunho político, libertário e transformador.

Ao criar o método do Teatro do Oprimido seu objetivo foi a democratização dos meios de produção teatrais, o acesso das camadas sociais menos favorecidas e a transformação da realidade através do diálogo (tal como Paulo Freire pensou a educação). Suas técnicas - principalmente o Teatro-fórum e o Teatro Invisível - são conhecidas no mundo inteiro.

É autor de livros como “O Teatro do Oprimido e Outras Políticas Poéticas", "Exercícios para Ator e o Não-Ator com Vontade de Dizer Algo através do Teatro" e "Jogos para Atores e Não Atores". Entre diversos títulos e prêmios significativos angariados no exterior, destacam-se o Officier de l'Ordre des Arts et des Lettres, outorgado pelo Ministério da Cultura e da Comunicação da França, em 1981, e a Medalha Pablo Picasso, atribuída pela Unesco em 1994. Em 2009 é nomeado embaixador mundial do teatro pela Unesco.

Independência

O livro TENTATIVA DE INDEPENDÊNCIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, escrito pelo italiano Luigi Nascimbene, em 1850, é a PRIMEIRA HISTÓRIA DA REVOLUÇÃO FARROUPILHA. Publicada em Paris, em 1860, a obra tem como principal característica à forma jornalística que o autor dá ao texto, muito a frente da sua época.

A reedição, em moderno projeto gráfico, de magnitude editorial, com edição da CiaE - Companhia Editorial, editora com sede em Porto Alegre. o livro com 400 páginas, formato 23x28cm, capa dura, 100 imagens, muitas inéditas, tem apresentação da Governadora do Estado, Yeda Crusius.

Organizada pelo pesquisador Mário Rozano, com design gráfico de Roberta Fernandes; prefácio e notas de rodapé do historiador Sérgio da Costa Franco, a obra traz textos sobre o tema dos mais importantes especialistas em história do Estado e do exterior como Gunter Axt; do brazilianista norte-americano Spencer Leitman; Miguel Frederico do Espírito Santo; Carlos Roberto da Costa leite e Luiz Carlos Cunha Carneiro – Diretor do Arquivo Histórico do RS; além da Secretária de Estado da Cultura, Mônica Leal e do Presidente do FIGTF – Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore do RS, Manoelito Savaris.

Luigi Nascimbene, italiano, engenheiro, arquiteto hidráulico, esteve presente na América Meridional entre 1829 e 1850 e acompanhou de perto os acontecimentos do considerado "decênio heroico". Nascimbene integrou o numeroso grupo de italianos que, sob as pressões reacionárias da Santa Aliança e da polícia dos Estados Sardos, tiveram que abandonar a península italiana a partir do ano de 1821. Articulados em sociedades secretas, entre as quais se destacava a Giovine Itália, liderada por Giuseppe Mazzini, eles levaram a diversos países da Europa e América a chama de seus ideais liberais e republicanos.

Esse ideário explica a adesão que vários deles prestaram à Revolução Farroupilha e à República Rio-Grandense, destacando-se Giuseppe Garibaldi, Luis Rosseti, João Batista Cúneo, Livio Zambiccari, entre outros.

Nascimbene, de menor expressão política, emigrou para Buenos Aires em 1829 e exerceu ativamente o comércio no Uruguai onde se tornou financiador e fornecedor de gêneros diversos à República Rio-Grandense. Em função dessa atividade Nascimbene é referido em diversos números do jornal oficial O POVO e em atos administrativos do governo farrapo.

De forma jornalística - lembra Euclides da Cunha e Reeds - o relato de Nascimbene começa no início do século XIX e aborda os movimentos de descolonização na América Latina e ao intricado processo de formação dos Estados nacionais no subcontinente. Evolvendo diretamente as metrópoles coloniais ibéricas e seus domínios americanos, essa conjuntura não foi indiferente a europeus de outras procedências, interessados nos destinos que tomariam os países que se iam formando ao longo daquele processo.

Neste sentido a obra de Nascimbene é impar. É a memória de alguém aparentemente "neutro" em relação aos conflitos que descreve, apesar de assumir claramente a defesa da independência americana e do sistema republicano. Pelo caráter "científico" que procura mostrar no relato, repleto de analogias entre os fatos sociais e fenômenos da natureza, pela originalidade como interpreta as complexas questões políticas-diplomáticas que observa, manifestando opiniões polêmicas, cujo ápice é a sua proposta de linha divisória e criação do Rio Grande como mais um Estado Independente no Prata, tendo como capital a cidade de Pelotas.

Nascimbene esforça-se em compreender e manifestar os eventos desde uma perspectiva ampliada, ultrapassando os limites de uma história "nacional", e disso resulta uma análise da rebelião farroupilha como corolário da Revolução de Maio de 1810, assumindo decididamente a defesa de um caráter platino ao Rio Grande do Sul.

Trata-se de uma obra que vai possibilitar mais estudos sobre o mais importante conflito e a primeira tentativa de implantação do regime republicano e que colocou em riso o sistema imperial brasileiro por 10 anos na região mais meridional dos Pais.

Porto Alegre leva clima da Copa 2014 ao Salão do Turismo

A capital gaúcha será sede de jogos da Copa do Mundo somente em 2014, mas antecipará no 4º Salão do Turismo – Roteiro do Brasil um pouco do clima que o maior evento esportivo do futebol mundial irá trazer ao país.

Hoje, 2 de julho, às 18h, a Secretaria de Turismo de Porto Alegre reunirá no palco do estande da macrorregião Sul, no Parque Anhembi, cerca de 60 representantes do Grêmio Football Porto Alegrense e do Sport Club Internacional no Estado de São Paulo e convidados para uma ação promocional do Futebol Tur, que transformou o esporte, a história, a rivalidade clássica entre os dois clubes campeões mundiais e seus estádios em atrativo turístico. Na promoção serão sorteadas camisetas oficiais dos dois times gaúchos, campeões mundiais, autografadas pelos jogadores gremistas e colorados. O evento terá a presença do secretário municipal de Turismo, Luiz Fernando Moraes, e dos cônsules do Grêmio, Luiz Petry, e do Internacional, Luiz Tiesto.

Futebol Tur - Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Turismo (SMTUR) e os dois clubes esportivos, o Futebol Tur oferece ao turista todas as facilidades para agendar visitas guiadas aos estádios de Grêmio e Inter e adquirir ingressos antecipados para jogos diretamente na recepção de hotéis ou em agências de viagem. O produto é oferecido por uma rede de 12 agências e mais de 20 hotéis da capital, uma das poucas cidades no mundo que exibem dois times campeões mundiais. A lista de agências que ofertam o produto foi recentemente ampliada, com o ingresso da Futebol Tour, de São Paulo (SP).

A iniciativa tem o apoio da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Associação Brasileira das Agências de Viagens (ABAV), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH),Porto Alegre Convention & Visitors Bureau e do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia (SindPoa). O Futebol Tur é mais um produto do programa Porto Alegre Resort, organizado pela SMTUR para ofertar ao turista, de forma organizada, o acesso a diferentes estruturas e serviços disponíveis na cidade o ano inteiro.

Violoncelista francês ROMAIN GARIOUD é solista da ORQU ESTRA DA ULBRA nesse domingo na Sala Leopoldina

Vencedor do 12º Concurso Internacional Tchaikovsky (Moscou), do 7º Concurso Internacional Rostropovitch e 2º Prêmio do Concurso Internacional de Viña del Mar (Chile) em 2001, Romain Garioud começou a tocar violoncelo com cinco anos.
Em 1995, aluno de Simone de Beaujouan e Erwan Fauré, foi brilhantemente admitido no Conservatório Superior de Música de Paris, no curso de Jean-Marie Gamard. Desde o seu primeiro ano de estudos, é laureado da Fundação Brizard e se apresenta como solista com o N.E.I.C., dirigido por Roland Pidoux.
Em 1997, obteve por unanimidade o Primeiro Prêmio de Violoncelo. No ano seguinte, a mesma distinção lhe foi concedida em Música de Câmera, no curso de Jean Mouillière.
Xavier Gagnepain em Boulogne-Billancourt, e Philippe Muller num ciclo de aperfeiçoamento do C.N.S.M. de Paris estão entre os seus mestres.
Por ocasião de diferentes master classes, ele chamou imediatamente a atenção por seu ardor, sua sonoridade e seu senso de fraseado.
Tocou com renomados regentes como Christoph Eschenbach (Orchestre de Paris), Jean-Marc Burfin (Lisbon's Metropolitan Orchestra) e Stéphane Cardon, além dos mais prestigiados músicos de câmara como Mstislav Rostropovitch, Eric Le Sage, Gil Sharon, Philippe Entremont, Michel Lethiec, Paul Meyer, Ju-Ying Song, Tanja Becker-Bender e Régis et Bruno Pasquie.
Em 2002, ele foi a "Revelação" do ADAMI (Instituto Nacional Francês de Músicos Profissionais). Foi convidado a dar concertos e master classes em prestigiados festivais (Orangerie de Sceaux, Meudon, Festival en Othe, Musiques en Rhône-Alpes, entre outros) apresentando-se freqüentemente nas transmissões da Rádio-França e no programa de música Mezzo (TV a cabo).
Solicitado em diversos países, sente-se sempre feliz em escolher um repertório eclético. Em música de câmera ou como solista o que dá vida à sua trajetória é a paixão pela troca.
Em novembro de 2006 Romain Garioud venceu o concurso internacional Bucchi de violoncelo. É também violoncelista convidado da Camerata Bellerive (direção de Gabor Takacs) e membro fundador do Delian Quarteto (www.delian-quartet.com). Ele atualmente leciona para futuros profissionais na Escola Nacional L'Hay lês Roses.

E o " Diabo Loiro" tomou a saideira


Osmar Béssio Trindade

Faleceu na terça,30/06 por volta de 22h30 minutos, no Hospital de Cãncer Santa Rita, do Grupo Santa Casa de Misericórdia, o veterano e competente jornalista Osmar Béssio Trindade,- que na redação do jornal Folha do Amapá, onde ele trabalhou alguns anos atrás, tinha a alcunha de " Diabo Loiro porque passou a oxigenar os cabelos-. Nascido há 71 anos pois é de Santana do Livramento - terra profícua em grandes jornalistas - tendo lá nascido em 11.10.1936. Trindade, seu nome de guerra entre os coleguinhas, tem outro irmão jornalista: Riomar que trabalhou muitos anos na Gazeta Mercantil.

Trindade, em vida, teve duas tragédias pessoais: no começo dos anos 70, quando ele era editor de Polícia da Folha da Manhã, a Folhinha, perdeu um filho, o Jefferson( 03.01.1966) que caiu do teto do edifício do Cine Cacique dentro da caixa de água do prédio e morreu.A outra tragédia pessoal do veter ano jornalista era mais recente: aconteceu em 2005, quando seu filho Jadson , que trabalhava no Comercial da ZH, morreu com sete tiros desferidos durante um assalto.

Conheci o Trindade há muitos anos atrás, ainda no começo dos anos 70, quando ele era o chefe de reportagem do Jornal da Semana que ficava ali onde está hoje o BRDE, na rua Uruguai. O Jornal da Semana era do Grupo Sinos, se não estou enganado. E todos os que sonhavam com o jornalismo iam lá pegar " uma pautinha" como o Trindade dizia. Ali me recordo que trabalhava o alemão Franz, de Novo Hamburgo, a Lorena Paim,entre outros colegas..

Depois o Trindade veio a ser meu chefe na Editoria de Polícia da Folhinha, mas apenas por dois meses...

Isto em 1974...(março e abril).

Como já disse, Osmar Béssio Trindade é de Santana do Livramento e lá começou na Platéia, aliás,onde a grande maioria dos jornalistas que vieram de lá iniciaram...Seus pais são Beltrão Tri ndade e Bruna Béssio Trindade. Trindade, em Porto Alegre, morou na rua Dr. Flores 106/1510, na av. Venâncio Aires, 134/61 Bloco B e na Estrada dos Alpes, antes de em 1984 mudar-se definitivamente para Maputo, Moçambique. De lá não regressou mais a Porto Alegre,tendo ido morar no Amapá iniciando lá uma nova etapa de sua vida, trabalhando para o Governo estadual(PSB).

Do primeiro casamento com Eny (08.10.1947) Trindade teve os filhos Jefferson(falecido) Márcio Jailton( 01.12.1969) Jadson e do segundo casamento com a colega Lenora Vargas teve Tércio.

O currículo profissional do jornalista desaparecido aponta que ele trabalhou na Sucursal do Jornal O Globo e depois na Folha da Manhã, no projeto de modernização que Francisco Antônio Caldas, o Tonho, introduziu no jornal como Editor de Polícia. Ali, em 1975, ele editou uma matéria, que o Caco Barcellos fez que foi sobre um episódio ocorrido numa delegacia de Polícia de Alvorada, onde pol iciais militares jogavam bola com a cabeça de um delinquente.
A matéria deu um xabu danado, como se pode imaginar, e 22 pessoas se demitiram num dia, inclusive o diretor Ruy Carlos Ostermann. Foi neste episódio que se conta que o dono do veículo Breno Caldas teria dito ao funcionário Ruy Ostermann quando este lhe disse:
- Doutor Breno, meu cargo está a sua disposição
Breno respondeu:
- Seu cargo sempre esteve a minha disposição.

Há versões que dizem que o dono Breno Caldas já estava por aqui com a redação da Folhinha, por causa de outras reclamações que os militares teriam feito devido a reportagens que não agradavam ao então regime militar. Breno teria usado esta matéria do caso dos policiais que também deu protestos e deixado que a redação se demitisse em peso...

Trindade foi então para a TV Gaucha(hoje RBSTV ) e segundo um colega que trabalhava lá, houve uma lista de um abaixo-assinado da TV Gaucha que aca bou originando uma série de demissões da empresa. Aí Trindade ficou digamos meio que queimado no meio empresarial da comunicação.

COOJORNAL e Prêmio ESSO

Trindade foi um dos cabeças da Coojornal,( Rua Comendador Coruja,372) um projeto de jornalistas fundado depois que 22 jornalistas sairam da Folha da Manhã. Ali em 1981, recebeu junto com os colegas Bicudo, Rosvita Sauressing e Rafael Guimaraes pela publicação de um relatório do Exército(secreto,claro) sobre a Guerrilha do Vale da Ribeira( Rafale Guimarães chama a atenção para isto porque ele diz que a grande maioria acha que a reportagem era sobre o Araguaia e não era....)

Condenados pela Justiça Militar, os quatro profissionais passaram alguns dias detidos no Presídio Estadual Madre Peletier...Depois foram soltos mediante um habeas corphus impetrado pelo advogado Marco Túlio de Rose.

Particularmente, quando Trindade foi para Moçambique - num projeto de jornal ismo cooperativo implantado naquele distante país - deixei de ter contatos com ele.Mas acompanhei seus últimos dias no Rio, no verão de 1984, antes de viajar. Como estavam com medo de serem retidos no Aeroporto Internacional do Galeão, por questões burocráticas, Antônio Oliveira, Osmar Trindade e o atual cineasta Licínio da Silveira, que os ciceroneava, entraram meio assustados no guichê da Polícia Federal. Mas não houva nada, passaram sem problemas...

Do lado de fora, minha filha, Renata, então uma guria com oito anos, despedia-se do Licínio, que lhe ensinara palavrões:
- Cia Licínio e p.... no c.... do povo!!!
Fora o próprio Licínio que ensinara a menina este mantra,digamos,assim....

Muito respeitado entre os colegas, dias atrás o Najar Tubino, que foi subordinado do Trindade o elogiava como chefe de reportagem....

Ético, Trindade dificilmente cedia diante de seus princípios...

Vamos ficar com suas b oas lições. Pelo menos eu....

O enterro do " Diabo Loiro"

" Aqui quem não é careca, está de cabelo branco". A frase emblemática da escritora Tânia Jamardo Failacce resumiu bem a " turma " - bem grande,por sinal,embora Trindade estivesse fora de Porto Alegre desde 1984 - que foi se despedir,ontem, por volta de 16 horas do Diabo Loiro, ou do jornalista Osmar Béssio Trindade no Cemitério João XXIII.Os dois filhos, Márcio( do seu primeiro casamento) e Tércio do segundo estavam muito chateados,bem como assim todos os que estavam ali e que gostavam do Trindade.

Houve um silêncio que só é ouvido dentro de cemitério, quando os funcionários do João XXIII - antiga Colina Melancólica ( ou Estádio da Montanha do Cruzeiro de Porto Alegre)depuseram o caixão dentro da gaveta . Do lado de fora,da av. Porofessor Oscar Pereira, ouviam-se mesmo sendo no meio da tarde o grito de " Colorado, colorado" dos torcedores do Inter indo pra o jogo contra o Corinthians ainda espera nçosos de um resultado positivo. Dos inúmeros colegas e amigos, lá estava Antônio Manoel Oliveira - que passou cinco anos em Moçambique trabalhando junto com Trindade num projeto de Comunicação Social -Arnaldo Mallmann, que foi fundador da Unimed e que nos anos 70 muito apoiou o projeto da Coojornal, no qual Trindade foi vice-presidente,Bicudo,que hoje tem uma editora, a Já, mas que foi diretor da Coojornal, e antigos companheiros da redação da Folhinha, como ficou carinhosamente conhecida a Folha da Manhã, jornal já extinto.

Grupo dos Onze

O jornalista Caco Schmidt contou como se deu a demissão de um grupo de jornalistas nos anos 70,liderados pelo Osmar Trindade, foi demitido da TV Gaúcha quando faziam um projeto de jornalismo para o programa Campo e Lavoura." A TV Gaucha só queria colocar enlatados no programa e a gente queria ir pro interior fazer matérias sobre os problemas locais dos colonos de Santa Rosa e outros municípios.Eu fiz um abaixo-assinado contra os enlatados dei pro Trindade que levou pro Miranda e fomos os 11 pra rua" recordou Caco Schmidt enquanto deixava o Cemitério João XXIII em companhia do fotógrafo Gerson Schirmer,que também foi dirigente da Coojornal.

Também foram ao enterro de Trindade, sua ex-esposa, Lenora Vargas,Kenny Braga, parceiro de Trindade de noitadas,o repórter Milton Galdino.
Foi anotada a ausência de Carlos Kolecza,Danilo Ucha( outro de Livramento) e de André Pereira, que esteve de manhã no velório.

Num mês em que os jornalista perderam três colegas - Sílvio Alfonsin,dia 29 de maio - Raul Quevedo, dia 28/06 e Osmar Trindade, dia 30/06 já há gente que se encontra e muito nos últimos tempos em cemitérios.

Arthur Monteiro, o Tadeu Picinha, também lamenta a morte do Diabo Loiro....

"Caro Olides

Faleceu na madrugada de hoje, em Porto Alegre, o jornalista Osmar Trindade, leal e valente companheiro de jornada nos tempos que se fazia jornalismo porrada na Folha da Manhã, onde quem mandava era a redação que ele chegou a comandar e não a tesouraria, nem mesmo a censura da Ditadura.

Escreveu-me outro bravo, Elmar Bones: " A morte do véio Trindade deve servir pelo menos para retemperar o ânimo desse jornalismo que se estiola nas dobras insanas do neoliberalismo".

Um abraço
Arthur Monteiro
em www.digitalabc.com.br"

O barzinho da ARI teve a morte por perto no sábado,dia 27/06/09

Que dia maligno este. Sábado,quando o Bicudo anunciou no barzinho da ARI, que o Trindade tinha vindo de Brasília pra morrer,ali do seu lado estava o Raul Quevedo que acabou morrendo um dia depois, no domingo. E o Osmar Trindade, como na previsão do Bicudo, morreu na terça-feira de noite. No Hospital Santa Rita foi visitado por Antônio Manoel de Oliveira( que segundo uma das ex-esposas do Trindade, Lenora Vargas, teria sido reconhecido pelo enfermo) pelo Carlos ( Gago) Wagner, pelo André Pereira e logicamente por filhos, o Márcio e o Tércio que foram buscá-lo de Brasília,onde estava há l8 dias internado pelo SUS num hospital local.

Como o Trindade morava sozinho, em Brasília, foi cuidado apenas pela secretária do local onde trabalhava.

Trindade,segundo uma pessoa muito próxima, não falava na doença, fez de tudo pra escondê-la.

Pra ser trazido pra Porto Alegre, houve a interferência do senador Sérgio Zambiazi(PTB) que conseguiu o deslocamento do enfermo. Ele chegou aqui muito debilitado e os médicos nem fizeram quimioterapia. Administraram medicamentos contra a dor, a morfina....

O fim de semana do final de juno de 2009 levou mais um terceiro colega, o Sílvio Alfonsin. Êta inverninho brabo este....

Coleguinhas

* Brilhante a coluna do Paulo Sant´Anna na ZH de 1/07 sobre a morte de um homônimo.... que foi confundido pela população como sendo ele.Pior não é que no dia este, ele não foi ao JA por estar fazendo exames...Daí sim todo mundo pensou que o gajo tinha perecido....

* O que tem de coleguinha com aquilo apertado por aí, não tá mole.Tem morrido muita gente....

* José Carlos Torves, depois de uma semana e tanto nos pampas - quando teve tempo de pegar um frio de renguear cusco em sua terra,Santana do Livramento , voltou pra Bra´silia. Levou junto um TRESOITÃO que tava aqui no cofre do sindicato dos jornalistas. Mas teve que pedir licença na Polícia Federal. Claro que o Zé tem porte de arma....

*O Zé , nos dias que andou por aqui, andava de changa nova....

* Como o Zé é da Fronteira , sei que não vai se molestar pela inconfidência....

* Uma vez um superior me disse que tem duas famas que não se desmente : de comedor e de rico...

E X C L U S I V O


Dois Paulo Sant´ana. Como o colunista vive escrevendo que esta doente e sobre a morte, muitos leitores pensaram que o colunista havia morrido.

Morte de " Paulo Sant´Anna" entope telefones da RBS TV, Rádio Gaúcha e jornal Zero Hora!

Os telefones da Rádio Gaúcha, Zero Hora e RBS TV ficaram entupidos ontem com o anúncio fúnebre publicado na ZH de ontem,dia 30/06, pagina 36 de que Paulo Santa´Anna tinha morrido.A RBS obrigou-se a colocar uma nota no Jornal do Almoço da RBS TV explicando que era outro senhor - - foi presidente da Federação gaúcha de Caça e Tiro do RS - e não o famoso colunista.

" Nossa" ,disse ontem às 18h30minutos a telefonista Patrícia da ZH, impressionada com o tamanho da popularidade do colunista. Os telefones passaram o dia tocando na redação do jornal atrás de informações complementares.

Muitos leitores do jornal ZH que vão diariamente ao Obituário devem ter se surpeendido ontem com um anúncio funebre em que era anunciada a morte de PAULO SANT´ANNA.
Seguramente
Claro que muit a gente pensou que fosse o colunista que tinha morrido. Mas é que o colunista na verdade é Francisco Paulo Sant´ana. Pequeno detalhe: mas pra grande mass que lê o jornal deve ter causado impacto seguramente.

Então não foi o verdadeiro que morreu, foi outro... Até o Carlos, dono do Cyber onde escrevo neste momento, viu o anúncio fúnebre - coluna muito lida - de manhã correu pra ver se a coluna tinha sido publicada. Como a coluna estava no jornal, ele pensou que

Coleguinhas

* Carlos A. Kolecza só aceitou,dias atrás, comparecer a um debate sobre o livro dos 45 anos de ZH porque foi informado que ele era promovido pela entidade. " Bão,pensou Kolecza, no livro dos 45 anos ainda estou aqui, não sei se estarei quando fizer 50 anos de ZH"...


* Juan carlos Gomes, fotógrafo, mora há 25 anos em Brasília.Volta e meia pede ajuda - não aos universitários - mas ao amigo Kolecza, via tefefone, pra saber onde encontrar uma boa erva-mate em Brasília. Kolecza sabe porque morou lá quando assessorou uma das campanhas a presidente de Leonel Brizola.

* Kolecza tem um filho, Francisco, o Chico, que mora na capital federal. Numa das vezes que ia visitar o filho, levou junto um cachorrinho de estimação. No aeroporto não queriam que o bicho embarcasse. Faltou certificado de vac inação... Não é que o danado do animal fez xixi em pleno saguão. Aí ficou difícil defender o bicho, que acabou viajando....

* Serpentário estava ontem com uma turma de desmemoriados: Carlos Monteiro, o Monteirinho, estava bem abalado quando soube da morte do colega Osmar Trindade. Os veinhos têm um medo da morte que vou te contar. E mesmo assim, o Nelson Moura e Leo Guerreiro de-lhe um cigarro atrás do outro. E dê-lhe pito....

* Carlos Monteiro que foi de esquerda, acabou entrando pro Tribunal de Contas do Estado levado pra lá pelo político Victor Faccioni, que foi da ARENA, o partido da ditadura...Durma-se com um barulho destes....

*Newton Fernando que foi da Band AM está na Pampa. Mas seu programa de manhã é puro almanaque. Data disto,data daquilo, nem uma notícial local. Assim não tem audiência.
Dia 30/06 ele contou porque o apresentador Abelardo Barbosa se chamou CHACRINHA: é que ele morava em Niterói e apres entava um programa de rádio desde lá, de onde morava que era uma CHACRINHA. Pegou nele o apelido que ficou até hoje....

Grande Chacrinha, que alegrava as tardes de domingo do povo brasileiro....Vai pro trono, ou não vai ?

*O pior fora do serpentário de ontem foi de um conviva que veio jurando que o David Coimbra tem um emprego numa empresa estatal. Até posso estar enganado, mas acho que não...Naquele serpentário, o veneno corre solto...

*Rogério Mendelski deu no Agora,ontem, na Guaíba pouco depois das seis da manhã a notícia da morte do Osmar Trindade.Fui eu que passei pro produtor dele, o Otto, que eu sinceramente não conhecia...

*Otto já trabalhou na Guaíba e na rádio Pampa. Agora voltou pra Guaíba...

* Desde 24/06 que o blog do prévidi não é atualizado...

* Fotógrafo Marcelo Ribeiro inventou o termo " bloguear"

* Site da Coletiva.Net está mais clean....

* Sábado contei no programa Conversa de Jornalista da rádio da UFRGS, uma piadinha - até acho que é humor negro - que anda correndo pela internet e de boca em boca sobre o cantor Michael Jackson. O Glei,ao vivo, não gostou muito. No domingo, abri O SUL e era a mesma piadinha,desenhada, pela turma do Kiloco....quer dizer que em grande jornal pode, ninguém diz nada....que conservadorismo, seo Glei Soares....

* A piadianha me foi contada na sexta passada pelo garção Beto, do Odeon. Michael Jackson chegou no céu. S. Pedro o recebeu e lhe ofereceu um pedestal de celebridades..aqui está Ernest Hemingway, aqui Fitzgerald, aqui o Pavarotti...Mas o Michael quis saber:
- Onde está o quarto do menino Jesus?

* Outro que tomou doril da ARI foi o Wanderley Soares. E isto que ele representa a entidade no Conselho Estadual de Cultura....

* Ninguém mais quer ir pro conselheo de ética do Sindicato dos Jornalistas. O colega Quevedo que era dele, morreu...

O jornalista indiscreto não conseguiu indispor o casal....

Os fatos são inveridicos. Inventados. Se houver semelhança com a realidade é mera coincidência...

Dois amigos - um deles blogueiro - o outro fazendo só trabalho voluntário no Direito, porque depois de muito militar no Jornalismo resolvera fazer direito foram numa tarde de inverno tomar um café pra discutir um projeto literário....Mas o papo se esticou e deu tempo de relembranças, como diria aquela radialista...que agora está numa rádio que como dizia o velho J.B.Aveline é clandestina, ninguém pega. Passa os morros de Porto Alegre e ninguém mais ouve....

Pois o amigo confidenciou uma escapadela que dera por ocasião de uma separação temporária que tivera de sua esposa. E não é que nos dias depois o blogueiro contou tudo, tim por tim no seu espaço, o caso do amigo....

Que cara dura, diriam os mais conservadores...

Que nada, a esposa nem se importou até porque a escapadela fora dada com uma amiga sua....

Como dizia uma velha conhecida desta redator, isto não tem nada demais. É só dar uma lavadinha fica tudo como antes....boa esta,hein?

Os tempos( irresponsáveis e felizes) do Morro da Carapuça....

Não havia fim de semana que a gente não se mandase pro sítio onde residia o pai do Licinio, o CARIAS da Silveira localizado no Morro da Carapuça, no interior de Taquari. Isto no começo dos anos 70....do século passado....Lembrei-me disto na segunda de tardezinha quando saindo da salinha J.C. Terlera passei na entrada do prédio da Assembléia e estava havendo um mini coquetel de abertura de uma festa em Taquari,que é uma cidade antiga, por sinal. Foi fundada em 1849. Nota-se a idade de uma cidade quando se sobrevoa de helicóptero. Foi o caso de um sábado, na campanha do senador Pedro Simon, em 1998, quando sobrevoando Taquari percebi que seu cemitério é muito grande. É cidade antiga. Podes crer é uma das mais antigas do RS, tem 160 anos....

Taquari está na minha memória afetiva justamente porque nós íamos muito pra lá como disse antes pra nos reunirmos nos fins de semana, tomar banho de açude, ouvir eletrola, fazer carreteiro e ler, principalmente líamos muito. Fazíamos torneios de leitura.

Havia um uruguaio chato pra caramba que ia sempre...O danado do uruguaio inventava que estava com " chato" e aí punha todo mundo a correr do quarto. O pessoal preferia dormir ao relento, mas longe do uruguaio que era uma mala de 120 kg de peso e sem alça....

Gostávamos de ir ao Morro da Carapuça passar o fim de semana e íamos principalmente de carona. Partíamos de ônibus até chegarmos numa rodovia onde tivesse tráfego em direção a Taquari. E íamos indo em duas ou três turmas...Faz tanto tempo isto...O fato de irmos de carona era o barato. Eram tempos em que estudávamos no Julinho, de noite....

O carias era um sujeito calado,até onde me lembro. Pouco falava com o filho, Licínio que era quem levava toda esta turma pra lá. Mas acho que gostava de nossa presença, porque nunca o vi reclamar. Havia se separado da professora Dalila( Bila) estava casado novamente, com outros filhos bem pequenos. Vivia da agricultura e da pecuária. Tinha uma fazenda de boas proporções...

Daqueles anos felizes, pelo que recordo, saíram algumas decisões de vida.

O Licínio tomou coragem e pouco depois partiu com dois amigos em direção a Montevideo, num verão
pra regressar de lá casado e tendo que buscar emprego na redação da ZH. Isto era 1972 e a nossa vida começava a mudar....

Nem Neusa Canabarro, nem secretária municipal da Educação de Porto Alegre compareceram ao seminário de Educação....

Na sexta-feira passada, dia 26/06, o PDT realizou um seminário sobre Educação que aconteceu no salão Dante Barrone da Assembléia Legislativa do Estado.
Nem a secretária municipal de Educação compareceu, nem Neusa Canabarro, ex-secretária estadual da Educação comparecem.

Memória da Imprensa


NOTÍCIA DA PRISÃO DE SANTINO NÃO SAIU NO GLOBO

A sucursal do GLOBO dançou toda porque não cobriram prisão do Santino!

É uma das maiores mancadas dadas por jornais aqui do RS. Aconteceu em 8 de novembro de 1977. Toda redação de O Globo,isto é, a sucursal, vinha acompanhando o caso do sequestrador Santino Ferreira da Silva, que em 5 de novembro de 1977 havia sequestrado seis garotos no bairro Moinhos de Vento( o Carlos Augusto Bisson lembra deste episódio no seu livro sobre o bairro...) Os garotos raptados foram Renato e Rogério Padilha,Renato Rizzo, Edegardo Marques da Rocha Velho,Alexandre Crespo e Rafael Motin.

A imprensa estava toda cuidando do caso, mas na noite em que Santino acabou preso - há uma versão de que foi o repórter policial Roberto Hirtz da ZH que conseguiu furar o bloqueio e descobrir onde Santino estava escondido - toda a turma de O Globo,incluídos aí, José Carlos Torves, Kenny braga, Danilo Ucha,Paulo Gerson Antundes( o Paulinho Fumaça)entre outros, foram beber e comer no restaurante TREVISO, no Mercado Público. E dali ao invés de voltar pra redação, seguiram pra farra.

No outro dia, o único jornal que não deu a notícia foi o GLOBO.

Todos dançaram, inclusive o boy da redação...

Depois procuraram a redaçãod a ZH e o próprio dono do Jornal, Maurício Sirotsky os empregou lá...

Paulo Gerson nega que o GLOBO não tenhada dado a prisão de Santino junto com os demais jornais....

Tragédia em aviões....

Era quase certo que depois da queda de um avião,cairia outro. Leiam neste blog a Tragédia dos Irmãos Santos, que está postado no boletim FITNESS de número 110!!!!

Cidade Baixa

contribuição do leitor jornalista Lauro Dickmann( um dos dinossauros do jornalismo gaúcho)

"é do cartaz que está na fachada do café segredo, na lima e silva, ao lado do zaffari, onde foi um bingo e antes foi uma loja da unidos (humberto rugga).
ld"

Opinião do Serginho Ros direto de BRASILIA!

No Senado da RES PUBLICA , todo mundo tem telhado de vidro!

"Olides

Elogios do Nene não vale.Ele é meu amigão.Mas já que ele pediu,vou te mandar aqui mais uma nota para o teu blog .

O assunto aqui emBrasíla é a crise no Senado.Aqui só se fala na situação do Sarney.Até mesmo uma bolsa de apostas está aberta no Congresso.

Eu tenho um amigo gaucho de Passo Fundo que aposta eu tudo que passa por perto dele.Ele apostou e me garantiu que o companheiro José Sarney não vai dançar.Segundo esse meu amigo, o homem tem mais jogo de cintura do que muita mulata de escola de samba...Me garantiu que nem o discurso do nosso senador Pedro Simon vai derrubar o homem.

Eu também acho.A verdade é que no Senado,não tem macho para jogar pedras nos telhados dos outros..."

Alfajores

Líder no segmento de alta e média rendas nos países do Mercosul e com exportações que atingem vários outros países da América Latina, além da Europa, a Punta Ballena, do Uruguai, está apostando forte na perspectiva de expansão de sua marca de alfajores no mercado brasileiro, tendo como ponto de partida o Rio Grande do Sul. Para não deixar dúvidas sobre as suas pretensões, a empresa escalou para comandar sua equipe no Brasil, como representante exclusivo, o ex-jogador Marco Vanzini, do Nacional de Montevidéu e Seleção uruguaia, além de haver atuado também em clubes brasileiros e europeus. Com mais de 25 anos de operação, a Punta Ballena possui unidades industriais em Montevidéu e na Argentina. A escolha do Rio Grande do Sul para ampliar a presença da marca Punta Ballena no Brasil, explica Vanzini, deve-se à proximidade geográfica e à identidade cultural para este tipo de produto.

Comissão Especial da Prática Desportiva realiza audiência pública em Porto Alegre

Fotos: Marcos Eifler / Ag. ALERGS

Em audiência pública realizada nesta tarde (29), a Comissão Especial para tratar da Prática Desportiva das Escolas Públicas Estaduais, presidida pelo deputado Cassiá Carpes (PTB), discutiu o diagnóstico e a situação da área esportiva das escolas públicas, em especial de Porto Alegre e Região Metropolitana. Cassiá abriu a audiência explicando que a comissão tem o objetivo de ?ampliar a capacidade da prática esportiva dentro das escolas?. O deputado ressaltou que ?o jovem ligado à prática esportiva, quando está engajado não está na rua?.

A presidente do Conselho Regional de Educação Física do Estado, professora Jeane Cazelato, trouxe dados para a discussão e contribuiu dizendo que ?pesquisas salientam que o aluno que é orientado por um professor de educação física da 1ª a 4ª séria tem um maior desenvolvimento nas outras disciplinas?, também. O presidente do Fórum de Entidades de Educação Física do Estado, professor Carlos Alberto Cimino, também estava presente e reforçou a idéia de que o Estado não tem um sistema desportivo estadual organizado nesta área. ?Não temos um desporto organizado no Rio Grande do Sul. Não temos um sistema organizado, precisamos de estrutura?, saliento Cimino.

O deputado Cassiá questionou o representante da Secretaria Estadual da Educação, professor Carlos Pinheiro, sobre como é definida a verba destinada ao material esportivo das escolas estaduais. Segundo Pinheiro é a mesma verba destinada à manutenção da escola, e muitas vezes não é suficiente para que o material esportivo possa ser atualizado conforme a necessidade de instituição.

Após o aparte de todos os integrantes da mesa, os professores e diretores de escolas presentes também puderam se manifestar e esclarecer dúvidas com os representantes das entidades presentes. E no final da audiência pública, o deputado Cassiá Carpes se comprometeu em analisar todas as ponderações feitas e as levará aos demais integrantes da comissão especial para que possam analisar as escolas que receberão visitas técnicas da comissão na capital.

Até o momento já ocorreram visitas técnicas a escolas nas regiões de Santa Maria e Santana do Livramento. Há ainda mais quatro regiões que serão visitadas, são elas: Porto Alegre, Pelotas, Capão da Canoa e Caxias do Sul.

Participaram da audiência pública, representantes da Secretaria Estadual de Educação, do Conselho Estadual de Educação, do Conselho Regional de Educação Física do Estado, da União Estadual dos Estudantes, do Fórum das Entidades de Educação Física e do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado, além de diretores e professores de escolas de Porto Alegre.

 

 
 
Arquivo do Blog

2009
           
2008
xMaix
2007            

 
 


Espaço dos Leitores

 

as rádios do gadret, certa época, entulhavam os ouvidos dos ouvintes com a propaganda de uma certa loja 'smag', de roupinhas para crianças. alguém me explicou que as letras eram as iniciais da mulher dele, essa sônia maria que mencionastes (o a é do sobrenome dela, o g de gadret, lógico).
lauro dieckmann

'os tolos dizem que aprenden com seus proprios erros; eu prefiro aprender com os erros dos outros'' a tua coluna de hoje esta otima parabens.nao entendi nao ficares com a revista do DAER.

ABSmourinha...

Amigo Olides

Na Mensagem Original, que segue abaixo, houve um problema. Estava chegando um e-mail, por isso apelei para os RASCUNHOS e cortou uma parte do final. O final era assim:
Mas acredito que tu virás para a Inauguração do Memorial Casa João Goulart, que será no dia 6 de agosto, no horário das 17 horas. Recebi o CONVITE. Estarei lá. Iremos nos encontrar.
Hoje, o meu filho, o Vitor, também olhou o teu Blog, e gostou muito das fotos das aves, também dos bichos, aquele cordeirinho. Ele, enfim, olhou todo o blog. E ficou depois, comentando.
Encerro, desejando tudo de bom ao amigo e colega, pesquisador, e receba o meu cordial abraço.

Prezado Amigo
Jornalista OLIDES CANTON

Recebi, na semana passada, através do amigo Aristides Viana Gonçalves, o mais recente número do teu apreciado jornal FITNESS. Achei excelente a entrevista com Érico Michels. Tu sabes, amigo Olides, que eu gosto muito dessas matérias. Pois ele diz que o sócio Broda, era pai do Valter Broda, aquele humorista que fazia dupla com o também humorista PINGUINHO, dos tempos áureos do rádio gaúcho. Também fiquei contente em ver registrada a minha carta, onde cito o nosso amigo comum, o grande José Nelson Gonzalez.
A propósito dele, eu enviei uma correspondência, agradecendo a gentileza da entrevista que me conceceu e também por aquele presente, fita de vídeo, que o amigo me trouxe quando veio a São Borja.
Hoje, amigo Olides, eu tive olhando o teu Blog e gostei muito das matéria que fizeste sobre o jornalista Lauro Schirmer, recentemente falecido. Olha, eu adquiri o lvro dele sobre a RBS, num sebo daí MUNDO LIVROS da Andradas, por gentileza do amigo Aristides, que me adquiriu o livro. O meu interesse foi que li na INTERNET um trabalho acadêmico da Professora Alice Bragança (da FEEVALE) sobre as Rádios Gaúcha e Guaíba, e citou o livro do Lauro, naquela parte que ela fala que o Lauro Rodrigues começou nos programas gauchescos da Rádio Sociedade Gaúcha, através do Pirajá. Sobre o Pirajá, eu ja consegui muitas informações. Pois localizei uma parte da família dele lá em São Paulo. Então, foi por isso que me interessei pelo livro do Lauro. Eu já tinha lido, no teu blog, comentário que ele escrevia muito bem. Como de fato, ele, o Sérgio Costa Franco e o Sérgio Faraco, têm excelentes textos.
Mas, Olides, acredito que tu virás para a Inauguração do Me morial Casa João Goulart, que será no dia...

ISRAEL LOPES

Olides

Antes de liberar os meus textos,dê uma olhada.Não deu para fazer uma revisão final.
Recebi de presente do Paulo Tonet,o homem da Zero Hora em Brasília o livro sobre as reportagens da ZH.Vou curtir o livro no final desta semana .
Sergio

estava conversando com a rosa agora e tive a idéia de um gancho para a barlândia da protásio alves: FOI O PRIMEIRO LUGAR EM QUE HOUVE CONCENTRAÇÃO DE CASAS NOTURNAS EM POA.
antes, as casas eram espalhadas. independência, cristóvão colombo, garibaldi, centro...
pelo que eu me lembro, a primeira vez que aparecem casas COLADAS UMAS NAS OUTRAS ou muito próximas é na protásio.
muito depois é que vieram moínhos, cidade baixa.., que têm, sim, casas grudadas umas nas outras.
o material da protásio está contigo, mas acho que poderias abir o texto com esse gancho.
ld

pela foto aquela antiga da redação não pode ser o osmar trindade e o roberto appel??? o de oculos....acho que aquela era a redação da folha da manha, o camino pode saber...

olides

pode ser a redação da fm, sim, na época em que era junto com a redação da ft. eu cheguei a pegar quando as das estavam juntas, mas logo depois que comecei a trabalhar lá, em 76, passaram a redação da fm para o andar de cima.
ld


Oi tudo bem ?

Li na veja na cronica do Diogo Mainardi ele metendo pau

no Chico Buarque que a escritora Edna O Brien ( A LUZ DA NOITE ) que
esteve em PARATI

participando da Flip falou que o Chico era uma fraude , que ela se
espantou

com a falta do seu conhecimento literário ...é o que sempre digo esses

pseudos artistas acham que são o máximo em tudo e não são ( estou
falando do Chico como escritor )

aí vem uma escritora de verdade ( ela é irlandesa ) e em poucas horas com
o cara , saca tudo ,quer

dizer ela percebe que ele não é o bixo ...

Me manda notícias da Helena

bjs

Naira

ps- o Kalel amanhã está fazendo niver de 1 ano ( o da Marina )

 

olides:

a rosa anda lendo os posts antigos o teu saite e me falou que mencionaste em um deles o preto hotel.

bom, pelo que eu me lembro, o preto hotel era administrado por um zaballeta, que era dono do grande hotel de pelotas.
também pelo que me lembro, o prédio, que é patrimônio do ip, foi retomado pelo estado sob o argumento de que o aluguel era muito baixo (não por dívidas, como consta no saite).
o estado retomou, mas o prédio acabou ficando abandonado por muitos anos. não sei se continua. dia desses passei por lá de ônibus, mas não deu para ver se já deram algum destino útil para ele. vi só que ele está lá, com a inscrição IPE na fachada.
outra coisa, o edifício não fica em frente ao prédo da antiga CRT, mas, sim, na outra quadra, para os lados da v.j.inácio, lado esquerdo de quem vai do centro para o bairro.

outro prédio do estado que está abandonado é o da antiga sede da caixa econômica estadual, na esquina da rua da praia com a v.j.inácio. pelo menos a loja da esquina está fechada e vazia há anos.

abandonados também estão o antigo prédio da secretaria da agricultura, na júlio de castilos, e o antigo prédio da corlac, lá para os lados da assis brasil.

tudo patrimônio público desperdiçado e se deteriorando. volta e meia a zh faz matéria sobre esse assunto, mas a administração estadual só dá explicações e promete soluções. fazer algo de concreto, que é bom, até agora nada...

quanto ao grande hotel de pelotas, o correinho publicou matéria, semana passada, sobre o projeto de recuperação do prédio, que está muito deteriorado. vai virar hotel-escola. mas é aquilo, deixam deterorar e depois têm de gastar um caminhão de dinheiro para recuperar...

ld

Oi Olides,

O contato está raro, porém continuo sendo uma leitora assídua do teu blog.
Gostei muito de saber notícias do meu grande amigo e colega Fernando Goulart, um profissional de caráter irreparável.


abs/Josi

olides,
o cara da abimaq pede desoneração fiscal e linhas de financiamento.
bem, no correinho de hoje há o registro de que, há 100 anos atrás, pecuaristas gaúchos se reuniam para criar um banco que fosse beneficiado por desonerações fiscais, para poder "emprestar a juros baixos".
é sempre o mesmo choro... há um século.
o que essa gente não se da conta é que, bem ou mal, vivemos num regime capitalista, cuja essência é o CAPITAL. tem um cara que até já escreveu um livro sobre esse fenômeno brasileiro de pretender fazer capitalismo sem capital.
aí, como não têm capital, querem que o governo banque a a iniciativa que se apresenta como privada...

outra coisa, o 'lutador do design gaúcho', que apareceu na entrevista do cara da abimaq, inventou, na época em que a fiergs ainda era na lenardo truda, uma luva aquecida para motoqueiros. um repórter de tv quando ouviu falar da coisa, na salinha de imprensa da fiergs, a apelidou de 'punheta térmica'... punheta no sentido de empunhar, logicamente... mas o trocadilho ficou legal...

ld

pelo que o finado antoninho gonzales contava, acidente de deputado com pelada às vezes é fatal...
ld

 

não é a coluna que é preguiçosa, o rogério é que é preguiçoso. sempre foi.

o tomás o pereira, que trabalhou com o rogério na sucursal do estadão em poa (no tempo do mário lima) contava que, certa vez, estava ele, tomás, em sp, na sede do estadão, e comentaram com ele que tinha um cara em poa que escrevia muito mal (o estadão sempre foi de caprichar nos textos, tanto que os mesquita chegavam a importar jornalistas de portugal por que achavam que os brasileiros não sabiam escrever). aí o tomás, segundo eu vi ele contando, se deu conta que 'o cara' era o rogério, que simplesmente copiava os releasses da assembléia direto na máquina de telex e despachava como se fossem textos escrito por ele.
foi o que o que eu vi e ouvi o tomás contar.

e o premio ari sobre tráfico de mulheres na região de passo fundo, que o rogério faturou, foi de carona com o edgar ruwer. quem tinha a pauta era o ruhwer, que era de passo fundo (onde também anos mais tarde foi assassinado) e sabia das trampas dos taxistas que levavam 'as gurias' de lá para as cidades do sul de sc e, daí, traziam outras tantas para os puteiros da 'região celeiro'. então, como o rogério também tinha um pé na ft, onde o ruwer trabalhava, resolveram dividir o custo da viagem, metade para a caldas júnior e a outra para o estadão. e as matérias sairam com as assinaturas dos dois. foi assim que o mendelski faturou o prêmio (junto com o ruwer).

o rogério nem chegou a fazer a faculdade de jornalismo, se tiver o colegial completo é muito -- acho que nem isso, que o que o máximo que ele conseguiu fazer foi um supletivo.
ele começou comigo na famecos, mas fez só um semestre, pois nessa época saiu a regulamentação da profissão e quem tinha dois anos de exercício podia se registrar. quer dizer, fazer jornalismo sem ter (nenhuma) faculdade dá no que dá: uma metralhadora giratória, uma biruta que vira para onde sopra o vento, que trabalha apenas em cima de chavões e preconceitos.
um conversador fiado, enfim...

outra do rogério aconteceu quando ele era pauteiro na folha da manhã. ele sempre foi metido a jornalista político. aí, quando o galvani colocou ele (que foi um dos que não saiu quando daquela grande degola da época do rui osterman) de pauteiro, ele, mesmo assim, ia fazer chacrinha na assembléia e encher o saco nas coletivas (geralmente do simon, que era o dono do mdb). encheu tanto o saco, malou tanto (ave! quevedo), que os coleguinhas correram com o rogério de lá. não deixaram mais ele participar das coletivas, pq ele atrapalhava muito quem tinha que trabalhar de fato.

gdld

 

obrigada!
helena adorou a foto...
bjs


 renata e helena

 

Que querida!!!
Obrigada, pai.
Não tinha visto ainda...

 

Finalmente a zero hora coloca uma estrela na contracapa
Ela está um amor parabéns
Bjs
aVani

 

Olides, que graça, né.
Tudo bem contigo?
Estou trabalhando em casa esta semana.
abraços
Alenir

 

Parabens a guria já esta se tornando uma celebridade... é parecida com quem ?

Estive em Gramado ontem e vi o Luiz Fernando Veríssimo dando autografos na praça

bjs

Naira



Olides, o Site www.redecidadenoticias.com.br já está no ar.
No momento serão disponibilizadas apenas algumas informações que são levadas ao ar ,durante o programa. Forte Abraço

Luiz Carlos Fiorin/Rádio Odisseia FM

 

Caros colegas,

Obrigada àqueles que responderam ao questionário da minha pesquisa que está levantando o perfil atual do jornalista e do assessor de imprensa no Brasil. Infelizmente, é impossivel remover do mailing os nomes do que responderam ao questionário porque ele é anônimo. Quase 400 profissionais responderam, mas ainda falta colher a opinião de várias pessoas. Sem querer incomodá-los na sua rotina de trabalho, peço aos que ainda não responderam que o façam. Demora apenas 10 minutos. Esta pesquisa é parte de um projeto que analisa o perfil dos jornalistas e assessores de imprensa do Brasil e de outros países. Como jornalista e professora doutora de jornalismo da California State University de Long Beach, estou encarregada de fazer a parte brasileira. Os resultados serão publicados no capítulo sobre o Brasil do livro “The Global Journalist 2”, editado pelo pesquisador americano David Weaver. A pesquisa analisa satisfação professional, uso da Internet nas rotinas de trabalho, o que os jornalistas pensam sobre a situação do jornalismo, o papel da mídia e o diploma de jornalista.O sistema é protegido contra spam; a enquete é anônima e segue os parâmetros éticos acadêmicos. Aqui está o link para o questionário eletrônico:
http://www.surveymonkey.com/s.aspx?sm=SB8QuBGBMDNT9Ld6E5U53A_3d_3d
Ao abrir o link, vocês encontrarão uma explicação sobre os temas abordados na pesquisa. Basta clicar no final da primeira página para começar a responder às perguntas. É importante responder a todas as perguntas para que eu possa ter dados estatísticos completos. Caso tenham alguma dúvida, mandem um email para mim: heloiza@journalism.com
Muito obrigada por cooperar com este projeto do Departamento de Jornalismo da California State University, Long Beach.

Um abraço,
Heloiza Golbspan Herscovitz
( ex-ZH, ex-Estadão, ex-editora Abril; ex-professora da PUC-RS e da UFSC)


cara, essa notícia é de hoje e interessa a quem tem carro (jornalistas dinos tambem têm carro). os caras, lá em brasília, resolveram botar ordem na s... que é esse negócio de cobrança de multas de trânsito e de taxas de recolhimento de veículos. e decidiram a favor (sim, às vezes acontece) dos que têm de marchar com muitas e taxas

Aviso aos navegantes!

Não tem volta, é decisão final do STJ, de Brasília: os Detrans dos Estados só podem cobrar as diárias referentes ao depósito de veículos apreendidos ou removidos durante os primeiros 30 dias. A decisão se baseia na constatação de que, cobrando as taxas diarias por tempo indefinido, elas acabam ficando maiores que o valor dos veículos, o que significaria transformar o tributo em confisco, o que é expressamente proibido pela Constituição.
Mas os proprietários têm só 90 dias para acertar as dívidas refrentes às multas e aos depósitos. Completados os três meses, se o proprietário não se coçar, o Detran passa a ter o direito de leiloar o veículo.
O STJ também decidiu que o Detran só pode exigir, para liberar os veículos apreendidos, o pagamento das multas já vencidas e sobre as quais os os proprietários tenham sido devidamente notificados. Ou seja, os Detrans não podem cobrar multas que ainda não venceram ou as em que os proprietários sequer tenham sido notificados.
Esta decisão do STJ foi tomada num processo originário do Rio Grande do Sul e vale para todo o País.
gdld

 
 


Olides Canton - Jornalista e Escritor


Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor

© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.

 


ALTO DA PÁGINA

ABC Digital
101Sul
Aceg
Affonso Ritter
Agência Edison Castêncio
Agenciafreelancer
Assembéia Legislativa RS
ATM
Bancada Gaúcha
Blog das Américas
Blog do Ucha
Brasil Imprensa Livre
Capital Gaúcha
Clovis Heberle
Coletiva.net

College of Liberal Arts
Comuniquese
Crise na Ulbra
Darci Filho
Diego Casagrande
E aí beleza?
Ecoagencia.com.br
Emanuel Mattos
Enfato
Esquina Democrática
Espaço Vital
Espanhol Fotos
Eu acho que
Famurs

Felipe Vieira
Fernando Albrecht

Fernando Gabeira
Frota & Cia
Gilberto Simões Pires
Governo do Estado do RS
Ieda Risco
Jayme Copstein
Jornal A Hora
Jornal do Mercado
Jornal Panorama Regional
José Dirceu
José Luiz Prévidi

Laura Peixoto
Mirian Fichtner
Odinha Peregrina
Partido Progressista
Percival Puggina
Políbio Braga
Política para Políticos
Por outro lado
Prefeitura de P.Alegre
Prefeitura Serafina Correa
Programa.com
Ricardo Noblat
Roendo as unhas
Rogério Mendelski
Rosane Oliveira
RS Urgente
Sec Segurança Pública
Sindicato dos Jornalistas
Sup. Portos e Rodovias
Valeria Reis
Via Política
Vide Versus
Yucumã
Zero Hora
Ziptop

REPORTAGENS
ESPECIAIS


Veja em "Memória"



 

 

 



amplie a imagem amplie a imagem amplie a imagem