Arquivo: Agosto de 2008

Imprensa: A morte do "Barão"

O que o Barão - Luís Osório - tinha de petulante, tinha de talento. Muita gente o achava muito enxirido - agora vão elogiá-lo,certamente - mas ele era mesmo. Metido pra caramba!

Mas o que eu gostava nele, era sua luta. Na ARI não pagava o alçuguel da   salinha que ocupava há anos.Estava inadimplente. Muita gente era contra mas o vice da entidade e o presidente nunca quiseram despejá-lo por isto. O Barão era quase que um patrimônio dos velhos jornalistas sonhadores.

O Barão era insistente quando queria um anúncio. Ah, tudo isto ele era mesmo. Mas vá fazer um pequeno jornal como o dele - embora ele achasse que o seu jornal, o Kronica - era grande pra ver como é difícil.

Barão vai se encontrar com Carlos Nobre, Sampaulo,Alberto André, Antoninho Gonzalez e vão criar o " Diário do Céu". Seguramente o Barão vai vender anúncios, como gostava de fazer. E se não tivesse anúncio, ele não dava matéria.

Duas ou três fatos que me lembro dele:
Uma vez a Caixa Econômica Estadual reservou com a agência Símbolo Propaganda um anúncio no jornal do Barão, o Krônica. Depois de sacanagem - porque é gostoso sacanear os pequenos - mandaram tirar. O Barão não teve dúvidas: publicou o jornal e no lugar do anúncio que haviam mandado retirar, colocou: este espaço estava destinado à Caixa mas a Símbolo desautorizou o anúncio. E mandou a conta pros caras, que pagaram.

Numa outra ele chegou pro colega Antônio Goulart e lhe segredou: Tu vais ganhar um Troféu Kronica, mas arruma um patrocinador. O Goulart não arrumou patrocinador e não ganhou o troféu...

O Barão se magoava facilmente. Como todo " artista". Dava pau no Fogaça porque não lhe deram anúncios na gestão atual da prefeitura. Se não tinha anúncio, ele metia a lenha na administração.Vou sentir saudades do seu jornal, embora passassem muitos erros de revisão. Gostava de lê-lo. Era um jornal - o Krônica - com personalidade. É o tipo do jornal que morrerá com seu dono.

Eu apreciava particulartemente seu arquivos de fotos antigas e os comentários que faziam embaixo.
Estou atrás de uma foto que ele publicou uma vez no seu jornal, que é do empresário Belmiro Zaffari, cantando no Girasole, do músico Edgar Pozzer.

Coleguinhas

Danilo Ucha, do Jornal do Comércio, estará, dia 03/09, na Expointer, na casa do JC autografando seu livro sobre a Confraria do Cordeiro. Reedição. 50 mangos.

Vilnei Herbstrith está na casa da ADJORI e convida os colegas que forem a Expointer passar lá que tem internet e chima. Quem sabe a gente não faz o chimarão da ARI na quarta-feira próxima lá? Mata dois coelhos numa cajadada só....

O que eles não fazem por uma Boquinha...

Ouvindo um programa gratuito de rádio anotei algumas pérolas sobre os candidatos a vereador de Porto Alegre. Há um candidato que se intitula " LUIZ BALA", do PSC. Há um coleguinha também candidato que é o Sílvio Lopes, não peguei qual seu partido. Temos outro coleguinha candidato, o Claudio Furtado, pelo PDT, que se apresenta simplesmente como o " filho da Deputada Dercy Furtado".
Temos outro coleguinha, o Haroldo de Souza que entra no programa gratuito como se estivesse narrando um jogo de futebol. Já temos ainda o Pedro Denardim, que ninguém sabe o que é do narrador Pedro Ernesto . Alguns dizem que são irmãos. Não sei.

Tem um dos candidatos, que não anotei o nome, cuja bandeira é derrubar o muro da Mauá. Sim e quando vier a enchente, o que se vai fazer?Um deles apenas se intitula como Zico. Será que ele pensa que vai conseguir votos apenas com o nome?
Outro diz que é o dentista de Porto Alegre. Pois não....Um dos candidatos do PDT quer fundar a universidade municipal de Porto Alegre. Santo Deus, acusam a governadora Yeda de fazer morrer à míngua a Universidade Estadual,agora querem criar a municipal?
Um dos candidatos se intitula,simplesmente o Betinho Ban , do PCdoB. Já outro é o Jacaré, que é motoboy. Mas isto dá voto?
Outro do PCdoB diz que " agora é a nossa vez". Vez de que? Daquilo que todo mundo tá pensando?

A sessão continuará. Vamos pegar as promessas mirabolantes dos candidatos a prefeito e publicá-las..

Comunicação: Protestos contra Futebol em FM


Conversei na sexta,dia 29/08, com o Valter Gomes Pinto, que estava em Porto Alegre, onde vem regularmente fazer tratamento com um " japonês".Valter é mais um dos que estão protestando contra a infestação de narração de futebol nas rádios FMs onde imperava a boa música. Caso da FM Guaíba,onde o bom gosto musical do Fernando Veronese impera.

Valter I
Lamentei na sexta não ter podido ir comer um " bifão" na Sto. Antônio com o Valter. É que ele se submeteu a um implante de 12 dentes e por enquanto está só na papinha, de dieta.A companhia e o papo agradável do Valter é de não se ver o tempo passar... 

Valter II
Acho que o Valter quis picar a mula logo depois da sessão do médico dele porque queria aproveitar o clima de inverno que fazia sexta,dia29/08, no RS. Estava um dia lindo.

Valter III
Fechei  com o Valter que os leitores deste blog terão cobertura do próximo Salão do Auomóvel que se realiza em outubro em São Paulo. Mandarei matérias diretas desde lá, contando todas as novidades daquele grande salão de novidades em termos de carros a nível nacional e mundial.

Palanque

Dizem por aí que o tombo do senador Pedro Simon(PMDB) foi obra do " olho gordo" do seu suplente, vereador do PTB, Elói Guimarães

Lasier Martins e a cavalgada do mar

Enviado por Célio Romais -  News
Lasier Martins é o apresentador do programa Gaúcha Repórter, que vai ao ar, entre 14h05min e 16h, pela Rádio Gaúcha, de Porto Alegre (RS), nas freqüências de 600, 6020 e 11915 kHz, há muitos anos. Vez por outra, ele surpreende os ouvintes com previsões ortodoxas sobre a política do presidente da Bolívia ? ele previu a queda de Evo Moraes há cerca de um ano e meio ? ou apanha os entrevistados com comentários originais. Foi o que ocorreu na edição da sexta-feira, 29, quando conversava com o presidente da Câmara Municipal de Sapucaia do Sul (RS), Elton Primorosa. Ao ouvir a informação de Primorosa de que o prefeito daquele Município, Marcelo Machado, usava verba pública para participar do evento regionalista ?cavalgada no mar? ? o correto é ?cavalgada do mar? - Lasier comentou: ?no mar é difícil, o cavalo morre afogado?. Na foto, Lasier aparece tomando um choque na Festa da Uva de Caxias do Sul. É uma imagem reproduzida de um dos cinco vídeos mais acessados no Youtube. Veja a matéria completa clicando aqui.

Barzinho da ARI do dia 30/08

1)Neste sábado rolou a notícia de que a UFRGS vai " cortar" meia hora do Programa Conversa de Jornalista na rádio da universidade ao meio dia dos sábados. Rolava muita abobrinha e a diretoria da rádio deve ter resolvido podar metade do tempo.

2)Outra do barzinho:Muita gente nem ficou sabendo da morte do Barão, que costumava freqüentar o barzinho. É assim mesmo. O pessoal fica sabendo depois...

3) O barzinho virou local de nostalgia e remembranças: algumas já foram contadas TROCENTAS vezes de várias formas mas não faz mal.

4) Presidente da ARI,Ercy Torma, relembrou a historinha com o ex- da ARI, Antoninho Gonzalez. Ele tinha apenas 37 acidentes de carro, mas um já falecido presidente do DETRAN, Tadeu Bandeira, quis homenageá-lo com o TRoféu Humanização do Trânsito. Antoninho pelo menos foi sincero: mandou Ercy receber o laurel por ele.

5) Ercy lembrou outra do ex-colega: Antoninho foi num convescote na Zona da cidade e quando voltou vinha paulenando seu carro. Numa curva, literalmente o carro foi parar 20 metros longe, e virou de lado. Antoninho, que não sofreu um aranhão neste acidente, saiu, pegou uma carona e no outro dia voltou lá pra ver o estado do carro.

6) Dizem que o conheceu que quem pegava uma carona com o Antoninho, nunca mais andava de carro com ele. E o engraçado é que não morreu de acidente, morreu de outras complicações.

7) A ARI está passando por uma sesão de nostalgia, porque uma arquivista está colocando em dia tudo o que estava jogado numa sala.

8)Morreu mais um colega radialista: ISAAC VARIENTOS faleceu no sábado,dia 30/08 na UTI do Dom Vicente Scherer. Foi enterrado ontem,dia 31/08. Foi da Guaíba.

Coleguinhas

Domingo Pedro Ernesto Denardim não esteve na Jornada Esportiva da Rádio Gaúcha.

Exclusivo! O encontro de dois ex-trabalhistas


Henrique Henkin, ex-deputado. Foto:Guerreiro

O ex-deputado Ney Ortiz Borges - um dos 100 primeiros cassados pela " Redentora" em 1964, deu um depoimento ao setor de Memória do Parlamento Gaúcho que foi visto pelo colega ex-deputado HENRIQUE  HENKIN  que escreveu ao colega neste teor:

“Dileto amigo e companheiro Ney Ortiz Borges. Escutei,ainda ontem, no canal 17 da TV Assembléia,um depoimento teu sobre tua vida de homem público, líder político e cidadão exemplar. A entrevistadora foi de uma postura aristocrática, uma questionadora de alto nível, bela linguagem que usou nos questionamentos. Esse trabalho faz parte da reconstituição do velho prédio. São os depoimentos dos deputados que exerceram seus mandatos naquele prédio. Inclusive meus dois que eu lá exerci. Acompanhei todos os detalhes  das respostas que por ti foram dadas. Com muita precisão e com extenso sabor biográfico.

 Acompanhei, como acompanho até hoje, a tua vida política. E sou testemunha viva da tua postura ereta, honesta, e inteligente quando fazes parte desse ciclo novo que edificou a sociedade brasileira após a Revolução de 30, à luz da obra imorredoura do estadista Getúlio Vargas. Veio dali a conjunção deste subcontinente, o Brasil, que a natureza nos legou. Foi nesse país novo que trabalharam aqueles que sucederam no idealismo de Vargas. Aí vieram o Brizola, o João Goulart, o Pasqualini e outros. E tu, Ney Ortiz Borges, com tua inteligência, e com tua juventude, percorreste todos esses caminhos.

Embora eu conheça de perto tua trajetória política, a retidão de teu caráter e o teor dramático de tua luta, ouvindo o teu depoimento de vida, foi mais  fácil avaliar tua personalidade. E aqui vai, não só a admiração e o respeito do já nonagenário, que ainda está presente nesse luta, mas sobretudo ressaltando o resumo didático da vida de Ney Ortiz Borges, que não fraquejou ao cuso de tantas borrascas, essas borrascas que levaram nossa geração a entender melhor a sociedade contemporânea emergente da segunda guerra mundial.

O Trabalhismo, pois, é a semente que vicejou nos entreatos da crise dos nossos dias. É a nossa bandeira, a tua e a minha, e de milhões de brasileiros. Este bilhete do velho trabalhista, já além dos 90, que,ouvindo o teu depoimento de vida, permite-me dizer que valeu a pena. Abraços  Porto Alegre, junho de 2008, Henrique Henkin.

Camelinho

Enviei um e-mail para o Paulo Santana, com o seguinte comentário:
“Pô Santana, só tu podias escrever este artigo sobre o camelinho. ontem passei no cafe a brasileira e era sobre teu artigo lá que falavam todos. é que o camelinho era proibido de entrar lá por causa dos discursos que fazia e da virulencia com que tratava os assuntos.
mas ontem teu artigo foi unanime, coisa que o camelinho em vida não conseguia ser.
parabéns,se bem que dizer isto é dizer o obvio.Já tinha escrito pra uma pequena publicação minha, um artigo sobre ele quando o entrevistei um ano atras: Camelinho o Paulo Santana que não deu certo!E o teu relato de ontem me confirmou que realmente ele era das ruas, não dos microfones. Abs do colega Olides Canton” E logo recebi sua resposta:
“Obrigado pelo e-mail e pela leitura de minhas colunas. As observações de meus leitores sempre são úteis para eventuais colunas. Um abraço, Paulo Sant'Ana”

Coleguinhas

1) Adélia Porto da Silva está atuando como voluntária na Cruz Vermelha.

2) Cruz Vermelha quer entregar prêmio a repórter da ZH que fizeram série de matérias sobre crack. Prêmio será entregue via ARI.

3) Furungando na ARI, a arquivista que está arrumando o novo arquivo da entidade,encontrou pedido de auxílio Funeral a Walter Broda, em 1973.Broda foi o parceiro de Pinguinho, no programa " Rádio Seqüencia" na Rádio  Farroupilha. Era o Sala, da época. Ercy Torma foi quem na época instituiu o auxílio funeral que a entidade dava aos mais necessitados.

4) Grande dica do Mazzarino. As matérias da Gazeta do Sul sobre o caso Kliemann. Li muito sobre ele quando trabalhei no livro “Golpe Mata Jornal" sobre o jornal Ultima Hora.

5) Com mais dois Mazzarinos, faria chover....

6) Walmaro Paz mudou-se de S.Borja para Porto Alegre. Tem bom material sobre caso FORD, no tempo do governador Olívio Dutra. Diz ele que há quem já tenho um livro pronto sobre o episódio, mas ainda não veio à lume.

7) Feira do Livro de S.Borja este ano será em fins de setembro.

8) A nova presidente do CPERGS se chama REJANE de Oliveira. É batata. Vai dar confusão com a nossa colega ROSANE de Oliveira.

Neste final de semana, ultimas apresentações da Peça


Clique AQUI para ver o vídeo no Youtube da peça.

Ultimos dias da temporada da comédia “Como Agarrar um Marido Antes dos 40”, do mesmo autor de “Como Emagrecer fazendo Sexo...”, um dos grandes sucessos do teatro gaúcho, assistido por mais de 80 mil espectadores em três anos e vencedor do Prêmio Açorianos de Melhor Ator Coadjuvante e indicado ao Prêmio Açorianos de Melhor Texto Original em 2005.

A comédia aborda de forma divertida e bem-humorada um dos assuntos mais badalados do mundo contemporâneo: a busca pela alma gêmea. Lúcia (Marlise Damine), uma bem-sucedida advogada, percebe que vai fazer 40 anos e ainda está solteira. Ela entra em total desespero e resolve achar de qualquer maneira um marido em seis meses. A história conta todas as investidas, atropelos e aventuras da protagonista na busca de um grande amor antes do seu 40º aniversário.

O que? “Como Agarrar um Marido Antes dos 40”
Quando? De 09 a 31/08/2008. De sextas a domingos às 20h
Onde?
Teatro Carlos Carvalho da Casa de Cultura Mario Quintana – Rua dos Andradas,736 – (51)32215522
Quanto? R$ 20,00 com 25% de desconto para o Clube do Assinante ZH e 50% de desconto para idosos.

Expointer pra todos os gaúchos!

Começa neste sábado, 30/08, a Exposição Internacional de Gado, em Esteio. Se virá ou não o nosso presidente Lula a inaugurá-la no outro fim-de-semana só Deus e ele é que sabem. Tudo é sempre de improviso.
Estes dias Lula veio a Gramado, mas acho que veio mais porque ficou com ciúmes da comenda do Ponche Verde que a governadora Yeda deu ao ex- FHC do que outra coisa. Lula e FHC assim como se odeiam, não vivem um sem o outro. Onde um vai, o outro vai atrás. Nem que seja pra fazer sombra.
É,enfim, a grande festa dos estancieiros, dos abonados. Mas desde o Governo Olívio Dutra, sobrou também pra agricultura familiar apresentar seus resultados na grande feira agropecuária gaúcha. É a nossa grande vitrine, sem bairrismos

A Legalidade

Ainda sobre o episódio da Legalidade - em 1961 Leonel Brizola, governador gaúcho, resistiu contra a não indicação de Jango, vice-presidente, em substituição a Jânio Quadros que havia renunciado em 25/08/61 - transcrevo um depoimento que Sérgio Jockymann deu para o livro " Golpe Mata Jornal" publicado em 1999, escrito pelo falecido colega Jefferson Barros, mas no qual vários repórteres trabalharam,entre os quais me incluo com muita honra.

Eis então Jockymann falando: “Na noite em que me disseram que iam atacar o Palácio (Piratini) eu fui para casa tomar  café e comer um sanduíche. Aí volto. Quando estou subindo as escadas, ouço um vozerio na redação; ao contrário dos outros diss que estava tudo mais quieto. Fui para o QG do Exército, já era madrugada. Aleguei que um general amigo meu - esqueci o nome - mandara me chamar. " Aqui não pode entrar ninguém". Então você faz o seguinte,disse para o soldado, você me dá seu nome e o número de série e vou telefonar para ele dizendo que não atendi ao chamado dele porque você não me deixou entrar.
Entrei. Estou lá, quase na moita, né, quando começaram a chegar  oficiais. Um bando deles. Encheu a sala. Conversavam na maior,acho que queriam isso mesmo,revelar suas posições.É o seguinte: eles tinham resolvido aderir ao Brizola; alguns até por quizilias pessoais contra o Dennys, coisas assim.  Eu digo:puta! estou com um puta furo... Aí chegou o tal general. Era meio cagado. O ajudante de ordens dele se dirigiu pra mim: quem é o senhor?
Pensei que seria preso. Respondi: eu sou plantão da Última Hora, mas quero dizer em minha defesa que não represento nenhuma rádio, só o jornal.
Se fosse de rádio, era notícia na hora. Mas eu vou levar umas oito horas até o jornal fechar...Os senhores estão tratando a ida do Machado Lopes ao Brizola para comunicar a adesão do III Exército, mas quando o jornal circular isso já vai ser público. Não sou nenhum perido de indiscrição. Passei a notícia para o Jordão(Miranda,diretor da UH) mas ele já tinha um comunicado do Brizola. Eu tô fora. Vou dormir, não agüento mais; três dias sem dormir. Já estava com os olhos cheios de areia"

Brizola na legalidade


Dia 28 de agosto de 1961: Uma Tarde Sofrida, segundo o relato de Anselmo F. Amaral em seu livro BRIZOLA e a LEGALIDADE. Eis seu texto:

“A palavra do governador Leonel Brizola referindo-se ao perigo que rondava Porto Alegre, prevenindo que talvez não demorasse muito o bombardeio determinado pelos Ministros Militares, ao em vez de atemorizar o povo - bem ao contrário! - empolgou-o ainda mais. Quando a fala terminou, pelo que afirmou a imprensa, cerca de 150 mil pessoas se comprimia na Praça Fronteira ao Palácio Piratini. Só quem participou das emoções daquele dia poderá avaliar o que significou a chegada ao Palácio do Gen. Machado Lopes e sua comitiva de militares graduados, ao cair da tarde do dia 28 de agosto de 1961!...Um silêncio de expectativa dominou a imensa massa. Até, então,vibrante.Desafiando. Vociferando. Corajosa. Já dominada pelo ímpeto coletivo, que se transforma em valentia contagiante. A ansiedade para que chegue, de uma vez, o momento de luta.

O espaço de tempo em que o Comandante do III Exército demorou a conferenciar com o Governador Brizola modificou até o ar fresco da noite invernal que se aproximava. O ar respirado, agora, parecia viciado, próprio dos recintos fechados. Mais pesado e mais morno. Todos os que se encontravam na espera sem fim estavam ofegantes e nervosos.
Ninguém se atreveria a afastar a hipótese de que poderia o General ter como objetivo a prisão do Governador, por ordem superior.

Eis o grande momento! O Governador e o General aparecem na sacada do Palácio!  Os semblantes estavam desanuviados. Leonel Brizola falou, de novo, ao povo. Desta vez para dizer que o III Exército havia se solidarizado com o movimento da Legalidade.
A massa que o ouvia, com a respiração suspensa, prorrompeu em uníssonos brados de triunfo.Ficou enlouquecida. E agora... O que faltava mais?
Só a última palavra...
A palavra do Presidente Constitucional do Brasil.
Chegaria de uma hora para outra.
Com que emoção o povo do Rio Grande do Sul  e do Brasil aguardavam o pronunciamento de João Goulart!!!!" 

Ainda a Legalidade!

Discurso de Leonel Brizola em resposta à ordem de bombardear o Palácio Piratini em 28/08/1961: “Povo de Porto Alegre, meus amigos do Rio Grande do Sul! Não desejo sacrificar ninguém, mas venham para a frente do Palácio, numa demonstração de protesto contra esta loucura e este desatino. Venham e se eles quiserem cometer esta chacina, retirem-se mas eu não me retirarei e aqui ficarei até o fim. Poderei ser esmagado. Poderei ser destruído. Poderei ser morto. Eu, a minha esposa e muitos amigos civis e militares do Rio Grande do Sul. Não importa. Ficará o nosso protesto, lavando a honra desta Nação. Aqui, resistiremos até o fim. A morte é melhor do que a vida sem honra, sem dignidade e sem glória. Aqui ficaremos até o fim. Podem atirar". (Última Hora).

Palanque: Musiquinha que mais pegou foi a de Onyx

Não sei se o Onyx vai ganhar a eleição, mas que sua musiquinha é a melhor da campanha, isto é. Dizem que foi feita - sem maldade - pelo vice, Mano, que disto ele entende.

Inter já se interessa por negócios do Meio Ambiente!

O vice-presidente de Patrimônio, Emídio Marques Ferreira ,acompanhado de um diretor do banco japonês Sumitomo(Mitsuy) esteve ontem,dia 27/08, no " Bom Dia,Engenharia" da Sociedade de Engenharia do RS para ouvir o que o arquiteto da CEPAC( Centro de Excelência em Pesquisa sobre Armazenamento de Carbono), da PUC-RS,Eduardo Bandeira Maia, disse sobre armazenamento de CO2, o popular gás carbono. O interesse da agremiação esportiva advém,conforme explicou Ferreira,do fato do clube " estar localizado à margem de um rio".
O vice de patrimônio informou que uma missão japonesa ligada a um clube de futebol japonês ao banco Sumitomo esteve em Porto Alegre e um dos assuntos tratados foi este.

Limites
Segundo Eduardo Bandeira Maia, até 2012, o Brasil terá que entrar no rol dos países com limite de emissão de CO2 " junto com a China e a Índia". Atualmente, os países que estão com limites são os europeus,USA,Canadá,Rússia que não cumpriu sua meta. Quanto ao armazenamento de CO2, o técnico explicou que os japoneses pensaram em criar " um grande lago de CO2 embaixo do mar mas isto é totalmente improvável".

Exageros
Foi uma das palestras a que menos técnicos acorreram. Mas havia de tudo, principalmente clima para exageros. Um dos participantes, no final, levantou uma questão um tanto quanto esdrúxula: queixando-se da exigência de órgão ambientais como Fepam e Ibama, chegou a comparar a " Fepam ao DOPS do tempo da ditadura militar".

O arquiteto Eduardo Bandeira Maia - que iniciou sua carreira na Petrobrás - elogiou o trabalho da empresa neste setor de CO2. Disse que a estatal brasileira do petróleo é uma " das principais empresas que pesquisam energia alternativa e está tendo um papel mais importante nisto que a própria China e Índia juntas." 

Coleguinhas

1) Repórter de ZH que fez matéria na quarta-feira,dia 26/08 sobre levantamento aerofotogramético do Estado, não ficou pra almoçar. Voltou depois pra continuar suas entrevistas. Nova orientação no jornal?

2) Aliás, a rádio corredor informa que haverá mudanças no staff da ZH. Será que não é apenas efeito da notícia de que a Gávea comprou 15% das ações da empresa? É pode ser, como pode não ser.

3) Como diria o cobrador pro motorista do ônibus: tudo é passageiro! 

4) Belo trabalho de resgata do Jornal Gazeta do Sul, de Sta Cruz do Sul sobre os 45 anos do caso Kliemann. Parabéns . EStá no meu site. Podem ler....

Cri-Cri...

Tinha um cri-cri (aquele tipo de sujeito chato, invejoso, ) durante o café da manhã de ontem, 27/08 na Sociedade de Engenharia que explanava sua brilhante tese:pra variar ele era contra a TV Globo. Dizia ele aos seus poucos ouvintes: O treinador escalou o filho de Galvão Bueno pra jogar a final do volei masculino contra os USA e por isto perdeu a medalha de Ouro!!! Cruiz credo,quanta inveja...

Nomes exóticos de Porto!

Tinha me esquecido da principal: Rua da Praia que na verdade é Rua dos Andradas e da Rua da Ladeira, que é Gal. Câmara.

Base e Governo do Estado fazem parceria para  medição,do alto, do Estado

A empresa Base, de S.Paulo, há 35 anos no mercado, fará um levantamento aerofotogramético do RS. O trabalho deverá ser concluído em um ano. O último foi feito em 1975,tendo,portanto cerca de 40 anos.

Para anunciar esta parceria,reuniram-se em almoço,ontem,dia 26/08, no Plaza, diretores da empresa BASE, secretária de Administração do Governo do Estado, Maria Leonor Carpes entre outras autoridades.Esteve presente ainda o presidente da Associação Nacional de Empresas de Aerolevantamentos ,engenheiro Renato Asinelli Filho.

Conforme Fátima Tostes, da Base, será feitas 189 linhas de vôos sobre o RS. Uma linha de vôo tem 54 mil quilômetros.
Ela afirmou que estes levantamentos possuem fé pública. As prefeituras podem valer-se deles para os projetos de planejamentos urbanos.

Um dado bastante interessante apresentado pelos representantes da Base é o que diz respeito ao equipamento para o levantamento: a empresa possui dois aviões navajos e uma terceria aeronave está por chegar para fazer o levantamento no RS. " Um destes aviões custa 680 mil dólares enquanto que acâmara digital(que colhe as fotografias) vale 1 milhão e 200 mil dólares.

O Estado atuou como lobista. Não gastará nada.O trabalho está orçado em 4.890.000,00 e este dinheiro deverá vir de cotas de participação que a iniciativa privada vai comprar.O apoio do Estado será apenas institucional, explicou um representante.

Da memória de um repórter
A coletiva do Governador Guazzelli foi pras cucuias!

João Carlos Casarotto Terlera sempre foi um repórter furungador. Se ele está por perto, cuidado com os papéis. Repórter tem o faro da notícia.É um dom que não é todo  mundo que tem. Coneço um em S.Borja, o Belmonte,da rádio Cultura AM, que é o próprio repórter. Está sempre por dentro de tudo. Evento lá sem ele, não é evento.`Pois nos anos 70,quando o presidente Ernesto Geisel estava por decidir para onde viria o Polo Petroquímico,um dia Terlera, que estava na ocasião na Guaíba foi para o Palácio Piratini, de manhã, perto do meio-dia porque a primeria dama, dona Eclea, queria passar-lhe uns dados sobre suas obras.
Guazzelli, como sempre, lembra Terlera, não estava no seu gabinete.Ele ficou no gabinete junto de dona Eclea que o convidou a passar pelo telefone do gabinete a notícias que a ela interessavam. Mas Terlera viu encima da mesa do governador um telex do Gabinete do Presidente Geisel, onde estava autorizada a instalação do III Polo Petroquímico no RS.Havia uma entrevista coletiva convocada pras 14 hs,onde Guazzelli faria o anúncio.

Terlera, sozinho, com aquilo na frente, fez as anotações, saiu de lá e foi correndo prum orelhão passar a matéria pra Guaíba. Faltavam poucos minutos pro Renner das 13 horas ir ao ar e ele falou com o editor Florianinho Soares. Este por sua vez falou com o capitão Erasmo Nascentes que era o diretor da Guaíba que perguntou quem era o repórter que tinha a notícia:
- O Terlera,disse Florianinho.
Então pode dar,disse Nascentes.

Foi um rebu daqueles. O assessor de imprensa de Guazzelli era Salomão Kirjner, o apelidado pelo próprio Guazzelli de " flecha ligeira" que era funcionário do Correio do Povo e tinha uma coluna no jornal sobre as atividades da Assembléia Legislativa do Estado. Salomão ficou puto que a notícia de Terlera esvaziou a coletiva das 14 horas.
Terlera ficou uns 2 meses sem ir ao Palácio. Depois a poeira baixou. E a Guaíba fez anúncios com a MPM propaganda sobre o monumental furo dado pelo seu repórter.

Caso Kliemann

Veja o especial da Gazeta  do  Sul clicando aqui

Briga de Cachorro Grande!

O seminário no Tribunal de Contas do Estado,promovido dias 25 e 26/08 - discutiu a questão da renovação dos contratos de pedágios no RS. O representante da Sociedade de Engenharia, Daniel Lena Souto, ficou impressionado com o grau de animosidade principalmente de quem é contra esta medida, como o deputado estadual do PP, Francisco Appio e o consultor Cloraldino Severo. 

Jânio renuncia seis dias depois de condecorar EL CHE


O Presidente Janio Quadros e Ernesto Chê Guevara
Foto do arquivo pessoal de Nelson Moura

Seis dias após condecorar o Ministro da Fazenda de CUBA, Ernesto CHE Guevara com a medalha da Ordem Cruzeiro do Sul, em agosto de 1961, o presidente do Brasil, Jânio da Silveira Quadros renuncia ao mandato de Presidente da República alegando que forças ocultas se opunham a ele.Era o dia 25/08/1961,dia do Soldado. A notícia, segundo relata  Anselmo F.Amaral(já falecido) em seu livro de memórias  " Brizola e a Legalidade" chegou desta forma a Porto Alegre:

" Havia pouco, chegara no Palácio Piratini o Governador Leonel Brizola. Era a hora do almoço( é o que informa a imprensa da época). Às 14 horas, os seus assessores ,Hamilton Chaves e Carlos Contursi, o procuram com uma notícia urgententíssima - Jânio Quadros tinha renunciado!

Leonel Brizola, temendo não passar tudo de boato, foi certificar-se com o Comandante do III Exército, Gen. Machado Lopes, deste obtendo, infelizmente, a confirmação. As primeiras informações, muito vagas,ainda deixavam transparecer a possibilidade de um golpe militar contra Jânio.Maiores esclarecimentos aconteceria sá 'as 16hs37min do mesmo dia. Ocasião em que o então Ministro da Justiça,Pedroso Horta, comunicou oficialmente ao Governador Brizxola sobre o ocorrido, bem como da espontaneidade do ato". Ranieri Mazzilli, presidente em exercício da Câmara dos Deputados,assume a presidência da República logo após a renúncia de Jânio.

Argentinos querem Experiência Gaúcha para se desenvolver

Formosa, província do noroeste argentino, junto à fronteira com o Paraguai, trouxe uma numerosa delegação empresarial e governamental ao Rio Grande do Sul, visando buscar experiência, tecnologia e capitais gaúchos para seu programa de desenvolvimento, principalmente no setor primário e na agroindústria. O ministro da Produção da Província, Luis Basterra quer investimentos brasileiros nas áreas orizícola, coureiro-calçadista, de móveis e de frigoríficos. Prevê pelo menos 3,5 bilhões de dólares, até 2015, para recuperar a economia da região com baixos índices de industrialização e com grandes reservas de terras inexploradas. Exatamente por isto, o preço do hectare é quatro a cinco vezes mais barato que terras semelhantes no Rio Grande do Sul.

Basterra informa que o governo provincial está disposto a oferecer incentivos físicos e financeiros aos investidores. Nas visitas agendadas pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Argentina às principais entidades empresariais gaúchas, além dos benefícios pretende mostrar que Formosa tem acesso rodoviário e futuramente, ferroviário aos portos do norte chileno, sem a desvantagem da interrupção dos Andes, quando há neve, na passagem próxima a Mendoza. Ele argumenta, também, que pelas características econômicas daquela província argentina, onde prevalecem os pequenos e médios empreendimentos, podem se estabelecer empreendimentos complementares, aproveitando as vantagens gaúchas e de sua região. "Queremos que o espírito inicial do Mercosul funcione realmente, somando vantagens comparativas e não se resumindo, apenas, a negócios entre  grandes empresas de São Paulo e de Buenos Aires", disse. 

Coleguinhas

1) Ze Nunes, presidente do Sindicato dos Jornalistas-RS chegou a andar " pilchado" no fim de semana passado no congresso dos jornalistas em sampa. Fez boca - de -urna e trouxe o congresso de 2010 pra Porto. Deverá ser em Agosto.

2) A "Oposição" já anda corneteando,dizendo que o presidente do Sindi dos Jornalistas quer se reeleger e por isto fez esta campanha pra trazer o evento nacional dos jornalistas pra RS.

3) Que a candidata Manuela d'Avila não perde tempo, isto não perde. Pelo menos na internet está super informada, mandando mensagens pra todo mundo.

4) No domingo andavam dizendo que a carreata do candidato José Fogaça no sábado,dia23/08 na Restinga foi um sucesso. Ontem,dia 25/08, já havia alguém corneteando,dizendo que a legião que acompanhou Fogaça " fora toda importada" ninguém era da Tinga!

5) Em tempo de guerra, a primeira vítima é a verdade!

6) Elmar Bones da Costa, o Bicudo, já tem celular.Foi um dos últimos jornalistas a aderiir ao novo utensílio. Não se sabe se LFVerissimo tem ou não celular.Imail o Verissimo tem.

7)Presidente Zé Nunes, do Sindicato dos Jornalsitas-RS muito contente porque conseguiu trazer o 34 congresso dos jornalistas a nível nacional para portinho. quem estava na briga era o Rio Grande do Norte. Desta vez ganhou o SUL.

Memória das Eleições

1)Em 1998, o staff do então governador Antônio Britto era composto principalmente por agentes da Casa Militar do Governo do Estado que foram recrutados para a campanha. E o comitê central ficava na rua 17 de novembro, ou algo assim, num prédio alugado junto ao aeroporto Salgado Filho. Um dia convocaram uma reunião de todos os partidos aliados naquela coligação Por Um Novo Rio Grande, se não me falha a memória. Odacir Klein,então presidente  do PMDB chegou ao comitê e é barrado por uma recepcionista. Corre daqui,corre dali, mas quem é o senhor, pedia a menina que não tinha culpa nenhuma de não conhecer Klein.Aí alguém viu tratar-se do presidente do partido ao qual pertencia o governador e correram pedir-lhe desculpas.

2) Nesta mesma campanha ao governado do Estado de 1998, o então governador Antônio Britto resolveu licenciar-se e exigia que nos releases que fossem distribuídos constasse sempre este detalhe: " governador LICENCIADO". Vá que ele foi a P.Fundo fazer campanha. Estava no centão, ali onde é o buchinco da cidade. Caminhava cumprimentando as pessoas. Um brigadiano,coitado, o reconheceu e resolveu pegar o apito e começar a ordenar o trânsito. Acho que era o governador que estava lá, não o cidadão Britto. Levou um CHICHI do próprio que vou te dizer...

3) Campanha ao governo do Estado de 1986. Pedro Simon,ressabaido, que havia perdido a campanha de 1982 para Jair Soares exige que Synval Guazzelli, ligado a ARENA seja seu vice. Queria os votos do centro e da direita. Guazzelli topou, mas exigiu em contrapartida que seu fraternal irmão de farra e de Grêmio, José Paulo Bisol, fosse um dos candidatos ao Senado Pelo PMDB. Foi assim que Odacir Klein sobrou naquela eleição quando tinha tudo para se eleger senador.

4)José Fogaça, no último domingo, dia 24/08 reconheceu junto a Carta Testamento de Getúlio Vargas que em 1990 perdeu a eleição para Alceu Collares no primeiro turno e que mesmo assim, o apoiou votando nele no segundo quando Collares derroutou  Nelson Marchezan, do PPS. Deu com elegância, o troco em Collares que neste ano queria o PDT com candidato próprio a prefeitura de Porto Alegre. 

Coleguinhas

1) Coletiva de ontem,26.08, no Plaza, sobre aerofotogrametria, na sala Timbó foi meio tumultuada,pra dizer o mínimo. O entra-e-sai da sala atrapalhava quem queria concentrar-se na explicação que davam sobre o acordo com o Governo do Estado pra fazer as medições no RS. Coletiva, pra mim, é pra jornalista, não pra presidente  de entidades afins, com todo o respeito!Senão muda de nome, chama prum encontro, pruma palestra. A palavra coletiva não pode ser usada como simples " chamarisco".

2)O elogio na coletiva do Plaza, vai  pros comes,cafés e água na entrada. Muito simpático e não estou ironizando.

3)Danilo Ucha disse-me que há dois meses antecipou que a Gávea Empreendimentos de Armínio Fraga estava em negociações pra adquirir ações da RBS Comunicações. Ucha então deu antes que O Globo,ZH e Valor Econômico que deram na semana passada.

4) Segundo o colega Ucha,Galvão Bueno, no último domingo,dia 24/08 meio que se despediu do esporte na Globo.É que as Olímpiadas passarão pra Record.

5) No GRE X NAL dos candidatos a vice-prefeito de Porto Alegre, o levantamento feito pela ZH mostra o Grêmio muito atrás: tem apenas dois contra quatro.

Memória da Imprensa


O colega Rudimar Thomas que exerce sua profissão em Teutônia manda esta preciosidade: o jornalista J.C. Casarotto Terlera em 1967 "irradiando" pela ZY-9 Rádio Alto Taquari uma final local do campeonato amador no estádio municipal. Foto do arquivo particular de Rudimar Thomas.

Palanque: O que eles não fazem pruma boquinha

Ontem,dia 25/08, o caminhão do padre Roque Rauber - o Padre Roque do SOFAZÃO - que agora é candidato a vereador pelo PDT andava pela Nilo Peçanha pedindo votos pra ele e pro candidato Fogaça.E o locutor bradava: contra a HIPOCRISIA, contra a DISCRIMINAÇÃO. Pois não...
Padre Roque foi cortado quando queria ser candidato pelo PT. Agora achou abrigo no PDT.
Junto com o candidato BRASINHA, haja ouvidos pra todos os berreiros que estes caminhões de som possante provocam e infestam a cidade.

Sábado,dia 23/08, ouvi o programa do rádio que apresentava os candidatos a vereança de Porto Alegre:
Algumas " pérolas" que tirei dali:
Sofia Cavedon, candidata pelo PT;
" Escolha Sofia, Escolha Maria" = faz alusão ao filme, a Escolha de Sofia e prega o voto na candidata Maria do Rosário, do PT a prefeito.

Vote PANCINHA! com um nome destes, difícil ser esquecido.
Um outro candidato apregoava: Nascia na VILA DO IAPI, estou agora no LINDÓIA..Sim e daí, pergunto eu.

Um candidato do PDT se apresentou como: " Fui professor do Luis Felipe SCOLARI na ESEF" Bah, que currículo...
Já o candidato Abel Flores, que se apresenta pelo PT fala num castelhano brabo. Nada contra a língua dos hermanos...
Outro candidato acha que morar na periferia é vantagem. Pois se apresenta como tal.
E por fim, um disse: " Sou competente, sou arquiteto". Tipo de profissão agora é sinônimo de competência?

Palanque: Simon fez roteiro pelo interior pra reforçar campanha do PMDB

Depois de participar de um jantar em homenagem ao jovem André Carus, no clube Caixeiros Viajantes, em Porto Alegre, o senador do  PMDB, Pedro Simon, fez roteiro pelo interior do Estado.
Ainda na sexta foi a Santa Cruz do Sul, onde o PMDB concorre com a candidata Eliana Maria Giehl. A candidatura favorita neste município é a da deputada estadual do PTB, Kelly Morais.
Simon também participou de um encontro com a Juventude do PMDB de Sta Cruz do Sul.

Em Santa Maria, onde pernoitou, no sábado pela manhã o senador do PMDB fez carreata apoiando a candidatura a prefeito de César Schirmer.Antes concedeu entrevista ao Jornal A Razão.
Depois de inaugurar um comitê numa vila de Santa Maria, o senador almoçou na cidade com correligonários. Partiu depois para Cachoeira do Sul, onde foi apoiar o candidato do PMDB Sérgio Ghignatti. Concorrem ainda nesta cidade, o atual prefeito Marlon, pelo DEM, e Pipa Germano pelo PP. A candidatura de Pipa sofreu estragos em virtude das denúncias da Operação Rodin,do Detran-RS.
À noite de sábado, o senador ainda passou em Taquari onde fez fotos para a campanha com o candidato local do PMDB.

Acabei virando "chapa" na loja de tintas dos meus primos de Serafina


Foto de Carlos Stefenon

Tenho dois primos- Carlos e Beto Stefenon - que eram pintores anos atrás, fizeram relacionamentos nas capelas com os colonos em Serafina Correa - distante 230 km de Porto Alegre - e agora estão vendendo tintas. E ganhando dinheiro com isto. Na sexta-feira da semana retrasada, tinha compromissos na cidade natal, fui pra lá mas não queria pegar muito no pesado. Fui na loja dos primos e não é que chegou um caminhão abarotado de tinta. E o Carlos a procurar pela cidade chapas para descarregar a tinta. Como ele não encontrou ninguém - em Serafina preferem ficar nas bodegas jogando quatrilho,escova,trissete - me botou no pesado. E ainda por cima andou espalhando a foto entre parentes com o seguinte dizer: Noantri coa lo femo laorar( aqui nós fizemos ele trabalhar) onde está subentendida a idéia de que eu não trabalho! Ainda acho que terei que procurar meu advogado. Tiro um bom dano moral daí.

Rotina gaúcha!

Assim anda a nossa segurança...
Sábado ultimo,dia 23/08, por volta de 17 horas na rua Lucas de Oliveira, trecho entre Protásio e Ipiranga, mais uma cidadão portoalegrense sofreu assalto. Chegaram dois sujeitos, ela acabara de colocar o neto no carro, e quando passou pro outro lado pra abrir a porta, um deles encostou o revolver no neto, e com a mãe no portão olhando toda a cena. Levaram tudo, menos o neto, é claro.
A vítima  registrou queixa na Oitava Delegacia,localizada na av. Protásio. No tempo que ficou lá, apareceu lá uma moça grávida, que também fora assaltada e uma senhora que tivera a casa arrombada.

Nomes exóticos (e populares) de Porto Alegre

Beco do Mijo
Segundo o historiador Sérgio da Costa Franco, este beco, que era inicialmente conhecido por Beco do Leite ( o dono de um dos prédios era Leite)ficava entre a Rua Andrade Neves e a Rua da Praia, na altura da Força e Luz.Beco do Mijo justamente porque os boêmios que circulavam à noite no centro iam mijar lá.

Largo da Merda
Este é fácil. Fica na confluência da Rua da Praia com a Ladeira (Gal. Câmara). Merda porque ali era um ponto de encontro onde se reuniam pra falar mal de todo mundo, principalmente do Governo.

Vila do Cachorro Sentado
Vila Maria Degolada
Vila do Respeito
Travessa Mário CINCO PAUS ( na frente do prédio do INSS, no centro)

Nomes de praças que não são utilizados

Praça Carlos Arnt . Ninguém a conhece por este nome. É a Pracinha da Encol.( Fica na Bela Vista).

Parque Maurício Sirotsky Sobrinho. A não ser os veículos da RBS - por motivos óbvios - todo mundo a grafa como Praça da Harmonia. Inclusive os veículos da Rede Record, como o Correinho. Sobre esta praça, há uma controvérsia: há quem o diga que oficialmente ela ainda seria Praça da Harmonia.

Ascam/RS promove Congresso Estadual de Servidores de Câmaras

A Associação dos Servidores de Câmaras Municipais do RS (Ascam/RS) promoverá, de 10 a 12 de setembro, no Porto Alegre City Hotel, o XX Congresso Estadual de Servidores de Câmaras Municipais do Rio Grande do Sul. Durante o evento, também será realizada uma assembléia-geral dos servidores associados à Ascam/RS e uma reunião do Conselho de Representantes da entidade. O congresso, que terá abertura solene às 14 horas do dia 10 de setembro, tratará dos seguintes temas: "Gestão na Câmara de Vereadores", com Paulo César Flores, diretor do Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos (Igam); "O encerramento do exercício nos Legislativos Municipais", com Edison Imar Oliveira de Mello, auditor público externo do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS); "Questões polêmicas nas Câmaras e Prefeituras Municipais", com José Augusto Rodrigues, consultor jurídico da União de Vereadores do RS (Uvergs); "Calendário Eleitoral e dúvidas eleitorais", com Josemar Riesgo, assessor-chefe da Corregedoria Eleitoral do TRE/RS; "A importância da Gestão de Eventos no Legislativo Municipal", com Fátima Carapeços e Sandra Tedesco, funcionárias da Câmara de Porto Alegre e dirigentes da Ascam/RS; "Momento da Abrascam", com Relindo Schlegel, presidente da Abrascam; "Educação Infantil - Fiscalização dos gastos pelos Municípios", com Valtuir Pereira Nunes, auditor público externo do TCE/RS; "Controle Interno nas Câmaras Municipais de Vereadores", com José Carlos Garcia de Mello, auditor público externo do TCE/RS; e "Auditoria Ambiental", com Cléber José do Nascimento, auditor público externo do TCE/RS.

O programa completo do evento pode ser acessado em www.ascamrs.com.br. O Porto Alegre City Hotel fica localizado na Rua José Montaury, 20, no Centro de Porto Alegre. Outras informações e reservas podem ser obtidas pelo fone/fax (51) 3220-4189, (51) 9993-4400 ou (51) 9878-0444, na home page da Associação - http://www.ascamrs.com.br - ou pelo e-mail: ascamrs@ascamrs.com.br.
Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

Coleguinhas

1) Acreditem se quiserem: Wilson Rocha Müller, que fez cirurgia complicada 15 dias atrás na PUC estava na Carta Testamento, no dia 14.08, apesar do tempo ameaçar chuvas e trovoadas. È uma rocha,este Wilson.

2)Nelson Moura saindo do serpentário da Rua Uruguai,ontem,dia 25/08, chamou-me atenção da coluna do Santana,ontem,sobre o Camelinho. Eu já falei nele há muito mais tempo.

3)Moura, por sinal, como todo trabahista histórico estava brabo porque peemedebistas tinham ido no domingo reverenciar a Carta Testamento de Getúlio. Esta ronha vai longe...
4)O apresentador da Band no domingo,antes do encerramento das Olímpiadas se esmerou: " Vamos ver a abertura oficial do encerramento das Olímpiadas de Pequim". É mole ou não?
5) Presidente Ercy Torma, nosso grande timoneiro da ARI, fez niver dia 24.08. Saúde a ele,então.

6) Falar em ARI, Indio Vargas, que é sócio da entidade, contou uma boazinha do falecido presidente da entidade, Antoninho Gonzales.Diz o Indio que o Antoninho estava discursando numa solenidade, mas já estava meio borracho. Lá pelas tantas disse textuamente: " MAIS VALE UM BÊBADO ILUSTRE QUE UM ALCÓLATRA ANONIMO"!Este era o Antoninho!

Pra começar a semana rindo com Carlos Nobre (07/04/1929 - 16/12/1985)


A coluna de Carlos Nobre em ZH

Do livro Vale a Pena rir de novo( O Melhor de Carlos Nobre)

Diálogo (comum) no Inamps
Homem - ( todo ruim. Um monte de moscas sobrevoando o infeliz. Com um fiozinho de voz fala no guichê de atendimento):Cidadão, vim trazer a minha mulher pruma consulta. ( Tosse das mais zarras). Acho que o coisa tá nas últimas.
Funcionário - ( Com o ar dos mais irritados): Tem a certidão  de nascimento autenticada  aí, cons?
Homem- Doutor, ela tá tão ruim que nem pode falar mais. Se falar, ela desmaia.
Funcionário - Não interessa. Ela tem a guia do INPS em três vias?
Homem - Cidadão, por amor de Deus.Depressa com isso. Olhas aí, a minha mulher tá ficando verde.
Funcionário - Azar. Ela tem carteira de trabalho atualizada?
Homem - Olha aqui, não vai precisar.
Funcionário - Como não vai precisar,seu?
Homem - Nem precisa mais se preocupar.Minha mulher morreu.
Funcionário - Atestado de óbito no  quinto andar. Dois selos, assinatura do médico em três vias. Agora sai da fila e leva a defunta, faz favor.
Viram como o Nobre continua atual depois de ter morrido há tantos anos...

Outra do Nobre:
”Hippie é um cara com físico de Tarzã, jeito de Jane e cheiro de Chita ".

Sobre a sogra:
“O pior do genro é beber pra esquecer a sogra - quando ele chega em casa vê duas".

Sobre a eleição:
Não esqueça, sr. eleitor: o voto é a sua arma. Embora ande um pouco descarregada, queime os cartuchos que lhe restam.
Mas na hora de sufragar, não se deixe influenciar pelo que foi dito por muitos candidatos, como, por exemplo, afirmando que sua campanha era apenas para desarmar os espíritos. Ora, pelo que se viu e ouviu durante a propaganda, o espírito da maioria deles não possuía nenhuma munição.
Munido de seu título, compareça à seção eleitoral e entre na fila.Fique descansado porque, apesar de demorada, não é fila do recebimento do PIS, cujo paga tão pouco( ou nada) que só merece voto de desconfiança.

Depois de tudo você se dirigirá à chamada cabine indevassável, onde ficará na incômoda companhia de sua própria consciência.Como vivemos na época de muitas traições políticas, não vá ser traído por ela, hein!
A seguir, tire a célula do bolso,olhe bem para ela e taque um X( uma cruz fica mais sugestivo) no nome do candidato de sua preferência.
Feito isso, saia da cabine, dobre a cédula e a deposite na urna, que na verdade, não é uma urna, é mais um saquinho que os eleitores vão enchendo.
 Por sinal, às vezes, o azar é tanto, que sai um deputado lá de dentro.
Feito isso, receba seu título de volta e vá para casa aguardar nova eleição, quando todos os candidatos irão nvamente para o rádio e televisão dizer que salvarão o Brasil de novo. O que deixará você meio escabriado e fazendo a mesma pergunta que fez agora:
" Mas salvar de quê?  Ele ta morrendo afogado é....?
Depois de dar uma olhada pra enorme fila:
Funcionário - Atenção pessoal, atenderemos somente mais uma pessoa. O médico se atrasou quatro horas e meia e já tá na hora de encerrar o expediente.
Falando pro seu coleguinha, numa mesa ao lado:
Por isso que a previdência social deste país não vai pra frente.
Esses caras só adoecem, só adoecem.

Palanque!

Piadinha maldosa que anda circulando por aí:
Dois sujeitos se encontram na Rua da Praia:
- E aí fulano soubestes as últimas da “Lili Safra" da Duque?

A vida como ela é...
Episódio de hoje: A flatulência do Bolívar

O Bolívar é um grande sujeito. Todo mundo o conhece. Teve anos atrás um jornalzinho chamado " Bolivros". Era muito bom seu jornalzinho que ele distribuía pra quem  comprava livros deles.

Bolívar estudava na FAPA e um dia estava na parada do ônibusem plena avenida Salgado Filho. Atrás dele, um " mala" lhe dava seguidos pontapés, porque avançava a ponta dos pés. O Bolívar,ali,fim de tarde, de saco cheio da vida, com contas atrasadas.Por cima, tinha brigado com a mulher e naquela noite ainda deveria ter uma super reunião familiar, daquelas que a mulher pede pra " discutir a relação". Bom, ele pensou, vou me vingar deste mala que está me dando pontapés por trás.
Quando o ônibus encostou na parada foi um alívio. Bolívar finalmente se livraria daqueles seguidos cutucões que o sujeito lhe dava.
Preparou a barriga, engoliu ar, porque queria dar um grande p.... na cara do sujeito,assim que ele botasse o primeiro pé no estribo do veículo.
E não é que o intestino funcionou direitinho? Quando o Bolívar botou o pé na escadinha do ônibus, veio-lhe imediatamente uma grande vontade de p....E ele não segurou. Soltou tudo aquilo na cara do sujeito, que atrás dele fez  cara de quem não gostou. Pronto, assim o Bolívar vingou-se do chato que lhe dava empurrõezinhos com a ponta dos pés na parada da Salgado Filho.
A história é verdadeira e a contei com a licença do personagem.

As “queixas do Pinheiro"!

Tive uma pequena conversa com o pianista Paulo Pinheiro que me contou alguns bastidores do show “Pianissimo Pinheiro" apresentado dias atrás no Teatro S. Pedro.
Ele lamentou que uma grande empresa de comunicação - pronto todo mundo já sabe de quem se trata - não deu a mínima pro show, apesar de várias promessas. E isto que alguns deles, dos Pinheiros, como o mais velho, o Edi, falecido, tocou muitos anos na rádio Gaúcha.
Paulo ainda não fez as contas pra ver se o espetáculo se pagou. Mas teve o auxílio de muitos amigos que tocaram sem cobrar nada. Outros como Plauto Cruz ele próprio fez questão de pagar cachê.

Paulo - que foi dono do bar Alambique's - lamentou que dona Eva Sopher não tenha lhe dado mais um dia no Teatro S.Pedro. Paulo Pinheiro está gravando um DVD com o show e pensa em levá-lo a Santa Maria onde ele pesquisou para montar o roteiro que foi apresentado por uma  ex-miss da cidade,sua amiga.

Companheiros de longa data, ou como cooptar um “oito"!

Muitos anos atrás fui, numa noite, convidado pra casa do  então namorado  - hoje marido - da então colega Virgínia Rigatto, na Rua Bordini, se não me engano. Sei que era uma cobertura alugada pelo consulado norte-americano, onde havia uma festa de aniversário do Douglas Neumann, então vice-cônsul norte-americano em Porto Alegre( isto quando havia consulado em Porto Alegre).
Entre as relações  que a diplomacia norte-americana queria que seu funcionário iniciasse   era com políticos da então  chamada Oposição, da mais radical. Lá estava César Busatto, do MR-8, ou " do oito" como chamavam ( então  deputado do" velho  MDB de Guerra" ) entre outros políticos de Oposição.
Agora leio uma nota distribuída a imprensa pelo próprio ex-secretário da governança local de Porto Alegre explicando que passará um tempo nos Estados Unidos como convidado de uma universidade.Relações  de longa data...

Ato na Carta Testamento, na Praça da Alfândega, é transformado em comício pró-Fogaça-Fortunatti!


Homenagem aos 54 Anos da morte Getúlio Vargas 
Fotos de Alfonso Abraham

" Foi uma  reunião de velhos trabalhistas" reconheceu  ao fim do encontro de ontem,24/08, junto ao monumento à Carta Testamento  da Praça da Alfândega, o ex-deputado federal do Partido Trabalhista Brasileiro(PTB) Ney Ortiz Borges - um dos primeiros 100 políticos cassados pelo golpe militar de 1964. De fato, no ato marcado para lembrar os 54 anos do suicídio do ex-presidente Getúlio Dornelles Vargas, pouco se falou no político de S.Borja e muito se falou na eleição a prefeitura de Porto Alegre que ocorrerá em 5 de outubro próximo.Foi mais um comício pró Fogaça-Fortunatti do que propriamente uma reverência à memória do criador do PSD e do PTB. 

A transformação do ato em um comício pró-candidatura do PMDB-PDT-PTB levou à Praça da Alfândega políticos ligados ao trabalhismo e pertencentes a velha guarda daquela agremiação política como o senador Pedro Simon - que começou na  política como vereador do PTB em Caxias do Sul -Índio Vargas( vereador de Porto Alegre,também cassado) Alceu Collares( ex-governador do Estado e sempre ligado a Leonel de Moura Brizola), o ex-deputado estadual Rospide Netto(PMDB) e o suplente de senador e vereador de Porto Alegre, Elói Guimarães.

Nova geração
Da nova geração de políticos ligados ao trabalhismo, estiveram no ato da Carta Testamento na Praça da Alfânega, o deputado federal e atual presidente nacional do PDT, deputado federal Vieira da Cunha( " Vieirinha" ),- durante a semana o PDT chegou a anunciar que Vieirinha estaria em S.Borja para a Sessão Solene na Câmara dos Vereadore slocal que se realizou ontem,dia24/08 -  o deputado federal Eliseu Padilha(PMDB) o presidente da Assembléia Legislativa do RS, deputado estadual Alceu Moreira(PMDB), o deputado estadual do PTB, Cassiá Carpes,o vereador  presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre - o goiano Sebastião Melo(PMDB), além do prefeito de Porto Alegre, José Alberto Fogaça , o vice prefeito Eliseu Santos( PTB) e o candidato a vice na chapa de Fogaça, José Fortunatti(PDT).Fortunatti já ocupou a cadeira de vice na prefeitura de Porto Alegre, mas pelo PT. Agora tenta voltar numa outra coligação.A vereadora do PDT e esposa de Alceu Collres, Neusa Canabarro também se fez presente ao ato, assim como a esposa do prefeito, Isabela Fogaça.O presidente do PDT estadual, o prefeito de Osório - que é candidato à reeleição no município - não esteve na Praça da Alfândega.

Simon arrancou risadas!
Político gosta é de eleições, não de ficar em casa.E ontem,dia 24/08, o senador Pedro Simon havia chegado às 2 horas de um roteiro grande pelo interior do Estado onde esteve visitando Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Cachoeira do Sul e na noite de sábado Taquari. Mesmo assim, ontem acordou cedo e às 8 horas ligou para seu assessor Renato Abreu e o convovou:
- Como é que é? Estás pronto? Vamos pra lá!
Pedro Simon lembrou a presença do ex-deputado federal Ney Ortiz Borges com uma brincadeira: " trabalhei no comitê dele pra elegê-lo deputado federal e ele não me pagou ainda. Mas me pagou sim com um belo trabalho que fez na Câmara Federal". Ney Ortiz confirmou que  Pedro Simon trabalhou como cabo eleitoral num comitê que abriu em Petrópolis, na rua Ijuí " onde também o Brizola trabalhou". 
Ontem,dia 24/08  estava todo mundo temendo um torró de água. Muita gente levantava os olhos para cima,durante os discursos pra ver quando tempo ainda faltava pra cair aquele aguaceiro, mas desta vez o padroeiro do Rio Grande, S. Pedro, ajudou e enquanto durou o ato - das 10hs às 11h30min - choveu mas pouco.
O senador Pedro Simon arrancou risadas ao comentar que  pagou duas vezes a colocação da réplica da Carta Testamento no monumento da Praça da Alfândega. Todo mundo riu, porque é de conhecimento público seu pão-durismo.E  desabafou fazendo uma inconfidência:
- Paguei duas vezes a colocação da Carta Testamento. Numa delas o Brizola( Leonel de Moura Brizola) ficou de pagar, não pagou e eu tive que pagar, brincou o senador Simon arrancando sorrisos e risadas dos presentes.

 Simon elogiou muito José Fogaça dizendo que ele faz falta no Senado da República:
- Quando os Pedro Simon da vida não conseguiam chegar ao entendimento, ele sempre sabia encontrar a essência da discussão e chegava a um denominador comum, disse o senador do PMDB gaúcho.

Sérgio Zambiasi, o outro senador da coligação - A Mudança não pode parar - do PTB não esteve no ato da Carta Testamento. Estaria em outros compromissos. Nem o ex-governador Germano Rigotto esteve no ato, e muito menos seu nome foi citado.

" Santinhos"
O clima de comício fez-se sentir com a distribuição de santinhos de candidatos a vereador do PMDB, do PTB e do PDT.André Carus, candidato a vereador pelo PMDB - filho de Eroni - distribuía pessoalmente seu santinho e quando alguém lhe perguntava se era filho do " sapo" - apelido de seu falecido pai - ele orgulhoso dizia pros amigos: " tu viu? tu viu? "

Collares fugiu dos mordedores!
Experiente, o ex-deputado e ex-governador saiu de fininho do ato da Carta Testamento. Ele sabe que sempre um " mordedor " o espera para no final lhe pedir dinheiro.
Ontem, o " mordedor", 10 minutos após a solenidade, caminhava pesaroso em volta da Carta Testamento - que àquela altura só tinha as flores encima porque os políticos haviam ido embora - e se lamentava:

- O Collares me fugiu, o Collares me fugiu!
Perguntei-lhe o que havia ocorrido e ele me explicou que sempre que o ex-governador vai lá ele dá uma " mordida" e Collares se coça com algum. E arrematou:

- O Collares achou que me viu de longe e se mandou correndo. Da próxima eu pego ele!

Getulianas
1) O ex-deputado Índio Vargas estava saindo à francesa. O prefeito José Fogaça viu que o colega ia se retirar enquanto  discursava. Citou seu nome, elogiando-o. Índio deu meia-volta,voltou pra perto do grupinho dos políticos e de lá só se retirou ao fim do ato.

2)Um prócer do PDT disse que o deputado federal e presidente nacional do PDT resolveu não ir a S.Borja, ontem,dia 24/8 " porque lá no 24 de agosto sempre chove a cântaros".Em 24/08/2004 foi inaugurado o busto de Getúlio na Praça XV de Novembro, feito por Oscar Niemeyer com a presença do deputado federal Vieira da Cunha.

3)Arthur Zanella contou numa rodinha uma boazinha, como dizia o falecido colega Melchíades Stricher.Se falecido pai, exator de Itaqui, era do PSD, Perachista(Walter Peracchi de Barcellos)que perdeu eleição para Brizola ao Governo do Estado e que depois foi compensado pela Revolução com um mandato.Mas ele entrou pro PDT,depois que seu pai morreu. Antes, nem pensar.
O governador Alceu Collares o apresentava ao ex-governador Brizola e lhe dizia;
- Brizola, este é filho do Zanella, do Itaqui, que foi exator!!!
- AH Grande Companheiro,grande companheiro, repetia Brizola.

4) Do ex-vereador Arthur Zanella, o colega e vereador João Bosco Vaz conta uma historinha em seu livro Pisando na Bola. Perguntaram à mãe do Zanella quantos filhos ela tinha. Ela respondeu oito. E todos vivos, quiseram saber
- Não,disse ela,  de vivo só o Arthur , que é vereador.

Barzinho da ARI

1) Sábado,dia 23/08, muita gente ainda não havia adentrado ao barzinho e quando ia chegaram  deram com as gentes de copos de vinho na mão e com uma torta também. Era a comemoração do níver do nosso eterno presidente, Ercy Torma.Até a Carolina, sua secretária,v eio participar. Aliás, no meio daquela velharia até que faz bem aos olhos alguma gente nova. Em perfeito estado de saúde, Ercy chega lá.Pois então felicidades ao nosso presidente, também conhecido intramuros por PACIÊNCIA!

2) Alguns colegas foram visitar Wilson Muller que saiu do hospital. Está em casa.

3) O barzinho esvaziou cedo,neste último sábado,dia 23/8

4) Sérgio da Costa Franco contente com um pila que ganhou da fala que fez no programa do professor no Studio Clio.Não conheço ninguém ainda que não goste de dinheiro....talvez ele seja uma grande invenção da humanidade mesmo, o problema é que alguns são mais ligeiros que outros pra ganharem....

5) Grupo quer ressuscitar Jornal da ARI. Só que sem pila é brabo... 

6) Na coletiva de sexta - feira última,dia 22/08, da governadora, só " notícias boas". Nada de casa.O objetivo e a pauta estava delineada: só sobre a tal viagem a Holanda. Ainda por cima,segundo uma coleguinha,a governadora estava " gripadona". " Assou o nariz umas três vezes" contou uma coleguinha que esteve nesta coletiva.A mesma colega - que por sinal é homônima - gostou do cumprimento que a governadora lhe dirigiu. 

Zambiasi na luta pela solidariedade

"Proporcionar amparo, educação integral e qualificação profissional é investir na construção de um novo cidadão". É dessa forma que pensa o senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS), que trabalha e desenvolve ações em prol das causas sociais. A representante da Instituição "Pão dos Pobres de Santo Antônio", de Porto Alegre, Lia Bocasio visitou o gabinete do senador Zambiasi, em Brasília para agradecer para agradecer o apoio às crianças atendidas pela instituição, que estão em situação de risco social. Leia a matéria na integra, clicando aqui.

Livro biográfico comemora 100 anos de Cyro Martins
Um livro biográfico em comemoração aos 100 anos de nascimento do psicanalista e escritor gaúcho Cyro Martins (1908-1995) está sendo finalizado pelos jornalistas Nubia Silveira e Celito De Grandi, com previsão de lançamento em novembro próximo, em Porto Alegre. As próximas fases são as de revisão do texto final e organização do material fotográfico, para posterior encaminhamento à gráfica. Resultado de pesquisa com fontes que conviveram com Cyro e em ampla bibliografia, além da própria obra do escritor, o livro será viabilizado graças ao patrocínio da CEEE, com amparo na Lei Rouanet de apoio à produção cultural. Pesquisa feita pelas jornalistas Lorena Paim e Adélia Porto revela aspectos da personalidade de Cyro Martins, desde a infância nos campos de Quaraí até sua confirmação como escritor e psicanalista de sucesso que influenciou toda uma geração de gaúchos. O livro encerra as comemorações pelo centenário de Cyro Martins, o autor da trilogia do gaúcho a pé.
Outras informações:
Lorena Paim, fone 8174-8088 - Adélia Porto, fones 3223-5261 e 8453-5252

Humor - Recebo da colega Valdir dos Santos

São Pedro, na triagem celeste, perguntou ao americano,
- O que é mole, mas na mão das mulheres fica duro?
O americano pensou e disse:
 - Esmalte.
 - Muito bem, pode entrar - disse São Pedro.
 Perguntou ao italiano:
- Onde as mulheres têm o cabelo mais enrolado?
 O italiano respondeu:
 - Na África.
 - Certo. Pode entrar.
 Para o alemão :
 - O que as mulheres tem que tem seis letras, começa por B, termina com A e não sai da cabeça dos homens?
 - A beleza ...
- Certo. Pode entrar
 Para o francês:
 - O que as mulheres têm no meio das pernas?
 - O joelho.
 - Muito bem. Pode entrar também.
E perguntou ao inglês:
 - O que é que a mulher casada tem mais larga que a solteira?
 - A cama.
 - Ótimo. Pode entrar.
 E ao espanhol:
 - O que é redondo, tem duas letras, um furo no meio, começa com C, quem dá fica feliz e quem ganha fica mais ainda?
 - CD!
 - Certo! Entre também...!!!
 O BRASILEIRO virou-se e foi saindo de fininho...
 - São Pedro chamou-o:
 - Você não vai responder à sua pergunta?
 - Sem chance... errei todas as anteriores!!!

Conseqüências do virtual sucesso de Lula

Os contornos do Brasil pós-Lula independem do destino de duas variáveis econômicas. São elas: a) o controle da inflação; e, b) as taxas de crescimento econômico. Ambas estão cercadas de incertezas. Mas, isso não impede que se vislumbrem alguns ingredientes do cenário político futuro do país. Leia a matéria na integra, clicando aqui.

Os Saltimbancos volta sábado ao palco do Teatro Novo DC


“Os Saltimbancos” é uma adaptação da obra “Os Músicos de Brehmem” dos Irmãos Grimm feita por Sergio Bardotti e Luis Enrique. Com  tradução e músicas de Chico Buarque de Hollanda, a peça conta a história de quatro animais que partem numa aventura em busca de seus sonhos. Chico Buarque e Sérgio Bardotti utilizam cada uma das características domésticas destes quatro bichinhos - o jumento, a galinha, o cachorro e a gata - para traduzir os sentimentos da sociedade. Na aventura dos quatro amigos, o principal aprendizado é que “todos juntos somos fortes”.

TEMPORADA
 De 09 de agosto a 16 de novembro.
Sábados e Domingos – 17 h – Teatro Novo DC

Ingressos Antecipados na PanFácil Store (3328-5544)
R$ 10,00 - Individual
R$ 7,00 - Clube ZH (para titular e acompanhante)
R$ 8,50 - Cliente Hipercard

Ingressos no Local (3374-7626)
R$ 12,00 - Individual
R$ 9,00 - Clube ZH (para titular e acompanhante)
R$ 10,00 - Cliente Hipercard
Crianças até 2 anos não pagam - Acima dos 60 anos - 50% de desconto.

Coleguinhas

1) Lauro Schirmer, diretor do Museu Hipólito José da Costa está na Europa. Volta em 3 semanas.

2) Na ARI, começou o remexeção dos papéis antigos.Chegou a grana da Espanha pra isto e uma arquivista está trabalhando no projeto. Trabalha de luva, remexe em toda a papelada.Tem cada preciosidade que vou te contar. Por exemplo, já achou um documento onde o presidente Ercy Torma aparece como colunista social. Ninguém sabia que ele feito coluna social um dia.

3) Coleguinhas do sindicato dos jornalistas - RS estão em Sampa participando de um congresso. O affair diploma deve ser um dos temas mais debatidos no conclave.

4) Alguns - nem todos - os participantes do Clube de Opinião ( fundado no tempo do Governo Olívio Dutra) estão achando meio mixuruca o café da manhã que o Sheraton está servindo nos eventos.

5) No último encontro do Clube de Opinião - cujo presidente Gilberto Simões Pires não tem diploma de jornalista, é " precário" - o secretário da Fazendo,Aod Cunha de Morais fez a cabeça pra que incentive nas escolas o ensino do inglês.

6) Onde anda a Jandirá Feijó que trabalhava com o César Busatto?

7) Onde anda o Gustavo Motta? Em que assessoria de candidato está trabalhando?

8)Tanto o Wladimir Oliveira,apresentador, como o Rogério Mendelski, abriram,ontem, dia 21/08 o voto em Mcain, nos USA.É, quando a maioria silenciosa se manifesta é que começam a aparecer as verdadeiras tendências. 

A vida como ela é...

1. A maldade em pessoa.
Contei na quarta-feira no chimarródromo da ARI - embora lá tenha mais cachaça que mate - um fato curioso, se não fosse bizarro, de uma senhora (ou senhorita ) que freqüentava o barzinho da entidade. Um dos seus grandes divertimentos - eu acho que era puro sadismo - era ir na casa de um ceguinho, do qual se dizia amiga, arretá-lo pra caramba e quando o cego perdia as estribeiras e partia pra cima, ela pulava fora e dizia pro coitadinho:
- Pera aí ceguinho, pera aí, eu sou tua amiga. O que é que estás pensando?

2. Conflitos entre pai e filhos...
Pois agora que estive na minha terra natal,Serafina Correa, fiquei sabendo de uma história humana  que é daquelas que ensina grandes lições e nas quais se encaixa o ditado: Deus não mata, mas fiscaliza.
Tinha lá um sujeito que vivia dizendo que se seu filho fosse veado(gay) ele o mataria. Vivia dizendo isto pra todo mundo, meio como exibicionismo. Não é que sua filha veio estudar em Porto Alegre e hoje mora com uma companheira!Ele colocou pra filha a seguinte situação: ou a companheira ou a família. Ela respondeu: então ficou com a companheira.Duas primas vieram a Porto Alegre, foram visitá-la e se decepcionaram com a feiura da companheira. Mas que que tem: o amor não é lindo? A mãe da moça meio que absorveu a situação, mas ele ficou meio abalado. E agora esta reagindo da seguinte forma: não quer que o filho ,ja grande, saia de casa. Está com medo que vá morar com um homem.
Quanta bobagem,diria eu.
O melhor desta história, cujos nomes preservo porque não cabe torná-los públicos, foram como reagiram os mais velhos. A avó da moça, mãe do pai dela, disse que ela só queria que a neta fosse feliz. O que importava era isto, e não a forma. Já uma tia da moça, que perdeu uma filha de parto nos anos 80, disse ao sobrinho:
- Fulano, se tu soubesses o que é ver um filho morto?

Há 54 anos, num dia 24 de agosto, Getúlio Dornelles Vargas, o mais influente
presidente brasileiro do século passado, deu-se um tiro no coração!



Getulio, terceiro da esq. para dir. no dia do casamento de Brizola

A data será lembrada,neste domingo, em São Borja(RS) - para onde os restos mortais de Getúlio Vargas foram levados em 1954 - com um evento no Museu Getúlio Vargas fazendo uma ligação virtual entre a chamada " terra dos presidentes" e o Rio de Janeiro.Depois haverá uma sessão solene na Câmara Municipal dos Vereadores - 10 hs - a partir dali os integrantes deste ato irão até o monumento existente na Praça XV de Novembro, que fica em frente a Prefeitura Municipal,e posteriormente irão até o cemitério municipal onde estão enterrados outros ilustres trabalhistas, como Jango(ex-presidente) e Leonel de Moura Brizola. Gregório Fortunatto, o anjo negro de Getúlio também está enterrado neste cemitério. Em Porto Alegre, o diretório estadual do PDT marcou um ato na frente do Monumento a Carta Testamento de Getúlio Vargas,  na Praça da Alfândega, a partir das 11 da manhã. Deverá estar presente o prefeito de Osório, Romildo Bolzan Junior que é também presidente estadual do PDT.

Getulianas
Sobre  Getúlio Vargas  contam-se muitas anedotas e fatos chistosos que mostram a matreirice política do velho político de formação castilhista. Neste momento me lembro de algumas:

1) Getúlio estava no Palácio do Catete,onde despachava. Foi lá procurá-lo um amigo de São Borja que queria empregar o filho. Getúlio, com seu jeito matreiro, dando baforadas em seu charuto,perguntou ao amigo de terra natal o que seu filho fazia na vida.
- Olha,disse-lhe o amigo, ele não se formou em nada, o danado. Fiz tanto esforço pra que fizesse uma faculdade, mas nada...
- Pois então não tenho emprego pro teu filho. Não tem vaga no meu ministério neste momento. Quem sabe mais adiante!

2) Esta quem me contou foi o ex-prefeito de Porto Alegre, Sereno Chaise - e portanto tem credibilidade.
Diz ele que quando Getúlio estava no Itu, no auto-exílio que se impôs,o presidente do velho PTB,José Vechio - que ainda tem uma filha militante no PDT, a Miguelina - foi procurá-lo para se queixar de "bigodadas"que Brizola e Jango lhe faziam.
Getúlio puxou Vechio para o campo e ficaram dando voltas, caminhadas. Enquanto Vechio falava, o ex-presidente só ouvia.
Lá pelo final da tarde,depois de cansar o velho Vechio , Getúlio disse apenas uma frase aconselhando o companheiro:
- Vechio, faz como eu, não te mete em política!!!

Ressentimento
Quando propus a Maneco Vargas, em 1993, escrever um livro sobre suas memórias, depois de seis meses ele topou, mas colocou-me um empecilho:
não falaria sobre Getúlio.
Bom,pensei,durante a entrevista vou tentar fazê-lo falar.
Falou, mas nos assuntos mais espinhosos sempre deu um jeito de se esquivar, como no caso da deportação de Oga Benário para a Alemanha. Maneco disse que seu pai era presidente do Brasil e como tal não poderia deixar de cumprir um pedido de um país com o qual o Brasil mantinha relações diplomáticas.
Um dos ressentimentos de Maneco - que em 15/01/1997 matou-se também com um tiro, na Estância do Cerrito, em Itaqui, de sua propriedade - era ter deixado de ter importância em apenas meia hora. Ele me disse textuamente: " a gente era tudo e em pouco tempo não éramos mais nada!" 

Les Miserables

Na Rua Duque de Caxias, trecho entre a Salgado Filho e o Palácio Piratini, os moradores já descobriram como desinfetar as calçadas que são "utilizadas" pelos sem-teto. Com CREOLINA!!!!

Les Miserables I

Um amigo meu que mora há anos em Maputo andou aí tempos atrás e ficou impressionado com a quantidade de sem-teto nas ruas de Porto Alegre. Sua pergunta: Mas a cidade não ficou na mão do PT 16 anos?

Les Miserables II

Só em Lima, no Peru, vi tanto sem-teto. E lá eram os anos difíceis da revolução socialista dos militares.

Humor: Slogans turísticos (ou não) para cidades gaúchas
Fonte: www.osandro.blogspot.com

GRAMADO - "Pra quem é pobre demais para ir para a Europa."

CANELA - "Pra quem é pobre demais para ir para Gramado."

NOVA PETRÓPOLIS - "Pra quem é pobre demais para ir para Canela."

AGUDO - "Venha falar em falsete com a gente."

PRESIDENTE LUCENA - "Nunca houve um presidente chamado Lucena..."

PANTANO GRANDE - "Muito mais que um simples erro ortográfico."

TORRES - "Tão bonito que nem parece RS."

CAPÃO DA CANOA - "Pelo menos é perto."

ATLÂNTIDA - "Todo o glamour do esgoto a céu aberto."

IMBÉ - "Pelo menos não é Tramandaí."

CIDREIRA - "O mar é uma bosta, a praia é um lixo, mas pelo menos o Sessim não é mais prefeito."

TRAMANDAÍ - "A opção n°1 da classe D argentina."

RIO GRANDE - "Como Punta, só que sem o dinheiro e sem o glamour."

OSÓRIO - "A sua parada pra mijar no caminho pra praia."

CASSINO - "Nosso nome fazia muito mais sentido quando o jogo era legalizado."

SÃO SEBASTIÃO DO CAÍ - "Melhor junção de um nome de santo com um verbo na primeira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo."

SÃO BORJA - "Melhor cidade com nome de santo inventado do mundo."

SÃO JOSÉ DO NORTE - "Fica no sul do Rio Grande do Sul. Paradoxal, não?"

BOM JESUS - "De vez em quando neva."

FREDERICO WESTPHALEN - "Quem?!?"

ANTA GORDA - "Venha descobrir que diabos nossos fundadores estavam pensando."

PINHEIRO MACHADO - "A antiga Cacimbinhas"

MATO LEITÂO - "Provando que é possível dar nome a um município escolhendo duas palavras aleatórias."

MUÇUM - "AI CACILDIS (in memoriam)."

NÃO-ME-TOQUE - "O município com maior número de hífens do Brasil."

TRÊS PASSOS - "Não um, nem dois, mas Três Passos."

CHUÍ - "Tentando aparecer numa frase sem o Oiapoque desde 1957."

GUAÍBA - "Pelo menos não é Cachoeirinha."

CACHOEIRINHA - "Pelo menos não é Alvorada."

ALVORADA - "Capital estadual do homicídio qualificado."

SANTANA DO LIVRAMENTO - "Quando for comprar muamba, dê uma paradinha aqui."

CAMPO BOM - "Pra quem acha que POA no verão não é quente o suficiente."

SANTA CRUZ DO SUL - "Pra quem acha que Blumenau é muito longe."

TRÊS COROAS - "BUDISMO + RAFTING = DIVERSÃO PURA!"

ENCRUZILHADA DO SUL - "O melhor lugar para pactos com o demônio em toda região sul."

Grupo Zech, da Alemanha, compra 50% da Construtora Tedesco


Foto: Cláudio Bergman

Durou nove meses, o tempo normal de uma gestação, o namoro entre a Construtora Tedesco Ltda - empresa gaúcha,do ramo da construção civil, de 60 anos - com a ZECH GROUP, de Bremen, Norte da Alemanha, que tem 99 anos completados e  uma atuação muito forte na Alemanha,India,Dubai e que está entrando na Rússia.
Ontem,dia 20/08,finalmente o " bebê nasceu" isto é,  foi fechado a " joint-venture" entre as duas.  O anúncio do acordo ou parceria como está sendo chamada, foi feito no Plaza, durante café da manhã. A importância da compra da metada da  Tedesco pelo grupo alemão fo confirmada  pela presença de Kurt Zech,presidente do grupo Zech, neto do fundador, Gustavo.

Valores
Pedro Tedesco Silber, presidente da Construtora TedescoLtda  confirmou que houve pagamento em dinheiro( cash) do Grupo Zech para a Tedesco, mas não revelou a quantia." Somos duas empresas de controle acionário fechado e portanto não revelamos valores" disse Silber, neto de Ruy Tedesco, um dos fundadores da construtora nos anos 40.
Outros diretores da Tedesco também estiveram no ato como Flávio Dahlem da Rosa, Tito Henke Tedesco e Frederico Alban Neto.

Como começou a parceria!
Com os dois  logotipos das corporações ao fundo, todos os diretores de ambas as empresas iniciaram a coletiva  e precisaram de um  tradutor.A aproximação,explicou Pedro Tedesco Silber deu-se através da empresa Sapotec, do grupo Zech, que atua no Brasil há 6 anos. Ela desenvolve tecnologias de recuperação de solos contaminados com vasamentos de produtos tóxicos. No Rio Grande do Sul, a Sapotec fez um trabalho em Nova Santa Rita do Sul a pedido da Fundação Proteção Ambiente Natural(Fepam).

Quem é a Zech
É um grupo alemão especializado em construção civil, de 99 anos, mas que atua no mundo também na área de hotelaria,meio ambiente(Sapotec, cujo nome é uma homenagem ao sapo) indústria,imobiliário e estruração financeira para operações imobiliárias.

A Zech espera faturar este ano cerca de 2 bilhões de reais,informou seu presidente Kurt Zech. A Construtora Tedesco Ltda informa seu presidente, Pedro Tedesco Silber deverá faturar 120 milhões de reais. A parceria das duas - ou como quiserem, a compra de 50% das ações da Tedesco pela Zech - deverá trazer um incremento no porte das obras. Eles esperam faturar nos próximos 5 anos 500 milhões de reais.

A parte mais importante do encontro com a imprensa foi dado no final do press release distribuído no começo do evento. Diz ali que  a Zech passará a ter 50% da estrutura societária da Construtora Tedesco sendo que a gestão
da empresa " permance sob a liderança dos atuais executivos da empresa". Mas o Zech Group passará a ter participação no Conselho, com como indicará o Diretor Financeiro. E informa que " apartir desta data - 20/8/08 - passará a haver transferência de tecnologia e de processos.

Arena Gremista?

Uma pulga ficou atrás da orelha dos jornalistas.Esta associação não foi feita para construir a Arena Grêmio? Porte para isto a Zech Group tem e a Tedesco tem no currículo ter construído o estádio Beira Rio. Mas Pedro Tedesco Silber nega que a associação tenha esta finalidade. Não por ser um colorado fanático. E A Zech Group participou, em Bremen, onde está sua sede, da construção de um estádio de futebol, do mesmo nome, onde jogam alguns brasileiros.

Coleguinhas

1) No dia 18/08, o www.previdi.com.br fez 5 anos! Viva ele!

2) Saiu mais um Versão do Sindicato dos Jornalistas-RS. Os " homi" trabalham, o que cês tão pensando?Sob a batuta do presidente Zé Nunes que chega mais cedo no sindicato do que Sargento em quartel.

3) Com toda esta chuvarada, inaugurou-se um " pingódromo" no Sindicato dos Jornalistas-RS. Justo na sala do presidente!

4)Coleguinha do jornal ZONA NORTE,ontem,dia 19/08, na coletiva do Sinduscon mostrou todo seu bairrismo.Só queria saber de assuntos da Baltazar de Oliveira Garcia e do bairro Humaitá.

5) Aliás, dizem que a cidade onde menos se pratica sexo é na que leva este nome: UMA E TÁ! E a que mais se pratica é em CAMA QUÃ!

6)Wilson Müller saiu do Hospital da PUC onde fez cirurgia.

7) O novo presidente do Clube de Opinião, Gilberto Simões Pires, que é formado em Administração de Empresas não é jornalista FORMADO. É registrado como jornalista "PRECÁRIO" isto é, entrou numa brecha da legislação,  na Delegacia Regional do Trabalho.

8) Antônio Manoel de Oliveira, chefe da seção de imprensa do Trensurb, escreve um livro de memórias jornalísticas. Já pediu depoimentos a ex-colegas de redações de outros tempos.

9) Um profissional da comunicação se deu ao trabalho de durante um certo período de contar nos eventos a presença do "nosso" eterno presidente da ARI,Ercy Torma, e compará-lo ao do prefeito José Fogaça. Ercy ganhou!

10) Encontrei na coletiva do Sinduscon,dia 19/08, no Plaza, o "Gordo" Ucha. Não é mais gordo. está magro. Toma insulina importada duas vezes ao dia - ele mesmo se aplica . Além disto o nosso querido colega é safenado... mas o gordo, editor do Jornal da Noite, há 22 anos ininterruptos, está levando a saúde a sério... Sua mãe era diabética e agora veio pra ele...

Uma " caieira" braba

Na quarta-feira,dia 06/08 peguei o ônibus da linha Petrópolis-Jardim do Saldo da Cia Carris, placas IHI 1582. O que este bus bateu no corredor da Osvaldo, não tem no gibi. A Carris bota onibusizinho novo no centro, com pintura e tudo, mas bota outros em circulação nos bairros que são umas caieiras veias. A EPTC não cuida mais a idade dos ônibus pra circularem? Era pura bateção!!!

Lei Seca

Na noite de 06/08, o Barranco, na Protásio, bombava. Com lei seca ou não, vi muita gente bebendo vinho, o que não é crime. Acho que a população já está encontrando alternativas para esta restrição.

Faz 43 anos da grande nevada!

A foto que publico mostra o que foi grande nevada do dia 19/08/1965 em toda a região da Serra, abrangendo a Encosta Superior do Nordeste, principalmente em cidades como Vacaria, Lages, Lagoa Vermelha,Passo Fundo indo até Carazinho.

A neve começou lá pelas 22 horas. Ela seguiu-se a semanas de muita chuva. Foi tanta água que fazia tempos não se via um agosto tão chuvoso.Depois veio a nevada que durou uma noite inteira e parou somente pela manhã. Ficou tudo suspenso. os colonos no interior de Serafina Correa lembram até hoje do medo que sentiram dos telhados dos paióis que pelo peso da neve poderiam vir abaixo.

Muitos animais morreram em decorrência do frio. Há vários fatos e outros lendas sobre esta nevada.Numa das capelas do interior de Serafina Correa alguém foi a procura de um cavalo. Caminharam até não achá-lo. Subiram então encima do que parecia ser um toco de madeira. Não era, era o cadáver do cavalo morto pelo frio.

Houve quem se assustou, quem curtiu a neve, mas como ela não fazia parte da cultura da região, ela foi vista mais pelo lado trágico do que propriamente pela beleza da paisagem que esbranquiçou tudo. Há o lado poético dela: meu pai levantou de madrugada pra acender o fogo a lenha, como fazia todos os dias e nesta manhã notou que a cozinha da casa de madeira estava fria mais do que geralmente era mesmo nas manhãs em que havia muita geada.Ele abriu a janela,deu uma espiada e " viu tudo branco". Ingenuamente achou achar-se de uma madrugada de lua cheia. Confundiu o luar , com o reflexo que meio metro de neve no chão provocava na noite ainda escura.

Quando amanheceu, ninguém conseguia sair.Nem de botas. Alguns agricultores tentaram, mas voltavam depois de 50 metros porque "afundavam" na neve e não conseguiam andar.

Era um panorama europeu, só que os habitantes da região, como Serafina Correa, já não era os mesmos que haviam vindo de longe, eram seus filhos que nunca tinham estado no Velho Mundo.

Dureza nas eleições de S.Borja

Recebo um chasque de um amigo de S.Borja, que evidente está apoiando a situação:
" Nós trabahlistas não vamos nos entregar com ameaças de oportunistas políticos que defendem projetos pessoais em detrimento do bem comum. Vamos lutar até o extremo pois é uma boa causa".

A "boa causa" no caso é a reeleição do atual prefeito, Mariovane Weis(PDT). Os outros dois candidatos são o médico Luciano Loureiro, pelo PP( que é forte em S.Borja porque tem o deputado federal Luis Carlos Heinze,plantador de arroz) e o atual vice-prefeito, Rene Nedi de Souza Ribeiro, que está concorrendo pelo PT. O Governo Federal nos últimos quatro anos colocou em S.Borja a Unipampa e a Urcamp o que pode favorecer Rene.

Feira do Livro

Este ano a feira do livro de S.Borja será antecipada. Ao invés de dezembro,acontecerá nos dias 25,26e 27 de setembro. O convidado especial é o escritor que fez uma biografia de Leonel de Moura Brizola, cujo título é O último Caudilho.Estarei presente como convidado da Departamento de Cultura da Prefeitura de S.Borja a este evento, com muita honra. Já estive em duas feiras anteriores. 

O futuro da ministra Ellen, do Supremo Tribunal Federal

O presidente Luis Inácio Lula da Silva gostaria de ver a ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) ministra Ellen Gracie no Alto Comissariado das Nações Unidas, em Genebra. Mais do que no Tribunal de Haia, na Holanda. O problema é que ela é filha única, seu pai está viúvo e precisa dela por perto.

O cartunista Chico Caruso fala de Tarso de Castro


Remexendo dias atrás nos meus papéis encontrei um começo de rascunho onde anotei várias indicações do cartunista Chico Caruso, do jornal O Globo, sobre as pessoas que conheceram de perto o jornalista Tarso de Castro, falecido em 20/05/1991, em S.Paulo.

Era minha então nesta época fazer ou começar uma biografia do fundador do Pasquim, mas um colega acabou se antecipando.
Por telefone conversei longamente com Chico, que estava hospedado no Everest Hotel e que viera a Porto Alegre num evento cultural que não lembro mais qual tenha sido.

Chico me disse que foi muito amigo do Tarso de Castro." Moramos no mesmo prédio no bairro Leblon(RJ) localizado na esquina da rua Gal. Urquiza com João de Barro".
Na época que fiz esta pequena entrevista com Chico, ele tinha 49 anos.Me contou que é cartunista desde os 17 anos e portanto já contava na ocasião com 32 anos de estrada.

Chico - que tem um irmão gêmeo,Paulo -  disse-me que conheceu Tarso de Castro quando ele(Chico) se mudou para o RJ em 1978. Costumava encontrá-lo no bar Antonio's( no Leblon)- " todo mundo ia lá"diz-me.O pessoal da TV Globo - o Boni ( José Bonifácio de Oliveira Sobrinho)Armando Nogueira, Walter Clark,lembrou Chico." No começo mais modesto do Antonio's ia lá o pessoal da TV Globo e havia pequenas rusgas com o pessoal do Pasquim que também freqüentava o bar. Entre eles Millor Fernandes". Outro freqüentador do famoso bar do bairro Leblon foi Ruanikito, irmão da Scarlet Moon de Chevalier " um dos boêmios mais agressivos da Zona Sul carioca" conforme Chico." Era um economista que trabalhara com Mário Henrique Simonsen" recordou Chico.

Segundo Chico Caruso, por esta época,isto é, nos de 1978.79 Tarso de Castro acordava de manhã e ia ler o jornal no bar Antonio's. " Foi,lembra Chico,segundo contam,no Antonio's que ele 'cantou' a atriz Candice Bergen. Teria,conforme a versão de Chico,acontecido da seguinte maneira:
-Ela ia passando, ou entrou no bar,e Tarso foi comprar todas as flores da florista da esquina e se ajoelhou pra ela!
- Foi UMA VITÓRIA NACIONAL, comemora até hoje Chico que lembra ainda que Tarso de Castro morou no apartamento de Caetano Veloso que o passou pro jornalista nascido em Passo Fundo.
Tarso e Chico foram colegas na revista CARETA.
Tarso de Castro editou o Folhetim, na Folha de São Paulo." O Tarso era muito agressivo mas também muito gentil. Nunca deixava uma moça acender um cigarro. Ele o acendia. Abria a porta do carro pras moças" revelou  Chico sobre o amigo.
Quando teve o filho João, ia com ele e a babá para o bar- Chico não lembra se o Antonio's ou outro -. A mãe do João é a fotógrafa Gilda. Ela morava no Rio de Janeiro e um dos motivos da separação deles foi que Gilda quis ir morar em SP e Tarso se recusava morar lá porque não podia ouvir a pronúncia seteeeeta,ou noveeeenta.

Bebedeira no cemitério de P.Fundo
No aniversário de um ano do falecimento de Tarso de Castro,  Paulo Caruso mais o chargista Edgar Vasques, que estavam em Passo Fundo pela Jornalda Nacional de Literatura foram ao cemitério e beberam a noite toda em volta do túmulo do amigo falecido.
Perguntei ao Chico se Tarso foi abandonado quando ficou doente. Ele disse:

- A doença o abateu muito fisicamente. Ficou Magérrimo, cor verde. Talvez ele mesmo tenha se afastado dos amigos e conhecidos.
Paulo Caruso foi visitá-lo no Hospital das Clínicas de SP e o elogiou. Disse-lhe que estava bem e Tarso de Castro disse pra mãe que estava presente:
- Viu mãe, viu mãe como estou bem. Você vive dizendo que estou magro.
João, filho de Tarso e Gilda, mora no RJ. Tem como padrinhos Gisela e Ricardo Amaral.
Por fim Chico Caruso disse: " Tarso foi pro Rio de Janeiro com o Brizola ou com o Jango e lá virou este grande repórter".

No Barranco
César Tasca, que trabalhou nos anos 70 na churrascaria Barranco como garção, em Porto Alegre diz que o jornalista Tarso de Castro ia lá sempre de manhã, perto do meio-dia. Só bebia vodca. E às vezes arrumava uma companhia na churrascaria,saía com ela e voltava mais tarde.
Um dos companheiros de Tarso no Barranco foi o atual deputado estadual Paulo Odone de Araujo Ribeiro. 

Coleguinhas

1) Pô,Previdi, tua nova cara ficou bacaninha mas não precisava mandar os amigos escreverem tanto...

2) O "pingódromo" na sala do presidente do sindicato dos jornalitas-rs parou. É que parou de chover!

3) Ninguém entende porque a colunista de economia da ZH,Lurdete Ertel não vai em coletivas que são da área econômica.

4) Meu próximo livro sobre bastidores de redações vai tratar da "guerra dos crachás" que ocorreu dentro da ZH ou em 1970,ou 71. Houveram demissões e muitos remanejos por causa disto. Kolecza, (Carlos Alberto) saiu da Gaúcha e foi pra chefia de reportagem( e lá pediu demissão por causa do crachá) e Carlos Bastos saiu da chefia de reportagem da ZH e foi pra Gaúcha.

5) O koleczquinha, ou filho do kolecza, o Bertrand, comemorou 44 anos no último domingo.Ele é o editor da Folha do Porto.

6) Um "venenoso" comentou no serpentário da rua Uruguai que tem lido a coluna de Wanderley Soares no O SUL e que mudou muito depois que um general assumiu a SSP. Será seqüelas dos tempos da " redentora"?

7) O poeta Luiz de Miranda é um dos poucos que vivem de direitos autorais.

Jornalistas brasileiros são presos pelo Hezbollah
Colaboração de Heloiza Herscovitz

Tariq Saleh/Beirute: "Não foi minha primeira vez, tampouco será a última. Mas foi uma amostra mais real do que as experiências anteriores, de como o Hezbollah, uma mistura de partido político, milícia e assistência social, possui uma mão sobre o Líbano que se sobressai à do governo.

Na semana passada, o Hezbollah prendeu eu e a equipe da TV Globo, formada pelo repórter Marcos Losekann e o cinegrafista Paulo Pimentel. Fomos detidos por mais de cinco horas.
Não, não fomos agredidos fisicamente, mas o fomos moralmente. Não fomos torturados, nem colocados em cativeiro como os paranóicos islamofobíacos adoram pregar. Mas o Hezbollah mostrou a sua cara, mostrou que tem duas facetas – a resistência a Israel e a resistência ao próprio Líbano.

No dia 15 de agosto, eu, o Losekann e o Pimentel estavámos no subúrbio sul de Beirute para uma reportagem sobre um restaurante temático..." Leia a matéria da integra, clicando aqui

Construção civil cresce, mas aumento de insumos fora da inflação preocupa Sinduscon


Foto: Cláudio Bergman

O presidente do Sinduscon, Carlos Alberto Aita, disse ontem, 19/08, na apresentação do XI censo do mercado imobiliário de Porto Alegre, realizado durante café da manhã num hotel da região central de Porto Alegre que o aumento de preço além da inflação de alguns insumos, principalmente do aço,  - que  somente neste ano foi de 30% - preocupa os construtores em todo o país.

"A Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil(CBICC) está estudando uma importação de aço.Não vamos revelar de onde porque o aço  no mundo é oligopolizado Mas até metade de setembro deverá haver uma decisão sobre isto" informou o vice-presidente da entidade, Paulo Roberto Silveira. Segundo ele, o aço que será importado - devem vir 16 mil toneladas pelo porto de Rio Grande para Porto Alegre - tem um custo inferior ao praticado localmente  de cerca de 20% .O aço representa 10% no valor final   de um prédio.
A importação para o Sul deverá ser feita por meio da Coopercan, a cooperativa fundada pelos associados do Sinduscon para a compra de material de construção civil.

Demanda popular
Conforme o presidente Carlos Alberto Aita, há no Brasil uma escassez  de  moradias populares que atinge, pelas estatísticas, a 7 milhões de casas." Em 15 anos  precisaríamos  de 247 bilhões de reais" informou o dirigente. O problema, conforme ele, está na faixa de população, com menos de 5 salários mínimos.

Censo
O censo do Sinduscon realizado no último ano  mostrou que os imóveis que tiveram  mais saída são os que tem um valor de até 88  mil reais.Eles cresceram 12,47% num ano. Outra faixa de renda que também incrementou as vendas foi o imóvel que vai de 127.500 até 166.800.Cresceu 22,04% num ano."Os imóveis que mais tem saído são os single(só para o casal) e para o casal que tem um ou dois filhos", explicou Aita.
O presidente do Sinduscon disse que nos próximos 30 anos no  Brasil surgirão 35 milhões de novas famílias.

Novos bairros
Como a infraestrutura não se expande, a construção civil vai para as regiões menos habitadas de Porto Alegre e depois a infraestrutura - transportes,praças e outros equipamentos urbanos - vai atrás. Foi o que disse um dirigente do Sinduscon ao revelar os novos dados do censo imobiliário do último ano.
Por isto bairros como Menino Deus e Petrópolis " já eram" enquanto novas regiões como a Humaitá, Vila Ipiranga,Partenon e bairro Rubem Berta entram pras regiões de grandes e novos investimentos da construção civil.

Mão de obra
Para acompanhar o boom da construção civil, está faltando engenheiros,disse Carlos Alberto Aita." Precisamos de engenheiros com mais de 10 anos de experiência" informou ele. Faltam também de setores da construção menos especializados como pedreiros,serralheiros,instaladores,carpinteiros. " Vamos ter que buscar isto no mercado informal" disse Aita.
E,pasmen, a mão de obra feminina já é vista e passará cada vez mais a ser empregada na construção civil."As mulheres farão os trabalhos menos pesados" disse o presidente do Sinduscon.

Demora
Pra variar, os responsáveis pelo Sinduscon reclamaram da demora vigente na Prefeitura Municipal de Porto Alegre na liberação de novos projetos. " Levam cinco dias para movimentar uma solicitação. Um projeto em geral leva de 6 a 12 meses para ser aprovado" lamentou Aita, diante da observação de outro colega de diretoria de que estava sendo " muito generoso com o poder público municipal".

Quem manda no Inter?

Parece, é claro, que o Fernando Carvalho.Ontem,dia 19/08, estive na rodoviária de Porto Alegre, perto do meio-dia e vi o gerente da Veppo e diretor de futebol do Inter,Giovani Luigi, em confabulações com um diretor da empresa. Seu semblante não era dos melhores...

Coleguinhas

1) Saiu mais um Versão do Sindicato dos Jornalistas-RS. Os " homi" trabalham, o que cês tão pensando?Sob a batuta do presidente Zé Nunes que chega mais cedo no sindicato do que Sargento em quartel.

2) Com toda esta chuvarada, inaugurou-se um " pingódromo" no Sindicato dos Jornalistas-RS. Justo na sala do presidente!

3)Coleguinha do jornal ZONA NORTE,ontem,dia 19/08, na coletiva do Sinduscon mostrou todo seu bairrismo.Só queria saber de assuntos da Baltazar de Oliveira Garcia e do bairro Humaitá.

4) Aliás, dizem que a cidade onde menos se pratica sexo é na que leva este nome: UMA E TÁ! E a que mais se pratica é em CAMA QUÃ!

5)Wilson Müller saiu do Hospital da PUC onde fez cirurgia.

6) O novo presidente do Clube de Opinião, Gilberto Simões Pires, que é formado em Administração de Empresas não é jornalista FORMADO. É registrado como jornalista "PRECÁRIO" isto é, entrou numa brecha da legislação,  na Delegacia Regional do Trabalho.

Faz 43 anos da grande nevada


Dentista Rony Soccol,sua mulher Darcy, já falecida, com os três filhos na praça Pio XII, em 20 de agosto de 1965

A foto que publico mostra o que foi grande nevada do dia 19/08/1965 em toda a região da Serra, abrangendo a Encosta Superior do Nordeste, principalmente em cidades como Vacaria, Lages, Lagoa Vermelha, Passo Fundo indo até Carazinho.

A neve começou lá pelas 22 horas. Ela seguiu-se a semanas de muita chuva. Foi tanta água que fazia tempos não se via um agosto tão chuvoso.Depois veio a nevada que durou uma noite inteira e parou somente pela manhã. Ficou tudo suspenso. os colonos no interior de Serafina Correa lembram até hoje do medo que sentiram dos telhados dos paióis que pelo peso da neve poderiam vir abaixo. Muitos animais morreram em decorrência do frio. Há vários fatos e outros lendas sobre esta nevada.Numa das capelas do interior de Serafina Correa alguém foi a procura de um cavalo. Caminharam até não achá-lo. Subiram então encima do que parecia ser um toco de madeira. Não era, era o cadáver do cavalo morto pelo frio.

Houve quem se assustou, quem curtiu a neve, mas como ela não fazia parte da cultura da região, ela foi vista mais pelo lado trágico do que propriamente pela beleza da paisagem que esbranquiçou tudo. Há o lado poético dela: meu pai levantou de madrugada pra acender o fogo a lenha, como fazia todos os dias e nesta manhã notou que a cozinha da casa de madeira estava fria mais do que geralmente era mesmo nas manhãs em que havia muita geada.Ele abriu a janela,deu uma espiada e " viu tudo branco". Ingenuamente achou achar-se de uma madrugada de lua cheia. Confundiu o luar , com o reflexo que meio metro de neve no chão provocava na noite ainda escura.

Quando amanheceu, ninguém conseguia sair.Nem de botas. Alguns agricultores tentaram, mas voltavam depois de 50 metros porque "afundavam" na neve e não conseguiam andar.Era um panorama europeu, só que os habitantes da região, como Serafina Correa, já não era os mesmos que haviam vindo de longe, eram seus filhos que nunca tinham estado no Velho Mundo.

Nobre do Riso


Charles Chaplin dizia que um dia sem riso é um dia perdido. Muitos leitores de ZH começavam a leitura do jornal de trás pra frente, como minha irmã Alenir, pra ler o Nobre. O editor-diretor de ZH, Lauro Schirmer disse que a coluna dele foi o único caso de uma coluna que morreu com seu autor-inventor. Mas o Nobre era uma pessoa controvertida. Uma vez ele tava fazendo um show no clube 25de julho, contratado pelo sindicato dos donos de caminhões - SETCERGS - e entrou lá o associado Avelino Andreiss. Avelino meio que interrompeu o show do Nobre,involuntariamente, porque começou a cumprimentar as pessoas. Nobre não gostou, parou o show e não retornou. Dispensou o cachê.

A melhor fase de podar as parreiras


O colega Antônio Goulart foi intrigar-me com o frei Rovílio Costa porque eu escrevi que os antigos em S.Correa aconselhavam podar as parreiras da metade de agosto em diante pra fugir de alguma eventual geada equeimar os brotos dos parreirais. Estive na minha terra natal neste fim de semana, fui na capela S.Pedro  e lá falei com um dos moradores mais antigos da região, o Etelvino Bazzo, que aos 78 anos ainda cultiva suas parreiras. Na véspera   na sexta-feira,dia 15/8( por sinal dia de S.Roque ) tinha cortado parte das  parreiras. Serafina já não tem tanto a cultura de parreiras, mas no passado tinha muita plantação,tanto que lá existiram duas cooperativas de vinho: A Sociedade Estrela e a Guaporense. Claro, as duas já fecharam há décadas. Hoje os jovens filhos da colônia ainda moram nas terras que herdaram mas só querem trabalhar na indústria Perdigão ou na Credeal.Na foto acima, o meu irmão Valmor, em março de 1979, no parreiral de meu tio João, pra provar que dava uva muito bonita por lá sim senhor.

Bom: quanto a melhor data de fazer a poda, os colonos aconselham as fases da lua: Etelvino Bazzo me explicou que numa das fases(crescente ou decrescente,agora não sei) a parreira dá belas folhas mas pouca uva. Na outra, é justamente o inverno.   

Coleguinhas

Os amigos torcem pela recuperação da saúde do médio Roberto Arroque Filho que tem uma coluna semanal no jornal Gazeta Reginonal, em Serafina Correa.

Palanque: As irmãs gêmeas romperam por causa da escolha do vice

Gosto desta ronha que a política traz, principalmente nas pequenas cidades onde se mistura família com política. Um vai pra cá, outro vai lá, primos, irmãos, parentes ficam anos sem se falarem por causa dos foguetes que levaram na eleição perdida. Se não tivesse isto, talvez a política não tivesse a menor graça,seria sem sal.Em Serafina tive a sorte de conhecer o velho Nodari, que era sapateiro e que só interrompia as marteladas que dava nas solas dos sapatos que consertava pra ouvir notícias sobre a política no rádio. Mas uma vez o Nodari foi às raias da loucura. Como seu velho PTB perdia a eleição ele solucionou a situação que lhe era desfavorável  de uma forma muito simples. Jogou uma bota que estava consertando no rádio que dava os resultados  e o espatifou todo.
 Meus primos do interior não freqüentam a bodega da capela  da comunidade à qual pertencem tudo por causa da política. Depois de uma eleição principalmente no interior onde tudo é mais epidérmico e cada um sabe em que o outro vai votar, se criam algumas rixas que levam anos para cicatrizar.
Isto quando tudo não termina num processo judicial, com ofensas à mãe, a genitora da mãe, ao pai e daí em diante. Mas o bom é ver a briga, não estar envolvido nela.
Agora na minha pequena incursão ao interior fiquei sabendo que num determinado partido nesta cidade onde estive  pra escolher o vice foi uma ronha e tanto. Provocaram praticamente a separação de duas irmãs, gêmeas. Tudo porque uma é esposa do atual prefeito que não apoiou o marido da irmã gêmea pra ser o vice na chapa do atual vice-prefeito que é o candidato a prefeito pelo partido do prefeito atual, do PMDB. Durma-se com um barulho destes. E o que é pior: as duas gêmas são sócias de uma loja que está na casa do pretendente a vaga de vice e ela agora está proibida de pôr os  pés na própria loja que está na casa do cunhado. Misturaram família, política e comércio, tudo de uma vez só... Há quem no entanto aposte que as duas irmãs gêmeas já brigaram de outras vezes - não propriamente por política - mas depois fizeram as pazes. 
 Nos outros partidos  também não é diferente. Neste mesmo município, um dos candidatos a prefeito é esposo de uma candidata a reeleição para  vereadora, aliás a única candidata a vereança  pela legenda. Isto sim que é ter uma legenda só para si....Marido e mulher, unidos para sempre?

As(péssimas) Estradas do Rio Grande

Voltando de Serafina neste domingo - saí com minha irmã Ana as 10 hs, percebi pela rodovia estadual até Guaporé, enormes " panelões"na pista . Não tem pedágio, então tu já viu,né. De Guaporé até Lajeado, a rodovia está em bom estado. tinha pouco movimento,era domingo. Mas na BR-386 - chovia a cântaros - pegamos na altura de Sta Rita do Sul - um acidente entre dois caminhões. Voou farelo por toda a pista. Estava já lá a PRF mas da concessionária não vi ninguém. Ainda bem que não havia nenhum ferido. Os próprios motoristas dos caminhões ajudavam a fazer o trânsito escoar.De um modo geral, as rodovias pedagiadas estão em estado razoável, mas as demais parecem abandonadas.  

Extraído da Coluna do Mazzarino - Jornal A Hora - Lajeado - 16/08/2008

Motel Um
A história aconteceu em Lajeado quando o viagra tinha sido recém lançado
e portanto uma grande novidade e também uma incóginita na cabeça dos
uusários. Um senhor na faixa dos setenta anos estava de flerte com uma
moça de 25 anos. A moça tinha elevados atibutos fisicos, coisa de fazer
político largar Brasília. Ele, mesmo experiente, deixou a emoção tomar
conta e para garantir procurou uma amigo para lhe orientar.
O encontro seria às 15h do dia seguinte, num famoso entre Lajheado e
Arroio do Meio. O amigo disse-lhe que resolveria o assunto, e que
passasse duas horas antes do romance, no seu gabinete. Na hora marcada
estava lá o nosso galã, em busca da precaução. O amigo lhe recomendou
dois comprimidos para garantir a animação da festa.
Tomou as duas vitaminas e foi a luta. Mas algo de errado aconteceu: não
houve rala-e-rola e o galã sentiu-se mal. Na verdade, o amigo havia
sacaneado o conquistador: os commprimidos eram dois laxantes.


Motel Dois
Um leitor da coluna foi ao motel entre Lajeado e Estrela, no período da
tarde. Ao entrar percebeu a presença do veículo de um velho conhecido,
que estava de nova esposa a pouco tempo. Saindo do motel , um curto
período depois ele encontra o esposo no centro da cidade em plena
atividade profissional. Ou seja, não era o esposo, mas a esposa que
estava no motel. E tempos depois o casal se separaria para cada um seguir
seu rumo. E ela, ora veja, rumou para os braços de uma outra mulher.


Ex-secretário teve seu carro guinchado em Progresso
O ex-secretário do governo Yeda Crusius, Delson Martini, teve seu carro
guinchado quando em visita a sua terra natal Progresso. Dirigindo uma
potente camionete preta, no dia sete, ele foi parado numa blitz de
rotina.
Ao verificarem os documentos do veículo a Brigada MIlitar constatou
irregulariadades. A camionete foi guinchada até Lajeado.


Esgoto cloacal é tão caro assim?

Gostaria de saber da Corsan porque uma cidade onde tem tanto emprego, trabalho e renda como Serafina Correa - municipio de 13 mil habitante s- e com um dos melhores patamares de qualidade de vida,segundo proclama o prefeito Valcir Reginatto, não tem esgoto cloacal. Tudo é na base da fossa negra.
Não há um projeto? É muito caro assim o saneamento. A propria Corsan já trouxe a água do rio Carreiro, tratada. A cidade nunca vai ter tratamento do esgoto cloacal? Pode uma coisa destas? Ou é tão caro assim?

Li no jornal gazeta regional, de lá, que houve uma audiência pública e que a Corsan está estudando o assunto. Mas o negativo é que foram poucas pessoas na audiência.

A semana de 18 a 24/agosto na história

18/08/1977
O líder negro da África do Sul, Stephen Biko, é preso por suas atividades anti-apartheid. Dentro de um mês, ele morreria espancado pela polícia, enquanto estava preso.

18/08/1964
A África do Sul é banida dos Jogos Olímpicos por causa de sua política de apartheid.

18/08/1940
Canadá e Estados Unidos estabelecem um plano de defesa conjunta contra os possíveis ataques inimigos durante a Segunda Guerra Mundial.

18/08/1920
A 19a emenda à Constituição dos Estados Unidos é ratificada, dando finalmente o direito de voto às mulheres do país.

18/08/1227
Morre o conquistador mo ngol Genghis Khan, o líder que estendeu o Império Mongol através do continente asiático.

19/08/1994
O presidente Clinton encerra a política de portas abertas para os refugiados de Cuba, que já durava três décadas.

19/08/1991
Em um golpe militar que chocou o mundo, uma coligação de comunistas remove o presidente soviético Mikhail Gorbachev do poder. O golpe veio como conseqüência do interesse de Gorbachev em assinar um tratado que concederia autonomia considerável a diversas Repúblicas Soviéticas. Devido à forte resistência pública, os conspiradores desistiram do plano em poucos dias.

19/08/1973
George Papadopoulos se torna o novo presidente da Grécia, marcando o fim da monarquia no país.

19/08/1966
Um terremoto brutal na Turqu ia causa a morte de mais de 2.000 pessoas.

19/08/1961
Jânio Quadros condecora Che Guevara, durante a visita do líder ao Brasil. Em um ato de protesto, vários militares devolvem suas condecorações.

19/08/1936
Durante a Guerra Civil Espanhola, o poeta e escritor Frederico Garcia Lorca é assassinado pelas tropas de Francisco Franco.

19/08/1934
Os alemães votam para eleger Adolf Hitler para a presidência do país.

19/08/1919
O Afeganistão declara a sua independência do Reino Unido.

19/08/1772
Gustavo III toma o controle efetivo do governo sueco e restaura o poder total da monarquia. O poder da monarquia está subordinado ao parlamento desde 1720.

20/08/1991
O Parlamento da Estônia declara o país independente da União Soviética.

20/08/1988
Irã e Iraque concordam com um cessar-fogo apresentado pelas Nações Unidas, encerrando oito anos de guerra. A Guerra do Irã-Iraque foi um conflito armado, que teve início quando o Iraque invadiu o Irã em setembro de 1980.

20/08/1968
Em resposta às reformas na Tchecoslováquia, conhecidas como Primavera de Praga, as forças do Pacto de Varsóvia, lideradas pela União Soviética, invadem a Tchecoslováquia para restabelecer um estado leal aos soviéticos.

20/08/1961
A Alemanha Oriental começa a erguer um muro com média de 3,6 metros de altura ao longo da fronteira com o Ocidente, para substituir o arame farpado, instalado em 13 de agosto.

20/08/1953
Tropas francesas forçam o Sultão de Marrocos, Sidi Mohammed bem Youssef, a abdicar do trono.

20/08/1949
Uma nova assembléia legislativa na Hungria adota uma constituição baseada no modelo soviético.

20/08/1940
França capitula diante da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

20/08/1940
O revolucionário socialista russo Leon Trotski é assassinado no México.

20/08/1914
Durante a Primeira Guerra Mundial, as forças alemãs ocupam Bruxelas, na Bélgica.

20/08/1866
O presidente dos Estados Unidos, Andrew Johnson, proclama o fim da Guerra Civil norte-americana.

20/08/1741
O explorador dinamarquês Vitus J. Bering e sua tripulação são os primeiros europeus a chegar ao Alasca.

21/08/1983
O líder de oposição das Filipinas, Benigno Aquino, é assassinado por aliados do Presidente Ferdinand Marcos, quando ele deixava um avião em Manila, encerrando seus três anos de exílio do país.

21/08/1982
O México declara morató ria, pelo fato de não poder honrar sua dívida externa, e abala todo o sistema financeiro mundial.

21/08/1960
Jomo Kenyatta, líder nacionalista de Quênia, é libertado após 9 anos de prisão.
22/08/1976
Ex-presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek morre em acidente automobilístico na Via Dutra. O acidente foi considerado obras da ditadura militar que governou o Brasil entre 1964-85.

22/08/1954
Brigadeiros, no Clube da Aeronáutica, exigem a renúncia do presidente Getúlio Vargas, que responde: "Daqui, só saio morto".

22/08/1942
Após um submarino alemão afundar navios brasileiros, o Brasil declara guerra à Alemanha e Itália durante a Segunda Guerra Mundial.

22/08/1941
As tropas nazistas alcançam os arredores de Leningrado. No dia 8 setembro as tropas cerc am a cidade, dando início a tomada que durou até janeiro de 1944.

22/08/1922
O líder e patriota irlandês Michael Collins é assassinado numa emboscada. Ele foi responsável pelo tratado Anglo-irlandês de 1921.

22/08/1864
Doze nações assinam a Convenção de Genebra, que estabelece regras para o tratamento de feridos e proteção para equipe médica em período de guerra, e definem como seu símbolo uma cruz vermelha em um fundo branco.

22/08/1812
Na atual Jordânia, o explorador suíço Johann Ludwig Burckhardt descobre a antiga cidade de Petra, capital do reino árabe.

22/08/1791
Os escravos do Haiti rebelam-se contra os grandes agricultores franceses, iniciando os 13 anos de guerra revolucionária que resultaria na independência da região.

22/08/1788
É fundado um assentamento britânico em Serra Leoa com o intuito de fornecer um lar na África para os sem-tetos e escravos africanos li bertados vindos da Inglaterra.

22/08/1770
Ao chegar à Austrália, o Capitão James Cook proclama-a parte integrante da Coroa Britânica.

22/08/1642
Inicia a Guerra Civil Inglesa, quando o rei Carlos I organiza seu exército para lutar contra as forças puritanas do Parlamento.

23/08/1991
O Pravda, um dos jornais mais famosos e de maior circulação no mundo, encerra sua publicação em Moscou quando o presidente da república russa Boris Yeltsin, assim como havia feito o czar Nicolau II há mais de 70 anos, fecha o jornal comunista. Yeltsin acusa a publicação de apoiar ativamente o fracassado golpe soviético que ocorreu no início daquela semana. Os redatores declararam serem vítimas da censura.

23/08/1990
Alemanha Oriental e Ocidental anunciam sua unificação, programada para o dia 3 de outubro, encerrando quat ro décadas de divisão pós Segunda Guerra Mundial.

23/08/1942
Mil aviões alemães começam a lançar bombas incendiárias sobre a cidade russa de Stalingrado, dando início ao que ficou conhecido como “A Batalha de Stalingrado”. A batalha de sete meses é considerada uma das mais importantes da Segunda Guerra Mundial, pois as tropas soviéticas foram capazes de impedir o avanço do poderoso exército alemão. Na batalha, aproximadamente 2 milhões de soldados e civis perderam suas vidas.

23/08/1939
A Alemanha nazista e a União Soviética firmam um pacto de não-agressão, o que leva ao ataque alemão à Polônia.

23/08/1914
O Japão declara guerra contra a Alemanha na Primeira Guerra Mundial, após uma das piores atrocidades da guerra. As tropas alemãs executaram mais de 600 pessoas na cidade belga de Dinant, além de saquearem e queimarem a cidade.

23/08/1839
A Grã-Bretanha se apossa de Hong Kong durant e a guerra contra a China.

23/08/1821
A Espanha reconhece a independência do México, com assinatura do Tratado de Aquala.

24/08/1992
A China e a Coréia do Sul estabelecem relações diplomáticas.

24/08/1968
A França se torna a quinta potência nuclear mundial ao detonar uma bomba de hidrogênio.

24/08/1954
O Presidente dos Estados Unidos, Dwight Einsenhower, promulga uma lei banindo o Partido Comunista norte-americano.

24/08/1954
Suicídio de Getúlio Vargas, presidente do Brasil durante os anos 1930-1945 e 1951-1954. É transmitida pelo rádio a carta-testamento, em que Vargas denuncia "forças ocultas" e termina com a frase "saio da vida para entrar na história”.

24/08/1949
C om o propósito de conter a expansão soviética, é criada a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

24/08/1940
O patologista britânico nascido na Austrália, Howard Florey, e o bioquímico britânico nascido na Alemanha, Ernst Chain, anunciam no jornal “The Lancet” que haviam desenvolvido a penicilina para uso clínico geral como um antibiótico.

24/08/1572
O rei Carlos IX da França, sob influência de sua mãe Catherine de Medicis, ordena o assassinato em massa dos huguenotes, como eram chamados os protestantes na França, no Massacre do Dia de São Bartolomeu.

Biografia de Bezerra de Menezes transcende a Religiosidade
Jornalista Jovelina X. Pinto

A noite da  pré-estréia neste final de semana do filme Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito, no Cinesystem, do Shopping Total comoveu os expectadores que foram conhecer a história do cearense conhecido como o "médico dos pobres", que por amor ao ofício e a seus semelhantes deixou para trás o materialismo, a opulência e optou em defesa da vida, contra o preconceito religioso e o escravagismo da época. Antes de ser espírita ele era um homem  humanitário.Tinha a humildade na sua essência.

O filme chega num momento muito propício. Num momento em que as pessoas e as instituições estão passando por uma crise moral de identidade, voltadas para o "ter" e não para o "ser".             O longa-metragem retrata a vida de um homem que sendo rico, morreu pobre auxiliando os mais necessitados. Bezerra de Menezes tornou-se um exemplo de homem e escreveu uma história de vida marcada pelo amor e pela caridade.         

A magnífica interpretação do ator  Carlos Vereza   fez o público se emocionar quando num ato de amor ao próximo  o médico  entrega seu anel de formatura para que uma pobre senhora compre remédios para curar sua filha. Esta e outras cenas deram ao filme, rodado no Ceará e em Pernambuco, uma transcendência que vai além do espiritismo ou de qualquer outra religião.O filme faz as pessoas refletirem sobre a necessidade de resgatar os valores morais tão esquecidos pela sociedade e a  importância da família. Mostra também uma guerra silenciosa de crenças e religiões, como acontece ainda hoje, onde as demais eram satanizadas. O filme aborda também a questão política, já que Bezerra de Menezes foi um político de destaque que defendeu o fim da escravidão, atuando sempre em favor dos fracos e oprimidos.             

"Bezerra de Menezes", uma obra de arte do cinema nacional que relata com realismo e simplicidade o drama vivido por um homem que construiu sua vida pautada pelo espírito cristão, deixando para a humanidade uma bela mensagem de generosidade e amor ao próximo.                  

Porto Alegre, a cidade do futuro


O Espanha foi muito prestigiado na inauguração de sua coleção de fotos ampliadas no memorial do RS.
Alfonso Abraham Blog

Mexericos na platéia

Depois do show dos irmãos Pinheiro, dias atrás, alguém da platéia comentou que Adão Pinheiro estaria usando PERUCA! Essa gente não perdoa.

Jantar Harmonizado Grand Cru 


Clique na imagem para visualisar


Marcopolo patrocina Rústica Caxias do Sul

No mês de seu aniversário, a Marcopolo patrocinará a edição 2008 da Rústica Caxias do Sul – Corrida da Independência, que acontecerá no próximo dia 31 de agosto. Prova do calendário brasileiro de corridas de pedestrianismo, a Rústica volta a ser realizada depois de quatro anos, será disputada pelas principais ruas e avenidas da cidade, em percurso de 10 quilômetros, e tem promoção da RBS TV. Inscrições estarão abertas até o dia 27 de agosto.
A prova terá classificação dividida nas categorias Geral, Masculina e Feminina, com os atletas separados por... Leia a matéria na integra, clicando aqui.


Política em Serafina se divide em "a favor dos  Massolini" e os "contra os Massolini"

Estou em Serafina, e senti em poucas horas epidermicamente que a campanha política aqui está se dividindo entre os " a favor dos Massolini" e os contra os Massolini.Há muitos anos que é assim, não importante a legenda. Não adianta. É uma ronha local, que nem aquela dos anti-Britto e a favor do Britto,de 1998.

Explico pra quem  é de fora: Guerino Massolin  foi prefeito aqui. Aliás, o segundo. Depois dele, o filho Sérgio foi duas vezes. Uma vez ele entrou porque o titular - Irceu Gasparin morreu antes de diplomado - e ele levou e a segunda porque se elegeu. Massolini aqui é PFL atual DEM.Os demais são PMDB. O PT aqui inexiste, nem vereador tem.

Desta feita juntou-se PP e PT, PDT,PSDB e DEM tudo contra o PMDB, que no caso é Gheller, que é atual vice na prefeitura. Ele é marido da Maria Arroque Gheller, filha de um vice-prefeito, João Arroque, e que por acaso é hoje secretária municipal de turismo .
Há um terceiro candidato, Nestor Magon, candidato do PTB mas na cidade acham que ele não tem tantas chances porque passa mais tempo no Tocantins, onde tem hotel, do que na cidade. Sua esposa, a vereador Lucimar é candidata a vereadora pelo PTB, aliás a única candidata.Ela já é vereadora do município.

Aqui, no café do Marucco - no centro da cidade, na avenida Miguel Soccol, na frente da prefeitura, onde se encontram políticos, amantes de futebol, pra discutir assuntos locais, já dá pra ver as dicussões.
Eu levantei a questão de que a cidade não tem saneamento, não tem esgoto cloacal é tudo feito a base de fossa. Foi só falar isto que alguém já gritou:

- Quem é que te contou isto? Foram os Massolini?Aí vi que aqui é tudo ou a favor, ou contra os Massolini.


Imprensa no interior
Fazer jornalismo investigativo no interior não é mole


Luis Carlos Fiorin

Afora as pressões inerentes à profissão, fazer jornalismo investigativo, que significa apuração,tempo para fazer isto, dinheiro para pagar telefones, contato com autoridades e deslocamentos não é tão fácil como possa imaginar a vão filosofia. Na Odisséia FM, de S. Correa, há sete anos está no ar o programa Rede Cidade Notícias. Ele começa às 7h30minutos e vai até as 8h15min. Quem o faz é o radialista de 41 anos, Luiz Carlos Fiorin, que é também há três anos o dono do jornal Gazeta Reginoal. " Nós atendemos 51 municípios nas redondezas" diz o radialista que sabe o que custa e quanto risco é fazer jornalismo no interior, principalmente onde a pressão é maior e mais encima do que nos grandes centros urbanos.

No começo do Rede Cidade, tudo era muito complicado." Pensei em desistir várias vezes. Outras pedi proteção da Brigada Militar, porque quando saía de casa, sabia que iria botar no ar um programa polêmico. Embora eu sempre dê a oportunidade de quem está sendo acusado de se defender no próprio programa" explica ele. Na sexta-feira, última, dia 15/8, estive pessoalmente na rádio Odisséia e no programa do Fiorin. Ele já estava quase terminando o programa, mas havia entrevistado o deputado estadual Gilmar Sossela (PDT) sobre a situação de precariedade da rodovia RS-324,a chamada estarada da morte, principalmente do trecho entre Passo Fundo e Marau, que está em péssimo estado e que a rádio Odisséia, juntamente com o programa do Fiorin, está fazendo uma campanha pra ser restauranda.

Dimensão regional
Há tempo que o programa Rede Cidade deixou de ser voltado apenas para Serafina Correa. Ele tem o foco regional. Tanto que quando houve a denúncia da Operação Gabarito,desencadeada pelo promotor do Ministérioi Público Estadual, Mauro Rockenbach, anos atrás, o programa Rede Cidade deu grande espaço para o assunto.
Agora, por exemplo, está em andamento uma CPI no vizinho município de Vanini, que foi provocada a partir de uma denúncia de suborno levada ao ar no programa Rede Cidade de Notícias

Parceria
O programa é veiculado na Odisséia FM mas é totalmente feito pelo radialista Luis Carlos Fiorin e pelo produtor  Gelson Vallar. Fiorin diz que depois de sete anos comercialmente está se sustentando mas que não foi fácil ganhar a credibilidade que ostenta hoje." Acordo todo dia 4h28 minutos. As vezes 5h30minutos já estou na rádio" conta ele.
Fiorin, que aos 41 anos, já passou por 7 rádios, pertence a Associação dos Jornalistas Investigativos do Brasil(ABRAJI) e lá quando vai pros encontros tem conversar com cobras nacionais do jornalism o brasileiro como Fernando Rodrigues, da Folha de S.Paulo, Giovani Grizotti, da rádio Gaúcha, de POA, entre outros.Num destes encontros nacionais, Fiorin explicou que um repórter da TV Globo, que andara fazendo matérias na Grande Rio de Janeiro estava no evento mas com 4 seguranças,todos postos pela TV Globo. " Depois da morte de Tim Lopes muita coisa mudou. As empresas e os repórteres estão tomando mais cuidados" disse ele.
Em sete anos que o programa Rede Cidade Notícias está no ar, apenas houve,segundo Luis Carlos Fiorin, 5 tentativas de políticos exercendo pressões comerciais. " A pressão não é direta" ensina ele. É feita via indireta.

Fiorin acha que ainda se pode fazer jornalismo no interior. Embora saiba que isto não é mole" Seja quem for que ganhe as próximas eleições, vou manter a independência que tive até aqui" explica. O radialista nunca ganhou um premio de jornalismo, até porque nunca inscreveu alguma matéria investigativa que fez. " nunca me interessei" confessou ele. O programa Rede Cidade Noticias tem o foco regional, mas é sempre feito a partir de Serafina, a base da rádio. " Oitenta por cento do programa é feito aqui" embora entrem notíciais da capital, de Brasília, explica Fiorin. Segundo o apresentador do Rede Cidade Notícias, da Odisséia FM, não existe uma medição da audiência do seu programa, mas ele nota que ela é alta e que o prestígio do programa é grande. " Somos muito procurados pra determinados assuntos" diz ele, sabendo que este é o retorno e a maior credibilidade que seu programa tem.

Falsos seqüestros!
Vários matérias feitas pelo repórter foram com os casos de seqüestros relâmpagos, uma fraude muito em voga nos últimos anos.Ele gravou entrevistas com advogada do banco Bannif, de SP, que um falsário havia tentando usar pra extorquir dinheiro de gente ingênua." É impressionante como as pessoas caem nestes golpes feitos via telefone" contou ele. E somente a ligação com a advogada do abnco Bannif custou a Fiorin 312,00 reais.
 Custa muito caro fazer este programa, mas temos bom retorno comercial. Tem gente na fila esperando pra anun ciar" informa ele, dizendo que o programa já adquiriu  grande dose de credibilidade graças ao esforço de fazer um jornalismo sério e profissional.Para contatos com o radialista use o imail:fiorin@odisseiafm.com.br ou celular 54.99739345 o site da rádio é www.odisseiafm.com.br

Programa sertanejo na rival Rosário!
Enquanto na Odisséia vai ao ar, o programa Rede Cidade, na rival Rosário AM há um programa que começa às 7 horas  com música sertaneja. Mas o apresentador é muito engraçado. Ele mistura bom humor, com ditados em italiano, já que a rádio é muito ouvida no interior das colônias, onde os descendentes de italianos ainda falam e se expressam na língua dos antepassados." Su que le di,su que le di...( levanta que é dia, levanta que é dia...) diz o radialista, enquanto dá as horas é coloca mais música sertaneja.Nos dias muitos frios, o radialista convoca seus ouvintes ( ponele angico, ponele angico tel fogon ( coloca angico no fogo) diz ele,convocando os ouvintes a fazerem fogo forte pra combater o frio.

Assim  são as rádios e os radialistas  do interior. Um certo contato mais próximo com a realidade do ouvinte, que parece estar ali do lado, como se ele fosse um vizinho, ou um amigo que o está acordando.Mais do que tudo, um companheiro.  

SHOW BANDA SOULNEGRA

Show com a banda SoulNegra dia 16 de agosto, sábado  às 23h no Art Bar na rua Silva Jardim, 16 bairro Auxiliadora. A SoulNegra interpreta músicas de Marvin Gaye, Otis Redding, Commodores, Dobbie Brothers, B.B. King, James Brown, Michael Jackson, Ben Harper, Etta James, Sandra de Sá, The Tramps, Jean Knight, entre outros. A Soulnegra é André Leotte(guitarra), Beto Kbça(baixo), *Denizeli Cardoso(voz), Ricardo Pinoti(bateria) e Maurício Molina(teclado). Participação especial Jow du Sax(sax tenor)

*Denizeli é também atriz e está em dois filmes em gramado: Neto e o Domador de Cavalos de Tabajara Ruas e Dias e Noites de Beto Souza. Atualmente está em temporada no teatro com a comédia "Como agarrar um marido antes dos 40" 

O QUE: show com a banda SoulNegra
QUANDO: 16 de agosto - sábado às 23h
ONDE: Art Bar(rua Silva Jardim, 16 - f:3333.0408)
QUANTO: R$12 reais masc./ R$10 fem.
ESTILO:black music

Abrindo-se aos Mistérios do Corpo

Segue material sobre o lançamento deste livro, em Porto alegre, que acontecerá com uma palestra, neste fim de semana. é do excelente trabalho de terapia desenvolvido pelo Dr Jorge Stolkiner.
para saber mais, clique aqui.

Memória da Imprensa


Maria Luiza mandou-me esta foto do atual diretor da TV, Schoroeder, que os cariocas só sabem dizer " XEREDER". Seguem seus comentários:

"Olides: Consegui mais dados sobre a época em que foi feita esta foto, com a professora universitária Zith Bueno,que foi profa.dele na FAMECOS, no final dos anos 70. Ela lembra que o trabalho de conclusão do grupo dele foi sobre o Jornal do Vaticano Le Observatore Romano. Ele trabalhou na Assessoria de Imprensa da SEC,quando Leonidas Ribas foi Secretário de Educação(1978), depois foi para a TVE ,seguindo depois para o Rio.Na foto, jantar de confraternização de jornalistas da SEC: Schoerder com jornalistas Ináh Correa e Jaqueline Behar e ainda João Moreira. Observação: a profa.Zith Bueno autorizou citá-la como fonte destes dados."

Fato
Por Adriano Mazzarino

01) - A direção do Sindicato dos Jornalista RS esteve na Unisinos na noite de terça-feira. Cheguei da metade para o fim.

02) - O tema era o diploma de jornalismo.

03) - A última pergunta da noite, foi de uma acadêmica questionando qual a vantagem de ser sindicalizada. O presidente fez uma pequena introdução, disse que as vantagens eram várias e sugeriu que a perguntadora fosse ao site para ter todos os detalhes.

04) - Salvo melhor juízo, penso que o presidente perdeu uma grande oportunidade ce cativar a futura associada (e a platéia) para a entidade que tem por fim abrigar o povo do jornalismo. Ou seja, faltou comunicação, mas o site nos salvará.

Prédio da Ospa I

De fonte muito bem situada: a Igreja Universal do Reino de Deus ( IURD) comprou o prédio da Ospa na av.Independência.Vai instalar um templo.

Moradores da av. Independência estão fazendo um abaixo-assinado contra a instalação de um templo da IURD no local onde antes era a sede da orquestra de Porto Alegre.

Será que teremos o repeteco do que aconteceu na Gonçalo de Carvalho,quando moradores impediram a OSPA de construir uma sala no Shopping Total.

Exclusivo
A “resistência" dentro do Conselho de Preservação Histórica do município para a colocação do monumento ao soldado Valdeci na Borges de Medeiros

Segundo informações apuradas por este site, a idéia da construção do monumento ao soldado Valdeci De Abreu Lopes - inaugurado no dia 8/8- na av. Borges de Medeiros " nasceu na casa do Cel. Pedro Américo Leal" que vem a ser o pai da secretária estadual da Cultura, Mônica Leal, do Partido Progressista(PP).Ela foi encaminhada ao Conselho Municipal de Preservação Histórica, subordinado a Secretaria Municipal da Cultura(SMC) via Secretaria  Municipal do Meio Ambiente(SMAM) que não por acaso está com o PP.
Houve grande resistência dentro do Governo de José Fogaça à instalação do monumento, mas a saída salomônica foi dada durante a reunião do Conselho Municipal de Preservação Histórica  na reunião da véspera,dia 7/8 feita no Memorial do RS - do qual participam várias  entidades da chamada sociedade civil,entre as quais IAB (Instituto Arquitetos do Brasil) ARI(Associação Riograndense de Imprensa), Iphan,entre outros.
 A chamada saída salomônica do monumento - porque a Brigada Militar queria colocar o monumento na esquina da Borges de Medeiros com a Rua dos Andradas foi dada no Conselho pelo seuintegrante, arquiteto Jorge Moojen( que foi presidente da CEEE( Companhia Estadual Energia Elétrica) - pai de Gabriel Moojen(este todo mundo sabe quem é) no governo de Pedro Simon(PMDB)." Ele sugeiru que ao invés de colocar na esquina da rua da Praia com a Borges, fosse colocado 30 metros acima", contou-me uma fonte muito bem posicionada.

Prefeito tentou negociar
José Fogaça tentou negociar a não colocação do monumento ao cabo Valdeci de Abreu Lopes - morto com um golpe de foice em 8/8/90 por um sem-terra - e ofereceu à corporação uma total remodelação da praça com o nome do soldado Valdeci que está localizada junto ao ginásio da Brigada Militar. Não foi aceita esta proposta do prefeito Fogaça.Pelo menos um integrante do Conselho de Preservação Histórica do Município não foi trabalhar no dia 8/8 último devido ao stress da reunião do dia anterior no Memorial  do RS quando cerca de 200 policiais da Brigada Militar ficaram em volta do prédio, ou dentro dele, o que foi considerado por alguns dos integrantes do Conselho de Preservação Histórica como uma " coação para a aprovação do monumento".A área da esquina democrática, - cruzamento da Borges de Medeiros com rua da praia - está tombada pelo patrimônio histórico do município. 30 metros abaixo e 30 metros acima. " Eu nem quis ir ver o monumento que eles colocaram lá" disse-me um dos integrantes que participou da tensa reunião do último dia 7/8 quando a atual saída foi encontrada.

Morre Ernani Reichelt – Uma legenda do Transporte Rodoviário de Cargas do Rio Grande do Sul

Faleceu ontem, 13 de agosto, às 18 horas, o Conselheiro Fiscal efetivo do SETCERGS, Ernani Ivan Reichelt.  O velório ocorre  nesta quinta-feira até às  18 horas,  na Capela 03, do Crematório São José (Avenida Oscar Pereira, 584, em Porto Alegre), quando  acontece a cerimônia de cremação.
 Nascido no dia 29 de março de 1933, em Porto Alegre, o empresário Ernani Ivan Reichelt acompanhou a história do SETCERGS desde a fundação da entidade em 1959. Ele começou a trabalhar com 13 anos de idade ajudando seu pai transportando mercadorias numa carroça. Aos 19 anos, após prestar o serviço militar, comprou uma camionete para fazer entrega de mercadorias na capital gaúcha e pequenas viagens para o litoral. Em 1957 participou da fundação da empresa Expresso Reichelt e, em 1991, criou sua própria empresa, a Expresso Global, que atua até hoje no segmento de locação de guincho e empilhadeiras.       Sua primeira participação na diretoria do SETCERGS ocorreu no mandato do então presidente Arnoldo Waclawovsky (1968/1971), como membro titular do Conselho Fiscal, mesmo cargo que ocupava na atual gestão do presidente Sérgio Neto ( 2007/2008). Também integrava a diretoria da FETRANSUL.  

Morre um amigo do esporte


Ernani e Pelé no Chile em 1962 

O esporte, como um todo, perdeu um aliado, com o desaparecimento do empresário Ernani Reichelt falecido dia 13/08. No dia 29/3, por ocasião do seu niver, realizado numa galeteria,da zona norte, ele próprio mandou colocar uma faixa na parede: 65 anos de trabalho. Nós o gozávamos: 65 anos de trabalho,afora as viagens.

Ernani foi sócio de todos os clubes de Porto Alegre. Tinha a carteirinha de todos eles. Orgulhava-se disto nas manhãs de domingo,quando sempre nos encontrávamos, perto da pipoqueira - tida por alguns como a fofoqueira do parque -. No último domingo, a pipoqueira, de nome Sirlei estava preocupada com a saúda do Ernani que estava na CTI do Mãe de Deus. " Ele está pedido" comentou outro amigo de anos, o Júlio, ao saber que Ernani tinha uma doença terminal.

Ernani o que tinha de baixa estatura física, tinha de alta em grandeza. Não deixava mal seus amigos. E muitos não o entendiam bem por isto. Na Copa do Mundo do México, em 1970, quando era sócio do Expresso Reichelt - agora tinha o Expresso Global - chegou em casa e avisou à mulher, mãe de seus quatro filhos - que dali há poucos dias viajaria e ficaria fora um mês. E assim o fez.

Alugou um carro e viajou praticamente por todo o México, indo a todos os jogos do Brasil. Viu aquela final maravilhosa, quando o Brasil sagrou-se TRI. Mas em 1962 ele e um outro grupo de amigos foram ao Chile ver o Brasil também ser campeão.
Ernani orgulhava-se de ter visto o jogo entre Brasil e Uruguai, no Maracanã, quando o estádio silenciou porque os vizinhos ganharam a partida de 2 x 1!

O vi discutir muito com seus contemporrâneos sobre este jogo. E tinha posições firmes. Outro de seus orgulhos - este fora do esporte - era ter sido um dos fundadores do SETCERGS,do qual foi diretor e integrante da direção por mais de 40 anos. Ernani participou dos primeiros churrasquinhos de fim de ano entre os associados que foram o germen da atual Festa Anual do Transportador realizado sempre em fins de novembro.

Deixou seguramente muitos amigos. Era difícil que não conhecesse alguém em qualquer ambiente em que estivesse.

Nos domingos,depois do almoço, ia pra Sauna Porto Alegre ver o jogo com os demais saunistas. E durante a semana participava das festas que os saunistas faziam uma vez a semana.

Como fui muito amigo do Ernani, sintetizo o que escrevi neste poema:

EL VIAJE DEFINITIVO( A viagem definitiva) por JUAN RAMON JIMENEZ

" .... e eu partirei. Mas os pássaros ficarão cantando.
e meu jardim ficará, com sua árvore verdejante
com seu poço d'água
Em muitas tardes os céus serão azuis e plácidos,
e os sinos da torre repicarão,
como repicam esta tarde.
Aqueles que me amaram passarão,
e a cidade explodirá de novo cada ano.
Mas meu espírito sempre
Vagará nostálgico
no mesmo recanto escondo
de meu jardim florido..."

Pianissimo Pinheiro


Foto de Ricardo Sricher

Quem viu,viu, quem não viu, perdeu um baita show dos irmãos Pinheiro, no Teatro S. Pedro. Estiveram com eles músicos do naipe de Jorginho do Trumpete, LFVerissimo, Plauto Cruz,entre outros. Foi de arrebentar o show e mostrou já a segunda geração da família, como a filha do Adão Pinheiro, a Elisa, em grande forma musical. Depois do espetáculo, desceram para o Odeon, onde Paulo Pinheiro sempre toca às terças, a partir das 20 horas. Até o Plauto Cruz foi lá. A apresentação no Teatro S. Pedro no dia 7/8 foi assim dividida:

Hélio Pinheiro tocou
El Último Café, Uno, Silueta Portena, El Choclo, La Comparcita

Adão Pinheiro:
Água de Beber, Estati, Brasileirinho, Minha, Four

Paulo Pinheiro:
Canción para Todos, Aquarela, Viva Jujuy, Carnaval des Animaux - Le Cisne, Lamento

Elisa Pinheiro
Grande Valsa Brilhante, Olhos de Elisa, Bridge Over Troubled( Water)

Todos: Homenagem à Porto Alegre.
E um poema do Carlos Drumond Andrade:

" Tu sabes como é grande o mundo.
Conheces os navios
que levam petróleo e livros,
carne e algodão.
Viste as diferentes dores dos homens.
Sabes  como é difícil sofrer tudo isso.
amontoar tudo isso
num só peito de homem...
sem que elo estale".


Coleguinhas

1) O Pedro Denardin que anda aí pedindo votos seria irmão do Pedro Ernesto Denardin, locutor da Rádio Gaúcha.

2) O Gilberto S.Pires, novo presidente do Clube de Opinião, é jornalista precário, daqueles que obtiveram registro na DRT sem diploma.

3) Lair Ferst - não precisa dizer quem é, todo mundo conhece - quando foi depor no Detran apresentou como jornalista de profissão. É também precário junto com a esposa, Deise.

4) Cacalo da Rádio Gaúcha e Pedro Ernesto Denardin, também da Gaúcha também são jornalistas precários. 

5) Um colega muito bem posicionado entende  que há sim "uma disputa de beleza" entre o Ministério Público Estadual e o Federal no caso das escutas das fitas da Operação Rodin.

6) Rogério Mendelski no Guaíba às 6h13 minutosdia 12/8, parabenizou aos cães labradores por farejarem e encontrarem todo tipo de droga. Vai ver os au..au... tavam tudo acordadinho ouvindo o rádio dando os parabéns pra eles.

"Tatuzâo" será desativado em 2009 depois de fazer a linha 4 do metrô paulista

Para um público seleto de engenheiros e afins, o engenheiro do consórcio- formado pelas empreiteiras Odebrecht(empresa líder), OAS, queiroz galvão , Camargo Correa e Andrade Gutierez -  que faz a linha 4 do metrô paulista,  Márcio Ribeiro, explicou,ontem,dia 13/08, no programa Bom Dia Engenharia, na SERGS, como está sendo feita a linha 4, de 12,8 km, do  metrô paulista que vai custar a preços atuais 2 bilhões e 300 milhões. Quando foi começado em julho de 2003, o preço orçado era de 1 bilhão e 800 milhões de reais.Desde abril de 2007, Ribeiro é o responsável pelo Consórcio que constrói a linha 4 do metro, também conhecida por linha amarela. 

Ribeiro deu uma boa notícia aos engenheiros que estavam na palestra: os pagamentos estão em dia e o dinheiro provém de três fontes distintas: Governo do Estado, BID e mais uma fonte estatal." Quando a linha ficar pronta, ela transportará 1 milhão de passageiros/dia" disse Ribeiro aos espantados engenheiros gaúchos que não estão acostumados com estes mega números quando se trata de obras. A nova linha do metrô será totalmente subterrânea.

O novo trecho do metrô paulista terá 11 estações .Os vagões do metrô,disse Ribeiro,serão modernos ao ponto de se poder falar ao celular e de levar computador e funcionar.

A chamada linha 4 do metrô de S. Paulo ligará o bairro da Luz ao Bairro de Vila Sônia, na zona Oeste, passando por uma região altamente urbanizada, como a região da Consolação, Avenida Paulista e Pinheiros.( que aliás foi onde deu um acidente de desmoronamento no passado quando ocorreram sete mortes entre funcionários da obra e transeuntes).

Os dados do consórcio que está fazendo a linha dizem que as funções da Linha 4 é fazer a integração entre todas as linhas do metrô, terminais de ônibus e linhas férreas da CPTM. A interligação às linhas do Metrô será feita da seguinte forma: com a linha 1 - Azul - na eEstação da Luz; com a Linha Dois- Verde - na Estação Paulista e com a Linha 3- Vermelha - na Estação República.

A nova linha do metrô vai trazer menor gasto de tempo nas viagens, maior conforto aos passageiros, melhoria no trânsito local,integração entre os bairros,facilidade de acesso,maiores investimentos na região, valorização imobiliária, melhoria ao meio ambiente com menor poluição provocada por veículos( hoje já é comum em SP ter-se engarrafamentos de 200 km) criação de mais de 31 mil novos postos de trabalho e criação de novos pólos de comércio e serviços.

" Assunto indigesto"

Ribeiro não gostou muito que eu lhe perguntasse sobre números de mortos que aconteceram até aqui desde que começaram a obra. Acontece que meu bisavó Giacomo morreu fazendo escavações em túneis que ligam a Itália e a Suíça - pelo menos era o que meu avó José sempre contava - e este assunto sempre me impressionou.
" Este( o das mortes) é um assunto indigesto" disse Ribeiro. Mas não fugiu das explicações. Disse que desde o começo das obras houve 9 mortes. " Um morto na estação Oscar Freire, um nas oficinas mecânicas e sete no desmorronamento da Estação Pinheiros",enfatizou Ribeiro.
A estatística mundial,ainda conforme o diretor do consórcio da linha 4 do metrô paulista, é que morrem em média duas pessoas por quilômetro construído de túnel. " Ainda estamos aquém da média" disse ele.Na equipe de Ribeiro trabalham 100 engenheiros.

Zona conturbada!

O atual trecho do metrô paulista está sendo construído numa zona altamente povoada e com grande sensibilidade. Haja visto que passou embaixo da Fundação Cultural Itaú, onde estão todos os computadores da instituição  
Agora, a obra passará ao lado do Copan - edifício construído em 1952 e que a partir de 1955 passou a apresentar recalque(abaixamento) Hoje está com 380 mm de recalque. Todo o cuidado na operação,então, é pouco.A maior produção que o tatuzação fez até hoje é de 31 metros num dia, quando sua média geral é de 20 a 22 metros por dia.

O tatuzação tem com ele 180 funcionários. No consórcio todo trabalham 4 mil. O tatuzão funciona em 24 horas por dia, em três turnos são divididos os funcionários,sendo 60 em cada um deles.São ao todo 25 canteiros de trabalho." É uma linha de metrô que está sendo construída sem intervenção urbana" disse Ribeiro.

Megatatuzão é uma máquina supermoderna

Ela custou 30 milhões de euros - em reais daria cerca de 45 milhões - ao consórcio que faz a linha 4 do metrô paulista. Ela é uma tuneladora( máquina que faz túneis) fabricada no sul da Alemanha, na cidade de SCHWANAU pela empresa, Herrenknecht.

O equipamento todo pesa 1.800 toneladas e mede 75 metros de comprimento.Chegou desmontado,via porto, e foi necessário um comboio de 24 carretas para o transporte dos componentes maiores,além de 82 conteineres.O consórcio montou uma fábrica no pátio de Obras da vila Hamburguesa para a produção de 4.500 anéis necessários à linha 4.

O equipamento - que tem o nome de  Shield EPB - iniciou os trabalhos na Estação Faria Lima, em março de 2007. O processo de escavação do túnel, que possui 10 metros de diâmetro, acontece a uma profundidade média de 30 metros.Ao mesmo tempo que perfura o solo,em média 14 metros por dia,o o Megatatuzão instala o revestimento estrutural definitivo, com a utilização de anéis pré-fabricados de concreto e aço.

Este método de construção de túneis é indicado para o tipo de solo encontrado entre o trecho da Faria Lima- Estação da Luz,sendo amplamente utilizado em outros países.
Durante a escavação o megatatuzão não emite ruídos e vibrações na superfície do solo.Neste momento, o megatatuzão escava e constrói o túnel a partir da futura estação Paulista em direção às futuras estações Higienópolis, República e Luz. Ele está embaixo da Rua da Consolação, no sentido bairro-centro."Anda-se pela região e quase não se percebe que aquela é uma região que está em obras" informou Ribeiro.
A previsão é que o megatatuzão conclua o percurso de 3,4 quilômetros da estação Paulista até o poço de saída localizado junto a rua João Teodoro, no bairro da Luz, até julho de 2009. Em setembro do ano que vem, o equipamento deverá ser vendido pelo valor correspondente a 15% do que custou. O megatatuzão já escavou 4,1 km de túneis, da Faria Lima, Fradique Coutinho e Oscar Freire.

Viagem sentimental

Ribeiro saiu segunda-feira, dia 10/8 de S.Paulo, com a esposa na garupa de uma moto. Veio descendo até fazer sua palestra na SERGS ontem,dia 13/8 e continuará viagem por locais do interior do RS que ele não disse. Provavelmente voltará a locais onde trabalhou, ou que conheceu quando esteve aqui, porque ele esteve no RS de 1988 a 1994. Portanto,seis anos. Trabalhou em obras como  construção da usina termeeletrica de Jacuí, movida a carvão, na recuperação de rodovias federais no RS, obras marítimas de recuperação e ampliação dos molhres de Rio Grande., Sempre pela empreiteira Norberto Odebrecht S/A onde está desde 1981. Antes foi empregado da EREVAN Engenharia.

Coleguinhas

1) Rogério Mendelski completou dia 13/8 um ano de Bom Dia na Rádio Guaíba

2) Sairá uma repórter em licença maternidade mas o Ataídes Miranda ,o diretor de jornalismo, está com dificuldades para que liberem contratação de uma substituta.

3)Semanas atrás o engenheiro Marcão Ledermann, do DNIT,contou que o túnel que liga Osório-Torres, da BR-101,estava quase pronto. Eu estava lá na SERGS,ouvi e registrei. Três dias atrás ele o visitou com toda a mídia, mas os blogueiros não foram avisados. De duas uma: ou o diretor do DNIT não respeita os blogueiros, ou sua assessoria de imprensa é incompetente.

4)Quinta-feira, dia 14/08, eleições na Associação Riograndense de Imprensa. Só votam os conselheiros.

5) Jornalistas "protestam" pedindo diploma

Cerca de 200 pessoas participaram,ontem,dia 13/8 de passeata pedindo ao  Superior Tribunal Federal(STF) que  exija diploma para que possa ser exercida a profissão de jornalista.Atualmente, há uma brecha na lei em que podem ser cadastrados na Delegacia Regional do Trabalho(DRT) jornalistas em forma de precários. Estes profissionais não possuem faculdade de jornalismo.

A " bandeira" do diploma vem sendo defendida pela Federação Nacional dos Jornalistas(Fenaj) há anos.Na passeata do dia 13/8 as palavras de ordem - distribuídas num xerox - eram: " diploma na mão é boa informação"ou " Ética e qualidade é na faculdade".
Apesar disto, poucos alunos participaram da passeata como se as faculdades de jornalismo em geral não estivessem levando muita fé na profissão.
A passeata largou da Praça da Matriz, por volta de 14h30min e foi escoltada por azuizinhos da EPTC. Ela desceu a rua Jerônimo Coelho, entrou na Borges de Medeiros, até o cruzamento com Aureliano Figueiredo Pinto indo depoisaté a delegacia regional do STF. Lá apenas 10 participantes foram recebidos por uma juíza e as fotos não foram permitidas já no hall de entrada do prédio do judiciário. Apenas da parte externa.

7) Pra  lembrar a nova campanha de assinaturas posta em vigor no Correio do Povo um dos tripulantes do carro da reportagem do Correinho  gritou pela janela do veículo  pra passeata:
- Ninguém quer fazer uma assinatura aí!

Rescaldos

1)Os deputados Adão Villaverde(PT) e Kalil Sebhe(PDT) estiveram na passeata, na Praça da Matriz, cumprimentando os jornalistas e dando-lhe apoio.

2) Jorge Correa,diretor do sindicato dos jornalistas, foi entregar panfletos a um transeunte na Praça da Matriz e o sujeito largou na frente:não,não, eu também sou candidato.

3)O fotógrafo Roberto Santos chega pra Márcia Camarano diretora e pede o fone do colega Árfio:
- Mas ele tá aí na tua frente, mostra Márcia.

4) O carro do som foi do sindicato dos bancários.E as músicas que acompanharam a passeata pelo menos eram de bom gosto...
5) O presidente da ARI, Ercy Torma engajou-se na passeata quando ela passeava na frente do prédio da ARI.

5) Antônio Manoel de Oliveira, ex-presidente do sindicato dos jornalistas,esteve na concentração da passeata na praça da matriz. depois saiu de fininho...
6)Os " malas" que vivem no sindicato dos jornalistas não aparecem nem quando é pra fazer número. Queixa de alguém, aliás, queija justa. Por isto que são " malas" digo eu.

Palanque - Memória das eleições
“Vovó" tentou uma boquinha com campanha feita em bolacha de chopp!

O que eles não fazem pra arrumar uma " boquinha"!
Agora o que apareceu de títulos engraçados e de estratégias não menos pra conseguir uma vaga nas câmaras municipais por aí não é mole. Mas ninguém conseguiu,ainda,vencer em criatividade o garção " Vovó" -  Jorge Bueno de Oliveira - que em 1982 tentou uma boquinha na Câmara Municipal de Porto Alegre. Vovó simplesmente distribuía uma bolacha de chopp como propaganda." Fui convidado pelo Pujol(Reginaldo) e pelo Pratini de Morais. Mas foi uma candidatura de mesa de bar" lembra Vovó que não faltou muito pra se eleger.
E orgulhoso exibe uma nota que o jornalista Rogério Mendelski publicou registrando sua forma de campanha na Folha da Manhã.

Depois de não se eleger vereador pelo PDS - antiga ARENA - Vovó andou flertando com o PT e recebia em seu bar da Cidade Baixa o então candidato a prefeito do PT, Olívio Dutra.

Outros!

Anos atrás, em Santana do Livramento, o candidato a vereador Mário Silva, fez uma campanha original: " Quero o meu !" dizia seu santinho. Não pegou bem e ele não emplacou.

Em Porto Alegre,agora, tem um candidato do PP, Pedro Denardin, que está aproveitando a popularidade do radialista e narrador da Gaúcha. Nos banners que anda distribuindo o candidato diz defender o " esporte"! Link mais direto, impossível. E muita gente na rua está achando que o radialista é que é o candidato.Vai se eleger nesta.

Teve no passado, um Brito,que também aproveitou a popularidade do governador, Antônio e se elegeu.

Jornalistas "protestam" pedindo diploma

Cerca de 200 pessoas participaram,ontem,dia 13/8 de passeata pedindo ao  Superior Tribunal Federal (STF) que  exija diploma para que possa ser exercida a profissão de jornalista.Atualmente, há uma brecha na lei em que podem ser cadastrados na Delegacia Regional do Trabalho(DRT) jornalistas em forma de precários. Estes profissionais não possuem faculdade de jornalismo.

A " bandeira" do diploma vem sendo defendida pela Federação Nacional dos Jornalistas(Fenaj) há anos.Na passeata do dia 13/8 as palavras de ordem - distribuídas num xerox - eram: " diploma na mão é boa informação"ou " Ética e qualidade é na faculdade".
Apesar disto, poucos alunos participaram da passeata como se as faculdades de jornalismo em geral não estivessem levando muita fé na profissão.
A passeata largou da Praça da Matriz, por volta de 14h30min e foi escoltada por azuizinhos da EPTC. Ela desceu a rua Jerônimo Coelho, entrou na Borges de Medeiros, até o cruzamento com Aureliano Figueiredo Pinto indo depoisaté a delegacia regional do STF. Lá apenas 10 participantes foram recebidos por uma juíza e as fotos não foram permitidas já no hall de entrada do prédio do judiciário. Apenas da parte externa.

Rescaldos

1)Os deputados Adão Villaverde(PT) e Kalil Sebhe(PDT) estiveram na passeata, na Praça da Matriz, cumprimentando os jornalistas e dando-lhe apoio.

2) Jorge Correa,diretor do sindicato dos jornalistas, foi entregar panfletos a um transeunte na Praça da Matriz e o sujeito largou na frente:não,não, eu também sou candidato.

3)O fotógrafo Roberto Santos chega pra Márcia Camarano diretora e pede o fone do colega Árfio:
- Mas ele tá aí na tua frente, mostra Márcia.

4) O carro do som foi do sindicato dos bancários.E as músicas que acompanharam a passeata pelo menos eram de bom gosto...
5) O presidente da ARI, Ercy Torma engajou-se na passeata quando ela passeava na frente do prédio da ARI.

5) Antônio Manoel de Oliveira, ex-presidente do sindicato dos jornalistas,esteve na concentração da passeata na praça da matriz. depois saiu de fininho...
6)Os " malas" que vivem no sindicato dos jornalistas não aparecem nem quando é pra fazer número. Queixa de alguém, aliás, queija justa. Por isto que são " malas" digo eu.

7)Pra  lembrar a nova campanha de assinaturas posta em vigor no Correio do Povo um dos tripulantes do carro da reportagem do Correinho  gritou pela janela do veículo  pra passeata:
- Ninguém quer fazer uma assinatura aí!

Niver

Duas leitoras deste blog fizeram nive. a Meri Siliprandi e a jana ramos. Parabéns a elas, entonces.

Serpentário

Seguindo um freqüentador do serpentário da rua Uruguai, onde Joaquim Dias, o falecido pai do repórter Serginho Boas freqüentava - o dito cujo tinha horror do Hospital Mãe de Deus. O Chamava,entre os colegas, de mãe do Diabo. Pois foi lá que acabou morrendo.

Coleguinhas

1) encontro o previdi na exposição do espanhol: ele me diz que está mancando por causa de uma bactéria. mas que já  tomou até pinicilina...
2)No enterro do pai do serginho boas, o joaquim dias, esteve presente Carlos A. Kolecza. É que Kolecza trabalhou na Plateira de Santana do Livramento e Joaquim era nascido lá. Mais um santanense...
3) Carlos A. Kolecza foi comprar um Estadão num domingo,na banca do jornal na Getúlio Vargas onde sempre compra e como não tinha dinheiro na hora o camarada não quis dar-lhe fiado. Kolecza agora vai todos os domingos ao centro buscar o jornal embora more nas imediações.  

Palanque


Foto: Nabor Goulart
A deputada federal Manuela DAvila(PCdoB) tem feito campanha nos fins de semana
principalmente nos grandes centros de aglomeração.

Diretor do Consórcio Via Amarela faz palestra na Sergs

O diretor do Consórcio Via Amarela, responsável pela construção da Linha 4 do metrô de São Paulo, eng. Marcio Pellegrini Ribeiro, será o palestrante do café da manhã Bom Dia Engenharia, que a Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) promove às 8h30min desta quarta-feira, em sua sede - Trav. Acylino de Carvalho, n° 33 - 7° andar. O palestrante abordará o tema "Tecnologia de Baixo Impacto para Escavação de Túneis em Grandes Centros Urbanos", caso de Porto Alegre e outras Capitais brasileiras. Também poderá comentar o acidente da Linha 4 do metrô paulista, ocorrido em janeiro de 2007, estando atualmente na fase de conclusão da investigação das suas causas. Graduado em engenharia civil pela Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP - em 1978, com pós-graduação em engenharia de segurança pela mesma instituição, Marcio Pellegrini Ribeiro atua, desde 1981, pela CNO - Construtora Norberto Odebrecht S.A., como diretor de Contratos responsável por mercados delegados, tendo trabalhado por oito anos no Rio Grande do Sul. Desde abril de 2007, é diretor do Consórcio Via Amarela, integrado pelas empresas Norberto Odebrecht/Andrade Gutierrez/Camargo Correa/OAS e Queiroz Galvão, sendo a Odebrecht a empresa Líder. 

Coleguinhas

1) Na coletiva do Banrisul,ontem,dia 12/08,muitos coleguinhas se encontraram depois de muito tempo. Adão Oliveira sentou na cabeceira e disse que não pagaria a conta. Estava tirando sarrro...

2)O novo presidente do Clube de Opinião, o editor do site Ponto Crítico, Gilberto Simões Pires, chegou com status de presidente de um segmento importante da imprensa local.

3)Um coleguinha definiu bem a situação local da imprensa gaúcha:" temos os veinhos da ARI(Associação Riograndense de Imprensa), o pessoal do Clube de Opinião criado no tempo do Governo Olívio Dutra(PT) e o pessoal do sindicato, que representa uma outra ala". Boa análise sociológica da imprensa neste exato momento.

4)A colunista Rosane de Oliveira,  da RBS,chegou ao café da manhã no Banrisul,quando o secretário Aod Cunha falava.Antes estava na Gaúcha. Foi muito assediada pela diretoria do banco, depois do pronunciamento oficial. Também com o canhão que tem na mão...

5)Adão Oliveira me lembrou que eu o tenho esquecido nos comentários que faço sobre cobertura de praias no verão.Quando a gente cita um e não cita o outro, é fogo. Sempre esquece de alguém...É verdade: o Adão foi um dos primeiros repórteres a aportar no nosso litoral pra enviar notícias pra capital. O motora era o Cabo Rocha que dirigia uma rural,lembrou o Adão.

6) Adão é autor de outro proeza. Em 1980 ele peitou o Haroldo de Souza e o retirou da turma que ia ao Mundialito, em Montevideo. " Mandei o Brauner(Roberto) e o Pedro Ernesto. Quando um narrava, o outro fazia o papel de repórter de campo. Foi chamado de Mundialito porque o Uruguai comemorou 30 anos da conquista da Copa do Mundo, no Maracanã. Esta briga entre o Adão e o Haroldo ainda não terminou.Anos atrás, Haroldo narrava um jogo no Olímpico no Olímpico quando o repórter da Guaíba em Brasília o interrompeu pra noticiar a morte do deputado federal Luis Eduardo Magalhães. O repórter se demorou e o Haroldo atalhou;
- Vamos parar com isto, ainda se fosse a morte do presidente.
Foi meio descortês,mas ele queria narrar o jogo. Estava no pique.Aí dias depois em outra emissora o Adão deu-lhe um pau danado...

7) A coleguinha Ieda Risco da rádio ABC teve uma notícia ruim durante a coletiva do Banrisul,de ontem, 12/08: ligaram da clínica dizendo que sua gata morrera.

8) Renato Martins, diretor de jornalismo da Band AM, esteve presente. Assim como Ataídes Miranda, diretor do jornalismo da Guaíba AM.
A Guaíba está em obras. Diz o Mendelski que aquilo parece um acampamento do MST de tanto plástico que tem por tudo o que é lado.

9) Falei no Pedro Ernesto, acima , o Denardin. Tem um candidato aí " faturando " o nome do locutor: Pedro Denardin, que defende na sua candidatura a vereança de Porto Alegre o " esporte". Tem muita gente aí na praça achando que o candidato é o locutor mesmo...Eu já vi um taxista indignado com isto porque ele dizia: mas a RBS não tinha proibido quem trabalhava lá de se candidatar...

10) Numa rádio de Novo Hamburgo,dias atrás, o locutor confundiu Ministério Público com Medida Provisória. É o problema das siglas. O repórter deve escrever sempre por extenso... 

11) O colega Prévidi estava,ontem, no Banrisul,de gravata e tudo. Mas mancando. O que houve,colega?

12) Passaralho voa,voa no Palácio Piratini...

13) Colega Auber Lopes está com um blog.

14) Políbio Braga é que não se mixa tão fácil...

15) Vários coleguinhas não estavam na lista dos convidados na coletiva do Banrisul,ontem,dia 12/8. entre eles Sérgio Bueno, do Valor , Caio Cigana da Gazeta Mercantil. Mas não houve tumulto. Todos foram convidados a participar.

16) Não há chapeleiras no salão nobre do Banrisul. Nem pra guarda-chuvas, nem pra sacolas e outros objetos.  

Memória de jornalista
Jornal Versão completa 18 anos


No dia 15/08/2008 completa-se 18 anos do surgimento do Jornal Versão, editado pelo Sindicato dos Jornalistas-RS. O primeiro número é este da capa que está aí.O colega José Antônio, que foi duas vezes editor da publicação, está querendo fazer um livreto sobre a história do Versão. Bem que faria.
O jornal nasceu por causa do conflito da Praça da Matriz em 08/08 de 1990 quando morreu o cabo da Brigada Militar, Valdeci de Abreu Lopes, na Av. Borges de Medeiros.Na ocasião o acusado pela Polícia de ter matado o cabo foi o colono Otávio Amaral,de 26 anos, de Ibirubá.
No dia seguinte, quatro jornalistas - Cosseto Castro,  Juçara Brittes, Ana Lúcia Ribeiro e Neusa Ribeiro.

A vida como ela é...
A dura vida do repórter em começo de carreira

Vida de repórter não é este glamour que os alunos das faculdades pensam que é ,ou que os filmes mostram ser. Estes dias conversando com a minha amiga neusa barcellos, irmã do caco, ela me contou que o irmão continua como nos primeiros tempos;
- Ele pede pra dormir uma hora e depois pede pro filho Iuri acordá-lo que tem que fazer "campanas" pra pegar gente e entrevistar,disse a Neusa. É isto mesmo!

Segunda - feira última fiquei observando uma coleguinha de um jornal aqui da Grande Porto Alegre que andava esbaforrida pra cá e pra lá, como deve ser pra quem cuida de tudo quanto é coletiva. É coletiva pro João Luiz Vargas, é coletgiva pro Camarano falar das licitações.
A repórter se virava mais que bolacha em boca de véia, como se diz.

" Entrei as 7 da manhã e larguei as 21 horas" disse-me ela no dia seguinte.
E eu quase lhe disse: " e o salário, o de pequeninho" como dizia o Chico Anysio. É que as pessoas acham que repórter não sofre,principalmente os que tem que atender toda uma rede de rádios e jornais do interior e que são colocados na capital para isto.
È Palácio Piratini, é Assembléia Legislativa e Ministério Público, e Poder Judiciário fica tudo por conta do único repórter que deixam na capital com a responsa de mandar o material pro interior.  

Banrisul tem lucro no semestre

Com o presença do secretário estadual da Fazenda , Aod Cunha de Morais, o Banrisul apresentou ontem,dia 12/8,os resultados do primeiro semestre de 2008. Segundo press release( comunicado oficial para a imprensa) o lucro líquido do Bnarisul alcansou 308,2 milhões.. Houve, conforme o comunicado da diretoria do Banrisul um crescimento de 12,9 por cento em relação ao registrado no mesmo período do ano passado.

Morreu "Camelinho" o mais popular torcedor do Grêmio


Na foto acima  feita em 12.02.1966, ele é o primeiro da fila da esquerda para a direita dos que estão em pé.
Os demais são Cleo, Ortunho, Airton, Aureo, Altemir, Alberto. Agachados: Adroaldo Marques, João Severiano, Alcindo, Sérgio Lopes, Wolmir Massaroca e Ataídes Carvalho. No dia que foi feita esta foto, o Grêmio jogou em Santa Maria na inauguração do estádio do " colorado santamariense" - Internacional - que ao que parece até hoje não ficou pronto. Dois dias depois, uma terça, o Grêmio jogou no Olímpico e ganhou,
com dois gols do "bugre" Alcindo, da seleção russa.

A Rua da Praia perdeu um tradicional freqüentador. Morreu,de um ataque cardíaco, no sábado, dia 09/08 em Porto Alegre, Joel Granato Viega, o popular " Camelinho". O apelido o trouxe de Bagé, onde nasceu em 1930.Ele ficou camelinho porque em Bagé tinha um amigo que jogava bola e que nas costas tinha " um caroço" que o deixava parecido com um " camelo". Ao chamar o amigo de camelo, transferiu para si o apelido.
O enterro de Camelinho no São Miguel e Almas foi acompanhado por amigos, principalmente os dos cafés que ele freqüentava na Rua da Praia,como um da rua Uruguai, embora neste ele estivesse impedido de entrar. É que Camelinho se metia em grandes discussões, de fendia seus pontos de vista  de forma arrebatada e por isto às vezes criava tumultos que o gerente do café não queria.

Joel Granato Viega, o camelinho, era chamado também por muitos torcedores do Grêmio de " O Paulo Santana que não deu certo!". Isto porque ele e o cronista vieram das gerais do Olímpico para tornarem-se famosos ambos à sua maneira. Mas Camelinho não gostava de se intitular o maior torcedor do Grêmio. Nem dizia que o cronista de ZH o era." O maior torcedor do Grêmio é a sua torcida" me disse em julho do ano passado, quando o entrevistei para uma matéria na minha publicação Fitness.
O repórter Nelson José Moura, que esteve no enterro de Camelinho disse que ele foi levado à última morada vestindo a camisa do Grêmio e com o caixão coberto pela bandeira do tricolor do Olímpico.

Camelinho nasceu em 1930 em Bagé e era estofador de profissão.Ele viu o Grêmio jogar no estádio da Baixada, onde ho je está o Parcão, no bairro Moinhos de Vento.Camelinho tinha 77 anos e morreu de um ataque cardíaco. Pra saber mais sobre o Camelinho que morreu no sábado, 09/09 clique Fitness número 110!

Homenagem a Camelinho

Na segunda à tarde,11/08, tradicionais freqüentadores do café A Brasileira, na rua Uruguai, em Porto Alegre, fizeram na frente do café uma homenagem ao Camelinho. Café,onde,aliás Camelinho - que não era uma pessoa fácil - estava impedido de entrar pelo gerente!
No domingo, o repórter Luiz Carlos Reche,da Guaíba, faloui na morte do Camelinho, um torcedor-símbolo do Grêmio, embora os " cartolas" não gostavam que se dissesse isto. 

Richard Gere em Porto Alegre!

Foi só a Heloiza Golpsban dar o monumental furo aqui e no Fitness que o Richard Gere nos anos 70 era um freqüentador bastante regular de Porto Alegre pra várias pessoas me falarem do assunto. Ontem,domingo,dia 10/8, no Parcão , o dentista  Marsiaj de Oliveira,- torcedor fanático do Grêmio e um dos integrantes da confraria do Barranco -    me contou que era verdade e que uma vez o Gere esteve numa loja de Porto Alegre pra comprar um par de sapatos. Ele e a namorada Sílvia...
A atendente que lhe mostrou um par de sapatos chegou até o gerente e falou um pouco alto:
- Olha, este cara é o ator Gere, é o ator Gere...
Ele que não queria ser reconhecido de forma nenhuma ouviu aquilo, Gere,Gere e sabendo que havia sido descoberto, largou o sapato e chegou pra namorada Sílvia e lhe disse:
- Fui reconhecido. Vamos embora. Foram sem levar o calçado.Há uma outra versão de que Gere foi visto no cinema Baltimore vendo um filme em que ele atuava. Finalmente, alguém me disse que ele foi visto no bar Langur, na Fernandes Vieira - ficava perto de uma padaria e não existe mais - era um bar meio cult, onde iam professores da UFRGS,entre outros intelectuais e moradores do Bom Fim. Espero um dia encontrar uma prova - uma foto do ator em Porto Alegre - porque já recebi muita piadinha de deobche também. Uma leitora me mandou dizer que viu o Gere na rodoviária de Porto Alegre, numa lancheria, tomando cafezinho esperando o ônibus pra Bagé onde ia conferir que terras mesmo sua namorada Sílvia tinha. Claro que a danada estava me gozando...

Memória da Imprensa - Nobre fazia piada de tudo


Como estamos em época de Olímpiadas garimpei esta coluna do Carlos Nobre - José Evaristo Villalobos- pros leitores. Ela é de 17.7.76 e era época de Olímpiadas porque o Nobre tira sarro delas...Pra variar também a foto de uma mulher - era uma agência de São Paulo que as fornecia ao jornal  e sempre que terminava a coleção ele reclamava muito com a encarregada da seção pra mandar vir mais mulheres peladonas.Na coluna também a seção " umas qui outras, onde o colunista dava seus recados, agradecia algum mimo - no jargão de redação isto era chamado " toco" - que tinha recebido e dava muita informação sobre bares e restaurantes que estavam na moda na época.  

Palanque

No sábado, dia 09/08, na rua do Livro, a candidata pelo PCdoB,deputada federal Manoela D'Avila, por volta das 14h30min, estava aguardando algum companheiro. Mas pela cara, já sabia, ou devia ter algum tipo de indício, da pesquisa publicada dia 11/08, pelo Correio do Povo, onde os números mostram que ela ainda não ameaça o prefeito Fogaça e perde para Maria do Rosário.

Palanque II

O maior "perdedor" desta eleição para prefeito de Porto Alegre é o deputado estadual Nelson Marchezan Junior(PSDB) que pela pesquisa da Methodus está com menos intenção de votos do que Vera Guasso(PSTU) entre outros denominados "nanicos". 

Barzinho da ARI

1) O assessor de Brizola, Danilo Groff, que vive entre POA e o RJ esteve no barzinho da entidade.

2) Mas o Glei Soares que ajuda no programa Conversa de Jornalista esteve ausente e o presidente Ercy conduziu o programa, com a ajuda do locutor Ênio Rockembach, que declamou no ar um poema sobre o dia dos pais...

3) Wanderley Soares continou no barzinho, como outros jornalistas,entre os quais o Goulart e o Ayres que antes estiveram na Rua do Livro.

4) Manoel DAvila, candidata pelo PCdoB a prefeita de Porto Alegre estava na rua do Livro lá pelas 14 horas acompanhada do fotógrafo Nabor Goulart. Cuidado com o Nabor: ele é pé quente: elegeu o Rigotto na vez que o governador chegou lá.

5) Pelo menos um diretor da ARI se refere a entidade como " aquela massa falida".

6) A ARI vai melhorar... é só não perguntar o que a ARI pode fazer por ti e sim o que tu podes fazer pela ARI. Isto é que é o pulo do gato, mas esta é a parte mais difícil do riscado.

7) Então tá: um dia eu disse que o mistério viria à tona:sabe-se agora quem era o barbicha que a PF havia gravado durante as escutas da Operação Rodin.

A vida como ela é...

Os fatos aqui narrados não são verídicos. Portanto,alguma semelhança com a realidade é mera coincidência!

Nas redações de jornais que eu convivi, tinha de tudo que era tipo.Do fumador de maconha, ao cheirador, mas os bebeuns são os campeões,evidentemente.
Este sujeito sobre o qual vou falar, tinha sua fama, mas de mulherengo e intelectual. Não era bebum quando eu o conheci -mais tarde ficou e depois deixou de ser - mas sua mulher era a santinha da praça. Quando faleceu anos depois era assessora de imprensa de uma igreja...aliás bem moralista( não era a católica)

Pois este sujeito- que só fumava gauloises franceses - não sei como os conseguia e lia tudo que era literatura francesa,desde jornais, passando pelos romancistas, uma determinada ocasião estava viajando a serviço de um jornal do Rio de Janeiro e telefonou do interior do Estado para um Ed itor de Polícia, que fora seu colega em outro jornal. Os dois tinham, portanto, uma certa intimidade, quase que de amizade, bem maior do que simplesmente coelgas.

Qual não foi surpresa para o editor de Polícia, que também achava a mulher do colega careta - quase religiosa - mas digamos que era uma mulher interessante quando ouviu do amigo-colega do interior a seguinte súplica:

-Por favor, fulano,sou eu. Estou aqui nesta cidade do interior. Minha mulher esta noite foi presa pela Brigada Militar porque estava em atos libidinosos num bar durante a madrugada. Tentaram pedir pra que ela baixasse a bola( o casal, bem entendido) mas ela saiu em desaforo e prosseguiu no seu ato sexual.A Brigada a prendeu e está sendo autuado em fraglante na segunda DP. Corre prá láe livra o fraglante.

O editor de polícia saiu correndo e livrou a esposa do colega-amigo do fraglante!
Sabe-se apenas que eles-marido e mulher - se tratavam carinhosamente por apelidos. Ela o chamava de Patinho...

Coleguinhas

1) Pô que legal! O blog do Milton Neves tirou deste e usou a historinha do barulho provocada pela descarga do banheiro  que vasou nar rádio Gaúcha ,do Cid Martins, no verão passado, em Capão da Canoa. Eu tirei a notícia da Coletiva e citei a fonte.

2) Caco Barcelos está escrevendo um outro livro. O tema: a violência no Brasil.Esteve no começo do mês em Porto Alegre pros 81 anos de sua mãe Antoninha. Caco comprou uma casa em Londres e deverá,quando se aposentar, morar na London...
3)Vilney Herbstrith, do Brasil Imprensa Livre,disse que eu acertei que o Joabel Pereira ficaria no Palácio Piratini. Parece que a saída da Isara Marques de lá foi choque de "egos".  

Agenda

Dia 13/08, as 19 hs, no Memorial do RS - prédio antigo dos Correios, o espanha vai inaugurar uma exposição. Nunca vi tanto lobby, mas assim mesmo vamos dar uma força.

Recebo do colega Mazzarino

Olides: Publiquei a história abaixo nas minhas colunas no Jornal A Hora (lajeado)
e Jornal Antena (Encantado) e repercutiram muito.
Te envio conforme solicitação em conversa na rodoviária. Se te
interessares mando diversas anteiores em arquivo.
abraço, Adriano Mazzarino

"A cadelinha no motel"

Loira, linda, corpo de modelo e na faixa entre 20 e 26 anos. Natural de
Arroio do Meio, ela mora em Porto Alegre e tem o namorado em Venâncio
Aires. Mas em Lajeado um `amigo´ está sempre a disposição. Ela é do tipo
capa de revista, circula pelo Brasil e exterior em atividades
profissionais e paralelas.
Como companhia permanente ela tem uma cadelinha. Numa destas visitas à
região, antes de rumar para Venâncio Aires ver o namorado, decidiu ir à
tarde com o `amigo´ para o motel. E a cadela naturalmente foi junto.
No motel, enquanto ela buscava uma bebida o amigo disfarçando brincar
com a cachorrinha tenta abrir um viagra. Mas deixa cair o comprimido que
acaba sendo consumido pelo bichinho.
O casal entra no famoso rala e rola, mas ele foi a contragosto pois
sentia-se inseguro com a ausência da `vitamina´ e preocupado com as
reações que o comprimido poderia causar no bichinho. Conclusão, o
encontro deixou a desejar. Ou melhor explicando: poderia ser melhor.
Com a chegada da noite ela rumou para Venâncio Aires encontrar o
namorado, mas começou a perceber a irritação do animal aumentando e não
dormindo a noite toda e não permitindo que ninguém dormisse. De manhã
e la liga para o `amigo´ mostrando preocupação com o bichinho e ele
sabiamente recomenda um veterinário em Lajeado. E liga para o
profissional relatando a confusão. O clinico aplica um calmante e o
bicho volta ao normal sem sua dona saber até hoje o que havia realmente acontecido.

Coleguinhas

1)Na tarde de segunda,11/08 convocaram a imprensa pra coletiva no Tribunal de Contas do Estado(TCE). Assunto: saída do presidente.
O repórter Marcelo Magalhães da RBS TV pergunta a João Luiz Vargas
- O senhor vai voltar pela porta da frente presidente?
- Marceloooo, responde João Luiz.

2) Depois de muitos dias internado no Hospital No Hospital Ernesto Dornelles por causa de uma bactéria, o colega Gelson Farias, do Sindicato dos Policiais, voltou à ativa.

3) TVE gravou na segunda,dia 11/08, homenagem a Camelinho feito por amigos na frente do café a Brasileira, na Uruguai. Camelinho morreu sábado,dia 09/08.

4) Cobras peçonhentas, aves de mau agouro,faladores,fofoqueiros. Em sã consciência o que faz uma pessoa a decidir pela profissão de repórter - já que os salários geralmente não são atrativos - se é assim que são vistos? 

5) Estou colecionando esquisitices de candidatos principalmente a vereadores. Desta legislatura que virá e do passado. Tem cada coisa que dá um livro de humor.

6) O Clube dos Editores de Opinião elegeu,ontem,dia 11/08 o editor do site Ponto Crítico, Gilberto Simões Pires para a presidência. Uma das contatadas pra ser no lugar de Júlio Ribeiro foi a blogueira Rosane Oliveira que declinou do convite queixando-se de ter pouco tempo até de ir às reuniões dos filhos no colégio.

7) O responsável por um site e o que manda no Barzinho da ARI quase foram as vias de fato no sábado,dia 9/8. Rusgas vem de há tempos. O mínimo que o editor do site disse ao contendor foi: " isto aqui é casa  de jornalistas".

8) Mas o barzinho da ARI também teve comemoração no sábado,dia 9/8. Tudo por conta dos 80 anos de Sérgio da Costa Franco, que completa niver dia 12/8.

Gente da noite

O assessor da noite deste blog, o colega Carlos Augusto Bisson já sabia no domingo,dia 10/8, que o Boteco Natalício fora o vencedor do concurso da cerveja Bhoemia do melhor petisco. Votação foi sábado,dia 09/08, no DC Navegantes.

Brigada homenageia soldado morto na Borges


Na manhã ensolarada da sexta,dia 8/8, sem nenhum tumulto, nem papel picado das janelas dos edifícios em volta, o comando da Brigada Militar homenageou o cabo Valdeci de Abreu Lopes, com um placa depositada quase na esquina democrática no centro de Porto Alegre.

O ato serviu para lembrar os 18 anos em que houve conflitos na Praça da Matriz entre colonos sem terra e comandos da Brigada Militar. Os colonos desceram a Borges de Medeiros em direção a Prefeitura Municipal e neste meio tempo ocorreu o assassinato do cabo Valdeci. 

Um helicóptero da Brigada Militar jogou milhares de pétalas de rosas do céu encima do local da cerimônia.Do meu lado uma jovem entusiasmada queixou-se de tersaído naquele dia sem sua câmara digital." Estou sempre de fotos.hHoje esqueci a câmara" disse a jovem.

No mais a população ia passando, mas nem todos paravam para  conferir o que se tratava. Das janelas dos prédios não foram jogadas flores.

E como se esperava, logo no começo da tarde, o deputado Raul Pont(PT) classificou o ato do comandante da Brigada Militar, coronel Paulo Mendes como uma " provocação" lembrando que os que foram mortos pela instituição também merecem placas. Foram mexer no abelheiro, foi nisto que deu...

Coleguinhas

1) Não sei se é porque é interino, mas sinceramente acho as colunas do Roberto Brenol Andrade bem superiores ao do titular, que está em viagem pro México pra conhecer novidade da GM.

2) Rogério Mendelski ontem,dia 8/8 citou César Bresolin como autor de uma façanha, um pequeno furo jornalístico: ele fotografou no pátio de um hotel não se sabe qual, uma camionete que a GM irá mostrar no México nos próximos dias e para o qual está levando grupo de jornalistas convidados do SUl e do restante do país.

3)Com a doença do diretor do Museu Hipólito José da Costa,Lauro Schirmer, o presidente da ARI, Ercy Torma, o substituiu numa palestra sobre os 200 anos do Correio Brasiliense feita na Univates, em Lajeado. Esta história me lembra uma frase de Ulisses Guimarães: quem faz o melhor bocado não é quem o come. O Raul Quevedo descobriu o Hipólito. Quem é chamado pras palestras, não é ele

4) presidente Ercy Torma, da ARI, foi prestigiar o escritor Sérgio da Costa Franco na palestra no programa do professor Ruy, quinta,dia 7/8 " Ligaram várias vezes pra ARI insistindo pra que ele fosse " disse-me um perdigueiro.

5) Coletiva.net deu furo na saída da colega Isara Marques do Palácio Piratini. O site foi comunicado em seguida a saída da colega.

6) Dois bicudos não se beijam. Este teria sido o verdadeiro motivo da saída de Isara do Palácio Piratini, onde estava há um bom tempo.

Simon na Comissão Relações Exteriores


O senador Pedro Simon(PMDB) participa da Comissão de Relações Exteriores que está atenta às eleições norte-americanas.Foto da agência Edison Castêncio.

Mal

É grave o estado de saúde do diretor do Setecergs - sindicato dos donos de caminhões - Ernani Reichelt que está internado na CTI 2 do Hospital Mãe de Deus. Ernani precisou fazer uma cirurgia e houve complicações.
Ernani era a memória viva do sindicato dos proprietários dos caminhões porque acompanhou sua trajetória desde que a entidade foi fundada e tinha uma pequena salinha nos altos do Mercado Público. Reichelt também se orgulhava de ter sido sócio, ao mesmo tempo, de todos os clubes de Porto Alegre. É conselheiro do Sport Club Internacional.

Vai sair

Já era esperado para este final de semana a saída do Hospital da PUC do jornalista Wilson Müller que sofreu cirurgia do intestino grosso.Müller se recuperou nestes últimos dias. Mas estava ansioso por sair...

A vida como ela é... Episódio: Deixa eu beijar o Fidel também...

Esta quem me contou foi a Lucídia, minha contadora, que é ex-freira. Ex é fogo!
Uma turma de fugitivos de Cuba iam se dirigindo a Miami mas não chegavam nunca.O tempo ruim,o mar revolto a embarcação não vencia aqueles 130 kms entre a Ilha e Miami.

Quando já estavam quase por chegar ao destino, um dos ocupantes do barco sentiu que morreria. Mas havia um problema: ele ameaçava virar o barco se não arrumassem uma bandeira cubana pra beijar. Alguém da embarcação lembrou-se que a bordo havia uma mulata, esplendorosa que tinha uma tatuagem na bunda da bandeira cubana.

Convenceram a mulata a tirar as calcinhas pro fugitivo dar um beijo na tatuagem da mulata que reproduzia a bandeira cubana. Depois que ele a beijou com devoção, ele suplicou:

- Vira de ladinho um pouco que eu quero beijar o Fidel também!  

Coleguinhas

1) Sem nenhuma surpresa, saiu a nova lista da diretoria da Associação Riograndense de Imprensa. O presidente Ercy Torma vai para seu quarto mandato - como um mandarim, já que estamos com Olímpiadas na China - e se viver até lá  largará o cargo em 2011, se é que vai largar. Assumiu em agosto de 1996 Nâo por seu pedido, nem por golpe. Foi pelo falecimento do presidente Antoninho Gonzalez. Muita água rolou por debaixo da ponte desde lá, mas o Ercy, pro bem ou por mal, se mantém. Montou em volta de si um " círculo de poder" muito bem montado de forma que não deixa surgir " oposição".Quando ela surge, ou tenta, ele dá um chega pra lá nela. Nada contra o longo mandato do nosso presidente, a ARI tem tradição disto.Quem a inaugurou foi   Alberto André que  por lá se perpetuou ao longo de 34 anos, como dono absoluto da entidade.

2) Ercy Torma até que ensaiou um joguinho de que não queria mais.Era pra inglês ver, ou pra ver se alguém botava a cabecinha de fora.Ficou nisto. Ninguém o contesta,está tudo bem assim...

3) Chegou na ARI um dinheiro para recuperação de bibliotecas, ou de arquivo. Veio de uma bolsa da Espanha que foi descoberta por diligentes diretores. Fotografem as salas antes e depois, porque será muita a diferença. Esta mesma técnica foi quem recuperou  o arquivo da Santa Casa de Misericórdia.

4)Aí vai a composição da nova diretoria da ARI que será eleita pelo conselho deliberativo no próximo dia  14/8.
Diretoria Executiva
Presidente: Ercy Pereira Torma
1 Vice: João Batista de Melo Filho
2 Vice : Ênio José  Rockenback

Depto de Administração:
Diretor Eloemia Morais de Souza
Vice: Luiz Carlos Reis Cotta

 Diretor de Finanças
Diretor: Ayres Cerutti
Vice: Ubirajara da Silva Prates

Depto de Patrimônio

Diretor: Ubirajara da Silva Prates
Vice: Ayres Cerutti

Depto de Assistência e Relações Sociais
Diretor: Verdi  Faccini
Vice: Jurandi Soares dos Santos

Depto de Cultura
Diretor: Mário Santarosa
Vice: Maria Luiza Moreira

Depto de Relações Públicas e Promoções
Diretoria: Karla Müller
Vice: Andreia  Athaydes

Depto de Interior
Diretor : Wilson Sierra
Vice: Martha D Ázevedo

Depto de Divulgação
Diretor; José Vieira da Cunha
Vice: Antônio Goulart

Depto Universitário
Diretor: Mário Eugênio da Rocha
Vice: José Weis

Departamentode Informática
Diretor: Glei Soares
Vice: João Borges de Souza

Depto de Ética e Legislação
Diretor : Wilson Rocha Müller
Vice: João Fire de Oliveira

Depto de Direitos Sociais e Imprensa Libre

Diretor: Wilson Romero
Vice: Clea Da Silveira.

Em tempo: Wilson Müller está doente, internado no Hospital da PUC.

 


Marcopolo produz Ônibus ideal para fretamento

A Marcopolo apresentou recentemente o Viaggio 1050 Fretamento, versão específica para o segmento, adequada para oferecer conforto, segurança e baixa manutenção. Este modelo é destinado tanto para o transporte de executivos, colaboradores, funcionários e operários de empresas quanto para a locomoção em trajetos intermunicipais. Veja a matéria completa aqui.


Quais são as Maravilhas de Porto Alegre?
Por José Luiz Previdi


O Mercado Público de Porto Alegre sob o ângulo da objetiva do colega "espanha".
A obra, que em 1970, iria ser demolida a mando do então Prefeito Telmo Thompson Flores, foi reconstruída pelos permissionários e hoje é ganha-pão de muita gente e cartão postal da cidade. Foto: Alfonso Abraham

Estão escolhidas as 7 Maravilhas de Porto Alegre. O processo, através do site Porto Alegre é Assim! – www.palegre.com –, foi realizado durante 60 dias e os últimos votos computados chegaram no dia 31 de agosto. No total foram 192.138 votantes. Duas indicações foram desconsideradas: o Estádio Olímpico (“avalanche da geral”) e o Estádio Beira-Rio. Foram contempladas com o título de “Maravilha Hour Concours de Porto Alegre”. A contagem final apontou o Mercado Público em primeiro lugar, seguido pela Rua da Praia, Guaíba/Pôr-do-Sol, Usina do Gasômetro, Parque da Redenção, Estátua do Laçador e Catedral Metropolitana.

Delícias: No dia 8 de setembro começa a votação para a escolha das 7 Delícias de Porto Alegre. A idéia surgiu em função de várias indicações referentes aos prazeres da mesa. Para a eleição das 7 Maravilhas não foram considerados votos desta categoria, como para o cachorro da Princesa, o bauru do Trianon, o chope do Tuim, a picanha do Na Brasa, a pizza de panela do Pedrini, o peixe do Gambrinus, o talharim do Copacabana, o bolo de carne do Naval, a feijoada do Plazinha, entre outros.

A escolha das Delícias da capital gaúcha será também através do site Porto Alegre é Assim! – www.palegre.com – durante 60 dias. O resultado final será divulgado no dia 8 de novembro e os sete vencedores receberão um documento comemorativo. Mais informações: www.previdi.com.br


Espaço Cultural da EducAR Intercâmbios oferece curso de Papel Machê
com a conceituada artista plástica Carol W.

O Espaço Cultural da EducAR Intercâmbios, que já oferece cursos de Espanhol, agora conta com uma novidade: Curso de Papel Machê com a artista plástica porto-alegrense Carol W. Ela ensinará os alunos a estruturar uma escultura, confecção da massa, modelagem e acabamento. Conheça o original trabalho desta talentosa artista em seu site www.carolw.pro.br . Entre em contato conosco e informe-se sobre as datas de início do curso, horários e valores.
 
Espaço Cultural EducAR - Rua General Neto, 198 - Moinhos de Vento
www.intercambioseducar.pro.br
educar@intercambioseducar.pro.br
 
A EducAR é uma agência especializada em intercâmbio estudantil com a Argentina. Tem uma linda lojinha com produtos típicos argentinos e ainda um espaço cultural que é onde vou ministrar a oficina! Vagas limitadas! A oficina começa na próxima quarta, dia 13/8, das 14h às 16h - 4 aulas no total. Para outras informações, escreva para carolw@carolw.pro.br  

Coleguinhas

1)Gustavo Motta, da rádio Guaíba, vai se licenciar 45 dias para trabalhar numa campanha política. Não sei de que candidato, quando souber,informo.

2) O Espaço Aberto de hoje, dia 8/8, na rádio Guaíba trará o comandante geral da Brigada Militar, Cel. Paulo Mendes como entrevistado. Entre os perguntadores a repórter Ieda Risco da rádio ABC de NH, como convidada.

3)Estou pesquisando um assunto que aconteceu na redação da ZH em 190, ou 1971. Foi o chamado episódio “Guerra dos crachás". Isto quando botar crachá dava revolta em jornalista. Imagina hoje que ninguém mais entra em redação pra falar com jornalista a não ser com hora marcada. Quanto evolução ou involução, depende do ângulo que se olhe!

4) Sobre o fato dos malucos freqüentarem redações de jornais, o Carlos Bastos me contou que em 1971 ele recebeu lá um senhor, meio mal encarado, numa sexta-feira, que queria contar sua vida. Bastos demorou pra atendê-lo e quando viu o cara tinha ido embora. Mandou o " Teixeirinha" contínuo trazê-lo de volta. Era um presidiário que tinha cumprido 30 anos de cadeira na Usina do Gasômetro, no antigo Cadeião, e que queria falar de sua vida. Ele botou o repórter Ademar de Vargas Freitas com uma fotógrafo e fizeram uma puta reportagem.

5) Osiris Marins e Affonso Ritter, no Jornal Gente, da Band AM estranharam-se de novo na manhã de quinta,dia 7/8. Nada pessoal e que todos querem dar a palavra final.


Coleguinhas - Mulheres tomam conta da comunicação


Brener de Moraes sendo entrevistado na Federasul

Na última quarta,dia 6/8, o secretário do meio ambiente do Estado, Carlos Otaviano Brenner de Moraes ao entrar pra coletiva de imprensa na Federasul observou que havia muitas mulheres para lhe perguntar. E de certa forma não levou colher por causa disto.
Cada vez mais nota-se que a comunicação está ficando semelhante ao professorado onde a maioria dos seus integrantes são mulheres.

Mas na coletiva de quarta,dia 6/8, Brenner de Moraes foi bem perguntado principalmente por parte da representante da Ecoagência que estava tão informada quanto ele dos assuntos ambientais do Estado.
Nesta foto, do colega Eduardo  Seidl, do Correinho, da esquerda para a direita, Milena Schöeller, da rádio Gaúcha, Valéria Reis do blog Embaixada da Imprensa, Fernanda Bagatini, da rádio Gaúcha, ( este redator, careca) e as duas colegas da Ecoagência.

Agenda do findi

Neste sábado,dia 9/8 a partir das 20 horas tem reinauguração do Balakobako Art e Café na Joaquim Nabuco, 19, na Cidade Baixa.Os donos são Tito Mascarello e Anne Coutinho.

Serpentário de luto

O Nelson Moura faz o comunicado oficial: morreu um dos integrantes da mesa do café do serpentário da rua Uruguai. Trata-se do economista  Joaquim Dias, mais conhecido como " o pai do Serginho Boaz".

Joaquim foi enterrado,ontem,dia 7/8 no cemitério João XXIII. Moura disse que ainda na véspera de morrer,dia 5/8 Joaquim esteve na mesa do café e lhe mostrou uma solicitação de exames que sua médica lhe havia feito. Ele reclamou:
-  Ela me pediu todos estes exames. Porque já não pediu da outra vez.

Foi ao Hospital Mãe de Deus e lá foi vítima de uma parada cardiorespiratória. Morreu dentro do hospital.

A " guerra" da Praça da Matriz I

Neste 8/8  completam-se dezoito anos da famosa Guerra da Praça da Matriz, entre colonos do MST e a Brigada Militar que resultou na morte do soldado da BM, Valdeci De Abreu Lopes.

Lembro bem do episódio porque desci do trem metropolitano ao meio-dia rumo ao meu outro emprego, a ZH, quando vi um grupo de colonos descendo correndo a Borges e entrando a mil na Prefeitura Municipal. Eu estava ali ao lado do Banco do Brasil e observei aquela movimentação toda, mas não sabia o que havia acontecido pouco antes.

Vão passar a vida toda dizendo quem começou a briga. Agora, pra não deixar que o assunto morra, a BM queria colocar um monumento ao seu soldado morto na esquina democrática. Aí entrou o Conselho de Cultura, como bombeiro, não deixando que o monstrengo fosse colocado, justamente pra não atiçar o MST que evidentemente queria dar o troco.

No episódio da morte do soldado Valdeci, o inquérito policial conclui que ele foi morto com uma foiçada desferida pelo colono Otávio Amaral, de Ibirubá. Esta foi pelo menos a conclusão a que chegou o inquérito policial.

O episódio fez nascer o jornal Versão dos Jornalistas, sobre o que vou me deter com mais calma no dia 15/8 quando marca a data do nascimento do jornal. 

Guerra da Praça da Matriz II

O episódio entre MST e brigadianos em 8/8/1990 foi muito bem explorado pela imprensa. Tanto que ele rendeu 4 prêmios ARI de jornalismo em 1990. Mauro Mattos ganhou primeiro lugar em fotografia,pelo Jornal do Brasil, Ronaldo Bernardi, segundo em fotografia, com uma foto publicada em ZH, O Globo e Veja. Alfredo Fedrizi ganhou o prêmio de TV, pela TVE e Gustavo Motta, ganhou o prêmio de rádio, pela rádio Guaíba.

Coleguinhas

Pô esta da colega Ieda Risco colocar como título de seu blog notícias de Risco é um trocadilho que não cabe no gibi. Pô, Ieda, vê se arranja algo com menos trocadilho, como esta: notícias da Ieda a que não apresenta risco...


O "polêmico" professor Antoninho Gonzalez que morreu no dia 8/8/96


" Estamos esperando pelo pior. O Antoninho está no Hospital da PUC mas não temos notícias boas. Ele foi hospitalizado muito mal". Quem me disse isto no entardecer do dia 8 de agosto de 1996 foi o então já ex-presidente da ARI, Alberto André num telefonema que eu lhe dei para perguntar-lhe sobre uma dúvida que eu tinha a respeito de um fato que agora não lembro o que tenha sido. Ele estava muito preocupado com o seu sucessor na entidade a quem geralmente tratava com certa cerimônia, referindo-se a ele por " professor Gonzalez".Eram colegas na Famecos, da PUC. O nome todo do Antoninho era extenso e pomposo: Antônio Firmo de Oliveira Gonzalez, mas no meio jornalistico era como Antoninho que era conhecido.

A notícia de sua morte no Hospital da PUC chegou na ARI onde Antoninho era presidente  por volta das 8 da noite e quem atendeu o telefone foi o garção Adolar que estava no bar porque era uma quinta-feira e neste dia o barzinho sempre abre por tradição. Ele se encarregou de comunicar aos demais membros da diretoria. Ercy Pereira  Torma,vice-presidente da entidade, estava num evento no Plaza Sâo Rafael e Benigno Rocha que também se fazia presente  era da diretoria e queria que o palestrante do evento Arnaldo Jabor interrompese a sua palestra para anunciar a morte do presidente da ARI. Não foi atendido. O fato foi noticiado aos presentes, pelo próprio Jabor, mas no final da fala. Leila Weber estava esperando Antoninho vivo pra comemorarem o aniversário dias depois. Mas apenas foi no seu enterro. Leila, sabedora da morte do colega,  tentou velá-lo no Palácio Piratini mas não teve êxito. Conseguiu apenas o salão nobre da Assembléia Legislativa do Estado( o que é uma honra e tanto).

Na noite do velório, começaram  os bastidores para a sucessão do Antoninho. Alguns cardeais não queriam que Ercy,então vice-presidente da entidade, pegasse o bastão. Depois que ele pegou, aderiram, é claro. Jayme Copstein, que ainda apresentava o seu programa " Gaúcha na Madrugada " de grande audiência, chegou perto do caixão onde o amigo jazia e segredou para os que estavam em volta ouvir:
- Tu estás aí onde sempre querias estar,né?
Ato contínuo, deu meia volta e foi apresentar o seu programa. Enfim, " rei morto,rei posto" diz o ditado. Cosptein provavelmente referia-se às inúmeras " porraloquices" que o Antoninho fazia.Uma vez estava internado no Hospital da PUC - era professor da Famecos e talvez por isto tivesse regalias - e telefonou ao amigo Nei Remedis para que fosse para lá e lhe levasse um litro de uísque. Remedis argumentou que não entraria no hospital.
- Pôe embaixo do braço, disfarça, ninguém vai te incomodar.

Dito e feito. Estavam bebendo uísque no quarto quando entrou uma enfermeira pra aplicar uma injeção no Antoninho!Ele se espantou:
- Te acalma,disse o Antoninho, foi o médico que receitou. É pra desentupir as veias, faz bem,argumentou o enfermo. Poucos dias antes de sua morte, o garção Adolar afirma tê-lo visto bebendo campari no barzinho da ARI quando estava com 40 graus de fe3bre. E saiu daqui e foi para outro bar continuar a bebedeira.

O editor de Polícia
Antoninho não foi apenas folclore. Era respeitado nas redações. Foi editor de Polícia da Folha da Tarde e gostava de "abrir" fotos. Contam dele, e quem conta é um colega que trabalhou com ele e o viu fazer o gesto que Antoninho " diagramava" uma folha de papel sem tocar nela. E apesar da folha estar " virgem" ele, como não gostara da diagramação, a amassava e a punha no cesto do lixo. Na verdade, a diagramação fora só na sua cabeça.

Era também um grande fazer de títulos. E fez isto como editor de Polícia na Folha da Tarde.Uma vez esmerou-se num deles: " cachorro fez mal a moça" Queria dizer um cachorro-quente. Era apenas um tópico dizendo que uma moça fora internada no HPS por causa de um cachorro-quente. Nunca trabalhei com ele.Nem me lecionou. Alguns o viam como um grande marqueteiro pessoal, outros como um grande talento desperdiçado por causa de suas porraloquices.

Seu gesto mais abnegado em favor do jornalismo foi quando deu de caução seu apartamento na Quintino Bocaiuva onde residia com a família para poder servir de fiador num empréstimo que a Cooperativa dos Jornalistas de Porto Alegre fizera junto à Caixa Econômica Estadual(CEE).Não foi pago e seu imóvel foi a leilão,tendo ele perdido a casa junto com a família. Deste episódio ficaram muitas seqüelas. Dois integrantes da diretoria da Coojornal foram embora para Moçambique depois da " quebradeira" da Coojornal. Antoninho e Clarice Aquistapece, que entraram com um imóvel cada um como cauçao para o empréstimo,  perderam um imóvel cada um.
E isto que "Antoninho" era visto por alguns dos integrantes da Coojornal como um dinossauro do jornalismo gaúcho. Foi o dinossauro que marchou com o imóvel.

Antoninho tinha a mania de fazer brincadeiras, às vezes com assuntos sérios. Quando fui processado por um ex-colega de ZH - os advogados eram da empresa - eu lhe solicitei pra ser minha testemunha abonatória. Aceitou, mas nada adiantou porque no dia da audiência ele se atrasou. Chegou depois e apenas foi recebido pela juíza pra tomar um cafezinho. É que o Antoninho não queria se indispor com ninguém. Hoje entendo isto com maior facilidade.lá em Serafina,chamam a isto de " sentar nas duas cadeiras". Eu sei que se fosse buscar o lado heróico do nosso lembrado professor Gonzalez teríamos que dizer que foi ele que fundou o Jornal O Estado do Rio Grande da família Gusmão de Novo Hamburgo. Mas o jornal teve pouca duração e muito de heroismo.
Uma matéria exclusiva com o Renato Portaluppi foi um dos furos que marcaram este jornal na época que circulou.

Escritório ambulante
Uma das manias do Antoninho era despachar em bares e restaurantes. Ali mesmo abria sua pasta e tirava centenas de papéis. Mandava vir clips e grampeador e começava a despachar com quem estava com ele. Vários colegas o viram em restaurantes fazendo isto. No restaurante Galo, o Antonio Goulart o viu uma vez com a mesa cheia de papéis, bebendo uísque e falando com a colega. Estavam editando o jornal da ARI, uma mini newsletter que fazia muito sucesso na sua gestão da entidade. Só circulou quando ele foi presidente,depois sumiu.

Outro colega que viu Antoninho despachando em restaurante foi o Ayres Cerutti que encontrou Antoninho numa noite numa pizzaria nazona sul da cidade a milhão com a mesa cheia de papéis,grampeador. Estava trabalhando enquanto bebia seu uísque  e esperava a comida.

Eram famosos também seus atropelos no trânsito. Um delegado do Detran, falecido recentemente, o Bandeira, deu-lhe um título de Humanização do Trânsito. Queria puxar o saco do presidente da entidade.Antoninho chamou Ercy e lhe disse:
- Ercy eu tenho 27 acidentes de trânsito. Assim não dá. Vai tu lá receber este título.

Minha irmã,Alenir, foi aluna na noite na Famecos do Antoninho.Não sei bem que cadeira fazia com ele, mas um dia ele lhe perguntou:
- O que tu é do Olides?
- Sou irmã!
Então não precisa mais vir aqui que tu tá passada.

Teria muito mais histórias do " professor Gonzalez" como o chamava o saudoso André. Mas lembro com carinho um projeto por ele desenvolvido e pelo qual tinha grande apreço: Venha ouvir os dindos antes que eles acabem. Foram sábads de manhã em que muita gente cobra foi dar seu depoimento. Os depoimentos foram entregues não se sabem onde e até hoje não vieram a lume. Pior: dizem por aí que estão em mãos de um particular. Nunca vieram a lume.É parte da memória da imprensa gaúcha.

O Antoninho era gente boa, apesar de umas brincadeiras cruéis: quando recebi o processo de que falei acima ele quis ler o processo pra ser minha testemunha. Fui na sua casa, num domingo de calorão em pleno fevereiro de 1996. Ele, de sunga, perambulava pela casa, apesar de estarem lá algumas visitas. Não dava a mínima.
Fomos pro seu gabinete e começou a ler o processo. Quando chegou na parte em que os advogados do meu ex-colega diziam que eu havia dito que ele praticara sodomia - pra impressionar o juiz,claro - Antoninho vibrava, com um copo de gelada na mão:
- Sodomia que é bom, vibrou ele!

E depois pra completar, ainda me disse sério:
- Tu vais ter um jornal,sim se chamará " A Voz do Cárcere"! referindo-se a um jornal deste ano que anos atrás um grupo de apenados faziam. Bom, do Antoninho, enfim, tenho uma lembrança: embora não tenha ido na missa de Sétimo dia,na Capela da PUC,fiquei sabendo que a filial chorou ais do que a matriz. Gente assim, só pode ser gente boa...

Antoninho Gonzales II

Sobre o Antoninho que escrevo hoje, dia 8/8 cabe lembrar que foi ele que fundou o jornal O Estado do Rio Grande, que era do Grupo Sinos. Mas teve duração rápida. Foram só 12 edições. Durou de 4/3/2985 a 15/3/1985. Alberto Blum, que foi seu editor de esportes, diz que os encontros para fundar o jornal eram feitos no apartamento do Antoninho Gonzalez, na rua Quintino Bocaiuva, aquele imóvel que ele perdeu no episódio da Coojornal.
E seu fechamento foi de "vereda";
- Era um domingo à noite. Eu vi o Antoninho, o Luiz Figueredo, o João Borges de Souza reunidos na sala do chefe e entrei pra pedir mais 4 páginas de jornal pro Esportes. E aí o Antoninho me deu a triste notícia. Aquela edição do domingo seria a última. Senti o piso desaparecer, recorda Blum.
Blum disse ainda que foi o primeiro jornal informatizado do RS. Mas havia sempre problemas na linha telefônica entre Porto Alegre e Novo Hamburgo pra passar as matérias e o Antoninho pegava as páginas diagramadas,botava debaixo do braçoe saía a 140 km por hora até Novo Hamburgo, onde era impresso.
" Fui junto com ele algumas vezes mas era um pavor de quanto corria. A gente tremia nas bases", contou Blum.

Desempenho


Eu sempre imagino como deve se sentir um político quando sabe que vai sair uma pesquisa boca-de-urna? Deve ficar com a boca seca ou ter um frio na barriga. Não cheguei a tanto, mas estava curioso pra saber o desempenho do site - bem entendido, quantos acessos a página tivera em Julho, depois que em Junho tínhamos rompido a barreira dos cinco mil.

Quando o Saiteiro - esta palavra fui eu que criei porque nas agências de propaganda quem faz a manutenção de blog leva o pomposo nome de Web Design - Alfredo me comunicou que foram 4.574 - uma média de 147 por dia, afora segundo o Beto Bottega os que eu mesmo faço - tive um pequeno desalento. Tinha baixado um pouco em relação ao mês de Junho, que foi bem mais alto. Mas aí me lembrei que estou lidando há uns 20 dias com problemas administrativos do site, o que sempre ocupa a cabeça da gente. Talvez seja por isto que ninguém goste de ter  problemas, ou como diria o centro-avante Claudiomiro, do Inter, não me venham com a problemática porque eu tenho a solucionática.

Refiz-me imediatamente da pequena queda e me lembrei do saudoso radialista Mendes Ribeiro - o pai, não o filho - que às seis da matina abria seus programas na Guaíba com o tradicional bordão: "Vamos começar a trabalhar". Era seu grito de guerra. Também dei aí meu grito de guerra: resolvi deixar os problemas administrativos pra contadora e vou me dedidar a melhorar o conteúdo do site, pra que os leitores que são exigentes, não me abandonem.

Vou procurar garimpar histórias interessantes, exóticas, diferentes, não encontradas em outros sites. Estou na "capi" como dizia aquele boy maluco da Standart Publicidade. E se algum leitor tiver alguma, que me mande que garanto o sigilo. Se bem que pedir sigilo pra jornalista é um pouco arriscado.

Enfim, como diria aquele Presidente, Elle, não me abandonem. Tragam mais leitores que aí a gente se anima mais. Abraços a todos que me acompanham aqui!

Coleguinhas

1) Tem "cheiro" de acordo na Justiça a notícia publicada na página 16 de ZH do dia 5/8. Sob o título de " ZH reconhece equívoco em qualificar conselheiro do TCE João Osório como suspeito" o jornal faz uma mea culpa  a respeito de reportagem publicada em 10 de abril de 2007 onde apontou  o nome do conselheiro João Osório entre os suspeitos de participar da chamada   "máfia das consultas".

2) Há possibilidade de vir choro e ranger de dentes no meio dos blogeiros  com possibilidade de cortes de patrocínio de um forte anunciante.

MST


Ex-governador Olívio Dutra,deputados Dionilso Marcon(PT), Raul Pont(PT),no evento do dia 4/8, no hall da Assembléia Legislativa do Estado quando foram inauguradas fotos do MST de quatro fotógrafos gaúchos.

Coleguinhas

1) Minha solidariedade - embora saiba que ele não precisa de um modesto espaço como este - ao colega David Coimbra que está sendo atacado por aí na internet por causa de um artigo que escreveu em ZH chamado " Com requintes de Crueldade".

2)Matérias de ZH sobre desempregados das indústrias de Calçados Reichelt são jornalismo puro. Até me belisquei pensando que tínhamos voltado aos anos 70 quando o " titio Kolecza" era o chefe de reportagem e cavava grandes pautas.

3)Na entrevista coletiva do secretário do Meio Ambiente,Carlos Otaviano Brenner de Moraes, ontem,dia 6/8, na Federasul, grande maioria  era de  mulheres. O próprio Carlos Otaviano ao chegar pra coletiva fez esta observação: mesmo assim foi " apertado" pelas coleguinhas, principalmente por uma representante da Ecoagencia!

4) Durante uma determinada etapa da coletiva de Carlos Otaviano Brenner de Moraes, ontem,dia 6/8, na Federasul, ele tentou deixar " mal" a colega da ecogência. Lembrei-o de que ela estava cumprindo com sua missão a de perguntar. O secretário entendeu e deu as explicações solicitadas.

5)Houve quem entendeu que o convite da governadora Yeda Crusius para o promotor Carlos Otaviano Brenner de Moraes dirigir a Secretaria Estadual do Meio Ambiente teria sido um "afago" no Ministério Público na constante batalha que se trava no Estado entre ambientalistas e desenvolvimentistas no RS.

6)O diretor da RBS, Fernando Ernesto Correa, chegou quase ao finalzinho da entrevista coletiva do secretário do Meio Ambiente, Carlos Otaviano Brenner de Moraes na Federasul.

7) O prefeito José Fogaça(PMDB) esteve ontem,dia 6/8 em visita a diretoria da Federasul. O acompanhava seu tradicional escudeiro, Pascoal Iani.

Feliz Aniversário


Recebo do amigo Espanhol:
“Muitos anos de vida a este site e seu editor Olides Canton, que noticia assuntos nossos de cada dia, desta profissão tão importante para cidadania brasileira. Vai em anexo um presente de aniversário. Abçs. Alfonso Abraham"
Obrigado, Espanha, mas tão importante quanto eu é o saiteiro, o Alfredo! Olides"

 

Agradecimento!

Neste primeiro ano, devo agradecer a pessoas que colaboraram com este site; O " espanha", com suas fotos, o Madruga Duarte, que manda coisas, o Castêncio com fotos, e tantos outros, mas uma pessoa em especial, a Heloiza G. Hercovitz, da Califórnia, que eu acho que é um diferencial! Nunca tinha trabalhado com ela, apenas fomos colegas por pouco tempo na ZH porque eu fiquei ali construindo o jornal da família Sirotsky junto com tantos outros companheiros e ela foi para plagas mais distantes, S. Paulo.Mas agora estou apreciando o talento da Helô e o que é melhor, num veículo meu! Conhecia a Helô, sim, do tempo que íamos juntos a Garopaba, mas aí eram outras eras e tinham outra finalidade. 

Coleguinhas

1) O diligente leitor Nelson Moura informa que dia 08/08 a repórter Fernanda Bagatini da rádio Guaíba fará entrevistas ao vivo (segundo  Moura  "do local" )sobre oHotel Ventura e assuntos de Viamão. No programa Guaíba Revista.

2) Entrará no ar até o final do mês o site www.memoriagaucha.com.br. É dos busólogos e contarão hístórias de ônibus antigos que eles recolhem por aí.

3)Um coleguinha pediu pra não receber minha newsletter, que na verdade é remetida de 15 em 15 dias. Imagina se eu pedir pra todos que me mandam diariamente...aí,sim que a porca torce o rabo...

4) Colega Carlos Bastos, superintendente da Comunicação da Assembléia Legislativa do Estado, na segunda feira, última,dia 04/08 estava saindo do basquete lá pelas sete da noite. Quando ia saindo pela frente da casa, notou no hall um monte de gente, tudo de braço erguido, com alguém caminhando no meio erguendo uma cruz. O Bastos deve ter pensado que era um sonho, que ele tinha enlouquecido. Não, não tinha, não. Era uma manifestação do MST durante a inauguração das fotos sobre os sem-terra e sem-terrinha feitas por 4 fotógrafos gaúchos.Bastos, homem de 74 anos, que durante a ditadura dos milicos chegou a fugir da perseguição junto com João Aveline, experiente portanto destes tipos de movimentos,olhou aquela cena toda e não quis passar pelo meio. " Fugou" como diria um boletim de ocorrência policial, pelos fundos da casa...

5) Amigos torcem pela recuperação de Wilson Müller. Mas médicos aconselham que ele não receba visitas. Está no Hospital da PUC.

6) As fotos dos colegas sobre o MST ficarão até dia 08/08 no hall de entrada da Assembléia Legislativa Gaúcha e depois circularão pelas delegacias regionais do Sindicato dos Jornalistas, como Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Rio Grande,entre outras.Parabéns ao deputado Dionilso Marcon(PT) que foi quem viabilizou esta amostra. Ela nasceu de umas fotos que Eduardo Seil  fez este ano em S. Gabriel e que evidentemente não seriam publicadas na chamada Grande Mídia. O foram no jornal Versão, do Sindicato dos Jornalistas-RS e daí partiu a idéia da amostra,explicou a vice-diretora da entidade, Márcia Camarano.

7) Jornal Gente da Band AM está bem na foto, pelo menos em anunciantes:segundo Renato Martins, diretor da emissora, este espaço tem 25 anunciantes.

8) Georges Silva, o " jovem hebreu" do tempo dos Guerrilheiros da Notícia quer botar um programa numa rádio chamado Tribuna do Livro. Só que ele quer fazer comercial para vender seus livros  e as rádios querem fazer jornalismo, pelo menos dizem que fazem.


Marcopolo completa hoje 59 anos! Parabéns a indústria caxiense, um orgulho de todos nós!



A foto mais antiga é dos primeiros ônibus da Marcopolo, de 1950. A outra foto é dos Volare, atual sucesso da fábrica.

Você nem imagina como a Marcopolo, de "Caxias"  é conhecida no mundo. É que nestes 59 anos que ela completa,hoje, dia 6/8/08, já fabricou milhares de carrocerias e a marca espalhou-se pelo mundo. É tão conhecida no mundo, que às vezes a fábrica recebe correspondências e objetos dos mais vastos e distantes locais do planeta. É uma multinacional.Mais conhecida, para orgulhos, de nós,gaúchos, do que Paulo Coelho.

Quem diria? Tudo começou assim... Num dos festejos da empresa, na Câmara Comércio e Indústria(CIC) um dos fundadores da nesna, Paulo Bellini - os outros dois, os irmãos Nicola são falecidos - Paulo Bellini, contou que a ata de fundação e o registro na Junta Comercial dizia que a empresa seria para fabricar carrocerias de ônibus e afins...Aí Bellini, que é um homem de muito humor, parou seu discurso no meio daquele público circunspecto, e deu uma risadinha. Deve ter se lembrado,naquele instante, de quantas dificuldades passaram ao longo desta trajetória e do que tiveram que fazer para sobreviver. Aí é que entram os afins,me entendem? Da Marcopolo eu me lembro de um episódio, de um não, de vários. Mas uma das vezes que visitei a fábrica,que o "seo" Valter Gomes Pinto me levou pra lá, em Ana Rech, impressionou-me a participação dos funcionários - não gosto da palavra colaboradores - no processo como um todo. Na hora do recreio, que eles chamam lá de " cafezinho" na salinha não havia um lixo no chão e via-se que eles tinham orgulho daquele canto.

Mas não é mole, ou não terá sido mole, chegar a este ponto.Por exemplo, nos anos mais modernos, instituiram, copiado do Japão, o cartão ponto colorido. Dependendo da cor, o funcionário dizia em que estado emocional se achava e no caso de necessitar de socorro psicológico era prontamente atendido pela equipe montada dentro da fábrica. Poucas vezes terá ocorrrido alerme de incêndiodentro das instalações da Marcopolo, em Ana Rech, mas alguns anos atrás uma turma de engenheiros, entre os quais Vinicius Gomes Pinto, foi fazer uma visita a fábrica de Ana Rech e um deles tropeçou e caiu, assopraundo a sirene de fogo. Foi uma correria pela fábrica, mas em seguida o alarme foi esclarecido e tudo voltou ao normal.

Como tudo começou...
A empresa nasceu com a razão social de Nicola e Cia Ltda. Em 1954 passou para Carrocerias Nicola S/A Manufaturas Metálicas. Em 1967 os irmãos Nicola saíram da sociedade( mas sempre mantiveram uma boa relação com o ex-sócio Paulo Bellini. Dorval Nicolla, um dos fundadores faleceu em 30.12.2004.)  Em 1968 lançaram um ônibus Marcopolo que pegou muito e a empresa passou a ser conhecida por Marcopolo. Finalmente em 1971 passou para Marcopolo S?A Carrocerias e Ônibus e em 1992 ficou Marcopolo S/A.

Eu e a Marcopolo
Tive altos e baixos na minha relação profissional com a Marcopolo.
Como ponto alto,classifico que fui o primeiro repórter no Brasil a noticiar a quinta geração de Ônibus rodoviário da empresa, lançada em 1992.Eu fazia um frila para uma revista especializada de Sampa, quando  liguei para a empresa durante a hora do almoço e perguntei como obteria fotos do pátio interno. Um funcionário,que nunca soube quem foi, me disse que estavam de quarentena por causa dos novos veículos que estavam sendo testados e que não se poderia fazer fotos. A nota foi  publicada numa  coluna econômica e foi um deus-nos-acuda... Muitos clientes queriam desmarcar as encomendas por conta do novo veículo em testes...Eu não sabia bem que o mercado se comportava assim. Um dos pontos baixos que tive com a diretoria da Marcopolo,vou confessar aqui foi num aniversário da empresa Trevo, de Porto Alegre. Seu dono, o falecido e saudoso Silvestre Sauter, queria um anúncio de meia página no JC de uma segunda. Coloquei no anúncio o logotipo da Marcopolo, mas antes mesmo de que viesse a autorização formal.
Me incomodei um bocado...Era uma época de muita contenção na fábrica de carrocerias e eu havia autorizado uma despesa, antes que viesse a confirmação da direção.Mas pouco importa. Acho que no cômputo geral tive mais altos do que baixos na minha relação com a Marcopolo.A verdade é que minha relação sempre foi mais com a diretoria anterior, que hoje está na diretoria Corporativa.

Volare, pra combater os perueiros... 
Estes dias fui comer um " bifão" na churrascaria Sto Antônio com " seo" Valter e lhe perguntei quem bolou o volare, um micro que é um dos grandes sucessos da Marcopolo atual.Ele me respondeu: " O Martins e sua turma".Trata-se do engenheiro José Fernandes Martins, um dos diretores da empresa.
É que há uns dez anos atrás, os grandes centros urbanos começaram a mostrar uma tendência: ochamado transporte clandestino dos perueiros.
E viu-se que havia necesdidade de um veículo moderno, que trafegasse pelos grandes centros urbanos com mais facilidade do que os ônibus. Daí surgiu a idéia e a concepção do Volare, que nasceu depois da Marcopolo procurar por um parceiro que fizesse o chassis. Procurou tanto e ele estava ali do lado, em Caxias,  da Agrale. Nos primeiros quatro anos foram comercializados 4 mil veículos deste modelo e depois de 10 anos a marca atingiu a venda de 25 mil. " Compartilhamos este sucesso com a Agrale que dispunha do chassi ideal pra o nosso produto" comemorou um diretor da Marcopolo.

Enfim, é isto aí: juntou-se a fome com a vontade de comer... Mas a Marcopolo não brinca em serviço. Numa das tantas visitas que já fiz à fábrica - ultimamente tem rareado - depois de almoçarmos com a diretoria,os jornalistas viram que o diretor José Martins levantou-se,tomou o cafezinho e a moda francesa, foi se despedindo. E disse uma frase que nunca mais esqueci:
- Isto aqui é tudo muito bonito, mas eu preciso vender os  ônibus! 

Memória de Jornalista
Folha do Porto comemora 10 anos de existência com independência!



O " jornal do filho do Kolecza" é como os mais velhos  conhecem a Folha do Porto .Já os mais jovens,diz ele, " perguntam pro meu pai, tu é que é o pai do Bertrand? " brinca o editor do Folha do Porto - 10 anos que se  completam  em outubro vindouro. Sua tiragem é alta prum jornal de bairro:14.500 exemplares, pela publicação que circula principalmente no bairro  Menino Deus,e em alguns condomínios do Praia de Belas e do Morro Santa Teresa.

A Folha do Porto nasceu com distribuição gratuita, e desde se mantem assim informa seu editor, Bertrand Kolecza,44 anos, que tem em seu currículo passagens pelo Correio do Povo, assessoria de imprensa do deputado estadual Onyx Lorenzoni e ter trabalhado em duas campanhas para deputado estadual.

O Folha do Porto na verdade, não nasceu no bairro Menino Deus, onde está até hoje, mas sim no bairro Medianeira. É que em outubro de 1998 havia quatro jornais no bairro: OI MD,MD da Assamed,É MD, e Bah,MD. Todos não existem mais. Apenas o Oi, se transformou em Oi Porto Alegre. Mas nos dois últimos anos o Folha do Porto recebeu um concorrente de peso:o ZH MD, que circula sempre também no final do mês, como o Folha do Porto e que tem a vantagem de circular com apenas 8 páginas. "O meu tem 32 páginas", diz Bertrand.


Processos
Nesta trajetória toda, com uma posição independente muito definida, Bertand Kolecza arrumou sarna pra se coçar.Três processos.O primeiro deles quem lhe moveu foi Olívio Dutra,enquanto Governador do Estado. Tudo por causa de uma matéria sobre a morte de um jovem  tenista em São Leopoldo  assassinado por um integrante da Brigada Militar durante uma abordagem de rotina. O fato ocorrido em setembro de 2001." O go vernador não foi na audiência e eu fui condenado a pagar quatro cestas básicas o que dá um salário mínimo" lembra Bertrand.

Um outro processo, este sim mais complicado, veio depois. Ocorreu devido a uma coluna que o jornal publicava - agora foi suprimida -que se intitulava " Veneno na Câmara". O redator, no caso Bertrand, chamou um vereador - cujo nome ele não revela, dá apenas uma pista: era do PSB e hoje está no PMDB - de nazista. O ofendido entrou com uma criminal e Bertrand  entre processo criminal e civil teve que gastar 14.800,00 reais. Já um terceiro processo quem lhe moveu foi o ex-deputado Marcos Rolim - que hoje assessora um desembargador no Tribunal de Justiça - porque Bertrand Kolecza repetiu  na Folha do Porto uma expressão que segundo ele " o ex-deputado Rolim usara para si numa coluna que fez para a ZH".Bertrand foi condenado em primeira e segunda instâncias a pagar ao ex-deputado do PT 7 mil reais mas e stá recorrendo junto ao Supremo Tribunal Federal e ao Superior Tribunal de Justiça.


Carregando um carrinho
Nos primeiros tempos do Folha do Porto Bertrand e sua esposa Sayonara Goldoni - de Anta Gorda - carregavam o jornal num carrinho para entregá-lo nos domícilios e nos condomínios.Bertrand parece não ter medo do trabalho." Este é um país onde quem trabalha, quem faz força é o negro." diz Kolecza. E acrescenta: " O Brasil é o país dos bacanas. Aqui o trabalho é coisa para negro.Ninguém quer fazer força" informa o jornalista que  informa que ainda hoje, 10 anos depois, mesmo com um saldo comercial bem mais vantajoso do que no começo, é o casal quem distribuí o jornal." Dos 14.500 exemplares, não sobra nada. Sobra uns 50 que são pros clientes nossos' diz Kolecza.


Agressões
Neste tempo todo fazendo a própria distribuição  - com a vantagem de que isto acaba most rando os problemas do bairros onde circula e aí o redator vira repórter no ato - Kolecza teve apenas um caso de agressão quando estava entregando o jornal num condomínio localizado no bairro Medianeira." O camarada que estava chapado me agrediu,ou tentou me agredir, com uma barra de ferro.Nós fomos para as pequenas causas" lembra Kolecza que diz que o fato aconteceu logo após o início da circulação, ainda no ano de 1999.
Trabalho é que não falta para Bertrand e Sayonara que editam,reporteiam,fotografam, vendem anúncios, mandam imprimir, revisam o Folha do Porto." Trabalhamos seis dias por semana. As vezes coincide de no final do mês termos que trabalhar no domingo e na segunda pegar de novo" diz Kolecza.


Recusa de Anúncios
O Folha do Porto tem uma singularidade que ninguém entende: o jornal não aceita anúncios de órgãos do governo.Está bem claro na capa. " Não adianta. Agências de publicida de não entendem isto.O pessoal se apavora principalmente o ligado a comunicação. Ligam pra saber a cotação pra colocar anúncios do DMAE, da prefeitura de Porto Alegre", lembra Kolecza. E radicaliza: " nós não somos o Banrisul".Bertrand, radicalmente a favor da livre competição critica a comunicação em geral: " se tirarem os anúncios do Banrisul, quebra quase a totalidade das empresas de comunicação" informa ele.Lição de como funciona o dinheiro do impostos com a comunicação ele aprendeu,quando trabalhou num gabinete de um deputado na assembléia legislativa do Estado." Vi ali a relação do dinheiro vindo dos impostos com a imprensa" radicaliza. As entregas da Folha do Porto são feitas pelo casal às terças,quartas e quintas.Deixam os exemplares dentro dos condomínios ou na portaria dos prédios para que os leitores os apanhem.Experiências novas eles estão tendo diariamente mesmo agora que possuem de z anos de circulação:

- Estes dias ligou para nós um candidato a vereador ofendido porque nós só tínhamos anunciado o santinho do Jocelin Azambuja.O cara é candidato a vereador e já acha que pode dizer o que eu tenho ou não que fazer. Nós que sustentamos estes caras e eles acham que podem,diz Bertrand, sempre não muito econômico nas suas posições.


Em paz com o Kolecza pai!
Bertrand diz que apesar das diferenças ideológicas que possui com seu pai, Carlos Alberto,ele tem um bom relacionamento. " Eu não tenho a pretensão de ser o que ele é , apenas temos uma visão política diferente, mas eu sei que ele gosta muito do meu jornal. Agora na casa dele quem lê primeiro é a minha vó, quando eu deixou lá na caixa de correspondência deles",diz orgulhoso Bertrand, como que se sentindo protegido por uma força maior.

Enfim a Folha do Porto fará dez anos em Outubro.Olha que levar um projeto destes adiante tem que ter algo oculto que poucos sabem o que é.É gostar de jornal...

A Suécia é linda no Verão
por Heloiza Golbspan Herscovitz


A Suécia é linda no verão. E acho que só no verão. Terra dos Vikings, do Ingmar Bergman, da Volvo, da Ericsson, da Greta Garbo, da vodka Absolut, do Raoul Wallenberg e do ABBA, para citar alguns ícones. Terra do design, onde qualquer bule de chá é clean, minimalista, ousado. Estive em Estocolmo participando de uma conferência internacional de jornalismo e comunicação e aproveitei para conhecer um pouco do país. Os suecos são mesmo lindos, louros e altos. Depois dos 50, eles continuam em forma e as mulheres engordam um pouco, o que não é novidade em outros lugares. Estocolmo estava lotada de turistas porque os suecos viajam muito no verão. Anoitece as 10:30 da noite e clareia as 2: 30 da manhã. Todo mundo anda de bicicleta. O sueco parece menos tenso que o americano e é muito simpático. Vi muitas igrejas e catedrais, a maioria luterana.

Todo mundo fala inglês. O metro é limpo e seguro. Um dia um bêbado cantava alto no vagão. Dois americanos comentaram em voz alta que aquilo era uma chatice porque nem entendiam o que o sujeito cantava. Na mesma hora o bêbado começou a cantar em inglês. A parte mais interessante de Estocolmo é a cidade velha, Gamla Stan, do século 13.  Visitei mini-ilhas em passeios de barco pelo Báltico que banha a capital  e parte do país. Fui de trem a Uppsala, ao norte de Estocolmo, onde fica a universidade mais antiga do pais. Lindos jardins e castelos. Como todo mundo sabe, o rei Carl Gustav é casado com a brasileira Silvia. Visitei o castelo onde moraram e muitos prédios de arquitetura impressionante, como a prefeitura, onde é feita a entrega do prêmio Nobel.  A família real mudou para o interior. A filha mais velha, Victoria, que visita muito o Brasil, é a herdeira do trono. Ninguém dá muito bola para a família real nessa social democracia que tem 9 milhões de habitantes e é maior que o estado da California, onde vivem 40 milhões de pessoas.

O custo de vida é caríssimo. Um dolar são 6 coroas e com isso não se compra uma bala. A Suécia faz parte da comunidade européia, mas não adotou o euro. Os impostos são altos, mas o governo é generoso: toda a população tem direito a seguro saúde de graça e licença paternidade e maternidade por 18 meses. Vi muitos casais suecos com filhos pequenos aproveitando o sol nos parques. Mas as estatísticas indicam que a Suécia tem as menores famílias do mundo. Muita mãe solteira com filho único; muito casal gay sem filhos.

O pessoal aproveita para se bronzear até no ponto de ônibus, já que o sol é tão raro. Os imigrantes (entre 200 e 400 mil) da Africa e do Oriente Médio, principalmente os muçulmanos, devem morar longe, nos subúrbios e cidades menores, porque só vi alguns saindo do trem em Uppsala voltando do trabalho. Eram provavelmente jovens iemenitas ou etíopes que se vestem com roupas elegantes e coloridas mas cobrem a cabeça. No centrão de Estocolmo, nem tudo é tão limpo. Perto da estação central do metrô vi muitos garotos com jeito de transsexual, maquilagem, muitas tatuagens e piercings no rosto, garrafas de bebida na calçada e alguns mendigos. Pareciam contentes sob o sol . A barra pesa no resto do ano, quando é quase sempre noite e chove muito. Mas no verão, a Suécia é linda!

Coleguinhas

1) Encontrei o Adriano Mazzarino, do Guaxo, na rodoviária de POA, no domingo,dia 3/8. Andava carregado de jornais embaixo do braço. Me disse que está palestrando pra campanhas políticasno interior que é o que ele conhece bem. Mazzarino mora em Encantando. Seu email: mazzarino@pannet.com.br

2) A orquesta da Ulbra está bombando! Suasapresentações na Leopoldina Juvenil, tem sido sempre com muito público.

3) Nesta quarta,dia 06/08, a partir de 19h30min na Usina do Gazometro, lançamento do Festival de Turismo!

4) Encontrei a colega Alline moura caminhando no dia 3/8. Está procurando basquete. Me disse que gostou do bilhete do quintana sobre o papelete do Muccillo , do Periquito da Sorte. Não sei se sabiam, mas o Quintana, o poeta, que fez 102 dias atrás, era fã do jogo do bicho. Jogava diariamente!

5) É hoje, 5/8 na Vara de Precatórias a audiência entre as partes do editor da revista Gol, jornalista José Aveline Neto contra o jogador Ronaldo Nazário. O processo de Aveline teve origem quando Nazário quebrou sua máquina de fotografar numa boite na Coréia, em 2002, durante a Copa do Mundo. Entre as testemunhas de Aveline está o presidente da ARI, Ercy Torma e o deputado federal Ibsen Vals Pinheiro(PMDB). 

6) Prévidi, meu irmão( www.previdi.com.br) no chimarrão da ARI, às quartas, muita gente está querendo entender porque esta tua fixação pelo tamanho do pé de um  apresentador  de tevê? Prévidi,até tu, meu filho, como diria César,quando foi apunhalado no senado romano.

Mudança de visual

Ficou mais clean o visual do site. Méritos de quem trabalhou para isto, o Alfredo. O editor

Porto Alegre no Passado


Vista de um trecho do porto, na extremidade leste. No fundo os bairros industriais.


Av. Borges de Medeiros, vista do lado sul. No centro, o viaduto na Rua Duque de Caxias.

Coleguinhas

1)Na tarde de segunda,dia 4/8, um " maluco" entrou no sindicato dos jornalistas e ficou tendo um " agá" durante 10 minutos, até que o presidente Nunes que estava na casa, encheu o saco daquele discurso e o correu dali.

2) Aliás o sindicato dos jornalistas-rs é um atrativo pros pinel em geral. Tinha um que freqüentou a entidade durante anos e chegava a lavar os tênis e pendurá-los na janela pra secar.

3) Estes maluquetes em geral me lembram a história que o Beto Callage, publicitário da DCS conta quando ele era mero redator na Standart Propaganda.Ele o encarregou de achar algo e o cara sempre que questionado como estava o serviço saía-se com esta : " estou na capi". No terceiro dia, Beto decifrou o enigma: o maluco queria dizer estou na captura, estou correndo atrás.

4) Redações de jornais funcionavam, outrora, como um íman pra malucos em geral.Hoje não é mais permitida sua entrada por que os crachás e a hora marcada tornaram as redações como " fábricas de prego" segundo dizia Vilmo Mederios.

5) Aliás, estou fazendo uma bela pesquisa sobre um episódio que foi esquecido porque não interessa lembrar: a " guerra dos crachás" em agosto de 1971 na ZH, onde Juarez Fonseca e Ademar  Vargas de Freitas acabara saindo. E outra guerra ocorrida numa noite na Folha da Tarde, que se chamou a " guerra das laranjas" onde houveram 6 demissões.

6) E quem vai se habilitar a contar a história da Coojornal? Num livro próximo meu haverá algumas partes, principalmente da perda do apartamento de Antoninho Gonzales e Clarisse Aquistapace. 


Parece que foi ontem, mas já completamos um ano, desde a publicação da primeira matéria deste site. A idéia era de dar continuidade à Revista Fitness, via eletrônica. E não é que conseguimos!! Começamos do zero e hoje o site comemora mais de 6 mil acessos mensais. Isto nos envaidece mas também aumenta a responsabilidade de sermos cada vez mais eficientes.

Neste ano de matérias, memórias e opiniões o leitor que nos brindou com sua leitura acompanhou reportagens inéditas, fatos pitorescos e curiosos, informação, entretenimento e bom humor.

Agradecemos a todos os leitores, com quem dividimos nossa alegria. Continuem nos visitando, brindando com suas opiniões. O site está se aprimora cada vez mais com sua participação. O Editor.

Passeando pelo inverno gaúcho


Assista, clicando aqui.


Coleguinhas

1)Dizem por aí : segundo um coleguinha bem informado o dinheiro que veio pro lobista Lair Ferst e que foi interceptado( esta é a palavra correta) pela Polícia Federal teria partido de uma cidade localizada no Brasil, fora do RS, onde tem uma delegacia da Polícia Federal e agora atentem pro detalhe final: muito conhecida pela " lavagem de dinheiro". Claro que fica numa divisa e numa divisa de tríplice fronteira.

2) Expediente do caderno carros e motos do Correinho do dia 31/07 tem um item dificil de decifrar: diz ele que a redação do caderno foi da :central de textos e embaixo está escrito Textos: Renato Rossi! 

3) É preocupante o estado de saúde de Wilson Muller. Fez cirurgia do instestino grosso, está na UTI do hospital da PUC.
Wilson Muller foi um jornalista  importante na sua época. Trabalhou no Diário de Notícias, foi assessor especial de Maurício Sobrinho, na ZH e diretor de órgãos de turismo do Estado. Natural de Cruz Alta, foi conhecido principalmente pela facilidade com que fazia relacionamentos. 

Veja a coluna “de Olhos e Ouvidos”, publicada na edição deste mês do FITNESS

- Dia 13/7: No programa do Leonardo,” Província de S.Pedro” ele diz” LAGRIMANDO”. Existe? Pra mim, o correto seria lacrimejando. Ou as duas estão corretas?

- Dia16/7: Zé Simão, na Band News, comentou charge do dia anterior de Marco Aurélio, de ZH.” Silêncio: Depto de Criação da PF bolando novo nome pruma nova operação”.

- Dia 16/7: No Bom da rádio Guaíba, Rogério Mendelski chamou “ RENATA BAGATINI” pra falar. Fez confusão. Era Fernanda Bagatini e Renato Rossi que estavam na linha.

- Muitos ouvintes da rádio Guaíba chamam Renato Rossi, de Renato RECHE! Confundem-no por causa da popularidade de Reche, que é o repórter esportivo mais conhecido do Estado.

- Dia 27/06 : “ ME espanha”. Osiris Marins, no Jornal Gente da Band AM queria dizer, na verdade “ Me espanta”.

- Flávio Varrone, consultor do tempo da Band AM, é “ colorado”

- Dia 23/7: Adão Oliveira, da Band AM, estava na coletiva dos candidatos a prefeito de Porto Alegre, na Federasul. Este redator estava lá mas não recebeu convite.Portanto,teve seu acesso restringido a um local de trabalho que os demais colegas participaram.

- Dia 29/06: Correspondente JAIME, da Hora Israelita, da Band AM, está há 3 anos em Israel, mais precisamente em Jerusalém.Há 2,5 anos está no programa.Já fez cerca de 300 comentários para o mesmo.Antes dele quem fazia era o falecido Paulo Gerchamnn.

- Dia 15/07: Renato Rossi, chamou Denise Nunes, sua colega de Correinho de DEISE NUNES. Rogério Mendelski, o apresentador do “Bom Dia”, o corrigiu.

- Deise Nunes por sinal foi vista fazendo compras na manhã do sábado, dia 19/07 na Feirinha da Epatur.

- Dia 17/07, no Café CHAVES, na galeria do mesmo nome, o publicitário aposentado Marco Pena FROES conversa com a turma do IRPAPUS. Nisto chega uma senhora pra procurar um conhecido e o FROES lasca na hora:
- Ele saiu com uma bem mais VELHA do que tu......
A senhora deu meia volta e foi embora p... da cara...

- Dia 03/07, Renato Rossi, do Correinho, reclamou na rádio Guaíba da “ proliferação” de sites que trabalham com automobilismo.

- Dia 07/07: na rádio Guaíba, no noticiário das 7 da manhã, informa que a igreja Universal do Reindo de Deus(IURD) entregou material recolhido em campanha contra o frio para Tarsila Crusius, do Governo do Estado.

- Dia 14/07 : Ás 7h30min : Renato Martins, no Jornal Gente, da Band AM, entrou “ arfando” no ar.

- Dia 23/07: Avião que trazia o fotógrafo Edison Castêncio, do blog do mesmo nome,sacolejou na vinda de Brasília na noite do dia 23/07 no sentido BSB/POA.

- Dia 23/07: na entrevista coletiva dada pela governadora Yeda Crusius em Brasília ela reclamou das perguntas feitas pela repórter Simone Iglesias da FSP: “ você está contra mim?” queria saber Yeda.

Clique aqui e veja e edição completa do FITNESS

Coleguinhas

1) Joabel Pereira, que hoje assessora a governadora Yeda, recebeu dia 30/7 uma " placa" plo tempo que foi speaker na FEDERASUL.

2) Joabel prometeu resolver o problema dos repórteres de rádio durante as coletivas no Palácio Piratini levantado aqui neste site.

3)Balala Campos apareceu,dia 30/7, na Federasul pra coletiva do presidente do INPI,Jorge Ávila!

4) Diego Casagrande tem sido visto também nas coletivas da Federasul.

5)O professor Sérgio Martins, que foi dono da Academia do Parcão tem pintado em eventos, como o café da SERGS e a coletiva da Federasul.

6)Antõnio Augusto Bandeira prepara um outro livro de crônicas,relatos de viagens e textos introspectivos. Bandeira, que é visto c omo um "amargurado" temum texto razoável e fez curso estes tempos com a escritora Cintia " Porque Sou Gorda Mamãe Moscovitch".

7)Muito bom o blog de iedarisco. Ela está na rádio ABC , Grupo Sinos, mas aproveita pra manter o blog atualizado. É uma das repórteres mais bem informadas no âmbito policial. Foi setorista de Polícia da Rádio Band,anos atrás, mas saiu de lá pra assumir a imprensa da Secretaria Estadual da Fazenda.

Enganando os ingênuos

Um amigo e conhecido meu se mudou pra Maputo, em Moçambique no final dos anos 70. Foi pra lá como " cooperante" quando o regime ainda era de Samora Machel.Vai e vira, ele montou uma produtora,virou empresário e faz filmes. Ficou conhecido na capital de Moçambique.Alguns anos atrás, já no governo Lula, ele andou pelo Portinho e contava aos amigos uma história: o ministro da Cultura de então, o cantor Gilberto Gil, estivera em Maputo assinando vários contratos de cooperação nesta área.  O ministro e comitivba ficou  por lá alguns dias mas até aquela data o dinheiro dos contratos que era o que eles queriam necas pau....Ah, em tempo: este meu conhecido e amigo ajudou a Regina Casé a fazer uma reportagem pra TV Globo sobre árvores milenares ou animais que têm por lá....

O aniversário do poeta Mário Quintana


Mario Quintana e sua sobrinha Elena

1) O poeta tinha seus momentos de mau humor e também uma infinita paciência com os leitores. Numa feira do livro de Porto Alegre, Leila Weber atravessava a Praça da Alfândega com uma amiga. Quando encontraram Mário Quintana passeando entre as barracas, a amiga começou a recitar um poema.
Quintana ficou quieto e olhar distante. No final, ele apenas disse:
- Ah, eu também gosto muito de Carlos Drumond de Andrade.

2) No barzinho da Companhia Jornalística Caldas Junior(CJCJ) Mário Quintana comia quindins com café preto e isto que era diabético.

3) Juarez Fonseca compilou um monte de histórias sobre o poeta Quintana que foram editadas num livro pela Artes e Ofícios. O meu exemplar, da primeira edição, emprestei prum grupo de teatro que iria encenar uma peça sobre os 100 anos do nascimento do poeta e tomou doril. ..

4) Acho que foi com o Quintana que aconteceu: estavam num barzinho e serviram um vinho do Porto. Presente o radialista Antônio Carlos Porto e o poeta não perdeu a vez:
- Vamos tomar um vinho do Porto!

5)Há muito boatoe diz-que-diz sobre a sexualidade do poeta. Acho tudo muito hipocrisia. O que tem a ver a sensibilidade dele com sua opção sexual, ou até se foi a vida toda casto? Aliás, no RS basta o cara virar famoso ou ficar rico que ou é bicha ou ladrão. A inveja aqui incomoda.

6) Na palestra que fez dia 26/07 Fernando Morais autor do livro O Mago - biografia de Paulo Coelho - disse que o brasileiro em geral tem o dom de cultivar seus anti-heróis: idolatra Garrincha que morreu na m.... e condena Pelé que é um vitorioso entre outros exemplos. Morais acha que Coelho é mal falado no Brasil por causa da velha e boa INVEJA!

Por fim reproduzo o famoso QUINTANARES de Manuel Bandeira.

Meu Quintana, os teus cantares
Não são, Quintana,cantares:
São,Quintana,quintanares.

Quinta-essência de cantares...
Insólitos,singulares...
Cantares? Não! Quintanares!

Quer livres, quer regulares, Abrem sempre os teus cantares
Como flor de quintanares.

São cantigas sem esgares.
Onde as lágrimas são mares
De amor, os teus quintanares.
São feitos esses cantares
De um tudo-nada: ao falares,
Luzem estrelas luares.

São para dizer em bares
Como em mansões seculares
Quintana, os teus quintanares.

Sim, em bares, onde os pares
Se beijam sem que repares
Que são casais exemplares.

E quer no pudor dos lares.
Quer no horror dos lupanares.
Cheiram sempre os teus cantares
Ao ar dos melhores ares,
Pois são simples, invulgares.
Quintana, os teus quintanares.

Por isso peço não pares,
Quintana, n os teus cantares...
Perdão! digo quintanares

O fotógrafo Luis Ventura manda de Joinville-SC

A vida como ela é - Capítulo: "O pé-sujo" da Duque!

Todas as  vezes que saio do barzinho da ARI( Associação Riograndense de Imprensa) e que posso vou com um amigo tomar uma saideira num " pé-sujo" que descobri na av. Duque, em frente quase ao Everest Hotel.É quase na esquina com a rua Mal. Floriano,  pra quem vai no sentido centro-bairro em direção ao viaduto da Salgado Filho.Tem um outro depois dele, mas este é pra gente mais bem comportada. O dos "bagaceiros" é o anterior.  O bar de dia funciona acho que com cafezinho,cerveja e acho que serve até almoço  mas quando cai a noite, uma turma de pinguços das redondezas  se reúnem ali pra conversar,discutir futebol e até política, porque não. Aos sábados fazem almoços. Num deles  cozinharam na calçada,dentro de um latão, um dourado que haviam trazido de Itaqui, pescado com espinhel no rio Uruguai.E a turma se diverte.
Mas o engraçado, pra não dizer trágico é quando o dono - um sujeito que pelo visto não bebe porque se mantém sereno sempre - começa a despachar os pinguços que ainda estão dentro, lá por  9 e pouco,assim que termina o JN, na TV Globo. Quando entra a novela, ele começa com uns ferros  baixar a cortina de ferro. E aí entra praticamente em campo uma assembléia entre ele e os pinguços que ainda estão por lá. Geralmente são sempre os mesmos.

- Tu me deve ainda 17 real,dizia ele estes dias a um destes freqüentadores que geralmente estão que é um pudim.O banheiro deste " pé-sujo" é outro capítulo à parte. Pra chegar até ele passasse por uma " pinguela" improvisada....

 Nestes poucos meses que tenho ido lá tomar uma saideira - sempre a 3 real, bem mais barata do que a cerveja dos bares da Lima e Silva - nunca os pinguços venderam o bodegueiro. Eles podem até resistir um certo tempo mas depois ele dá uma volta neles e todos vão indo embora aos poucos.

Coleguinhas

1) No barzinho da ARI,sábado,dia 2/8 fiiquei sabendo que a Lei Seca atingiu até o ajudante do Glei Soares, o André, do programa Conversa de Jornalista da rádio da UFRGS. O técnico mora em Eldorado do Sul, vem de carro e não toma um gol de ceva, só guaraná, tudo por culpa da lei Seca. " Se me pegam na volta", justifica, mediante os convites que Glei lhe faz pra tome uns gols.

2) Wanderley Soares, que andava distante do barzinho da ARI,voltou no dia 02/08. Conversa depois prosseguiu na " Picanha" onde se agregou ao grupo, o Moah, do " Marca na Cal" jornal do Simon, o juiz de futebol.

3)Este redator, com orgulho, foi indicado no dia 31/07 como suplente na chapa do conselho deliberativo da ARI. Sou suplente da Olenka, mas não vou fazer como deputado suplente que torce pro titular ou morrer, ou assumir uma secretaria de Estado.

4) Por falar em ARI, o Ayres Cerutti agora quer fazer lá dentro um palco. O Verdi Fachini, que foi da Marinha, e que dirige este setor da entidade - não o da Marinha, mas do prédio - se assustou: " Meui Deus, eu achei que estava no Teatro S. Pedro".

5) O bom do programa Conversa de Jornalista é que ele é ao vivo. Sábado,dia 02/08, " dei uma bola nas costas" do escritor Sérgio da Costa Franco e ele não teve como sair dela, porque o Glei Soares tocou o microfone na boca dele pra ele se defender,ou explicar. Isto é que dá sal a um programa.

6) Fazia anos que não ouvia o " Sala" na Gaúcha. Na sexta,dia 01/08 ouvi. O Cacalo deu uma ganhada no Kenny Braga, de deixá-lo sentado no chão. O Kenny levou 3 segundos pra entender a ironia e depois saiu com l0 tijolos pra cima do contendor.

7) A rádio Guaíba, ou melhor o Programa " Província de S.Pedro" do apresentador " Céu,Sol.Leonaldo,Sul" estava uma esculhambação na manhã do dia 03/08. Sei disto porque sou ouvinte assíduo desde que surgiu. Repetiram o mesmo bloco musical na segunda parte o que prova que o programa é em compota,isto é gravado.
E pra piorar, no notíciario das oito, o locutor leu que a polícia tinha "APREENDIDO" uns menores e levados a Fase. Que fase,diria eu? Onde anda o Ataídes Miranda, dormindo?

8)  Ele não quer que se divulgue mas como é uma pessoa pública, é meu dever de ofício: o niver de 80 anos do escritor Sérgio da Costa Franco será comemorado dia 09/08 no restaurante Baumbach,- restaurante de comida alemã - mas apenas para quem recebeu convites. O horário é das 210h às 24 horas.Desejamos ao historiador,que recentemente lançou " Memória de um Escritor de Província" Feliz Aniversário!

A vida como ela é ....
O telelanches voltará pra rodoviária de onde não deveria ter saído...

Certos negócios dão mal porque os que os gerem, pedem pra que isto aconteça. Aconteceu com um amigo meu que tinha uma casa de lanches na rodoviária há 28 anos e que se dava bem. Vivia falando mal do sócio que o sócio o roubava, patatipatatá...Mas veio uma das igrejas evangélicas, fez uma grande oferta pro dono do terreno que levou tudo. Em dois anos meu amigo teve que levantar acampamento. Primeiro abriu uma tele na José de Alencar, mas lá é pequena, dá pro fumo, como se diz, e olhe lá.

Então meu amigo procurou numa imobiliária que lhe empurraram pra cima um ponto, que o dono da imobiliária chamou de " Pontaço". Pontaço deve ser a m...dele, porque em três meses este meu amigo, viu o dinheiro do aluguel, da luz, da água, tudo indo água abaixo. " Em 3 meses pas sei do céu pro inferno" disse-me na sexta-feira, dia 02/08, entre entristecido e assustado com as dívidas que contraiu para manter a tele na zona nobre do Bom Fim.

Agora, o meu amigo anunciou nos classificados a venda do ponto. Já pintou alguém lá que quer...Ele vai voltar pra rodoviária, cheio de dívidas, porque até o carro da sócio do escritório de advocacia que têm está empenhado no banco pra contrair um empréstimo.

Assim é a vida...em 3 meses passasse-se do céu pro inferno. É só querer dar o passo maior do que a perna, como diziam os antigos. 

E toda aquela turba que o acompanhava quando ele andava bem de grana antigamente,sumiu.
Restaram alguns poucos amigos.... 

Coleguinhas

1) presidente Ercy,acabou a era do fax. Na quinta passada,dia 31/07, o presidente da ARI, Ercy Torma enviou a Coletiva Net a lista de 100 e tantos nomes que foram escolhidos pra compor o novo conselho deliberativo da entidade. Entre eles, como suplente,deste escriba. Mas o nosso presidente mandou via fax. A Maristela Bairros, do outro lado, chiou...Ela teria que digitar tudo aquilo? Não teria como mandar via imail?
Aí telefonaram pra Carolina funcionário da secretaria da entidade, que já tinha saído da ARI, que deu a senha do seu computador - sim os terminais ficam bloqueados senão já viu ,né - e mandararam por email a nominata. Presidente Ercy acabou o Fax. O fax é dos tempos dos dinossauros!

2) Dia 08/08, 12 anos da morte do ex-presidente da ARI, Antoninho Gonzales.

3) Dia 06/08,  59 anos da Marcopolo!

4) Me dei ao trabalho,neste domingo,dia 03/08 de ler toda a nominata dos conselheiros da ARI indicados pro próximo período: estou de suplente e em boa companhia. Estou junto do Santiago, Mendelski,entre outras feras. Assim que nada tenho a lamentar.

5) Na Coletiva Net, dizem que o período do Conselho deliberativo da ARI é 2008-2111. Será tanto? Vamos cuidar da digitação,principalmente com números?

6)Não sabia que o primeiro nome do Cascatinha era Deitmar! Convenhamos que não é um nome artístico...

7) Há rumores sobre a revista VOTO!

 
 


Espaço dos Leitores

Tchê, Canton, desculpe te avisar assim em cima, mas hoje estamos abrindo no Mercado Público a Semana do Peixe, que é uma ação da Secretaria Especial de Agricultura e Pesca, do governo federal, da Associação do Mercado, da Abrasel, do Sindpoa, Prefeitura de Poa e do nosso jornal. Nesta edição, que vai a 30 mil exemplares, estamos trazendo uma caderno especial de oito páginas sobre a cadeia produtiva da pesca, numa parceria da SEASP, dentro de uma série de ações de um programa de políticas públicas voltadas ao setor, como o reordenamento da pesca, por exemplo. Abçs. Emilio.

Olides: O período eleitoral deixa todo mundo fora do normal. Temos até jornalista carregando latas de tinta no interior e sendo 'surpreendido' pelos 'paparazzis' de plantão. Abraço, Mazzarino.

Olides, sua mensagem trouxe força, coragem, espírito positivo, saúde e felicidade. Deus continue abençoando-o para continuar desvendando a todos nossos valores étnico-histórico-culturais. Deus o abençoe e proteja. Frei Rovílio.

Caro Olides, parabéns pela excelência do site e das informações, todos apreciam as imagens do passado que registram a história da impressa gaúcha. Aliás,  a imprensa já merece uma obra literária de resgate desta história.

Coleguinhas na mídia: Mendelski em seu progarma da Rádio Guaíba já demostra total integração com a emissora e pensamento de seus novo proprietários: Na semana passada, conversando com o apresentador Farid Germano Filho às 06:30 horas, manda um abraço aos 'IRMÃOS" da TV... Outra do Mendelski, OS NOSSOS ANIVERSARIANTES, são do jornal O SUL, que publica diariamente os aniversariantes do dia, sem tirá-los da ordem que constam na página do Caderno de cotidiano do jornal. Os colegas João Garcia, João Carlos Belmonte, e o narrador "GIGANTE DO VALE MARCÃO COUTO", gozavam da Argentina que só tinha uma medalha de prata, esqueceram de ler nos jornais que no dia anteiror, los hermanos já tinha conquistado a primeira de Ouro, no Ciclismo... Abraços e novamente parabéns, Mário Lis

Canton, como vai teu site? não tenho acessado. o livro digital do cultural deu 110 páginas, estamos na finalização, depois te passo uma cópia. olha só, o caco vai estar em porto na quinta, de passagem. vem para uma palestra em santa cruz. e dia 27 chega a exposição da mírian, do rio de janeiro,do trabalho que inicamos aqui em porto alegre, sobre as religiões afro-gaúchas. será no átrio do santander, uma super exposição. em setembro, lançamento do livro da sandra.
abçs. Emilio Chagas

Pessoal, o observatório da imprensa publicou minha matéria sobre o Los Angeles Times. Helô
Clique aqui para ver a matéria.


Olides muito legal a entrevista com o Fiorin, da rádio Odisséia. Dá uma volta no tempo, dá vontade de ficar ouvindo as rádios do interior, com aquela dinâmica própria, simples, direta, mais humana e cópia do local de onde é transmitida. Gostei muito da entrevista. Parabéns. Seria legal ampliar, buscar outros colegas que também devem estar fazendo trabalho com resistência, solitários, éticos e profissionais do jornalismo, na luta sempre da notícia contra o dinheiro. Francis.

Olides, nem acreditei que faz um ano do teu site. Está cada dia mais bonito. Parabéns. Torço muito por ti. Grande abraço, Alenir Canton

Salve, Olides. Pois é, tua matéria sobre os dez anos do FP mexeu com a comunidade jornalística. O meu pai me ligou para saber como tinha sido isso e tal e, óbvio, pediu uma cópia. Eu não consegui entrar no 'edições anteriores' teu para fazer uma impressa. Podes me indicar um caminho? Me enviar o arquivo que eu imprimo aqui, sei lá, ... Abraço, Bertrand

Prezado Olides: Não nego, só hoje, quando De olhos e Ouvidos completa um ano, soube, na reunião do Clube de Opinão, que elegeu o Gilberto Simões Pires como presidente, substituindo ao inteligente e esforçado Júlio Ribeiro, é que soube da sua existência. Estou lendo aqui na Redação do Jornal do Comércio e achei muito interessante. Sou um devorador de notícias e informações, atuais, novas e antigas, pelo que perdi - no bom sentido - uns 15 minutos para ler todos os textos que publicastes, notícias, histórias, estórias e tudo o mais. Por favor, pode enviar para o meu e-mail em casa, onde tenho bem mais tempo, à noite e de manhã, para ler, mas também quero receber aqui no JC. Abraço. Felicidades, paz, amor, sucesso e saúde para ti. P.S.: O Fernando Albrecht ainda não chegou. Quando chegar, vai babar..

Pois então, o site é leonino.... rssss....Parabéns para ti e tua equipe.Vou levar uma OPA BIER ao término da jornada, para degustares essa maravilha que eles produzem aqui... Abs e sucesso... Luis Ventura

Amigo  Olides,  um forte quebra-costelas pelo aniversário deste site, e também por ter pessoas como você a falar e escrever a verdade,  assim  como  outros que conhecemos, mas,  vai em frente  xirú velho,  tenho  a  certeza  que   por  muitos  e  muitos  anos irei  ler esta Newsletter,  que recebo   deste site caro   amigo, volto a felicitar e que nosso D e u s maior  lhe   dê   muitos  e  muitos   anos  de saúde para escrever estas verdades  que  lemos,basta acessar, um grande e forte  quebra-costelas   Xirú Velho. Godofredo Mariante, Leitor Assíduo.

Olides velho, parabéns! Você merece.Obrigada também pelas palavras carinhosas. Beijão, Helô  

Bom dia, Olides,  muito obrigado, mesmo, pelo registro que fizeste, uma reprodução verbatim da nossa conversa, o que só prova teu talento e vivência de repórter. E fiquei acompanhado do aniversário da Marcopolo. Uau!! Mas eu me emocionei, mesmo, foi com a última frase, que termina com "gostar de jornal". Foi a melhor matéria que li sobre Folha do Porto, de as poucas que foram feitas nesses anos. Prova, mais uma vez, o talento e o faro de quem fez as perguntas. Sem elas, necas. Grande abraço e muito sucesso para o teu site. Bertrand Kolecza e Saionara Goldoni - Folha do Porto

Parabéns pelo aniversário!!! Bj. Maria Helena Aveline 

Bom e velho amigo Olides, lenda viva do jornalismo gaudério. Um abraço pelo aniversário do site.
Luiz Chuvisco Fonseca.

Parabéns Olides pelo primeiro aniversário de seu blog. Desejo longa vida a ambos,
abraço, Valdir dos Santos

Quero através deste parabenizar o seu trabalho Olides e de todos do site, tenho acompanhado, sobretudo na parte de busólogo, e me aprofundo também nos temas políticos por vocês sempre muito bem relatados. Como é bom termos espaços independentes de conteúdo jornalístico, talvez o maior feito da internet para nós.Abraço e sucesso prolongado. Att, Fabiano Zimmer

Olá Olides, parabéns  pelo êxito do teu brilhante site que completa 1 ano de atividades jornalísticas com seriedade e competência.abs Nelson J.Moura

 
 


Olides Canton - Jornalista e Escritor


Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor



© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.

 


ALTO DA PÁGINA

 



Brulars







contato@replay.com.br





EDIÇÕES DO FITNESS

Edição110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99



ANUNCIE NO SITE!
Entre em contato conosco



Edições Anteriores do Blog


LINKS
QUE RECOMENDAMOS

Acirs
Affonso Ritter
Agência Edison Castêncio
Agenciafreelancer
Assembéia Legislativa RS
ATM
Bancada Gaúcha
Blog das Américas
Blog do Ucha
Brasil Imprensa Livre
Canetinhas e Microfones
Capital Gaúcha
Clovis Heberle
Coletiva.net

College of Liberal Arts
Comuniquese
Diego Casagrande
E aí beleza?
Ecoagencia.com.br
Emanuel Mattos
Enfato
Esquina Democrática
Espaço Vital
Espanhol Fotos
Eu acho que
Famurs

Felipe Vieira
Fernando Albrecht

Fernando Gabeira
Fogaça15
Frota & Cia
Gilberto Simões Pires
Governo do Estado do RS
Ieda Risco
Jayme Copstein
Jornal A Hora
Jornal Sierramar
José Dirceu

José Luiz Prévidi
Manuela65
Mirian Fichtner
Odinha Peregrina
Onix
Partido Progressista
Percival Puggina
Políbio Braga
Política para Políticos
Prefeitura de P.Alegre
Programa.com
Ricardo Noblat
Rogério Mendelski
Rosane Oliveira
RS Urgente
Sindicato dos Jornalistas
Sup. Portos e Rodovias
Valeria Reis
Via Política
Vide Versus
Yucumã
Zero Hora
Ziptop

REPORTAGENS
ESPECIAIS


Veja em "Memória"





 

 

 



 

amplie a imagem www.marcopolo.com.br amplie a imagem amplie a imagem