"O blog das novidades"

PESQUISAS EM RESTAURANTES



A novidade aqui em Brasília,é a pesquisa que está sendo feita em mesas de bares e restaurantes.O negócio é o seguinte:durante o encontro,o pessoal faz uma pesquisa.A mais em moda é sobre a aproxima sucessão presidencial.Ai a pergunta é,quem ganha a eleição de 2010??Os resultados,não deverão agradar muito a Lula.A Dilma sua candidata,não chega nem no segundo lugar...Tem dado Serra ou Aécio na cabeça..
Outro assunto aqui muito comentado é sobre a crise que o Brasil mergulhou de cabeça em Honduras.O culpado dessa história toda é o nosso conterrâneo Marco Aurélio TopTop Garcia.Dizem os fofoqueiros de plantão,que semanas atrás chegou ao Planalto um relatório enviado de Honduras,alertando ao Brasil para não entrar na crise.Copias desse relatório,que já circula entre vários coleguinhas,foi desprezado pelo nosso conterrâneo que insistiu junto ao Lula para entrar no caso Zelaya.Dizem mais,que se a crise fosse controlada exclusivamente pelo Itamaraty,naõ estava acontecendo toda essa "saia justa".

SERGS DEBATE INVESTIMENTOS DO
ESTADO NO SETOR DE RODOVIAS



O programa de investimentos do Governo do Estado no setor de rodovias será debatido nesta quinta-feira (1º/10) durante o Bom Dia Engenharia, promovido pela Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul – SERGS. O evento acontece às 8h30min, na sede social da entidade, Trav. Eng. Acylino de Carvalho, nº 33, 7º andar, tendo como palestrante o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem – DAER, eng. Vicente Paulo Mattos de Brito Pereira. O presidente da Sergs, eng. Cylon Rosa Neto, lembra que o Estado, a partir da conquista do déficit zero, recuperou a capacidade de investimento em rodovias, não apenas com recursos orçamentários, como também através de financiamentos nacionais e internacionais e Parcerias Público-Privadas (PPPs). “Nesta edição do Bom Dia Engenharia, pretendemos apresentar o horizonte de obras previsto pelo DAER para os próximos anos, o que representará mais uma oportunidade de mercado para os profissionais e empresas da área da engenharia, incluindo a elaboração de projetos, construção e outras atividades afins”, explica o dirigente.

TODT COMUNICAÇÃO

CICLO: PARA CRIANÇAS E ADULTOS



MIGRAÇÃO ALADA (FRANÇA, ITÁLIA – 2001, 89 min), de Jacques Perrin.
Cinco integrantes de uma equipe de filmagem servem de testemunhas ao seguir uma grande variedade de pássaros durante sua migração passando por 40 países e 7 continentes. Contando com uma equipe de 450 pessoas, 17 pilotos e 14 câmeras, eles utilizam aviões, planadores, helicópteros e balões para voar ao lado, abaixo, acima e em frente dos pássaros. O resultado é um filme de extrema beleza que a revista Entertainement Weekly aclama como "Hipnotizante!" e o Los Angeles Times considera "Um filme de tirar o fôlego! Tão sublime e magnífico!"

LOCAL: Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa
DIA: 03/10/2009
HORÁRIO: 16H


CICLO: PARA CRIANÇAS E ADULTOS!



AS BICICLETAS DE BELLEVILLE (FRANÇA – 2003, 80min), de Sylvain Chomet.
As Bicicletas de Belleville conta a história de um garotinho triste chamado Champion que é adotado por sua avó, Madame Souza. Procurando fazer a vida do garoto mais feliz, a velhinha o presenteia com uma bicicleta. Tudo vai bem, e com o passar dos anos, Madame Souza faz com que seu neto se submeta a um treinamento rigoroso, até o dia em que Champion se torna um grande ciclista, a ponto de participar da competição Tour de France. Mas durante a corrida, o rapaz e outros ciclistas são seqüestrados por dois misteriosos homens de preto. Suspeitando da situação, Madame Souza e seu fiel cão Bruno, partem numa grande aventura à procura de Champion, e no percurso recebem a ajuda das Trigêmeas de Belleville, três mulheres que foram cantoras de cabaret nos anos 30.

LOCAL: Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa
DIA: 10/10/2009
HORÁRIO: 16H


CICLO: PARA CRIANÇAS E ADULTOS!



A VIAGEM DE CHIHIRO (JAPÃO – 2001, 123min), de Hayao Miyazaki.
Chihiro é uma menina de 10 anos, que acredita que o universo inteiro deve-se submeter a seus caprichos. Quando seus pais contam que precisam mudar de casa, ela fica muito aborrecida. No final de uma estranha rua, que acreditavam fazer parte do caminho para a nova casa, a família se depara com um imenso prédio vermelho no qual um túnel infinito boceja como uma boca gigantesca. O túnel leva a uma cidade fantasmagórica onde encontram um banquete suntuoso, e deliciam-se no monte de comida. Eles mal sabiam que estavam vagando por um fantástico mundo habitado por deuses antigos e seres mágicos, e governado por uma feiticeira, a bruxa Yubaba, que os transforma em porcos. Yababa explica a Chihiro que todos os humanos que entram no mundo dos espíritos são transformados em animais antes de serem mortos e devorados. Só escapam deste destino aqueles que provam ser úteis. Para sobreviver a menina tem que trabalhar na casa de banhos da velha bruxa. Chihiro renuncia a sua preguiça, a sua humanidade, a sua razão, a suas recordações e até mesmo a seu nome, passando a ser chamada apenas de Sen.

LOCAL: Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa
DIA: 17/10/2009
HORÁRIO: 16H
CICLO: PARA CRIANÇAS E ADULTOS!




NAUSICAÃ DO VALE DO VENTO (JAPÃO - 1984, 116min), de Hayao Miyazaki
O avanço do industrialismo contaminou o ar e a água, dizimou a fauna e a flora e se transformou na grande ruína da humanidade. Durante a chamada Guerra dos Sete Dias de Fogo, as grandes metrópoles desmoronaram por causa das substâncias tóxicas que elas mesmas produziram. Uma floresta chamada Mar Podre, onde plantas liberam pólen venenoso, cresce a uma velocidade assustadora. A maior parte do solo se tornou estéril e o menor vestígio do pólen pode colocar toda uma plantação em risco. Praticamente toda tecnologia foi perdida e a humanidade passou a sobreviver em pequenos reinos. Um deles é o Vale dos Ventos, onde vive Nausicaä, uma princesa que viverá uma saga épica na qual será decidido o futuro de um mundo devastado.
O mundo de Nausicaä é tão rico e bem apresentado, que fica difícil não se embriagar pela história. Os personagens têm alma e todas as suas facetas são apresentadas. Nausicaä vai muito além do arquétipo comum de heroína. Ela tem uma estranha ligação com os Ohmus (gigantescos insetos que protegem a floresta) e seu discurso é de uma honestidade crua: "De nada adianta tudo ficar tão limpo, se o mundo inteiro se transformar numa área morta, onde nem os bichos podem sobreviver. O homem em si pode ser considerado uma sujeira...".

LOCAL: Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa
DIA: 31/10/2009

HORÁRIO: 16H

Convite

CONFRARIA CAMPESINA

A MELHOR ESCOLHA PARA PRESENTE


ESTAMOS AQUI PARA CONVIDÁ-LO (A) PARTICIPAR DO NOSSO ENCONTRO

Aqui você vai encontrar tudo de bom que uma confraria deve ter Alto astral,
bom atendimento, cerveja gelada, comida boa, descontração, alegria e
informação cultural.


TE ARREMANGA E VENHA, CONVIDE UM AMIGO (a)!

ESTAMOS NO TEU AGUARDO!


Local: dependências da Churrascaria Galpão Crioulo, lugar central, seguro,
estacionamento grátis, atendimento personalizado - Parque Mauricio Sirotsky
Sobrinho- Porto Alegre.

NO AGUARDO DE CONFIRMAÇÃO E PRESENÇA: Tô dentro( )

Obs .: Este convite não é individual nem intransferível.

Informe Cultural
A Feira CAMPESINA de produtos regionais gaúcho é uma feira permanente e um
programa de responsabilidade social do INSTITUTO CAVALEIROS FARROUPILHAS. A
feira expõe e atende para mais de 200 artesãos do Rio Grande do Sul
graciosamente, com apoio do SISTEMA TARCA de COMUNICAÇÃO, PLANALTO
Encomendas e da Churrascaria Galpão Crioulo.
Pensou em dar um presente, valorize a cultura gaúcha e seus artistas, compre
na Feira CAMPESINA, que funciona todos os dias nas dependências da
Churrascaria Galpão Crioulo na Estância da Harmonia, do Parque Maurício
Sirotsky Sobrinho.
É um lugar amigo, seguro, de estacionamento gratuito, que em qualquer dia e
hora pode fazer a tua festa de aniversário ou a reunião festiva da tua
empresa, ligue 3499.2731 - funciona diariamente das 11 ás 15 horas e das 19
a meia noite.
O lugar para fazer teu encontro social ou empresarial não é mais problema.
Faça na CAMPESINA!


Padilha deverá presidir o PMDB gaúcho

 

Nos bastidores é tida como certa a indicação do deputado federal Eliseu Padilha(PMDB) pra presidir o PMDB gaúcho.Se isto acontecer no ano de 2010, dificilmente haverá aliança pra governo do estado com o PT. Padilha e o PT gaúcho não se misturam, como água e azeite. Mas sabe como é em política, tudo é possível. Na foto, o deputado com a colega Rita Camata, do Espírito Santo.

foto da agencia Edison Castêncio

Recebi de uma leitora!!!

 

Leite contaminado - MUITO IMPORTANTE


O MINISTÉRIO DA SAÚDE ACONSELHA !!!

O LEITE EM QUESTÃO É O DE CAIXINHA (LONGA VIDA)

DIVULGUE VOCÊ PODERÁ ESTAR SALVANDO UMA VIDA.

*LEITE CONTAMINADO - TESTE CASEIRO
Importante, faça este teste e proteja sua família.
Para ver se o leite tem água oxigenada ou soda cáustica na composição:
- Beba 1 copo com leite à noite e antes de dormir.
- Durante a noite, se tiver vontade de peidar, peide à vontade
- Pela manhã, pegue um espelho e focalize sua bunda.
- Se os pêlos estiverem loiros, você tomou leite com água oxigenada
- Se não tiver pêlo nenhum, foi com soda cáustica.

Memórias da Imprensa


As matérias " Eu me Odeio!!!"


Vendo as matérias que a ZH está fazendo agora sobre a expedição Lagoa Mirim, não senti nenhuma inveja dos coleguinhas que estão no front, como a repórter e o fotógrafo Nairo Junior. Carlos Wagner tinha o hábito de chamá-las de matéria " EU ME ODEIO!!!" Elas são muito legais pros editores que ficam na redação, agora pra quem vai pra linha de frente, são um grande desconforto, embora todo repórter e fotógrafo tenho o desejo de fazê-las. É um certo romantismo....Os repórteres mais ousados então tinham o sentimento de que fazer cobertura de guerra era o grande barato numa redação de jornal,ou tevê....

Carlos A. Kolecza tinha verdadeira adoração por elas. Quando tinha que ficar na redação ficava amuado, não falava com ninguém....

Mas quando ia pro mato comer poeira, estava feliz da vida....

No fundo, no fundo, todo repórter tem dentro de si uma boa dose de sofredor.....Ah, e quando chega de volta destas indiadas brabas,chega na redação como os romanos voltavam de suas expedições para novas conquistas, com ares de triunfo, só faltando dizer: meninos, fui e voltei, mas venci.....

A cidade onde tudo termina no cemitério....

 

Esta quinta,dia 1/10, São Borja inaugura o museu do Jango, morto em 6/12/1976, em Villa Mercedez, na Argentina. São Borja tem porém um hábito muito estranho pra quem chega pela primeira vez que é a de que todo evento, principalmente do PDT terminar no cemitério. Até o comício doex- governador Collares,em agosto de 2006, quando era candidato a governador gaúcho, terminou com uma visita ao cemitério Jardim da Paz, no túmulo onde estão sepultados Jango Goulart ,Leonel Brizola, dona Neusa Goulart,entre outros familiares do clã.


Brizola e Percy Penalvo no cemitério

Em S. Borja, portanto, não se deve se assustar quando convidam pra ir ao cemitério. Geralmente, nos convites de algum evento, lá no final, ou no meio está dito: visita ao cemitério....


Brizola e Collares


Brizola e colegas no cemitério


Sereno Chaise, Percy Penalvo e Brizola no túmulo de Florentino Dutra

Agora até que mudou um pouco, porque desde 24 de agosto de 2004, os restos de Getúlio Vargas saíram do cemitério Municipal Jardim da Paz e foram transladados para um memorial feito junto da Praça XV de Novembro, a principal de S. Borja.


Brizola de Percy Penalvo no túmulo de Getúlio

Todas as fotos são de Gaudencio de São Borja.

 

Memória da Imprensa

 

O Pasquim gaúcho


Encontrei num sebo um Pasquim gaúcho....sim, uma edição gaudéria...

entre os nomes que compunham a edição local, estão Luís Fischer,Sérgio Saraiva( Pantera)Paulo Guedes e a edição de Roque Callage Neto.
Não sei quanto tempo durou esta aventura...mas esta edição que tenho é de agosto/set de 1986, portanto, há 23 anos.


Também não sei quanto durou,quantos exemplares saíram ...

tinha até endereço o Pasquim gaúdério, isto é, a sucursal do verdadeiro Pasquim, o carioca. Ficava na av. Caçapava, 220/202...Seu diretor responsável era Carlos de Noronha Feyo.
Mais uma aventura jornalística que foi pro espaço....

Rumo às Missões!

 

Hoje de noite, 30/09, viajo a S. Borja: dois motivos me levam até a chamada " Terra dos Presidentes". Um é vender meus livros na feira do livro que se realiza até domingo e o outro é participar da inauguração do memorial do presidente Jango.Postarei mais assuntos de lá...

Nova Roma do Sul, era mais barato

transportar a cidade do que levar até lá o asfalto!

Na Praça Parobé, em Porto Alegre, está ocorrendo uma feirinha de produtos colonais e entre os expositores estão agricultores da cidade de Nova Roma do Sul. Pois foi lá que o prefeito Aldo Panazzolo,que fora funcionário do DAER, conseguiu levar o asfalto depois de muito lutar...Pra ver o que é a luta de alguém,quando se empenha nisto...


A ponte sobre o Rio das Antas que dá o acesso a Nova Roma do Sul

Aldo Panazzolo, que hoje aposentado, vive em Florianópolis(SC) mobilizou a comunidade e o governador Antônio Britto Filho, (PMDB) finalizou o asfalto de 20 e poucos quilômetros até Nova Roma do Sul. As obras haviam sido iniciadas quando era governador Pedro Simon.
Na foto, o governador Antônio Britto, de boné, o prefeito Panazzolo( de óculos escuros), o secretário da fazenda da época, César Busatto e os empreiteiros que fizeram o pavimento da rodovia.O ano é 1998.


1998 - O governador Antônio Britto inaugura o asfalto até Nova Roma do Sul

Nova Roma do Sul se localiza no Vale do Rio das Antas, na Serra gaúcha,a pouco mais de 100 km de Porto Alegre. Muitos dos hortigranjeiros que são consumidos na Ceasa são plantados naquela comunidade. Também produz frangos e perus. A região é de minifúndio....

Em tempo: colegas do engenheiro Panazzolo, dos tempos do DAER, quando governava o estado Pedro Simon, fizeram as contas na ponta do lápis e concluíram que custava menos tirar Nova Roma do Sul de onde estava do que fazer o asfalto até ela...Mas venceu a opção de levar o asfalto até a cidadezinha....

Coleguinhas


* Pois, como ia dizendo, parece que na noite fria da última segunda,dia 28/09, no coquetel do Prêmio Springer por um Rio Grande Melhor, evento da ARI/Assembléia Legislativa, dois coleguinhas que não se " bicam" teriam feito descortesias uns aos outros....

* Coleguinha tentou na segunda,28/09 e na terça, 29/09 falar com a Câmara Municipal de Vereadores do Alegrete, com os telefones que estão divulgados no site. Que nada, mesmo sendo em horário de expediente ninguém atendeu. ...

Marina Silva, a novidade....

 

Pelo andar da carruagem, a senadora Marina Silva(PV) será mesmo o fator surpresa da próxima corrida presidencial. Em que lado da sociedade ela vai mexer mais tomando votos do presidencial José Serra e da ministra Dilma, só o tempo dirá....

agencia edison castencio

Mas que ela poderá embolar o meio de campo, ah isto ela poderá.....

Quando todos apostavam que este fato seria o Fernando Gabeira, deputado federal pelo Rio, deu Marina....

Convite

 

Rita Chang, Presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico Cultural e os organizadores do Essa POA é BOA, Gustavo Nakle, Lenira Fleck, Maria Tomaselli e Marise Mendes Mariano aguardam você nesta quarta-feira, dia 30 às 17horas para solenidade de entrega do Prêmio Compahc 2009, Mérito ao Patrimônio, no Salão Nobre do Paço Municipal.
Essa POA é Boa - evento de arte contemporânea que reuniu 224 artistas locais na elaboração de doze obras coletivas em um Pavilhão da antiga fábrica Renner no DC Shopping, está entre os premiados como reconhecimento pelo investimento em patrimônio cultural da cidade.

Aguardamos você

Nota

Maria Tomaselli, Lenira Fleck, Gustavo Nakle e Marise Mendes Mariano recebem nesta quarta-feira o prêmio Compahc 2009, Mérito ao Patrimônio, em solenidade no Salão Nobre do Paço Municipal. A premiação é o reconhecimento pelo investimento em patrimônio cultural da cidade através da organização do Essa POA é Boa, evento de arte contemporânea que em 2007/2008 reuniu 224 artistas locais na elaboração de doze obras coletivas em um pavilhão da antiga Fábrica Renner no DC Shopping.
Informações sobre o evento com Rita Chang - fone: 9123.3437

Informações para imprensa com Ancila Ferreira
Prestigium Comunicação
2112.8966 e 9659.8222

Uma " visita"
a Nova Zelândia!

 

O coleguinha Gerson Farias(trabalhamos juntos na ZH e na Caldas Junior) esteve me visitando e trazendo relatos sobre um país que nós aqui conhecemos muito pouco, a Nova Zelândia, cuja capital é Wellington mas cuja cidade mais conhecida e maior é AUCKLAND.

Pois o Gelson e sua esposa Zulema estiveram em fevereiro e março passado visitando o filho Fabiano que vive na Nova Zelândia, onde é piloto na região." Ele sempre quis ser piloto", conta o pai, orgulhoso do sucesso profissional do filho.

Gelson - que na próxima feira do livro de Porto Alegre vai lançar um livro - e esposa saíram de Porto Alegre em 15 de fevereiro. Tomaram a direção da capital portenha, via vôo da Aerolíneas Argentinas. Naquele mesmo dia permaneceram até as 3 hs da madrugada no aeroporto de Ezeiza. Neste meio tempo fizeram um lanche e lhes saiu 60 pesos.

Para a Nova Zelândia tomaram um equipamento Jumbo da Aerolíneas com 320 passageiros. " A viagem é longa, a gente tem que ficar caminhando dentro do avião pra poder mexer um pouco as pernas" contou-me Gelson.O total da duração da viagem é 12h30minutos.
" Quando passávamos por sobre a Antártida pegamos uma turbulência e estávamos a 10 mil km de altura e o avião voando a mil km por hora" contou o colega.

Dados do país.

A Nova Zelândia tem 4 milhões e 700 mil habitantes. É composto de duas ilhas: a do Norte e a do Sul. A moeda lá é o dólar neozelandes que vale 1,50 real.

Nas viagens que fizeram pelo país, Gelson, a esposa e o filho puderam constatar que as rodovias estão em bom estado de conservação,sem buracos,portanto e não têm pedágios.

O sistema político é diferente do nosso: " lá não tem vereadores. O prefeito é um ministro, um cidadão escolhido para para organizar e coordenar a cidade" disse Gelson.
Ao todo o tempo de permanência de Gelson e sua esposa no país foi de 50 dias.

Existe um rígido sistema de controle pra entrar no país. Tanto que quando ele chegou na alfândega foi obrigado a abrir três latas de marmelada que levava pro filho.
Gelson teve sua atenção despertada também pelo fato de na Nova Zelândia não existirem cobras, aranhas e macacos.
O café deles é horrível, contou-me ele. É importado da África.

Os habitantes primitivos da Nova Zelândia são os índios MADRIS. Estes primitivos habitantes foram massacrados em 1740 pelos dominadores ingleses quando tomaram as ilhas.
Quem quiser saber mais dados sobre o país pode entrar em contato com o coleguinha. seu fone 51.85252352 ou pelo email. gelsonnunesfarias@hotmail.com

Paradeiro de Nabor Couto

Rádio progresso faz encontro....está na "capi" do Nabor Couto.....


Prezado amigo, boa tarde!

No dia 25 de outubro de 2009, faremos uma confraternização alusiva ao cinquentenário da Rádio Progresso de Ijuí.
Como diretor da rádio, gostaríamos de saber do paradeiro ou contato, do nosso ex-colega de RPI, Nabor Couto.
Ocorre que, infelizmente, nem a Rádio Guaíba foi capaz de nos dar esta informação.
Se estiver no teu alcance ajudar, desde já saiba que nos presta uma grande ajuda.

Agradecemos pela atenção dispensada.

Cordialmente,

Valdir Heck
Diretor - Rádio Progresso de Ijuí Ltda.

News de Serafina !

 

* Não estará totalmente errado quem apostar que os dossiês feitos pela nova gestão da prefeitura municipal não vão dar em nada, ou seja, vão ficar nas gavetas para consumo interno!

* News da eleição!

O cronista esportivo da RBS Kenny Braga será candidato pelo PDT a deputado estadual. É o que dizem os " corredores"

Memórias:
As histórias do Bastinhos

 

Carlos Bastos tem muitas histórias de bastidores de sua já longa vivência jornalística e política. Algumas o velho João Aveline revelou no seu livro de memórias e outras estão ainda por ser escritas. Mas ontem ele resolveu contar uma do Cel Alvarez - aquele que ficou conhecido porque quando fugiu pro Uurguai foi reconhecido pelo guarda da fronteira, mesmo estando disfarçado que lhe desejou boa viagem,coronel - ou seja, como o cel Alvarez não foi preso em 1964 depois do golpe militar.

Bastos estava no Menino Deus, perto da casa do Cel Alvarez com sua namorada - depois sua esposa - e viu quando dois sujeitos meio na campana saíram de perto da casa do Coronel. Naqueles dias claro que era agentes do DOPS na " captura " do Cel tri pedido pela Revolução....Depois Bastos viu mais dois sujeitos de cabelo cortado rente e desconfiou que eram agentes do Exército. Des pistou a namorada os seguiu por vários quarteirões. Até que uma hora os dois encheram o saco daquela metido os seguindo pararam o jeep e desceram com duas metralhadoras.Aí o Bastos alegou que eles quiseram paquerar sua namorada etc e tal....só pra eles acabarem contado o que mesmo faziam ali....

Ato contínuo foi até a casa do cel e avisou à esposa que os caras tavam na campana dele pra guarda-lo.

Dois ou três dias depois, o Cel Alvarez se mandou pro Uruguai....

Diversas

Tiririca com a governadora....

Quando fui embarcar no último domingo,dia 27/09 na ródoviária de Serafina, encontrei o dono, o Leordemar Bassani, com dois esparadrapos na cabeça. Ué, imaginei, o que houve....Pouco depois ele falou que estava voltando horas antes de Guaporé, pela RS-129 e se acidentara com aquela chuva toda dentro de uma cratera com a camionete....Bassani, que é um gringon brabo uma barbariedade, estava tiririca com a governadora....


Julinho voltou da posse

Já o Julinho Pacheco voltou na madrugada de segunda, de Pelotas, onde foi coordenar a cobertura pela Rede Vida da posse do novo bispo. O Júlio só anda com bispo,agora, dispensou os padres...está num patamar mais alto....

Boatos de campanha

 

O que se fala nos corredores é que o atual vice-governador Paulo Affonso Feijó será candidato ao senado pelo DEM e que o prefeito,ou ex-prefeito de Lagoa Vermelha, Volpatto será o candidato do DEM a governador. É que Volpatto saiu,ou sairá do PDT e irá pro DEM....

O JANTAR DO MAGRO AIRTON COM JK



O Presidente Juscelino, quando voltou do exílio e estava se insinuando a ser candidato novamente à Presidência da República,tentou morar em Brasília. Mas foi simplesmente proibido pelo governo em exercício.
Ele então,tarde da noite, escondido pegava um carro e passeava pela cidade,completamente vazia. Algumas vez até chorava.
Comprou uma pequena fazendinha,nos arredores da Capital. Uma fazendinha que não passava de uma chácara,um pouquinho maior das que existem,lá por perto.
Ele sonhava voltar ao Palácio do Planalto,carregado nos braços do povo,como aconteceu com o velho Getúlio que foi carregado para o Palácio do Catete. Conseguiu aos poucos retornar ao Distrito Federal,com a promessa de não se envolver em política. Isso não era preciso,pois muitos dos seus antigos companheiros,simplesmente o evitavam.
Eu que tinha vindo para Brasília,por determinação do seu Adolpho,para acompanha-lo diariamente,senti na pele a dificuldade em convidar os companheiros mineiros a acompanha-lo em almoço ou jantares ,que tentava organizar na sucursal da Manchete.
Então,saiamos pela cidade em busca de restaurantes,onde comíamos tranqüilamente.

Um desses restaurante,era dirigido por um português e se tornou moda na cidade. Mas além da boa comida lusitana,o velho português tinha uma filha lindíssima e que cantava muito bem. Isso para o Presidente virou atração de todas as noites. Eu, de Bento Gonçalves acostumado a uma boa massa ou a uma boa carne,já não agüentava mais comer comida portuguesa.
Certa ocasião,Juscelino entusiasmado ,me pediu para convidar alguns antigos amigos(muitos senadores e deputados) para um jantar.Ele fez a lista,eu marquei a reserva no restaurante e sai à campo para fazer os convites. Vocês podem não acreditar:mas ninguém ia ficar em Brasília naquela noite. Todo mundo já estava com viagem marcada para Belo Horizonte. Só um dos convidados aceitou,alias o único que sempre aceitava estar com JK,era o velho Tancredo Neves,que foi amigo dele até ao fim.
Data e horário marcado,estava o Presidente e eu no restaurante a espera de alguém que tivesse mudado de idéia. Mas que nada. Ninguém apareceu. Só Tancredo.
O dono do restaurante a cada minuto me cobrava o início da comilança e eu ia procurando driblar o velho português.
Lá pelas tantas eis que a porta principal e se abriu e quem entra? O meu querido amigo Airton Fagundes.
Quando o “Magro” me viu,fez como sempre: me abraçou e me jogou para o alto várias vezes. Me perguntou o que eu estava fazendo por ali. Mostrei a ele o Presidente e disse que estávamos esperando para jantar.
O “Magro” como novo lobista na praça,estava acompanhado por uns vinte empresários gaúchos. Me perguntou se eu poderia apresentar a gauchada ao Presidente. E eu feliz da vida,disse ao Airton:”Magro, só não vou te apresentar o homem,como vocês vão jantar com ele...”
Foi a minha salvação. A turma do Rio Grande voltou a terrinha feliz da vida com o jantar e a atuação do Magro Airton como lobista...

Sergio Ross

Convite Eletrônico Memorial Casa João Goulart

Coleguinhas

* Vôo rasante deu o repórter Caco Barcellos, do programa Profissão Repórter da TV Globo em Porto Alegre: chegou aqui no domingo,dia 27/09/09 de noite e regressou na segunda de manhã, por volta de 11 da matina. Sobrou tempo pra comer um carreteiro com a irmã,Neusa....

* Repórter quando não tem dados no rádio fica enrolando. Foi o caso da Fernanda Bagatini, na rádio Guaíba, ontem, no Mendelski que ao falar sobre a situação das rodovias gaúchas pós enxurradas do último domingo repetia, a situação tá complicada, a situação tá complicada....

Show de Bola! O Lauro manda news da " Cidade Luz"!

 


Lauro Dieckmann, direto de Paris

Sèvres - 28-09-2009 Os franceses andam felizes por estes dias, pois embora já fosse para estar fazendo mais frio, continua fazendo calor. Esta segunda-feira foi de manhã bastante nublada, o que prejudicou as fotos panorâmicas. A partir do meio-dia, abriu um "soleil radieux".


Amanhecer em Paris No contraluz o esqueleto de um edifício em construção


A França, apesar da crise econômica do ano passado, vai razoavelmente bem. Os franceses, claro, estão sempre em "crisis". Como os europeus de uma maneira geral, eles vivem bem, mas apertados. Em Paris, tudo é muito caro. O aluguel de uma mansarda, os antigos quartos dos empregados que ficava no andar mais alto dos edifícios estilo Haussmann, custam 500 euros por mês. Tudo isso por 9m². Um pequeno estúdio de 30m², por sua vez, sai por mil euros. E, para a pessoa poder alugar, tem de comprovar renda três vezes maior.


Contrastes: os alunos, a professora e o folgado ouvido música nos foninhos


Pelo que eu vi rapidamente na TV, o nível de emprego está surpreendendo por ser maior que o esperado. Mas o que está tendo mais destaque no noticiário da TV é a prisão do Polanski na Suíça, por causa de um antigo mandado de prisão por pedofilia nos EUA.
No visual, os franceses atuais não diferem muito de nós, os brasileiros. Por certo que existem aqueles tipos que só há por aqui, como os ciclistas de fatiota e gravata, as mulheres com um charme inigualável, os homens bem vestidos. No geral, contudo, a base da vestimenta é jeans, camiseta e tênis.


Espigão, em Paris pode, em Porto Alegre não pode


O que também chama a atenção são os orientais " chinos, japas e coreanos " que procuram se vestir "up-to-date", igualzinho aos ocidentais (leia-se americanos), usando até roupas tipo "fashion", bem exageradas. Em comparação, os africanos ( e aqui têm muitos ) e os muçulmanos, estes preferem suas roupas típicas.


Este é típico francês


Os negros usam aqueles camisões bem largos e folgados, que vão até os pés (como batinas de padre antigamente). As negras até que se vestem à ocidental, mas ostentam garbosos turbantes africanos. Já os muçulmanos, estes passam despercebidos pelas roupas, pois se vestem normalmente. Já as mulheres que os acompanha, andam com lenços cobrindo a cabeça.


Tráfego congestionado já de manhã cedo


Uma coisa que impressiona em toda cidade grande é o trânsito. Aqui em Paris, nas vias de tráfego intenso ocorrem retenções, o trafego fica mais lento, embora não aconteçam congestionamentos. Em compensação, tem o metrô e o trem. De ônibus, do centro até o hotel onde estou leva-se uma hora e meia. De metro, uns 40min.


O Smart - duas cadeirinhas e quatro rodinhas


O metro, pelo menos na linha em que ando, tem carros que parecem mais simples que os de São Paulo e do Rio. Porém, são limpos e eficientes. A passagem fica por 1,60 euros. Nos supermercados, os preços me pareceram razoavelmente em conta. Nas lojas chiques, claro que os preços são salgados. Mas, como diz o meu filho Guilherme, "o que é bom custa caro em qualquer lugar" (por isso ele estudou muito para arranjar um bom emprego).


Linha do metrô para Sèvres


Quando à urbanização, Paris continua sendo a mesma cidade planejada pelo Barão Haussmann. Esse mérito os parisienses têm, não destruíram as maravilhas arquitetônicas que predominam por toda parte. Mas Paris, em si, é uma cidade pequena, com apenas dois milhões de habitantes. Já a região metropolitana tem mais dez mil almas.
Paris tem 22, bairros, os "arrondissements", que os próprios parisienses consideram como cidades-dentro-da-cidade. Eles têm administração própria e também cada um têm a sua "personalidade". Falando em personalidade, um desses "arrondissements", o 13º, é parecido com a Rua Fobias da Silva, aí do Moinhos de Vento, onde se concentram os psiquiatras de P.Alegre.


Estilo Gótico


Também neste bairro com altura que, em P.Alegre seriam proibidos. Foram construídos nos anos 1950/60 paga abrigar os grandes contingentes populacionais que abandonaram as antigas colônias francesas quando elas se libertaram (tipo Margerite Duras). Diante da urgência em resolver o problema habitacional dessa gente, a saída foi construir estes espigões.


O singelo


Uma curiosidade é que os parisienses são mais seletivos ao usar o termo arranha-céu, que no Brasil se usa (ou usava, pois atualmente está meio esquecido, substituído que foi pelo espigão). Arranha-céu, para eles, é o edifício com mais de 200 andares. E destes, em Paris, só tem um e é edifício comercial.


Beleza Urbana


Também o que se
nota muito é o esforço geral em reduzir custos, particularmente no que se refere à mão-de-obra. Neste hotel em que estou, por exemplo, há uma espécie de chaleira elétrica para o hóspede preparar por conta própria o chá ou o café solúvel. E, no saguão, há vários armários de vidro refrigerados com sanduíches e outros comestíveis, tipo "self-service". A portaria do hotel é administrada por um funcionário só e boa parte desses trabalhadores são negros africanos.


Detalhe de Notre-Dame


Quando os países europeus começaram a se recuperar da II Guerra Mundial, foram buscar trabalhadores espanhóis, portugueses, turcos (curdos principalmente), e mais recentemente passaram a importar os africanos.


Pessoas comuns caminhando na rua - detalhe o jornal nas mãos

Além disso, como a França vem de uma tradição colonialista, é grande o contingente de nativos das colônias que vieram tentar a sorte na metrópole e ficaram por aqui. Além dos já mencionados que vieram quando ocorreu a descolonização (muitos fugindo da nova realidade político-econômica.


Charme

 


hehehe


Pombinha empombada de primeiro-mundo


Rua tranquila


Ruela dos tempos medievais


Um rei que aprendi a admirar no ginásio - Carlos Magno


Um prédio hausmanniano padrão


Visitantes do Louvre

Bom sobre Paris, é isso. Foi o que deu para mandar no pouco tempo livre. Nesta terça-feira, o destino é Londres.

Imprensa do Interior

" São Borja é uma cidade-cemitério"!


Alberico Cogo, correspondente do Correio do Povo ( foi da Guaíba muitos anos) em S.Borja!

1) Como é ser correspondente no interior de uma empresa de comunicação grande no interior do Estado?
R - Na verdae não é uma tarefa tão extraordinária diferentes das praticadas pelos demais colegas mas requer que nos esforcemos,até porque é preciso que tenhamos uma noção do que é mais importante para ser datado e veiculado e transformado em informação.Tem que ter esta noção daquilo que deve ser filtrado,e mandado depois como notícia.

2) Alberi como tu entrou nesta profissão?
R - Estou na atividade desde 1978, 1980. Comecei quase como autodidata, porque a minha formação é outra, eu sou ligado à área de Históriae vim quase acidentalmente para S. Borja em função do magistério e da imprensa comecei a me identificar com o setor e nele permaneço até agora.
3) Na rádio Cultura, onde estamos fazendo esta entrevista, tu está há quanto tempo?
R - Desde 1992.Antes disto trabalhei na Folha de S. Borja, portanto do mesmo grupo, estou com isto ligado ao grupo Andres desde que cheguei em 1978.
4) Desde então qual foi a maior saia justa e o maior furo que tu mandou pra capital?
R- É difícil eu citar especificamente um furo.Pelo fato de sermos uma cidade ligada a Getúlio(Vargas)Jango a estas tradições todas,histórico-culturais,nos identifica e nos distingue no cenário estadual.ós já tivemos presenças ilustres aqui, Tancredo, Simon, enfim, as grandes figuras da política nacional,gravitaram por aqui,nós tivemos episódios que são relacionados a nossa trajetória,isto permeia o nosso fazer jornalístico e nós acompanhamos este dia-a-dia.
5) Tu chegastes a acompanhar o enterro do Jango e do Brizola?
R - Brizola sim. Aliás, do Brizola eu tive a oportunidade de acompanahr de uma forma muito presente muito epidérmica até. No caso do Jango não, foi em 1976, eu não estava aqui ainda.

6) O que tu fazes aqui na Cultura AM, o noticioso?
R - Eu faço o noticiário do dia, o principal, da emissora que vai ao ar ao meio-dia e trinta,o chamado Jornal Cultura, ainda naquele formato tradicional,são 15 minutos de informação que veiculados a partir de uma síntese do que se produz ao longo da manhã com a colaboração dos companheiros,edito este jornal e faço isto desde 1992, quando aqui cheguei.
7) O Belmonte( Eduardo) te incomoda muito aí no bom sentido?
R- Aliás o Belmonte é uma das boas contribuições . Eu tenho pra mim que fazer jornalismo requer uma certa capacidade técnica um certo aparato acadêmico,mas é sobretudo inspiração,é capacidade ou não e aí eu diria que o Belmonte está neste viés que dão pra coisa. Nós aqui de alguma forma somos um pouco desta escola,e aí eu não me insiro como dos bons jornalistas mas eu diria que acho que me identifico, eu gosto da atividade, e aí voltando ao Belmonte é dos que gostam e se dão bem com a atividade.

8) Tu não me falou da saia justa. Teve alguma gafe, alguma notícia errada neste longo tempo já?
R - É difícil separar este ou aquele episódio. Tu me pegas de surpresa.
Tem havido o cuidado de não matar ninguém. Evidentemente que nós não somos perfeitos.Falhas acontecem somos humanos e nesta condição acontecem às vezes falhas elementares.
Matar assim necessariamente ,não.
Não teve nenhum lance contudente, determinante.
9) Como é ser correspondente do Correio do Povo? Tu sugeres a pauta, do dia, ou te pedem de Porto Alegre?
R - As duas coisas.Nos últimos tempos eu tomo a iniciativa.A gente se autopauta.Em alguns momentos, em algum período a gente recebe orientações,troca informação com os colegas,de Porto Alegre, mas via de regr a é aqui mesmo que se faz.
10) - Atualmente tu só mandas pro Correio do Povo

R- Aproximadamente há um ano fomos desligados da Rádio Guaíba.
11) São Borja vinculada ao nome do trabalhismo.Mudou a participação do público?
R - Mudaram os tempos.Me permita o termo o evento acaba se banalizando.Por outro lado nós temos aqui tantas figuras ilustres e tão densamente concentradas aqui Getúlio,Jango agora Brizola,isto engrandece mas banaliza nos torna um pouco lugar-comum.
E a gente vai se acostumando com este fato e por isto este fato se torna cada ano um pouco menor.
( Em S. Borja, quando chega uma autoridade federal, o pessoal da prefeitura avisa: olha não precisa colocar batedor, estas coisas porque aqui o pessoal está acostumado com grandes autoridades).
Ao longo dos tempos fomos um epicentro da política nacional,isto nos deu um certo Konw-how de fazer política de receber personalidades,e nos deu um certo aprendizado,sem dúvida e sem nenhuma pretensão.
12) São Borja tudo termina no cemitério?
R - São Borja é uma cidade-cemitério, me permita.Nós temos nomes ilustres sim, eles acabam convergindo pra cá, Brizola optou por vir pra cá e tal,mais o caso de Jango e Getúlio,tem esta conotação com os fatos, não sei se é uma impressão que nós temos ou se é uma verdade, uma afirmativa.
O professor Alberi Cogo está aposentado da atividade há 12 anos. Do jornalismo, ele pretende desacelerar o ritmo.Parar não é um bom negócio, não é uma boa coisa.
Cogo não é sanborjense, é natural de Santiago do Boqueirão.Aos 53 anos, Cogo tinha um jeito especial de transmitir suas matérias pela rádio Guaíba, quando nela apresentava o Jornal da Noite. Dava sempre uma paradinha: De S. Borja, Alberi Cogo.

coleguinhas


* Olha, a homenagem que fizeram ontem,28/09 na redação da ZH a Ruy Carlos Ostermann tem cheiro de " expulsória".


MÃO SANTA: DE CORAÇÃO PARTIDO MAS ALMA LAVADA

 

Dias atrás,estive no Senado Federal,para falar com o meu amigo Fernando Mesquita,o homem de imprensa do senador José Sarney,para marcar uma entrevista do senador com o Carlos Chagas.
O Senado estava vivendo um momentos de intensa emoção,quando o senador Mão Santa ocupou a tribuna para anunciar seu desligamento do PMDB. Disse estar de coração partido mas de alma lavada. Seu gesto, deveu-se ao fato de os controladores do PMDB do Piauí terem anunciado que não lhe darão mais legenda para reeleger-se ano que vem,baseados em dois argumentos pueris. Mão Santa faz oposição ao governo federal e o jogo de aliança no estado leva o partido a não ter candidato a senador. Mesmo sem ter revelado em que nova legenda vai ingressar, o senador deixou clara a disposição de candidatar-se a mais um mandato. E reafirmou que continuará a opor-se ao governo Lula,ao menos enquanto não houver emprego para todos,nem escolas,hospitais ou segurança pública,muito menos justiça para os aposentados.
Mão Santa é um senador singular,que há anos ocupa todos os dias a tribuna do Senado,quando não está presidindo a casa e,mesmo da mesa diretora,pronuncia-se sobre todos os assuntos. Por força da TV Senado,tornou-se figura popular no país inteiro. Não há um estado que visite e que não seja reconhecido,cumprimentado e aplaudido nas ruas dado o seu posicionamento permanente de critica ao governo. Costuma dizer que três coisas só se faz uma vez na vida: nascer,morrer e votar no PT. Acostumado a reverenciar Rui Barbosa e a enaltecer figuras públicas do Piauí,não encontrará dificuldades para abrigar-se em uma outra legenda e receber os devidos votos de seus conterrâneos.

Sergio Ross

DUAS HISTÓRINHAS DA FAB

 


A Força Aérea Brasileira – FAB,quando foi para a Itália participar da Segunda Grande Guerra,foi completamente despreparada. Principalmente os pilotos que nunca haviam pensado em participar de uma guerra de verdade e por isso, seus treinamentos,não eram os mais avançados . Mesmo porque não tinham aviões em condições de enfrentar os alemães,nossos principais adversários. Quando chegaram na frente de combate,receberam alguns caças dados “gentilmente” pelos americanos. Aviões velhos , já fora de uso. Eram os P54,que quasi mal podiam voar. Mas isso não foi problema para a rapaziada da FAB,que lutou brilhantemente e voltou como grandes guerreiros. Deixando os americanos,já todos moderninhos impressionados com a garra da brasileirada.


Nero Moura


Mas nem tudo foi um mar de rosas. Logo no primeiro
dia,na chegada dos pilotos brasileiros os americanos passaram para eles o comando da base aérea. Ah!, já ia me esquecendo,a FAB era comandada pelo Coronel Nero Moura,um gauchão de Cachoeira e que após sua volta ao Brasil,foi Ministro da Aeronáutica do Presidente Getúlio Vargas.
Na solenidade,depois de executados o hino nacional americano e o hino da Força Aérea Americana, banda lascou o Hino Nacional,cantado brilhantemente pelos brasileiros. Finalizada musica, a banda deveria tocar o hino da FAB. Mas que hino, se a FAB tinha sido recém formada e por isso nem hino tinha. Quando a saia justa começou apertar,o sargento que estava ao lado do Coronel Nero Moura,cutucou ele dizendo: “Coronel,manda a banda tocar A Jardineira. A nossa turma sabe de cor toda a letra e os americanos nem vão desconfiar”.A banda,tascou a jardineiro e foi um sucesso. Até hoje o hino oficial da FAB é A Jardineira e o sargento Oseas,que teve a idéia, está vivo no Rio de Janeiro,feliz da vida.
Finda a guerra,o Brasil, ganhou dos americano os aviões que utilizou em combate e que foram trazidos ao Rio de Janeiro,numa viagem que durou mais de três dias. Quando começaram a sobrevoar a Cidade Maravilhosa,uma multidão comemorava a vitória na avenida Rio Branco. Aí então pelo rádio, veio a ordem do Coronel Comandante Nero Moura:” Não quero ver ninguém voando na avenida, mais alto do que o prédio do jornal A Noite...”O jornal,na época era dos Diários Associados. O rasante sobre o Rio,até hoje,também é comemorado com muito orgulho pela nossa Força Aérea.

Sergio Ross


JOEL:FITAS E NOTAS FISCAIS

 

Conheci o Joel Silveira,assim que cheguei no Rio,por volta de 1966.Já conhecia ele de nome,por causa das suas grandes reportagens e porque eu tinha lido muitas coisas sobre ele,como repórter dos Diários Associados na cobertura da Segunda Grande Guerra.


Joel era de Sergipe. Nasceu em setembro de 1918 e morreu no Rio em 2007,vítima de um câncer na próstata .Veio para o Rio em 37 e tornou-se um grande repórter.
Logo que eu cheguei na Manchete,ele foi contratado pelo seu Adolpho para ser um dos muitos e grande redatores que a revista tinha. Alias,o que tinha de velhos comunistões trabalhando ali,era uma festa. Mas esta é uma outra história que eu ainda vou contar.
O Joel era respeitadíssimo na casa. Tudo para ele tinha que ser o melhor. Ordens do seu Adolpho. Eu na época trabalhava direto com o Chefe e era responsável pelos pagamentos da rapaziada,com taxis,notas fiscais de refeições,de hospedagem etc...


Joel fez então uma viagem para Salvador. Ficou lá uma semana. Quando voltou,prestou contas das suas despesas que eu não tive nenhuma preocupação em conferir. Quem era eu para tamanha ousadia...Mas quando as notas bateram na tesouraria,foi um Deus nos acuda. Lá como em em todo mundo,tinha um batalhão de puxas sacos .Seu Adolpho,ao meio dia quando estava chegando no prédio do Russel,foi direto à minha sala e com as notas nas mãos,entrou gritando:”o senhor não tinha o direito de liberar estas despesas do seu Joel. Você viu a quantidade de wiski que ele bebeu?” É claro que eu tinha visto,mas jamais iria reclamar. Seu Adolpho continuou então:”mande chamar o seu Joel aqui”.Cinco minutos depois o Joel estava frente à frente com o homem.”O que você quer, Adolpho ???” perguntou o Joel. Seu Adolpho emendou em seguida:”O senhor não tinha o direito de gastar tanto assim em bebidas...” O Joel tranqüilamente reclamou;”Porra Adolpho você me tira da mesa,onde estava almoçando para reclamar isso??? Você se lembra do fulano,do sicrano, pois bem,não são teus amigos??Você não pagaria bebidas para eles?” Seu Adolpho concordou...”Pois então,eu paguei esses wiskis todos para eles que beberam comigo durante toda a semana...” Seu Adolpho humildemente pediu então a ele, que na próxima viagem,não gastasse tanto assim..
Passados uns quinze dias,nova viagem do Joel. Mais uma semana de diárias e grana para outros pequenos pagamentos. Joel volta e novamente me entrega um maço de notas fiscais. Eu fique louco de medo,só em olhar a quantidade de papeis. Mas qual não foi a minha surpresa,nas notas não constava uma despesa sequer de bebida alcoólica,mas sim,mais de cento e cinqüenta doses de suco de de laranja...Horas depois,ele passou por mim e sorrindo me perguntou:”Gaúcho,
você viu,não tomei nenhum trago...
Passado alguns anos,Joel muito doente,morreria um mês depois,eu fui visita-lo em sua casa no Rio. Almocei com ele,por sinal um almoço maravilhoso. Sua esposa cozinhava muito bem e cuidava bem dele. Terminamos de comer ele me disse:” foi bom você ter vindo aqui. Eu preciso ir à Copacabana e eu quero que você me leve”.Pegamos um taxi e desembarcamos na Figueiredo de Magalhães. Começamos a caminhar. Eu sem saber a onde ele queria ir. Ele de bengala caminhava muito devagarzinho. Lá pelas tantas,eu não tive dúvidas e perguntei;”Porra Joel, a onde tu queres ir???” Ele me tranqüilizou dizendo que já estávamos na frente a loja que
queria ir. Era uma loja que vendia fitas para maquinas de escrever. Entrou e comprou todo o estoque,ou seja,umas dez fitas. Aí olhou para mim e disse:”Eu tenho horror a computador,Agora tenho munição para muitos anos Os caras não fabricam mais fitas”.O Joel não consegui gastar toda a sua munição. Morreu alguns meses depois.

Sergio Ross

O HOMEM QUE DEIXOU O JANGO VOLTAR AO BRASIL

 

O Presidente João Goulart estava morto. Seu corpo dentro de um caixão chegou de madrugada de carro a Libres na Argentina. Ali,foi parado pois não podia continuar a viagem para São Borja,via Ponte Internacional de Uruguaiana.
Era muito cedo e todo mundo foi pego de surpresa. Então um amigo de infância do Coronel Washington Bermudez, que foi Secretário de Segurança no Rio Grande do Sul e que esteve envolvido no caso do sargento que apareceu morto nas aguas do Guaíba,com as mão atadadas,resolveu ligar para ele aqui em Brasília. O Coronel,estava servindo na vice presidência da República com o General Adalberto Pereira dos Santos,também um gaúcho de Taquara.
O Coronel falou com o general e perguntou se podia liberar o corpo do Presidente e autorizar que seguisse de carro para São Borja,onde seria enterrado. O general Adalberto sem consultar ninguém autorizou a entrada de Jango no Brasil.
Quando o dia clareou e a notícia chegou ao Presidente Geisel,por intermédio do Ministro do Exercito,General Sílvio Frota.
Ai a coisa pegou fogo. Foi um Deus nos acuda,mas já era tarde. O Presidente Geisel ficou furioso e teve uma briga muito feia com o seu Vice Presidente. Mas na verdade quem ficou na pior, foi o Coronel Bermudez que dias depois deveria ser promovido a general e teve seu nome cortado na lista de promoções. Eu era amigo do Coronel Bermudez e me recordo de te-lo visto e ouvido várias vezes se lamentar,por sua carreira ter sido interrompida. Mas nunca eu ouvi ele dizer, que estava arrependido da sua decisão de ter permitido a volta do Presidente Jango ao Brasil. O Coronel Bermundez morreu aqui em Brasília alguns anos atrás.

Sergio Ross

PARA O ASSIS MATAR A SAUDADES

 


Logo depois de abril de 64,os militares que haviam ocupado o poder,começaram a ver por todos os cantos,movimentos de guerrilhas. O Rio Grande do Sul,na cabeça dos “milicos”,era então um grande foco em efervescência. Segundo os comandos militares,a região norte do estado,principalmente nos municípios de Tenente Portella,Frederico Westphalen,Três Passos e arredores eram onde mais poderiam surgir esses movimentos.
Logo as pautas das redações ficaram cheias de pedidos sobre o assunto. O Assis Hofmann que começava a despontar como um craque na fotografia e eu,recebemos,ordens para viajar para a região e acompanhar de perto uma manobra da Brigada Militar. De jeep,nos tocamos para o norte do estado. A Brigada, havia acabado também de chegar ao provável foco da guerrilha.

Logo no primeiro dia de nossa chegada,fomos numa missão acompanhar os soldados que poderiam encontrar acampamentos de guerrilheiros. Fizeram então um pente fino que consistia numa fila em linha reta de 100 metros e que marchava mato a dentro,vasculhando tudo o que fosse suspeito. Quando no final da tarde,voltamos para a base, foi feita a contagem do pessoal. Para a surpresa do comando,estava faltando um soldado. Dado o alarme voltamos correndo para o meio do matagal,a procura do brigadiano desaparecido. Depois de mais de uma hora de busca, a noite havia chegado e nada de encontrarmos o nosso homem. Passado mais alguns minutos,o moço foi localizado. Estava no alto de uma árvore para a onde havia corrido,perseguido por um touro brabo que estava ainda a sua espera,em frente ao tronco. É que dono das terras,havia colocado ali no mato,uma tropa de gado meio selvagem e que por lá ficou meia esquecida...
A explicação do comando para nós,é de que os soldados estavam preparados para enfrentar guerrilheiros,mas jamais um touro brabo.
No dia seguinte,novas buscas e nada de guerrilheiros. Voltamos para Porto Alegre com belas fotos dos soldados vasculhando os matos,mas “batalhas” como imaginávamos,nem pensar...

Sergio Ross

Para analisarmos

Alfredo, o saiteiro, que criou este blog mande um recado:


Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors.
Vale a pena analisarmos cada uma dela e meditar um pouco.

Alfredo de Lima Netto
Laboratório Wesp - OLINA
(51) 85065008 - 37790956
alfredolimanetto@gmail.com
www.olina.com.br


"Crie filhos em vez de herdeiros."

"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."

"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."

"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."

"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."

"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"

"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."

"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."

"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor (amigo/pai/mãe/filho/
/filha/namorada/namorado/marido/esposa/irmão/irmã... etc.) do mundo!"

"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."

O Espanhol depois de um tempo " desaparecido" volta à cena!

 

Alô meu caro Olides este trabalho Rio Pardo 200Anos, é o primeiro de uma série que estou desenvolvendo chamado de "Caminhos Açorianos"
Depois vou estender para os toods os municípios que tiveram influencia açoriana como: Triunfo,São José do Norte, Pelotas, Rio Grande, Taquari etc...
--
www.espanholfotos.blogspot.com

Rio Pardo 200 Anos

O fotógrafo Alfonso Abraham convida para sua exposição fotográfica que vai ser apresentada na Assembléia Legislativa, dia 30 de setembro às 14h.
A mostra é um ensaio fotográfico do Patrimônio Histórico do Rio Grande do Sul, com suas ruas estreitas e construções antigas. Rio Pardo guarda uma parte importante da história da colonização Açoriana do nosso Estado que remonta em 1752. Como a construção do Centro Regional de Cultura construída em 1848, antiga Escola Militar da Província onde ali estudaram Getúlio Vargas, Gaspar Dutra, Mascarenhas de Moraes, Castelo Branco...
Este trabalho é a primeira de uma série dos “Caminhos Açorianos” que será apresentado em 2009-2010.


 


Paradeiro de Nabor Couto

 

atençaõ Julinho Pacheco, tu que sabes tudo ,onde anda o Nabor Couto?

No dia 25 de outubro de 2009, faremos uma confraternização alusiva ao cinquentenário da Rádio Progresso de Ijuí.
Como diretor da rádio, gostaríamos de saber do paradeiro ou contato, do nosso ex-colega de RPI, Nabor Couto.
Ocorre que, infelizmente, nem a Rádio Guaíba foi capaz de nos dar esta informação.
Se estiver no teu alcance ajudar, desde já saiba que nos presta uma grande ajuda.

Agradecemos pela atenção dispensada.

Cordialmente,

Valdir Heck
Diretor - Rádio Progresso de Ijuí Ltda.

Transa de turco...


TRANSA DE TURCO!!



Salim e Samira chegam ao consultório de um terapeuta sexual.
O médico pergunta:-
O que posso fazer por vocês?
O Salim responde:-
O senior, pur favor, pode ver nois transando?
O médico olha espantado, mas concorda.
Quando a transa termina, o médico diz:
-Não há nada de errado na maneira como vocês fazem sexo.
E então o médico cobra R$ 70,00 pela consulta. Isto se repete por várias semanas!
O casal marca horário, faz sexo sem nenhum problema, paga o médico e deixa o consultório.

Finalmente o médico resolve perguntar:

- O que vocês estão tentando descobrir?
E Salim responde:

- Nada.
A broblema é que Zamira é casada e Salim não bode ir no casa dela.
Eu também sou casado e Zamira não bode ir casa de Salim.
Na Play Love Motel, um quarto custa R$ 140,00.
Na Fujiama Motel custa R$ 120,00.
Aqui nós transa por R$ 70,00, com acompanhamento médico, tem um atestado e recibo, Salim reembolsa R$ 42,00 bêla UNIMED e ainda tem uma restituição da IR de R$ 19,20.

Tudo calculado, eu só gasta R$ 8,80.


Desde Serafina


*Este repórter teve acesso a um dossiê mandado fazer pela secretaria de turismo,indústria e comércio sobre como recebeu dois assuntos do município na passagem do governo: o camping carreiro totalmente esbugalhado e o museu municipal que fora transferido da av. Miguel Soccol( cujo terreno foi vendido pela prefeitura municipal)para a av. Ipiranga, na entrada da cidade, onde há um pórtico.

O museu não foi reaberto porque não há condições.... acho que o assunto ainda vai dar panos pra manga....
A secretária do turismo da gestão passada não assinou a passagem do levantamento e sim isto foi feito por uma funcionária.

* Outro assunto momentoso de Serafina e da região é a situação da RS-129 que vai de Guaporé a Marau. Bão mas todas as estradas que não são pedagiadas estão ruins mesmo....


* Teve um festival de corrida de motos em Guaporé no fim de semana . E sobrou hóspede também pros hotéis de serafina!

* Dou aqui em primeira mão: em novembro entre 13 e 15 evento de Difusores de TALIAN em Serafina. E Escolha das soberanas dos 50 anos de emancipação do município que ocorre em 2010!

 

Serafina vai fazer 50 anos de emancipação no ano que vem. Vamos ver se trazem um grande conjunto musical, ou um conjunto de rock de nome nacional, pra balançar também a juventude...pô!!!!

* A secretária do turismo Inelves Carnavalli está preparando Serafina pra este grande evento que será a comemoração dos 50 anos! E ela foi " importada" de Veranopolis, a terra da longevidade....
na verdade, a Inelves nasceu na Linha Onze, mudou-se pra lá e agora aposentada voltou. Ela é uma indicação da ACISCO, uma entidade que congrega a indústria e o comércio do município....Sua competência fez com que engolissem que ela é do PMDB!

News de Serafina!

 

Aqui é tudo descendente de imigrante italiano ou gringo,como dizem...quando entro no ônibus em POA pra vir pra cá,sinto logo no linguajar o sotaque cantado do gringo, que não consegue falar o português correto. É aquele jeito que o s gáúchos se acostumaram a ouvir do presidente do legislativo estadual, o petista Ivar Pavan, que é da region de Erexim...

Mas na sexta quando fui tomar uma ceva ao anoitecer na pizzaria Grão de Bico tinha um zanponês sentado. Achei que era turista...não mora em Serafina, foi importado pela fabricante de cadernos CREDEAL de Bauru, interior de SP. E pelo visto o zanponês se aclimatou por aqui, porque já dura 3 anos. Só que aqui tem grana, né meu, é uma mini Caxias....

* 90% dos moradores de serafina são descendentes de italianos. oUTROS QUE OS ANTIGOS CHAMAVAM DE I SOLEDAD DIVIDEM-SE ENTRE TEDESCHI( ALEMÃES) E POLACOS......

Coleguinhas


Fiorin, um radialista
que se destaca na região de Serafina !

Luis Carlos Fiorin, conhecido na região por FIORIN, comanda de segunda a sexa o programa de maior prestígio jornalístico na região de Serafina. Cjhama-se REDE CIDADES NOTICIAS vai ao ar entre 7h30 e 8h15 minutos pela Odisséia FM, de Serafina Correa. Pode ser acessado pela internet.

O programa é um "resumão" de notícias nacionais,estaduais e locais, com grande enfoque no setor policial. Como a região começou ater muitos problemas de natureza policial - assaltos,sequestros-relâmpagos,achaques via telefone - Fiorin soube captar isto e está IBOPANDO bem. Tem na concorrência neste mesmo horário um locutor da Rosário AM, a rádio dos padres, que também sabe fazer um rádio informal, mas que tem mais penetração na zona rural e não tem o nível jornalístico do Rede Cidades Notícias. ...

Na sexta feira, dia 25/09 presenciei o Fiorin fazendo o programa. Ele, um operador, o Gelson e a copeira que fez um chazinho pra dupla....

Fiorin acorda diariamente 4h15minutos pra fazer o programa."Acordo cedicimo porque tenho que checar com todas as minhas fontes da polícia da região o que aconteceu na madrugada e noite anterior". Isto mesmo, o locutor e apresentador não tem um produtor como o Mendelski, o Macedão e outros...É tudo com ele mesmo.

Na sexta última, por exemplo, noticiou o arrombamento da lojas Benoit ocorrido na madrugada em Nova Prata. Apresenta ainda gravações do dia anterior vindas de Brasília e a situação do tempo com a Somar Metereologia,desde SP.

Na sexta passada, durante 10 minutos, uma Assistente Social de Casca falou sobre um encontro que naquele dia se realizaria em Marau com autoridades ligadas à Saúde de toda a região.
O prestígio do programa faz com que ele tenha uma boa aceitaÍ ão comercial.
E o interessante é que ele é uma parceria entre Fiorin e a rádio....ou seja, o apresentador é quem comercializa os espaços publicitários.

Consequência do seu prestígio como radialista, Fiorin já participou de coberturas em Brasíla, principalmente quando os prefeitos viajam para a capital federal em busca de verbas e de foruns sobre jornalismo investigativo no RS.
Luis Carlos Fiorin qualifica o jornalismo da região já que seu programa tem uma abrangência de cerca de 40 cidades na região.Ele é também um dos sócios do jornal Gazeta Regional, mais conhecido por Gazetinha.

Só um descendente

 

do homem mais rico de Serafina ainda mora lá!

Na quinta-feira à noite,dia 24/09, o dentista Ronny Soccol e sua atual esposa - a primeira Darcy Sobreira faleceu - tomaram o ônibus em Porto Alegre rumo a cidade onde moram,Serafina.Era quase meia-noite quando os dois desceram na pequena rodoviária, deserta àquela hora, porque fazia 9 graus de frio....Lentamente pegaram seus carrinhos de mão com as malas e vieram caminhando pela avenida principal da cidade, que não por acaso se chama Miguel Soccol,pai de Ronny e de outros oito filhos (apenas uma filha, Diva que viv e em Milão com o marido e a casa de mais de 60 anos é ocupada por uma governanta). Ronny é o único dos filhos de Miguel Soccol, outrora dono do frigorífico Ideal, que ainda mora na cidade natal. Os demais se mudaram para Medianeira no Paraná,ou Porto Alegre. A maioria faleceu, como Miguel.

A história d e Miguel Soccol, um industrial que construiu o Frigorifico Ideal( hoje é a Perdigão) estará contada em maiores detalhes num livro que pretendo lançar no ano de 2010, coincidindo com os 50 anos de emancipação de Serafina.Ronny trem uma casa localizada no ponto nobre da cidade,atrás da Praça Pio XII, no centro. Aposentado, vive na cidade sua velhice.

Tentou a vida política candidatando-se uma vez a prefeito, mas foi derrotado.
A verdade é que a família não tem mais o prestígio e o poder que tiveram no passado, quando,além do frigorífico foram donos de uma grande colonizadora no Paraná. Pois um dos filhos de Miguel, Pedro, foi praticamente o fundador de Medianeira, onde ainda mora seu irmão, Ruy.

A trajetória de Miguel Soccol é bem aquele ditado que diz: pai rico, filho nobre, neto pobre....

 

A solidão de Simon!

 

Que fase triste vive o nosso partido! Agora, quando esperávamos a convocação de uma convenção nacional para discutir o nosso plano de governo e a candidatura própria, o presidente licenciado Michel Temer, mordido pela mosca azul, quer fechar o acordo imediatamente para ser Vice-Presidente da República . O PMDB decidiu ser uma sublegenda de aluguel do Partido dos Trabalhadores!”

Foto: Edison Castêncio


Desabafo do senador Pedro Simon , em discurso no Senado , dia 24/09/2009.

Foto: Edison Castêncio



Oficialização do TALIAN
trará evento cultural a Serafina

 

Nos dias 13,14 e 15 de novembro que vem em Serafina haverá um encontro dos comunicadores de Talian de todo o país e uma missa ( pô Serafina sem missa não existe)em Talian. O Talian nada mais é do que o vêneto que os gringos sempre falaram aqui,em Bento e nas demais regiões de colonização italiana....Como não existiram índios por aqui,dizem então que esta teria sido a primeira língua falada por aqui....Para participar ou se inscrever no evento procure 54.34441143 ou fibrars@net11.com.br

News de Serafina

 

No sábado último,como sempre faço quando estou em Serafina, fui na capela S. Pedro,onde me criei. Era ali que íamos rezar, jogar bola, pescar etc....Mais adiante está o rio Carreiro e seu atual camping, mas a gente pouco se aventurava ir até o Carreiro porque o rio tinha fama de engolir gente....

A capela S. Pedro já se tornou um pequeno povoado e não duvido que daqui há alguns anos possa dar ares emancipacionistas...quem duvida...Pretensão e água benta são de graça....

Dos moradores antigos da capela,poucos restam. Faleceu uma - Madalena Cervieri - dias atrás ficando apenas três com 80 ou mais anos....Os demais foram para aquele lado que ninguém nunca voltou.Com os sobreviventes converso muito com o Telvo Bazzo, um dos mais antigos, mas que está perfeitamente lúcido. Ele me informa de quem m orreu, quem se casou, quem foi embora...Comoi tenho vindo seguidamente, não há novidades...

Claro que a capela S. Pedro, antropologicamente falando, não é mais a da minha infância( nem eu teria a pretensão de que fosse)mas muitos vestígios ainda estão presentes, como o do pequeno cemitério( embora muitos moradores tenham preferido construir seus túmulos no cemitério municipal de Serafina,localizado na zona urbana), a igrejinha( era de madeira e a original foi transportada para a capela S. João, mas os quadros da via sacra ainda são os mesmos e por aí afora). Onde havia a bodega, hoje há uma escola municipal, tendo a bodega passado para o outro lado da rodovia....

Enfim, como diz aquele comunicador o " Alcatraz" são remembranças....


Curiosidade jornalística

 

Recebo de um leitor e publico....

 

Jornalistas simulam montagem de carros na GM
Seminário realizado durante dois dias reuniu 18 profissionais

A General Motors realizou nesta quarta e quinta-feira, em seu complexo
industrial em Gravataí, um Seminário de Tecnologia com o objetivo de
mostrar os desafios enfrentados por este segmento da indústria. Convidou
18 jornalistas da região metropolitana, que conheceram em detalhes como
se fabrica um automóvel, o fator China e os custos de produção e os
atuais prazos, cada vez mais curtos, para o desenvolvimento de novos
veículos. O seminário foi aberto na quarta-feira pelo vice-presidente de
Manufatura da GM para a América Latina, José Eugênio Pinheiro, e teve a
participação de Daniela Kraemer, gerente de Relações Governamentais e
Públicas, e Renato Acciarto, gerente de Relações com a Imprensa.

A atividade incluiu uma sessão no chamado SWE (simulador de ambiente de
trabalho), uma linha de montagem criada para o treinamento dos
funcionários da General Motors em todo o mundo. Com vestimentas adequadas
e equipamentos de proteção, os jornalistas participaram da atividade, que
incluiu a montagem simulada de protótipos em madeira.

Segundo José Eugênio Pinheiro, “tiveram uma oportunidade rara”. O
ambiente de trabalho simulado, implementado em agosto de 2003, tem como
objetivo principal treinar todos os funcionários a respeito do Sistema
Global de Manufatura (GMS). Trata-se de uma ferramenta global, existente
em quase todas as fábricas da GM na América do Sul. Além dos funcionários
da General Motors, também são treinados fornecedores e concessionários.
No SWE são efetuadas a montagem de veículos de madeira, simulando todas
as situações vivenciadas numa linha de produção normal, e a solução de
eventuais problemas utilizando as ferramentas do GMS.

O evento encerrou-se na quinta-feira, com um almoço na associação dos
funcionários da GM.

EXCLUSIVO

NA TERRA DO CHAVEZ!!!!

 

Uma no cravo, outra na ferradura...Esta é parece a política que o presidente Lula da Silva aplica em relação ao presidente venezuelano Hugo Chavez.Ontem de manhã,27/09 por exemplo,de Brasília seguiram seis funcionários graduados da Caixa Econômica FEDERAL(CEF) que passarão esta semana em Caracas ensinando os venezuelanos como funcionam as agências lotéricas brasileiras, consideradas das mais eficientes do planeta....A Venezuela mostrou interesse tempos atrás em aprender com a CEF como funcionam as agências lotéricas brasileiras.
Depois de muitas tratativas, a equipe brasileira viajou, finalmente a Caracas.


Coleguinhas

Sèvres - 27-09-2009 - Seguem as primeiras fotos que envio para o De Olhos e Ouvidos. Estou hospedado em Sèvres, nos arredores de Paris. O hotel fica numa rua atrás da famosa fábrica de porcelanas. Por enquanto vão só as fotos.


A primeira foto é do museu da cerâmica que fica junto à fábrica, as demais dispensam legenda.
Os dias estão maravilhosos. Os parisienses se dizem surpreendidos pelo clima agradável que está fazendo. Nesta época, geralmente já está mais frio e nublado. Os dias, porém, andam luminosos; faz um friozinho de manhã, mas esquenta a partir do meio-dia.


 


Artigo: UM NOVO LAR PARA JANGO

 

Olá Olides.


Gostaria de te encaminhar anexo um artigo que escreví, a respeito da inauguração do Memorial casa João Goulart.

Tu bem sabes que a anos venho realizando palestras e debates em universidades, Escolas e Prefeituras do RS, sempre no sentido de resgatar o Projeto de Nação de meu avô, fundamentado nas Reformas de Base. Aos poucos, vamos transmitindo a mensagem do que representavam estas reformas que Jango um dia visou colocar em prática. A idéia é que este debate chegue principalmente no público jovem. Estou muito feliz com o resultado deste trabalho, que recém inicia e não tem data para terminar.

Te encaminho tambem um vídeo muito interessante que localizei. Uma entrevista com meu avô uns dias antes dele assumir a Presidência da República em 1961.

Obrigado pela atenção.

Christopher Goulart






UM NOVO LAR PARA JANGO

 

O Presidente João Goulart retornou do exílio e está de volta a sua terra natal. Quantos brasileiros gostariam de ter lido esta notícia, após a promulgação da Lei de anistia em 1979? Lamentavelmente, esta manchete jamais foi redigida por nenhum jornal do País. Jango só retornou a São Borja dentro de um caixão, e, mesmo assim, com muita resistência por parte do Governo do General Geisel, que sequer autorizava o ingresso do féretro por terra. Mas hoje, passados 32 anos de seu assassinato na solidão do exílio, passados 45 anos de um golpe de Estado contra seu projeto de Nação, amparado na aplicação efetiva de justiça social, tenho orgulho de compartilhar com os Gaúchos uma grande conquista.
Meu avô está de volta na cidade de São Borja. Na casa onde ele viveu por muito tempo junto à família, no endereço da Av. Presidente Vargas n° 2033, o povo poderá se reencontrar com seu líder e amigo de sempre. Neste endereço, os cidadãos mais experientes recordarão a trajetória de um estancieiro visionário, que ousou um dia reformar as estruturas políticas, sociais e econômicas do Brasil. Os mais jovens poderão conhecer mais sobre o carisma e simplicidade cativante deste Presidente, que com 36 anos já era Ministro do Trabalho do Dr. Getúlio Vargas.
A partir do dia 01 de outubro, às 17 horas, a alma de meu avô estará presente no Memorial Casa João Goulart. Muitos poderão agora compreender o que representou sua luta em defesa da soberania nacional, em defesa da emancipação econômica autêntica do povo brasileiro. Outros tantos conhecerão as verdades sobre o golpe militar de 1964, que aniquilou com o ideal republicano de inserção das massas carentes no processo de desenvolvimento, e sacramentou o fato de termos no Brasil, uma das maiores concentração de renda do mundo. Somos hoje um país de violentas desigualdades sociais.
A história vem fazendo justiça com a biografia política de João Goulart. Ano passado, através da anistia concedida em ato público, o Estado brasileiro pediu perdão ao Presidente pela sua deposição inconstitucional, que gerou irreparável atentado contra a democracia. E a partir de outubro de 2009, com a inauguração do Memorial, os brasileiros vão assimilar com exatidão, o próspero futuro arrancado pela força das armas em 1° de abril de 1964. Mais do que isso. Através do exemplo do legado reformista de Jango, os cidadãos terão a oportunidade de refletir sobre um conceito perdido que devemos retomar: o verdadeiro significado de amor à Pátria.

Christopher Goulart
Diretor do Instituto João Goulart

 

Coleguinhas

 

Ainda sobre a " invasão" sanborjense, na quarta passada, na ALE pedindo a federalização do hospital de lá.

* Realizada no plenarinho da casa(ALE) a reunião no final não tinha nem mais cafezinho, nem água pra quem ia se servir....

* Teve quem sabendo do ônibus que viera com a turma(no bom sentido) de S. Borja,aproveitou e beliscou uma carona na volta pra cidade....

* São as manhas de quem mora na capital e sabe pegar uma carona pro interior!

 


Federalização do Hospital São Francisco de Borja é debatida na AL


A possibilidade de federalização do Hospital São Francisco de Borja, no município de São Borja, foi tema da audiência pública, proposta pelo deputado Cassiá Carpes (PTB), da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa (AL) desta quarta-feira (23). A população reivindica a ausência de áreas especializadas, como a oncologia, o tratamento de dependentes químicos, hemodiálise e doenças sexualmente transmissíveis (DST). E indica a possibilidade de colocar estas áreas em funcionamento no hospital que está fechado desde dezembro de 2002, há 6 anos. Desde então a Fundação João Goulart é a mesma mantenedora do Hospital São Francisco.


Foto: Luis A. Guerreiro


Representando a Câmara de Vereadores de São Borja, o vereador Celso Lopes (PDT) lembra que a região abrange 11 municípios, e uma média de trezentas mil pessoas. ?São cerca de 150 leitos fechados em uma região carente de atendimento?, afirma o vereador. Ele também diz que para ser feita uma endoscopia é necessário percorrer 250 quilômetros. Segundo o presidente da Fundação João Goulart, Imar Santos Cabeleira, a Fundação é favorável à federalização do hospital, desde que para áreas específicas, como tratamento de dependentes e a oncologia, pois o hospital infantil tem capacidade para atender a todos os pedidos de internação da região. Visto que a média de ocupação dos leitos é de 60% (sessenta por cento). Porém, os 15 pacientes psiquiátricos internados no hospital e que precisam de acompanhamento de psiquiatria não recebem o tratamento específico.
A representante da Secretaria Estadual de Saúde, Aglaé Regina da Silva, garantiu que ?aquilo que interessa à cidade de São Borja e região, interessa ao Estado?, mas salientou que o município e suas lideranças precisam estudar qual será o real uso e quais serão as áreas específicas beneficiadas com o a reabertura do hospital.
No final da audiência, o deputado Cassiá, reiterou que o próximo passo é ir até a região de São Borja e discutir com as lideranças locais para apresentarem um projeto, referente ao hospital, à Secretaria de Saúde para depois encaminhar o pedido à União contando com o apoio do Estado.
Estiveram presentes também os deputados Gerson Brumann (PDT), Jorge Gobbi (PSDB) e Miki Breier (PSB), o vice-prefeito de São Borja, Jeferson Homrich (PTB), diretor do Grupo RBS, Afonso Motta, os vereadores de São Borja, Beto Souza (PTB), Sandra Ribeiro (PT) e Valério Cassafuz (PDT) vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde de São Borja, Ivo Marques, presidente do Sindilojas de São Borja, Ibrahim Mahmud, e outros representantes da região.
Att,
Renata Cerolini

Assessoria de Imprensa Dep. Cassiá Carpes (PTB)

Helena

Já às vésperas de completar um ano a Helena, neta deste escriba, curte uma piscina na varanda de sua casa, no Rio. Mas já virou "crecheira" ficando nela cinco horas por dia!

 

Ofício do Ministério dos Transportes ao Governo do RS

Segue, para seu conhecimento, Ofício

encaminhado pelo ministro Alfredo Nascimento à

Governadora Yêda Crusius nesta manhã, tratando da denúncia

dos convênios associados às concessões rodoviárias no estado.

O documento foi encaminhado por fax ao Chefe de Gabinete

da governadora e será remetido pelos Correios.

Conforme você verá, a análise técnica da denúncia dos

convênios ainda não foi concluída. Sendo assim, ao

dar conhecimento da nova correspondência, adianto que

nenhuma autoridade deste Ministério manifestar-se-á

hoje e até que tal exame seja concluído.

Cordialmente,

ASCOM-MT

Clique aqui para ler o Ofício.

A popularidade de Sarney....

 

Queiram ou não o homem sabe fazer seu marketing. agora com essa de dar uma alegriazinha dos suplentes vereadores, vou te contar. Na Band,am, ouvi eles até cantando o Hino Nacional em comemoração a boquinha ou a possibilidade dela....

Foto agencia edison castencio


Na quarta ao meio dia, senti in loco a popularidade do Sarney. Começou a bater uma água forte em Porto Alegre e fui comprar um guarda chuva pequeno de um camelô que vendi na esquina da Rua da Praia com a Ladeira.

Foto agencia edison castencio

Ele anunciava assim:

- Olha aí baixou de 10 pra oito. foi o sarney que mandou. Eu regatei e o guardachuva saiu por 6 pilas....Mas vi que o nosso presidente do congresso é popular no meio da turma.

Foto agencia edison castencio

 


Congresso promulga emenda que amplia número de vereadores


Propostas aprovadas aumentam número de representantes nos legislativos municipais, recriando 7.343 vagas que haviam sido extintas pelo TSE, ao mesmo tempo em que reduzem o volume de gastos com as câmaras


Vereadores

A PEC 336 aumenta o número de vereadores dos atuais 51.924 para 59.267, recriando 7.343 cargos de vereadores que haviam sido extintos em 2004, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que estabeleceu o número de vereadores de cada município com base em 36 faixas.

O texto promulgado ontem altera o inciso IV do caput do artigo 29 da Constituição federal, instituindo 24 faixas de composição das câmaras de vereadores. A primeira fixa o número de nove representantes para municípios de até 15 mil habitantes, enquanto a última prevê o número máximo de 55 vereadores para cidades com mais de oito milhões de moradores. A emenda constitucional prevê ainda efeitos retroativos para a composição das câmaras, que passaria a valer a partir do processo eleitoral de 2008.


O poeta Antônio Augusto Ferreira faleceu no ano passado

 

Aí vai um poema dele, BOCA DA NOITE!

Recém na boca da noite
começa meu devaneio,

um banco é meu aposento,
um mate e nenhuma pressa,
vida lderda vai passando

na volta dessa preguiça.

Desencilhados cavalos

levaram ´-agua no lombo,
virar o mundo de patas
se rebolcando na grama,
agora descem à sanga
beber um resto de dia.

O pessoal depois do banho
meteu-se na roupa limpa
e busca a frente de casa
pra roda de chimarrão.
Pode haver hora mais linda?

No rádio, um declamador
conta a história duma china

que olhava de relancina

mas tinha travas no olhar.

Depois, uns versos de amor

daqueles do Mano Lima

Bonito são as conversas,
os comen ta´rios da lida
que,entre relatos e chistes, fazem a escrita do dia:
" Mas quease que o colorado
perde o couro das virilhas,
se fazendo de qaporreado.

- E aquele touro bragado
se empacou dentro do valo...
Se não meto meu cavalo

decerto tinha ficado!"

Um ronco muda o assunto:
são tratores , no vizinho,
fazendo a terra do arroz.


Engraçado nosso Deus,
no meio de tanto cerro
fez esse plaino, tão plaino,
feito fundo de panela
que, olhando agora, lavrado,
parece vermelho-zaino.

O guará do tremendal

não gostou do movimento,
escapuliu da lavoura
para o cerro da tapera.

Agora, de tardezinha,
solta quatro ou cinco guinhcos
que são agudos relinchos
com seu recado de fera.

Toda a estância se arrepia
no presságio desse grito,
o gado se move,aflito,
as éguas buscam a cria.
O principal dos cachorros

responde um uivo medonho,
um uivo longo,redondo,
que faz a volta nos morros,
enchendo o pago de susto
nessa hora,sol se pondo

Me desligo do ambiente,
esqueço o mundo na volta,
tou junto, mas ando longe,
coração sobressaltado
que espera um certo pecado
meio tratado pra hoje.

Solidão é quando a gente
tem um gesto de carinho

e esse gesto é que nos gasta.
Quem ficou de vir, não veio,
( foi palavra inconveniente).
Solidão tem suas crises
quando o amor meio se afasta.

O pessoal, chegando a noite,

aos poucos se recolheu.
Fico de novo sozinho
a lida com meus silêncios
quando serena na rua.
Há um sapo chorando chuva

e uma porfia de grilos.

Saúdo então com meu mate
a noite que continua,
que há um derrame de lua
no melhos dos seus estilos.

Assalto - sequestro
na Pedro Chaves Barcellos!


Na semana passada, uma senhora ( mulher de um arquiteto, ex-professor da UFRGS) passeava seu cachorro por volta de 14h30min na Pedro Chaves Barcellos. Aproximou-se dela uma velhinho e ela foi dar papo pro velho que puxou conversa. Quando viu, veio em seguida, um jovem por trás,calçou um revólver e a mandou entrar num carro na esquina,sem fazer qualquer barulho e nem gritar.

Ato contínuo rumaram pro BB(Banco do Brasil) e depois pra CEF(Caixa Econômica Federal) de onde ela foi obrigada,sempre sob a ameaça de um revólver( mas nos bancos tinha um terceiro elemento que dava ordens via celular). Esta senhora teve que sacar 9 mil reais, do cheque especial. Agora, como que o caixa eletrônico tem o poder de liberar toda esta grana???

O fato está registrado na Oitava Delegacia de Polícia de Porto Alegre.


Confederação Nacional de Municípios (CNM)

Mais de mil prefeitos compareceram à mobilização promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) nesta quarta-feira, 23 de setembro, no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal. Atentos às colocações do presidente da entidade, Paulo Ziulkoski, eles discutiram temas relacionados à crise financeira que atinge os Municípios e o seu reflexo na gestão municipal.

fotos de edison castêncio



Entre os destaques, os prefeitos presentes aprovaram o manifesto O reflexo da queda das receitas na gestão municipal.

fotos de edison castêncio

O documento reúne as principais deliberações e reivindicações dos gestores municipais. Eles também escolheram a data de 23 de outubro para o Dia Nacional em Defesa dos Municípios.

fotos de edison castêncio

 


Coleguinhas

* O deputado federal Ibsen Pinheiro(PMDB) telefonou ao presidnte do Sindicato dos ornalistas-rs, José Nunes dizendo que teria descoberto uma brecha no assunto do diploma.Mais detalhes: no site da entidade.

* Fui...bom, findi!!! volto renovado na segunda, porque vou a Serafina, ou Lalafina, como a chamava uma filha minha, de pequena....

Coleguinhas

Encontrei no meio da tarde de quinta,24/09 o Antônio Manoel de Oliveira,na rua Uruguai,junto a um veículo do Trensurb onde ele trabalha. O Manoel estava com um chapeuzinho na cabeça, roupas coloridas, parecia que tava pegando um carro e indo a Woodstock...enquanto isto alguns diretores do Trensurb saíam da prefeitura e embarcaram todos engravatados no mesmo carro pra voltar pra empresa....O Antônio sempre foi assim sem cerimônia....

 

ALBERTO PASQUALINI


Alberto Pasqualini que, segundo Getúlio Vargas, foi o doutrinador mais autorizado do trabalhismo brasileiro, a propósito de apoiar determinado governo, escreveu em 24.08.1947:
" Um partido que realmente propugna o bem-estar social e, especialmente, os interesses das classes trabalhadoras, deve apoiar toda proposição sincera coincidente com as formulações de seu programa, parta a iniciativa de onde partir. Pode um partido não querer co-responsabilizar-se em determinada administração; porém, jamais lhe será lícito enveredar pelo caminho da oposição sem finalidade..
Um partido, pois, que pretende realmente representar e defender as classes trabalhadoras, deve seguir numa linha construtiva e não negativista. Para ser construtiva não é necessário que demande o Palácio do Governo em busca de acomodações e arranjos políticos, ou que renuncie ao direito da crítica; para não ser negativista, bastará que, na solução de qualquer questão ou problema, se inspire unicamente nas diretrizes de seu programa e adote a atitude e a posição que o bem comum e os interesses coletivos aconselham ."
Comentário meu: se o PDT, que tanto fala em Pasqualini, seguisse o que ele pregou acima, não teriamos necessidade de estar no Governo Lula.


AINDA ALBERTRO PASQUALINI


" Não nos esqueçamos de que uma agremiação partidária não deve ter apenas uma finalidade eleitoral e muito menos constituir-se para disputar eleição.Cumpre que o partido seja instrumento de mobilização social, de difusão de idéias, de educação do povo. Não é apenas no número que deve residir sua força, mas, sobretudo, na grandeza de seus ideais, na sinceridade e na eficiência de sua ação. ( 23.09.1945 )"
"Para um partido, o governo deve ser um ônus e não um instrumento de vantagens e, portanto, deverá exercê-lo não em proveito próprio, mas em benefício da coletividade. ( maio de 1946 ) "
"Se os indivíduos que ocupam os postos governamentais podem e devem, como qualquer cidadão, ter convicções políticas, o governo como tal não pode parcializar-se. Os altos cargos da administração pública não são de propriedade de partidos e muito menos de indivíduos. Pertencem ao povo e é a ele que incube designar, por meio do voto, quem deve exercê-lo.
( 11.02.1945 )"

Comentário meu : tem muita gente que, talvez, nunca tenha lido isto, embora fale constantemente em Alberto Pasqualini. Se leu, não segue. A teoria, na prática, é outra.
SERGIO OLIVEIRA -
CHARQUEADAS - RS

Ainda os bondes...

 

Três cidades tiveram bondes no RS; POA, Rio Grande e Pelotas....

bah! cara, legal mesmo publicares o lance dos bondes. muito brigado mesmo. era uma coisa que eu queria falar há muito tempo.
blz também teres publicado as fotos dos bondes feitas pelo meu pai que já é falecido.
grato!
ld

Patrono da Feira do Livro!

 

E então saiu fumaça branca! o crianceiro Carlos Urbim ganhou para patrono da próxima feira do Livro.O " processo eleitoral" diz a Câmara Riograndense do Livro envolveu 250 pessoas....

* Sobre a eleição do Urbim, desejo boa-sorte ao colega!

* Urbim foi meu chefe no estágio que fiz na rádio da UFRGS. A diretora implicou comigo e me mandou demitir. Procurei há alguns anos se ficara registro do meu estágio feito ali em 1974 e no DECORDI da UFRGS não tinha nada...Mas como...

* Como jornalista Urbim atuou na Caldas Junior, na RBSTV, Diário do Sul, Isto é, ZH. Foi também professor de Redação Jornalística da PUCRS.

* Um conselho que sempre dão ao patrono é arrumar um sapato bem folgado porque precisa caminhar muito...

* Lanço aqui um candidato que ninguém até agora falou: porque não elegem o BICUDO patrono da feira....


Plenário confirma indicação de José Múcio para o Tribunal de Contas da União


Por 25 votos a favor e um contrário, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (22) o nome do ministro da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, José Múcio Monteiro, para exercer o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), na vaga de Marcos Vilaça, que se aposentou recentemente. A indicação presidencial segue agora para votação do Plenário do Senado.
O relator da indicação, senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), enalteceu a figura de José Múcio, deixando claro que ele, além de possuir um currículo convincente, conhece muito bem a administração pública, "condição essencial para exercer o cargo de ministro do TCU".
Na exposição que fez aos senadores, José Múcio observou que o TCU "é indispensável à boa governança" e que, como ministro, "tudo fará para elevar ainda mais o nome daquela corte".

 


Celeridade


Senadores presentes à reunião revezaram-se para enaltecer a indicação de José Múcio para o TCU - órgão auxiliar do Poder Legislativo. Ao elogiar o indicado, Aloizio Mercadante (PT-SP) defendeu que o TCU, que tem a função de fiscalizar o Estado brasileiro, acelere e aprimore essa fiscalização, especialmente em obras de infraestrutura, diante da retomada do crescimento econômico que, segundo previu, se avizinha.
José Múcio concordou com Mercadante e alertou que o crescimento econômico irá forçar o TCU a tornar mais célere a fiscalização. E defendeu que o tribunal "resgate os laços" com o Legislativo e o Executivo.

Foto: Ag. Edison Castêncio


O senador Renato Casagrande (PSB-ES) defendeu o aperfeiçoamento do TCU, mas alertou que o tribunal necessita de maior fiscalização por parte da sociedade civil, em virtude do poder que o órgão adquiriu, segundo ele, ao longo dos últimos anos. Por isso, entende ser necessária a criação de um Conselho Nacional dos Tribunais de Contas, nos mesmo moldes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que fiscaliza o Poder Judiciário.

Foto: Ag. Edison Castêncio


Já o senador João Ribeiro (PR-TO) observou que José Múcio não estava sendo sabatinado pela CAE, mas sim homenageado. Já o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) salientou que Múcio, como ministro do TCU, "irá enriquecer aquela corte", enquanto o senador Valter Pereira (PMDB-MS) lembrou que o futuro ministro estava sendo consagrado pelo colegiado.
Também homenagearam José Múcio os senadores Fernando Collor (PTB-AL); Eduardo Suplicy (PT-SP); Roberto Cavalcanti (PRB-PB); Gim Argello (PTB-DF); Eduardo Azeredo (PSDB-MG); Antonio Carlos Valadares (PSB-SE); Antonio Carlos Júnior (DEM-BA); José Agripino (DEM-RN); João Tenório (PSDB-AL); Osvaldo Sobrinho (PTB-MT); Rosalba Ciarlini (DEM-RN); Arthur Virgílio (PSDB-AM), Romero Jucá (PMDB-RR), todos enaltecendo a competência, a figura humana e o papel conciliador de José Múcio.

Agência Senado

Comissão ouve "queixas" de S. Borja.


Uma comissão de deputados ouviram ontem pela manhã - 23/09 - queixas de vários vereadores de S. Borja, liderados pelo vereador Celso Lopes, que pedem um movimento para federalizar o Hospital S. Francisco, atualmente fechado.Segundo o deputado estadual Cassiá Carpes(PTB) que liderou a audiência ontem no plenarinho da ALE, o movimento deve começar dentro da Assembléia Legislativa para depois chegar a Brasília. Uma representante do secretário estadual da Saúde, ouviu os pleitos dos sanborjenses.

Na verdade as queixas eram sobre o pouco aparelhamento de saúde existente em S. Borja, mas as intervenções generalizaram as queixas. Falta de estradas, poucas verbas e por aí afora....

A comitiva que veio de S. Borja para assistir o debate lotou o plenarinho. Composta de vereadores,assessores e imprensa( inclusive um repórter da rádio Cultura AM) eles lotaram um ônibus que a empresa Planalto cedeu. A gasolina foi conseguida no posto Texaco.
O vice-prefeito Jefferson Olea Omerich, do PTB representou o poder executivo. Dado como possível candidato na próxima eleição, ele disputou espaço com o vereador Celso Lopes(PDT) que é tido no momento por alguns conterrâneos como " o melhor preparado para S. Borja".

Alguns alertas foram feitos por alguns ex-vereadores: São Borja com a ponte internacional tornou-se um foco de entrada de doenças contagiosas...

A com itiva que veio de ônibus retornou ontem mesmo às 18 horas no mesmo ônibus.
Eles saíram as 23 horas de terça-feira e tiveram problemas de atraso, porque pegaram um grande congestionamento na altura de Canoas, na BR-116!

Já o vice-prefeito Jefferson quebrou o carro junto a Cachoeira do Sul lá pelas três horas da madrugada,quando viajava e teve que morgar durante duas horas até consertarem o veículo .

Pra S. Borja,tudo é difícil, disse o deputado Cassiá Carpes, porque ela fica a 580 km de Porto Alegre e a turma,alertou ele, costuma esquecer.
- Até já nos botaram junto de Bagé, quando nós ficamos a 450 km daquela cidade, disse o deputado,alertando para o fato de que para certos técnicos da capital, " tudo é metade sul"!

Coleguinhas


* Políbio Braga deu longa entrevista a Rogério Mendelski,ontem,dia 23/09, na Guaíba. Te juro que pareceu jogada ensaiada.Se foi realmente, não sei....

* Libras, as funcionárias terceirizadas que fazem tradução pra TV Assembléia do Plenário, " invadem" às vezes computadores da salinha J.C.Terlera.....Assunto pro Marcelo Nepomuceno....


* Pingódromo no Mercado Público funcionou a mil ontem,dia 23/09. Chovia e parte do Gambrinus na rua ficou abaixo de chuva....Idenir Cechin devia se preocupar com isto, não apenas com camelódromo....E o nosso alcaide, que anda sumido?
¨* Mazzarino, de Encantado, quieto. Já tem gente achando que seu próximo GUAXO não é de nada.....

* Ieda Risco, que era da ABC de NOIA, está na rádio Guaíba das 19horas as 24 hs. Mas entra mesmo as 23 hs.

* Morreu José Lauro de Quadros, do IBDF e que atuava na AGEFLOR. Ele era um grande gozador da vida....Assíduo frequentador do Barranco e do Gambrinus. Amigos, como Todt, lamentam sua morte....Fazer o quê?

Memória da Imprensa


A pescaria no
cais do porto!


Serginho Araujo e Carlos Camargo haviam se conhecido na Última Hora de Samuel Wainer, quando ele mandou um monte de gente de SP pra trabalhar no RS. O Carlos Camargo foi pra editoria de Esportes. Depois que a UH fechou, em 1964, Camargo e Serginho foram pra Manchete, do Adolfo e do Oscar Block, que tinha a sucursal em Porto Alegre, na Senhor dos Passos.

Aos sábados à tarde, quando não tinham o que fazer, Serginho e Carlos iam pescar no cais do porto de Porto Alegre o Sergio jura pela memória da mãe dele que pegava muito lambari....

DE uma feita, estando o Serginho no RJ, onde acompanhava o ministro dos transportes, Cloraldino Severo, ele me ligou me passando uma nota pra ZH,onde trabalhava, sobre as atividades daquele tarde de verão no RJ.

Eu, meio ingenuamente, perguntei ao Serginho, se ele ia pra praia.< br />
De bate pronto me respondeu:
- Sim , tou com o calão aqui na Praça ONZE e já vou ali no mar dar um mergulho!!!!!

Coleguinhas

 

* patrono da feira.


Desde 2003 peleando pra ser patrono da feira do livro de porto alegre, Carlos Urbim chegou lá....mas como querem vender uns livrinhos,essa gente!!!!quem não quer vender!!!!

*João Carlos Terlera, em carne e osso, e não a salinha, foi operado e passa bem. estava com problemas na vértebra....

* Quinta de noite passarei rumo a Serafina por Muçum, a capital nacional das pontes, embora só tenha UMA!!!!


* A morte do Patrono do Livro, frei Rovílio Costa. No sábado que ele morreu, ele estava de manhã cedinho recebendo uns vinhos que ele vendia na sua editora. Os vinhos eram de Veranópolis. O Frei tinha recebido já a visita do Suliani, o editor e os dois , mais algumas gurias que trabalhavam lá estavam numa salinha. Frei Rovílio disse:
- Suliani, vamos sair desta sala que deram um peido e está muito fedorento....

Subiu pra sua salinha, no segundo andar, onde e ra a editora na Verissimo Rosa....

Demorou uns 15 minutos e nada do frei Rovílio descer....Alguém viu seus pés do lado de fora da porta e disseram em voz alta:

- Frei, pare com esta brincadeira de se fazer de morto....

Subiram lá e o presunto estava esticadinho, estava já totalmente morto....

Frei Rovíllio que também foi patrono da feira do livro de porto alegre gostava de um trago e seguidamente ia ao bar Van Vogh, ali na João Pessoa, pegar uns chopps com outros amigos livreiros, como o IVO ALMANSA da Maritns Livreiro.


Frei Rovílio começou a EST editora editando um livro do seu amigo frei Fidélis Dalcin Barbosa, de Vacaria....

Patrono


* Vi a foto ontem do Urbim beijando a estatueta que simboliza a feira do livro. É como o jogador de futebol que marca um gol. Gostei disto, realmente ele queria chegar lá e lutou para isto....é o gesto mais bonito que vi ligado aos livros nos últimos anos. Acho que foram justos com o URBIM!!!!


a morte de José Lauro de Quadros...


Confusão,ontem na rádio Gaúcha: muitas pessoas ligaram pra lá achando que quem tinha morrido tinha sido o Laurinho, ou o Lauro José de Quadros, o titular do Polêmica, da rádio Gaúcha...por isto ele fez o esclarecimento que quem morreu foi o homônimo,ou quase, que era agrônomo. Morreu de um câncer, contra o qual lutou muito!!!!!

Dica de Site

 

Julinho Pacheco me ligou ontem dizendo que quem quiser saber mais de bondes de Porto alegre,acesse www.tranz.com.br

Coleguinhas

 

* Olyr Zavaschi, editor da página do Alamanque Gaúcho, da ZH, esteve,ontem, pra almoço no restaurante Moeda, de sua ex-colega Eleonora Rizzo..

* Eleonora disse a este colunista que a marca Birra e Pasta e a teleentrega continua com ela e sua irmã, ana maria.

* O Birra e Pasta funcionou durante 5 anos e 5 meses no Shopping Total, da Cristóvão Colombo....

* Hoje, dia 24/09, os " papagaios" se encontram no Forno e Fogão na Silveiro, no Menino Deus!!!!

 

Memória da Imprensa


O fim do JB!


Todos nós ficamos tristes com o anúncio de que o JB vai fechar as portas...parece inacreditável, a gente tem que se beliscar pra acreditar. Mas o JB segundo estão anunciando fechará as portas...

Era um sonho de todo jornalista trabalhar na sucursal gaúcha do JB porque o cara saía de lá num outro patamar....bobagem de jornalista, mas era isto....

O José Mitchell, hoje pauteiro da RBS TV, foi durante 30 anos chefe da sucursal gaúcha do JB. Hoje,só os contenporrâenos dele lembram disto....Tudo é passageiro, como dizia o cobrador pro motorista do ônibus.


Vicente Senna editor de esportes que deu a noticia da venda de Ronaldinho Gaúcho


Fazendo as férias do Mitchell, em 1998,ou 97, dei um pequeno furo no JB. Fui o primeiro repórter a descobrir que o Ronaldinho Gaúcho seria vendido. Foi por pura intuição,q ue também vale....

Estava na rua da Praia, junto com os colegas do Irpapus, quando o advogado Raul Ferri, apelidado ali no grupo de Portão 8, porque é conselheiro do Inter, comentou:
- Quero agora ver o Guerreiro( José Alberto Machado) segurar o Ronaldinho!

Dei crédito ao Portão Oito porque ele como torcedor do time rival sabia das coisas...


Era um final de ano,cho que novembro. O Brasileirão estava nos finalmente e o Grêmio, mais uma vez, apontava como possível ganhador. Liguei pro Serginho Schuller e lhe perguntei de sopetão:
- O Ronaldinho vai ser vendido?
- O Grêmio não fala deste assunto agora, me respondeu secamente. Mas eu me identifiquei como sendo do JB.
Era um final de uma sexta-feira e fazia muito calor em Portinho.

Liguei pro editor de Esportes Vicente Senna e contei o babado. Antes liguei pro meu titular, o Mitchell, que de férias, me aconselhou:
- Pôe na condicional...

O Vicente senna teve sensibilidade jornalística e no dia seguinte deu uma pequena nota n a contracapa do JB sobre a venda do Ronaldinho Gaúcho que na ocasião era o jogador brasileiro mais valorizado.

Saiu a matéria e graças a Deus não foi desmentido.
Repórter também tem que ter sorte!!! e persistência!!!!

Coleguinhas

 

* Editora Já batalhando pra se inscrever na próxima feira do livro de Porto Alegre. Os vinte por cento retidos para pagamento de causa na Justiça vencida por Julieta Vargas Rigotto,que vem a ser a mãe do ex-governador, por conta de uma reportagem publicada em 2001 sobre Lindomar Rigotto está trazendo muitas dificuldades à editora....

* Tem um radialista que aborda futebol que frequenta restaurantes e bares por conta da fama....ou seja, no mol....

Os Bondes



Olides,

conversamos, tempos atrás, sobre a questão dos bondes.
Olha, quando a Prefeitura de Porto Alegre resolveu acabar com os bondes hove muita reação contrária. Mas, pessoalmente, fui na convesa dos tecnocratas da época. Eu era apenas um jovem e inexperiente estudante de jornalismo. Argumentavam que os bondes eram uns trambolhos velhos, muito barulhentos e que atrapalhavam o trânsito. Na época, a frota de carros particulares e ônibus aumentava significativamente. Estávamos vivendo o "Milagre Brasileiro". A Volkswagen entupia as ruas de Fuscas e as outras montadoras também mandavam bala. E a Mercedes e a Marcopolo estavam ali, louquinhas para vender chassis e carrocerias. Havia outras fabricas de ônibus também, como a Eliziário, que, com o tempo acabaram desaparecendo.
Então, como disse, eu caí no canto de sereia dos que justificavam o fim dos bondes como uma imposição do progresso etc e tal.


Acontece que, anos mais tarde, eu estava em Bonn, na Alemanha, e, nos fundos do hotel onde me hospedava, ficava um fim de linha de... bonde!
Então, bateu a nostalgia, pois eu me criei com bonde passando na frente da minha casa, estes mesmos que estão nas fotos em anexo.

Fotos: Acervo de Lauro Dieckmann

 

Aí, saí do hotel e fui ver de perto o bonde dos alemães.
Cara, aí que me dei conta da c....da que se fez em Porto Alegre quando se tirou os bondes de circulação. O bonde de Bonn (e de outras cidades européias) é uma jóia, limpo, mais estreito que os que andavam por aqui e extremamente silencioso. Também caiu a ficha no sentido de que, no caso de Porto Alegre, não eram os bondes que atrapalhavam o trânsito, eram os automóveis que complicavam tudo. Bastava terem isolado os bondes, como agora fazem nos corredores de ônibus, que estaria resolvido o problema. Aliás, a previsão quando criaram os corredores de ônibus, era de neles, numa segunda fase, circularem carros elétricos.


No caso dos bondes, seria "só" investir na modernização dos carros e dos trilhos. E aí é que é o dodói da questão: investir exige "vontade política". E, na época, não havia nenhuma "vontade política" de recuperar o sistema que estava implantado e (mal, mas) funcionando.
Além da nostalgia, uma coisa que ainda me encanta nos bondes de Porto Alegre é o traçado das linhas. Quem projetou a distribuição dos trilhos pela cidade fez um trabalho fabuloso, muito mais racional que o das atuais linhas de ônbus, pois permitia a interligação de todos os trechos e ramais.


Ao fim e ao cabo, a vantagem do bonde, além de ser não-poluente, é que ele tem uma capacidade de transportar uma quantidade muito maior de passageiros que o ônibus. E até dava para ler a Folha da Tarde quando se andava neles. Nos ônibus, tu sabes, é impossível ler qualquer coisa quando se anda neles, de tanto que chacoalham.


X.X.X


Em anexo, estou enviando fotos dos bondes de Pelotas. Também em Rio Grande havia serviço de bondes. Em Pelotas, os americanos que exploravam o serviço simplesmente devolveram a concessão para a Prefeitura da cidade, pois para conter a "carestia" (que era como se chamava a inflação na época), os prefeitos permitiam o reajuste das tarifas na mesma proporção do aumento do custo de vida. Então, os americanos, como já tinham amortizado o investimento e não conseguiam mais ter margem de lucro razoável, que permitisse tocar o negócio, se mandaram.

Fotos: Acervo de Lauro Dieckmann


Em Porto Alegre, a Carris foi encampada, acho que pelo Brizola, que também desapropriou o Gasômetro, a Telefônica e a Ligth. Aliás, o Gasômetro é outra história interessante. Outra hora falo dele.
Sobre bonde, então, é isso.
Lauro Dieckmann

PS: as fotos são dos bondes de Pelotas e foram feitas pelo meu falecido pai, tiradas da janela da nossa casa na Rua Benjamin Constant, em Pelotas. A data deve ser 1949/50. A máquina era daquelas Kodak caixãozinho. São fotos rarissimas.

SINIMBU


Este negócio de nomes de ruas é uma bronca só.O advogado Oraldo H. Rodrigues mandou uma carta a secretária da Educação de Serafina Corrêa, Ivete Maria Soccol, que ele pleiteia os seguintes nomes pra ruas de Serafina: Hila Odete Gasparin, Guerino Antônio Massolini, Ercília Fonini Gasparin, Primo Massolini, Lúcia Magrin Massolini, Dr. José Serafim Antunes, Dr. Mafuz, Luiza Chiarini Montanari, Geraldo Arnaldo Pecin e Governador Leonel Brizola.
Ele critica os nomes de algumas ruas de Serafina: Av. Arthur Oscar, Rua Tobias Barreto, Rua Barreto Viana, Rua José Verissimo.



Eu estava almoçando com o Claudio Humberto, e êle me perguntou se eu sabia porque havia no Rio Grande do Sul,um monte de ruas,avenidas e mesmo praças,com o nome de Sinimbú? Disse que deveria ser nome indigena ou coisa parecida.Sabe o que ele me disse?.Que por volta de 1852 a primeiro de julho de 1855, o nosso Rio Grande do Sul,havia sido governado por um alagoano:João Luiz Vieira Cansação de Sinimbú.
O homem nasceu em Alagoas ou mais precisamente em São Miguel dos Campos em 20 de novembro de 1810 e morreu em 27 de dezembro de 1906.Foi barão e visconde de Sinimbú.Foi Presidente de várias provincias no país e andou então pelo Rio Grande,quando então foi Presidente da Provincia de São Pedro do Rio Grande do Sul.
A turma ligada ao nosso tradicionalismo,deve saber melhor do que ninguém,mas para mim,foi uma supresa.
Sergio Ross

Coleguinhas

 

* Sábado passado,dia 19/09, o Gremio, que esteve de niver dia 14/09, ofereceu um churrasco para os jornalistas esportivos. Homenageado foi o cronista Paulo Santana...
Teve uma hora que o Santana, homenageado, se emocionou e quase caiu. Foi amparado!

* Antes de comer o churrasquinho, os canetinhas e latinhas jogaram uma partida contra a diretoria do Grêmio no campo suplementar.

* Vianey Carlet, conhecido colorado, não esteve no almoço oferecido pelo Grêmio no último sábado,dia 19/09!

* Santana é público e notório saiu de uma cirurgia alguns dias atrás.

* Neste churrasco, o cronista homenageado entregou o Jorginho Mendes, que todos sabem é colorado.

* " Sempre fui muito bem tratado no Grêmio" mesmo sabendo que sou colorado, contou Jorginho.


Entrega do Prêmio Porto Alegre Turismo 2009 será amanhã, 23



Será amanhã, 23, às 20h, em jantar de confraternização do setor no Hotel Plaza São Rafael, a cerimônia de entrega do Prêmio Porto Alegre Turismo 2009. Em sua segunda edição, o evento reunirá autoridades, empresários, parlamentares, dirigentes de entidades e profissionais do trade turístico local e nacional. A premiação foi instituída no ano passado pela Secretaria Municipal de Turismo com o objetivo de para destacar lideranças, empreendedores e personalidades pela sua contribuição ao desenvolvimento do setor e à projeção da cidade no mercado do turismo nacional e internacional.
Serão 11 os homenageados, escolhidos a partir das indicações feitas pelas mais de 30 entidades do Fórum de Governança Local do Turismo de Porto Alegre, posteriormente avaliadas e validadas por uma comissão julgadora.

Destaque Gastronomia/Noite: Churrascaria Barranco
Destaque Agência: Rota Cultural Turismo
Destaque Hotelaria: Eko Residence Hotel
Destaque Transporte Turístico: Turis Silva
Destaque Organização: Porto Alegre Convention & Visitors Bureau
Destaque Especial: Pedro Hoffmann, presidente da Associação Brasileira de
Bares e Restaurantes (Abrasel-RS)
Destaque Político: Frente Parlamentar do Turismo da Câmara de Vereadores
(Frentur)
Destaque Cultural: Teatro do Bourbon Country
Destaque Empreendedorismo: Associação do Turismo Náutico do Rio Grande do Sul (Atun-RS)
Destaque Revelação: Viação Ouro e Prata
Destaque Prata da Casa: Norton Luiz Lenhart, presidente da Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (FNHRBS)



Secretaria de Turismo de Porto Alegre
Coordenação de Comunicação
Eliana Zarpelon (MTb 3821)

Birra e Pasta...

 

O Birra quando nasceu,em 1994, no Shopping Praia de Belas, tinha uma proposta inovadora.Não parecia restaurante ou bar portoalegrense. Mais parecia um restaurante londrino,ou novaiorquino....Na foto vemos o apresentador e professor Roberto Pimental, mais conhecido popularmente por Tatata Pimentel, junto com funcionários do restaurante.


Roberto Pimentel conhecido por Tatata no Birra e pasta que fechou

O Birra fechou as portas dias atrás,quando já havia se mudado para o Shopping Total, na av. Cristóvão Colombo.

 

Memória da Imprensa!

 

A máquina fotográfica de Santos Vidarte do Correio do Povo,quando completava 30 anos de casa, em 1961. Vendo as máquinas da foto que o Serginho Ross mandou dele e do Assis Hoffmann na frente guerrilheira gaúcha, me lembrei desta do Santos Vidarte. A foto é do Correio do Povo daquele ano e a comemoração dos 30 anos do Vidarte no Correio do Povo foi feita na desaparecida churrascaria Sheherazade(atual São Rafael) pelos colegas.


O trambolho de Santos Vidarte em 1960

 

 

Federalização do Hospital Ivan Goulart de S. Borja


Hoje, no plenarinho da Assembléia Legislativa do Estado, haverá audiência para a federalização do Hospital Ivan Goulart de S. Borja. À frente do projeto está o vereador Celso Lopes(PDT). Mas não chamem o vereador de " camundongo" que ele embrabece!

 

ESQUERDA E DIREITA

 

Eu acho interessante esta história: nós do PDT somos de esquerda e devemos estar junto aos partidos de esquerda. Devemos estar com o PT, que é de esquerda.
O Governo Lula é de esquerda. É ? Só os partidos de esquerda e pessoas de esquerda estão no, ou apóiam o, Governo Lula ?
Marcio Fortes é o Ministro das Cidades. É do PP. Então o PP é um partido de esquerda.
Não é ? Ora, então como é que ele tem um Ministério no governo esquerdista do Lula ?
E os apoiadores do Lula, do PMDB e PTB. Sarney é de esquerda. Collor é de esquerda. Renan Calheiros é de esquerda ( parece que foi do PCdoB, certa vez, e, portanto, lá no seu âmago deve restar um resquício de esquerdismo ).
E o Romero Jucá, ex-PFL, ex-PSDB, hoje no PMDB, é de esquerda.
É o líder do governo esquerdista de Lula no Senado. Interessante é que ele, quando era do PSDB, foi líder do governo FHC no Senado, também. Que esquerdista eclético.
O Lula importou do PSDB o seu líder esquerdista de governo no Senado.
Outro esquerdista que apóia Lula é o Ciro Gomes, do PSB. Antes foi da juventude do PDS, do PMDB, do PSDB e do PPS, antes de ser esquerdista do PSB.
Fica demonstrado, diante do acima descrito, que, realmente, o Governo Lula é de esquerda.
Diante disto, eu, que sou pedetista ( contra o PDT estar no Governo Lula ), faço um chiste e, ironizando, me rendo: devemos estar no Governo Lula, porque somos de esquerda e o Governo Lula é de esquerda.
É mesmo ? Vejamos a composição, mais uma vez de seu Governo: PP, considerado de direita; PDT, PT, PSB, PCdoB, de esquerda; PMDB de centro (?), ou centro-esquerda ( Simon, Jarbas Vasconcelos, etc. ? ) ou, ainda, centro-direita ( Sarney, Jucá, Calheiros, Jader Barbalho, etc. ?) e mais o PTB e PRB, se não esqueci algum outro partido.
Levando-se em conta todo este matiz ideológico e partidário, a qualificação mais adequada para o Governo Lula não deveria ser ? Governo Biruta de Aeroporto ? ou ? Governo João
Bobo ? ?


SERGIO OLIVEIRA
APOSENTADO
CHARQUEADAS RS

Sábado com sol e churrasco gordo!

 

No sábado passado (19/09) saímos o Lauro,a Rosa e eu do Garcias e eles foram me dar uma carona até o Ritter Hotel. Passamos de " vesgueio" pela Harmonia( ou será Maurício Sobrinho?)- atenção isto daria uma bela pauta, já fiz a matéria pro Bicudo, do Já Editores, mas ele não a quis e vou adiantando o nome oficial é mesmo Maurício Sirotsky Sobrinho - e lá se sentia um cheiro enorme de carne assada. Eram umas 14 horas....Pois o Lauro voltou lá e fez estas fotos....Obrigado pela colaboração!

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

fotos de lauro dieckmann

O símbodo dos HIPPIES!!!!

 


Fui me despedir neste domingo um pouquinho frio do WOODSTOCK, ali no sindib ancários. Acho que o filme,agora, só quando completar 50 anos...isto em 2019.....

Observei a platéia comportada.....e prestei atenção nos hippies....do filme,claro, que não temos mais ao vivo....


O símbolo dos hippies


O símbolo deles era muito conhecido naqueles anos 70!. Eu costumava usar um no pescoço, de couro,comprado numa feirinha de artesanato que tinha na frente da Santa Casa, naquela pracinha....me custou baratinho. O usava pra ir ao banco onde trabalhava de tarde, no caso o UNIBANCO ali da Sete de Setembro e o seo Sarmento, meu chefe, um baita cara( de Uruguaiana) levava tudo numa boa. Não me tratava por isto, como os caipirinhas trataram os dois motoqueiros do Easy Rider, a tiros. Seo Sarmento tirava sarro e me perguntava se aquilo não era o símbolo da Volkswagen. Eu acho que ele achava mesmo....

No filme Woodstock isto está bem presente na guitarra do Ten Years After. Está lá o símbodo do FLOWER POWER que era quase como que um símbolo da Era de Aquários....

O capitalismo não conseguiu absorver o símbolo, mas seguramente absorveu todos os que protestaram naqueles anos...

Coleguinhas

 

* No serpentário,- um café localizado na rua Uruguai - um frequentador, tri fã do caderno Panorama do JC, o surrupia todos os dias pra levar pra patroa ler...compra na banca,cara....

* O fotógrafo Assis Hoffamnn,ontem,dia 21/09 no serpentário, lembrou que ele era presidente da ANAI e o Caco Barcellos queria fazer uma matéria pra uma revista de S.Paulo sobre os índios de Tenente Portela(RS). Havia e há ali uma reserva. Assis combinou com o cacique( pra isto que eles existem!) pra segurar a rebelião até que o Caco e sua mulher, a fotógrafa Avani Stein chegassem. Assis foi na frente e Caco atrás, num outro carro....

* Assim fez o MST durante anos. O repórter Carlos Wagner sempre sabia com antecedência a hora e o local da invasão ou ocupação das terras improdutivas....

* Léo Guerreiro me deu uma foto sua sobre as boites do começo dos anos 50 em Porto Alegre. American Boit, Marabá,entre outras. É a vida mundana de Porto Alegre....

* Jimi Azevedo entrou ontem, 21/09 cedo, na Guaíba. O apresentador Rogério Mendelski o chegou de Jimi Ribeiro....ainda não está acostumado com o novo coleguinha

* " Quem faz o melhor bocado, não é quem o come" diz um ditado. Pois parece que isto está acontecendo com o repórter Gustavao Motta, da Guaíba. Não foi desta vez que ele entrevistou o presidente Lula da Silva....Desta vez a entrevista foi dada ao colega Rogério Mendelski, na sexta,dia 19/09, na Base Aérea de Canoas(RS).

* Gustavo Motta era quem levava o então candidato do PT a presidência da República, Lula, sempre que ele vinha a Porto Alegre a participar do Câmera Dois,Depois saíam de lá e iam tomar uma cachacinha nos botecos da av. José de Alencar. Mas Gustavo até hoje não fez uma entrevista com o Lula,presidente....

* Estreou no sábado,dia 19/09, o programa do presidente do Grupo Record, Furucho, na Guaíba. Vai ao ar entre 11h30 e 12 horas, aos sábados....Chama-se Carreira de Sucesso, ou algo semelhante....

* Não sei se ainda existe, mas o Ritter( ou como o Jesus Iglesias o chamava "o padre" ) tem ou tinha um programa chamado empreendedores as 9 horas na Band AM.

* Cilon Rosa Neto está impondo novo estilo de atuação na SERGS. Foi só eu falar num assunto com ele e já me deu retorno. Acho que o TODT e sua assesora de imprensa vão ter trabalho!

* Júlio Sortica está trabalhando no esquema de preparação da Copa do Mundo de 2014 aqui no RS. Foi indicação do Joabel Pereira, que vem a ser assesosr de comunicação do Palácio Piratini.O Sortica já teve o VIA Protásio, que não sei porque deixou morrer....

Coleguinhas

A Avani Stein!

Se tem uma pessoa que eu acho polêmica ,esta é a Avani Stein. Poucos a amam, muitos passam longe dela....!É que a Avani não é fácil, ela questiona tudo, dá um trabalhão danado....

Conheço a Avani desde o começo dos anos 70,quando morávamos no " baião" - uma comunidade formada de um apartamento na rua Cuiabá, perto do que antigamente se conhecia por altos dos cemitérios. Ela entrou no apê esfuziante numa manhã,atravessou todo o corredor até ir no quarto onde estava o Caco Barcellos(acho que ainda dormindo). Estavam de "achego" mas não é disto que quero falar....

A Avani voltou a morar em Portinho, comprou um apê ali na Alegrete e volta e meia a vejo passando com sua cadela em direção a Pracinha da Encol.
Uma tarde destas a Avani estava na Pracinha e entesou que o Lauro Quadros, que fazia sua corrida diária ali, era um cara a quem ela tinha vendido umas conchas,tempos at rás. O Lauro disse a ela que nunca tinha comprado conchas, mas ali os dois se apresentaram e diz ela que o Laurinho foi tri simpático e ficaram conversando um bom tempo....Nada mais Avani Stein do que isto....

Muito briguei com a Avani Stein...Nos anos 70, em São Paulo, pra onde ela se mudou com o Caco,então seu companheiro, às vezes eu me pechava feio com ela....
Mas os anos passaram e sempre que me encontro com ela, bato um papo legal.

Agora, tem uma coisa que eu reconheço: A Avani é muita areia pro caminhãozinho de qualquer um....!!!

Recebo do Mazzarino:
Curto e grosso!

 

Mas eu acho que puto mesmo ele vai ficar quando souber que a Laura Peixoto, que ele ajudou a "tirar" dos limites de Lajeado, não o convidou pra tomar uma cachaça junto comigo e com o Lauro Dieckamnn. Tu viu Mazzarino, como é? A gente ajuda os caras(as) a sair do anonimato,depois se esquecem da gente( claro que ísto é ironia!!!!)

Gringo!
01) - Bom texto do Tasca.
02) - Ruim a cor da impressão.
03 - Fitness, em Serafina é palavrão.

abraço,
mazzarino


Recado ao Mazzarino, um debochado de Encantado!

Tu pensa Mazzarino,que em Serafina nós ainda tamo no tempo do urtigão? Tu sabe pra quê,né....não preciso dizer aqui!!!

Lá na Linha UNDEZE já temos academias de ginástica....e temos três sinaleiras(ou semáforos) uma a mais de GUAPORÉ, se é que queres saber!!!!Viva la UNDEZE,TCHÓ!!!!Agora o que eu acho realmente tri por fora lá é a música que toca cada vez que vão anunciar um morto na rádio Rosário. È um tal de Jesus vos disse, que vou te contar...quando toca aquela música, todos param de jogar cartas, e dizem:
- Vamos ver quem morreu, tchô.....

O Serginho me engambelou....


Acho que fui engambelado pelo Serginho!!!Liguei pra três hotéis de Fortaleza neste findi e nenhum deles tinha lá como hóspede um cara com seu nome e ainda mais nascido em Bento,tchô....

Acho que o Serginho mandou dizer que ia pra Canoa Quebrada só pra mim não ligar às 7 da manhã, como sempre faço aos domingos e botar uma música do Teixeirinha no fone...é uma tortura, reconheço....

NEWS do Gordo UCHA!!!!


Começo com explicações:
Primeira - Não envio o Blog desde domingo, dia 13, porque estava me recuperando de uma pequena cirurgia;
Segunda - Nesse meio tempo, os virus tomaram conta do meu computador e os técnicos, ao fazerem a reformatação, mandaram para o espaço os 2.200 endereços de amigos, colegas e amantes do vinho para os quais eu enviava o Blog.
Terceira - Tentei reconstituir o catálogo, a partir de anotações e da memória, mas não consegui nem a metade. Portanto, muita gente que gostava do Blog vai ficar sem ele. Espero que gostassem tanto que sintam sua falta e me mandem e-mail perguntando o que houve e aí eu os colocarei novamente na lista. Por outro lado, é quase certo que muita gente que não o conhecia vai começar a receber minhas mensagens sobre o Blog. Se, por acaso, não gostarem, avisem que imediatiamente cortarei da lista.
Boa leitura
• Mensagem de Javier Carrau
• 114º Jantar da Confraria do Cordeiro
• Góes & Venturini comemora
• Vinhos brasileiros premiados na Alemanha
• VIII CAMPEONATO CORDEIRO PAULISTA ? 2ª PESAGEM
• Dois vinhos conquistaram holandeses
• Homenagem ao Barranco
• São Paulo terá o primeiro Wine Garden australiano
• Grand Cru recebe enóloga da Viña Santa Rita em Por...
• Proteção tecnológica para frutas e derivados
• É francês?
• .Nero para festas de casamento
• Exposição e Leilão Borrega do Futuro em Jarinú

Ucha
Para acessar é só clicar no último endereço abaixo do meu nome.
...............................
Danilo Ucha
daniloucha@terra.com.br
www.ucha.com.br
www.jornaldanoite.com.br
http://cordeiroevinhobyucha.blogspot.com

Eis ele aí, o tão mal falado....

Foto: agência edison castêncio

Todo mundo fala, mas quem não gostaria de ter um parente deputado?Responda jà!!!!

Foto: agência edison castêncio

A Agência Edison Castêncio tem como objetivo informar a sociedade, principalmente a gaúcha, sobre as ações dos parlamentares do Sul no Congresso Nacional.

Foto: agência edison castêncio

No Senado Federal e na Câmara dos Deputados a Agência Edison Castêncio está presente acompanhando as ações dos deputados e senadores e divulgando-as no site: www.agenciaedisoncastencio.com.br


Lançamento da candidatura à presidência Nacional do PT em fotos da agência Edison Castêncio(de BSB)!

 

Lançamento da candidatura de à presidência do PT pela partido Nacional

josé Eduardo Cardoso

Raul Ponte Presidente-RS

Foto: Agência Edison Castêncio

Foto: Agência Edison Castêncio

 

Região metropolitana tem menos

isentos...

 

Se em Porto Alegre os isentos de pagamento no transporte coletivo chega ao alarmante índice de 30% dos usuários do sistema, na região metropolitna(ou Grande POA) os isentos,segundo a ATM são apenas 6,1%!

Em abril de 2009, o sistema, composto de 22 empresas e cerca de 2.000 ônibus, transportou 11.630.000 pagantes. Isentos foram apenas 6,1% e escolares 3%. As informações são oficiais, da ATM. Ué, mas que milagre é este?

Barulho de moradores


Quem foi ao cine Guion, no sábado,dia 19/09, de tardezinha, teve que aguentar o panelaço de alguns moradores das redondezas que protestaram contra a construção de um espigão na Lima e Silva!!!!

 

Deputado Paulo " HOMI DO TEMPO " Borges(DEM) tomando um CHIMA

durante sessão da CPI da Corrupção


Ontem,dia 21/09, 14h48 minutos, durante a CPI da Corrupção vejo pela TV Assembléia o deputado Paulo Borges (DEM)tomando chima, com a térmica encima da mesa.....

Memória da Imprensa!

 

A" revistinha das putas"!

Não sei como nasceu, mas conheço a revistinha PROGRAMA há alguns anos...nós jornalistas sérios e que nos damos (demasiada) importância, sempre desfizemos da revistinha das putas, ou a programa....

Mas ela circula há muitos anos dentro do seu nicho...O editor Ayres Cerutti, que já trabalhou em jornalzões( como diz o Bicudo) na manha vai levando a circulação da mesma. De vez em quando eu vejo que ele naõ tem muito saco e larga uma quantidade excessiva de exemplares num determinado lugar. É que distribuir manualmente não é lá coisa fácil,sei disso porque tam bém o faço.

Quando o PT ocupou a prefeitura, numa das gestões - não nas quatro - o Ayres sofreu boicote de anúncios da instituição municipal porque tinha gente da comunicação que torcia o nariz pelo tipo de publicação....
Mas Santo Deus, e os grandes que "divulgam" classificados para encontros? Estes podem?

O " cardápio" mensal

NA AGCR onde o Ayres sempre deixa a revistinha, há um associado que mensalmente vai buscar um exemplar. O gerente, o Luiz Dahlem sempre brinca:
- Ah, viestes buscar o cardápio?


O "Cardápio" de cada edição

É por causa dos anúncios das casas noturnas que estampam belas garotas....O carro chefe da revistinha são duas boites muito conhecidas da noite porto alegrense, o GRUTA AZUL conhecida casa que os entendidos só chamam de GRUTA e o MADRIGAL que antes de estar onde está( av. Farrapos)ficava na rua Sto. Antônio.

Ah,sim devezemquando o Ayres emplaca uns anúncios tri sérios como o desta última edição, do BRDE!


Guia dos Motéis

Pois foi com o Ayres Cerutti que alguns anos atrás,quando Julinho Pacheco era o chefe da publicidade do BRDE ele autorizou um anúncio num " guia de motéis" que a Porgrama publicou. O Júlio depois teve que se explicar bastante com a direção do banco porque autorizara aquilo....

Serviço:

A Programa foi fundada em 1976. Seus fundadores foram Ana Amélia Lemos, Isnar Ruedas e Políbio Braga. O atual diretor-editor é o "catarina" Ayres Cerutti.

Cultura

O SR. PROFESSOR RUY PAULETTI (PSDB-RS. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Srs. Deputados, autoridades que compõem a Mesa, representantes da Governadora; Secretário da Transparência, Francisco Luçardo; Prefeito Cleri Camilotti, do meu Três Passos; Presidente da Câmara de Vereadores de Caxias, Elói Frizzo; Coordenador Administrativo das Despesas do Estado do Rio Grande do Sul, Mário Nogueira; meu amigo Presidente Dorvílio Calderan, da Confederação da Tradição Gaúcha, que presta enormes serviços a esta Nação, não só através da cultura, mas de todos serviços, principalmente no direcionamento das famílias brasileiras:

foto da agencia edison castêncio


Eu gostaria de citar o Vice-Prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho, um tradicionalista — anda sempre pilchado, demonstrando que Caxias continua sendo a capital da tradição, embora a colonização inicial seja dos italianos.

Tem cara de ser coisa de guerrilha!

 

Esta foto que o serginho mantou dos arquivos implacáveis dele, deve ser coisa de quem estava caçando guerrilheiro, ou algum exercício militar...Aí estão dois colegas que trabalharam juntos na UH-gaúcha e na revista Manchete.....

Foto: arquivo de Sergio Vargas Ross

Coleguinhas

 


* Sexta de manhã,19/09 rogério mendelski no Bom da Guaíba, fala que Giovani Grissotti repórter tri conhecido( pra nós, não para alguns locutores) lhe havia mandado uma música campeira. O locutor Wladimir Oliveira atalha Mendelski> ah, o Grissotti é aqui do Correio do Povo. Havia ouvido o galo cantar e não sabia onde. Depois lembrou do diretor comercial do Correinho, Luís A. Grisólio.Mas,bah,tchê....

* Lauro Dieckmann reage diante de uma proposta que lhe fiz pra comentar as revistas no seu blog no domingo: eu não escrevo pro LEITOR,. eu escrevo PRA MIM! Toing...

* Aviso ao Mazzarino, de Encantado: tão preparando uma homenagem ao Geraldo Peccin. Parece que nos 50 anos do município que é ano que vem. Vai ser um monumento ou nome de alguma praça.Bah,. vai dar uma ciumeira....

O Serginho,depois de Paris e Milão vai pra Canoa Quebrada...


Olides

Embarco esta noite para o Ceará.Vou para a praia de Canoa Quebrada,que é uma especie de Torres piorada.Não levo celular,assim não adianta me ligar de madrugada.Vou começar a escrever o meu "best seller":72 horas de lua de mel em Paris,com os textos que eu ia mandar para o teu blog...e não vou mandar.
Só mando alguma coisa ,se um jato da Força Aerea Amerincana de última geração fizer um pouso de emergência ao lado do meu guarda sol e não derramar a minha caipirinha gelada...Ou se algum submarino nuclear russo encalhar na minha praia.
O jato levo para o Aero Clube de Bento Gonçalves e o submarino,subo com ele pelo Rio das Antas,até o Passo Velho de Guaporé,ao lado da balsa,para integrar a armada bentogonçalvense e matar de inveja o pessoal da Linha Onze.
Agora é sério:só volto domingo à noite.


Sergio

Veterano

 


Letra de Antonio Augusto Ferreira
Música de Ewerton Ferreira

Vencedora da 10ª Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana (1981) na interpretação de Leopoldo Rassier e Os Serranos.

Está findando meu tempo,
A tarde encerra mais cedo,
Meu mundo ficou pequeno
E eu sou menor do que penso.
O bagual tá mais ligeiro,
O braço fraqueja as vezes
Demoro mais do que quero
Mas alço a perna sem medo.
Encilho o cavalo manso,
mas boto o laço nos tentos,
Se força falta no braço,
Na coragem me sustento.

Se lembro o tempo de quebra
A vida volta prá trás
Sou bagual que não se entrega,
Assim no más

Nas manhãs de primavera
Quando vou para rodeio,
Sou menino de alma leve
Voando sobre o pelego.
Cavalo do meu potreiro
Mete a cabeça no freio.
Encilho no parapeito,
Mas não ato nem maneio.
Se desencilha o pelego
Cai o banco onde me sento,
Água quente e erva buena,
para matear em silêncio.


Neste fogo onde me aquento,
Remôo as coisas que penso,
Repasso o que tenho feito,
Para ver o que mereço.
Quando chegar meu inverno,
Que me vem branqueando o cerro,
Vai me encontrar venta-aberta
De coração estreleiro.
Mui carregado dos sonhos,
Que habitam o meu peito
E que irão morar comigo
No meu novo paradeiro.

Erico Sauer


As informações do amigo Rudimar acrescento que Érico em Estrela era o " Bom Cabelo" e em Porto Alegre era " Mondongo". Tinha o maior arquivo de futebol do RS, pois ele anotava à mão tudo. Tudo ficou com a rádio Gaúcha, onde ele trabalhou muitos anos,além da Guaíba. Foi o criador da Torcida COLIGAY do Grêmio,embora alguns a deem como nascida dentro da boite Gay, COLISEU da av. João Pessoa.Érico Sauer faleceu ainda meio moço. Um dos seus filho seguiu sua carreira,sendo também radialista, se não me engano em Floripa.Sauer ficou tão amigo do treinador Telê Santana que depois que o treinador mudou-se pra BH, ele era convidado a ir lá fazer churrascos. Levava a carne do Sul.


Olá Olides,
Estou mandando uma foto do radialista Érico Sauer que trabalhou por bom
período nas emissoras de Porto Alegre como plantão esportivo. Esta é uma foto
dos anos 60 como atleta da equipe do Estrela F.C. O Érico é natural de Estrela
nascido no interior, na localidade denominada de Linha Winck. Antes
de se transferir a Porto Alegre, atuou como radialista na Ràdio Alto Taquari local
onde também atuou pelo do Estrela F.C.(foto).

Abraço

Rudimar Thomas

Coleguinhas

* Deu pra ouvir na sexta,19/09 o Cultura na Mesa, da FM Cultura. Tava bom, com o profi Moacir Flores, um anarquista....

* O Profi encantou a Lena Kurtz, isto deu pra ver...

* O Pedro Macedo,mediador, é o único que conheço que deixa os outros falarem....

*Este profi conheço de longa data. Foi meu profi no clássico do Julinho e não sei não, mas sempre se deu bem com a milicada naqueles tempos...Portanto, é outro Pedro Simon, nunca foi cassado...

* O Serginho Ross se mandou pra Canoa Quebrada. Diz ele que ganhou 100 paus trabalhando numa pesquisa junto com um colega pra um livro sobre um ministro do tempo da ditadura....que tem um filho que lançará a biografia do pai...
Bão ou é o Higino Corsetti ou o Mário Andreazza.,...

ou entao o Pratini de Morais...

ou o Arnaldo da Costa Prieto...Mas como teve o nosso glorioso estado Ministros no tempo da ditadura....

Brasília e sua arquitetura

 

Nas fotos da agência Edison Castêncio, um panorama de Brasília que é uma cidade tri bonita!

Foto: Edison Castêncio

A Agência Edison Castêncio tem como objetivo informar a sociedade, principalmente a gaúcha, sobre as ações dos parlamentares do Sul no Congresso Nacional.

Foto: Edison Castêncio

No Senado Federal e na Câmara dos Deputados a Agência Edison Castêncio está presente acompanhando as ações dos deputados e senadores e divulgando-as no site: www.agenciaedisoncastencio.com.br


O fim do Birra e Pasta!

 

Fechou na semana entre 13 e 19 de setembro, o Birra e Pasta, que inicialmente começou funcionando no shopping Praia de Belas.

O Birra, como era chamado carinhosamente, pertencia a Eleonora Rizzo e sua irmã Ana Maria , mas no começo teve como sócios Marcos Dvoskin,Ana Maria e Eleonora Rizzo(irmãs) o atual dono do Peppo(também sócio do Al Dente com as duas irmãs) e Sibenberg, dono das Lojas Gang.

Ele abriu em 1994 com uma proposta de intermediar cultura com comida. E foi muito bem aparentemente no Shopping Praia de Belas. Ninguém nunca soube o motivo pelo qual se mudou para o Shopping Total. O mercado(ou seja, quem entende do assunto) já andava desconfiando que o Birra não andava bem porque "vinha fazendo muito promoção" segundo um observador do meio.

No Birra e Pasta houve grandes jornadas literárias.Foi lá por exemplo que o escritor Peruano Vargas Lhosa deu autógrafos uma noite, porque fora trazido a Porto Alegre pelo Insituto dos Jovens Empresários.

O ex-candidato a presidente da República do Peru estava lá dando sopa lá pelas seis da tarde, quando lhe pedi que autografasse o meu exemplar de Conversa de Catedral, que tenho no original....Este livro descreve bem a Lima que conheci, principalmente o centro de Lima, pois lá morei...

Lauro Schirmer lançou no Birra e Pasta seu livro A HORA,entre outras apoteoses culturais. Os garçãos e garçonetes andavam de patinete dentro do restaurante e ele marcou uma época em Porto Alegre.

O novo restaurante do Birra no Shopping Total não conheci muito. Estive lá apenas uma vez....

Memória das Urnas....


O jeito de Meneghetti de fazer política

Claro que eu sei que as novas gerações nem sabem de quem estou falando....ainda mais os jovens do Psol....Mas pelo que ouço falar( eu não votava naqueles anos) Ildo Meneghetti batia de porta em porta em busca de votos...Cumprimentava a todo mundo,e segundo me contou João Arroque Filho, duas vezes vice-prefeito de S.Corrêa ninguém saiu do Palácio Piratini de mãos abanando. Só tinha uma grande esperteza nisto:Meneghetti autorizava as obras desejadas pelas comunidades,mandava fazê-las e depois os outros governantes é que pagavam ....esperto o governador....

Assim foi,segundo João Arroque Filho com a ponte que ligava S. Corrêa a N.Bassano. Ele deu apólices que depois a prefeitura teve que resgatá-las...Mas o pessoal saía do Palácio e era esperado no interior com foguetes e churrascada porque iam lá dizer que a obra foi aprovada....


Ildo Meneguetti e seu estilo de fazer política - Fonte Gazeta Regional

Na foto Meneghetti inaugura casas populares em S.Correa, no primeiro loteamento popular onde residiram os operários do Frigorífico Ideal, no bairro conhecido hoje por Jardim Itália.....O fotógrafo que aparece é o Iraldo Artusi, que durante muito tempo fotografou tudo na cidade....

Coleguinhas

 

* Ninguém resiste a um afago no ego: o Prévidi que tanto " brigou" com o Vieirinha agora é todo elogios...Só porque ele é o perfilado da semana na coletiva.net....Pra ver como são les choses....Nada como um dia depois do outro, com uma noite bem dormida no meio, me ensinou uma vez o seo Firmino Fernandes de Itaqui, que tinha por apelido Zorrillo de tão briguento que era....

* Estranha a ausência do prefeito José Fogaça e da governadora Yeda Crusius nos atos de lançamento da Rodovia do Parque, na sexta,dia 19/09. Nossa,como diria aquele apresentador, então foi um ato TRI PARTIDÁRIO!!!!!

* Fico sabendo que o prefeito de Serafina,Ademir Presotto, é aprovado até pelo cunhado do seu opositor, no caso o Gheller, que perdeu do Presotto. Quem está gostando do governdo do Ademir, seria o promotor Altamir Arroque, que é do Ministério Público Estadual.

*Em Serafina é preciso ter o máximo de cautela: os " ini migos " de hoje, são os aliados de amanhã...Senão a gente fica sem mel, nem porongo...

* Cáculos bem feitos dão conta que o PT chegará ao governo da terra natal desste colunista em 2016...Portanto, daqui há duas eleições...

Mais uma imagem de Brasília, apanhada pela lente do castêncio...

 

A Agência Edison Castêncio tem como objetivo informar a sociedade, principalmente a gaúcha, sobre as ações dos parlamentares do Sul no Congresso Nacional.

Foto: Edison Castêncio

No Senado Federal e na Câmara dos Deputados a Agência Edison Castêncio está presente acompanhando as ações dos deputados e senadores e divulgando-as no site: www.agenciaedisoncastencio.com.br


Coleguinhas

 

* Na sexta,aqui na salinha J.C. Terlera é mais calmo. Deu pra dar uma olhada em alguns blogs:

1) a da Laura, a quase- ilhada de Lajeado, é meio intimista. como ela se expõe. Uma justiça: a foto do Beira Rio ainda meio submerso foi feita pelo falecido José Abraham.

2) O Mendelski é curto e grosso. Na verdade, ele tá certo. Ninguém tem saco e tempo de ler tijolaços...

3) O meu amigo Lauro ainda está um pouco na fase do deslumbramento. Quer saber de onde é acessado. Isto com o tempo passa,vira rotina...

4) A Coletiva continua com um esquema que deu certo pra eles: notícias oficiais e perfis...

Mas já sofre com muita concorrência, que faz as mesmas coisas, com menos "compromissos"...

Coleguinhas


Em Porto Alegre onde veio participar na semana passada do Forum Midia e o Negro, Esaúd Noel , colombiano de Calli, uma das três maiores cidades da Colômbia - as outras duas são Bogotá,capital e Meddelin - falou algumas coisas sobre o país que no momento ocupa as manchetes por causa das bases militares dos norteamericanos.

Noel disse que Uribe está tri popular na Colômbia, principalmente porque debelou as FARC( Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), que até 2002,quando Uribe foi eleito, aprisionavam os moradores dentro de suas cidades " não podem salir para las carreteras".
Uribe,segundo Noel, está com 80% de aprovação nas encuestas,ou seja, nas pesquisas. E um terceiro mandato pra ele será fatal. O problema,segundo o jornalista, é que ele também debilitou a Oposição e enfraqueceou os outros poderes, pra não dizer algo mais pesado...
Uribe que não completou ainda 60 anos, As cinco bases militiares que os USA querem construir dentro da Colômbia são segundo Noel, uma provocação ao vizinho presidente da Venezuela, Hugo Chaves.

FARC

Noel falou que as FARC sofreram em 2008 o pior revés de toda sua história...Mas ainda continuam com zonas ocupadas.A Colômbia,.segundo Noel, está bem financeiramente tanto que nenhum banco quebrou com a crise internacional do ano passado.
Assim, avalia ele, a popularidade alta do presidente Uribe pode ser também atribuída a boa situação econômica do país....

Cocaína


A cocaína é uma planta, conta Noel, que é cultivada principalmente na região úmida e da floresta da Colômbia. Ela é cultivada mas o povo comum não tem acesso sendo este muito restrito aos grupos que a comercializa.

Ingrid Betancurt

A ex - senadora, libertada em julho de 2008, pelo Exército Colombiano, está sumida segundo Noel. Nem na Colômbia se fala dela, depois de uns dias de alta popularidade.Noel diz que Ingrid está vivendo na França e viaja seguidamente a África. Estaria escrevendo um livro de memórias..

Ingrid Betancourt já foi esquecida pelos colombianos

Esquerda

A Esquerda na Colômbia,lembra Noel, não passa de 10% do eleitorado. Mas tem pela segunda vez o prefeito de Bogotá que é no país, o segundo cargo mais importante. Só perde pro de presidente....

Hugo Chavez
Noel diz que Hugo Chavez, o presidente da Venezuela, é tri detestado na Colômbia. " Na Colômbia,de hoje, politicamente falando existe o partido da U, ou seja, o partido de Uribe.

Garcia Marques

Pois então, vocês acham que o autor de Cien Anos de Soledad - que não vive lá e sim na Cidade do México -é o autor mais popular da Colômbia? Enganam-se...Noel ri e diz que ninguém ganha em vendas e popularidade no seu pais do nosso PAULO COELHO.....VIRAM SÓ!!!!!!

fui......

Coleguinhas


* Nelson,colega aqui da salinha J.C. Terlera chegou aqui no final da tarde de sexta,dia 19/09 carregado de bolachas, e não eram da marca NEUSA! distribuiu bolachas pra todo mundo. Vai ver foi algum permutol que ele vendeu por aí....

Coleguinhas

* O evento Negro na Mídia,depois de encerrado na ARI, na sexta passada, prosseguiu no sindicato dos jornalistas com várias discussões entre os grupos que dele participaram...

* Com com cara de que J.C. TORVES concorra a presidência da FENAJ na próxima eleição. Quando é mesmo?

PROGRAMAÇÃO DA 24 FEIRA DO LIVRO DE SÃO BORJA

PREFEITURA DE SÃO BORJA
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS CULTURAIS


HOMENAGEADOS

PATRONO: ANTÔNIO JESUS DE ANDRADE
ESCRITORA HOMENAGEADA: IOLANDA HOFF
PERSONALIDADE LITERÁRIA: VALDI ERCOLANI
HOMENAGEM PÓSTUMA: ODILON ABREU
HOMENAGEM ESPECIAL: MIKITA CABELEIRA

PROGRAMAÇÃO

DIA 01 DE OUTUBRO - QUINTA-FEIRA


10h- Início – Brinquedoteca – CAM/SMEC
Rádio – Feira ( UNIPAMPA)
10h: Peça Teatral A SEMENTINHA – Coordenada pela Agente de Biblioteca Denise Vargas Medeiros- EMEF Onze de Junho
10h : Hora do conto coordenado pela Profª Mariza e desenvolvido pelas alunas do Curso Normal - CESB
10h: Exposições: Mostra dos Trabalhos: Projeto Arte na Escola - SMEC/35ª CRE
Mostra de Artesanato: Mãos Inovadores e Colônia de Pescadores Z 21
Divulgação: Secretaria Municipal do Trabalho, Assitência Social e Cidadania ( Departamento Criança e Adolescente e Departamento Pastoral da Criança).
10h 30min- Conversa com o PATRONO DA FEIRA: ANTÔNIO JESUS DE ANDRADE
13h 30 min: Oficina de Desenho – Ricardo Brasil- Companhia de Desenho
13h 30min: Hora do Conto coodenado pela Profª Mariza Padilha e desenvolvido pelas alunas do Curso Normal - CESB
14h 15min: Sessão de Autógrafos:Livro “Pequenos Escritores” Editado pela Prefeitura de São Borja , através da Biblioteca P. Municipal Getúlio Vargas.
14h 15 min:Projeto: Uma Mão lava Outra desenvolvido pela Biblioteca P. Municipal Getúlio Vargas em parceria Centro de Atendimento Múltiplo – CAM/SMEC, com Oficinas em Braile Profª Martaísa Lucero/ Oficina em Libras Profª Vânia Dela Pase , Maristela Diniz: Jogos Psico-Pedagógicos.
15h - Simultânea de Xadrez
17h: Inauguração do Memorial/ Casa João Goulart.
18h30min: Sessão Autógrafo: LIVRO “ CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL PELA AGRICULTURA E AS NOVAS PERSPECTIVAS COM A MODERNA BIOTECNOLOGIA - LUIZ ALBERTO MAIRESSE E ERVANDIL CORRÊA COSTA.
19h: Sessão de autógrafo do Livro “ENCICLOPÉIA DO FUTEBOL GAÚCHO” Escritor MARCO ANTONIO DAMIAN
20h: Sessão de Autógrafo: LIVROS “VINGANÇA E DANO MORAL” E “69 POEMAS” do Escritor JOÃO CARLOS CEMBRANEL
20h 45min: Show Rítmico - ACADEMIA MARA CABRAL


DIA 02 DE OUTUBRO – SEXTA - FEIRA


8h30min: -PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SENTINELA da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Cidadania (em comemoração ao Dia da Criança)
- Brinquedoteca - CAM/SMEC
- Rádio Feira( UNIPAMPA)
9h: ABERTURA OFICIAL – Entrega das Comendas aos Homenageados
- Homenagem aos estudantes que participaram do Projeto “Pequenos Escritores”.
Exposições :
9h: Divulgação: Secretaria Municipal do Trabalho, Assitência Social e Cidadania ( Departamento Criança e Adolescente e Departamento Pastoral da Criança) Mostra de Artesanatos: Mãos Inovadores e Colônia de Pescadores Z 21
Mostra Projeto: “POESIAS FORA DA ESTANTE” - Bibliotecas Escolares das Escolas Municipais. Departamento Pedagógico/SMEC
10h: Grupo de Dança RETRATO DE INFÂNCIA- EMEF República Argentina
10h: Hora do Conto coordenado pela Profª Mariza Padilha e desenvolvido pelas alunas do Curso Normal - CESB
14h:Oficina de Desenho - Companhia de Desenho- Ricardo Brasil
14h Hora do Conto coordenado pela Profª Mariza Padilha e desenvolvido pelas alunas do Curso Normal - CESB
14h : Sessão de Autógrafo:Livro “Crianças do Rio Grande Escrevendo História – 35ª CRE
14h 15 min:Sessão de Autógrafo:Livro “Pequenos Escritores”- Editado pela Prefeitura de São Borja , através da Biblioteca P. Mun.Getúlio Vargas.
14h 15 min:Projeto: Uma Mão lava Outra desenvolvido pela Biblioteca P. Municipal Getúlio Vargas em parceria Centro de Atendimento Múltiplo - CAM/SMEC , com Oficina em Braile Profª Martaísa Lucero/ Oficina em Libras Profª Vânia Dela Pase, Maristela Diniz: jogos Psico-Pedagógicos.
15h - Simultânea de Xadrez
15h30min: Grupo Teatral AlegrArte do Centro de FormaçãoTereza Verzeri
Peça Teatral “O PALHAÇO E A PALHAÇA QUE NÃO ERAM PALHAÇO”
Duração: 15 min Responsável: Elci Falcão Cezar Martins
15h 45min: Grupo de Canto Instrumental Tereza Verzeri
Músicas: Esperança, Lenda e Nunca Deixe de Sonhar- 20 min
Educadores Responsáveis: Lucio Flavio Correa Lima e Maria Conceição Aquino
16h: SESSÃO PIPOQUINHA (UNIPAMPA) – Exibição de Filme Infantil
18h 30min: Sessão de Autógrafo: “SINAL DOS TEMPOS” do Escritor EUDON OLÉA
19h: PALESTRA “JANGO E SEU TEMPO” Prof. Alberto Magno Barreto Filgueiras e Sessão de Autógrafo :Livro:” A PALAVRA NO TEMPO” ( na Sala do Servidor da Prefeitura de São Borja).
19h 15min: Sessão Pipoquinha – Exibição de Filme e Sessão de Autógrafos dos Professores da UNIPAMPA
19h30 min: Sessão de Autógrafo – LIVRO. “BENS E RIQUEZAS DAS MISSÕES” Editado URCAMP/ Luiza Maria Krieger Gattiboni, Martins Livreiro e Instituto Histórico e Geográfico de São Luiz Gonzaga. Organizado por Anna Olívia do Nascimento e Maria Ivone de Avila Oliveira.
20h: Apresentação Musical: DR. GETÚLIO BAGLIONI – PIANO DIGITAL
20h: Sessão de Autógrafo: LIVRO “O DESPERTAR DE INOCÊNCIO” do Escritor VALDI ERCOLANI
20h 30min: Sessão de Autógrafo:LIVRO “BALAIO DE CAUSO” do Escritor ODILON ABREU. Autografado por Heloisa Lima Abreu.
20h 45min: Sarau dos Poetas

DIA 03 DE OUTUBRO – SÁBADO


10h: Palestra Reinoldo Marquezan - Sala do Servidor- Prefeitura de São Borja
Sessão de autógrafo e Discussão doTema do Livro: “O DEFICIENTE NO DISCURSO DA LEGISLAÇÃO”
10h: Exposições:
Mostra de Livros: GIRIAS DA CIDADE E SELEÇÃO DE MATEMÁTICA Elaborados pelos alunos da EMEF Ubaldo Sorrilha da Costa
Divulgação: Secretaria Municipal do Trabalho, Assitência Social e Cidadania ( Departamento Criança e Adolescente e Departamento Pastoral da Criança).
Mostra de Artesanatos: Mãos Inovadores e Colônia de Pescadores Z 21
10h: Hora do Conto coordenado pela Profª Mariza Padilha e desenvolvido pelas alunas do Curso Normal - CESB
10h : GRUPO DE TEATRO ATOS E BOATOS- EMEF DUQUE DE CAXIAS
Profª Responsável: Serli Fatima de Oliveira
13h 30 min: Oficina de Desenho- Companhia de Desenho - Ricardo Brasil
14h:Hora do Conto: Coordenado pela Profª Mariza Padilha e desenvolvido pelas alunas do Curso Normal - CESB

14h 15 min:Projeto: Uma Mão lava Outra desenvolvido pela Biblioteca P. Municipal Getúlio Vargas em parceria Centro de Atendimento Múltiplos – CAM/SMEC, com Oficinas em Braile”Profª Martaísa/ Oficina em Libras Profª Vânia Dela Pase / Maristela Diniz : jogos Psico-Pedagógicos.
15h: Sessão do Autógrafo do Livro: A ÁRVORE DAS PLUMAS VERMELHAS, da Escritora LIA HELENA MONDADORI
16h -Simultânea de Xadrez
18h 30min: Sessão de Autógrafo Livro “POETICAMENTE MODIFICADO” do Escritor PAULO EDUARDO ROCHA
19h: Escolha da Marca Oficial da Feira do Livro de São Borja.
20h: Sessão de Autógrafo Livro: DR. CABELEIRA. PRAZER EM CONHECÊ-LO” da Escritora MIKITA CABELEIRA.
20h 30min: Sessão de autógrafo: Livro “ AO PÉ DO FOGO” Poesias Gaúchas do Escritor JOSÉ NELSON CORREA.
20h 30min: Show Musical- GRUPO SEM PRECONCEITO

Almoço em boa companhia....

Almoçamos( nada de imperial,por favor...) no sábado, 19/09 - dia que o Lauro Quadros completou 70 anos, o filho de Cornellius, interior de Osório - no Garcias, na Cidade Baixa. Estava cheio de gente de preto. Eram,segundo o Lauro Dieckmann, os "homens de preto". São os maçons.

 

Memórias

Vendo o filme Easy Rider quando nele aparece uma comunidade rural que tenta sobreviver plantando e colhendo dentro de uma proposta de uma nova sociedade - não apenas consumindo drogas, numa saída tri fácil e escapista - me lembrei de uma espécie de comunidade em que fomos viver, eu, emílio chagas, caco barcellos, licínio azevedo,e carlos mossmann, mais algumas companheiras, como nara d´ávila,goretti(então companheira do caco barcellos)viviana. O Carlinhos Caramez nunca morou lá,mas visitava muito e numa certa noite, junto com Jefferson Barros, resolveram fazer um filme lá dentro, que se perdeu e ninguém mais conseguiu reconstituir e ver a cópia.

O " baião" como chamávamos ficava na Cuiabá, 10, no segundo piso, num apartamento amplo, com vários quartos e duas ou três salas.

No começo tudo funcionou legal, mas depois começaram a aparecer os problemas não propriamente de co nvívio, mas de parceira. Havia quem não lavava pratos, havia quem não cooperava com grana e a experiência durou acho que uns seis ou oito meses.
Depois desta experiência, alguns foram morar junto de novo na av. Princesa Isabel. Também residi por pouco tempo neste novo endereço, mas em seguida me mudei para Lima, no Peru, de onde somente voltaria em setembro de 1976.
Quanto a morar junto, um grupo bem grande de pessoas, era uma moda da época. Havia outroas " comunidades" como as chamávamos na época.Em Porto Alegre, havia uma comunidade no IAPI, onde liderava a Maria Helena que eu conhecia de Garopaba.
Foram algumas comunidades que funcionavam em Porto Alegre. Nada era de ninguém, isto na teoria. Na prática era bem diverso. Na comunidade nossa, do " baião" havia quem contribuía mais quem contribuia menos, mas no frigir dos ovos tudo se acertava. É que dividir tetos não é fácil.

macedo x zé otávio


Os leitores se posicionam!
Olides:

publicaste ter ouvido dois depoimentos de quem achou que o Macedo da Gaúcha pegou pesado com o Zé Otávio.
Olha, se só foram dois, eu sou o terceiro que pensa assim também.
Escutei por acaso uma parte do episódio, pois evito ouvir as rádios locais e ler a ZH para não me irritar, especialmente quando estou começando o dia.
Mas o pouco que ouvi, cara, me deixou estarrecido. Esse rapaz da Gaúcha parece que estava tomado por mil demônios, ensandecido, nem parecia jornalista, parecia um Promotor de Justiça acusando um bandido culpado dos mais hediondos crimes.
Afora isso, esse Macedo é muito chato - é daqueles que não deixam os entrevistados completarem o pensamento e dá palpite em tudo. Começou, se não me engano, como um simples repórter esportivo de fundo de campo, agora entende de tudo. Credo!

Lauro Dieckmann

O Lauro manda lenha de novo!

outro palpiteiro furado


por falar em jornalista palpiteiro, o Juremir publicou na coluna dele, hoje (17-9), o texto de um pecuarista dando pau no próprio Juremir. É outro que resolveu dar palpite em tudo e acaba escrevendo bobagem.
Dias atrás, ele andou derrapando na maionese, quando resolveu tratar de questões agropecuárias. Só escreveu bobagens. De volta, levou um taquaraço de um pecuarista. Bem feito!
LD

Essa laura peixoto

 

Agora, o Lauro resolveu se meter

com gente de Lajeado. Vai levar um taquaraço, como se dizia em Serafina!


O blog dessa Laura Peitoxo é muito bom. A guria é ótima. Por que será que no Correinho e na ZH não tem ninguém escrevendo como ela, nem parecido? Só falta, para quebrar o encanto, tu me dizer que ela é feia! Mas, enfim,como dizem nos filmes em que o personagem é veado, ninguém é perfeito.
LD

Coleguinhas

 

* Depois do Lauro Dieckmann elogiou o blog da Laura, só pode aumentar a audiência dela. Já tou começando a pensar em não dar tanta colher pra estes coleguinhas. Engraçado, Lauro, que ela se identifica como ex-jornalista. Tou achando que a ZH e o Correinho não a contratam porque ela se declara ex-....

* Com este elogio, quem vai ficar com ciúme é o Mazzarino, que anda quieto, aprontando o GUAXO!


* Ouvi todo o bate-boca entre o Macedão e o Deputado J.O.Germano. No dia que a roda girar e o Otávio estiver por cima de novo, não sei não...pode sobrar pro ilustre radialista....

* Como disse um dia Jango, o ex-presidente a respeito de seu desafeto e cunhado Leonel de Moura Brizola: O Brizola se não fosse casado com a Neusa não seria tudo isto que ele pensa que é.....

* Cascatinha, o o popular Fernando Albrecht, estava só ouvindo,ontem(17/09) durante o convescote diário do Irpapus....

* Paulinho Quarta-Feira já organiza outro jantar da turma. Quando afinal vão fazer um jantar no Metrópolis,ali perto do Olímpico....

* Elmar Bones, o BICUDO, enfrenta de bom humor a ação de Julieta Vargas Rigotto e 20% da receita de sua empresa fica para pagamento da ação judicial que a mãe do ex-governador lhe moveu por causa da matéria sobre Lindomar Rigotto.

* Mas o Bicudo não é nenhuma vítima: é o prêmio ARI que ganhou com a reportagem? Isto não é patrimônio?Não sei quem perdeu mais nesta....só que a grande mídia não tocou no assunto e ficou restrito a meia dúzia de gatos pingados.

MENEGHETTI " fugiu" mesmo de carro pra P.Fundo!

 

Acho que Meneghetti fugiu mesmo de carro pra P.Fundo. Tudo indica que tenha sido isto mesmo. Mas continuo investigando. Vou tentar falar com o Plínio Cabral pra ver que versão ele dá pra esta história.....Plínio que tinha um escritório de lobista junto com José Bachieri Duarte para ajudar os prefeitos do interior, tinha sido diretor da Tribuna Gaúcha, do Partidão(PCB).Depois bandeou-se pro lado do PSD.

* Sobre Meneghetti: o que me dizem em Serafina é que ele era uma raposa política: chegava aos domingos pra missa das 10 horas: aquela que a elite da cidade assistia( hoje poucos ainda vão à missa) e depois de almoçar com o vigário voltava a Porto Alegre. Sempre se hospedava quando dormia em Serafina na casa do Fioravante Cervieri.

As " boazinhas do Melchiades"

 

Pra amenizar o findi, vão ali duas historinhas do MEL, ou o " MISSIO" como era conhecido Melchiades Stricher que trabalhou em vários veiculos.

" A madre superiora reuniu todas as freiras no salão do convento.
- Eu tenho um fato muito grave para relatar a todas vocês.

Ontem eu estava mexendo nas roupas da lavanderia e encontrei uma roupa íntima masculina entre as roupas.

Todas as freiras fizeram" oooooooh".
A Mariazinha,num canto, fez " ih,ih..."
- E mais tinha um preservativo usado,também
Todas as freiras : " ohhhhhhh". Mariazinha" ihhh.ihhhh"
- E o pior, o preservativo estava furado.

Todas as freiras fizeram " ih ih,ih " E a Mariazinha: " ohhhhhh"!

* As duas moçoilas foram se confessar com o padre.
A primeira:
- Padre, eu fiz uma coisa horrível. Eu estava com o meu namorado na sala e ele me fez pegar aquela coisa dele, e o pior foi que eu gostei.
- Oh, mas que pecado! Vai até a pia de água benta, faz seis sinais da cruz e reza seis padre-nossos.

Aí entrou a segunda no confessionário, enquanto a primeira foi fazer os sinais da cruz. Fez o primeiro, fez o segundo, o terceiro, o quarto, quando chegou a segunda:
- Apura aí, que eu tenho que rezar cem salve-rainhas e fazer cem gargarejos....

Poderá ou não sair prédio

na frente da cantina da Sociedade Estrela?

 

Na av. Miguel Soccol, em Serafina, onde está localizada a pizzaria Grão de Bico, do Beto Chiarello deveria sair um prédio pra aluguel de salas. Mas o MPE e o IPHAN estão tentando embargar a construção de um espigão ali que é justamente pra não tirar a frente da cantina de vinhos que outrora funcionou ali. A cantina hoje está desocupada e nos finais de semana é usada, aos sábados à noite, para cultos de uma religião.

O prédio pertence a Sociedade Estrela Guaporense, que ainda possui inúmeros imóveis na cidade, embora ela não funcione mais.....

 

Zambiasi e Rigotto almoçam

pra combinar dobrafinha?

Não se sabe, não se sabe, mas a lente atenta do "paparazzo" edison castêncio, pode ter pegado,dias atrás, num restaurante de Brasília, dois políticos que estão em evidência; no caso, o ex-governador Rigotto e o senador Sérgio Zambiazi. Do que tratam no almoço?

foto: agencia edison castêncio

Ora pode ser apenas um almoço de colegas, mas político mastiga política 24 hs por dia....


O começo da governadora!

 

No começo dos anos 80, a repórter Suê Terezinha Duarte, da rádio Guaíba, descobrou um professor da Economia da UFRGS, que falava bem e explicava direitinho os planos econômicos. Tratava-se de Carlos Crusius, marido da também professora Yeda Roratto Crusius. Começou a botá-lo em programas importantes e ser fonte pro Renner (o principal noticiário da rádio).


Yeda Rorato Crusius em 1984

 

Poucos meses depois Suê procurou Carlos e ele disse-lhe:
- Suê quem vai te dar entrevista daqui em frente é minha mulher!

Dito e feito! Naqueles anos, começo de 1984, a professora Yeda(atual governadora do RS) era Coordenadora do Curso de Pós Graduação em Economia e Chefe do Setor de Economia do IEPE-RS. Na foto, a então professora da Economia da UFRGS!

Coleguinhas

 

* Só pra me gabar! Fui o primeiro a dizer que o Jackson Lagoa tinha sido demitido da Guaíba. E também ouvi o comentário de que fora porque ele se negara a fazer matéria "contra" a GLOBO!

Não fui muito nesta!

Mas o coleguinha teve seus 15 minutos de fama....

*Jornal VERSÃO , do sindicato dos jornalistas-RS edição última de setembro, publicou em primeira mão a foto do sem-terra Elton Brum, morto por um brigadiano dias atrás em S. Gabriel. Não vou reproduzir a foto porque é meio violenta. Mas o Versão a divulgou e a postou como sendo foto do MST,Não vou fazê-lo porque vai parecer que estou me metendo neste assunto, que é tri complicado....

* O VERSÃO está umbilicalmente ligado ao MST. Isto porque ele nasceu em agosto de 1990, como um protesto dos jornalistas que se reuniram no sindicato reclamando que suas matérias sobre os episódios que acabaram com um brigadiano degolado na Borges.

Palácio do Planalto está em reformas

 

Desde 20 de março deste ano, que o Palácio do Planalto está em reformas. O custo divulgado é de 100 milhões de reais.Enquanto isto o presidente Lula da Silva despacha no Palácio do Alvorada.O projeto da reforma foi do arquiteto Oscar Niemeyer,101 anos.

fotos de edison castêncio

Uma cena do Palácio do Planalto que nunca me esqueci foi do corpo do ex-presidente Tancredo Neves subindo a rampa do Palácio do Planalto,dentro do caixão, e o repórter Alvaro Pereira( que não sei que rumo tomou) narrando pela Globo,ao vivo:
- O presidente sobe finalmente a rampa do Palácio do Planalto mas dentro do caixão!

fotos de edison castêncio

A redação do jornal onde trabalhava parou literalmente para ver a cena. Era o entardecer do dia 22 de abril de 1985, uma segunda-feira e anoitecia em Brasília podendo-se ver pela televisão o pôr-do-sol.

Homenageando o 20 de Setembro, eis a letra do Telmo de Lima Freitas, que neste domingo estará sendo homenageado em S. Borja!


Salve, Olides !

Como combinado, eis aí o poema de Esquilador, clássico do nativismo, letra e música de autoria de Telmo de Lima Freitas.

Esquilador foi a grande vencedora, em 1979, da 9ª Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana.

Na ocasião, foi interpretada por Edson Otto e o Cantores dos Sete Povos.


Quando é tempo de tosquia já clareia o dia com outro sabor
As tesouras cortam em um só compasso enrijecendo o braço do esquilador
Um descascarreia, o outro já maneia e vai levantando para o tosador
Avental de estopa, faixa na cintura e um gole de pura pra espantar o calor

Alma branca igual ao velo, tosando a martelo quase envelheceu
Hoje perguntando para a própria vida pr'onde foi a lida que ele conheceu
Quase um pesadelo, arrepia o pelo do couro curtido do esquilador
Ao cambiar de sorte levou cimbronaço ouvindo o compasso tocado a motor

A vida disfarça lembrando a comparsa quando alinhavava o seu próprio chão
Envidou os pagos numa só parada, 33 de espada, mas perdeu de mão
Nesta vida guapa vivendo de inhapa, vai voltar aos pagos para remoçar
Quem vendeu tesouras na ilusão povoeira, volte pra fronteira para se encontrar
Volte pra fronteira para se encontrar


Mais algumas informações no sentido de colaborar com tua matéria...

Vi que há uma página sobre o Telmo da wikipédia (só que daqui não tenho como acessar a wikipedia - mas acho bom olhares...)

Achei ainda esta informação vinda do MTG ( http://mtgrs.blogspot.com/2009/04/telmo-de-lima-freitas-e-o-patrono-da.html )

Espero ter sido útil.

Abraço !

Victor Hugo

TRENS REGIONAIS DE PASSAGEIROS

Trens Regionais de Passageiros

Estado do Rio Grande do Sul

Piloto nº I CAXIAS DO SUL - BENTO GONÇALVES


CAXIAS DO SUL - BENTO GONÇALVES e os municípios de GARIBALDI, CARLOS BARBOSA e FARROUPILHA

- são 63 km, de linha ferroviária, beneficiando os cinco municípios
- pelo estudo do BNDES, seriam sete unidades duplas

CAXIAS DO SUL população em 2007 de .............. 399.038 habitantes
BENTO GONÇALVES ................ 100.643 habitantes
FARROUPILHA ................ 59. 871habitantes
CARLOS BARBOSA ................ 23. 960 habitantes
GARIBALDI ................. 28. 791habitantes

- população aproximada deste piloto = 650. 000 habitantes


1º -Dentre as 64 ligações ferroviárias do país, bem como dos 14 trechos selecionados, a ligação CAXIAS DO SUL – BENTO GONÇALVES foi apontada como uma das mais auspiciosa. Trata-se de um trecho desativado e não concedido para a operação de carga, cruzando cinco municípios com população densa, elevado nível econômico e cultural, com um dos maiores IDH do Brasil, atividade produtiva diversificada e um dos mais desenvolvidos parques da indústria metal-mecânica do país

2º -A proximidade entre os diversos centros urbanos e a alta densidade proporcionam um cenário excelente de implantação de novos empreendimentos ao longo da linha – habitacionais, culturais, comerciais, industriais, agropecuários, ou de serviços públicos, que com parcerias com o setor privado, poder-se-á levantar recursos financeiros(a exemplo de Águas Claras , no Metro de Brasília) para amortização de dívidas com a implantação do sistema de trem regional Caxias/Bento, ou potencializar as condições de sustentabilidade da operação e permitir o estabelecimento de uma tarifa social.

3º - “Maria Fumaça” – já em operação, entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, um dos mais antigos e bem sucedidos serviços turísticos de “maria –fumaça” do país, existe, por fim, a hipótese de complementar o trecho, estende-o após Bento Gonçalves, até a localidade de Jaboticaba, atravessando uma região de preservação ambiental e grande beleza, agregando à linha mais um importante atrativo turístico.


TRENS REGIONAIS DE PASSAGEIROS

Estado do Rio Grande do Sul

Piloto nº II - Ligação PELOTAS- RIO GRANDE


PELOTAS – RIO GRANDE, podendo incluir CAPÃO DO LEÃO e o Balneário de CASSINO.

- são 52 km, beneficiando os dois municípios
- pelo estudo do BNDES ,inicialmente a operação seria feita por meio de duas unidades duplas.

PELOTAS .......................................................... 339.934 habitantes
RIO GRANDE ..................................................... 194.351 habitantes
CAPÃO DO LEÃO .............................................. 23.665 habitantes

- população aproximada deste piloto – 580.000 habitantes.

1º - As cidade de Rio Grande e Pelotas, no estremo sul do Pais apresentam características sócio-econômicas e culturais bastante semelhantes. O trecho ferroviário delimitado pelos dois municípios é perfeitamente plano e bastante curto – com apenas 52Km, estando desativado em cerca de um terço de sua extensão, trafegando pelos restantes dois terços a média diária de apenas 2,3 pares de trens. A Concessionária local é ALL.

2º - As obras civis para recuperação deste trecho são de pequena monta, e considerando as possibilidades de desenvolvimento econômico e social com a implantação do sistema, bem como o aproveitamento de áreas lindeira da linha para projetos integrados poder público/setor privado, tudo indica a viabilidade do Piloto Pelotas – Rio Grande, inclusive considerando a utilização deste modo de transporte pelo numeroso contingente de universitários da Região.


3º - A possibilidade de ampliação da ligação, alongando sua extensão oeste até um terceiro município – Capão do Leão, e sua extensão até Cassino, balneário tradicional que na primeira metade do século, já dispôs de linha férrea ligando-o a Rio Grande.
Desta forma, ao conferir ao sistema um caráter mais regional, a ele agregando um interesse turístico, cresceria a demanda e seria otimizada a utilização da frota , melhorando a TIR do projeto, ainda que para isso fossem necessários maiores investimentos em obras, decorrentes do alongamento do trecho.

TRENS REGINAIS DE PASSAGEIROS


Estado do Paraná

Piloto nº 3 Ligação LONDRINA – MARINGÁ

LONDRINA – MARINGÁ e os municípios de Cambe, Rolandia, Arapongas, Apucarana, Cambira, Jandaia do Sul, Mandaguari, Marialva, Sarandi, e podendo incluir Paiçandu.

- são 121 Km, beneficiando onze municípios
- pelo estudo do BNDES, seriam 15 unidades quádruplas


LONDRINA (julho de 2006) ............................... 479.833 habitantes
CAMBÉ ................................................................ 96.881habitantes
ROLÂNDIA .......................................................... 53.437 habitantes
ARAPONGAS .................................................... 96.669 habitantes
APUCARANA .................................................... 115.323 habitantes
CAMBIRA .......................................................... 6.862 habitantes
JANDAIA DO SUL ............................................ 19. 534 habitantes
MANDAGUARI ................................................. 31. 890 habitantes
MARIALVA ....................................................... 30.017 habitantes
SARANDI .......................................................... 79.686 habitantes
MARINGÁ ............................................................ 325.968 habitantes

- população aproximada deste piloto = 1.500.000 habitantes

1º - O trecho ferroviário para passageiros LONDRINA – MARINGÁ, compõem uma categoria onde altas demandas envolvidas , aliadas à situação relativamente boa da via permanente, poderão apresentar taxas de retorno surpreendentemente elevadas, sob a ótica privada, mesmo contemplando – duplicação parcial da infra-estrutura, com forma de não conflitar o transporte de passageiros com a operação de carga.

2º - Os onze municípios do trecho, situado no norte do Paraná, congregam uma população superior a um milhão e quinhentos mil habitantes e possuem um padrão de desenvolvimento social e econômico dos mais elevados do país. O dinamismo do setor de serviços na região é representado por atingir quase 32% do total de postos de trabalho do Estado do Paraná. Igualmente relevantes são as atividades industrial e agrícola, especialmente grãos.

3º - A implantação do trem regional de passageiros Londrina – Maringá, pelos Estudos prévios realizados pelo BNDES, exigiriam um volume de recursos financeiros mais elevados, entre os trechos estudados, considerando que a ligação totaliza 121 Km, e para operação do sistema de passageiros, seria necessário a duplicação de mais de 40% dessa extensão. Operado pela ALL, os trens de carga, com intenso movimento principalmente no período da safra agrícola, torna inadequado o compartilhamento da linha entre carga e passageiros. Entretanto, a elevada densidade populacional da região e consequentemente, as grandes demandas observadas – resultam em uma viabilidade econômica do empreendimento, sob o ponte de vista do setor privado, podendo alcançar uma taxa interna de retorno- TIR, bastante atraente.

Agência Edison Castêncio


Durante a comemoração dos seus 60 anos em Brasília, deputada gaúcha recebeu amigos, colegas de partido, lideranças políticas e representantes dos Três Poderes.

Foto: agencia edison castêncio


O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, também prestigiou o aniversário da deputada e destacou a luta de Emilia Fernandes em defesa da igualdade. "Tenho muito prazer em cumprimentar a deputada que tem uma vida política extraordinária.

Foto: agencia edison castêncio

Senadora que foi de grande sucesso, sempre representando muito adequadamente o estado do Rio Grande do Sul e hoje, como deputada, representa muito bem o povo do seu estado, o que demonstra a mim uma grande satisfação na condição de presidente da Câmara. Vejo o movimento que ela faz em prol das mulheres, das boas causas, do Rio Grande do Sul e do Brasil. Tenho muito prazer em cumprimentá-la mais uma vez”, afirmou.

Foto: agencia edison castêncio

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nancy Andrighi, relembrou a época em que ambas lecionavam para crianças no Rio Grande do Sul. “Nós temos um tempo de vida com identidade. Eu fui professora primária e ela também e nos reencontramos depois de muitos anos. Eu admiro a trajetória de Emilia Fernandes pela segurança das suas ideias e posições, mas, principalmente, pelo idealismo da democracia, de um país melhor e sempre pensando no lado humano do cidadão. Esse é, para mim, um dos pontos marcantes da trajetória da minha querida amiga Emilia.”

"Bah Guri, Tu é de Porto!?"

 

Clique aqui para ler o PPS "Bah Guri, Tu é de Porto!?"

 

 

As verdades que viram mentira



Olides:

Nós, os jornalistas, somos apaixonados por trens. As 'fontes' nos dizem que o trem é o segundo transporte mais barato, depois do navio. Então, a gente acha que o caminho é o trem, em vez do caminhão e do ônibus.
Ocorre que no Brasil NÃO TEM PASSAGEIRO SUFICIENTE para sustentar linhas de trens rentáveis. Por isso, o ônibus (no caso do transporte de passageiros) foi tomando conta.
Tem cidade do interior do Estado que a gente chega na rodoviária e quer comprar a passagem de volta, digamos, para o meio da tarde, pois não precisa demorar muito lá. E eles informam que só tem retorno para a Capital lá pela meia-noite.
Ocorre com o trem uma coisa que aprendi há muito tempo na profissão: toda verdade repetida muitas vezes acaba virando mentira.
É o caso dessa nossa babação-de-ovo profissional pelo trem. Nos venderam como uma verdade e a gente não questionou. Continuamos dando guarida (de novo! já coloquei esta expressão noutro post) a projetos mirabolantes de ferrovias e, olha, esse trem-bala que estão projetando para ligar o Rio com SP e com um rabicho para Campinas, nem esse tem garantia de que vá ser tudo o que estão dizendo.
O trem, ao fim e ao cabo, é um trambolhão muito caro.
-------------------

Ocorre algo parecido com a volta-e-meia badalada ligação fluvial entre Porto Alegre e Guaíba. Ah! como o pessoal dá repercussão quando alguém resolve requentar essa idéia. Só que, os coitadinhos, não sabem do outro lado da história, que a Lagoa dos Patos e o Guaíba, em certos momentos, tem condições semelhantes às do mar (quando ocorrem os nossos frequentes temporais) e os ônibus vêm recolhendo passageiros pelo caminho, o que não ocorre com o barco.
Olha, lá pelos anos 80, até chegaram a colocar uma linha em funcionamento, entra POA e Guaíba, mas não durou apenas algumas semanas. O pessoal reclamava que o barco era muito barulhento. E teve um dos pais da idéia, um dos defensores, que retrucou: "Mas o avião Bandeirante é muito barulhento também e a gente anda nele sem problemas" (não precisa explicar o que era o avião Bandeirante, não é, acho que todo mundo que interessa sabe....).

-------------------------

Então, vem aí um e outro cascateiro sem assunto e tenta aquecer, ora o lance do trem, ora o assunto do barco. Tudo tertúlias fácidas para acalentar bovinos.

Lauro Dieckmann

EM PRIMEIRA MÃO!

VLT – O METRÔ LEVE DE BRASÍLIA



O Metrô Leve de Brasília -VLT,será o mais moderno sistema de transporte urbano da América Latina. Você que já viu algumas fotos aérea da capital,sabe que o Plano Piloto se parece muito com um avião. Temos então aqui a Asa Sul e a Asa Norte,ligados por uma grande avenida,chamada de W3.Pois bem,o VLT deverá começar um pouco antes do início da W3 Sul,ou seja, mais precisamente no Aeroporto Internacional JK e deverá terminar no finalzinho da Asa Norte. Um percurso de 23 quilômetros.

 



A nova tecnologia metroferroviária,deverá ,para o desespero de Niemeyer,mudar a paisagem urbana da cidade.
Mas será a primeira cidade latina a oferecer uma tecnologia de metrô leve.
Essa tecnologia,bastante adotada na Europa a partir das duas última décadas,representa ganho em conforto,segurança,regularidade e qualidade de vida por onde passa. Trata-se de uma versão revisitada dos antigos bondes que saíram de circulação das grandes cidades,cedendo à pressão da industria automobilística.


As obras terão inicio ainda este ano e deverão estarem concluídas em 2014,por ocasião da Copa do Mundo,no Brasil.


O METRÔ LEVE- VLT DE Brasília terá:

Extensão do veículo: 42 metros de comprimento
Largura do veículo: 2,65 metros de largura
Quantidade de veículos: 39 veículos
Velocidade: até 70 Km/h.
Capacidade: mais de 400 pass/veiculo
Ruídos: O veículo vai operar silenciosamente,emitindo 20% menos ruido que o volume correspondente em automóveis.

Sérgio Vargas Ross(de Brasília)

Coleguinhas

 

* Rogério Mendelski revelou, ontem, dia 15/09 que anos atrás tentou colocar na rádio Gaúcha frente a frente Diego Casagrande,imitando Antônio Britto e André Haar, imitando Olívio Dutra e promover um debate entre eles. Mas os diretores não deixaram....


* Na terça última, a cidade só comentava o debate " forte" entre o deputado José Otávio Germano e o radialista A.C. Macedão, da Gaúcha. Mas os dois que me comentaram o assunto, me deram uma dica: os dois acharam que o macedão pegou muito pesado e teria extrapolado o limite do jornalista. Façam uma enquete pra ver,então....

* Serpentário estava meio borrocochó, ontem de manhã. havia morrido mais um assíduo frequentador: o delegado Frederico Eduardo Sobbé.

*Edison Castêncio liga de Brasília dando as news...Nem ele que sabe tudo dos bastidores tem uma pista pra onde vai se atirar no ano que vem o senador Ségio Zambiazi(PTB).

Afinal, Ildo Meneghetti fugiu pra P.Fundo de que?

 

Gaúcho que é gaúcho gosta de uma polêmica...e agora se levantou mais uma: de que afinalfugiu o velho Menegha pra P.Fundo? de carrou ou de avião...

Pesquisando com gente que viveu aqueles dias, levantei algumas hipóteses:

1) Teria ido mesmo de carro

2) a Histórinha de que perguntaram pra ele como iria a " Burra" ele teria dito: de ônibus é puro folclore. Meneghetti jamais chamaria sua esposa Judith de burra. A burra no caso era onde se guardava o dinheiro( os pacatões)

3)Agora é sério: Meneghetti foi pra P.Fundo porque lá o Cel. Gonçalino de Carvalho( presidente do 14 de Julho de lá e que vem a ser tio do chargista Marco Aurélio) deu guarida ao governador. Ele era cel da BM.

4)Em lá chegando, deram-se conta que não havia dinheiro. Veio para Porto Alegre um jatinho pra buscar dinheiro no Banrisul. Este jatinho teria,depois,descido em S.Maria e o acompanhante desceu dele. Ato seguido, o piloto fugiu com ele pro Uruguai levando junto a grana que vieram buscar do Banrisul.

5) Por aqueles idos de março,abril de 1964, Plínio Cabral , que fora do Partidão(PCB e dirigente da Tribuna Gaúcha, o jornal editado pelo Partidão)e era então chefe da casa civil de Meneghetti deixou crescer a barba e um dia se fazendo passar por um fidelito( adepto de Fidel Castro) fez abrir a porta do Palácio Piratini, que estaria ocupado...

6)Sereno Chaise me contou( esta ninguém pode negar) que ele demoveu uma turma que no dia 01/04/1964 ir asubindo a Borges de Medeiros pra tomar o Piratini porque achou que aquilo poderia ser uma cilada e todos morrerem dentro do Palácio....O mais resistente,disse Sereno, foi um miltiar, do Exército, que participara da Intentona Comunista, de 1935.
7) Esta é muito boa: o motorista que trouxe Meneghetti de volta de P.Fundo, de carro, era do DAER e contou ao repórter IB Kern, ainda vivo( com 90 anos e inteirinho da silva)que de P.Fundo até Porto Alegre, ao longo do caminho, o carro de Menheghetti, então governador, veio sendo bombardeado de laranjas,pedras,bergamotas, batatas. Tudo o que achavam atiravam no carro do governador....

8)Ninguém está aqui subsestimando a astúcia de um político, no caso Meneghetti, que nunca perdeu uma eleição a que concorreu....
9) Quem se habilita a uma biografia de fôlego?

TODT / Punta Ballena

 

A fabricante uruguaia de alfajores Punta Ballena está ampliando sua presença no mercado brasileiro


ZAFFARI COMERCIALIZA LINHA
DE ALFAJORES PUNTA BALLENA


A fabricante uruguaia de alfajores Punta Ballena está ampliando sua presença no mercado brasileiro. A partir de agora, a marca começa a ser comercializada nas 28 lojas da rede Zaffari no Estado. Numa etapa inicial, estarão à venda dois produtos considerados top de linha: o alfajor com recheio de doce de leite e cobertura de chocolate branco e cobertura de chocolate preto, além de uma opção mais popular – a linha Impacto, que está sendo lançada a preços menores. O representante exclusivo da Punta Ballena para o Brasil, Marco Vanzini, comemora o acordo fechado com a principal rede supermercadista gaúcha e já anuncia que está em negociação a inclusão de outros produtos no contrato, entre os quais o doce de leite. “A partir de agora, os consumidores gaúchos poderão se abastecer no seu supermercado com os alfajores e outros produtos de alta qualidade fabricados pela Punta Ballena que estão habituados a trazer em suas viagens ao Uruguai e Argentina”, resume Vanzini.

O Rio carreiro saiu dos limites!

 

Nas últimas chuvas podemos ver a quantidade de água que foi parar no rio Carreiro.

Foto: Foto Video Romano(serafina corrêa)

Na segunda de manhã, ouvi na rádio Guaíba que as águas do rio Carreiro haviam passado por cima da ponte que foi inaugurada em 4 de outubro de 1968 pelo então governador Walter Perachi Barcellos e pelo prefeito de Serafina Corrêa, Guerino Antônio Massolini(ARENA).

Foto: Foto Video Romano(serafina corrêa)

A ponte vem se segurando há anos e neste última grande enchente do final da semana passada deu pra ver onde a água chegou.

Foto: Foto Video Romano(serafina corrêa)

 

Foto: Foto Video Romano(serafina corrêa)

 

 

Em São Borja:


O Rio Uruguai estava ontem10,56m acima de seu nivel normal. Noticia da Folha de São Borja, ed. nº3386 de16/09/2009.


Dias 17 e 18 de setembro, no Campus da Unipampa em São Borja, o Grupo de Pesquisa História da Mídia e o Instituto João Goulart promovem o Seminário "1964-2009: 45 anos do golpe de 64", na Câmara Municipal de Vereadores. Abertura as 18h. de quinta-feira. Haverá exibição do documentário"1964 - 40 anos realizado pela TV Senado, Considerações sobre o contexto histórico do período pelo professor Ronaldo Colvero (Unipampa/GPHM), produção televisiva documental com a Profª Cárlida Emerim (Unipampa/GOHM) e repercussões sociais do período com o advogado Christopher Goulart. Debates. Na 6ªf. A historiadora Jandira Lopes(pesquisadora colaboradora do GPHM) apresenta a configuração política ao longo deste período e o publicitário João Alexandre Goulart com "a propaganda em favor do regime". O Grupo de Pesquisa de História da Mídia (GPHM) é coordenado pelos professores Marcelo Rocha, Cárlida Emerim, Mara Ribeiro e Ronaldo Colvero sendo alunos pesquisadores Daiane Fresinghelli, Lucas Carvalho, Tiago radeski, Luciano Costa, Gabriela Oliveira, Karin Franco e Daniela Balbueno. Noticia da Folha de São Borja.

Fonte: Folha de S. Borja

 

EASY RIDER é o mais político

dos filmes da amostra Flower Power!


O final que não tá com nada,né, disse o porteiro do sindibancários na noite que vi o filme Easy Rider(Sem Destino) esta semana!

É não tá com nada,mesmo, pra quem esperava um final feliz, daqueles de happy end,então,imagina...Os dois personagens do filme mortos por caipiras do interior dos USA,quando iam prum festival....

O filme é de longe o mais político da amostra - Woodstock, Yellow Submarine, HAIR são os outros três - . Quando o advogado bêbado que resolve acompanhar os dois andarilhos( vivido por Jack Nicholson)depois de se conhecerem na prisão, diz pro Dennis Hopper, " eles não tem medo de ti, senão daquilo que tu representas" está matada a charada do filme....

Outra parte tri sensível do filme é quando eles encontram uma comunidade que resolve viver no campo, alimentando-se do que plantam,tomando banhos em cascatas e rios naturais,ainda não poluídos...Numa parte, Peter Fonda se vira pro seu colega e diz:
- Nós é que estragamos tudo.

Quando ele diz aquele nós, refere-se à civilização....
É possível viver fora dela, ser um outside....e sobreviver. Os hippies da comunidade rural,bem ou mal,estavam tentando.

Fazia muitos anos que não via o filme e a oportunidade do sindibancários de revê-lo foi tri gratificante, embora estejamos há 40 anos dos sonhos daquele filme.

As drogas - maconha,ácido e afins - estão sempre presente no filme,assim como a liberdade sexual....foi realmente uma época mas o filme de Peter Fonda é o que mais mexe nos podres do capitalismo, dos retrógrados dos costumes que habitam o chamado " país profundo,oucaipira, dos USA".

Não percam o filme, que ainda passa em alguns dias....

TRENS NO SUL

 

Prezado Sergio,

Encaminho a síntese de informações sobre trechos que estão entre os selecionados, e que poderão ser objeto de Estudos de Viabilidade Técnico e Financeiro para implantação dos Trens Regionais no Brasil. Esses trens além de permitir atender as populações inclusive as urbanas, como seria o caso de Caxias do Sul, com um modo de transportes, rápido e seguro, poderia ser fator de fortalecimento das localidades menores, e orientado o desenvolvimento municipal e regional. Ao longo do futuro trem( ou VLT), cada um dos municípios poderá organizar melhor o crescimento e expansão habitacional, de agrovilas, distritos industriais, etc, visto que o transporte e a mobilidade estarão disponíveis, evitando o crescimento desordenado em áreas de risco ou de proteção de mananciais. O gigantismo da Regiões Metropolitanas no Brasil é de assustar: violência e congestionamentos, favelas, etc. O reforço das localidades do interior, por meio de um projeto como o trem regional, com certeza, poderá orientar o desenvolvimento físico territorial do País com maior possibilidade de sustentabilidade e de justiça social.


Claiton

SEU GUEDES E OS GENERAIS


Por volta de junho de 1964,o Rio Grande do Sul, assistiu um dos mais importantes eclipses do sol. A coisa foi tão importante que a NASA construiu na praia do Cassino,em Rio Grande,um observatório monumental. Até pista para jatos eles construíram,entre os moles e a entrada da praia onde estão os hotéis.
Eu fui para lá com o Jairo Bradenburski e o seu Guedes,o nosso motorista. Depois de cobrirmos o eclipse,tínhamos que ir para Rosário,onde as tropas do Terceiro Exercito fariam uma grande manobra militar. Queriam assustar a turma que ameaçava com guerrilhas e outros movimentos. Vieram do Rio,para quedistas e muitos soldados de todo o Rio Grande.
As estradas naquela época,não eram faceis. Em dias de chuva,viravam um lodaçal. Custamos a chegar no front. Quando chegamos,fomos levados para uma barraca,onde dormiriam os coleguinhas. Arrumamos nossas coisas e fomos convidados a comparecer a uma reunião,com o comando geral. Era uma barraca bem grande. Um mapa imenso estava no centro da sala, que estava rodeada de generais, discutindo os planos estratégicos das manobras. Ouvimos atentamente as informações e fomos dispensados para jantar e dormir cedo,pois “a guerra” começaria antes das seis horas da manhã.
Fui para a barraca com o Jairo,para nos preparar para o jantar,que não deveria ser lá essas coisas,quando entrou um sargento,já todo camuflado gritando;”Manchete!!!!,onde está o pessoal da Manchete???” Eu me apresentei e o moço pediu que eu voltasse ao comando e tirasse de lá o nosso motorista..o seu Guedes. Fui e quando entrei na grande barraca a cena era a seguinte: todos os generais estavam de pé rodeando o mapa e o seu Guedes,ajoelhado com os cotovelos em cima da mesa discutindo também. Quando me viu entrar,foi logo gritando:” Serginho,vem aqui e diz para esse generais que as estradas que eles querem usar,nas manobras estão todas alagadas e cheias de atoleiros...Eles vão é quebrar a cara e ficar presos no barro...”
Nós só não saímos do campo de batalha antes do fim da guerra,porque a Manchete daria a movimentação toda a
cores...

A vida como ela é....


O rival nasceu no dia que o Grêmio faz niver
que azarão!!!!


Tenho um colega de profissão que levou um fora há muitos anos, muitos anos atrás daqueles que não se esquece, que se levará pro túmulo. O gajo só queria viajar e quando voltou numa destas tantas viagens, a mulher,. de quem ele era noivo, tinha se apaixonado por um outro cara, por quem por sinal ainda deve estar, porque está casada. E ela é independente do ponto de vista de grana, ah, isto é e muito....

E não é que descobri que por azar dos destinos, este meu amigo e colega de profissão foi jogador do Grêmio Portoalegrense,quando jovem.

Não é que o rival faz niver junto com o Grêmio.

Mas que baita azar,tchê....


O JANTAR DO MAGRO AIRTON COM JK



O Presidente Juscelino, quando voltou do exílio e estava se insinuando a ser candidato novamente à Presidência da República,tentou morar em Brasília. Mas foi simplesmente proibido pelo governo em exercício.
Ele então,tarde da noite, escondido pegava um carro e passeava pela cidade,completamente vazia. Algumas vez até chorava.
Comprou uma pequena fazendinha,nos arredores da Capital. Uma fazendinha que não passava de uma chácara,um pouquinho maior das que existem,lá por perto.
Ele sonhava voltar ao Palácio do Planalto,carregado nos braços do povo,como aconteceu com o velho Getúlio que foi carregado para o Palácio do Catete. Conseguiu aos poucos retornar ao Distrito Federal,com a promessa de não se envolver em política. Isso não era preciso,pois muitos dos seus antigos companheiros,simplesmente o evitavam.
Eu que tinha vindo para Brasília,por determinação do seu Adolpho,para acompanha-lo diariamente,senti na pele a dificuldade em convidar os companheiros mineiros a acompanha-lo em almoço ou jantares ,que tentava organizar na sucursal da Manchete.
Então,saiamos pela cidade em busca de restaurantes,onde comíamos tranqüilamente.

Um desses restaurante,era dirigido por um português e se tornou moda na cidade. Mas além da boa comida lusitana,o velho português tinha uma filha lindíssima e que cantava muito bem. Isso para o Presidente virou atração de todas as noites. Eu, de Bento Gonçalves acostumado a uma boa massa ou a uma boa carne,já não agüentava mais comer comida portuguesa.
Certa ocasião,Juscelino entusiasmado ,me pediu para convidar alguns antigos amigos(muitos senadores e deputados) para um jantar.Ele fez a lista,eu marquei a reserva no restaurante e sai à campo para fazer os convites. Vocês podem não acreditar:mas ninguém ia ficar em Brasília naquela noite. Todo mundo já estava com viagem marcada para Belo Horizonte. Só um dos convidados aceitou,alias o único que sempre aceitava estar com JK,era o velho Tancredo Neves,que foi amigo dele até ao fim.
Data e horário marcado,estava o Presidente e eu no restaurante a espera de alguém que tivesse mudado de idéia. Mas que nada. Ninguém apareceu. Só Tancredo.
O dono do restaurante a cada minuto me cobrava o início da comilança e eu ia procurando driblar o velho português.
Lá pelas tantas eis que a porta principal e se abriu e quem entra? O meu querido amigo Airton Fagundes.
Quando o “Magro” me viu,fez como sempre: me abraçou e me jogou para o alto várias vezes. Me perguntou o que eu estava fazendo por ali. Mostrei a ele o Presidente e disse que estávamos esperando para jantar.
O “Magro” como novo lobista na praça,estava acompanhado por uns vinte empresários gaúchos. Me perguntou se eu poderia apresentar a gauchada ao Presidente. E eu feliz da vida,disse ao Airton:”Magro, só não vou te apresentar o homem,como vocês vão jantar com ele...”
Foi a minha salvação. A turma do Rio Grande voltou a terrinha feliz da vida com o jantar e a atuação do Magro Airton como lobista...


Tiraram o Terlera do seu " potreiro"?


O Adriano Mazzarino, lá de Encantando, tinha a mania de dizer que o local onde o Terlera(J.C) trabalhava era seu potreiro, no sentido de que ali ele se sentia solto. Era seu " espaço",como dizem os psicólogos.Faz mais de dois meses que o J.C. Terlera não pinta no pedaço. O que se sabe é que teria problemas numa das vértebras, na coluna....


João Carlos Terlera

A foto que publico é do Terlera, com seu inseparável cigarrinho, na sua mesa da Assembléia Legislativa. Ali ele deu muitos furos na concorrência, quando pegava notícias. Elvino Remussi disse-me que quando o Terlera assinava a coluna Bastidores ele chegou a ver deputados " se ajoelhando" pedindo para o colunista colocar notas sobre seus projetos. Tal era o poder que o colunista tinha na época. Pode ser um exagero, mas que tinha influência, tinha....

Como diria o Marshal Mac Luhan, o meio é a mensag em. Então o poder era também do jornal onde o colega assinava a coluna.


Os " indios" do VILLA de Santana!

 

Como este site mata a cobra e mostra o pau, eis aí a foto dos índios que o Rogério Mendelski vive badalando no programa Bom Dia da Guaíba. Ele diz que o Villa tem que pagar algum lanche pros índios fazer pajelança pra que os deuses mandem chuva( se bem que agora mandaram chuva até demais sobre o Rio Grande)!


Os Ìndios de Livramento


Na cena da foto, vemos um índio desolado porque o metereologista da rádio Querência FM não pagou um lanche pra ele. Ele está justamente na divisa de Rivera com Livramento....

Diz o colunista que LAJEADO

parou para ver o desfile do travesti....


Segundo leio na coluna do Juremir(não é o machado,não) é o Versetti, no jornal Antena, de Encantado, " Lajeado parou para assistir o ensaio fotográfico do travesti Malu Bismark, que será uma das atrações da próxima edição de O GUAXO" editado pelo Mazzarino.


Adriano Mazzarino e o Guaxo em breve

Haverá ainda uma entrevista do ator pornô Anderson Medeiros, conhecido por DON PICONE.

E as tradicionais gozações do Mazza.

Cuidado, Mazza, que uma hora destas vão te pedir pra ser enquadrado na LSN por subversão da ordem constituída e ameaça à integridade da família brasileira....

Irpapus com público recorde na segunda!

 

Não se soube se foi porque o Grêmio ganhou no Recife ou se foi porque o Inter perdeu aqui, mas o Irpapus(grupo de amigos que se reúnem na Rua da Praia na hora do almoço) bombou na última segunda. Há quem diga ainda que foi porque era o primeiro dia útil depois que a deputada Stela Farias(PT) entregou um relatório a jornalistas, onde o lobista Lair Ferst citou o nome de quatro jornalistas, que,segundo ele, mandavam sempre contra ele em seus espaços...E um dos nominados de Lair pertence ao Irpapos e foi na segunda....Nada demais, foi tudo tranquilo....


O Irpapus em assembléia na Rua da Praia

Na foto que ora publico,feita tempos atrás, por sinal, o jornalista nominado está muito bem protegido pelo Nelson CRT e pelo professor Eugênio Lageman, que por sinal sabe das coisas. No fundo,rindo(não se sabe do que se foi uma piada,ou coisa semelhante, com o dedo no queixo, o Paulinho Quarta-Feira....)Vê-se ainda Plínio Dotto, A. Goulart, Mário e Ayres " imobiliária" Cerutti!

 

BRIZOLA E O ENCALHE DA MANCHETE


Brizola estava passando seus últimos dias de exílio,em Nova York com dona Neusa. Quando ele marcou a data para seu retorno ao Brasil,o Justino me chamou e pediu que eu mandasse fazer uma grande matéria com ele e d.Neusa. Justino queria um grande pronunciamento e boas fotos dele arrumando as malas para o seu regresso. Liguei imediatamente para a sucursal americana da Manchete e fiz o pedido do material. Dois dias depois,tudo estava na mesa do Justino que ficou alegríssimo(ele era Brizolista fanático)
Material paginado,revista rodando com a foto do homem e de dona Neusa na capa.
Na quarta feira bem cedo a revista já estava nas bancas. Espectativa geral. Toda redação torcendo pelo material publicado
Só que nessa quarta feira, o Rio amanheceu de baixo de um tremendo temporal. E tempo ruim na quarta feira,na hora em que a revista começava a ser vendida,era encalhe certo...Pois não deu outra. A Manchete com a capa do homem encalhou também seus 70%.
Aí começou a caça aos responsáveis pela idéia de colocar o Brizola na capa. Todo mundo fez cara de paisagem e a culpa caiu inteirinha em cima de mim. Foi uma pena porque o homem, não merecia no seu regresso ao Brasil ter vendido tão pouca revista. Mas o pior:como ele não era o Malluf,não pode comprar o encalhe...

Sergio Ross

Coleguinhas

 

Flávio Tavares atendia o telefone e dizia baixinho:
pois não governador, o rapaz é um bom rapaz....eu conheço...

Esta me foi contada pelo próprio Serginho e espero que não se melindre porque a revelo.Sergio Ross fazia a cobetura pela Ultima Hora( da rua Sete de Setembro 736, embaixo funcionava o cine REX) das férias que o governador Leonel Brizola passava em Capão da Canoa com a família.Um dia o Serginho ouviu na redação da UH, o Flávio Tavares que acho que era editor de Política,ou cobria o Palácio Piratini, falando baixinho,assim, no bocal do fone, junto a uma mesa que ficava no centro da redação e onde os repórteres atendiam ligações:
- Governador, eu conheço o rapaz, é gente boa, não pode ser, mas olha....não deve ser...

Serginho intuiu que a explicação que o Tavares dava a Brizola era sobre ele.

Depois que desligou o fone, Flávio disse pro colega:

- Foram dizer pro Brizola que tu tá te metendo com a dona Neusa. Ele quer mandar te matar!

O Serginho entrou em pânico. Pelo amor de Deus, não era verddade, era uma infâmia.E chegou a se ajoelhar na frente do Tavares pedindo pra ele tirrar aquele baita rolo decima dele. Mas Flávio só dizia isto:

- Não tenho nada a ver com isto, não tenho nada a ver com isto


Judiou do Serginho um bom tempo com o assunto!

GERENCIAMENTO DEFICIENTE PODERÁ
COMPROMETER PAC E OBRAS DA COPA



A deficiência no gerenciamento de projetos, especialmente na área governamental, poderá comprometer o cronograma de execução de investimentos de grande porte no Estado, como o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, Minha Casa, Minha Vida, PAC da Copa e de infraestrutura nos setores de transportes e energia, entre outros. O tema estará em debate nesta quinta-feira (17) às 8h30min, durante café da manhã promovido pela Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS), em sua sede, localizada na Travessa Acylino de Carvalho, nº 33 – 7º andar. O presidente da entidade, Cylon Rosa Neto, lembra que uma área em que é maior a necessidade de qualificação da gestão dos investimentos é a governamental. “É justamente esta uma das causas que retarda o PAC”, exemplifica. O evento contará com a presença da presidente do Project Management Institute – PMI – no Estado, Kelly Oliveira. Com atuação em 171 países e mais de 450 mil membros, o PMI, sediado nos Estados Unidos, atua na difusão do conhecimento sobre gerenciamento de projetos focado em profissionais de áreas como tecnologia da informação, pesquisa, engenharia, petroquímica e setor público, principalmente.

TODT Comunicação

Recebo do Periscópio e publico

 

Conheço o assunto porque trabalhei nesta reportagem. Agora, cada um busca seus direitos na Justiça.!
Periscópio - Notas diárias de política e comportamento

Caso do Jornal Já é exemplar


A falta de clareza nos meandros legais prejudica a compreensão da sociedade sobre a ação da Justiça, sem a qual não existe democracia de verdade
Alguns de vocês, prezados leitores, devem lembrar-se de um dito que a tecnologia tirou de uso: de barriga de mulher, urna eleitoral e cabeça de juiz não se sabe o que pode sair. A ultrassonografia eliminou a primeira interrogação, as pesquisas eleitorais permitem o conhecimento quase exato do que pensa o eleitor, mas ainda persiste a dúvida sobre os magistrados. Parece que isto acontece porque a deusa da justiça as vezes esquece de tirar a venda dos olhos em algumas sentenças, o que também explicaria a lentidão da prestação jurisdicional, pois caminhar sem ver exige cuidado nas pedras, como diria o ministro Joaquim Barbosa.

Em 2001, o Jornal Já, editado há 24 anos em Porto Alegre, publicou uma reportagem, premiada pela ARI e ganhadora do prêmio Esso reg ional, sobre fatos que culminaram com o assassinato, em 1999, do empresário da noite Lindomar Vargas Rigotto, irmão do ex-governador Germano Rigotto. Descontente com a matéria, Julieta Diniz Vargas Rigotto, mãe de ambos, entrou com duas ações na justiça. Uma, por calúnia, injúria e difamação contra o autor da matéria, o jornalista Elmar Bones; outra, indenizatória, contra a editora da publicação, dirigida pelo mesmo jornalista.

As alegações da primeira ação foram fulminadas em primeiro grau, em 2002, pela juíza Isabel de Borba Lucas, hoje desembargadora, que não viu dolo na matéria, de interesse público, baseada em documentos e depoimentos. A decisão foi confirmada por unanimidade em segundo grau pelo Tribunal de Justiça, que negou seguimento a dois recursos intentados. Os três ajuizamentos também mereceram parecer contrário do MP. E a segunda ação? Foi igualmente rejeitada em primeiro grau, mas aceita no segundo grau, através de recurso. Quer dizer: a mesma Corte que decidiu que não havia crime contra a honra, decidiu, por outras cabeças, confirmando o dito em desuso, que a editora deve indenizar a mãe do morto. A aparente contradição é objeto de ação rescisória no STF.

Vocês sabiam do caso? Não, não sabiam, porque os meios de comunicação locais preocupam-se com a liberdade de imprensa apenas quando o interesse de cada um deles é alcançado. Fora disso, é silêncio, como no caso. Não chama a atenção, por exemplo, que na raiz da segunda ação esteja a denúncia do MP contra 34 acusados (23 pessoas físicas e 11 pessoas jurídicas), que tramita desde 1996 na primeira instância (processo nº 10502694894), relacionada com o desvio de R$ 78.9 milhões da CEEE. A quantia, corrigida, equivale hoje a mais de R$ 740 milhões, 17 vezes mais do que o montante da fraude no Detran, que tanto rendeu em vários sentidos.

A reportagem premiada, considerada de interesse público, citou a relevante participação de Lindomar Rigotto no desvio quase bilionário de recursos da concessionária de energia elétrica, através dos contratos “1000 e 1001”, investigados também à época por uma CPI da Assembléia Legislativa. Seu nome lidera a relação de denunciados no processo de 30 volumes e 80 anexos, que fará 14 anos em fevereiro próximo e que corre em segredo de justiça. Aliás, foi um dos primeiros a receber a classificação de reservado, que hoje tornou-se corriqueira, e esconde da sociedade, sem base legal, informações que devem ser públicas.

Enquanto a ação rescisória não é julgada, desde 3 de agosto um perito nomeado pela Justiça controla as contas da editora e bloqueia 20% da receita bruta para garantir o pagamento da estranha indenização, hoje no valor de R$ 54 mil. Até quem não é do ramo sabe o que um confisco desses significa na descapitalização de uma empresa de pequeno porte. Pode levar ao fechamento de um jornal que circula em Porto Alegre há um quarto de século, e de uma casa responsável pela edição de livros que resgatam, com conteúdos de qualidade, episódios e personagens da cultura rio-grandense. Somos mesmo caranguejos no balaio.

 

REABERTURA DO HOSPITAL SÃO FRANCISCO GANHA LOGOMARCA


A proposta de reabertura, através da federalização do Hospital São Francisco de Borja, solicitada ao Ministro da Saúde pelo Vereador Celso Lopes, do PDT, ganhou na última semana logomarca, com o dizer: “Hospital São Francisco, um projeto de vida. Saúde para São Borja e região.”


Foram confeccionados adesivos que já estão circulando pela cidade, como forma de apoio à iniciativa.

Está marcada para a próxima semana a realização de uma audiência pública na Assembléia Legislativa, por iniciativa do Deputado Cássia Carpes, para debater o assunto.

Celso Lopes, diz que a crescente mobilização em torno desta causa é de grande importância, o que demonstra a adesão popular em busca da reativação do antigo Hospital. “Estamos somando forças, e contamos com o apoio de diversos setores da sociedade, para que venhamos a contar com serviços especializados, prestados pelo Governo Federal, como: oncologia, tratamento de dependentes químicos, tuberculose, DST’s, além do serviço de emergência médica.” “Assim, diminuiremos significativamente os custos com transporte de pacientes, que hoje realizam estes tratamentos em centros como Santa Maria e Porto Alegre”, ressalta o Vereador pedetista.


 

ILDO MENEGHETTI
UM POLITICO MODESTO E SIMPLES, MAIS POBRE APÓS A VIDA PÚBLICA


Antonio Pires, que foi seu Secretário de Administração no segundo mandato(1963-66) guarda hoje lembranças de um político modesto, que ao final de sua vida pública se encontrava em dificuldades, com a empresa de engenharia ameaçada de falência

. A dedicação à vida pública resultara em prejuízo a melhor administração de sua empresa . Necessitado de um empréstimo no Banrisul conversou com Antonio Pires, diretor no banco. Confessou-lhe, em lágrimas, que não passaria daquele dia, caso sua empresa fosse a falência, dando a entender que tiraria a própria vida. Submetido ao Conselho de Administração do banco seu pedido de empréstimo foi recusado. Pires sugeriu então ao filho de Meneghetti , que a família concordasse em dar como garantia as ações que detinham na empresa. Estando de acordo, Antonio Pires procurou então o governador Perachi Barcellos, no Palácio Piratini e contou-lhe as aflições que estava passando Meneghetti com a situação difícil na empresa.
Perachi também se emocionou e foi às lágrimas e Antonio Pires, num mesmo dia, viu dois governadores emocionados e chorando.
O empréstimo dessa vez foi concedido.


Ildo Meneghetti nasceu em 15.07.1895 em Porto Alegre, na casa n. 19, da antiga rua da Concórdia, hoje José do Patrocínio, filho de um casal de emigrantes italianos. Casou-se em 1918 com Judith de Mello, tendo com ela os filhos Maria, Olga, João Eurico, Hilda e Enio.
Formou-se em engenharia, na Escola de Engenharia de Porto Alegre , dirigida pelo engenheiro Parobé.
Entrou para a política só aos 52 anos de idade, elegendo-se vereador em l947., creditando-se ao futebol o êxito que obteve nas urnas. A partir de 1929 foi eleito presidente do Internacional., se reelegendo presidente colorado nos anos de 1930, (já no ano seguinte, 1931, inaugura o Estádio dos Eucaliptos) em 33 e 38. Em 34, foi eleito vice-presidente e após Patrono do clube.

Era chamado de “Bruxo”, pois mesmo sem carisma, oratória, porte físico ou grande ambição política, venceu todas as eleições em que concorreu

Em 1947, elege-se vereador e em 1948 foi nomeado prefeito de Porto Alegre pelo Governador Valter Jobim, com a renúncia do prefeito anterior.
Em eleições diretas para prefeito de Porto Alegre venceu Leonel Brizola em 1951.

Em 31 janeiro de 1955, Ildo Meneghetti assume pela primeira vez o governo do Estado, superando Arlindo Pasqualini e Metzler.
Seu primeiro secretariado foi:
Interior – Perachi Barcellos
Governo – Adail de Morais
Obras Públicas – Euclides Triches
Fazenda – Alcides Soares Junior
Educação– Liberato Salzano da Cunha
Agricultura – Orlando Carlos

Meneghetti considerou sua maior obra, então, a construção da ponte sobre o rio Guaíba, idealizada pelo governador anterior Ernesto Dornelles. A ponte recebeu o nome do engenheiro Regis Bitencourt. Mas, quando Leonel Brizola assumiu o governo do Estado, mudou o nome para Travessia Getúlio Vargas. A população alheia a esse jogo político a chama simplesmente de ponte do Guaíba.

Em 31 de janeiro de 63, inicia seu segundo mandato de 4 anos como governador, vencendo nas urnas Egidio Michaelsen e Fernando Ferrari e escolhe o seguinte secretariado:
Interior e Justiça – Fernando Gay da Fonseca
Fazenda – Otto Kaminski
Economia – Daniel Faraco
Obras Publicas – João Magalhães Filho
Agricultura – Adolfo Fetter
Saúde – Helio Herbert dos Santos
Educação – Zilah Mattos Totta
Administração – Antonio Silveira Pires
Habitação – Arnaldo da Costa Prieto
Segurança – Gen. Joaquim Amaro da Silveira
Casa Civil – Plínio Cabral
Casa Militar – Otavio Frota

Na fase final da tumultuada política nacional, antes da deposição do Pres. João Goulart, no golpe militar de 1964, Brizola tenta articular a resistência popular contra o movimento para depor Jango, com base em sua experiência de 1962, quando governador. A Campanha da Legalidade em Porto Alegre, após a renúncia do presidente Jânio Quadros em 25.08.61, havia sido vitoriosa e Jango pode assumir o poder.

Quando grupos populares avançam em direção à Praça da Matriz, para depor o Governador , Meneghetti decide deixar a capital, saindo pelo Colégio Paula Soares, localizado nos fundos do Palácio Piratini, em direção a Passo Fundo.
Na Av. Farrapos, o fusca verde em que viaja o governador é abalroado por outro veículo, mas a viagem pode prosseguir. Há pressa, existe o risco da viagem ser interceptada. Mais adiante o fusca estraga e para prosseguir, o prefeito de Estrela empresta um Chevrolet 48.
Em Passo Fundo, Meneghetti instala a sede do governo estadual no Terceiro Batalhão de Caçadores da Brigada Militar.
Jango chega a Porto Alegre no dia 02 de abril de 1964, desistindo da intenção de usar o Rio Grande do Sul como base para a resistência ao movimento armado. Parte para o exílio no Uruguai do qual nunca mais retornou.
O Governador retorna de Passo Fundo no final da tarde do dia 03 de abril, cansado e coberto de pó, ainda fala de uma janela do Palácio Piratini:

-“Povo do Rio Grande, vosso governador não fugiu. Não desejava ver o sangue correr entre os seus irmãos. Por isso afastou-se em busca de recursos para a vitória. ... A democracia está restabelecida ...” O jornalista Plínio Cabral mostra a imprensa os esquemas defensivos que há mais de um ano.estavam preparados, chamavam-se Operação Aliados, Operação Combate e Operação Farroupilha, esta última corresponde a sua transferência para Passo Fundo.
Quando perguntado sobre se a Revolução de 64..estava cumprindo seus objetivos disse – “Ela era necessária, mas está levando mais tempo do que se pensava para chegar ao fim. É cedo para dizer se atingiu seus desígnios, pois a revolução está em marcha.”

Ainda em abril de 64, o embaixador americano Lincoln Gordon chega ao Rio grande do Sul. A seu pedido, Meneghetti conta-lhe como e porque a sede do governo foi transferida para Passo Fundo.
– “ Afirmam inclusive que fugi do palácio.”
No dia 15 de abril de 64 , Castelo Branco toma posse. E no dia 27, cria a Comissão Geral de Investigações que tinha poderes inclusive na órbita estadual e municipal.
O governo do Rio Grande do Sul institui a sua própria comissão inquisitória. Saem os decretos de expurgos de vários servidores estaduais, assinados sem restrição por Meneghetti, tanto quanto se sabe.
Em 31 de janeiro de 1967, Meneghetti entrega o poder no Estado, ao Coronel da Brigada, Walter Perachi Barcellos, referendado pelo Gen. Castello Branco e encerra sua última passagem como governador do Estado.


(Trechos retirados do livro Ildo Meneghetti, do Adv. Wilson Afonso, coleção Esses Gaúchos, da Editora Tchê, Ed. 1984)

Colaboração de Rosa Maria Lopes Siqueira


Woodstock foi o fim de uma
era, não o começo!

 

Éramos uns 20 vendo o filme Woodstock neste último domingo que está passando no sindibancários.Tem chance de ver de novo no sábado e domingo que vem. Quatro horas de depoimentos e músicos se apresentando. Deu pra cansar a bunda na cadeira.Mas valeu a pena,depois de tantos anos que não via o filme.Éramos ainda muito crianças e muito sonhadores quando o filme passou aqui no começo dos anos 70, no Marabá. Havia ainda o cheiro de maconha dentro do cine, naqueles anos. No domingo, não vi ninguém consumindo drogas durante a sessão. O pessoal ainda mais reservado!

Agora, no filme é uma piração só. Quando a Janis Joplin sobe pra cantar durante a noite, do segundo ou terceiro dia,ela pergunta pra aquela imensidão de cerca de 1 milhão de pessoas( é o que se calculou que passou por ali naqueles três dias de fim de semana) se estão todos " chapados". A Janis, que sabia das coisas, sabia também que a turma ali mandou um fuminho danado....


Mas havia também muito som e liberdade. Como foi bonito ver aquelas crianças peladas, tomando banhos nos açudes e a turma toda se soltando....No início a imprensa burguesa se assustou com a multidão e começou a manchetear: multidão em festival hippie.

Na verdade, não foi apenas um festival Hippie. Foi o ápice de um grande movimento contra a Guerra do Vietname que tinha ainda o Richard Nixon de presidente. Pouco depois ele bailaria da curva com o episódio do Watergate e teria que passar o governo.

Quem não viu o filme nem das primeiras vezes, pode fazê-lo no próximo fim de semana. Depois acho que só passará de novo quando o festival completar 50 anos. Aí seremos todos uns vovozinhos....

No filme impressiona as perfomances de Janis Joplin, Ten Years After, Jimi Hendrix, Joe Coker, e outros conjuntos The Who....Não é apenas uma aula de rock, do rock inicial, é um belo estudo da sociologia. Alguém me perguntou porque os músicos e o público usava a fitinha na cabeça. Era o símbolo do movimento HIPPIE lhe expliquei...Vivi aquela época, em Porto Alegre,quando andávamos com o símbolo dos hippies feito de couro pelos que praticavam o artesanato e o vendiam nas praças públicas.No banco que eu trabalhava, o Unibanco, chegava sempre com ele no peito,carregado. Os colegas do banco achavam graça daquilo e diziam que era a propaganda do volkswagen....

ADOLPHO E A GUERRA DO YON KIPUR

 

O Serginho voltou da Europa e ataca de Yom Kippur...os leitores já haviam sentido sua falta....

ADOLPHO E A GUERRA DO YON KIPUR


No próximo dia 28 de setembro, os judeus do mundo inteiro comemoram o Yon Kipur,o Dia do Perdão. O dia mais importante do judaísmo.
Mas voltando ao ano de 1973, no dia 6 de outubro,eu estava no Rio trabalhando na Manchete. Tinha sido um dia tranqüilo. Nenhum problema. Mas para o seu Adopho não estava nada tranqüilo. Ele havia mandado preparar uma grande festa para comemorar a data. Era o Yon Kipur. Seu Adolpho daria à noite,uma recepção e convidara todos seus amigos judeus do Rio e São Paulo.
Por volta das 19 horas,como eu não tinha sido convidado para a festa,me despedi do pessoal e fui para casa,lastimando não ser um judeu para participar do jantar. E que jantar...
Cheguei em casa, botei três dedos de wiski num copo e fui tomar o meu banho. Do banheiro,eu ouvi o telefone tocar. Não podia ser para mim,pois havia deixado o prédio da Manchete na rua do Russel há poucos minutos. Mas que nada. Uma das minhas filhas bateu na porta do banheiro e deu aquele clássico grito -”Paiiiiiiieeeee,é o seu Adolpho...” Eu não tive dúvida,respondi-”avisa que eu assim que sair do banho,ligo para ele. E continuei cantando e me ensaboando.
Voltou a minha filha-”Paiiiiiiieeeeeee,ele mandou tu sair do chuveiro e falar com ele no telefone agora...” Eu conhecia bem a fera e não tive dúvidas. Me enrolei numa toalha e fui para o telefone. Ele não me perguntou nada e simplesmente mandou que eu me tocasse para o Russel. É claro que me toquei. Eu morava no Leme e 30 minutos depois já estava na Manchete. Subi para o oitavo andar,onde ficava a minha sala e a cena era a seguinte:seu Adolpho,de pé ao lado da minha mesa, estava rodeado pelos mais ilustres judeus do Brasil. Em cima da mesa,ele tinha um mapa que havia arrancado de um livro de geografia e que não media mais de 40 centímetros. O mapa era das Colinas de Golam e do Sinai...
Quando ele me viu,me mandou pegar um telefone e esperar,poi eu teria que fazer muitas ligações.-”Começou a Guerra do Yon Kipur...me disse ...”
Aí comecei a pensar:será que o seu Adolpho,vai querer falar com os seus amigos generais judeus que estão na guerra?
Pensei mais-com a Golda Meir, Primeira Ministra de Israel na época, não tenho dúvidas ele vai querer falar sim. Ela era muito sua amiga...”
Não deu outra. No minuto seguinte,eu já estava entrando em contato com a guerra. As ligações na época,não eram fáceis. Eu falava com uma telefonista em Roma e que completava a ligação com “o front”.
E não é que o homem falava mesmo com os seus amigos .E com o mapinha na mão, dava palpites. Se atendiam as táticas de guerra dele ou não,eu nunca fiquei sabendo,pois só falavam em “ ideche”.
Mas lá pela decima ligação,a telefonista italiana,que eu já imaginava uma Sofia Loren,me pediu desculpas e disse que Israel havia cortado todas as comunicações com o exterior. Seu Adolpho não teve dúvidas,convidou então os seus amigo e foram para decimo andar comemorar o Dia do Perdão. Olhou para mim e mandou”você fica aqui. Eu volto logo para continuar a guerra,mas antes vou mandar servir um jantar para ti. Que jantar...Que lagosta. Que camarão. Que rosbife e …que champagne. Para mim foi um dia de guerra muito bom...
Sergio Ross

Memória da Imprensa!

 

" NO RJ, onde trabalhava, no GLOBO, ACARI recebeu uma intimação:
arruma tuas coisas e vamos embora pra casa!"

Não sei se ainda estão casados( ou estão juntos, como se diz modernamente) mas a Clementina Pinto da Silva e o Acari Amorin eram,além de marido e mulher, colegas de redação na ZH, nos anos 70.

A Clementina era uma fúria só. E os dois têm a Joana,( nascida em 15.10.1979) de quem a Neusa Froés é madrinha.

A Clementina braba eu vi muitas vezes. Era melhor sair de perto. A lenda conta que o Acari andava meio separado dela, alguns anos depois e trabalhando no O GLOBO, no RJ. Um dia ela chegou lá, abriu o apartamento,e ordenou ao marido( ou ex naquela situação)
- ACARI, arruma tuas coisas e vamos embora pra Florianópolis.

Foram!

Clementina Pinto da Silva é portuguesa, com certeza! Nasceu em 22.05.1952 na cidade do Porto.Seus pais são Domingos Alves da Silva e Ana Pinto Ronda. Já residiu em Porto Alegre, na rua Botafogo,879/203.


Acari Amorim, hoje dono da Expressão, revista do estado de SC, nasceu em Blumenau(SC) em 15.07. 1952.Filho de Aleixo Amorim e Bablina Amorim, já residiu,em Porto Alegre,na Rua Lima e Silva,1.200/307.

Pois aí estão os dois colegas que nos anos 90 ainda visitei em Floripa. Depois nos perdemos de vista. Mas naquela oportunidade, a Clementina estava num bom astral e nos recebeu em seu apartamento na Ilha Norte,ou Ala Norte, ou Bahia Norte. O Acari também estava lá mas como sempre quieto.É com carinho que lembro dos dois colegas.

OLIDES E A FAIXA DE SEGURANÇA

 

Eu não disse que o Serginho voltou a milhão! Esta lua de mel fez bem também pro cérebro dele, que está trabalhando adoidado!

Olides

Assim que cheguei em casa,peguei a Zero Hora,o Correio do Povo e o Jornal do Comercio,para me atualizar. Queria recuperar o tempo não perdido na Europa e saber o que estava acontecendo no nosso Rio Grande.
Li com satisfação que vocês aí pretendem adotar a faixa de pedestres,coisa que já fazemos aqui em Brasília à muito tempo e com grande sucesso. Quando iniciamos esta operação,não foi nada fácil. Mas hoje, graças algumas belas e bem boladas campanhas de publicidade,podemos atravessar tranqüilamente nossas ruas.
Eu fico as vezes impressionado com o respeito dos motoristas,pelos pedestres. E sabes da maior?só quem ainda reclama,são alguns gaúchos que estão chegando agora em Brasília. Mas com o tempo eles vão se acostumar.


Outro assunto que tomou conta da capital,foi o assassinato do casal de advogados José Guilherme Villela,sua esposa Maria Villela e da empregada Francisca Nascimento Silva. Como vocês já devem ter lido aí,eles foram mortos com 73 facadas no último dia 28 de agosto. Um crime brutal. A polícia civil,que está no caso,está completamente perdida. Não consegue esclarecer nada. Ontem em nota oficial, através da imprensa,fez um apelo à sociedade. A instituição pede ajuda a qualquer pessoa que possua indícios materiais,como imagens,objetos,papeis diversos,fotografias que envolvam a possível participação de suspeitos no crime. As pistas,podem ser repassadas pelo Disque Denuncia do DF.


O crime é um dos que teve maior repercussão nos últimos tempos por aqui e segundo a delegada que cuida do assassinato, Martha Vargas,o caso possuem muitas perguntas ainda sem respostas.
Mas já tem gente por aqui,que acha que dificilmente o caso será apurado. A policia só admite por enquanto,que a tragédia foi planejada por alguém muito próximo da família que conhecia a rotina dos Villela.
Um outro assunto muito comentado por aqui é o envolvimento do Nelsinho Piquet e de seu pai,na briga com o Flávio Briatore.
Briatore, baixou o nível da discussão e fez duras críticas aos brasileiros,chegando a insinuar um suposto caso de homossexualismo de Nelsinho. A verdade é que o Nelsinho pisou na bola ao topa aceitar a ordem do Briatore de bater num dos muros da pista em Cingapura,e com isso dar a vitoria ao espanhol Fernando Alonso.
Se eu conheço bem o Nelsão como hoje é chamado o pai do Nelsinho,ele não vai deixar por pouco não essa guerra.
Olides me conta uma coisa: li que a seleção do Dunga deverá em maio do ano que vem, treinar no sul por causa do clima frio que vai encontrar na copa da Africa e assim ir se acostumando com a temperatura que vai encontrar por lá. Para isso, não tem lugar melhor do que Bento Gonçalves. Este é um assunto que não precisa mais ser discutido...

 

ANEL DE AMBIÇÕES

 

O Carlos Chagas, na sua coluna que diariamente é publicada em vários jornais do Brasil,escreveu o seguinte:

Com todo o respeito,mas o governo do presidente Lula encontra-se cercado por um anel de perigosas ambições. Venezuela e Colômbia encontram-se a um passo da guerra,mas tanto os presidentes Hugo Chaves quanto Álvaro Uribe,dão-se as mãos no estupro da vontade popular,assegurando-se ambos de um terceiro mandato,quem sabe do quarto e outros posteriores. No Equador e na Bolívia,a mesma coisa. Na Argentina,a alternância é entre marido e mulher.
Como ficamos,diante dessa óbvia distorção da democracia entre nossos hermanos? Até agora o presidente Lula desmente quaisquer pruridos de continuísmo. Lançou Dilma Rousseff e aposta suas fichas na eleição da companheira. Dentro das regras constitucionais,não há mais tempo para mudança nas regras do jogo.
O diabo é que no reverso da medalha surge o fantasma da derrota. A premissa é de que os programas do governo precisam continuar. A popularidade do presidente Lula não deixa dúvidas a respeito da aceitação do modelo em curso. Entregaria o ouro ao bandido,no caso do fracasso da candidatura da Chefe da Casa Civil? Aposta nela,mas na hipótese de que não decole,reconheceria a débacle?Ou cederia ao apelo das forças que o apóiam,no sentido de que,para preservar o poder,vale tudo? Que tal o exemplo de nossos vizinhos? As elites privilegiadas,aquelas da prevalência do capital financeiro sobre a produção,ficariam felizes se nada mudasse. As massas, também. Conseguiria a classe média opor-se à corrente? Ou também ela,ou parte dela,cederia ao que já se chama de “o império das circunstâncias?” Se a frio não dá mais,por que não a quente? De golpes nossa História anda repleta.”Lembrai-vos de 37” ainda assusta,mas muito maior medo vem,de episódios posteriores. Getúlio foi levado ao suicídio,Juscelino quase não tomou posse,Jânio renunciou,Jango foi deposto,Castello prorrogou seu mandato,Médici usurpou o poder,Geisel ganhou um ano a mais,Figueiredo,dois,Collor foi catapultado e Fernando Henrique comprou o segundo mandato.

Sergio Ross

Memória da Imprensa

 

O dia em que um
fotógrafo fez muita falta.


Vou contar alguns bastidores da repórtagem que redundou na matéria Dossie Rigotto que está sendo publicado notícia aqui neste site mandada pelo periscópio. A matéria foi desenvolvida por mim, pelo Cleber Dioni,pelo Santafé,acho que o nome é Mário, e a Adriana Lampert.

Batalhamos muito por esta matéria. Fui duas vezes ao local dos acontecimentos, ou seja, Atlântida e Capão da Canoa.Na primeira vez, com o fotógrafo Cléber Dioni, chegou a termos que ficar parados porque a PRF nos pediu documentos e não tínhamos. O carrinho da Já Editores tinha gasolina, não documentos. Mas seguimos em frente.
Lá entrevistei o delegado do caso e entrevistei motoristas de táxi que viram a fuga dos ladrões da boite do Lindomar Rigotto. Acho que tenho estas fotos. Estas fotos minhas entrevistando os taxistas. Como era verão, lembro que um deles estava de b ermudas....
Reconstituímos o local dos fatos e como teriam acontecido.

Na segunda vez que fui, fui em companhia do editor Bicudo, ou Elmar Bones. O Bicudo só queria dormir na direção.Ele parou umas dez vezes o carro, principalmente na volta, quando foi tomado pelo sono.

E para surpresa nossa, quando chegamos ao forum de Capão da Canoa, o cartório nos liberou o processo do Lindomar Rigotto. Pode ver ali as fotos feitas pela Perícia.Vi o local onde abala entrou no olho direito do ex-homem da noite.
E nenhum de nós tinha uma máquina fotógrafica para reproduzirmos as fotos. Ficamos ali com o processo na mão, um olhando pra cara do outro....Por isto sempre que ouço algum débil mental(sempre existem) dizendo que o Teti Rigotto não morreu está no Paraguai, tenho ganas de estrangulá-lo...
É só ele ir no fórum de Capão da Canoa, onde ainda deve estar o processo e vez as fotos que a criminalistica fez do Lindomar Rigotto pra ver o balaço que o atingiu.E lembro bem que no sábado de manhã que liguei para o então deputado federal Germano Rigotto pra entrevistá-lo ele me avisou:
- Minha mãe vai processar todo mundo que falar no Lindomar!
E ao que parece processou.

 

O Lauro não quer que toquem no Porto


Olides,
tempos atrás, andaste dando guarida (essa é boa!) para um pessoal que está propondo fazer terra-arrasada do porto. bem, hoje, eu estava pesquisando na internet e descobri o que segue:

"O Cais Mauá é uma seção do porto fluvial de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, cujas características especiais o fizeram ser protegido pelos Patrimônios Históricos Nacional e Municipal.
A importância histórica do Cais Mauá reside no fato de sua construção ter representado um imenso esforço do governo e da sociedade gaúcha, no início do século XX, em direção à modernização urbana e ao desenvolvimento econômico. As estruturas levantadas também estabeleceram novos padrões de higiene, funcionalidade e estética para a construção civil.
O conjunto não foi construído de uma só vez, mas em etapas, a partir do primeiro trecho do cais que faz frente para a Praça da Alfândega, este datando de 1911-1913. O pórtico central e os armazéns A e B são do período entre 1919 e 1922. Os demais armazéns datam de 1917 a 1927, e o prédio do DEPREC surgiu apenas em 1947.
Características singulares de sua construção também deram razões para que o conjunto fosse protegido. A estrutura dos Armazéns A1, A2, A3, A4, A5, B1, B2 e B3 compõe-se de peças metálicas rebitadas em ferro, importadas da empresa Daydée, de Paris, e montadas no local. Os vãos da estrutura são preenchidos de alvenaria de tijolos maciços. O vão livre é de aproximadamente 20 metros e o comprimento varia em torno de 90 metros para cada armazém. Os armazéns, com suas coberturas com cumeeiras e telhados repetidos em duas águas, criam um ritmo arquitetônico contínuo de belo efeito. Tendo apenas um único pavimento, o seu pé-direito eleva-se de sete a dez metros.
Pórtico central do Cais Mauá
Integram os bens protegidos as gruas para movimentação de carga, que correm em trilhos metálicos na base da estrutura do telhado, os enormes guindastes ao longo do cais, e o pavimento de granito. O edifício sede do DEPREC é um prédio de seis pavimentos, e seu estilo caracteriza a evolução do ecletismo para o art déco. A estrutura do prédio é de alvenaria portante com vigamento e entrepisos de concreto, e as paredes são revestidas por reboco.
O pórtico central e os armazéns A e B foram declarados patrimônio histórico nacional em 1983, e o restante do conjunto foi protegido pelo município em 11 de outubro de 1996, sob o nº 46 do Livro Tombo."

explicação: por cais mauá se entende toda aquela parte antiga, que vai do gasômetro até mais ou menos onde fica a rodoviária. esse cais há muito tempo está desativado, pois a trama de ancoragem de navios etc... foi transferida para o cais navegantes, que fica no trecho entre a rodoviária e a ponte móvel.

então, se essa gente não tem mais nada para fazer do que pretender destruir o nosso patrimônio arquitetônico, histórico e cultural, então manda sentarem na ponta da chaminé do gasômetro e ficarem, de lá, olhando a paisagem.
ora, vão se catar!

Em tempo: ah! e se mexerem no porto, o espírito do velho Espanhol vem puxar o pé deles...
LD

A Rosa colabora aqui com este artigo sobre o governador Ildo Meneghetti.

 

Tenho algumas historinhas sobre o ex-governador:

1) Ele nunca perdeu eleição

2) Batia de porta em porta pedindo votos.

3) Aparecia nas comunidades do interior do Estado,assistia missa e depois almoçava com o padre. Era como se diz na gíria uma raposa....

4) Quando" fugiu" para P.Fundo, em 1964, foi pra lá porque o Gonçalino de Carvalho, coronel da Brigada Militar ( que vem a ser tio do chargista Marco Aurélio) lhe garantiu segurança em P.Fundo. Assim,aquela lenda de que ele teria mandado o motorista fugir de Porto Alegre e teria ordenado PÉ NO FUNDO . O motora entendeu PASSO FUNDO e foi pra lá....

5) Foi presidente oito anos do S.C. Internacional, um clube do povo...

6) Apoiava e colaborava com grana os comunistas. João Baptista Aveline, um prócer dos comunistas gaúchos, me contou que eles iam na casa do " MENEGHA" no bairro Moinhos de Vento( parece que a rua Sto Antônio) e eles iam lá buscar uma grana que o Meneghetti colaborava...

7)Conspirou em 1964 pra derrubada do Jango Goulart....


O presidente LULA DA SILVA
aponta o PAPARAZZO!

 

Numa foto publicada aqui dias atrás, no lançamento do Pré-Sal, no Palácio do Planalto,o fotógrafo Edison Castêncio, da agência e site do mesmo nome, conseguiu fotografar o presidente com o dedo em riste apontando para alguém. Era pro próprio Castêncio que Lula se dirigia dizendo, com o sorisso cúmplice de dona Marisa da Silva do lado:

- Olha lá o Paparazzo! olha lá o Paparazzo, que é como é conhecido o fotógrafo gaúcho.

Lula tem uma manha especial de reconher os repórteres e de saber brincar com eles.

Anos atrás, descobriu " na cerquinha" da imprensa, em Salvador, Bahia, sua antiga conhecida, a repórter Valdir dos Santos, de SP, que ele conhecia dos tempos das greves do ABC paulista. Valdir estava lá fazendo uma matéria e Lula era então já presidente. Era uma inauguração. Lula chegou do lado da antiga conhecida e f ez uma foto com ela. A Valdir nunca quis me emprestar a foto pra divulgar.

Caco Barcellos, repórter internacional da Globo, quando estava na Europa, e ia cobrir as viagens do presidente, sempre recebia uma " piscada" do presidente que o reconhecia no meio da multidão.

Não é por nada que o presidente chegou lá....
Tem a manha que o cargo exige!

Coleguinhas

 

* Jackson Lagos foi demitido!

* Maurício Yuren, que era da Guaíba, está na Band

* Nova exigência de crachás na Assembléia Legislativa do Estado. Dizem que é por causa da CPI da Corrupção!

* Marcelo Villas-Boas tem 29 anos de CC na Assembléia Legislativa e Francis Maia 23. Ele assessora a bancada do PTB, ela do PDT.

* Sexta-feira de manhã, passada, dia 11/09, Francis e João Silvestre dando expediente normal na assessoria do PDT.

*Serginho Ros já voltou de sua lua-de-mel de Paris? Os leitores aguardam belos artigos sobre a Europa atual.

Coleguinhas

 


E X C L U S I V O !!!!!

REDE VIDA QUER A TV URBANA!


Recebo um telefonema na chuvosa tarde de sexta-feira, ao meio-dia e fico sabendo que o namora pra compra pela Rede Vida da TV Urbana, ou TV Cristal, está em fase muito adiantada....Seria pra cobrir assuntos de Porto Alegre e da Região Metropolitna....Mas de quem é afinal esta TV Urbana? Isto parece o terceiro segredo de fátima....Sei que ela fica no pédrio do Joquei Clube doRS, na av. Diário de Notícias, na zona sul de Porto Alegre. Antes ficava na av. Venâncio Aires...
A Rede VIDA de televisão compraria a TV Urbana " pra fazer buraco de rua local" como se diz. Seria uma concorrência a TV COM, da RBS TV.

Coleguinhas

 

O encontro dos " papagaios" ainda não tem data!


Os papagaios, um apelido que Júlio Pacheco deu a uma turma de antigos locutores de rádio e tevê que se encontram devezemquando no Forno e Fogão, prum almoço, ainda está sem data. Muitos alegam que é por causa da chuva e papagaio foge do mau tempo....

Mas no próximo encontro a atração principal será o Celso Ferreira, que foi da Gaúcha(rádio) e vive em Blumenau.(SC).

Me recordo sempre do Celso, trabalhava e apresentava um programa na Gaúcha de manhã cedo. Ele era quem segurava as estripolias do repórter Carneiro Lopes.

O Carneiro Lopes quando fecharam a Borregaard, nos anos 70, foi lá fazer uma matéria e os caminhoneiros que transportavam acácias para a fábrica e que perderam seu ganha-pão com o fechamento foram pra cima do carrinho da ZH, um fusquinha. Queriam passar por cima do veículo da emissora.O Carneiro Lopes voltou de Guaíba num verdadeiro pavor,assustando com a hostilidade dos caminhoneiros contra a imprensa.

 

Licinio sofreu
um enfarte!

 

Fico sabendo que o ex-repórter da ZH e Caldas Junior( e editor também) atualmente cineasta muito conhecido de Maputo, Moçambique, sofreu um enfarte. Está de molho em casa, cuidando da filha pequena, a Anais...O Licinio tem 58 anos completados em 28 de maio passado.

Caco foi sondado pela Record!

Já que estamos no âmb ito de celebridades, tomo conhecimento que o apresentador do programa " Profissão Repórter" da TV Globo, foi sondado pela Record. A grana era alta: em torno de 300 mil reais mensais pro Caco e equipe. Mas o Caco acabou de renovar o contrato por mais cinco anos com a Globo e deverá permanecer na Vênus Platinada, como a chamavam nos anos 80.

Memória Política

 

A diáspora de Jango
e Brizola no exílio uruguaio!( Parte I )

O assunto é meio tabu. Nos doze anos que viveram no exílio uruguaio, o cunhado( " cunhado não é parente, Brizola pra presidente!") Jango Goulart(+ em 06.12.1976) e Leonel de Moura Brizola( + 21.06.2004) pouco ou quase nada se falaram. Pior: tinha nisto uma briga familiar,também, porque Jango e Brizola eram cunhados.( Neusa, esposa de Brizola, era irmã de Jango).
Pelos contatos que tinham no Brasil, Jango e Brizola nem recebiam as mesmas pessoas que os visitavam. Havia a turma dos " janguistas" que quando iam ao Uruguai apenas visitavam o ex-presidente e havia os brizolistas(entre eles pode-se citar o Guaragnha(" pombo-correio"), o Josué Guimarães,entre outros.

 

 


"Vai rengo fdp... tú nunca mais voltar vivo ao Brasil" teria dito Brizola a Jango na madrugada decisiva de 02/04/1964.

Onde e quando começou esta diáspora?Há duas versões: há mais provável é que tenha sido no Uruguai,durante a formação da Frente Ampla. " Os dois queriam a mesma coisa: só que um era mais apressadinho e o outro mais conciliador, mais amplo" conta Celeste Penalvo, que viu esta diáspora de perto porque morou perto de Jango 12 anos pois seu marido, Percy Quartiero Penalvo,também um exilado, era administrador das fazendas do ex-presidente no Uruguai.

Uma outra versão dá conta que o desentendimento teria ocorrido em Porto Alegre, quando Jango veio de Brasília, pra voar pro Uruguai, já decidido a não resistir. Brizola teria apresentado a proposta de que o cunhado nomeasse Ministro da Justiça a ele e um outro general fosse nomeado Ministro da Guerra( parece que o Gal. Ladário) e ele se retirasse para S. Borja pra aguardar os acontecimentos. Pela proposta de Brizola, haveria resistência armada ao golpe que se armou em Minas Gerais e que aquela altura já tomara conta do Congresso Nacional com a nomeação de Razieri Mazzili como presidente interino,antes de Castelo Branco ocupar a cadeira de presidente da Revolução de 64.

Este encontro a que outras pessoas também participaram foi na Cristovão Colombo,esquina com Carlos Von Koseritz, na casa do Comandante do III Exército.
Segundo uma testemunha dele,cujo nome ninguém nunca revelou, já madrugada alta, ao ouvir a proposta do cunhado, Jango teria dito:
- Brizola, é por ir atrás de teus conselhos que me encontro na situação que estou....
Ao que em seguida comunicou que se retiraria para S. Borja e de lá iria para Montevideo.
Brizola, ao ver sua proposta recusada pelo cunhado,teria dito:
- Vai rengo filho da puta( Jango mancava de uma perna) tu nunca mais vais voltar vivo a este país! ( Se isto foi verdade, acabou fazendo uma profecia, que se concretizou).

Sondando o terreno.

Jango saiu de manhã cedo da casa( ainda está lá e ainda é ocupada pelo Exército) e alguém avisou aos jornalistas de plantão que ele ainda como presidente iria fazer uma visita a refinaria Alberto Pasqualini,então em construção.Mas estavam na verdade dispistando a imprensa, porque alguém percebeu que estavam colocando muitas malas dentro de um carro. O único repórter que conseguiu filmar a saída de Jango e sua ida para o Salgado Filho pra tomar o avião rumo a S. Borja foi Odilon Lopes(falecido).
Em S. Borja, Jango Goulart ficou literalmente " pulando" de fazenda em fazenda, dele e dos amigos,porque ficou sondando o governo de Montevideo pra saber se o receberia como presidente exilado.
Quem fez este transporte do Jango foi seu piloto Maneco Leãns, que no meio dos amigos de Jango , ficou conhecido como " o piloto". Foi ele inclusive, que pouco depois, veio buscar o governador Brizola, numa praia do litoral gaúcho, Pinhal ou Cidreira.( continua...)

Lauro Dieckmann
e a ARI!

laurinho não perdoa...

Aula de MUSEOLOGIA na ARI. Bem apropriado! (LD)

Recebo do Lauro Dieckmann!


O que é que esse verdi anda fazendo na vida? ele foi da minha turma na famecos, depois engajou na marinha como oficial temporário. depois, pelo que soube, voltou para poa. mas não sei o que ele faz atualmente

Mais uma pedrada do Laurinho!


Pra ti ver como anda o prestígio da guaíba: a guria das libras confundiu a cidade com a rádio.toooooing

O Lauro sabe tudo do Getúlio Vargas!Mais que o Juremir? Olha, o professor vai ficar com ciúme....

 

Getúlio foi até da academia brasileira de letras!!!!!!!!!!!!!!!

Agência Edison Castêncio( de Brasília)

 

A Mesa do Senado transferiu para a próxima terça-feira a conclusão da votação da proposta de reforma eleitoral (PLC 141/09). O anúncio foi feito pelo presidente José Sarney, após a constatação da falta de quórum e da impossibilidade de contatar os relatores da proposta , senadores Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e Marco Maciel (DEM-PE).

Na noite de quarta-feira, o Plenário aprovou o texto básico da reforma, com quatro emendas apresentadas por Maciel e Azeredo. A sessão foi suspensa às 22h30, por falta de quórum, e deveria continuar às 9h de ontem. Porém, a realização da sessão de homenagem aos 60 anos da Associação dos Magistrados Brasileiros fez com que a sessão fosse novamente adiada para as 14h.

Foto: Agência Edison Castêncio( de Brasília)

No início da sessão de ontem, Aloizio Mercadante (PT-SP) pressionou Mão Santa (PMDB-PI), que presidia os trabalhos, por uma definição.

– Percebo um movimento discreto para esvaziar uma pauta que é fundamental para a cidadania. Acho que isso é um erro político. Espero que seja um erro passageiro. Essa reforma já é absolutamente ineficiente. Mas não fazer nem isso é inaceitável – disse Mercadante.

O líder do PT alertou para o fato de que, caso não sejam votadas as emendas apresentadas pelos senadores, prevalecerá o texto da Câmara, que impõe restrições ao uso da internet nas campanhas eleitorais. Na quarta-feira, as emendas sobre a cobertura jornalística por empresas de comunicação na rede não chegaram a ser apreciadas. Mercadante frisou que uma nova legislação precisa ser sancionada e publicada no Diário Oficial da União até 2 de outubro para valer nas próximas eleições.

Foto: Agência Edison Castêncio( de Brasília)

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) também defendeu a eliminação de todas as restrições que restam para que a internet possa ser usada de maneira ampla e democrática durante a campanha eleitoral.

Pedro Simon (PMDB-RS) disse compartilhar da indignação de Mercadante.

– Não há razão para a essa altura não estarem sentados à Mesa os dois relatores e o presidente do Senado – ponderou.

Renato Casagrande (PSB-ES) reforçou o apelo para que, na terça-feira, todos os senadores estejam presentes em Plenário para a retomada das votações. João Pedro (PT-AM) e Epitácio Cafeteira (PTB-MA) também cobraram uma definição.

Pre-Sal

 

No Senado, o Pré-Sal é assunto!

Foto:Agênica Edison Castêncio.


Lobão discute constitucionalidade do modelo de exploração do pré-sal
Atividade que pode tornar o Brasil o sétimo produtor mundial de petróleo traz oportunidades e riscos.

Foto: Agênica Edison Castêncio.

Audiência nas comissões de Assuntos Econômicos e de Infraestrutura discute o modelo de exploração e a destinação da riqueza que vem do mar.

Foto: Agênica Edison Castêncio.

Mas na Comissão de Direitos Humanos há preocupação com o futuro.

Coleguinhas

* IB KERN completou 90 anos dia 11/09. Lançará em outubro seu segundo livro, o Sementes de Fogo. Obra ficcional.

* Ah, eu sabia: O Lauro Dieckmann foi sim assessor de imprensa: da Câmara Brasil Alemanha. Foi mais pra quebrar o galho dos caras. E quase ficou....

* Digo isto porque nos anos 70 ser assessor de imprensa era o cúmulo da desonra.Era uma bobagem mas que funcionava e muito...
*" Chapa-Branca" se dizia a jornalista que trabalhava fora de redação....Mas com o tempo este preconceito foi caindo e hoje 70% dos empregos de jornalismo são de assessores de imprensa.


Coleguinhas

 

* O assunto predominante nas conversas do sábado passado entre coleguinhas foi a matéria da ZH em que citava 4 colegas citados por Lair Ferst.
( segundo o Lair, eles queriam "prejudicá-lo" nas suas matérias).

* Nenhum dos quatro, ao que parece, quis falar com o jornal que publicou a notícia. É engraçado, os quatro foram funcionários da ZH: Fernando Albrecht, Rogério Mendelski, Políbio Braga e
José Barrienuevo.

Coleguinhas

 

* Morreu Antoninho Barcellos, que vem a ser tio do repórter Caco Barcellos- era irmão do seu pai,Nércio( e de outros ,por supuesto). Foi enterrado,ontem,dia 10/09 no Cemitério Jardim da Paz. O Antoninho foi linotipista do Correio do Povo e trabalhou mais de 20 anos como CC no Palácio Piratini. Caco não pode vir ao enterro do tio, porque tinha uma palestra no Amazonas. Tentou transferir, mas não foi possível.

* Coluna Sexo Sem Segredo , a melhor parte do O SUL foi tirada do jornal. Pelo menos ontem,10/09 não circulou....

* ARI recebeu visita de uma turma da FABICO na noite de quarta última,dia 09/09/2009. Foi um período de aula de museologia e alunos e professora aproveitaram pra conhecer a arrumação que as duas museologas contratadas por um convênio fizeram no ano passado no fichário da entidade. Estava tudo bagunçado, mas elas colocaram em dia.

*Queixa de um dirigente da ARI: o churrasco cantado em prosa e verso que o dirigente Verdi Fachini preparou numa quinta,de surpresa, para os dirigentes e outros colegas, foi " uma costela braba"! Foi servido na cobertura do prédio...
Com o Verdi Fachini,iam esperar o que? Picanha de primeira? É querer vender pente pra careca,ou criar ovelha no mato....

* JA,da RBSTV, ontem, 10/09/2009 foi em Dois Irmãos.Zona de colonização alemã. O Anonymus Gourmet, que estava no programa conhece bem aquela região: Seu falecido pai, Antônio Pinheiro Machado Neto, teve um sítio no interior do município.

Niver

Sociais:


* Dia 10 (dia da Imprensa) a executiva Ingrid Schumacher, da Schumacher Insumos está de niver. A idade ela não revela nem morta, mas eu sei....

Salve o Gaúcho, campeão

da Liga dos Amadores !

Este site mata a cobra e mostra o pau!

Eis aí, caro Mazzarino, a foto do Gaúcho, campeão da Liga dos Amadores de 1958.


Da esquerda para a direita: Alda Soccol, Amantino Montanari, Cesar Piccoli Fº,Bartolo Marini (Nino), Adelar, Taparo, Fino (de Bento), Luis Brandini, Adelar (de Bento), Dr Dino Soccol (treinador), Teresinha Corso (de Bento), Zeca (David Canabarro), Rui Soccol(segundo Alfredo Canton, jogava muito...), Pessani(de Santa Catarina), Aldo Soccol, Zequinha (de fora).

 

Reproduzo aqui do meu livro Cidades Vizinhas, Amor e Ódio, o trecho de como foi esta conquista,até hoje lembrada pelos mais antigos.

" Corria o ano de 1958. Serafina Correa era distrito de Guaporé e o município teve que organizar um time de futebol para enfrentar o Independente de Guaporé, pela liga dos amadores.

O Gaúcho , de nome pretensioso, não tinha porém, nem local para treinar. O fazia nos " potreiros do Pasqualotto".
segundo relata Dino Soccol, que foi o treinador e idealizador daquele time memorável. O time foi montado com enxertos de gente de fora. Três jogadores vieram de Porto Alegre, três de Bento Gonçalves,um de Nova Prata, um de Nova Bassano, um de São José de Ouro. Dirigentes do Gaúcho e do Independente vieram a Porto Alegre para entrevistar-se com o presidente da Federação gaúcha de Futebol(FGF), Aneron Correa de Oliveira. Ficou acordado que o time que ganhasse a partida prosseguiria no campeonato, o outro sairia fora.

Os jogadores do Gaúcho se prepararam a semana inteira com treinos.

O estádio de futebol de Serafina Correa foi montado graças à ajuda do Frigorífico Ideal(,depois Perdigão e agora Brasil Foods, que cedeu um terreno localizado ao lado de suas instalações.

Foi uma luta montar aquele estádio de futebol. Foi construído com alambrado, sanitários e 3 degraus de arquibancada. Aquilo,para à época, só faltava ser chamado de monumento.

Na semana do jogo com o Independente de Guaporé, os jogadores do Gaúcho foram levados para " concentrar" longe do borburinho, não da cidade em si, porque era uma pequena vila, mas das possíveis provocações de gente enviada por Guaporé.

No domingo do jogo, o Gaúcho venceu o Independente por 4 a O. Otaviano Busnello ficou furioso com a derota, tentou reverter a situação, mas não foi possível devido ao acordo firmado anteriormente junto a FGF.

O Gaúcho prosseguiu no campeonato da região e venceria o Fortes e Livres de Muçum, um legendário time de futebopl na região, numa disputa memorável. Bastava um empate ao Gaúcho, mas o Fortes e Livres vencia até o último minuoto.

Então veio um pênalti a favor do Gaúcho, não se sabe se arranjado ou não pelo juiz.
O batedor o converteu e o time sagrou-se campeão naquele ano....


O 11 de SETEMBRO!!!!

 

 

Eta data fatal,está. Três tragédias marcaram este dia, que ficou indelevelmente marcado na memória de quem tem 50 anos ou mais.
O 11 de setembro de 1973.

Na redação da Zero Hora, na av. Ipiranga, 1075, uma turma que torcia por Salvador Allende, levado ao poder por uma coligação de centro-esquerda, através do voto popular e democrático, sabe da notícia do suicídio do Presidente Allende(SE SIENTE, SE SIENTE, ALLENDE ESTÁ PRESENTE!!!!!!!)depois deum quartelaço em que o Palácio La Moneda foi bombardeado.

Na salinha do telex, as máquinas JORRAM MILHARES DE informações. Nédio Cechin, o telexista que segurava todas as notícias,está nervoso. Leva para a editoria de Política Internacional, capitaneada pelo Olyr Zavaschi,pilhas e mais pilhas de telex,de cor amarela. Chegam pela UPI, pela France Press, pela AP.

Na salinha dos telex, eu, João Baptista Aveline e a colega Marilene esperamos um telex que diga que o Gal. Prattas, que está neste momento no Sul do Chile, finalmente marche para Santiago e reassuma o Governo Popular. O telex com esta notícia não chegou nunca....O final da vida do Gal. Pratts todos saebem: foi aniquilado pela Operação Condor, em B.Aires.

O 11 de setembro de 2001.
Moro na rua Perpétua Teles,55/203 e saio todas as manhãs para caminhar. É bom pra minha barriga e me faz bem a saúde mental.

Quando estou voltando, encontro o zelador, seo Rui( de um vasto bigode, de um humor infernal mas que comigo sempre foi muito camarada) apavorado na entrada da porta de seu apartamento que fica no andar térreo.
- Derrubaram umas torres nos Estados Unidos, me disse, sem saber concatenar bem o que era.

Entrei em sua casa porque a TV estava ligada e graças ao seo Ruy pude ver, pela tevê, o segundo ataque às torres gêmeas, que no começo dos anos 90 , eu conhecera até o 112 andar onde ficava um restaurante chamado Windows of World( Janelas do Mundo), por conselho da Regina Lantock, uma portoalegrense,então radicada em Nova Iorque.Estupefacto, acompanho o verdadeiro pavor de que é tomada a repórter da TV Globo, Zuleide Silva, que não sabia se transmitia os acontecimentos ou se procurava abrigo.

O pavor maior dela era a notícia que se espalhara de que um avião sequestrado fora direcionado para cair sobre o Pentagono.( sede militar do governo norteamericano).

Os acontecimentos daquele dia dizem que na manhã do dia 11 de setembro de 2001 quatro aviões comerciais foram sequestrados sendo que dois deles colidriam contra as torres gêmeas do Wordl Trade Center, em Manatham, Nova Iorque.
Os ataques de 11 de setembro, também chamados de atentados de 11 de setembro foram uma série de ataques suicidas coordenados pela Al-Qaeda, contra alvos civis nos Estados Unidos da América em 11/09/2001.

Na manhã deste dia quatro aviões comerciais foram sequestrados sendo que dois deles colidram contra as torres do World Trade Center em Manhattan, NY. Um terceiro avião, o AMERICAN AIRLINES FLIGHT 77 foi direcionado pelos sequestradores para uma colisão contra o Pentágono(sede militar do governo norteamericano, no Condado de Arlington, Virgínia. Os destroços do quarto avião que atingiria o Capitólio, o United Airlines Flight 93 foram encontrados espalhados num campo próximo de Shanksville, Pensilvânia.

A versão oficial apresentada pelo governo norteamericano reporta que os passageiros enfrentaram os supostos sequestradores e que,durante este ataque, o avião caiu . Os atentados causaram a morte de 3234 pessoas e o desaparecimento de 24.

Lendas e versões que se espalharam sobre este episódio:

* Nenhum judeu estava no World Trade Center quando os dois aviões as atingiram. Dizem até que um pesquisador se deu ao trabalho de investigar todos os nomes dos mortos e que nenhum seria de origem judaica, o que provaria que os judeus sabiam de antemão que as torres seriam atacadas...

* Um portoalegrense, a socióloga Zaira Maria Arretche esteve em NY depois do atentado e me disse que visitou a área das torres gêmas. Ela sentiu um enorme cheiro de queimado. " Como se fosse o cheiro de uma galinha sendo assada".

Há um outro dia 11 que marcou a história recente com uma tragédia . Foi o 11 de março de 2004, quando terroristas explodiram quatro vagões do metrô matando 191 pessoas e ferindo 1.700 passageiros. As explosões se deram nas estações de ATOCHA, EL POZO DEL TIO RAIMUNDO e Santa Eugênia.


A aposentadoria da velha máquina de escrever!

 

O velho instrumento de trabalho das redações já foi devidamente aposentado. A máquina de escrever. Cada redator ou repórter "tinha a sua máquina". Uma vez na redação da Folha da Tarde, Wanderley Soares e Carlos A. Kolecza se desentenderam tudo por causa da máquina de escrever. Wanderley escrevia na máquina que Kolecza costumava trabalhar mas não levantou dela porque não gostou do jeito que Kolecza lhe pediu pra sair da "sua máquina".Ter uma máquina só para si naqueles anos era o sinônimo de um grande status dentro da redação!


Cigarro e adrenalina a bomba-relógio das redações

Quando um editor encontrava um " ratão de redação" - um repórter novato, um foca, ou um contínuo escrevendo alguma coisa, ele apenas dizia:

- Sai,sai, deixa eu trabalhar,sem perceber que o outro também estava trabalhando.

Disse-me o consertador e limpador de máquinas da Zero Hora, seo Ebanês Flores, de que muita s máquinas chegavam para serem limpas com mijo dentro e alguma vez até outra coisa mais pesada...."Os repórteres maltratavam as máquinas". Tinham raiva delas, disse-me Ebanês, um dos últimos consertadores de máquinas que ainda sobrevivem em Porto Alegre e no RS. "Os repórteres tinham a mania de tirar a tampa da máquina" acrescentou Flores. Ele acha que os redatores faziam isto " para ver as letrinhas batendo na lauda e ler o que se ia escrevendo...."

Seja para o que fosse, as redações com os computadores, foram ficando silenciosas.

Um dos que lideraram a troca de máquina de escrever por computador foi o atual titular da coluna Almanaque da ZH, Olyr Zavaschi. " Sempre sonhei com uma redação silenciosa" disse ele. Outros gostaram da troca- feita entre 1988 e 1990 - porque o cigarro foi proibido dentro das redações. Alguns acham que isto foi mais para proteger os computadores que outra coisa, mas enfim, o resultado foi o mesmo. A redação passou a ser um território proibido para o cigarro e os fumantes tiveram que usar o fumódromo, que ficava do lado de fora....

De qualquer modo, cigarro e uma máquina de escrever foram nos anos 60,70,80 do século passado um símbolo da redação de um jornal,tevê ou rádio. Isto foi agora para o museu....

Coleguinhas

 

* Diálogo ontem,dia 10.09. na salinha J.C. Terlera entre uma das funciárias LIBRA(tradutora de sinais para TV Assembléia) com a repórter Ieda Risco.
- Estas indo pra onde Ieda..
- Pra Guaíba

- Ah, vais te mudar pra aquela cidade....

Confundiu a rádio, com a cidade....risadas gerais dos poucos presentes.

Memória Política

EXCLUSIVO!

" O MDB só queria
os ossos do JANGO ! "


Celeste Penalvo, viúva do ex-administrador das fazendas do presidente João Goulart na Argentina e no Uruguai, Percy Quartiero Penalvo, disse-me em 03.12.2006 que quando estava no exílio Jango nunca recebeu a visita do senador Pedro Simon(MDB,depois PMDB). " O Simon visitou duas vezes no exílio o Brizola( Leonel de Moura) mas nunca esteve com o Jango. O presidente Jango sempre nos dizia que a Oposição queria era ver os ossos dos exilados e não a volta deles" disse ela.
No enterro de Jango, no dia 08.12.1976, no cemitério Jardim da Paz, em S. Borja, as lideranças do então MDB compareceram em peso,entre elas, Tancredo Neves( futuro presidente eleito do Brasil) o então senador Paulo Brossard de Souza Pinto e o senador Pedro Simon.

 

Carta Testamento:

Nunca em toda a história brasileira, um documento foi tão debatido como a famosa carta-testamento de Getúlio Dornelles Vargas....


O povo ainda lembra de Getúlio Vargas 55 anos depois.

No último dia 24/08, na praça XV de Novembro, em S. Borja, populares pararam para lembrar do líder tragicamente desaparecido. A foto é da Neusa Penalvo....

 

Maneco,seu filho, me disse durante um depoimento que tenho gravado - não sei que importância isto tem se até a Secretaria da Cultura do Município de Porto Alegre onde ele foi prefeito nem se interessou em publicar este documento que colhi lá em 1993 - que a carta-testamento não foi escrita por seu pai, e sim por um jornalista, segundo Maneco, muito inteligente, que " andava sempre pelo Catete" cujo sobrenome era Maciel....

E ela seria lida na ocasião da inauugração da Usina ou Metalúrgica de Mannesmann, em BH, dias antes de Getúlio Vargas se mater, mas ele não o fez devido a situação que reinava no momento....

Agora, há poucos dias surgiu a informação, dada pela coluna de Rosane de Oliveira, de que exitiriam duas cartas-testamento originais. Um outro cidadão teria a posse do outro exemplar. E onde estaria o original, que Jango teria trazido num bolso(pelo menos sempre se passou esta versão) no Museu de Getúlio em S. Borja? Nunca a vi por lá, ou então no Catete???

O fato é que a carta-testamento,se alguém se debruçar seriamente sobre ela, poderá notar que tem um valor literário. Getúlio não era literato,embora fosse um intelecutual....

Carta-Testamento (II)

 

O professor César Pires Machado, na palestra que fez na Câmara de Vereadores de S. Borja no último dia 24/08 enfatizou que o maior gesto político de Getúlio foi o suicídio. "Se ele não tivesse se matado, nós não estaríamos aqui lembrando o 55 ano de sua morte" disse o escritor.

Mijada do Mazzarino!

 

Ah, então o Mazzarino tá fazendo charminho, pode pedir pro Prévidi, que tá mais por fora que umbigo de vedete pelo meno sobre Muçum. Sempre que passo em Muçum,quando vou a Serafina( a maior de todas) tenho de rir com aquele dístico na entrada da cidade: A CAPITAL MUNDIAL DAS PONTES.(Porra, se só tem uma ponte porque é a capital mundial?) Mas só pra inticar contigo, Mazzarino, amanhã ou depois vou botar no meu site uma foto do GAUCHO, de Serafina que ganhou do FORTES E LIVRES de Muçum em 1958 e foi campeão da liga de Amadores. É verdade que o então técnico e capitão do time, o dentista DINO SOCCOL, costuma presentear os juizes com salame e copa, que eram feitos no Frigorífico Ideal do seu pai, o velho e saudoso Miguel Soccol. Mas ganhamos e botamos as faixas....TE VEDARE, TCHO que vou publciar a foto que ganhei no último fim de semana do então goleiro, o " Nino" Marin....aind a vivo e hoje em dia JUSTAOSSI( consertador de ossos) ou massagista!

Eu sei quem é o camarada que procuras, é um que dançou no meio do barro com o então governador Synval Guazzelli, num episódio que até hoje lembram em Muçum....estes tempos um camarada no Ritter Hotel me contou isto e eu realmente coloquei no site. O Guazzelli,quando era governador no primeiro dos seus mandatos( foi colocado lá pelo presidente Geisel) foi a Muçum e o Johhny foi esperá-lo quando desceu do helicóptero e o Guazzelli ( que não era sopa, filho da Vacaria sabia fazer um agrado aos políticos do interior e em geral )e saiu dançando no barro com o Jonny...Até hoje este episódio é lembrado pelos mais antigos.
Agora tem que tirar a cadeira da bunda, ir a Muçum e conversar com os mais velhos de lá que todo mundo deve saber da história...Devem existir umas 15 ou 20 versões.....

 

Chê!
Tu escreves sobre um tal Johny Bueno, de Muçum, no teu site, e não
sabes sobre o quê estou me referindo????? Vou pedir pro Prévidi se ele
sabe do assunto...

Deve ser culpa do vinho de Serafina e dos ares de Guaporé, a Capital.

mazzarino

 

ProJovem São Leo e Canoas

Não sei o que isto tem a ver, mas o que fui informado é que o SENAI está "obrigando" as empresas (associadas) a contratar dois jovens cada uma. É um programa para aumentar o emprego, evidente que de olho em 2010! ano de eleições!

 

A dança dos urubus!

 

Na segunda, em Serafina( feriado de 7 de setembro) lá pela uma e meia vi uma cena que vai demorar ver de novo: um grupo de urubus(sim,eles) " dançando" no meio das correntes de vento bem altas. Os urubus faziam uma espécie de balé, porque deu pra ver que se deixavam levar pela fúria do vento no ar que estava muito forte. E acima deles, fortes " cumullus nimbus"!

 

Coleguinhas

 

* Ontem, numa roda do serpentário, na Uruguai, alguém perguntou quanto ganha um membro do conselho de administração da ITAIPU BINACIONAL
- Liga pro Collares, alguém sugeriu!

É que o outrora crítico mordaz do presidente Lula foi nomeado para o cargo tempos atrás!


Aliás sobre este jetton hávárias versões: 20 mil dólares mensais, 12 mil dólares mensais e até 68 mil reais mensais já ouvir dizer....

É grana pra " calar " a boca de qualquer um!


CICLO COMEMORATIVO DO CINEMA GAÚCHO


2° Encontro: FICÇÃO E ANIMAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL

PIONEIROS DA ANIMAÇÃO GAÚCHA (2008, 14 min, colorido, sonoro), de Norton Simões e Luiza Tigre.
Documentário sobre os pioneiros do cinema de animação gaúcho. Das primeiras experiências profissionais da Animatographia Filmes nos anos 40 até os anos 70, passando por cineastas como Orlando Dantas e Bruno Hochheim nos anos 50, Moacyr Flores nos anos 60 e por último Edson Acri nos anos 70.
O NÁUFRAGO (195?, 4:45min, pb, sonoro), de N. Furtado e B. Hochheim

MALDITO (2006, 9min, colorido, mudo), de Norton Simões e Lindsei Alves.
Um homem, pouco a pouco vai enlouquecendo devido à repugnância que ele sente por um problema ocular de um idoso. Baseado livremente em um conto de Edgar A. Poe.
EDGAR, O CORVO (?, 10min , colorido, sonoro)

Bate-papo com Luiza Tigre e Norton Simões.

LOCAL: Museu de Comunicação Social
Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
Dia: 12.09.2009
HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA


3° Encontro: DOCUMENTÁRIO, MEMÓRIA.

NOS TRILHOS DA MEMÓRIA (2009, 18 min, colorido, sonoro), de Alexandre Derlan
Nos Trilhos da Memória, curta-metragem de 18 minutos com direção e roteiro de Alex Derlam (Papão e 54 e Ginetes de Ouro), é uma produção da Estação Elétrica Filme e Vídeo. Foi realizado para integrar a exposição de mesmo título, cuja iniciativa é do Tribunal Regional do Trabalho - TRT através do Memorial da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul. O filme resgata histórias e conquistas da classe ferroviária, seu papel decisivo na conquistas de direitos sociais, apresentando imagens inéditas, fotos, objetos, reconstituições de cenas de época e depoimentos emocionantes de ferroviários e ex-ferroviários. O filme apresenta didaticamente, ciclos, períodos e fases do transporte ferroviário, suas contribuições para o progresso e para a criação de diversas cidades.

Bate-papo com Alexandre Derlan e participantes do documentário


LOCAL: Museu de Comunicação Social
Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
Dia: 19.09.2009
HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA

 

4° Encontro: CINEMA, MODA, IMPRENSA E MÚSICA EM PORTO ALEGRE DOS ANOS 1910 a 1930.

FILMES DO MUSEU HIPÓLITO
ITA JORNAL Nº 3 (1927, 5’34”, silencioso, pb, INCOMPLETO), de Eugênio C. Kerrigan. Desfile militar.
ITA JORNAL Nº 4 (1927, 4’25”, silencioso, pb, INCOMPLETO), de Eugênio C. Kerrigan.


Palestras com os pesquisadores Alice Dubina Trusz (A produção e a exibição cinematográficas em Porto Alegre na década de 1920), Julia da Rosa Simões (Saraus, concertos e recitais na Porto Alegre dos anos 20),Thaís Gomes Fraga (A “Loucura da Moda" : anos 20 em Porto Alegre), Carlos Roberto da Costa Leite (Mídia Impressa nas primeiras décadas do século XX).

LOCAL: Museu de Comunicação Social
Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
Dia: 26.09.2009
HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA


O ANIVERSÁRIO DE JUSCELINO



O ano era 1973.O General Medici comandava o país. Juscelino estava de volta do exílio e como tinha se separada de Dona Sara,morava em um dos apartamentos,que existiam no prédio onde funcionava as Empresas Bloch,no Rio.
Seu Adolpho,que só ficou amigo de JK depois dele ter deixado o poder, tratava seu hospede com o maior carinho.
No dia do aniversário do Presidente (no dia 12 de setembro) Seu Adolpho, um grande festeiro,resolveu comemorar no mais alto estilo. Mandou preparar um grande jantar, convidou todos os amigos do Presidente e na edição seguinte,deu na Manchete,quatro páginas em preto e branco,da festa.


A revista era impressa nas segundas feira e nas noite de terça feira,os caminhões começavam a distribuição, principalmente no Rio e São Paulo.
A revista rodava na gráfica que ficava em Parada de Lucas e era comandada por um gaúcho de Mussum, o Johny Bueno que trabalhava na casa à muitos anos
Então nas terças feiras o seu Adolpho ficava na redação até que recebesse algum exemplar. Mas na terça feira,a revista que publicava as inocentes quatro páginas da festa de JK,estava custando a chegar. Quando me preparava para ligar para Parada de Lucas, o Johny me chamou ao telefone. Ele estava assustado e gaguejava. Nem parecia o Jony de Mussum que eu conhecia. Ai,ele me disse:-”a policia federal está aqui em Lucas. Prenderam todos os caminhões que já estavam saindo para São Paulo...”E aí? O que eu ia dizer para o seu Adolpho?Contei então que a Policia Federal havia prendido toda a edição da revista,por causa das quatro páginas do JK. Ele não teve dúvidas.”quero que se fodam,podem ficar com as revistas mas eu não tiro as paginas do Presidente...”
Meia hora depois ,a cúpula estava toda reunida discutindo o que fazer. Sugeriam que o seu Adolpho adiasse por um dia a circulação e retirassem a matéria. Outros,sugeriam que começássemos a negociar com o Ministro da Justiça,na época Alfredo Buzaid. As horas passavam, os caminhões continuavam presos e o Ministro não atendia o telefone. Mas lá pelas duas da manhã,o Johny me liga e avisa que a polícia recebera ordens para deixar Lucas e permitir a saída da revista. Avisei imediatamente o chefão que continuava puto da cara com o governo Médici. Ele não sorriu nem nada e me perguntou:”quando é que o Medíci deixa o governo?”.Expliquei que seria no fim do ano,quando ele seria substituído pelo Geisel. Ele não deixou eu terminar a frase e usando a palavra que ele mais gostava,mandou brasa:-”No próximo ano,vou fazer uma festa muito maior e vou dar dez páginas coloridas. Eu quero que eles se fodam...” E não deu outra. No aniversário seguinte de JK,teve no Russel uma festa,como ele nunca havia oferecido...

PS:o Seu Adolpho só balançou um pouco,quando do diretor comercial da casa,o Roberto Vasconcellos, teve que deixar um jantar e correu para o Russel,para dizer o valor da publicidade que estava impresso na revista...Eram milhões.

Memórias de campanha!

Verissimo diz não
com a maior elegância!


Em 1998,quando trabalhei na campanha a reeleição do senador Pedro Simon(PMDB) cometi a " gafe" de telefonar ao cronista Luis Fernando Verissimo - com quem mantenho boas relações - e solicitar-lhe um apoio público pra campanha. Verissimo me disse não com a maior elegância dizendo que em relação a situação,estávamos em campos opostos.Mas aproveitou para elogiar muito ao senador( que se reelegeu)!Ou seja, Verissimo mantem sua independência e sabe o que isto lhe custa e o valor que ela tem.

Coleguinhas


* Suspendi o fotógrafo Lauro Dieckmann por oito dias...sim senhor....pedi a ele fotos da placa da Legalidade, que tem na frente do Palácio Piratini e ele enviou trocentas vezes a foto da carta-testamento.....Bah,tche.....

* Segundo minha amiga Neusa Penalvo, de S. Borja, a expressão TCHE é muito usada no Uruguai e na Argentina....Daí, segundo a Neusa " teria surgindo o apelido do heróico guerrilheiro" diz a Neusa. O heróico no caso é Ernesto de La Siena, mais conhecido como CHE Guevara....

* Depois da revolução cubana, CHE matou tanto que só parava quando o braço já não aguentava mais apertar o gatilho. De heróico, o CHE não tinha nada.... Tinha de revolucionário, isto é outra coisa....


O globbe troter da Guaíba!

 

Jurandir Soares dos Santosnasceu em Taquara(RS) em 29.07.1943. É filho de João Soares dos Santos e de Alice L. Santos . Teve toda sua vida profissional ligada a UFRGS onde foi redator de um informativo da UFRGS e da rádio da UFRGS.
Na Cia Jornalistica Caldas Junior trabalhou na Folha da Tarde e no Correio do Povo.


Foi com ele que anos atrás a rádio Guaíba criou o programa Bom Dia,onde Jurandir sempre o levou com bom humor, mesmo nos momentos que teve que transmitir tragédias locais, nacionais e internacionais. Lembro da manhã que explodiriam os trens na Madrid,em Londres, era ele que estava a frente do Bom Dia. Levou numa boa,sem se desesperar atrás das informações que vinham aos borbotões das agências e da internet....

Jurandir já residiu na avenida Venâncio Aires,115/24.


Jurandir Soares

Atualmente apresenta o Guaíba Revista, nas tardes dos dias de semana e faz ainda comentários internacionais no próprio Bom Dia, agora apresentado pelo Rogério Mendelski, e também na Guaíba FM.

Natural de Taquara, Jurandir é casado e integra a Associação dos Ex-Alunos da UFRGS.

Coleguinhas


* Ieda Risco deixou a rádio ABC, do Grupo Sinos, onde fez um " excelente" trabalho na cobertura da área política. Uma tarde a vi , no auge da crise da Gripe A,em julho passado, fazer o secretário da Saúde, deputado federal Osmar Terra, interrromper uma coletiva que dava em S. Gabriel e atendê-la no celular porque ela precisava gravar com ele. A Ieda, na sua persistência e competência tanto pentelhou até que conseguiu o celular do Osmar Terra com a Casa Militar( ela tem muito acesso junto a Brigada Militar)ligou pro Terra e em poucos segundos já estava gravando. E isto que o assessor de imprensa do Palácio Piratini, Joabel Pereira lhe tinha dado um baita incentivo: " não vais conseguir falar com o secretário de jeito nenhum" animou-a o coleguinha. Ieda foi a luta e gravou....isto não é para qualquer um....

Coleguinhas

 

* Jennifer Morsch, repórter do NH, está de férias....

* Gustavo Motta, que trabalha na Assembléia Legislativa, levou ontem, 9/9/2009 o presidente da casa Ivar Pavan(PT) para a rádio Guaíba. Ivar Pavan(PT) foi acompanhado de alguns assessores. Motta apresenta o " Espaço Aberto" criação do Armando Burd....


Filmes da década
de 70 viram sessão nostalgia.....

 

O Cine Bancários ( viu Laura Peixoto) está passando filmes - e o que é melhor, de grátis - que nos marcaram nos anos 70. Easy Rider, Hair(Milos Forman)Woodstock. Yellow Submarine,entre outros...,Foi um tempo em que sonhávamos muito.Muitas idas a fazenda do Carapuça, no Taquari, onde íamos em bando. De noite, ficávamos ouvindo no toca - discos do Emílio Chagas,Jimi Hendrix, Janis Joplin, Stones, Bob Dylan...

Foto de Ilton Saffer

A garopaba dos magrinhos do começo dos anos 70

Achávamos que aquilo poderia mudar o mundo...
Mas hoje pergunto: mudar o mundo pra quê...

Depois vieram as idas para Garopaba ( onde também íamos em bandos) e quase saiu lá um festival de rock que o Zé Vicente Brizola ia organizar, mas parece que a ditadura deu um deixa pra lá, com medo de muita aglomeração. É bem verdade que aquele mundo de magro mucho loco que ia pra lá também começou a mudar o comportamento dos pescadores de Garopaba, que era uma pequena vila onde apenas moravam pescadores(todo seu pescado era levado para Imbituba). Pontioficava lá o Hotel do seo Lobo( O velho Lobo e os Lobinhos).


Caco Barcellos, Goreti Pio dos Santos e Viviana Araújo na Fazenda Carapuça em Taquari no começo dos anos 70. Acervo de Celso Velusa

 

Quem viveu esta época, lembra do que tou falando. Muchos hongos se comeram naqueles potreiros que hoje viraram pura casas de veraneio....

As fotos que publico mostro o que era a época!

 

Coleguinhas

 

* Rádio Guaíba está com seu site em renovação. Por enquanto está fora do ar....


E X C L U S I V O !!!!!

 

Este site anuncia em primeira mão que hoje(dia 10/09/2009) à noite a excelente repórter IEDA RISCO inicia um programa noturno na própria rádio Guaíba. Ela deixa portanto a rádio ABC do grupo Sinos....Deve ser sobre Polícia, Política e afins, não necessariamente nesta ordem.

" Nós fomos informados do novo programa, mas não sabemos do que trata " disse-me uma fonte dentro da rádio,ontem,dia 9/9/2009!

* A Ieda Risco fez charminho,ontem,dia 9/9/2009, na salinha J.C. Terlera não dizendo pra ninguém pra onde ia. Tu viu,coleguinha, teu segredo, que alguns achavam que seria o terceiro segredo de Fátima, foi desvendado....

* Jennifer Morsch, tira férias por apenas 10 dias do NH. Não quer deixar ninguém esquentar o banco....

* Esta devo a colega Ana Beatriz das LIBRAS( as que traduzem pra surdos e mudos pra TV Assembléia) as sessões do plenário da Assembléia Legislativa.Dia 8/09/2009 , o deputado estadual Raul Carrion(PCdoB) discutindo o projeto da SUSEPE saiu-se com esta:

- Nós não temos que nos dobrar às vontades da inquilina do outro lado da rua....(Referia-se,claro, à governadora Yeda Crusius).

HISTÓRIAS DA REPRESSÃO O JABUTI, O CONDOR E OS URUBUS




HISTÓRIAS DA REPRESSÃO


O jabuti, o condor e os urubus
Por Carlos Brickmann em 8/9/2009
Um dos livros mais importantes dos últimos anos, Operação Condor – o sequestro dos uruguaios, do jornalista Luiz Cláudio Cunha, está entre os finalistas do 51º Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, na categoria Reportagem. Merece: é uma história fascinante, que prende o leitor até a última página. E, mais do que isso, é uma história real. Ninguém, nem o escritor de imaginação mais fértil, poderia ter inventado um roteiro tão cheio de crimes e de horror.
O livro narra o sequestro do casal uruguaio Lilian Celiberti e Universindo Díaz, em companhia de uma criança, seu filho. O sequestro foi cometido em cumplicidade pelas polícias uruguaia e brasileira, no âmbito da Operação Condor, que coordenava as ações de repressão de todas as ditaduras militares latino-americanas. Estávamos em novembro de 1978 – faz mais de 30 anos.
O livro de Luiz Cláudio Cunha, um sucesso de público, foi lançado há quase um ano, em novembro de 2008. E, passado o tempo, este livro se mantém, infelizmente, atual. Um torturador uruguaio cuja extradição foi pedida pela Argentina e está em prisão domiciliar no Brasil, circula livremente, sem que ninguém o incomode (e, embora tenha recebido o benefício da prisão domiciliar por encontrar-se debilitado, foi capaz de dar longas corridas, em boa velocidade, para fugir dos fotógrafos).
O Movimento de Justiça e Direitos Humanos do Rio Grande do Sul pede providências e encontra ouvidos surdos.
E há pelo menos um caso, cuja documentação foi exibida a este colunista, em que policiais brasileiros agem abertamente no Uruguai, com a colaboração de policiais uruguaios. É a volta da Operação Condor. Isto aconteceu há poucos dias. As ditaduras militares se foram, mas deixaram sequelas.

A CPI das Libras

 


Pelo menos as tradutoras estão se divertindo um pouco com os arranca-rabos da CPI da Corrupção( será que não vão mudar o nome).Estes dias houve um pega entre o deputado Pedro Pereira(PSDB) e o deputado Deonilso Marcon(PT) que por pouco não chegou às vias de fato....

Coleguinhas


* Fim de mistério : O chefe de jornalismo da rádio Guaíba, Ataídes Miranda,confirma a contração e a estréia, hoje, na Guaíba, da repórter Ieda Risco. Mas nada de programa novo na grade. Ieda começa no baixo clero cobrindo matérias comuns....

Coleguinhas


* Ieda Risco já levou ontem, 9/09 uma substituta pra trabalhar no programa da tarde da rádio ABC do grupo Sinos. Hoje a Ieda Risco assume como repórter do " baixo clero" na Guaíba, na equipe do Ataídes Miranda.

 

S. Borja quer federalizar o Hospital São Francisco de Borja.....

 

Diversos

* Na volta de Serafina, no dia sete de setembro, lá pelas 21 horas, a fila de passageiros na rodoviária de Porto Alegre, tinha uns 3 km . Ia e dobrava várias vezes....

Pulei fora, fui pra Mauá e lá peguei um táxi! As pessoas entram em fila, até pra ganhar tapa.....


* Nada como um dia depois do outro, com uma noite pelo meio....

* NoCorreinho de ontem,um artido de Cristopher Goulart, que é candidato a deputado,estadual,ou federal, do PDT. E a pequena legenda menciona quem é ; " advogado e neto de Jango!" Ser neto,agora, já dá currículo....

* Acho que passou desapercebido mas um pequeno comunicado do domingo,6 de setembro,no Correinho informa que a VOZ DO PASTOR não mais será publicada naquela publicação. Fala que será em outro jornal...Qual...? A ZH tiunha tentado levar pra lá, mas sinceramente nada vi ali....

* Dom Dadeus Grings consultou tempos atrás alguns católicos de proa pra ouvir deles o que achavam de tirar a Voz do Pastor( uma coluna criada por D. Vicente Scherer) do Correinho e levá-la pra ZH já que recebera uma proposta neste sentido. Alguns foram contra na ocasião....Agora, realmente saiu do Correio, mas não vi ainda para onde foi...

*A nota que saiu no Correinho diz que a coluna a Voz do Pastor " foi sustada desde 27 de agosto p.p.ficando a mesma a cargo de outro jornal da capital".

* A Escola Estadual técnica em Saúde do Hospital de Cliínicasde Porto Alegre fez desentização na semana passada e as aulas voltaram somente ontem,dia 08/09. Mas todo o tempo que tiveram com as aulas paradas por causa da gripe suína? Esta escola fica nos fundos do HCPA, ao lado de um posto do próprio Clínicas...

Cartão TRI demorado!

 

Paguei na quarta passada,dia 2/9 um crédito do TRI na rua Uruguai. Até ontem,dia 08/09 nada estava ainda no cartão???Mas como se eu paguei em dinheiro!!!!!!! E quem controla isto, a EPTC?

Cadê os desfiles de antigamente?

 

Sem saudosismo, mas os desfiles dos jovens,de antigamente, eram show de bola. Neste dia 7 de setembro, pelo menos na minha terra natal, não vi nada. É verdade que de manhã choveu. Mas à tarde, saiu sol. Apenas vi um grupo de cavalarianos reunidos na praça Pio XII em suas montarias. Era a cerimônia de encerramento da semana da Pátria....( Falar nisto,segunda de manhã,o programador da rádio Rosário,de Serafina se entusiasmou e colocou no ar a musiquinha aquela do Dom e Ravel....( As praias do Brasil...tá...tá...tá....também conhecido por Hino da Ditadura....)


Nos anos 60 alunos desfilam em Serafina Corrêa

Bão, mas aí vão duas fotos dos jovens desfilando (garbosamente) nos anos sessenta, na frente do colégio N.Sra do Rosário, na antiga rua Armando Machado,atual J.B. Scalabrini. Os jovens que desfilam são da escola Nossa Senhora do Rosário, que era da paróquia e dirigida pelas freiras da congre gação. Muitos jovens passaram pelas mãos delas. Aos fundos vê-se uns " potreiros" como diria o Mazzarino, do Antena,de Encantado. Hoje aqui é tudo prédio. O acervo das fotos é de Rosa Brusamarello, que foi professora estadual naquele local. Ainda bem que ainda tem gente que guarda alguma coisa....


Nos anos 60 alunos desfilam em Serafina Corrêa

O prédio hoje virou a escola Rainha da Paz, de uma mantenedora particular. Todos os alunos daquele colégio passaram para a Escola Estadual Carneiro de Campos, em 1976.Agradeço a gentileza da professora Rosa que nos proporcionou este "momento nostálgico"!,digamos assim.

Memória da Imprensa!

O dia em que o Lauro Dieckmann virou comunista

Quando veio a redemocratização, a partir de meados dos anos 80, o Partido Comunista Brasileiro ficou ameaçado de não se legalizar pela dificuldade em alcançar o número mínimo de filiados exigido pela legislação eleitoral. Praticamente ninguém era mais comunista no Brasil
Nessa época, o Lauro Dieckmann trabalhava no Jornal do Comércio e comentou com um colega da redação que era simpatizante do Partidão, achar aquilo uma injustiça, um Partido que tanto sonhara com a possibilidade de atuar de igual para igual com outras correntes políticas, estar ameaçado de não poder fazê-lo.


E, pensando assim, falou para o colega que até se dispunha a assinar ficha no Partido, para ajudar a completar o número de filiações necessárias para legalizar o PCB. O colega, pelo que o Lauro soube, levou a coisa adiante, mas resolveu ficar na dele porque lhe contaram que o tal colega acabou sendo chamado pelo diretor do jornal, que era homem de direita, para levar uma chamada, ?por estar fazendo aliciamento dentro da redação?.
Porém, passados uns tempos, o Lauro vinha saindo do edifício Fronteira, na Borges de Medeiros, aonde funcionava a Revista Visão, na qual também trabalhava, quando encontrou o João Aveline, velho comunista de quatro costados e dirigente do Partidão em Porto Alegre. O Aveline andava por lá porque os comunistas tinham um escritório no mesmo prédio.
E, quando viu o Lauro no saguão, chamou-o: "Companheiro (ele gostava de chamar as pessoas assim, quando queria fazer média), precisamos da tua assinatura para ajudar a legalizar o Partido!? O Lauro prontamente concordou em assinar a ficha de filiação, ali mesmo, usando como apoio o balcão da portaria do edifício. Ao terminar de preencher a ficha, o Aveline exclamou: "Isso é que é democrata! Não é da nossa ideologia, mas mesmo assim assina ficha no nosso Partido para nos ajudar!" E cada um foi cuidar da sua vida.
Em tempo: o PCB, alguns anos depois, foi extinto e transformado no atual PPS.

Brizola voltou ao Brasil por Foz do Iguaçu!

 

Faz 30 anos que Leonel Brizola voltou do exílio. Ele não chegou ao Brasil, por S. Borja, mas sim por Foz do Iguaçu, segundo Danilo Groff,seu companheiro, para fazer um agrado ao governador Ney Braga.

De Foz do Iguaçu,onde pernoitou, Brizola voou para a Granja Rancho Alegre, de Jango Goulart, em S. Borja. De lá,depois de recebido pela multidão( as fotos tão aí pra relembrar) foram ao Cemitério Jardim da Paz(onde está enterrado Jango Goulart) e depois foram almoçar finalmente na casa de Percy Penalvo, localizada na av. Presidente Vargas( onde agora será inaugurado dia primeiro de outubro o Museu Jango). Ali,segundo depoimento que Celeste Penalvo, viúva de Percy, me deu em 03.12.2006, " Brizola não quis almoçar com (Pedro) Simon".
- Eu servi uma cerveja ao Simon,relembrou ela neste depoimento que tenho gravado.

Foto Gaudêncio

Celeste Penalvo acompanhou a volta de Brizola do exílio.


Conforme Celeste Penalvo, o senador Pedro Simon, na oportunidade, ficou bebericando. O primeiro almoço de Brizola depois de retornar do seu longo exílio foi na casa do amigo Percy Penalvo e na mesa almoçaram dona Neusa Goulart, Leonel Brizola Doutel de Andrade.

Pedro Simon,segundo ela, " ficou num canto fora dos demais".

Celeste disse ainda neste depoimento que Pedro Simon nunca " visitou Jango no exílio". E que o senador gaúcho fez apenas duas visitas a Leonel Brizola no período que esteve exilado. Uma na ocasião do casamento da filha Neusinha e numa outra ocasião que ela não guarda qual foi.

Percy Penalvo e Celeste trabalharam para as fazendas que Jango tinha no Uruguai e na Argentina. No exílio nasceu sua filha Neusa.( se fosse homem,se chamaria Leonel).

Coleguinhas


* Diariamente, confiro os acessos no blog do Lauro Dieckmann. E graças as minhas citações aqui neste site, eles tem aumento em progressão geométrica. Ajudei a criar uma cobra. Santo Deus!

* O Lauro tem uma coleguinha da VEJA que também gosta da palavra RUIM. Estes tempo ele mandou um recado de uma ex-coleguinha do Jornal do Comércio, hoje ocupando um grande posto numa assessoria de imprensa e irritado a chamou de ruinzinha....Foi condescendente,ainda....

* Pô, o Lauro sim que tá certo: seu filho Guilherme seguiu sua profissão de advogado, como ele. Mas só que é a profissão na qual o Lauro não é conhecido, embora seu blog jurídico tenha mais acessos de que as pauladas que ele dá nos coleguinhas da imprensa e nos jornalzões....

*Mazzarino,sossegue. Chegaram três ou quatro pacotõesde jornais. Estava em casa e juro: vi o carteiro se arcando todo e jogando aqueles pacotes todos dentro da caixa de corres pondência.

* Esta é muito boa. Uma vez o agora conhecidissimo escritor J.H. DACANAL esteve no escritório do ex-governador Jair Soares( foi ele que escreveu a biografia do ex-governador) e alguém perguntou se queria deixar recado. Ele respondeu:
- Diz que o BACANAL esteve aqui!

*O Lauro Dieckmann atualizando quatro blogs que mantém no ar, já tá pirando: confundiu uma placa homenageando a Legalidade que tem na Praça da Matriz, com a carta testamento do Getúlio( que por sinal não foi escrita pelo Getúlio e sim por um jornalista de nome Maciel).
* O assessor do vereador Celso " camundongo" Lopes(PDT) de S. Borja vem a Porto Alegre agora para uma audiência. Festerê nos arredores da Assembléia porque o gajo mando uma ceva que só vendo....

 

Diário de Serafina( La UNDEZE!)

Esta crônica sobre as ronhas de Serafina
é dedicada ao Mazzarino, de Encantado, que diz que tudo é interior!!!


Cantina da Sociedade Estrela Guaporense pode ser tombada
pelo patrimônio histórico!


A cantina da sociedade estrela em 16.04.1958. foto de Joli Marubin. arquivo do Arquivo Publico Estadual. Na frente da cantina foi construída a pizzaria grão de bico,agora contestada pelo patrimônio cultural que quer preservar a cantina

Pra começo de conversa: se eu tivesse o talento do GABO( Gabriel Gacia Marques) acabaria fazendo um grande romance pegando como pano de fundo as ronhas aqui da minha terra natal. Mas como gringo briga, tchê! Depois acham que sou eu que anda " difamando" a terrinha. Brigam por tudo.
Cheguei em Serafina na quinta de noite,véspera do feriado, e já fiquei sabendo que no próximo dia 17 de setembro termina um prazo que o Ministério Público deu para que a Pizzaria Grão de Bico, na av. Miguel Soccol, a principal da cidade,decidir sse poderá ou não erguer um prédio no local onde está a pizzaria. É que o dono, o Beto Chiarello, encheu o saco de tanta pizza que já vendeu( ninguém comia pizza antes em Serafina,nen sabiam o que era,agora com ele, aprenderam a comer e a pedir até pra comer em casa) e vai construir um restaurante tri chique perto da Credeal. Aliás já está construindo. Vai ser show de bola,segundo dizem por aí...

Mas o terreno,valiosissimo, onde está a Grão de Bico, que ele escriturou depois de muita luta porque até imposto atrasado do vendedor( no caso a Sociedade Estrela Guaporense ) teve que quitar pra poder fazer a transferência pro seu nome ele faria ali um prédio de aluguel para salas. A filha do fundador da Sociedade Estrela, Rosa Maria Cervieri, a BI, entrou no IPHAN pedindo que o prédio da cantina de esmagar uvas e fazer vinhos seja tombada. O prédio atualmente está desativado, porque a sociedade estrela está em processo de liquidação judicial, pelo que se sabe.
Mas a BI quer manter a memória do seu pai( no que tem todo o direito) e está lutando pra que ele seja tombado. Assim, a pizzaria Grão de Bico não poderia se transformar num prédio comercial, porque " taparia" a visão da cantina, que realmente é muito bela arquitetonicamente falando, porque representa toda uma época.

Na própria cantina, no andar de cima, o espaço é alugado para cultos de uma igreja. No andar debaixo sobraram os tonéis onde se guardava e se fazia vinhos oriundos das uvas que os colonos entregavam ,gerlamente de carroça, para que o Fioravante Cervieri mandasse esmagar.

BI quer tanto preservar a memória da cantina que ficou furiosa como Beto Chiarello,segundo se comenta na cidade, quando ela mandou derrubar alguns coqueiros que estavam encima do terreno. Ela impôs por exemplo que a prefeitura municipal que abriu uma rua ao lado da cantina - a La Stella - não mexesse numa palmeira(produz coquinhos) porque fora plantado pelo seu pai.

Quem ficou na mão nestas alturas foi o Beto Chiarello, porque tem e não tem o terreno! Se ele não poderá construir um prédio comercial onde está sua pizzaria, claro que o terreno perderá o valor comercial...
Mas também não dá para tirar a razão do Ministério Público e da filha do Fioravante, a BI em querer preservar a cantina que realmente representa toda uma época do município(anos 30,40,50 e 60 do século passado)
hOJE NINGUém mais tem parreiral na região, mas é bom lembrar que Serafina está incluída na região da Uva e do Vinho( vai até Casca, esta região) e portanto teve toda uma tradição antiga de se cultivar parreiras...Hoje o município produz frangos e está digamos assim caminhando mais para a área da indústria, com importantes segmentos como a Perdigão, nos frangos, a CREDEAL, nos cadernos, a Grafica Serafines, nos impressos e por aí....Prometo acompanhar este assunto porque como não sou contra que o dono da pizzaria faça ali um prédio comercial, também acho importante que seja preservada a arquitetura do que foi do passado.


Hei,alguém ai sabe responder o que o Mazzarino quer saber?


Gringo!
01) - Me dá mais detalhes do Johny Bueno. Pensei que as grandes personas
de Muçum fossem o Vitório Gheno (art.plástico), o Frederico Mendes
(cabeleireiro) e o J.C.Terlera (jornalista). Claro, não necessariamente
nesta ordem.

02) - Sim, O Guaxo está sendo gestado.

03) - Recebestes os envelopes/jornais?


Viva Serafina!

abraço,
mazzarino

 

Diário de Serafina!



A beira do rio Carreiro,
uma pescaria de dar inveja....

Na sexta de noite, véspera do feriadão o Tebaldi, o Calixto Stefenon, o Beto e mais uma turma de amigos fizeram uma peixada na casa de campo do Tebaldi, a beira do rio Carreiro, num sítio que tem lá, já em Nova Bassano.
Surpreendi-me com o papo do Valmor Faé que é o responsável pela preservação ambiental na prefeitura de Serafina. Há uma outra consciência ecológica em Serafina. Durante alguns anos as pessoas foram poluindo tudo, atirando tudo no arroio Feijão Cru, mas agora isto mudou, e muito. Pra cortar qualquer pinheiro, dos poucos que ainda restam, os colonos precisam pegar licença na prefeitura...
E há outras medidas como como o tratamento de esgoto das casas que estão em construção em Serafina porque nunca houve um planejamento maior....
O interior está tomando uma consciência ecológica bem grande e principalmente os órgão públicos estão começando a tomar medidas punitivas pra quem não anda dentro das regras...Se não fizerem isto meio logo, já será muito prejuízo.

Interessante ouvir os relatos do Calixto , do proprio Valmor Faé que são todos na faixa dos 45 a 50 anos contando das peraltices que faziam num arroio Feijão Cru ainda não poluído quando eram crianças. Além as pescarias que faziam...Hoje a poluição matou muita a fauna do rio, mas uma longo trabalho de recuperação está sendo tentado e está sendo feito.
Parabéns a prefeitura de Serafina por manter isto com pulso firme, embora sabe-se as pressões que são feitas junto ao prefeito, que é seu vizinho, mora ali ao lado, toma cafezinho com a gente e joga cartas. Esta intimidade às vezes prejudica um pouco e qualquer medida punitiva é tida como pessoal. Mas esta geração aí está muito preocupada com o meio ambiente.Ainda bem....Já houve muita destruição...E temos que pensar que nós não seremos os últimos habitantes da Terra. Outros virão com o mesmo direito de usufrui-la....

Diário de Serafina

 

Cantina da Sociedade Estrela

Há um papo no ar que a Grafica Serafinense que é lindeira da cantina da sociedade Estrela Guaporense também estaria interessada na compra daquele terreno para poder se expandir. Isto porque a cantina fica assim nos chamados " fundos" da Gráfica Serafinense que tem crescido muito nos últimos anos....


Jornalismo no interior!

 

Participei neste domingo,dia 6/9 do programa Da Odisséia FM,aqui de Serafina La voce del veneto. Na verdade, é um progrfama falado em talian, mas que é mais um programa de piadas,historinhas, onde o talento de um ex-agricultor, Guerino de Costa, se sobressai, conduzido pelo apresentador FIFO de Marau...

Há um outro integrante do progtrama, o médico Paulo Massolini, mas dizem que a presença do Paulo diminuiu o IBOPE do programa, porque os o0utros dois ficam mais contidos....Não se,pode ser...

Na verdade o programa de duas horas - 10 ao meio dia, só aos domingos - abrange um grande contingente de ouvintes de toda a região. Desde Marau, Arvorezinha, Itapuca,Guaporé, Bento,etc...enquanto o programa vai ao ar chovem telefonemas pedindo musicas(sempre musicas italianas,nunca nativistas) e outras solicitações, aquelas cl ássicas de mandar um Strucon(abraço) pra pai,mãe,amigo etc e tal...

Neste do dom ingo passado. o Guerino de Costa contou vários piadas, e historietas que são uma espécie de antropologia dos colonos de antigamente,seus costumes, suas misérias, sua falta de condições para enfrentar a realidade..Hoje em dia muitos deles, ou de seus descendentes não gostam que se contem estas piadas porque mostram a miséria que viveram no passado.

Eu mesmo tenho uns primos que quando pequenos comiam o que havia de mais modesto na região, hoje trabalhando ganharam fortuna, mas não querem nem ouvir falar daquele passado....

O Voce del Veneto é um achado comercial,também! O que chove de anúncios não é mole....

O enmgraçado é que há uma sineta, que dizem ser uma réplica da sineta que o comprador de porcos do Frigorífico Ideal daqui, o Fortunato Migliavacca usava com sua carreta e a tocava anunciandno sua cehgada. Mas quando a sineta do FIFO toca é porque o Guerino de Costa vai contar uma piada e às vezss bem picante....

Diz o Guerino que as pessoas que ouvem o Voce del Veneto quando toca a sineta ficam num silência sepulcral esperando a piada que vai vir pronta daí....

Enfim este é também um tipo de rádio que é feito no interior e que está dando certo....

 

Diário de Serafina!

 

* Pedro Ernesto Denardim,da Gaúcha, foi tirado do ar, na rádio Rosário no domingo dia 6/9 porque era horário da missa. E em Serafina, horário da missa é horário da missa. Os colonos ou os que moram na zona urbana não vão mais a igreja, mas a ouvem pelol rádio. E a rádio é dos padres...Na segunda, tinha muita gente reclamando disto na cidade, mas é isto mesmo...

* E as trombetas soaram de novo na segunda,7/09 na rádio Rosário! Quando elas soam todo mundo fica quieto pra ver quem morreu. A ntigamente era pelas badaladas fúnebres so sino da torre, hoje é pela rádio que serafina contam seus mortos....

*Não quero ser saudosista, mas aqui em Serafina( não sei se foi pela chuva) mas não vi qualquer solenidade sobre o sete de setembro. A não ser algumas firmas trabalhando....O 20 de setembro é que é mais comemorado, embora este ano por causa da briga entre dois CTGS locais, a Câmara Municicipal não aprovou uma verba de 200 mil reais para os desfiles de 20 de setembro.
Já tem gente achando que esta briga foi encomendada justamente pra se fazer economia, já que os cintos tão apertados por aqui também...

* Finalmente um recado ao Júlio Cesar da Rede Vida: tira a bunda da cadeira se queres entrar no evento dos 50 anos de emancipação, no ano que vem. Na prefeitura já há um projeto de 100 mil reais, incentivado, que iria pruma cidade do interior paulista, lá perderam algum prazo e agora virá pra cá, mas pra assuntos de recuperação de etnias...Quem me deu a dica foi nada mais,nad a menos que a secretário Inelves, do turismo....

* CREDEAL esteve semana passada numa feira no Anhembi, em S. Paulo. Carlinhos Alban,seu dono, de " coração novo" já casou no religiosos em Santa Catarina e agora prepara a papelada pra casar no civil....

* Grafica Serafinense trabalhava a todo vapor,ontem,dia 7/09.Já estava imprimindo calendários pro ano 2010!

Diario de Serafina



* Jornal Gazeta Regional em circulação há 3 anos é uma afirmação. Os descrentes achavam que não ia dar certo. Muito disto deve-se a Deise Cristina Menegusso que é alma do jornal. Mas como andorinha sozinha não faz verão, a equipe também tem seus méritos. Na sexta,v i um rapaz entregando os jornais de seção em seção na prefeitura...

 

Coleguinhas

* "Exagerei" nas fotos minhas com o túmulo do Gregório Fortunatto. Uma vez na Rede Ferroviária Federal, um superintendente, o engenheiro Ribeiro, mandou fazer um jornalzinho chamado Entretrilhos. Numa das edições tinha 12 fotos só dele.....Isto que é chefe bão....

* Serginho Ross embarca,hoje,dia 4/9 pra sua viagem as Europas....Em Paris vai ficar num hotel que foi sede da Gestapo,durante a ocupação nazista.....

* Presidente do Sindicato dos Jornalistas, Zé Nunes, visitando seu colega Celso Augusto Schoreder,q ue agora ocupa a Superintendência de Comunicação na Assembléia Legislativa do Estado.

* Carlos Bastos é um depositário de histórias do jornalismo gaúcho. Ontem contou-me que um dia estava na redação da Ultima Hora e lá era reporter policial Laila , que depois virou Pinheiro.Ibsen Pinheiro, que então morava no Rio de Janeiro,onde foi trabalhar no DiárioCarioca, esperava que Bastos terminasse seu trabalho porque depois iriam jantar no Treviso. Laila passou por Bastos(além de colegas,eram amigos) e deu um " soriso maroto" segundo o " Nenê". Pouco depois toca o telefone do lado do Bastos,Ele atendeu:
- Quem é este PÃO QUE ESTA ali do teu lado?
- É um amigo.
Bastos chamou Ibsen e o apresentou a colega. Naquela noite mesmo " Nene" perdeu a companhia pra ir ao Treviso porque Ibsen e Laila sairam juntos. Estão casados até hoje.

* Melchíades Stricher chegou na rádio Gaúcha onde apresentava a " Boazinha" pra começar o programa da tarde, das duas geralmente apresentado pelo Lasier Martins. Melchiades era assessor do prefeito Collares. Chegou lá e disse:
- Sabes Lasier que agora no Paço Municipal vão tirar todas as " esquininhas" das paredes. Vão fazer uma coisa oca. Vão reformar os gabintes.
- Pra que perguntou Lasier já pressentindo a " maldade"
- Pro prefeito não fazer c.....

* O serpentário da rua da Praia regurtivava de maldades ontem de manhã. Na mesa do Mourinha e do Léo Guerreiro, um cidadão contou que acha um atual secretário de estado, que ocupa muito a mídia, parecidissimo com o " Amigo da Onça" que a revista o Cruzeiro publicava....

Memória da Imprensa


Como a rádio Guaíba virou a CADEIA DA LEGALIDADE!

Depoimento dado por Hamilton Moojen Chaves em agosto de 1981 que terá agora sua publicação efetivada pela bancada do PDT/RS."


Hamilton Chaves

Mas eu dizia que todos esses episódios vieram desaguar exatamente na crise da Legalidade quando no dia 25 de agosto de 1961, estava no Palácio. Chovia. E apareceu um jornalista...Como era de jornal e havia trabalhado na revista O GLOBO, no Jornal O ESTADO, na ULTIMA HORA, uma porção de coisas desse tipo, um cidadão pegou um pedaço de telegrama que informava a renúncia de Jânio Quadros (presidente até aquela data) e me levou. Naquele exato momento, governador estava no Monumento do Expedicionário onde 400 recrutas juravam a bandeira,comemorando o Dia do Soldado. Imediatamente vi a gravidade da renúncia, fiz a reflexão de que por direito constitucional era de João Goulart,vice-presidente da República e presidente nacional do PTB, era ele que deveria assumir o poder, e fui em busca do governador Brizola para dar-lhe a notícia.Por uma circunstância gratuita, ele usava uma capa dessas de plástico, cor verde-oliva, não usava cavanhaque, usava um bigode apenas e, um gorro também verde...e no palanque, só havia militares, era uma cerimônia tipicamente militar.


E o governador estava lá representando o governo executivo estadual. Subi no palanque, me identifiquei e fiquei no meio dos militares tentando fazer contato com o governador Brizola.Imaginava que só eu sabia da notícia da renúncia de Jânio, mas ouvi um militar - como eu usava capa verde-oliva, me confundia com os outros , - não era um corpo estranho , não parecia um civil - e ouvi quando alguém disse assim:" TÁ CONFIRMADO? - um militar dizia para o outro -...." Vai lá no rádio Escola de Cadetes e confirme para comunicar ao general".
Aí o governador virou-se, me viu e chamou, mas eu achava que aquela notícia era uma coisa pessoal, exclusiva, que não devia ser dada para todo mundo, para que nós nos articulássemos politicamente.


Mas ele me viu e insistia em falar comigo, não entendia o que eu estava fazendo ali, não havia sido escalado para ir lá. Daí eu cheguei no ouvido do governador e disse:" Olha o senhor tem que sair imediatamente, é um negócio muito grave. Ele disse:
- Mas fala e tal...
Até cumprimentei os generais com a cabeça assim....e insistia. Até que eu vi que o palanque começou a esvazia rapidamente. Eu disse:
- O SR. está vendo? Aconteceu um fato grave, o Jânio renunciou, tenho um documento. " Ele não entendeu bem, mas saiu junto comigo.E, dentro do carro, lhe dei o telegrama da agência de notícias do jornal com a renúncia do JânioEstava o governador Leonel Brizola psicologicamente pronto, para um dia reagir diante desse acontecimento da renúncia(de Jânio) ou de uma guerra civil.


A população se emociona da Legalidade


Veio a renúncia.
Imediatamente ele tentou se articular, começamos a telefonar.
Conseguiu-se um contato com o Mal. Lott, que era um legalista, um homem que já havia garantido a posse de JK também num desses arreganhas da direita, dos militares. Demos um telefonema para o Lott e dele se extraiu um manifesto a favor da legalidade, ou seja, da posse constitucional do presidente João Goulart.Com esses dois manifestos, eu saía às rádios determinando,como matéria paga,que as rádios irradiassem aqueles manifestos com fanfarra.Tocavam uma música,tipo Repórter ESSO da época,e laim o manifesto. À medida que as rádios iam lendo esses manifestos, o Exército vinha atrás lacrando-as. Eu chegava no meu carro,ligava o rádio e as rádios já estavam fora do ar....


Voltei para o Palácio e disse ao governador:
- Olha,tá fechando o golpe emcima do RS também eles já vetaram a posse do Jango e aqui, à medida que foram lendo o seu manifesto e o do marechal Lott, as rádios estão sendo fechadas. Eu calculo que dentro de duas horas, nós do palácio, não vamos ter nem alto-falantes de q uermesse para falar para o povo.Aí o governador disse assim:
- Nós precisamos requisitar uma rádio.
Quais são as que estão funcionando ainda?
- Tem duas: a Itaí e a Guaíba- A Itaí tem onda curta?
- Não, a Itaí não tem onda curta. Ela é local,é onda média.- E a Guaíba?
- Tem o problema com o Breno Caldas.( havia uma polêmica entre o governador Brizola e a Caldas Junior)
- Vai a Guaíba mesmo. Vamos requisitar a Guaíba Foi o ato que detonou o processo do Movimento da Legalidade foi a requisição pela Secretaria de Segurança da Rádio Guaíba.


E, nesse microfone, NALDO FREITAS que era um jornalista e que por sinal trabalahva comigo no Palácio e era locutor na Guaíba começou a ler esses manifestos.E passou a noite toda lendo aquilo.Nós não tínhamos nem toca-discos e o CELSO COSTA ligou-o. Então já dava pra aliviar a carga: três minutos de música e leitura do manifesto. E o governador começou a fazer algumas pregações ao vivo.Descia ao porão, onde estava o microfone, e fazia uma mobilização da opinião pública em torno do direito da posse do presidente João Goulart, que era nosso companheiro de partido, presidente nacional do PTB. Então a Rede da Legalidade ainda não era uma rede: era a Rádio Guaíba requisitada pela Secretaria de Segurança do Estado.Aí de madrugada houve um diálogo muito azedo entre o Flávio Alcaraz Gomes e eu próprio. Tocou o telefone e como eu estava cansado e não tinha mais garganta para ler aquilo, pedi a um funcionário comumque lesse um daqueles manifestos. Era madrugada.seis horas da manhã,digo: não tem ninguém ouvindo nessa hora quase...E ele realmente não tinha essa velocidade,esse ritmo de locutor e lia de uma forma um pouco estranha o manifesto,dizendo assim: " Em nome...das forças...populares...desse país"...Lia mal né? E o telefone era do Flávio Alcaraz Gomes que era diretor da rádio Guaíba e dizia assim:


- Mas que barbaridade, o que estão fazendo com a Rádio Guaíba? Botaram um analfabeto para ler esses manifestos.
Eu disse:- Olha Flávio quem sabe tu nos auxilia, porque a requisição da rádio não foi simplesmente do seu equipamento, mas do seu material humano, os locutores, quem sabe tu.....Trezzentas pessoas lá dentro, sacos de areia nas janelas, um pedaço da Brigada e jornalistas, que foi a coluna vertebral. Então, nesse momento, eu me irritei profundamente com o Flávio, que era conhecido como publcitário e disse:
- Olha Flávio se a quer morrer pela causa, quem sabe sobe tu e fatura uma comissão?
- Pô tá me agredindo!
- Não, é isso mesmo. Quem sabe vem tu mesmo, lê e ganha uma comissão?
- Pois é, vou perguntar. Se alguém quiser e tal....Mas aí surgiu a notícia da ordem do Ministro Orlando Geisel, irmão do general Geisel, de bombardear o Piratini...

Aqui em Porto Alegre, sargentos da Base Aérea, que já estavam solidários conosco, prenderam os oficiais todos, amarraram - evidentemente foram todos expurgados em 1964 - e botaram todos no hangar. E assumiu o comando o major Alfeu Monteiro. Ele assumiu o comando e, os poucos , o RS foi sendo desligado da federação. Os aviões que tínhamos aqui nós seguramos, a gasolina que havia aqui nós seguramos. Foram tiradas as bombas dos aviões, porque um avião depois de latada de bombas,se ele decolar,temque largá-las no mar, não pode correr o risco de aterrissar com a bomba e explodir.Então as bombas foram retiradas dos aviões. e os oficiais presos,amarrados durante algumas horas. Depois foram levados para o Cassino dos Oficiais e ficaram sob guarda, lá dentro.Os que quiseram foram para o Rio de Janeiro.


Lotaram dois aviões e voaram para o Rio, do governador Lacerda.E os sargentos tomaram conta da operacionalidade da base,ao comando do Major Alfeu Monteiro.

"Breve biografia de Hamilton Chaves: Filho de Elpidio R. Chaves e Marieta Moojen Chaves, Hamilton Chaves nasceu em 17.05.1925.Hamilton faleceu em 1985, de problemas cardíacos.Tinha um irmão, Ovídio, que foi dono da boite Clube da Chave.Hamilton trabalhou além de diversos jornais - foi editor-chefe do Jornal de Brizola, o CLARIM - na Assembléia Legislativa do Estado. Foi casada com Nelce com quem teve os filhos Maria Betânica( 17.05.1962) e Ricardo Chaves, o Kadão.

Memória da Imprensa

Por Sérgio Ross

VOCÊ SABE O QUE É ANGUGRA?????

Em fins de 67,fui chamado para trabalhar no Rio de Janeiro, na Manchete. Deixei no sul um monte de amigos. Amigos dos quais até hoje sinto saudades. Um desses amigos que eu sinto falta é do Flávio Carneiro.


Certa vez...eu ainda nas Empresas Bloch em Porto Alegre(a sucursal das revistas ficava na Senhor dos Passos em frente ao Instituto de Belas Artes)recebi a ordem de seguir para Punta del Este e Montevidéu. Me deram uma pauta das mais tranquilas e viajar para Punta e Montevidéu na época,não era trabalho, era prêmio...


À noite,encontrei o Flávio Carneiro em uma boite da moda,que ficava na Avenida Independência. Era o Encouraçado Botequim ou coisa parecida. O Flávio, como sempre rodeados pelas mulheres mais bonitas de Porto Alegre,me convidou para a sua mesa. Fui e na conversa que ia até de madrugada,contei para ele a minha pauta. O Flávio na época trabalhava na Revista do Globo,e perguntou se podia ir comigo. A Manchete tinha para o transporte,uma caminhonete Rural Willis que era um charme. E um motorista ainda mais charmoso que era o seu Guedes. Ele tinha vindo da Ultima Hora comigo,para a revista. Claro que seria muito bem vindo.
No dia do embarque,na hora certa,o Flávio estava na sucursal,pronto para viajar. Eu viajava com o fotógrafo Jairo Bradenburski que também era amigo do Flávio. Embarcamos já pensando o que nós iriamos comer à noite em Punta na Marisconea. Quando chegamos na Ponte do Guaíba, o Jairo se vira para o Flávio e de supetão, pergunta-”o cara...tu tens grana para bancar esta viagem????”É claro que o Flávio não tinha. A Revista do Globo,não bancaria uma viagem relativamente cara. E aí eu entrei na conversa,para dizer que o Flávio era nosso convidado. E lá fomos nós em direção ao Chuí e Punta.


A noite já estávamos jantando maravilhosamente bem. Ficamos tres dias em Punta. Coberta a pauta,fomos para Montevidéu,onde eu encontraria o Brizola e alguns exilados. Faria uma matéria que eu sabia que a censura no Rio,jamais liberaria.
Mas quando chegamos na capital uruguaia fomos para um hotel cinco estrelas que ficavam bem no centro da cidade. Aí o Flávio chegou sentindo dores no estômago,vômito e diarreia,que eu filho de médico,diagnostiquei como uma bela ressaca. Mas mesmo assim,pedi na portaria do hotel,que mandassem um medico até o apartamento. O médico chegou,examinou e concluiu que o Flávio não tinha nada sério. Era só tomar um Sal de Frutas ou coisa parecida que ele teria uma longa vida.


Quando o medico estava deixando o quarto o Jairo que ficou na porta , perguntou o que o Flávio tinha. O médico muito educado e discreto disse que ainda não sabia. No que o Jairo emendou:”doutor, ele tem é ANGUGRA.” O medico virou-se para mim e perguntou-” o que quiere decir ANGUGRA??”.Eu não respondi. Não tinha a menor idéia dessa doença . Aí o Jairo completou-”doutor,ANGUGRA quer dizer:ANGUSTIA POR FALTA DE GRANA...”
Eu chamo até hoje este grande amigo meu de Angugra...

Coleguinhas

E O KGBÃO

Chegou lá!!!

Quem apelidou o Ilimar Franco de "KGBÃO" foi o falecido colega Melchíades Stricher, o " Missio" , assim chamado porque nasceu num dos municípios da região das Missões , S. Luís Gonzaga ou Bossoroca.


Ilimar Franco KGBÃO

Melchíades, com seu humor figadal, apelidou Ilimar,quando este trabalhava na assessoira de imprensa de nos anos 70 e 80 na Câmara Municipal de Porto Alegre, de KGBÃO porque ele militava no PC DO B.

Ilimar nasceu em Carazinho(RS).Começou sua profissão em Caxias do Sul(RS).

Está há 21 anos em Brasília, onde escreve em O GLOBO.

Na Capital Federal trabalhou cinco anos na ZH,sete no JB, e nove em O GLOBO onde permanece.

Tem como seus " mestres" Ana Amélia Lemos,Teresa Cruvinel,Helena Chagas,entre outros.

 

TODT / MEDABIL

A Medabil Sistemas Construtivos S.A. recebeu o Prêmio Top Ser Humano 2009, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos, seccional Rio Grande do Sul (ABRH-RS) em solenidade realizada nesta quarta-feira (2), às 20hs, no Grêmio Náutico União – Alto Petrópolis. A empresa conquistou a premiação com o Case “Como a Medabil superou um momento de crise e harmonizou seus talentos humanos”. No Case, a Medabil relata as iniciativas que adotou no período de 2007 e 2008, quando enfrentou um grande desafio em função do forte aquecimento da economia do país, que gerou uma situação de alta demanda por profissionais qualificados. A Medabil apostou na gestão de talentos para reverter o quadro e apoiar o crescimento da organização. No Case, são relatadas as ações de captação de talentos junto às universidades, o programa trainee, a identificação e avaliação de talentos internos, os programas de desenvolvimento de pessoas como os treinamentos, as bolsas de estudos e os pós-graduação in company e as práticas de comunicação. Nos anos de 2009 e 2010 a Medabil está dando continuidade às ações através da qualificação de todos os seus gestores com o objetivo de transformá-los em “desenvolvedores de talentos”. O Prêmio Top Ser Humano é promovido pela ABRH-RS há 17 anos, sendo reconhecido como um dos principais destaques na área de Gestão de Pessoas.

" O serviço de despertar do Correio do Povo"

 


Depois de ter feito " buraco de rua" nos anos 70, pelo Correio do Povo, Roberto Silveira Tavares, nascido em 26.11.1953, em Porto Alegre, virou "recepcionista de princesas" que chegam do interior na redação do Correinho pra divulgar as festas dos seus municípios.Nada de pejorativo nisto. Mas Tavares também é quem pede pautas para os correspondentes do Correinho no interior do estado e costuma ligar cedo de manhã pra despertá-los Pra quebrar o gelo, diz:
- Serviço de despertar do Correio do Povo!
( Nos tempos de Breno Caldas, quem recepcionava as princesas dos municípios do interior era Flávio Carneiro pela Folha da Tarde e outra colega pelo Correio do Povo que costumavam levar as visitas para o " Salão Nobre" onde posavam para as lentes de algum fotógrafo. Segundo Benito Giusti, as entrevistas eram feitas geralmente por um repórter que estivesse dando banda na redação).
Conheci muito bem a trajetória do Tavares.Começou no Correio do Povo, onde ombreávamos na cobertura da SMT(Secretaria Municipal dos Transportes). Eu lhe dava uns furinhos, que no outro dia ele tentava se recuperar...


A longa trajetória do Tavares: de repórter de buracos de ruas a anfitrião de princesas.

Tavares é filho de Wilson Silveira Tavares e de Dalva Terezinha Tavares. Além do Correio do Povo, já trabalhou na rádio Guaíba e foi o editor do jornalzinho Transportinho editado pela Associação dos Transportadores de Passageiros(ATP) Aliás, aquele projeto fui eu que levou pra ATP com um " boneco" feito pelo diagramador Fraguinha.

Como não houve acerto meu com a ATP, eles contrataram o Tavares pra fazer o jornal(desativado há alguns anos atrás,depois de 10 anos de circulação) e ele mudou o nome para Transportinho...

O Transportinho da ATP teve uma longa duração,apesar de alguns donos de empresas de comunicação torcerem o nariz para o projeto, porque era dis tribuido nas paradas dos ônibus de Porto Alegre e tinha grande aceitação do público. O Transportinho,depois que Tavares saiu da ATP, foi tocado pela colega Lídece Souza,que saiu da Cia Carris para assumir o projeto de comunicação, cuja idéia foi minha....

Tavares é assessor de imprensa do Sindicato dos Frigoríficos do RS, localizado no edifício Coliseu. Fazia anos que estava fora do Correio do Povo, mas aí o editor-chefe Telmo Flor o chamou para substituir a colega Bete, que falecera. Era para ficar apenas um mês e não parou mais de trabalhar.

Atualmente é um dos que coordenam as páginas do interior do Correinho que tem como editor o colega Edson Moiano.

Entre seus momentos de glória,segundo contou recentemente ao boletim de divulgação interna da empresa, Direto ao Ponto, está o de ter substituído o " Barão do Santo Sepulcro" como era chamado um colega que fazia o obituário do jornal. Tavares como chega cedo, é tra tado com carinho pelas funcionários que lhe alcansam uma garrafa térmica com a etiqueta de " água do seo Tavares".

Coleguinhas

*Me atrapalhei e peço desculpas: Valéria é filha de Delmar Jarros, que dirigia o JC e não como publiquei aqui.Quem me corrigiu foi o Lauro Dieckmann que sabe tudo do JC.

 

Coleguinhas

* Já Editores está pagando a Julieta Vargas Rigotto,mãe de Lindomar Rigotto, o Teti o que perdeu na Justiça. Processo foi movido pela mãe de Lindomar, Julieta Vargas Rigotto por causa de uma reportagem publicada em 2001 pelo Jornal Já com o título de Dossie Rigotto. A matéria deu um prêmio Menção Honrosa do ano de 2001 da ARI a Elmar Bones que a assinou.

 

Memória da Imprensa!

Em 1997, Carlos Bastos chefiava a imprensa na Assembléia Legislativa. E tiveramque fazer uma mudança de sala da imprensa. João Carlos Terlera madrugou no dia da mudança. Cinco horas da manhã pegou quatro "assistentes" e levou sua mesa para a nova sala. Nem esperou que os funcionários da casa o fizessem. Estava com medo de que não o deixassem ocupar o seu espaço na nova sala....

 

O ANIVERSÁRIO DE JUSCELINO

O ano era 1973.O General Medici comandava o país. Juscelino estava de volta do exílio e como tinha se separada de Dona Sara,morava em um dos apartamentos,que existiam no prédio onde funcionava as Empresas Bloch,no Rio.
Seu Adolpho,que só ficou amigo de JK depois dele ter deixado o poder, tratava seu hospede com o maior carinho.
No dia do aniversário do Presidente (no dia 12 de setembro) Seu Adolpho, um grande festeiro,resolveu comemorar no mais alto estilo. Mandou preparar um grande jantar, convidou todos os amigos do Presidente e na edição seguinte,deu na Manchete,quatro páginas em preto e branco,da festa.
A revista era impressa nas segundas feira e nas noite de terça feira,os caminhões começavam a distribuição, principalmente no Rio e São Paulo.


A revista rodava na gráfica que ficava em Parada de Lucas e era comandada por um gaúcho de Mussum, o Johny Bueno que trabalhava na casa à muitos anos
Então nas terças feiras o seu Adolpho ficava na redação até que recebesse algum exemplar. Mas na terça feira,a revista que publicava as inocentes quatro páginas da festa de JK,estava custando a chegar. Quando me preparava para ligar para Parada de Lucas, o Johny me chamou ao telefone. Ele estava assustado e gaguejava. Nem parecia o Jony de Mussum que eu conhecia. Ai,ele me disse:-”a policia Federal está aqui em Lucas. Prenderam todos os caminhões que já estavam saindo para São Paulo...”E aí? O que eu ia dizer para o seu Adolpho?Contei então que a Policia Federal havia prendido toda a edição da revista,por causa das quatro páginas do JK. Ele não teve dúvidas.”quero que se fodam,podem ficar com as revistas mas eu não tiro as paginas do Presidente...”
Meia hora depois ,a cúpula estava toda reunida discutindo o que fazer. Sugeriam que o seu Adolpho adiasse por um dia a circulação e retirassem a matéria. Outros,sugeriam que começássemos a negociar com o Ministro da Justiça,na época Alfredo Buzaid. As horas passavam, os caminhões continuavam presos e o Ministro não atendia o telefone. Mas lá pelas duas da manhã,o Johny me liga e avisa que a polícia recebera ordens para deixar Lucas e permitir a saída da revista. Avisei imediatamente o chefão que continuava puto da cara com o governo Médici. Ele não sorriu nem nada e me perguntou:”quando é que o Medíci deixa o governo?”.Expliquei que seria no fim do ano,quando ele seria substituído pelo Geisel. Ele não deixou eu terminar a frase e usando a palavra que ele mais gostava,mandou brasa:"No próximo ano,vou fazer uma festa muito maior e vou dar dez páginas coloridas. Eu quero que eles se fodam...” E não deu outra. No aniversário seguinte de JK,teve no Russel uma festa,como ele nunca havia oferecido...

PS:o Seu Adolpho só balançou um pouco,quando do diretor comercial da casa,o Roberto Vasconcellos, teve que deixar um jantar e correu para o Russel,para dizer o valor da publicidade que estava impresso na revista...Eram milhões.

Sergio Ross

Gíria e palavreados de redações....

Ontem,quando abri meu email, tinha um recado do Lauro Dieckmann que dizia assim " LIQUIDEI O PHORNALIA!"

Phornália era um restaurante do quarto distrito de Porto Alegre, tocado pelo Zé do Phornália, um italiano...Entrará nos locais desaparecidos de Porto Alegre, que eu pesquisei e o Lauro me ajuda a escrever, ou melhor, escreve....
É a memória da noite que estamos, modéstia a parte, reconstituindo. Trabalhão do cacete....

Mas eu quero é dizer do recado do Lauro: jornalística tem frases que só ele entende: No caso,aqui, Liquidei quer dizer terminei de escrever o texto do
Phornália....

Lembro de um bilhete do José Mitchell que ele me mandou um dia pelo JB. Mandei já um PESCOÇÃO pra ele....

e aí vai,,,, por exemplo, tem até uma empresa de assessoria chamada LEED...Não seria LEAD o correto? è que Lead quer dizer conduzindo...conduzir, né....O Lead é a abertura da matéria, onde o autor diz em poucos linhas tudo o que vai achar abaixo....
E FECHAMENTO,então, quando era hora do fechamento,não tinha chacrinha em redação....Fechamento quer dizer isto mesmo, o jornal está sendo terminado,concluido. Não se se as redações acépticas de hoje em dia continuam tendo o frenesi que era a hora do fechamento....contínuos correndo de cá pra lá levando laudas, chicaras de café preto e algumas vezes até um sanduiche pro diagramador que não podia se levantar porque senão atrasaria o processo editorial do jornal.

Na ZH teve um caso que entrou pro folclore da redação, mas não posso dar nomes aqui, porque uma das pessoas, no caso a diagramadora,ainda vive.

Foi o seguinte:
Como na sexta fechava-se 3 jornais(sábado,domingo e parte da segunda) os diagramadores eram superexigidos....

Um dos editores,tri conhecido ( já faleceu) ficou pentelhando a diagramadora que ficava no segundo caderno pra baixar a parte dele, que era de Opinião(editoraiais e pagina 3) pra ele poder se mandar. Queria sair do jornal antes das 11 da noite, coisa muito comum pra editor.
Lá pelas oito, ele estava enchendo a paciência da diagramadora,até que , num gesto total de perda de paciência,subiu na mesa da diagramação,e fez a seguinte proclamação:

_ FULANO DE TAL não adiante ficar enchendo o saco, eu hoje não vou pro MOTEL contigo....

Ato contínuo, os colegas viram o editor de quatro, se esgueirando entre as mesas e voltando pro seu aquário. Em seguida foi até o Porta Larga, pra não ser chacota dos coleguinhas.....

Coleguinhas

* Acordei o Kolecza,ontem, porque ouvi no rádio a morte do vereador Rubem Thomé(PP). Pensei que um lio forte entre o finado Melchíades Strihcer(repórter setorial da Câmara Municipal) tivesse sido com ele. Não, foi com o vereador Clóvis Brum(PMDB). E o Kolecza me disse que foi lá ver o que havia acontecido por conta própria e não mandado pela empresa, no caso a ZH.Tem um leitor anonimo que lè este blog e quando menciona o polaco liga pra ele. Desconfio de dois: ou o CAMARGO ou o DEROSSO! Vou pedir ajuda ao antigo SNI pra descobrir...

* Onde anda O mazzarino que não responde???? anda muito ocupado assessorando o " mortadela" ( Pedro Ernesto Denardim) pro show dos esportes?
* Vi ontem o " Cabeça" Previdi entregando suas faturas na Martins e Andrade. Eu tava lá fazendo o mesmo...

* O OTTO BEDE no Bom Dia da Guaíba consegue fazer mais propaganda do que toda a assessoria de Fidel no Brasil. É que pra provocar ele , o Mendelski, que é anti castrista, manda colocar o hino cubano só pra implicar com o seu produtor....

*Brincando, brincando, os veinhos coleguinhas tão vibrando que agosto passou....O que tem de gente apertando aquilo...é que a roda anda, como disse o José Antônio Severo quando encontrou o C.A. KOLECZA no velório do Lauro Schirmer, no mês passado...

* Jandira Cesar está na CGTEE...

Coleguinhas


Atenção o Mazzarino acordou e manda dois sucintos recados. E eu pergunto: quando vamos ter deno o GUAXO???? não esquece, Mazza de vir pro lançamento do livro do Odacir Klein, na sexta,dia 4 no Barranco. Era aquele secretário que mandou um emissário falar com o J.C. Torves pra fechar teu Guaxo, porque não guentavam as gozadas tuas no Rigotto. Essa turma sabe puxar saco,né. E nóis aqui trabalhando....

O túmulo abandonado do
Anjo Negro

No cemitério Municipal Jardim da Paz, em S. Borja, repousam os restos mortais de Gregório Fortunatto, que nunca foi peão de Getúlio Vargas como vi estes diz escreverem por aí....

fotos de neusa penalvo

Gregório era da Polícia Civil e ia muito ao Itu. Sua mãe era uma líder de uma vila de S. Borja e sempre apoiara politicamente os Vargas. Como Gregório virou o mais famoso guarda-costas de Getúlio está em parte contado no meu livrinho Depoimentos de um Filho que o finado Maneco Vargas me deu na estância do Cerrito,de sua propriedade, em 1993.

fotos de neusa penalvo

No cemitério de S. Borja, o túmulo não recebe visitas, nem pintura há muito tempo segundo o zelador que está lá há mais de oito anos.

fotos de neusa penalvo

Dá pra ver no aspecto em geral do túmulo que está meio que abandonado. Alguém, mas muito raro, coloca uma florzinha de plástico. Mas a prefeitura municipal colocou uma plaqueta atrás do túmulo identificando-o porque é ponto histórico e atração turística....

fotos de neusa penalvo

Junto do corpo de Gregório, o Anjo Negro, está enterrada sua esposa, Glacira.

Um dos filhos de Gregório, de nome Abel, foi segurança no Senado Federal, mas agora não é mais visto em Brasília.

Coleguinhas

* Rosane Oliveira registrou em seu blog pedidos de desculpas aos leitores por comentários que fez sobre a apresentação da cantora Vanusa, no episódio do Hino Nacional. É que ela está doente. Cuidado: como diz o ditado aquele" EU POSSO SER VOCE AMANHA"!

*Lei dura numa empresa de comunicação do Vale dos Sinos: repórteres da capital andam de õnibus. E o ressarcimento vem mais tarde.Táxi, nem pensar....só em casos extremos....

* E nada de chupar matérias de outros blogs,sites,veículos em geral: há um controle geral. Tanto que pedem o número do telefone da fonte e as vezes ligam pra saber se sua repórter ligou mesmo....

Ah, e só vale comparação com a Zero Hora. Os demais jornais da capital são fichinhas. Não querem nem saber....

Um prefeito cuja memória
está sendo resgatada!

O prefeito Mário Roque Weis(PDT), que governou S.Borja entre 1985 e 1988,está, com a inauguração de uma vila da cidade que leva seu nome tendo sua memória resgatada.A vila foi construída com verba do Governo Federal, e integra um projeto de habitação de casas populares que leva o nome do falecido prefeito Mário Roque Weis.

Não o conheci. Comecei a ouvir falar dele quando fui a S. Borja pela primeria vez, num 24 de agosto não recordo com certeza se foi 2005,ou 2006.Fui, a convite do então presidente municipal do PDT local,advogado Clair Ribas, lançar na Câmara Municipal meu livro Depoimentos de Um Filho.Pai do atual prefeito Mariovane Gottfried Weis,Mário teve,digamos, um final de vida melancólico. Foi isto que me atraiu a investigar mais o que houve com sua trajetória pessoal e política.


Dininha aos fundos foi mulher de Mario Roque Weis


Mário Roque fora um agricultor bem sucessido. Plantava muito bem. As lavouras dele eram consideradas entre as melhores da região em organização e produção . Aí vieram os planos econômicos dos anos 80 (Funaro,Bresser Pereira) o tempo também o prejudicou e ele "quebrou". Nesta época,seu filho Mariovane, recém formado, virou o administrador do pai. Num dos tantos problemas financeiros que tiveram, Mariovane induziu o pai a pedir concordata e aí Mário Roque morreu. Por isto que ficou o dito popular de que foi Mariovane que "quebrou" o pai.). Humanitário como era, Mário Roque, saiu da política com poucos recursos financeiros. Há quem exagere dizendo que depois que se separou de sua esposa, Dininha(Ondina Elisa) e ficou muito pobre, muitos na cidade o evitavam temendo as " mordidas".Outros dizem que Mário Roque que sempre "gostava de um aperitivo" passou a beber mais com a separação. Numa cerimônia quando foi prefeito, na coroação da rainha dos estudantes lembra uma sanborjense hoje radicada na capital do Estado que esteve presente ao ato, ele trocou a faixa da rainha, colocando-a ao avesso.Talvez já tivesse tomado uns aperitivos a mais....Quem acompanhou a trajetória de Mário Roque Weis diz,no entanto, que mesmo depois de pobre,ele sempre foi uma pessoa afável,atenciosa,e nunca foi agressivo.

Tido como um bom prefeito, não foi,no entanto,segundo alguns pedetistas, " UM BOM COMPANHEIRO"! Já no começo da sua administração tratou logo de romper com seu vice, Dr. Florêncio Aquino Guimarães(considerado pelas hostes pedetistas,ou parte delas, como um companheiro fiel,partidário. Além do mais fora fundador do " velho PTB", o que na " terra dos presidentes" conta muito. Dr. Florêncio Aquino Guimarães era natural A6???tš de Santiago do Boqueirão, de uma família tradicional da região. Também foi prefeito,vereador e presidente do PTB local.)A forma que Mário Roque encontrou para romper com seu vice, foi não lhe dar uma sala na prefeitura.Segundo alguns moradores de S. Borja, que acompanharam sua administração na prefeitura, ela foi muito " complicada".O PDT local dividiu-se.Ele acabou sendo " suspenso" pelo PDT mesmo sendo prefeito.( É de se lembrar neste momento que na gestão passada, seu filho, Mariovane Weis também rompeu com o vice, Rene, do PT que não despachava dentro do Palácio Presidente João Goulart) a sede administrativa da prefeitura de S. Borja, que fica na frente da praça XV de Novembro, na rua Aparício Mariense.
O fato é que Mário Roque deixou um legado político tanto que seu filho, Mariovane foi eleito prefeito de S.Borja e reeleito no ano passado. Numa praça de S. Borja, acho que foi a XV de Novembro,vi um banco doado por Mário Roque que "guarda" seu nome.

Lutadora

Dona DININHA ex-exposa do prefeito Mário Roque Weis e mãe do atual prefeito Mariovane( que tem outros dois irmãos, um morando na Argentina) é considerada uma lutadora. Nunca se soube os reais motivos que levaram dona Dininha a pedir o divórcio. Ela ajudou muito na campanha do marido e é tida como uma lutadora partidária do PDT sanborjense. Quando se separou do marido,a casa onde o casal e os filhos moravam,localizada na zona nobre de S. Borja, na praça da Lagoa( ao lado dela fica o Hotel Obino,antigo Charrua e mora por ali também a mãe do cantor nativista Mano Lima) ficou com Dona Dininha. Como haviam ficado " pobres" ela tratou de lutar pela sobrevivência.Alugou quartos da casa para estudantes já que o imóvel era muito espaçoso.

Lideranças regionais

Nos anos 60,70 e 80 S. Borja teve três grandes lideranças municipais e porque não regionais, em se falando de política
Dr. Florêncio Aquino Guimarães, liderança petebista/pedetista.
Dr. Mauá Benjamin da Costa Ferreira, médico "do povo"( humanitário) vereador, liderança do MDB.
Dr. José Pereira Alvarez, o JUCÃO, engenheiro agrônomo, interventor( o município foi área de segurança nacional no tempo da ditadura militar) prefeito eleito, deputado estadual, liderança da antiga ARENA, depois PDS e atual PP.

Mensagem do leitor

Clique aqui para ler a mensagem enviada pelo leitor eng. Frederico Alban Neto

 

 

PUNTA BALLENA LANÇA LINHA DE
ALFAJORES NA EXPOINTER 2009


Líder no segmento de alta renda na região do rio da Prata, a Punta Ballena, do Uruguai, aproveitará a realização da EXPOINTER 2009, de 29 de agosto a 6 de setembro, para ampliar suas exportações de alfajores para o mercado brasileiro. Segundo explica o representante exclusivo da marca para o Brasil, o ex-jogador de futebol Marco Vanzini, do Nacional de Montevidéu e da Seleção uruguaia, a linha Punta Ballena será apresentada no estande do Uruguai no Pavilhão Internacional da Feira. Será a nossa estréia na EXPOINTER, podendo o produto ser adquirido no local pelos visitantes, estando previstos também eventos de degustação em vários pontos do Parque de Exposições de Esteio, antecipa. Entre os itens que serão apresentados durante a feira destacam-se os chamados Bocaditos (chocolate com recheio de doce de leite) um grande sucesso de vendas e Alfajores de chocolate branco e chocolate preto, assim como a linha de Doce de Leite. Além de ampliar a visibilidade da Punta Ballena junto aos milhares de visitantes da feira, outro objetivo é estabelecer contatos com interessados em distribuir o produto no Rio Grande do Sul e em outras regiões brasileiras. Lembra Vanzini que o RS foi escolhido para funcionar como base de penetração no País devido não só às maiores facilidades de logística como também pela grande identidade cultural, inclusive considerando o tradicional hábito dos gaúchos de adquirir alfajores e doce de leite em suas viagens ao Uruguai e Argentina. A meta é obter um incremento de mais de 200% nas exportações de alfajores para o Brasil, atingindo, até o final de 2009, um volume correspondente a cerca de 1,0 milhão de unidades anuais. Também está nos planos a criação de uma rede de franqueados para a comercialização no varejo. Com mais de 25 anos de atuação, a Punta Ballena possui fábricas em Montevidéu e na Argentina, exportando seus produtos, igualmente, para outros países da América Latina e para a União Europeia.


foto de claudio bergmann

Marco Vanzini


OBS.: Alfajor provém da palavra árabe Alajú, que significa doce com forma de torta coberta por duas obreias. É um produto que em sua concepção moderna nasce na região do rio da Prata (Argentina e Uruguai) e conta com mais de 130 anos de existência.

Coleguinhas


* O artigo do blog do Wianey Carlet " Fernando perdeu o trem da história" mostra de que lado está o articulista. Isto me faz lembrar do falecido Tarso de Castro que com sua verve no Pasquim lascava o Bob Fields, ou seja o ministro Roberto Campso de quem dizia que era destituído de covardia política,estava sempre a favor do mais forte.

Caco da CPI da Corrupção

( Devo isto às gurias das LIBRAS)( linguagem dos sinais)!

No primeiro da CPI da Corrupção, na terça,dia 1/09, o deputado estadual do DEM, o "HOMI do Tempo" Paulo Borges se irritou com o colega Pedro Pereira ( médico) do PSDB que não o deixava falar:

- Eu lhe ouvi agora o senhor vai me ouvir. E vai gritar na sua CANGUÇU!


Eta ambiente arretado,este!!!!!

Diversas

*CUT já foi seminarista


*O presidente regional da CUT, CELSO WOYCIECHOWSKI já foi seminarista!(informação dada pelo Lauro Quadros,o do Polêmica)

* Mariovane Gottfried Weis pleiteira a instalalão de uma vara Federal em S. Borja. Esteve dia 28/08 no Tribunal Regional Federal em audiência para tanto....

Coleguinhas

Buracos no Gigantinho derrubam
Vaz do JC

Era uma noite de domingo e Luis Carlos Vaz se preparava pra fazer a capa do dia seguinte no JC. Anos 80. Era pré-celular, pré foto digital...Leila Weber e um fotógrafo do JC foram pro Gigantinho porque aquela noite aconteceu o Samba Sul,evento da rádio Princesa, do Grupo JC. A rádio era dirigida pela Valéria, filha do dono do grupo, Mércio Tumelro.

Vaz ficou nervoso porque uma de suas chefes insistia pra que fechassem de vez que já eram nove da noite. O fotógrafo chegou com as fotos, ele mandou fazer os contatos. Ainda tinha muitos buracos no gigatinho e ele cometeu a imprudência de publicar um evento da casa com uma foto onde mostrava pouco público.

Dito e feito: meia contracapa com aquela foto mostrando pouco público. Escolheu a foto e foi pra casa. No outro dia, foi pra Rede Federal trabalhar. Quando chegou de tarde pra trabalhar no JC, um funcionário do RH o esperou na porta. Nem o deixou entrar:
- O sr. está demitido por decisão de nossa diretora,disse o rapaz.

Vaz nem se fez de rogado. Pavio curto como é retrucou:

- Se é numa empresa assim que eu trabalho quero mais é ir embora....


deputado Valdomiro de Oliveira, Luis Carlos Vaz e Segatto, do JC.

 

CICLO DO CINEMA GAÚCHO 2: CINEJORNAIS, ANIMAÇÃO, FICÇÃO, DOCUMENTÁRIOS

1° Encontro: CINEJORNAIS, DOCUMENTÁRIOS.

MEMÓRIAS PERDIDAS (2004, 21min, colorido, sonoro), de Francisco Botelho.
Desde os anos 40, desenvolve-se no Rio Grande do Sul uma produção contínua de cinejornais, documentários, institucionais. Produtoras como a Leopoldis-Som, Tomazoni Films ou Interfilmes, de Itacir Rossi, foram constituindo ao longo das décadas um precioso patrimônio de imagens. Nos anos 70, o público gaúcho lota cinemas para ver o fenômeno Teixeirinha. Algumas das pessoas que estavam por trás das câmeras falam sobre aquela época, quando não percebiam a importância histórica do trabalho que realizavam.
Agradecemos o apoio do Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual da FAMECOS - PUCRS.

CINEJORNAIS DA COLEÇÃO DO MUSEU HIPÓLITO,
Quem dorme...não pega peixe (195, 10’48”, sonoro, pb), de Camillo Tedaldi
Feira do Vinho em Caxias do Sul (1954, 1’24”, mudo, pb).
Plano de Eletrificação do Estado n°1 (1947/8, 9’40”, sonoro pb), da Leopoldis Som.
Mostrando o Rio Grande, documentário n° 6 (195?, 10’12”, sonoro, pb), da Leopoldis Som
Atualidades do Sul n° 35 (196, 6’69”, sonoro, pb), da Tomazoni Film
Flashes do Sul (196, 9’22”, sonoro, pb), da Tomazoni Film

LOCAL: Museu de Comunicação Social
Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
DIA: 05. 09.2009
HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA

2° Encontro: FICÇÃO E ANIMAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL

PIONEIROS DA ANIMAÇÃO GAÚCHA (2008, 14 min, colorido, sonoro), de Norton Simões e Luiza Tigre.
Documentário sobre os pioneiros do cinema de animação gaúcho. Das primeiras experiências profissionais da Animatographia Filmes nos anos 40 até os anos 70, passando por cineastas como Orlando Dantas e Bruno Hochheim nos anos 50, Moacyr Flores nos anos 60 e por último Edson Acri nos anos 70.
O NÁUFRAGO (195, 4:45min, pb, sonoro), de N. Furtado e B. Hochheim

MALDITO (2006, 9min, colorido, mudo), de Norton Simões e Lindsei Alves.
Um homem, pouco a pouco vai enlouquecendo devido à repugnância que ele sente por um problema ocular de um idoso. Baseado livremente em um conto de Edgar A. Poe.
EDGAR, O CORVO ( 10min , colorido, sonoro)

Bate-papo com Luiza Tigre e Norton Simões.

LOCAL: Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
Dia: 12.09.2009
HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA

3° Encontro: DOCUMENTÁRIO, MEMÓRIA.

NOS TRILHOS DA MEMÓRIA (2009, 18 min, colorido, sonoro), de Alexandre Derlan
Nos Trilhos da Memória, curta-metragem de 18 minutos com direção e roteiro de Alex Derlam (Papão e 54 e Ginetes de Ouro), é uma produção da Estação Elétrica Filme e Vídeo. Foi realizado para integrar a exposição de mesmo título, cuja iniciativa é do Tribunal Regional do Trabalho - TRT através do Memorial da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul. O filme resgata histórias e conquistas da classe ferroviária, seu papel decisivo na conquistas de direitos sociais, apresentando imagens inéditas, fotos, objetos, reconstituições de cenas de época e depoimentos emocionantes de ferroviários e ex-ferroviários. O filme apresenta didaticamente, ciclos, períodos e fases do transporte ferroviário, suas contribuições para o progresso e para a criação de diversas cidades.

Bate-papo com Alexandre Derlan e participantes do documentário

LOCAL: Museu de Comunicação Social
Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
Dia: 19.09.2009
HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA

4° Encontro: CINEMA, MODA, IMPRENSA E MÚSICA EM PORTO ALEGRE DOS ANOS 1910 a 1930.

FILMES DO MUSEU HIPÓLITO
ITA JORNAL Nº 3 (1927, 5’34”, silencioso, pb, INCOMPLETO), de Eugênio C. Kerrigan. Desfile militar.
ITA JORNAL Nº 4 (1927, 4’25”, silencioso, pb, INCOMPLETO), de Eugênio C. Kerrigan.


Palestras com os pesquisadores Alice Dubina Trusz (A produção e a exibição cinematográficas em Porto Alegre na década de 1920), Julia da Rosa Simões (Saraus, concertos e recitais na Porto Alegre dos anos 20),Thaís Gomes Fraga (A “Loucura da Moda" : anos 20 em Porto Alegre), Carlos Roberto da Costa Leite (Mídia Impressa nas primeiras décadas do século XX).

LOCAL: Museu de Comunicação Social
Hipólito José da Costa
Rua dos Andradas 959
Dia: 26.09.2009
A6???tš HORÁRIO: 15 horas
ENTRADA FRANCA

Governo lança Pré-Sal
em ano eleitoral!

Pré-sal é a grande prioridade do governo, diz Fontana
O líder do Governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (PT-RS), disse há pouco que se empenhará para que sejam votados ainda este ano os quatro projetos relativos à exploração de petróleo na camada pré-sal. "O governo tem uma visão clara em relação a isso: precisa votar o quanto antes, pois essa é a maior prioridade em termos estratégicos e de interesse econômico do País", ressaltou.

Foto: Edisoncastencio


Os quatro projetos referem-se ao marco regulatório da exploração do petróleo nas camadas pré-sal; à capitalização da Petrobras; à constituição da nova nova empresa – a Petrosal; e à criação do fundo social. Quanto à distribuição dos royalties, Fontana explicou que é assunto para ser discutido no Parlamento, visto que envolve interesses diferenciados dos estados. O líder lembrou ainda que já tramitam na Câmara vários projetos sobre o assunto.

Foto: Edisoncastencio


"É importante lembrar que, em relação ao pré-sal, todos os estados e municípios vão sair ganhando devido ao fundo social. Pois os recursos provenientes da exploração do petróleo na camada pré-sal serão destinados à educação, à cultura, à ciência e tecnologia e aos projetos de desenvolvimento sustentável e preservação ambiental", explicou o líder. "Ou seja: estamos pegando uma riqueza finita e transformando-a em riqueza permanente para a população brasileira".

Foto: Edisoncastencio


Petrosal -
De acordo com os projetos a serem votados em regime de urgência, o Brasil é dono de parte do petróleo já extraída, e não apenas da que se encontra no subsolo, bem menos valiosa. Por sua vez, a Petrobras tem prioridade em toda a exploração.
Fontana observou que a nova empresa, a estatal Petrosal, terá poucos e qualificados servidores.

Foto: Edisoncastencio

Sua função será controlar os contratos do pré-sal, atuando como uma espécie de guardiã do interesse público. Quanto ao sistema de exploração, lembrou que será de partilha, e não de concessão, que atende melhor à realidade do pré-sal – de risco pequeno e rentabilidade alta.

Foto: Edisoncastencio


Edisoncastêncio(de Brasília!)

Sobre a punga que fui vítima num ônibus da Carris da linha Carlos Gomes, na última segunda:

Fui falar com motoristas e cobradores,de noite, da linha..Me disseram que a linha deles não é tanto pungada,assim, que onde mais pungam é na Auxiliadora. Outra coisa:segundo um motora, os punguistas são idosos,grávidas,homens e mulheres. E ninguém de aparência de chinelão,não. Tudo bem limpinho e bem vestido...

Como sabia que a Carris não daria resposta nenhuma mesmo( até agora pelo menos não disse nada,imagino que isto acontece aos borbotões dentro dos ônibus durante o dia) lembro-me de uma frase que um empresário me disse tempos atrás: ainda bem que a sociedade nem desconfia de quanto ela está abandonada!

CONVITE PARA AUDIÊNCIA PÚBLICA


Convidamos Vossa Senhoria, a se fazer presente na Audiência Pública que irá debater a possível Federalização do Hospital São Francisco de Borja.

O referido evento – de iniciativa do Deputado Cássia Carpes, vem ao encontro de proposição do Vereador Celso Lopes, e está agendado para o dia 23 DE SETEMBRO do corrente, a partir das 09H30MIN, no PLENARINHO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

Dada à importância deste acontecimento, se faz necessária a união de todas as forças vivas da cidade, em prol desta causa, que é a alternativa mais viável para reativarmos aquela casa de saúde, transformando-a num Hospital Federal.

“Nosso pleito pela Federalização do Hospital começa a ganhar ecos, e este mês será debatido junto ao Parlamento Gaúcho. Além disso, já obtivemos apoio de diversas categorias da sociedade São-borjense, e mesmo de diversos Deputados Federais, que ao tomarem conhecimento do nosso requerimento enviado ao Ministro Temporão, encaminharam ofícios ao Ministro da Saúde, em apoio a esta providência”.


Entre em contato conosco.
Faça sua reivindicação, crítica ou sugestão para construirmos um mandato democrático e popular.
E-mail: celsolopes12@yahoo.com.br
Telefones: Gabinete: 3431-1435
Celular: 9943-7597
Visite nosso Gabinete na Câmara de Vereadores.

www.camarasaoborja.com.br

Verba da Câmara Municipal

Falei com ov ereador Adeli Sell(PT) sobre verba publicitária da Câmara Municipal. Ele disse que foi voto vencido na discussão do assunto porque era favorável a que a colenda( bah, esta peguei emprestada do Cascatinha) anunciasse também na chamada mídia "fragmentada",ou seja, jornais de bairros....

Recebi este esclarecimento da leitora Neusa Penalvo,desde a "lejana" S. Borja!

" O Belchior está numa prainha(SAN GREGÓRIO DE POLANCO) que pertence ao Depto. de TACUAREMBÓ onde morávamos( esclarecimento do editor: a Neusa é filha do administrador da estância de dr. Jango Goulart, Percy Quartiero Penalvo) e onde o Dr. Jango tinha a Estância que não era perto da prainha. É um balneário muito conhecido lá no interior do Uruguay( meu deus, a Neusa ainda escreve Uruguay com Y nota do editor) mas é muito " calmo". Segundo um uruguaio amigo meu lá moram muitos personagens interessantes. Um felipino que dizem joga dinheiro desde um helicóptero para a ex,recentemente entre outras coisas se diz muito amigo de Chavez..."

Desempenho!

Desde que coloquei no ar este site, sempre dou no final do mês o seu desempenho(número de acessos). O de agosto último,quando o blog completou dois anos, tive 8.146 acessos. Agradeço aos colaboradores,a quem escreve e principalmente a preferência dos leitores. Obrigado!

Coleguinhas

* IB KERN depois do seu sucesso Não Há Anjos no Poder, agora em outubro, lançara uma novela policial.Ib completa noventinha dia 11 de setembro. Mas que dia pra fazer niver,hein,IB?

*Dia 11 de outubro de 1973( esta tu podias chupar,Lauro Dieckmann e fazer tua coluninha onde você estava neste dia!)
Eu estava na redação da ZH e junto com o João Aveline e acho que uma colega, a Marilene, ficávamos junto ao telex esperando notícias porque havia rumores de que o Gal. Pratts(aquele que foi assassinado pela Operação Condor) na Argentina, reagiria ao golpe de Pinochet.Estamos esperando até hoje o tal telex, que nunca veio! Que ingenuidade nossa no começo dos anos 70!

*Depois, em 1974, quando tinha que ir no Ministério de Relaciones Exteriores, de Lima, no Peru, via a quantidade de exilados chilenos que iam lá pegar o carimbo no passaporte,ou salvoconduto.

* Serginho Ross afivelando as malas. Dua 4 ruma a Paris. Como a Carla Bruni não veio a Brasília acompanhando o marido,Nicolas Sarkozy, presidente francês, o Serginho vai lá pegar seu autógrafo,ora bolas!

* Esgotou o livro do Juremir Machado, Getúlio! Também vendendo a 12,90, um livro de 300 e tantas páginas, já viu. O Correinho vende até cinco exemplares para cada assiante. Devem chegar novos exemplares na próxima sexta,dia 4 /09.

* Deu por aí que o Reche,diretor de esportes da Guaíba, não desiste do Marco A.Pereira, narrador esportivo. Pô, querem quebrar a espinha dorsal da Gaúcha,hein. O Marco Antônio já foi da Guaíba!

Coleguinhas

* Osiris Maris está de luto pela morta da progenitora. Não está apresentando o Jornal Gente, da Band AM. Hoje(ontem) no seu lugar estáva o Guilherme Baumbart...

* Salinha J.C. Terlera bem "esvaziada". Turma se mandou pra Expointer...

* J.C.Terlera, o repórter, não a salinha, não tem pintado na assessoria de imprensa da ALE onde sempre ia de tarde. Explicação é que teria tido um problema na coluna.Há,no entanto, pela rádio corredor, outra versão...

O repórter e sua moto!

O Eduardo Belmonte é um patrimônio da rádio Cultura AM de S. Borja. As rádios do interior já tem pouco jornalismo próprio, porque plugam com as grandes da capital, para transmitir notícias regionais nacionais e mundiais. Mas o Belmonte, que anda sempre na su a moto, percorre S. Borja inteira atrás de not´ciias locais, que é digamos um diferencial. Quem não quer saber de sua aldeia?
Todos!

Eduardo Belmonte faz na Cultura AM principalmente Polícia.Chega de manhã cedo e começa a ligar pras fontes porque oito e pouco entra no programa do ARCE e fala o que aconteceu durante a noite. Uma vez,tempos atrás, ele foi acordado na madrugada, que havia uma batida da Brigada Militar junto ao rio Uruguai. Belmonte pensou tratar-se uma batidinha corriqueira, daquelas de gente que andava roubando gado...que nada, era um grande carregamento de tóxicos que vinha da Argentina e que a Brigada Militar interceptou na travessia. Foi por sinal a Guarda Florestal da Brigada Militar que fez a prisão porque a corporação tratar-se de ladrões de gado.Lá estava o Eduardo Belmonte e no dia seguinte deu um banho de informação pra audiência....

Quando o Kenny Braga escreveu olivro Rolo Compressor e estava na fase de pesquisa, alguém da rádio Gaúcha ligou pra ele em S. Borja localizar o goleiro WINCK, que jogara no famoso time dos anos 40, e que se mudara pra fronteira. Belmonte localizou os familiares do jogador, porque ele já falecera...

Nem um livro ganhou, como recompensa!

Belmonte está por tudo. Cobre um evento, grava e depois sai correndo de moto para outra missão. Nunca o vi comendo em almoços partidários. Acho que se preserva.
Já narrou futebol e junto com o Arce e com o Alberi Cogo fecha o time que mantém o jornalismo local da rádio Cultura de S. Borja.

Coleguinhas

* Caco Barcellos e sua equipe teriam recebido proposta da TV RECORD pra se mudar pra nova casa dos ex-globais. 300 quilos de alcatre mensais, como dizia o Torves, ou seja, 300 mil reais por mês teria sido a proposta ao Caco. Recusada: por dois motivos: o Caco não sai da Globo onde acabou de renovar contrato por mais cinco anos por cifras não reveladas.

Coleguinhas


* ZH ON LINE está servindo de pauteira pra muitos coleguinhas!

* A bancada do PDT vai lançar ainda em setembro um " livrinho" de uma preciosidade. O funcionário da bancada do partido, Luís Vergara, gravara, em agosto de 1981, um depoimento de Hamilton Chaves sobre os bastidores da Legalidade. O depoimento está em fita K SETE, foi decupado, e agora vai virar livro na íntegra. Hamilton Chaves era o chefe de imprensa do governador Leonel Brizola.

* Dizem que Brizola só ouvia uma pessoa: o Hamilton Chaves, que ficou mais conhecido por ser o amigo do compositor Lupicínio Rodrigues que teria gravado ou composto POBRES MOÇOS em homenagem ao casamento do Hamilton. Isto pelo menos é a lenda....

Coleguinhas

* Diálogo aqui na salinha J.C. Terlera:
- Tu viu o novo cabelo da Fátima Bernardes no JN ???
- Ué, mas eu pensei que tu tava interessada naquilo que ela dizia. Não nos cabelos.


Bastidores da Legalidade

Leiam esta preciosidade de informação:

Machado Lopes( o General comandante do III Exército na ocasião da Legalidade, agosto/setembro 1961) reuniu todos os oficiais do Quartel General(QG) e comunicou-lhes:" ACABO DE RECEBER DO MINISTRO ORLANDO GEISEL( NOTA DO EDITOR; irmão de Ernesto Geisel, futuro presidente da República) ORDEM CIFRADA DE BOMBARDEAR O PALÁCIO PIRATINI.ACHEI A ORDEM TÃO ABSURDA QUE MANDEI COTEJAR.CHEGOU A CONFIRMAÇAO.ENTÃO DECIDI IR AO PALÁCIO PARA COMUNICAR AO GOVERNADOR BRIZOLA QUE VIAJAREI AO RIO PARA ENTREGAR O COMANDO DO III EXERCITO AO MINISTRO.CONTRARIANDO O RITUAL MILITAR,UMA SALVA DE PALMAS ABAFOU AS ULTIMAS PALAVRAS DE MACHADO LOPES EM SEGUIDA, OS OFICIAIS CERCARAM O COMANDANTE APELANDO PARA QUE FICASSE PARA COMANDAR A RESISTENCIA"

Nota do Editor; quem me passou esta informação pediu para que não fosse citado, mas garantiu ser a informação absolutamente verdadeira. E com a estrada que este coleguinha tem, eu confio nele!

Duas notas de Brasília

Olides

É impressionante:o vice presidente José Alencar tem o cuidado de agradecer uma a uma as cartas e as manifestações de carinho que recebe.É um craque.

Depois da absolvição do Antonio Palocci pelo Supremo Tribunal Federal no caso da violação do sigilo bancário do Francenildo Costa,todo mundo por aqui,envolvido com outros casos,mesmo os mais escabrosos,estão otimistas.
Ate o ex Ministro da Casa Civil,José Dirceu,está otimista,tanto assim que comemorou muito a decisão.
Jóse Dirceu acha que também será excluido do processo do "mensalão",porque na hà "prova irredutível" de sua participação no caso.
O meu amigo Deti,lá em Bento,deve estar pensando:"Porca miséria,este país não é mesmo sério..."

Sergio Ross

Museu do Jango será finalmente inaugurado!


Depois de algumas transferências, finalmente,será inaugurado no dia 1 de outubro o Museu Jango Goulart que se localizava na av. Presidente Vargas, a poucos metros da Praça XV de Novembro, no centro da cidade.

Dilhermano Messa no sábado dia 22 de agosto publicou em sua coluna da Folha de SB um registro inédito do Museu à noite com a iluminação.


Museu do Jango em São Borja será inaugurado em 1° de Outubro

A gozação" entre os vereadores do PP de S. Borja é que foi preciso o PP no poder para inaugurar um museu ao Jango. O que não deixa de ser uma verdade, já que a pasta da Cultura pertence ao PP, e está com a secretária Mônica Leal. O dinheiro arrecadado foi via LIC e chegou a cerca de 1 milhão de reais. Quem fez a recuperação do prédio da casa onde Jango residiu - nos últimos tempos morava lá Percy Penalvo -foi uma empresa de S. Luiz Gonzaga. Então como lá é tudo missioneiro, ficou tudo em casa mesmo....

Coleguinhas

* Dei uma olhadinha na concorrência...mas como tá fraquinha,fraquinha....alguns são uns bons agendadores de eventos, nada mais....

*O melhor blog que trata de imprensa, com crítica e tudo pra mim no momento é do Lauro Dieckmann.Disparado. Dá de rebenque erguido....

* Lizemara Prates, ou a " LIZE" como os íntimos a chamam, entrou no Mendelski,segunda, tentando fazer alguns comentários sobre futilidades da EXPOINTER. Eu achei que isto não é a praia dela, Se não fosse o veneno do Mendelski, ia parecer frescura, desculpe tá, mas achei isto...Um conselho de amigo, ou de colega: eu no lugar da Lizemara deixava isto pra outros...Ela sabe e muito bem dar informação....

* Passei ontem na Borges de Medeiros, lá por nove e meia da matina.ali na fila do INPS. Nossa,quanto coleguinha! Uns de bloquinho na mão anotando. Fui no xerox e na volta me dei ao trabalho de perguntar: quem tá aí, a YEDA?
- Não, me disse um coleguinha, é uma batida do SIMERS!
- Cruiz credo, o SIMERS copiou o Jair Soares, quando era secretário da saúde e anda dando batida na farmácia do Estado?Porque não vão dar batida nas farmácias de CUBA pra ver se lá não faltam medicamentos?Pimenta nos olhos dos outros é colírio,né...

* Houve um outro assalto dias atrás a um dos proprietários da churrascaria Barranco, na Protásio. Tá virando moda?
*A primeira constatação da EXpointer: coleguinhas sumiram da salinha J.C.Terlera e estão na Expointer. Mas o que tanta cobertura fazem là?
Outra constatação da Expointer. a queda de público com medo da Gripa Suína e do preço de entrada, é claro....

* Frase da semana: Não perguntes onde fica o ALEGRETE, segue o rumo do teu próprio coração( NICO FAGUNDES E BAGRE FAGUNDES).


PUNTA BALLENA DOA ALFAJORES
A ALUNOS DO GE URUGUAI


O transcurso da data da independência do Uruguai, nesta terça-feira (25) foi assinalado em Porto Alegre pela fabricante uruguaia de alfajores Punta Ballena. A empresa procedeu à doação deste produto típico da região do rio da Prata para os alunos do Grupo Escolar Uruguai, localizado junto ao Parcão. O evento, realizado às 9h45min, contou com as presenças do cônsul do Uruguai, Pablo Scheiner e da vice-diretora da escola, Margrid Bencke, além da representante da Punta Ballena, Maria José Vanzini.


Sem grana pra blogueiro!

Câmara Municipal iniciou campanha publicitária, mas apenas em rádios. E em cinco: Gaúcha,Farroupilha, Pampa, Guaíba e Band....

Esta campanha vai até dezembro.

Pra blogs, necas pau!

Vamos fazer,então, como fazia o finado BARÂO( quando mandam releases, manda de volta)!

Programa do GUGU!

Vamos ver o IBOPE mas teve quem não gostou do novo programa do Gugu, agora no dois. No começo, assunto de NY. Depois muito sensacionalismo, segundo uma teleespectadora....

Mas o apresentador é um batalhador. Quando Timóteo Lopes era repórter da TV Gaúcha, nos anos 70, foi a Bagé fazer uma entrevista com o então todo poderoso ministro da Fazenda, Antônio Delfim Netto. Chegou lá e os seguranças correram com o Timóteo. De repente,desceu um jatinho e um senhor com desceu dele,acompanhado de um colega. Era o Gugu que vinha de SP pra entrevistar o ministro pro seu programa. Ele não tinha agenda mas depois de muito negociação conseguiu. Este relato está no meu livro Pauta, o Avesso das Redações.

Bastidores da LEGALIDADE!

O fotógrafo Pedro Flores, por sinal,autor desta foto(Machado Lopes e Brizola) me contou,anos atrás,antes de morrer, que no dia que o Gal. Machado Lopes, comandante do III Exército foi ao encontro de Leonel Brizola no Palácio Piratini, estava tudo pronto: se ele não declarasse a adesão ao movimento,seria preso pela Brigada Militar, que seguia as ordesm do governador....


O general Machado Lopes seria preso se não aderisse a Legalidade, segundo o fotografo do Palácio Piratini, Pedro Flores.


Júlio Pacheco, então um jovem de apenas 17 anos, gravou para Rádio Gaúcha uma entrevista de Jango Goulart, logo que chegou de Montevideo e que aceitara a emenda parlamentarista( depois em 1963 suprimida durante referundum popular)Esta entrevista não foi ao ar porque a Gaúcha estava na cadeia da Legalidade. Mas o Júlio tem a cópia e a emprestou ao Cel Neme. Agora, corre atrás da mesma....


Dizem que Flávio Tavares teria amarrado um colega nos porões do Palácio Pi ratini, na parte onde ficavam os jornalistas, com um cadarço num poste de uma mesa. O coleguinh a dormiu e Tavares fez a molecagem...

* Muitos jornalistas que estavam no Piratini deram no pé quando souberam que os caças poderiam bombardear o Palácio....

* O deputado Tenório Cavalcanti chegou a desviar um avião da Panair que saiu de Brasília, pousaria no RJ, mas o deputado obrigou seu comandante e vir direto para Porto Alegre....

Belchior escolheu uma praia HIPPIE pra compor!

Segundo a Francis Maia, da imprensa do PDT, o local onde os jornais dizem estar o " ex-desaparecido" Belchior se chama SAN GREGORIO DE POLANCO!
Eis o depoimento da Francis Maia:

" É um local bem anos 70 !As casinhas são todas floreadas, pintadas...É um típico local de veraneio uruguaio.Fica junto ao rio Negro. O local é uma barragem muito grande...Local onde houve outrora um festival de arte Lembra muitos,egundo a Francis, um local dos hippies dos anos 70".

Então,tá, o Belchior, o ex-desaparecido, foi localizado segundo o EL País, nesta prainha uruguaia....

Coleguinhas

* EXpointer é também tempo de recepções,almoços,jantares...Coleguinha chegou aqui na salinha J.C. Terlera descrevendo toda a palangana da qual havia participado no findi....

* Isto me faz lembrar o Herbert Levy dono da Gazeta Mercantil: no seu jornal não se aceitava convite pra almoço,jantar,nem nada. Quando o repórter ia, pagava a conta e levava o recibo. E em congressos só se ia pagando a conta de todas as despesas...Isto é meio mosca branca, reconheço, mas é a independência jornalistica...

*Como é, conseguiram as " pulseirinhas" pros eventos pro Mendelski, que estes dias ele andava reclamando que não tinham mandado. Hoje( ontem) ele fez questão de enfatizar que o verde é a cor da Farsul, uma das promotoras da expointer....

*Direto ao Ponto é a publicação interna do sistema Guaíba-Correio do Povo.Hoje Tudo é RECORD!

No último exemplar, tem uma matéria grande do gordo Tavares, recepcionando as misses que vem pra capital divulgar as festas do interior....o correinho tem esta ligação umbilical com o interior, que a ZH nunca conseguiu....

JUSTINO E AS CAPAS DA MANCHETE



Semanalmente,quando selecionávamos a capa da Manchete,passávamos por verdadeiro ritual. Nas segundas feiras por volta das nove hora,entravamos em uma pequena sala,onde estavam os projetores de slides,para selecionar as fotos que poderiam naquela semana,vender mais ou menos revistas. O show era comandado pelo Justino Martins,um gauchão de Cruz Alta e que havia começado sua carreira na Revista do Globo. Desse espetáculo,participava todo mundo. Não precisava ser da cúpula da redação para entrar na salinha e dar palpites.Entrava quem quisesse. Mas é claro,um que não deixava nunca de participar da reunião,era o seu Adolpho. Na verdade,no entanto, sua palavra,nem sempre era a que mais valia.
Momentos antes do inicio da operação,o Alberto,um veterano funcionário da casa,um carioca malandro,nascido e criado nos subúrbios do Rio de Janeiro,fazia um pré seleção das fotos. Escolhia as fotos das mulheres que na semana estavam em evidência e tinham sido assunto na revista.
Numa ocasião o Malluf,Prefeito de São Paulo,foi montar em uma hípica da cidade. Caiu do cavalo e acabou com uma perna engessada,em uma cama de um hospital. O fato foi notícia, entrou na pauta da Manchete e êle acabou sendo fotografado engessado. Nada espetacular. Mas o homem era assunto...
O Alberto por molecagem,colocou uma dessas fotos do Malluf no meio das beldades que mais vendiam revistas. Quando o Justino começou a projeção, eis que no telão aparece o Malluf na cama. Todo mundo reclamou da gozação do Alberto. Menos um, o que mandava em tudo...O seu Adolpho levantou-se da cadeira em que estava sentado e mandou brasa-” esta é a foto que eu quero na capa da revista desta semana...” ´E claro que foi uma grita geral. Mas o homem não quis saber. A capa foi mesmo o Prefeito de São Paulo.


Justino Martins e Sergio Ross na redação da Manchete


Foi um fiasco. A Manchete teve um encalhe histórico. Mais de 70% da revista ficou nas bancas. Não foi vendida.
Chegou a segunda feira seguinte. O mesmo ritual. Todo mundo atento a projeção das fotos. Era Claudia Cardinalle, Sofia Loren, Brigit Bardot e as nacionais que cabia a mim fazer a pré seleção. Então estava lá, a Xuxa,a Luiza Brunet e uma que sempre era a minha salvação quando a Manchete estava em baixa: a Rose di Primo que vendia Manchete como nunca. Feita a escolha o seu Adolpho que estivera até então em silêncio perguntou ao pessoal da sala : -”esta aí vai esgotar a edição,apontando o rosto da mulher projetada na parede???”Todo mundo concordou. Seu Adolpho voltou ao ataque e mandou:” E se ela não vender,ela vai comprar o encalhe da revista e conseguir para mim um empréstimo no Banco do Estado de São Paulo?????”. O seu Adolpho quando soube do encalhe da revista do Malluf, ligou para ele,Vendeu o encalhe e conseguiu ainda com ele um belo empréstimo no banco paulista..

PS:Só uma historinha.Seu Adolpho certa vez apostou na foto de uma beldade. Perguntou então a um “boy” que tranquilamente assistia a escolha da capa:”Esta foto vai vender revista ,não vai? O boy concordou. Seu Adolpho voltou ao ataque:” vocês viram,este entende de revista...” no que o menino completou:' é claro seu Adolpho...se eu disser que não gostei o senhor me demite...”
Sergio Ross

Fui vítima de um batedor de carteira(depoimento)


Ontem, entre 12h30min e 13 horas, fui vítima de um batedor de carteira,dentro do ônibus da Carris, da linha Carlos Gomes.Aconteceu assim: peguei o coletivo na frente do Mercado.Sentei do lado da janela e a carteira estava no meu bolo(bem folgado,por sinal) direito. Documentos e uns pilas, final de mês, contas para pagar....

Quando me levanto, junto a parada do Clínicas, e me encaminho em direção a porta, coloquei a mão no bolso direito,institntivamente, porque o senti meio " leve".
Dei por conta que a carteira tinha sumido.

Comecei a comentar o assunto dentro do ônibus com pessoas que estavam em volta!
Qual não foi minha surpresa quando uma moça me mostrou a carteira caída no chão, perto da porta de saída. A porta, ainda não fora aberta e ninguém havia descido. Juntei a carteira e a primeira coisa que veio a mente foi: não deve ter mais nada dentro. Tinha tudo. O cara,ou a cara que me afanou, sentiu o meu alarde e ficou com medo que eu chutasse o pau da baraca e fosse exigir que o motorista não abrisse a porta....

Agora descobri este: quando forem afanados dentro dos ônibus façam com que o motorista segure a porta: montem um baraco que aí até os ladrões largam os documentos.

Se a sociedade não se proteger, quem vai se proteger???

O fato é que ninguém fiquei muito indignado. Tinha médico, estava indo no posto básico de saúde do Clínicas....
Imagino,agora, como a população deve se sentir desprotegida: eu faço parte dela...
Ah, em tempo: não tinha nenhum " chinelão dentro do ônibus não, deu tempo de olhar em volta e ver....mas copnfesso que foi tudo muito rápido e assim que juntei a carteira, apenas ouvi uma senhora que se solidarizou que me disse:
- ah,tivesstes sorte....

Outra coisa: tenho quase certeza que a moça que desceu na parada e que me mostrou minha carteira no chão, tinha mais ou menos visto quem me tinha afanado....

O " Espanhol" filho dá sua versão sobre o pai!

Não é verdadeira versão a qual o Assis constatemente dá sobre meu pai José Abraham que já faleceu em 1997, mas estou aqui para contestar qualquer mal versão que seja dada sobre este grande repórter fotográfico que furava a Última Hora e depois zero Hora todos os dias. O Assis esquece que o Porto de Porto Alegre foi o motor propulsor da economia da cidade e dalí surgia as melhores pautas. Foi este lado radical e formador de panelinhas, turma da estrela vermelha que afundaram com a Folha da Manhã a qual eu também trabalhei fui o primeiro fotógrafo a ser convidado para fazer parte da equipe. Meu pai talvez tenha cido o reporter fotográfico mais premiado do Brasil, ao todo são 35 prêmios regionais, nacionais, internacionais, inclusive o Esso de 1983.
O que o Assis deveria explicar como chefe , porque se garfiava nas melhores pautas e viagens internacionais, porque não fazia um rodizio democrático e republicano.
Atenciosamente
Obs.: qualquer dúvida ou melhores detalhes e informações: 91760473
Alfonso Abraham

Odacir Klein lança livro Conversando com os Netos em Porto Alegre


Será lançado em Porto Alegre, no dia 04 de setembro, sexta-feira, o livro Conversando com os Netos. Em linguagem clara e agradável, a publicação aborda temas como o alcoolismo e os seus efeitos, além de conceitos sobre ética, política e relações sociais. A sessão de autógrafos com o autor, Odacir Klein, iniciará a partir das 20horas, na churrascaria Barranco, no bairro Alto Petrópolis. Entre as presenças já confirmadas para o evento, está a do ex-jogador de futebol Paulo Cesar Caju.
Odacir Klein também já publicou Uma cartilha de cooperativismo (Gráfica-Editora Padre Berthier de Passo Fundo, 1972); Salvar Carajás junto com Luiz Carlos Lopes Madeira e outros (Editora LPM de Porto Alegre, 1982); A Sociedade e o Cidadão (Sérgio Antônio Fabris Editor, Porto Alegre, 1999). A 2ª edição de A Sociedade e o Cidadão foi realizada junto com seu filho, Fabrício Klein, (Corag, Porto Alegre, 2005).
Atualmente o autor é o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho) e da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio). Também atua como palestrante em eventos e congressos realizados em diversos estados do país e no exterior.

SERVIÇO

O QUÊ: Lançamento do livro Conversando com os Netos, de Odacir Klein.
Edição: Aldeia Sul Editora e Gráfica e Editora Berthier, 70 páginas.
Preço Sugerido R$ 20,00
QUANDO: 04 de setembro de 2009, sexta-feira, a partir das 20horas.
LOCAL: Churrascaria Barranco – Protásio Alves, nº 1578 – Alto Petrópolis. POA/RS
IMAGENS DA OBRA: à disposição da imprensa no site da Leed Comunicação - www.leedcomunicacao.com.br pelo link Galeria de Fotos, ou solicitar pelos emails edith@leedcomunicacao.com.br e letícia@leedcomunicacao.com.br.

Coleguinhas


* Encontrei ontem,dia 31/08 o fotógrafo Baru Derquim na Praça da Alfandega. Tá meio baleado,andando de bengala, mas tá se segurando. O velho Baru de Guerra anda escrevendo um livro sobre sua vida. Foi marinheiro,entre outras coidas. Nasceu em Bagé,terra de muitos árabes e depois viveu um tempo em Uruguai.....


A sucessão de S. Borja!

Nomes que provavelmente estarão
em evidência na sucessão a prefeitura de S. Borja, em 2012!
O vereador Farelo Almeida(PDT) como o vereador mais votado do PDT em S. Borja, é candidato natural a sucessão de Mariowane Weis.Ele preenche as condições.Estas candidaturas deverão ficar mais visíveis a partir da eleição do diretório municipal do PDT. Este ano o PDT/RS renova seus diretórios municipais.
De vice é provável que surja uma corrente do PDT sanborjense optando por apoiar o atual vice-prefeito, que é do PTB numa eleição a prefeito.O PDT, nesta hipótese ficaria com a vice-prefeitura.
O PDT estadual também estaria pensando isto. Mas tudo dependerá de quem tiver o comando da agulha e o fio de linha na mão,evidentemente.
O PDT de S. Borja não está preparando nomes. Tem o vereador Celso( Celsinho) Lopes, o vereador Farelo Almeida, e também entrarão na disputa outros dois vereadores: FELTRIN e CASSAFUZ. Celso Lopes (que quando alguém quer vê-lo brabo o trata por " camundongo" ) embora seja moço representa a ala histórica do trabalhismo. (em seu hotel, o Executivo) sob o vidro da recepção há o atestado de óbito de Leonel Brizola e os atestados de nascimento de Getúlio Vargas e Jango Goulart ). Portanto, Celso Lopes representa os históricos fundadores do PDT.
O FELTRIN é " cristão novo" no PDT mas está desempenhando muito bem o cargo de vereador.
FARELO é filhote do PMDB. No governo Paulo Maurer(final dos anos 80) ainda pertencia ao PMDB.
Por fora de tudo isto,corre uma mulher, que pode se tornar uma carga na manga.
A ex-vice prefeita do PDT no governo Paulo Maurer, PMDB, ex-coordenadora de EDucação no Governo Alceu Collares,ex-secretaria da educação no governo Mário Weis(PDT) ex-vereadora do PDT,atual reitora da URCAMP, Campus S. Borja, professora MARIA LUCIA KRIEGER GATTIBONI poderá " colocar seu nome para apreciação do partido"
Ainda é cedo pra sucessão municipal de S. Borja, mas as peças do tabuleiro estão se mexendo.Ou como dizia o JK, Jaime Keunecke,analista político " o tabuleiro da sucessão" de S. Borja se mexe....
No PP deverá ir de novo o médico Luciano, que perdeu a última eleição. O PP de S. Borja é forte, mas perdeu sua principal liderança, o prefeito Juca Alvarez(falecido em 2007)

 

 

 
 
Arquivo do Blog

2009
       
2008
xMaix
2007            

 
 


Espaço dos Leitores

Sobre a Coletiva.Net
Bah! cara, tu escreveste sobre a Coletiva.Net o que eu sempre pensei a respeito dela mas nunca tinha conseguido verbalizar. Na mosca!
Lauro Dieckmann

Medeus.... Acabei de voltar de Porto Alegre e me deparo com essa baita força no teu blog.
Fiquei toda boba... A gente precisa marcar um vinho: Lauro, OLides, Laura. Ou uma cachaça boa!

Abração!
Laura

A pág. de hj ficou muito boa. Tens boas fontes sobre Meneg.

Neusa Penalvo

Oi Olides,

A deputada federal Emilia Fernandes (PT-RS) agradece o destaque que o seu blog ofereceu a comemoração do aniversário dela em Brasília. O seu e-mail está registrado e, em breve, mandarei releases sobre a atuação da parlamentar na Câmara dos Deputados.

Grata, Bruna Yunes

Olá!
Parabéns p/matéria sobre São Borja. Estás bem informado.
Neusa Penalvo

 

 

 
 


Olides Canton - Jornalista e Escritor


Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor

© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.

 




EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 124
Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99



ANUNCIE NO SITE!

Entre em contato conosco


Edições Anteriores do Blog



LINKS QUE RECOMENDAMOS

BC Digital
101Sul
Aceg
Affonso Ritter
Agência Edison Castêncio
Agenciafreelancer
Assembéia Legislativa RS
ATM
Blog das Américas
Blog do Ucha
Capital Gaúcha
Clovis Heberle
Coletiva.net

College of Liberal Arts
Comuniquese
Darci Filho
Diário Popular
Diego Casagrande
E aí beleza?
Ecoagencia.com.br
Emanuel Mattos
Enfato
Esquina Democrática
Espaço Vital
Espanhol Fotos
Eu acho que
Famurs

Felipe Vieira
Fernando Albrecht

Fernando Gabeira
Frota & Cia
Gilberto Simões Pires
Governo do Estado do RS
Ieda Risco
Jayme Copstein
Jornal A Hora
Jornal do Mercado
Jornal Panorama Regional
José Dirceu
José Luiz Prévidi

Laura Peixoto
Laurentia
Lauro Dieckmann
Mirian Fichtner
Odinha Peregrina
Partido Progressista
Percival Puggina
Políbio Braga
Política para Políticos
Por outro lado
Prefeitura de P.Alegre
Prefeitura Serafina Correa
Programa.com
Ricardo Noblat
Roendo as unhas
Rogério Mendelski
Rosane Oliveira
RS Urgente
Sec Segurança Pública
Sindicato dos Jornalistas
Sup. Portos e Rodovias
Valeria Reis
Via Política
Vide Versus
Yucumã
Zero Hora
Ziptop

REPORTAGENS
ESPECIAIS


Veja em "Memória"



 

 

 



amplie a imagem A6???tš amplie a imagem amplie a imagem A6???tš A6???tš