Noticias e comentários sobre política, Gafes, episódios e causos dos que fazem a notícia Estradas, ônibus, restaurantes e histórias familiares, são parte da literatura do autor
 

ARQUIVO: EDIÇÃO DE DEZEMBRO DE 2007

S.Borja " tá mesmo melhor?"

Na foto vemos o prefeito de S. Borja, Mariowane Weis(PDT) recebendo a visita do deputado federal Pompeo de Mattos(PDT). O prefeito e dois assessores estão " vestindo " literalmente a camisa da prefeitura, com a inscrição que virou o mantra local" S. Borja tá melhor". Na cidade alguns oposicionistas que se reúnem no bar La Barca, no centro, comentam que a Oposição deverá agora em 2008 lançar o bordão: " S.Borja tá bem pior". Intrigas da Oposição ou será verdade? As urnas é que vão dizer..


Fundador do Barranco com seu filho e sócio

Legenda: Chiquinho e seu pai Vicenzo Tasca (Foto: WB/Sierra).
Na foto feita pelo colega Wilson Sierra, a presença do Vicente Tasca - um dos quatro irmãos fundadores da churrascaria Barranco - junto com seu filho e sócio Chiquinho Tasca. O Barranco inaugurou a choperia, do lado de fora. Outros também chamam de "quiosque". De  lá sai parte do chopp que é servido nas mesas debaixo das árvores.


Coleguinhas
Jayme Copstein - ex rádio Gaúcha - vai ter um programa na rádio Pampa e escreverá em O SUL. Quem anunciou foi o Flávio A.Gomes, dia 22/12 na ARI.


ARI dá posse a novos conselheiros honorários
No  sábado, 22/12,a Associação Riograndense de Imprensa (AR) deu posse a novos conselheiros honorários. São eles, o advogado Alfonsin( que não foi porque alegou que teria que dar uma entrevista pré-agendada a uma pesquisadora)  Ênio Rockenbach, Flávio Alcaraz Gomes e o presidente do Conselho Deliberativo da entidade Antônio Carlos Porto ( que tinha viajado a Campinas, onde residem familiares) e o dono do jornal Kronica, Luís Osório, conhecido por " Barão". Numa solenidade onde houve rasgados elogios de tudo era parte, um gaiato comentou que quando o mestre de cerimônias do ato, Jayme Copstein, chamou Flávio A. Gomes pra receber sua laurea, era o caso de DEUS olhando pro próprio DEUS.


ARI I

Flávio foi o mais engraçado de todos eles. Saindo do formalismo disse que quando " os bispos da IURD" assumiram a Caldas Junior lhe perguntaram: - O que vais fazer? E ele respondeu:- Vou fazer 80 anos. Depois lembrou o caudilho gaúcho Flores da Cunha, um irreverente, que quando alguém foi entrevistá-lo o elogiou muito e Flores respondeu:- Bonito, mas todo CAGADO!


ARI II
Flávio nem ficou pro coquetel, oferecido pelo Sindiradio. Por sinal, nem o presidente Ary dos Santos, compareceu.


ARI III
Flávio Alcaraz Gomes aproveitou a ocasião pra dizer que a rádio Pampa e o Jornal o SUL contrataram Jayme Copteins. Cuidado, que não vai sobrar nada pros outros. Levará toda a audiência para lá...


ARI IV
E já que falo de festas, no dia anterior, ao encerrar o ano, o presidente do Sindicato dos Jornalistas, José Nunes, lembrou que em 2008 o sindicato vai realizar o congresso estadual da categoria, mas que pela primeira vez será feito no interior do Estado.


Ainda o prêmio ARI de Jornalismo
Assim que terminou a apresentação do audiovisual da Rede Record, alguém gritou da platéia: " Menos"!Humberto Trezzi de ZH, um dos premiados da noite, assim que terminou a solenidade foi ligar para uma fonte da Polícia Federal porque os boatos eram grandes sobre prisões no desdobramento da Operação Rodin, do Detran-RS. O nome de um jornalista foi tapado com uma tarja preta numa placa  num escritório que trabalha com assessoria de imprensa.


Pressa
Na manhã do dia 21/12,sexta-feira, ainda houve tempo de um motoqueiro passar na casa pra pegar uma importante assinatura na casa de um dos diretores que estava se mandando pra praia.


Niver
A Rosa Loureiro, que cuida dos jornalistas que utilizam a sala J.C. Terlera,na Assembléia Legislativa do Estado, fez aniversário no dia 25/12.Ela não revela nem sob tortura quantos fez. Foi pra S.Borja passar  o Natal e o niver com a família. Mas dia 26/12 estará de volta ao batente.


Coleguinhas
No frigir dos ovos, a direção da ARI achou que deu tudo certo na entrega do Prêmio ARI de Jornalismo. A não ser o fato de que ela não pode distribuir um livro contando a história do prêmio. Será feito depois, sob " NOVA ORIENTAÇÃO".


Rescaldo da inauguração da Rota do Sol
O colega Ary ( o Arisinho pros amigos) Teixeira, da imprensa do interior do Palácio Piratini, lembra que enquanto o RS conseguiu agora ter uma ligação asfaltada do interior com o litoral( no caso a Rota do Sol, os " catarinas" já possuem 3. 


Chegou o verão!
Não há como não virar poético com a chegada do verão. Não sei porque mas é a estação que no imaginário popular é sinônimo de felicidade, preguiça, alegrias, encontros, descanso,enfim tudo aquilo que o ser humano sempre almeja.



Nesta foto do colega e amigo Manoel Loir Gonçalves - hoje um morador fixo de Torres, onde nasceu - vemos um pescador lançando as redes num amanhecer junto ao Rio Mampituba, na divisa com Santa Catarina.Aos fundos um barco de pescadores, que provavelmente estão regressando neste nascer do dia de uma noite de pescaria no mar. Do outro lado está Passo de Torres, hoje já município catarina.


Verão I
Pra saudar a estação que entrou no Hemisfério Sul às 4h08 minutos do dia 22/12(quando a maioria de nós dormia ) aí vai o poema o Barquinho composição de Roberto Menescal e Ronaldo Boscoli (este último ficou mais conhecido como " o marido da Elis Regina",
mas era um baita poeta e compositor).

"Dia de luz, festa de sol
E um barquinho a deslizar
No macio azul do mar
Tudo é verão e o amor se faz
Num barquinho pelo mar
Que desliza sem parar...
Sem intenção, nossa canção
Vai saindo deste mar
E o sol
Beija o barco e a luz
Dias tão azuis!
E o barquinho, coração
Deslizando na canção
Tudo isso é paz,tudo isso traz
Uma calma de verão e então
O barquinho vai
A tardinha cai
O barquinho vai
A tardinha cai..."


Daniel Andrade
Daniel Andrade, secretário de Infraestrutura e Logistica do Gov. do Estado, trabalhou no Planejamento do Trensurb. E era da turma do professor Carlos Crusius, marido da governadora Yeda.


Uma no cravo, outra na ferradura!
No dia 20/12 último, na inauguração do Viaduto da Cascata( na Rota do Sol) a governadora Yeda Crusius teceu elogios ao ex-governador Germano Rigotto, que esteve presente ao ato.Rigotto e Yeda comportam-se como se vão ser adversários na próxima eleição a governador, apesar dos elogios em público que na verdade não passam de "puro teatrinho", como dizia o senador Pedro Simon(PMDB). Se Yeda não convidasse Rigotto - que havia inaugurado 9 postos da Rota do Sol em fins de 2006 e gastado mais de 300 milhões de reais na rodovia - ficaria muito chato junto ao eleitorado. Convidando o governador para inaugurar o Viaduto da Cascata, ela ficou bem com o eleitorado, não pareceu deselegante. Mas parece saber que não pode e não deve encher muito a bola do Rigotto, possível adversário lá em 2010. Tanto que os elogios foram muitos, foram pras colunas políticas dos jornais do dia seguinte( como a prestigiada coluna de Rosane Oliveira, na ZH de 21/12), mas o site www.estado.rs.gov.br do governo estadual postou em seguida fotos da inauguração feitas pelo fotógrafo do palácio Jefferson Bernardes. Em nenhuma das que foram postadas, aparecia o Rigotto. Só a Governadora e seus secretários.


Simon X Collares
Esta " briguinha " entre o governador que entra e o que sai é coisa velha. Simon e Collares também andaram às turras uns tempos. Depois fizeram as "pazes". E lembrou bem o colega Pedro Macedo, Collares convidou o senador Pedro Simon pra inaugurar a duplicação da Canela-Gramado, iniciada no governo do PMDB. Bem como aconteceu dia 20/12 na Rota do Sol, no Viaduto da Cascata.


Governadora inaugura mais uma etapa da Rota do Sol


A governadora Yeda Crusius e o secretário da Infra-estrutura e Logística, Daniel Andrade
durante entrega das obras da Rota do Sol. Foto: Jefferson Bernandes/Palácio Piratini.

É uma novela que parece não ter fim. Depois de mais de 30 anos de obras, vários governadores do Estado, a Rota do Sol( a RS 486) no seu trecho mais crítico que é a descida da Serra do Pinto está concluída,se não faltasse um parte: junto à BR-101, onde foi feito um viaduto, faltam duas alças e para acessar a BR-101,quem vem da Serra em direção ao Litoral, ainda trafega num pequeno trecho de estrada de chão. Dia 20/12( " escolhi o dia 20 porque esta data é muito cara ao RS", disse Yeda Rorato Crusius junto ao viaduto da Cascata, quando dava por entregue mais uma parte da obra)foi entregue pela governadora o Viaduto da Cascata, uma obra que era para ser um túnel mas que os engenheiros transformaram apenas um viaduto e que teve o custo de 32 milhões de reais. Germano Rigotto, o ex-governador que no final do seu mandato inaugurou 9 trechos da Rota do Sol esteve presente e lamentou que foram 30 dias de chuva que o impediram de ele ter concluído este viaduto que Yeda Crusius fez este ano.


Rota do Sol I
A inauguração do Viaduto da Cascata - de 340 metros, com vão de 38 m iniciado em julho de 2006,feito pela Construtora Sultepa S/A - custou 32 milhões de reais. A governadora não se lamentou no discurso e disse que faz o que pode com a verba que tem.Vê-la falando me lembrei de uma dona de casa que recebe um " x " mensal do marido e que não pode ir além disto. A governadora parece ter os pés bem no chão com as finanças do Estado, com o que pode gastar, com o que não pode gastar.


Rota do Sol II
No dia 20/12 não houve a " euforia" misturada a uma certa " nostalgia" que ocorreu em 2006, quando o então Governador Germano Rigotto abriu cones por tudo quanto era lado da Estrada Rota do Sol. Mas no dia 20/12 pra inaugurar o Viaduto da Cascata, a Polícia Rodoviária Estadual fechou o trânsito e uma longa fila de gente esperando - inclusive ônibus de linha - fazia ver a revolta de alguns motoristas com o " trancaço" da rodovia. Não gostaram e na descida,dentro do ônibus que conduzia a comitiva de jornalistas que foram ao evento, vários dos motoristas parados ali, mostravam seu relógio e faziam ver a grande indignação com as mais de duas horas de espera embaixo de um solaço.


Rota do Sol III
Yeda Crusius prometeu 7 milhões de reais para o ano de 2008 para realizar contenção de encostas na Rota do Sol. E disse que sempre que a rodovia apresentar perigo de tráfego, o DAER irá fechá-la.Ela mesmo disse que os congestionamentos serão muito grandes nos dias de muito trânsito, porque não há nem como pensar em fazer novas pistas justamente em viadutos e túneis.


Rota do Sol IV
Ao longo do trecho, a paisagem já mudou muito. Num ano e pouco já aparecem construções para explorar o turismo que seguramente a rodovia irá proporcionar.


Rota do Sol  V
Mas como alegria de pobre dura pouco, preparem seu bolso, porque ontem o secretário de infraestrutura e logística, Daniel Andrade já anunciou um " pedágio ecológico". nada de novo. Ele estava previsto desde que a rodovia começou a ser aberta. É pra conservação das espécies junto a estação ecológica de Aratinga, que o IBAMA exigiu que fosse construída.


Rota do Sol VI
Quando a Rota do Sol estava sendo feito, o IPHAN exigiu que se restaurasse uma casa em enxaimel( estilo de alemães) que existe na descida da Serra do Pinto. Gastou-se com isto 250 mil reais. A casa está abandonada, ninguém a assumiu e as vacas entram nela para dormir e fazer suas necessidades fisiológicas.


Rota do Sol é inaugurada pela enésima vez
- Ah, tá sem sinal, fudeu! Era o primeiro sintoma que estávamos chegando ao pico da Rota do Sol, na bonita manhã já de verão do dia 20/12. Os coleguinhas que acompanhavam o Ary Teixeira e o Gustavo Moritz, do Governo do Estado, estavam deslumbrados com as belezas naturais da Serra do Pinto mas também queriam fazer contatos com as bases na capital pra dar notícias e saber que matérias queriam deles. Quando o despertador tocou as 5 horas em ponto da manhã do dia 20/12 pensei em desistir. Já conhecia a Rota do Sol. Era noite ainda, queria descansar.Mas pulei 15 minutos depois, tomei um chuveiraço frio, um chimarrão e quando faltavam 15 minutos pro ônibus da São Marcos partir de frente do Palácio Piratini, fui o primeiro a entrar no veículo. Os demais colegas chegaram em seguida, mas não faltou quem perdesse o veículo. Em plena freeway, uma ligação com uma colega dizia que um integrante da comitiva perdera o ônibus.- Alguém tem fone com sinal? gritava o coleguinha da Band AM, porque seu celular não pegava. - Teve um acidente com 15 mortos? queria saber outro colega ao ouvir algo sem muito sentido que estava sendo dito no ônibus. - Que localidade é aqui, perguntava a outra coleguinha,desorientada. Lá embaixo uma fila imensa de automóveis retidos ficavam furiosos quando deixaram nosso ônibus seguir - Este é o ônibus da governadora,deixa passar, disse o Gustavo pro policial rodoviário. - Ah, preciso fazer um boletim, mas fudeu continuo sem sinal reclava outro repórter de uma outra emissora. Os repórteres que cobrem o Palácio Piratini e a Assembléia Legislativa estavam um pouco desorientados longe dos confortos e com as linhas interrompidas.Demonstrando pouco contato com obras rodoviárias, uma coleguinha desconfiou: - Este asfalto é novo, foi colocado ontem... - Ah, que bonito, tira uma foto, nem que seja do celular, dizia outra colega,maravilhada com a paisagem  assim que o ônibus parou junto ao viaduto da Cascata, local onde Yeda Crusius discursou. Quando chegam o grupo de repórteres mostram que são velhos conhecidos do ex-governador Germano Rigotto(dizem os maldosos que muitos integrantes do Governo Yeda o chamam de " Governador licenciado" porque ele vai sempre uns dias antes nos municípios onde ele sabe que a governadora passará) e vão falar com ele. Depois chega a governadora acoampanhada do seu secretário de comunicação, Paulo Fona, e os abraços não são os mesmos. São apenas cumprimentos formais. A solenidade transcorre dentro do normal e quando Yeda pede para dar uma volta na rodovia,uns colegas trocam de ônibus. Aí na descida é mais tempo ainda porque o colega da TV Ulbra quer fazer imagens na parte externa de um túnel, um outro quer gravar uma externa." Ah, vocês iam ver se a Heidy( a repórter da TVE) estivesse aqui. Ela ia querer gravar de tudo quando era posição e iam ver o tempo que iamos levar, desabafa um cãmara que já trabalhou com ela. Mas sem a Heidy nem era meio-dia e já estávamos no restaurante - " um bastantão", como o chamou um colega - na beira da BR-101 comendo nosso almoço de cada dia.Depois foi um abraço; 15 horas em ponto estacionamos de volta sãos e salvos na frente do Piratini. Até a próxima INAUGURAÇÃO da ROTA DO SOL !!! 


Mensagens
Os blogs tornaram-se nos últimos dias cheios de mensagens de boas festas e de notícias de prêmios. Que chatice! Argg... Venha logo 2008...


" Duas ou três coisas " que sei do Prêmio ARI de Jornalismo
1) quem ganhou o primeiro lugar de fotografia - Favaro Gonçalves, do Correio do Povo,não era pra ter ganho. Só que o júri acabou dando pra ele porque o outro - que era uma foto de um cara com muletas saindo de um posto de perícia do INPS e entrando num carro, já caminhando - tinha sido inscrito no nome do chefe e não do fotógrafo.

2) A TVE mesmo com poucos recursos ainda faz boas matérias,até porque tirou o primeiro lugar em telejornalismo.

3) Jayme Sirotsky retirou-se do Dante Barrone assim que falou sobre a RBS. Não esperou o Marcos Martinelli falar da Record.

4) O fotógrafo Alfonso Abraham também foi embora junto com a mulher, quando viu que não era um dos premiados.

5) O Prêmio ARI ainda tem o respeito entre os profissionais do meio.

6) Os jurados nada ganham pra trabalhar dois ou três dias em ritmo intenso. Este ano ganharam o almoço, que o Ayres Cerutti conseguiu de permuta.

 7)Ano que vem, o Prêmio ARI deverá ter um para WEB.

8)O coquetel que rolou antes e depois da entrega foi bem legal. Ninguém diz, mas todo mundo gosta de uma boca livre.

9)O assunto mais comentado, à boca pequena, na noite de 19/12 foi...Deixa isto pra lá.... e nada tinha a ver com os prêmios, mas tinha a ver com colegas....

10)Teve candidato que chegou ao Dante Barrone CERRRRTo de que ia ganhar. Não levou!


Homenagem aos " colorados" pelo primeiro niver do título mundial
Veja

Coleguinhas
Gustavo Moritz está assessorando Daniel Andrade na Secret. da Infraestrutura.


"Companheiro" Chaves nunca diz pra onde vai

 
Fotos José Ernesto
Quando esteve em Porto Alegre como presidente da Venezuela, em 26.01.2003, no comecinho do governo Rigotto, Hugo Chaves, ainda não tão conhecido e falado, ostentou  um exemplar da  Constituição pra dizer que era com ela que ele governava. Chaves andou pela Assembléia Legislativa, sempre acompanhado de uma baixinha, que é sua intérprete, e de vários seguranças.Na Assembléia sentou ao lado do então presidente do legislativo, Sérgio Zambiazi. Ficou-se então sabendo que a assessoria do Chaves nunca sabe antes pra onde o presidente vai, por medida de segurança. Assim, eles sempre tem duas malas: uma pra clima quente e outra pra clima frio. Numa das vezes, os assessores se prepararam e ficaram sabendo que estavam indo pra Moscou, prum encontro com o presidente Putin. Assim é a vida do companheiro Chaves. Ah, em tempo: ele apareceu na sacada do Palácio Piratini, acompanhado do governador Rigotto. A "massa" - composta de petistas e gente da deputada Luciana Genro(PSOL) queria vaiar o governador, mas Chaves pediu que se calassem." Uma no cravo e outra na ferradura" diz o ditado do poder. 


São Borja vai construir memorial para Jango e Getúlio!
De S. Borja(RS) chega a notícia de que a Petrobrás topou financiar 7 milhões de reais para construção de dois memoriais. Um para Jango,outro para Getúlio Vargas. Agora terão que ser feitos os trâmites junto ao Ministério da Cultura. O prefeito Mariovane Weis(PDT) acompanhado de outras lideranças do município esteve dias atrás na Petrobrás no Rio de Janeiro levando o projeto.


Prefeito Mariovane Weis e comitiva São-borjense estiveram reunidos com a direção da Petrobrás


Prefeito Weis, Ibrahim e Armando Tripodi da Petrobrás
Foto: Assessoria de imprensa da Prefeitura de São Borja-RS

Na semana passada, o Prefeito Mariovane Weis juntamente com o presidente do SIDILOJAS Ibrahim Mahmud, o diretor de captação de recursos da Secretaria Municipal de Planejmaneto, Júlio Cézar Muniz, e a coordenação estadual do SEBRAE, estiveram reunidos com a presidência da Petrobrás na cidade do Rio de Janeiro. Na bagagem um projeto para a construção do Memorial dos Presidentes Getúlio Vargas e João Goulart, orçado em R$ 10 milhões. De acordo com o Prefeito Mariovane a direção da Petrobrás através do senhor Armando Tripodi foi muito receptiva ao projeto e fez boas referências ao apoio necessário. O próximo passo é o encaminhamento do mesmo para o Ministério da Cultura para inscrição junto a Lei Rouanet que apóia projetos culturais por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.A Petrobrás confirmou extra-oficialmente que poderá contribuir com aproximadamente 70% do valor do projeto, sendo que este deva baixar seu orçamento para R$ 7 milhões.


Coleguinhas
O colega Ary Teixeira, do Palácio Piratini, coordena a ida de jornalistas,hoje,20/12 pra inauguração de trechos da Rota do Sol. Um maldoso dizia,ontem, que é a expedição MARCOPOLO: sabe quando sai, mas não sabe quando volta.


Coleguinhas
Meu Deus? que operação Guttemberg é esta que o Prévidi promete detalhes?Estamos todos no aguardo nós seus leitores.


O "jeito Lauro de ser"!
Dia 19/12, nos elevadores do Museu Hipólito José da Costa,pode-se ouvir esta conversa entre dois funcionários:- O Lauro, sem botão na camisa, com a barriga de fora...
A Célia Ribeiro não poderia lhe pregar o botão pelo menos.
- Pois é,dizia o colega.Referiam-se ao novo diretor, jornalista Lauro Schirmer.
Por volta de 18h30min , os funcionários foram chamados ao primeiro andar ondefica o gabinete do  diretor Lauro Schirmer para  brindar com champagne pelo final do ano.


Boas Festas
Recebi votos de boas festas da imprensa da Federasul.


Rota do Sol
Pela 'enésima' vez a Rota do Sol será inaurada hoje, dia 20/12.No ano passado, nove trechos o foram pelo governador Rigotto, que saía do governo. Mas o que importa mesmo é que a rodovia está 'quase' pronta! Maldosamente,muitos a chamam de " Transpolentona".
Vai de Caxias  às praias gaúchas.


Expedição do prefeito
O prefeito José Fogaça " convocou" os colunistas pra irem,dia 19/12, pela manhã,  no ônibus turístico conhecerem suas obras. Pelo menos um deu no pé." É muito sol na minha cabeça, programa de índio" disse ele.


Expedição do prefeito
Lembrei-me de um secretário que tinha esta mania. O hoje vereador João A. Dib. Gostava de em dias de coletivas, quando era titular da SMT, pegar um carro e levar os repórteres pra conhecerem in loco suas obras. Numa delas o tiro saiu pela culatra. Foram pra av. Assis Brasil, ver qualquer coisa, lá.Depois era inverno, um dia lindo mas frio. Levou todo mundo a tomar chocolate quente numa padaria de um amigo-eleitor que Dib tinha. Fotografaram a expedição do DIB e a repórter Verlaine, da Folha da Manhã, fez um texto e o entregou ao chefe de reportagem Rogério Mendelski que resolveu reescrevê-lo dando um pau no Dib. No outro dia saiu o texto pauleando o Dib e sua expedição e a foto do secretário, mais a Verlaine dentro do carro que levava os repórteres.


Expedição do prefeito II
João Dib, quando era titular da SMT,não começava a coletiva sem antes entregar um charuto para cada coleguinha que estava lá. Era seu presente favorito.


Expedição do prefeito III
Dias atrás, no casamento do filho do arquitetoTelmo Magadan, o ex-diretor do Colegio Julinho, Antônio Magadan, que tem 90 anos, e tio do Telmo, pegou o prefeito José Fogaça e queria enchê-lo de conselhos. Fogaça o convidou a passar na prefeitura pra tomar um cafezinho 


Construtores lançam cooperativa de compras


Foto: Claudio Bergman
Carlos Aita,( presidente do Sinduscon), Mauro Touguinha,Francisco Bosco,Rogério Fischer e Adriano Kluver deram entrevista  dia 19/12 anunciando a criação da Coopercon,a cooperativa de compras para os construtores civis.Com isto, eles esperam  baratear em até 10 por cento as compras. A primeia compra já foi anunciada: 115 elevadores da marca Atlas-Schindler numa operação de 9 milhões de reais. A Coopercon terá sede: ficará ocupando o 4 andar do prédio do Sinduscon, em Porto Alegre.


Coopercon I
Carlos Aita disse que para se ter uma idéia do poder de fogo das grandes construtoras civis, a Cirella, paulista, de uma só tacada comprou 200 elevadores.A Coopercon vai adquirir elevadores,esquadrias,concretos,informou Aita. Sua próxima encomenda será de 30 mil portas. A idéia de se fundar a Coopercon foi dada em março deste ano. Em pouco tempo já eram 50 empresas interessadas e hoje está em 65 associados.


Coopercon II
No fundo, a idéia desta cooperativa tem sentido. É competir ou morrer.As grandes construtoras paulistas entraram no RS e os médios e pequenos construtores tiveram que se organizar.


Agende-se
Quarta - dia 19/12 - na sala Dante Barrone, na Assembléia Legislativa do Estado a entrega do 49º. Prêmio ARI de Jornalismo.


Boas Festas

Agradecemos e retribuimos desejos de boas festas do fotógrafo Alfonso Abraham e do Beto Bottega. Sabemos que são votos sinceros. Recebi do fotógrafo " Espanhol" e repasso aos leitores. O editor.


Coleguinhas
Dizia-se ontem que o "assessor de imprensa" que quer rejuvenescer a ARI seria o colega Flávio Dutra, hoje na PMPA.


Dança das cadeiras
Núbia Silveira - hoje na imprensa da Assembléia Legislativa do Estado - ocupará a coordenação da Imprensa da Câmara Municipal a partir de Primeiro de Janeiro de 2008.


Caminho das Missões
 
Foto: Assessoria de Imprensa de Pref. De São Borja 
Não é preciso ir até a Espanha e fazer o Caminho de Santiago  pra caminhar. Já existe no RS o " Caminho das Missões" que sai de São Borja, passando pelos municípios missioneiros e chegando a Sto Ângelo. As fotos publicadas aqui foram feitas no dia 3/12/2006, em São Borja(RS).


Natal ilumina o centro de Porto Alegre
   
Santander Cultural                       Clube do Comércio
O centro de Porto Alegre está mais bonito com a proximidade do Natal. Vários prédios foram iluminados como estes dois. A promoção é de várias entidades e estas fotos foram remetidas pela colega Ancila Ferreira.Obrigado! Crédio da foto: Wendie-Arquitetos e Projetos


Coleguinhas: Frisson na ARI
Não é pelo Prêmio Ari de Jornalismo, não.É pra saber quem é o assessor de imprensa,muito conhecido, que segundo a colunista de política do Correio do Povo quer " REJUVENESCER" a ARI. A idade média ali beira os 80 anos.


Ônibus da VAP circularam dia 16/12(domingo) com tarja preta!
Mais um assassinato de um motorista de ônibus na capital. Foi morto no sábado,dia 15/12,o motorista da Viação Alto Petrópolis(VAP) Neri Gonçalves de Souza, durante um assalto, dentro do ônibus da linha Rubem Berta. A história de sempre: dois sujeitos tentaram assaltar o cobrador, o motorista fez não se sabe bem o que e eles deram um tiro acertando o profissional.Espera-se que o sindicato da categoria tome alguma providência junto às autoridades da segurança pública.


Ônibus da VAP I
Os veículos da VAP circularam no domingo com uma tarja preta. Sempre que isto ocorre é sinal de morte de um colega.É uma instituição dentro das empresas de transporte coletivo.A história da VAP e das demais empresas de ônibus está contada no meu livro Quem Diria, Tudo começou assim,publicado em 1993,com patrocínio da ATP.


Coleguinhas: TV Brasil
Amauri Melo, que nos anos 70 trabalhou em ZH está como diretor de Jornalismo da TV Brasil, no Rio de Janeiro.


Coleguinhas: Saiu livro sobre Caco Barcelos
Depois de anos de pesquisa, a pernambuca Sandra Moura, de Recife, lançou o livro " Caco Barcelos o repórter e o método". Deve ser um livro pra estudantes, pelo visto. Mas a "gaja" pesquisou pra caramba. Aqui em Porto Alegre ela esteve várias vezes, conseguiu reunir muita gente que conheceu o Caco em outros idos e o livro pelo visto deve ser bem legal. Foi editado pela Editora Universitária. Não sei  como dar a dica de consegui-lo mas vou ter um exemplar e aí darei mais dados. Com este livro, a Sandra ganhou o título de doutora. Foi sua tese.


Caco I
No livro a Sandra Moura  fala que eu não quis dar depoimentos. O que é verdade. Não a conhecia e não ia meter a mão em cumbuca. É muito perigoso depor sosbre alguém que adquiriu fama pelo seu talento e pelo seu esforço. Depois ainda vão dizer que tu quis pegar uma beiradinha. Ora esta, eu também aprendi a me virar... 


A charge da discórdia

Estou republicando a charge que acabou na demissão do cartunista Santiago e mais dois colegas do Jornal do Comércio.Saiu no dia 26 de novembro passado.


Prêmio ARI já está escolhido
Embora só dia 19/12 os vencedores venham a saber, os vencedores do Prêmio Ari de Jornalismo, edição 49, estão definidos. Os vencedores saberão na Sala dante Barrone, da Assembléia Legislativa, apenas para que haja um pouco mais de frisson...


Barzinho da ARI ouve histórias de Sérgio da Costa Franco
No sábado, dia 15/12, no barzinho da ARI, o historiador Sérgio da Costa Franco lembrou quando participou, em 1945, da campanha do candidato do PCB, Iedo Fiuza, indo ao interior numa comitiva de estudantes. Pelos municípios que iam poucos eram os que iam ouvir os proselitismos a favor do canddato do " Partidão". " Tinha umas pessoas que vinham escondidas, pra ninguém de sua cidade verem. Escondiam-se atrás de árvores nas praças. E nós ali encima de caixas dando discursos entusiasmados" lembrou Franco. A campanha de 1945 foi vencida por Eurico Gaspar Dutra, do PSD, que concorreu ainda contra o " brigadeiro" (Eduardo Gomes) da UDN e Iedo Fiuza, do PCB.Logo após a eleição , uma das primeiras medidas de Dutra foi colocar o Partidão na ilegalidade.


Filme da Cao Hamburguer encerra ciclo
Foi com o filme "O Ano em que meus pais saíram de férias" que a Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre encerrou, no sábado,dia 15/12 seu ciclo de filmes com debates. A prfoessora Lea Massina, de Literatura, deu uma bela explicação de como ela entendeu o filme, abordando o tema do " exílio".Agora a Sociedade volta ao ciclo - uma vez ao mês - em maio de 2008.
A entrada sempre é gratuita. 


Yeda com má desempenho
Pesquisa da DataFolha publicada dia 16/12 (domingo) mostrou Yeda Crusius como a governadora com pior desempenho do país, segundo seus eleitores. Então foi por isto que Aécio Neves (o de melhor desempenho) de Minas Gerais e José Serra, de SP, andaram por aí na semana anterior à divulgação do resultado. Yeda já sabia que vinha notícia ruim por aí...


A gritaria fez o prefeito se mexer
O prefeito de S.Borja, Mariovane Weis(PDT) acompanhado de outras lideranças locais esteve dia 13.12 no Rio de Janeiro solicitando 5 milhões de reais para a construção do memorial e Parque Getúlio Vargas e João Goulart. Foi só os filhos do Jango se mexerem pra levarem os restos do seu  pai pro memorial em construção em Brasília que o prefeito correu pro Rio pedir verba pra fezer um memorial na cidade onde os dois nasceram.Em tempo: Getúlio foi o criador da Petrobrás e por isto a gente de S. Borja acha que tem chances de levar a grana.


Coleguinhas
Fernando Albrecht em seu site reclamou dia 14.12 de que a rádio Gaúcha e a ZH gravam o jornal Gente, da Band AM e depois fazem matérias sem citar a fonte. Que novidade,Fernando! Cadê os outros que fazem isto? Não me peça provas porque não as tenho. Isto em jornalismo é mais velho do que mijar em poste. Tu ainda te assustas com isto, companheiro?


" Sol em Ipanema "

   
"Olides, aí vai a foto do pôr do sol em Ipanema. Estou mandando, também, "Mendigando Paixões", que é uma foto bem antiga, do tempo do filme, coisa que muito fotógrafo novato talvez só tenha ouvido falar. No tempo, também, que mendigo era boêmio. Um abraço, Marco Couto"


Propandistas impedidos de circular no Mãe de Deus
Nos próximos dias entrará em vigor nova regra para os propandistas de laboratórios no centro clínico Mãe de Deus,localizado na rua Costa,30. Por orientação do condomínio eles não podem mais esperar sua vez de falar com os médicos nos corredores do centro. Só dentro da salinha do médico, isto quando não houver muitos pacientes esperando. Ou senão na entrada do prédio. Quando o médico ficar desimpedido, a secretária os avisa pelo celular e eles sobem pra entregar sua amostra grátis. Não se sabe qual o motivo que levou o condomínio a tomar esta medida.


Coleguinhas
O chargista Marco Aurélio embarca pros USA no sábado,dia 15/12. Vai visitar familiares.


Triste lembrança!
Dia 13/12 completou 39 anos da edição do AI-5 assinado pelo presidente Arthur da Costa e Silva e seu ministério.O que veio depois foi uma " noite de terror" só finda com a abertura democrática  nos anos 80.


Novo superintendente
Nos ' corredores ' da Assembléia Legislativa comenta-se que se o deputado Alceu Moreira(PMDB) for mesmo o presidente em 2008 o superintendente de imprensa seria José Luis Monteiro Fuscaldo, o Fuscaldinho.


Coleguinhas: Aécio enfrenta ' batalhão' de repórteres

Foto: Valmoci Vasconcelos
" Aí, Heidy, faz uma exclusiva com ele!" exclamou um dos coleguinhas presentes dia 12/12 na sala de coletivas da Federasul. Era um ' batalhão' que esperava a  chegada do governador mineiro, que antes de entrar na sala de coletiva, se deu ao luxo de desviar dos repórteres e ir num outro local. Nunca antes, pelo menos nos últimos tempos, tantos coleguinhas acorreram a uma coletiva. Aécio, candidato a presidente, atraiu dezenas de interessados. Houve até um coleguinha que o questionou sobre o recente terremoto alegando que isto expôs seu governo, dizendo que em Minas nem tudo é tão bom quanto o governador - que está mais pra Rio do que pra Minas - anda ' vendendo' por aí. E teve o troco.- Eu não sou o David Copperfield, disse Aécio, dizendo com isto que não faz mágica.


Aécio I
Resumo da ópera: deu a impressão de que o governador mineiro " já esteve" mais candidato a presidente da República. E parece que continua fazendo de conta que é mas deve estar já pensando em algo tipo uma vaga ao senado federal, onde seu avó, Tancredo, tanto fez história.


Aécio II
Tudo porque as pesquisas - e político leva muito a sério pesquisa embora diga sempre o contrário etc e tal...- dizem que Serra pro PSDB é muito mais candidato do que Aécio, pelo menos no momento... 





" senador murista "
E o senador desceu do muro, votou pela CPMF, depois de tanto gesticular...


Mau conselho
O coleguinha Joabel Pereira diz que Aristides Germani Filho só ficou 40 anos no Palácio Piratini justamente porque sempre soube ficar quieto e ser discreto. Então não deverá escreve nada...mas que ele sabe e viu muita coisa, disto ninguém tem dúvidas...


Aécio na Federasul

Foto: Valmoci Vasconcelos
O governador de Minas - e possível candidato a sucessão do presidente Lula em 2010- Aécio Neves disse na Federasul, dia 12/12 que não veio ao RS pra "ensinar"ninguém.Referia-se à crise das finanças gaúchas. Acompanhado de um séquito de repórteres ele deu coletiva, ao lado do presidente da Federasul, Cairolli.


Aécio I
No entender do governador de Minas, somente no segundo semestre de 2009 sairá o candidato do PSDB à sucessão de Lula."Eu apoiarei o candidato, evidente que se for eu toparei"disse ele,sem mostrar grande deslumbramento com o batalhão de repórteres que o assediava na sala de entrevistas da entidade.


Aécio II
Nas "pegadas"do Governador de Minas Gerais, estará hoje(13/12) em Porto Alegre, o governador paulista José Serra(PSDB). É a maior prova de que os dois disputam a vaga pelo partido à sucessão de Lula.


Aécio III
O governador mineiro aprovou o acordo do governo federal com o PSDB pra destinar toda a verba do CPMF pra saúde."O presidente Lula me ligou ontem(11/12) e me comunicou. Mas quem vota '~ao os senadores" disse ele.  


Senador 'murista'!
No café da rua Uruguai, em POA,onde se reúnem os "velhotes" pra discutir futebol, dia 12/12 o assunto era o senador Pedro Simon(PMDB). Um deles lembrou que Simon não sabe se vota contra ou a favor da CPMF. "É o senador do muro", concluiu ele.


Cerimonial
Presente ao evento na Federasul, Aristides Germani, chefe do cerimonial do Palácio Piratini, comentou dia 12/12 que poucos governadores sabiam lidar tão bem com os subalternos quanto o ex-governador Amaral de Souza.


Cerimonial I
Aristides poderia escrever um livro contando muita coisa que viu nos bastidores do poder.


"Mala do Ano" uma invenção do interior que diverte nos fins de ano


Não se sabe bem onde começou e quando. Mas no Bar Treze, em Caxias do Sul, o " Mala do Ano" foi até no Programa do Jô,anos atrás. É uma invenção salutar, feita geralmente pela turma que se reúne nos locais "quentes" das cidades do interior. Na foto acima vemos o " mala" de 2006 da cidade gaúcha de S. Borja(RS). A foto da turma é composta da esq. para a dir.  por Paulo Rondon, Florência Guimarães Filho(dono do bar La Barca, onde acontece o evento) " nego Motta", " Mister", Paulo Geraldo,Rubens, Lechieri, Marion, " Bico de Ferro" Jorge Ayub(mala de 2005) que entrega o troféu para o "mala" de 2006, Eloí Duarte do Amaral,de camisa vermelha,(tio do jogador Canhotinho) Local do evento é o bar La Barca, na Av Presidente Vargas,2084, no centro de S. Borja(RS). A foto é uma cortesia do Florêncio. O " mala" em S. Borja já tem 15 anos, mas nos últimos três anos extrapolou os limites do bar - tradicional ponto de encontro - e se espalhou pela cidade. Os radialistas BELMONTE( o popular ' prato fino" ) e CARDEAL,ambos da rádio Cultura AM fazem entrevistas na noite da eleição do " mala". E são espalhadas " urnas" pela cidade pra população votar nos candidatos.


Aécio vem mesmo...?
Está marcado para hoje, dia 12/12 - na Federasul - a palestra do candidatável à presidência da República, Aécio Neves(PSDB) Minas Gerais.É a terceira vez que ele marca pra vir na Federasul este anbo  e nas outras duas deu o cano.Da última vez que deu o cano nos empresários locais, o governador mineiro preferiu ir para Genebra onde a FIFA disse que em 2014 o Brasil sediará a Copa do Mundo. Ele não ia perder esta...inda mais com Lula e tudo lá...


Niver
Meu, caiu a ficha. Hoje, 12/12, faz dez anos que o presidente Fernando Henrique Cardoso( que a mídia apelidou de FHC) e o ex-presidente argentino,Carlos Gardel( que mais parecia um cantor de tango de bordel ) inauguraram a ponte da Integração,ligando S.Borja com Santo Thomé, no lado argentino. Dizem em S.Borja que quem mais ganhou com ela, passada uma década, foram os "correntinos" porque muitos brasileiros agora vão cursar a faculdade de Medicina em Santo Thomé, onde não precisam fazer vestibular pra entrar.Assim que a decisão de fazer a ponte saiu, os dois países a construíram em pouco menos de ano e meio. E com investimento privado.


Jango, o "esquecido"!
Fiquei sabendo no domingo,9/12 que o acervo sobre o ex-presidente Jango,exibido durante a XXII Feira do Livro de S.Borja pertence a um particular de Santiago do Boqueirão. E já no dia seguinte da inauguração da feira ele voltou pra terra levando todas as fotos e outros documentos do ex-presidente. Na terra onde nasceu, Jango realmente pode também ser chamado de " o esquecido".


Jango I
A boca pequena fala-se em S.Borja que alguns  particulares possuem objetos como fotografias, cartas, bilhetes  do ex-presidente Jango, mas que estão esperando grana pra entregá-los pra construção do memorial.Uma taxista da cidade, a única por sinal, herdou do pai, dono de uma pensão na localidade do "Passo" , um medalhão de ouro que Jango lhe presentou quando ele ia pra lá fazer farras com as suas ' percantas'(ainda era solteiro).Este senhor era dono da única pensão que havia ali e Jango um dos seus  hóspedes.


Getúlio, o"lembrado".
Mesmo com os restos mortais já não mais no túmulo dos Vargas, no Cemitério Jardim da Paz, em S. Borja, alguns moradores foram depositar flores no túmulo onde " Gegê" ficou depositado até 24 de agosto de 2004, quando transportaram suas cinzas para um mausoléu construído na Praça XV de Novembro, centgro de S.Borja. 


Coleguinhas
Dia 14/12 às 17h30 min, no Salão de Atos da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110 - POA ) as turmas que se formaram em 1947,1957 e 1982 farão o Jubileu de Formatura. No meu caso, a do Jornalismo de 1982.Parece que foi ontem,meu Deus! Na turma havia um desembargador que estava fazendo Jornalismo porque queria ser comunicador. Era o José Paulo Bisol, que pedia a palavra e dava um banho em sala de aula. Outros que lembro da sala de aula: o Pedrinho Chaves, o Marco Antônio Poli ( hoje tem um site) o dono do Urubu Rei, o Gordo Miranda, a Ananda Apple,se não me engano o Beto, que foi casado com a Lucia Fontanive. A formatura foi um barato: a diretora da Fabico(esqueci o nome)entregou o diploma na sala de aula numa noite. Nem avisei em casa que iria chegar mais tarde. Quando cheguei atrasado, me perguntaram o que havia acontecido e expliquei que havia sido a "nossa formatura". Bem ao estilo que gosto.Anos depois fui lá pra ver entregarem o diploma de jornalista pra minha filha Renata e cheguei atrasado. Ela também não teve  solenidade, que detesto.


Valter Galvani
Encontrei o Valter Galvani na Rua da Praia(11/12) e ele me disse que ficou sabendo na feira do livro de Porto Alegre que cada vez mais se vendem livros pela internet, sem acréscimo pra entrega. Se for isto, as livrarias vão quebrar.  


Federasul x Imprensa
Dia 11/12, é a coletiva de fim de ano do presidente da Federasul, José Cairolli. Tentei convite com sua assessoria de imprensa, mas me informaram sexta-feira, dia 8/12, que a participação na coletiva é restritava aos convidados. Lembrei-me de outra vez que fui vetado a um evento jornalistico. Foi em abril de 1984, quando deu-se a inauguração da Travessia da Ponte do Guaíba, cuja construção eu havia coberto pelo jornal. O jornal enviou solicitação de credencial ao III Exército, que não liberou. Anos depois fiquei sabendo o motivo: sem eu saber, o líder comunista Luis Carlos Prestes havia se reunido no apartamento em que eu morava e que estava alugado no meu nome.Mas esta é uma história do tempo da ditadura...


Coleguinhas: IB KERN
O colega Ib Kern - autor do livro Não Há Anjos no Poder, da editora do Prof. Ledur, escreve dizendo que pela segunda vez se surpreendeu com a qualidade deste espaço. Vindo de quem veio, é um BAIIITA elogio. Caro Ib: eu só não entendi o porquê da surpresa. Não precisa sair no Programa do Jô, ou no Lasier Martins, ou no Ruy Ostermann pra ser bom. Olha, tou começando a achar que é justamente o contrário...


Jornalista-Fazendeiro
Há um colega, de longa trajetória jornalistica, que uma vez por mês passa um fim de semana nas lides de campo. Ou é fazendo insiminação artificial, ou é vacina contra a aftosa... Tou começando a achar que este colega deveria editar  o "  Gibi das Vacas " do jornal onde trabalha e não a coluna diária política.


Coleguinhas:

Há algum problema com a IVETE BRANDALISE MATTOS NA FM CULTURA E TVE???


Sorteio
Ganha um livro quem acertar o que a palavra que sortearei quer dizer. Hoje pra começar vamos ver quem decifra: que quer dizer PERCANTA? recados para o email do editor.


Os Fortunatto "sumiram" de S.Borja
Uma aluna da UNIPAMPA fez uma pesquisa sobre quem está enterrado nos dois cemitérios de São Borja - o Jardim da Paz, onde estão figuras ilustres - e o do Passo, mais próximo ao rio Uruguai, ambos municipais. Ela constatou que não existe mais nenhum "Fortunatto" - parentes de Gregório, o chefe da guarda pessoal de Getúlio Vargas - morando em S.Borja. Talvez por isto que segundo o zelador do Cemitério Jardim da Paz em oito anos que ele está lá, não tenha visto ninguém ir no túmulo de Gregório e de sua esposa. 


Aparício Silva Rillo
Fui conhecer em S.Borja o museu dos Angüeras (grupo criado pelo Aparício Silva Rillo e pelo Bicca). Depois passei na casa da viúva, Suzi, pra pegar algum poema escrito ou algum livro.Fiquei sabendo então que ela vive de uma pensão do INSS já que os direitos autorais das obras do Rillo pouco deixaram, mesmo o Rapa de Tacho, que foi o maior sucesso da editora Tchê,quando pertenceu ao editor Airton Ortiz.Hoje em dia,segundo a viúva me disse, uma editora da Alemanha manda,vez que outra, uma cachê, em dólar, como conseqüencia de textos do Rillo publicados na Alemanha. E ela guarda um exemplar da publicação em alemão.


Silva Rillo I
O poeta, historiador, pesquisador era contador de profissão. Nasceu em Porto Alegre,mudou-se pra Guaíba e foi viver em S.Borja. É um dos criadores do Festival da Barranca, que todos os anos reúne cantores e convidados nativistas,durante a Semana Santa, pra quatro dias de produção musical,  descanso e curtição. " Anos atrás apanhei um senhor que veio de jatinho do Mato Grosso. Levei ele lá pra Barranca e depois do festival fui lá buscá-lo pra ele pegar o jatinho e voltar" contou-me um taxista. Silva Rillo morreu em 1995, portanto faz 12 anos. Mas mesmo assim,na Califórnia da Canção de Uruguaiana, realizada no útlimo fim de semana, muito ainda se falou da obra do poeta.


Silva Rillo II
Não se assenhem não. Só entra no Festival da Barranca quem é convidado. E há um critério rigoroso. Malas são despachados pra longe. Talvez seja por isto que ele existe desde 1972. Na sua "falsa" desorganização, ele é muito organizado e disciplinado. Olívio Dutra, ex-governador é um dos seus participantes mais freqüentes dizem em S. Borja.


Silva Rillo III
Fernando Rodrigues, que deixou recentemente o setor da cultura da Prefeitura Municipal de S.Borja acha que o município tem outros potenciais turísticos a serem explorados além do já segundo ele, surrado " Terra dos Presidentes".


Silva Rillo IV
O cantor nativista Mano Lima é seguidamente visto em S.Borja. Sua mãe mora perto da Praça da Lagoa e Lima vai à missa "fardado", isto é,pilchado.


Despedida do Cisne Branco

Barco da Marinha do Brasil, Cisne Branco, despediu-se dos gaúchos neste domingo (9/12).
A foto é de Alfonso Abraham a quem agradecemos a gentileza e a sensibilidade.


Poeta " esqueceu" onde tinha estacionado o carro

Esta é de cabo de esquadra. Depois do Sarau dos Poetas realizado na 22 Feira do Livro de S.Borja os escritores foram prum botecozinho tomar refri e comer algo, localizado no centro da praça XV de Novembro, onde se realizava a feria.Depois de muito discutir sobre Getúlio,Osvaldo Aranha,Flores da Cunha, escritos e mais escritos, na hora de ir embora um dos poetas entrou em pânico: não lembrava mais onde tinha estacionado o carro. E os demais saíram com ele a percorrer as ruas de S. Borja atrás do carro. O redator foi dormir.È por isto que quando se quer chamar alguém de desligado, se diz o cara é um poeta...


Humor

Pra começar bem a segunda-feira...sugerida por uma leitora de Porto Alegre

Vantagens de fronteira

Aqui em S. Borja, um " litrão" de cerveja das marcas Brahma,Budweiser ou Quilmes custa 3,50 num boteco qualquer. Mas eles compram na vizinha Santo Thomé por 0,80 real. E os sanborjenses vão passar fins de semana em B.Aires, mais que Porto Alegre. Saem daqui na sexta-feria, pagam 70 reais num ônibus de dois andares, com carro-leito, passam os dias lá e regressam no domingo, mais barato do que se fossem a POA. É o que fez o vereador Celso Lopes nestes dias.


Eleição em S. Borja está mais pro PT
Pesquisa recente feita em S.Borja mostra que o vice-prefeito Rene deverá ganhar a eleição para prefeito no ano que vem.


Coleguinhas: Esquecido!
A estatueta feita na ocasião dos 65 anos do Sindicato dos Jornalistas-RS para homenagear seu primeiro presidente ARLINDO PASQUALINI, que foi fundador da Rádio Guaíba e trabalhou na Folha da Tarde( da CJCJ) ainda está na sede do Sindi. Ninguém da família se interessou pela honraria e não foram buscá-la.


Museu
Indo a S. Borja, visite o Museu dos Angüeras. Fica aberto todos os dias,menos segunda e domingo à tarde. Programa imperdível. Obra do pesquisador Apparício Silva Rillo.


Coleguinhas: Bela pesquisa!
Alunos da UNIPAMPA -ligados a UFSM - lançaram dia 6/12 em S.Borja belo livrinho de pesquisa sobre a memória da imprensa da cidade.Meus parabéns.


Folha de S. Borja
É impressionate a luta dos jornais do interior pra sobreviver. As grandes cadeias de comunicação chegam em tudo que é canto e estes jornais locais lutam com enormes dificuldades. A Folha de S. Borja, do Grupo Andress, de Santo Ângelo,tem 37 anos e um memorável acervo fotográfico que ainda não foi digitalizado,segundo seu colunista Edson Arce. 


Logistica de prefeito faz pegar ônibus em posto de gasolina 
Pra quem acha que vida de prefeito é moleza, aí vai um exemplo que testemunhei e mostra a batalha que os nossos prefeitos do interior fazem pra ir atrás de uma graninha. Indo a S. Borja na noite de 5/12, o ônibus parou num posto de gasolina em Canoas(RS).Subiu o prefeityo Mariovane Weis(PDT) que chegara as 22 hs de Brasília. Pra não perder o ônibus - no dia seguinte tinha a abertura da feira do livro - Weis deslocou-se até um posto em Canoas e avisou a empresa - Ouro e Prata - que parassem lá.Subiu carregando sua mala, como qualquer vivente.


Com internet passageiros escasseiam
São cada vez menores os usuários de ônibus das linhas longas.No horário de 22h30min dodia 5/12 no ônibus POA-S. Borja havia apenas cinco passageiros. E um era para S. Luis Gonzaga.O prefeito daquele município não arreda pé e exigiu que o DAER fasça o ônibus da linha S.Borja-POA entrar na rodoviária do seu município.


S. Borja dividida sobre saída dos restos mortais de Jango!
Se houvesse uma enquete em S. Borja,( municipio na Fronteira Oeste,na divisa com a Argentina)onde está enterrado o ex-presidente Jango, seguramente metade (bem ao estilo RS) optaria por seu corpo permanecer no jazigo da familia Goulart,no Cemitério Jardim da Paz, onde foi enterrado há 31 anos e outra metade votaria para que levassem ele para Brasília, como pretendem os filhos." Quem levem o Jango, O Brizola, o 'Nego Gregório' e o Getúlio. Levem tudo num pacote só. São Borja vai se ver livre disto tudo" desabafou no começo da tarde de 8/12  um comerciante localizado na rua Dep.Olinto Silva, a poucos metros da Câmara Municipal cujo prédio tem o nome de Pres. Getúlio Dornelles Vargas.Outro que vota favorável a ida do corpo de Jango para Braília é do dono do Bar LA BARCA,Florêncio, na av. Presidente Vargas, no centrão de S. Borja. Florêncio acha que Jango tem que ir para o seu mausoléu em Brasília mas por outros motivos: " Aqui não dão nenhum valor a ele. A casa dele foi comprada pra ser um Museu mas até hoje está fechada. Não fizeram nada. E nem uma avenida com o nome dele fizeram" reclama Florência, cujo pai foi um janguista.E ele argumenta: " Jango foi fundador de Brasília junto com Juscelino. Então é lá que  devem repousar os restos mortais dele" enfatiza o comerciante. Nas paredes do  La Barca - onde anualmente é eleito o " Mala do Ano de S. Borja"- há  fotos inéditas de trabalhistas históricos. Uma de Leonel Brizola com boné e cabelo pintado( uma foto rara), uima foto de "Bijuja"(Deoclécio de Barros Motta") amigo e capataz de Jango durante muitos anos falecido no ano passado, uma de Percy Penalvo, que em S. Borja era considerado um " irmão" de Leonel Brizola já que cada vez que Brizola vinha a S. Borja se hospedava na casa de Penalvo. Já pelo lado dos que acham que o corpo de Jango deve ficar no cemitério municipal do chamado município da " Terra dos Presidentes" estão vários assessores municipais. Um deles lembra que o prefeito Mariovane Weis já " tombou" os restos mortais dos dois ex-presidentes ( Jango e Getúlio) e que assim  eles tem que ficarem S.Borja. " Só uma lei federal para derrubar a lei municipal" disse este assessor.Outro que se meteu na encrenca foi o deputado estadual Cassiá Carpes(PTB) que acha que o corpo de Jango precisa ficar em S. Borja." Já tenho 3 mil assinaturas que serão entregues aos familaires de Jango para que o corpo fique onde está" disse Cassiá, um deputado que fez muito boa votação em S. Borja no pleito de 2006.Já o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado(TCE),  ex-deputado estadual, João Luis Vargas,um janguista histórico até o momento não tem se pronunciado. No meio da tarde calorenta da sexta-feria, dia 7/12, um comerciante do boteco Bom Jesus, próximo ao Cemitério Jardim da Paz, em S. Borja, estava mais preocupado em que venha de vez o frigorífico  FRIBOI para S. Borja que o ex-governador Germano Rigotto havia prometido." Existem oito milhões de cabeça de gado de Santa Maria para cá. Tem muito gado pra ser abatido e o pessoal precisa é de emprego" dizia ele enquanto enchia os copos de canha pura de alambique para alguns poucos fregueses.Sobre a ida do corpo de Jango para Brasília, o assunto parecia não lhe entusiasmar." Pois é,disse ele, agora estão dizendo que não vão diexar ir. Não sei não" disse meio desiludido.


Dep. Cassiá Carpes não dorme nas palhas
Presente na abertura oficial da XX Feira do Livro de S.Borja, o dep. estadual do PTB, Cassiá Carpes, não dorme no sucesso. Inundou o centrão de S. Borja com folhetos onde mostra as emendas que apresentou no parlamento gaúcho beneficiando o município onde nasceu.


O Avesso das Redações
Um coleguinha conta muitas proezas num site. Só não conta que é procurador do INSS - tem outros, ele não é o único .


O Avesso das Redações II
Em S. Borja também não é diferente. O gerente de uma importante rádio trabalha na prefa. E um outro colunista é assessor na Câmara Municipal.


Túmulo de Penalvo nem foto tem
Percy Penalvo, importante trabalhista que residia em S. Borja morreu há cerca de ano e meio e está enterrado no Cemitério Jardim da Paz, em S. Borja. Mas seu túmulo, ao contrário do ex-chefe Jango e seu amigo Leonel Brizola,enterrados há poucos metros dali em túmulo suntuoso,nem uma fotografia foi colocada.


S. Borja Histórica!
O prefeito Mariovane Weis(PDT) fez uma coisa legal. Em casa local histórico de S. Borja colocou uma placa explicando do que se trata. Até no Cemitério Municipal Jardim da Paz, ele identificou os túmulos dos Vargas, de Gregório Fortunato e de Jango e Brizola.


Gregório Fortunatto, o guarda-costas de Getúlio Vargas
No cemitério municipal de S. Borja(RS)- Jardim da Paz está enterrado o " Anjo Negro" - Gregório Fortunatto - morto em 23/11/1962 na cadeia.Ele detonou a crise que acabou com o suicídio do ex-presidente Getúlio Dornelles Vargas ao mandar atirar  no major da Aeronaútica  Rubem Vaz e acertar em Carlos Lacerda.Tudo isto detonou a chamada " República do Galeão" , a sublevação da aeronaútica contra o Governo Vargas que serviu de estopim para que Vargas se desse um tiro no fatídico 24 de agosto de 1954.No cemitério Gregório continua abandonado como esteve no final de sua vida. " Faz oito anos que trabalho aqui e nunca vi ninguém vir depositar uma flor. Estes dias de finados alguém deixou umas flores aí, mas não sei quem foi" disse o guarda do cemitério. Um ex-guarda do cemitério municipal Jardim da Paz de São Borja disse que anos atrás um irmão de Gregório que vivia no Rio de Janeiro - " que tinha uns 2 metros de altura"- de vez em quando aparecia pra visitar o túmulo do irmão morto.No mesmo túmulo de Gregório, está depositada a sua esposa, Juraci. Pra refrescar a memória: Gregório chefe da guarda pessoal de
Getúlio Vargas nunca foi empregado dos Vargas.
Ele era da Polícia Civil e somente ia ao Itu quando Getúlio estava na fazenda.


Grande Tiragem
Desculpem coleguinhas: mas aqui na fronteira, como S.Borja,onde estou, só chegam dois jornais da capital:ZH e CP.Os demais são sonhos de uma noite de verão. Todo mundo ouvir falar, mas ninguém nem conhece.E agora vejo que patrimônio que a IUDR comprou!


Museus de S.Borja vão ganhar verbas
Pelo menos é o que esperam os museus Getúlio Vargas( Av Getulio Vargas,171.S.Borja) e o ainda não aberto Museu Presidente Jango, também na Presidente Vargas(S.Borja).A verba prometida é do Instituto Patrimônio Histórico,Artístico Nacional(IPHAN). O Museu Getúlio Vargas é visita obrigatório em S.Borja, como o museu dos Anhangueras. Eles ficam abertos todos os dias, menos segunda.Museu Getulio fone 55.34304293. Atualmente há uma méida de 700 visitas mensais a este museu. Já o Museu de Jango que será aberto onde ele viveu em S.Borja ainda não funciona. Mas a prefeitura adquiriu a casa da viúva de Jango.


Crise no Setor de Cultura da Prefeitura de S.Borja
Bem junto a 22a. feira do Livro do município Fernando Rodrigues, diretor do depto de cultura demitiu-se. Achou que  estavam "usando-o politicamente". O prefeito Mariovane Weis não aceitou a demissão. E o depto está acéfafo.


Coleguinhas: Apresentador da BUTUI FM lamenta ausência de F.A.GOMES
DECO,apresentador de um programa de música nativista da BUTUÍ FM, de S. Borja, lamenta que não tem mais como ler seu jornalista preferido, Flávio A. Gomes. O SUL onde Flávio agora escreve só chega até Santa Maria(RS).


Feira do Livro de S. Borja: gurizada atrás de "sacanagens"

A dona da livraria Queops, Ana, teve que retirar dia 6/12 o livro KAMASUTRA da livraria durante a feira do livro porque a gurizada que estava visitando a feira só queria folhear o KAMASUTRA.
Eta gurizada ligeira,desta...


S. Borja lembrou 31 anos da morte de Jango
Com sessão na Câmara Municipal e visita ao túmulo do cemitério, o PDT de S.Borja, lembrou no dia 6/12/2007 os 31 anos da morte do ex-presidente Jango Goulart, por sinal o único presidente brasileiro falecido no exílio.


Jango I
Em 6/01/1977 estive na missa dos 30 dias da morte de Jango na Catedral de Porto Alegre. Fui lá acompanhado da colega Jussara Silva. Ambos trabalhávamos na ZH. O pau comeu solto pelos brigadianos depois da missa porque um grupo de manifestantes puxados por Marcos Klasmann, Lícia Peres, Glênio Peres, Mila Cauduro, começou a gritar : "queremos anistia, queremos anista...". A Brigada de Synval Guazzelli foi pra cima do povo e dispersou os manifestantes - não eram muitos - da Praça da Matriz.


Jango II
Na Prefeitura de São Borja há uma pequena exposição fotográfica sobre a vida do ex-presidente.


Jango III
É praticamente certo que os restos mortais de Jango não estarão mais em S. Borja em 2008. Os filhos pretendem depositá-los no memorial que será construído em Brasília. O Senador Pedro Simon, segundo seu assessor Luís Fonseca, gestionou junto ao Governo do Distrito Federal a doação  de um terreno onde será construído o memorial de Jango. 


O mais doloroso dos diagnósticos
O prefeito Mariovane Weis(PDT) de São Borja  acha que diante da não liberação de
recursos federais para o Estado, a Governadora  Yeda terá que fazer
aquilo que ninguém quer ouvir dizer: CORTAR PESSOAL!


Cambada de Bêbados!
Estou em S. Borja e me lembro de uma historieta que o Serginho Araujo me contou ocorrida durante a campanha a governador de Celso Bernardi(PP). Eles estiveram nun comício numa vila de S.Borja. Muita gente e o prefeito Juca Alvarez - falecido meses atrás - puxava o comício. Na frente dele, sete,  oito, bêbados, mas encharcados de cachaça gritavam a todo pulmão: QUEREMOS ÁGUA, CADÊ A NOSSA ÁGUA!. É que o Jucão havia prometido levar água pra vila e não o havia feito ainda...Celso Bernardi estava nos fundos do improvisado palanque quando Jucão Alvarez se encheu o saco de ouvir aqueles gambás pedindo água. - Pra que que vocês querem água cambada de bêbados,se vocês só bebem cachaça!


Brizola X São Borja
Antes de falecer, em 21.06.2004, o ex-governador Leonel de Moura Brizola costumava ir muito a São Francisco de Borja(RS), a 620 km de Porto Alegre, na divisa com a Argentina-sempre descia no aeroporto - e visitar o túmulo da família Goulart onde estão sepultados sua esposa, Neusa Goulart e o ex-presidente Jango. Brizola ia muito também no jazigo da família Vargas onde até 2004 estavam os restos mortos do ex-presidente Getúlio Vargas (agora estão num mausoléu desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, na Praça XV de Novembro). O repórter Belmonte, da rádio Cultura AM, acompanhou estas visitas do líder trabalhista e tem gravações do que Brizola dizia nestes momentos quando "refletia" em voz alta na frente do túmulo da falecida mulher. Na última vez que Brizola esteve em São Borja - parecia uma despedida, ele quis falar com todo mundo que conhecia na cidade - , ele estava na casa do companheiro de partido, Percy Penalvo,onde sempre se hospedava e o diretor da " Folha de São Borja" lhe fez uma pergunta que o líder trabalhista não digiriu bem. Depois do almoço, numa conversa descontraída, o jornalista lhe perguntou se ele queria ser enterrado em São Borja. A resposta de Brizola veio ríspida, segundo quem a testemunhou: - Sinceramente,disse ele, ainda não pensei neste assunto.E mudou o rumo da conversa.Por ironia ou não,pouco tempo depois Brizola seria sepultado no túmulo da família Goulart, ao lado de sua esposa, Neusa. A seguir algumas fotografias que registram as andanças do líder trabalhista pela " Terra dos Presidentes" como se define o município

i
 



Foto1
Quando chegava em São Borja, Brizola cumpria o ritual de  ir ao cemitério.Depois ia atender os demais compromissos. Da esq. para a dir:Teresinha Correa, de óculos, (mãe do Paulo,funcionário  do PDT de São Borja), vereador Almiro Lauter- as fundos " Tininha" mãe do prefeito Mariovane Weis e viúva do ex-prefeito Mário Weis, Leonel de Moura Brizola, Percy Penalvo (com asflores na mão). Data: desconhecida.Local:Cemitério Municipal Jardim da Paz, São Borja-RS.Foto:Gaudêncio.



Foto2
Leonel Brizola chegava sempre de avião,geralmente em jatinhos alugados. Aqui aparecem da esq. para a dir.Celeste Penalvo( com a bolsa no braço,de óculos,) ao lado Percy Penalvo(careca) Matheus Schmidt (presidente regional do PDT,de óculos), nos fundos Beto Souza,ex-deputado Carlos Cardinal.Entre outros aparecem Rosendo Viana,César Neme. Data: desconhecida. Local Aeroporto de São Borja. Foto: Gaudêncio.



Foto3
Brizola e o ex-gov. Alceu Collares no cemitério de São Borja.Aparece ainda,de óculos, o ex-prefeito de São Borja,pelo PDT, Florêncio Guimarães.Ano: 1998.Foto de Gaudêncio.



Foto4
Brizola disse que teria que "engolir o sapo barbudo" ao referir-se ao então candidato a presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva.E o fez,sendo seu companheiro na chapa como vice-presidente.O ano é 1998 e a campanha é para presidência da República.Os dois apertam mãos durante um comício em São Borja. Além de Lula e Brizola, aparece o ex-prefeito de São Borja pelo PDT, Florêncio Guimarães,de boné e com óculos. Atrás do candidato Lula aparece Percy Penalvo.Os candidatos portam botons do candidato a governador do Estado pelo PT, Olívio Dutra que ganharia a eleição do ex-governador Antônio Britto Filho.Foto Gaudêncio.



Foto5
Da esq. para a dir. Teresinha Correa(mãe do funcionário do PDT-São Borja Paulo, de óculos) " Tininha" mãe do prefeito Mariovane Weis(PDT-São Borja) Percy Penalvo(careca)Leonel Brizola, vereador Almiro Lauter(PDT-São Borja)entre outros. Local Cemitério Jardim da Paz, de São Borja.data: desconhecida.Foto: Gaudêncio.



Foto6
Da esq. para a dir. Pedro Ruas (de óculos) Percy Penalvo(careca) Leonel Brizola, um garção, Gastão Ponce(sentado, com as mãos cruzadas,de óculos e bigodes),do outro lado da mesa,sentados, prefeito de São Borja pelo PDT, Florêncio Guimarães, Sereno Chaise(presidente regional do PDT)dep.federal Matheus Schmidt(PDT). Em pé aparecem Lair Fontella,Anerom da Rocha,entre outros. Local: Cantina Itália(São Borja)Ano: desconhecido. Foto: Gaudêncio.



Foto7
Da esq. para a dir. Sereno Chaise(presidente regional do PDT),Percy Penalvo,(careca) e Leonel Brizola.Local. Cemitério Municipal Jardim da Paz(São Borja) túmulo de FLORENTINO DUTRA.(capataz do ex-presidente  Jango morto em outrubro de 1954 num tiroteio no Preto Hotel, ou Hotel Preto, em Porto Alegre( ao lado da CRT antiga, ou atual BrasilTelecom)Houve no episódio três mortes no bar do Preto Hotel.Teriam ofendido o ex-presidente Getúlio Vargas,houve uma discussão com posterior tiroteio.Data : Cerca de 8 ou 9 anos atrás)Foto: Gaudêncio.



Foto8
Da esq. para a dir. Leonel Brizola e Percy Penalvo (ambos já falecidos).Local: Cemitério Municipal Jardim da Paz, em São Borja(RS) junto ao túmulo da família Vargas, onde,até 24.08.2004 estiveram depositados os restos mortais do ex-presidente Getúlio Dornelles Vargas.Data: cerca de 8 ou 9 anos atrás.Foto: Gaudêncio.



Foto9
Leonel Brizola, ao centro, dep.estadual do PDT, João Luis Vargas(de barba) Clair Ribas, presidente do diretório do PDT de São Borja, Urbano Knorr, o mais alto de todos da foto,(foi juiz de futebol,e foi prefeito de um dos municípios da região carbonífera do Estado) Cassia Carpes(hoje dep.estadual do PTB), Ciro Gomes,então candidato a presidente da República,ex-gov. do Estado, Antônio Britto Filho,já no PPS. Evento: comício em favor de Ciro Gomes na Praça XV de Novembro, em São Borja.Ano 2002.Foto de Gaudêncio.



Foto10
Sentados, da esq. para a dir: José Paulo Bisol(candidato a vice-presidente na chapa de Lula)Leonel Brizola, Luis Inácio Lula da Silva(candidato a presidência da República)Emília Fernandes( candidata a senadora pelo RS, que se elegeria). Em pé. radialista Edson Arce, da Rádio Cultura AM, de São Borja perguntando a Brizola,,ex-prefeito de São Borja Florência Guimarães,de óculos,Pedro Ruas, de barba,gravata e óculos,Edson Silva, do PCdo B, com a mão no queixo,dep.federal do PDT, Pompeo de Mattos.Ano 1994.Local:ignorado.Foto de Gaudêncio.



Foto11
Inauguração da nova sede do PDT em São Borja.Dia 21.06.2005,primeiro aniversário da morte de Leonel Brizola.Da esq. para a dir: prefeito de São Borja, Mariovane Weis,Governador do RS, Germano Rigotto,Ronaldo Lessa, gov. de Alagoas(de óculos) dep.federal do PDT, Alceu de Deus Collares, Matheus Schmdit, presidente do diretório estadual do PDT.Foto: Gaudêncio


 
 

Morre o DINOSSAURO das carrocerias de ônibus
Me telefonou às 20 hs do dia 5/12 o Salomão meu informante de tudo o que acontece com ônibus no RS. Ele ligou e me avisou: tenho uma notícia triste. Tinha morrido à tarde o Sr. OTT com 100 anos e 2 meses em Novo Hambaurgo onde vivia,já em cadeiras de rodas, mas estava no lucro. Sr. OTT fabricou praticamente as primeiras carrocerias de ônibus numa fabriqueta de fundo de quintal. Seus familiares tinham muito orgulho de que ele podia provar que fez os primeiros protótipos de carroceria de ônibus aqui no Sul praticamente junto dos Irmãos Grassi, em São Paulo. Que a alma do Sr. OTT descanse em PAZ!


Coleguinhas
O repórter Gustavo Moritz saiu do Correio do Povo. Ficou apenas trabalhando na prefeitura de Porto Alegre. Foi um dos profissionais que trabalhou na escrita do livro Pacto pelo Rio Grande.

CAIXA RS incentiva programa ind. mais ind.
  
Fotos: Susana Kakuta - presidente da Caixa RS e José Paulo Dornelles Cairoli
Presidente da Federasul e da ACPA - Crédito: Valmoci Vasconcelos/Federasul

Segundo informou a presidenta da CaixaRS, Susana Kakuta,no almoço da Federasul,dia 5/12, na última Mercopar foram assinados convênios as empresas Marcopolo,Randon,Agrale e Stemac através do qual estas empresas servirão de suporte para fornecedoras que necessitam se expandir mas que não têm capital suficiente.A CAIXA RS é a intermediária.


Don Giovani lança espumante
A vinícola Don Giovani, de Pinto Bandeira , lançou o espumante Dom Giovanni Rosé Brut elaborado com uvas Merlot,Pinot Noir e Chardonnay.Quem mandar dizer é a Edith Aular, da Leed.


Coleguinhas: A dança dos repórteres
Segundo uma bem situada fonte, SIMONE IGLESIAS - que saiu faz pouco tempo do Correio do Povo pra ser a repórter da Sucursal da FOLHA DE S.PAULO, foi convidada a retornar ao Correio do Povo, mas agora como EDITORA DE POLITICA. Telmo Flor, o editor - chefe falou com ela e levou um NÃO.Na semana passada, este espaço procurou a repórter do Jornal paulista e a informação que obteve é de que estava em São Paulo.


Ringo perdoa, Vilnei não...
Ao findar a coletiva da presidenta da CaixaRS,Susana Kakuta,ao meio-dia do dia 5/12, o editor do site Brasil Imprensa Livre, Vilnei Herbstrith, perguntou à entrevistada porque sua assessoria de imprensa não funciona. Na sala estava o Almir Freitas,da Uffizi, que faz a assessoria da empresa.

Mudanças
Segundo a rádio corredor, dependendo de como vãos as coisas, ocorrerão mudanças dentro do Correio do Povo. 

 
 



Segue a coluna mensal  "DE OLHOS E OUVIDOS " , presente no Fitness de Dezembro:

 Dia 31/10: Jornal Gente da Band AM apresentado na Feira do Livro: Renato Martins chegou às 7h30min. geralmente só chega às 8h.

 Dia 03/11: No correspondente Guaíba, Milton F. Jung lê “poste” quando a palavra era “PACOTE” da gov. Yeda.

 Num debate durante a Feira do Livro de Porto Alegre, com a presença do próprio escritor, Ruy C. Ostermann chamou Tabajara Ruas de Tabajara Tajes (jornalista já falecido).

 Dia 07/11: A fotógrafa Adriana Franciosi caiu em casa e entrou no estaleito “Caí como se fosse uma pegadinha do Faustão” contou ela aos colegas na Feira do Livro pouco antes de procurar o posto médico da UNIMED.

 Segundo Mário Santarosa, assíduo freqüentador do Barranco, A PARRILLA del SUR na (Amélia Teles com Nilo Peçanha) esta “tirando” garçons do Barranco, Chiquinho Tasca nega.

 Dia 07/11: No “mato” do Barranco o jornalista Juremir Machado jantava com amigos.

 Dia 23/11: entrevista da gov. Yeda a Mendelski na R. Guaíba: citou duas vezes sec. Marisa Abreu, só. Nenhum outro.

 Dia 09/11: Fernando Albrecht lembrou na Band AM, no Jornal Gente a “molecagem” de um grupo de jornalistas que inventou o Grupo Ivanhoé no começo dos anos 70, do século passado. A brincadeira foi “longe” até que os comunicados caíram nas mãos do Exército que achava ser coisa de “guerrilheiros” e um dos envolvidos J.C. Terlera teve que ir no IIIº Exército dar explicações. Foi liberado. O Grupo Ivanhoé era presidido pelo Comendador Aspecir UMBRELLA, que quando morreu recebeu votos de pesar na Assembléia Legislativa do Estado, proposto por Urbano de Morais e Lino Zardo.

 Dia 10/11: O Correspondente Guaíba das 9hrs demorou a entrar no ar. Se atrapalharam na cortina musical umas três vezes.

 ZH usou o termo “adivinhem” criação do narrador Haroldo de Souza.

 Dia 10/11: Edir Macedo escreveu um artigo no CP, pág. 4.

 Dia 10/11: Barzinho da ARI “bomba”. Presença do compositor Pernambuco, criador da Banda DK. Esta banda nasceu nos anos 80. Existia a Banda da Saldanha Marinho e a turma do carnaval da ZH, entre eles Pernambuco, os falecidos Paulo Maciel, Carlos A. Barcellos, o ROXO e o Gaguinho, íam no bar Porta-Larga e lá fundaram a Banda DK, que saía no Sábado de Carnaval na Cidade Baixa.

 Assinantes do Correio do Povo “estariam” recebendo junto a “Folha Universal” da IURD.

 Dia 13/11: Afonso Ritter disse no jornal Gente que sua malinha de carregar o laptop foi presente da Federasul.

 Dia da descoberta com prisão de supostos fraudadores do Detran-RS a governadora Yeda Crusius estava na Band onde deu entrevista no Jornal Gente. E ela não teria recebido nenhuma ligação durante o programa nem durante os 20min que conversou depois com Affonso Ritter. Estava acompanhado do secretário Paulo Fona, da Comunicação.

 Dia 04/12 almoço de fim de ano na Fiergs.

 No relançamento do livro de Rivadávia Severo, da Já Editores, no Átrio do Santander, o ex-candidato ao senado pelo PSB, jornalista e historiador J.B. Marçal falou prum público que do ponto de vista marxista seria um público “burguês”, uma espécie de elite intelectual e econômica. Marçal puxou seu verbo, falou em Maragatos e Chimangos e usava camisa de cor vermelha, dos Maragatos, pra combinar.

 A TV URBANA, ou TV CRISTAL opera no privilegiado CANAL 11. (entre a BAND e a RBSTV). Funcionava sob liminar mas já obteve sentença favorável da Justiça. Seu dono seria Carlos Gomes (que já tentou a vida política) e o advogado Leudo Costa é um dos diretores. Estes dias foi lá falar Diego Casagrande que impressionou a quem o viu pela desenvoltura.

 Renan Antunes de Oliveira (ganhador do Prêmio Esso 2005) está de volta. Andava em Cabo Verde.

 Clóvis Heberle move processo contra ex-empresa ZH.

 Dia 22/11: jornal do Almoço da RBSTV deu prisão de Júlio Quadros e Clóvis Ilgenfritz da Silva pela PF. Não foram. Blog da Rosane Oliveira disse que foi um “erro do editor”. E pediu desculpas.

 Jornal GAZETA do Sul, de Sta Cruz do Sul ia operar um canal de TV ganho pela UNISC. Mas desistiu. Tem gente que acha que é medo dos grandes meios de comunicação, da capital.

 Sérgio Tadeu Pereira, da Sogil, corrige: Sogil comprou empresa Navegantes há cerca de um ano e não Sentinela. “Confundiram o russo”, ainda brincou Sérgio, relembrando que as empresas foram de dois irmãos russos Alexander (Navegantes, ja falecido) e Mikolay (Sentinela). Este fato é significativo: é a primeira empresa metropolitana a comprar uma urbana de POA. Sogil ja tem a VISATE, em C. do Sul (RS). Leonel Bortoncello dono da empresa de Viamão é outro que “sonha” entrar no Transporte Coletivo de POA/RS.

 Dia 20/11: No Jornal Gente da Band, Affonso Ritter chamou o deputado FICHINHA de FIPS SCHNEIDER (ex-prefeito de Campo Bom e ex-deputado).

 Dia 20/11: Ruy C. Ostermann chamou Tabajara Ruas de Tabajara Tajes em sua coluna da ZH.

 Tabajara Tajes foi jornalista da FT irmão de Tito também jornalista e pai da Claudia Tajes, escritora.

 O quadro “Diversidade” da TV Cristal saiu do ar.

Segue também a ultima edição do FITNESS - CLIQUE AQUI PARA VER



 
 
 
 




Coleguinhas: Jornal do Comércio dispensa seus três chargistas


"Humorista trabalha para perder o emprego" é uma frase de Millor Fernandes que o cartunista Santiago lembrou ao comentar o fato de ser dispensado pelo Jornal do Comércio, junto com os colegas Kayser e Moa. Na quinta-feira, 29, os três receberam um e-mail encaminhado pelo diretor de Redação, Pedro Maciel, com o seguinte teor: "Agradeço o trabalho que fizemos em conjunto até agora e comunico que o JC está dispensando o serviço de vocês. Abs, Pedro Maciel". No espaço antes ocupado por eles, na página 2, o jornal publicará uma imagem fotográfica do dia. Pedro Maciel disse à Coletiva.net que os chargistas foram dispensados porque o trabalho que apresentavam não estava de acordo com a linha editorial do jornal, que é segmentado para a área de economia. O ponto de desentendimento final foram charges em que os colaboradores questionavam princípios do capitalismo. "O humor não pode viver sem fazer crítica, e a crítica tem que ter veneno", defende-se Santiago. "Se não tiver veneno, tem que ter pimenta. Ou no mínimo sal. Sem sal, só comida para doente", acrescenta ele, que continuará fazendo contribuições para jornais e revistas de circulação dirigida, como explica na sua última colaboração, publicada hoje pelo Jornal do Comércio.


“Se hay gobierno soy a favor” é a “real politik” da Fiergs
Pelo menos é o que deixou subtendido o presidente da entidade,Paulo Tigre, dia 4/12, ao apresentar à imprensa o já tradicional "balanço" de fim de ano. Apresentado no salão Mercosul para um  batalhão  de repórteres que afora raras   exceções foram   para confraternizar - serem vistos,  verem e badalarem  e tirar fotos ( este é um  fato que tenho observado e que se  agrava nos últimos anos : a "praga"  que tomou conta do jornalismo, isto é, os jornalsitas querem ser a " notícia" e não irem em busca da notícia - Paulo Tigre mostrou o que é a real politik da Fiergs, isto é, se Lula é presidente, estamos com Lula e está acabado.


Fiergs I
O presidente Tigre deixou claro que o RS carece de projetos.E citou Minas Gerais,onde há 40 anos, um centro coordena a criação de  projetos para o Estado.Disse  o presidente Tigre  que a falta de recursos no RS provocou um vazio de fazedores  de projetos tanto que hoje há dinheiro do Governo Federal,através  do PAC(Programa de Aceleração do Crescimento) mas não há projetos." Tem muito dinheiro do governo federal, gostaria que o PAC  estivesse andando a mil por hora. Faltam projetos, ou eles estão trancados por problemas ambientais",enfatizou Tigre.


Fiergs II
Do " lado externo" da sala Mercosul, os repórteres que não entraram pra coletiva, faziam algazarra. E soou o gongo, ou melhor, uma campainha pedindo silêncio. A coletiva não havia terminado.Foi quando perguntei a Tigre o que achava do resultado do referendo da Venezuela em que o presidente Chaves teve rechaçada sua pretensão. Tigre foi pragmático mais uma vez" Eu gosto do sistema chileno, onde o presidente pode se reeleguer, mas não um mandato grudado no outro,disse ele.Quanto à Venezuela, o presidente da Fiergs apenas comentou" A Oposição se organizou".E sobre o Brasil, Tigre foi mais enfático ainda: como o presidente Lula ele é contrário ao terceiro mandato.


Coleguinhas
Claudinha Coutinho não está mais na Fiergs. Está " frilando". 


Coleguinhas: Agenda do Todt
A Todt Comunicações já distribui suas agendinhas  aos colegas. É sinal de que um novo ano vem aí.


"Pai, ele é o Macalão?"
Estes dias o repórter político JK, ou Jaime Keunecke, hoje na TV Pampa, junto com o Clóvis Duarte, foi confundido na hall da imprensa da Assembléia Legislativa por um gurizinho que acompanhava o pai como o já famoso funcionário do legislativo gaúcho Ubirajara Macalão. Pai e filho estavam sentados na antesala do superintendente de imprensa, Celito de Grandi,e entrou o JK, que ia falar com o Celito. - Pai, é este o Macalão perguntou o guri, achando que esta diante da "celebridade"
- Não meu filho, este é outro da TV, o JK, te lembra dele dos Guerrilheiros? Quem viu a cena foi o " Brasinha", freqüentador da sala da imprensa da chamada "Casa do Povo".


Feira do Livro
Com muito orgulho, o colunista estará em São Borja, dias 6,7,8,9 na 22 Feira do Livro. Este ano ela terá como patrono o advogado e pesquisador Israel Lopes. Autografarei meu livro " Getúlio Vargas, Depoimentos de um filho" na sexta,dia 7, às 20 horas. E já fui convocado, por carta, pelo patrono,pra no sábado, dia 8, às 21 horas, participar do Sarau dos Escritores. Os participantes do Sarau irão debater qual será a melhor saída para a Feira do Livro de São Borja. Já adianto daqui: levá-la pro porto, onde sempre tem muita gente circulando.


Feira do Livro I
No ano passado, participei em São Borja da Feira do Livro. Vi o esforço daquela turma pra botar a feira em pé, do prefeito Mariovane Weis, de todo o pessoal envolvido na cultura de São Borja. E tinha um escritor, jovem, de Santiago de Boqueirão, já andando de carro pra cima e pra baixo. No debate no último dia da feira, quase me compliquei. Fiz uma provocação em plena praça pública dizendo que nem a famosa Fazenda do Itu fica em São Borja e falei algumas coisas do ex-governador Leonel Brizola que alguns assistentes não gostaram. Quase fui linchado, mas o Israel Lopes, com sua sensibilidade, me tirou dos apuros e estou vivo.


Feira do Livro II
No ano passado, o patrono lembrado foi um livreiro da cidade, pai do vereador do PDT, Celso Lopes. A história dele é muito interessante,ele teve uma livraria ao lado de onde está hoje o hotel Executivo, do  Celso que poderá se  animar e  autorizar que se  escreva um livrinho pra contar a trajetória de um dos pioneiros da cultura de São Borja.


Coleguinhas

O editor de O SUL, Flávio Pereira, também é advogado. E de vez em quando pratica o ofício pra "desenferrujar" como diz.


Fiergs
No dia 4.12, reunião - almoço dos jornalistas na Fiergs.É o principal encontro de fim de ano da imprensa. Começou modestamente, com comida campeira,anos atrás, idealizado pelo colega Júlio César Magalhães.


Coleguinhas: Santiago fora do Jornal do Comércio
O excelente humorista Santiago (Naltair Rebés Abreu) despediu-se dia 3/12 laconicamente dos leitores do JC. Diz que depois de cinco anos de convívio, irá pros jornais que ele chama de nanicos e alternativos onde segundo ele há maior aceitação de sua irreverência. Estes dias ele fez uma charge que pode, digo pode porque não tenho esta informação, ter detonado com ele. Ele mostrava um caminhão descarregando lenha e dizendo que ela era o
combustível da imprensa pra queimar o Chaves.


Amigos do Waldir
Sábado,dia 1/12, os amigos do colega Valdir Schwez - que há anos mora em São Paulo - confraternizaram com ele durante um almoço. Conheci o Valdir no começo dos anos 70,quando editava o Segundo Caderno de ZH.Caio Fernando Abreu,ainda um escritor desconhecido, trabalhava lá. Caio sentava encima das mesas,cruzava as pernas em posição de meditação e colocava um incenso e ficava na dele. O diretor do jornal Lauro Schirmer ia à loucura mas ficava quieto,engolia aquilo diante do talento daquela turma que despontava no jornal.


Delegados irmãos provocam confusão mesmo depois de aposentados
Ao identificar uma foto que está neste espaço, chamei o delegado Wilson Muller Rodrigues de Newton que na verdade era um irmão seu também delegado de polícia e como Wilson também da quarta classe.Quando na ativa os dois irmãos tinham grande destaque dentro da Polícia Gaúcha tanto que Newton chegou a Chefe de Polícia. Uma espécie assim de família Fagundes no nativismo. Seguidamente dava confusão na cabeça dos repórteres de polícia. Os Muller tinham outro irmão que atuava como repórter. O pai deles todos foi um brizolista, nascido me parece que em Encruzilhada do Sul. Mas no final, seu pai andava desiludido com o líder Leonel Brizola. Outra família que tinha vários irmãos entre delegados eram os  Reis. Um deles foi diretor do DOPS, o delegado Leonidas da Silva Reis.


Wilson Muller
Há quem diga que o delegado Wilson Muller sabia muita coisa sobre o caso Daudt - a morte do deputado estadual em frente ao edifício onde residia na Rua Quintino Bocaiuva, em Porto Alegre. Um jornalista o viu uma noite chegar pelo elevador privativo do Palácio Piratini e reunir-se por um longo tempo com o então governador Pedro Simon(PMDB). O que foi tratado ali neste encontro sobre o caso Daudt seguramente levarão para o túmulo.


 
 



Interação dos Leitores

Olides, tudo bem? Eu terminei o anuário em novembro, mas estava ocupada com reformas aqui em casa, aproveitei para dar uma limpa no guarda-roupa, nas gavetas e armários, lavar cortinas, coisas que a gente nem sempre tem tempo durante o ano. Agora vou pra Iacanga passar as festas com minha mãe, irmãos, cunhados, sobrinhos, tios, primos, etc. O anuário da NTC ficou bom, mas tem muito material interno da entidade, que eu não gostei muito, mas eles quiseram assim. Paciência.
Vou ver se consigo te mandar um exemplar, pois peguei só um por enquanto. No mais, tudo bem.
Estive em Fortaleza por uma semana em novembro e gostei muito. A cidade cresceu muito e tem muito estrangeiro morando lá. Tem até um supermercado só com produtos importados, funcionários que falam várias linguas e na entrada, vários seguranças de terno preto, pode? Os apartamentos a beira mar chegam a custar R$ 2 milhões. A cidade está muito limpa e não tem crianças esmolando, pelo menos eu não vi. Mas não fui à periferia, mas ao conversar om as pessoas, senti que há um certo otiismo, embora tenha encontrado na praia muitos tucanos, que tem saudades do FHC e odeiam o Lula. Estes detestam a prefeita do PT e são indiferentes ao Cid Gomes, o governador. Morrem de saudades do Jereissatti.  Tem gosto pra tudo, né? eu respeito e nem discuto pra não perder meu tempo. A cidade tem 2,8 milhões de habitantes e se expandiu muito. do avião se vê uma área imensa habitada, cheia dee conjuntos habitacionais. Enfim, a gente precisa conhecer melhor este país, né? Abração, Valdie

A Câmara de Turismo do Rio Grande do Sul, realizará nos primeiros dias de janeiro eleição da nova diretoria para o biênio 2008/2010. O jornalista Wilson Müller, atual presidente estará novamente concorrendo. A Câmara de Turismo é composta por várias entidades que tem como fator principal divulgar o destino do Rio Grande do Sul. Organizar forças vivas tanto do setor público quanto privado para trazer e aumentar a permanência de turistas ao Estado.
Wilson Muller, Pres. da Câmara de Turismo/RS

Gostei desta coluna continue me mandando um abraço, Salomao Jacob Golandski

Gostei, Olides. Está bem informativo. Ucha http://cordeiroevinhobyucha.blogspot.com/

Parabéns pelo trabalho. Aproveito para divulgar e sugerir que você inclua nos "links interessantes" dois endereços de blogs. Cordialmente, Maria do Céu
http://senadorpedrosimon.blogspot.com/   e   http://www.bancadagaucha.com.br/

Colega Olides, pela segunda vez me surpreendes com teu jornal eletrônico. Que vasta e boa produção. Em ambas as edições, li e apreciei linha por linha. Parabens! Abraços, Ib Kern.

Estimado Olides, em nome dos Formados em Jornalismo pela PUC/RS  em 1977 agradeço pela divulgação. Hoje li na integra o teu Blog ao ver tantos colegas de minha época de repórter, confesso que estou saudosista demais. Grande abraço, Roberto Menezes Rodrigues.

Prezado Olides, a foto publicada sob o título "Repórteres confraternizam com as fontes.", identifica o Delegado Newton Muller Rodrigues, quando na verdade trata-se de seu irmão Wilson Muller Rodrigues, que não por acaso é meu pai. Abraço, Everton Bemfica Rodrigues.

Prezado Olides, Parabéns pela obra. Vou a Porto Alegre no próximo dia 14 e comprarei o livro.Quero saber se faço parte das histórias dos jornalistas, afinal, fui o único negro a fazer televisão na nossa terra, tenho boas histórias para contar. Obrigado pela lembrança. Roberto Menezes Rodrigues

Uma das praias e localidades mais badaladas do mundo, estas fotos foram enviadas pela leitora Naira Sanes que recentemente esteve lá. Agradecemos sua colaboração.
Veja mais clicando AQUI.



 
 


Olides Canton - Jornalista e Escritor


Nascido em 16 de Janeiro de 1.952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância e adolescência. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pelo FABICO em 1.982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Conseguiu quatro premios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

® Agosto 2007 - © De Olhos e Ouvidos - Olides Canton - Todos os direitos reservados
Os textos publicados são de inteira responsabilidade do autor.


Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
 


Alto da página


Site desenvolvido por Brulars






contato@replay.com.br






LINKS
QUE RECOMENDAMOS


Coletiva.net
Política para Políticos
Sindicato dos Jornalistas
Comuniquese
Políbio Braga
Affonso Ritter
Fernando Albrecht
Percival Puggina
Blog do Noblat
Eu acho que
Felipe Vieira
Diego Casagrande
Rogério Mandelski
Gilberto Simões Pires
José Luiz Prévidi
Via Política
José Dirceu
E aí beleza?
Fernando Gabeira
Agenciafreelancer
Blog da Rosane Oliveira
Blog do Ucha
Valeria Reis
Bancada Gaúcha
College of Liberal Arts
www.estado.rs.gov.br
Associação de Imprensa RS



REPORTAGENS
ESPECIAIS


Exposição sobre Collares
Os sobreviventes dos Andes
São Borja pode perder Tumulo de Jango
Porque o "Rei" proibiu a biografia
Metade sul espera reflorestamento


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


o amplie a imagem www.marcopolo.com.br http://www.teubilhete.com.br belmar.jose@terra.com.br amplie a imagem amplie a imagem